Sunteți pe pagina 1din 64

Cartas

Parabéns à BOA VONTADE


Ecumenismo Revista BOA VONTADE Mulher
Acabei de ler um exemplar da revista
BOA VONTADE em comemoração ao
inspira tese de mestrado
aniversário último do Templo da Boa A edição espe- de 2005, servirá de base para a estudante
Vontade. Quero parabenizá- cial da revista BOA e assessora da Secretaria de Assuntos
los pela qualidade editorial, VONTADE Mu- Comunitários da Prefeitura Municipal
montagem e tudo mais. A lher é uma singe- de Cascavel/PR, Rosângela de Lima,
revista está muito boa. la homenagem do fazer sua tese de mestrado. Ela conta
E o melhor de tudo, es- Diretor-Presidente que estava buscando subsídios para o seu
piritualmente elevada. da LBV a todas as trabalho sobre as personagens femininas
Desconheço outra pu- mulheres: as anô- que ajudaram a transformar a História.
blicação de igual valor nimas e as que se A revista também foi destacada pela
ao Espírito humano destacam nos diversos jornalista Lilia Riedlinger, apresentadora
em circulação pelo campos de atuação do gênero humano. do programa Gente Que Faz, no ar de
Brasil. Fiquei particularmente A publicação, lançada em setembro segunda a sexta-feira, no Canal 21.
comovido por ver retratado meu encon-
tro com o Diretor-Presidente da LBV, o
Irmão Paiva Netto, em outubro de 2005. com a matéria Recife — a capital da grande Paz que envolvia nosso ser e
Tenho viajado por templos espirituais de alegria, enfocando as belezas naturais renovava nossas energias materiais
todo o mundo, particularmente no Peru, que temos e a nossa cultura em particu- e espirituais. (Aparecida Zuquette
o santuário de Machu Picchu; na Bolí- lar. Parabéns! (Alyne Lins, operadora Fernandes de Souza, Rio de Janei-
via, o Lago Sagrado Titikaka, as ruínas de Telemarketing, de Pernambuco, ro/RJ)
de Tiawanaku, dentre outros mais. São via e-mail)
lugares onde percebemos a poderosa Parabéns pelos 16 anos do Templo
presença de uma força espiritual su- 16 anos do Templo da Boa da Paz. A ligação que tenho com o
perior. Mas jamais senti tamanha Paz Vontade TBV, há 9 anos, mudou a minha vida
interior e encontro com o meu Eu Maior Tive a grande alegria de estar pre- para melhor: nunca mais fiquei doente
como nas madrugadas em que tive o sente no 16º aniversário do Templo nem desanimei. Deus me proporcionou
privilégio de meditar e orar no Templo da Boa Vontade e quero agradecer do uma visita a este Templo em 2000. Essa
da Boa Vontade. Sempre me recordo fundo da minha alma os momentos Obra Divina avançará sempre, porque
dessas noites que ficaram registradas na de tanta elevação espiritual e emoção vive o Novo Mandamento de Jesus:
memória como muito especiais. Justa- que vivenciamos naquele pedacinho Amai-vos uns aos outros como Eu vos
mente por isso, comprometi-me, comigo do Céu na Terra. Enquanto ouvíamos amei (Evangelho do Cristo, segundo
mesmo, a estar ao menos uma vez ao ano a mensagem do Espírito Irmão Bezerra João, 13:34). (Helga Giebelhausen de
no TBV, afinal momentos assim devem de Menezes (1831-1900), sentíamos Campos, Maia/Portugal)
ser refeitos. Obrigado e muita Luz a
todos da revista BOA VONTADE, em Revista BOA VONTADE recebe Cláudio Vereza, de
especial ao Irmão Maior Paiva Netto, voto de congratulações da Vitória/ES)
que sempre me impressiona pela lucidez Assembléia Legislativa do Ainda da capital ca-
espiritual. (Alcione Giacomitti, escritor, Espírito Santo pixaba, chega-nos carta
Curitiba/PR) A revista BOA VONTADE é muito do Deputado Marcelo
positiva, nem sempre as publicações no Santos, em que ele in-
Valorizando o Brasil são assim. A maioria trabalha com forma a homenagem
Brasil notícias negativas, desastres, crimes, que a Casa Legislativa
Fiquei muito feliz corrupção, coisas que não instruem, que daquele Estado fez a BOA VONTADE,
com a edição de se- não elevam. Essa revista é abrangente, esta publicação. Diz a edição nº 206
tembro da BOA VON- tem a grande vantagem de ser ecumênica, missiva:
TADE, pois traz im- ou seja, ela não trata apenas de uma “Comunicamos que a Assembléia
portante  matéria sobre confissão religiosa, aborda as diversas Legislativa aprovou o requerimento
o turismo na cidade crenças no Brasil e no mundo. Possui um nº 2036/2005, de autoria dos senhores
de Recife. Como per- editorial bem diversificado, destacando Deputados Brice Bragato, Cláudio
BOA VONTADE, nambucana, vejo que temas com enfoque educativo. Considero Vereza e Carlos Casteglione e inse-
edição nº 205. as Instituições da Boa isso de imensa importância. Quero riu nos Anais desta Casa de Leis um
Vontade (IBVs) valo- parabenizar a Legião da Boa Vontade Voto de Congratulações com o povo
rizam as diversas culturas existentes por este trabalho, além dos serviços Espírito-Santense, em especial com
em nosso grande País, principalmente sociais que vem desempenhando no país a revista BOA VONTADE, pelas
há tanto tempo. (Deputado Estadual matérias que vem publicando”.

 Revista Boa Vontade


Governador de Nova Jersey (EUA)
Jon Corzine, Jornalismo, humor e romance em único livro.
Conceição Malaman

Governador elei- No terceiro romance de Moacir


Japiassu Quando alegre partiste (287

Cida Linares
to de Nova Jersey,
entusiasma-se com páginas), recém-lançado nas livrarias, o
a revista Sociedade autor supera-se mais uma vez ao engen-
Solidária Altruística drar um melodrama que mistura realida-
Ecumênica, da LBV de e ficção de maneira peculiar, como só
(7ª edição, versão um bom jornalista poderia fazer. O autor
em Inglês), entre- recria os “causos”, como ele mesmo cos-
gue, na ocasião, por tuma dizer, com o humor que aprendeu a
Eliana Gonçalves e usar na dose certa, de forma inteligente.
Mariana Malaman, O escritor utiliza-se também de recursos
integrantes da Juventude Ecumênica didáticos para situar o leitor, com recuos
da Boa Vontade de Deus dos Estados de tempo. Outro detalhe interessante é
Unidos. Nascido em Illinois em 1º de que Japiassu transcreve na obra recortes
janeiro de 1947, Corzine exerceu o cargo de jornais da época, nos quais pode-se Moacir Japiassu (D) com seu velho amigo
de Senador em 1999. ver, entre as raridades, opiniões de Carlos Paiva Netto
Drummond de Andrade (1902-1987), rincões do País e também aos amigos. E
além de fazer uma homenagem a diver- foi de lá, do Sítio Maravalha, que Moacir
“Vocês estão sos colegas de profissão. encaminhou a outro companheiro das
Simone Barreto

Não contente em engendrar suas letras seu mais recente trabalho. Diz ele,
de parabéns
incríveis narrativas, em seu refúgio em na dedicatória ao dirigente da Legião
pela revista Cunha, interior de São Paulo, este Dom da Boa Vontade: “Ao consideradíssimo
BOA VONTADE.” Quixote dos tempos modernos, um anda- amigo e Irmão José de Paiva Netto, com
rilho via internet, quer transformar pensa- o abraço sempre saudoso e afetuoso do
Professor Evanildo mentos em livros, matérias, e levá-los aos Moacir Japiassu”.
Bechara, Secretário-
Geral da ABL são os livros. Para mim foi melhor que conhecimento, minha mente se abriu
tratamento psiquiátrico e psicológico. para muitas realidades. Agradeço a Deus
Reconhecimento
Antes eu não tinha tempo para ler. Só por haver escritores a exemplo de Paiva
Quero parabenizar a revista BOA
trabalhava, estudava e cuidava da famí- Netto. O livro Reflexões da Alma ganhei de
VONTADE pela excelência da publi-
lia. Hoje entendo que se tivesse tirado aniversário do meu filho e todas as noites
cação e aproveito para colocar meu
um tempo a mais para leitura, poderia antes de dormir eu releio uma mensagem.
gabinete ao inteiro dispor. (Vereador
ter uma vida melhor e evitado coisas Logo depois, oro e durmo em paz. (Eloisa
Domingos Dissei, São Paulo/SP)
desagradáveis, pois, com a riqueza do Dias, Guaíba — Porto Alegre/RS)
Meus cumprimentos à Editora Eleva-
João Preda

ção, à LBV e ao Irmão Paiva Netto pelos


seus trabalhos e livros lançados em prol
dos Seres Humanos. Tenho ouvido pela
Embaixada da
Super Rede Boa Vontade o programa Indonésia
Cortando Estradas, além das preces de
hora em hora. Acredito muito em Deus. presenteia TBV
Reprodução RMTV

(William Gurzoni, São Paulo/SP) tração de apreço e


Em agradecimento à Legião da Boa reconhecimento, es-
Reflexões da Alma Vontade por integrar a exposição Tramas, tamos enviando umas
Sou leitora assídua dos livros de Pontos e Nós, a Embaixada da República pequenas lembranças
Paiva Netto. O Reflexões da Alma tem da Indonésia presenteou o Templo da do nosso país para
me ajudado bastante. (...) Sou portadora Boa Vontade com uma bela lembrança a vossa Instituição”.
de artrite há 20 anos e estou com a saúde (foto acima) daquele país. Em missiva E encerra: “Con-
debilitada sem poder me loco- ao TBV, o Primeiro-Secretário Cultural gratulamo-nos pelo
mover direito. Meu marido da Embaixada, Ahimsa Soekartono, excelente trabalho. Ahimsa Soekartono
tem de trabalhar para sus- escreve: “O sucesso obtido neste evento Aproveitamos para
tentar a família. Meus filhos foi certamente resultado do incansável reiterar à Legião da Boa Vontade os
cresceram e estão assumindo trabalho realizado pela LBV, bem como protestos de nossa mais alta estima e dis-
compromissos. Então, meus o bom entendimento entre os organiza- tinta consideração. Ahimsa Soekartono,
companheiros, durante o dia, dores e os participantes. Como demons- Primeiro-Secretário Cultural”.

Revista Boa Vontade 


Índice

Ao Leitor
O projeto Amigos de Boa Vonta- No mês da Consciência Negra,
de — que reúne artistas, esportistas, o sutil, silencioso, mas ainda mui-
profissionais voluntários e perso- to presente preconceito contra o BOA VONTADE
nalidades da mídia para apoiar as negro no Brasil é analisado nesta ANO XXIII • Nº 207 • NOVEMBRO de 2005
diversas ações socioeducacionais da revista em quatro importantes con- BOA VONTADE é uma publicação mensal das Fr
Legião da Boa Vontade — ganhou textos. Nas entrevistas do Senador IBVs, editada pela Editora Elevação.
este mês o reforço da carismática Paulo Paim e da Ministra Matilde
atriz Juliana Paes, que é capa desta Ribeiro, titular da Secretaria Espe-
edição. A exemplo dela, muitos cial para Políticas de Promoção da
outros estão incentivando os tra- Igualdade Racial (Seppir); na ma- Diretor e Editor responsável
balhos da LBV, especialmente no téria do Dr. José Vicente, Presiden-
Francisco de Assis Periotto
fim de ano, quando a Obra, ao lado te da Sociedade Afro-Brasileira de
Desenvolvimento Sócio-Cultural; MTE/DRTE/RJ 19.916 JP
de sua lide diária, realiza grande
movimentação com o objetivo de e no bate-papo com a querida atriz Coordenação
distribuir 350 toneladas de alimen- e cantora Zezé Motta, no qual ela Gerdeilson Botelho
tos a famílias em situação de risco conta detalhes da trajetória vence-
Revisão
social e, assim, fazer mais feliz o dora, falando de papéis relevantes Adriane Schirmer
Natal de milhares de pessoas. como a interpretação de Xica da Neuza Alves
Em torno da Solidariedade Ecu- Silva, que se tornou uma referência Walter Periotto
mênica gira também o artigo “Não na carreira dela. Wanderly Albieri Baptista
há mundo sem a China”, do jorna- Boa leitura!
Colaboradores
lista Paiva Netto, no qual entre os
Alvino Barros, Cida Linares, Daniel
muitos ensinamentos lembra que,
Trevisan, Danielly Arruda, Débora
mais do que nunca, a sociedade,
que vive ameaçada pela destruição, Reflexão Verdan, Elias Paulo, Leonardo
Mattiuzzo, Maria Aparecida da Silva,
pela queda das barreiras de espaço
A Vida não acaba com a Mário Augusto Brandão, Natália
e tempo, deve compenetrar-se de
que somos uma “imensa família
morte e tem seu começo Lombardi, Paulo Azor, Pedro de Paiva,

chamada Humanidade”. E conclui: antes da concepção Profa Nádia Lauriti, Rita Silvestre e

“É necessário que os que acreditam carnal, porque o Espírito William Luz


Arte
na Paz se unam, vençam suas di- antecede o corpo.
Projeto Gráfico: Alziro Braga
ferenças. Se não, ninguém restará (Paiva Netto)
para contar a História...”. A revista BOA VONTADE agradece à
renomada fotógrafa Nana Moraes
pela produção da foto de capa que foi
Edição nº 207 encaminhada, gentilmente, à nossa redação
pela atriz Juliana Paes.

Produção
4 Cartas 36 Literatura Endereço para correspondência:
6 Ao Leitor 40 Melhor Idade Av. Rudge, 938 — Bom Retiro
8 Notícias de Brasília 42 Ação Jovem LBV CEP 01134-000 — São Paulo/SP
9 Coluna de Esportes 44 Soldadinhos de Deus Tel.: (11) 3358-6868 — Caixa Postal 13.833-9
10 Samba e História 46 Homenagem CEP 01216-970
12 Especial — Dia da 50 Saúde Internet: www.boavontade.com
E-mail: info@boavontade.com
Consciência Negra 51 História
19 Mundo 52 Variedades Impressão: PROL Editora Gráfica
20 Acontece 57 Acontece no Mundo A revista BOA VONTADE não se responsa-
24 Capa 58 Opinião biliza por conceitos emitidos em seus artigos
28 Reportagem 62 Pedagogia do assinados.
34 Atualidades Cidadão Ecumênico

 Revista Boa Vontade


9
24
Coluna de
Esportes
Capa

28
Francisco de Assis Periotto
MTE/DRTE/RJ 19.916 JP Reportagem

36 Literatura

50 Saúde 12 Especial — Dia da


Consciência Negra

58 Opinião
20 Acontece

Portal BOA VONTADE: www.boavontade.com


Revista Boa Vontade 
Notícias de Brasília

“Estive no Templo da LBV há 10


anos e, hoje, vejo a mesma Paz,
Nilton Preda

o mesmo ambiente caloroso, a


Conjunto Ecumênico da LBV. À direita, o Templo da Boa Vontade; ao centro, a sede adminis- Fé e a devoção das pessoas que
trativa; à esquerda, o Parlamento Mundial da Fraternidade Ecumênica (ParlaMundi). Visitado aqui visitam. (...) Eu destaco
por mais de 15 milhões de turistas e peregrinos, é o líder de visitação do Distrito Federal,
segundo dados oficiais da Secretaria de Turismo (Setur).
a questão da Espiritualidade
presente em todos os pontos
Templo da Boa Vontade é do Templo da Boa Vontade. (...)
As pessoas entram aqui como
destaque no Jornal do Brasil
_____________
turistas — O TBV é o ponto
turístico mais visitado de Brasília

A
Lícia Curvello — e saem da Pirâmide da LBV
Elias Fábio

edição de 30 Presidente da Legião da Boa Vontade mais espiritualizadas, mais


de novembro (LBV). De portas abertas 24 horas por conscientes. (...) Quem vai lá uma
do Jornal do dia, o templo atraiu mais de 15 milhões
vez, sempre volta.”
Brasil indicou de turistas e peregrinos nos 16 anos de
aos leitores do Caderno existência. Carlos Alberto Guimarães, jornalista
Viagem o Templo da “A pirâmide de sete faces e 21 metros do Jornal do Brasil, em visita ao
Boa Vontade — a Pirâ- de altura abriga em seu interior vários Templo da Boa Vontade, no dia 19 de
novembro.
mide dos Espíritos Lu- ambientes, como uma galeria de arte,
Carlos Alberto minosos. O texto aborda com exposições itinerantes de artistas representando os quatro elementos da
Guimarães os pontos místicos da nacionais e estrangeiros; a Sala Egípcia, natureza: fogo, ar, água e terra.
capital do País e dedica meia página ao reservada à meditação e decorada com “Em meio a uma atmosfera tão mís-
TBV, contando um pouco da história tapetes, pinturas e esculturas repre- tica, não há como evitar de se pensar em
do monumento que, em 21 de outubro, sentativas da milenar cultura do Nilo; milagres. Os responsáveis pelo Templo,
completou 16 anos. e até uma fonte de água mineral, tida entretanto, são cautelosos ao tratar do
O jornalista Carlos Alberto Gui- como a mais ‘energética’ da região. No assunto.
marães, que redigiu a matéria, visitou topo da pirâmide, uma pedra de cristal — Não prometemos nada, mas há
a Pirâmide da Paz no dia 19 deste mês de 21 quilos catalisa as energias que vários casos de doentes que saíram da-
e pôde transmitir os pontos que fazem adentram o monumento. Outro pólo de qui curados de seus males — comenta
do Templo da Boa Vontade uma parada concentração dos visitantes é a Mandala, Enaildo Viana, assessor de imprensa
obrigatória para visitantes de todo o escultura semelhante a um grande e co- da LBV.
mundo, o que o consolidou como o mo- lorido olho. Muitos turistas dizem sentir — Seus depoimentos, confirmados
numento mais visitado de Brasília/DF, vibrações ao tocá-la. Um restaurante e por parentes, estão todos gravados em
segundo dados oficiais da Secretaria de uma livraria também estão à disposição nosso acervo — complementa.
Turismo do Distrito Federal (Setur). dos viajantes. O Templo da Boa Vontade está lo-
“O espaço mais procurado do Tem- calizado na SGAS 915, Lotes 75 e 76.
“Templo da Paz completa 16 plo, no entanto, é sua nave, com uma Maiores informações pelo telefone (61)
anos no Distrito Federal imensa espiral desenhada no piso, 3245-1070”.
“A capital federal não é apenas o simbolizando a caminhada do homem
centro do poder e das tensões políticas. na Terra. Os visitantes que ali chegam
Numa superquadra da Asa Sul repousa costumam tirar os sapatos e seguir a
um espaço de paz e ecumenismo que se marcação, até alcançar o centro da es-
tornou o ponto turístico mais visitado piral, exatamente embaixo da pedra de
de Brasília: o Templo da Boa Vontade, cristal, onde dedicam alguns momentos
também conhecido como Pirâmide dos à oração. Diariamente, às 18h, um
Espíritos Luminosos. Trata-se de um culto é realizado no local, com acom-
complexo de dois mil metros quadrados, panhamento de um dos vários corais
inaugurado em outubro de 1989, a partir da LBV. Não há símbolos religiosos (...),
de doações de todo o país, capitaneadas apenas um altar, concebido pelo escultor
pelo jornalista José de Paiva Netto, italiano Roberto Moriconi (1932-1993),
Fac-símile d
o Jornal do
Brasil
Coluna do Garotinho

Felipe Freitas
Campeonato

José Carlos Araújo é locutor


Brasileiro:
Justiças e injustiças.
esportivo da Rádio Globo do
Rio de Janeiro/RJ

D
epois de 8 meses de com- Temos de parabenizar o Internacio- saram a maior parte do campeonato em
petição, terminou o mais nal pela campanha que realizou e mais perigoso namoro com as quatro últimas
conturbado de todos os ainda o Corinthians, porque montou posições da tabela.
Campeonatos Brasileiros. um grande elenco, capaz de oferecer Enfim, o que não faltou foi emoção.
No fim das contas, deu Corinthians na aos torcedores grandes espetáculos, Esse é o Campeonato Brasileiro. Não
cabeça*. O milionário Timão de muitos com jogadas fantásticas de atletas di- por acaso, apontado como o mais difícil
craques conquistou seu quarto título de ferenciados, como o argentino Tevez, do mundo, pela quantidade de clubes
campeão nacional. Roger, Carlos Alberto e outros. em condições de disputar o título.
Para muitos, foi uma conquista Injustiças sempre existiram e sem-
injusta, uma vez que o Internacio- pre vão existir. Elas também fazem par-
nal, vice-campeão, embora com um te do espetáculo. Mas nada pode tirar o
time bem mais modesto, sem tantos brilho da conquista corintiana. Afinal,
craques, apresentou um futebol mais o clube paulista soube aproveitar as
convincente em campo, pela força de oportunidades que teve e alcançou
seu conjunto. seu objetivo: é o legítimo campeão
Alegam ainda que as 11 partidas brasileiro de 2005.
anuladas pelo STJD, por supostas Na outra ponta da tabela, mais
manipulações de resultados por uma um tradicional clube cai para a
quadrilha de apostadores, beneficiaram segunda divisão. Depois de Pal-
exclusivamente o Corinthians, em meiras, Botafogo, Fluminense e
prejuízo justamente do Internacional: Grêmio, que caíram e voltaram
o Corinthians teve a oportunidade de à elite do futebol brasileiro, o
jogar de novo partidas em que havia Atlético Mineiro, primeiro
sido derrotado e, na segunda chance, campeão nacional, acabou
conseguiu vencer. rebaixado.
Não há como discutir essa verdade: Que siga o exemplo do
se os jogos em questão não fossem Grêmio, que caiu, formou
anulados, valendo os resultados ante- um time competitivo e,
Reprodução BV

riores, o título certamente viajaria de com muita raça, conquis-


São Paulo para Porto Alegre. tou em campo o direito
Mas não importa quem tem razão. de retornar à primeira
As lamentações fazem parte do fute- divisão. O Atlético Mi-
bol, cuja magia está também em sua neiro foi o rebaixado. Mas
imprevisibilidade. Se o campeão fosse poderia ter a companhia de
sempre o melhor, o mais forte, não outros grandes clubes, já
haveria emoção na disputa. que Flamengo e Vasco pas-

* Este artigo chegou à redação da revista BOA VONTADE, em 5/12/2005, quando fechávamos esta edição.

Carlitos Tevez

Revista Boa Vontade 


Samba e História

Arquivo pessoal
“Muito
prazer,
Zezé
Atriz e cantora abre o coração
e conta sua trajetória de vida

N
Reprodução RMTV

o clima agradável e do puro a sua vida para o campo das artes.


verde da Lagoa Rodrigo de Quando concluiu o ensino médio
Freitas, localizada na zona ganhou, por intermédio do professor
sul carioca, o programa Jader de Britto, uma bolsa para es-
Samba e História teve o prazer de tudar no Tablado, curso de teatro de
conversar com a renomada atriz e Maria Clara Machado. Ela justifica
cantora Zezé Motta. Nascida em a escolha, afirmando que desde cedo
Campos, município do norte flumi- “era muito dedicada, passava o fim
nense, mudou-se para a capital aos de semana decorando peças de teatro,
3 anos de idade. Ela guarda boas poesias, em todas aquelas festas his-
recordações dos tempos em que viveu tóricas estava eu lá me exibindo”.
no interior. “Eu me lembro de ficar O fato de cantar e interpretar aju-
O radialista Hilton Abi-Rihan (E), ao brincando no quintal dos meus avós, dou Zezé a sobressair-se na carreira
lado da atriz e cantora Zezé Motta, do fogão de lenha sempre com uma de atriz nos palcos em 1967. Na data,
durante gravação do programa Samba e batata-doce assando”. estrelou em “Roda-viva”, sua primei-
História, no Rio de Janeiro/RJ. Na Super
Ao chegar ao Rio de Janeiro, a fa- ra peça profissional, de autoria do
RBV, o ouvinte pode acompanhar essas
entrevistas aos domingos, às 5, 14 e 20 mília de Zezé foi morar no morro do cantor Chico Buarque e sob a direção
horas. Pela Rede Mundial de Televisão Cantagalo, que fica entre os bairros de José Celso Martinez Corrêa.
(RMTV) é exibido aos sábados, às 23 de Copacabana e Ipanema. “Como Enquanto estava em cartaz com
horas. O telespectador pode assisti-las tinham de trabalhar, eu ficava na “Roda-viva”, ficou muito amiga
também aos domingos: às 15 ou às 23
casa de um tio. Aos 6 anos de idade da atriz Marília Pêra e dessa ami-
horas.
fui para o colégio interno e fiquei lá zade surgiu o convite para estrear
até os 12.” na televisão. “A Marília foi con-
A veia artística foi herança do vidada para fazer a novela Beto
pai — que era músico e professor Rockfeller na antiga TV Tupi e me
de violão. Por conta do exemplo de indicou para atuar na novela tam-
casa, Zezé descobriu muito cedo sua bém. (...) Tive muita sorte porque
vocação para cantar. “Ele queria que no dia em que estava fazendo a
eu seguisse a música, já minha mãe apresentação da peça, o ator Flá-
desejava que fosse estilista igual a vio Santiago viu minha atuação e
ela”. O destino foi quem conduziu me convidou para fazer o teste”.

10 Revista Boa Vontade


“O papel de Xica
da Silva foi tão
significativo na
trajetória da atriz
que virou uma
referência. ‘Até hoje,
quando vou me
apresentar como
cantora em algum
lugar, eles põem em
cartaz: Show com
Zezé Motta, atriz de

Reprodução
Xica da Silva’.” Na imagem histórica, Zezé Motta
interpreta a personagem Xica da Silva.

Boa tarde, Xica da Silva. ela, porque o único telefone de contato convidou o Caetano Veloso, a Rita
naquele momento só dava ocupado. Lee, o Gilberto Gil, o Luiz Melodia,
Um dos papéis mais marcantes O papel de Xica da Silva foi tão sig- o Moraes Moreira, e foi incrível
da atriz na televisão foi, sem dúvida, nificativo na trajetória da atriz que virou porque todos estão no meu primeiro
em Xica da Silva, como também ficou uma referência. “Até hoje, quando vou disco, que é: Muito prazer, Zezé.
conhecida durante muito tempo. Nessa me apresentar como cantora em algum A música mais tocada do primeiro
época, Zezé já estava com oito anos lugar, eles põem em cartaz ‘Show com disco foi Dores de amores; já no
de carreira, mas havia um teste para a Zezé Motta, atriz de Xica da Silva’”. segundo, o sucesso nas rádios era
escolha da personagem. “Soube que o Mesmo no cinema, teatro e TV, Zezé Senhora liberdade. Em 2000, Zezé
Cacá Diegues estava constrangido de sempre alimentou um sonho paralelo ao Motta resolveu prestar uma home-
me convidar para fazer o teste porque de ser atriz: ser cantora. Como seu pai nagem à sua grande amiga Elizeth
ele não conhecia o meu trabalho, es- tinha um conjunto musical e ensaiava Cardoso (1920-1990), com o CD
tava exilado em Londres (Inglaterra).” em casa, a atriz costuma dizer que tem Divina saudade, o que para a atriz
Determinada, a atriz não perdeu tempo, contato com o som desde o ventre da e cantora foi um projeto mágico.
ligou para o diretor e disse que gostaria mãe. Foi o pai quem notou o bom ou- A inspiração veio do livro Elizete,
de participar da seleção. “Concorri com vido da filha para a música. “Eu dizia a uma vida, de Sérgio Cabral. “Na
30 atores e esperei 30 dias roendo as ele que precisava ouvir a música que a época, pensei: ‘Essa diva ainda não
unhas”, brinca. Nora Nei gravou ou que a Ângela Maria foi homenageada em grande estilo’.
Nesse período, Zezé estava em gravou e, assim, começava a cantar”. Aí, me empolguei com a idéia, liguei
Salvador, capital da Bahia, na gravação Nessa época, o pai de Zezé Motta para o meu empresário e começamos
do filme A força de Xangô, com Iberê passou a fazer as cifras e ela cantava. a procurar patrocínio.”
Cavalcanti; todos os dias, ela telefonava “Mesmo antes do sucesso de Xica da Sil- Zezé levou para o teatro a vida e
ao Rio de Janeiro a fim de saber o resul- va, eu tinha gravado um disco compacto as canções de Elizeth Cardoso. “Eu
tado. Quando já estava quase desistindo, de uma peça de teatro musical chamada adoro essa coisa da Elizeth que é de
o telefone tocou enquanto gravava e do ‘A moreninha’. O pessoal perguntava: dar a volta por cima. Fala de amor, de
outro lado da linha a resposta tão aguar- ‘E agora, Zezé?’ e eu dizia: ‘Agora vou dor de cotovelo, mas sem entregar os
dada: “Um dos produtores me chamou cantar’”, recorda-se. pontos. A Elizeth é um mito e quando
e disse: ‘Boa tarde, Xica da Silva!’. Aí Guilherme Araújo foi quem se eu resolvi homenagear a ‘divina’,
eu pirei, perdi a fome e comecei a ligar interessou para ser empresário de reli o livro sobre sua vida. E esse é
para todo mundo”. O curioso é que a Zezé e, logo no início, promoveu um trabalho que dá a oportunidade
alegria da atriz era tamanha que nem um jantar dela com intérpretes da também aos jovens de conhecerem a
mesmo a imprensa conseguia falar com Música Popular Brasileira. “Ele boa música”, finaliza.

Revista Boa Vontade 11


Especial — Dia da Consciência Negra

Racismo sutil, mas de


resultados desastrosos.
Ministra Matilde Ribeiro defende a aplicação de leis específicas para vencer o mal no Brasil

D
urante a trabalho e acesso a bens e serviços, e mente, (...) garantindo o que está escrito
João Areis Preda

semana o público feminino negro apresenta os em nossa Constituição”.


que pre- piores indicadores. Ela diz que o racismo no Brasil “é
cedeu o Para melhorar referências como sutil, silencioso, mas é tão forte quanto
Dia da Consci- estas, foi criada a Secretaria Especial nos Estados Unidos e na África do Sul
ência Negra, 20 de Políticas de Promoção da Igualdade nos seus resultados. Em qualquer pesqui-
de novembro, o Racial (Seppir), a fim de “coordenar sa nós vamos constatar que as pessoas
estudo “Retrato políticas de governo para a inclusão da negras, sobretudo as mulheres, são as
das Desigualda- população negra, em especial, e tratando mais pobres entre os carentes (...), o que
des”, divulgado também das questões indígena, cigana, impede a plena presença e participação
no último dia dos palestinos, dos judeus”, explica delas na vida política do País”.
Ministra Matilde Ribeiro 17, pelo Insti- a titular da pasta, Ministra Matilde De acordo com a Ministra, o pro-
tuto de Pesquisa Ribeiro. blema tem recebido o apoio de outros
Econômica Aplicada (IPEA) e pelo Por sinal, ela recebeu a equipe da órgãos federais: “O Ministério da Edu-
Fundo de Desenvolvimento das Nações revista BOA VONTADE para uma cação (MEC) monitora ações em curso,
Unidas para a Mulher, reafirmou que há entrevista, na qual falou da situação como o Programa Pró-Uni que prevê
uma realidade em nosso País que mostra vigente no País nesta área e das pers- políticas afirmativas em universidades
quanto temos ainda de caminhar. De pectivas para o futuro. privadas, ampliando a presença de alu-
acordo com a pesquisa, 21% das mulhe- Matilde, que tem a formação aca- nos das escolas públicas, considerando
res negras trabalham como empregadas dêmica de assistente e psicóloga social, o percentual de negros e indígenas nos
domésticas e apenas 23% têm carteira afirma que chegou ao cargo por uma Estados. Além disso, há a Lei 10.639 que
assinada. No público feminino branco, contingência: “Todas as pessoas no obriga o ensino da história afro-brasileira
apenas 12,5% delas estão nesta atividade Brasil que se indignam com o racismo, nos ensinos médio e fundamental. (...)
e 30% possuem registro em carteira. com o machismo, e se colocam nas trin- Existe um trabalho intenso no Ministério
O documento traz também as de- cheiras de luta a partir dos movimentos
sigualdades entre etnias e gêneros, sociais, o que esperam com a sua prática
nos campos da educação, mercado de é que a sociedade seja mudada positiva-

12 Revista Boa Vontade


das Relações Exteriores, provocado pelo reforçar as experiências que estão em Brasil, nas várias regiões. (...) Temos
Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que curso. Existem já 18 universidades no em mão mais de mil propostas ela-
é a aproximação com os africanos. Ele País aplicando a política de ações afir- boradas nessa Conferência que agora
já esteve em 14 países desse Continente, mativas”. estão sendo analisadas e trabalhadas
onde existem vários projetos com cada por nós para fazerem parte do Plano
uma dessas nações. Realizaremos no pró- Parceria Nacional de Promoção da Igualdade
ximo ano uma conferência das Américas, A Ministra entende que esses pro- Racial, que será o documento final, no
considerando a presença de governos e gramas só serão possíveis se governo qual o governo apresentará as metas e
sociedade civil, além de estimular, por e sociedade civil trabalharem juntos. as perspectivas efetivas para aplicação
meio do Ministério do Desenvolvimento Um dos resultados desta parceria sur- dessas políticas”.
Social, o combate à fome, estimulando o giu no ano passado com a realização Por fim, falou com entusiasmo da ur-
programa bolsa-família para que abarque da Primeira Conferência Nacional de gência de tornar-se realidade o Estatuto
a realidade negra e indígena”. Promoção da Igualdade Racial, na de Igualdade Racial: “O Estatuto passou
Neste sentido, fala ainda do proje- qual ocorreram 26 reuniões estaduais e pelo Senado e agora precisa ser apro-
to-lei que prevê a reserva de 50% das mais a do Distrito Federal. A Ministra, vado na Câmara Federal. É uma peça
vagas das universidades do governo para que acompanhou pessoalmente todos importantíssima no que diz respeito ao
alunos da rede pública. “Esse projeto os encontros, faz um retrato do alcance aprimoramento do nosso sistema legal
já passou pela Comissão de Educação, da iniciativa. “Nós pudemos constatar brasileiro. Ele indica a necessidade de
Desporto e Cultura e várias outras, está a diversidade brasileira, e essa plu- desenvolvimento, por parte do Estado,
pronto para ser votado. Estamos moni- ralidade é apresentada tanto no seu visando à inclusão da população negra
torando o processo, considerando-o de aspecto organizativo e de resistência na área de educação, do trabalho, da cul-
extrema importância para, inclusive, como nas desigualdades presentes no tura e da saúde”, finalizou. [L.S.M.]

Rosa Parks, ícone dos


rBV
Reprodução

direitos humanos.

R
osa Parks, con- e que exigia que negros liberassem seus
rBV

siderada uma lugares no transporte público para pes-


Reprodução

das principais soas brancas.


responsáveis O fato rendeu a Parks a prisão e uma
pelo movimento de multa equivalente a US$ 14. A repercus-
igualdade pelos direi- são do ocorrido desencadeou um boicote Há cinqüenta anos,
tos civis nos Estados de 381 dias ao sistema de ônibus, organi- Parks ficou conhecida
Unidos da América, zado pelo pastor da Igreja Batista Martin
faleceu, aos 92 anos, Luther King Jr. (1929-1968) (Prêmio como “mãe do
no último 24 de ou- Nobel da Paz pelas constantes lutas em movimento pelos
tubro, em Detroit benefício da igualdade civil).
(Texas). Seu corpo foi velado A aguerrida decisão da costureira
direitos civis” ao se
no Capitólio de Washington D.C. Ela resultou no fim da segregação nos trans- negar a ceder seu
foi a primeira mulher a receber esta portes públicos e, em 1964, entrava em assento para um
homenagem, concedida antes apenas a vigor a Lei dos Direitos Civis. Depois
governantes e heróis de guerra norte- de receber ameaças e perder o emprego, passageiro branco
americanos. mudou-se para o Texas. Em 1996, Parks em um ônibus, nos
A costureira negra ficou conhecida foi premiada com a Medalha Presidencial Estados Unidos.
pelo episódio que protagonizou em 1955, pela Liberdade e, três anos mais tarde,
quando se recusou a ceder o assento no com a Medalha de Ouro do Congresso de coragem, Parks deixou para o mundo
ônibus em que estava acomodada a um americano, a mais alta honraria civil. No a lição da igualdade, que deve prevalecer
homem branco, o que era previsto na lei dia 1º de dezembro completam-se 50 superando as diferenças raciais, étnicas e
de segregação em vigência no Alabama anos do ocorrido e, mais que uma lição de religião. [R.O.]

Revista Boa Vontade 13


Especial — Dia da Consciência Negra

O
dilema
da nação
______________
Dr. José Vicente

N
Divulgação

o dia 21 de março de 1960, ças raciais, essa data, a Comunidade


em Shaperville, África do Internacional de Países, em louvor aos
Sul, dezenas de negros afri- valores éticos e morais do respeito à
canos foram barbaramente pessoa humana, elegeu como o Dia
assassinados pela polícia do regime Internacional de Luta Contra a Dis-
do apartheid porque se rebelaram criminação Racial.
contra a injustiça, pelo direito à Vida, No Brasil, a despeito do discurso
à liberdade e à igualdade de direitos oficial em contrário que justifica a
em seu próprio país, construído com o distância e a invisibilidade social
sangue e o suor de seus antepassados e na tese da discriminação, a prática
pilhado pelo colonialismo inglês. do racismo contra os negros — que
Da segregação dos guetos aos fu- sempre constituiu uma teia complexa,
Dr. José Vicente, Presidente
da Afrobras (Sociedade Afro-
zilamentos oficiais, dos seqüestros e de difícil análise e compreensão —,
Brasileira de Desenvolvimento mercancia dos corpos às chibatas, enfor- ganhou nos últimos tempos um aliado
Sócio-Cultural). camento e fogueiras em praça pública ao incontestável e surpreendentemente
longo da História, essa trágica epopéia revelador: os dados de pesquisas isen-
— negação dos mais comezinhos prin- tas e bem-conduzidas.
cípios de valores humanos — sempre Somados à porção mais perceptível
representou um fardo muito pesado para dos sentidos, com predominância para
ser carregado e importante demais para o visual, esses esforços de estudiosos
permanecer ignorado. e técnicos abnegados e a pressão
Compreendido que a nenhum ente dos organismos internos e externos
político é legítima a supressão dos confluíram para colocar por inteiro,
direitos indisponíveis do Ser Huma- e confirmar à exaustão, o que sempre
no, menos ainda, fundamentado na se soube informalmente: no Brasil, o
intolerância e desrespeito às diferen- segundo maior contingente de negros

14 Revista Boa Vontade


PhotoDisc
Reprodução rBV

ou afrodescendentes do Planeta, a Congresso, Suprema Corte, Tribunais Se a vocação do Brasil é conviver em


discriminação pelo racismo atinge Superiores, Magistratura e Ministério lugar de destaque no concerto das na-
níveis estratosféricos. Público Federal e Estadual, Exército, ções, esse objetivo em sua plenitude
Segundo o IBGE, Instituto Bra- Magistério, nas hostes religiosas, nas importa, antes de tudo, na obrigação
sileiro de Geografia e Estatística, os diversas mídias, etc. No Estado de São moral e ética da integração no gozo e
negros representam 45% dos brasi- Paulo e na cidade de São Paulo nada usufruto dos bens, riquezas e oportu-
leiros. O IPEA (Instituto de Pesquisa é diferente. nidades nacionais de todos os filhos da
Econômica e Aplicada) noticia que Como se pode ver à saciedade, os pátria, pois não se conhece na história
nos últimos 10 anos (oito de social-de- números são latentes. Oitenta milhões de todos os tempos o alcance da Paz e
mocracia) a distância social do negro de pessoas encontram-se fora dos felicidade geral numa nação cindida.
em relação aos brancos aumentou. O equipamentos e instrumentos sociais, O dilema da nação não poderá ser
Dieese (Departamento Intersindical fato demonstrativo de que nossa ge- a vontade sincera, a coragem honesta
de Estatística e Estudos Socioeconô- ração também falhou na resolução e o desejo legítimo da grande maioria
micos) comunica que, para trabalho dessa chaga estrutural da sociedade da sociedade brasileira de, empenhada
igual, o negro recebe até 50% menos brasileira. Do racismo cordial à inte- nas lutas de combate ao racismo e
que os trabalhadores brancos e o gração racial; do milagre brasileiro ao discriminação racial, preparar para o
Ministério da Educação aponta que neoliberalismo, prevalece a certeza, futuro uma nação pacificada, de gló-
dos quase 800 mil universitários de sempre, de que o mais intrincado e ria, orgulho e felicidade para todos os
nas instituições públicas, os negros decisivo dilema da nação permanece brasileiros. A isso juntamos nossa voz
respondem por tão-somente 2,2% do intocável: o negro brasileiro continua e nossa esperança, elevando nossas
contingente. onde sempre esteve, no porão, sepa- orações e pensamentos à memória dos
Acresça-se a esses alguns dados rado e desigual. mártires sul-africanos de 21 de março
factuais, tais como a invisibilidade do Dessa realidade decorre a cons- de 1960 e, por conseguinte, a todas as
negro nos primeiro, segundo e terceiro tatação da ilicitude de repassarmos vítimas do racismo e da discriminação
escalões dos Ministérios, Estatais, intacta para nossas futuras gerações racial, neste Dia Internacional de Luta
Secretarias Estaduais e Municipais, no essa verdadeira “bomba de nêutrons”. Contra a Discriminação Racial.

Revista Boa Vontade 15


Especial — Dia da Consciência Negra

Políticas afirmativas
e contra a
discriminação
Estatuto da Igualdade Racial, em processo de aprovação, con-
densa as principais reivindicações do movimento negro.
__________

H
Leila Marco
á alguns anos em tramitação transformação interior do Ser Humano
Celso de Oliveira

no Congresso Brasileiro, o pela Espiritualidade Ecumênica, tem


Estatuto da Igualdade Ra- melhorado a qualidade de vida de
cial, de autoria do Senador nosso Povo.
Paulo Paim, depois de passar pelo Sena- Durante a conversa, destacou ainda
do, seguiu este mês para a Câmara dos o lançamento do livro Salário Mínimo:
Deputados em mais um esforço para ter uma história de luta, de sua autoria,
sua aprovação. Considerado um marco realizado em 11 de novembro, na 51ª
histórico, por condensar as principais Feira do Livro de Porto Alegre (Leia
reivindicações do movimento negro nos matéria na p. 36), no Rio Grande do Sul.
últimos 30 anos, traz a legislação que fal- Na ocasião também foi relançado pelo
tava para colocar em prática as medidas Conselho Editorial do Senado o título
previstas na Constituição de 1988. Batalha de Caiboaté, do historiador
Em entrevista exclusiva à repórter Ptolomeu de Assis Brasil e apresentação
Sônia Sabatine, da Rede Mundial de de Paulo Paim.
“O Estatuto, ora Televisão — A TV da Educação, da Aproveitando a oportunidade, o
aprovado pelo Cultura e da Cidadania Solidária com Senador presenteou o dirigente da LBV
Espiritualidade Ecumênica!, Paulo Paim com os dois trabalhos. Em sua obra re-
Congresso Nacional, falou exatamente desse documento gistra: “Ao Presidente Paiva Netto, com
está para o Brasil que deve orientar as políticas públicas abraços do seu sempre amigo Paim”.
como a lei dos Direitos brasileiras no sentido da superação das E no trabalho do escritor Assis Brasil
desigualdades raciais. reafirma: “Ao amigo Paiva Netto, com
Civis foi para os Paim, que ocupa no Senado Fe- carinho do sempre amigo Paim”.
negros americanos, deral as funções de Vice-Presidente
da Comissão de Direitos Humanos e BOA VONTADE — Qual
sancionada pelo Presidente da Subcomissão Permanen- o principal objetivo da
Congresso dos EUA te de Igualdade Racial, discorreu ainda Subcomissão que o senhor
a partir da luta do sobre assuntos afins em sua caminhada está presidindo, quais são
como parlamentar, na defesa do traba- suas metas?
(Reverendo) Martin lhador, dos aposentados, dos índios,
Luther King (1929- das crianças e mulheres. Enalteceu Paulo Paim — A Subcomissão
neste particular a presença marcante trabalha na linha dos Direitos Humanos,
1968).” da Legião da Boa Vontade que, por de não permitir a ação preconceituosa,
Paulo Paim, Senador. meio da Solidariedade Altruística e da racista com o nosso Povo. Atuou (neste

16 Revista Boa Vontade


centena de artigos, de políticas, que vêm
da linha da reparação, das chamadas po-
líticas afirmativas, àqueles que ao longo
de sua vida deram tudo para esse País
e sempre ficaram marginalizados. Eu
Martin Luther
digo que o Estatuto, ora aprovado pelo
King, um dos gran-
des responsáveis Congresso Nacional, está para o Brasil
pela aprovação da como a lei dos Direitos Civis foi para
os negros americanos, sancionada pelo
Isador Knox

Lei dos Direitos


Civis norte-ameri- Congresso dos EUA a partir da luta do
canos.
(Reverendo) Martin Luther King, após
ano) em Porto Alegre (RS) num momen- Deputado Federal Reginaldo Germano; a marcha que liderou em Washington.
to histórico: estava havendo o que nós e nas Comissões contou com os Sena- No Brasil, exatamente no mês de no-
chamamos de despejo ilegal de 16 famí- dores Roseana Sarney e César Borges, vembro em que temos duas marchas
lias do Quilombo Silva. Eu levei a Sub- que foram também relatores. Eu diria em Brasília (DF), o Estatuto também
comissão à cidade, com a Assembléia que hoje ele é uma realidade, felizmente foi aprovado. É a verdadeira carta de
Legislativa, a Câmara de Vereadores, foi aprovado e contempla as políticas alforria que a nação negra não recebeu
a Prefeitura e o Governo do Estado. O públicas, tudo aquilo que a Comunidade em 13 de maio de 1888, já que naquele
próprio Governo Federal, via Secretaria Negra sonhou ao longo dos séculos, des- dia foi assinado somente um artigo: “É
Especial de Políticas de Promoção da ses 505 anos, já que estamos em 2005. dada aos escravos a liberdade”. Mas
Igualdade Racial (Seppir); o Ministério Nele temos cotas no trabalho, na mídia, os direitos civis não foram dados, eles
da Cultura, via Fundação Palmares e o na área privada, no serviço público, nas estão sendo conquistados a partir desse
Ministério da Reforma Agrária, com o escolas; e também nós contemplamos Estatuto.
Incra, conseguiram sustar a expulsão políticas na área da saúde, da educação.
dessas famílias negras que moram no Abrimos espaço para a Comunidade BV — Esse avanço na política
Centro da capital gaúcha. É o primeiro Negra, quando existir alguma denúncia pública é uma maneira de
quilombo urbano do País. Essa Subco- grave, para que tenha prioridade no o País quitar um pouco a
missão também pretende ouvir todas as atendimento da justiça. Trabalhamos dívida com o negro?
denúncias que possam vir da sociedade também com a terra dos remanescentes
em matéria de racismo, de preconceito, dos quilombolas, para terem direito à Paim — O Estatuto é um avanço
seja contra a mulher, o negro, o índio, o titularidade delas. São mais de cinco mil enorme no Brasil, um exemplo até
branco, as crianças, os idosos; enfim, por quilombos no Brasil. Há cerca de uma para outros países. (...) De posse desse
religião, credo, origem, matriz, gênero. documento, mesmo as discriminações
Qualquer tipo de discriminação será cometidas nos estádios de futebol,
“Esta Comissão (de quem for flagrado nesse crime poderá
combatido nela. Por isso, ela pertence à
comissão principal, que é a de Direitos Direitos Humanos) pegar de dois a cinco anos de prisão
e ainda pagar multa. Entendo que ele
Humanos. cumpre um papel de é uma peça fundamental de combate
BV — Outra bandeira Solidariedade entre os ao racismo e ao preconceito, porque
defendida pelo senhor é Seres Humanos, que estamos também fortalecendo a lei
a questão do Estatuto da da Educação. Do jardim da infância
Igualdade Racial. Como o
é fundamental para à universidade, as crianças, jovens,
Brasil receberá esta lei? conquistar um mundo adultos vão entender a importância da
Solidariedade e que a capacidade de um
dos nossos sonhos, da homem não é medida pela cor da pele.
Paim — O Estatuto da Igualdade
Racial, do qual tenho muito orgulho de igualdade, liberdade,
ser o autor, e que o Senador Rodolpho justiça, no qual o BV — O que falta para
Tourinho foi relator; na Câmara dos alcançar a questão da
Deputados teve a participação do
Homem esteja em igualdade racial?
primeiro lugar.”

Revista Boa Vontade 17


Especial

Celso de Oliveira
Paim — Mais da metade da po-
pulação brasileira é composta de ne- de ser relembrado, eles têm seu espaço
gros. Precisamos ter ações educativas, na história. (...)
programas como esse na televisão, no
rádio, mesmo nos cinemas, nos jornais, BV — Como está a vida do
enfim, em toda a mídia, uma campanha nosso trabalhador?
afirmativa, em que negros, brancos e
índios caminhem juntos. Somente assim Paim — Não está fácil, porque sou
esse País poderá ser de Primeiro Mundo, obrigado a admitir que, infelizmente, o
quando efetivamente se afastar da chaga salário mínimo continua com um valor
do preconceito racial. (...) Necessário se insignificante, não é decente. Qual o
faz antecipar ao crime, não deixar que casal com dois filhos que vive com tre-
ele aconteça e depois só punir. “O Templo da Boa Vontade, zentos reais? Não paga nem o aluguel,
calcule a Previdência Social, a alimen-
BV — O senhor também é o em Brasília, tação, saúde, educação, transporte, lazer,
Vice-Presidente da Comissão é um Templo multirracial, vestuário. Só essa referência nos deixa
de Direitos Humanos no muito preocupados pelo valor baixo,
Senado Federal. suprapartidário, inter- apesar da luta. Temos de reconhecer que
a própria ONU diz que o Brasil em ma-
religiões, universal. Um téria de concentração de renda é o País
Paim — O Presidente é o Senador
Cristovam Buarque. Nós estamos inte- belo espaço onde já estive que está em primeiro lugar em toda a
ragindo com a Comissão de Direitos Hu- América Latina, ou seja, é a nação onde
manos de outras nações, com a Câmara
algumas vezes. Visitei o dinheiro está na mão de uma minoria,
dos Deputados do nosso País. Faremos também em Glorinha, no é o pior em distribuição de renda. O
um encontro chamando as Comissões de número de desempregados é altíssimo
Direitos Humanos de todas as Assem-
Rio Grande do Sul, o Lar e também. Por isso, temos de ser solidá-
bléias Legislativas dos Estados e vamos Parque da LBV, onde há um rios, generosos, buscar alternativas. Sair
trabalhar em um segundo momento com da especulação financeira e entrar no
as Câmaras de Vereadores dos Municí-
importante serviço com as mercado de produção, esse é que gera
pios. É um projeto interessantíssimo que crianças.” emprego no campo e na cidade. (...)
estou desenvolvendo com o Cristovam
para discutir a condição das mulheres, BV — O senhor acompanha
crianças, deficientes, idosos, desem- população negra corresponde a 11% (do o trabalho da LBV que possui
pregados, renda do Salário Mínimo (a total), só que a qualidade, o padrão de diversas ações ligadas à
importância dele para melhorar o padrão vida do americano está 50 anos na dian- igualdade racial, à promoção
de vida da nossa gente), negros e presos teira do negro do nosso País. Podíamos da pessoa humana e do
políticos (anistia). Esta Comissão (de lembrar de políticas para as mulheres, seu Espírito eterno. Como
Direitos Humanos) cumpre um papel de as crianças, os índios, a situação do analisa essas iniciativas?
Solidariedade entre os Seres Humanos, índio é muito delicada. Faço parte da
que é fundamental para conquistar um Frente Parlamentar em Defesa do Povo Paim — A Legião da Boa Vontade
mundo dos nossos sonhos, da igualdade, Indígena, tenho trabalhado muito no Rio faz um belíssimo trabalho. Sem dúvida,
liberdade, justiça, no qual o Homem Grande do Sul, vou levar o assunto para o Paiva Netto é uma referência interna-
esteja em primeiro lugar. a Comissão de Direitos Humanos, no cional, tive oportunidade de conversar
próximo 7 de fevereiro de 2006, quando com ele. O Templo da Boa Vontade, em
BV — Comparando com lembraremos os 250 anos da morte de Brasília, é um Templo multirracial, su-
outros países, como anda Sepé Tiarajú, um dos grandes líderes do prapartidário, inter-religiões, universal.
a questão do respeito aos País, que morreu defendendo as nossas Um belo espaço onde já estive algumas
Direitos Humanos no Brasil? fronteiras. Ficou conhecido pela frase vezes. Visitei também em Glorinha,
histórica: “Essa terra tem dono”, em uma no Rio Grande do Sul, o Lar e Par-
Paim — Nós temos de avançar mui- luta que levou mais de dois mil índios que da LBV, onde há um importante
to ainda. É inegável que os chamados para combater a invasão dos espanhóis serviço com as crianças. Entendo que
países de Primeiro Mundo estão mais e dos portugueses: a Batalha de Caibo- é isso, se cada um fizer a sua parte na
à frente. Veja, por exemplo, a realidade até, na qual foram assassinados 1.500 linha da Solidariedade e nas políticas
do negro norte-americano em relação índios que pelejaram, resistiram em humanitárias, nós todos avançaremos,
ao brasileiro. Nos Estados Unidos a defesa do solo brasileiro. Esse fato tem venceremos. (...)

18 Revista Boa Vontade


Arquivo rBV
Mundo

Registro
internacional
Comitê responsável do evento “O espírito
das Nações Unidas: Marcas para o Futuro”,
agradece a co-organização da LBV nas
comemorações dos 60 anos da ONU.

Prezado senhor Paiva Netto, em particular, da in-


Gostaríamos de estender nossos mais clusão no programa de
elevados agradecimentos à Legião da vozes transversais da
Boa Vontade pelo seu apoio como uma família ONU, vozes do Dag Hammarskjöld na sede das Nações Unidas em Nova
York (EUA).
das principais organizadoras do pro- passado e do presente
grama “O espírito das Nações Unidas: — incluindo a voz de
Marcas para o Futuro”. Estamos todos Dag Hammarskjöld que norteou o
Arquivo rBV

tocados pela dedicação e comprome- evento relembrando a importância dos


timento dos integrantes da Legião da princípios espirituais e de valores que
Boa Vontade. Ficamos especialmente nos guiam.
impressionados com a finalização muito O “Values Caucus” (espécie de
profissional dos vídeos que ajudaram a Comitê de Valores), o Comitê de Espi-
produzir para o programa. Foi um verda- ritualidade, Valores e Interesses Globais
deiro prazer ter trabalhado com a Legião — ligado à Conferência de ONGs com Audrey Kitagawa
da Boa Vontade. Relação Consultiva com a ONU (Con-
Danilo Parmegiani

Recebemos inúmeras mensagens go) — e seu projeto especial, o Conse-


de gratidão de toda a comunidade das lho Espiritual para Desafios Globais,
Nações Unidas expressando sua alegria em cooperação com o Conselho Staff
e sentido de renovação ao participarem Recreation e inúmeras organizações de
da celebração deste 60º aniversário e, apoio agradecem imensamente pela sua
generosa colaboração.
Amado Vieira

Sinceramente,
Julia Grindon-Welch, Co-líder do
Values Caucus.
Audrey Kitagawa, Co-líder do
Conselho Espiritual para Desafios
Globais.
Carl Murrel, Co-líder do Values Apresentação do vídeo relembrando os
Caucus. valores que nortearam a criação da ONU
Diane Williams, Líder do Comitê na década de 1940. O documentário foi
de Espiritualidade, Valores e Interes- produzido pela LBV e pela Fundação José
de Paiva Netto, em parceria com o Comitê
ses Globais de ONGs nas Nações Uni- de Espiritualidade, Valores e Interesses
Carl Murrel, Julia Grindon-Welch e Diane das e co-Líder do Conselho Espiritual Globais de ONGs nas Nações Unidas.
Williams. para Desafios Globais.

Revista Boa Vontade 19


Acontece

Intercâmbio

solidário
Presidente da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China
visita o Conjunto Educacional da LBV em São Paulo

Daniel Trevisan
reciclável. A visita estendeu-se desde as Business and Manage-
dependências da Supercreche Jesus até ment, em 1987 e entregue
os laboratórios de Química e Informática, também aos participantes
as quadras poliesportivas e a Biblioteca da “IV Conferência sobre
do Instituto de Educação José de Paiva a Mulher”, realizada em
Netto. Em cada sala que conheciam, Beijing, em 1995. Na se-
conversavam com a criançada. qüência, é possível lê-la na
O senhor Tang pôde manifestar sua versão em mandarim.
isan

alegria no Livro do Coração, no qual


Daniel Trev

Carolina G. Wu
os convidados deixam suas impres- “A Parábola do
sões sobre o Conjunto Educacional. Velhinho Bobo
“Estou muito sensibilizado pela “Há tempos recebi da Juventude
crianças do
recepção carinhosa das crianças e em Ecumênica da Boa Vontade de Deus esta
h a rl e s Ta ng com as ver o trabalho hercúleo feito com Amor e reportagem que tão bem se aplica aos
O sr. C til LBV
ênico Infan

O
Coral Ecum dedicação. Devemos construir um maior desafios que a população enfrenta nos
s sorrisos das crianças aten- relacionamento entre o Povo da China dias de hoje: “‘Morando há 18 anos no
didas pelo Conjunto Edu- e a Nação Brasileira, com amizade e Brasil, o professor de línguas orientais
cacional da Legião da Boa respeito mútuo. Parabenizo o Diretor- na Universidade de São Paulo (USP),
Vontade, na capital paulista, Presidente Paiva Netto pela visão que, já Alexander Chung Yuan Yang, histo-
logo cativaram o Presidente da Câmara há muito tempo, teve ao escrever artigos riador e tradutor-intérprete chinês, em
de Comércio e Indústria Brasil-China, referentes à China. Convidamos a LBV entrevista ao Jornal da LBV (1988) re-
o sr. Charles Tang, e também a Gerente a ajudar na construção da aliança entre conheceu que a Legião da Boa Vontade
Comercial da Câmara, sra. Carolina os gigantes da Ásia e da América do Sul, tem seu idealismo inspirado no Amor e
G. Wu. Ambos visitaram o local no com troca de visitas”. na Fraternidade Ecumênica. ‘A questão
dia 11 de novembro e, na ocasião, não Bem a propósito desta cordial visita, fundamental da filosofia de Confúcio
esconderam a felicidade de estar no reproduzimos, a seguir, a página “Não (551-479 a.C.) também é o Amor e a
ambiente. há mundo sem a China”, de autoria do Fraternidade entre os povos’, comen-
Ao serem recepcionados pelo Coral jornalista José de Paiva Netto, publica- tou ele ao ler o artigo “Não há mundo
Ecumênico Infantil LBV com belíssimas da em importantes jornais brasileiros, a sem a China”, escrito pelo jornalista
canções, os convidados receberam dos exemplo da Folha de S. Paulo (São Pau- Paiva Netto, em 1987, e publicado pela
pequeninos dois cartões, confeccionados lo/SP), Correio Braziliense (Brasília/DF) revista International Business and Ma-
por eles mesmos, utilizando material e Correio da Bahia (Salvador/BA), além nagement, naquele país, e concluiu que
de ser reproduzida pela International a mensagem da Instituição se resume
PhotoDisc

20 Revista Boa Vontade


Arquivo rBV
João Preda
no mais nobre dos sentimentos. Desta- que constituíam enorme obstáculo
cando um ponto na página dedicada à para entrar na sua residência. Daí ter
China que diz: ‘Todos nós pertencemos resolvido acabar com elas. Mas ali
a uma grande Família — a Sociedade habitava também outro ancião que era
Humana’, prosseguiu: ‘Se cumprirmos conhecido como Velhinho Inteligente,
o ensinamento desse texto chinês, da e este achava graça na atitude do outro
LBV, viveremos a Sociedade Solidária exclamando: ‘Você é mesmo bobo!’. E o
Altruística Ecumênica*1 a que o Irmão Velhinho Bobo assim respondeu ao seu
Paiva nele se referiu. Essa matéria se interlocutor: ‘Se eu morrer, vou ter meu
assemelha ao pensamento de Confúcio. filho, depois do meu filho virá meu neto,
José de Paiva Netto,
E justamente o Brasil está na vanguarda após meu neto irá nascer outro filho e os jornalista, radialista e
Confúcio
desse ideal. Nele se reúnem raças de meus descendentes proliferarão, mas as escritor, é Presidente das
todo o mundo, numa imensa Família. montanhas, não. Então, por que eu não Instituições
Precisamos na verdade reunir todos posso acabar com elas?’. A paciência e da Boa Vontade.
para desenvolvermos um paraíso, a pertinácia juntaram-se aos seus filhos Para o mal em que o mundo se debate?
um país ideal, como exemplo para a e netos para darem fim às montanhas. Algo que empolgue ou algo que arre-
Humanidade. Eu acho o Brasil ótimo. Os deuses ficaram comovidos com ta- [mate
Orientais e ocidentais, índios e africanos manha persistência que lhe mandaram A única e suprema salvação?
convivem aqui dentro. Então considero mais dois filhos fortes que conseguiram
muito bom a LBV ter começado aqui. realizar o objetivo do Velhinho Bobo. “Não há! Não há!” — responde o
O próprio Brasil é o representante do fu- “Moral da história: a saga do Ve- [coração
turo. E este é o caminho: um mundo só, lhinho Bobo é uma prova de que a Fé e Que no meu peito aflitamente bate.
uma só Família. Que o dirigente da LBV o trabalho pertinazes tudo regeneram. “Não há! Não haverá!” — eis o rebate
insista em sua Fé em querer implantar “Houvesse outros tantos Velhi- Ao último S.O.S. da aflição!
esse Amor de Deus no Planeta. Continue nhos Bobos e teria acabado toda
persistindo nesse caminho, pois um dia a bobagem do mundo, já que os Então o mundo é mesmo
seu objetivo será conseguido: pregar o Velhinhos Inteligentes ainda não [intransformável?
Amor de Deus em todas as nações’”. conseguiram livrar-se de tão grande E há de ser sempre assim, tão
De volta, com a palavra, prossegue inteligência ociosa, que empurra a [miserável,
Paiva Netto: Humanidade para o abismo. Certa- Por mais que a voz do Bem soluce e
“Na oportunidade, o senhor Ale- mente, movido pelo enfado contra [clame?
xander Chung Yuan Yang lembrou-se tamanha esperteza a serviço da E vem-me, em fúria, uma alucinação:
de uma antiga parábola do seu país, destruição da Terra, Alziro Zarur, Alcançar o universo nesta mão,
segundo a qual havia um velhinho que saudoso fundador da LBV, num Para arrasar com um murro a terra
foi apelidado de Velhinho Bobo: desabafo, escreveu: [infame!
— Ele morava na montanha do norte
e tinha quase 90 anos. Em frente de sua Um soco no globo “Mas, logo em seguida, sem maniqueís-
casa havia duas gigantescas montanhas, Haverá, porventura, solução mo, concluiu em:

Paisagem da Milenar Muralha da China

Revista
RevistaBoa Vontade 21
BoaVontade 21
Acontece

Arquivo rBV

Arquivo rBV
A vitória final também se dirige ao Ser Humano em
De maneira que cada um de nós dará particular. E o indivíduo, salvo peque-
conta de si mesmo a Deus (Paulo nas diferenças de latitude e longitude, é
Apóstolo na Epístola aos Romanos, em profundidade o mesmo, a despeito
14:12). de regimes políticos. Mormente agora,
Alziro Zarur Marcelo Pimentel quando o perigo nuclear ameaça, sem
E sofres, meu irmão... Sofres por quê? privilégios, todos os povos da Terra,
Porque te caluniam detratores, ***** não há que somar à violência já exis-
Esses ferrenhos, míseros censores tente mais violência.
Da cega multidão que em Deus não Não há mundo sem a China O caminho da LBV é a Paz. Chega
[crê? Pergunta de um leitor — Li com
de guerras! A brutalidade é a lei dos
agrado seu artigo “A Parábola do Ve-
Temes, acaso, suportar as dores irracionais, não do Ser Humano, que se
lhinho Bobo”. Uma lição chinesa de
Que o teu preclaro espírito prevê? considera superior.
pertinácia acima de toda dificuldade.
As dores, para quem renasce e vê, Pregamos a valorização da criatura,
Naquele artigo, de 1988, é citada página
São como esses crisóis depuradores... que é a riqueza de um país. A fortuna da
que o senhor escreveu para a Internatio-
China são os chineses, como a do Brasil
nal Business and Management. Gostaria
Adiante, pois, se queres ter a glória e a das demais nações é o seu Povo.
de tê-la. É possível?
De ouvir nos céus o canto da vitória, Numa sociedade constantemente
Paiva Netto responde — Sim. Ei-
Numa triunfal aclamação de sons... ameaçada pela destruição, convém
la na íntegra. Ressalto ainda que “Não
há mundo sem a China” foi reproduzida lembrar que, a cada dia, pela queda das
Consciente, irmão, do que sozinho barreiras de espaço e tempo, os Seres
[vales, para os participantes da IV Conferência
sobre a Mulher, realizada em Beijing, da Terra devem compenetrar-se de que
Deixa o mundo falar e nada fales, formam a imensa família chamada Hu-
Que a vitória final pertence aos bons! em setembro de 1995:
A mensagem da Legião da Boa manidade.
“Eis por que o Ministro Marcelo Pimen- Vontade (LBV) — Instituição fundada Não há mundo plausível sem a
tel, na década de 1960, disse que ‘a Le- em 1950 no Brasil pelo escritor, poeta, China. A simples leitura desapaixo-
gião da Boa Vontade não é obra para uma jornalista e radialista Alziro Zarur, nada da História mostra realidade tão
geração, mas para uma civilização’”. falecido em 1979 — é universal, mas óbvia. A História é a mestra da vida,

22 Revista Boa Vontade


no dizer de Marco Túlio Cícero. Ade- bado. Importa que o nosso semelhante Vamos acreditar no nosso Povo e
mais, basta abrir o mapa-múndi. é um Ser que sofre, luta, anseia vencer respeitá-lo, conscientes de que Força
Por isso, a Legião da Boa Vontade como os demais. Tem qualidades, ca- Armada e Civil, tudo é Brasil. E é
gostaria que a sua mensagem de Paz, rências e defeitos, porque é humano... mesmo.
Fraternidade e Solidariedade Ecumê- É necessário que os que acreditam na _____________________
nica chegasse até o empreendedor e Paz se unam, vençam suas diferenças. *1
Nota da Redação — Sociedade Solidária Al-
pertinaz Povo chinês.(...) Se não, ninguém restará para contar a truística Ecumênica: Paiva Netto, ao formular este
Não somos nem comerciantes nem História... pensamento há décadas, expandiu o conceito inicial de
sociedade, mostrando que, pela quebra das barreiras, ela
industriais, apenas simples pessoas de Está, pois, atendida a sua correspon- não mais pode se restringir a um grupo de pessoas, de
Boa Vontade, isto é, homens e mulheres, dência. Não há mundo sem a China, determinado local. Para ele, “(...) O exemplo para que
jovens e crianças que acreditam no bom realmente. Mas também não o há sem haja fartura vem do Cristo. Só pode haver abundância,
senso da Raça Humana, que tem sobre- os Estados Unidos, a Rússia, a África, perfeitamente distribuída, na Sociedade Solidária Altru-
vivido, justamente em virtude do seu o Japão, o Canadá, o Chile, o Peru, a ística Ecumênica, em que todos se entendam e cada um
bom senso, às piores crises nos muitos reconheça que faz parte de um grande organismo ou
Bolívia, a Argentina, o Uruguai, a Vene-
corpo social, chamado Humanidade. Um pequeno órgão,
milênios do que se convencionou cha- zuela, a Colômbia, o México, a Espanha, por menor que seja, se estiver combalido, afetará todo
mar civilização, mas que o será de fato as Alemanhas*2, o Irã, a Índia, a Itália, a o organismo (...)”. Sociedade Solidária porque é preciso
quando os Seres Terrenos aprenderem a França, Cuba, Portugal, a Bulgária, o união; Altruística para que essa aliança se realize sob a
viver em Paz, pois terão compreendido Iraque, a Inglaterra, os árabes, os judeus égide do Amor Fraterno, exemplificado pelo Cristo, em
que o sofrimento de uma nação é dor e, para nós, muito menos sem o Brasil, Seu Novo Mandamento: Amai-vos uns aos outros
como Eu vos amei (Evangelho de Jesus, segundo
para todo o Planeta. O organismo social é com todos os seus defeitos, que, na maior João, 13:34); Ecumênica porque é necessário entendi-
como o corpo humano: um órgão doente parte das vezes, agravamos, esquecidos mento neste Planeta para que ele sobreviva, conforme
afeta-o por completo. A infelicidade do das suas notáveis virtudes e qualidades, afirma o próprio Paiva Netto: “Conciliar é, portanto, a
indivíduo, por mais inexpressivo que que devemos aplicar para valer. nossa grande convocação, firmados que estamos na
possa ser considerado, reflete sobre toda E já que falamos da China, este extensa experiência ecumênica da LBV: o Brasil e o
sociedade que se preze. Realmente, não mundo precisam da vivência imediata do ecumenismo
pensamento de Confúcio:
religioso, racial, partidário, empresarial, social, enfim,
há Ser Humano que não tenha elevada — A compensação da vida é que o Ecumenismo Irrestrito e Total, com base nos valores
significação. Todos possuem extraordi- para cada sonho que se não concretize mais profundos do Espírito.”
nário valor, que não pode ser menosca- há um pesadelo que não se realiza. *2
Alemanha — Hoje reunificada.

Revista Boa Vontade 23


Capa

Carismática
Amiga de
Boa Vontade
Nana Moraes

Juliana Paes concede entrevista exclusiva em que fala da


carreira, igualdade dos gêneros e da Solidariedade no
Brasil. A atriz abre o coração à revista BOA VONTADE.
______________
Rodrigo Oliveira

S
eja no saguão de um aeroporto, ao Boa Vontade. Logo que chegou, foi
“Eu só tenho a caminhar pela praia ou no inter- recebida pelo Coral Ecumênico Infantil
valo de uma gravação; é sempre da Instituição, o que a deixou muito emo-
parabenizar a LBV assim: ela desperta a atenção de cionada. A todo o momento, ela brincava
— essa jovem crianças, jovens e adultos. Uns podem
associar à beleza. Outros, à performance
com as crianças, tirava fotos, distribuía
beijos e recebia o carinho da garotada.
senhora — e artística. Mas, de modo geral, foi pelo seu Nas salas de aulas por onde passou, uma
carisma que Juliana Couto Paes — ou homenagem diferente sensibilizou o
agradecer por tudo simplesmente, Juliana Paes — conquis- coração de Juliana. Um desses instantes
tou o sucesso que, em tão pouco tempo, a foi quando os pequeninos do maternal a
que essa Instituição tornou uma destacada atriz brasileira. reconheceram como atriz.
faz, e desejar muita A personalidade forte e a determina-
ção desta carioca foram a tônica de uma
Ela não escondeu a alegria que sentiu
ao visitar a unidade educacional. “Eu
força, porque é entrevista exclusiva que ela concedeu à fiquei muito feliz. Só tenho a agradecer
BOA VONTADE. Apesar das viagens porque as crianças da LBV fizeram uma
um trabalho difícil. internacionais, gravações e fotos publi- homenagem linda. Vi como os meninos
citárias, reservou um espaço especial na e meninas são bem- tratados, é tudo com
Então, parabéns, e concorrida agenda para também dizer muito cuidado e limpo. Você vê que é
continuem com essa sim à Campanha da LBV Amigos de
Boa Vontade, e ser clicada pela famosa
tudo feito com muito Amor. Fiquei feliz
por ter vindo aqui na Legião da Boa
perseverança, com fotógrafa Nana Moraes. Aliás, a Solida- Vontade.”
riedade é outra face da atriz, madrinha Entre um autógrafo e outro, ela
essa força e nós, da Associação Estadual de Futebol aproveitou ainda para deixar a sua
Feminino (leia sobre o assunto na p. 26) mensagem à LBV pelos seus 56 anos
artistas, vamos estar e que, ao lado de representantes de cada (a serem completados em 1º de janeiro
sempre à disposição equipe que participa do torneio, esteve
visitando o Centro Educacional, Cultural
de 2006). “Eu só tenho a parabenizar
a LBV — essa jovem senhora — e
para ajudar no que e Comunitário José de Paiva Netto, órgão agradecer por tudo que essa Instituição
modelar da LBV, localizado na zona faz, e desejar muita força, porque é
for preciso.” norte do Rio. um trabalho difícil. Então, parabéns, e
Na visita, Juliana encantou-se com continuem com essa perseverança, com
Juliana Paes as crianças atendidas pela Legião da essa força e nós, artistas, vamos estar

24 Revista Boa Vontade


“Eu acho que já
nasci assim. Sempre
sempre à disposição para ajudar no que fui muito presepeira, pessoa que ainda tem muito a aprender
for preciso.” e quer aprender muito mais. Essa sim-
como diz a minha plicidade acaba fazendo com que todos
Talento que vem do berço a minha volta queiram me ajudar, desde
Juliana conquistou seu espaço nas mãe. Inventava moda os camareiros aos diretores”.
principais telenovelas, minisséries e,
recentemente, no cinema, no qual pro-
e personagens para Ao ser questionada sobre o dia-a-dia
de trabalho, a atriz afirma que “esse é
tagonizou o filme Mais uma vez Amor. viver no dia-a-dia, o verdadeiro luxo da minha profissão:
No entanto, vem do berço o embalo que a não ter uma rotina”. Ela conta que gosta
levou a se dedicar ao teatro. “Eu acho que tanto em casa quanto disso, já que “cada dia gravo em um lu-
já nasci assim. Sempre fui muito prese- gar, com um personagem diferente, num
peira, como diz a minha mãe. Inventava na escola.” cenário diferente”. Mas o fato de não ter
moda e personagens para viver no dia- rotina não significa que seu dia-a-dia seja
a-dia, tanto em casa quanto na escola. Juliana Paes tranqüilo. Muito pelo contrário. “Nos
Mesmo muito antes de começar a fazer dias em que não gravo, faço leituras dos
curso de teatro, já me via interessada em textos para que fiquem bem decorados.
criar outras vidas, outros mundos. Sem- jeto de um longa-metragem, com texto Quando não estou em frente às câmeras
pre fui muito intuitiva e criativa nesse de Hugo Carvana. A gente vai entrar tem sempre uma foto publicitária aqui,
aspecto”, recorda-se. em fase de pré-produção e preparação outra ali, um comercial. Vou muito para

Fotos: Felipe Freitas


Juliana Paes num momento de carinho e descontração durante visita ao Centro Educacional, Cultural e Comunitário da LBV. Na obra
modelar, localizada na zona norte do Rio de Janeiro, mais de 500 crianças em situação de risco social são diariamente atendidas e
cerca de duas mil famílias, que vivem nos bolsões de pobreza da cidade, recebem, todos os meses, os benefícios da LBV carioca.

A atriz conta que, depois de iden- de personagens. Ainda não há data de São Paulo, a trabalho, para ser entre-
tificar seu talento, se interessou pelos estréia. Mas será em 2006”. A atriz vistada ou participar de programa de
cursos de teatro. “Nunca fiz nenhum também tem planos para a vida pessoal. televisão.”
curso profissional, como uma faculdade “Meu grande sonho é ter filhos, mas, por
ou um tablado. Sempre fiz cursos na enquanto, esse é um sonho para daqui a Igualdade de gêneros
minha cidade e acabei sendo chamada alguns anos. Ainda estou priorizando o Outro tema abordado na entrevista
para fazer um teste para o meu primeiro trabalho e quando eu tiver filhos, vou foi a força da Mulher. Atualmente, é a
personagem, que foi a Ritinha em Laços querer dar atenção total”, planeja. madrinha da Associação Estadual de
de Família. A partir daí tudo deslanchou Para chegar ao sucesso, Juliana reve- Futebol Feminino (iniciativa que tem
e eu não parei mais.” la: “Fui, acima de tudo, muito humilde. o apoio da Legião da Boa Vontade e do
E não parou mesmo. Para o futuro, Comecei com um papel pequeno que Governo do Estado do Rio de Janeiro),
Juliana já tem marcadas participações ganhou o público logo na primeira nove- que dá acesso ao esporte àquelas que
no cinema. “Ano que vem, tenho o pro- la, mas sempre me comportei como uma residem nos bolsões de pobreza do Rio.

Revista Boa Vontade 25


Capa

Esta é uma nomeação que carrega com E completa: “Muitas dessas meninas incentiva todos a abraçarem a causa:
orgulho porque incentiva a prática do são mães, estudam, são esforçadas e, às “É possível a gente ajudar. Às vezes,
desporto também pelas mulheres. vezes, vêm de longe para treinar. Isso traz parecemos ser um pouco egoístas.
Ela conta que o mais interessante é dignidade. É o que todo mundo precisa Mas dá para cada um fazer a sua parte:
o fato de elas se sentirem integradas à para viver”, acredita. juntar brinquedos e roupas que nós
sociedade. “Muitas vezes, o que acontece Também defendeu a idéia de exer- temos e não damos muito valor; aquilo
é que no esporte existe um apoio maior cer a Solidariedade no País. Para ela, ali para outra pessoa vai ser muito
para o futebol masculino, até porque há “é muito difícil exercer a cidadania valioso. É só pensar desse jeito que
maior público. O feminino encontra re- aqui no Brasil”, porque julga ser ne- a gente consegue ajudar a melhorar o
sistência, preconceito, porque acham que cessária a conscientização da socieda- Brasil”, aconselha.
‘ah, não é tão interessante!’”, assevera. de quanto a esses temas. Juliana Paes

Felipe Freitas
Danielly Arruda

Na primeira foto, Juliana Paes (ao centro) posa ao lado de participantes da 1a Copa ONU de Futebol Feminino durante visita à Escola da
Instituição; à direita, o Secretário de Estado de Esportes, Francisco de Carvalho (Chiquinho da Mangueira). Na segunda, integrantes do time
CEPE Caxias seguram faixa da LBV saudando os 60 anos das Nações Unidas e de apoio à competição.

Gol de placa
Copa ONU de Futebol Feminino dá oportunidade a mulheres em situação de risco
social e cumpre um dos desafios do milênio. A LBV é parceira do evento_____________
esportivo.
Simone Barreto
A 1ª Copa ONU de Futebol Femi- Vontade e Associação de Cronistas Organização das Nações Unidas e que
nino, chancelada pelo Centro de Infor- Esportivos do Rio. possui status consultivo geral no Ecosoc
mações das Nações Unidas, no Rio de Este é o terceiro torneio conduzido — leva as faixas saudando o 60º aniver-
Janeiro/RJ, comemora os 60 anos da pela Associação em pouco mais de um sário da ONU. Essa parceria contribui
organização criada para estabilizar as ano de existência. Ao longo desse curto também para o cumprimento dos Objeti-
relações internacionais e firmar as bases período, o projeto já envolveu cerca de vos de Desenvolvimento do Milênio, no
da Paz. Promovida pela Associação mil mulheres. Quem apóia essas com- que diz respeito à valorização da Mulher
Estadual de Futebol Feminino (Aeffe), petições é a atriz Juliana Paes. O evento e igualdade de gêneros.
a Copa conta com o apoio do Unicef, reúne 32 times de diversos municípios O Presidente da Aeffe, Francisco
da Secretaria Especial de Política para do Rio de Janeiro. O torneio teve início Marins, comemora os resultados da
as Mulheres (órgão do Governo Fede- no dia 28 de outubro e termina em 11 Copa e destaca a importância da parceria
ral), do Governo Estadual (por meio de dezembro, com jogos sempre aos com a Legião da Boa Vontade. “A As-
das Secretarias de Esporte e Lazer e sábados e domingos. sociação Estadual de Futebol Feminino
do Governo — Administração Del Com seus voluntários, a Legião decidiu realizar esta competição para
Castilho/Suburbana), Legião da Boa da Boa Vontade — grande parceira da poder, de uma forma ou de outra, incluir

26 Revista Boa Vontade


Da esq. p/ dir., Francisco Marins (Presidente da Associação Estadual de
Futebol Feminino), a atriz Juliana Paes, Pedro Paulo Torres (Administrador
Estadual Suburbana/Del Castilho e da Secretaria de Governo do Estado/RJ),
Yêddo Bittencourt (Vice-Presidente de Desporto da Associação) e Eliel Brum,
representante da LBV no Rio de Janeiro/RJ.

a Mulher por meio do futebol, e nesse


caso, o futebol feminino. Foram 32
“É possível a gente Site da ONU-Brasil destaca
parceria com a LBV
clubes participantes com cerca de 600
atletas. (...) É de extrema importância
ajudar. Às vezes, Em nota publicada em sua
página na internet, o Centro de
esta parceria com a LBV que, com seu parecemos ser um Informações das Nações Unidas
apoio e capilaridade, dentro do Estado no Brasil reafirmou a parceria es-
do Rio de Janeiro, está apoiando de pouco egoístas. Mas tabelecida para a realização da 1ª
forma efetiva e bastante sólida a nossa Copa ONU de Futebol Feminino.
competição. Agradecemos o apoio
dá para cada um fazer A matéria, de 24 de novembro,
da LBV à 1ª Copa ONU promovida
pela Associação Estadual de Futebol
a sua parte: juntar apresenta as equipes que passaram
para a etapa final do campeonato.
Feminino”. brinquedos e roupas Diz o texto: “Foram definidos os
Na opinião de Yêddo Bittencourt, semifinalistas da 1ª Copa ONU
vice-Presidente de Esportes da Asso- que nós temos e não de Futebol Feminino, organizada
ciação Estadual de Futebol Feminino, pela Associação Estadual de Fu-
o torneio é a realização de um sonho.
damos muito valor.” tebol Feminino do Rio de Janeiro
“É um grande projeto no qual nós (Aeffe). A competição serve como
Juliana Paes atrativo para os dois próximos
queremos, na realidade, valorizar as
mulheres, dando-lhes oportunidade. No Wagner Sales, Secretário-Geral da anos quando as atletas brasileiras
Rio de Janeiro, a Aeffe é Associação Estadual de Futebol Femi- estarão disputando importantes
torneios internacionais: o Sul-ame-
Alan Lincon

quem está organizando nino, faz uma ligação entre o objetivo


da iniciativa da Associação com o da ricano sub-20, a Copa do Mundo,
com outros parceiros
Legião da Boa Vontade. “As duas enti- na Rússia, e o Pan 2007, no Rio.
e queremos agradecer
O Brasil é o atual campeão Pana-
à LBV por nos dar a dades se congregam tanto pelo trabalho
mericano da modalidade.
oportunidade de divulgar socioeducacional promovido pela LBV
“Chancelada pelo Centro de
essa idéia”, destaca. Ao quanto pela ação desenvolvida pela
Informações da ONU, no Rio, em
término, faz votos de que Aeffe. Essa parceria que a gente está
comemoração aos 60 anos da Orga-
essa parceria se estenda. realizando tende a ampliar porque as nização, a competição tem o apoio
Wagner Sales “A partir do momento duas entidades têm os mesmos obje- do Unicef, Secretaria Especial da
que temos o apoio da tivos. Logicamente, a LBV tem um Mulher subordinada ao Governo
Legião da Boa Vontade e estamos num trabalho muito mais amplo”, ressalta. Federal — Governo Estadual,
segmento de valorização do Ser Huma- E conclui: “A gente sempre conta com através das Secretarias de Governo
no e de resgate da cidadania, as coisas esse apoio da LBV. Tenho certeza de e de Esportes e Lazer, Associação
vão acontecendo, como sempre devem que essa parceria vai se expandir e de Cronistas Esportivos do Rio e
acontecer na vida da gente. Nós temos o estamos aí para dar continuidade a esse Legião da Boa Vontade. A Copa
Ser Maior, que é Deus, e temos a LBV. trabalho, iniciado com a Copa ONU. começou no dia 28 de outubro
Por isso, acreditamos que tudo, daqui Outras competições vêm aí e certamen- com 32 clubes e termina em 11 de
pra frente, dará certo”, pontua. te contaremos com a LBV”. dezembro”.

Revista Boa Vontade 27


Reportagem

Do tamanho do
coração
brasileiro
Ampla mobilização para distribuir mais de 350 toneladas de alimentos a famílias em situação
de risco social e, assim, fazer mais feliz o Natal de milhares de pessoas.

T
eve início em outubro uma grande social. A grandiosa meta é arrecadar mais norte da capital paulista, que fez questão
marcha em benefício do Povo de 350 toneladas de mantimentos. Para de levar a contribuição a um dos postos
brasileiro, alavancada pelos ideais cumprir o desafio, cada semana é desti- de arrecadação da campanha, bem perto
da Legião da Boa Vontade. Prova nada a um item diferente. Nos primeiros da casa dele, no Bom Retiro. Rodrigues
mais do que concreta de que a Solidarie- sete dias do lançamento, todos puderam trouxe trinta quilos de arroz e 24 garrafas
dade Altruística é o adjetivo que melhor contribuir com arroz; nos dias seguintes, de óleo.
expressa os nossos cidadãos. A propósi- os brasileiros doaram latas de óleo. Na Para o empresário Elzimar Antunes,
to, além dos que se conservam anônimos, terceira semana, o foco foi para os quilos Diretor Superintendente da Solitec Segu-
a Campanha Natal Permanente de Jesus de açúcar e, assim, até completar os itens ros, “a LBV realiza e prova que realiza
— o Pão Nosso de cada de dia!, promo- básicos da cesta. com eficiência. Eu sou um empresário
vida pela LBV, foi abraçada por artistas, No intento de aumentar a quantidade e apóio esse trabalho que é imbatível”.
autoridades, comerciários, empresários, de quilos arrecadados, as regiões onde Em entrevista, ele convida todos a se
personalidades e profissionais liberais. a Legião da Boa Vontade atua no terri- juntarem nessa empreitada. “Convoco
Do Oiapoque ao Chuí, postos de tório nacional foram divididas em sete, os empresários de grande, médio ou
arrecadação foram montados e mutirões sendo elas: Centro-Norte, Minas Gerais pequeno porte para que digam sim à
organizados para angariar alimentos e Espírito Santo, Rio de Janeiro, Sul, São LBV e, então, ela possa prosseguir com
não-perecíveis, os quais, posteriormente, Paulo/SP, São Paulo Interior e Nordeste. seu trabalho contínuo que não tem custos
serão acondicionados em cestas a serem Esses limites geográficos estabeleceram baixos. As iniciativas da Legião da Boa
entregues, no fim deste ano, pela Obra a uma competição sadia na qual todos Vontade são para sempre. Nós vamos
famílias que vivem em situação de risco saem ganhando, principalmente os que passar, mas a LBV fica!”, adverte.
serão contemplados com a ajuda. No Norte do País, em Belém/PA,
Ribeirão Preto/SP em um só dia a arrecadação foi de mais
Solidariedade sem fronteiras de uma tonelada e meia de alimentos. O
Wesley Quarto

A mobilização ganhou força com o êxito resultou do esforço do movimento


amplo destaque que recebe nos meios jovem da Instituição e das mães de alu-
de comunicação pelo Brasil (leia o nos atendidos na Escola de Educação
subtítulo sobre o assunto), em especial, Infantil Jesus, que promoveram ampla
na programação da Super Rede Boa mobilização no bairro Batista Campos.
Vontade de Rádio e da Rede Mundial O mutirão contou também com a ajuda
de Televisão, além das páginas do Portal da empresa Nossa Senhora do Perpétuo,
www.boavontade.com. Os expectadores, que cedeu dois ônibus para o transporte
também sensibilizados pela iniciativa, dos participantes da campanha e dos
registram sua audiência e participação alimentos.
ao doarem os alimentos. Exemplo disso Em Piracicaba/SP, a empreitada sen-
é o caminhoneiro Orlando Rodrigues, sibilizou os empresários do Hipermerca-
morador do bairro Casa Verde, zona do Enxuto. Todos os que se inscreveram

28 Revista Boa Vontade


Thiago Morello
Nádia Preda

Brasília/DF Florianópolis/SC

no curso de culinária, oferecido pela rede, tica Ecumênica na região. Para a jovem Imparcial (Presidente Prudente), Dhoje
doaram alimentos para a Campanha de Márcia Rosa da Silva, é por meio dessa e Bom Dia (São José do Rio Preto), A
Natal da LBV. Além desta iniciativa, o campanha que ela “exercita a Solida- Imprensa (Palestina), O Município de
Hipermercado imprimiu em seu folheto riedade e proporciona às pessoas que Tanabi (Tanabi). No Estado do Rio,
periódico, que traz as ofertas da semana, precisam um Natal mais feliz”. O mesmo destaque para O Municipal e Folha da
uma nota destacando a atuação da Legião ocorreu em Belo Horizonte, capital de Cidade (Duque de Caxias) e Monitor
da Boa Vontade. Minas Gerais. Engajado nesta idéia, o Mercantil (Rio de Janeiro).
O interior catarinense também se movimento jovem da LBV promoveu A campanha também foi notícia nos
mobilizou para registrar a participação uma grande campanha para angariar os jornais gaúchos Correio do Povo, CS
nessa maratona da Solidariedade. O mantimentos. Zona Sul e O Cristóvão (Porto Alegre),
concurso 2ª Resistência de Joinville, RS 115 (Igrejinha), O Fato do Vale (Cam-
realizado pela KG Motos Ltda. e pela Mutirão da Boa Vontade pauta po Bom), Da Cidade e Intercidades
Rádio Transamérica FM, entregou à a mídia (Viamão), O Guaíba e Folha Guaibense
LBV uma tonelada de alimentos, arre- Seja no impresso ou no eletrônico, os (Guaíba), SP (Sapiranga), Revisão e Ca-
cadados durante o processo de inscrição meios de comunicação são outros fortes pital das Praias (Tramandaí), Jornal de
para o concurso. aliados para o sucesso da Campanha Capão (Capão da Canoa) e Correio Di-
De porta em porta, voluntários da Natal Permanente de Jesus — o Pão nâmico (Alvorada). A revista do Duarte
Obra promoveram um grande “arrastão Nosso de Cada dia!. Em Minas Gerais, (Esteio) também divulgou a Campanha
do quilo” no bairro San Martin, em Re- os periódicos Hoje em Dia, Diário da de Natal da Legião da Boa Vontade.
cife/PE. A iniciativa chamou a atenção Tarde e As Margens do Ipiranga (Belo Aderiram à iniciativa os meios im-
do povo pernambucano que abraçou Horizonte), Vale do Aço e Diário do pressos do interior do Paraná Folha de
a causa, contribuindo com quilos de Aço (Ipatinga) deram amplo espaço à Colombo (Colombo), Tribuna de São
alimentos. Em Glorinha/RS, uma mobi- iniciativa da LBV. José (São José dos Pinhais), Jornal do
lização em conjunto com os moradores Da mesma maneira, jornais do Povo e O Diário (Maringá), O Paraná
do bairro Parque dos Anjos deu início à interior paulista destacaram a emprei- e Hoje (Cascavel) e Diário do Comércio
marcha da Sociedade Solidária Altruís- tada: Folha da Cidade (Araraquara), O e Folha do Litoral (Paranaguá). Ainda

Joinville/SC Salvador/BA
Rosana Serri

Cristiani Ranolfi

Revista Boa Vontade 29


Reportagem

Almeida Oliveira

Lícia Curvello
Fortaleza/CE Rio de Janeiro/RJ

destacaram a atuação da LBV o Jornal e Bandeirantes (Florianópolis), Luar Clube, Recife, Dimensão, Folha e
da Manhã, que circula em Criciúma/SC, (São José), Voz Serrana (Correia Pin- Estação Sat. No Centro-Oeste brasi-
Tribuna do Planalto (Goiânia/GO), entre to), Biguaçu (Biguaçu), Clube e Nereu leiro, a mobilização foi assunto nas
outros. Ramos (Blumenau) e Nova Brasília rádios Central AM e FM e Univer-
(Imbituba). No Rio Grande do Sul, sitária, ambas de Goiânia/GO. No
Apoio em Rádios e TVs destaque para as emissoras Rural, interior goiano, divulgaram a ação
Emissoras AM e FM também Farroupilha, Guaíba e Osório (Porto as rádios Manchester FM e Impren-
abriram espaço na programação para Alegre), Igrejinha, Ativa e Amizade sa (Anápolis). Também apoiou a
divulgar a Campanha Natal Perma- (Igrejinha), Tarumã (Tavares), ABC campanha a rádio Moreninhas, de
nente de Jesus — O Pão Nosso de (Novo Hamburgo), Horizonte (Capão Campo Grande/MS.
cada dia!, promovida pela Legião da Canoa), Metrópole (Gravataí) e 96.9 Na TV, a iniciativa foi destaque
da Boa Vontade. Em Minas Gerais, FM e Tupanci (Pelotas). nas emissoras Horizonte (Belo Hori-
o apoio à empreitada foi conferido Também disseram “sim” à LBV zonte/MG), Ubá (Juiz de Fora/MG),
pelas Rádios Inconfidência e Alvorada diversas emissoras do Paraná. Des- Fronteira — TV Globo (Presidente
(Belo Horizonte), Alternativa FM (Te- taque para as rádios CBN, Cultura Prudente/SP) Record (Maringá/PR)
ófilo Otoni), Globo Cultura, Itatiaia, AM e FM, Mais, Atalaia (Maringá), e Nova Era (Lages/SC). Já na web,
América e Educadora (Uberlândia), Cultura e Mundial (Foz do Iguaçu), a campanha recebeu destaques nas
Vanguarda, Itatiaia, Educadora e Vale Pé Vermelho (Sarandi), Capital AM páginas eletrônicas www.marin-
(Ipatinga). No interior paulista, a ini- e FM e Colméia (Cascavel), Boas ganews.com.br, www.jmnet.com.
ciativa foi noticiada pelas emissoras Novas (Campo Largo); de Curitiba, br, www.cponline.com.br, www.
Nova Sumaré e Aliança (Campinas) e as emissoras CBN, Globo AM, Co- folhape.com.br, www.diariodama-
Metrópole e Espaço Aberto (São José munitária do Boqueirão, Serra do nha.com, www.folhadecoqueiros.
do Rio Preto). Mar Antonina e Clube AM. com.br, www.jornal_floripa.com.
No Estado de Santa Catarina, deram Na capital pernambucana, as br e www.cidaschmidt.com.
amplo destaque à atuação: Difusora emissoras Jovem Cap, Jornal AM, [R.O.]

Maringá/PR Glorinha/RS
Liliane Cardoso
Paulo Araújo

30 Revista Boa Vontade


Atualidades

Diálogo com o
Universo Congresso debate a possível existência de extraterrestres
pela ótica da Ciência e da Espiritualidade
____________________________
Ariane Camargo e Thiago Morello

H
Fotos: Vinícius Ramão

á muito tempo o Ser Huma- passo histórico dado pelo Brasil, em 20 Para o Coordenador do Congres-
no questiona-se: Estaríamos de maio último, quando — a exemplo do so, Rafael Cury, a caminhada para
sós no Universo? Um bom ocorrido no Chile, na Espanha, na Fran- este fato se iniciou com o I Fórum
número de pessoas res- ça e no Uruguai — a Comissão Brasi- Mundial de Ufologia, realizado em
ponde que não, entre estas estão as leira de Ufólogos* recebeu informações 14 dezembro de 1997, no Parlamento
que se dedicam a um estudo sério sobre sobre o sistema de defesa aeroespacial Mundial da Fraternidade Ecumênica,
o assunto. De 12 a 15 de novembro, a brasileiro e teve acesso a documentos o ParlaMundi da LBV, na capital
capital paranaense recebeu estudiosos, da FAB a respeito de acontecimentos federal. Nessa data, reuniram-se con-
pesquisadores e curiosos com este perfil mantidos em sigilo. ferencistas de todo o País e Exterior
para discorrer a respeito do fenômeno e, ao término do acontecimento, foi
UFO ou ÓVNI (Objeto Voador Não- subscrita a Carta de Brasília, dirigida
Identificado, do inglês Unidentified ao Ministro da Aeronáutica, que possi-
Flying Object) durante o “32º Congresso “A inspiração de tratarmos bilitou o acesso aos arquivos até então
Brasileiro de Ufologia Científica — 5º do assunto com enfoque reservados sobre a Operação Prato e
Encontro Diálogo com o Universo”. mais científico e espiritual os avistamentos, entre São José dos
Entre as presenças internacionais, o as- Campos/SP e a capital paulista.
tronauta norte-americano Bryan O’Leary vem desse trabalho pioneiro Segundo Cury, a Instituição
e o italiano Giorgio Bongiovanni. da LBV. Temos aqui uma tem contribuído também de forma
No evento, os cientistas discutiram a sementinha plantada em decisiva para a temática central
importância de popularizar informações do encontro Ufologia, Ciência e
e relatos de experiências de quem afirma
função dessa atividade Espiritualidade. “A inspiração de
ter sido abduzido por seres extraterres- magnífica que é feita no tratarmos do assunto com enfoque
tres, além de tornarem públicas as atas ParlaMundi.” mais científico e espiritual vem desse
a respeito de acontecimentos ufológicos trabalho pioneiro da LBV. Temos
Rafael Cury
da Força Aérea Brasileira (FAB). Após o aqui uma sementinha plantada em

Rafael Cury Dr. Bryan O’Leary Giorgio Bongiovanni Ademar J. Gevaerd Geraldo Medeiros Jr.

34 Revista Boa Vontade


“É um prazer Carlos Vereza e os UFOs
conversar com a Um dos mais respeitados artistas
brasileiros — com presença marcante
LBV, Instituição na TV, teatro e cinema — o ator Carlos
pela qual tenho a Vereza contou a experiência pessoal que
maior admiração teve com ÓVNIS na cidade do Rio de
Janeiro.
e respeito por Em entrevista à Super Rede Boa
Carlos Vereza causa do trabalho Vontade de Comunicação aproveitou
de Solidariedade para manifestar seu apreço pela Obra. “É
um prazer conversar com a LBV, Insti-
ao próximo que vem fazendo tuição pela qual tenho a maior admiração “Com o apoio da LBV,
há longos e longos anos. O meu e respeito por causa do trabalho de Soli-
dado em larga escala, nós
abraço cordial a Paiva Netto, dariedade ao próximo que vem fazendo
há longos e longos anos. O meu abraço conseguimos fazer um
parabéns!.” cordial a Paiva Netto, parabéns!.” megaevento da ufologia, que
até hoje não foi superado em
função dessa atividade magnífica Bioenergia na Saúde
que é feita no ParlaMundi”. Uma das palestras que chamaram lugar algum no mundo.”
O editor da Revista UFO (única a atenção do público foi Aplicação Ademar Gevaerd
publicação impressa no País que trata da Bioenergia na Saúde, por Geraldo
exclusivamente do assunto) e Coorde- Medeiros Jr., professor e pesquisador
nador do Centro Brasileiro de Pesquisas da Ciência da Bioenergia (Equilíbrio gratificantes que tive, e gostaria de
de Discos Voadores, Ademar José Ge- Bioenergético). Nela, o estudioso des- repeti-la. Primeiro porque o ambiente
vaerd, palestrou sobre O que falta para tacou as energias que formam o corpo é fantástico. Segundo, o assunto e o
um contato final de nossa Humanidade humano, que promovem e mantêm a interesse do público que freqüentou
Vida e o valor do equilíbrio delas para foram o máximo, algo maravilhoso.
com Seres Extraterrestres. Segundo
o bem-estar físico e emocional. No Esse evento realizado pela LBV abre
ele, a compreensão desses fenômenos
bate-papo alertou para o fato de que perspectiva ao Ser Humano e mostra
é apenas uma questão de tempo, que
uma disfunção energética deixa os que realmente nós somos um universo
“acontece gradativamente, como um
indivíduos mais sensíveis às toxinas muito amplo”, finalizou.
amadurecimento”.
Gevaerd relembrou também sua par- e parasitas. “Quando algumas dessas
*Comissão Brasileira de Ufólogos — Formada
ticipação no Fórum da Instituição, que energias não funcionam bem, o orga- pelos investigadores Ademar José Gevaerd, Rafael
para ele foi primordial para o sucesso da nismo sente reações que muitas vezes Cury, Claudeir Covo, Marco Antonio Petit de Castro,
iniciativa: “Com o apoio da LBV, dado não são detectadas clinicamente”. Fernando de Aragão Ramalho, Reginaldo Athayde e
em larga escala, nós conseguimos fazer O professor, que esteve partici- Roberto Affonso Beck — foi convidada pelo Centro de
um megaevento da ufologia, que até pando do Congresso Preparatório do Comunicação Social da Aeronáutica (Cecomsaer) para
visitar as instalações do Centro Integrado de Defesa Aé-
hoje não foi superado em lugar algum Fórum Mundial Permanente Espírito
rea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindactal) e o Centro
no mundo. Aí se vê a ajuda que a LBV e Ciência (FOMPEC), da LBV, em de Defesa Aeroespacial Brasileiro (Comdabra), onde
presta à ufologia e a maneira claramente outubro de 2002, também registrou seu foi recebida pelo Brigadeiro-do-Ar Antonio Guilherme
distinta com que ela trata dessa questão carinho por aquela iniciativa. “Foi uma Telles Ribeiro, chefe do Cecomsaer, e pelo Brigadeiro
de não estarmos sós no Universo”. das experiências mais encantadoras, Atheneu Azambuja, chefe do Comdabra.

Revista Boa Vontade 35


Literatura

Reprodução RMTV
Cultura
a céu aberto ______________
Liliane Cardoso

Feira do Livro de Porto Alegre bate recorde de público e


vendas e se despede de olho na edição de 2006

O
Rio Grande do Sul das túdios, instalados na Praça da Alfândega, e de outros periódicos que circulam nos
tradições e da cultura típica toda a programação local desde o dia 28 bairros de Porto Alegre.
revelou que tem um quê a de outubro. A emissora da Boa Vontade Na coletiva de imprensa, o Pre-
mais para a Literatura. A foi a que inaugurou as transmissões na sidente da Câmara do Livro, Waldir da
capital gaúcha, Porto Alegre, sediou a abertura do evento, às 7 horas da manhã, Silveira, agradeceu a parceria com os
51ª Feira do Livro — o maior evento com o programa Sentinela dos Pampas, meios de comunicação. Em entrevista
livreiro a céu aberto da América Latina dedicado à música e à cultura do Rio à Super Rede Boa Vontade de Rádio,
— organizada pela Câmara Rio-Gran- Grande do Sul. Entre os entrevistados, disse ter ficado muito feliz ao saber que
dense do Livro. De 28 de outubro ao dia destacam-se o escritor e poeta Jacy “o escritor Paiva Netto, com a coleção O
15 deste mês, 149 expositores tiveram Farias Rodrigues; Pedro Schwengber, Apocalipse de Jesus para os Simples de
seus produtos espalhados pelos 21 mil diretor da ervateria Rainha dos Pampas; Coração, vendeu mais de um milhão de
metros quadrados da Feira que ocorreu, o Deputado Estadual Giovani Cherini e o exemplares porque nos passa Paz, Boa
simultaneamente, nos seguintes locais: empresário Carlos Alberto de Carvalho, Vontade, Caridade e tudo que o mundo
Praça da Alfândega, Cais do Porto, Ave- jornalista e diretor do Jornal de Glorinha precisa. Tendo sido adquirido por mais
nida Sepúlveda, Casa de Cultura Mário de um milhão de leitores, com certeza
Quintana, Centro Cultural CEEE Erico “O escritor Paiva Netto, com vai ser mais que isso, porque o efeito
Veríssimo, Memorial do Rio Grande do a coleção O Apocalipse de multiplicador do livro é maior”.
Sul, Santander Cultural, Clube do Co-
mércio e Assembléia Legislativa.
Jesus para os Simples de As Profecias sem Mistério:
Como é de costume, cada edição Coração, vendeu mais de um destaque no evento gaúcho.
prestigia e homenageia um país diferen- milhão de exemplares porque A respeito das obras literárias, uma
te. Este ano, a Itália inspirou a realização nos passa Paz, Boa Vontade, gama de opções esteve à disposição dos
do encontro literário, que teve a partici- interessados. Neste contexto, destaque
Caridade e tudo que o mundo
pação de autores e artistas europeus para para os livros da Editora Elevação, pre-
saudar os 130 anos da imigração italiana precisa. Tendo sido adquirido sentes nos principais estandes da Feira. O
no Rio Grande do Sul. O Ceará foi o por mais de um milhão de leitor pôde comprar as obras literárias de
local convidado e trouxe a representação leitores, com certeza vai Paiva Netto, a exemplo do mais recente
cultural da região. ser mais que isso, porque o título, As Profecias sem Mistério — edi-
A mídia gaúcha apoiou o evento, ção revista e ampliada pelo autor e que,
sucesso de público e vendas, ao dar efeito multiplicador do livro é a menos de um ano de lançamento, já é
amplo destaque nos programas e páginas maior.” sucesso de vendas em todo o território
impressas e de web. A Super Rede Boa nacional. A literatura do escritor também
Waldir da Silveira,
Vontade de Comunicação (Rádio, TV e foi pauta para os meios de comunicação,
Internet) transmitiu diretamente dos es- Presidente da Câmara do Livro. a exemplo do jornal RBS Notícias, da TV

36 Revista Boa Vontade


Elisa Rodrigues

Elisa Rodrigues
Antonio Carlos
Arquivo rBV

Elisa Rodrigues

Antonio Carlos
Waldir Silveira Lúcio Alcântara Sady Salles Roque Jacoby Sergius Gonzaga Frei Rovilio

Globo local, edição de 3 de novembro, Marília Braga, que estuda a Bíblia “Já publiquei mais de 2,6
que divulgou o Reflexões da Alma, de desde criança, frisa que “entende ainda
mil títulos, com mais de 3 mil
autoria de Paiva Netto. O telejornal é mais os segredos da Escritura Sagrada
ancorado pelos jornalistas Elói Zorzeetto ao ler as obras de Paiva Netto. Ouvi a
autores, dos mais diversos
e Cristina Vieira. indicação por meio da Super Rede Boa pensamentos. No caso
O Representante Comercial da Vontade de Rádio e vim comprá-lo. do livro As Profecias sem
AJR Distribuidora de Livros, Sady Para mim é questão de prioridade ler Mistério, de Paiva Netto, pela
Salles, garante que a partir do segundo esse livro”. A enfermeira aposentada posição de idéias e atitudes
semestre de 2005, após a nova edição Ilza Goulart Nunes recomenda a todos tomadas, o diálogo flui.”
do best-seller, os pedidos de livros da a leitura de As Profecias sem Mistério. Frei Rovilio Costa, Patrono da Feira.
Editora Elevação só têm crescido. “A “Agora vou chegar em casa e ler. Este
venda dele está sendo muito boa. Até o é um livro de cabeceira e não para ser de um modo primitivo, As Profecias
fim do ano vai aumentar ainda mais.” lido rapidamente e deixado de lado, sem Mistério, aqui na Feira do Livro”.
Aproveitou para sugerir a obra de Paiva esquecido em uma prateleira. É uma E o poeta completou: “Quando se fala
Netto como presente de Natal: “Chega obra para meditar e pesquisar”. Para ela, em Profecias, se tem uma dificuldade de
dezembro e este livro é uma boa opção, a literatura de Paiva Netto “mostra que entender, mas agora com o livro, de uma
ótima literatura. O Reflexões da Alma foi não se deve ter medo das coisas, porque maneira bem simples, todos vamos com-
campeão de vendas, mas a nova edição há muito para se buscar de conhecimento preendê-las. Eu posso dizer que ganhei,
do As Profecias sem Mistério vai superá- espiritual”, garante Ilza, para quem “é e todos que adquirirem, com certeza, só
lo”, ressalta. uma jóia”. têm a ganhar com essa obra”.
O Patrono da Feira, Frei Rovilio O leitor Nelcindo Brunetta, após ad- Em um dos dias da Feira, 2 de no-
Costa, ao ser saudado pelas crianças quirir a nova edição num dos estandes da vembro (Dia de Finados), a Militância
da Legião da Boa Vontade — que o Feira, afirmou que é uma leitura impres- Jovem da LBV promoveu uma panfleta-
presentearam com uma estampa de São cindível para a vida. “Eu comprei porque gem nos ambientes. A iniciativa chamou
Francisco de Assis, Patrono da LBV e sempre procuro as opções oferecidas por a atenção de diversas pessoas, a exemplo
Santo do qual o religioso é devoto —, Paiva Netto. É o oitavo livro dele que eu do estudante de Jornalismo da PUC-
agradeceu à Instituição e ao seu Diretor- compro, porque têm a mensagem que, RS Gustavo Bartzen que, ao receber o
Presidente por tamanha simpatia. “Já para mim, é essencial”, finaliza. folheto, fez questão de visitar o estúdio
publiquei mais de 2,6 mil títulos, com Em versos, o poeta e pajador Albeni da Super Rede Boa Vontade de Rádio.
mais de 3 mil autores, dos mais diversos Carmo de Oliveira demonstrou a satisfa- “Acompanho a programação da Super
pensamentos. No caso do livro As Profe- ção de ler o best-seller. “Aqui estamos, RBV e gosto muito. A mídia tem a in-
cias sem Mistério, de Paiva Netto, pela eu já te explico, que eu estava lendo, não cumbência de melhorar, restabelecer um
posição de idéias e atitudes tomadas, o
Lucian Fagundes

diálogo flui. (...) A LBV, para a qual eu


contribuo, está construindo verdadeiros
caminhos da mensagem de São Francis-
co: de Paz e de Bem”.

Jóia literária
Ouvinte da programação da Super
Rede Boa Vontade de Rádio (Super
RBV) desde os 13 anos de idade, Maria
Antônia Padilha, apesar da deficiência
visual, não deixou de comprar o livro
de Paiva Netto no evento literário, em
Porto Alegre/RS. “Minha filha, Mariana,
é quem irá ler As Profecias sem Mistério
para mim. Assim, tenho a oportunidade
de aprender e ela também”, conta.

Revista Boa Vontade 37


Atualidades

Liliane Cardoso
Lucian Fagundes
Governador visitava o estande da sua
região, foi surpreendido pelas crianças
da LBV, que lhe entregaram um cartão
feito por elas e também a revista BOA
VONTADE (edição nº 205). “A LBV
é uma Instituição que presta muitos
serviços na área social, atende inúmeras
pessoas que se encontram em situações
críticas, de forma que eu recebo com
muito carinho essa homenagem, princi-
Lucian Fagundes palmente pelas crianças serem portado-
ras dessa mensagem para mim.”
O Secretário Municipal de Cultura
de Porto Alegre, Sergius Gonzaga,

Elisa Rodrigues
enalteceu o crescimento expressivo da
Feira e assevera que “não há nenhum
outro evento cultural no Rio Grande do
Sul que possa comparar em números
de freqüentadores e no resultado que
“As Profecias sem Mistério é a Feira gera”. Para Gonzaga, “é uma
um livro de cabeceira e não honra ter a Editora Elevação nesta Fei-
para ser lido rapidamente e ra. O Brasil precisa que os indivíduos
deixado de lado, esquecido em saiam do seu comodismo. Exemplos
uma prateleira. É uma obra para como esses de Paiva Netto levam uma
mensagem de esperança e otimismo,
meditar e pesquisar.” passando obviamente pela inclusão
Ilza Goulart Nunes, enfermeira social, pela recuperação da infância
Elisa Rodrigues

aposentada. que muitas vezes se perde na violência.


Homens iguais a ele travam essa luta,
rumo melhor em todos os sentidos para apoiados pela experiência e pela popu-
o nosso País, tanto na área da política lação brasileira”, pontuou o Secretário,
como da economia, do meio ambiente e que é colaborador da LBV, justificando
da religiosidade. Nós, jovens, temos de que a iniciativa é “de conscientização,
‘dar uma volta bem grande’ para colocar de semeadura de idéias e de trabalho
a sociedade no caminho certo”. humanitário”.
O Secretário de Estado da Cultura
Na Feira, autoridades enalte- do Rio Grande do Sul, Roque Jacoby,
cem trabalho da LBV. foi recepcionado pela Super RBV e fa-
Diversas autoridades também estive- lou com muita admiração das atividades
ram presentes na 51ª Feira Internacional da LBV. “Quero cumprimentar a Legião
Lucian Fagundes

do Livro. O Governador do Ceará, Es- da Boa Vontade, que está presente em


tado homenageado pelo evento, Lúcio demonstração de Solidariedade total.
Alcântara, anunciou uma parceria entre Que todo esse trabalho venha fortalecer
o Ceará e o Rio Grande do Sul para o que nós temos de mais sagrado, que
uma edição especial da obra O Gaúcho, é a Solidariedade Humana, sempre
de José de Alencar, contemplando um apregoada, divulgada e trabalhada
estudo crítico de dois escritores, um pela LBV que é uma iniciativa que nós
gaúcho e outro cearense. Enquanto o aplaudimos”, frisou .
Nas fotos ao lado, aspectos gerais do estúdio da Super Rede Boa Vontade de Comunicação que
fez ampla cobertura na Feira do Livro. Muitos leitores que compraram As Profecias sem Misté-
rio, de Paiva Netto, se dirigiam ao local para manifestar a alegria de adquirir a obra.
Liliane Cardoso

Elisa Rodrigues
Liliane Cardoso

Elisa Rodrigues
Liliane Cardoso

Elisa Rodrigues

38 Revista Boa Vontade


Personalidades lançam Senador Pedro Simon
Titulo: Menos juros mais

Arquivo rBV
livros na Feira empregos
Dedicatória: “Ao gran-
de Líder da Legião da
A variedade de estilos e temas abordados nas obras literárias foi um dos atrativos
Boa Vontade, um abraço
ao público na 51ª Feira do Livro de Porto Alegre. Durante os 17 dias do evento,
do amigo e admirador
diversos escritores lançaram seus títulos e a Super Rede Boa Vontade de Rádio
de sua obra extraordi-
(Super RBV) esteve presente nos principais acontecimentos que movimentaram a
nária”.
agenda da Feira. Abaixo, alguns deles:
Mensagem: “É com
muita alegria que recebo
Arquivo rBV
o carinho da LBV, que
Arquivo rBV

faz um trabalho tão fan-


tástico pela criança no Brasil inteiro e em
Porto Alegre também”.

Médium e escritora Vera

Arquivo rBV
Lúcia Marinzeck
Título: O Céu pode espe-
Professor e escritor português Antônio rar
Fabiano dos Santos, escritor e coorde-
Soares Dedicatória: “Ao meu ami-
nador da Política do Livro da Secretaria
Título: Poemas Hoje go José de Paiva Netto, que
de Cultura do Estado do Ceará.
Dedicatória: “Para Paiva Netto, o dinâ- Jesus ilumine seu trabalho
Título: O que você vai ser quando ficar
mico agente da LBV, com abraço” e que esse continue a dar
pequeno?
Mensagem: Em entrevista à Super frutos que alimentam almas,
Dedicatória: “Ao escritor Paiva Netto,
Rádio Boa Vontade, Soares recorda que Deus o abençoe, com
que possa navegar nas asas da leitura e
que, em 1989, enquanto lecionava na carinho”.
ler com seus netos num aconchego e
Universidade de Campina Grande/PB Mensagem: “As Profecias sem Mistério,
conversa de mundo, um abraço”.
acompanhou a construção do Templo da livro do Paiva Netto, já vendeu bastante,
Mensagem: “Sou colaborador da LBV
Boa Vontade em Brasília. “Acompanho porque as pessoas realmente têm pro-
há longo tempo e só tenho a parabenizar
Paiva Netto, li muita coisa escrita por curado, têm sede de saber. Quero dar
o trabalho da Instituição no Ceará e em
ele. É uma obra que merece todo o nosso parabéns a ele pela vendagem, pela
todo Brasil. (...) Parabéns ao Paiva Netto
apoio, nossa dedicação, porque luta por beleza do livro e que ele continue nos
pela ação que ele desenvolve à frente da
uma comunidade com Paz, alimentada brindando com outros livros também”.
LBV. Que continue com essa missão,
com Espiritualidade, nos mostrando a semeando a palavra de Deus, da Boa
grande força que o Homem tem. Lá em Vontade, pelo Brasil e pelo mundo”.
Portugal, ele tem um grande nome e
Arquivo rBV

todo o Povo o admira muito. Um abraço


para esse grande apóstolo: o Irmão Paiva
Arquivo rBV

Netto”, finaliza.
Escritor e sacerdote
Arquivo rBV

Lauro Trevisan
Título: O Centurião
que espionava Jesus a
mando de Pilatos — A
História viva de Jesus. Escritora e pedagoga Gladis Pedersen de
Dedicatória: “Dese- Oliveira, Vice-Presidente da Federação
jo que o Mestre Jesus Taróloga e Yalorixá Izza de Oxum Espírita do Rio Grande do Sul.
continue iluminando Título: Axé de Oxum – Simpatias, Ba- Título: Coleção Conte Mais
sempre mais o seu ge- nhos e Patuás. Dedicatória: “Ao querido Irmão José
neroso coração, tornando maravilhosos Dedicatória: “Ao Paiva Netto, com de Paiva Netto, com muito carinho e
os seus dias. Abraços do autor, Lauro carinho e a certeza de que na fé e na soli- reconhecimento pelo relevante trabalho
Trevisan”. dariedade o Ser Humano se fortalece”. em prol do Ser Humano”.

Revista Boa Vontade 39


Melhor Idade

Lar da Terceira Idade


em Teófilo Otoni amplia instalações
_______________
A professora
e psicóloga Ka
rla Maria
e a professora
Alcidéia Emerick e enfermeira
Cristina Morei Maria
ra Rodrigues.

P
Fotos: Arquivo rBV

ara melhor atender às necessida- artesanais, como tarde de pintura,


des dos vovôs e vovós residentes teatro, lanches especiais (prepa-
no Lar Alziro Zarur em Teófilo rados pelos estudantes), música,
Otoni/MG, a Legião da Boa Von- entre outras atividades que vêm
tade deu início a obras para ampliar e melhorando a socialização dos
modernizar as dependências da cozinha, vovôs.
lavanderia e refeitório. Os alunos redigiram um
Com isso, a Instituição enriquece, pequeno agradecimento à Obra Obras de
ainda mais, a qualidade dos seus servi- por participarem dessa ação: ampliação do
ços, oferecendo conforto e segurança “A LBV nos deu oportunidade Lar de Idosos da
de desenvolver o trabalho em LBV em Teófilo
aos internos residentes. Os funcionários
Otoni/MG
que lidam diretamente nestes setores equipe, abrindo campo
também serão beneficiados com a pra- para relacionarmos a
ticidade dos ambientes. teoria com a prática,
Um atendimento que já é feito pela além de contribuirmos
organização há quase cinco décadas com o nosso serviço para
naquele local, como relembra o econo- a comunidade, pois a Troca de
mista e ex-Ministro da Secretaria Espe- enfermagem é uma arte experiências
cial dos Direitos Humanos, Nilmário que nos permite cuidar
Miranda, que morou muitos anos na do próximo, entendido A presença
cidade: (...) “Na cidade que vivi mi- também como Ser psi- da juventude na
nha adolescência e juventude, Teófilo cossocial, da sua Casa é constante.
Otoni, nós chamávamos o ‘Morro da reabilitação neste No último 16 de
Legião’, porque lá em cima tem a sede processo da senes- outubro, o local recebeu
da LBV (grifo nosso). (...) A LBV presta cência”. a visita de 15 alunos do
esse atendimento há muitas décadas, A líder do quarto ano da Facul-
sempre se preocupou com isso”. grupo, Jussara Ra- dade de Pedagogia, da
malho de Oliveira, Fundação Educacional
Universitários desenvolvem concluiu pelos cole- Nordeste Mineiro (Fe-
projetos “Bem-me-Quer” gas: “Amamos aju- nord).
dar a LBV, estamos Os jovens passaram um
Faz parte dessas iniciativas a parceria por amor, gostamos de dia descontraído, fizeram
entre a LBV e as Faculdades Doctum conviver com os idosos brincadeiras, conversaram
que vêm desenvolvendo o Projeto deste lugar. Esperamos animadamente com os vo-
Bem-me-Quer, sob a supervisão das derramar aqui o nosso vôs. “Para nós foi gratifi-
professoras Karla Maria (psicóloga) sentimento e deixar a cante essa tarde de domingo,
e Maria Cristina Moreira Rodrigues marca de esperança em dias conhecemos pessoas agradá-
(enfermeira), no qual alunos do curso de melhores”. veis, cheias de experiências e com todo
Enfermagem da Faculdade colaboram Amor a oferecer. Que a LBV continue a
como voluntários. “Amamos ajudar a realizar esse trabalho de muita Boa Von-
O projeto tem o objetivo de pro- tade, dedicação e Amor. O nosso muito
mover a auto-estima e a valorização da LBV, estamos por amor, obrigado”, registraram os estudantes no
Terceira Idade, investindo em um enve-
lhecimento saudável. Os universitários
gostamos de conviver Livro do Coração do Lar.
O Lar de Idosos da Legião da Boa
divulgam o serviço na comunidade, com os idosos deste Vontade está localizado na Rua Capitão
a fim de levar este público a interagir
com os idosos. Desenvolvem trabalhos
lugar.” Leonardo, 620, Grão-Pará, tel.: (33)
3522-6555.
Jussara Ramalho de Oliveira, universitária.

40 Revista Boa Vontade


Alimentação e
bem-estar
C
uidar da alimentação é funda- Para os diabéticos, as precauções poucos, isso enfra-

Daniel Trevisan
mental para uma existência devem ser maiores, pois as frutas que quece o esqueleto,
saudável. Por isso, vamos possuem mais açúcar precisam ser con- tornando-nos mais
tecer algumas considerações sumidas com cuidado. suscetíveis às fra-
sobre hábitos alimentares na Terceira turas. O tratamento
Idade. A osteoporose e o cálcio é demorado e exige
Não existem restrições alimentares, O leite e seus derivados são bastante acompanhamento
mas é essencial não sobrecarregar o úteis ao idoso em virtude do alto teor médico.
organismo com alimentos que são tra- de cálcio, que previne o aparecimento Há duas dicas
dicionalmente “pesados” para qualquer da osteoporose. O maior cuidado é não fundamentais para
faixa etária, ou seja, os gordurosos e os abusar em nada, comer para viver e não evitá-la: não abusar Walter Periotto
de difícil absorção. viver para comer. É um ditado antigo, do sal e do açúcar.
Principalmente à noite, é recomen- mas que funciona. São elementos terríveis para qualquer
dável no jantar ingerir sopas que são Aqueles que não gostam de leite um.
leves e têm muitos nutrientes, acompa- possuem outros bons alimentos para Nas próximas edições passaremos
nhadas de sobremesa à base de frutas consumir: agrião, amêndoa, brócolis, uma série de cuidados que devemos ter,
da época. A laranja, por exemplo, não couve, legumes verdes, peixes (sardi- tudo sem complicações, aos queridos
deve faltar em nossas mesas. Há ainda nha), feijão e soja. Irmãos idosos, homens e mulheres que já
o pêssego, tangerina (chamada também A enfermidade afeta principalmente batalharam muito em suas vidas e agora
de mexerica e ponkan), melão, uva, as mulheres na pós-menopausa, mas merecem todo o carinho e respeito.
maçã, pêra e tantas outras de norte ao o homem também sofre com o mal. (Neste trabalho contamos com o
sul, de leste a oeste deste gigantesco Trata-se de uma doença que faz com apoio do gastroenterologista Dr. José
Brasil. que haja perda de massa óssea e, aos Luiz Amuratti)
Ação Jovem LBV

As cores primárias do conhecimento


S
e pedirmos para tas são, antes de tudo, homens! Ou seja,
Arquivo pessoal

Irani Maria
um renomado pelo simples fato de serem humanos,
pintor trabalhar possuem duas características intrínsecas:
em um quadro emoção e razão. Se temos em nossa
tendo como base a Na- própria natureza estas características,
tureza que o cerca com como queremos visualizar e sistematizar
suas florestas, lagos, o meio em que vivemos somente pela
nuvens e animais, e ofe- racionalidade dos métodos frios das
recermos a ele, como equações e funções numéricas de uma
Juliano Carvalho matéria-prima para sua álgebra manipulada por poucos? Com
Bento, militante da obra, somente a cor azul, isso podemos entender que a Ciência,
Juventude Ecumênica
por melhor que seja este pelo nosso prisma, sem emoção, sem A Juventude Ecumênica da LBV e alunos da
da Boa Vontade de
Deus e graduando artista, conseguirá ele sentimento e, portanto, sem Amor, Universidade de Campinas realizaram na
em Física pela descrever tal como real- não consegue e nem poderá construir Unicamp o Fórum Permanente Jesus
Universidade Estadual mente é este ambiente ao as bases sólidas e completas da Verdade “cores primárias” existentes em nosso
de Campinas. seu redor? Certamente que tanto busca e que o Universo nos Planeta — Ciência (Razão) e Religião
poderá pintar um lindo lago, ou um revela por simplesmente faltar algo que (Emoção) — é que o mundo conhe-
céu deslumbrante, mas e o restante? O a complete, assim como em nós, frutos cerá uma era em que conhecimentos
mesmo ocorrerá se utilizar somente a desta Natureza. inimagináveis e grandes conquistas nos
cor vermelha ou amarela, ou seja, jamais Deste modo, da mesma forma que aspectos éticos, morais, intelectuais e
conseguirá tal homem, por mais perfec- uma parte não pode negar o todo, não espirituais (como nunca antes visto em
cionista, traduzir tudo aquilo com uma pode a Ciência estar totalmente des- nenhum momento por esta Humanidade)
fidelidade absoluta em sua obra. vinculada de uma vertente intuitiva serão proporcionados pela fonte eterna
De igual modo podemos inferir esta proporcionada pela Religião que, por de todo o Conhecimento Universal:
analogia em relação à Ciência na Terra. sua vez, relaciona-se à emoção. É como Deus, definido por aquele Amor Divino
Hoje, vislumbramos os horizontes que o Presidente das Instituições de Boa trazido por Jesus, o Cristo Ecumênico,
a Física, a Biologia, a Química, além Vontade (IBVs), José de Paiva Netto, como a grande Lei Universal que rege
das demais ciências exatas, humanas sempre afirma: “A Ciência iluminada o Espaço eterno: Novo Mandamento
e biológicas alcançaram. Diante dessa pelo Amor eleva o Ser Humano à con- vos dou: Amai-vos uns aos outros como
realidade, nos maravilhamos com a quista da Verdade”. Eu vos amei (Evangelho, segundo João,
grandeza de tais conquistas e quão longe Por isso, quando finalmente en- 13: 34).
nas trilhas da razão humana estamos, se tendermos que o grande quadro real, E é este trabalho que o Fórum Per-
analisarmos alguns séculos passados. descrito pela Verdade, pode somente ser manente Jesus: Scientia ad Deum (O
Tantos horizontes foram desbravados pintado com fidelidade absoluta pelas Conhecimento para Deus) e o Fórum
que chegamos hoje ao limiar de poder Mundial Permanente Espírito e Ciência,
inquirir e perlustrar os mais diversos (...) Jovens de ideal, da LBV, ambos criados por José de Paiva
campos, traduzindo como reflexo de propaguemos por todas Netto, vêm desenvolvendo ao trazer para
toda a Ciência esta tecnologia que nos as universidades do o mundo, por meio do estudo e conscien-
circunda. tização, aquilo que é mais do que hora de
Mas a Ciência — tal como está Brasil e do mundo esta reatar: Deus (o Amor Supremo) e todos
— porventura conseguirá pintar aquele idéia vanguardeira de os diversos ramos do saber humano.
quadro perfeito da Natureza, por si só? conscientização com a qual Com isso, jovens de ideal, propaguemos
É o que parece se nos detivermos nes- Paiva Netto sempre nos por todas as universidades do Brasil e
tes grandes avanços tecnológicos que do mundo esta idéia vanguardeira de
ela proporcionou ao longo do tempo.
alerta: “(...) é preciso que
conscientização com a qual Paiva Netto
Entretanto, antes de precipitadamente Jesus dessectarizado esteja sempre nos alerta: “(...) é preciso que
concluirmos, remetamos o fato a nós também nos currículos Jesus dessectarizado esteja também nos
mesmos. Sim, a nós, Seres Humanos que universitários, para que se currículos universitários, para que se
somos. Por quê? A resposta é simples. formem não somente bons profissionais,
formem não somente bons
Muitas vezes esquecemos que os cientis- mas, sobretudo, profissionais bons”.
profissionais, mas, sobretudo,
profissionais bons”.
42 Revista Boa Vontade
www.acaojovemlbv.com.br

Fotos: Arquivos rBV


Os jovens auxiliam no preparo dos alimentos para a entrega nas comunidades. Logo após, concedem entrevista à TV Bandeirantes local.

Alunos da Unip promovem almoço solidário


_________________
Leonardo Mattiuzzo
Uma lição de Solidariedade. É Comunitário e Educacional da LBV foi para exercitar nosso lado humano”.
assim que os estudantes da Universi- a universitária e integrante da Juventude O mesmo achou seu colega de curso
dade Paulista (Unip), de Campinas/SP, Ecumênica da Boa Vontade de Deus Antônio Augusto Oliveira. Para ele, a
vêem a parceria firmada com a LBV. A Milena Carvalho Bento. “O professor parceria com a LBV “é um bom projeto
ação tem gerado um saldo positivo não pensou na Legião da Boa Vontade por e, com certeza, deve continuar”.
apenas para quem recebe a ajuda, mas já haver participado da Ronda da Cari- Maicon Liparini, que cursa Jornalis-
principalmente para os próprios alunos dade”, conta. mo, acredita que a ação vem fortalecer
que contribuem para a Campanha Natal Antes de colocarem a mão na a imagem da juventude brasileira.
Permanente de Jesus — o Pão Nosso de massa, os estudantes conheceram as “Essa iniciativa demonstra quanto os
cada dia! Cada quilo arrecadado vale instalações e a história da LBV, por universitários são solidários e prova
créditos para a Atividade Complementar meio da revista Sociedade Solidária que os jovens também se preocupam
do universitário. Altruística Ecumênica. Logo após, sob em ajudar o próximo.” Também es-
A iniciativa foi do professor Roni a orientação do professor, prepararam a tudante de Jornalismo, Aline Regina
Muraoka, coordenador dos cursos de macarronada que serviu famílias em si- Telles destacou que “trabalhar como
Comunicação Social da Unip, que tam- tuação de risco social das comunidades voluntária nessa ação da LBV foi a
bém tomou a frente de uma outra ação Vila Rica e Campos Elíseos, locais que maneira que encontrei de auxiliar os
promovida pelos estudantes de Jorna- já recebem o atendimento da Legião da que precisam. (...) É um dos atos mais
lismo e Publicidade e Propaganda. Em Boa Vontade. belos que o Ser Humano pode fazer”. O
setembro, eles realizaram um Almoço O estudante de Publicidade Rodri- fato foi noticiado pelo Correio Popular,
Solidário. Quem sugeriu a realização go Rodrigues afirmou que o “almoço principal jornal da cidade, e também
do evento nas instalações do Centro solidário foi uma ótima experiência pela TV Bandeirantes local.

Juventude Ecumênica no interior cearense


Site: Gente de Montanha

___________
Carlos Melo
A bela cidade de Quixadá (160 de Jesus — o Pão Nosso de cada dia!:
quilômetros de Fortaleza), interior cea- “Eu já conheço o trabalho realizado
rense, recebeu a Juventude Ecumênica pela Instituição. Visitei o Templo da
da Boa Vontade de Deus para uma pan- Boa Vontade em Brasília/DF e é um
fletagem nos principais pontos do mu- prazer estar ao lado desta campanha
nicípio. Os jovens visitaram a emissora que, com certeza, trará muitos resulta-
de rádio de maior audiência na região, a dos positivos”. Nos estúdios da Rádio
Jangadeiro Quixadá (FM 96.7). estava também o locutor Gébson Costa
Paisagem do açude construído por Dom
Na ocasião, o Diretor Comercial, que afirmou: “É um prazer divulgar esta
Pedro II em Quixadá/CE.
Tony Moraes, falou a respeito da Instituição que tanto trabalha em prol
Campanha da LBV Natal Permanente do Ser Humano”.

Revista Boa Vontade 43


Soldadinhos de Deus
Fotos: Arquivo pessoal

Desenho fe
ito pelo So
Deus Letíci ldadinho d
a de Paiva e
Paulo/SP, q Tonin, de S
ue comple ão
ta 10 anos,
dia 3/12/2 no
005.
Caroline Rodrigues Couto, 6 anos, Luiz Felipe Pertinhes, 1 ano e 2 Jesiel Estevão Machado de
Porto Alegre/RS. meses, Butantã/SP. Araújo, 4 anos, São Paulo/SP.

Jhonathan Machado de Araújo, Júlio Cezar Machado de Araújo, Débora Correa da Silva, 5 anos, August
o Faria,
9 anos, São Paulo/SP. 6 anos, São Paulo/SP. de Glorinha/RS. 9
São Pau anos,
lo.

Correspondência Resolva o diagrama


Escreva para o Bolo
com Pudim Edi-
torial, mande
sua foto, de-
senhos ou um
recado para os
Soldadinhos de
Deus. Não se
esqueça de colocar seu
nome, idade e cidade onde
mora.

Rua Doraci, 90, Bom Retiro,


São Paulo/SP
CEP 01134-050
E-mail: info@elevacao.com.br
Resp.: QUEM CONFIA EM JESUS NÃO PERDE O SEU TEMPO! (Paiva Netto)

Agradecemos o trabalho das crianças de Fortaleza/CE,


participantes do programa LBV: Criança — Futuro
no Presente!, que montaram um livro inspirado na
história A Formiga Preguiçosa, do Bolo com Pudim
Editorial, e o dedicaram ao Líder da LBV, com esses
dizeres: Ao Irmão Paiva, pela dedicação e determi-
nação nesta obra que se perpetua há mais de meio
século.

44 Revista Boa Vontade


Peça Teatral
Ao fazer uma oração, não se esqueça de
agradecer ao seu Anjo da Guarda por protegê-
lo, aos seus pais, e a Jesus que sempre nos
Os Soldadinhos de Deus da cidade ilumina com Seu Amor:
de Niterói/RJ, durante as Aulas
de Moral Ecumênica (AMEs), por
Oração

Zeferino
iniciativa deles, desenvolveram
uma peça teatral, formada por da Criança*

Terezinha
um elenco com idade entre 6 e Rita de Cássia Mineto
10 anos, intitulada “O Rei Sa-
lomão, o julgamento de duas
Bom Pai do Céu,
mulheres”.
Permanecei sempre perto de mim.
Fazei que eu vos ame cada vez mais.
Que o meu coraçãozinho de criança seja
Visita à Feira do Livro puro
E que não haja lugar para a raiva.
de Porto Alegre Que meus olhinhos estejam voltados so-
mente para o Bem.
Na capital gaúcha, as Ó Deus!
rigues

crianças atendidas Afastai de mim pensamentos de qualquer


pelo programa LBV: maldade contra meus irmãos.
Elisa Rod

Criança — Futuro no Não permitais que da minha boquinha saia


Presente! realizaram alguma mentira e nem palavras feias.
uma visita à Feira do Que a inteligência, em boa dose que me
Livro de Porto Alegre. destes, seja em benefício da Humanidade.
Na foto, a festa nos Fazei que eu ame a todos os meus irmãos,
estúdios da Super Rede Boa Vontade de amigos ou inimigos, bons ou maus, conhe-
Radio, instalados na Feira. cidos ou não, os que eu encontrar durante
toda a minha vida.

Qual é a sombra?
Fazei, Senhor, que eu nunca venha a
magoar o coração de meus pais que me
tratam com tanto carinho e tanto Amor.
Senhor, dai-me vontade e coragem para
cumprir o Vosso mandamento, fazendo aos
outros o que eu quero que os outros me
façam.
Que assim seja!
*Extraída do livro Ao Coração de Deus, de autoria
do escritor Paiva Netto.

Resp.: B

Revista Boa Vontade 45


Homenagem

A Solidariedade Ecumênica
é reverenciada em Salvador ________________
Juliane Nascimento

E
moção, respeito e gratidão marca- A solenidade na capital baiana ocor-
“Acredito

Cristiani Ranolfi
ram as homenagens que a Legião reu no dia 10, na Assembléia Legislativa
da Boa Vontade e seu Diretor- do Estado da Bahia. A LBV, representa- que o maior
Presidente, José de Paiva Netto, da pelo Maestro Legionário José Eduar- crédito da LBV
receberam das Casas Legislativas de do Paulote de Paiva, foi saudada pelos é respeitar as
Salvador/BA e de Vitória/ES, durante o 55 anos de existência no Brasil, 50 anos diferenças,
mês de novembro, em reconhecimento na Bahia e uma década da Super Rádio
ao trabalho socioeducacional da Obra Cristal AM (emissora local da Super entendendo
que educa e ampara, com Espiritualida- Rede Boa Vontade – Super RBV). que a cultura
de Ecumênica, milhares de crianças, jo- A proposta da sessão solene foi da é um elo entre Vivian Caroline
vens, adultos e idosos em todo o País. Deputada Estadual Antônia Pedrosa, os homens e Queiroz
que, em seu discurso, enalteceu o Bem
propagado pela Organização: “Ao longo
a Fé com o universo, com a
Cristiani Ranolfi

dos anos, a LBV tem sido o farol que ilu- energia superior.”
mina milhares de lares pelo Brasil afora,
proporcionando cultura, entretenimento,
alegria e, sobretudo, dando sentido à de Salvador): “A LBV sempre vem em-
vida de muita gente. É esse conjunto de preendendo ações sociais importantes,
ações extraordinárias que faz da LBV relevantes, inteligentes, valorizando a
um dos símbolos da Solidariedade em arte sem distinção. Acredito que o maior
nosso País”, afirmou. crédito da LBV é respeitar as diferenças,
mas entendendo que a cultura é um elo
Respeito às diferenças entre os homens e a Fé com o universo,
Personalidades civis e políticas pres- com a energia superior. Entender e va-
tigiaram o encontro, como a Presidente lorizar o que a Legião da Boa Vontade
A propositora da homenagem, da Associação Educativa e Cultural vem fazendo é uma iniciativa bastante
Deputada Antônia Pedrosa, e o Maestro Didá, Vivian Caroline Queiroz, que louvável e digna”.
José Eduardo Paulote de Paiva, que atende crianças e mulheres afro-brasi-
representou o dirigente da LBV. leiras no Pelourinho (centro histórico Assembléia Legislativa da Bahia durante
a cerimônia em homenagem à LBV
“Ao longo dos anos, a
Cristiani Ranolfi

LBV tem sido o farol


que ilumina milhares de
lares pelo Brasil afora,
proporcionando cultura,
entretenimento, alegria e,
sobretudo, dando sentido à
vida de muita gente.”
Deputada Antônia Pedrosa

46 Revista Boa Vontade


Flammarion Campos
“A Legião da Boa
Vontade tem 55 anos
de participação nos
acontecimentos do
nosso País e quando
analisamos os 505
anos do Brasil, são
O público superlotou o auditório da Assembléia Legislativa do Estado da Bahia durante aproximadamente 10%,
homenagem à LBV
o que não é pouco,
Dez anos da Super Eu só posso desejar que a emis- quase a metade da
Marcello Casal Jr./ABr

Rádio Cristal sora continue nesta linha: servir


Mesmo antes da ceri- bem à comunidade, assim como História recente do País,
mônia, durante o progra- tem atuado até hoje”. justamente o período de
ma matutino Comando da Durante seu pronunciamen- maiores transformações.
Esperança, transmitido to, o representante do dirigente
de segunda a sexta-feira, da LBV, José Eduardo Paulote Não é exagero ter a
das 8 às 12 horas, na Su- de Paiva, emocionou-se ao ob- certeza e o orgulho de
per RBV, as autoridades servar a contribuição da Obra ao
Senador César Borges longo de mais de meio século.
saber que a Legião da
já se manifestavam. O
Senador César Borges foi um dos que “A Legião da Boa Vontade tem 55 anos Boa Vontade mudou para
afirmaram ser a iniciativa “justíssima”, de participação nos acontecimentos do melhor a História de
e completou: “Afinal, uma organização nosso País e quando analisamos os 505 nossa Pátria.
que tem 55 anos de vida, de serviços anos do Brasil, são aproximadamente
prestados à comunidade, deve ser sauda- 10%, o que não é pouco, quase a metade (...) LBV e Brasil: um
da por todos. E, neste caso, a Assembléia da História recente do País, justamente casamento que deu
Legislativa representa o Povo baiano de o período de maiores transformações.
todo o Estado, que resolve, em muito Não é exagero ter a certeza e o orgulho
certo e dá bons frutos.”
bom momento, fazer esta homenagem de saber que a Legião da Boa Vontade José Eduardo Paulote de
à Legião da Boa Vontade e ao trabalho mudou para melhor a História de nossa Paiva
desenvolvido pela Super Rádio Cristal. Pátria”.

Comenda Carlos Lindemberg


em Vitória/ES
Flammarion Campos

N
a capital capixaba, a sessão so- destacadas pela notoriedade de seu
lene à Legião da Boa Vontade conhecimento, cultura e serviços presta-
realizou-se na tarde de 16 de dos à comunidade vitoriense. A láurea é
novembro. O Palácio Atílio entregue anualmente, em comemoração
Vivácqua estava superlotado por jovens, ao aniversário da cidade, quando cinco
personalidades, simpatizantes e colabo- pessoas são escolhidas por uma comissão
radores da Obra de todas as idades, que especial. Esta placa foi concedida a Paiva
prestigiaram a cerimônia por proposição Netto pelos seus 50 anos de trabalho
do Vereador José Francisco Maio, co- na LBV. Para a Instituição, também foi
nhecido como Zezito Maio. entregue o Certificado de Gestora Social
Mais uma vez o Legionário José pelos seus 55 anos de fundação e pelos
Eduardo representou a LBV e seu Di- trabalhos desenvolvidos à comunidade
retor-Presidente e recebeu, em nome de capixaba. A Vereadora Neusinha, José Eduardo e o
Paiva Netto, a Comenda Carlos Lindem- O Coral Ecumênico Infantil LBV, Vereador Zezito Meio.
berg, que é concedida a personalidades composto pela garotada atendida no

Revista Boa Vontade 47


Homenagem
Flammarion Campos

Flammarion Campos
Maestro José Eduardo O Coral Ecumênico Infantil LBV encanta a solenidade

programa LBV: Criança — Futuro no pelo voto e têm essa oportunidade A Vereadora Neusa Oliveira, mais
Presente!, emocionou os participantes dada por Deus de servir à população conhecida como Neusinha, presente
com canções alusivas à Paz. que os elege. Quando uma autoridade ao evento, além de caracterizar como
Após a execução do Hino Nacional reconhece o trabalho de uma Institui- “justíssimo o preito”, falou da neces-
Brasileiro, o Vereador Zezito Maio, ção é porque ela é séria. E a Legião da sidade de “propagar a ação da LBV
acompanhado de sua esposa, Letícia Boa Vontade é séria, comprovou isso que é feita com as crianças, pois não
Moraes Maio, manifestou seu apreço há muito tempo, como disse o nosso é só importante pregar a filosofia da
aos serviços prestados por Paiva Netto Irmão Paiva: ‘A LBV já foi julgada e Educação, mas também o Amor, é o
à frente da Obra, desejando que “Deus aprovada pelo Povo há muito tempo’. que a LBV faz”.
lhe dê muita saúde para que possa ajudar Ama e é amada por ele”. Quem assistiu também à cerimô-
ainda muitas pessoas”. Ao comentar nia foi a apresentadora do programa
“É importante
Flammarion Campos

sobre a proposição, o Vereador disse: Bem Viver (da GTV NET, canal 14),
“Não foi a Câmara que concedeu um que todos os Cristal Carvalho, que fez coro com os
presente à LBV, mas, sim, a Instituição órgãos possam demais: “É um justo reconhecimento
que nos presenteia”. oficialmente pelo que a LBV realiza no Estado.
O Maestro José Eduardo agra- Percebemos, com as nossas pesqui-
deceu as manifestações de carinho
reconhecer a sas, a relevância que esta Obra tem. É
e consideração: “Nós nos sentimos ajuda que a importante que todos os órgãos pos-
honrados, porque é um reconheci- Instituição oferece à sociedade. sam oficialmente reconhecer a ajuda
mento do Povo brasileiro. Os polí- Tiramos o chapéu para a LBV.” que a Instituição oferece à sociedade.
ticos são representantes dele, eleitos Tiramos o chapéu para a LBV”.
Cristal Carvalho
William Radi
Homenagem

Dr. Pedro de Paiva, Advogado.

Reconhecimento de Natal/RN à
Obra Legionária

F
oi com alegria no coração

William Radi
que estive representando o
dirigente da Legião da Boa
Vontade, José de Paiva Netto,
numa homenagem aos 55 anos da Ins-
tituição na luta por um Brasil melhor
e uma Humanidade mais feliz.
Foram muitas as pessoas que fize-
ram questão de registrar seu agradeci-
mento pela existência da LBV e pela
atuação de Paiva Netto à frente dela. O
Povo compareceu em massa. Gratidão
é um ato nobre do Ser. É sentimento
que dispara energias poderosíssimas
em prol da fonte geradora e estes Se-
res felizes podem vivenciar esta fonte Da esq. para a dir.: Assis Oliveira, representante da Vice-Prefeita, Micarla Araújo
geradora de vida, acalentando suas de Sousa Weber, Padre João Batista Chaves da Rocha, Vereador Salatiel de Souza,
Secretário Municipal Daniel Leite e Dr. Pedro de Paiva.
existências na divina oportunidade
da gratidão.
Natal transmite uma boa vibração. promovendo, assim, o Turismo da da LBV, Irmão

Arquivo pessoal
Nisto vemos a importância da escolha Solidariedade Ecumênica. Se existe Paulo Radi, por
de um nome, seja para os filhos, para alguém com condições de fazer isso no sua esposa, Irmã
uma instituição, empresa, cidade: Brasil e no mundo é a LBV, por sua Mari, seu primo-
é como se fosse um selo que lhes inacreditável estrutura, e a Fundação gênito, William,
déssemos para a certeza do envio da José de Paiva Netto com seus canais e a Wendy, sua
correspondência. Com o selo errado, de comunicação e cultura. filha.
a carta pode se perder ou demora a Hoje, num momento em que en- Vale regis-
chegar ao seu destino. contrar a felicidade significa ficar em trar que o jovem
A LBV em Natal está localizada débito com o mundo, tê-la em meio William Radi foi William Radi
numa região de extrema pobreza. a tanta carência pode trazer um certo designado por nós para ser um dos fotó-
O prédio é grande e comporta, por apoio consciencial, mister se faz juntar grafos do evento e lá soubemos que ele
enquanto, os trabalhos naquele mu- a felicidade à Solidariedade, aliás uma não poderia entrar no plenário, pois no
nicípio. Digo por enquanto porque a não existe sem a outra. A Sociedade local só se adentra de paletó. Então, ra-
cidade está em expansão e o campo Solidária Altruística Ecumênica é um pidamente, com a ajuda da Legionária
de plantio e colheita da Boa Vontade dos pontos que mais encontramos da Boa Vontade Silvia Ferreira, pediu
é vasto. nos ensinamentos do impressionan- um paletó emprestado para o garçom e
A presença de estrangeiros na te, como bem denominou o Irmão foi à “carga!”. Ele tem 14 anos e nunca
capital do Rio Grande do Norte é Bezerra de Menezes (1831-1900), “trabalhou” como fotógrafo. O resulta-
marcante. Isso nos reporta que, com livro As Profecias sem Mistério. O do? As fotos ficaram boas.
o trabalho estabelecido há décadas turismo solidário é um econômico e Enfim, de Natal retornamos felizes,
por Paiva Netto na Legião da Boa rápido caminho para o esclarecimento após vivenciar o clima de fraternidade
Vontade com o vitorioso Padrão Jesus, e o combate ao “turismo sexual” tão e, mais uma vez, o dever cumprido ao
estaremos fortalecendo ainda mais vigente nos países da América Lati- recebermos, em nome de Paiva Netto,
a conexão entre a visita dos turistas na, mormente no Norte e Nordeste uma homenagem à LBV que tem como
na cidade e incluindo no tour dos brasileiros. uma de suas Campanhas o Natal Per-
visitantes as atividades socioeduca- Quando cheguei a Natal fui re- manente de Jesus — o Pão Nosso de
cionais realizadas pela LBV em Natal, cepcionado no aeroporto pelo gerente cada dia!.

Revista Boa Vontade 49


Saúde

Febre
Maculosa
Profissionais da saúde alertam para o perigo

C
asos recentes da o que será fundamental para a eficiência 14 dias (em média 7) para apresentar os
Cida Linares

febre maculosa, do tratamento. sintomas. Os cuidados, embora simples,


doença causa- É importante observar que a difusão devem ser iniciados rapidamente, com
da pela bacté- ocorre se o carrapato infectado picar a terapia específica à base de antibióticos.
ria Rickettsia rickettsii, pessoa e ficar aderido à pele de 4 a 6 Caso contrário, existe uma possibilidade
em Estados como o Rio horas. Após o contágio, leva-se de 2 a (cerca de até 80%) de causar a morte do
de Janeiro, São Paulo paciente.
e Minas Gerais,
colocaram em Histórico
Dr. Eugênio Pedra alerta os pro- Em 1899, foi realizada a
fissionais da primeira descrição clínica da
saúde no sentido de levar febre maculosa, por Ken-
informação ao público, neth Maxcy, no noroeste
a melhor forma de se dos Estados Unidos, em
evitar e tratar este mal. uma região montanhosa. Por
A maior dificuldade isso mesmo, ela foi chamada, a
nestes casos está no diagnóstico princípio, de febre das montanhas
rápido, visto que os sintomas rochosas. Em nosso País, foi
se confundem facilmente identificada, em 1929, no
com os de outras mo- Estado de São Paulo, sendo
léstias: febre modera- posteriormente encontrada
da a alta; cefaléia (dor no Rio de Janeiro e Minas
de cabeça); calafrios; Gerais. Segundo o Minis-
náuseas; vômitos; diarréia; tério da Saúde, entre 1995 e
tosse; congestão das conjuntivas; 2005 foram notificados 386 casos,
manchas róseas nas extremidades, com 107 óbitos.
em torno do punho e tornozelo, de [L.S.M]
onde se irradiam para o tronco, face,
pescoço, palmas e solas. Alguns cuidados, a seguir, caso não seja possível
Em palestra na Legião da Boa evitar áreas infestadas.
Vontade, o clínico geral Dr. Eugênio — Verificar, em intervalos de 3 horas, se existe algum carrapato aderi-
Pedra sinalizou para duas medidas
do ao corpo, retirando-o com cuidado, fazendo uma leve torção para
importantes. Primeiro, conhecer as
soltar o seu aparelho bucal, sem esmagá-lo para que as bactérias não
áreas consideradas endêmicas, evitando
entrem em possíveis microlesões na pele. Quanto antes se tirar, menor
caminhar em locais infestados por car-
é a oportunidade de contrair o mal.
rapatos-estrelas, que são hospedeiros e
— Usar calças compridas, tendo a parte inferior delas dentro de botas,
transmissores da bactéria que provoca
lacrando-as com fitas adesivas dupla face. É interessante também vestir
a enfermidade. Segundo, em caso de
roupas claras, que ajudam na visualização destes animais.
apresentar os sintomas e ter passado por
— Aparar o gramado o mais rente possível, permitindo a passagem
lugares suspeitos e/ou ter sido picado
maior dos raios solares.
por carrapato, procurar ajuda clínica e
— Dar banhos com carrapaticida nos animais domésticos.
fornecer essas informações ao médico,
Fonte: Portal da Sucen — Superintendência de Controle de Endemias (www.sucen.sp.gov.br)

50 Revista Boa Vontade


História

to
Simone Barre

Simone Barreto
ABL
comemora
centenário de Rio de Janeiro/RJ — Em
exposição comemorativa do

Afonso Arinos
centenário de Afonso Arinos
podem ser vistas fotos e
objetos pessoais deste ilustre
brasileiro.
___________________
Texto: Simone Barreto

A
Arquivo rBV

Academia Bra- pleno exercício do mandato Lêdo Ivo também exaltou a impor-
sileira de Letras de Senador. tância de se realizar encontros desta
(ABL) deu iní- natureza. “Afonso Arinos é uma
cio, no dia 1º de Tributo ao intelectual e das figuras mais relevantes da vida
novembro, à exposição estadista brasileira no século XX.
comemorativa do cente- A exposição foi aberta Para o jornalista Murilo Melo
nário de nascimento de pelo Presidente da ABL, Filho, a presença de Arinos na
Afonso Arinos de Melo Ivan Junqueira, que na Academia foi marcante: “Ele foi
Franco. Este notável aca- oportunidade enalteceu um acadêmico importante para
dêmico, jurista, professor, Machado de Assis a grande contribuição de nós da ABL. Além de Ministro de
(1839-1908), fundador
político, historiador, crítico, da ABL. Afonso Arinos. Diversos Estado, Senador, Deputado Fede-
ensaísta e memorialista acadêmicos prestigiaram
nasceu em Belo Horizonte/MG, a 27 o evento e falaram à revista BOA
Simone Barreto
Arquivo rBV

de novembro de 1905, filho de família VONTADE sobre o homenageado,


tradicional de intelectuais e diplomatas. a exemplo do Secretário-Geral
Atuou por muitos anos na Câ- da Casa de Machado de Assis, o
mara dos Deputados, exercendo professor universitário e filólogo
forte influência na vida parlamentar Evanildo Cavalcante Bechara: “Ele
do Brasil. Em 1950, era aprovado pertence a uma galeria de grandes
projeto de sua autoria, mais tarde brasileiros. Era uma inteligência
chamado de Lei Afonso Arinos, poliforma, tratou de vários assun-
que fez da discriminação racial uma tos: jurídicos, literários, filosóficos, Ivan Junqueira Lêdo Ivo
contravenção penal. estéticos, constitucionais do direi-
Em 23 de janeiro de 1958 foi to, uma figura extraordinária. Há ral, Afonso Arinos foi um grande
eleito para a cadeira nº 25 da ABL, na grandes brasileiros que realmente escritor, polígrafo, historiador,
sucessão de José Lins do Rego, sendo pensaram em nosso País (...). A ex- enfim, preencheu todos os aspec-
integrado à cátedra em 19 de julho do posição é muito bonita e rica. Aqui tos literários do País, sempre de
mesmo ano, pelo acadêmico Manuel podem ser vistos os objetos pessoais maneira brilhante”.
Bandeira. Na Academia, recebeu dele, as láureas, as vestimentas, A Exposição Afonso Arinos
Guimarães Rosa em 16 de novembro os livros, fotos com familiares, a — Acadêmico e Estadista pode ser
de 1967. família guardou essas coisas todas visitada de segunda a sexta-feira,
Veio a falecer no Rio de Janei- que nos remetem à sua vida”. das 10 às 18 horas, na Av. Wilson,
ro/RJ, em 27 de agosto de 1990, em O poeta, escritor e acadêmico 203, Castelo, Rio de Janeiro/RJ.

Revista Boa Vontade 51


Variedades

RIO DE JANEIRO/RJ
FRASES:
“Pessoas de
Educação diferenciada e de qualidade
Belkís Faria
diferentes reli- Secretário de Estado da Defesa Civil visita Centro Educacional da
_____________
giões e idéias, LBV no Rio de Janeiro Lícia Curvello
de todas as par-
tes do mundo, O Secretário de Estado da Defesa muito felizes, têm brilho nos olhos. E
podem vir à Pi- Civil e Comandante-Geral do Corpo de isso significa que a equipe da LBV, assim
râmide da LBV, Bombeiros, Coronel BM Carlos Alberto como o Corpo de Bombeiros, trabalha
se encontrar e de Carvalho, visitou, no dia 7 de novem- salvando vidas. Aqui na LBV encontrei
fazer suas me- bro, o Centro Educacional, Cultural e vidas sendo salvas, um futuro melhor
ditações, res- Comunitário da LBV, na zona norte do para nossas crianças e, com certeza, para
peitando as di- Rio. Ele foi acompanhado por seu Aju- nosso País”.
versas religiões dante-de-Ordens, o Major Lisboa, pelo O senhor Toni Marangoni comoveu-
Da esq. para a dir., o piloto representadas Chefe de Gabinete, Toni Marangoni, e o se com a espontaneidade e a alegria das
Steven Robinson, Spiros aqui no Templo Assessor de Imprensa, Tenente-Coronel crianças. “Protocolo com criança não
Schiros e o piloto James da Boa Vonta- Roni Azevedo. existe, até porque ela é natural. Expressa
Murphy. de.” Em entrevista, o Coronel Carlos o que efetivamente sente e, nesse aspec-
Piloto norte-americano James Mur- Alberto frisou que conhece a Instituição to, foi muito legal o que assistimos. A
phy que, ao lado de seu companheiro há bastante tempo e que sua mãe acom- felicidade no rosto daquelas crianças é o
de trabalho Steven Robinson, ambos panhava as mensagens do saudoso fun- que de mais interessante uma instituição,
pela primeira vez no Brasil, fez questão dador da Legião da Boa Vontade, Alziro um estabelecimento de ensino, pode dar
de conhecer o Templo da LBV, no início Zarur (1914-1979). Para o Secretário de (...). O trabalho da LBV é muito bonito e
de novembro, em Brasília/DF. Defesa Civil, “o Diretor-Presidente José tive a oportunidade de, juntamente com o
de Paiva Netto está de parabéns. O mo- Secretário, verificar todas as instalações
“Quero parabeni-
Arquivo rBV

delo de atendimento da LBV é fantástico do Centro Educacional da Legião da


zar o trabalho que a (...). É um trabalho espetacular”. Boa Vontade.”
LBV desenvolve com “O conforto nas instalações físicas na
as crianças. A Coelce LBV é um modelo de escola de regime
dispôs aqui uma sala “O Diretor-Presidente José de
integral. A gente vê as crianças sorrindo,
para que vocês pudes- educadas, a amabilidade como somos Paiva Netto está de parabéns.
sem apresentar esse recebidos (...). Como seria bom se o O modelo de atendimento
trabalho tão bonito. (...) próprio governo pudesse ter uma LBV da LBV é fantástico (...). É um
Gostaria de aproveitar em cada bairro.” trabalho espetacular.”
o momento para refor- O Major Lisboa afirmou: “Não co- Secretário de Estado do Rio de
çar ainda mais a nossa parceria e dizer nhecia de perto o trabalho realizado pelo Janeiro da Defesa Civil, Coronel BM
que podem continuar contando com a Centro Educacional da LBV e, pelo que Carlos Alberto de Carvalho.
Coelce.” pude ver, é um trabalho de excelência”.
Cristián Eduardo Fierro Montes, O Tenente-Coronel Roni Azevedo
Diretor-Presidente da Coelce (Compa- igualmente adorou a escola da LBV. “Aqui na LBV, encontrei vidas
nhia Energética do Ceará), em 27 de Em suas palavras, ressaltou: “A visita sendo salvas.”
outubro, quando foi inaugurado mais emocionou a todos nós. As crianças são Tenente-Coronel Roni Azevedo
um posto de atendimento da Empresa.
Na ocasião, o Coral Ecumênico In-
Felipe Freitas

fantil LBV cantou para a diretoria da


organização.

Da esq. p/ a dir., Major Lisboa, Toni


Marongani (Chefe de Gabinete); Ricardo
Rigueto (Coordenador das Administrações
da Zona Norte); Carlos Alberto Carvalho
(Secretário Estadual de Defesa Civil e
Comandante do Corpo de Bombeiros/RJ);
Pedro Paulo Torres (Administrador Estadual
de Del Castilho/Suburbana) e o Tenente-
Coronel Roni Azevedo.

52 Revista Boa Vontade


Pastores da Assembléia de Deus visitam escola da LBV
_______________

Clayton Ferreira
Natália Lombardi

Recentemente, o Conjunto diferencial, porque foi realmente feito


Educacional da LBV em São Pau- com muito amor e carinho. Paiva Netto
lo/SP recebeu os pastores Anderson está de parabéns”, finaliza o pedagogo
da Silva Nascimento e Amauri Ri- Pastor Almeida.
cardo Almeida, que é Pedagogo e Os religiosos ainda conheceram o
Presidente da Assembléia de Deus trabalho de Espiritualidade Ecumênica
Pedra Singular, de Osasco/SP. A aplicado na escola. Às quintas-feiras,
visita começou na Supercreche Je- os Soldadinhos de Deus (como, cari-
sus, onde são atendidas as crianças nhosamente, são chamadas as crianças
Os pastores Anderson Nascimento e Amauri Almeida
desde o berçário até que passem são recebidos pelas crianças da Escola da LBV na LBV) participam de uma reunião
para o ensino fundamental. no Espaço Ecumênico da Religião de
Na ocasião, foram surpreendidos por de poder passar a emoção, o carinho que Deus. Quando passou pelo local, o Pastor
um coro formado pela garotada atendida elas estão aprendendo”, afirmou. Almeida disse estar “fascinado com o
na unidade educacional, que cantou a No Instituto de Educação José de trabalho do senhor José de Paiva Netto”,
Prece Ecumênica do Pai-Nosso. “O Paiva Netto acompanharam, de perto, e ressaltou que, ao ter noção dessas
que mais me chamou a atenção foi as a vivência da Pedagogia do Cidadão ações, “não dá para se passar pela LBV
crianças nos receberem muito bem, nos Ecumênico — a Pedagogia do Afeto: “O e ignorar o que se aprende em poucos
homenagearem, e muito me emocionou processo de interação das crianças com a momentos”. Para o Pastor Nascimen-
quando estiveram orando”, conta Nasci- sociedade é um diferencial que eu estou to, “essas crianças, quando estiverem
mento. Os pastores receberam cartões em vendo na LBV, nesse trabalho de formar formadas na LBV, estarão prontas para
agradecimento pela visita. “É uma forma o cidadão. As áreas pedagógicas têm um construir um Brasil melhor”.

SÃO PAULO/SP
Empresários proporcionam um dia feliz às ________________
crianças
Anderson Cardoso
Para selar o mês das crianças, o uma maravilha! A recepção nos faz
Daniel Trevisan

Conjunto Educacional da Legião da sentir em casa (grifo nosso). Tanto eu


Boa Vontade (formado pela Supercre- como outras pessoas da Eurodata que já
che Jesus e pelo Instituto de Educação estiveram aqui, como nossos presidentes,
José de Paiva Netto), localizado na Ramon e Marcelo Fogeiro, adoraram,
capital paulista, realizou, no dia 28 de gostaram mesmo”, disse, elogiando as
outubro, uma grande comemoração escolas da LBV. E completou: “Vamos,
com os alunos. futuramente, fazer novas parcerias.
Na oportunidade, cada uma das Esta foi a primeira de muitas que estão
crianças recebeu um lanche especial. para vir. E esperamos, no ano que vem,
Um bolo pesando mais de 60 quilos Feliz momento de Adriano Costa com as contribuir com um maior número para
foi repartido entre a garotada, que se crianças da Escola da LBV vocês. Obrigado!”.
espantou com seu tamanho. As cidades de Americana, Bauru, São
O acontecimento contou com a ga dos brinquedos arrecadados durante a José dos Campos, Taubaté, Sumaré, In-
presença do assessor de imprensa da campanha realizada pela própria empre- daiatuba e Campinas também receberam
Eurodata Cursos de Informática, Adriano sa em suas unidades. “Já é a terceira vez parte da doação que foi feita diretamente
Pereira da Costa. Ele participou da entre- que estou aqui. As escolas da LBV são pelas unidades locais da Eurodata.

Os brinquedos doados pelos empresários da Eurodata beneficiaram crianças atendidas pela Legião da Boa Vontade na capital e outras
cidades do interior paulista, tais como Americana, Bauru, São José dos Campos, Taubaté, Sumaré, Indaiatuba e Campinas.
Fotos: Clayton Ferreira

Revista Boa Vontade 53


Variedades

RIO GRANDE DO NORTE ARAÇATUBA/SP


“É uma alegria estar
na LBV”, diz radialista. Recanto Passa-Tempo faz
______________
Arivaldo Oliveira
festa para alegria das crianças
Arquivo rBV

O radialista Sér- ____________


gio Luiz visitou o Paulo Esgalha
Centro Comunitário e
Educacional da LBV
Em comemoração ao mês das “Na LBV, as

Paulo Esgalha
em Natal no dia 11
de novembro. “É um crianças, a Legião da Boa Vontade crianças sem-
prazer, uma alegria em todo o Brasil realizou atendi- pre recebem
visitar a Legião da mentos especiais para este público um carinho
Boa Vontade”, disse, tão particular e promoveu muitas especial. Eu
após ser recepciona- atividades recreativas para festejar me sinto hon-
do pelos meninos e a data. rada em rece-
Sérgio Luiz com a revista meninas atendidos Em Araçatuba, interior de São bê-las aqui na
BOA VONTADE Mulher no programa LBV: Paulo, não foi diferente: a Instituição minha casa. Ivanir Casassola
Criança — Futuro no Presente!. Reco- ofereceu, em 17 de outubro, uma Meu coração
nhecendo a qualidade dos atendimentos, tarde de alegria para a garotada, com se enche de Paz ao vê-las felizes.
citou a homenagem que a Instituição a colaboração de voluntários e da Isso demonstra quanto é importante
recebeu da Câmara de Natal, em 27 equipe multidisciplinar do Centro exercitar a infância, principalmente
de outubro. Para ele, a honraria “foi Comunitário e Educacional da LBV. em tempos tão conturbados quanto
justíssima porque a LBV é um exemplo A Voluntária Ivanir Casassola, pro- os atuais”.
para toda a Humanidade”. O radialista prietária do Recanto Passa-Tempo, A LBV em Araçatuba está loca-
também reafirmou seu apoio à Cam- onde se realizou a festa, não hesi- lizada na Rua Alziro Zarur, 30, Jd.
panha Natal Permanente de Jesus — o tou em demonstrar sua satisfação. Guanabara, tel. (18) 3631-0797.
Pão Nosso de cada dia!, ao divulgar, ao
vivo, a iniciativa pela Rádio 87 FM, de
Parnamirim/RN. BRASÍLIA/DF
BAURU/SP Pirâmide da Paz na história
do Planalto Central
___________
Vitoriosa Nádia Preda
No dia 29 de outubro, encerrando

equipe a programação especial das comemo-


rações do 16º aniversário do Templo
da Boa Vontade, o grupo de teatro
Carpinteiros, da Universidade Católica
infanto-juvenil de Brasília (UCB), apresentou “Maria
da LBV Candanga” aos freqüentadores do Tem-
Arquivo rBV

plo da Boa Vontade. Como monumento


mais freqüentado em Brasília, o local
Formação da equipe vice-campeã da Copa Sesc, categoria infanto-juvenil também integra o roteiro da peça, que
de futebol, campeonato cuja final foi realizada na tarde do dia 6 de novem- retrata a construção da cidade. A atriz
Alzira Bosaipo, que interpretou o papel
bro. Desde 2001, com o apoio do professor de Educação Física e voluntário
principal, revela que “antes de entrar
Douglas Olívio de Oliveira, os meninos atendidos pela LBV, em Bauru/SP,
em cena, todos nós demos uma passa-
treinam na quadra poliesportiva da Entidade e disputam diversos torneios
dinha na espiral para entrar no clima do
na região. Nessa maratona, os jovens arremataram 13 campeonatos e já
TBV”. O ingresso da peça foi um quilo
têm no histórico medalhas e troféus como vice-campeão e terceiro lugar.
de alimento não-perecível, doado para
a Campanha de Natal da LBV.

54 Revista Boa Vontade


Wilson Bigas

tamura
Armando Ki
S
es de Glorinha/R
chada da Câmara de Vereador
Fa

Um paraíso entre a capital,


Lar e Parque da
LBV

a serra e o mar. ____________________________


Débora Verdan e Liliane Cardoso

Distante pouco mais Rio Grande do Sul, como Tramandaí e cia Social e Conselho da Criança e
Fotos: Liliane Cardoso

de 50 quilômetros de Por- Torres. Por isso, o título de paraíso entre do Adolescente do município, além
to Alegre, capital gaúcha, a capital, a serra e o mar. do reconhecimento do Juizado da
o município de Glorinha Um dos locais que melhor expres- Infância e Juventude da cidade de
abriga 5.684 habitantes, sam a Solidariedade do sul do país é o Gravataí. “Certifico que o abrigo
segundo dados do Instituto Lar e Parque Alziro Zarur, da Legião de proteção do Lar e Parque Alziro
Brasileiro de Geografia e da Boa Vontade, situado em Glorinha. Zarur, da LBV, é reconhecido, nesta
Estatística (IBGE), com Há 45 anos, esse verdadeiro Templo da Comarca, pelo trabalho desenvolvido
uma exuberante área verde Natureza e da Criança atende guris em e voltado para o atendimento integral
Ivortiz Marques de 292 quilômetros quadra- situação de vulnerabilidade social de das crianças e adolescentes abri-
Fernandes dos, dividida entre colinas, todo o Estado do Rio Grande do Sul. gados, o qual prioriza uma política
açudes, matas, cascatas, fazendas e inú- E foi por desempenhar um amplo genuína de qualidade, de acordo com
meras outras belezas naturais. e importante serviço na área socioe- o que dispõe o Estatuto da Criança
A cidade é a opção mais econômica ducacional que o ambiente recebeu, e do Adolescente (ECA)”, registrou
e rápida (pelo menos uma hora a me- no mês de outubro, os Certificados a Juíza de Direito Ivortiz Marques
nos) de ida e volta a praias famosas do do Conselho Municipal de Assistên- Fernandes em parecer.

Vereadores e Promotor de Justiça visitam Lar e Parque Alziro Zarur


Quem também pôde comprovar a “É admirável o atendimento dado impressionado com as excelentes
qualidade do serviço prestado na Casa aos meninos. Fico satisfeito de saber condições oferecidas aos acolhidos.
foi um grupo da Câmara Municipal que aqui recebem um ótimo tratamento, Ali na LBV os guris são felizes. (...)
de Glorinha e o Promotor de Justiça a LBV tem uma infra-estrutura consi- Quando são passados às crianças e
da Infância e da Juventude Daniel derável.” aos adolescentes fundamentos bási-
Martini. Vereador José Ferreira, Presidente cos de respeito ao meio ambiente,
da Câmara. adquirem uma formação biopsicos-
“Fomos muito bem acolhidos. social muito importante. Eu percebi
Aqui é um lugar maravilhoso, as “Fiquei feliz com a visita. Tra- que é uma determinação da LBV
crianças são queridas. O refeitório dos balho com a infância e a juventude, que não se corte nenhuma árvore. É
alunos é aconchegante. A LBV tem é uma das atribuições do Ministério um lado extremamente positivo essa
o total apoio da Câmara de Verea- Público a fiscalização das entidades educação com respeito à ecologia, ao
dores, porque é uma Entidade muito que realizam atendimento a esse pú- meio ambiente.”
respeitada.” blico e hoje tive a oportunidade de vi- Promotor de Justiça da Infância e
Vereadora Silvia Eccel sitar o Lar da LBV. Realmente fiquei da Juventude Daniel Martini.
Realmente fiquei impressionado com
as excelentes condições oferecidas
aos acolhidos. Ali na LBV os guris são
felizes.
Promotor de Justiça Daniel Martini

Daniel Martini Paulo Corrêa Silvia Eccel José Ferreira Jorge Fagundes
Revista Boa Vontade 55
Variedades

Orgulho
do Pará
No Norte do Brasil, a LBV trabalha para
a formação de cidadãos solidários. Trabalho completo: a garotada
atendida pela LBV em Belém recebe
educação básica, alimentação
______________________ balanceada, atendimento médico,
odontológico e psicológico, incluindo
Texto e fotos: Rui Portugal
uniforme e material didático.

E
m Belém, Estado do Pará, tricional. Os trabalhos pedagógicos
está instalada uma das unida- obedecem a um calendário específico
des educacionais da LBV na para cada faixa etária e são comple-
Região Norte do Brasil. Na mentados com a prática de esportes,
cidade, a Instituição desenvolve um passeios, além de programas e proje-
trabalho modelar com as crianças tos diferenciados.
que vivem nos bolsões de pobreza da As crianças chegam cedinho ao
cidade, mantendo a Escola de Edu- local. Pela manhã, realizam ativi-
cação Infantil Jesus, onde meninos dades escolares com profissionais
e meninas que vivem em situação da área e são acompanhadas por um Nelsinho Rodrigues canta com as
de risco social são atendidos em re- coordenador pedagógico. Após as ta- crianças da LBV
gime de semi-internato e desfrutam refas educacionais, a garotada recebe
de um amplo trabalho de Promoção o almoço, seguido da higiene bucal
Humana, Social e Educacional com no “escovódromo” e segue para o
“Hoje ganhei meu
Espiritualidade Ecumênica. repouso. À tarde, há oficinas diversas
Localizada no bairro Batista Cam- e passeios que sempre contam com
dia. Estou muito
pos, a unidade dispõe de salas de aula, a atenção redobrada das auxiliares
de vídeo, refeitório, brinquedoteca, de classe.
feliz na Legião da
biblioteca e área de lazer coberta, ga- Todos os meses, a escola promove
rantindo, assim, o cumprimento de um uma reunião com os pais, ocasião
Boa Vontade.”
dos direitos previstos na Declaração em que eles recebem informações Nelsinho Rodrigues, cantor
Universal dos Direitos da Criança: necessárias a respeito do desenvolvi- e compositor paraense.
“Todas devem ter a possibilidade de mento pedagógico do aluno e também
entregar-se aos jogos e às atividades sobre os eventos e projetos da escola. fez o cantor e compositor paraense
recreativas, que Além de todo o tra- Nelsinho Rodrigues recentemente.
devem ser orien-
tadas para os fins
Conheça a LBV! balho desenvolvido
pelos professores e
O artista conheceu as dependências
locais e aproveitou a ocasião para
da Educação”. e diga SIM! orientadores peda- reunir a garotada e cantar as músicas
No período es- gógicos, um grupo de sua autoria que mais tocam nas
A Escola de Educação Infantil Jesus,
colar, os menores em Belém/PA, está localizada na Av. de profissionais da rádios de Belém/PA. Mas, antes, as
recebem, além da dos Cabanos, 1976, no bairro Batista área de saúde como crianças fizeram questão de fazer
educação básica, Campos e o telefone para contato é: dentista, clínico ge- uma Prece em sua homenagem, ato
atendimento mé- (91) 3225-0071. ral, fonoaudióloga este que, para ele, “foi muito emo-
dico, odontológi- e psicóloga dá total cionante. (...) Após esse momento,
co e psicológico, suporte médico aos não sabia se cantava para as crianças
uniforme, material didático e quatro pequeninos. da LBV ou se chorava”, recorda-se
refeições diárias: café da manhã, Quem visita vê de perto a qua- Nelsinho. E conclui: “Hoje ganhei
almoço, lanche e jantar; todas feitas lidade do atendimento prestado no meu dia. Estou muito feliz na Legião
com o devido acompanhamento nu- centro educacional da LBV. Foi o que da Boa Vontade”.

56 Revista Boa Vontade


Acontece no Mundo

A Ronda da Caridade, promovida pela


LBV da Bolívia, tem mudado para melhor
a vida de cidadãos que vivem nos bolsões
de pobreza no interior do país.

LBV da Bolívia
atua em área rural _____________
Melina Valencia
Fotos: Jusceram Alves

A ação social promovida pela Ronda tivas para o campo justifica-se com os os idosos do asilo Las Awichas que, além
da Caridade, na LBV da Bolívia, voltada últimos dados divulgados pela Unidade do apoio com recursos materiais, tiveram
para atender os indigentes e moradores de Análises de Políticas Sociais e Eco- a oportunidade de receber o carinho e
de rua de La Paz, ao festejar os 19 anos nômicas (Udape). Segundo o estudo, a a atenção das crianças atendidas pela
de intenso trabalho no país, estende seus incidência de pobreza aumentou consi- Escola Infantil da LBV.
braços e chega a regiões mais distantes, deravelmente e a maioria das pessoas Outro povoado que recebeu o benefí-
contemplando crianças, jovens, adultos que vive nesta situação reside na área cio da Instituição foi o de San Felipe de
e idosos, tanto da cidade como da área rural. Seke, em cidade de El Alto, onde a condi-
rural próxima de El Alto. Com essa Uma das primeiras comunidades que ção de vida é muito precária. No local, a
atuação, apenas em 2005 a Legião recebeu o atendimento foi a de Irpuma, Legião da Boa Vontade distribuiu roupas
da Boa Vontade beneficiou inúmeras localizada a 50 quilômetros de La Paz. e alimentação para famílias. A mesma
famílias que vivem em situação de Por lá, os voluntários da LBV realizaram assistência foi dada aos moradores do
risco social. a entrega de roupas aos alunos da Escola bairro Hayna Potosí, que vivem na região
A necessidade de ampliar as inicia- Litoral. Na capital, foram contemplados considerada de extrema pobreza.

Mercado de trabalho
Laura Leone

LBV da Argentina investe


no talento profissional __________
Laura Leone

De acordo com a estatística publi- em profissionalizar, gratuitamente, as


cada pelo Indec (Instituto Nacional de pessoas que estão fora do mercado de
Estatísticas e Censos, da Argentina), trabalho. O objetivo principal é oferecer
durante o primeiro trimestre de 2004, novas ferramentas para a realização de
14,4% da população argen- uma atividade remunerada, assim como
Programa de capa- tina estava desempregada, um espaço para desenvolver talentos e
citação profissional enquanto 15,7% vivia com valorizar as potencialidades.
da LBV da Argentina
a remuneração do subem- O primeiro curso oferecido pelo
dá nova oportu-
nidade a jovens e prego. Mãos à Obra é o de Cozinha Básica e
adultos para a rein- Para ajudar na mudança Qualidade de Vida, com dois anos de
serção no mercado desse quadro, há três anos duração, por meio do qual os alunos
de trabalho. a LBV criou o programa têm o reconhecimento de cozinheiros
Mãos à Obra, que consiste profissionais.

Revista Boa Vontade 57


Opinião

Eutanásia: o fim da esperança.


Arquivo pessoal

vermos, a grande maioria, em sociedades Um questionamento em moda: por que


democráticas. Para o professor Genival ficar gastando dinheiro em pessoas com
Veloso de França: “O ato de promover doenças incuráveis e deixar de tratar
a morte antes do que seria de esperar, pessoas com doenças curáveis? E, por
por motivo de compaixão e diante de último, o entendimento deturpado da
um sofrimento penoso e insuportável, reencarnação pode levar alguém a con-
sempre foi motivo de reflexão por parte cluir o seguinte: ‘Como vou reencarnar,
da sociedade. Agora, essa discussão eu vou me matar de uma vez. Vou ter
Sandra Albuquerque Fernández tornou-se ainda mais presente quando outra chance’. Para o médico, o ato da
Socióloga (Nova York, EUA) se debatem os direitos individuais como eutanásia é proibido pelo código de
resultado de uma ampla mobilização do ética médica (...). Podemos questionar:

A
imprensa anuncia que a Câmara pensamento dos setores organizados da ‘O que é um doente terminal?’, ‘Qual
dos Lordes britânica aprovou sociedade e quando a cidadania exige o grau de certeza que podemos ter de
um projeto de lei que confere mais direitos. Além disso, surgem cada que ele é terminal?’, ‘O médico acertou
aos médicos ingleses a possi- vez mais tratamentos e recursos capazes o diagnóstico?’. Digo isso com proprie-
bilidade de realizar a eutanásia em caso de prolongar por muito tempo a vida dos dade porque sou médico, e médico erra.
de doentes terminais que queiram deixar pacientes descerebrados, o que pode ‘Quando aplicar a injeção letal?’, ‘Em
de viver. A legislação será levada para levar a um demorado e penoso processo que momento está na hora de se aplicar
votação geral. No Brasil, está em plano de morrer”. a eutanásia?’. (...) Quando da impossi-
um referendo popular para legalizar ou bilidade de tratamento de certos casos,
não este procedimento. As doenças terminais e o pre- percebemos que os cursos de Medicina
O que é de fato? O que significa esse paro médico para enfrentá-las também não preparam o profissional
processo? A revista BOA VONTADE pu- para tratar a dor de um doente terminal.
A palavra eutanásia vem do grego, blicou na edição nº 202 palestra do Tanto assim é que se pesquisarmos os
podendo ser traduzida como “boa morte” Dr. Osvaldo Hely Moreira, intitulada pacientes que pedem a eutanásia, no
ou “morte apropriada”. O termo foi pro- “Eutanásia — frente às evidências da intuito de suicidar-se, se tivessem não
posto por Francis Bacon (1561-1626), continuidade da Vida após a morte apenas suas doenças físicas, mas também
em 1623, em sua obra Historia vitae et do corpo físico”, proferida durante a suas questões emocionais e espirituais
mortis, como o “tratamento adequado às segunda edição do Fórum Mundial tratadas, mudariam de opinião. Vejam,
doenças incuráveis”. De maneira geral, Permanente Espírito e Ciência, da portanto, que a eutanásia é, muitas ve-
entende-se por eutanásia quando uma Legião da Boa Vontade, realizada no zes, proposta por falha na abordagem
pessoa causa deliberadamente a morte Parlamento Mundial da Fraternidade médica”.
de outra que está mais fraca, debilitada Ecumênica, na cidade de Brasília/DF, No portal Bioética, coordenado
ou em sofrimento. Neste último caso, ela em outubro de 2004. Seguem trechos pelo prof. Dr. José Roberto Goldim, do
seria justificada como forma de evitar de sua palavra: Núcleo Interdisciplinar de Bioética, en-
uma dor acarretada por um longo período “(...) Os que se manifestam a favor da contramos amplo estudo sobre a ética na
de enfermidade (Portal Bioética). eutanásia estabelecem que o indivíduo Medicina. O professor Goldim destaca
Alguns dos principais argumentos doente é inútil, e que entre ficar sofrendo o juramento de Hipócrates (considerado
para sua realização são o alívio do pa- e morrer ele escolheria o mal menor: o precursor da Medicina), que afirma:
decimento para o paciente e o uso do morrer. (...) Outro argumento para a eu- “Eu não darei qualquer droga fatal a
direito individual de escolha, visto vi- tanásia é de ordem financeira na saúde. uma pessoa, se me for solicitado, nem

58 Revista Boa Vontade


“Eu não darei qualquer
droga fatal a uma pessoa,
se me for solicitado, nem
sugerirei o uso de qualquer
uma deste tipo.”
Hipócrates

Revista Boa Vontade 59


Opinião

sugerirei o uso de qualquer uma deste livre escolha? A eutanásia pode receber A busca pela satisfação física e moral
tipo”. Já nos primórdios dos estudos mé- definição própria segundo o período pode produzir conseqüências extremas
dicos, Hipócrates condenava a prática da histórico, mas qual a diferença de um como, por exemplo, trazer a defesa do
eutanásia e do suicídio assistido. Destaca caso para o outro? São questões nas quais alívio imediato, do bem-estar do indiví-
ainda o professor Goldim: “A tradição devemos pensar com cautela antes de duo, do resgate da dignidade. A vida e a
hipocrática tem acarretado que os mé- formarmos uma opinião que, no futuro, morte recebem discursos convincentes
dicos e outros profissionais de saúde se possa trazer arrependimento e talvez, aí, com argumentos defendidos conforme
dediquem a proteger e preservar a Vida. seja tarde demais. a crença em valores éticos, científicos
Se a eutanásia for aceita como ato médi- e espirituais. O perigo está na forma
co, eles terão também a tarefa de causar Tempos modernos, ações de conduzir a opinião pública por um
a morte. A participação na eutanásia não racionais. bloco de defensores que estimulam o
somente alterará o objetivo da atenção No cotidiano é cada vez mais presen- sentimento da compaixão, inflamando
à saúde, como poderá influenciar, ne- te a racionalidade nas ações. O caráter a consciência, o que impossibilita o
gativamente, a confiança para com o positivo está na atribuição de responsa- indivíduo de pensar nas conseqüências
profissional, por parte dos pacientes. A bilidades individuais, já o negativo está da aprovação de uma lei como a da
Associação Mundial de Medicina, desde nas atitudes sempre mais racionais que regulamentação da eutanásia.
1987, na Declaração de Madrid, consi- geram o insolidarismo, a impessoalida-
dera a eutanásia como um procedimento de, o individualismo, a luta pelo bem- O poder do discurso
eticamente inadequado”. estar máximo. É nessa confusão de Costuma-se dizer em Política que
sentimentos racionais contraditórios quem vence não é a idéia, mas o dis-
Processo seletivo que está o debate da eutanásia. curso. Conhecedores dessa máxima, os
No início do século XX, espe- marqueteiros usam e abusam do poder
cialmente durante a Segunda Guerra “A tradição hipocrática tem das frases para fazer valer a intenção
Mundial, a História foi testemunha do acarretado que os médicos e contida nos entremeios de uma cam-
uso abusivo da força pelo do nazismo. panha. Isso é preocupante porque em
Cada obra literária ou cinematográfica outros profissionais de saúde nome de afirmativas, tais como “pela
lançada sobre o holocausto judeu sus- se dediquem a proteger e liberdade de escolha”, “pela defesa da
cita discussões intermináveis sobre o preservar a Vida. Se a eutanásia democracia”, muitos excessos podem
processo seletivo da raça pura usado for aceita como ato médico, ser cometidos. Talvez algo que soe como
pelos seguidores de Hitler (1889-1945). democrático pode, na verdade, ser muito
Esse período histórico coloca em xeque
eles terão também a tarefa de mais controlador.
o sentimento de humanidade e nos deixa causar a morte. (...) A Associação Michel Foucault, em Microfísica do
envergonhados com a prática de atos Mundial de Medicina, desde Poder, destaca que o corpo é o primeiro
tão violentos. Voltamos ao professor 1987, na Declaração de Madrid, passo para a dominação, e continua:
Goldim: “Na Europa, especialmente, “Minha hipótese é que com o capitalismo
considera a eutanásia como
muito se falou de eutanásia associando- não se deu a passagem de uma medicina
a com eugenia*1. Esta proposta buscava um procedimento eticamente coletiva para uma medicina privada, mas
justificar a eliminação de deficientes, inadequado.” justamente o contrário; que o capitalis-
pacientes terminais e portadores de do- mo, desenvolvendo-se em fins do século
enças consideradas indesejáveis. Nestes Existe uma teoria muito refutada XVIII e início do XIX, socializou um
casos, a eutanásia era, na realidade, um entre os críticos que é o “utilitarismo”. primeiro objeto que foi o corpo enquanto
instrumento de ‘higienização social’, Nele, um ato é correto se produz as me- força de produção, força de trabalho. O
com a finalidade de buscar a perfeição lhores conseqüências, ou seja, resultados controle da sociedade sobre os indivíduos
ou o aprimoramento de uma raça, nada para o bem-estar humano que sejam, não se opera simplesmente pela cons-
tendo a ver com compaixão, piedade pelo menos, tão bons quanto os de qual- ciência ou pela ideologia, mas começa no
ou direito para terminar com a própria quer alternativa (Dicionário do Pensa- corpo, com o corpo. Foi no biológico, no
vida”. mento Social do Século XX). Essa teoria somático, no corporal que, antes de tudo,
Para os defensores da eutanásia, essa é rejeitada justamente porque escancara investiu a sociedade capitalista. O corpo
prática é humanista, visto ser o fim de o hedonismo, isto é, a procura do prazer é uma realidade biopolítica. A medicina
um sofrimento indesejado. Porém, em individual, que somente se plenifica é uma estratégia biopolítica”. Na análise
que ela difere da experiência dos nazistas por meio de sua extensão para o maior de Foucault, o corpo possui valor na sua
durante a Segunda Guerra? número possível de pessoas (Dicionário relação direta com a força produtiva. Se
A distinção estaria, no primeiro caso, Houaiss). Aplicada ao utilitarismo, for- o olharmos somente por este prisma,
nesse procedimento em receber a leitura ma a dupla da realização do bem-estar estará sendo definido previamente quem
de abuso de poder e, no segundo, a de como finalidade última. merece ou não sobreviver.

60 Revista Boa Vontade


Lutar pela Democracia é lutar
pelo direito à vida. A questão
que deve estar em debate não é
quando decidir pelo término dela,
mas, sim, o estímulo de políticas
vida, fundamento da Boa Vontade, da e, mais: “A Vida não acaba com a morte
públicas de incentivo a ela. Há Esperança, da Ética, da Lei Universal e tem seu começo antes da concepção
um artigo do jornalista Paiva de Cidadania Ecumênica. carnal, porque o Espírito antecede o
Netto em que ele ressalta que “o corpo”. A conclusão de que o Espírito
desamor ameaça a todos com “Eutanásia do Planeta” antecede o corpo nos convida a pensar
destruição feroz” e, mais: “A Vida Tudo o que existe no Planeta é vida que há um planejamento com início e
— água, terra e ar. Em defesa desses fim para uma existência.
não acaba com a morte e tem recursos naturais nascem ONGs, A compaixão não pode gerar
seu começo antes da concepção fundações, cúpulas governamentais. atitudes que glorifiquem a morte. O
carnal, porque o Espírito antecede Mesmo assim, a qualidade de vida sofrimento de um é o de todos. Saber
o corpo”. A conclusão de que continua ameaçada pela ação inescru- sublimar a dor pode ser o primeiro
pulosa do homem. Um suicídio assis- passo para a solução do impasse criado
o Espírito antecede o corpo nos tido? Uma pré-eutanásia? Há muito o entre ética e alívio do padecimento. A
convida a pensar que há um que pensar no agir do Ser Humano. sociedade apresenta que o vencedor é
planejamento com início e fim “Desumanidade atrai desumanidade”, aquele sadio quanto ao corpo e bonito
para uma existência. e prossegue Paiva Netto: “o mundo quanto à estética. Por viver sob esse
vem construindo o seu Armagedom, padrão, deturpamos o sentimento,
Ao analisarmos o corpo, devemos tijolo a tijolo. Abyssum abyssus invo- os valores, a ética e passamos a nos
fazê-lo pelo prisma do Capital de Deus*2, cat: o abismo atrai o abismo, advertia encarar (mesmo olhando ao espelho e
produtivo, entretanto imensurável na o salmista. Não é à toa que cresce a vendo refletida a nossa imagem) como
relação de mercado, tornando-se um violência no mundo. Vejam o caso da se fôssemos outra pessoa e não aquela
bem espiritual. Tratando-o como célula eutanásia. A argumentação dos que a revelada. Essa exaltação pelo belo e
de manutenção da Sociedade Solidária defendem é plena de ‘caridade’ — ‘é pelo forte discrimina o outro, ou aquele
Altruística Ecumênica, as questões, mes- para livrar o doente (de preferência os que não se encaixa nesse padrão. Pode
mo consideradas impossíveis, passam a idosos) da dor, do sofrimento’. Mas o parecer uma argumentação fora de pro-
receber soluções. Escreve Paiva Netto que tem ao final? A barbaridade, como pósito ao assunto, mas se verificarmos
em Reflexões da Alma: “O organismo a que foi descoberta, daquelas quatro que ao desejar a eutanásia (mesmo sob
humano é a mais extraordinária máquina cruéis auxiliares de enfermagem da aspecto de forte sofrimento), estamos ne-
do mundo. Mesmo assim falha. Contu- Áustria. Muita gente jovem e adulta gando o próprio físico, verificaremos que
do, com Amor até os remédios passam às vezes esquece-se de que um dia é a não-aceitação desse mesmo corpo
a ter melhor resultado. Nossos Irmãos será idosa também... A Humanidade que torna o sofrimento insuportável.
que padecem com o vírus do HIV e precisa cada vez mais de humanidade, Paiva Netto declara que somente a
os que sofrem de outros males físicos, caso contrário, os homens continuarão reeducação do Ser Humano pela consci-
mentais ou espirituais, precisam, em promovendo, com sua ação suicida, a ência ético-espiritual permitirá entender
primeiro lugar, de Amor Fraterno, aliado eutanásia do Planeta, isto é, a morte dos que mesmo algo se apresentando como
ao socorro médico devido. Se a pessoa rios, das florestas, porque a morte dos insolúvel consegue, pela vivência em
se sentir humanamente amparada, criará seres vegetais e irracionais é também Sociedade Solidária Altruística Ecumê-
uma espécie de resistência interior muito um suicídio dos seres racionais. nica, encontrar solução sob as vibrações
forte, que a auxiliará na recuperação ou do Amor, que ele chama de A Estratégia
na tolerância diante da dor”. Democracia é sinônimo de de Deus.
O Dr. Osvaldo Hely Moreira men- Vida *1Eugenia — O estudo dos agentes sob o con-
cionou que muito sofrimento poderia Lutar pela Democracia é lutar pelo trole social que podem melhorar ou empobrecer as
ser evitado se a abordagem médica direito à vida. A questão que deve estar qualidades raciais das futuras gerações, seja física ou
fosse conduzida de forma diferenciada. em debate não é quando decidir pelo mentalmente.
Paiva Netto mostra-nos exatamente a término da vida, mas, sim, o estímulo *2 Capital de Deus — Tese do jornalista Paiva Netto
chave para tratar do médico-pacien- em que o cidadão integral, ou seja, corpo e Espírito, é o
de políticas públicas de incentivo a ela.
centro da Economia, da Filosofia, da Política, da Religião,
te-família: o Amor. Não um amor Há um artigo do jornalista Paiva Netto da Ciência, da Cultura enfim, de todo o ramo do saber
nascido do sentimento de pena, mas o em que ele ressalta que “o desamor material-espiritual, tornando o seu Espírito eterno a
Amor Fraterno, gerador de respeito à ameaça a todos com destruição feroz” chave para a solução dos problemas dos povos.

Revista Boa Vontade 61


Pedagogia do Cidadão Ecumênico

Essência da Pedagogia do Afeto __________________________


Equipe de Estudos Ecumênicos

D
ando seqüência ao Quarto vos uns aos outros como Eu vos amei. E a Pedagogia do Cidadão Ecumê-
Princípio da Pedagogia do Somente assim podereis ser reconheci- nico tem por essência o Novo Man-
Cidadão Ecumênico (PCE), dos como meus discípulos, se tiverdes damento de Jesus: Amai-vos uns aos
criada por Paiva Netto, ini- o mesmo Amor uns pelos outros. Não outros como Eu vos amei. A prática
ciado na edição nº 206 da revista BOA há maior amor do que este: dar a sua deste Mandamento é o próprio Ecume-
VONTADE, surge a questão: própria vida pelos seus amigos. (...) nismo em marcha: Se alguém disser:
Porquanto, da mesma forma que o Pai Amo a Deus!”, e odiar a seu Irmão, é
Mas por que o Novo Mandamento me amou, Eu também vos tenho amado. mentiroso; pois aquele que não ama a
é fundamental para a Pedagogia do Ci- Permanecei no meu Amor. seu Irmão, a quem vê, não pode amar
dadão Ecumênico? Porque ele próprio Conforme esclarece Paiva Netto, a Deus, a quem não vê. Ora, temos,
é o estado de consciência ecumênica, este ensinamento, enunciado e vivido da parte Dele, este mandamento: que
ou seja, a capacidade de dedicar-se por Jesus, é a Lei de Solidariedade aquele que ama a Deus ame também a
até mesmo àqueles que se consideram Universal que orienta a vida no Cosmo seu Irmão (Primeira Epístola de João,
nossos inimigos. Assim, aprendemos, e nos permite organizar e envidar esfor- 4:20 e 21).
sem conivência com o erro, a conviver ços para a edificação de uma Sociedade Os quatro princípios gerais da Pe-
e, amando, a edificar a Paz. Solidária Altruística Ecumênica. Por dagogia do Cidadão Ecumênico foram
“O Novo Mandamento de Jesus é isso, a sua vivência é, em si mesma, a extraídos dos conceitos desenvolvidos
a essência da Pedagogia de Deus, da cidadania ecumênica, fruto da Pedago- por seu criador em diversos artigos e
qual emana a PCE”, diz Paiva Netto. gia do Afeto proposta pelas Instituições na sua ação permanente como educa-
Não há nada mais pedagógico que o da Boa Vontade. dor, comunicador e homem público.
Amor Fraterno, pois este, sim, vence Procuramos demonstrar o sig-
qualquer barreira e dificuldade. O Cristo, Resumo do Quarto Princípio nificativo avanço que representam
que é ecumênico por excelência, veio A Educação Ecumênica objetiva o Ecumenismo Irrestrito e Total, a
pessoalmente há dois mil anos nos en- o aperfeiçoamento do Ser Humano, a Educação do Espírito eterno, a Cida-
sinar e exemplificar isso, conforme está caminho da evolução. Sua finalidade dania Ecumênica e o Amai-vos uns
registrado no Seu Evangelho, segundo é a realização do indivíduo integrado aos outros como Eu vos amei para a
João, 13:34 e 35, 15:12, 13 e 17: em seu mundo social e em Deus, que Educação e a Reeducação Geral, com
Novo Mandamento vos dou: Amai- é Amor. Espiritualidade.

Alunos realizam atividade recreativa na ampla praça do


Instituto de Educação da LBV, na capital paulista, que atende,
diariamente, mais de mil jovens e crianças.

62 Revista Boa Vontade