Sunteți pe pagina 1din 12

Grupo:

Formador: Catarina Braga


Rogério Gaspar Maria Eduarda Carreiro
Milene Medeiros
Natércia Ventura
Silvina Silva
Na UFCD de Comércio Evolução, Modelos Organizacionais,
de 25 horas leccionada pelo formador Rogério Gaspar, foi
nos proposto um trabalho de grupo.

Após a leitura de alguns documentos, fornecidos pelo


formador elaboramos o trabalho que consiste em identificar
as características, as vantagens e as desvantagens do
comércio independente e do agrupamento de compras. Por
ultimo demos alguns exemplos destas duas formas de
comércio.
(Comércio Tradicional)
 Respeita uma entidade autónoma (1 só estabelecimento);
 Implica relações com fornecedores e com clientes ;
 Aplica se a retalhistas e a grossistas independentemente
do estado jurídico da empresa;
 Empresas de pequena dimensão;
 Baixa quota de mercado devido a concorrência das
empresas de grande dimensão.
 Fidelização de clientes /atendimento personalizado;
 Compras a crédito;
 Desconto imediato na aquisição do produto;
 Lojas com ambiente familiarizado;
 Relação de proximidade com os consumidores.
Falta de parques de estacionamento;
Espaço mal organizado;
Colaboradores da empresa ( patrões, gerentes, empregados) com
pouca formação;
Devido á sua pequena dimensão possuem um baixa quota de
mercado;
Menor capacidade de publicidade;
Horários pouco flexíveis;
Pouca variedade de produtos e serviços.
(Cash and Carry)
A expressão de origem inglesa Cash & Carry designa um sistema
comercial de livre serviço proporcionado por um grossista para
abastecimento pelos retalhistas.
O princípio do Cash & Carry é que seja o próprio cliente a escolher o
produto directamente nas prateleiras , comprando-o e levando-o com ele.
O conceito inovador de Cash & Carry foi apresentado na Alemanha há
mais de 40 anos pelo Professor Dr. Otto Beisheim, que em 1964 abriu o
primeiro estabelecimento deste tipo na cidade de Mülheim (Ruhr).
 Assumem a forma de cooperativas;
 São associações que formam uma central de
compras, principalmente no sector alimentar;
 Destina-se a habilitar os empresários com artigos
a preços competitivos;
 Funciona como armazém para as pequenas
lojas;
 Desenvolvem marcas próprias ( as chamadas
marcas brancas ), EX: UP, È, Dia, e Sou, Ellos,
Tal, NoteR, a Uso entre outras;
 Oferecem melhores condições de abastecimento;
 Funciona como economia de escala.
 Preços de revenda com custos mais baixos, logo tem
margens de vendas maiores;
 Aprovisionamento;
 Abastecimento das pequenas empresas;
 Desconto rappel.
 O empresário obriga se a comprar em grandes
quantidades;
 As lojas de pequena dimensão tem que se sujeitar á
publicidade ao marketing e ás compras do conjunto
dos associados, perdendo assim a sua individualidade.