Sunteți pe pagina 1din 151

PROLOGUE

"Ei, é você? '


Ela olhou esperançosamente para a escuridão, a sua pulsação do
coração já acelera.
Nenhuma resposta. Algo farfalhar no mato, um mosquito lamentou.
Decepcionada, ela mudou sua posição sobre a parede do templo
velho e abraçou
joelhos. Não passo um depois de tudo. Apenas alguns criatura da
noite. Bem, ele avisou que poderia se atrasar.
Espere por mim, embora! Espere por mim, Jess, e eu estarei lá ...
Ela se permitiu um sorriso pequeno. É claro que ele estaria aqui. Eram
como dois ímãs. Ele poderia encontrá-la imediatamente, em qualquer
multidão, qualquer sala de aula, e ele
não perdê-la agora, mesmo no escuro. Ela repreendê-lo levemente
por ser tardia, e seu riso que faz seu coração virar, assim como sua
bela voz.
Eu amo você, Jess. Não ria. Eu juro.
Nenhum menino pode fingir tão bem. Principalmente ele. Ele estaria
aqui.
Carrancudo, ela ergueu seu pulso ao luar to peer para o relógio. Dez
minutos tinha-se tornado vinte. Então o quê? Ele não sentiria tanto
tempo durante o dia. Ele
não me sinto tão longo em um bar barulhento lotado. Aqui na sombra
misteriosa das ruínas do antigo templo foi fácil ficar assustado, isso foi
tudo.
Venha.
Deslizar para baixo da parede, ela bateu o pé, esfregou os braços.
Goosebumps tudo sobre eles, embora ela não estava frio. Outro
mosquito zumbiu em
ouvido dela e ela deu um tapa ele com raiva. Gotcha.
OK, ela estava começando a atravessar agora. Um pouco atrasado
não significa que ele tinha o direito de deixá-la aqui de pé na
escuridão. Durante trinta minutos agora! Este
era suposto ser um passeio romântico, não é um teste de seus nervos.
Melhor deixar-se ficar bravo com ele, apesar de tudo. Se ela não ficar
brava, ela poderia ser bastante assustado, só aqui na penumbra
silenciosa. Ou não tão silencioso. Sua
bati a cabeça redonda como um galho seco rachado, como as folhas
sussurraram. Isso era um rato grande. Ela estremeceu.
Ela gostou deste lugar durante o dia. A exuberância verde da floresta,
raízes gigantes abraçando paredes que desabam bonita, calor e vida
e do mistério. Ele
não foi tão grande no escuro, nas sombras da lua mudança que fez
um monstro de cada árvore enorme, um horror espreita em cada
animal invisível.
Quarenta e sete minutos!
Hora de ir. Ele teve sua chance e tudo o que ele fez foi fazer um tolo
dela. O menino, era que ela vai lhe dar uma bronca ... Ela começou a
andar propositadamente,
depois parou. Uh-uh, ela não estava indo para o rato gigante.
Tremendo, engolindo em seco, ela deu dois passos para trás e se
virou.
Sussurro. Ranger da madeira. Isso seria o vento.
Não havia nenhum vento.
Outra rato enorme, então, na frente dela. Fina, ela estava indo ter que
ir além, mas ele seria executado logo que ouvi sua vinda. Foi apenas
um rato, por
amor de Deus. Ou uma serpente. Ou ...
Ah, vá, Jess!
Ela tinha tomado um passo a mais quando ela chamou o movimento.
Isso não era rato, e não cobra. Era grande - tão grande quanto ela.
Uma forma de se mover rapidamente em
o emaranhado de suspensão de folha e ramo. Ela deu um passo para
trás, e vice-versa. Moveu-se. Para ela. Houve respirar, suave e
confiante e humanos.
"É você?" Ela chamou. "Hey! Saia enganando! "
Nenhuma resposta.
"Estou falando sério! Pára com isso! "Ela tentou fazer a voz dela com
raiva, mas tremia, de alta-frequência. "Não é engraçado."
Esse som: ele pode ter sido podre folhas molhadas, mexendo como
uma criatura passou. Ou teria sido o riso, soprosa e de baixa. Não
poderia ser
ele. Não foi possível. Enfim, havia dois deles. Ela sentiu a
aproximação de outros de seu direito, lento, ameaçador. Mais uma vez
ela tentou gritar, mas quando ela
abriu a boca tudo o que saiu foi um gemido de terror.
Ela se virou e quebrou em uma corrida de tropeço. Foi tão difícil, na
escuridão, mantendo-se as faixas. Videiras e folhas bateu o rosto dela,
puxou ramos
para ela, agarrou as raízes de seus pés. Foi este o caminho que tinha
tomado para chegar até aqui?
Caminho? Não foi um caminho. Ela tinha perdido isso, e correr
cegamente nas árvores. Seu coração era um trovão em seus ouvidos,
mas ainda podia ouvi-los por trás dela, ou
talvez ela só podia senti-las. Eles foram atrás dela, ao lado dela,
agrupando-la. Que idéia estúpida. Mas eles foram. Agrupando-la ...
Ela deslizou por uma encosta baixa, lutando por uma raiz enorme e
aconchegar-se no espaço por trás. Mordidas duro com ela juntas, ela
não tentou
chorar. OK, ela queria estar de volta em casa agora.
Mãe, isso é loucura. Não é real, assim você pode vir e me acorde
agora. Pai, vá em frente e rir de mim, me diga que eu sonhei. Scoob ...
Scooby. Lembrou-se ele quase explodindo de orgulho como ele
acenou-a para sua escola emocionante novo: "Adeus, mana!"
"Bye, pouco incomoda! Oops - irmãozinho! "
Rindo. Acenando para trás.
Scooby ...
Era que um som? Ela respirava rígido. Acima dela, no interior de
templos antigos eram descritos no luar de prata. A raiz da árvore
envolveu em torno de um pilar, como o
braço de um amante. Tal como o seu braço.
Onde ele estava? O que aconteceu com ele?
Raízes, galhos, ramos, que serpenteava nas paredes antigas, asfixia,
abraçando, sufocando. Algo mudou na folhagem pela sua orelha e ela
quase
gritou, mas fechou a mão sobre a boca na hora certa. Isso foi
estúpido, pensou novamente. Crazy. Se não foi um sonho que tinha
de ser uma brincadeira. Um burro
partida.
Seu corpo não penso assim. Ela estava encharcado de suor: a partir
da umidade, de execução, a partir de terror. Um mosquito cantarolava
de novo, e ela golpeou
mão contra o rosto dela, suprimir um grito. Foi só um inseto. Algo
muito pior estava escondido nas ruínas. Caça ...
Não entre em pânico, pensou. Stay cool. Não eram grossos cipós
emaranhados atrás dela, e maw negra de uma porta antiga, a madeira
apodreceu longa distância. Ela
apoio para o espaço, chutando freneticamente até que as folhas
viscosas no interior semi-coberto dela, não tem mais medo de ratos e
cobras, ou mesmo aranhas. Nada medo
any more.
Exceto eles.
Ela ia ficar aqui, encolhida nas ruínas, até amanhecer. Ela ia ficar em
apuros, ela começa a rir, mas e daí? A poucas horas, e este lugar
seria
cheio de turistas. Até então ela provavelmente rir de si mesma. Agora
os turistas estavam dormindo em algum hotel com ar condicionado,
sonhando com o dia
à frente, e de Angkor Wat, o templo dos antigos: a civilização
dominada por natureza bruta. Selvageria e beleza, santidade e temor.
Tão romântica e
misterioso, para um turista ou um estranho.
A poucas horas. Não foi tanto tempo a esperar.
Havia vozes agora à noite: distintos, silenciado, mas tensa, com a
emoção da perseguição. Talvez ela não deve esperar depois de tudo.
Talvez ela deve funcionar agora.
Ela não podia decidir. Ferozmente, esfregou as têmporas.
Seu idiota, o que está fazendo aqui? Você nunca se encaixava dentro
A vibração das asas chocalho em sua bochecha. Ela deu um tapa na
barata, mas só conseguiu escovar-lo a seu pescoço. Ele correu para
baixo do peito e
soluçou alto. Batendo a palma da mão contra seu peito, sentiu o bug
gunge explodir em preto e fragmentos de conchas. Ela choramingou: a
highpitched
ruído.
O sangue viscoso barata fez tudo real. Este não era um sonho. Lá
fora, alguma coisa estava caçando-la, e era mais real que a escola,
que
casa, do que ele. É claro que ele não havia chegado. Quem ela pensa
que ela foi? Pouco triste, garota estúpida bolsa. Ele deixou aqui
sozinho e agora eles foram
chegando ...
Apenas vinte e quatro horas eles estão juntos, a embriaguez nas ruas
de Phnom Penh. No amor - ela pensava - e descontroladamente
animado sobre o voo
a Siem Reap e Angkor Wat. Lembrou-se de sua risada alta, ambas
torcendo pelo seu bonito, melhor amigo engraçado como ela atingiu
poses e cantou
"It's Raining Men" na barra de karaoke. Emocionado com sua
felicidade, ela virou-se para traçar o dedo em sua bochecha. Amá-lo ...
Ela congelou. Uma voz clara, agora, estreita e com fome. Uma voz
familiar, mas não um amigo. Não canta, não paquera, não é
brincadeira, mas latindo para ela. Fechar.
Tão perto. E ela sabia que, com certeza. Ela sabia que a voz. Ela deve
funcionar, mas o seu sangue era do gelo líquido em suas veias.
Por favor. Pleasepleaseplease ...
As vozes, e um hálito fresco, estava em seu ouvido. "Gotcha".
Só por um momento, um momento de esperança louca, ela achava
que era OK. Sim, era tudo uma brincadeira. Uma piada cruel. Hazing a
menina que não se encaixam dentro Oh, obrigado
Deus.
Ela cheirava a pele e suor, provei excitação elétrica e medo no ar.
"É você", ela sussurrou com voz rouca.
Um sorriso, uma mão chegando a acariciar sua bochecha. "Não é bem
assim.
E então ela poderia vê-los claramente.
Ela gritou e saiu correndo, fora das ruínas, de volta para a selva. Ela
ouviu pés correndo e ofegante, respiração fome, vi um vulto rápido
hurtling através do
árvores; cheirava seu próprio terror. E ela correu.
Mas ela sabia, até então, que ela nunca poderia correr rápido o
suficiente.
CAPÍTULO UM
Eu não pertenço aqui.
Cassie Bell chegou a um fim abrupto, quase tropeçando até a mulher
por trás dela.
"Merde! Imbecil! "
"Desculpa!"
Com uma enxurrada de sacolas de compras brilhante que a mulher se
afastou, lançando outra maldição sobre seu ombro.
temperamento Cassie queimado. "Resíduos de respiração!", Ela
gritou. "Eu não falo francês!"
Ou a mulher não ouviu ou ela não se importou. Cassie sentiu-se
encolher uma vez mais.
'Oh, inferno, "ela murmurou. "Eu realmente não pertenço aqui."
Os prédios ao redor dela eram como aquela mulher: alto, orgulhoso,
incrivelmente elegante. O ar era inebriante e ricos, uma combinação
indescritível de caro
vapores de verão, cheiro tarde e escape. Até mesmo o nome da rua
zombado dela, pois ela dificilmente poderia pronunciá-lo. O que ela
estava fazendo em uma rua com
um nome como esse? Seja qual for a fez pensar que este seria uma
boa idéia? Rue du Faubourg Saint Honoré! Sua segunda mão
formadores deve ser uma afronta à
as pedras do calçamento. Ela pertencia volta Cranlake Crescent, em
que eles gostavam de chamar de "cuidado". Ela não pertence em
Paris.
Empurrando os cabelos castanhos entremeados de seu rosto, Cassie
olhou para o pedaço de papel na mão. Considerando-se que ela tinha
feito até aqui, toda a maneira de
a Gare du Nord, que seria meio constrangedor se ela não conseguiu
encontrar a escola agora. Mas ela espera algo em seu rosto,
arquitetonicamente falando.
Havia alguns palacetes enormes nesta rua, mas eram quase missable,
definido por trás dos muros imponentes e portões de ferro forjado. O
fedor de rua
dinheiro, mas não muito do que foi diretamente no programa, exceto
nas lojas que ela passou com sua mandíbula aberta.
Venha para pensar sobre isso, talvez seria melhor se ela não pudesse
encontrar a escola. Seria uma boa desculpa suficiente, porque este
tinha sido um grande erro. OK,
por isso ela teria que slink casa Cranlake Crescente parecendo um
idiota. OK, então ela teria de estômago zombaria das outras crianças,
o moleque disse-lhe, de modo
sorrisos da odiosa Jilly Beaton. Ainda pior, ela teria que enfrentar a
triste decepção nos olhos de Patrick, que ele não controla
completamente a esconder.
Mas seria ainda melhor do que fazer um tolo de si mesmo como este
...
Seu coração sacudido.
Cassie tinha mal percebeu que estava ainda a pé, trundling sua mala
golpeado por trás dela. Ela não sabia o que a fez olhar para cima e
para toda a
estrada naquele momento. Em seu torpor de pânico deslocada, ela
deve ter sido em piloto automático, porque ela estava olhando para
uma placa de bronze brilhando em um conjunto
pilar de pedra.
A ACADEMIA Darke
Nada mais, não tanto como um convite a favor do anel pequeno sino
de bronze, colocada em empurrar a pedra abaixo. Parecia tudo muito
discreto. Cassie
quase poderia ter sido desapontado, exceto que, mesmo deste lado
da estrada podia ver uma sugestão do prédio - que institui pilares de
pedra e
frontões, a curva verde-bronze de uma estátua meio escondido no
pátio - atrás dos portões elaborado em ferro forjado.
Engolindo, Cassie apertou os dedos na alça scabby do seu caso. Ela
pisou fora do freio, o caso bater para baixo em suas rodas wonky atrás
dela. Seu caso.
E o que estava dentro dela? A carta que disse que ela não pertencia
aqui. Isso Bell Cassandra, de todas as pessoas improvável, foi bom o
suficiente para uma bolsa de estudos para
Academia Darke. A breve carta foi digitada em grosso, cara de papel,
pergaminho, como, e muito bem - o papel barato teria caído em
pedaços até agora,
o número de vezes que ela se desenrolou e re-dobradas ele, a
imersão em palavras, até que foram acid-etched em seu cérebro.
Agora era cuidadosamente escondida no interior do
leatherbound notebook Patrick havia lhe dado como presente de
despedida, o que deve ter tomado uma grande fatia do salário de seu
Conselho.
Então, o que foi que ela vai fazer? Shove o notebook de volta para ele
e dizer que estava arrependida, ela era um fracasso antes mesmo de
chegar?
De jeito nenhum. Essa carta confirmou. Ela era uma estudante da
Academia Darke!
Sorrindo, Cassie saiu correndo pela estrada, batendo o seu caso para
trás. Um motorista freou duro e gritei para ela, e alegremente lhe deu
o dedo.
Ela tinha o direito de estar aqui. Ela estava indo para caber dentro E o
que era mais, ela ia adorar.
Ofegante, ela deixou a pairar indicador sobre o botão da campainha. É
isso, pensou. Aqui vai ...
Ela recuou, assustada. Os portões já estavam balançando ampla,
silenciosa e suave. Cerrando a mão em um punho, ela mordeu o lábio.
Ela não tinha tocado a
sino.
"Cuidado!"
A mão no ombro dela puxou como um carro preto, longo e elegante,
bateu muito suavemente em todo o pavimento e meteu o nariz no
portão. Cassie começou
a impressão de que nada teria interrompido o seu bom andamento,
nem mesmo um pedestre desatento.
A mão de deixá-la ir abruptamente. Como ela se virou, sorrindo, o seu
proprietário recuou um passo. Ele era um garoto de cerca de sua
idade, alto e de ombros largos, seu marrom
cabelo cortado curto. Ele tinha o aspecto saudável de um tipo ao ar
livre, de modo que ela duvidava que ele era geralmente tão pálida. A
expressão em seu rosto bonito era um
de choque, ele olhou como se todo o seu sangue tinha acabado de
drenagem em seus treinadores desalinhado.
"Obrigado", disse ela, para quebrar o silêncio atordoado.
Ele não respondeu. Em vez disso, virou seu calcanhar, ele caminhou
sem a outra palavra e desapareceu pela porta da Academia. Cassie
olhou.
Macho, rude, e americano.
Não foi só as duas palavras arrastada que lhe tinha dado distância,
mas as roupas downbeat e sua cocksure loping tranco. Bem, ela
estava feliz que ela não era
o único em jeans não deliberadamente rasgada. Nervoso, novamente,
ela respirou fundo.
Entra aí, Cassie! É onde você pertence, lembra?
Cassie sorriu. Era como se ela pudesse ouvir direito Patrick voz dentro
da sua cabeça. Antes de os portões fechados poderia balançar
novamente, ela puxou o seu caso através de
eles e para o pátio além.
Wow.
Era enorme, muito maior do que parecia a partir da estrada. A luz
solar filtrada através de castanheiros, dappling lajes desgastadas
brilhante com a idade. A unidade abriu
curvas em um círculo grande piscina que era verde com samambaias
e plantas exóticas de folhas carnudas, as raízes expostas à direita
como serpentes retorcidas. No
centro da piscina, era a estátua tinha vislumbrado: uma menina de
bronze fino na ponta dos pés, esticando os braços sonhadora e
inclinando o rosto de um cisne. Houve
nada sonhadora sobre o cisne, though. Seus pés palmados garras no
corpo da menina como garras, asas arqueadas acima dela, o pescoço
ea cabeça levantada selvagem
como uma serpente sobre a greve. Parecia brutal e triunfante.
Cassie sentiu um arrepio correr por ela. Ela sempre pensou em como
os cisnes aves sereno. Delicada. Pretty em lagoas.
Não é um presente.
A estátua foi bonito, mas preocupante. Ela voltou-se para os grupos
de estudantes de fofocar, vozes que se levantam com a excitação de
um novo mandato.
Cassie engoliu em seco. Cada um deles foi elegante com a riqueza e
beleza. Enquanto ela soprava um fio de cabelo fora do rosto, ela
desejava que ela tivesse o
dinheiro para investir em um corte de cabelo chic. Hell, ela deve ter
feito o dinheiro. Hipotecou sua alma para o diabo ou algo assim.
Quando ela arriscou um sorriso, afastou-se, desdenhoso. Uma menina
japonesa deu uma gargalhada incrédula antes de voltar a seu amigo e
resmungando algo que fez tanto rir. Como o resto dos alunos, que
tinham um brilho arrogante de dinheiro e de classe. Da American
desalinhado
menino, não havia nenhum sinal.
Uma bola de raiva formado no intestino Cassie, e ela apertou seu
aperto em seu caso. A carta. Ela estava lá dentro. Sua carta. Sua
bolsa de estudos. Essa multidão se
compraram seus lugares aqui. Ela ganhou dela. Ela não estava indo a
pé a partir dele. De jeito nenhum.
A limusine preta estava estacionado ao pé de uma escadaria de pedra
e seu motorista estava abrindo a porta de trás, óculos escuros triagem
sua
expressão. Cassie visto, cinicamente esperando para que devolva um
outro miúdo mimado rico. Em vez de uma senhora idosa surgiu, frágil
e bela como uma
flor murcha.
Cassie nunca tinha imaginado alguém tão velho poderia ser bonito.
Mas essa mulher era. Fragile, impossivelmente finas, como uma teia
de aranha, mas ainda impressionante adorável. Se
que foi o que a vida de Paris fez por você, Cassie não foi apenas
furando-o para fora, ela foi ficando para sempre.
O sorriso no rosto dela morreu como motorista de limusine fechou a
porta com um clunk macio e deslizou de volta para o banco do
condutor. Não era ele mesmo vai ajudar a
menina a subir os degraus? Que tipo de motorista que ele estava?
Cassie olhou para ele e, depois, seus colegas estudantes, que não
estava tendo o menor conhecimento do
velha.
"Inacreditável", disse Cassie alto. Dumping seu caso ao pé da escada,
ela foi ao lado da mulher.
'Você precisa de uma mão?
Lentamente, muito lentamente, a velha virou a cabeça dela.
Cassie quase vacilou. A mulher se inclinou em sua vara de prata
tratada como se fosse tudo o que estava segurando-a, ainda não
havia nada sobre esse fraco
olhar. Seus olhos brilhavam intensamente. Eles não eram hostis,
porém. Leia mais ... avaliação.
Sua pele era como a porcelana enlouquecido, translúcido e alado com
linhas. Perfeitamente os cabelos brancos foi varrido em um coque. Os
ossos de seu rosto pode
foram cuidadosamente esculpida em granito. Cassie engoliu em seco.
"Quero dizer, se você preferir que eu não ... Eu não quero parecer ..."
Pale lábios franzidos. "Você está oferecendo para me ajudar, moça?"
"Bem, sim. Cassie mexia, sentindo um pouco estúpido.
"Como perfeitamente encantador de você!" A frieza imperiosa
derretido em um sorriso brilhante. "Posso ter o seu braço?
Desajeitadamente, Cassie segurou-a, e os dedos retorcidos enrolado
em volta dela bicep. Por um instante pensou Cassie da cisne no pátio,
seus pés palmados
agarrando a menina, como garras de bronze e, depois, sacudiu-se e
sorriu de volta. Atrás deles, ouviu o leopardo ronronar de um motor
potente, e os negros
carro se afastava.
"Tão bonita para ter um corpo jovem", murmurou a mulher.
'O quê? Cassie piscou. "Quer dizer, eu imploro seu perdão? '
"Um corpo jovem," ela sorriu "para me ajudar. Como és bom ".
O aperto no braço de Cassie sentiu surpreendentemente aço, mas o
resto da mulher foi tão claro como um esqueleto da folha. Cassie teve
o cuidado que ela ajudou-o
etapas. Parecia haver um monte deles.
"Treze etapas", ponderou a mulher, como se estivesse lendo sua
mente. Pausa para respirar, ela olhou para a fachada clássica da
escola. "Foi assim que
tempo desde que eu era último aqui, mas lembro-me estes passos
como se fosse ontem. Você é novo, meu caro, não é? "
"É tão óbvio?" Cassie sorriu.
Sua risada soou como uma campainha suave. "Sim - mas, na melhor
das formas. Siga o meu conselho, ah ...?
"Eu sou Cassandra. Todo mundo me chama de Cassie, embora. "
"Cassandra! Como é lindo. Vou chamá-lo Cassandra. E eu sou
Madame Azzedine, mas você vai me chamar de Estelle. E meu
conselho é que você deve tomar todas as
que a academia tem para oferecer. "
Travar novamente, Madame Azzedine se virou para ela, com forte
emoção. "É o melhor das escolas. Com efeito, a academia é muito
mais do que uma escola.
Aproveite ao máximo tudo o que ele pode lhe dar, Cassandra, e vai
mudar a sua vida. Para sempre. Você me entende? "
'Er ... sim. "
Madame Azzedine deu uma risada aguda. "Eu penso que talvez não.
Não é bem assim. Mas você vai aprender, minha querida. Você vai
aprender muito. A Academia pode
mudar a sua vida.
Eles estavam a poucos passos da top agora, a respiração da velha
veio rápido, respirações rasas.
"Isso é o que eu quero." Cassie quase quis colocar a mão sobre o que
segurou seu braço. Mas melosas não estava em sua natureza, porém
seu forte
empatia instantânea com este tipo, mulher arrogante. Enfim, ela não
poderia colocá-la em qualquer lugar perto de unhas roídas que o papel
de pele, imaculadamente cuidada
mão.
Madame Azzedine pôr a mão ao peito por um momento, recuperando
o fôlego. "O que é isso, Cassandra? O que você quer? "
"Eu quero mudar minha vida '
"Transformá-la?" Como eles chegaram ao topo da escada, Madame
Azzedine lançado braço de Cassie. "Não! A Academia vai ensinar
você a conquistar a vida, para vencê-lo
em sua apresentação e dobrá-la à sua vontade. True graduados da
Academia Darke tirar a vida pela garganta, Cassandra! Lembre-se
disso!
Um arrepio estranho correu sua espinha, mas Cassie apertou-o e
sorriu. "Eu vou", disse ela. "Eu vou!"
Sorrindo, Madame Azzedine apertou as mãos de tanto Cassie na dela.
"Bom!"
A tosse da porta sombreado, e Cassie quase saltou de sua pele.
"Madame, bem-vindo." Um homem, ocupa sombrio uniformizados
inclinou a cabeça. 'Sir Alric está esperando você. "
Ela riu alegremente. "Mas é claro que ele é! Desculpe-me, Cassandra,
minha querida. E boa sorte. "
"Obrigado, Madame Azz hum, Estelle," murmurou Cassie.
"E você pode ter muitos, muitos anos gratificantes na Academia."
Madame Azzedine lhe deu um sorriso satisfeito. "Eu estou
inteiramente certo que você."
CAPÍTULO DOIS
Cassie visto a velha ir, um pouco inquieto. Ela gostava de Madame
Azzedine. Muito. Foi exatamente isso ...
Oh, pelo amor de Deus. Era justo que Cassie estava fora de sua
profundidade. Coitada de idade, ela deve ser cem na sombra. Quantos
anos ela pensou Cassie
era? Aos quinze anos, ela tem dois ou três anos na Academia, no
máximo, em vez de muitas delas - supondo que ela não desistir, ou
jogados fora. Madame
Azzedine pode olhar fabuloso para a idade dela, mas ela foi perdendo
um pouco. Ela havia ninguém para ter medo. Ela estava elegante e
confiante, isso foi tudo. Foi
Cassie tempo aprendi a ser o mesmo.
Ainda assim, pensou Cassie irritado, pelo menos tinha uma vaga idéia
de como se comportar como um ser humano - ao contrário do pessoal
aqui. Essa portaria, ou qualquer que seja ele
era, nem sequer oferecem a menina de uma mão. O pugilista
machado-faced simplesmente acompanhei como ela mancando para o
corredor, grande barroco. Momentos depois, eles
ambos foram perdidos de vista.
Cassie deu de ombros. Nada a ver com ela. Lembrando que o seu
caso ainda estava no pé da escada, ela se virou em seu calcanhar e
correu de volta para baixo, lightfooted
e até um pouco alegre.
Seu coração foi batendo de volta para seus treinadores. Um pequeno
grupo se reuniu em um semicírculo em torno de seu caso e
abandonado, enquanto ela se aproximava
nervosamente, a menina japonesa deu-lhe um sorriso de esguelha.
"Talvez nós devemos chamar os policiais", ela anunciou em voz alta.
"Quero dizer, poderia ser uma bomba."
'Oh, Keiko. Acho que até os terroristas têm uma classe pouco mais. "
O orador era um garoto americano, mas ele não poderia ser mais
diferente do cara Cassie tinha visto antes. Este usava óculos designer,
couro
vadios, chinos nítidas e uma camisa pólo com o logotipo
reconhecidamente caro. Parecia que tinha acabado de dar seu cartão
de crédito em um treino sério essa avenida
fora.
"Agora, Perry," demorou um menino de Inglês, com as mãos
casualmente nos bolsos. "Não ser caridosos. Há uma coisa como
shabby chic ".
Keiko sniggered. "Richard, como paternalista. Os pobres estão sempre
conosco, lembre-se. "
"Agora você está sendo cruel, Keiko", disse Perry, que cutuca caso
Cassie com o seu dedo do pé. "Os pobres, afinal, têm um encanto
certa classe trabalhadora. Isto é mais
... O que dizem os franceses? Pequeno-burguês?
Richard levantou uma sobrancelha tão alta que foi perdida em sua
franja escura disquete. "Oh Peregrino. Agora, quem está sendo
mesquinho?
Por cerca de três segundos Cassie queria rastejar para o próximo
buraco e morrer. O impulso se passaram, ea bola pouco apertado
queima de raiva explodiu
para a vida. Ela jurou, espetacular.
"Tire as mãos de minhas coisas!" Pulando os últimos passos, ela
empurrou Keiko lado.
Keiko parecia absolutamente lívido, mas Cassie estava em um pedaço
ou dois em seu tempo. Ela cerrou os punhos - ela poderia lidar com
essa cadela stuck-up. Perada
o americano recuou, tendo uma respiração afiada que parecia quase
assustado, mas Richard apenas cruzou os braços, sorrindo.
"Isso deve ser bom", ele murmurou.
Cassie tenso, meio esperando Keiko pular na sua garganta, mas
depois de um momento em que a bela moça riu.
"Eu nunca toquei seu material", menina bolsa. Eu não teria solo
minhas mãos. "
unhas ásperas Cassie estavam cavando em suas palmas. Oh, ela
adoraria dar um soco que o sorriso do rosto de Keiko. Mas era óbvio
que a megera maroto
não estava indo para ir para qualquer coisa como burguês, como uma
briga. De qualquer forma, não seriam eles apenas amá-la se ela
arranjou expulso em seu primeiro dia?
De jeito nenhum. Não vale a pena.
'OK', fervilhava Cassie. "Agora você provou que eu sou melhor que
você."
'Meu Deus', disse Perry. "Como você ousa falar com Keiko assim?
'Oh, eu gosto que ela ousa, "demorou Richard, com uma piscadela
para o menino preguiçoso americano. "Este poderia ser divertido!
Agora, Peregrine, correr junto. Trata-se de poucos
negócio. "
A demissão foi tão peremptória que Cassie espera Perry para
argumentar, mas ele voltou obedientemente para longe e, com uma
carranca passado para ela, virou-se e movimentou
subir os degraus da entrada da escola.
Richard braço de um drapeado amigável nos ombros. Cassie queria
arrancá-la fora e empurrá-lo embora, mas ela podia sentir o quão forte
ele era. A
wrestling jogo dificilmente seria legal, especialmente se ela não tinha
nenhuma garantia de vitória.
"Vamos, agora, um ... qual é o seu nome? '
«Cassie Bell", ela murmurou.
"Bem, agora, Cassie Bell, iluminar-se. Nós todos queremos que você
aproveite seu tempo aqui. Perry e Keiko estava tendo uma piadinha.
Nem um muito engraçado, eu garanto ", -
ele tem um olhar sujo de Keiko por isso - "mas você tem que
desenvolver uma pele mais espessa. Se você quiser sobreviver, o que
é. "
Cassie pouco para trás uma resposta afiada. O problema era que ela
não tinha certeza sobre nada. Talvez isso realmente foi como os
alunos se comportaram de elite, como é que ela
sabe? Ela não sabia como comportar-se, mais do que ela sabia o que
sobre a terra que estava fazendo aqui. Ela não pertence ...
"Você quer se encaixar, não é?" Voz Richard era de seda em seu
ouvido. "Eu tenho seus melhores interesses no coração, acredite em
mim '
"Ei, Inglês!
A voz impetuosa tinha um sotaque Cassie poderia colocar não é bem
assim. Um segundo depois, uma explosão menina sobre eles como
um furacão de energia, batendo Richard braço de distância
com um tapa brincalhão. Ela era alta, ágil como um rebento, o cabelo
dela uma roupa escura, brilhante. Seus olhos castanhos eram ferozes.
"O que você está fazendo, Inglês?" Ela sacudiu um dedo magro na
cara de Ricardo. "Esta menina, ela é nova, sim? Desligue o charme de
sua arquitetura bestial! "
'Ah Isabella bella! "Apaixonadamente Richard agarrou a mão e beijou-
a, fazendo Isabella mock scowl contração muscular nos cantos. "Eu
amo o seu temperamento latino
como eu amo seus olhos piscando. No entanto, assim que você julgar
a mim! Keiko e eu estava apenas familiarizar jovens Bell Cassie com
algumas regras da escola '
"Bell Cassie? Cassandra?
Isabella virou. Por um instante, ela olhou assustada, mas depois
sorriu.
Cassie não tentou sorrir de volta. Ela não confiar em qualquer um
desses auto-confiante, empurrões auto-centrado. "Yeah. Então?
Isabella riu. "Então você está vindo comigo." Seu aperto no braço de
Cassie era mais flexível do que Richard, e com a outra mão agarrou o
punho de
caso de Cassie. "Let's get-lo longe da ralé."
Com um sorriso gracioso em Richard, mas ignorando completamente
Keiko, Isabella Cassie fora rebocado para uma colunata arqueada na
borda do pátio,
caso chocalho e surdo por trás dela.
"Espere um minuto." Indo em seus saltos, Cassie Isabella sacudiu a
um impasse. "Não me empurre por aí. Quem d'você pensa que é? "
Sua agressão só fez o hoot menina bonita de riso.
"Eu não acho, Cassie, eu sei! Estou Caruso Isabella. Eu sou o seu
novo companheiro de quarto!
*
"Diga-me que é uma impressão."
Cassie chegou a um fim awestruck ao lado de uma enorme moldura
dourada.
Ainda puxando caso Cassie ao longo do tapete azul-claro, Isabella
voltou, franzindo a testa. "O quê? Ah, o Monet? Não, claro que não é
uma impressão, silly. Nenhum deles
são. Não venha, Cassie.
Rasgando-se relutantemente longe da pintura, Cassie seguido. Ela
estava tentando olhar frio e desinteressado e em casa, mas ela teve
uma terrível
necessidade de se arrastam atrás de Isabella na ponta dos pés. A
qualquer momento, alguém viesse e suss para fora, e então ela
estaria fora de sua orelha como o
fraude era.
Houve um erro terrível, que lhe diria friamente. Um caso de identidade
equivocada. Você pode encontrar o caminho de volta? Para Cranlake
Crescent, onde você
pertencem? Naturalmente, vamos pagar o seu bilhete. Você olha
como se você precisa de caridade ...
Entretanto, ela poderia muito bem mergulhar na atmosfera. Deus, isso
foi lindo. Ela tinha imaginado tais edifícios existentes, mas apenas em
contos de fadas. Não
você precisa de vestidos de seda e crinolines para sair em um lugar
como este? Ou, pelo menos, uma bola de corda para evitar que você
se perder para sempre? Os corredores e dourada
corredores e arcos parecia interminável, os limites máximos cornijas
tão alto que ela estava recebendo um torcicolo no pescoço de olhar
para os deuses e monstros jogando em
o céu pintado. O tapete macio abafado mesmo o barulho estridente do
que a mala Preço Saver.
Assistindo Isabella trundle-lo junto, Cassie corou. ª mão Saver Preço
em que, e parecia como se pode desmoronar a qualquer momento.
Não é de admirar
os pirralhos rico riu.
'OK, não muito longe agora. Você vai amá-lo, Cassie-Ah! Isabella
puxou-a a uma porta almofadada, espetando um dedo na placa polida
no conjunto
de madeira.
CASSANDRA BELL
ISABELLA CARUSO
"Você vê? Companheiros! Isabella mal podia conter sua excitação,
mas Cassie ficou mudo como a porta se abriu silenciosamente aberto.
"Você gostou?" Isabella passou de alegre para triste em um instante.
"Você não gosta!"
Na última Cassie encontrou sua voz, mas era rouca. "Como é? Eu não
posso ... Não deve ter sido um erro. "
"Não há dúvida." Alegre de novo, Isabella jogou caso Cassie sobre a
uma das colchas de seda, junto a uma pequena montanha de grife de
bagagem.
Sabendo que ela deve olhar como fora do lugar como o seu caso,
Cassie sentiu um jab de saudade para o pit apertado ela partilhada
com outras duas meninas em
Crescente Cranlake. Agora, em vez de paredes de compostagem e
vômitos cor de rodapés, ela levantou-se da pintura e talha dourada, e -
pelo amor de Deus - um candelabro.
Em vez de uma casa de banho comum que cheirava a umidade e as
unhas dos pés, ela podia ver através de uma segunda porta em um
banheiro com azulejos Edwardian com clawfooted
banheira. Ao invés de disputas sobre make-up e CDs com as meninas
como boca-suja e hard-bitten como estava, ela tinha um companheiro
que olhou e
agiu como uma estrela de cinema exótico. No entanto, até agora
Isabella realmente parecia ... agradável.
'Este quarto não é, é um palácio. "Cassie não sabia se ria ou se
chorava. Fraco nos joelhos, ela deixou cair sobre a colcha de seda
antigo. Ela
saltou direto para cima, com medo de vincar isso.
Isabella foi vê-la cuidadosamente. "Aha. Eu vejo o problema. "
"Ah, é?" Cassie tensos. Se essa menina linda improvável usava ainda
uma sugestão de um sorriso zombeteiro, ela tapa-lo em linha reta fora
de seu rosto.
"Você pensa que você é muito melhor do que nós, hein?"
Não é o que ela esperava. "Espere um minuto, você '
Isabella acenou com a mão alegremente. "Eu sei, eu sei. Você
trabalhou duro para chegar aqui, sim, sim, blah-blah. Bem, Miss
pretensioso Girl Bolsa. Você pode
ganharam o seu lugar aqui, mas eu vou ter você sabe que alguns de
nós tê-lo comprado!
Para talvez dois segundo Cassie olhou de boca aberta em Isabella
antes que ela viu a boca larga da menina twitch. Em um instante, ela
estava sorrindo também, e
em seguida, ambos dissolvidos na gargalhada.
Isabella caiu para trás sobre o colchão macio. "Você vê? Nós estamos
indo ter o divertimento, Cassie Bell. Você e eu, sim? Não importa que
levou Perry Hutton, ou
os snobs pretensioso de poucos. Vou ensinar-lhe tudo sobre a
Academia. Enfim, 'ela piscou maliciosamente, "Richard é bonito e
divertido, sim?"
"Sim, claro. Seja lá o que dizer. "Cassie chegou indiferente para o
caso dela, mas ela estava sorrindo como um mergulhão. Ela nunca
tinha feito um amigo tão
instantaneamente. Na verdade, ela tinha feito qualquer mal a todos os
amigos, pensou tristemente. "E em troca, eu vou te ensinar um pouco
de Inglês adequado. Ninguém diz "hoity-toity" qualquer
mais, OK?
"Não?"
"Nós dizemos:" Keiko realmente até si ".
'Up si mesma. Certo! "Isabella deu uma risadinha.
"Então, quem são os poucos? Eles são tipo de prefeitos ou algo
assim? "
"Algo assim. Não vamos falar sobre elas agora. Não! Não
descompactar. Venha. "Isabella agarrou a mão dela. "Vamos
explorar!"
*
"Conte-me sobre a bolsa! Venha, menina bolsa! "
Cassie Isabella deu um sorriso de esguelha. Bolsas de menina. O
mais Isabella usou o termo de forma afetiva, o que poderia doer
menos, quando alguém
como Keiko usado como um jibe - e Cassie tinha um sentimento
companheiro dela sabia disso.
"Nada a dizer. Havia uma espécie de exame, mas não foi tão difícil. "
"Eu aposto que ele foi", disse Isabella solenemente. "Eu aposto que
não poderia fazê-lo. Eu vim para a Academia porque meu pai é muito
rico. Aqui? "Ela bateu seu templo. "Eu sou
tão grosso como um registro. "
"Como uma prancha", disse secamente Cassie, e você não é. Enfim,
houve uma entrevista também. Eles queriam saber tudo. O que eu
tinha estudado, o que eu pensava,
de onde eu vim. Como eles estavam escolhendo meu cérebro. Ainda
bem que Patrick treinou-me. "
"E ele é ...?
"Não me venha com essa!" Cassie riu. "Ele é o meu trabalho chave na
casa, OK? Ele é adorável. Pena que ele não é o gerente. "Ela deu um
arrepio quando ela com raiva
lembrar que mês passado a noite. Acordar no meio da noite, como de
costume, ela ouviu o familiar, a voz de chicote como cortar a menina
nova, um magro, taciturno, tearstained
onze anos de idade. Auto-prejudicar, é agora, senhorita? O que você
não vai fazer um pouco de atenção? Eu tinha cortado um pouco mais,
se eu fosse você. "Jilly Beaton um círculo vicioso
vaca. Os inspectores do amor, mas ela é uma vaca quando se foi. "
"Voltar para casa na Argentina", cheirou Isabella, "as vacas são muito
importantes, mas eles sabem o seu lugar."
A memória horrível dissipada no local. Sufocando uma risada, Cassie
cotovelada nas costelas Isabella. "De qualquer forma, Patrick é
grande. Eu não sei o que eu fiz
sem ele. Ele continuou insistindo comigo para ir para a bolsa. Disse
alguém que ele sabia que tinha ganho um lugar e eu poderia fazê-lo
também, se eu tentasse. E sei
o quê? Ele estava certo. "
"Mas é claro que ele era. Agora, acho que vimos tudo, exceto para os
jardins. E a construção da sexta, é claro, mas que é separado, por
outro
lado da rua. Enquanto isso, aqui estamos nós! De volta ao hall de
entrada principal.
Sério? Cassie deve ter perdido seu suporte. Ela tinha sido neste
espaço crescente antes, é claro, mas só agora, olhando para assistir
Madame Azzedine
desaparecer nas sombras. Agora, ela teve de suspiro.
Uma escadaria curva grande varrido para baixo de onde estava para
um corredor em mármore. As escadas eram suportados por colunas
maciças, e entre
cada pilar era uma estátua branca sobre um pedestal. Deuses e
monstros novamente, brilhando como alabastro. O douramento foi
generoso o suficiente para tomar fôlego Cassie
distância, e até mesmo de Isabella foi deslumbrado com orgulho.
"Não é bonito, Cassie? Espero que ficar aqui mais de um termo. É um
dos locais mais bonitos que tivemos. Bem, no meu tempo. Eu acho
que o
escola esteve aqui antes, mas muito tempo atrás. "
"O que você quer dizer? Não tem sido sempre aqui? '
Com uma gargalhada, Isabella ligado o braço através de Cassie. "Nós
temos apenas vir aqui! A Academia se a cada termo, você não sabia?
"
"Não. Cada termo? Sério? "
"Cada termo. Último prazo estávamos em Sydney! Tão emocionante.
Primavera prazo, de Moscou. E no ano passado, desta vez foi o Rio
de Janeiro! Eu amei Rio.
Cassie gaped. "Ela se move em todo o mundo?"
"Mas é claro! Com a Academia estudei em Cape Town, em
Banguecoque, em Madrid ... Oh, eu mal posso me lembrar. "Isabella
jogou seus cabelos. "É
o que o torna tão excitante ser um estudante aqui. Eles não lhe disse
isso? '
"Não, eles nunca disseram. Mas quero dizer, porque mudar? 'Cassie
foi surpreendido com a pontada de decepção. "É tão bonito aqui.
"Em toda parte a Academia vai é bonito", disse Isabella com desdém.
'Sir Alric não teria nenhuma outra maneira. Ah! Jake! Jake Johnson!
Você não
ousam fingir que você não me viu! "
Ao pé da escada um menino virou de uma menina loira e olhou para
cima. Close-cortado o cabelo castanho e calças jeans batidos-up:
Cassie reconheceu-o em linha reta
distância. O norte-americano - o macho com os maus modos. Ele
sorriu de Isabella enquanto ela descia os dois degraus de cada vez,
então olhou para Cassie,
levantar a mão para cumprimentar hesitante. Não havia tempo para
mais. Isabella se jogou em seus braços e lhe deu um beijo em cada
bochecha smacking.
Qual foi valente, pensou Cassie, considerando como companheiro de
Jake estava olhando para ela.
Se Jake era bonito, a menina loira estava deslumbrante. Seus olhos
estavam geladas azuis e seu rosto estava rígido com desdém, mas ela
ainda era bonita. Como o
Snow Queen, pensou Cassie, lembrando livros de fotos antigas. Os
diamantes brilhantes em seus ouvidos não eram tão dura e fria como
ela era, mas o menino, foi
amável. Sua pele estava radiante. Como o sol de inverno.
"Jake! Whooped Isabella, destacando-se a si mesma.
"É ótimo ver você, Isabella, ele disse, com um olhar de soslaio para a
deusa loira.
Havia algo formal e retirada em seu tom de voz eo rosto de Isabella
nublado com decepção. Seu sorriso cresceu um pouco nervoso, ela
virou-se
para a loira. "Olá Katerina."
"Olá Isabella."
A voz era rouca, o sotaque. Escandinavos? perguntou Cassie.
Alemão? Ela se lembrou de filmes antigos, no sábado chato
tardes em Cranlake do Crescente Vermelho. Katerina foi etérea e
distante, como Greta Garbo, quem sabe, ou Ingrid Bergman. Cool
como uma loira Hitchcock.
"Não é maravilhoso estar de volta, querido? E quem é esse? "Seu
sorriso intenção feito fidget Cassie. "Fomos autorizados a trazer
pessoal pessoal este termo? Eu
gostaria que me tinha dito.
O sangue me subiu à face de Isabella. "Não, Katerina, isto é '
Conseguindo conter sua irritação - apenas - Cassie fez-se manter a
mão. "Eu estou Bell Cassie. Eu sou a garota nova bolsa.
Isabella cederam com alívio. Katerina colocar os dedos à boca.
"Oh, não, perdoe-me." Graciosamente ela pegou a mão estendida de
Cassie. "Sempre, sempre sou tão desajeitada. Não sou eu, Jake?
"Seu sorriso brilhava.
'De jeito nenhum Katerina! "
"Esse é um tipo de você, Jake. Cassie, bem-vindo à Academia. Tenho
certeza que será uma experiência completamente nova para você e
que você vai aprender muito. "
Com um esforço sobre-humano, Cassie continuou sorrindo. Desejou
Katerina acabaria sua própria fora de sua cara. A menina estava todos
os dentes.
"Pois bem. Tanta coisa para fazer. Poucos têm a chamada para um
congresso amanhã, e eu tenho que ajudar com os preparativos. "Ela
deu um olhar que Isabella de Cassie
parecia astuto e insultos.
Oh, para gritar em voz alta, pensou Cassie. Sua imaginação estava
trabalhando em overdrive. Katerina tinha sorriu Isabella, que era tudo.
A menina tinha o tato e
sensibilidade de um Rottweiler, mas ela não estava Cruella de Vil. Se
Cassie não parar de fazer esses julgamentos precipitados, que nunca
ia fazer nenhum amigo.
"Bye, Katerina," ela conseguiu. "Prazer em conhecê-lo."
"Da mesma forma, tenho certeza. Adeus, Jake. Katerina deixar sua
mão linger em seu braço. "Eu vou te ver mais tarde." Com um último
sorriso, ela se afastou, graciosa como uma pantera.
Isabella tinha caído em silêncio. maçãs do rosto de Jake avermelhada
enquanto ele olhava após Katerina com saudade. Cassie limpou a
garganta e engoliu seu orgulho.
"Obrigado", disse ela alegremente. "Você me salvou da morte nesta
manhã bagunçado.
"Ah?"
"Em um carro? No portão?
'Oh. Yeah. Jake coçou o pescoço desajeitadamente. "That's OK. Me
desculpe, eu era meio brusco. Você me deu um ... um susto.
"Pois bem. Eles realmente não teria me atropelar, é claro. "
"Você acha?", Disse ele sombriamente, antes de mudar de assunto
abruptamente. "Então você está gostando Fresh Meat Day?"
Cassie fez uma careta. "Eu imploro seu perdão? '
"Jake! Repreendeu Isabella.
"Me desculpe, eu falei Carne Fresca? Eu quis dizer dia do caloiro, é
claro. "Cassie piscou seu sarcasmo amargo. "Ouça, Isabella, é ótimo
ver você, mas eu
necessidade de ir inscrever para as aulas. See you later, 'kay?
'Oh. OK. "Sua decepção era muito óbvio.
"Prazer em conhecê-lo, então," disse Cassie.
"E você," disse Jake abruptamente. 'Bem-vindo à Academia. Oh
Isabella,?
"Sim, Jake?"
Pelo amor de Deus, pensou Cassie. A menina poderia muito bem ter
me perguntar qualquer coisa tatuada em sua testa.
Jake balançou a cabeça em Cassie, mas ele estava olhando para
Isabella. "Cuide dela, OK? Você conhece este lugar. Ela não. "
"Jake, com certeza. Você sabe que eu vou. "
'Git Patronising ", murmurou Cassie como ele caminhou distância.
Isabella rasgou o seu olhar longe de sua retirada para trás para olhar
para Cassie. "Não, realmente, ele é apenas um pouco ..."
Cassie deu um sorriso lento.
Isabella deu de ombros, mordeu o lábio triste. 'Apenas um pouco a si
mesmo?
"É isso aí."
Ambos riram, Isabella um pouco histericamente.
Isabella ligados através de seu braço de Cassie. "Vamos registrar.
"Tudo bem. I-'
Algo prickled parte de trás do pescoço de Cassie. Carrancudo, ela se
virou.
Na curva da escada, havia um menino, impecavelmente vestido com
um terno preto elegante. Um livro foi aberto na mão, mas ele não
estava lendo, ele foi
olhando para ela, atentamente, e ele parecia estar prendendo a
respiração. Ela esperava que ele se envergonhe, mas ele não se
afastou. Seu olhar escuro, pelúcido foi
pregados nos dela, mas ele não sorriu.
Cassie não quer. Seu pescoço formigava novamente. Ela sentia uma
espécie de surpresa emocionante no seu nervo, mas se ele não ia
desviar o olhar, por que ela? Ele foi
de cabelos negros, de pele amarelada, e bonito. Tão bonito como
Katerina, mas de uma maneira diferente. Sua beleza não era frio. Foi
grave e quente ea palavra
nobre bateu em sua cabeça
Pelo amor de Deus! O que ela estava pensando? Ela puxou o braço
de Isabella.
'Venha!' Ela sussurrou.
"It's OK." Havia riso na voz de Isabella. "Você pode olhar, você sabe.
Você poderia muito bem. Isso é tudo o que consegue fazer com ele. "
"Porquê?" Ela não, não, não iria voltar para ver se ele ainda estava lá.
Mesmo que o esforço era matá-la.
"Isso", disse Isabella, é Ranjit Singh.
CAPÍTULO TRÊS
Cassie começou a última folha de algodão e coloque alastrado,
olhando-se fascinado com o candelabro. Ele piscou ao luar, tilintando
suavemente. Meia
horas atrás, ela tinha puxado a cortina de damasco pesado um pouco
além e deslizou pela janela aberta, mas não tinha ajudado. A sala
estava muito quente, a cama de maneira muito suave.
Sua barato supermercado de pijama agarrado T-shirt para sua pele. E
Isabel, dormindo o sono letárgico dos inocentes, ressonava
suavemente.
Cassie deu a seu companheiro de quarto um sorriso irônico. Nice que,
mesmo tempestuoso belezas da América Latina roncava. Enfim,
Cassie não tinha intenção de acordá-la. De
Isabella claro que não iria ser tão animado como o excesso de uma
menina de bolsa de estudos em sua primeira noite.
Oh, isso era impossível. Correr fora da cama, ela acolchoado costas
para a janela e puxou a cortina um pouco mais. marcos reconhecíveis
brilhavam como
jóias enormes, familiar a partir dos livros Patrick havia mostrado a ela:
o Arco do Triunfo, o obelisco altaneiro na place de la Concorde, a
Torre Eiffel.
No início desta noite, Isabella tinha transportado através dela para a
janela.
"É tão bonito, olha! La ville lumière, Cassie - a Cidade da Luz!
"Isabella riu com prazer. "Que melhor lugar para a Academia Darke?
Sua sala estava três andares acima. Quanto mais, Cassie perguntava,
será que ela vê do alto?
No calor opressivo Cassie não podia suportar a puxar pelo seu roupão
e chinelos. Enfim, a camiseta e conjunto-baggies era perfeitamente
decente, se faltar um pouco no departamento de estilo parisiense.
Como ela facilitou abrir a porta, Isabella mexeu, virou, e retomou a sua
ronco. Expirando,
Cassie saiu para o corredor.
Ela ficou aliviada ao ver que as lâmpadas queimadas pequeno muro
baixinho, criando poças de luz na escuridão. Não que ela tinha medo
do escuro. Ela sabia que
Foram coisas piores que ter medo de fantasmas e de vampiros e
lobisomens.
Palavras, por exemplo. As palavras eram como dentes, se fossem
afiadas por um especialista como Jilly Beaton. Palavras poderiam
mordida profunda.
Oh, você é uma puta sem valor pequeno, Cassandra Bell. Mesmo uma
puta sem valor grande como a tua mãe não te quero.
Ela costumava ter medo de Jilly Beaton. Com muito medo de contar a
ninguém sobre sua bullying vil.
Ninguém vai acreditar em você, afinal, pouco mentiroso imundo que
você esteja! É em seu arquivo - mentiroso compulsivo. Você tenta
dizer a ninguém e eu vou ter os seus privilégios
retirados novamente.
Então Cassie nunca tinha contado a ninguém. Ela aprendeu a se virar
sozinha em seu lugar. E como ela ficou mais velha e mais alta, e
descobriu que um frio, branco de olhos
ódio funcionou melhor do que chorar ou gritar, Jilly Beaton deixou-a
sozinha e pegou em crianças menores vez. Só agora Jilly nunca sabia
quando ela ia virar
longe de atormentar uma garota pobre para encontrar Cassie
assistindo silenciosamente, com os olhos cheios de silêncio a
promessa de retribuição, um dia. Que pareciam colocá-la fora.
Made seu sustento a sua distância e comprei as outras meninas
algum alívio, mesmo que apenas por algumas semanas.
Cassie estremeceu, desejando que ela tinha usado seu roupão de
banho depois de tudo. Pelo menos ela tivesse Patrick. Ela confiava
nele - não apenas com tudo, isso foi tudo.
Ele a trouxe para fora de si, fez rir, ensinou-lhe que ela não foi inútil. E
agora aqui estava ela, em uma das escolas mais prestigiadas do
mundo.
A vida era engraçado ...
Descalço, ela rastejou para a grande escadaria. Ela não estava
assustada, mas o menino, este lugar era assustador. Se pensou
muito, se ouvia muito difícil,
Ela quase podia ouvir sons. Range. Sussurros. O suspiro de uma brisa
leve. A passos.
Oh, não seja bobo. Deu-se um tapa mental.
Não. Não era mais uma vez. Congelamento, ela esforçou-se para
ouvir.
Sim. Definitivamente. O som veio de baixo. Um passo muito macio, se
ele não tivesse caído no chão de mármore do hall de entrada, ela
nunca teria ouvido falar dele. Este
não era o piso cuidado de alguém que não queria perturbar travessas
- era alguém que não querem ser descobertos. Cassie sabia a
diferença.
Um intruso? Hesitante, ela colocou a mão no corrimão dourado e
olhou para baixo na escuridão.
Luar e sombras, e para um salão no instante estava cheia de
fantasmas. Seu coração virou no peito, mas um segundo depois
Cassie reconheceu o branco
formas. As estátuas que tinha visto anteriormente.
Algo ainda estava errado, apesar de tudo. Aquiles era matar Hector,
sem piedade, mas houve apenas duas figuras em mármore que plinto.
Então, por três
sombras no chão?
Alguém estava se escondendo. Quem foi se escondeu atrás do
pedestal quando ouviram alguém vindo. Agora, Cassie também pode
ouvir unmuffled
passos. Enquanto ela o observava, segurando a respiração, o porteiro
squat apareceu e ficou parado, em silêncio, alerta.
Cassie não ousava respirar, e ela não se atrevia a voltar no caso de o
movimento chamou sua atenção. Ela só podia esperar que ele não iria
olhar para cima. Ela
não poderia dizer o porquê, mas ela sabia, instintivamente, e por
certo, que ela não queria que morto-eyed porter, brutal para pegá-la
de seu quarto. Ela não
quero que ele pegar ninguém. Nem mesmo um ladrão.
No passado, ele virou-se, claramente disposta a investigar cada
sombra no corredor, e seus passos desapareceu.
Abaixo do corpo morrendo de Hector, a sombra se moveu,
escorregando do abrigo da estátua e indo para a grande escadaria. O
coração dela em sua
garganta, Cassie recuou, caça frenética por um lugar para se
esconder. O ladrão estava indo subir a escadaria - o direito do seu
passado. Damn. Ela
foi frio, com medo. Não havia cortinas conveniente, apenas sombras e
uma pequena alcova. Ela apertou-se para trás, permanecendo
absolutamente imóvel.
Seus passos eram quase silenciosa agora no tapete rico, mas quando
ela percebeu o que vem ela respirou pequenas e segurou-o, fazendo
com que nenhum som. Exceto
para seu coração, naturalmente, como uma surra Triphammer, mas
felizmente ele não podia ouvir isso. Ele também não vê-la, enquanto
passava por perto, como um fantasma.
Jake Johnson.
Ela franziu o cenho. O que ele estava fazendo? Por um momento, ela
desejava voltar para seu quarto. Sua agradável, quarto, cofre bonito
com seu ronco baixinho companheiro.
Ela poderia colocar-se com um pouco de insônia.
Só uma coisa errada com esse cenário, Cassie decidiu: não gostava
skulkers noite. Eles nunca foram até nenhum bom. Se algo estava
errado, ela
queria ser a primeira a saber. Conhecimento é poder: ela aprendeu a
lição bem em Cranlake do Crescente Vermelho.
Enfim, o que estava lá para ter medo? Esperar até que Jake tinha
ligado para o patamar seguinte, ela escorregou das sombras e
seguidos.
Porra, ele era bom. Suas antenas estavam muito melhor do que Jilly
Beaton. Ele sabia que para fazer uma pausa inesperada, para ouvir a
seguir alguém. Ele poderia
mover-se rapidamente e usam a escuridão como ela fez. No topo da
escada, ela quase perdeu o rasto.
Ele escorregou em um corredor superior. A escuridão era mais
completo aqui no piso mais alto deserta: o teto era baixo ea única luz
vazou a partir dos níveis mais baixos. Cassie curiosidade era forte o
suficiente para bater os seus nervos, no entanto. Ela entrou no
corredor.
Como seus olhos ajustados, ela fez a uma mancha arco da luz.
Curling dedos dos pés descalços no tapete macio e confortável, ela
deu mais um passo tremendo,
depois outro. OK: agora ela foi cometida. Vá, Cassie! O que você está
com medo?
Seu progresso era dolorosamente lento. Ela Jake metade deverá pular
fora, mas ele estava longe de ser visto. Então, depois de muito tempo,
ela fez o seu
silhueta à frente. Sobre a pressa, depois dele, veio a uma parada
morta.
Isso não poderia ser outro conjunto de passos? Certamente, eles
tiveram que ser Jake.
Não. Estas medidas foram atrás dela. Menos vigiada, mas ainda
furtivo. E definitivamente na grande escadaria. O porteiro sinistro?
Talvez. O que ele faria se
ele pensou que ela tinha sido sneaking ao redor? Shop-la para os
professores? Ou lidar com ela mesmo? E que se não fosse o porteiro
...
Oh, Deus.
Cassie invadiu uma corrida incerto. Assim como o pânico começou a
pântano, ela viu o arco da luz crescer e, em seguida ela estava abaixo
dela. Agarrando a
gesso, ela se inclinou para trás, tentando fazê-la respirar aterrorizados
sob controle. Mais uma vez ela ouviu um ruído de passos, e fez sua
decisão. Ela girou
do canto e em um menor escada.
Era como se o luminoso dia após a terrível escuridão do corredor. Ela
não estava mesmo preocupado com o alerta mais Jake, de alguma
forma que não seria tão
ruim como ser pego por quem - ou o que seja - foi atrás dela. Jake era
um borrão de movimento rápido, deslizando em volta da escada de
dois andares para baixo, mas ela estava
quase desesperada para alcançá-lo agora, independentemente das
consequências. Agarrando o corrimão, ela foi silenciosamente para
baixo.
Chegar ao terceiro andar, Jake virou através de um arco. Engolir o
medo, Cassie esperou um momento. Os passos atrás dela ainda
ecoavam suavemente.
Não muito tempo. Definindo seu queixo, ela olhou cautelosamente ao
virar da esquina.
A nova passagem foi talvez trinta metros de comprimento. Foi assim,
se assustadoramente, iluminado por fileiras de nichos pequenos, cada
uma ocupada por um busto clássico. Jake deve
tem um nervo colossal, pensou Cassie. O guarda de cabeças de
mármore parecia assustadoramente real, seus globos oculares em
branco aterrorizante. No entanto, Jake deve ter passado entre
eles, porque ele estava agachado em uma porta no final do corredor,
teste o cabo.
Não foi dando lugar a ele. Ele trabalhou algo na fechadura,
empurrando e rodando freneticamente, mas quando ele tentou
novamente o cabo ainda não deu. Ele
olhou com medo até nos recessos de cada lado da porta, mas nada
mudou, ninguém o desafiou. Depois de algumas tentativas mais no
bloqueio, ele se inclinou
contra a porta, pressionando sua cabeça para a madeira como alguém
em desespero.
Uh-oh. Ele estava prestes a desistir, e se transformou agora ele veria
com certeza. Hora de ir. Tendo em três passos rápidos para trás, ela
hesitou.
De jeito nenhum ela foi retirada para cima a esse corredor de breu,
para que o segundo conjunto de passos ecoando. Não. Ela ia para
baixo em vez, e tentar
encontrar seu caminho de volta de outra forma. Ela caiu da escada,
quebrando no meio da corrida. Se ela só poderia chegar ao fundo, ela
estaria segura, ela tinha certeza.
Quase lá ...
Cassie estava na metade do último vôo, quando ela sentiu um arrepio
gelado resolver entre as omoplatas. Ela estava sendo vigiado.
Travar bruscamente, ela afundou os dentes no lábio inferior e tentava
não gritar. Era tarde demais para tentar se esconder. Se ela se virou,
ela veria quem, ou o que quer,
foi atrás dela - e ela realmente, realmente não queria. Talvez fosse o
porteiro. Talvez fosse Jake. Mas quem sabia o que mais pode ser
escondido na misteriosa
lugar na madrugada?
Stupid. O que era um covarde. É claro que ela tinha que olhar! Ranger
os dentes, Cassie fiado e até fez uma careta.
Os olhos brilhavam vendo. Cassie foi rígida com medo.
Sem pressa, o valor recuou.
Um tremor estremeceu abaixo seu spine. Não é Jake. Não é o
porteiro. No entanto, havia algo sobre aquela silhueta - algo sobre o
seu silêncio - que foi
assustadoramente familiar. Ela sentiu que legal, animal olhar antes,
formigamento na nuca.
Ela não tinha como provar, para si mesmo, mas Cassie sabia que em
sua medula óssea.
Você poderia muito bem olhar, Cassie! Isso é tudo que ninguém
consegue fazer com ele ...
CAPÍTULO QUATRO
"Matemática!" Gemeu Isabella. "Por que nós devemos começar com a
matemática? '
Agarrando seu livros debaixo do braço, o cotovelo Cassie apertou o
seu companheiro de quarto de consolo. "Nós temos que começar com
alguma coisa. Não é tão ruim. "
"É um presságio terrível. Vou deixar este ano, eu sei que é. Papa vai
ficar furioso.
"Você quer dizer que ele vai se recusar a comprar-lhe uma nova
seqüência de pôneis de polo? Jake Johnson caiu passo ao lado deles.
"Você herdeira pobres. Basta-se com o velho
queridos. "
Isabella deu uma cotovelada nele, não suavemente. "Seja gentil
comigo, Jake. Eu sou demasiado frágil para suportar o seu desprezo.
"Ela jogou a sua juba de cabelos. 'A delicada do sul
flor.
Jake riu alto. "Sim, e eu mostrar-lhe as costelas você apenas
quebrou?
"Qualquer tempo." Ela deu-lhe um sorriso doce.
Cassie era divertido, mas ansioso. Isabella está flertando parecia
muito mais grave do que Jake. Enfim, não foi ele preso em Frosty the
Snow Woman? Ela
não quero seu companheiro de quarto para ir cair no amor não
correspondido.
Além disso, o que ele estava fazendo?
Jake parecia alegre, simples, American. Ele parecia um cara normal.
Era difícil acreditar que ela arrastou ele na noite passada. Cassie
poderia quase
ter acreditado que ela tinha sonhado com isso - se não fosse a sombra
de cansaço em seus olhos castanhos. Quando ele sorriu para ela, ela
não sorriu de volta,
e ele franziu a testa ligeiramente.
Eu não sei o que você está fazendo, mas eu sei que você está
aprontando alguma coisa ...
Inquieto, Jake voltou toda sua atenção para Isabella. "De qualquer
forma, Miss Caruso, a matemática é apenas o que você precisa. A
maior conquista da razão. 'A
largo sorriso suavizou seu rosto cinzelado. "Não ceder à emoção
violenta. Ele traz o fim do caos completo. Estou passando? Ow! "
Ela bateu-lhe novamente com um livro. "Se você está indo para me
insultar, Jake Johnson, não vou falar com você por todo o período. Ah!
Rosto de Isabella
iluminou como ela puxou Cassie a uma parada ao lado de um enorme
retrato. "Isto que você deve ver, Cassie. Você, Jake Johnson - ir
embora. "
"Hey!" Ele levantou as duas mãos, ainda sorrindo. "Eu considero
minha bunda whupped. Enfim, "ele apontou um dedo para a pintura,"
você me desculpa se eu não ficar para
genuflect. "Ele passeou para a sala de aula.
Isabella era carrancuda. "Esse menino é impossível!", Exclamou ela.
"Não respeito. Para ninguém. Nem mesmo a este homem incrível. "Ela
floresceu em seus dedos
a pintura. 'Olha, Cassie. Isso pode ser tudo que você já viu dele. "
'Sim?' O retrato foi tão grande Cassie teve que dar um passo para trás
para vê-lo corretamente. "Quem é ele?"
"Este é Sir Darke Alric.
Cassie estudado ele. Portanto, este foi o lendário fundador da
Academia Darke? O retrato era um moderno, seu rosto angular
definido no enganosamente
pinceladas casual. Seus olhos ardiam com a inteligência viva,
fundindo suas cores em cinza, mas brilhando como mica em granito.
Sua prata com listras cabelos escuros
cresceu em um pico perfeito viúva, uma vertente de vadios que curva
para baixo sua testa como uma lâmina fina. Ele havia sido pintado em
sua mesa, um livro aberto sob
sua mão, e ele estava assistindo a artista com uma expressão de frio,
sondando curiosidade. Cassie sentia que ele estava olhando
diretamente em seu cérebro e da alma.
'Eita', disse ela após um momento. "Eu aposto que você siga os olhos
ao redor da sala.
"Impressionante, não acha?" Isabella puxou seu braço. "Venha,
Cassie, você não pode ficar aqui para sempre. Vamos chegar
atrasados!
Cassie deixou Isabella puxá-la para a sala de aula, mas ela não podia
deixar de voltar atrás uma só vez. Sim, eles segui-lo.
professor 'Miss Caruso. A matemática olhou por cima dos seus óculos
de meia-lua como babados Isabella no quarto. "É o primeiro dia do
prazo. Por favor não me diga
seu tempo de manutenção vai ser tão execrável como o álgebra. Mais
uma vez.
'Oh, Herr Stolz, eu sinto muito. "Isabella atirou-lhe um sorriso lindo que
ela puxou Cassie para duas carteiras vazias. 'Eu só sei que você vai
fazer algo
de mim este termo.
Alguém no fundo da classe murmurou algumas palavras que Cassie
não entendeu. Ela olhou em volta: Katerina. A garota ao seu lado com
spluttered
riso.
Keiko. Claro que sim.
Tomar sem aviso prévio, Isabel largou os livros em sua mesa.
Stolz forçado a boca se contraindo em uma carranca. "Leading desviar
nossa nova menina, também? Vergonha em você, Isabella. Mas de
boas-vindas à Academia, Cassie. Vi
seu papel de teste - muito impressionante. Eu estou esperando
grandes coisas de você. "
Cassie sentiu o sangue correr em seu rosto como cada aluno se virou
para olhar para ela. Ela caiu em sua cadeira, os ombros encolhidos,
tentando ocupar o menor valor
de espaço possível. Quando Isabella deu um soco nas costelas, no
entanto, ela suspirou e sentou-se, empurrando os ombros para trás.
Jake não estava brincando sobre o
costela quebrada.
Como Stolz voltou a rabiscar no quadro-negro, Jake se inclinou-se da
mesa à sua esquerda. "É tudo o pólo", explicou ele em um sussurro
palco.
"Ela é mortal com uma marreta. Então, eu disse. "
"Ignore-o", sussurrou Isabella. "Agora, Cassie. O rapaz loiro bonito,
que é Dieter. Ele é da Baviera. Cormac - ao lado dele - ele é a partir
de Dublin. Não
Ele tem belos olhos azuis? 'descaradamente, Isabella apontou mais
estudantes. "Ayeesha é das Índias Ocidentais. Barbados, eu acho. Ela
é muito agradável - "ela
baixou a voz, "muito melhor do que alguns deles". depreciativamente,
ela acenou com a cabeça na direção de Keiko e para o grupo no fundo
da sala, antes
retomar a sua introdução. "Esse é companheiro de quarto Ayeesha do
lado dela. Seu nome é Freya: Norueguês. Alice: ela é o Inglês, como
você. Perry Hutton você
sabe, pior sorte, e pobre Richard tem de compartilhar com ele. 'Ela
cheirou. "Companheiro Jake é Sul Africano: Pumzile, não. Ele tem um
irmão gêmeo, Graça, mas ela
é, no Ano outras Eleven classe. É só assim eles se separaram os dois
acima, se você me perguntar '
"CARUSO MISS!
"Desculpe. 'Ela sorriu docemente.
"Não, você não está", murmurou Jake.
"E você, Sr. Johnson, disse o professor, que não tinha se virou," se
você quiser ser bom o suficiente para me dar a sua atenção em vez de
flertar, talvez você
poderia me informar o que seria igual x nessa equação?
"Claro", disse Jake. Ele nem sequer olha para a placa. "É menos b y
dividido por z, estou certo? Não, tudo bem Stolz Herr. Eu sei que
estou certo. "
"Inteligente demais para seu próprio bem, Jake." Mas Stolz estava
sorrindo.
"Você pode dizer isso de novo", demorou alguém do fundo da classe.
Cassie virou. Sim, ela reconheceu a voz: Richard, o menino bom
Inglês, deu-lhe um sorriso sincero e uma piscadela para flertar. Ele e
Keiko e
Katerina sentaram-se juntos no mesmo grupo "não-tão-agradável"
Isabella tinha apontado. O que impressionou Cassie, agora ela teve a
oportunidade de olhar para eles, era a sua pura
beleza coletiva. Pareciam uma publicidade pull-out em alguma revista
brilhante: Vanity Fair, talvez, ou Vogue, uma das revistas mensais
posh Jilly
beleza coletiva. Pareciam uma publicidade pull-out em alguma revista
brilhante: Vanity Fair, talvez, ou Vogue, uma das revistas mensais
posh Jilly
Beaton usado para ler.
Katerina sab alerta, a sua Mont Blanc caneta bonita batendo contra
seu queixo. Keiko, por outro lado, estava ajustando seu batom em um
espelho pequeno,
um esmalte de unha flicking no canto da boca. pernas longas Richard
foram esticados para fora antes dele, suas mãos unidas atrás da
cabeça. Ele
não poderia ter olhado mais desinteressados em equações se ele
tivesse tentado.
Cassie Stolz esperou para tirar a Richard que ele agarrou a Isabella e
Jake, mas ele não. Ele nem sequer dar a volta. Enquanto ele olhava
fixamente para o
quadro-negro, pescoço avermelhados, e ele esfregou ansiosamente
com uma mão, giz entrar em seus cabelos.
«O Sr. Halton-Jones." Ele fez uma pausa novamente. 'Não acho'
'Oh, venha, venha, Herr Stolz. Richard bocejou e se espreguiçou.
"Nosso amigo americano está mostrando fora. Desafiando a
autoridade, eu diria. Não é um bom começo
o prazo para ele. Ou você '.
"Richard! Sibilou Ayeesha, girando em sua cadeira de carranca a ele.
'Isso é o suficiente."
Jake cerdas.
Stolz voz era conciliador. «O Sr. Halton-Jones, acredita em mim, eu
não ligo quando eu chegar em tais respostas precisas e rápidas.
Agora '
"Na verdade, eu acho que a equação exata é um exemplo no livro
novo." Richard franziu a testa, franzindo os lábios. "Eu tenho certeza
que eu vi."
"O inferno é," agarrou Jake.
'Bem, Jake, se você sentir a necessidade de se empinar durante as
férias para que você possa acompanhar o resto de nós, que não é
nada para se envergonhar. "
Jake meia-rosa. "Você pode beijar a minha '
"Senhores!" Latiu Stolz. A vermelhidão surgiu até as maçãs do rosto.
"Jake, sente-se. Eu não terei esse tipo de comportamento na minha
sala de aula. Veja-me
mais tarde. "
Cassie trocaram um olhar chocado com Isabella, que levantou as
sobrancelhas. Stolz simplesmente virou-se para o conselho,
consultando o livro na mão esquerda
mão. Ele tremia muito pouco.
"Richard". Uma voz lânguida quebrou o silêncio constrangedor.
"Ayeesha tem toda a razão. Comporte-se. Você está definindo nossa
menina nova bolsa é um mau
exemplo ".
Richard sorriu. "O que você disser, Katerina. Eu me desculpo.
"Na verdade, todos nós devemos pedir desculpas." Katerina verificou
seu relógio. "Herr Stolz, um Congresso tem sido chamado para
poucos. Por favor, desculpe-nos? "Sua
expectante sorriso era doce, mas ela já estava reunindo seus livros.
Assim, foram vários outros estudantes.
Apenas Ayeesha olhou envergonhado como ela tem a seus pés. "Eu
sinto muito, Herr Stolz. Você deveria ter sido notificado.
Stolz virou. "Obrigado, Ayeesha. Você está certo, não foi informado,
mas - sim, claro. "Ele apertou os dedos sobre o giz, e ele agarrou.
"Você pode
go ". resíduos da respiração, o pensamento Cassie. Eles já estavam
indo, e Stolz não foi sequer tentar retardá-los. A expressão em seu
rosto era uma mistura estranha
de fúria, apreensão e alívio.
"Aliás, Ranjit envia o seu pedido de desculpas." Língua Katerina
permaneceu no nome. Sua atenção flicked todo o resto da turma,
depois veio para descansar
em Stolz. "Ele tinha Poucos negócios importantes, esta manhã, mas
espera poder retomar as suas aulas de amanhã."
Cassie não podia ajudar, mas suspiro. Ninguém prestou atenção que
os estudantes deixaram a sala, todos conversando facilmente exceto
para o Ayeesha silenciosamente apologética.
Keiko jogou última carranca na direção de Cassie, e então eles foram
embora.
O resto da turma esperou ansiosamente como Stolz brincava com o
giz quebrado. Cassie não podia acreditar no que estava vendo. Essa
multidão pode ter
pediu permissão ao professor para sair, mas eles não esperaram pela
resposta. E quem fez Ranjit Singh acho que ele foi?
Stolz não fez nenhum comentário, nenhum comentário.
'Agora'. Ele limpou a garganta e apontou o esboço do giz
violentamente na placa. "O valor de z ..."
*
"O que foi aquilo?" Cassie gostava de matemática, mas tinha sido
comichão para a aula terminar para que ela pudesse buttonhole
Isabella, no corredor. "São aulas
opcional para prefeitos, ou o quê? "
Isabella empurrou os cabelos negligentemente atrás da orelha. "Eles
não são prefeitos. Eles são poucos. Eles fazem mais ou menos como
eles gostam. Shrugging, ela marchou
no corredor. "Alguns deles tirar partido, alguns deles não.
"Mas quem são eles?"
"A Few - Eu disse a você. Sir Alric favoritos de. 'Ela sacudiu os dedos
com desdém.
"Mas eles não parecem dar um lance sobre os professores."
"Pois bem. Eles são muito mais importantes do que os professores
simples, Cassie.
'Oh, vamos lá. "
"Sério. O Poucos praticamente a funcionar a escola. Não oficialmente,
é claro, mas isso é como ele realmente é. Não fique do lado errado
deles, é o meu conselho para
vocês. Alguns deles são perfeitamente agradável, mas os outros ... "
"Isso é loucura. Quem consegue ser, er, poucos?
Isabella deu de ombros, cheirando. "A melhor e mais inteligente e
mais bonita. Hah! '
Cassie cutucou ela, sorrindo. "Então, por que você não é um deles?
Isabella riu. "Você é muito gentil, Cassie. Você quer que eu diga a
verdade? Eles não me pediram! Não há.
"É meio difícil de acreditar", disse Cassie. "Talvez os média estão com
ciúmes. Blackballing você ou algo assim. Você é muito melhor do que
olhar Keiko,
e eu aposto que você é mais esperto também. "
'Ah, com certeza. E ela sabe disso. "Isabella sorriu para ela. "Bem,
eles têm uma iniciação deste termo, que é o que eu ouço. Isso
significa que alguém se junta a uns poucos. "
"Então ele tem que ser você! '
"Eles podem pedir, se eles gostam. Ou não. Como quiserem. "Isabella
inclinou o queixo com altivez. 'Perry Hutton é - o que você diz? -
Gaguejando por isso. Mas não é como se eu
Uma maneira de cuidado ou de outro. "
Sim, pensou Cassie secamente. Sure.
"Que sobre Katerina? Será que ela Head Girl? "
'Boss Cat, mais gosta. "Isabella franziu o nariz.
"De onde ela veio?"
"Suécia", disse Isabella descuidada.
Oh, certo. Então casting Cassie estrela de cinema foi spot-on. Não
que ela nunca poderia imaginar Katerina Vanting estar sozinho,
apesar de tudo. Quem foi
Sueco? Abba? Cassie franziu o nariz. Não é uma boa essa
comparação.
"Eu posso vê-la em um macacão de prata, no entanto," ela murmurou
sob sua respiração.
"O quê? Oh, olhar. Aqui eles vêm. "Isabella enfiou nas costelas.
A multidão de estudantes conversando no hall de mármore, aquietado,
despedida nervosa. Através deles, veio a falta de seus alunos de
matemática da classe,
juntamente com outros seis ou sete outros, igualmente belos. Alguns
deles - Ayeesha, uma menina loira ao lado dela, eo menino irlandês,
Cormac - chamado de
amigos e tirou do grupo arrogante. Os outros stalked passado seus
colegas como se ninguém existisse, mas eles próprios.
"Eles devem ter terminado o seu Congresso. Você vê? Sir favoritos
Alric não pode mesmo ter encontros como ninguém. Eles têm de ter
um Congresso. "
Cassie tem a impressão de Isabella queria cuspir, mas o seu ar de
travessura foi rapidamente restabelecida. «Cassie, vem! Devo
apresentar-lhe Ranjit!
Oh, Deus.
Por que o parafuso de terror? Cassie sacudiu a cabeça. Ele era
apenas um garoto. Tipo de um belo, porém, e ainda melhor de perto.
Fanciable. E ele
tinha muito estilo. Paletó preto era tão afiada quanto qualquer coisa
que ela tinha visto, mas ele a usava com uma confiança casual que
Cassie nunca tinha visto em alguém de
sua própria idade. Ela sentiu a fuga de mente de qualquer
pensamento inteligente como Isabella arrastou-a até ele.
'Ranjit!
Ele se virou e Cassie respirou. Ele estava de pé direito por baixo uma
das estátuas mais espectaculares. De Aquiles Deus, pensou Cassie,
ele faz o olhar
como um pateta ...
Era difícil acreditar que aqueles olhos âmbar suave parecia tão
assustador na noite passada.
Ranjit assentiu. "Isabella".
A menina argentina beijou vivamente. Cassie esperava que ela não
estava indo cortar-se em seu maçãs do rosto. 'Ranjit, este é Cassie
Bell. Ela é nova aqui.
Diga Olá! "
'Olá', disse ele, "Cassandra Bell.
Ela conseguiu sorrir. Ou algo assim. Mais de um careta, realmente.
Ela nunca tinha ouvido tal baixa e bela voz, e fez suas entranhas
mush. Deus
Todo-Poderoso. A única palavra que me veio à cabeça - além de wow
- era inatingível.
"Cassandra Bell", repetiu ele. "Você é o '
Garota Scholarship ", disse ela com firmeza.
Ranjit fez uma cara estranha, que foi meio sorriso, meio careta. "Eu ia
dizer, você é o esperto."
'Oh', disse Cassie coxa. "Direito".
"Então, o que você acha do lugar tão longe?"
Caramba. Ele parecia genuinamente interessado. Talvez não tão
inatingível, afinal.
"Bem, é muito diferente," ela começou, mas Ranjit o olhar já estava
deslizando por ela.
"Eu tenho certeza", ele interrompeu bruscamente, seu foco agora em
algum lugar sobre o ombro esquerdo. "Bem, desculpem-me. 'E com
isso ele se virou e desapareceu
da multidão.
Ouch. Cassie nunca se sentira tão amplamente desprezado. Não tão
interessado, então.
'Oh'. Vindo de uma parada ao lado deles, Katerina amuou. "Sempre
apressar-se. Ranjit Pobres. Tão difícil de trabalhar. "
Richard foi Katerina no ombro, e ele murmurou no ouvido dela: "Será
que você não tem algo a discutir com ele?"
"Eu realmente." Sorrir, Katerina beijou na bochecha e saiu.
Agora ela tinha tido um momento de recuperação, sensação de vazio
Cassie de choque foi rapidamente preenchido com raiva. Ranjit
pobres, na verdade. Quem fez a stuck-up
tosser acho que ele foi?
Se alguém neste lugar merecido simpatia, foi Jake. Apenas sobre
cada menino no salão foi sub-repticiamente ogling Katerina, mas o
norte-americano, tardiamente
chegar após sua repreensão de Stolz, estava hipnotizado. Mesmo
quando o sueco tinha desaparecido de vista, ele ainda olhou atrás
dela. Oh, ele é ruim todos
direita. Mas o rapaz usando seu coração na sua manga esta manhã
era o mesmo rapaz que estava rondando os corredores na noite
passada. O que ele estava fazendo?
«Cassie Bell, você está muito a estrela."
Cassie saltou de volta para a realidade como Richard pegou seus
braços e beijou a bochecha dela antes que ela tivesse tempo de
empurrão de distância.
Ela deu-lhe um olhar desconfiado. "Oh, yeah?
"Stolz nova garota dourada - o gênio de matemática. Você me faz me
envergonhar. "
"Sério?", Disse ela friamente. "Eu pensei que o resto de nós tinha de
empinar a acompanhá-lo."
"Touché!" Ele piscou para mim. "Não é o resto de vocês. Apenas uma.
"Ele se inclinou mais perto para sussurrar em seu ouvido. "Realmente,
eu e Jake? É pura inveja da minha parte.
Aqueles olhos de falcão, que o maxilar severa, o cabelo raspado. Ele
é tão todo-Americano, eles poderiam esculpir ele no monte Rushmore,
não podiam? "Liberando-la, ele
suspirou, cruzando os braços. "E isso grungy chic! O foppish olha de
um inglês não se pode comparar.
Cassie se viu voltar o seu sorriso maroto. Bem, pelo menos ele era
honesto. Cutely auto-depreciativo, também. Era uma combinação
atraente,
especialmente vindo de um menino que parecia muito mais como um
deus jovem como o resto de poucos.
'Oh, você não é tão feio ", disse ele alegremente.
Aproveitando suas mãos, trouxe-a aos lábios e beijou-os, em seguida,
pressionou para que o seu coração. Ela podia sentir a sua pulsação
através de algodão branco.
Apanhada de surpresa, ela jogou um help me! olhar para Isabella, mas
o argentino não fez nada do tipo. Sua expressão ficou encantado, e
tipo de presunçoso.
Cassie tentou olhar ameaçador para ela, mas não conseguiu controlá-
lo.
"Você fez o meu dia." Sorriso Richard foi de alta potência. "Deixe-me
comprar-lhe um café e mostrar-lhe um pouco de Paris. Eu sei que este
pequeno café perfeito na
Marais. Nove horas da amanhã?
"Não temos lições?
"É uma manhã de estudo. Hora de olhar para fora da cidade. Imergir
em sua cultura. Onde nos encontramos? Aqui? Você é meu anjo,
Cassie Bell. "Ele
soprou-lhe um beijo, em seguida, desapareceu na sequência de
Katerina.
Cassie piscou. "Como diabos isso aconteceu?"
Isabella riu. "Ele gosta de você, Cassie!
"Ele é encantador, é que ele é."
"Claro que sim! Por que não? Seu pai é dono de metade do seu Inglês
West Country! Você não consegue mais mágico que isso. "Isabella
deu-lhe uma cotovelada e uma piscadela.
'Bem'. Cassie abanou a cabeça tristemente, ainda se recuperando do
impacto do que sorrir. "É só um café, certo? Onde está o mal nisso? "
CAPÍTULO CINCO
"O que exatamente estamos suposto estar a estudar?"
Cassie bateu a colher contra a sua xícara de café, bem consciente de
que parecia nervoso. Richard se recostou na cadeira.
"A vida, Miss Bell. Pessoas. Cultura. Arremessou um braço como se
ele estivesse presenteando-a com toda a cidade. Ele provavelmente
poderia, pensou ela secamente.
"Portanto, não é apenas uma manhã brincando ou fazendo terapia de
varejo?
"Agora, agora. Sir Alric é grande sobre a auto-motivação, iniciativa,
esse tipo de disparate. É por isso que eu levei para o Centro
Pompidou em primeiro lugar, e do museu. "Seu rosto
dividido em um sorriso. "Agora nós pode sujar ao redor."
'Oh. OK '.
O sol estava quente na parte de trás do pescoço e uma leve brisa
tocou entre as folhas dos plátanos e as tabelas de zinco pequenos do
café. Tráfego
fumos misturado com aromas de café forte, pão e cigarro pungente de
alguém francesa. Remexer-se, ela pegou seu copo, e colocá-la
novamente.
Empty.
"Deixe-me começar-lhe um outro desses." Com o que parecia pouco
mais do que uma centelha de sua pálpebra e uma contração de um
dedo, Richard convocou uma whiteaproned
garçom. "Alguma coisa para comer, Cassie?
"Bem, eu '
Ele não espera, mas deu a ordem em francês cortado, acabando com
um sorriso deslumbrante que até mesmo o garçom mal-humorado
tiveram que retornar. Substituindo o habitual carranca,
o homem virou-se e saiu correndo, como se constrangido por ter
mostrado uma centelha de humanidade.
"Não há pássaros na árvore de Thar", disse Cassie, acenando para
um dos plátanos da praça. "Vá em charme, para fora do mesmo,
atrevo-me a você."
Richard riu de prazer. "Eu prefiro concentrar-se na encantadora você.
Cassie procurou o rosto de traços de zombaria, mas Richard
conheceu o seu olhar full-on, sorrindo.
"Não seja tão pendurado em ser uma menina de bolsa", disse ele.
"Você é muito mais interessante que todas essas herdeiras estragado
e filhas de déspotas.
Mais bonita também. "
'Oh, ter uma vida. "Cassie sentiu-se liberado escarlate. "Ou você quis
dizer eu sou mais bonita do que os déspotas?
Richard piou. "Eu gosto de você, Cassie Bell! Você é um bom aluno, e
você é muito engraçado. Essas outras meninas, elas são comestíveis.
Cassie piscou. "Você me perdeu."
"Eu poderia comê-los em uma mordida." Ele mostrou os dentes
brancos.
"Em seus sonhos, companheiro. '
Mente-lhe, pensou Cassie, ele provavelmente poderia ter sua picareta
das meninas na escola. A combinação de aparência e charme foi
vertiginosa.
"Realmente, embora, estou falando sério. Essas meninas são
maravilhosas, com certeza, em uma espécie de forma polida, mas
você é impressionante. Seus olhos podem perfurar a chapa, eu juro
Deus. O que você chama essa cor? Verde? Eles são tão pálida que é
quase amarelo.
Cassie mexia com seus cabelos. "Eu não sei. Comum? "
"Oh, nada. E a sua estrutura óssea é para morrer. "
"Dar mais. Eu tenho um queixo pontudo.
'Só o que eu disse. Amazing estrutura óssea. Você sabe quem você
se parece? Você realmente gosta »
"... Como?
Mas Richard parou-se em meados de fluxo, e estava mastigando o
interior da bochecha.
"Você não é bonita", apressou-se, dando a palavra a ênfase
depreciativo. "Não como o despotesses. Você é mais natural. Real.
Fresh. Enfim, "ele
adicionou conspiratório ", alguns deles nem sequer raspar suas axilas.
Os cafés novo chegou naquele momento, assim Cassie tinha que
colocar as mãos sobre a boca para sufocar a sua explosão de risadas.
O garçom deu um imundo
olhar.
"Você é o limite", disse ela quando ele tinha ido. "O que é isso? '
"Pain au chocolat. Vá em frente, tente, é celestial.
Duvidosamente pouco ela para ele. Estava quente e bolo - como
Richard, pensou com um sorriso interior - e totalmente delicioso. Deus,
ela não havia percebido como
ela estava com fome. Ela não sabia se molhando em seu café au lait
era a coisa feita, mas que o inferno: ela mergulhou de qualquer
maneira. Como o chocolate derretido hit
sua língua, ela suspirou alegremente.
Richard foi vê-la com diversão, e lembrou-se de repente a ser
envergonhado. Honestamente, ela estava comendo como ela não
tinha visto o alimento para
um mês. Fez-se colocar a massa para baixo e tomar um gole de café.
"Eu gosto de uma menina com um apetite saudável", disse ele
maliciosamente.
Cassie atirou o guardanapo para ele. "Não está com fome?"
"Isso não é realmente o tipo de coisa que eu gosto." Correu um dedo
em volta da borda da xícara pequena de café expresso. "Embora a dor
Com Chocolate soa muito
atraente. "
'Isso não é o que significa, "Cassie disse ele. "Mesmo eu sei disso.
Você é mau. "
Ele levantou uma sobrancelha lânguida. "Você não tem idéia.
Cassie teve de rir de novo, sacudindo a cabeça. Que diabos ela
estava fazendo aqui? ela perguntou de novo. Sentado sob o sol de
Paris em um pavimento
café com um rapaz que estava tão longe da sua liga, ele poderia muito
bem estar na galáxia mais próxima. "De onde você é, então, o menino
diabo?"
Seu sorriso brilhou. "Hades e Norfolk." Ele tomou um gole de café
preto grosso.
"Ah? Isabella disse algo sobre a região Oeste.
"Apenas porque nós próprios e não um monte de isso não significa
que temos de viver lá."
O rosto dele. Pela primeira vez sentiu um arrepio de desaprovação.
Ela fez uma careta. "É assim que tem que se juntar algumas
pessoas?"
'Oh, Cassie, não me olhe assim, eu imploro. "Ele fez os olhos do
filhote de cachorro. "Me desculpe se eu ofendi. Eu sou uma criança
mimada e rica que às vezes mostra. De
Naturalmente, é também uma boa qualificação para a adesão de
poucos. "
"Então é por isso que Isabella não é um de vocês? Quero dizer, ela é
rica e bonita, mas ela não é uma criança mimada. "
«Cassie, suas palavras me cortar até o osso." Dramaticamente,
Richard apertou as mãos sobre o coração. "É verdade que pica como
um chicote, eu suponho." Ele
deu-lhe um outro sorriso que derreteu sua hostilidade. "Quanto a bella
bella Isabella, você nunca sabe. Estamos a iniciar devido a um outro
membro deste termo, e os poucos
não são todos os suínos egocêntrico como eu. Ela poderia ser uma
chance. E se Isabella recebe um convite para o terceiro andar, não
será antes do tempo, na minha
humilde opinião. "
"A sua opinião sempre foi humilde? Cassie ainda não pôde reprimir
um sorriso, apesar de sua pulsação, de repente caiu a uma velocidade
superior. "O que está na terceira
andar?
"Nossa sala comum. A poucos, quero dizer. "
"Sério?" Ela tomou um gole de café casual. "Aposto que é outra coisa.
Você não pode deixar-me vê-lo, não é? "
"Tut tut! Richard balançou um dedo nela. "Certamente que não. Que
você é tentadora. "Ele sorriu novamente. "Não é que os convites
especiais não foram conhecidos.
"Vá em frente. Você me fez muito curioso.
Insolente, ele bateu o nariz com o dedo indicador. "Os convites para a
sala comum tem que vir de todos os Poucos. Desculpe, meu caro,
mas é uma regra. Eu não posso apenas
levá-lo até lá. "
Cassie deu de ombros, como se ela não poderia me importar menos. '-
Vos a lei, que muitos, não é? Poucos. Quero dizer, que tipo de nome é
esse? O que você faz,
exceto pular classes? Quero dizer, o que você? "Seu riso saiu um
pouco tensas.
Richard foi vê-la de perto outra vez, seu sorriso mais pensativo.
'Frio do café. Levantou-se, a cadeira de raspagem de zinco sobre as
lajes, e olhou para o relógio em seu pulso. "E o tempo de estudo
acabou. Céus, Cassie,
você está completamente uma distração. Carelessly ele pegou sua
mão e puxou-lhe os pés. "Venha. Voltar para a academia com você. "
CAPÍTULO SEIS
"Aí está você, Cassie! Como foi o encontro? Vamos, diga-me tudo
sobre ele! "
Isabella estava na biblioteca do segundo andar, empoleirado com
Jake em um sofá de couro cor de conkers polido. Cassie desejava que
ela não tivesse interrompido.
Isabella parecia mais animado do que nunca, tocando o braço de
Jake, fazendo-o rir, rir de volta, quando ele disse algo escuro e
divertido. Se ela tivesse
esteve em posição de Isabella, Cassie se incomodaria ninguém
intrometer, mas o argentino bateu palmas e chamou o seu cargo. Jake
olhou
seu caminho também.
"Come on! O que aconteceu? Onde você vai? Qual foi Richard gosta?
"Isabella bateu no banco, entre ela e Jake, mas Cassie escolheu o
braço
em vez disso. Ela não queria vir entre eles e, mesmo assim, sentia-se
totalmente desconfortável em torno de Jake. A maneira como ele
olhou para ela era irritante.
Ele sabia que ela arrastou ele na outra noite? Tivesse ele a viu, afinal?
Ela olhou para as estantes que chegou quase ao elaborar
gesso do teto. A única secção de parede que não estava coberto de
espinhas livro foi o grande espelho de moldura dourada acima da
lareira barroca.
Esta sala foi tão magnífico como o resto da mansão, mas que nunca
iria encontrar tempo para ler todos esses livros?
'Bem, vamos lá, dar! Richard quis beijá-lo, Cassie?
"Claro que ele não me beija!" Cassie deu de ombros, corando. "Ele era
bom. Interessante. Eu gosto dele. "
"M-hm. Isabella enfiou nas costelas. "Onde você vai?"
"Ow! Primeiro, o Centro Pompidou. Então, este museu lindo na rue de
Sévigné que costumava ser uma residência privada. E, finalmente, o
seu café pequeno perfeito '
Ela imitou. "Na rue de la Bastille.
"Será que eles não trancar aristocratas lá? Murmurou Jake. "O melhor
lugar para ele. Assista esse cara, Cassie.
Cassie deu-lhe um olhar surpreso, mas alegremente Isabella inclinou-
se e bateu o joelho. "Jake, não ser como um resmungão. Ele a levou
para o Museu
Carnavalet! É tão romântico. Tão impressionante. 'Ela suspirou. "E
isso é Richard.
"Ele é um rato, impressionante romântico." Jake, obviamente, não iria
deixá-lo ir.
"Ei, deixá-lo fora", disse Cassie levemente. "Quer dizer que só pode
atrair ratos?"
"Claro que não." Ele sorriu para ela. "Mas ele é um sedutor. Observe a
si mesmo, isso é tudo. "
"Ele é um cara legal", disse Cassie, começando a sentir uma pequena
cruz. "Você não pode julgá-lo por sua família. Ou pelo que ele vale. Eu
aposto que você não gostaria que a ti mesmo.
Enfim, ela pensou, você é o único que precisa ver.
rosto de Jake escurecida. "Minha família não tem nada a ver com
isso."
'Bem, talvez o seu não quer! "
"Jake, eu sei que você não gosta de Richard, mas não há
necessidade", posta em Isabella soothingly. "Você não deve ter um
navio deste tipo em seu ombro. Está apenas a
mesmo com Ranjit.
Cassie nunca tinha visto realmente congelar alguém rosto antes. Ela
pensou que era apenas uma figura de linguagem, mas a expressão de
Jake tinha ido tão rígida
pedra. Aquele olhar de ódio não combinava com ele. Mas isso era o
que era: o ódio.
"Não fale sobre ele", ele sussurrou, em seguida, forçou seus recursos
em algo como um sorriso. "E é um chip, pelo caminho."
ar assustado Isabella tinha travado na garganta, mas agora ela sorriu
com alívio. "Muito bem, eu não vou. Richard não tem nada que você
não tem. Nada
importantes.
Seu bom humor parece ter restaurado Jake. "Sim, mas eu sei como
ele pode ser encantador. Ele tentou fazê-lo comigo uma vez.
Cassie fez um Double-Take. "Ele fez?
'Ah, com certeza. Mas ele não é meu tipo. "
Apanhada de surpresa, agarrou, "Então é por isso que você não gosta
dele?
"Nah. Eu não me importava dele batendo em mim, mas ele com
certeza me mente transformá-lo para baixo. Ele teve de mim desde
então. "
Isabella scowled Jake. "Agora você está estragando data de Cassie.
"Não, ele não é. Isso não me incomoda. "
"Muito bem. Richard Halton-Jones é uma captura, Cassie!
"Richard Halton-Jones é um cafajeste", murmurou Jake. "E não só
com as meninas.
"Você sabe o quê? Acho que você é muito doce que se preocupar
com Cassie. Você não precisa, mas é muito bravo com você. "Isabella
se inclinou para beijá-lo novamente
na bochecha. Vermelhidão, deu-lhe um sorriso de esguelha surpreso.
"O que um encontro pouco agradável," disse uma voz gelada.
Jake bateu Isabella praticamente fora do sofá enquanto ele saltou,
blush seu agora quase termonuclear. »Katerina, I '
A menina sueca acenou uma mão elegante. "Não, Jake, não vou
interromper. É adorável que Isabella está recebendo alguma atenção.
Às vezes eu acho que ela não tem isso. "
Sim: definitivamente mais do que Snow Queen Dancing Queen.
Katerina tinha escolhido onde estão deliberadamente, Cassie decidiu,
porque sabia que a luz através das janelas altas que lisonjeiam sua
pele pálida.
Ela pegou o pano de fundo direita, também: contra as cortinas
ricamente swagged azul-escuro que ela brilhava como um anjo frio.
Jake parecia enfeitiçado. Isabella foi
estrondosos.
»Katerina! Não vá ", confessou Jake. "Nós estávamos apenas
conversando. Isabella estava sendo ... entusiasmado.
"Ah! Isabella é sempre entusiasmado. Sobre tudo! Isso é o que eu
amo ela! Caro Isabella, eu acho que você entende a vida eo amor tão
melhor
do que nós. Sempre essa alegria. Como um cachorro! "
Katerina com um sorriso satisfeito, mas Cassie não perca a mordida
abaixo suas palavras. Isabella respirou fundo, mas mesmo que ela
tinha sido silenciada.
Cassie olhou esperançoso para Jake, esperando por ele para jogar o
galã novamente e salta para a defesa de Isabella. Por um momento,
parecia como se ele pudesse. Em seguida
ele fechou a boca e deu um olhar tímido Isabella.
'Sim, Isabella, eu amo como você aproveitar a vida! ", Disse ele,
também brilhantemente. Ele pairou por um momento, como se pode
inclinar para a frente e beijá-la de volta, mas ele foi
distraído por uma tosse discreta.
"Jake, é um querido." Katerina virou-se para as estantes do chão ao
teto e escovou os dedos em um conjunto de espinhos de couro. Jake
começou a tremer, como se
era a sua coluna eles acariciou. "Eu preciso do Voltaire, e os dois
volumes de Rousseau, mas olha, eles são enormes! Eu não acho que
posso conseguir no meu
próprio.
"Não tem problema, Katerina. Reverentemente tirou os livros fora da
prateleira e levou-os depois dela. Cassie assistiu transfixed como eles
desapareceram na
corredor.
"Ooh, você pode carregar os meus livros, Jake?" Pah! "Isabella tinha
começado a sua voz de volta ao passado - um pouco tarde, pensou
Cassie triste. "Esse menino vai ser horrível
deformado pelo tempo que ele deixa a escola. "
"Ele vai?", Disse Cassie.
"De dedo mindinho está sendo torcido rodada Katerina tão
frequentemente. Isabella cerrou os punhos furiosamente. "Ele é burro
demais para saber quando ele está sendo conduzido pelo
nariz. Como um dos touros do meu pai. Hah! '
"Não se preocupe. Eu não acho que ela realmente gosta dele. Quer
dizer, eu acho que você está certa, ela é apenas jogado com ele. Ela
vai perder a paciência. Ele vai acabar com ela. "
"Worry? Por que me preocupar? Por que eu me importo se ele fica em
cima dela, ou se atira no rio Sena, por amor a ela? Não estou
interessada em um rapaz
cujos cérebros estão presos em seus '
"Isabella!
Eles riram, e Isabella arremessou um braço no ombro do Cassie.
"Você está certo, eu sei disso. Poor Jake, ele tem estado sob o feitiço
dela desde que veio para
da Academia. Jake pinheiros de Katerina, pinheiros e Katerina para
Ranjit Singh, para Jake nunca vai tê-la. Sirva-o bem. "Ela terminou em
mais uma
Nota venenosa.
"É por isso que Jake não pode ficar Ranjit? Ele parecia quase
homicida quando você mencionou ele.
'Oh. Isso. "Nervosa Isabella mastigado os nós dos dedos, mas após
um instante, ela reuniu a compostura. "Pois bem. O amor pode fazer
isso com os meninos estúpidos. É tudo
hormônios, claro. A unidade implacável primitivo dos órgãos sexuais.
"Pára com isso!" Giggled Cassie.
"Isso seria uma solução extrema, mas '
Cassie deu um uivo de risada. "Pare com isso! Assim, a sério. Será
que Jake vem com uma bolsa também?
"Sim". Eu acho que o salvou. "Isabella suspirou, toda a doçura e
simpatia novamente. "Depois de sua irmã morreu, ele foi - o que você
diz? - Fora dos trilhos? Ele foi um
pouco louco. Um monte de problemas: combate, gangues, drogas.
Três escolas de ensino médio o expulsou, mas Sir Alric teve interesse
em seu futuro, queria ajudá-lo. "
irmã de Jake morreu? Então foi por isso que ele foi tão espinhosa.
Cassie 'Nice de Sir Alric, mas ...' deu de ombros, em seguida, mordeu
o lábio. "Por que ele faria isso? Quero dizer, Jake
não parece mesmo que agradecer. "
"Ah, mas é claro que Sir Alric sentiu uma responsabilidade! Jessica
Johnson teve uma bolsa de estudos aqui antes Jake fez. "
"Oh, OK. tipo assim ele sabia de Jake por sua irmã? "
"Ele ofereceu uma bolsa de Jake na memória de sua irmã. Sir Alric
estava certo ao fazer isso, eu acho. Foi uma bela maneira de se
comportar, o que Jake diz. "Isabella
Cassie apertou o braço, e baixou a voz. "A escola era o lugar onde
isso aconteceu."
«Se o que aconteceu? 'Cassie sentiu um calafrio em sua espinha.
"O acidente. irmãos Jake morreu na Academia de Darke.
CAPÍTULO SETE
Cassie se inclinou sobre a balaustrada ornada e olhou para as
escadas da ala oeste. Esta foi Ranjit onde estava, olhando para ela,
há três semanas.
Ela tentou se lembrar de como medo de que ela tivesse sido aquela
noite, mas durante o dia a escada parecia ser apenas bonito, não
ameaçador. Abaixo dela, outros alunos
corriam para a sala de jantar, conversando e rindo com facilidade.
Fora da vibração geral ouviu Richard abrupta, confiante casca do riso,
e ela sorriu.
Ainda assim, ela não poderia agitar um sentimento mesquinho de
errado.
Como o ruído e fofocas desbotada, Cassie demorado, franzindo a
testa. A balaustrada foi tudo roda de ferro preto, pontuado com floreios
dourados de penas e sóis.
Olhando por cima do ombro, viu-se a janela de alta e virada para sul,
refletida em um espelho de ouro ornamentada. Você não pensaria que
o lugar pode parecer tão
escuro e sinistro. Cassie sacudiu a cabeça.
Ela morreu na Academia de Darke. irmãos Jake morreu ...
Na Academia, no Camboja. Isabella tinha sido relutantes em explicar,
o que foi mais ao contrário dela. Cassie teve de texugo dela há dias.
"Eu não deveria falar sobre isso. Honestamente Cassie. Uma coisa
terrível. Então, muito triste. Essa morte de um jovem. E não os abetos
'
Sua companheira de quarto, estranhamente, tinha corado e os lábios
apertados, e não irritante de Cassie seria convencê-la a concluir que
frase.
E não o primeiro, tampouco. Era isso que ela estivera prestes a dizer?
Não. Poderia ter sido qualquer coisa. Heck, Isabella poderia ter sido
prestes a dizer, não a primeira vez que alguém teve um acidente. Ou
não, o primeiro tragicamente
vítima de ataque cardíaco jovens.
Mas de alguma forma Cassie não pensei que tivesse sido um desses.
"Eu não sei o que aconteceu." Isabella encolheu infelizmente. "Nós
nunca foram informados detalhes. Parecia ... não direito de pedir,
sabe? Houve
boatos. Sempre há. "
Cassie tinha mordido o lábio, esperando que ela não parecia
ghoulishly curioso. "Que tipo de boatos?
'Oh, as coisas terríveis. As pessoas fazem as coisas, quando não há
informação. É por isso que eu acho que deveria ter sido dito. Então
fofoca não é iniciado. "
Isabella hesitou, escolhendo a uma unha. "Você se parece com ela,
pelo caminho."
"Como a irmã de Jake?" Cassie estremeceu. Semelhante a uma
menina morta não era um pensamento atraente.
"Um pouco. Não exatamente, é claro, mas seus olhos eram quase da
cor da sua. Não é tão pálida, mas ainda, que o verde amarelado. E um
tipo similar de face - como
dizeis, sharp? Inteligente. Eu acho que Jake tem um susto quando te
conheci. "
Lembrou-se. Spooky. "Então, quais foram os boatos?
'Oh, as coisas loucas. Que seu corpo foi danificado ....
'O quê? Cassie engoliu em seco. "Mutilados, você quer dizer? Como
ela foi morta deliberadamente? "Poor Jake.
"Não, não. Eu não sei. Não mutilados. Leia mais ... drenados, secos.
Talvez ela se cortou, sangrou até a morte, é o que eu penso. Por
acaso ou não, que pode
dizer? Algo tão simples e tão trágica. "
"Pelo amor de Deus. Isso não seria drenar todo o seu corpo.
Isabella deu de ombros. "Talvez ela se deitou no sol por muito tempo.
Antes que a encontrou, eu quero dizer. Horrível, mas foi tudo
exagerado, eu tenho certeza. Oh, o terrível
coisas que as pessoas dizem. E é por isso ... "
'Por quê? Venha Isabella, derrame ".
Isabella suspirou, limpando os dedos pelo cabelo dela. "É por isso que
Jake não gosta Ranjit. Jess era namorada Ranjit, você vê. Havia
rumores no
escola que ele estava envolvido. "
Cassie empalideceu. "Mas that's '
'Crazy, é claro! Mas é difícil para Jake ignorar as fofocas. Ele não
pode deixar de pensar que talvez Ranjit ... bem, eu nem gosto de dizer
isso. Foi uma
acidente terrível, que é tudo, e Jake está aflito. Ele não pode suportar
a culpa apenas na má sorte da escola. "
"Má sorte", repetiu Cassie, lambendo os lábios ressequidos. Seco-up
...
"Sim". Só a má sorte. Nós somos afortunados Sir Alric tem amigos
influentes. Nossos pais, também. Ou seja, eu quero dizer ...
"Mordendo os lábios, ela corou furiosamente e se apressou em.
"Tais incidentes podem destruir uma escola, sim?"
"Estes incidentes. Em algum momento, pensou Cassie, ela iria pensar
em algo original para dizer, em vez de Isabella ecoando como um
papagaio tonto.
Acidentes ", devo dizer. Outra alguns anos atrás. Antes que ... bem.
Não vamos falar sobre isso, Cassie. Vamos falar sobre o Richard!
Que, por esse ponto da conversa, Cassie tinha sido mais do que feliz
de fazer.
Ainda assim, não era como a amêijoa-se Isabella. Hah! Grande
subnotificações de nosso tempo, pensou Cassie com carinho. Oh, ela
era provavelmente imaginando coisas. Ser
paranóico. Ela não estava tendo revelações milagrosas apenas em pé
na escada, de qualquer maneira. Além disso, ela estava com fome.
Isabella estaria na sala de jantar,
e Richard também. Ela deveria ser conhecê-lo mais tarde, mas seria
bom encontrá-lo agora.
Ela estava no meio da escadaria para o terceiro andar quando ouviu
as vozes. Eles não tinham silenciado. Eles soaram claras e confiáveis,
e ela
reconheceu-os imediatamente.
Especialmente Richard.
'Oh, venha, Katerina. Não é como você estar inseguro.
"Inseguro?" A voz congelou Cassie onde ela estava, não havia
maldade como nele. "Eu não posso pensar o que quer dizer, Richard.
Uma porta escondida fechado bruscamente, saltou e Cassie. Os dois
estavam no mesmo corredor comprido com as linhas de bustos
clássicos, aquele onde ela controladas
Jake baixo. O que levou aos poucos a sala comum, ela percebeu com
um choque.
Dar o seu arco um olhar ansioso, Cassie desceu as escadas para o
desembarque e abaixou atrás de um armário de mármore. Um enorme
dourada
relógio e dois candelabros obscurecido sua visão, mas ela poderia
peer passado, apenas.
Mad, pensou Cassie, quase rindo. Por que ela estava escondendo?
Foi apenas Richard. E Katerina, é claro, mas não era como se ela
estivesse com medo do
Rottweiler Polar. Ainda assim, quando eles apareceram no final do
corredor, ela não saunter fora para dizer Olá. Ainda não. Esses
instintos chutar de novo ...
"Darling, ela é uma chav de varas." Cruzar os braços, Richard
levantou uma sobrancelha irônica em Katerina. "Você realmente não
se sentem ameaçados, não é?"
todo o corpo de Cassie foi rígida. Por um momento ela não conseguia
respirar.
"A chav dos paus." Que por sua vez singular da frase que você tem,
Richard. Katerina soou extremamente aborrecido. "Essa coisa de má-
bolsa pequena menina.
Como me irrita. Tais mooning um gatinho. No entanto, você parece ter
um fraquinho por ela. "
"Não seja boba, querida Katerina. Ela é uma companhia agradável e
eu encontrá-la divertida. Então você, se você é honesto. "
'Oh, hilariante. Katerina inalado.
"Eu não sou o único com um fraquinho, também," murmurou Richard.
"Jake mal posso deixá-la fora de sua vista, se você ver o que eu estou
chegando."
"Oh, sim. Seus instintos de proteção ", disse Katerina
desdenhosamente. "Ela é muito pobre, como Jessica pouco, é
verdade."
'Isso não te preocupa? "Houve corrupção no seu tom. "Jessica era
bonito demais."
"Por que isso me preocupar?" Ela estalou. 'Ranjit teve uma queda
boba sobre uma menina que estava embaixo dele. E que terminou em
lágrimas, não é? "Seus lábios se contraíram como
Ela verificou-se no espelho mais próximo. "Ele é pouco provável que
cometa o mesmo erro outra vez."
"Isso é o que eu amo você. 'Richard piscou. "Tal otimismo perene.
Katerina tiro-lhe um brilho funesto. "E essa criatura das fazendas de
gado encoraja a pensar sobre si mesma. Meu Deus, querida, você
pensaria
Isabella poderia, pelo menos, incentivá-la a conseguir um penteado e
uma roupa decente. Seu chav "não pode sequer pronunciar Versace.
Ela não saberia Prada
de Primark.
"Talvez bella Isabella poderia lhe dar alguma mão-me-downs. Richard
riu. «Não admira que esconde Sir Alric em seu escritório. Quer dizer,
uma forma justa para dreads
acho que o que gosta de Cassie Bell ou Jake Johnson vai usar para o
Baile de Natal. O poorhouse rejeita fazer nada para a estética do local,
não
eles? "
Eles foram, obviamente, pretende atrasar e cadela antes de se dirigir
lá embaixo, e Cassie podia ouvir cada palavra. Ela desejava que ela
não podia. Suas bochechas
queimada de vergonha e fúria, e ela doía pular para fora, pegue uma
garganta em cada punho e dizer a esses tossers o que pensava deles.
Mas algo prendeu sua
para trás.
Inativa, Katerina torcida uma mecha de cabelo satiny pálido. "Eu não
posso pensar por Sir Alric incentiva esse absurdo bolsa.
"Agora, agora, querido", disse Richard escura. "Você sabe muito bem
porquê. Além disso, é excelente relações públicas. A calda fina que
estaria se o senhor não era tão Alric
especializados nesse departamento.
Mesmo mergulhado em raiva e embaraço miserável - como eu pude
ter sido tão estúpido! - Cassie se viu intrigado. Havia algo de errado
aqui. Não era sua imaginação. A visão de mundo perfeito da
Academia escondeu algo muito feio: ela tinha certeza disso.
O mesmo poderia ser dito para o belo rosto de Richard e Katerina.
Algo quente picado os olhos e cerrava os dentes. Para o inferno com
isso. Ele não iria fazê-la chorar. Ele era um Katerina masculino:
amarrando-la ao longo
o Jake maneira Katerina dangled. Ela foi humilhado, foi tudo.
Richard virou no topo da escada, sorrindo de volta para Katerina. "Não
está com fome?"
"Starving, querida. Mas eu acho que deve perder o almoço. E quanto a
você? '
Richard deu essa casca súbita do riso novamente. "Você sabe, eu
prefiro uma fantasia dinamarquês.
"Não fique longe de Ingrid." Olhar Katerina foi sharkish, se divertiu.
"Ela é minha companheira. Se Sir Alric poderia ouvi-lo ... "
'No sentido de humor, que é o seu problema. "Com um riso de alegria,
Richard correu escada abaixo.
Katerina ficaram colocados por um longo momento, imóvel, piscando
os olhos para o espelho. Cassie estava muito quieto.
Katerina deu-se um sorriso refletido passado, virou-se para trás e
desapareceu pelo corredor busto alinhadas. Cassie não ousava mover
até que ouviu o
porta abrir e fechar suavemente mais uma vez. Então ela fugiu.
Ela não poderia enfrentar a sala de jantar: as paredes de seda
vermelha, de linho e de cristal, o burburinho de fofocas. Ela não
poderia enfrentar os olhares de soslaio sly dos outros
estudantes. Repugnante, ela percebeu que não precisava ter
incomodado esforçando para aprender o que usar garfo sangrenta:
eles sempre desprezam, sempre. Deus, não
cada um deles sabe o que um idiota que tinha feito de si? Fool,
Cassie! Sendo ofuscado por dentes brancos, olhos quentes e uma
linha de maré em calão. Ela não podia
Isabella mesmo cara ou Jake.
Recuando, ela se esgueirou para o corredor e se esgueirou para fora
das janelas francesas. Seus olhos picada novamente enquanto corria
entre duas urnas de pedra grande,
ela teve um lance de degraus curvo dois de uma vez e tropeçou em
toda a extensão do gramado à sombra dos castanheiros maduro. Já
marcada pela
Outono, as árvores eram lindas. Growling, ela socou um deles, difícil.
Em seguida, bateu de novo. E mais uma vez.
Que me senti melhor. Não muito, mas, pelo menos, os nós dos dedos
doloridos tomou sua mente fora de seu orgulho ferido. Isso era o que
era, pensou ela. Não é um coração quebrado. Justo
seu orgulho estúpido, rachado. Quem ela pensa que ela era, tentando
impressionar um idiota da classe alta como Richard Halton-Jones?
Miseravelmente, ela abraçou-pastejo
punho, em seguida, levantou-a esfregar uma lágrima perdida. As
árvores de ouro e bronze foram salpicados com a luz solar, animado
como uma pintura impressionista. Olhando para eles,
ela queria mais do que qualquer coisa que ela estava de volta com o
estaleiro erva-embargada, o fio enferrujado ea grama pitted marrom
Cranlake do Crescente Vermelho. Só de pensar
sobre ele fazia visão borrão.
Uma forma diferente entrou em sua visão distorcida, que se deslocam
propositadamente todo o gramado. Alto e humanóides. Oh inferno.
Como ele veio sob a sombra do
igualmente turva árvore formas, a figura parou. Espantado, Cassie
esfregou os olhos claros e piscou.
Não é só o inferno, o inferno duas vezes.
Ranjit.
Por um momento ele ficou perplexo, olhando para ela. Furioso com
ela, ela piscou de novo. O Ranjit lindo. Oh, Deus, como é típico: este
foi o primeiro
tempo nas últimas semanas tinha visto o suficiente o passado de seu
nariz principesco notá-la, e aqui ela estava com os olhos vermelhos,
nariz entupido e uma carranca como uma harpia mal-humorado.
Ele olhou para cima e para baixo. "O que há de errado?"
"Nada," ela estalou. "Eu estou bem." Por que você está mordendo-lhe
a cabeça, Cassie?
"Você não parece. Qual é o problema? "
"Não há nenhum problema." Ela cerrou os punhos. "Ou nada que eu
não possa lidar. Eu não preciso de sua ajuda. "
Seu olhar era inabalável. Ele fez estremecer.
"Não tenha tanta certeza disso."
Não sabendo o que dizer, ela só poderia brilho de volta para ele,
respirando com dificuldade. Você pode tirar a menina de Cranlake
Crescente, ela pensou amargamente, mas você
não pode tomar Cranlake Crescente fora da menina. Sua beleza não
vale a pena fazê-lo confiar: olhe para Richard. Ela tinha que manter a
guarda up. O halfhour passado
picado tanta humilhação.
"Eu vou te dar um conselho", disse ele.
"Se eu quero ou não?"
"Sim". Ranjit olhos eram frios. "Afaste-se de Richard Halton-Jones.
'Eu trabalhei para fora para que, graças a mim mesmo, "cuspiu ela.
'Oh. Eu vejo. 'Ele fez uma careta. 'Sinto muito'.
"Por favor, não ser. Apenas sod off ". Cassie pouco difícil em seu
lábio, desesperado para não chorar na frente dele.
'Tudo bem, se você me faça um favor também. Na verdade, faça um
favor. Fique longe de todos nós. "
"Eu não sou bom o suficiente para uns poucos, é isso? '
'Oh, descer de seu cavalo elevado antes de cair. Escute, se você se
envolveu com os poucos, você vai se arrepender. "
Cassie sentiu fluência de sangue quente até o pescoço e garganta.
"Você está me ameaçando?"
"Não. Eu estou te avisando.
"E como o inferno é o seu negócio para me avisar?
"Eu fiz o meu negócio, Cassandra.
A maneira como ele falou o nome dela ele quase parecia preocupado,
mas quando ela olhou para seu rosto era um estudo no insondável.
Jerk.
"Bem, você pode simplesmente desfazer dele, então. Eu não preciso
de seu conselho, ou seus avisos. E eu realmente não preciso de você
me perseguindo pelos corredores à noite. "
Ranjit olhos se arregalaram, e Cassie deu um sorriso interior. Ele não
estava esperando isso.
"Eu não era 'Ele deu de ombros e um sorriso estranho, amargo. "Bem,
se você está tão perfeitamente auto-suficiente, eu não vou perder meu
tempo se preocupando com você."
Na descrença, Cassie observou-passo do outro lado do gramado. Ele
não tanto como olhar para trás, o tosser stuck-up. Ele pode se ferrar.
Porque
obviamente, ninguém jamais seria bom o suficiente.
Cassie caiu para baixo contra o tronco da árvore, ainda olhando para
ele.
Ela nunca tinha encontrado burro como um cavalo em sua vida.
E ela gostava dele como um louco.
CAPÍTULO OITO
olhos de Cassie se abriram. Deve ter sido um pesadelo. Esfregando
os braços, ela olhou para as cortinas de agitação e ouviu o silêncio
enluarado.
Ela tinha ficado acordado até meia-noite bem passada, cringing
interiormente sobre Richard. Então, o duro e streetwise Cassie Bell
tinha caído um pouco de sem queixo
encanto? Patético.
Não que ele foi realmente sem queixo. Inferno de um bonito,
realmente. Mas tudo isso à flor da pele. E havia uma boa chance de
que o resto dos moleques ricos eram
o mesmo. Então ela deveria parar de deixar creep Ranjit em seu
cérebro da maneira como ele fez.
Ela tinha certeza que tinha sido parte do pesadelo que acabara de
acordar, embora ela não conseguia se lembrar dos detalhes. Ele tinha
dissolvido como ela acordou, mas
ela ainda podia sentir uma par de olhos marcados noite no interior das
pálpebras. E o silêncio sempre foi tão sinistra que sai de um pesadelo,
embora ela
podia ouvir o eco de um sussurro imaginado.
Não. Isso não foi um eco, e ela não tinha imaginado. Isso realmente
era um sussurro. Cassie balançou as pernas para fora da cama e
segurou-se ainda.
footfalls Soft. Mesmo as vozes mais suaves.
Como de costume, Isabella estava dormindo como um bebê sedado.
Cassie quase queria sacudi-la acordada, mas ela resistiu à tentação.
Ela poderia ficar na cama
si mesma. Ela deve permanecer na cama. O que ela deveria fazer era
puxar o cobertor macio sobre a cabeça, apagar aquelas vozes
sussurrando e voltar para
sono. O que ela realmente, realmente deveria fazer era mente seu
próprio negócio ...
Uh-huh.
casaco longo de cashmere Isabella foi jogada sobre uma cadeira.
Arrastando-o ao redor de seus ombros, Cassie abriu a porta. Ainda
era outubro, e
embora não fosse o frio que tremi como pisou cautelosamente para o
corredor. Jake novamente? Desta vez ela confrontá-lo. Desta vez ela
descobrir o que ele
foi para cima.
Não foi Jake.
Cassie apertou-se contra a parede. Duas meninas foram andando em
silêncio para a ala oeste, e ela conhece um desses silhuetas em
qualquer lugar:
pequeno e perfeitamente formado, com um corte de cabelo preto
razored. Keiko.
A menina com ela era um pouco mais alto e louro. Demorou Cassie
um momento para reconhecê-la, uma vez que seu cabelo era
geralmente ligada a um nó chic: Alice,
companheiro de quarto de Keiko. Como a luz de um candeeiro de
parede caiu sobre o casal, Cassie viu que os dedos Keiko's foram
bloqueados pulso volta de Alice. Ela não estava arrastando
Alice, exatamente, mas Alice não parecia muito entusiasmado para ir
junto com ela.
Cassie franziu a testa.
"Keiko." Sussurro de Alice se voltaram pelo corredor em silêncio. "Eu
não gosto disso." Ela puxou Keiko a um impasse.
Keiko se virou para seu companheiro de quarto, vendo-a em silêncio
por um momento. Cassie diminuiu ainda mais na parede.
"Eu lhe disse antes, murmurou Keiko silkily. "É um pedido de uns
poucos. Você não pode dizer não. Vamos, Alice. O que poderia
acontecer? "
"Eu não sei. I don't-O que aconteceu da última vez? Quer dizer, eu
não me lembro. "
Keiko apertado os dedos no pulso de Alice e puxou-a. "Isso é porque
você teve demasiado a beber. Acredite em mim, você teve um grande
momento. "
'Eu fiz? "
"Claro que sim. Não venha, é um privilégio. bebidas até tarde da noite
na Poucos de sala comum? Há moças na escola que mataria a
chance que você está
começando. "
'Sim? Então, por que comigo? "
"Você tem sorte de me ter como companheiro de quarto, isso é tudo."
Keiko deu-lhe um sorriso que Cassie não gostou nem um pouco,
mesmo à distância. Mas Alice parecia
tranquilizou.
"Bem, não me deixe beber demais desta vez, tudo bem? '
'OK, vou tentar não, tampouco. "Tom Keiko tornou-se mais insistente.
"O que você lembra, afinal? Da última vez. "
"Só de estar lá. Lotes de falar. Tendo uma bebida. Não muito depois
disso. 'Alice deu de ombros e quase riu. "Eu não sabia que eu tinha
bebido tanto."
"Eu vou cuidar de você." Apertando o braço dela, Keiko sorriu. "Não se
preocupe com isso."
Deixando seu companheiro ir, Keiko virou-se para continuar como se
ela não se importa se Alice veio com ela ou não. Alice hesitou só por
um momento, então
scuttled depois dela.
Após eles, Cassie ficou bem para trás. Não havia nenhuma maneira
que ela queria para Keiko local, e ela sabia onde eles estavam indo.
Keiko acolchoadas
propositadamente para a escadaria da ala oeste, então liderado Alice
até o terceiro andar e para o corredor onde os bustos em branco de
olhos estavam de guarda como vigilante
fantasmas.
Cassie gumes para o arco, arriscando um olhar em volta da esquina.
No final do corredor, as sombras se aprofundou, mas uma linha de luz
esverdeada
mostrou na parte inferior da porta. Keiko não bater. Ela girou a
maçaneta e chamou a Alice depois dela para a sala comum.
Cassie exalado com alívio. E agora? Ela não podia ficar ali até que
voltou para fora. Por outro lado, ela se arrastou para a cama, ela não
dormir de qualquer maneira. Esta era sua única chance de investigar,
e foi condenado, se ela estava passando-se. Vá em frente, Cassie.
Cerrando os punhos, ela fez
se colocar um pé na frente do outro. E mais uma vez. Venha. Ela
podia ouvir o tilintar de cristal agora silenciado, e vozes suaves
murmúrios. Dificilmente soou
como uma festa à meia-noite selvagem, mas a porta estava grossa, os
sons abafados. Ela tinha que chegar mais perto.
Um clarão no canto do olho quase a fez chorar. Na escuridão dos
recessos mais profundos da porta, algo mudara.
Cassie congelou. Como seus olhos ajustados, ela poderia fazer isso.
A figura, uma figura humana.
Jake Johnson. Claro que sim.
A luz se desviou para o relógio e, como ela se fez rastejar em direção
a ele, viu os dedos apertou mais o pulso para escondê-lo. Ele tinha
percebido.
Levantando os olhos, ela conheceu o seu. Ele era inexpressivo, mas o
idiota da sua cabeça minúscula era suficientemente claro. Bugger fora
e voltar para a cama ...
Então algo distraído, e ele retirou-se para a alcova.
Passo a Passo. Ela ouviu também. E não havia jeito de sair daqui.
O footfalls estavam no patamar atual. Ela não conseguia escapar do
corredor sem ser visto. Ela poderia correr para Jake, escapar e
esconder com ele. Mas, em seguida,
Cassie pensamento sobre sua prowling eerily proposital noturna. Ela
quer estar com ele no escuro, em silêncio, com medo da descoberta,
completamente à sua mercê?
Não, ela decidiu. Indo as unhas nas palmas das mãos, tomar uma
respiração profunda com medo, Cassie fiado em seu calcanhar.
Na entrada do corredor, um homem veio a uma parada abrupta. Ela só
viu o seu retrato - e que não lhe fazer justiça, ela decidiu. Sua
steelgrey
os olhos fixos nela, a única luz no rosto de pedra. Ele realmente não
poderia ter sido sete metros de altura, mas essa foi a impressão que
ele deu. Cabelos
prickled em seu pescoço como se estivesse respondendo a um campo
elétrico de potência.
Sir Alric Darke sorriu. "Bell Cassie.
Ela sorriu de volta, o sorriso mais brilhante e mais idiota que ela
pudesse controlar. "Isso é certo. Oi. 'Ela agitou os dedos de uma mão
em uma saudação fraca.
"Você parece estar perdido, e é muito tarde. Posso ajudar? "
Nervo-janglingly ciente de Jake atrás dela, Cassie se aproximou de Sir
Alric. Seus olhos cintilaram seu passado.
Ela entrou na frente dele, determinado a manter sua atenção. "Você
poderia, por favor? Nenhum senso de direção, de mim. "
Ele deu uma risada suave. "É um lugar bastante grande, não é? Eu
vou encontrar alguém para acompanhá-lo de volta. Estou Darke Alric,
pelo caminho. "
"Eu sei. Sim. Quero dizer, 'Cassie limpou a garganta, mantendo o
sorriso no lugar, "Eu vi sua foto.
Sua mão apertou seu ombro e ele a levou até a porta da sala comum.
Ele parecia um tipo, mas não foi o campo de força em torno dele, de
comando e ameaça em potencial. Como passaram o Jake escondido,
Cassie mantinha o olhar fixo na porta, com medo de lhe dar afastado.
Sir Alric abriu a porta, e chamou para a sala de Cassie.
A luz foi silenciado, mas o quarto comum parecia tão elegante quanto
o resto da Academia. Ela tinha a impressão de poltronas de couro
vermelho-escuro,
lâmpadas barroco, painéis elaborados e ricas pinturas com cores. Ela
vislumbrou pessoas que ela conhecia, também: Katerina, Keiko, a ex-
Rússia de sexta-la
esgrima classe. Richard pareceu surpreso ao vê-la. Havia outros,
também, dos poucos bonito, mas não Ranjit.
E lá estava Alice em uma cadeira dourada vertical, um cálice de prata
nas mãos, rigidez e estupefatos.
"Keiko." Sir Alric voz era calma, mas com ameaça de gelo.
A menina japonesa giravam, cara pálida do que o habitual.
"O que é Alice está fazendo aqui? '
'Ela ... que é que eu'
"Roommates", ele sussurrou, "deve ser respeitada."
"Eu era apenas '
"E eu deveria ser informada de todas as reuniões de fim de noite. Se
não eu? "
Humildemente, disse: "Claro, senhor Alric. Sinto muito.
Assim como não gostava de Cassie Keiko, Sir Alric parecia estar
exagerando grande momento para uma festa à meia-noite. Seus
dedos sobre o braço dela estava como o aço.
»Katerina. Falou silkily. "Limpar por aqui. Quando eu voltar em dez
minutos, eu quero que todos passaram. Você, pelo menos, deveria
saber melhor. Keiko: venha conosco,
por favor. Cassie está perdido. Você irá mostrar-lhe o caminho de
volta. "
Keiko se levantou de seu lugar ao lado de Alice, Cassie dando um
olhar de ódio do maior que se fundiram em um sorriso doce para Sir
Alric. "Claro."
Cassie espera Sir Alric deixá-la à mercê de Keiko concurso, mas ele
seguiu para fora, parando para fechar a porta. Cassie tirou uma
olhada em
alcova Jake. Ela estava vazia. Ele, obviamente, boa a sua fuga,
enquanto eles estavam dentro da sala comum.
«Cassie, aguarde-nos no final do corredor. Keiko, você pode ficar aqui
por um momento. "
Com um olhar vicioso de Cassie, Keiko pendurado para trás.
Constrangido, e até um pouco triste por ela, Cassie foi embora.
Talvez Sir Alric não percebem o quão boa foi a sua audição, afiado
afiado de espionar Jilly Beaton. Cassie tinha certeza que ele não
queria que ela ouvisse o
bollocking dava Keiko, de dez metros de distância. Sua voz era suave,
mas homicida.
«Partilhar é proibido!"
"Eu sei, Sir Alric, mas '
«Considere este o seu último aviso, Keiko. Há boas razões para que
seja atribuído um companheiro. Entender? "
"Sim Alric Sir. Eu entendo. "
Sem outra palavra ele virou as costas e caminhou ao lado de Cassie,
Keiko sulkily arrastando atrás de si.
"Lamento não ter feito um ponto de encontro antes de você agora,
Cassie." Sir Alric voz não era mais feroz e frio: era linda, pensou.
Resonant como a música. "Eu encontro-me constantemente
amarrados em matéria administrativa.
'Re Oh yeah, não worry.You "uma grande melhoria na Jilly Beaton.'
Ela corou. "Em Cranlake Crescent, eu quero dizer. Onde eu estava
antes. "
Atrás deles, Keiko ficou em silêncio, apesar de Cassie podia sentir seu
desprezo oozing sobre ela, como o alcatrão.
"É claro", disse Sir Alric depois de uma pausa pesado. "Isso deve ser
um choque de cultura para você, mas eu acredito que você está na
montagem muito bem. Eu ouço coisas boas
de seus professores, e de uns poucos. Estamos muito felizes por tê-lo
aqui na Academia Darke, Cassie, encantado. "
"Hum", ela murmurou desajeitadamente, "grande. Obrigado ".
"E você é feliz aqui?"
Ele virou a cabeça, e ela sentiu-se obrigado a olhar para ele. Ele
realmente era um homem incrível. Deve estar batendo sessenta anos,
mas ainda de boa aparência, e seu
carisma que poderia explodir no meio da próxima semana.
Ela sorriu. "Sim". Ah, é ... incrível. Sim, é claro que eu amo.
"Curiosamente, ela percebeu que era absolutamente verdadeiro.
'Good. Isso é bom. 'Ele balançou a cabeça. "Existe alguma coisa que
lhe diz respeito? Qualquer ... preocupa? "
Cassie deu de ombros, desviando os olhos. "UM. Não. Deve haver?
Observação estúpida, pensou ela, dando-se um retrocesso mental.
Mas Sir Alric ou não ouvir, ou fingiu que não tinha. "Eu estou contente.
Eu incentivo os alunos a vir para mim com todos os problemas, não
importa quão trivial.
Você vai se lembrar que, Cassie, não vai? "Ele deu outro sorriso, tão
radiante e contagiante, ela só poderia devolvê-lo. "Alguns estudantes
encontrar-me um pouco ...
inacessível. Um tanto remota. Isso é culpa minha, é claro, mas eu não
quero que você se sentir assim. Sinta-se livre para vir ao meu
escritório, a qualquer momento, Cassie - se
você tem dúvidas, se você precisar pedir ajuda ou conselhos. É por
isso que estou aqui. "
Tinham chegado ao fundo da escadaria da ala oeste, agora, e dirigiu-
la ao longo do corredor. Keiko ainda não tinha falado, mas seu silêncio
era uma
um furioso. Ela estava fervendo, mas era impossível dizer se o senhor
Alric tinha notado. Cassie estava contente que ele estava entre eles.
Ela se sentiu mais segura com ele lá,
assim seu coração despencou quando surgiu no hall de entrada
grande e Sir Alric parado.
"Keiko irá mostrar-lhe de volta a seu quarto."
'Oh, eu não preciso ... eu estou bem agora, eu posso controlar no
meus próprios. "
Ele tutted e riu. "Eu me preocuparia. Esse senso de direção de vocês!
Por favor, Cassie, Keiko vamos levá-lo de volta. "
"Mas ... OK. Cassie olhou para Keiko, mas a menina estava olhando
para o espaço.
"Eu estou contente por ter te conhecido no passado. Você vai ser um
trunfo para a Academia, eu sei disso. Você se encaixa aqui como se
tivesse nascido para isso. "Ele pegou sua mão.
"Tome cuidado, Cassie." Sua voz gelada. "Keiko. Meu escritório. A
primeira coisa amanhã.
Keiko ficou em silêncio até que seus passos se tinha desvanecido.
Então Cassie ouviu murmurar, tão suave que ela não tinha certeza se
Keiko estava conversando com ela, "Você sabe
que todas as estátuas são? "
Ela estava realmente tentando ser tagarela? Surpreso, Cassie sacudiu
a cabeça. Aquiles? ", Disse ela em dúvida. "E eu reconheci Leda eo
Cisne no
pátio.
Keiko fez uma cara de desprezo. 'The Swan é Zeus disfarçado,
fazendo como ele gosta de um mero mortal.
"Eu sei que", disse Cassie, irritado com o tom paternalista. "E que um
Hermes, certo?"
"Sim". Keiko, desinteressado em Hermes, virou-se para um veado que
estava na criação de terror imóvel, hounds mármore rasgando suas
coxas. A bela
mulher esculpida olhava, desdenhoso.
Havia um frio no ar, pensou Cassie. "Então, quem é aquele?"
Artemis. A deusa da caça ", disse Keiko, que soa divertida. "O veado é
Actéon, um caçador que se atreveu a espioná-la enquanto ela tomava
banho. Artemis voltou
-lo em um veado como punição. E então, seus cães próprio rasgou-o
em pedaços. "
O silêncio era grosso com ameaça. Não, definitivamente não Keiko
estava tentando ser amigável.
A menina deu uma risada irritante. 'Oh, é apenas um mito. A
advertência dos antigos. Deuses não devem ser tratados de ânimo
leve, que você vê? Deus não deve ser
ridicularizados. Quer dizer, aproveitar esta pequena tragédia ... "
Quase contra sua vontade, Cassie se viu a seguir Keiko outro lado do
corredor, onde uma mulher de mármore se encolheu nos pés do outro.
O
suplicante tinha levantado um lado patético, para proteger a si mesma
ou para implorar misericórdia. A mulher acima dela, o machado pronto
para atacar, não parecia que ela sabia que o
significado da palavra.
"Este é o seu xará, você sabia?" Keiko tocou a mão de mármore
articulado. "Cassandra. Você sabe sobre a maldição de Cassandra?
Cassie sacudiu a cabeça, não confiando-se a falar.
"Ela foi uma profetisa. Sempre tão fino e inteligente, porque suas
profecias sempre se tornou realidade. "Keiko inalado. "Cassandra
nunca foi errado. Oh, sim, ela
sempre soube que algo terrível ia acontecer. Mas ninguém nunca iria
acreditar nela. "Seu sorriso era muito desagradável. "Ninguém".
Cassie pigarreou. "Isso é uma chatice.
"Não é justo? Trata-se de Clitemnestra, que assassinou quando
Agamenon trouxe de volta de Troy. Cassandra sabia que iria
acontecer, também. Ela
se recusou a entrar no palácio, gritando que ela cheirava sangue.
"Eu vejo". Cassie coração batia furiosamente. "E ninguém acreditava
que quer?"
"Ninguém acreditava que qualquer um." Keiko abanou a cabeça com
tristeza mock. "E assim ela entrou no palácio. 'Ela assentiu com a
cabeça no machado Clitemnestra. "E
tenho o que estava vindo para ela. "
"Pobre Cassandra velho", disse Cassie, mantendo seu nível de voz.
"Certamente." Keiko suspirou, mas então algo pareceu snap dentro
dela. "Bem, não vamos perder mais tempo."
"Eu não preciso de sua ajuda", disse Cassie dura. "Não se incomode
vindo comigo. Não vou dizer Sir Alric.
"Você é muito gentil. Como ele é ", sibilou Keiko.
"Oh, yeah?
"Yeah. Você não se encaixa, Cassandra. Você acha que você é tão
inteligente, não é? "Tudo cortesia zombar dela tinha dissolvido, e ela
bufou com desprezo. "Você é um
exercício de relações públicas, e não se esqueça dele. Você está aqui
para nosso benefício, e não o contrário. "
Cassie apertou os punhos para se parar de tapa Keiko. Não perca
isso, Cassie. Isso é o que ela quer. 'Qual é seu problema, afinal?
Porque não é Alice
permitidos na sala comum? sarcasmo, acrescentou, "Poucos
negócios, não é?"
Keiko não respondeu. Recuando um passo, depois dois, ela estendeu
a mão para afagar o flanco do veado apavorado. Seus dedos arrastou
por todo o frio
mármore para acariciar o focinho snarling de um dos cães de caça.
Cassie estremeceu. Foi alguma escultura. As presas olhou como se
fossem afundados em tempo real
carne.
"Manter fora dele, Bell Cassie, se você sabe o que é bom para você."
Keiko transformou em seu calcanhar, em seguida, tirou o cabelo
brilhante atrás da orelha e sorriu para
Cassie.
"E dormir bem."
CAPÍTULO NOVE
"Não importa estátuas." Isabella estava com os braços cruzados e
uma expressão de determinação emocionado em seu rosto. "Isso é o
que eu chamo de um bom Hermès.
"Você faz meu Cassie dentro da cabeça" levantou as sobrancelhas.
"Você poderia comprar um pequeno país por esse preço."
Isabella acariciou o couro macio e amanteigado do saco. "E o que eu
iria querer com um país pequeno? Deixe-me lhe comprar um também,
Cassie! Nunca vou deixar você
para baixo. Não é uma indulgência, é um investimento!
"Um pequeno país?
Isabella enfiou nas costelas, tão difícil que giggle Cassie saiu em um
suspiro. "A bolsa Hermès, você filisteu."
"Uh-uh. De jeito nenhum. Esfregando seu lado, Cassie abanou a
cabeça com firmeza. "Eu estou feliz com o que eu tenho."
Não é estritamente verdadeiro - seis meses em que ela ainda se
sentia culpado por roubo -, mas ela gostava de sua bolsa chainstore
tudo a mesma coisa. Enfim, ela não estava indo para começar
deixar Isabella comprar seu material. Ela tem uma série de pôneis de
polo antes que ela percebesse, e onde ela iria colocá-los? Ela sorriu.
"O que há de tão engraçado? Oui ", disse o assistente Isabella
imperiosamente. "Vou levá-lo, por favor. Vous aceitar este cartão,
sim? Merci beaucoup assim muito.
"Seu francês é diabólico", Cassie contou como Isabella virou seu
cartão de crédito para a mesa. "Melhor que a minha, apesar de tudo."
"Não é verdade. E o meu serve os meus propósitos de qualquer
maneira! Venha, shopping me faz terrivelmente faminto. Estou
comprando o almoço e não se atreva a discutir. Que
que você queria me perguntar? "
Relutantes em falar na frente do altivo alta sacerdotisas da boutique,
Cassie esperou até que eles estavam fora da porta, e dentro de um
restaurante no
Avenue Montaigne. Ela se esgueirou para o banco que foi mostrado,
inábil novamente. Este lugar era mesmo posher que uma sala de
jantar da Academia. Trendier também.
"Vamos ter o pot au poule. É maravilhoso. "Isabella deu ao garçom um
sorriso deslumbrante e devolveu o menu maciça com tanto
entusiasmo que voou como um
frisbee. "Venha, Cassie. Fora com ele. Você tem um gato em um
banho de estanho quente durante toda a manhã.
"Em um telhado de zinco quente", disse Cassie. "Você quase
decapitado um garçom."
"Não mude de assunto." Isabella sacudiu um dedo.
"Isabella". Hesitou. "Por que alguém vá aos poucos a sala comum, no
meio da noite?"
Abrindo sua sacola de compras elegante, Isabella olhou para ele com
um sorriso de satisfação. "Eu não sei. Esqueceu seus livros?
Encontrando um namorado? "
«Cassie Não. aproveitado as unhas sobre a mesa. "Era uma espécie
de encontro. Às duas horas da manhã. "
"Realmente?" Isabella mexeu com ela novas aquisições, distraídos.
"Eles têm Congressos, às vezes estranhas, às vezes. Não se
preocupe.
"Não pode ter sido um Congresso. Sir Alric não sabia sobre isso. Ele
virou-se e ele ficou furioso. Ah, e mesmo assim, Alice estava lá? "
Isabella, de repente todos os ouvidos. "Alice?"
"Você sabe, Keiko's '
"Sim, sim, claro. Mas Alice? "Isabella parecia zangado. "Por que ela?
'Só o que eu gostaria de saber. "
"É óbvio, não é? Eles querem matricular-la. Faça o seu membro ",
disse Isabella em uma voz marcada pela amargura. "Oh sim, Alice irá
atender a vaga muito
muito bem. "
Cassie parou de tocar bateria e apertou os dedos juntos. "Eu não
penso assim. Eles não estavam entrevistando-a para poucos. Eu
pegaria uma aposta nele. "
"É tudo a mesma coisa para mim, você sabe. Eu não estou
preocupado. Não há necessidade de tentar me fazer sentir melhor. "
"Não. Não, eu juro que não sou. Estou certo de que não foi por isso
que ela estava lá. Foi a maneira que eles '
"Sh!" Endireita na cadeira, Isabella bateu a mão dela com urgência.
'Stop. Não diga mais nada. "
Após o empurrão não muito sutil de cabeça de Isabella, Cassie se viu
preso por um olhar azul gelado.
Três mesas de distância sab Katerina Svensson e três meninas mais
velhas, formadores de sexta. Katerina não sorrir, e nem Cassie.
"Será que é só pegar mais frio aqui dentro?" Ela riu e cutucou Isabel,
mas o riso morreu em seus lábios como a porta do restaurante aberto
novamente. "Oh inferno. É
ele. Não! Isabella, não olhe! "
Tarde demais. todo o rosto de Isabella brilharam como ela acenou.
"Jake. Hey, Jake! "
"Você pode atuar um pouco mais frio mesmo?" Murmurou Cassie.
"Hard to get, esse tipo de coisa?"
"Mas eu não sou", disse Isabella maliciosamente. "Não é onde está
em causa. Hey, Jake! "
Mas Jake Johnson, pensou Cassie, não teve nenhuma chance de
chegar à sua mesa. Pobre Isabella. Katerina virou, colocando a mão
no braço de Jake delicado como
passou, sorrindo sedutoramente.
"Jake, querido."
Cassie poderia ler os lábios Katerina, embora ela não podia ouvi-la
sobre o murmúrio das vozes do almoço. A menina sueca lançou um
sorriso manhoso como a Isabella
Jake parou besotted. Inclinando-se, ele beijou a bochecha dela e disse
algo oferecido. Katerina riu e apertou os dedos, e Cassie
esperou com o coração apertado por Jake sentar-se e envolver um
braço em volta dela.
Ele não. Cassie franziu a testa, surpreso. Sorrindo, Jake se endireitou,
e lançou mão da menina sueca. Katerina sorriso evaporou como Jake
virou
distância, para Cassie e Isabella. Cassie tinha que colocar a mão
sobre sua boca para esconder seu sorriso de prazer. Essa expressão
no rosto de Katerina's? Ela
queria lançá-lo em mármore para a posteridade, e colá-la em um
busto no hall de entrada.
"Isabella, Hi. Oi, Cassie. Jake puxou uma cadeira e sentou-se.
"Isabella, você não tem shopping de novo? Será que Papai hipoteca
da fazenda?
Isabella perfurou seu braço. "Você me ferem, Jake. Sempre, você me
ferir. "
'Falando como a chaleira, Miss Pot, acho que a observação bastante
irônica. O que você comprou? '
Bochechas rosadas, com prazer, Isabella ergueu a bolsa e abriu-a
para sua inspeção. Como ele examinou o conteúdo, Cassie olhou para
o lado novamente.
'A sua volta ferido? ", Disse ela secamente. ''Porque ele é cheio de
adagas.
"Huh?" Jake virou-se, mas rapidamente Katerina tinha evitado seu
olhar venenoso. Ele coçou a nuca, corando. 'Oh. Katerina. She's OK.
"Sua hawkish
características derreteu-se num sorriso desamparado. "Pois bem.
Incrível, na verdade. "
"Incredible", murmurou Cassie. "Você tem esse direito. Gostaria de
saber onde seu amigo é Keiko.
"Na prisão", disse Jake, piscando o olho, com satisfação Cassie
ímpios. "Ela foi chamada ao escritório de Sir Alric esta manhã. Tem
um foguete absoluta,
aparentemente.
"Sério?", Disse Cassie, fingindo surpresa. Então o senhor não tinha
muito Alric terminou com a menina pobre na noite passada? Ela não
podia deixar de sorrir, apesar de tudo. "Pobre
Keiko.
"Oh, querida. Sir Alric ficar irritado algumas vezes, mesmo com
poucos. "Isabella conseguiu boa causa. "E é Katerina virada que você
está sentado
com a gente? "
"Nah. Por que ela iria ficar chateado? Eu só queria falar com você ...
caras.
Cassie ouviu a ligeira hesitação, e Jake percebeu estava
completamente focado nela. Ela deu-lhe uma careta. Não só o menino
tem um sinistro
sonambulismo hábito, ele tinha cerca de tato quanto Katerina.
Deliberadamente, ela sorriu para Isabella não, Jake. 'Sim? Sobre o
quê? "
"Na verdade, a Cassie, eu me perguntava se eu poderia ter uma
palavra ...?
Cassie saber se seu pé chegaria longe o suficiente para dar-lhe um
bom pontapé rígido. "Com a gente? Claro que você pode. O que você
quer? "
"Bem, eu ..." Ele mexia, meio voltando-se para Isabella.
Cassie viram a fluência flush até a garganta Isabella e escurecer o
rosto dela. De repente, o argentino levantou-se, o guardanapo de linho
trituradas em seu punho. "Eu sinto muito. Eu
am a ser obtuso. Claro, isso é algo privado. 'Ela se inclinou para beijar
as bochechas Cassie e pegou suas malas de compras. "Você sabe,
eu não sou assim
fome. Vou vê-lo de volta à escola, Cassie. "Gerir um sorriso mais
brilhante, ela se virou e caminhou para fora do restaurante.
Cassie não poderia faltar sorriso satisfeito de Katerina.
"Isso foi muito rude", ela sussurrou, levantando-se bruscamente. "Eu
estou indo com ela. Você tem alguma coisa a me perguntar, você
pode fazer na frente do meu amigo. "
Seus dedos agarraram seu pulso. «Cassie, por favor. Por favor. '
'Get recheadas.
"Sinto muito, OK?" Sua voz era um sussurro desesperado. "Ouça, eu
vou fazê-lo até ela. Eu juro que eu vou pedir desculpas. Por favor,
fique, Cassie. Isso é importante. Realmente
importantes.
Ela fez uma careta para ele. "Você vai fazer isso para ela?
"Yeah. Hum, sim, eu prometo. "
Cassie deu um sorriso duro. Flores '.
"O quê?" Ele piscou.
Flowers '. Essa é a única forma de se desculpar com uma garota.
Você não sabe nada?
«Flores?
inspiração Bitchy atingido. Ele realmente deveria pagar por isso. "Faça
uma orquídea. Um bom orquídea.
"OK, OK, eu prometo. Agora você vai me ouvir? "
"Cinco minutos", ela agarrou. "E me deixar ir."
Ele lançou-lhe o pulso, como se estivesse chocado que ele ainda
estava segurando. "O que você estava até a noite passada, Cassie?
Ela hesitou, surpreendido por sua franqueza e, em seguida sentou-se.
"Não é esse tipo de questão pessoal?
"Vamos, por favor. Não jogar. Isso é sério. "
'Sim? Qual é a gravidade?
Pegando um garfo, virou-lo mais e mais em seus dedos. «Cassie, o
que você estava fazendo no terceiro andar, na noite passada?"
"Sleepwalking. Eu acho que é um hábito comum, certo?
Houve uma pausa embaraçosa.
"Olha, eu ..." Ele tomou uma respiração. "Eu sou apenas '
'Sim? Você é apenas o quê? Qual é o seu jogo, Jake? "Ela não pôde
reprimir um esgar furioso. 'Tem que desesperada para acompanhar a
Rainha da Neve ao redor? "
Deixou cair o garfo volta para a toalha de linho. «Cassie, eu sei que
parece estranho, mas eu juro que não estou fazendo nada de errado.
Por favor, será que você acabou de me dizer
Por que você estava lá? "
"Não até você, a luz do sol."
"Tudo bem." Ele passou as mãos em seu couro cabeludo. "Será que
você acabou de me dizer isso? Eu sei Darke rasgou uma tira fora
Keiko, mas o que ele disse para você? "
"Não muito." Ela deu de ombros, escanear o salão para uma
distração. Onde diabos era o garçom?
Jake não era deixá-lo ir. "Ele, Ele estava ameaçando?"
"Claro que não. Não seja ridículo.
"Que sobre Ranjit?
"O quê? E quanto a ele? "
"Será que ele te ameaçar? Na sala comum, quero dizer. Ele disse
alguma coisa? "
Cassie hesitou. Mas ele não estava lá, Jake ...
Cuidadosamente, ela mordeu o lábio. Não havia nenhum motivo para
mentir para Jake. Mas não havia nenhuma razão para confiar nele,
tampouco. "Não", ela disse, finalmente. 'Ranjit não ameaçam
me quer. Por que ele? "
Jake não respondeu. Ele parecia incomodado.
"Eu preciso ir agora. Eu espero que você gosta de frango, porque você
tem dois rede para passar. "Levantou-se. «E pagar."
Ele olhou como se ele pudesse agarrar seu pulso novamente, mas
conseguiu se conter. «Cassie, você tenha cuidado? Muito cuidado?
"Você certamente é um git paternalista, não é?"
"Talvez". Jake sorriu, apenas. "Mas eu estou falando sério."
t 'Assim sou eu Não te atrevas ferir os sentimentos do meu amigo
outra vez. "
"Por aqui?" Ele deu-lhe um sorriso de lábios finos. "Eu não sou o único
que faz o ferir."
Cassie virou em seu calcanhar, lançando um olhar ameaçador
Katerina passado feroz. Ela podia sentir ódio da menina, e olha Jake,
então ela saiu muito
com cuidado. Agora seria o pior momento no mundo a tropeçar seus
próprios pés.
elegância parisiense, ela contou-se com seriedade. E orgulho. Eu sou
um estudante na Academia, caramba!
Ela não ia deixá-los esquecer.
CAPÍTULO DEZ
Cassie se concentrou sobre o mestre da arte. A classe tinha deixado a
Orangerie e seus tesouros, e agora eles se sentaram a piscar a luz do
sol como Signor Poldino
gesticulou com entusiasmo em torno do Jardin des Tuileries. Ele não
era pintura a óleo, abençoá-lo, mas pelo menos ele era relaxante para
olhar.
"Lembre-se Les Nymphéas", exclamou o professor pouco, saltando
sobre os calcanhares, com emoção. "O impacto sobre o olho eo
coração! Pense em textura
e da luz, da criação de sua paisagem a partir destes. Ver com os olhos
de Monet! Use cores! Use a emoção! "
"Use uma câmera, talvez? Murmurou uma voz familiar Inglês,
carregando no ar claro de outono. "A tecnologia ter avançado desde
os tempos de Monet.
Keiko colocou seu caderno sobre o rosto, cheirando com alegria.
Signor Poldino avermelhada, Jake Richard lançou um olhar sujo, mas
Cormac franziu a testa e pediu
para fora, "Dê um tempo, Richard.
'Muito', bati Ayeesha. "Não vá em frente, Poldino Signor. Por favor.
Alguns de nós foram muito oprimidos pela nenúfares. Alguns de nós
gostaria de aprender
mais. "
Poldino atirou um olhar agradecido. "Vou deixar vocês todos para
passear nos jardins. Por favor, volte aqui em ... "ele olhou para o
relógio de bolso antigo, ...
duas horas. Estou certo de que alguns de vocês irão produzir esboços
delicioso. "Sorriu Ayeesha Cormac e, em seguida, a Cassie.
"Deus", murmurou para Richard Perry como ele se levantou e se
espreguiçou. "Ayeesha está se transformando em um pedante
insuportável. E o velho Oirish-Eyes é quase tão mau. "
Perry sniggered. "Eu acho que ele gosta dela."
'Perry! Chamada Keiko imperiosamente.
"Vá em frente, você foi convocado. Não tentar obter algum trabalho
feito, também, Peregrine. Eu não quero o mau desempenho do meu
companheiro de quarto refletindo sobre mim. "
Com outra risada bajuladores, Perry foi. Richard estava próximo ao
ombro Cassie, e ela sentiu a pulsação acelerar quando ele se inclinou
para baixo.
"Venha ver meu sketchings?", Disse sedutoramente.
"Ha ha", disse ela, não girando. Se ele soubesse o quão próximo ele
estava a uma boa batida ... Mas qual das suas duas faces que ela ir?
Não, melhor para manter
fingindo que estava tudo bem. Cassie não estava prestes a ter uma
linha com ele na frente de todos. Ele lhe causou constrangimento
suficiente.
"Desculpe. Não é engraçado. Venha e seja minha musa, então,
Cassie lindo? "
Cassie concentrado difícil na classificação dos tubos semi-esmagado
em sua paintbox. "Richard, se está tudo bem com você, eu gostaria de
ser ... hum ... no meu próprio país?" Tomar uma
Respire fundo, ela conseguiu olhar para cima e forçar um sorriso. "Eu
nunca estive aqui antes. É bastante surpreendente. Preciso pensar
sobre isso. Se você não se importa. "
'Oh. Claro que não. "
Sua decepção parecia intrigado genuíno. Mas, novamente, assim que
teve todos os seus elogios, e agora Cassie sabia o quanto eles valiam.
Para alguns
segundo Richard pairou, como se estivesse esperando que ela
mudasse de idéia, então ele se afastou.
Ela respirou um suspiro aliviado, e se virou. Damn. Ela não tinha
pensado Ranjit ainda estaria lá. Ele olhou em sua direção e seus olhos
se encontraram
para uma fração de segundo, antes do sisudo indiano se afastou.
Irritado, Cassie levantou-se e caminhou rapidamente em direção
oposta. Havia duas horas para matar: ela certamente poderia
encontrar algo para pintar,
desde Poldino obviamente esperar um bom trabalho de seu novo. Os
jardins não eram grande, mas ela teve de evitar Ranjit. E Richard. E
Jake, que estava em
um humor grosseiro. E de preferência, Keiko também ... senhor, sua
margem de manobra era limitada.
Quando ela estava certa de que ela foi longe o suficiente de todos os
outros, Cassie sentou-se num muro baixo e começou a desenhar
figuras desconexas em seu
sketchbook. Foi mais divertido e muito mais envolvente do que ela
esperava, mas apenas como sua fascinação com os turistas estava se
esgotando, e as multidões
foram diminuindo, ela viu uma menina em uma capa de chuva amarela
segurando um balão azul-brilhante. Isso foi melhor.
A criança percebeu a atenção, fez uma careta. Cassie fez uma volta.
A língua pequenas saiu, e assim o fez de Cassie. Apressadamente
esboçar o balão
agarrou num punho, Cassie se viu em uma competição cara puxar.
Eles estavam rindo tanto pelo tempo que um pai aproveitou a mão da
criança e varreu-la fora
para a galeria.
Drat. Ela não tem o direito de colar: parecia um colar elizabetano.
Frustrada, ela olhou para o fosso onde a menina tinha sido, e deixe
seus olhos
vaguear pela primeira vez em mais de uma hora. Eles doíam de se
concentrar, então ela esfregava-los. Como sua visão clareou, ela fez a
duas figuras familiares,
pouco mais de vinte metros de distância.
Ranjit e Jake.
Ranjit estava sentado em um banco, mas ele tinha meia subiu para
confrontar Jake, que estava de pé sobre ele. Jake era a postura
agressiva, sua expressão
estava presa com raiva, e ele estava dando uma bronca Ranjit. Ranjit
parecia atordoado, como se tivesse sido apanhado desprevenido, e
como Jake ergueu a voz, assim o fez
ele.
"Jake, você me escute, por amor de Deus '
Cassie se levantou, deu alguns passos em direção a eles. Ambas as
cabeças de seus bati rodada simultaneamente. Sem dizer uma
palavra, Jake virou-se e invadiram fora, o seu
esmaga os pés no caminho de cascalho. Ranjit sentou-se
pesadamente.
Cassie hesitou, mas algo na expressão Ranjit foi tão infeliz que ela
não se conteve. Ela passeou até ele, tentando parecer casual.
"O que foi isso? diferenças artísticas?
Com um gemido baixo, ele colocou o rosto nas mãos. Cassie
esperavam, para estudá-lo feliz. Suas mangas estavam enroladas,
revelando os braços de ouro. Suas mãos estavam
muito bonito e forte, mas agora eles eram brancos-knuckled e tenso.
"Não quero falar sobre isso, hein?"
"Isso é certo." Ele tirou as mãos longe do rosto e olhou depois Jake.
"Assim como você, Cassandra.
Ela encolheu os ombros, permitindo-se um sorriso, já que ele não iria
vê-lo. Seu caderno estava semi-aberta ao lado dele, então ela tomou
outro peek sly em seu rosto.
Ele ainda não estava olhando. Inclinar-se para baixo, ela virou a
tampa traseira.
Se ela não tivesse ofegante, ela poderia ter tido mais tempo para
analisar a imagem. Como era, ele chicoteou rodada tão rápido como
uma cobra e arrancou-o fora, seu escuro
cheekbones liberado. "Não está acabado!"
Ela mastigado no canto da boca, não é bem capaz de olhar para ele.
"Posso vê-la quando é?"
'Se eu acabar ", disse secamente que chegou a seus pés. "É melhor
voltar."
Ele não disse uma palavra para ela, embora ela caminhava ao seu
lado todo o caminho para a Orangerie. Eles foram os últimos a chegar
e Cassie sentiu várias
pares de olhos sobre como eles chegaram. brilho Keiko foi feroz: sem
dúvida, não seria por muito tempo antes Katerina ouvido como Cassie
e Ranjit tinha
emergiram os arbustos junto. Richard sorriso era um pouco menos
seguro do que o habitual; Jake não olhar para alguém ou alguma
coisa.
Pelo menos Signor Poldino ficou encantado ao vê-los. Ele bateu
palmas gordinho. "Maravilhoso. Agora temos de voltar à escola, mas
Cassie, Ranjit! Eu sou
ansioso para ver seu trabalho acabado. "
Espero Ranjit não terminar o seu, Cassie pensou melancolicamente. E
ela realmente esperava que ele iria deixá-la ver. Ele tinha estabelecido
duas figuras simples que estavam assistindo a um
outro com prazer e diversão aberto: uma menina pequena em uma
capa de chuva amarela segurando um balão, e um adolescente de rir
com as pernas cruzadas sobre um muro baixo,
esboçar-la. A menina mais velha parecia tão despreocupado, teria
sido mais fácil não reconhecer a si mesma.
Ela fez, porém.
*
"Ooh, mulher bonita", cantou uma voz americana.
Cassie bati a cabeça para cima, esperando ver características
familiares de Jake.
Mas era Richard. Ele deixou seus livros na mesa de Jake, puxou a
cadeira e caiu para baixo, ligando as mãos atrás da cabeça, em uma
imitação feira
da atitude arrogante do norte-americano.
Cassie examinado ele. "Você é bom nisso."
'O quê?
"Imitando. Você soou como ele. "
"Ora, muito obrigado." Golpeou seus cílios longos para ela.
"Muito bom ator todo, realmente."
"Hm?" Seu corpo ficou tenso, muito pouco.
É colocá-la na mente de uma serpente, de alguma forma. Gosto da
maneira como uma cobra todo o comprimento, apertada como uma
mola, pouco antes inutilizadas. Tenha cuidado, Jake tinha dito
no restaurante. Caindo com Richard poderia ser muito, muito estúpido,
por mais de uma razão.
Não que ela estava tomando conselho de Jake. Mas ela não iria
descobrir os segredos da Academia por ter um couro com quem
cortou-lhe a palavra. Assim não se
louco, ela disse a si mesma: começar mesmo.
Além disso, Richard não era o único ator decente por aqui. Cassie
deu-lhe um sorriso que colocou o sorriso grande, fácil de volta em seu
rosto. "Onde está o Jake?
"Ele não está vindo às aulas hoje." Richard ergueu os ombros
ligeiramente. "Ele não está muito bem, eu ouvi. Sofre de insônia, você
sabe. Talvez ele tivesse um
particularmente má noite.
'Vergonha', disse Cassie levemente. 'So. Você está evitando me ou
algo assim? "
"Darling!" Sentou-se um pouco mais reto. "Eu pensei que você
estivesse me evitando!
"Claro que não. Estive ocupado, isso é tudo. "
"E um pouco de insônia mesmo. Eu quase caí da cadeira quando eu vi
você na porta da sala comum a outra noite. "Era toda a preocupação,
inclinando-se para a frente.
"Escute, se você quiser ver o lugar que muito, eu posso tentar arranjar
alguma coisa."
Ela lhe deu um sorriso tímido. "Realmente, eu realmente gostaria que
isso. Fiquei um pouco perdido, isso é tudo. Eu gosto de andar pela
cidade à noite, quando eu não consigo dormir. Eu sempre fiz. Melhor
que apenas deitado lá, olhando para o teto.
"Pensando em Inglaterra,« demorou Richard. "Eu gosto da imagem
que evoca.
Cassie riu. "Eu vou dizer outra vez. Você é o limite, você. "
Da frente da sala de aula houve uma tosse. 'Victor Hugo, Senhoras e
Senhores Deputados. Peço-lhe que vire a página de quatorze anos ...
"
Madame Lefèvre não era exatamente o mais difícil disciplinar na
escola, e ela era míope no negócio. Cassie podia sentir Richard
remexendo e sacudindo frente através das páginas. No passado, ele
inclinou-se.
"Você está interessado na Poucos, não é?", Ele sussurrou.
Cassie bateu seu livro aberto com um dedo indicador, fingindo
desaprovação. Ele sentou-se para trás e suspirou. Em menos de um
minuto, porém, ele estava inclinado para
ela novamente. "Olha, eu posso te dizer o que acontece. Eu vi o filme.
"
"Não é um filme?" Ela sussurrou. 'Sobre o Poucos?
Ele sorriu. "Tease. Eu quero dizer o corcunda. Ele morre, OK? Eu
estou entediada. Então, como você está interessado?
"Supere-se. E shush.
Ele um riso abafado. "Nos poucos, quero dizer. Como interessado?
Gostaria de ser um membro?
Cassie piscou os olhos, sem fala. Isso ela não esperava. sol baixo
transmitido através das janelas altas, o que torna difícil ver o rosto de
Richard, mas
havia algo ansioso em sua voz.
"Você está falando sério?"
»BELL Mademoiselle!
'Sorry'.
Cassie tentou tirar na página em frente a ela, mas a concentração foi
quebrada. Para ser um membro da Poucos! Que melhor maneira de
descobrir o que estava
acontecendo aqui? Sorrateiramente, ela voltou-se para Richard. Ela o
pegou de surpresa, e seu olhar era diferente, a intenção mais.
Constrangido, ele falsificou
um sorriso e voltou para seu livro.
Aha! Ele gostava dela, afinal, ela percebeu com diversão. Ela não ia
ser tomadas por ele novamente, mas ele realmente gostava dela. Ele
vem atuando
a cadela com Katerina naquele dia, assim como ele agiu com o
camponês apaixonado Cassie. Mas ele não sabia Cassie ouvira dele.
Que lhe deu a
vantagem. Era óbvio que ele não quis ofender Katerina - mas ele não
queria ficar com Cassie quer. Oh, isto poderia ficar interessante. Ela
sufocou um sorriso.
O que um monte de máscaras que ele usava. Talvez até mesmo
Richard não sabia mais qual era o real. Ainda assim, não havia nada
de sinistro um pouco de
playacting. Ele estava olhando para si mesmo, e Cassie teve de
admitir que a atraía. Ela sabia como fazer o relógio para fora para si
também. Ela poderia
compreender o instinto.
Tenha cuidado, Cassie. Ouvindo a voz de Jake de novo em sua
cabeça, ela franziu a testa. O que aconteceu com Jake, afinal? Too
noite rondando muito, como Richard
insinuara?
Ele não foi o único jogando um chupador, tampouco. Alice não estava
em sua mesa.
"Você seria ótimo para alguns," Richard murmurou. "Alguns deles
realmente gosta de você. Eles acham que você tem ... espírito ".
"Oh, yeah? Cassie lembrou-se da mesa vazia três fileiras na frente. "O
que aconteceu com Alice?"
'Oh, Alice. "Havia um sorriso em sua voz baixa. "Ainda se sobre ela
ressaca, eu acho."
"De três noites atrás? Cassie ergueu as sobrancelhas.
"Pois bem. Essa menina pode bater-los de volta, deixe-me dizer-lhe. E
é claro que ela era um pouco mais animado, sobre ter sido convidado
para a sala comum. Você nunca será
que bobagem, não é? "
Cassie franziu a testa. Over-animado? Não era isso que ela chamá-lo.
Isso não era como Alice tinha olhado, empoleirado na cadeira com o
copo de prata segurava em sua
mãos pele pálida, olhos baços, o corpo mole.
"Não", ela murmurou, finalmente, gerir uma risada seca. "Eu não sou
tão facilmente impressionados, luz do sol."
"Eu sei." Ele piscou para mim. "É por isso que você seria o ideal. E
alguém já recomendado que você ".
Cassie olhou. "Quem? Sir Alric?
"Deus, não. 'Richard olhou alarmado. "Não diga a ele que nós tivemos
essa conversa, não é? Eu não sou suposto - UM - falar fora de hora.
Mantê-lo secreto, por
agora, ok? "
"Eu estou pouco provável que ter um papo agradável com ele." Tom
Cassie virou geladas. Por que o senhor Alric objeto a ela?
Obviamente, Richard ainda era um
falhando snob, se ele não poderia ter até gosto dela. Mais uma vez ela
não tinha certeza se ela gostava e confiava Richard, ou não poderia
suportá-lo. "Então, quem, então? Quem
Recomenda-me? "
"Alguém muito importante. Isso é tudo que você '
"Monsieur Halton-Jones! Talvez você gostaria de dar-nos os seus
insights sobre a estrutura dos capítulos de abertura?
'Madame Lefèvre, é claro!' Richard jogou o professor um sorriso
deslumbrante e limpou a garganta, lançando abrir o seu notebook.
Ela provavelmente imaginou, pensou Cassie: o alívio nervoso no rosto
de Madame. Um pouco de vermelho, como se ela fugiu com o rosto
hediondo por ousar
ralhar com um membro de poucos. Um pulso pulsa rápido em seu
templo.
Richard estendeu suas longas pernas e cruzou-as nos tornozelos.
"Pobre Quasimodo", começou ele. "A tragédia é prenunciado desde o
início…”
CAPÍTULO ONZE
Havia muita coisa na mente de Cassie. Seus pensamentos e
suspeitas eram caóticas, e ela não sabia mais sobre o Victor Hugo
que tinha uma hora atrás.
Nesse ritmo, ela seria expulsa por incompetência antes que ela
descobriu uma coisa. Estudantes empurrou ela no corredor, correndo
para a próxima aula, mas
Cassie descobriu que ela tinha que andar devagar, pensando
furiosamente, examinando suas opções.
Richard não teria mencionado a possibilidade de ela se tornar uma
das poucas, se ele não queria dizer isso a sério, ela tinha certeza
disso. Pensando em
Isabella, sua consciência twanged dolorosamente. Se Cassie foi
convidado a participar da Poucos, seria seu companheiro de quarto
ser terrivelmente ferido? Se ela confiar em Isabella, ou
deixá-la na ignorância feliz, segura? E como era arriscado a deixar-se
ser recrutado? Distraído, Cassie mal sabia onde ela estava, e muito
menos que
aula, ela estava indo para.
Razão pela qual ela quase saltou de sua pele quando a porta abriu-se
a seu lado.
Ela chegou a um impasse morto, batendo coração.
«Cassie! Eu esperava pegar você. "
A voz melíflua foi instantaneamente reconhecido, assim como a altura
ea presença. Ainda bem, pois ela estava tão perto que ela foi aberta
somente em seu
botões de blazer e gravata de seda chique.
"Olá, Sir Alric." Ela piscou para o rosto starkly bonito.
'Lost de novo? ", Ele perguntou maliciosamente.
Ela balançou a cabeça. Além dele, ela vislumbrou seu escritório.
cortinas verde-escuro foram swagged volta com cordas de ouro. A
grande mesa de mogno pegou
mais de uma parede, além de um extenso tapete grosso. No meio da
sala havia uma pequena mesa, xícaras de porcelana de Sèvres e um
bule de prata empoleirado
superior, duas poltronas amarelo-pálido huddled fechar em torno dele
como velhos amigos. Em um deles havia uma figura reconhecível que
riu levemente e bateu fraco
mãos.
"Cassandra, minha querida." Estelle Azzedine não tentar ficar em pé.
"Que lindo! Você está gostando da Academia?
'Ótimo. Fine. Quer dizer, eu adoro isso. "Cassie sorriu
desajeitadamente para trás. "Olá Azzedine, Madame.
"Estelle". Sacudindo um dedo, Madame Azzedine deu-lhe uma careta
brincalhona.
Sir Alric olhava de um para o outro. "Você viu?"
"No primeiro dia de Cassandra. Ela teve a gentileza de me ajudar a
subir os degraus.
Ele deu a velha um sorriso divertido. "Ela, na verdade? E por falar em
seu primeiro dia, Cassie, quando finalmente se reuniram esta semana
lembrei-me de
quanto tempo você esteve na Academia, antes que eu me apresentei.
Permita-me para compensar minha falta de educação. Não se juntar a
nós para o chá. "
Nervosa, ela verificou o relógio. "Mas eu tenho '
"Uma classe com o Sr. Chelnikov? Não se preocupe com isso. Marat!
Cassie quase pulou para o lado. O porteiro squat apareceu
silenciosamente às suas costas. Ele usava uma expressão funesta no
seu rosto de pedra.
"Marat. Por favor, informe Gospodin Chelnikov que Miss Bell é
dispensado sua aula de hoje. Gostaria de falar com ela. Peça
desculpas a ele em meu nome. "
Marat assentiu com a cabeça uma vez, em silêncio, e se virou.
"Venha, Cassie. Sir Alric fechou a pesada porta e puxou outra cadeira
em frente Madame Azzedine, que piscou para Cassie.
"O que um deleite adorável para mim. empresa jovem. Você está
fazendo o máximo de oportunidades da escola como eu recomendei,
Cassandra?
"Sim". Quero dizer ... "Com uma pontada de culpa, Cassie lembrado
na última hora desperdiçada. "Eu estou tentando." Ela encolheu os
ombros tristemente.
"E muito bem suceder. Cassie é extremamente capaz em uma ampla
gama de assuntos. "Sir Alric deu-lhe um olhar de aprovação. "Eu acho
que posso seguramente dizer que ela é
um dos mais merecedores bolsistas que já tivemos. "
"Que maravilha!" Madame Azzedine estava sentado um pouco mais
reto. "Inteligente, então?
"Sim, certamente", disse Sir Alric, derramando chá em uma xícara de
cada vez delicado para Cassie.
"E muito bonita, também! O que parece surpreendente que você, meu
caro. Eu nunca vi os olhos de uma cor incomum. Você não acha isso,
Sir Alric?
"Eu não tinha pensado nisso." Sorriu para Cassie, quase complicitly.
"Ouso dizer que você está certo. Cassie, o que eu realmente queria
falar era da noite.
Preocupa-me que você não dormir bem. E eu espero que você viu ...
não incomodá-lo. Eu quis dizer o que eu disse sobre a vinda para mim
com todos os problemas. "
"Oh, não se preocupe", disse ela, alegremente, satisfeito que tinha
terminado com o tema da sua aparência. "Eu nunca dormi bem. E
havia muito mais problemas na
Cranlake Crescente.
"Ah. Claro que sim. Espero que a vida nem sempre correm bem lá.
"Olhou-a gentilmente.
Assim como ela decidiu que realmente gostava dele, Madame
Azzedine butted novamente. "Diga-me sobre isso, Cassandra. Você
teve uma vida difícil, sim? "
Surpreso, Cassie parou por um gole de chá. Tinha um sabor
perfumado que ela não gostou muito, mas deu-lhe um momento para
pensar. "Eu suponho que sim .... Eu
não sei. Eu tive algumas famílias de acolhimento. Não são muitas,
embora. "Ela sorriu de repente. "Bit perturbador, eu suponho. Difícil de
lidar. Eu sempre acabava voltando à
Cranlake Crescente.
Ninguém quer que você, pouco desperdício de espaço. Ninguém!
"Hard to Handle! Interrompendo voz Jilly em sua cabeça, Madame
Azzedine deu uma risada gutural. "Isso simplesmente significa que
você tem espírito, minha querida. E para fazer
tão bem em seus estudos, apesar de todas as dificuldades - bem,
como maravilhoso. Temos sorte de ter Cassandra aqui. Não estamos
Alric, senhor? "
"Certamente." Ele mudou de posição entre Cassie e Azzedine
Madame, um pouco de bloqueio intenção da velha olhar. Cassie corou
furiosamente,
desconfortáveis com a torrente de elogios. Ainda assim, ela apreciada
Madame Azzedine sendo tão bom para ela. Sir Alric não tem que olhar
tão
desaprovação.
Ela largou o copo rapidamente. "É melhor eu ir."
Sir Alric checou seu relógio de pulso. "Sim". Talvez você tenha melhor.
"
Ambos estavam olhando para ela, apenas um deles, sorrindo, como a
porta se abriu suavemente fechado mais uma vez.
«Cassie! Cassie, olha para isto! "
humor miserável Isabella dos últimos quarenta e oito horas tinha
evaporado. Caramba, pensei que Cassie como ela hesitou na porta do
seu quarto.
»Veja o que ele me deu!"
Flaming Nora. Ela não tinha idéia de que as orquídeas se tornou tão
grande. Foi geneticamente modificado ou o quê? Branco puro e muito
bonito, Jake tem de ter um custo
muito mais do que ele poderia pagar. Isso pode ter sido uma das
idéias mais inteligente de Cassie, afinal, ela não queria ficar Isabella
suas esperanças. Pelo menos, Jake
tinha sido fiel à sua palavra, no entanto.
"Você sabe, há algo sobre orquídeas que eu não gosto." Cassie
franziu o nariz. "Os negros no pátio ao lado da estátua? Eles são
sinistras.
"Oh, esses são favoritos Sir Alric de. A flor da assinatura da Academia,
mas ninguém nunca viu ou ouviu falar deles. Eu pedi. Mesmo Mama
não conheço, e ela é algo de um perito. "
"Realmente?" Cassie repente senti desconfortável.
"Ah, mas esta orquídea!" Isabella riu, e não no posto, pelo menos, e
passou os dedos através de uma pétala intocada. "Pure, mas sexy. E
tão romântico! "
Cassie tinha que sorrir. "OK". É lindo.
"Assim como Jake hm,? Isabella deu um beijo delicado sobre a flor. "E
há algo para você também, Cassie.
"De Jake?" Perguntou Cassie, surpreso.
Isabella deu de ombros, ainda sorrindo idiotamente em sua orquídea.
"Eu não sei. Eu não penso assim, não é a sua caligrafia. Aqui '.
Ela jogou um envelope na Cassie, que tirou ela do ar. Ela reconheceu
que o papel, rico em pergaminho-like. papel da Academia. Oh, inferno,
tinha Sir
Alric encontrado maneiras seu tempo de chá faltando? Foi esta carta
beijo-off?
Com um tremendo dedo ela cortar o retalho e tirou um cartão em alto
relevo. Cassie tinha que lê-lo três vezes antes que ela pudesse trazer-
se a
atender Isabella curioso olhar.
"Isabella". Ela mordeu o lábio.
"O quê? O que é isso?
"Espero que vocês realmente não se preocupam com isso. Eu não
quero estragar a sua noite. Deglutição, Cassie virou o cartão para seu
amigo, e assisti
sorriso de Isabella morrer como ela leu:
A Academia Darke
A partir do Office of the Few
Seu nome foi apresentado ao Congresso como um potencial
candidato à adesão de poucos.
Por favor comparecer na Sala Comum dos Poucos
em 12 de novembro, às 19:00.
Pontualidade é esperado.
CAPÍTULO DOZE
Deputados ". Pronto?
Ambos os meninos acenou, cumprimentou Señor Alvarez e outro, e
deslizou suas máscaras de esgrima em seus rostos.
"En garde, então. Pronto? Fence.
Como Richard lunged duro Ranjit, Ranjit e deu um passo para trás,
defendido e replicou, Cassie mexeu inquieto com o seu fio de corpo.
Ela já fez um
orelha de porco de ficar em seu kit, e ela nunca iria olhar tão elegante
como Ranjit ou Richard. Ou nenhum deles, para essa matéria.
Isabella, na esgrima brancos
e com um rabo de cavalo brilhante caindo pelas costas, parecia uma
deusa marcial. Ela descansou a ponta dos dedos casualmente em seu
épée, máscara escondida sob um
braço, como ela conversou com Perry, com quem ela tinha apenas
debulhado abrangente.
Culpa nagged em Cassie. Isabella estava tentando agir de forma
normal, mas ela nem poderia fazer, a atitude de cuidados menos a
notícia de Cassie não anel verdade. Quando ela se sentou
estabelece, finalmente, empurrando para trás fios de cabelo úmido
mogno, Cassie sorriu para ela. Talvez ela estava fazendo muito
sorridente se recentemente, e que talvez
não era muito normal também.
Cassie respirou. "Isabella". Fez uma pausa. "Você mente sobre mim
começar uma entrevista?
A entrevista foi amanhã. O pensamento de que já tinha sido mantê-la
acordada e, agora, uma emoção pequena ondulado para baixo suas
vértebras.
Por uma vez, Isabella não protestar ou shrug fora a questão com uma
risada. Sério, ela estudou o rosto de Cassie.
"Na verdade, eu não me importo. Você merece, você 'Isabella fez uma
pausa. "Talvez eu estou apenas decepcionado. Que mais uma vez
eles não me pediram. Mas estou feliz por você.
Sim? "Seu sorriso parecia tenso.
"Deve ter sido você. Sinto muito. Eu sou novo, e você tem mais direito
a ela, e '
"Não, não é isso. É apenas ... 'vermelhidão, Isabella pinçada a boca
fechada.
'O quê? Cassie franziu a testa.
'Nada'.
"Não é nada. Diga-me. "Tom Cassie tinha uma vantagem perigosa.
"Dê Isabella."
"Olha, não é o que eu penso. As pessoas são tomadas de surpresa,
isso é tudo. Porque ... "
Cassie esperavam.
palavras sua colega de quarto saiu com pressa. 'A bolsista nunca foi
feita antes. Isso é tudo. "
"Eu vejo". Cassie puxou fora de sua luva de esgrima e torceu.
Isabella puxou seu cabelo livre de seu rabo de cavalo. «Cassie, eu
não acho que é - mal, nem nada. Ele só vai mostrar como você é
especial, né? É justo que
alguns estão na escola ... »
'Surpreso', disse Cassie, "Yeah. E eu estou supondo que não está em
um bom caminho. "
Isabella abriu a boca para responder, mas um sinal eletrônico de bip e
outro hit Cassie voltou sua atenção de volta para a pista. Ranjit,
unflustered,
tinha marcado fora de Richard. Novamente.
Média e magnífico, faces obscurecidas por malha preta, jaquetas e
calças apertadas sobre os músculos ... Foi o suficiente para fazer uma
menina light-headed. Você
nunca poderia um erro para o outro, embora, mesmo quando os seus
rostos estavam cobertos. Ambos foram rápidos e ágil, e ambos
fizeram suas greves como
serpentes astúcia, mas um deles estava insana elegante, cada
movimento econômico, graciosa e woundingly eficaz.
Boy, não Ranjit boa aparência com uma arma.
«Cassie!
Ela piscou, atordoada, e Isabella cutucou seu disco rígido. 'Eyes
frente,' seu companheiro de quarto sussurrou maliciosamente, seu
bom humor todos restaurados. "Você está".
O ataque foi mais; Richard e Ranjit tinha puxou fora suas máscaras e
estavam apertando as mãos. Quinze-nove, ela observou, olhando
para o placar. Para Ranjit, de
é claro.
Ela tentou se decepcionar.
"Cassie", disse Alvarez Señor novamente. "Em pista, por favor. Um de
vocês dois, ficar. "
"Eu vou lhe cerca", oferecido Richard ansiosamente.
'Ranjit Não. "pisou na frente dele. 'Eu'.
Richard parecia prestes a discutir, em seguida, ele deu de ombros e
seu fio desligado do corpo, proporcionando a conexão com Cassie.
"Porra", ela murmurou. "Ele vai me martelo.
"Huh," Richard sussurrou, ofendido. "Você não acha que eu faria?"
"Sim, OK, 'ela sorriu como ele cortado o seu fio para a parte de trás do
casaco, virou por um ombro e fechou fecho em velcro no pescoço.
Richard
estava tão perto que podia sentir seu hálito quente, o cheiro seu suor
fresco, seus dedos estavam quase escovar sua garganta. Ela podia
sentir a desaprovação, também, irradiando
Ranjit do silêncio como uma força física.
Ranjit não sorrir quando ele saudou, em seguida, puxou a máscara
preta no rosto.
"Lembre-se de Cassie," disse Alvarez Señor ao seu lado, "manter o
pulso assim, o seu corpo tão inclinado. Você ainda está dando o seu
adversário muitas chances,
você está vulnerável a golpes. E não recuar o tempo todo! Não tenha
medo de picadeiro. Agora! Pronto?
Nod, saudação, máscara.
"En garde. Pronto? Fence.
Era impossível. Ranjit tem passado cada parry sem nenhum esforço,
bloqueou cada impulso que ela fez. O contador eletrônico soou com
regularidade embaraçoso,
Cassie e quase desmaiou de alívio quando Ranjit cometi um erro e ela
fez sucesso por padrão. Pelo menos ele não estaria limpando o chão
com ela,
zero e quinze.
Cassie estava bem ciente de Katerina, seu ataque sobre o próprio,
observando e sorrindo, e quando Ranjit recuou e tirou a máscara,
então prorrogado
dedos enluvados para um aperto de mão breve, Cassie sentia só
esmagadoramente feliz que tudo estava acabado.
'Quinze um, à minha direita. "Señor Alvarez parecia decepcionado,
mas não remotamente surpreso. 'Isabella. Richard. Na pista, por favor.
"
Como Cassie seu fio desligado do corpo e ofereceu-lhe a ligação, os
dedos de Richard escovado dela. 'Pretty unchivalrous ", ele murmurou.
"Eu teria que deixar
fazer alguns acertos.
"Qual seria o ponto de que?" Perguntou Ranjit desdenhosamente
como ele varreu passado para o banco.
Quando ele se foi, Cassie piscou para Richard. "Ele está certo, claro."
"Apesar de uma dor na bunda Todo-Poderoso."
"Boa sorte." Ela sorriu, como Richard virou-se para saudar Isabella.
Ranjit sentado sozinho no banco, um fosso de dois metros entre ele e
uns dez anos chamado Hamid, que apesar de ser um dos poucos
Ranjit si mesmo, com olhos
algo próximo de nervosismo. Bem, Cassie não estava com medo dele.
Não é fora de pista, de qualquer maneira ...
Cassie caiu para baixo ao lado de Ranjit's, lançando sua máscara
levemente para cima e para baixo.
"Você não me importo de fazer isso? É muito irritante. "
Suspirando, Cassie colocar a máscara em seu colo. Katerina estava
olhando para ela punhais de seu lugar junto ao bebedouro, mas o
toque rápido de confronto entre as lâminas
eo zumbido constante do monitor significava que ela não iria ouvir
nada Cassie disse Ranjit.
"Vou pegar uma batida boa em você um dia, companheiro," disse ele
alegremente.
"Ouso dizer que você vai. Mas não porque eu deixo. "Deu Richard,
que estava se afastando do impulso de Isabella, um olhar de desdém.
E ele teve o descaramento de dizer que ela era irritante? Cassie virou
raiva. "Você não gosta de mim, não é?"
"Não tem nada a ver com isso."
"O que é que ele faça com o então? Financiamento educacional?
"Isso é abaixo de você."
'Funny. Eu pensei que era abaixo de você. "
"Cassandra". Respirou. "Pare de tentar me faz não gostar de você."
Ela encolheu os ombros. "Eu não acho que eu tenho que tentar, não
é?"
"Eu te disse, ele não tem nada a ver com não gostar de você."
"Você não me contou o que tem a ver com, você tem?"
Ele puxou violentamente no fecho de velcro em sua máscara, de
modo que ele fez um barulho alto rasgando. Ele refastened, e fiz isso
de novo. Alvarez Señor,
estando por perto, fez uma careta, então Ranjit parou de tocar com o
velcro e olhou diretamente nos Cassie.
"Eu não gosto de como você me faz sentir. OK?
"Ah." Que o vento levou para fora de suas velas.
"Eu não posso possivelmente estar envolvido com alguém como
você."
Anger acendeu de novo, rápido e feroz. O empurrão. "Oh, do mesmo
modo." Levantou-se.
Ranjit mordeu o lábio. "Eu não queria dizer»
"Sim, eu acho que você fez."
Aproveitando seu pulso, ele puxou, e ela afundou-se rapidamente ao
seu lugar no banco. Ele era incrivelmente forte.
"Eu não queria dizer isso assim, eu juro." Deixá-la ir, ele desenhou
uma mão em seu rosto. "Eu quero dizer, da maneira que você me faz
sentir - e você - bem, não posso aceitar
Cassandra se. "
"Não é possível aceitá-la?"
"Isso é certo." De repente e sem aviso, ele esticou-se e afagou-lhe o
cabelo suavemente. A sensação featherlight fez estremecer.
«Significado?" Afastando-se, ela cruzou os braços.
«Significado o que eu digo." Irritação rastejou de volta em sua voz. "Eu
sempre faço."
Cassie sentiu um clarão: Katerina, incandescent com raiva.
"Parece que a aula terminou, ela disse abruptamente, levantando-se
novamente. "E eu vou entrar em combustão espontânea, se eu não
sair da linha de visão de alguém."
Olhando seu passado, a expressão Ranjit endureceu como avistou o
sueco carrancudo.
O que foi com ele? Ele ralado sobre os seus nervos como unhas
estabelece um quadro-negro, mas ela ainda encontrava-se procurar
sua empresa. Ela nem sequer
mente quinze para um surra, se estava em suas mãos.
Dando-se um tapa mental, ela foi até onde Richard e Isabel estavam
arrumando as armas e os fios do corpo. Richard estava pingando
suor.
"Ela me bateu", disse a Cassie triste.
"Naturalmente", sorriu Isabella.
"Eu nunca vou cercar novamente quando eu estou cansado desta.
Chuck me a toalha, você vai? '
Como Isabella virou-se para pegá-lo, Richard tirou a jaqueta de
esgrima e plastron. Sob ela, ele estava usando apenas um colete sem
mangas, que abraçou o
músculos firmemente. Vain diabo, pensou Cassie, divertido. Ele sabia
muito bem que ele parecia bom danado na derrota.
Como ela ferisse o próprio corpo de arame em forma de laço, a testa
franzida. Havia uma cicatriz feia para o futuro sobre a lâmina de
Richard ombro. Quando ela olhou mais perto,
no entanto, ela podia ver a marca foi um claro padrão de
entrelaçamento de linhas, cerca de dois centímetros de diâmetro. Era
permanente, como uma marca, e ela nunca
visto algo parecido.
Richard sorriu-lhe por cima do ombro, mas como ele pegou seu olho
seu sorriso morreu e ele rapidamente pegou uma camisola e puxou-o.
Isso não foi
ato, Cassie decidiu. Que tinha sido um erro real. E o jeito era Ranjit
glowering em Richard, ele também pensava assim.
'Hey!' Isabella cutucou seu duro novamente e empurrou uma toalha
em suas mãos. "Você pode parar ogling flancos Richard suor por um
segundo? Vamos chuveiro,
você, menina má, má. Antes de você ver algo que não é suposto!
Cassie tentou chamar a atenção de Richard como Isabella puxou para
fora da sala de desporto, mas ele tinha se virou.
"Isabella", ela murmurou baixinho: "Eu acho que já fiz."
CAPÍTULO TREZE
"Richard, querida. Obrigado por trazer o candidato. "
Katerina sentou em uma cadeira dourada, elegantemente tornozelos
cruzados. Ela não tanto como olhar para Cassie, mas todas as outras
pessoas na sala fez. Cassie poderia sentir
o impacto do seu olhar colectivo, como uma força física. Se não fosse
a mão firme Richard na pequena das suas costas, ela poderia ter
ligado seu calcanhar
e à esquerda.
"Você vai ficar bem, ele murmurou, então, em voz alta:" Eu acho que a
maioria de nós conhece Cassie, não é? Exceto talvez vocês. 'Richard
apontou para três de altura,
bela da sexta, que Cassie tinha visto à distância. "Vassily, Portugal,
Sara, este é Cassie Bell. Ela ingressou na Academia este termo.
'Ah, todo mundo conhece Cassie. Katerina se serviu de um copo de
vinho tinto, trocando um sorriso fingido com Keiko. "É como se ela
sempre foi com
nós.''
Venha sentar-se, agora, Cassie. Cormac Doyle apontou para uma
cadeira no centro do seu grupo, dando-lhe uma piscadela e um sorriso
encantador.
»Katerina pode ser intimidante, mas ninguém morde."
Richard balançou a cadeira de forma encorajadora.
"Sim", acrescentou Ayeesha. "Conte-nos sobre você, Cassie. É por
isso que estamos aqui. "Seu sorriso estava radiante.
A incerteza Cassie sentou-se, meia esperando um folguedo almofada.
Nenhum desses truques infantis, no entanto. Eles se sentaram em
semicírculo ao seu redor, algumas lounging,
alguns sentado elegantemente vertical, mas a intenção e todos
atentos. Nenhum Ranjit, ela não podia deixar de notar. Novamente.
"Será Ranjit se juntar a nós?" Perguntou Cormac, como se estivesse
lendo sua mente.
"Não", disse Katerina rapidamente. Ela parecia tensa, mas quase
aliviada. "Mikhail, se você se sentir bem até ela, talvez possamos
começar.
"Eu estou bem", disse uma voz rouca a partir da borda do semicírculo.
"Vá em frente."
Cassie se virou para olhar. O Ano Dez rapaz com o cabelo
desgrenhado loira tinha estrutura óssea quase tão bonito como
Katerina, mas ele era muito proeminente.
Seu rosto estava magro e desenhada, a sua pele pálida e seca como
papel. Uma garrafa de água estava sentado no chão ao lado de sua
cadeira, mas quando ele levantou-a à boca, foi
vazio. Katerina deu um suspiro exasperado enquanto Ayeesha
levantou-se e trouxe outro. Gratidão que ele aproveitou e bebeu um
gole sedento.
"Ainda tenho aquela desagradável bug? Richard perguntou
suavemente. "A má sorte, Mikhail. Agora, eu fui convidada a propor
Cassie. O que posso dizer? Ela é inteligente, ela é
difícil, ela foi criada da maneira mais difícil - ao contrário da maioria de
nós - e ela é muito bonita impressionante.
"Hmph", murmurou Keiko. Katerina apenas levantou os dedos à boca,
não escondendo um sorriso muito superior.
'E', Richard continuou, imperturbável: "Deixe-me enfatizar novamente:
ela chamou a atenção de um membro altamente respeitado de
poucos. Nós todos sabemos
peso muito esta opinião particular carrega, por isso creio que é tudo
que eu preciso dizer. Todas as perguntas? "
"Bem, Richard", disse Mikhail após um breve silêncio. "Ninguém
poderia acusá-lo de ranting sobre a duração. Limpando sua garganta
áspera, ele tomou outra
longo puxar a água.
«Cassie». Ayeesha se inclinou um pouco, e Cassie sorriu de alívio.
Ela, pelo menos, foi amigável. "O que você trouxe para a Academia
Darke?
Ela não hesitou. "Uma bolsa de estudos.
Ayeesha assentiu com a cabeça, mas uma erupção snigger de Keiko.
Com um esforço de vontade Cassie não conseguiu subir para a isca.
"Naturalmente, nós sabíamos disso", disse Ayeesha. Ela parecia
satisfeita com a resposta contundente de Cassie. "Bom para você. 'Ela
levantou um dedo de aviso para os outros.
"Ele se apresenta um pequeno problema. A tecnicidade, realmente. "
"Nem um pouco. Uma bolsa de estudos ", disse Cormac, entende-se
Sir Alric trouxe aqui. Ele verifica nos resultados dos exames e as
transcrições da entrevista. Bem, agora,
poderia haver recomendação mais alto? "Ele examinou o semicírculo,
sorrindo.
"A Few nunca aceitou um bolsista. Keiko, é claro. Seus braços
estavam bem dobradas, os lábios franzidos. "Eu nunca ouvi nada
parecido."
"Agora", murmurou Katerina. "Eu devo admitir que seria muito uma
ruptura com a tradição. Mas há uma primeira vez para tudo, Keiko.
Cassie apertado os lábios, mais para parar de se rir de rotura de volta.
Katerina e Keiko eram ridiculamente pomposo, e alguns
dos outros membros Poucos obviamente também pensava assim.
Índia mimed um bocejo atrás das costas de Katerina. Ayeesha
cutucou Cormac, quase rindo. Richard,
flopping em um sofá, deu-lhe uma piscadela.
Katerina ignorou. "Por que você não poderia nos contar um pouco
sobre sua família?"
"Porque ela não tem um" agarrado Keiko, vermelho com humilhação.
Cool, Cassie. Stay cool. "Meu pai está fora do quadro", disse ela
secamente, "mas como o resto de vocês, eu tinha um.
"E sua mãe empurrou-lo em atenção, provavelmente. Você era um
pouco inconveniente?
"Ela faz disso um hábito", resmungou Keiko.
"Ou talvez", continuou Katerina ', você simplesmente não valeram a
pena o esforço. "
A miséria era tão quente e tão repentino Cassie teve que tirar a
respiração. E ainda machucado. Como Jilly Beaton mais uma vez,
fazendo-a acreditar. Não vale a pena
esforço, vagabunda.
Richard foi vê-la constantemente.
Cassie sorriu largamente e sinceridade. "Minha mãe não podia tratar-
me."
Richard deu um aceno agradecido. "Quem poderia?"
"Muito", disse Cassie secamente. "Sua cara nova não me quer por
perto. Ela queria que ele mais queria de mim, e mesmo assim, eles
têm um substituto
agora. Um menino. Francamente, eu estou feliz com isso. Eu não sou
mais interessado neles do que eles estão em mim. A próxima
pergunta? "
Ela silenciou-los, ela pensou, com satisfação, feroz. Apenas por um
momento, ela fechou as gits presunçoso.
No silêncio, alguém limpou a garganta e disse com voz rouca:
"Podemos considerar lógica da escola?"
Mikhail novamente. Sua atenção foi rebitado em Cassie que ele
atrapalhou a sua garrafa de água mais uma vez. Alguns dos líquidos
escorriam do lado da boca,
e ele tinha que limpar o queixo com as costas de um aperto de mão.
Se qualquer coisa que ele parecia pior do que antes, mas ninguém
parecia muito preocupado. Cassie
franziu a testa.
"Houve um tempo", continuou ele, sua voz quase reduzida a um
sussurro ", quando alunos bolsistas tinham uma função mais útil do
que ... de relações públicas."
simpatia Cassie derretida, sendo substituído por inquietação. Função?
Palavras Keiko na sala voltaram-lhe: Você está aqui para nosso
benefício, e não o contrário
rodada.
"Mikhail." Aquele era um prodígio do xadrez de forma sexto chamado
Yusuf. Ele ficou na sombra, e Cassie não tinha percebido até ele falou.
"Você não tem sido uma das
nós por muito tempo. Você é novo e inexperiente. Não finja que sabe
tanto quanto nós. "
"É parte da história poucos. Eu estive lendo sobre ele. "Mikhail tinha
ligado os dedos juntos, tão firmemente os dedos eram de osso branco.
Seu corpo foi
curvado, enrolado como uma mola, mas ele parecia incapaz de parar
de olhar para Cassie.
OK. O que ela deveria fazer era se levantar e caminhar para fora.
Seria um retiro ela nunca viveria para baixo, mas o que o Parreira. Ela
nem sequer como o comum
quarto, agora ela estava nele. O mobiliário foi tudo tão escuro.
lampshades cadeiras, cortinas, papel de parede de seda: todos os
tecidos foram rubi e púrpura, e em águas profundas
verde. O quarto estava quente com a cor, mas de alguma forma
ameaçadora demais. Foi lindo - em todo o lugar era bonito - mas o ar
estava
opressivo. Ela não queria estar aqui. Nem agora, nem nunca.
Não. Ela não ia sair. Esta era sua chance de descobrir os segredos de
poucos, mas isso não era tudo. Ela era tão bom quanto este lote.
Melhor. Ela
não ia puxar seu topete e correm fora como um rato assustado.
Apertando seu queixo, ela olhou para Keiko, estudando a menina tão
minuciosamente e
desdenhosamente como Keiko estava inspecionando-la.
Essa camisa branca que ela usava, um contraste impressionante para
o seu cabelo azul-negro: era Chanel não foi? Claro que, para todos os
Cassie sabia que poderia ser
George em Asda - exceto que ela reconheceu como um Isabella havia
rejeitado na semana passada. É melhor não mencionar que a Keiko,
então. sorriso rígido Cassie
relaxado em um sorriso, uma verdadeira amplo. Ela se sentiu muito
melhor já.
«Mudança Tradições". Richard estava radiante para ela. Ele parecia
satisfeito e orgulhoso. "Eles evoluem. Tudo evolui. Mesmo nós. "Ele
deu uma risada borbulhante.
"Eu estou tão sedento ', Mikhail gemeu baixinho.
"Olha", disse Cassie, olhando ansiosamente ao redor do restante
Poucas e depois voltar a Mikhail, "Eu sei que não é da minha conta,
mas você está bem?"
'Fine', bati Mikhail, os olhos febris de gravação.
"Oh, por amor de Deus." Katerina estalou os dedos. No fundo da sala,
Hamid rosa com um suspiro cansado e substituiu a garrafa de água
vazia com
uma completa mais uma vez.
Cassie olhou. 'Look. Ele não está bem. "
"Agora, que realmente não é nenhum de seu negócio. Katerina deu-
lhe um sorriso apertado formal. "Não até que você é um de nós."
O ex-Sara sexta inclinou para a frente, sorrindo atentamente. "E eu
acho que você tem uma chance muito boa de tudo, Cassie. Tenho
certeza de que podemos superar ...
acusações. Ela é muito bonita, acho eu. 'Ela abordou essa observação
para a sala em geral, obviamente, não esperando uma resposta. "The
Elders, como que em um
candidato.
O que isso tem a ver com qualquer coisa, você multidão de loucos
raso? Cassie conseguiu morder de volta a questão de mão de Ricardo
tocou
ombro levemente.
'Pretty? Mused Katerina. "Suponho que sim. Ela tem aparência
incomum. A verdadeira beleza, penso eu, requer um toque de
crueldade. Que parece estar faltando. "
'Good', resmungou Cassie sob sua respiração.
Richard atirou-lhe um olhar de advertência.
"Com o direito de orientação ..., acho que ela poderia ser adorável.
'Sara sorriu novamente. Cassie estava começando a antipatia
daqueles sorrisos. "Você não concorda?"
Tirem-me daqui! Esses poucos não eram apenas superficiais, elas
eram sinistras. Talvez fosse hora de ir embora depois de tudo.
Richard bateu palmas. "Alguém tem mais alguma pergunta?"
"O mais importante." Voz de Mikhail era fraco. "O que foi acordado
necessárias.
"Claro". Katerina virou o copo nos dedos, observando o redemoinho
de vinho tinto. "Há apenas uma vaga, e é quente desejada por vários
estudantes.
'Perry Hutton, por exemplo, "agarrou Keiko. Era óbvio que ela queria.
"E Isabella Caruso," lilted Katerina. "Bella, Bella Isabella.
Yusuf voz era um murmúrio hipnótico. "Portanto, nossa pergunta é ..."
"Como você se sente ...", disse Vassili.
'Sobre negando o seu querido amigo ... ", disse Sara.
desejo lábios Katerina curvas em um sorriso brilhante: "... seu coração
é."
Fez-se silêncio enquanto olhava.
Cassie ingerido. Impecável Katerina Svensson, ela notou com
diversão, teve pequenas manchas de vinho tinto, nas dobras de seus
lábios. Ela não tinha medo
deles, mas eles estavam certos. O que ela tinha medo de se
machucar Isabella. Que pergunta inteligente, e pode depender o seu
futuro com os poucos.
Será que ela quer tanto? Mesmo para descobrir o coração escuro da
Academia? Será que ela quer é suficiente para sacrificar a amizade de
Isabella?
"Sedento", raspados Mikhail.
Sua garganta seca como ele engoliu água. Os outros foram de tratá-lo
com pena leve, mas pouca preocupação. Qual foi o seu problema? Ele
não era bonita
bastante quando ele estava doente? Isabella era mais bonito do que
qualquer um deles, ea crueldade não chegou nele. Sua beleza não era
tudo em sua epiderme.
'Bem?' Agarrado Katerina. "Nós estamos esperando. Você se
preocupa ferir seu melhor amigo? Para o osso? "
A resposta veio com ela, de repente, e pareceu óbvias.
'Não.' Cassie encontrou cada olho duro em volta. "Não. Por que eu? "
Vassily persistiu. 'Porque ela é sua melhor amiga, e você está perto
famosa? Apenas uma noção que achei que você poderia querer
considerar ", acrescentou
sarcasticamente.
"Vocês são um bando de moleques mimados.
'Hey', interrompida Cormac, "quem é você estragou chamando?"
Cassie ignorou. "Você não sabe o que significa estar na escola. Eu
não esperaria que você entenda. Você nunca sabe nada, mas
privilégio,
você tem? Você nunca foi infeliz ou desamparado.
Eles tinham todos os rígidos. Mesmo sorriso acolhedor Ayeesha tinha
desaparecido. Mikhail olhou como se ele estava prestes a chegar a
seus pés e vir em sua direção, mas
Katerina tinha levantado a mão de advertência, e agora ele estava
segurando os braços de sua cadeira e ficar onde estava. Os mais
velhos - Sara, Vassily, Yusuf -
tinha um olhar estranho. Diversão? Curiosidade?
Agora, pensou Cassie. Agora era sua chance de dizer a este monte
que pensava deles e sair daqui. O que ela estava fazendo com essas
pessoas? Você é tão
não quero estar aqui, Cassie ...
Não. Internamente ela se deu um chute. Ela sabia muito bem o que
estava fazendo aqui, afinal. Quanto mais ela viu dessa gangue, mais
queria
saber. Conhecimento é poder, Cassie. E um pouco de poder pode ser
algo que ela vai precisar por aqui, se ela não estava indo para ir
abaixo.
Ela tomou um fôlego tremendo. "A Academia Darke é minha chance
de fazer algo de mim. Se eu fosse um membro da Poucos também?
Eu nunca seria
miserável ou pobre ou impotente de novo, eu iria? Estou cansado de
tudo isso. Sick of It ".
"Como doente, exatamente?" Vassily perguntou suavemente.
"Eu não sou tolo o suficiente para pensar que todos gostam de mim",
disse Cassie, mantendo seu nível de voz ", mas você está contatos.
Você é uma espécie de rede, não é? Não é que
Poucos são os que tudo isso? '
Os poucos remanescentes olhou para o outro. Alguns deles sorriu.
Não deve explodi-lo, pensou Cassie. Agora não.
"Então, eu poderia perder um amigo. Então o quê? Eu posso fazer
mais. Claro, eu gosto de Isabella. Mas ela não é ... "Endurecer o
coração dela, ela respirou fundo. "Ela não é
indispensável. "
O silêncio era ainda mais pesado. Richard olhou inexpressiva, Sara
divertido, Ayeesha um pouco decepcionado. Katerina tinha um ar
surpreendentemente satisfeito.
Vassily recostou na cadeira e esticou. "Bem, acho que Cassie tem
lidado com a nossa principal preocupação admirável. Obrigado
Cassie. Todos, é
chegando lá. Todos nós concordamos que temos o suficiente para que
a proposta vá para a frente? "O sexto ex digitalizado na sala de
curiosidade.
chegando lá. Todos nós concordamos que temos o suficiente para que
a proposta vá para a frente? "O sexto ex digitalizado na sala de
curiosidade.
"Absolutamente", disse Ayeesha, verificando seu relógio. 'Eu
concordo, e não vejo necessidade de arrastar isso. Eu disse Freya eu
encontrá-la na biblioteca em um quarto de hora,
e eu não quero decepcioná-la. "
"Muito", murmurou Vassily, em vez bitchily. "Afinal, ela nunca deixa
você para baixo."
Cormac lhe lançou um olhar sujo. "Venha, Ayeesha. Levantou-se.
"Não vamos perder mais tempo. Cassie, que foi uma entrevista muito
interessante. Muito
interessantes. Eu tinha-te como alguém ".
"Eu também". Ayeesha estava sorrindo de novo, mas um pouco mais
de cautela. Então ela pegou a mão de Cormac e saíram.
Muito ao desconforto de Cassie, alguns outros que, também, entre
eles a Índia. Não era um rosto simpático esquerdo. Com exceção de
Richard, é claro.
"Bem," ela disse brilhantemente. "Acho que eu deveria ir também.
Obrigado por me convidar. Foi '
"Fique um pouco mais", murmurou Richard, pressionando as costas
em seu lugar. "Eu pensei que você queria ver a sala comum?
"Eu fiz, mas ..." Ela olhou um pouco desesperadamente na porta,
fechando apenas atrás de uma menina de dez anos ela vagamente
conhecia e gostava.
"Vá em frente, eu vou lhe mostrar o Matisse. É incrível. "
"Talvez uma outra hora."
Tarde demais. A porta se fechou, e intenso silêncio caiu sobre a sala.
Cassie tentou chamar a atenção de Ricardo, mas ele não estava
prestando atenção. Ela mexeu,
perguntei se ela deve apenas levantar e ir embora.
Mas, em seguida, Mikhail estava abruptamente, derrubando sua
garrafa de água, e deu um passo em sua direção. Cassie já não se
sentia inquieto, mas agora ela estava assustada.
"Eu não me sinto bem."
Hamid meia-rosa. »Katerina, detê-lo!"
Katerina bati ", Mikhail!
Ele parou, balançando.
"Volte para seu quarto. Você não está apto para estar aqui. Seu
companheiro deve estar de volta de seus pais até agora. ... Ele pode
cuidar de você. "
'Oh, Katerina, deixá-lo tomar um drinque. "Keiko batida cílios. "A
bebida adequada. E por que não oferecemos um Cassie, enquanto
estamos no assunto?
"Bem", disse Yusuf, observando Mikhail, cujo peito subia e descia
rígido. "Onde está o mal nisso?"
Chocado, Hamid virou. "Yusuf! Você sabe o que ele disse.
"Ooh, Hamid! Scoffed Keiko. "Você pode ter medo de Ranjit, Katerina
mas não é."
"Na verdade eu não sou" agarrado Katerina. "Mas há certos desejos
que temos de respeitar."
"Eu pensei que o que estávamos tentando fazer. Mais é uma pena. "
"As opiniões variam, Keiko. As opiniões variam.
"Alguém ... Oferecemos aos nossos hóspedes ... uma bebida. Por
favor. '
"Mikhail, que está a tornar-se delirante. Que você é novato. Da
próxima vez, esperamos que você planejar um pouco melhor! Hamid,
levá-lo ao seu quarto.
"Mas, Katerina ..." whinged Mikhail.
"Para ser honesto," encolheu Vassily, "eu estou com Keiko e Yusuf.
Não é como se nós não podemos ainda considerá-la mais tarde. É
apenas um drinque. "
Sara riu. "Hamid, Katerina, iluminar-se! Agora, Cassie, fomos inóspito.
Você vai beber com a gente? "Rising, ela virou-se para uma bandeja
sobre a sombria
aparador.
Cassie visto a beleza escultural, sentindo-se terrivelmente inquieta.
Não me parece certo, ou mesmo possível para pular e sair. Isso seria
fugir.
Mas isso não queria uma bebida ...
"Afinal de contas," demorou Keiko, 'Ranjit não está aqui. Ele não pode
cuidar tão terrivelmente grande.
"Eu pensei que você tivesse um aviso final, Keiko? Vassily parecia
entretido por sua rebeldia.
Keiko preened. "Sim, mas o senhor não está aqui Alric seja, é ele?"
'Oh, ter o seu caminho ", bati Katerina. "Faça isso rápido, Mikhail!
Blissfully Mikhail suspirou, toda a tensão a drenagem de seu corpo.
Ele espreitava para Cassie, estender a mão tremendo ansioso.
"O que é isso? '
Todo mundo congelou. A porta se abriu e Ranjit estava ali, rígida.
Seus olhos frios viajou de rosto em rosto, demorando-se em Richard
e, em seguida, Katerina. Vários dos Poucos tem a seus pés, e mesmo
os formadores de sexta
parecia um pouco envergonhado. Por último, chocado, irritado, e por
um instante mudo, ele olhou para Cassie. "O que ela está fazendo
aqui? '
O homem, soube enervar-la - mesmo se era o que ela tinha acabado
de perguntar a si mesma. Levantando-se, Cassie girou, pronto para
disparar uma escolha poucos
maldições, mas vendo o seu rosto, ela se viu sem palavras.
O pulso batia duro em sua garganta. Outra coisa fugaz cruzou sua
expressão, algo que Cassie não conseguia definir. Medo? Foi ele
com medo? Dela?
Certamente que não.
Para ela?
Richard interrompeu o silêncio. "Ela é uma candidata, Ranjit.
'Oh, ela está? Eu pensei que tinha feito a minha opinião claro?
Katerina passou o braço pelo seu, transformando-o firmemente longe
de Cassie enquanto ela acariciava sua lapela. "Venha, Ranjit, querida.
Eu gosto do seu terno novo. Trata-se de
Armani?
lábio Ranjit's enrolado. "Mikhail, você está horrível. Vá para seu
quarto.
'Só que eu fui dizer-lhe, murmurou Katerina, rapidamente soltando a
bajulação.
O menino loiro slunk da sala comum, juntas brancas ao redor outra
garrafa de água. Ranjit não vê-lo ir.
"Cassandra, pedimos nossas desculpas. Seu proponente ... "Richard
deu um olhar selvagem," o levará de volta para seu quarto.
"Obrigado", disse ela bruscamente. "Eu não preciso de um
acompanhante.
"Richard". Ranjit tom tinha uma vantagem distinta.
"Venha, Cassie. Richard slung um braço em volta dos ombros,
ganhando um outro olhar sujo de Ranjit. "Vamos encontrar o seu -
amigo. Isabella, eu quero dizer. "
"Nossa decisão será tomada dentro de um mês", sorriu Katerina.
"Outros candidatos têm de ser ouvidas, ea aprovação final tem que ser
solicitada a partir da
Anciãos. Nós vamos deixar você sabe. 'Ela agitou os dedos num gesto
de desdém.
"Você fez bem", disse Richard, como a porta se abriu silenciosamente
fechou atrás deles, e ele a levou ao longo do corredor bustlined.
'Bom', disse Cassie devidamente. Isso não é como eu sinto.
"Eu acho que você tem uma grande atitude. E você sabe o quê? Eu
não acho que Isabella vai se importar muito, de qualquer maneira. É
teórico, não é? Apenas um caso de mostrar
sua determinação. Sua ambição.
"Crueldade", murmurou Cassie.
"Se você gosta. Mas não vai chegar a esse ponto. "
Espero que não, pensou Cassie miseravelmente. Quando ela
imaginou como Isabella poderia reagir, ela espera que o meia-Poucos
rejeitá-la. Mas ela também esperava
violência que ela seria aceita.
violência que ela seria aceita.
Enfim, ela disse a si mesma pela milésima vez, ela precisava saber o
que eles estavam fazendo. Descobrir coisas, encontrar as pessoas,
cuidar de si mesma:
foi o que ajudou a sobreviver Cranlake do Crescente Vermelho. Isso
foi o que obteve-la de lá, e trouxe aqui em Paris.
Se ela jogou suas cartas direito, ele iria ajudar a sobreviver a
Academia também.
CAPÍTULO QUATORZE
Tinha que ser alguém que ela pudesse falar. Cassie perdeu Patrick
Malone e seu sentido alegre bem mais do que tinha há semanas. Ele
teria conhecido
o que fazer. Ele teria conhecido o que era certo. Mas ele não estava
aqui. Ela estava sozinha.
Infelizmente, Cassie roubou uma olhada de soslaio para Isabella. Ela
levantou a cabeça de seu livro e piscou. Madame Lefèvre foi
entusiasmados com Proust,
e houve um miasma de tédio na sala de aula superaquecido. Fora das
janelas, uma geada de manhã cedo gumes das árvores desfolhadas.
Stolz Herr? Não, ela não o conhecia suficientemente bem. Lefèvre
Madame? Dificilmente. Os outros professores? Algumas delas foram
totalmente intimidante, o
ciência mestre Chelnikov foi aterrorizante. A única pessoa que ela
teria de executar com qualquer outro problema foi Isabella. E confiar
nela, é claro, estava fora de
a questão.
Sir Darke Alric? De jeito nenhum.
Como sobre alguém que tinha idade suficiente para ter visto e feito
tudo que sabia tudo que havia para saber sobre a academia? Como
cerca de Madame
Azzedine? A velha parecia gostar dela. De alguma forma, Cassie
gostava dela também, e confiava nela. Ela podia falar com Madame
Azzedine.
Afinal, havia muito que queria fazer. secretária Alice ainda estava
vazia. Cassie mal conhecia a garota, mas no último par de semanas
ela encontrou-se
desejo de ver Alice volta às aulas. Quanto mais tempo ela estava
ausente, a Cassie sentia mais desconfortável. Pelo menos Richard
tinha parado fingindo que era um
ressaca.
"Coitada de idade." Ontem no café que ele apenas deu de ombros, e
ordenou Cassie outro croissant. "Ela reagiu muito mal a esse vírus.
'Mas tem alguém chamou um médico?
"Claro que sim. Mas ela estava tão confuso como todos os outros. A
síndrome pós-viral, ela pensou. Alice vai superar isso. Ela precisa de
descanso, isso é tudo. "Ele balançava
as sobrancelhas. "Venha, menina, não deixe estragar o seu apetite."
Pelo menos, pensou Cassie, Mikhail Shevchenko estava melhor. Muito
melhor, na verdade. Pela manhã, após a entrevista de Cassie Mikhail
tinha sido em
saltando de saúde novamente, bochechas brilhando com cor, olhos
brilhantes e travessos. Não havia sequer um resquício de sua sede
estranha fúria.
Sua pobre velho companheiro Sasha foi a única que tinha olhado
drenado. Até a noite toda cuidando de Mikhail, provavelmente.
Isso foi um mistério que ela poderia ter discutido com Isabella, exceto
que Isabella poderia falar sobre nada, mas ela própria entrevista. O
cartão de relevo
tinha aparecido em sua porta um dia após retornar de Cassie da sala
comum. mesma mensagem, ao mesmo tempo, a data diferente.
"Viu? Isso não é maravilhoso? 'Seu rosto companheiro tinha caído um
pouco. "Só uma vaga, eu sei." Mercurial Seu humor mudou
novamente, e Isabella
riu com prazer. "Mas da próxima vez não há uma vaga, que são
ambos membros da Poucos!
dentes do inferno, pensou Cassie, espero que não.
'Time, senhoras e senhores! Voz grave de Madame Lefèvre
interrompeu seu devaneio. "Você tem tudo parecia muito distraído
hoje. Por favor, tente chegar
amanhã, em um quadro mais indagando da mente. "
Oh Deus, pensou Cassie, se você soubesse ...
Como eles filtrados da sala de aula, Cassie tinha que colocar a mão
no braço de Isabella para retardar para baixo. "Ei, espere por mim!"
'Oh, Cassie, me desculpe. Estou animado, isso é tudo! "A moça era
como uma garrafa de champanhe uncorked, cerca de fizz mais.
"É hoje à noite. 'A sensação de horror apresentado no estômago de
Cassie. É claro que a entrevista foi esta noite. Ela sabe disso. Ela
surgiu em cima dela, que era tudo,
e ela foi tentando não pensar nisso.
"Isabella". Ela chamou a amiga para uma parada. "Você realmente
acha que você deseja obter com aquele monte?"
Perplexidade cruzou características bonitas de Isabella. «Cassie, você
se importa que eu estou tendo uma entrevista também?
"Não. Não, claro que não. Estou feliz por você. É apenas ... 'Cassie
percebeu que não havia nada que ela pudesse dizer. Tudo o que ela
ia fazer era estragar a sua amizade
com Isabella, se ela exercida nesse sentido desajeitado.
"É só eu não consigo imaginar qualquer um de nós sendo poucas.
Recuperando, ela deu uma piscada Isabella. "Eles podem ser um
pouco ..."
'Up si, Isabella "sussurrou, e explodiu em gargalhadas abafadas. "Não
se preocupe, Cassie. Quando somos ambos membros - e será! - Nós
deve mudar a cultura! Devemos ser revolucionários! Vamos torná-lo
divertido ser poucos!
Dançando para trás alguns passos, ela riu alto e correu para as
escadas. Cassie seguido, muito mais pesado do coração.
Diversão para poucos.
Direita.
*
"Você olha fabuloso." Impressionados, Cassie olhou para Isabella.
"Você gostou?" Isabella virou um círculo elegante, deixando a seda
queima do redemoinho vestido Valentino em torno dos joelhos.
"É lindo. Honesto. ", Que estabelece a caneta, Cassie levantou uma
sobrancelha. "Eu não estou indo para perguntar quanto custa. Eu só
fraco e me machucar. "
'True'. Isabella riu. "Mas eu tinha que olhar bem para a minha
entrevista, que não eu? Falei com o Papa hoje e ele está muito
animado, e ele diz que eu devo fazer uma
impressão esplêndido. Ele insistiu em que eu sair esta tarde e '
Como de costume, o rosto de Isabella escurecidas com remorso. Ela
mordeu o lábio duro. 'Oh, Cassie, eu sinto muito. Sempre com você eu
digo coisas tão estúpidas. Eu tenho - o que
você diz - o tato de um ... »
"Bulldozer? Brick? Cassie sorriu. "Não se preocupe, pelo amor de
Deus". Eu não sou uma flor sensível sul como você. Parar de morder a
si mesmo, você vai estragar a
lippy.
"A ...?
"O batom. Parar de morder-lo. "
Isabella riu, feliz novamente. Honestamente, pensei que Cassie, se
aproveitado muda o humor da menina que você poderia poder Greater
Manchester.
"Tenho certeza de que não será escolhido desta vez," Isabella
garantiu a ela, embora seu sorriso largo desmentiu isso. "Estou certo
de que eles vão gostar mais de você. Assim como eu! Mas logo,
Cassie - logo, eu juro, vai ser de nós dois! "
"Claro que vai." Cassie se levantou e lhe deu o abraço mais apertado
que ela conseguiu, sem vincar o vestido deslumbrante. "Isabella?"
'O quê? Isabella hesitou em abrir a porta, ansioso para ir.
"Eu espero que você obtê-lo," Cassie mentiu. "Isso é tudo. Boa sorte '.
*
Não foi um impulso, coisa de momento. Tinha sido presente desde o
planejamento Isabella tinha recebido o convite dela. Ela pensou em
tudo, ponderou todos
os riscos, e ela sabia o tempo todo que ela não poderia deixar passar
essa oportunidade de ouro.
Keiko seria ocupado com a entrevista. A japonesa não gostou Isabella,
ela queria estar lá - para o desprezo dela, fazer perguntas duras,
torná-la
parecem pequenas. Cassie própria entrevista tinha durado idades,
mesmo após a metade dos Poucos tinham deixado. Naturalmente,
teria levado muito mais tempo se saltou-up
Ranjit não tivesse interrompido. Ele não tem objecções a uma menina
rica, como Isabella, embora, assim que esta noite não seria um
problema. Todos os Poucos estariam juntos,
trancado no quarto com Isabella no quarto opressivo comum.
Nunca ia ser a melhor chance para bisbilhotar. Havia ainda a questão
da Poucos de companheiros de quarto, é claro: companheiros que
poderiam ser
desperto, alerta e em seus quartos. Todos, exceto um. Um dos poucos
tinham um companheiro de quarto cronicamente mal que pode ser
facilmente colocados em quarentena na enfermaria ...
Ela tinha sido sobre tudo isso em sua cabeça uma centena de vezes.
Seria bem.
Stupid a ter dúvidas agora, então. Cassie sacudiu a cabeça e garantiu
os seus cabelos rebeldes com um scrunchie, em seguida, inclinou-se
para amarrar o cadarço de seus formadores. Sua
coração estava batendo tão forte que ela mal podia respirar. O que ela
estava com tanto medo de quê? OK, o que ela ia fazer era errado. Foi
desonesto, e
desonrosa também. Poderia começar sua expulsão. Mas foi mal vai
conseguir matá-la.
Começ um aperto, Cassie!
Lembrou-lhe que ...
Isabella passou tanto nos acessórios seu cabelo como ela em tudo,
pensei Cassie aprovação. Os apertos de cabelo no peito noz pouco
foram
caro, forte, mas flexível, decorada com lírios de ouro em pequena.
Como ela saiu de seu quarto e pelos corredores calma, Cassie só
esperava que ela
não ia estragar o que ela tinha escolhido -, mas ela conseguiu através
de bloqueios com apertos de arame fino, chaves de fenda e cartões
de crédito, e nunca bati qualquer.
Ela manteve sua expressão vaga e um pouco grosso, e ninguém
passava deu a menor atenção a ela. Pelo menos ela tinha certeza de
que os poucos
seria ocupado com a entrevista de Isabella, e ela pode blefar sua
maneira passado alunos normais e os professores em qualquer dia de
idade. A única pessoa que ela era realmente
medo de correr em Marat foi o porteiro, mas não havia sinal dele.
Cassie vagou indiferente para o corredor leste, no segundo andar.
Alice e sala de Keiko foi fácil de encontrar: ela sabia mais ou menos
onde era, e
como cooperativa da escola para colocar placas de identificação nas
portas.
Olhando rapidamente para cima e para baixo do corredor, ela inclinou-
se perto da porta. Nem um som. Nenhum risco de uma caneta, não
farfalhar de uma revista, não de um sopro
rádio, não tanto como um ronco. Ou a sala estava vazia, ou Alice
estava dormindo e morto para o mundo. Se ela estava dormindo,
Cassie poderia escapar;
ela era boa para se moverem em silêncio dentro e fora dos quartos,
enquanto os outros dormiam. Pelo menos, então ela saberia que Alice
estava OK. Pelo menos essa seria tranquilizador.
Se Alice não estava lá ... Bem, seria uma vergonha não ter uma
rodada scout.
Inativa, ela tentou a maçaneta da porta. Trancada, mas ela não
esperava outra coisa. Torcendo aperto Isabella aberto do cabelo, ela
balançava-lo no bloqueio. Ela poderia
fazer isso com os olhos fechados. Literalmente. Ela poderia até
mesmo fazê-lo enquanto ela se encostou na porta, olhando
casualmente ambas as extremidades do corredor ...
Dentro da fechadura, o fim do aperto pego alguma coisa. Um wiggle
passado, um último empurrão forte e seu toque de dedos, e deu com
um clunk silenciado.
Cassie prendeu a respiração por um momento muito doloroso, mas
ainda não havia som da sala mais além. Ela tentou lidar com o novo.
Silenciosamente ele deu, eo
porta se abriu.
A luz do quarto estava escuro, expressos por uma só lâmpada rosa-
sombra, mas Cassie podia ver Alice, deitada em cima dela colchas.
Ela usava
bordados pijamas de algodão branco, solto, limpo e bonito com um
brilho caro. Ela certamente não estava usando os o tempo todo que
ela
sido fora do doente. A menina estava deitada de lado, de frente para a
porta, cabelo selvagem solto em volta do pescoço e na testa. Sua mão
foi splayed na frente dela
peito, uma perna para a frente viciado, quase como se ela estivesse
em posição de recuperação.
Cassie poderia ver tudo isso, em um instante, muito claramente. E ela
podia ver, também, que os olhos de Alice estavam abertos. Em
pânico, ela deixou escapar uma desculpa, mas Alice
não tanto como contração muscular. Seu olhar era tão branco que, por
um terrível instante Cassie pensou que estava morto e, depois, ouviu
a respiração, superficial e
quase inaudível.
"Keiko? Murmurou Alice. "É você?"
Rapidamente, em silêncio, Cassie fechou a porta.
"Keiko, por favor, não. 'A voz era arrastada, mas Cassie podia ouvir as
lágrimas que Alice estava fraco demais para derramar. "Por favor, não
novamente. "Suficientemente S. Por favor?
Cassie sabia que não devia falar com ela, mas a menina parecia tão
patético, ela não se conteve. 'Alice. Alice, tudo bem. 'Ela se agachou
ao lado da cama e
pegou a mão mole de Alice.
"Keiko?
"Não. It's me, Bell Cassie. Alice? "
A menina não parecia ter ouvido. "Por favor, não ..."
'Alice', Cassie sussurrou urgentemente. "Alice, eu tenho que ajudá-lo.
Eu não sei como. O que eu faço? Para quem eu ligo? Alice, por favor.
Wake up. Ouça.
Descontroladamente, ela olhou ao redor da sala. Um telefone celular
estava na mesa de cabeceira; Cassie abriu o aparelho e rolado até o
diretório. Abbie. Avó
Colette. Jack. Keiko. Mãe ...
Mãe? O que ela diria a mãe de Alice? Será que minha mãe tem uma
idéia do que Cassie estava falando? Será que ela considera mesmo
levá-la a sério?
Ninguém acreditava Cassandra. Ninguém acreditava nela.
Desamparado, Cassie percebeu que ela não sabia como as mães
reagiram em situações como esta. Cuidado
supervisores de casa não contam. Não as tinha tido, de qualquer
maneira.
De repente, ela sentiu vontade de chorar. Foi que auto-piedade? ela
perguntou com desdém. Ou foi que Alice estava tão triste, ali? O jeito
que ela poderia
mal conseguia falar, mas ela estava implorando enfim ... Cassie olhou
para a mãe destaque, o dedo que paira sobre o teclado.
A maçaneta da porta vibrou. Uma chave em uma fechadura rattled
que já foi aberto.
Cassie girou. Uma voz de fora, trocando gentilezas impaciente com
alguém no corredor. Ela não conseguia ouvir as palavras, mas ela
conhecem a voz em qualquer lugar.
Keiko.
CAPÍTULO QUINZE
"Agora aqui é a coisa."
Keiko se sentou na beirada da cama. Levando os dedos limp Alice, ela
distraidamente massageado-los, como se esfregando volta calor
dentro A menina japonesa
se olhou ... terrível. Quase tão mau como Alice: pálido, magro,
exausto. Ela parecia curvado, como uma mulher velha. Houve um
ligeiro odor a partir dela que
Cassie não poderia colocar.
"Eu estou desenvolvendo. Eu estou com fome. É - o que posso dizer,
um surto de crescimento. Keiko deu uma risada seca. "Eu preciso de
você, mas isso não vai durar muito mais tempo, eu prometo. Eu
pedi a um ancião. Vai ser mais cedo, e você vai ficar bem. Você nem
vai lembrar disso. É por isso que pedimos a bebida. "
Cassie assistiu, horrivelmente fascinada, da escuridão do banheiro. A
porta estava entreaberta, ela não ousara fechá-la como Keiko entrou,
no caso de
a menina ouviu o clique do trinco. Agora ela tinha medo de seu
coração deve ser audível, porque ele veio bater com estrondo
dolorosamente em seu peito, o sangue pulsando em seus ouvidos.
De pé na banheira, pressionado contra a parede de azulejos e
protegidos apenas pela porta de vidro do chuveiro claro, ela não era
muito bem escondido. Não entre em pânico, disse
si mesma. Fique parado, e ela vai embora.
Por favor, não deixe que ela precisa de um xixi ...
Alice tinha parado de protestar. Ela ainda estava do lado dela,
tentando enrolar em si mesma, mas Keiko teve seu ombro e virou
esforço para as costas.
Alice olhou Keiko passado no teto, agitando com o terror.
"Agora, shh. Ela vai ficar bem. Eu sei que você se sente fraco, mas só
agora o senhor Alric me disse que está muito forte. Você vai ficar bem.
"
Com isso, agachou-se sobre Alice Keiko e beijou-a.
sobrancelhas Cassie disparou. Quem teria pensado nisso? Oh, bem, o
que fez os parisienses dizer? Chacun gota um filho - cada um à sua
própria espécie ... Embora ela tivesse
de ter a noção de que Keiko imaginava Perry Hutton.
Alice não respondeu ao beijo a todos. Seu corpo tremia violentamente
agora. Esquecendo seu embaraço, Cassie franziu a testa. Keiko do
beijo não foi uma
concurso. Seus lábios apertados em Alice, ela foi chupando a menina
como um demente Hoover.
os pés descalços Alice empurrou. As veias que lhes eram austeros e
roxo, destacando-se como finos fios escuros, como se estivesse
tentando estourar através de sua pele. Sua mão,
ao lado de Keiko em debulha um protesto inútil, era o mesmo. Como
Keiko recuou para respirar, Cassie viu o rosto de Alice claramente.
Isso também foi webbed com
veias pulsando, pulsando para lábios sob a pele que era de papel
branco. As lágrimas tinham secado em seus templos, como se ela
tivesse mais nada para chorar.
Keiko bati a cabeça para o lado, como se algo audiência. Ela parecia
muito melhor agora. A pele macia, encantadora. cabelo brilhante.
lábios carnudos.
"É bom", ela acalma, escovar testa seu companheiro de quarto com a
ponta dos dedos. "Eu sou hábil, Alice, eu não cometer erros tolos. Eu
praticava diligentemente. Você
não será prejudicado. Não é permanente. "
Alice era completamente submissos como dobrado Keiko à boca mais
uma vez.
Cassie estava contente com as telhas frio e duro em sua volta. Se não
estivesse lá, ela pensou que ela poderia ter caído, as pernas senti tão
fraco. Ela sustentou
se mais apertadas para o canto, mantendo os olhos sobre as duas
meninas no quarto ao lado.
Keiko chupava os lábios de Alice novamente, mas desta vez apenas
por alguns segundos. Em seguida, seu corpo foi ainda e tensa, com a
cabeça levantada, e ela jogou a sua brilhante
o cabelo preto de olhos.
Ela estava olhando para a mesa de cabeceira. Ela estava olhando
para o lugar onde Alice telefone tinha sido, onde pega Isabella cabelo
dourado estava agora.
Oh inferno.
A porta do banheiro bateu bem abertos, tremendo, e Keiko saltou para
Cassie como um leopardo de caça. Algo brilhava no punho da menina.
Long,
curvas, claro. Uma lâmina.
Cassie bateu a porta de vidro do chuveiro rígido em Keiko como ela
saltou. Bateu fora de equilíbrio, Keiko gritou com raiva, tropeçando e
deslizando no chão
telhas. Cassie fechou o chuveiro tela novamente, com força contra a
cabeça da menina japonesa, então virou-se como o vidro fez, pulando
do banho e
scrambling para a porta do banheiro. Uma mão agarrou o tornozelo,
incrivelmente forte, e ela engasgou pânico. Keiko tinha deixado cair a
faca, mas agora ela foi
agarrando-lo sobre as telhas lisas.
Flailing descontroladamente, Cassie martelado juntas Keiko com
telefone de Alice, até que a menina lançou seu tornozelo com um grito
animal. Cassie atirou o telefone contra
Keiko rosto e fugiu. Bater a porta do quarto atrás dela, ela ouviu mais
uma vez escancarou quase que imediatamente.
Executar, Cassie, corra. Basta executar.
O corredor estava deserto. Bloody típico. Cassie aparafusado para as
escadas. A noite já tinha caído. A parede brilhou sconces. Há quanto
tempo ela estava se escondendo,
assistindo Alice?
Muito tempo. passos ágeis correu atrás dela, ganhando, ganhando.
Cassie tirou um cavalo de pedra a criação de uma prateleira de
mármore e virou-se para arremessá-lo em Keiko, arfando com o peso
dela. A menina parou, levantando a mão,
mas ela bateu a escultura longe como uma pedra. O sorriso em seu
rosto era vicioso, mas o que Cassie foi registrado com mais clareza os
olhos. Eles não eram
íris mais bonito, escuro brancos claro. Eles estavam vermelho-sangue
de canto a canto.
Keiko rosnou, deslocando a faca de um lado para o outro, cortando
fora. Evasão, Cassie correu, tropeçando pelas escadas. Os passos
vieram depois
ela, correndo agora. Através de seus suspiros, ela ouviu uma
gargalhada de alegria, quase ao ouvido dela. Cassie saltou sobre o
corrimão, caiu desajeitadamente para a próxima
vôo, e funcionou novamente.
Não deixe ela te pegar.
Cassie lançou-se sobre o trilho última corrimão e cambaleou aos seus
pés no hall de entrada. Seus pulmões doíam, terror congelou seus
músculos. Ela não conseguia correr
rápido o suficiente. Agarrando o braço de mármore para sustentar, ela
balançava-se em uma estátua e nas sombras profundas. Cassandra e
Clitemnestra. Como
adequadas. Sinto o cheiro de sangue agora, tudo bem.
Algo caiu graciosamente para os azulejos da sala.
respiração Cassie estremeceu dentro e fora de seus pulmões. Ela
tinha que ficar quieto, tão quieto. Mas havia um som de alta-frequência
em sua garganta: o seu próprio terror.
Keiko tinha parado de rir. Pensativo agora, confiante, ela passou a
faca para a mão esquerda, e volta à sua direita. Sua lâmina brilhava
maldosamente, mas foi o
cabo que chamou a atenção de Cassie. O metal parecia estar em
movimento abaixo Keiko dedos, como se estivesse se contorcendo,
contorcendo-se, esticando para o sangue. Mesmo
através de seu terror arrepiante, Cassie era fascinado.
Em pé parado, Keiko levantou a cabeça e cheirou o ar delicadamente.
Ela sorriu.
Passeando casualmente com a estátua, Keiko acariciou o mesmo
mármore braço Cassie tinha agarrado. Quando chegou à escuridão,
Cassie ouviu ansioso
respiração, sentiu seu perfume caro. O cheiro doentio do seu morto
tinha sumido.
Fechando os olhos, Cassie esperou o aperto de uma mão poderosa, a
mordida de uma lâmina. Por favor, não deixá-lo magoado. Muito. Ela
apertou os olhos apertados contra
lágrimas.
Quando Keiko gritou, agarrou-las abertas novamente. Não era um
grito de triunfo, mas de raiva e confusão. Keiko cambaleou para trás,
meio caindo,
arrastado por um garoto segurando o cabelo dela na mão. Demorou
Cassie um momento confuso para fazer a figura por trás de Keiko.
Jake Johnson.
Como Cassie mexidos das sombras, ele Keiko arremessado para o
lado e agarrou a mão de Cassie. 'Venha!'
'Espere!' Cassie girou. Keiko saltou rapidamente a seus pés. "Jake!
Ofegante, ele levantou um braço para proteger a si mesmo como
Keiko saltou para a frente. Esquivando-se, Cassie laminado claro,
então amarradas com um pé. Não atendidas. Ela tentou
novamente, lunging para Keiko e agarrar ela, mas ela foi sacudido
como uma mosca, caindo duro no chão. Deus, Keiko era forte.
Como ela cambaleou para cima, atordoada, ela viu Keiko e Jake
travados juntos, Jake lutando para manter a lâmina de distância do
lado do pescoço. Ele era forte
também, mas Keiko foi forçando a ponta da faca lentamente para o
seu corpo, seus lábios descascados para trás em um sorriso horrível
deliberada.
Mais uma vez Cassie saltou para trás Keiko's, arrancando os cabelos.
Yowling como um gato, Keiko agarrado a ela, e Jake teve sua chance,
batendo o braço
com toda sua força para a estátua, tirando a faca de sua mão.
Ele girou e batiam no chão. Todos os três deles saltou para ela ao
mesmo tempo, mas Jake ombros desajeitadamente em Keiko,
batendo fora do seu equilíbrio, enquanto
Cassie pousou na barriga no chão, o nariz de uma polegada da
lâmina.
Seus dedos se atrapalhou no punho da faca, escorregadia com o suor,
mas quando eles fecharam sobre ele no passado, ele se encaixou
perfeitamente na palma da sua mão. Por um momento ela
olhou para ele com espanto, quase hipnotizado: depois ela voltou a si
com grito de Jake. Ela rolou sobre a sua volta. Keiko estava vindo
para ela. Instintivamente,
impensadamente, enfiou a faca na frente dela, assim como Jake
conseguiu um chute de voar entre as lâminas do ombro Keiko. Keiko
foi arremessado para a frente em cima do
Cassie, sua cabeça batendo na costela de Cassie é forte o suficiente
para bater a respiração de seus pulmões.
Crazy com o pânico, Cassie esqueceu a faca, lançando-o para
empurrar e luta desesperadamente contra o peso surpreendente da
menina. Empurrá-la fora, ofegante, ela
scrambled a seus pés e virou-se para o ataque ao lado de Keiko.
Ela não veio.
Tentando ficar de pé, um pé de deslizamento, Keiko escorregou e caiu
novamente, depois se recuperou, arrastando-se em todos os fours. O
silêncio era horrível. Jake rebocado
Cassie a seus pés, mas nenhum deles poderia funcionar.
Keiko jogou a cabeça para trás em um ângulo impossível, e com uma
guinada de horror Cassie viu o jutting cabo da faca. A lâmina não era
visível. Foi
afundado ao máximo na garganta Keiko's.
A beleza ea vida Keiko tinha sugado para fora da Alice foi
desvanecendo-se rapidamente, os lábios peeling de volta mais e mais
em um rictus rosnando. Sua camisa e desgastado
desintegrou-se, dando Cassie um vislumbre do rótulo antes que
também se desintegrou em nada. Como a pele abaixo seco e
enrugado, os olhos brilhavam de Keiko
vermelho com fúria mortal.
Então Cassie viram: uma marca na lâmina da menina no ombro.
Elaborar linhas de torção, um padrão de duas polegadas de diâmetro.
Foi sem marca, sem tattoo. As linhas
foram cegando, quente.
Keiko scrabbled na faca, desesperado para puxá-lo fora de sua rápida
decomposição carne. Suas mãos estavam retorcidas e semelhantes a
garras, unhas amarelas e
afiada. Jake segurou o braço de Cassie é tão bem pensado que ela
iria parar sua circulação.
Como Keiko caiu se contorcendo no chão, os cabelos derramando em
torcidas seco e dessecação onde estava, ela pegou uma vez mais
fraca em punho a faca.
A lâmina passou, mas o sangue não vazou, apenas um sussurro de
luz que dissolveu no ar. A marca branca quente sobre o ombro saiu
como um fundido
vela. Com um silvo longo, arrastado, Keiko amassado, e morreu.
Quando Cassie fez-se olhar para trás, os olhos da menina, eles
tinham ido embora.
Parecia uma idade antes que ela pudesse ouvir Jake respirar
novamente. Seu corpo tremia contra ela, ela sentiu-se gelada. Keiko's
eyeless shriveled
rosto ainda estava fixado na deles.
Jake prometeu. "Isso não pode ser - não pode ser o que matou ..."
Seu corpo inteiro sacudiu violentamente.
Realidade chutou com força. "Temos que sair daqui. Vamos lá ", disse
Cassie. Frio e calmo de repente, ela puxou longe Keiko continua.
"Espere". Jake olhou drenados, mas o seu tremor tinha parado, e
agora ele também era legal e determinada. Ele hesitou
momentaneamente, em seguida, chegou até a
coisa sobre as telhas e retirou a faca. A lâmina foi seca e empoeirada.
Jake colocou-o em sua camisa. 'Agora vamos ".
CAPÍTULO DEZESSEIS
"Aguenta", sussurrou Jake. 'Look'.
Ele puxou Cassie a uma parada no patamar superior com vista para o
grande salão. Ambos olhou furtivamente sobre o corrimão dourado.
Keiko ainda era visível, uma mancha de pó quebrado sobre as telhas
de mármore brilhando. Agora, uma figura ficou pensativo sobre o seu
cadáver. Era difícil dizer em
trevas, e que a pessoa foi encurtada pelo ângulo, mas Cassie tinha
certeza que era Marat. O porteiro tinha um telefone móvel pressionada
para sua orelha, e
algo muito pálido drapeado no braço. Falando inaudível em seu
telefone, ele olhou ao redor da sala, então levantou sua cabeça feia
para digitalizar as sombras da
grande escadaria. Cassie tirou bruscamente para trás, puxando Jake
com ela.
Luzes clicado, portas abertas, questionando vozes se levantaram.
Como se arriscou mais um olhar sobre o corrimão, houve um flash de
branco na escuridão abaixo. Cassie e Jake trocaram um olhar. Marat
tinha rapidamente
arremessou um lençol de linho sobre o que restava de Keiko.
Cassie estremeceu. 'Come on ".
*
"Onde você estava?" Isabella saltou como Cassie puxou Jake em seu
quarto e fechou a porta com firmeza. "O que está acontecendo? Eu
estava tão preocupado. O que é
acontecendo, Cassie? Jake? "
Cassie esfregou a testa. Ferozmente ela piscou para conter as
lágrimas. Agora não era o momento de ir macia. "Isabella! Sua
entrevista. O que aconteceu? '
"Foi bom. Fine ", disse Isabella. "Nós tivemos bebidas, eles eram
amigos. Nós conversamos. Pelo amor de Deus, Cassie, que '
"Quanto tempo você ficou lá? Interrompeu Cassie. 'Quanto tempo
durou a entrevista?'
Isabella olhou confusa. "Uma hora, duas horas? Eu não sabia que o
tempo tinha passado tão rápido. Mas então não havia problema,
algum tipo de perturbação agora,
e eu fui mandado embora. "Fez uma pausa. "Então voltei aqui, Cassie,
para encontrá-lo embora. Agora você vai me dizer o que está
acontecendo? '
"Morto Keiko's, 'deixou escapar Jake.
Isso mesmo silenciados Isabella, embora apenas por um momento.
'Dead? O que quer dizer, morto?
"O que você acha que isso significa?" Agarrou Jake. Ele estava pálido.
Cassie pôs a mão de alerta em seu braço. "Um acidente -. É difícil de
explicar ... "
Isabella teve sua mão sobre a boca, mas ela mudou-se para baixo em
sua garganta. Ela engoliu. 'Try me ".
"Nós não quis dizer, eu não ... Olha, ela estava tentando matar Cassie!
Jake colocou a cabeça em suas mãos por um momento. «Cassie, o
que aconteceu antes de eu
mostrou-se?
Ela abriu a boca, mas hesitou. Parecia um pesadelo insano, e ela
pode não acreditar nessa história se logo que ela tentou dizer-lhe para
fora
alto. Mas Jake estava pálido e atordoado, Isabella irritado e curioso.
Cassie respirou fundo. "Eu fui para o quarto de Keiko. Escolhido o
bloqueio. "
"Você fez o quê?" Explodiu Jake.
"Eu queria encontrar material sobre os poucos. Eu só queria ver se
havia algo escrito, quaisquer outros documentos. E eu estava
preocupado com Alice. Cassie enrolado
lábio, desafiador. "Eu acho que você teria feito o mesmo. Mister
Sleepwalker ".
'Oh, eu faria, se eu tivesse coragem. Eu tentei entrar na sala comum,
mas nunca um de seus próprios quartos. Você sabe o quão perigoso
que foi? "
'Oh yeah. Agora eu faço. Alice Keiko estava comendo.
'O quê? Isabella yelped. «Cassie!
"Eu não estou brincando. Eu juro. Keiko chegou, e eu tive que
esconder, e eu assisti. Ela era ... era como se ela estivesse se
alimentando Alice, algo parecido com isso. "
"Como um vampiro? 'Isabella fez uma cara de revoltado. "Isso é
estranho. Alguns dos garotos, eles vêem essas coisas na internet e
eles '
'Não', disse Cassie, impaciente. "Quero dizer, alimentação fora de sua
energia. Mamando fora dela. Eu vi os dois e eu juro que não estava
jogando, ele não era um jogo.
Keiko foi praticamente a sugar a vida de Alice. Sem sangue, não gosto
disso. Apenas ... sua vida. E então ela me viu. E, em seguida, 'Cassie
engoliu em seco, "que
Foi quando ela veio atrás de mim. Com a faca.
Isabella olhou. "O que faca?
Jake chegou em sua camisa. "Este KNI '
Um punho trovejou na porta.
Os três se entreolharam, congelados.
"Jake", sussurrou Isabella. "Jake tem a esconder. Agora '.
"Bell Cassie! Eu sei que você está lá dentro. Abra essa porta, você
está me ouvindo? "
Cassie boca uma maldição.
Katerina.
'Banho', sussurrou Isabella, e agarrou o braço de Jake.
Não havia tempo para discutir Cassie, sem tempo para ela dizer que
um esconderijo péssimo uma casa de banho feita. Como Jake
escorregou e liberado em gabinete,
Cassie fechou a porta voz alta e acenou para Isabella. Tomar uma
respiração profunda, Isabella abriu a porta do quarto, agora tremendo
sob os golpes de
que determinou punho.
Enquadrado na porta, elegante, com raiva, Katerina parecia ardente
de gelo. Se alguma coisa foi ainda mais alto, pensou Cassie, e ela não
tomar uma
fragmento de aviso de Isabella. Seus olhos azuis tinham de Cassie.
"Onde você estava?" Ela assobiou.
"É isso mesmo, você não sabe onde eu estive. Cassie inanely sorriu
para ela. "Melhor não tocar em mim sem bargepole.
"Não tente ser esperto, Miss Bolsa. O que você estava fazendo esta
noite? Onde você estava? "
Isabella cruzou os braços e olhou para Katerina. «Cassie tem sido
mais mal. uma dor de estômago. 'Ela inclinou a cabeça ao som do
lavada
cisterna de enchimento.
Cassie fez uma careta. "Deus, sim. Eu não sei quem fez os crepes no
jantar, mas '
"Não insulte minha inteligência. Peito Katerina era exigente.
Por que não? Cassie não conseguiu dizer em voz alta. "É claro que eu
não faria. 'Ela pegou seu estômago, fazendo caretas. "Aqui vem outra
vez."
«Cassie, querida." Com uma expressão de simpatia, Isabella colocar
um braço em volta dos ombros. "Devo buscar o enfermeiro?
"Não, eu vou ficar bem, I-" Ela engasgou. "Ohhhhh!"
Katerina dentes estavam cerrados, mas ela olhava de um para o
outro, hesitante. A fragilidade humana, obviamente, a repeliu. "Se eu
encontrar", ela sussurrou: "se eu te encontrar
vi uma coisa hoje à noite você não deve ter visto, Cassie? Então, será
muito ruim para você. Você entendeu? "
"Uh-huh? Por que haveria alguma coisa que eu não deveria ver?
"Lembrou-se de Cassie wince em outro cãibras no estômago
imaginário.
"Eu acho que você sabe, gatuno pouco. Lábio torcido Katerina. "Você
é como que patético, simpering tolo Jake Johnson, sempre
bisbilhotando onde não deveria. Ser
Cuidado com o que você procurar, menina bolsa. Um dia você pode
encontrá-lo. "Ela deu um sorriso desagradável Cassie. "E então você
vai se arrepender. Tão terrivelmente arrependido,
e tarde demais. "
"E eu sinto muito agora, mas você vai ter que me desculpar." Cassie
colocar uma mão na porta do banheiro punho, o outro sobre a boca.
"Não cometa o erro de pensar me um tolo", respirou Katerina. Ela
recuou lentamente, Cassie. "Se você tinha alguma coisa a ver com o
que aconteceu
hoje à noite Keiko, eu prometo que você vai pagar. Você me entende?
"
«Cassie Não. empurrou a porta do banheiro aberta polegadas,
segurando com firmeza o olhar gelado. "O que aconteceu com Keiko?
Desgostoso, Katerina perseguido fora e bateu a porta.
Cassie descansou sua testa contra a armação da porta do banheiro.
Eles devem ter uma risadinha agora. Eles devem estar se sentindo
triunfante em levar um tiro de
Katerina. Lembrando destino Keiko's, Cassie não sinto vontade de rir
mais, e obviamente também não Isabella. Miserável, Cassie assistiu
seu amigo
começo a chorar.
"Isabella". Cassie apertou seus dedos frios. "Eu sinto muito. Juro por
Deus que foi um acidente. Eu sinto muito que aconteceu, mas ela
estava me atacando, e se
Jake hadn't '
"Eu não sinto pena de Keiko." Através lágrimas chocadas, tom de
Isabella ficou indignado. "Ela tentou te matar! Oh, Cassie, se ela
tinha? "
"Ela não fez." Jake surgiu da escuridão do banheiro. Apoiou-se contra
a porta, ainda tremendo, olhando para o lugar onde
Katerina estava.
"Graças a você," salientou Cassie.
"Claro. Talvez não seja um idiota completo simpering, hein? "Ele
cruzou os braços.
"Oh, Jake." Isabella abraçou-se, cavando os dedos em seus braços
como se quisesse evitar a abraçá-lo em seu lugar. "Eu sinto muito. Na
verdade eu sou. Eu sinto muito que você ouviu
isso. "
E ela realmente foi, pensou Cassie, divertido e emocionado. A flor
sensível sul estava preocupado com seus sentimentos. Isabella estava
bem ferido.
''S OK. Jake encolheu os ombros. "Eu acho que tenho sido uma
espécie de sonhador, não tenho?"
"Isso é porque você é gentil," Isabella insistia ferozmente. "Você não
gosta dela! Você não sonharia que uma pessoa pode ser cruel e
desagradável e ...
tramando. Não é como funciona a sua mente! "
'Nice de você para dizer isso, Isabella. "Ele deu um sorriso débil e
encolheu os ombros. "Mas eu acho que talvez eu sou apenas um
idiota. Sabe? Meu cérebro estar no meu '
'Não!' Exclamou Isabella, mortificada. "Não diga uma coisa sobre
você!"
Uau! Que era rico!
'Um', disse Cassie secamente. "Se vocês dois poderia quebrá-lo por
um minuto?"
'OK'. Jake sorriu.
Cassie respirou. "O que você está fazendo, Jake Johnson?
Palavrões, ele esfregou as têmporas com o dedo indicador eo polegar.
"Quero dizer, 'Cassie continuou,' round todo mundo aqui parece ser
até algo. Mas você não é - bem, mesmo se você tiver um problema de
sonambulismo ruim, eu
Não pense que você é até algo realmente ruim. Certo? "Ela afundou
seus dentes em seu lábio.
Jake sentou-se no chão e cruzou as mãos atrás do pescoço. Depois
de uma pausa, ele disse, "Algo está errado na escola.
Cassie aspirada. "Isso eu tinha recolhido."
"Jake". Isabella caiu para baixo em sua cama e inclinou-se para ele
cheio de preocupação. "É Jessica, certo?
Infelizmente, ele balançou a cabeça.
"O quê? Jake.
"Preciso descobrir quem a matou. O que a matou. 'Foi em silêncio por
um minuto. 'OK? Eu preciso saber. "
O silêncio era tão espessa que Cassie quis escancarar a janela e
deixar entrar o ar da noite.
"Jake", disse Isabella delicadamente. "Eu sei como você se aborreceu
eram - são - mas não era ..." Ela respirou fundo e murmurou: 'Poderia
ter sido um
acidente.
"Não foi um acidente. Alguém a matou. "Cassie deu um olhar sóbrio.
"Algo a matou."
"Mas você não pode levar-te para '
"Então, quem está indo? Darke? A polícia? A polícia do Camboja não
estavam interessados. Ninguém é. Ela era apenas uma bolsa, não
era?
Cassie estremeceu.
"Jess não foi o primeiro, quer", disse Jake.
"É a má sorte da escola,« colocados em Isabella. "Um mau agouro.
Isso é o que dizem. "
"Alguns jinx.
"E o senhor Alric - Ouça, você não pode culpá-lo. Ele foi terrivelmente
chateado quando isso aconteceu. E ele deu-lhe a bolsa de estudos,
Jake, em sua memória. "
"Para manter minha família calma, você quer dizer. Para reparar os
danos PR. Mãe pode ter caído para o seu dublê de caridade, mas
tenho certeza que não. Levei a bolsa que eu
pode descobrir o que aconteceu com Jess.
"Então o que você descobriu?", Disse Cassie.
"Não muito." Voz de Jake era amargo. "É fazer com os poucos, isso é
tudo que eu sei. Um deles matou, e eu acho que eu sei que um. Eu
preciso prová-lo,
isso é tudo. "
"Se você provar um homicídio", disse Isabella, "se sai de um aluno foi
assassinado aqui, que foi coberto, ele vai ser o fim da Academia.
"Uh-huh". Jake encolheu os ombros. "Quero fechar este lugar,
Isabella, que é a verdade. Isso é porque eu não espero que você
gostar do que estou fazendo. Assim, por favor,
não conte a ninguém. "
Isabella nasceu de seus pés. "Você acha que eu sou uma herdeira
mimada um, hein? Tell, de fato! Eu deveria golpeá-lo, Jake Johnson.
"Bem, eu '
"Você acha que eu ia jogar um martelo nas obras?
"Spanner", disse Cassie distraidamente.
"Sim, sim. Você acha que eu iria estragar tudo por você porque eu
gosto da minha escola? Eu gostei Jessica muito mais. Se alguém
matou eu quero que ele - o seu - deles - capturado. Se você
acho que é algo sinistro aqui, Jake, se você acha que alguém na
academia foi responsável pelo que aconteceu com Jess, então eu não
vou ficar de fora. "
Estupefação, ele disse, 'Espere um minuto'
"Shut up", ela disse-lhe secamente. 'American Stupid. Não fique tão
orgulhoso. Não seja um isolacionista. Nós vamos ajudá-lo. Sim
Cassie,?
"Oh, yeah. Cassie sorriu para Jake. "Ela está certa, sabe?"
"Eu estou sempre certo." Isabella cheirou.
Cassie enfiou nas costelas. "Três de nós pode obter o que não é
possível. Isso é óbvio, uh-huh? Nós podemos fazer mais três vezes. E
depois que eu vi hoje?
Ela estremeceu. "Eu acho que você precisa toda a ajuda que você
pode obter, Jake.
"E eu sou uma pequena princesa com um pai rico e bons contatos."
Jake mastigado loucamente em uma junta. "Pode ser perigoso".
'Perigo', Isabella jogou seus cabelos, "é meu nome do meio."
"OK". OK! "Jake deu uma gargalhada. "Saber o quê? Fico feliz que
correu para dentro de você hoje à noite, Cassie.
"Não é metade do prazer que eu estou", disse ela secamente. "Jake,
quem você acha que matou Jess?"
"Eu não sei. Eu não posso prová-lo, não para alguns. Mas Ranjit sabia
onde ela estava naquela noite. "
Cassie estômago contraiu. "Ele fez? Você tem certeza? "
Sim. E Ranjit e Jess foram ... Bem, eles tinham uma coisa em
conjunto. Talvez eles tiveram uma briga, talvez houvesse outra pessoa
e ele ficou com ciúmes, não sei.
É a explicação mais provável, não é? Tentei pedir a ele para explicar,
mas ele não vai falar sobre isso. Não vou sequer discutir poucos. Ele
está escondendo algo. Talvez
ele é apenas doente.
Cassie sentiu-se mal a si mesma. "Mas o que você quer dizer:" Ele
sabia onde ela estava "?
rosto de Jake a frio. "Porque ele era o único que encontrei. Ranjit
encontrou o corpo de Jess.
CAPÍTULO DEZESSETE
"Eu me sinto tão culpada. Se eu não tivesse ficado doente, quem
sabe? Eu poderia ter notado que algo estava errado. Eu poderia ter
sido capaz de ajudá-la. "
O acento choroso Inglês era familiar. Cassie parou e virou-se
rapidamente no seu calcanhar na frente do quadro de avisos. As
vozes estavam prestes a
canto, aproximando-se através do hall de entrada.
"Você não deve culpar a si mesmo, Alice." A outra menina tinha um
sotaque melodioso. Ayeesha?
"Eu não posso ajudá-lo. Uma coisa tão terrível a fazer. Ela deve ter
ficado desesperada, eu deveria ter percebido alguma coisa. Alguém
no café da manhã, disse que ela
parecia horrível, e não a si mesma em tudo. Oh, eu deveria ter notado
'
"Agora, agora." Sim, foi definitivamente Ayeesha. "As pessoas podem
ser muito hábeis em esconder essas coisas, e Keiko deve ter sido
muito determinado. Para saltar de
o andar superior! Por favor, Alice. Não havia nada que você poderia
ter feito. "
Cassie olhou atentamente para um anúncio de bolas de Natal como as
duas meninas chegaram ao virar da esquina, mas Ayeesha parou e
colocou uma mão em seu braço.
«Cassie, Olá! Ayeesha sorriu.
'Oh. Oi, Ayeesha! Eu estava a quilômetros de distância. "Oh querido,
pensou Cassie: Não é muito convincente. "Olá, Alice." Ela engoliu
meio sem jeito. "Você está bem?"
"Sim, eu suponho." Alice estava quase em lágrimas. Seu rosto estava
atordoado e um pouco em pânico. "Não. Terrível. Eu só quero ir para
as aulas. "
"Mas esta manhã - a certeza de que é uma boa idéia?
"Eu preciso ser ocupado. Eu faltei tanto, ele vai me manter ocupado.
Ayeesha sacudiu a cabeça. "Eu penso que as classes vão ser
canceladas, Alice. Mas é melhor estar na hora de qualquer maneira.
Vamos lá, Cassie.
Cassie caminhou ao lado de Alice. "Eu sinto muito sobre Keiko.
"Eu também." Lágrimas derramadas pelo rosto de Alice.
Hell, pensou Cassie, perplexo. Era óbvio Alice não teve nenhuma
memória do que Keiko estava tentando fazer com ela, só ontem à
noite. "Você está se sentindo melhor,
embora? Você tem certeza? Quero dizer, você tem sobre o seu ...?
"Febre glandular. 'Alice assoou o nariz. "Não poderia ter acontecido
num momento pior, não é? E tudo que eu ouço é como a mamãe está
preocupada comigo. Como
Daddy's contratou um tutor para me ajudar a recuperar o atraso nas
férias. Eles foram ao telefone desde cinco e meia desta manhã, mas
eles não parecem se importar
sobre Keiko. É tudo sobre mim. Eu sou OK. Quando Keiko pobres ...
"Alice pôs a mão sobre sua boca.
Cassie Ayeesha analisada, mas ela estava toda a simpatia para Alice.
"Pois bem. Ele não pode ter afundado ainda. E eles vão estar tão
preocupado com você. "
"Deus, sim. Mamãe tinha de reservar-se em um spa durante uma
semana. Para ajudar os seus nervos, sabe? "
Ayeesha olhou secamente a Cassie como ela conduziu Alice em sala
de aula do Herr Stolz. "Você precisa de uma semana em um você
mesmo. Venha sentar-se, Alice.
Ela não estava brincando, pensou Cassie como ela sentou-se por
Isabella. Alice ainda estava horrível - magro, pálido e cansado -
embora não tão frágil como o
dia antes, a morte Keiko deve ter começado a restaurar a sua
imediatamente. Cassie conseguia entender por que ela precisava
voltar à normalidade, porque ela
precisava sair de seu quarto. Ela provavelmente entendido os motivos
Alice é melhor do que Alice fez. Febre glandular eo suposto suicídio
de um colega
não eram todos que ela precisava para escapar.
Herr Stolz tossiu, calando o murmúrio suave dos alunos, e foi direto ao
ponto. "Vocês todos sabem até agora da terrível tragédia que
Ocorreu na noite passada. "Ele estava pálido, também, bastante
drenado e chocado. "Você não vai se surpreender ao saber que as
aulas são canceladas para hoje e amanhã.
Todos ouviram em silêncio, mesmo poucos. Cassie já havia notado
Ranjit estava faltando. Mais uma vez? Desta vez, Katerina era
demasiado. Ela olhou para fora da
janela, a voz de Herr Stolz do desvanecimento para um murmúrio. Ela
não conseguia se concentrar, havia muitas perguntas, muitas semi-
lembrado conversas
começando a se encaixar.
Porque, por exemplo, era Ranjit caso especial? Parecia tratar a escola
como o seu feudo pessoal, até mais do que o resto dos poucos, para
atuar
classes, como se fosse para simples mortais. De alguma forma ele
não se encaixava que Jessica tinha sido sua namorada. Se Jess era
qualquer coisa como Jake, Cassie não podia imaginá-la
Ranjit e juntos. Seria tão estranho como retratar-se e Ranjit ...
Sua espinha gelada. Parecia Jess: todos disseram sim.
O jeito que você me faz sentir ... Eu não posso aceitar isso,
Cassandra.
O que isso significa? Ele não podia aceitar, porque ele estava
apaixonado por Jess? Ou porque ele a matou?
Ranjit tinha advertido fora Cassie. Ranjit não queria que ela nos
poucos, mesmo quando o Katerina bitchy estava disposta a aceitá-la.
O que fez ele não gosta dela assim
muito? consciência culpada?
Jess tinha ido na noite de Angkor Wat, e ela nunca tinha sido visto
vivo novamente. O que deve ter sido para ela, sozinha e assustada da
selva
as trevas? Ouvindo a abordagem suave, um assassino se
aproximando na noite ...
Ele encontrou o corpo de Jess.
"... E vamos todos sentir sua falta."
Cassie deu um salto. Ela demorou um instante para perceber Herr
Stolz estava falando sobre Keiko.
"O Baile de Natal não será cancelado, mas um minuto de silêncio será
observado no início. Sir Alric me pediu para que você saiba que
arranjos serão feitos para um serviço memorial em uma data no início
do próximo mandato. Entretanto, todos os estudantes que sentem a
necessidade de falar com um membro sênior da
funcionários devem sentir-se livre para fazê-lo. Alice. "Ele sorriu
gentilmente para a menina Inglês. "Este é um choque especial para
você. Sei que estão ansiosos para recuperar o atraso em seu
estudos, trabalho e pode ser uma boa distração. Por favor, fique para
trás por alguns minutos. O resto de vocês estão livres para gastar hoje
e amanhã como você deseja.
Naturalmente, não haverá comportamento violento ". Cuidou-los todos
severamente. "Talvez uma visita de estudo a uma capela ou uma
catedral seria mais
adequada do que a avenida Montaigne?
Jake inclinou-se para Cassie e Isabella como eles reuniram seus livros
e os murmúrios de fofocas e especulações aumentaram em torno
deles. "Notre Dame,
então, vocês? Onze horas? "
Cassie fez uma cara de dúvida. "Metade da escola poderia estar lá
depois que o discurso".
Jake fez uma careta. "Metade da escola será na avenida Montaigne
flexionando seus cartões de ouro, o que diz Stolz.
"Como sobre o Bois de Boulogne? Colocar em Isabella. "Um lugar
tranquilo para o pensamento e reflexão, não? Abundância de espaço.
Muita privacidade.
"Bem pensado. Vou conhecê-lo tanto na inférieure Lac. Jake deu uma
piscadela Isabella. "Por os barcos."
*
"Eu estou congelando", lamentou Isabella. "Vou congelar até a morte."
"Alegra-te, minha flor do sul." Jake rebocado sobre os remos. "Esta
era sua idéia brilhante. Enfim, você pode morrer espetacularmente de
pneumonia, e alguém
vai escrever uma ópera trágica grande sobre você. "
Isabella deu-lhe uma careta de bater os dentes, mas a sua expressão
tornou sonhador e distante, como se ela já estava imaginando sua
última ária de cortar o coração.
Cassie pigarreou, exasperado. "Não podemos falar sobre as mortes
espetaculares?
Jake sorriso desvaneceu-se como ele descansou os remos nos
toletes. "Eu penso que nós temos que, hein?
"Como alguém pode acreditar Keiko se matou?" Queixou-se Isabella,
envolvendo seu vicunha lenço mais uma vez no pescoço e enfiando
os dedos
sob os braços. "Eu pensei que você disse que tinha uma faca em sua
garganta?"
"Não nesse momento." Enquanto o barquinho deriva sob os
castanheiros fosco, Jake se atrapalhou dentro de sua jaqueta e tirou
uma faca de Keiko. Sua lâmina era
embrulhado em tiras arrancadas de um velho T-shirt, e ele levou um
minuto para desenrolá-las. Timidamente, ele segurou a faca com as
duas mãos. As meninas olhavam para ele,
rebitado.
"Marat lhe cobria o corpo, antes que alguém veio," Cassie disse
Isabella. "Nós vimos ele fazer isso. Depois que todos foram enviados
de volta para a cama, ele deve ter movido-lo,
rápido.
"Eles devem ter movido ele," corrigido Jake. "Marat não pode ser o
único envolvido. Alguém deve ter visto que o corpo ".
"E quem exatamente são eles?" Murmurou Cassie.
O lago estava calmo, eo barco passou apenas um pouco na água
enquanto mexia no frio. Penas de gelo estavam se formando na
superfície, e Isabella
tremia. Cassie não foi tão frio, mas ela tremia muito, quando ela
examinou a lâmina da faca. Foi cerca de seis centímetros de
comprimento, levemente curvo, a borda lisa
e brilhando à luz dezembro de inverno.
Dezembro. Foi o primeiro de dezembro. Cassie mal podia acreditar.
Ela esteve na Academia Darke quase um termo geral. O menino, que
ela aprendeu
muito ... "
Olhe para o punho ", disse Jake. "É estranho. Eu nunca vi nada
parecido. "
"Nem eu, disse Isabella. "E Papa reúne antigas espadas, punhais,
coisas desse tipo. Tenho certeza que ele poderia nos dizer algo sobre
isso, mas eu vi
nada como um presente em sua coleção.
Cassie chegou a tocar o punho. Parecia antiga. As esculturas
elaboradas parecia alisado por séculos, sheened com a idade. Ela
acariciou o pad
de seu dedo indicador ao longo deles. Você tinha que inspecionar a
alça de perto para ver os detalhes, porque todas as figuras e os
animais e ornamentos foram
interligadas: cobras, sereias, cariátides, demônios - rosnando, as
coisas torcida que poderia ter sido gatos ou lobos.
"Eu aposto que vale uma fortuna", ela comentou. "Sabe, a noite
parece incrível. Há uma espécie de ilusão de ótica. As esculturas
parecem mover-se. "
"Eles são tão realistas, não são?" Isabella tocou na faca, em seguida,
agarrou a mão dela de volta. "Eu não gosto, apesar de tudo."
"Eu faço", disse Cassie.
"Eu não gosto ou não gosto dele." Jake reembalados a lâmina e
enfiou-o novamente dentro de sua jaqueta. "É prova, isso é tudo."
"A evidência de que?", Disse Cassie. 'Isso não é prova de nada, a
menos que Keiko de DNA estranha nele. Ou o nosso. E então eu e
você em apuros, cowboy.
"Eu sei, eu sei. Mas deve haver mais para encontrar. "
Sniffing, Isabella esfregou o nariz violentamente. Foi ficando vermelho.
"Pois bem. Como é que vamos encontrar mais? Por onde começar?
"Precisamos de conexões com os poucos, isso é óbvio." Jake franziu
a testa. "Eles estão no coração dela."
Isabella deu de ombros. «Cassie e eu ambos foram entrevistados.
Pelo menos um de nós deve ser escolhido. "
Ele balançou a cabeça. "Eu não gosto dessa idéia."
'Sim, mas você não está chamando os tiros, não é? ", Disse Cassie.
'Qual é a pior coisa que pode acontecer? Um de nós chega a ser um
membro, encontramos tanto
como podemos, então, dizer que foi um erro, não temos tempo,
precisamos estudar ... qualquer coisa. Renunciar de poucos. "
"Eu não acho que ninguém chega a demitir-se dos poucos", disse
Jake.
"Eu nunca ouvi falar disso", concordou Isabella. Ela tomou uma
respiração profunda. "Que sobre Ranjit?
Jake congelou. "O que tem ele?
"Ele é o mais importante. Ele é praticamente Head Boy. Estão todos
com medo dele, não reparou? E eu acho que ele gosta de Cassie. Ele
- o que fazer
você diria? - O tesão por ela. "
"Você está errado", murmurou Cassie. "Ele nunca pode esperar para
sair da minha empresa."
"Eu não acho que isso é verdade, você sabe. Eu vi como ele olha para
você. "
"Isso porque da forma como ela olha," disse Jake amargamente. "Ela
é um fantasma em seu banquete de pequeno e acolhedor. De jeito
nenhum pode Cassie se envolver com ele. É muito
perigoso. Quem sabe o que ele faria se ela chegasse perto demais?
Talvez seja isso o que aconteceu com 'Ele ficou em silêncio.
Isabella esfregou os braços. "Richard, então?
Suspirando, Cassie arrastou um dedo através da pele gelada na água,
até que ela percebeu que os outros estavam ainda vê-la em silêncio.
'Olha, Richard não
tem muita influência ", ela protestou. "Alguns dos poucos não acho
que ele deveria ter me propôs. Ranjit não gosta dele, e Katerina trata-
lo como um
animal de estimação. Ele provavelmente não sabe de nada vale a
pena conhecer.
"Ele ainda é o nosso único ponto de contato", disse Jake. E ele
definitivamente gosta de você. Se ele não está na panelinha do
principal, você poderia pelo menos ter amizade com os outros
por meio dele. "
'Pegue-o a levá-lo para o Baile de Natal ", sugere Isabel. "Isso não
seria difícil."
'Sim?' Agarrado Cassie. "Se é tão fácil, porque não Jake pedir-lhe que
a chama do Natal Ball. Richard gosta dele também, não é? "
"Olha, eu sei que você se sentir mal por tê-lo usado," disse Jake, "mas
Richard você usaria se fosse necessário. Isso é o que ele gosta. Ele
não teria um momento
hesitação, Cassie.
"Eu não tenho tanta certeza. Ele está bem, você sabe. Richard. 'Suas
bochechas estavam queimando, mesmo no ar gelado.
"Seria mais seguro do que tentar obter informações de Ranjit",
salientou Jake.
Cassie suspirou, derrotado. "Eu vou tentar, depois, OK? Mas não
estou prometendo nada.
"Eu aprecio isso. Obrigado, Cassie. "Levantar a remos, Jake começou
a puxar o barco de volta em volta de uma pequena ilha e para a costa.
"Você sabe que nós somos o único
idiotas em um barco? "
"Eu não estou surpreso", fungou Isabella. "O barqueiro, ele pensava
que estávamos loucos."
"Nós somos loucos", murmurou Cassie. "Não sabemos o que está se
metendo?
"Claro que não!" Jake sorriu. "A vida é um desafio, né?"
Uma rajada forte de música fez saltar, e que o barco balançou um
pouco. Cassie se atrapalhou com as mãos frias no bolso do casaco.
"Desculpe", disse ela timidamente, retirando o seu telefone e olhar
para o visor. Ela ergueu as sobrancelhas. "Você não vai acreditar que
é isso. 'Ela
virou-lo aberto. "Richard, Hi".
Jake curvado para a frente, deixando o resto remos e água por
gotejamento. Isabella amontoados perto de Cassie, tentando não
deixá-la dentes batem muito alto.
"O Bois de Boulogne, se você pode acreditar ... Sim, é frio sangrenta.
Cassie sorriu e mordeu o lábio. "Com a Isabella ..." Uma pequena
hesitação. "... E Jake
... Sim, bem, eu não vejo você depois da aula foi cancelada ... Sim,
claro que eu olhei. Você tinha ido. "Fazendo uma cara de Jake, ela
cruzou os dedos.
Houve um momento de silêncio do outro lado do telefone, e Cassie
apertou-a mais perto de sua orelha, um pouco ansioso. "É claro que
eu não estou evitando você.
Aonde você foi assim? Oh! Nôtre Dame! Cassie levantou uma
sobrancelha para Jake, e escovou o suor da testa imaginário em
relevo. "Eu não
acha que foi obediente que ... "
Após outra pausa, riu de novo. "Claro que sim. Que tempo? ... Isso
soa muito bem, Richard. Enfim, vejo vocês mais tarde, provavelmente.
"
Ela agarrou o telefone fechado. 'Missão cumprida', disse ela, um
pouco infeliz.
"Missão em movimento", disse Jake escura. "Mal feito. Você tem uma
data?
«O Arco do Triunfo. Amanhã. É um dia muito especial, ele diz. Ele
quer me mostrar algo espetacular. Eu me sinto como um verme. "
Isabella acariciou a mão dela. "Ouça, o som dele com cuidado, hm?
Talvez ele vai mesmo querer nos ajudar. "
"Talvez".
Jake puxou duramente nos remos novamente. 'Obrigado, Cassie. Um
lote. Você está fazendo a coisa certa, você sabe disso. "
"Eu sei disso." Incomodado inspecionaram o parque de inverno.
"Então não se preocupe", Jake chivvied. "É apenas uma data. O que
pode dar errado com isso? E você não precisa fazer nada que você
não quer fazer. "
"Yeah. Eu não sei, embora. "Cassie lambeu seus lábios, eles se
sentiram seca e rachada no ar gelado.
"Não sei o quê?"
"Eu tenho um sentimento muito ruim sobre o amanhã."
CAPÍTULO DEZOITO
"Incrível, não é? 'Richard apertou seus ombros.
Definir atrás do Arco do Triunfo, o sol era um fogo dourado. Como o
deslumbramento se intensificou, ele acendeu as bordas do Arco e
transformado em um halo de fogo. O
estrutura inteira parecia em chamas.
Recuperando o fôlego, Cassie sentia os dedos de Richard avançar no
sentido do pescoço. Ela não podia falar, mas ela não tinha certeza se
era para baixo ao desejo ou medo.
"É o aniversário da Batalha de Austerlitz. maior vitória de Napoleão. A
um dia a cada ano, quando o sol se põe em sintonia com o arco ea
Champs-Elysées. Magnifique ", ele murmurou no ouvido dela", n'est-
ce pas? "
"Pode apostar que sim", ela respirava.
Eles ficaram imóveis até que a luz apagou e os turistas em torno deles
tinha embolsado suas câmeras digitais e dispersos em uma babel de
línguas.
Richard ainda segurava-a firmemente, e Cassie sentia fraco.
"Vamos lá, ou vamos perder a vista! 'Ele quebrou em uma corrida até
o Champs-Elysées. Cassie correu atrás dele, mas ele nem sequer
abrandar à medida que se aproximava
o turbilhão do tráfego sob o Arco.
"Você está louco? 'Ela gritou. Ela deslizou para uma parada que ele
saiu correndo entre carros e motos, esquecendo o toque de trombeta
de chifres. Por uma fração de segundo
Ela hesitou, mas parecia um desafio, e ela pegou meio a sua loucura.
Sorrindo, ela respirou fundo e atiraram para fora através do tráfego.
Insanidade. Ela não sabia como ela fez por isso. O guincho de pneus
eo grito de chifres de quase ensurdeceu ela, as luzes strobe
halfblinded
ela, mas ela se sentia como um peixe ou ave, com um sexto sentido,
como se nada pudesse tocá-la. E ela estava certa, pensou com uma
onda de alegria feroz,
como ela humilhado a linha de postes de baixa ao redor do Arco.
Droga, ela era noite imortal!
«Cassie Bell, eu sabia que você era perfeito! Richard gritou,
agarrando-a e girando em volta dela. "Eu sabia!"
"Claro que eu sou," ela engasgou. "Mas nós estamos indo preso.
"Nah. Venha!
O brilho dourado estava desaparecido desde a pedra, e de seus
entalhes elaborados e frisos. Em vez disso, deu holofotes do Arco
uma aura fantasmagórica, lançando cavalos
e os soldados em relevo assustador. Havia um frio no ar, mas estava
ficando tarde. Agora, o barulho do trânsito parecia distante.
"Duzentos e oitenta e quatro etapas", ele riu. "Eu correrei de você!"
Deus, ele estava apto. Corajosamente, Cassie manteve com ele como
ele teve os primeiros cem passos por dentro do Arco dois de cada vez,
e ela não estava tão longe para trás quando
ele tropeçou fora no topo e puxou-a atrás dele. Recuperando o fôlego,
ela assistiu ao cair da noite azul em Paris. Ela não sabia se a
obstrução
Sua garganta foi até o ponto de vista de sua culpa ou irritante, mas até
o Richard facetious parecia impressionado sóbrio. No ar escuro,
parecia que cada detalhe
da cidade se tornou viva. Distante, Sacré Coeur de Montmartre
brilhava acima como uma pérola branca.
'Disse que você ia gostar ", ele sussurrou.
Ela engoliu. "É incrível. 'Ela gostava dele também, que era o
problema.
"Você quer ver algo ainda melhor que isso? Ainda melhor do que o pôr
do sol? "
Vem fora dele. "
"Não, realmente. Estou falando sério. Há algo melhor. Confie em mim!
"
Ela percebeu que, para a última hora, ela tinha esquecido o que era
suposto fazer. Na noite de escurecimento, como o tráfego rodou em
torno do Arco e
cidade despertou em cor e vida, era difícil ler a expressão de Richard.
Não confio nele, Jake tinha dito. Mas ela não podia ajudá-lo. Ela
balançou a cabeça.
"Claro que eu confio em você. Ele vai ter que ser bastante
surpreendente para bater tudo isso, porém.
"Acredite em mim, é mais do que incrível.
Relutantemente Cassie deixe arrastar para longe dos trilhos picos de
prata e voltar para os passos. "Qual é a pressa?"
"Você tem uma grande cabeça para as alturas, não é?
"Uh-huh. Você pode abrandar um pouco, embora? 'Head para as
alturas ou não, ela não queria tropeçar e cair nas escadas, mas
Richard estava pulando para baixo
eles tão rápido que ela mal conseguia manter-se. Cheio de emoção,
ele mal podia se conter e não parecia ter ouvido falar dela. Cassie
puxou
duro em sua mão.
'Uau!' Ela ofegou irritado, conseguindo arrastá-lo a uma parada.
"Desculpa!" Ele deu-lhe um sorriso doce, apologética. "Tenho levado.
"Assim que eu, quase. Calma, há montes de tempo. "
"Não tanto quanto você pensa." Seus olhos eram tão brilhantes que
eram quase febril. 'Venha!'
Ela soltou de sua mão, sentindo-se mais seguro assim como ela
correu os passos atrás dele. Ele se esquivou com agilidade passado
outros turistas, seu entusiasmo contagiante,
e ela se viu rindo como eles pularam juntos ao fundo.
"Eu estou esperando pela revelação," ela brincou.
"Quase lá, Cassie Bell." Ele sorriu para ela e soprou uma mecha de
cabelo escuro de seus olhos. "Você está pronto para a surpresa de
sua vida? '
"Sou eu que vou gostar?"
"Isso depende de você. Mas eu acho que eu conheço muito bem. "
"Então o que você acha", disse ela, "me conhecer tão bem?"
"Babe, eu acho que você vai adorar!"
Seus dedos rodada enganchado um canto de pedra, acariciou
delicadamente à beira de um enorme bloco. Quando ele olhou em
volta um pouco nervosa, ela também, mas há
Foram poucos turistas aqui em baixo do arco, apenas uma pequena
parte absorvida na chama bruxuleante no Túmulo do Soldado
Desconhecido e distraída pela sua
guia.
Richard deu-lhe uma piscadela solene, e empurrou suavemente, eo
bloco de pedra balançou silenciosamente largura.
Ela estava escancarada. "O que o '
"Shh! Rápido! "Ele apertou o braço dela. "Vá em frente, ou eles vão
nos ver!"
"Mas onde é que ele '
"Há guardas por lá," ele sussurrou. "Hurry up!"
Ela jurava, rindo, e empurrou-o para a borda na escuridão da câmara.
Rapidamente ele aliviou depois de ela atrapalhar a pedra novamente a
partir do
interior até a porta escondida se fechou novamente.
A escuridão era sólida, o aperto frio. Cassie fechou os olhos e abri-los,
mas isso não fez diferença. Havia um leve cheiro de seca
pedra e fumaça perfumada, uma doçura no ar que não era totalmente
agradável. batimento cardíaco acelerado de Cassie.
"Richard?" Sua voz ecoou assustadoramente.
"It's OK, eu estou aqui. Espere um seg. "Com a grosa de um isqueiro
Zippo, uma chama pulou para a vida. Cassie piscou.
As paredes de pedra, ligeiramente dourado como o Arco, fechada em
seu a partir de dois lados, mas surpreendentemente ela não poderia
fazer o máximo: ele recuou demais no
sombras. Em suas costas a porta estava solidamente fechado, mas a
escuridão para além da ferida chama para baixo, com nenhum limite à
vista. Obviamente, houve uma
passagem: um longa. Cassie prendeu a respiração, esforçando-se
para ouvir. Era que um sussurro fraco, ou ... deslizando?
Dumb coisa para pensar. Esfregou os braços vigorosamente. "Isto é ...
incrível. Mas eu não tenho certeza se eu a amo. "
"Espere. Há luzes, os adequados. Se eu só posso achar o ah ....
Deixe-me passar. "Ele apertou seu passado na câmara estreita, e se
virou, sorrindo para ela
expectante na chama dança Zippo.
«O switch?" Ela solicitado.
Uma explosão de dor na cabeça. Seu corpo inteiro tirando a frente. O
piso de pedra batendo até conhecê-la.
E então, mesmo a luz do passado, da pequena chama corajoso, saiu.
CAPÍTULO DEZENOVE
Uma dor de cabeça como se nada ela já sentiu. É serrado em seu
cérebro como uma faca fria e quando tentou abrir os olhos, a luz
queimada. Ela apertou
os fechada novamente, um outro lance de sentimento de dor.
Enxaqueca? Ela não conseguiu enxaquecas. Se ela tivesse bebido?
Ela tentou rolar para o lado dela e inépcia para
um paracetamol.
Não. Ela não conseguia se mexer. Seus braços estavam esticados
acima da cabeça e ela não poderia transferi-los. Quando ela tentou,
golpes afiados correu através dela
ombros, corte e algo em seus pulsos.
Ela abriu os olhos novamente. Sua visão estava turva, mas ela
poderia fazer para fora que o quarto não foi muito brilhante em tudo.
As arandelas de parede estava escura,
cintilação.
Há luzes! Deixe-me ir além ...
Richard. Lembrou-se. Oh Deus.
Ela tentou chutar para fora. Isso não era bom também; seus pés foram
mantidos também. Ela estava esticada sobre uma espécie de mesa de
pedra, liso e duro
sob suas costas. Ela ainda usava seu jeans e sua fina camiseta, mas
ela estava descalça, e muito frio. Seu início de capuz e seu jumper
tinham ido embora.
Em pânico, ela contorceu-se novamente, e pouco metal contra seus
pulsos e tornozelos. Ela deu um grito agudo de medo.
Uma mão acariciava sua testa. Ela tentou desesperadamente de foco,
ainda lutando seus vínculos.
'Hush, agora. Quiet. Não se machuque. Nós não queremos machucar
você, Cassie.
A voz masculina foi abafado por algum tipo de capuz. Ela pensou que
ela sabia quem estava falando, mas ela não podia ter certeza. Nem
ela poderia responder, pois
sua respiração era áspera e estridente e pânico apertou sua garganta.
"A sua cabeça dói? Eu sinto muito que era necessário. "
Cassie tentou se concentrar, tentou não entrar em pânico. Esse ligeiro
aroma de fumo perfumado foi mais forte agora, mas o que estava
queimando, ele não tomar a borda fora do
chill.
"Estávamos com medo que você resista. Parece que estávamos
certos. "
Ela sentiu um sorriso sob o capuz escuro carmesim, mas não havia
maneira de saber com certeza, uma vez que os buracos só fosse olho
fendas estreitas. "Não
se preocupe. Logo você não vai sentir tanta dor. Nem nunca mais. "
Essa observação seca sua boca completamente. Ela lambeu os
lábios, mas isso não ajuda. "Eu vou morrer?" Ela conseguiu coaxar.
Risos. "Que idéia ridícula. '
"É?"
"Claro que é. Cassie Bell, você não está indo só para viver. Você vai
viver como nunca viveu antes.
O valor recuou, para que ela pudesse ver-se na escuridão da câmara.
Agora que seus olhos estavam ajustados, ela poderia fazer a maior
parte dela.
As tochas elenco pulando sombras sobre o teto, onde poderá efectuar
as criaturas esculpidas na pedra. Eles lembrou de outra coisa, se só
ela poderia pensar em linha reta.
Oh, sim. A faca. Os monstros e demônios acima dela eram como
aquelas esculpidas em que cabo antigo. E, assim como aqueles, as
esculturas acima dela
parecia se mover.
Não, eles não parecem se mover. Eles estavam se movendo.
Mordidas de volta um grito, Cassie lutaram e puxou seus vínculos,
sentindo o sangue em seus pulsos, o sangue em
tornozelos, e não se importar.
"Isso é o suficiente. Shh. Você não está autorizado a se machucar. "A
voz era severo como alguém se adiantou, e Cassie foi ainda. Lutando
fez sua cabeça doía muito mesmo. Com um esforço que ela vira a
cabeça dolorida ao encontro de outro olhar fenda, outra capa
vermelha.
"Estou tão feliz por você." Desta vez, a voz distorcida era feminino, o
acento tantalizingly familiar. "Então, satisfeito, Cassie. Seremos
grandes amigos. "
A menina usava um capuz chave em uma corrente de ouro ao
pescoço longo. Atrás dela ficou formas mais sinistra. Havia um círculo
inteiro deles. Pelo menos
um deles não estava disfarçado.
"Richard?
A culpa inquieto deixou seu rosto. Com um sorriso forçado, ele
adiantou-se, esticando a mão para tocá-la as algemadas. Quando ela
só olhava para trás, ele
ligadas através de seus dedos dela, e apertou nervosamente.
"A boa notícia, Cassie! Você foi escolhido!
'Eu tenho o quê? "Desta vez ela conseguiu casca-lo.
"Escolhido. Aprovado! Você é um de nós agora. Um dos poucos!
"Não muito ainda", murmurou a primeira figura. "Mas em breve."
«Cassie, eu sabia, eu não posso? Eu não disse que você seria
perfeito? Você é escolhido!
Ela falou com os dentes cerrados. "E se eu não quero ser escolhido?
A voz rouca interrompeu, desdenhoso. "Você se ofereceu
voluntariamente. Você participou de um congresso para ser
entrevistado.
"Eu nunca soube que havia um voto. Não foi dito. "
"Não houve votação. 'Richard parecia desconfortável. "A proposta foi
vetada do alto, de modo que este Congresso é ... ah, um não oficial.
Mas você
sido favorecido por um membro muito influente de poucos. Isso é mais
que suficiente. "
"Apesar de todas as regras da escola pequena, alguém acrescentou.
Unofficial? O que foi que isso quer dizer?
"E uma vez que são poucos, você vai sempre ser poucos. Não há
nada de Sir Alric pode fazer sobre isso. "
Cassie prendeu a respiração. "Você quer dizer que Sir Alric não
sabe?"
"Você é muito privilegiada. Outra voz cool falou do círculo. Novamente
ela não podia colocar um cara para ele. Era irritante, mas tentando
trabalhar suas
identidades fez dela um pouco mais calmo. »Composição da Poucos
nunca foi um func»
"A função das bolsas," cuspiu Cassie, tremendo. "Então, qual é sua
função, então?
"Depois de poucos, você vai saber tudo o que há para saber. Você
não vai se arrepender. "
"Tenho a sensação de eu", murmurou Cassie.
A primeira figura encapuzada acenou para alguém atrás dela. De
repente, lembrou-se Cassie Alice impotente, fraco demais até mesmo
para chorar, pés e dedos
empurrão que suas veias se destacou em sua pele ...
"Richard", ela sussurrou. Lágrimas saltaram aos olhos, e Cassie se
odiava para olhar tão fraco na frente de uns poucos. "Não deixe que
eles façam isso. Por favor.
Seja o que for. Por favor. '
Seus dedos apertaram os dela. «Cassie, querida! Hush! Eu sei que
você está com medo. Eu era muito!
Ela o encarou, mudo, em seguida, lambeu os lábios. "Isto é o que
aconteceu com você? '
"Claro que sim. Já aconteceu com todos nós, Cassie. Não é tão ruim.
Hah! 'Ele riu alto. "Não é tão ruim? Ah, é muito melhor do que isso! "
"Mas eu não quero isso!", Ela gritou com voz rouca.
"Isso é o que eu pensava. Eu pensei que eu não queria isso, mas
esperar até que você sente dentro de você! Não há nada como ele! "
"Que diabos é isso?"
Ele hesitou. "Não se preocupe. Aceite isso! Apreciá-la, querida! "
Não confio nele, Jake tinha dito. Ele usa, você sabe disso. Ela deu
outro empurrão forte em suas mãos, embora tenha tomado todas as
suas energias. Richard tutted
e inclinou-se mais perto de dab no sangue em seus pulsos. Com tanto
esforço como ela conseguia, ela se concentrou e cuspiu.
No local. Mesmo no olho do bastardo. Ela sorriu.
Limpando seu osso malar, Richard pisou infelizmente longe.
"Ela não tem boas maneiras", demorou outro, a voz de todos os
demais familiares. "Nenhuma. Eu não posso pensar por que razão »
"Agora Katerina. Fica acordado. "
Dolorosamente Cassie revirou cabeça redonda. Katerina não estava
encapuzado, quer, e ela estava adorando isso, a vaca a sangue-frio.
Ao som de passos, o
frio de um projecto de uma porta de abertura, Katerina virou.
A linha de poucos mudou, deixando de despedida, como se alguém
entrar e, quando o círculo fechado novamente, tinha encolhido um
pouco. Mais uma vez eles se aproximaram, em seguida, novamente.
O anel foi de aperto como um laço. Cold terror apoderou do intestino
de Cassie. Qual era Ranjit? Qual deles matou Jess?
Ela não podia ver atrás dela, mas ela podia sentir a presença de novo.
No entanto, ela o pescoço esticado, raspando o couro cabeludo dela
sobre a pedra, ela não poderia inclinar a
cabeça longe o bastante para descobrir quem estava lá. Sua
respiração cresceu mais rapidamente, e ela não tentou a choramingar.
Não lhes dão a satisfação ...
"Está na hora." Levantar a chave de ouro ao pescoço, a menina de
capuz desbloqueadas as algemas, libertando as mãos de Cassie. Não
fazê-la de bom. Em linha reta
Richard longe e outro dos poucos tomou um pulso cada um,
segurando-a tão firmemente como qualquer cadeia, seus dedos como
o aço.
"Por favor", disse Richard nervosamente. "Tente relaxar.
Ah, com certeza.
Alguém foi se soltando as correntes em seus pés, mas eles não foram
removidos completamente. Logo que a tensão foi lançado, Richard e
sua
colega puxou ela de modo que sua cabeça fora da ponta final da mesa
de pedra, e seus ombros repousava sobre a borda. Seu pescoço doer
loucamente agora, mas ela poderia
finalmente ver a presença atrás dela, mesmo que fosse de cabeça
para baixo. Uma figura fina, curvado, torto com a idade. Upswept
cabelos brancos, pele de porcelana frágil, e um
tipo sorriso distorcido pelo ângulo.
Azzedine Madame.
A velha se sentou em uma cadeira dourada, com o rosto perto de
Cassie. Suas mãos deslizaram sob a cabeça frágil Cassie para apoiá-
lo, aliviando a dor no pescoço.
Cassie olhou para os olhos azuis plissados, apenas centímetros de
distância. A velha parecia quase superado com alegria.
"Obrigado por esta, Cassandra, minha querida." Seco amassado
polegares acariciando seus templos. "Eu gostei de você no momento
em que te conheci, você sabe disso?
"Não! O que você '
"Olhe para mim, Cassandra. Estou velho. Eu tive tudo a partir deste
corpo que eu poderia ter esperado. É hora de Madame Azzedine para
... despedir-se. É hora de
me a tomar um novo corpo. Um corpo jovem.
Ela sorriu amorosamente Cassie. "Seu corpo".
Frozen de terror, Cassie procurou o rosto da mulher. Algo se moveu
por trás daqueles olhos claros de idade, e ela não podia pensar por
que ela não tinha visto
antes. Talvez ela tivesse. Algo rodando, agitando. olhos de quem tinha
feito isso também: fervido com a vida e um brilho animal? Não
importa. De alguma forma ela
sabia o que estava chegando agora. Não há forma de pará-lo: apenas
retardá-la. Talk. Talk.
'O que você vai fazer quando terminar comigo? "Ela respirava duro,
sufocando o seu medo com raiva. "Shuck me fora como uma serpente
de idade? Justo
como Azzedine com Madame? "
"Venha, venha - 'ela riu aquele riso tilintante," Eu tive uma vida longa e
boa. Eu fui forte e poderoso, e bonito. Você pode esperar o mesmo!
Você
não tem nada a perder, Cassandra. Nada ".
"Exceto a minha alma!" Gritou Cassie. "Certo? Com exceção de mim. "
Ela já não podia ver qualquer rosto, mas Madame de Azzedine.
"Agora, Cassie. Você acha que o seu amigo Richard se perdeu?
Ranjit, Ayeesha, Katerina? Você acha que Sir Alric se perdeu? "A
risada de menina.
"Certamente que não. Estamos ainda a nós mesmos. Nós demos a
presença corpórea espíritos, isso é tudo. Eles não nos dominaram.
Eles se juntaram a nós. "
"Espíritos? Cassie tentou respirar corretamente. perfume Madame
Azzedine foi esmagador, ea pedra era dolorosamente duro contra
suas costas.
"Espíritos antigos, tão antigo", ponderou a velha. "Uma nova vida, com
cada geração. Você não pode esperar-nos a desaparecer e morrer
para a conveniência dos
uns poucos mortais. Especialmente quando os mortais têm muito a
ganhar. "
"Como o quê? Terror" estava começando a estrangulá-la novamente.
Quem estava falando com ela? Madame Azzedine, ou a coisa dentro
dela? Talvez até mesmo a velha
não sabia mais nada. Os lábios enrugados estavam mais próximos,
Cassie é agora o rosto envelhecido sonhador.
"Tudo menina bolsa." Tom frio Katerina foi impiedosa. "Há de tudo
para ganhar! Nós hosts almas não sejam perdidos. O espírito só
aumenta a sua
a nossa própria essência. "
'Spirit? É um demônio ou o quê? "
"Não seja tão rude." A menina sueca parecia mais divertido do que
Cassie teria pensado possível. "Com o espírito que estamos mais
fortes, mais cruel, mais
implacável. Mais bonito. Melhor equipados para o mundo de hoje, em
outras palavras. "
"Você está doente!"
"Não. Pessoalmente, eu nunca me senti melhor. O que você gostaria
de ser, Cassie, quando você crescer? "Katerina sniggered. "Um
primeiro-ministro? A presidente?
Chefe de uma corporação internacional? Uma celebridade da Um-
lista? Alguns de nós, você sabe. Embora para você, talvez
devêssemos falar D-lista. "
"Eu quero ser eu mesma!"
"Mas você vai ser," Madame Azzedine acalmou. "Isso e muito mais."
'Não!'
"Tarde demais, minha querida."
Lábios secos presos ao longo dela, poderoso, irresistível. O cheiro de
morte e perfume tomou conta dela para que ela quase vomitou, mas
foi impossível
fazer um som, e muito menos vomitar. Cassie se contorcia, à espera
de sentir o que Alice tinha sentido, esperando que a vida deve ser
sugado para fora dela. Doeu? Tinha olhado como
se o fizessem. Uma lágrima escorreu de sua testa. Ela tentou uma
última vez a luta, mas o aperto em seus pulsos era muito forte. Do
círculo da Poucos vieram de baixo
uivo de excitação coletiva.
Então, o pior parafuso de dor ainda atirou na cabeça dela, seu
coração saltou no peito como um animal tentando escapar, e todo o
mundo foi cegueira
branco.
E alguém, em algum lugar, gritou.
CAPÍTULO VINTE
Não foi fraqueza. Foi a força.
Cassie foi subitamente alerta, totalmente vivo. pescoço magro
Madame Azzedine era tão perto que ela não conseguia se concentrar
corretamente, mas ela podia ver roxo
veias salientes e latejante, podia sentir o corpo velho idiota e começa
a tremer, poderia provar a carne podre. Suas bocas eram ainda
fechados juntos, mas ela
já não se sentia doente.
Sentiu-se forte.
O grito distante voltou, e Madame Azzedine lançado cabeça Cassie
abruptamente, cerrando os punhos até os nós dos dedos, mostrou
osso branco
através da pele fina. Cassie espera a cabeça para smack para baixo
na mesa de pedra, mas isso não aconteceu. Não havia poder em seu
pescoço, mas não feriu mesmo para mantê-la
cabeça erguida. Nem ela perder o contato, assim como o corpo se
contorceu antiga ea mulher tentaram torcer distância.
Outro lamento angustiado, como se viesse de muito longe, e Cassie
sabia que Madame Azzedine não estava fazendo esse barulho alto,
dentro do
cabeça de Cassie. O aperto nos braços soltos um pouco, e Cassie
esticado para cima com fome. Por um instante, Madame Azzedine
quebrou o contacto e
Cassie teve um vislumbre de seu rosto, branco torturados. Katerina
agarrado a uma palavra, e os braços foram liberados.
Cassie pulou e agarrou a cabeça da Madame Azzedine. Arrancar da
boca de idade de volta ao seu, ela torceu os dedos no cabelo branco.
Ela precisava dele. Ele precisava dela. Não há problema ...
Algo estava queimando seu ombro, uma dor intensa concentração,
mas ela não se importava. O que ela tinha que fazer era manter
contato. Mantenha o velho
perto da mulher. Nada mais importava. Hot agulhas em seu ombro.
Não, não. Não importa ...
Outro grito. Não está em sua cabeça, apesar de tudo. Era real e
próximo, e parecia terrivelmente familiar. Irado. Tempestuoso. Drama
Queeny.
América Latina ...
Algo difícil whacked na lateral do crânio de Madame Azzedine, tirando-
a fora. Cassie agarrou a velha como ela caiu silenciosamente para a
lado, mas com suas próprias pernas ainda restrito que não podia
alcançá-la. Como o corpo caiu no chão em um montão, seco mortos,
um toque de branco translúcido drifted
dos lábios da velha, em espiral em direção ao teto com um nível
elevado, guinchando lamento.
Katerina arrebatou no wisp escapar. Fools '! Ela uivou. "O que você
fez? '
Cassie é exatamente sentimentos. Seus dedos agarrados na névoa
fugindo, assim, até com um grito de frustração, ela encolheu-se,
rasgando as correntes. Então, ela
congelou, a respiração presa em sua garganta.
Lá estava ele.
Ranjit ficou na frente dela, o frio e, ainda, de frente para o resto de
poucos. Sua volta foi para ela, mas ela ouviu claramente o seu
murmúrio triste. 'Puta, Katerina.
O que você fez? '
Katerina encurvado, cuspideira com raiva, mas não respondeu.
Então, não era Ranjit nesta cerimónia oficial? Como se a cabeça
Cassie não estava girando rápido o suficiente já ... Será que isso quer
dizer que ele estava do seu lado?
Nesse caso, o que diabos ele tinha guardado?
À sua esquerda, Cassie teve um vislumbre de Jake faca cortando
estranho Keiko em um arco amplo alerta na snarling Poucos. Isabella
tinha escalado para o
mesa de pedra, e agora ficou acima Cassie, ameaçando todos os
cantos com o que parecia ser muito longa, muito whippy martelo.
"Onde você conseguiu isso?" Cassie gritou, esfregando as têmporas
ferozmente, lutando para se concentrar.
"Isto?" Isabella virou em uma figura encapuzada que ele fez uma
investida para ela, quebrando sua arma em sua cabeça. O número
caiu como uma pedra. "Trago este
escola todos os termos, Cassie! Eu sabia que viria bonito.
"Handy", disse Cassie, sacudindo a cabeça clara no passado.
"Eu disse, 'Jake chamado por cima do ombro, seu foco ainda no
semicírculo da Poucos malicioso, que olhos a faca com extrema
cautela.
"Sim, sim", disse Cassie. "Eu sei. Killer com um taco de pólo.
"Embrulhar uma rodada cadeia tornozelo seu punho, ela tensa para
ele, mas era impossível.
Ranjit voz era baixa, mas clara. "Jake. As cadeias. Use a faca.
Jake lançou-lhe um esgar desconfiado. "Como que vai '
"Eu disse, use a faca!"
Com um olhar ameaçador passado suspeito, Jake backup, em
seguida, virou-se e bateu com a faca para baixo para a cadeia. Os
links quebrados, mas ele já tinha virado
para avisar mais dois dos poucos, que tinha saltado para a frente a
uma curta distância. Eles hesitou, resmungou, recuou um passo. Em
seguida, outro.
Jake olhou para a faca em estado de choque. "É uma lâmina.
Ranjit não tomou conhecimento. Ele estava perfeitamente calmo, e
nenhum dos Poucos se atreveram a aproximar-se dele. Seu foco era
todo sobre Katerina, algo entre o torresmo
elas. Lust? Fury? Ódio?
Oh, quem diabos se importou.
"Jake! Cassie gritou, apertando a outra corrente. "Mais uma vez,
rápido!"
Um ataque mais rápido, e chips de pedra estourou em uma nuvem de
poeira a partir da tabela. Jake prometeu.
«Falhada. Faça isso de novo! "Gritou Cassie.
Mais uma vez, e de três links na cadeia de segunda desintegrado.
Direita. Cassie saltou da mesa na hora de perfurar um dos
encapuzados
difícil que finalmente saltou na Jake. punho Cassie está conectado
com o que deve ter sido um queixo, fazendo um ruído satisfatório, e
que o atacante recuou.
'Timing Nice ", disse Jake, que parecia envergonhado com ducking.
"Você também. Como você chegou aqui? "
Isabella foi girando o taco de pólo acima de sua cabeça. "Diga-lhe
mais tarde. Podemos ir agora? "
"Yeah. Cai fora! "Gritou Jake, como uma figura slunk de sombras, à
sua esquerda. Katerina estava pálido e imóvel, com fúria.
"Você tem a lâmina!", Ela sussurrou. 'Você'.
"Estou muito triste", disse Jake. "Isso é contra as regras da escola?"
"Não fazer a coisa brincadeiras", lamentou Isabella. "Vamos correr.
Cassie. Go! "
Cassie empurrou para a frente entre Isabella e ainda hoodie outro, que
estava perseguindo o assassino para a Argentina. Desenho de volta
seus lábios,
Cassie rosnou. Engraçado como, naturalmente, que veio ...
Ranjit e Katerina ainda tudo embrulhado em si, como se eles estavam
lutando uma espécie de duelo psíquico. Ele obviamente não estava
preocupado com a
Poucos outros. Ele estava tão imóvel e ameaçador como uma pedra,
mas seus olhos brilhavam.
Isso poderia ficar ruim, Cassie sabia que em seus ossos. "Isabella!
Jake! Voltar para a porta, vamos lá! '
Mas Isabella estava hesitante agora. 'Ranjit está em apuros. "
"Ele pode cuidar de si mesmo", gritou Jake. 'Go Isabella! "
Mas Cassie recuou demais. Ranjit ainda estava mortalmente quieto,
virados para os poucos, mas agora eles foram recuperando a sua
coragem, circundando-o. Cassie começou
para ele, apesar de Isabella arrastando em seu braço.
«Cassie, vamos lá! Por favor! "
Richard ficava no lado oposto da tabela, tristeza e desapontamento
em seus olhos bonitos. Cassie hesitou, ler nos lábios a palavra, por
favor ... Ela
não respondeu porque escorregou na arcada sob as serpentes se
contorcendo. A língua de pedra cintilou para fora, quase tocando o
ombro dela, e ela estremeceu.
«Cassie! Richard gritou novamente. 'Por favor! "
Seus lábios enrolado. "Vai brincar com o tráfego, Richard.
Ela empurrou Jake. "Saia daqui! '
Isabella estava segurando de volta. "Que sobre Ran '
'Come on', gritou Jake. Desta vez ele puxou Isabella com ele.
Cassie demorado. Katerina estava rosnando ordens no Poucas
hesitante como cercaram Ranjit.
"Deixar, Cassandra", disse ele, frio como o mármore. "Eu vou seguir.
Stupid para discutir. Stupid, também, a sentir esse medo terrível para
ele. Ele sabia o que estava fazendo. Não foi? Relutante, ela se virou
em seu calcanhar, e correu atrás
Jake.
Jake e Isabel foram dois corredores rápidos, mas arrebatados
juntamente com eles facilmente. "Como você me encontrou?
"Quando você não voltou para a sala no momento em que acordámos,
fomos à sua procura", explicou Isabella fôlego. "Procuramos em todo o
Academia. Eventualmente, fomos aos poucos a sala comum.
"Obviamente você não estava lá", Jake acrescentou, "mas não eram a
metade de poucos. Ayeesha era, e Cormac, e mais um par, mas eles
disseram que Katerina
e os outros tinham ido para atender Richard. Isso é quando nós sabia
que você estava em apuros. "
"E então veio em Ranjit", disse Isabella.
"Yeah. E ele sabia onde ia levá-lo ", cuspiu Jake. "Curiosamente".
O corredor parecia terrivelmente longo e sinuoso, serpenteando para
cima em um gradiente crescente, mas Cassie correu sem esforço, ela
deve ser mais forte do que ela
pensei.
"Jake, isso é injusto!" Protestou Isabella fôlego. 'Ranjit não sabia sobre
a - a cerimônia! "
"Ele diz, 'Jake murmurou de má vontade.
"Ele só adivinhou o que tinha acontecido, Jake! E ele nos trouxe para
a Arc, não foi? Mostrou-nos a porta secreta? "Ofegante, ela jogou um
Cassie
sorriso perverso. 'Então ele não tem tesão por você! Veja?
Passando mais uma vez de se concentrar no caminho adiante,
Isabella deu um suspiro chocado. Como ela derrapou para uma
parada, Jake quase caiu em cima dela.
"Que o inferno '
"Olá, Jake, querida."
À frente deles, obstruindo o seu caminho até a porta, estava uma
figura esguia, cabelo longo claro brilhante. Katerina estava sorrindo
para eles.
Mais ou menos.
'Eita', murmurou Cassie, "essa menina é realmente todos os dentes. 'E
tão longos, muito afiadas.
"Você deve saber o que você está realmente acima de encontro",
Katerina murmurou throatily. Muito throatily.
A menina não parecia-se mais, para dizer o mínimo. Os olhos estavam
vermelhos, o cinza da pele, os lábios puxados para trás num sorriso
rictus. E, no entanto, foi ainda
Katerina. Através e completamente.
"Eu deveria saber! Explodiu Jake. "É uma armadilha! Singh levou-nos
aqui e agora ele mandou depois de nós. "
'Não', disse Cassie categoricamente. "Onde está Ranjit Katerina,?
Com um riso Trilling, Katerina usado uma garra mão para dobrar um
fio de cabelo atrás da orelha. "Ela está certa, Jake. Eu não preciso da
ajuda de Ranjit. Você acha que eu não
conhecer esses labirintos antigos? Eu sei que todos eles, em cada
cidade. Eu os conheço há séculos ".
"E você está procurando a sua idade", disse Cassie.
Katerina assobiou. "Você é um par de idiotas. Ela não vai agradecer a
você, você sabe, "disse Jake e Isabella, empurrando sua cabeça na
direção de Cassie. "No fim das contas
ela não vai. Na verdade, ela vai querer você morto para que a
interrupção estúpida. "
Jake cerrou os dentes. "Saia do nosso caminho, Katerina. Eu não
quero te machucar. "
"Não, a sério. Você acha que eu receber ordens de Bolsas? "A língua
comprida flickered fora para lamber os dentes Katerina como o sorriso
horrível pelados-back retornado.
"Você acha que pode me machucar? Você não me conhece muito
bem, não é? Scooby.
Jake ingestão de respiração era muito alto. "O que você disse?"
"Você ouviu. Scooby-doo-Dooby. Eu não posso lhe dizer quão alto ela
gritou para você, no final. Não, ela nunca usar seu nome real?
Jake parecia paralisado, que ele estava tremendo. A faca pendurada
flácido e inútil em sua mão, a qualquer momento ele estava indo para
escapar de seus dedos.
'Você', disse ele, quase inaudível. "Foi você?"
A boca vicioso torcida em um sorriso de escárnio. "Oh, não crescem,
Scooby. Claro que era eu. Bem Keiko, e para mim. Ranjit
simplesmente entregue-la, isso é tudo. "
Ansioso Cassie olhou para Jake. Ela não podia sequer vê-lo respirar,
mas ela pensou que podia ouvir a batida de seu coração duro.
"Havia apenas um ano entre você dois filhos intromissão, não estava
lá? Quão perto você deve ter sido, você e Jess.
"Sim, Jake sussurrou.
"E você vai ser novamente. Vamos acabar com isso rapidamente.
"Frowning, Katerina analisou um prego como uma garra amarelo,
maçante e retorcidas. "Eu preciso ir ver o meu
companheiro de quarto.
"Ah?" Isabella cozido com fúria. 'Hungry?
"Sinceramente, sim. Ingrid é uma delícia, e cooperativo. Ao contrário
de Jessica. Lamento dizê-lo, Jake, mas sua irmã era um pouco azedo,
um pouco amargo. Todos execução que,
você vê, todo o medo que isso. Tudo o que adrenal '
Jake urrou e pulou na Katerina, cortando loucamente com a faca. Ela
se esquivou como uma cobra, fugindo a sua aderência e envolvendo
uma arma poderosa em torno de
sua garganta. Isabella foi para ela, gritando, mas Jake Katerina
pescoço torcido para trás e abaixou o balanço do taco de pólo.
Reequilíbrio, que chutou para fora
Isabella duro, pegando no estômago e batendo seu atordoado e sem
fôlego para o chão.
sangue Cassie sentiu tanto frio em suas veias, ela não conseguia se
mexer. Katerina garras estavam escavando no pescoço de Jake e ele
arrancou desesperadamente em seu braço,
deixando cair a faca. Instantaneamente, Cassie sabia que era o que
ela está esperando. Ela mergulhou a faca, pegou uma mecha de
cabelo Katerina com os outros
mão e, como o sueco gritou com a dor, ela balançou a lâmina
descontroladamente em face de Katerina. Sangue aspergido.
Oops, pensou Cassie, ainda segurando a cabeça monstruosa da
menina. E agora ...?
Depois do silêncio horrível de um segundo, Katerina uivou. Seu
domínio sobre Jake soltou o suficiente para deixá-lo pegar uma
golfada de ar, mas ela não deixá-lo ir.
"Amadores! Ela gritou na cara de Cassie. "Como você se atreve!"
Cassie não estava esperando a força do golpe de Katerina. Ele bateu-
a para o outro lado do corredor, e como ela bateu contra a parede a
faca
caiu de seus dedos e girou no chão. Katerina lunged para ele, seus
dedos se contorcendo de encerramento do punho enquanto a outra
mão garra manteve um aperto no
garganta de Jake. Cassie tentou correr para os pés, mas sua cabeça
estava girando loucamente novamente. A poucos metros de distância,
Isabella ainda estava tentando sugar o ar em seu
pulmões. A lâmina da faca brilhou como Katerina levantá-la.
"Agora veja Jake morrer", ela sorriu.
Mas algo se moveu mais rápido do que a lâmina, batendo duro em
Katerina, batendo seu alastrando. Descartando tanto Jake ea faca,
lamentando com raiva
e medo, Katerina chutou e lutou inutilmente contra seu agressor novo.
Ela olhou, pensou Cassie, como um leopardo a tentar lutar contra um
tigre. Quando os dois
contorcendo-se, os corpos caíram lutando contra a parede, Cassie viu
o tigre claramente. Ranjit.
Seus dentes foram cruelmente nua, e seus olhos, como Katerina,
estavam vermelhos de canto a canto. Suas mãos poderosas
encontrou sua garganta e Katerina
squirmed, rasping para respirar, atacando suas garras em seu rosto e
tirar sangue. Mas muito mais do que vazaram de uma faca corte em
seu rosto próprio; Ranjit's
mãos foram embebidas nela. Finalmente arrancando os dedos no
sangue mancha solto, Katerina gritou com voz rouca e lhe deu um
pontapé no peito selvagem. Ele
cambaleou para trás, e ela mexidos para quatro, cuspindo.
'Saia da minha frente, a irmã-escuro ", resmungou Ranjit. "Antes eu te
mato."
"Nunca", sussurrou Katerina, uma mão segurando o rosto sangrento.
"Nunca. É ela que eu vou te matar. Oh, você não vai me matar. "
Ela olhou para ele avidamente por um momento. Então, ela saltou a
seus pés, e correu.
Para o que parecia uma idade, os quatro ficaram em silêncio. Jake foi
o primeiro a mover-se, levantando Isabella a seus pés. Cassie não
tinha certeza se ela
companheiro necessária para pressionar contra Jake tão perto, ou
pendurar tão frouxamente em seus braços, mas o que o inferno.
Cassie conseguiu dar um sorriso, mas morreu como Jake
inclinou-se e se atrapalhou mais uma vez para a faca. Ela tremia em
seus dedos enquanto apontava a ponta dele no Ranjit. Sua boca
estava presa com raiva.
»Katerina disse que você disse ... você entregou a ela. Para ser morto.
"
Ranjit não piscar. Seus olhos estavam normais novamente, se
maçante, ea pele do seu rosto estava pálido e tenso. "Ela estava
mentindo. Como eu poderia ferir Jess? Eu a amava.
"Você não ajuda Katerina?
"Não. Eu tinha marcado encontro com Jess. Mas era tarde, alguém me
atrasou. Foi deliberado, percebi que depois disso, mas eu era muito
estúpido para vê-lo no
tempo. Eu juro, Johns, Jake. Eu não matei ela, e eu não levá-la para
ser morto. "
Pela primeira vez, Jake parecia incerto.
"Então, por que era ela?", Ele perguntou, e no silêncio terrível
acrescentou baixinho: "Morto".
»Katerina. Ranjit ombros impotente. "Eu não sabia o quanto ela o
quanto ela ...»
"Jess queria sair do caminho?", Disse Cassie, realização
amanhecendo. "Assim, ela poderia tê-lo só para si?
Deu-lhe um olhar longo, infeliz. "Sim".
"E quanto Keiko?
Ranjit suspirou. "Ela costumava ser o melhor amigo de Jess, antes
que ela foi escolhida. Mas depois ela se juntou ao poucos, ela mudou.
Tornou-se mais imprudentes -
perigoso, mesmo. Ela estava louco o suficiente para ir junto com
Katerina apenas para o inferno dele. "
Cassie não disse nada. Se ela abriu a boca, ela dizia, e que atrasou
você, Ranjit? Quem foi que te segurou tempo suficiente para se matar
Jess?
Mas a verdade era que ela não quer saber.
Ranjit abaixou a cabeça. "Mas mesmo que eu não ferir Jess, a culpa é
minha e Katerina Keiko sabia onde encontrá-la, por isso é minha culpa
que ela está morta. Estou
Desculpe, Jake. Então, desculpe. "
Para os ouvidos de Cassie, ele parecia mais do que arrependido. Ele
parecia desolado. Não admira que o rapaz tinha sido manter o resto
da escola no comprimento do braço. Ele
não era esnobismo, era a dor. Como alguém poderia lidar com esse
tipo de culpa?
Cassie estendeu a faca, deslizando a mão suavemente sobre Jake e
espremê-lo. "Jake? Acho que ele está dizendo a verdade. Por favor?
Seus dedos esticados, segurando a faca rígida, mas de repente ficou
mole, e Cassie facilitou a faca. Virando-se para Ranjit, ela o segurou
para ele.
"Não." Ele deu um passo para trás, desconfiado. "É Jake agora.
Jake estava ali dura, ainda irritado e confuso. Mas, como visto Cassie,
Isabella deslizou os braços em volta de sua cintura confortavelmente.
Um momento depois, ele colocou
os braços em volta dela, também.
"Tome isso, Jake", disse Cassie. 'Por favor'.
Ele olhou para a faca para o que parecia uma eternidade. Mas quando
sua mente estava feita, ele estendeu a mão e agarrou-o, triste e certo.
"E os outros?" Cassie apontou volta para o corredor escuro.
"Eles não seguirão ainda. Não sem Katerina. Eles só estavam
supostamente para me manter ocupada, enquanto ela tem para você.
Nós ... argumentou. Wincing, Ranjit
tocou em um corte profundo no antebraço. "Mas eles viram o meu
ponto de vista no final. Ainda assim, sugiro que vá rapidamente. "Ele
levantou a cabeça. "Se Jake vai me deixar."
Jake hesitou, enrijecendo. Isabella apertou seus ombros. "Ele nos
levou a Cassie," ela sussurrou. "Ele nos ajudou."
O ar no corredor frio, como era, parecia pesado e opressivo.
"Jake, você acredita em mim? 'Ranjit perguntou. 'Sobre Jess? "
"Por que eu?"
Ranjit deu de ombros pequenos. «Nenhuma razão. Só que eu estou te
dizendo a verdade. "
"Talvez", disse Jake.
"Você confia em mim, então? 'Ranjit soou quase desesperado.
Jake pegou a mão de Isabella firme na sua, e se voltou para a porta
escondida.
"Não. Mas eu vou fingir que eu faço. Por agora.
CAPÍTULO VINTE E UM
pijamas Stupid. Caso estas não sejam demasiado pequeno para ela?
Eles eram largas e disformes e desbotada, ela se lembrava bem. Ela
puxou o
hem disforme e fez uma careta para baixo na Bratz fotos de todo o
tecido. Ela não era muito velho para estas coisas?
O corredor estava escuro. Mas a sombra moveu, fina e malevolente
como um corvo. Um clique com o botão de salto. Jilly Beaton,
verificando se o
crianças estavam OK. Porque se fosse, algo deve ser feito ...
Ela sorriu.
Sem pressa. Sem medo. Cupping mãos dela contra a janela de
aterrissagem, Cassandra olhou para dentro do quintal desalinhado.
Uma das caixas foi erigida,
lixo disgorged sobre o concreto rachado. Isso deve ter sido o que ela
tinha acordado. A raposa scrawny enraizada em torno dos escombros,
mas como se sentir
seu olhar, ele congelou e olhou para ela, uma pata dianteira levantada
ainda.
Ela sorriu para ele. A raposa virou-se para o lixo derramado, e ela
voltou para a sombra perseguição. Ele havia parado fora da porta de
Lori, pressionando um
Ouvi a madeira fina para beber em soluços da menina saudades de
casa. Quantos anos tinha Lori? Oito. Cassandra mesma idade tinha
quando começou a destruí-la Jilly
de dentro para fora.
Tutting silenciosamente, ela balançou a cabeça e seguiu. Como a
mulher tinha chegado tão longe? Direito à porta do quarto da Lori? Oh,
sim. Porque ela deixasse
dela. Pobre, pobre Jilly. Um rato em uma armadilha, ela era.
Agora, o que fazer? A ameaça de ir para as autoridades? Telefone
Patrick e ele procura ouvir? Ou simplesmente levantar o inferno e toda
a casa?
Nah.
Jilly tinha colocado a mão na porta de Lori, tinha começado a girar a
maçaneta, mas ela parou em um som. Virou. Olhou.
Olá, Jilly.
O sorriso da mulher de antecipação sádico morreu, e ela encolheu
Cassandra como caminhou em sua direção. Cassandra tinha apenas
dez anos, mas o
mulher estava aterrorizada com ela! Ela riu. Se esta era uma
lembrança que havia algo errado com ele - ela nunca ousou confrontar
Jilly quando ela tinha dez anos.
Mas quem se importava? Esta foi uma delícia. A mulher se encolheu,
choramingando.
Patético. Assim como a esposa do senador, Flavia Augusta, aquele
que tinha tentado envenená-la. Patético, como o padre guloso na
Renascença Turim, a
um com os apetites não muito celibato. Como o foppish Lord Acton,
quando ela pegou sozinho - Natal de 1790, não foi? - Lento e
escalonamento
com bebida e luxúria. Eles foram todos aterrorizados com ela, no final.
Muito bem, também.
Por que um presente, então. Cassandra odiava. Ela tinha feito
Cassandra medo, ela fez seu ódio a si mesma. Ela tentou sugar a
alma de Cassandra,
e que não faria. Ela não faria nada. Bem, agora foi a vez da mulher de
ter medo, e não foi só ela! Esse foi um eufemismo. Ela olhou
como se o solo pode-se.
Um beijo, então, caro Jilly! Um pequeno beijo Apaixonado! Só para
mostrar que não há ressentimentos. Só para mostrar como se sente, a
ser drenada de si mesmo. Um beijo ...
Ela colocou uma mão em cada lado da cabeça da mulher. Abaixando-
se, ela sorriu nos olhos dela e apertou, esmagando os apertados,
lábios viciosos
em uma paródia de um amuo. E através de sua boca distorcida, a
mulher começou a gritar.
Atrás da porta, imperturbável, Lori soluçou-se suavemente para
dormir.
Mas Cassie puxou acordado.
*
Ela não tivesse gritado alto, ronca tranquilizador Isabella continuou
sem interrupção. Disposto seu batimento cardíaco a abrandar, Cassie
esfregou as costas da
seu pescoço. Em seu rosto, ela podia sentir uma lufada de ar frio de
Dezembro: a janela estava aberta. Uma janela para Paris, não
Cranlake do Crescente Vermelho. Ela não era uma
dez anos, de pijama Bratz, estes entes podem ser baratos, mas eles
eram do tamanho dela. E se havia algo escondido lá fora, não era
raposa urbana.
O que um sonho. Que pesadelo.
Escorregar para fora da cama, ela acolchoada para a janela e inclinou-
se para a direita para fora, engolindo o ar frio. Ele fez sua tonta.
Cuidado. Você pode cair.
"É claro que eu não vou cair!"
Enrijecimento, ela olhava para a rede de luzes que era a cidade. Isso
realmente não tinha sido uma voz sussurrando no ouvido dela. Então,
por que ela respondeu?
"Estelle?" Ela sussurrou.
Nada. Ela respirou fundo. Isso foi estúpido.
O que é estúpido sobre a justiça, meu caro? Você poderia tê-lo, você
sabe disso.
'O quê?
Você sabe o que é possível. Você sabe o que quer. Você me
prometeu que ia ter o que quiser. Você me prometeu.
Cassie recuou, segurando o parapeito da janela, olhando fixamente
para a noite.
Você deixou ela ir embora com ele, Cassandra. Não é?
"O que eu devo fazer? O que eu poderia fazer? Nada! "
Porque você estava com medo. Isso é tudo. Let me in, Cassandra!
Deixe-me em você e nunca vou ter medo de novo. De qualquer um!
Juntos, você e eu! Deixe-me
em!
Silêncio, um silêncio arrastando por muito tempo. Ela estava
imaginando a voz, Cassie decidiu. Ela era sonâmbulo. Isso era tudo.
Alucinante.
Um dia nós vamos encontrá-la, Cassandra.
Ela pôs as mãos nos ouvidos. "Vá embora!"
Ela estará lá para nós. carne fácil. Let Me In!
'Não!'
«Cassie? Grunhido sonolento Isabella fez empurrão longe da janela e
volta. «Cassie, que está errado? Quem está falando? '
"Ninguém!" Cassie voz tremia. 'Desculpe, Isabella, eu estava
sonhando. "
"Ao lado da janela? 'Isabella sentou-se céptico.
"Eu estava, hum ... ficando um pouco de ar. Eu comecei a cochilar.
Volte a dormir ".
"Você está bem?"
"Fine". Cassie voltou-se para a noite, e murmurou: "Nós estamos
muito bem."
Ela esperou até que a respiração de Isabella aprofundou e um ronco
sacudiu para fora, então ela na ponta dos pés para o banheiro.
Apertando para baixo seu pijama, ela olhou para
omoplata no espelho. A marca não era tão clara e definida como
Richard's, e ele não queimou ferozmente como Keiko tinha feito como
ela morreu. Parecia
um pouco turva, e parecia haver linhas em falta, lugares onde o
padrão foi quebrado. Mas ele estava lá.
Ela não iria dormir. Tentando mais difícil ela ficar quieta, ela facilitou
abrir o armário e tirou o vestido de Isabella tinha insistido em comprar
para ela.
Pelo amor de Deus, Cassie! Cale-se e chamar-lhe um presente de
Natal antecipado!
Versace: o que ela não poderia se pronunciar. Cassie sorriu. O tecido
rustled como ela deitou em sua cama, e ela fez uma pausa, mas
Isabella não se mexeu. Ela
nunca o fez, pensou Cassie com carinho. Cassie não tinha dormido
uma única noite inteira desde os eventos no Arc duas semanas antes,
mas nenhum de seus noturnos
pacings havia perturbado seu companheiro de quarto. O sinal de uma
consciência mais fácil, claro.
Cassie acariciou o vestido bonito corte. Parecia fria e rica e suave:
tudo o que ela não era. Ela não conseguia pensar em como ela estava
indo para executá-lo, mas
Talvez tenha sido fabuloso suficiente para eclipsar sua falta de
confiança. Foi o tafetá amarelo-esverdeado ou verde-amarelado? Ela
não podia decidir. Isabella disse que
combinava com seus olhos.
Vergonha, ela não tem um parceiro para o baile. Ela não poderia
mesmo usar Richard, pensou culpada. Ele tinha sido evitá-la como um
vírus. A contagiosa e fatal
um. Na verdade, ele tinha falado mal a ninguém desde que ele foi
chamado ao escritório de Sir Alric, o dia após a cerimônia no Arco.
Deus sabia que o senhor tinha Alric
Disse-lhe, mas ele havia deixado Richard silêncio e vergonha e,
pensou Cassie, um toque de ressentimento. Ele não era ele mesmo.
Hah. Não mesmo: que foi, com certeza.
Nem, claro, era ela.
Richard tinha começ fora levemente, e por isso teve os outros, em
relação ao seu líder. A partir da colunata de árvores protegidas,
Cassie tinha visto Katerina
saída elegante da Academia Darke, apenas vinte e quatro horas
depois que ela fugiu de forma monstruosa. A beleza loira tinha
sashayed as
passos, de cabeça erguida, cabelo e pele brilhando como qualquer
rainha do baile normal. Ela tinha usado óculos escuros grandes,
batom vermelho-sangue, e uma marca nova cicatriz em diagonal
sua face. Isso, pensou Cassie, tinha curado com uma rapidez
impressionante, mas ela não estava indo para ir embora
completamente. Como o imaculado Hitchcock Blonde
se sente? ela perguntou. Sobre a cicatriz, a desgraça, a expulsão? Ela
estava arrependido? Não é provável. Vingativo?
Sir Alric tinha estado no topo da escada, observando Katerina até ela
deslizou graciosamente para a limusine preta eo motorista fechou a
porta.
Então ele se virou e pegou seu olho Cassie, apenas por um momento.
Tinha certeza de que ele estremeceu.
Durante duas semanas Cassie tinha esperado no temor de sua própria
convocação de seu escritório, mas nunca tinha vindo. Darke parecia
ser quase como evitá-la
afiada como Richard estava. Não que qualquer um deles seria capaz
de evitá-la esta noite. Foi o Baile de Natal. E todos, mesmo que já não
se sentia como ele,
foi obrigado a ir.
Apesar dos recentes acontecimentos, toda a escola foi movimentado
com entusiasmo moderado. Ela não conseguia sentir nada. Os
preparativos, os planos, as fofocas e
antecipação: nenhum deles queria dizer nada. A Academia Darke
estava acabado para ela. Foi terminado com ela.
Ela não iria ver o seu fundador enigmático novamente. Ele estava indo
para deixar Cassie para trabalhar essa bagunça fora de si, que foi
claro. Ela era uma
vergonha, um erro, um acidente terrível de dumping sobre ele por
alguns de seus favoritos indisciplinados. Sir Alric Darke provavelmente
não poderia esperar para ver o
volta dela. Bem, Cassie não se importava. Estava ansioso, assustado,
confuso, mas ela não se importou.
Ela aprendeu muito. Ela ia voltar para sua antiga vida, e sobreviver.
Ela sempre teve.
Entretanto, ela poderia muito bem do partido.
*
wallflower School, Cassie pensamento triste. Que maneira de terminar
a sua carreira não muito brilhante na Academia de Darke. Pelo menos
a atmosfera era muito
feliz sem Katerina e Keiko: a banda era boa, o tumulto de alunos em
final de mandato espíritos elevados, e os professores conversaram
entre
se, observando os dançarinos com carinho. Evitavam Cassie, though.
Mesmo Herr Stolz tinha tratado com cortesia nervoso para a última
quinzena.
Jake era um dançarino fabuloso, e assim foi Isabella, e embora eles
tentaram incluir ela, Cassie estava feliz que eles eram tão embrulhado
em si. Ela
não se sente como ser sociável e, ao lado de Cassandra loitering e
Clitemnestra adequado a sua multa. Não havia melhor companhia
para ela, neste estado de espírito.
"Boa noite, Cassie.
Ela pulou, mas não virar. A voz era inconfundível, afinal: o mel
queimado misturado com cascalho.
"Olá Alric, senhor '.
"Você não está dançando?"
"Não." Ela fez uma pausa, então pensei: Que diabos. "Estelle não se
sente como ele."
Houve um longo silêncio, enquanto eles estavam juntos nas sombras
observando a banda e gritando, rindo alunos. Alice estava olhando
bem,
pensou Cassie, se um pouco vacilante e chorosa depois de quatro
copos de champanhe. Richard foi nada em vista, ele iria colocar em
um aspecto, então slunk longe
cedo. O resto da Poucos parecia em excelente forma. Ela tinha
tentado imagem de cada um deles em uma capa vermelha, mas foi
inútil.
"Você não sabe qual deles estava envolvido?" Perguntou Sir Alric
calmamente.
Cassie sacudiu a cabeça. "Não. Mas isso não importa agora. "
"É importante para mim."
"Bem, então você trabalha para fora. Obrigado, pela maneira. Eu tive
um grande momento. "Ela mordeu o lábio. "Principalmente. Exceto
para o pouco com as correntes e os demônios. "
«Cassie ...»
Ela esperou que ele vá em frente, e quando não, ela virou a cabeça
para examinar seu rosto. Foi muito sóbrio.
"Você deve voltar próxima legislatura", disse ele.
"Não, eu não acho que devo. Obrigado a todos o mesmo. "
"Você não entende." Deu-lhe um olhar exasperado.
"Diga-me, então." Ela armou uma sobrancelha.
Ele suspirou em derrota. "O ritual pode ter sido interrompido, mas não
faz parte de um espírito em você agora. Quer juntar-se plenamente
com você. E não vai parar até que ele
faz. "
Cassie deu de ombros. 'Tough ".
"É corajoso de você, minha querida, mas não é suficiente", disse Sir
Alric com diversão escuro. "Você quer acomodá-lo ou derrotá-lo. Você
não pode fugir
ele. "
"Eu posso tentar."
"Você nunca vai correr rápido o suficiente para isso, Cassie. 'Seu tom
era mais gentil do que as suas palavras. "Nunca".
Incômoda, ela brincava com seu corpete. Isabella tinha escolhido o
atordoamento orquídea branca, arrancado da planta Jake lhe dera. Ela
não deve
desperdiçá-la. Ela mordiscou uma unha vez, então apertava os dedos.
"Vá em frente", disse ela no passado.
"Nós não somos todo o mal, Cassie. Você conheceu o pior de nós.
Você precisa voltar para que você possa encontrar o melhor. "
Seus lábios enrolado. "Eu não quero nada com nenhum de vocês."
'Isso não é uma opção, acredite em mim. Sinto muito. Eu deveria ter
tido fantasias Estelle pouco mais a sério, mas eu nunca pensei que ela
teria a coragem de desafiar
me. É um espírito teimoso que você tem dentro de você, Cassie.
Teimoso e malévola.
"Metade", corrigiu-o Cassie. "Metade de um espírito obstinado,
malévolo".
Sir Alric hesitou, respirou fundo. "E aquele que ainda precisa ser
alimentado.
Com um pequeno gemido, Cassie colocar seu rosto em suas mãos.
"Você deve ter suspeitado. Agora você vê, Cassie? Você tem que
voltar para a Academia Darke.
Ela não falou, se recusou até mesmo a olhar para ele.
"Com o tempo você voltar no Ano Novo, você vai estar desesperado
para se alimentar. O espírito terá começado a crescer, a criar a casa
que ele necessita. Que leva um
muita força de vida, Cassie, acredite em mim. "
"E se eu morrer de fome é?" Ela resmungou.
"Acredite em mim, Cassie, você alimentar." Ele parecia triste. "Você
não sabe como, ainda - não sem causar danos. É o meu trabalho para
ensiná-lo. "
"Eu nunca fez mal a ninguém!", Disse ela ferozmente.
"Mas você, quando você crescer bastante fome. Quando o espírito faz,
o que é. Você alimentação porque você não pode ajudar a si mesmo,
e você poderia matar alguém. É que
o que você quer? "
Lentamente, Cassie sacudiu a cabeça.
"Você feed. Você terá de alimentar toda a sua vida, você vai se
alimentam de estranhos, as pessoas sabem, sobre as pessoas que
você ama. "
'Não', disse Cassie desesperadamente.
"Sim". Seu espírito dá-lhe a beleza, força e poder. Você acha que
você tem que por nada? "
Agora sua voz realizou uma melancolia dolorida, como se sua cabeça
estava estourando com memórias. Cassie descobriu que ela estava
tremendo.
"É chato a própria vida fora de você, Cassie. Isso é porque você tem
que chupar-lo de outras pessoas. "
'Oh'. Lembrando Alice, ela fechou os olhos apertados. 'Oh, Deus ".
"Se você não se alimentam, o espírito dentro de você morre, e assim
fazê-lo. Mas não vai chegar a esse ponto. Antes disso, você vai matar.
Você não será capaz de parar mesmo. Eu
ensinar-lhe a alimentação sem matar. "
"Você vai me ensinar? Então, como você vai fazer isso? Ratos de
laboratório? Meus amigos?
Pela primeira vez, ele não poderia cumprir o seu olhar. Sua voz,
quando falou, foi cortada e sem emoção.
"Esse é o preço de nossos alunos pagam, Cassie. É o preço que eles
pagam para estar aqui. "Sua boca se contorceu, humourlessly. «Para
o privilégio ....
Ela não pôde reprimir um som de repulsa que ela recuou, mas ele
agarrou seu braço, de repente, virou para encará-lo.
"Assim, Bell, Miss. Você vai morrer, ou você vai matar? Ou você vai
fazer o que é certo e voltar? "
Cassie olhou para ele, determinados a enfrentar a situação, mas seus
olhos aterrorizados dela. Ela pensou que ela tinha sentido medo
antes: bem, não como este. Ela assentiu com a cabeça.
Ele deu um suspiro satisfeito. 'Good. Good. Lamento é necessário,
Cassie, mas é. "Sua voz tornou-se nível de novo. "Existe alguma coisa
que eu posso dizer?
Levantamento da pista de dança, tocando o braço Cassandra's
mármore frio para o conforto, Cassie assentiram. E ela esperou até
que sua voz era tão legal quanto o seu.
"Onde está Ranjit?
EPÍLOGO
O pátio estava escuro, silencioso, mas de fraco o chocalho da
conversa, música e risos, e da pulsação básica de um baixo ritmo e,
muito distante, a
eco da cidade. Nenhum prowlers noite agora. Jake foi contrário
ocupados.
Você vai voltar? ela perguntou-lhe.
Eu não sei. Ele mastigou em uma junta, evitando o olhar dela. É um
negócio inacabado, Cassie. Mas o que eu faço? No passado ele tinha
arrancado o nervo
olhar para ela. Se a Academia Darke vai para baixo, assim como você.
Você é um deles agora.
Cassie estremeceu. Mas ela confiou Jake. Ele não faria mal a ela para
encontrar a verdade ea justiça real para Jess. Eles eram amigos. Jake
e voltaria a
Academia Darke. Ele deve. Questões pendentes. Além disso, Isabella
chorou lágrimas amargas a mera sugestão de Jake não retornando.
Cassie não
saber se ela poderia lidar com desgosto operística seu companheiro
de quarto, se o menino miserável não apareceu próximo mandato.
Não era tão frio como tinha sido. Cassie contou os passos até ao
pátio: treze. Assim como Estelle tinha dito, em que o primeiro dia.
Engraçado, isso. Ela não estava pensando nela como Madame
Azzedine mais.
A figura negra sentou-se na luz da lua na borda da piscina. Ele não
levantar a cabeça enquanto ela se aproximava, mas rasgou fixamente
para algo em sua mão. Como ela
se aproximou, viu pedaços de veludo preto deriva na água ainda
verdes da piscina.
"Não são as raras?
Ranjit não sorrir. "Muito".
Ela se sentou ao lado dele na borda de pedra arredondada da piscina.
Leda sombra derramado sobre a laje, feito pelo monstruoso o cisne do
pescoço.
No passado, ele disse, 'Seu vestido é lindo. Você olha, um ... lindo.
"Obrigado." Ela corou, esperando que ele não iria vê-lo, certo que um
blush iria colidir com a seda.
"O que você chama isso de cor?"
"Eu não sei. Amarelo? Pale verde?
Ele jogou a última lasca amassado de orquídea na piscina.
"Chartreuse, eu acho."
"Nice", disse Cassie. Arrastando o dedo na água fria, a erva daninha
drifting contra sua pele, ela assistiu a quebrar a lua de reflexão e re-
forma. "O que é
vai acontecer comigo? '
Ele abriu a boca, fechou-a novamente, então disse, 'Eu não sei. "
'Oh, ótimo. Nem Sir Alric.
Ele deu uma risada baixa e seco. "Veja, isso nunca foi interrompido
antes. O ritual ".
Ela assentiu com a cabeça, pegou a escova de orquídea raízes. "Eu
sou diferente. Eu sei disso. "
"Uh-huh. Muito. "Half-sorridente, ele puxou uma outra orquídea,
rasgando sua raiz à direita da pedra. "Eles não são parasitas, você
sabe."
'O quê?
Orquídeas. Eles não são parasitas, são epífitas. Eles vivem em outros
seres vivos, mas eles não matam seus hospedeiros. Os dois, que ...
coexistir. "
"Que isso?"
Ele riu. "Sim".
'Você tem problemas, Ranjit?
"Essa é a primeira vez que você nunca me chamou pelo meu nome,
você sabe disso?" Ele encolheu os ombros. "Alguns dos outros ... sim,
eles estão com raiva. Mas o que eles fizeram
estava errado - ajudando Madame Azzedine, eu quero dizer. Eu não
tenho de ter medo deles. contrário, se qualquer coisa. "Seu sorriso era
um Cassie não inteiramente
gosto. "Bem, eles não estão apenas com medo de mim, claro. Eles
têm medo do que está dentro de mim. "
Ela estremeceu. "E o que é que, Ranjit?" Agora ela começou a usar
seu nome, que parecia difícil de parar.
"Um dos piores dos espíritos das trevas. O mais forte, o mais velho, a
... »
"Baddest", sugeriu Cassie.
"Uh-huh." Sorriu firmemente. "O pior".
"Agora, veja você," ela disse, "Eu assumi que era Katerina.
"Não. Eu e meu espírito? Temos um choque de personalidade. "
"Saber o quê? Eu acho que estou - estamos - no mesmo barco. "
"Saber o quê?" Ele riu secamente. "Eu acho que você pode estar
certo."
Cassie dedos submerso na água gelada até doer. »Katerina. Será que
ela ... Ela era sempre assim? Ou era diferente? Antes que ela
foi "escolhido"?
'Oh, ela sempre foi um pouco como isso. "Ele deu de ombros. "Espírito
mau, pessoa desagradável? Não é uma boa combinação. Cormac,
agora: ele tem um espírito bom, mas você
sabe o quê? Ele sempre foi um pouco mais de um malandro, e ele
ainda é. Ayeesha - bom espírito, boa menina. Você vê? É uma
sinergia. "
"E você e eu?"
"Dois dos piores, Cassandra." Ele parecia triste, mas a intensidade do
seu olhar enviou tremores na espinha que não eram de todo
desagradável. "Dois ruim
espíritos, duas pessoas OK. Pelo menos, eu não acho que você é pior
que uma pessoa que eu sou. "Deu-lhe um sorriso enviesado. "Eu não
sei o que vai se tornar um de nós. Eu
suponha que nós vamos descobrir. "
'Oh'. Deitado de costas, Cassie estudou Leda, mantendo-se
sonhadoramente para o cisne selvagem. "Onde será o próximo
mandato? A Academia, quero dizer. Eu presumo que você
sabe? "
"Sim". Nós vamos estar em Nova York.
Nova York! Ela assentiu com a cabeça, lutando contra um sorriso,
mesmo lutando para mostrar um pouco de relutância. "Eu não vou
perder aquele cisne.
"Você não vai precisar. Isso vem com a Academia, onde quer que vá.
Todas as estátuas fazer. E animais de estimação pouco Sir Alric aqui.
"Selvagemente, Ranjit rasgou outro
orquídea da sua fixação. "Nós estamos aqui para a conveniência dos
deuses, Cassie. Ou estamos aqui para rapinar em mortais e levar a
nossa diversão. Deuses e monstros.
Depende de que maneira você olhar para ele. "Ele sorriu sem alegria.
'Você vê? "
"Eu vejo", ela disse, e piscou. "Eu vejo os dois lados."
Ele pareceu confuso por um momento, mas depois ele riu.
"Então", disse Cassie. "Sobre essa coisa inaceitável."
Sua expressão questionamento estava nervoso.
'Me. Lembra-se? Não é que você não gosta de mim, mas que não
poderia aceitar-me. "
"Uh-huh ..."
"Então, como é sobre isso agora, então?
Ranjit esfregou as têmporas com os seus polegares. "Como é sobre
ele? O que é que isso quer dizer? '
"Para alguém com séculos de experiência", ela murmurou, "você não
é tão brilhante, não é?"
Quando ela o puxou para ela e beijou-o, ela pensou: Isso é tudo o
menino, o que é. Não é espírito. E eu gosto dele ... Yup. Parte da
Ranjit pode ser centenas de
anos, mas o que era uma lacuna pouca idade? Isso foi bom. Ele não
estava chupando qualquer coisa fora dela, seu coração estava
acelerado, mas também era dele. Sua respiração era alta em
peito, mas ela podia ouvir a sua também: um pouco rápido, um pouco
de saudade. E que tipo ambos provaram da mesma.
É claro que você gosta dele! Então, eu, meu caro!
"Estelle! Cassie empurrou peito Ranjit's, levando-se afastado. "Vá para
o inferno!"
"Cassandra?
"It's OK. It's OK. "Ela puxou-o para outro beijo. "É justo, havia três de
nós há, por um momento."
Eles riram e, em seguida Ranjit foi tranquila. "Você vai voltar?" Ele deu
um sorriso nervoso. "No ano que vem? Está voltando para a
Academia,
Cassandra?
"Curso". Seu sorriso desapareceu rapidamente. "Jake também, eu
acho."
Ranjit fez uma careta. "Ele quer me destruir."
"Sim". Ele acha que tem razão. "
"E você? '
«Cassie Não. abanou a cabeça com firmeza. "Eu acredito em você. É
por isso que eu tenho que voltar. Para detê-lo whupping sua bunda ".
Voltou sorriso Ranjit, então
encolheu os ombros. "E, claro, há alguém que eu tenho que lidar com
eles. Ouvi que, Estelle?
Silêncio.
Ranjit enrolado seus dedos em volta dela e apertou com força. "Eu te
quero bem, Cassandra. Eu gostaria de poder lutar mina. Mas nós
somos um agora. Registrado para sempre. Como
você pode lutar contra si mesmo? "
Cassie separados os dedos, cuidadosamente, em seguida, levou os
dedos à boca e beijou-os. Sorrindo, ela unpinned seu corpete,
desenrolou o
mão e apertou a orquídea branca na palma da mão. "Quem não
arrisca, lindo.
Desta vez ele não sorriu de volta. 'Você não sabe Estelle muito bem,
não é? "
"Huh! Eu estou começando a conhecê-la melhor. "Cassie lhe deu
outra piscadela atrevida. "Ela gosta de você."
"Isso é o que eu tenho medo."
Ele parecia tão triste e sério, Cassie cresceu imediatamente sóbrio
também. "Eu não quero saber o que ela gosta. Ou o que ela fez ou foi.
"Ela fez uma careta.
"Eu?"
"Bem, não hoje à noite, de qualquer maneira." Ele tocou o lábio inferior
com o polegar. "Digo-vos que ..."
'O quê?
Até à entrada esplêndido da escola, luz e música derramado sobre o
degrau mais alto. Ranjit derrotou a volta orquídea branca para corpete
Cassie, então levei
mão. "Eu gosto quando você diz Estelle ir para o inferno. Diga-lhe de
novo por um par de horas. "
"Só por um par de horas?
"Uh-huh. É tudo o que você vai conseguir, mas é tempo suficiente
para uma dança. "Alegremente, ele a puxou para seus pés. "Você
sabe essa?"
"Nah, disse Cassie. "Mas eu vou aprender. É por isso que eu vim para
uma escola posh, você sabe. "
Apenas por essa noite, ela pensou, escondendo o rosto em sua
camisa para inalar seu cheiro oh-assim-humano. Isso foi bom, isso era
bom. Só por hoje à noite eram um menino
e uma menina, e eles não eram nada e ninguém, e eles estavam
dançando sob um céu estrelado de Paris. Devil tomar amanhã.
Embora ela não esperava que iria ter a oportunidade

Interese conexe