Sunteți pe pagina 1din 15

Ministério da Saúde

Agência Nacional de Vigilância Sanitária


Gerência-Geral de Cosméticos

Regulamentação e Implantação da
Cosmetovigilância no Brasil

Brasília, 27 de julho de 2006


Tassiana Fronza
Gerência Geral de Cosméticos

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

MISSÃO DA ANVISA

"Proteger e promover a saúde da população


garantindo a segurança sanitária de produtos e
serviços e participando da construção de seu
acesso."

Lei nº 9.782, de 26 de janeiro de 1999

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

1
MARCO LEGAL

• Lei 6360/76 - Lei da Vigilância Sanitária

• Decreto 79094/76 - Regulamenta a Lei


6360/76

• Lei 9782/99 – Lei que cria a ANVISA Agência


Nacional de Vigilância Sanitária

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

ASPECTOS GERAIS DOS PRODUTOS


COSMÉTICOS
1. Regulamentação – Legislação Geral e
Específica
2. Definição de Cosméticos –
Características/abrangência
3. Classificação
4. Segurança e Eficácia

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

2
ASPECTOS GERAIS DAS
EMPRESAS

1. Autorização de Funcionamento
2. Licença junto a VISA Local
3. Boas Práticas de Fabricação

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

VIGILÂNCIA SANITÁRIA DE
COSMÉTICOS
REGULARIZAÇÃO
-AUTORIZAÇÃO (AFE)
-REGISTRO / NOTIFICAÇÃO

REGULAMENTAÇÃO INFORMAÇÃO INSPEÇÃO AOS


(Legislação) CONHECIMENTO ESTABELECIMENTOS
CAPACITAÇÃO

MONITORAMENTO E
CONTROLE DE
PRODUTOS NO MERCADO

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

3
SISTEMA DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA

3 Esferas de Governo:
- Federal
- Estadual
- Municipal

Lei nº 8080/90 - SUS

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

DEFINIÇÃO DE COSMÉTICOS
Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e Perfumes, são
preparações constituídas por substâncias naturais ou
sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo
humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos
genitais externos, dentes e membranas mucosas da
cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de
limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou
corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los
em bom estado.
RDC 211/2005 – Anexo 1
Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

4
DEFINIÇÃO DE COSMÉTICOS
CARACTERÍSTICAS

FINALIDADE ÁREA DE APLICAÇÃO/USO

• Limpar • Pele
• Perfumar • Sistema capilar
• Alterar aparência • Lábios
• Corrigir odores corporais • Mucosa da cavidade oral
• Proteger/manter bom estado • Dentes
• Unhas
• Órgãos genitais externos

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

CLASSIFICAÇÃO DE COSMÉTICOS

Por Classe de Produto:


1. Produtos de Higiene Pessoal
2. Perfumes
3. Cosméticos
4. Produtos Infantis

Dec 79094/77 – Arts. 49 e 50

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

5
CLASSIFICAÇÃO DE COSMÉTICOS

Pelo Risco Sanitário:

Produtos de Grau 1

Produtos de Grau 2

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

Regulamentação Específica de Cosméticos

Legislação Legislação
Anterior Vigente
Registro de RDC 79/00 RDC 211/05
Produtos de Grau 2
Notificação de RDC 335/99 RDC 343/05
Produtos de Grau 1
Cosmetovigilância RDC 332/05
Dentre outras

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

6
RESOLUÇÃO Nº 211/05
Procedimentos para Registro de Produtos
Definição e classificação de Produto Cosmético
Definição de Produto Grau 1 e Grau 2
Normas de rotulagem (geral e específica):
● Adoção da nomenclatura INCI
Requisitos Técnicos para Produtos:
● Documentos a serem encaminhados para a
ANVISA e Documentos que ficam na empresa
Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

RESOLUÇÃO 343/05
NOTIFICAÇÃO DE PRODUTOS DE GRAU 1

• Notificação Totalmente On Line

• Toda documentação fica na empresa

• Prevê as alterações de notificação

• Prevê a renovação de notificação

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

7
RESOLUÇÃO 343/05

• Rastreabilidade do produto - Código de barras


• Controle Sanitário - monitoramento de
produtos no mercado
• Auditorias dos Dossiês
• Monitoramento de Produtos
• Maior responsabilidade às empresas

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

RESOLUÇÃO 343/05
ROTULAGEM
Número Identificador (Código de Barras).
Resolução Anvisa nº. ____/05.
Número de Autorização de Funcionamento na
Anvisa.
☺ Seguir as Normas de Rotulagem Obrigatória
e Específica, conforme legislação vigente.

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

8
RESOLUÇÃO 332/05

Obrigatoriedade de Implementação pelas


empresas fabricantes / importadoras
responsáveis Mercosul de um sistema de
Cosmetovigilância a partir de 31 de
dezembro de 2005.

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

SISTEMA DE COSMETOVIGILÂNCIA
RDC Nº 332/05

Registro dos relatos de ocorrências de


eventos adversos/avaliação

Registro das medidas adotadas

Notificação à ANVISA

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

9
IMPORTÂNCIA DA IMPLANTAÇÃO DA
COSMETOVIGILÂNCIA

• Livre acesso aos produtos cosméticos

• Uso cada vez mais precoce

• Grande nº de produtos utilizados ao mesmo


tempo

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

IMPORTÂNCIA DA COSMETOVIGILÂNCIA
Conhecimento dos riscos associados
ao uso dos produtos cosméticos

Ações de caráter preventivo e corretivo


por parte das autoridades sanitárias

PROTEÇÃO DA SAÚDE DA POPULAÇÃO


Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

10
IMPORTÂNCIA DA
COSMETOVIGILÂNCIA

• Facilitar a comunicação por parte dos


usuários sobre problemas decorrentes do uso,
defeitos de qualidade ou efeitos indesejáveis

• Verificar o cumprimento da legislação


(proibição de substâncias, rotulagem, etc)

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

IMPORTÂNCIA DA
COSMETOVIGILÂNCIA

• Identificação do risco envolvido no uso e


consumo dos produtos

• Dinamismo no controle sanitário


(retroalimentação do sistema)
Maior integração: Regulamentação,
Investigação e Inspeção

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

11
SISTEMA COSMETOVIGILÂNCIA
NO BRASIL

• Avaliar a probabilidade de a ocorrência relatada


haver de fato ocorrido e estar relacionada ao uso
do produto, utilizando critérios bem definidos e
documentados;

• Prestar assistência ao consumidor quando existe


grande probabilidade de ocorrência indesejável
relacionada ao uso do produto;

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

SISTEMA COSMETOVIGILÂNCIA
NO BRASIL

• Definir planos de ações corretivas quando


apropriado;

• Incluir informações atualizadas e comprovadas


na Documentação Técnica de cada produto;

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

12
SISTEMA COSMETOVIGILÂNCIA
NA ANVISA

• Documentar, investigar e avaliar cada relato


de ocorrência indesejável;

• Assegurar a confidencialidade dos dados de


caráter pessoal e profissional;

• Sistematizar as informações dos relatos;

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

ESTRUTURA ATUAL NA ANVISA

NUVIG
• QT (Queixa Técnica) – GGIMP

• EA (Evento Adverso) – GGCOS

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

13
SISTEMA COSMETOVIGILÂNCIA
NA ANVISA
Criação de sistema de notificações de eventos
adversos e queixas técnicas relacionadas ao uso
de Produtos de Higiene Pessoal, Cosméticos e
Perfumes (em desenvolvimento):

• Cidadão
• Profissional da saúde
• Instituição cadastrada

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

SISTEMA COSMETOVIGILÂNCIA
NA ANVISA
• Coordenar, divulgar e fomentar as ações de
Cosmetovigilância
• Buscar pactuação e apoio para as ações de
Cosmetovigilância
• VISAs Estaduais e Municipais,
• Laboratórios Oficiais,
• Instituições de Saúde,
• Instituições de Ensino.
Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

14
SISTEMA COSMETOVIGILÂNCIA
NA ANVISA

Construção e gerenciamento de um banco de


dados relacionados a produtos cosméticos,
suas matérias-primas, ocorrência de eventos
adversos e segurança de uso.

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

cosmeticos@anvisa.gov.br
Telefone: 61-3448.1187
Fax: 61-3448.1392
Obrigada

Gerência-Geral de Cosméticos

Agência Nacional
de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br

15