Începeți să citiți

A Casa à beira do abismo

Evaluări:
220 pagini2 ore

Rezumat

William Hope Hodgson (1877-1918) embarcou num navio mercantil aos 14 anos. Sua vivência no mar marcaria uma obra instigante repleta de fantasmagorias, cujos narradores são assombrados pela perda progressiva da sanidade. O sobrenatural é apenas sugerido, por meio de deslocamentos do real no seio de uma narrativa que oscila entre o princípio da realidade e o fantástico.
Autor apreciado por grandes mestres do suspense, como H.P. Lovecraft e Alfred Hitchcock, Hodgson nos apresenta, em A casa à beira do abismo, uma dupla narração. Um manuscrito misterioso é encontrado por dois amigos dentro de uma incrível mansão abandonada. Por esse ponto de partida tão banal podem-se esperar os mais abruptos e insólitos enredos. E o que temos aqui é de uma surpresa ainda mais contundente, como poderá o leitor notar nas páginas deste livro.
Para além de suas notáveis contribuições para o campo do horror, do fantástico e da ficção científica, Hodgson é um grande escritor e neste livro seu estilo se acentua no delirante monólogo presente no manuscrito. Um grande momento de Hodgson na obra encontra-se no poema que encerra a narrativa. Aparentemente desconexos da história, os versos demonstram vigorosa qualidade estética.
As belas e intensas ilustrações de Joaquim de Almeida oferecem-se como um cenário paralelo, rompendo com os códigos da ficção científica, do horror ou da fantasia. - Papirus 7 Mares

Citiți pe aplicația mobilă Scribd

Descărcați aplicația mobilă Scribd gratuită pentru a citi oricând, oriunde.