Sunteți pe pagina 1din 9
Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira CURSO: TITULAÇÃO EM PEDAGOGIA DISCIPLINA: Pesquisa e Prática Pedagógica

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

CURSO: TITULAÇÃO EM PEDAGOGIA

DISCIPLINA: Pesquisa e Prática Pedagógica III

PROFESSORA: Carina Sabadim Veloso

ANO/SEMESTRE: 2011/1

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira CURSO DE PEDAGOGIA Reconhecido pela portaria MEC nº 2.725,

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

CURSO DE PEDAGOGIA

Reconhecido pela portaria MEC nº 2.725, de 30 de setembro de 2003.

Disciplina: Pesquisa e Prática Pedagógica III Código: PED Carga Horária: 100 horas/aula Curso: Pedagogia Período Letivo: 1º Semestre de 2011 Professora: Carina Sabadim Veloso

EMENTA

Classificação: Obrigatória

O cotidiano escolar em uma perspectiva de pesquisa, reflexão e crítica. Análise, reflexão e crítica do processo educativo no que se refere à questão da interdisciplinaridade. Perspectiva de pesquisa na busca de respostas para as questões pedagógicas atuais (habilidades e competências). Projeto didático co-participativo.

OBJETIVO GERAL

Refletir o cotidiano escolar em uma perspectiva interdisciplinaridade.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

Analisar através da observação a prática docente desenvolvida nas escolas do Ensino

Fundamental, refletindo sobre o ensino acadêmico e argumentando sobre a coerência entre a teoria e a prática em vista às perspectivas e desafios da profissão; Desenvolver senso crítico pela análise de situações educacionais relacionadas à questão

da interdisciplinaridade; Elaborar projetos didáticos co-participativos, envolvendo atividades interdisciplinares, que conduzem a uma prática pedagógica reflexiva e crítica.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

Carga Horária

Conteúdo

20

horas

ـ Conceituação de multi, inter e transdisciplinaridade.

20

horas

- A importância da equipe interdisciplinar; a dinâmica da equipe interdisciplinar; as ações da equipe interdisciplinar.

40

horas

- Projetos interdisciplinares: etapas; planejamento; execução; realização.

METODOLOGIA DE ENSINO

ـ As aulas serão organizadas dentro de uma perspectiva de educação participativa e dialógica, resgatando conteúdos estudados nas demais disciplinas que compõem a grade curricular do curso em questão, a partir de uma abordagem interdisciplinar. Desta forma, a metodologia a ser utilizada privilegia a interação professor-aluno e aluno-aluno. Nesta relação o professor age como mediador

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira na construção do conhecimento, que se realizará a partir

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

na construção do conhecimento, que se realizará a partir da realidade vivenciada pelos (as) alunos (as) nas escolas onde realizarão as pesquisas. Havendo aula expositiva dialogada para orientação necessária, atividade prática, trabalho em grupo, sínteses e elaboração e apresentação de um projeto interdisciplinar.

AVALIAÇÃO

A avaliação ocorrerá em processo contínuo, baseando-se em:

ـ comparecimento às orientações;

ـ participação nas atividades práticas realizadas no decorrer do desenvolvimento da disciplina; ـ elaboração e apresentação de um projeto interdisciplinar, com avaliação oral e escrita dos conhecimentos construídos. VALOR: 10 pontos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

ALVES, Nilda (org.) Formação de professores: pensar e fazer. São Paulo: Cortez, 1996.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 5. ed. São Paulo: Campinas, 2002.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

ALONSO, M (org.). O trabalho docente: teoria e prática. São Paulo: Pioneira, 1999. ASSMANN, Hugo. Reencantar a educação: rumo à sociedade aprendente.Petrópolis: Vozes,

1998.

CANDAU, V. M. Magistério: Construção Cotidiana. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1999. FAZENDA, Ivani C. A. Interdisciplinaridade: um projeto em parceria. São Paulo: Loyola, 1991

Interdisciplinaridade: história, teoria e pesquisa. Campinas: Papirus, 1994.

É necessário você saber:

1) Assiduidade: “Assiduidade: entende-se por assiduidade a freqüência às aulas. Será reprovado na disciplina o aluno que não obtiver freqüência escolar de, no mínimo, 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e demais atividades programadas para cada disciplina que tenha modalidade de ensino presencial. É vedado o abono de faltas.” Manual do aluno 2011, Serravix – Grupo Univix.

2)

Serão realizadas chamadas em todas as aulas.

3)

Proibido o consumo de alimento em sala durante as aulas.

4)

Não serão aceitos trabalhos fora da data estipulada.

5) Proibido o uso de celulares em sala, se for extremamente necessário que o mesmo fique ligado, deixá-lo no modo silencioso.

extremamente útil no futuro.

Aviso

Importante:

Guarde

este

programa.

Ele

é

um

documento

importante

e

lhe

será

Aprovado pelo Colegiado do Curso de Pedagogia em 2011.

Carina Sabadim Veloso Professora

CARINA SABADIM VELOSO Coordenadora do Curso de Pedagogia

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira CONCEITUANDO MULTI, INTER E TRANSDISCIPLINARIDADE MULTI, INTER E

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

CONCEITUANDO MULTI, INTER E TRANSDISCIPLINARIDADE

MULTI, INTER E TRANSDISCIPLINARIDADE

A

multidisciplinaridade acontece quando um tema é abordado por diversas

disciplinas sem uma relação direta entre elas. Se o objeto de estudo for o Cristo

Redentor, por exemplo, a Geografia trabalhará a localização; as Ciências tratarão

da

vegetação local; as Artes mostrarão por quem a escultura foi feita e por que

está ali. Mas as abordagens são específicas de cada disciplina e não há interligação. Na interdisciplinaridade, duas ou mais disciplinas relacionam seus conteúdos para aprofundar o conhecimento. Dessa forma, o professor de Geografia, ao falar da

localização do Cristo, poderia utilizar um texto poético, assim como o de Ciências analisaria a história da ocupação da cidade para entender os impactos ambientais

no

entorno.

A transdisciplinaridade é uma abordagem mais complexa, em que a divisão por disciplinas, hoje implantada nas escolas, deixa de existir. Essa prática somente será viável quando não houver mais a fragmentação do conhecimento.

Como ensinar relacionando disciplinas Parta de um problema de interesse geral e utilize as disciplinas como ferramentas para compreender detalhes. Como um professor especialista, você tem a função de um consultor da turma, tirando dúvidas relativas à sua disciplina. Inclua no planejamento idéias e sugestões dos alunos.

Se você é especialista, não se intimide por entrar em área alheia. Pesquise com os estudantes.

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira   Faça um planejamento que leve em consideração quais

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

 

Faça um planejamento que leve em consideração

quais conceitos podem ser explorados por outras disciplinas. Levante a discussão nas reuniões pedagógicas e apresente seu planejamento anual para quem quiser fazer parcerias. Recorra ao

coordenador. Ele é peça-chave e percebe possibilidades de trabalho. Lembre-se de que a interdisciplinaridade não ocorre apenas em grandes projetos. É possível praticá-la entre dois professores ou até mesmo sozinho.

BIBLIOGRAFIA Globalização e Interdisciplinaridade, Jurjo Torres Santomé, 275 págs., Ed. Artmed.

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira DESENVOLVIMENTO DE PROJETO INTERDISCIPLINAR Planejamento, troca de

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

DESENVOLVIMENTO DE PROJETO INTERDISCIPLINAR

Planejamento, troca de informações, incentivo ao trabalho de grupo e

capacidade de improvisar a partir das necessidades de cada classe

determinam o sucesso da Pedagogia de Projetos

de cada classe determinam o sucesso da Pedagogia de Projetos Qual o tema será o fio

Qual o tema será o fio condutor do projeto: folclore, ecologia, trabalho, higiene pessoal, algum artista plástico ou escritor etc.

higiene pessoal, algum artista plástico ou escritor etc. Definição de porque se quer trabalhar este ou

Definição de porque se quer trabalhar este ou aquele tema

Definição de porque se quer trabalhar este ou aquele tema O que se pretende alcançar e

O que se pretende alcançar e como o tema se liga ao programa curricular

alcançar e como o tema se liga ao programa curricular Aqui se define quais matérias estarão

Aqui se define quais matérias estarão envolvidas no projeto interdisciplinar

matérias estarão envolvidas no projeto interdisciplinar Definição de datas de leitura do livro paradidático,

Definição de datas de leitura do livro paradidático, trabalho de campo, provas ou outros métodos de avaliação

trabalho de campo, provas ou outros métodos de avaliação Os professores discutem como cada um trabalhará

Os professores discutem como cada um trabalhará o tema em sua disciplina

discutem como cada um trabalhará o tema em sua disciplina Qual será o custo do projeto

Qual será o custo do projeto para a escola? Aqui entram palestrantes, guias para trabalhos de campo, transporte etc.

palestrantes, guias para trabalhos de campo, transporte etc. Depois de tudo planejado, o professor pode se

Depois de tudo planejado, o professor pode se aproveitar de uma dúvida, desejo, problema ou curiosidade dos alunos para introduzir a idéia do projeto

curiosidade dos alunos para introduzir a idéia do projeto Os grupos de alunos se formam, realizam

Os grupos de alunos se formam, realizam trabalhos de campo, reuniões e discutem o formato das apresentações

de campo, reuniões e discutem o formato das apresentações São feitas provas, peças de teatro ou

São feitas provas, peças de teatro ou produções audiovisuais e trabalhos que devem ser apresentados por grupos de alunos

e trabalhos que devem ser apresentados por grupos de alunos Alunos, professores e supervisores de ensino

Alunos, professores e supervisores de ensino analisam os pontos positivos e negativos da experiência, sugerindo mudanças e repensando temas, metodologia, provas etc.

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira O que é um Projeto Interdisciplinar? Eduardo O. C.

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

O que é um Projeto Interdisciplinar?

Eduardo O. C. Chaves Professor Titular de Filosofia da Educação da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) e Consultor do Instituto Ayrton Senna (IAS).

Para facilitar a transmissão e a absorção do conhecimento, os seres humanos dividiram o conhecimento em vários compartimentos, comumente chamados de disciplinas: comunicação e expressão, matemática, ciências, estudos sociais, artes, etc. - ou, alternativamente, português, matemática, física, química, biologia, história, geografia, artes, filosofia - para não mencionar sociologia, antropologia, economia, etc. Essas formas de classificar o conhecimento são artificiais: raramente um problema

se encaixa unicamente dentro dos limites de uma só disciplina.

Por isso, quando nos propomos a estudar problemas reais, em vez dos conteúdos geralmente demarcados para uma disciplina, acabamos tendo que adotar uma abordagem interdisciplinar. (Muitos autores preferem termos como multidisciplinar transdisciplinar ou ainda outros - as nuances de sentido entre esses vários conceitos não são tão importantes aqui quanto o contraste entre uma abordagem disciplinar e

uma abordagem que envolve várias disciplinas de forma integrada, que chamaremos de interdisciplinar, por ser este o termo mais comum). Tomemos como exemplo o problema do meio ambiente. Nosso meio ambiente contém componentes naturais, que normalmente são estudados pela física e pela química; possui também seres vivos, como plantas, animais e nós mesmos, seres humanos, estudados pela biologia; mas seres humanos também podem ser estudados pela psicologia e, como vivem em

sociedade, pela sociologia; como nosso planeta tem uma história, a história precisa ser invocada; como seus territórios estão divididos em unidades geopolíticas, precisamos da geografia; e assim por diante. Dentre os fatores que ameaçam o nosso meio ambiente estão poluentes químicos inorgânicos e biológicos do ar, dos rios, da própria terra; desmatamento desregrado; uso de técnicas agrícolas impróprias; não tratamento ou tratamento inadequado do lixo doméstico e industrial; crescimento populacional desordenado; consumismo desenfreado; e muitos outros.

É impossível estudar o meio ambiente e tomar as medidas corretivas que se impõem

para que não destruamos a nossa Terra, dentro de uma abordagem puramente disciplinar: precisamos enfocar a questão de maneira interdisciplinar. Algumas questões serão equacionadas no âmbito das ciências naturais e biológicas, outras no nível das ciências comportamentais, ainda outras em decorrência da adoção de

valores mais adequados. Como tratar desse problema de forma exclusivamente

disciplinar? É preciso abordá-lo de uma forma integrada, que envolva várias disciplinas.

O mesmo é verdade acerca de quase todos os problemas interessantes que temos

que enfrentar. É por isso que os chamados temas transversais se tornam importantes hoje: eles refletem uma tentativa de transcender os paradigmas disciplinares que têm imperado até hoje na educação escolar e de substituí-los por paradigmas temáticos, interdisciplinares.

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira ORGANIZAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINA 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Título:

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

ORGANIZAÇÃO DO PROJETO INTERDISCIPLINA

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

Título:

Autores:

2. PROBLEMA

3. OBJETIVOS

Geral Específicos

4 ABRANGÊNCIA (integração de 02 ou mais disciplinas)

5 JUSTIFICATIVA

6 METODOLOGIA (como o tema será trabalhado)

7 RECURSOS (humanos e materiais)

8 REFERENCIAL TEÓRICO

9 CRONOGRAMA (tempo de desenvolvimento: dias, semanas ou meses 10 REFERÊNCIAS

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira TRABALHO AVALIATIVO Em grupos de até 05 componentes, desenvolver

Escola Superior de Ensino Anisio Teixeira

TRABALHO AVALIATIVO

Em grupos de até 05 componentes, desenvolver um projeto a partir de um dos temas abaixo, integrando as disciplinas do núcleo comum:

1. PROJETO INTERDISCIPINAR: HIGIENE E SAÚDE

2. PROJETO INTERDISCIPLINAR: OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

3. PROJETO INTERDISCIPLINAR: O CORPO HUMANO

4. PROJETO INTERDISCIPLINAR: ÁGUA

5. PROJETO INTERDISCIPLINAR: TERRA

6. PROJETO INTERDISCIPLINAR: FOGO E AR

7. PROJETO INTERDISCIPLINAR: TRÂNSITO