Sunteți pe pagina 1din 22

Apresenta

A Rede

Novela de:

Evana Ribeiro

CAPÍTULO 33

Obra licenciada pela Creative Commons Brasil. Você pode copiar,


distribuir, exibir e executar; sob as seguintes condições:
1- Atribuição: você deve dar crédito ao autor original, da forma
especificada pelo autor ou licenciante;
2- Uso não comercial: você não pode utilizar esta obra com
finalidades comerciais;
3- Você não pode alterar, transformar ou criar uma obra com base
nesta.
http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/2.5/br/
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 2

CENA 01 – PAÇO ALFÂNDEGA – INT – TARDE


Continuação da cena final do capítulo anterior. Teresa
e Mick continuam se beijando por mais um tempo, e se
afastam, meio sem fôlego, e ficam se olhando.

MICK – Ontem mesmo a minha mãe tava dizendo que


você devia ser invisível...

TERESA – Então, segundo ela, você acabou de


beijar o ar!

MICK – Por que você andou tão sumida, hein?

TERESA – Você não viu lá os jornais? Eu e a


Felícia fomos vítimas de um doido que eu não vou
nem dizer o nome, mas matou a minha melhor amiga.
Você não soube?

MICK – Não, essa parte do jornal eu não li.

TERESA – Devia imaginar que você só ler a parte


de esportes e a da televisão. (pausa) Aí depois
do que aconteceu comigo e o outro lá, fiquei com
medo de todo mundo, inclusive de você! Só que
depois eu comecei a sentir falta dos nossos
papos, aí...

MICK – Eu continuo no segundo lugar da sua


listinha?

TERESA – Acabou de ser promovido a primeiro.


(pausa) A gente tem tanta coisa pra conversar,
né?
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 3

MICK – É verdade. Você não ficou chateada porque


eu tava namorando a Elissa, né?

TERESA – Não fiquei chateada não... Eu só queria


matar vocês dois! Principalmente você.

MICK – Eu tava meio abusado, achei que você não


queria mais saber de mim, e que a gente nunca ia
se ver, aí resolvi dar uma chance pra ela. Um
porre...

TERESA – Tá bom, já chega de falar dessas coisas


chatas, desse povo chato...

MICK – Então fala dos teus desenhos.

TERESA – Tá indo... Idéias eu tenho aos montes,


mas de que adianta ter milhões de idéias
fantásticas se ninguém presta atenção no seu
trabalho? De que adianta ser sensacional e
talentosa sem dinheiro?

MICK – Se humildade valesse dinheiro, tu já


estaria milionária!

Eles riem e continuam conversando, fora de áudio. Sobe


Só chamar – Pedro Mariano.

CORTA PARA

CENA 02
Tomada do trânsito de Recife.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 4

CORTA PARA

CENA 03 – MOTEL/QUARTO – INT – TARDE


Mick e Teresa estão no quarto, se beijando e se
agarrando torridamente, um arrancando a roupa do outro,
etc. Mas não devem ser mostrados detalhes da ação nem dos
corpos, tudo deve ser bem sutil. Toda a seqüência deve
ocorrer ao som da música Só chamar – Pedro Mariano. Sem
falas, até mostrar o casal, cansado, sobre a cama,
enrolados em lençóis. Teresa está com a cabeça encostada no
peito dele e ambos estão muito sérios, até que ele começa a
rir.

TERESA – Ei, tá rindo do quê, hein, palhaço?

MICK (sem conseguir parar de rir) – É que a essa


hora eu devia ter te apresentado a minha mãe!

TERESA – Bom, vir pra cá foi mais divertido que


chá com bolinhos com a sogra!

Ela também ri. Depois ambos ficam sérios.

TERESA – Sabe, quando eu ainda tava lá em Nova


York, eu tava pensando que já tinha chegado a
hora de ter um compromisso sério. Sei lá, com
vinte e oito anos já tá bom da pessoa casar, né?

MICK – Tá querendo ter filhos antes dos trinta,


é?

TERESA – Não, já tenho três filhas lindas, fofas,


bem educadas... E olhe que nem precisei parir.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 5

MICK – Então pra que casar?

TERESA – Porque eu acho que seria legal morar


junto com alguém, dormir junto, fazer bagunça
junto, enfim... E nem precisa fazer festão, basta
ter as trouxas pra juntar e um lugar pra colocar
as trouxas e já tá bom.

MICK – Tá me pedindo em casamento, é, mocinha?

TERESA – Bom... Depois a gente conversa sobre


isso, tá?

Teresa e Mick se beijam.

CORTA PARA

CENA 04 – AP. DE WALTER/VARANDA – INT – TARDE


Walter está sozinho, olhando o movimento na rua,
pensativo e um pouco triste. Sonoplastia: Pode ser – Pedro
Mariano.
Insert em uma cena de um dos capítulos anteriores: o
quase beijo de Felícia e Walter na feira de decoração.
Corta para o beijo deles no apartamento de Catarina.
Em seguida, corta para a última cena do capítulo 31:
Felícia sendo beijada por Mick.
Volta a realidade. Walter acena negativamente com a
cabeça, desanimado.

WALTER – Caramba... Eu podia jurar que ela


gostava de mim! (pausa) Enfim... Esquece.

Ele continua olhando pela janela.


TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 6

CORTA PARA

CENA 05 – ANTIQUÁRIO – INT – TARDE


Danilo despacha uma freguesa acompanhada por um homem
(não fica claro se é marido, ou parente), que sai da loja
com dois vasos de porcelana. Depois que a cliente vai
embora, ele fica sozinho, também pensativo.

DANILO – E eu, inocente, pensando que aquela


Felícia não fosse dessas que sai se agarrando com
outros por aí, pelos botecos da vida! (pausa)
Bom, pelo menos agora não tenho mais que disputar
ninguém com o Walter de novo... Caminho livre pra
mim!

Danilo ri. Sonoplastia: Sujeito de sorte – Belchior.

CORTA PARA

CENA 06 – AP. DE GEYSA/QUARTO DE GEYSA – INT – TARDE


Geysa está pronta para sair. Procura a câmera digital
em sua bolsa e logo o encontra.

GEYSA (ligando o aparelho) – Deixa eu ver aqui se


tá tudo em ordem com a bateria... Aproveito e
apago de uma vez aquelas fotos e... (Geysa fica
por um instante em silêncio, chocada) E as fotos?

Corta rápido para Geysa, agora falando ao celular com


o dono da câmera.

GEYSA (tel) – Cara, tem certeza que você não


tinha apagado essas fotos antes? (pausa) Pois
aqui elas não estão. Não tem nada! (pausa) Bem,
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 7

se não tá aqui, não há mais nada a ser feito, né?


Acabou-se o problema! Vou nessa, beijos.

Geysa desliga o celular e o guarda em sua bolsa.

GEYSA – Pronto, agora vamos lá praquela festinha


porre... (vai se dirigindo para a porta) Mãe, já
tô pronta!

CORTA PARA

CENA 07
Tomada da Flughafen Wien [aeroporto da cidade de
Viena, Áustria]. Sonoplastia: Naked eye – Luscious Jackson.
[a música continua nas cenas 08 e 09]

CORTA PARA

CENA 08 – FLUGHAFEN WIEN/HALL – INT – NOITE


Julia atravessa o hall rumo a saída. Está feliz.

JULIA – Mais uns dias aqui e depois é só ir


direto pro Brasil! (pausa) As meninas mal vão
acreditar na surpresa...

Julia continua caminhando até parar em uma cafeteria.

CORTA PARA

CENA 09
Seqüência de tomadas aéreas apresentando a cidade de
Viena. Encerrar mostrando uma casa de médio porte,
localizada em uma área um pouco mais isolada.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 8

CORTA PARA

CENA 09 – CASA DE BRADLEY/BIBLIOTECA – INT – NOITE


Bradley está sozinho, sentado em uma poltrona, lendo
um livro qualquer. Lady Kelly vai entrando sem se fazer
anunciar antes e fazendo barulho enquanto vai tirando seu
‘disfarce’, que consiste de chapéu, lenços, óculos escuros,
luvas. Bradley interrompe a leitura sobressaltado.

BRADLEY (bravo) – Wie ist das... Lady Kelly?

LADY KELLY (sorrindo) – Não precisa ficar


nervosinho, meu querido... Não é nenhuma
assombração, sou eu mesma!

BRADLEY – E como entrou aqui sem se fazer


anunciar? Eu nunca recebo visitas sem que elas
passem por uma triagem.

LADY KELLY – Acontece que senhoras da minha idade


têm passe livre em qualquer lugar. Até para
visitar bandidos em regime de prisão domiciliar.

BRADLEY – E o que veio fazer em Viena?

LADY KELLY – Estou no encalço de uma mulher


chamada Julia.

BRADLEY – Julia o quê?

LADY KELLY – Aí está o problema, não sei o


sobrenome.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 9

BRADLEY – Começou muito bem. (pausa) Uma figura


com a sua experiência de vida, dando uma mancada
dessas!

LADY KELLY – Mas sei exatamente como ela é e


estou aqui porque ela também está aqui. E vim
aqui pra pedir a sua ajuda para capturar a
‘senhorinha’...

BRADLEY – Bom, fica meio complicado pra mim do


jeito que...

LADY KELLY (interrompe) – Mas nem vai precisar se


mexer! É só me ajudar a conseguir informações
sobre a criatura, e de resto eu me viro.

BRADLEY – Tudo bem, farei o que puder. (pausa)


Mas me diga, pra que você quer essa mulher?

LADY KELLY – Nada demais... Acontece que ela


cruzou o meu caminho e atrapalhou a minha vida!
Por culpa dela fui parar num hospício e Deus sabe
quanto tempo eu fiquei lá, presa... Quero apenas
me vingar dessa Julia.

BRADLEY – Ah, sim...

LADY KELLY (com ódio na voz) – E quero acabar com


isso logo!

Ela começa a torcer as luvas, com muito ódio.

CORTA PARA
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 10

CENA 10
Tomada de Recife à noite. Sonoplastia: Devil’s got a
new disguise – Aerosmith.

CORTA PARA

CENA 11 – RECIFE/RUA – EXT – NOITE


Uma van estaciona na frente de um prédio de pequeno
porte (apenas dois andares), bastante descuidado, com
sinais de mofo, pintura descascada e alguns cartazes
anunciando shows antigos (todos com algum rasgo). Do
veículo descem Ed, Célia e Felipe. O garoto olha para o
prédio de cima a baixo.

FELIPE – É aqui que a gente vai ficar?

ED – Eu sei que a fachada dá uma má impressão


danada, mas nós vamos ficar por aqui por pouco
tempo, garanto. E por dentro nem é tão feio
assim... Pelo menos foi isso que meu amigo me
garantiu.

CÉLIA – Tudo bem. E quando meu menino vai fazer


esse tal teste pra televisão?

ED – Amanhã mesmo. Mas vamos deixar pra falar


disso depois, tá certo? Estamos todos muito
cansados, não é verdade?

CÉLIA – Ah, isso é mesmo...

ED – Então vamos subindo.

Ed vai entrando. Célia e Felipe o seguem.


TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 11

CORTA PARA

CENA 12 – CASA DE EMÍLIO/TERRAÇO – INT – NOITE


Mick e Teresa entram de mãos dadas. Ela sorri,
nervosa.

TERESA – Será que eles vão gostar de mim?

MICK – Claro que vão. Não precisa ficar com medo,


não.

TERESA – Bom, na verdade não tô com medo nem do


seu pai, nem das suas irmãs. Tô com medo é da sua
mãe!

Mick abre a porta e entra, puxando Teresa pela mão.


Corta para a sala, onde está apenas Minerva. Ela olha
para o casal.

MINERVA (indo até eles) – Ah... Então é você a


famosíssima Teresa!

TERESA – E você é a... Como é o nome dessa tua


irmã mesmo, Mick?

MINERVA – Eu sou a Minerva.

MICK – Também conhecida como dona do Minerva.net


e atual queridinha da Bubble Inc.

TERESA – Sério? Você trabalha mesmo naquela


empresa famosérrima, daquela alemã com cara de
entojadinha?
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 12

MINERVA – É... Assinei contrato um dia desses.

TERESA – Nossa, que garota sortuda que você é!


Quisera eu ter uma estrela na minha testa e um
dia alguém resolver publicar as histórias do
Sharp em forma de revistinha... Enfim, não se
pode ter tudo na vida!

MINERVA – Vou chamar o pessoal lá em cima pra te


ver, tá?

TERESA – Sim senhora...

Minerva sobe as escadas. Teresa e Mick sentam juntos


em um sofá de dois lugares. Instantes depois, chega Minerva
com Amélia e Miranda.

MINERVA – Pronto, aqui estão elas. Papai e


Michelle tão no trampo, mas depois você fala com
eles...

MICK – Até porque agora a senhorita e suas


filhinhas vão freqüentar muito essa casa a partir
de hoje.

AMÉLIA (assustada) – Filhinhas?

TERESA – Calma, dona Amélia, eu explico tudo...

Teresa continua falando, sem áudio. Sonoplastia: Além


da razão – Rádio de Outono.

CORTA PARA
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 13

CENA 13 – AP. DE HELENA/VARANDA – INT – NOITE


Helena está sentada, olhando as fotos de Walter com
Felícia na cama, agora em seu laptop. Ela sorri, irônica,
pega seu celular e começa a procurar o número de Walter.

HELENA – Ah, mas a Beth ia adorar ver essa


ceninha romântica... E eu vou adorar ver essa
droga desse casamento ir pro beleléu e parar de
empatar minha vida!

Helena leva o telefone ao ouvido e aguarda.

CORTA PARA

CENA 14 – AP. DE WALTER/SALA – INT – NOITE


Beth está sozinha na sala, vendo uma novela. O celular
de Walter está sobre a mesinha de centro, e começa a tocar.
Ela pega o aparelho, vê o nome de Helena e atende.

BETH (tel) – Alô.

Beth fica em silêncio e depois coloca o aparelho no


lugar onde estava.

BETH – Ô mulherzinha implicante... Aposto como


ela tá querendo melar a minha alegria, mas não
vai conseguir não. Ah, não vai mesmo!

WALTER (entrando) – Meu celular tocou?

BETH – Foi... Mas era engano.

WALTER – Ah, tá...


TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 14

Ele senta em um outro sofá, longe de Beth.

CORTA PARA

CENA 15 – RUA – EXT – NOITE


Cecília e Gustavo caminham de mãos dadas pela calçada.

CECÍLIA – E como tão as coisas lá no seu


trabalho?

GUSTAVO – Tudo bem. Até agora não fiz nenhuma


besteira.

CECÍLIA (rindo) – Pelo menos seus pais não tão


mais pegando tanto assim no nosso pé, né?

GUSTAVO – É verdade. Pra eles pararem de uma vez,


só quando você desistir desse negócio de morar lá
em casa.

CECÍLIA – Eu já pensei diretinho nisso. Vou


voltar pra minha casa, ficar com a minha mãe.

GUSTAVO – Ah, bom... Sua mãe pode cuidar melhor


de você.

CECÍLIA – E vou ao médico semana que vem pra ver


se eu posso fazer alguma atividade física...
Falei hoje com a Anuska e fiquei com muita
vontade de fazer as aulas de dança também.

Eles continuam a conversa. Sonoplastia: Longe aqui –


Jay Vaquer.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 15

CORTA PARA

CENA 16
Tomada do prédio de Catarina.

CORTA PARA

CENA 17 – RUA – EXT – NOITE


Mick estaciona seu carro na frente do prédio. Ele e
Teresa descem.

MICK – Prontinho, está entregue.

TERESA – Esse foi o dia mais feliz de toda a


minha vida, sabia?

MICK – Sabia.

TERESA – E depois eu sou a humilde aqui, né?

MICK (rindo) – Nós dois somos muito humildes...


Por isso a gente se gosta tanto.

Eles se beijam.

TERESA – Agora é hora da Cinderela aboborar.

MICK – Já?

TERESA – Já.

MICK – Então corra e perca um sapato pra eu


devolver amanhã.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 16

Eles se beijam de novo e ela vai entrando no prédio.

MICK – Tetê!

TERESA (olha para trás) – Que foi?

MICK – Pergunta pra Felícia se ela me desculpa!

TERESA – Fica frio!

Teresa joga um beijo para Mick, que faz o mesmo. Em


seguida, ela entra de uma vez no prédio.

CORTA PARA

CENA 18 – AP. DE CATARINA/SALA – INT – NOITE


As garotas, estão na sala vendo um filme qualquer.
Teresa entra, com um sorriso de orelha a orelha.

TERESA – Ótima noite pra vocês, moças!

JOYCE – Nossa, que animação!

TERESA – Acabei de ter a melhor tarde e a melhor


noite da minha vida! Preciso contar tudo pra
vocês! (se joga no colo de Felícia) Conheci a
família dele quase toda, ficou faltando o pai e
uma irmã. Pessoal bem simpático, sabe? E antes
disso a gente...

Teresa percebe a presença das crianças na sala.

CATARINA – Vocês o quê?


TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 17

TERESA – A gente tomou sorvete e...

CATARINA – Tá, tá bom, não precisa explicar mais


nada, já entendemos.

TERESA – E vocês duas aí, tavam me esperando pra


ir dormir, é?

OLGA – Não, é que o filme tava bom mesmo.

TERESA – Sei... Vão as duas tomar banho que já,


já eu falo com vocês. (abraça Felícia) E a
senhora, tá melhor?

FELÍCIA – Tô sim. Eu vou é apostar em um cara


livre e desimpedido... Só não garanto que seja o
Danilo.

TERESA – Tudo bem... O importante é você ficar


bem e feliz.

FELÍCIA – Mas antes me explica um negócio...

TERESA – Pergunte.

FELÍCIA – Uma vez você comentou que queria muito


que a Helena e o Walter ficassem juntos. Por que
você torceu o nariz quando eu me interessei por
ele?

TERESA – Bom... Eu sempre achei que Helena fosse


o par ideal pro meu irmão, isso é coisa que não
se explica.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 18

JOYCE – E só nos teus sonhos mesmo que aqueles


dois iam se juntar, Teresa... Nunca ia prestar na
realidade.

TERESA – É. E mesmo que fosse dar certo, acho que


ele nunca vai largar a Beth. Ela pode ser o que
for, mas acho que eles vão ficar juntos pra
sempre mesmo. Enfim... Vou atrás das mocinhas e
dar o beijo de boa noite na Irina. E boa noite
pra vocês também!

Teresa joga um beijo para as amigas.

CORTA PARA

CENA 19 – AP. DE CATARINA/QUARTO DAS CRIANÇAS – INT – NOITE


Sonoplastia: Stepj, da stepj krugom – Natalia Bannova.
Teresa entra no quarto e logo vai dar uma olhada no
berço. Irina dorme tranqüilamente. Teresa sorri enquanto
olha para ela.

TERESA – Nossa, como você tá crescendo, hein?

MARIA – Falando sozinha, é, Tetê?

TERESA – Não, tava aqui trocando uma idéia com a


irmãzinha de vocês. Pena que ela ainda não pode
fazer o mesmo, mas...

OLGA – Você conheceu mesmo o carinha da Internet?

TERESA – Conheci. Conheci ele, a mãe, as irmãs...


E ele quer conhecer vocês também.
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 19

MARIA – Então quer dizer que ele é legal.

TERESA – É sim, podem ficar tranqüilas.

MARIA – E agora ele é seu namorado de verdade,


certo?

TERESA – Exatamente! Agora vamos deixar de papo e


vão dormir, as duas.

OLGA – Sim, senhora.

MARIA – Boa noite.

Teresa beija as meninas, que vão para suas camas.


Teresa apaga a luz.

OLGA – E você não vai dormir?

TERESA – Daqui a pouquinho! Antes eu tenho que


aproveitar a inspiração e ir desenhar. Sonhem com
Aliena!

Teresa sai do quarto e fecha a porta.

CORTA PARA

CENA 20 – AP. DE CATARINA/QUARTO – INT – NOITE


Teresa está sozinha, com lápis e um grande caderno de
desenho no colo. Está muito concentrada, desenhando.
Sonoplastia: Sharpshooter – Whitford St. Holmes.
Corta para mostrar os desenhos que vão se formando no
papel. Neles, Sharpshooter aparece sem sua máscara,
TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 20

revelando seu rosto que é idêntico ao de Mick. Volta a


mostrar Teresa, que sorri ao ver o desenho pronto.

CORTA PARA

CENA 21 – AP. DE CATARINA/VARANDA – INT – NOITE


Felícia está sozinha, com o laptop no colo,
escrevendo. De vez em quando pára e olha para a rua
iluminada, depois volta a escrever, com ar melancólico.
Sonoplastia: Feminina – Joyce.

CORTA PARA

CENA 22
Tomada do prédio de Walter.

CORTA PARA

CENA 23 – AP. DE WALTER/SALA – INT – NOITE


Walter, agora sozinho, desliga a televisão e pega seu
celular sobre a mesa de centro. Quando vai desligá-lo, ele
toca. É Helena outra vez.

WALTER (atende) – Oi.

HELENA (off) – Amore... Você e a Hoffnagel foram


muito ligeirinhos, não?

WALTER – Helena, vai dormir.

HELENA (off) – Achei que você fosse fiel a


mulherzinha!

WALTER – Boa noite pra você também.


TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 21

Walter desliga o telefone e vai para o quarto.

CORTA PARA

CENA 24
Tomada de Recife. Transição noite-dia. Sonoplastia:
Bota de sete léguas – Joyce.

CORTA PARA

CENA 25 – RUA – EXT – DIA


Walter caminha pela rua, com roupa esportiva e óculos
escuros. Helena o persegue e logo está andando ao lado
dele.

HELENA – Não foi nada delicado desligar na minha


cara ontem à noite.

WALTER – Quem mandou ligar quando eu estava indo


dormir?

HELENA – Se fosse a Felícia, com certeza você


atendia, não é, seu safado?

WALTER – Do que você tá falando?

HELENA – De você e da Felícia. Eu vi as fotos de


vocês dois juntinhos, no maior amor...
Deitadinhos numa cama, que romântico!

Walter encara Helena, incrédulo.


TV DESTINO . A REDE . CAPITULO 33 22

HELENA – Não se faz de desentendido não! As fotos


estão lá...

WALTER – Isso é outro boato daquele...

HELENA (corta) – Não, meu bem. Essas fotos só eu


tenho, mas elas podem vazar... E a primeira que
vai ver é a sua mulher!

WALTER – Helena, pára. Essa perseguição idiota já


cansou! Já cansou!

HELENA – Mas eu não vou sossegar enquanto não


tiver você pra mim! Isso já devia ter acontecido
há muito tempo, mas sempre vem uma e me dá uma
rasteira. Primeiro a Beth e agora a Felícia?

Walter fica calado.

HELENA – Não adianta inventar mentira não, as


fotos que eu tenho mostram direitinho que você
traiu sua mulher com a Hoffnagel sim. E eu vou
fazer essas fotos chegarem nas mãos da sua
mulherzinha e derrubar de vez teu casamento mal
das pernas. A não ser que...

WALTER (bravo) – A não ser que o quê?

HELENA – A não ser que você chifre a sua mulher


de novo, só que dessa vez vai ser comigo.

Helena encara Walter, muito séria. Ele também a olha,


perplexo.
FIM DO CAPITULO 33

Interese conexe