Sunteți pe pagina 1din 7
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des
da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des
da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des
da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des
da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des
da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des
da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - ESCT ~ Departamento de Humanida des

1

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A1. As profundas
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A1. As profundas
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A1. As profundas

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

A1. As profundas mutações políticas, sociais e económicas que se verificam nos espaços anteriormente ocupados
A1.
As profundas mutações políticas, sociais e económicas que se verificam nos espaços anteriormente ocupados
pelo Império Romano deram origem a três grandes conjuntos civilizacionais, que rodeavam as margens do
Mediterrâneo no século XIII. Esses conjuntos civilizacionais eram:
A - A civilização árabe, a Cristandade latina e a civilização ibérica.
B - A civilização europeia, o Império Bizantino e o Islão.
C - O Islão, a Cristandade latina e o Império Bizantino.
D - A civilização africana, o Império Bizantino e o Islão.
As instituições romanas foram em grande parte utilizadas pelos reinos bárbaros. No entanto, houve uma noção
que se perdeu. Assinale-a:
A - A noção de Deus.
B - A noção de reino.
C - A noção de democracia.
D - A noção de Estado.

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

2

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - FindoFindo oo ImpImpéériorio
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - FindoFindo oo ImpImpéériorio
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - FindoFindo oo ImpImpéériorio

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

FindoFindo oo ImpImpéériorio Romano,Romano, formaramformaram--sese diversosdiversos reinos.reinos. OO queque
FindoFindo oo ImpImpéériorio Romano,Romano, formaramformaram--sese diversosdiversos reinos.reinos. OO queque aconteceuaconteceu àà ideiaideia dede ImpImpéério?rio?
A - Os reinos cristãos uniram-se e formaram um Império.
B - Foi seguida apenas no Império Bizantino.
C - Ficou como referência para a formação de novos impérios.
D - Foi completamente abandonada.
As disputas territoriais entre príncipes e grandes senhores territoriais, juntamente com as invasões tiveram
como consequência, entre os sécs. V-XI, na Europa Ocidental:
A - O fortalecimento do poder central e a submissão dos senhores locais à autoridade dos reis
B - O enfraquecimento do poder central e a passagem dos poderes públicos para os grandes senhores
locais
C - O enfraquecimento do poder central e a instituição de um modelo único que definia as relações
entre os reis e os grandes senhores
D - A centralização do poder e o fortalecimento da burguesia enquanto grupo social politicamente
dominante

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

3

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - Podemos definir senhorio
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - Podemos definir senhorio
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - Podemos definir senhorio

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

Podemos definir senhorio como: A - designação da autoridade local das grandes áreas territoriais, recebendo
Podemos definir senhorio como:
A - designação da autoridade local das grandes áreas territoriais, recebendo em troca rendas
e obrigações banais e prestando ao rei obrigações de vassalagem
B - circunscrição jurídica, fiscal e administrativa onde os grandes senhores nobres ou
eclesiásticos exerciam um poder representativo, prestando contas ao poder central
C - Área urbana à qual era concedida uma carta comunal, reconhecendo o direito de exercício
local da autoridade e de autonomia na regulação administrativa
D - circunscrição jurídica, fiscal e administrativa onde um senhor nobre ou eclesiástico
exercia o poder banal sobre todos os homens livres ou servos aí residentes

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

4

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A2. Ordene cronologicamente
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A2. Ordene cronologicamente
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A2. Ordene cronologicamente

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

A2. Ordene cronologicamente os acontecimentos listados abaixo – utilize os algarismos 1 (o mais antigo)
A2. Ordene cronologicamente os acontecimentos listados abaixo
– utilize os algarismos 1 (o mais antigo) – 2 – 3 – 4 – 5 ( o mais recente).
1. Queda do Império Romano do Ocidente
2. Coroação de Carlos Magno como Imperador
3. Invasão muçulmana da Península Ibérica
4. Justiniano torna-se Imperador Bizantino
5. Gregório VII redige a “Dictatus Papae”
1. Queda do Império Romano do Ocidente (476)
4. Justiniano torna-se Imperador Bizantino (527)
3. Invasão muçulmana da Península Ibérica (711)
2. Coroação de Carlos Magno como Imperador (800)
5. Gregório VII redige a “Dictatus Papae” (1073)
A3. Aplique os conceitos – “IMPÉRIO” - “COMUNA” - “REINO” – às frases enunciadas abaixo:
*Direito de auto-administração dos habitantes livres de uma cidade.
COMUNA
*Poder exercido por uma pessoa sobre territórios diferenciados que
correspondem a vários países, línguas e culturas.
IMPÉRIO
*Poder exercido numa nação, agregadora de pequenas unidades
territoriais regionais.
ESTADO

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

5

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A4. Enuncie a
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A4. Enuncie a
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A4. Enuncie a

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - A4. Enuncie a importância da 4ª

A4. Enuncie a importância da 4ª Cruzada de 1204.

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

•Movimento expansionista (religioso-militar) da Cristandade Ocidental, liderada pela Igreja

Cristã Romana, em afirmação do seu poder e papel de liderança do Ocidente. •Conhecimento da cultura bizantina, desconhecida no Ocidente. •Desenvolvimento das cidades de Génova e Veneza que dominam o comércio do Mediterrâneo Oriental

e tornam-se intermediários

comerciais entre Oriente/Ocidente.

•Agravamento das difíceis relações

entre Cristãos Romanos e Cristãos

Ortodoxos.

6

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - “A Europa moderna
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - “A Europa moderna
Identidade Civilizacional da Europa Ocidental - Ficha de Unidade n.º 2 - “A Europa moderna

Identidade Civilizacional da Europa Ocidental

- Ficha de Unidade n.º 2 -

“A Europa moderna não vai construir-se em redor das cidades mas dos Estados. (…) A base económica das cidades não vai bastar nem para fundamento de um poder político de primeira ordem nem sequer para fundamento de uma força económica

Jacques Le Goff, A civilização do Ocidente Medieval.

de grande envergadura.”

A5. Refira como os reis conseguiram impor-se aos poderes senhoriais locais e basear a sua autoridade com base no Estado.

Os reis afirmaram o seu poder face aos poderes locais feudais, tornando-se os suseranos dos principais nobres e ocupando o topo da pirâmide feudal. O desenvolvimento económico, graças à dinamização do comércio, permitiu o levantamento de impostos para a edificação de uma administração com base não nas cidades – demasiado pequenas para se tornarem completamente autónomas - mas nos estados territoriais, chefiados pelos diversos reis. A atribuição de cartas de comuna limitou os poderes senhoriais, em favor dos habitantes dos meios urbanos, do Rei e da sua administração.

ESCT ~ Departamento de Humanidades ~Prof. José Fernando Vasco

7