Sunteți pe pagina 1din 3

Amm Hoje acabou-se-me a palavra, e nenhuma lgrima vem. Ai, se a vida se me acabara tambm!

A profuso do mundo, imensa, tem tudo, tudo e nada tem. Onde repousar a cabea? No alm? Fala-se com os homens, com os santos, consigo, com Deus. . . E ningum entende o que se est contando e a quem. . . Mas terra e sol, luas e estrelas giram de tal maneira bem que a alma desanima de queixas. Amm. (Ceclia Meireles) Nadador O que me encanta a linha alada das tuas espduas, e a curva que descreves, passro da gua! a tua fina, gil cintura, e esse adeus da tua garganta para cemitrios de espuma! a despedida, que me encanta, quando te desprendes ao vento, fiel queda, rpida e branda E apenas por estar prevendo, longe, na eternidade da gua, sobreviver teu movimento...

Modinha Tuas palavras antigas Deixei-as todas, deixeia-as, Junto com as minhas cantigas, Desenhadas nas areias. Tantos sis e tantas luas Brilharam sobre essas linhas, Das cantigas que eram tuas Das palavras que eram minhas! O mar, de lngua sonora, Sabe o presente e o passado. Canta o que meu, vai-se embora: Que o resto pouco e apagado.

Retrato Eu no tinha este rosto de hoje, Assim calmo, assim triste, assim magro, Nem estes olhos to vazios, Nem o lbio amargo. Eu no tinha estas mos sem fora, To paradas e frias e mortas; Eu no tinha este corao Que nem se mostra. Eu no dei por esta mudana, To simples, to certa, to fcil: - Em que espelho ficou perdida A minha face?

Serenata Permita que eu feche os meus olhos, pois muito longe e to tarde! Pensei que era apenas demora, e cantando pus-me a esperar-te.

Permite que agora emudea: que me conforme em ser sozinha. H uma doce luz no silencio, e a dor de origem divina. Permite que eu volte o meu rosto para um cu maior que este mundo, e aprenda a ser dcil no sonho como as estrelas no seu rumo.