Sunteți pe pagina 1din 35

1.

Sobre os membros substitutos e o instituto da substituição, responda:

I- Nos casos de vacância do cargo e em todos os casos de afastamento de membro efetivo, o Presidente convocará obrigatoriamente o substituto da mesma classe.

II - Se o membro substituto convocado precisar se afastar, o Presidente convocará o outro substituto da mesma classe para compor o Tribunal. III - Nenhum membro substituto poderá voltar a integrar o Tribunal, na mesma classe ou em classe diversa, seja na categoria de substituto ou de titular, após servir por 2 (dois) biênios consecutivos, salvo se transcorridos 2 (dois) anos do término do segundo biênio. IV - Nas ausências ou impedimentos eventuais de membro efetivo será convocado o respectivo substituto. Estão correta(s) as assertiva (s):

a)

II, IV b) I

b)

III

d) I, II

e)

III, IV

Art. 11. Nos casos de vacância do cargo e em todos os casos de afastamento de membro efetivo, o Presidente convocará obrigatoriamente o substituto da mesma classe. Parágrafo único. Se o membro substituto convocado precisar se afastar, o Presidente convocará o outro substituto da mesma classe para compor o Tribunal. Art. 5º. Nenhum membro efetivo poderá voltar a integrar o Tribunal, na mesma classe ou em classe diversa, após servir por 2 (dois) biênios consecutivos, salvo se transcorridos 2 (dois) anos do término do segundo biênio. Art. 6º. As regras do artigo 5º aplicam-se ao membro substituto enquanto nessa categoria, podendo vir ele, contudo, a integrar o Tribunal como efetivo, sem limitar-se essa investidura pela condição anterior de juiz substituto Parágrafo único. Nas ausências ou impedimentos eventuais de membro efetivo e não havendo quorum, será convocado o respectivo substituto.

12. Considere:

Os processos serão distribuídos pelo Vice-Presidente, manualmente, através de sorteio que assegure o caráter aleatório e a equivalência na divisão de trabalho entre os membros do Tribunal. II - Os expedientes que não tenham classificação específica, nem sejam acessórios ou incidentes, serão incluídos na classe Petição (Pet).

I

-

III - A classe Inquérito (Inq) compreende apenas os inquéritos policiais de competencia originária do Tribunal. IV - A classe Recurso Eleitoral (RE) compreende os recursos de agravo de instrumento interpostos contra decisões dos juízes eleitorais.

suscitadas na

V

O

Presidente

resolverá

as

dúvidas

que

forem

-

classificação dos processos

Estão correta(s) as assertiva(s):

a)

I, IV, V

b) II, IV

b)

III, V

d) I, II

e)

III

Art. 39. Os processos serão distribuídos pelo Vice-Presidente, por classes, cada qual com numeração distinta, mediante sorteio, pelo sistema informatizado que assegura o caráter aleatório e a equivalência na divisão de trabalho entre os membros do Tribunal. Parágrafo único. Na eventualidade de falha no funcionamento do sistema eletrônico, os feitos serão distribuídos manualmente, através de sorteio, obedecido ao disposto no caput deste artigo. Art. 40. Os processos serão distribuídos nos próprios autos, por classes, a cada uma das quais corresponderá uma sigla e um código distintos.

§

4º Os expedientes que não tenham classificação específica, nem sejam acessórios ou incidentes, serão incluídos na classe Petição (Pet).

§

5º A classe Inquérito (Inq) compreende, além dos inquéritos policiais, qualquer expediente de que possa resultar responsabilidade penal e cujo julgamento seja da competência originária do Tribunal.

§

6º A classe Recurso Eleitoral (RE) compreende os recursos de agravo de instrumento interpostos contra decisões dos juízes eleitorais.

§

O

Vice-Presidente

resolverá

as

dúvidas

que

forem suscitadas na

classificação dos processos

13. Sobre a distribuição dos feitos, marque a assertiva correta:

a) Não se altera a classe do processo pela impugnação ao registro de candidatura;

b) Distribuir-se-ão por dependência as causas de qualquer natureza, quando, tendo havido desistência, o pedido for reiterado, mesmo que em litisconsórcio com outros autores.

c) A distribuição de habeas corpus, mandado de segurança, habeas data, agravo e medida cautelar torna preventa a competência do relator para todos os recursos posteriores, referentes ao mesmo processo e a do inquérito policial torna preventa a da ação penal respectiva.

d) A distribuição de ordem será realizada pelo Presidente, por meio de despacho fundamentado.

a) O membro que formular proposta de resolução será designado relator do feito.

§ 2º Não se altera a classe do processo:

I – pela interposição de Agravo Regimental (AgR) e de Embargos de Declaração (ED);

II – pelos pedidos incidentes ou acessórios;

III – pela impugnação ao registro de candidatura;

IV – pela instauração de tomada de contas especial;

V – pela restauração de autos.

Art. 42. Distribuir-se-ão por dependência as causas de qualquer natureza:

I - quando se relacionam, por conexão ou continência, com outra já ajuizada;

II - quando, tendo havido desistência, o pedido for reiterado, mesmo que em litisconsórcio com outros autores.

§ 3º Os recursos de Embargos de Declaração (ED) e Agravo Regimental (AgR), assim como a Questão de Ordem (QO), terão suas siglas acrescidas às siglas das classes processuais em que forem apresentados.

§ 1º A distribuição de habeas corpus, mandado de segurança, habeas data, agravo e medida cautelar torna preventa a competência do relator para todos os recursos posteriores, referentes ao mesmo processo.

§ 2º A distribuição do inquérito policial torna preventa a da ação penal respectiva.

Art. 43. A distribuição de ordem será realizada pelo Vice-Presidente, por meio de despacho fundamentado.

Parágrafo único. O membro que formular proposta de resolução será designado relator do feito.

14. Marque a assertiva correta de acordo com o Regimento Interno do TRE-RJ:

a) Haverá compensação quando o processo for distribuído por dependência, ou for redistribuído por impedimento ou suspeição do relator, salvo quando for o Corregedor Regional Eleitoral o juiz natural.

b) O Presidente ficará excluído da distribuição, com exceção dos pedidos de empréstimos de urnas eletrônicas, nos quais será sempre o relator, e dos processos administrativos

c) Não haverá distribuição de feitos a membro do Tribunal, que não for reconduzido, nos 20 (vinte) dias que antecederem ao término do biênio.

d) Nas ausências ou impedimentos eventuais do Juiz Efetivo que demandem convocação de substituto, este não será incluído na distribuição dos feitos, ainda que temporariamente.

e) Ao substituto não poderão ser redistribuídos os feitos do Juiz Efetivo.

Art. 45. Haverá compensação quando o processo for distribuído por dependência, ou for redistribuído por impedimento ou suspeição do relator, inclusive quando esse for o Corregedor Regional Eleitoral, como juiz natural. Art. 46. O Presidente ficará excluído da distribuição, com exceção dos pedidos de empréstimos de urnas eletrônicas, nos quais será sempre o relator, e dos processos administrativos (classe 22). Art. 47. Não haverá distribuição de feitos a membro do Tribunal, que não for reconduzido, nos 30 (trinta) dias que antecederem ao término do biênio. Art. 48. Nas ausências ou impedimentos eventuais do Juiz Efetivo que demandem convocação de substituto, este será temporariamente incluído na distribuição de processos, que lhe ficarão vinculados até a decisão final. § 1o – Ao substituto somente serão redistribuídos os feitos do Juiz Efetivo quando a lei assim o determinar ou motivadamente o requerer o advogado nos termos do artigo 116 da LOMAN. § 2o - Os feitos de que trata o § 1o retornarão ao Juiz Efetivo assim que cessar o motivo de sua ausência ou impedimento, salvo quanto aos processos em que o juiz substituto houver lançado seu visto.

15. Considere:

15. Considere: I - As sessões do Tribunal são ordinárias e administrativas. O Tribunal reunir-se-á 2

I - As sessões do Tribunal são ordinárias e administrativas. O Tribunal reunir-se-á 2 (duas) vezes por semana, em dias que serão fixados na última sessão de cada ano, e, extraordinariamente, tantas vezes quantas necessárias, mediante convocação do Presidente ou da maioria dos seus membros. III - As sessões serão públicas, exceto se, por motivo relevante, o Tribunal decidir funcionar secretamente. Poderá, também, qualquer dos seus membros solicitar que, reservadamente, sejam prestados esclarecimentos pertinentes à matéria em julgamento. IV - A pauta da 1ª sessão após o recesso do Tribunal será publicada na última semana de funcionamento do Tribunal até 24 (vinte e quatro) horas antes do início do recesso. V - Durante as sessões, ocupará o Presidente o centro da mesa, sentando-se à sua direita o Procurador Regional Eleitoral e à sua esquerda o secretário judiciário. Seguir-se-ão, do lado direito o Vice-Presidente do Tribunal, do lado esquerdo o Desembargador Federal, sentando-se os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do Presidente.

II -
II
-
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do

Marque

a

opção

correta

de

acordo

com

Regimento Interno do TRE-RJ a)II, III apenas estão corretas. b)I, IV apenas estão corretas. c) V apenas está correta. d)Nenhumas das assertivas estão corretas. e)Todas as assertivas estão corretas.

corretas. c) V apenas está correta. d)Nenhumas das assertivas estão corretas. e)Todas as assertivas estão corretas.

o

Art. 54. As sessões do Tribunal são ordinárias e administrativas.

Art. 55. O Tribunal reunir-se-á 2 (duas) vezes por semana, em dias que serão fixados na última sessão de cada ano, e, extraordinariamente, tantas vezes quantas necessárias, mediante convocação do Presidente ou da maioria dos seus membros. § 1º As sessões serão públicas, exceto se, por motivo relevante, o Tribunal decidir funcionar secretamente. Poderá, também, qualquer dos seus membros solicitar que, reservadamente, sejam prestados esclarecimentos pertinentes à matéria em julgamento. § 2º A pauta da 1ª sessão após o recesso do Tribunal será publicada na última semana de funcionamento do Tribunal até 24 (vinte e quatro) horas antes do início do recesso. § 3º Durante o recesso forense, o Tribunal reunir-se-á, extraordinariamente, quando convocado pelo Presidente. Art. 56. Durante as sessões, ocupará o Presidente o centro da mesa, sentando- se à sua direita o Procurador Regional Eleitoral e à sua esquerda o secretário judiciário. Seguir-se-ão, do lado direito o Vice-Presidente do Tribunal, do lado esquerdo o Desembargador Federal, sentando-se os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do Presidente.

16. Em relação à ordem de sentada nas sessões de julgamento, marque a assertiva correta:

nas sessões de julgamento, marque a assertiva correta: a) No caso de julgamento de agravo regimental
nas sessões de julgamento, marque a assertiva correta: a) No caso de julgamento de agravo regimental

a) No caso de julgamento de agravo regimental por juiz auxiliar, sendo ele desembargador, este não tomará assento na sessão.

a)
a)
ele desembargador, este não tomará assento na sessão. a) b) Deverá ser analisada de acordo com
b)
b)

Deverá ser analisada de acordo com a matéria em análise, variando se administrativa ou ordinária. Durante as sessões extraordinárias o Presidente ocupará o centro da mesa, quando a convocação for de sua autoria. O Procurador Regional Eleitoral sentará à direita do Presidente e o secretário judiciário, à sua esquerda. Seguir-se-ão ao Procurador Regional Eleitoral e ao Secretário Judiciário, do lado direito do Presidente o Vice-Presidente do Tribunal, do lado esquerdo o Desembargador Federal, sentando-se os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do Presidente.

os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
c)
c)
d)
d)

Art. 57. No caso de julgamento de agravo regimental por juiz auxiliar, sendo ele desembargador, deverá este tomar assento no lugar destinado ao Vice- Presidente. Art. 56. Durante as sessões, ocupará o Presidente o centro da mesa, sentando-se à sua direita o Procurador Regional Eleitoral e à sua esquerda o secretário judiciário. Seguir-se-ão, do lado direito o Vice-Presidente do Tribunal, do lado esquerdo o Desembargador Federal, sentando-se os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do Presidente.

os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do
os demais membros, por ordem de antiguidade no Tribunal, alternadamente, à direita e à esquerda do

17. Em relação à ordem de trabalhos nas sessões de julgamento do TRE-RJ,

marque a assertiva que representa a ordem correta:

a)
a)

a) verificação do quorum; b) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão anterior; c) comunicação aos membros do Tribunal de fatos de interesse da Justiça Eleitoral; d) publicação de resoluções e acórdãos; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.

da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente. b) a) verificação do quorum; b) comunicação aos

b) a) verificação do quorum; b) comunicação aos membros do Tribunal de fatos de interesse da Justiça Eleitoral; c) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão anterior; d) publicação de resoluções e acórdãos; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.

c) a) verificação do quorum; b) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão anterior; c) publicação de resoluções e acórdãos; d) comunicação aos membros do Tribunal de fatos de interesse da Justiça Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.

Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.
Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.
Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.
Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.
Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.
Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente.

d) a) verificação do quorum; b) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão anterior; c) publicação de resoluções e acórdãos; d) comunicação aos membros do Tribunal de fatos de interesse da Justiça Eleitoral; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente. e) a) verificação do quorum; b) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo Presidente; c) comunicação aos membros do Tribunal de fatos de interesse da Justiça Eleitoral; d) publicação de resoluções e acórdãos; e) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão

d) publicação de resoluções e acórdãos; e) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão a
d) publicação de resoluções e acórdãos; e) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão a
d) publicação de resoluções e acórdãos; e) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão a
d) publicação de resoluções e acórdãos; e) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão a

a nte rio r.

Art.

58.

Observar-se-á,

trabalhos:

nas

sessões,

a

seguinte

ordem

de

a) verificação do quorum;

b) leitura, retificação ou aprovação da ata da sessão anterior;

c) comunicação aos membros do Tribunal de fatos de interesse da Justiça Eleitoral;

d) publicação de resoluções e acórdãos;

e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e

e acórdãos; e) discussão e votação dos feitos constantes da pauta e proclamação dos resultados pelo

proclamação dos resultados pelo Presidente.

18. Considere:

I - registros de coligações;

II - pedidos de vista;

I - registros de coligações; II - pedidos de vista; III - processos que importem em

III - processos que importem em perda de diplomas e de mandatos eletivos, qualquer que seja a sua natureza e processos que importem em declaração de inelegibilidade, salvo nos relativos a registro de candidatura;

salvo nos relativos a registro de candidatura; - habeas corpus e respectivos recursos IV V -

- habeas corpus e respectivos recursos

IV
IV
de candidatura; - habeas corpus e respectivos recursos IV V - matéria administrativa. No conhecimento e

V - matéria administrativa.

No conhecimento e julgamento dos feitos, observar-se-á a seguinte ordem:

a)
a)

b)

c)
c)

I, II, III, IV, V III, V, II, I, IV II, IV, V, I, III IV, II, III, I, V V, I, IV, III, II

d)
d)

e)

a seguinte ordem: a) b) c) I, II, III, IV, V III, V, II, I, IV
a seguinte ordem: a) b) c) I, II, III, IV, V III, V, II, I, IV
a seguinte ordem: a) b) c) I, II, III, IV, V III, V, II, I, IV

Art. 59. No conhecimento e julgamento dos feitos, observar-se-á a seguinte ordem:

a) habeas corpus e respectivos recursos;

a seguinte ordem: a) habeas corpus e respectivos recursos; b) mandados de segurança e respectivos recursos;

b)

mandados de segurança e respectivos recursos;

c)

pedidos de vista;

d) agravos regimentais;

e)

embargos de declaração;

f) conflitos de competência e respectivos recursos;

g)

exceções de suspeição;

h)

processos que importem em perda de diplomas e de mandatos eletivos, qualquer que seja a sua natureza e processos que importem em declaração de inelegibilidade, salvo nos relativos a registro de candidatura;

i) recursos eleitorais; j) processos criminais de competência originária do Tribunal;

k) recursos criminais;

m) registros de candidatos a cargos eletivos e argüições de inelegibilidade;

l) registros de coligações;

n)

julgamentos de urnas impugnadas ou anuladas;

o)

apuração de eleição

p) prestações de contas

q)

restaurações de autos perdidos;

r) representações, reclamações, requerimentos, instruções e consultas;

s) matéria administrativa.

autos perdidos; r) representações, reclamações, requerimentos, instruções e consultas; s) matéria administrativa.

19. Sobre a pauta de julgamento, marque a assertiva incorreta de acordo com o Regimento Interno do TRE-RJ

a)
a)
b)
b)
c)
c)

Os membros do Tribunal e o Procurador Regional podem submeter à apreciação do plenário qualquer matéria de interesse geral, ainda que não conste da pauta. O Presidente poderá propor ao Tribunal a modificação da ordem da pauta, por conveniência do serviço. A publicação da pauta de julgamento antecederá quarenta e oito horas, pelo menos, à sessão em que os processos possam ser chamados, ressalvadas as regras específicas constantes das Resoluções do Tribunal Superior Eleitoral que regulam os processos relativos às eleições. Independem de inclusão em pauta para serem julgados os conflitos de competência e respectivos recursos Devem ser incluídos em pauta os processos administrativos sem advogado constituído.

e respectivos recursos Devem ser incluídos em pauta os processos administrativos sem advogado constituído. d) e)
e respectivos recursos Devem ser incluídos em pauta os processos administrativos sem advogado constituído. d) e)
e respectivos recursos Devem ser incluídos em pauta os processos administrativos sem advogado constituído. d) e)
e respectivos recursos Devem ser incluídos em pauta os processos administrativos sem advogado constituído. d) e)
e respectivos recursos Devem ser incluídos em pauta os processos administrativos sem advogado constituído. d) e)
d)
d)
e)
e)

Art. 60. Os membros do Tribunal e o Procurador Regional podem submeter à apreciação do plenário qualquer matéria de interesse geral, ainda que não conste da pauta.

Art. 61. O Presidente poderá propor ao Tribunal a modificação da ordem da pauta, por conveniência do serviço. Art. 64. A publicação da pauta de julgamento antecederá quarenta e oito horas, pelo menos, à sessão em que os processos possam ser chamados, ressalvadas as regras específicas constantes das Resoluções do Tribunal Superior Eleitoral que regulam os processos relativos às eleições. § 1º Independem de inclusão em pauta para serem julgados:

a)
a)

b)

Independem de inclusão em pauta para serem julgados: a) b) habeas corpus; embargos de declaração; agravos

habeas corpus; embargos de declaração; agravos regimentais;

c)

d) exceções de suspeição;

e) conflitos de competência e respectivos recursos;

f) matérias referentes ao registro de candidaturas;

g)

processos administrativos sem advogado constituído.

recursos; f) matérias referentes ao registro de candidaturas; g) processos administrativos sem advogado constituído.

20. Sobre a atuação do Revisor no TRE-RJ, considere:

20. Sobre a atuação do Revisor no TRE-RJ, considere: I - Haverá revisor nos recursos contra
20. Sobre a atuação do Revisor no TRE-RJ, considere: I - Haverá revisor nos recursos contra

I - Haverá revisor nos recursos contra a expedição de diploma

II - Não haverá revisor nos recursos criminais relativos a infrações apenadas com reclusão III - Será revisor o membro imediato ao relator na ordem decrescente de antiguidade, seguindo-se ao mais novo o mais antigo. IV - Salvo motivo justificado ou se outro prazo for previsto em lei, o revisor terá 15 (quinze) dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em:

dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) II, IV b)
dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) II, IV b)
dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) II, IV b)
dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) II, IV b)
dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) II, IV b)
dias para o estudo do feito. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) II, IV b)

a) II, IV

b) I, III

c) I, IV d) II, III
c)
I, IV
d) II, III

e) II

Art. 66. Haverá revisor nos seguintes processos:

Art. 66. Haverá revisor nos seguintes processos: I - recursos contra a expedição de diploma –

I - recursos contra a expedição de diploma – REVOGADO RESOLUÇÃO 815/2012 DO TSE II - recursos criminais relativos a infrações apenadas com reclusão III - ações penais originárias IV - qualquer outro caso em que seja expressamente exigida pela lei ou Resolução do Tribunal Superior Eleitoral – REVOGADO RESOLUÇÃO 815/2012 DO TSE Art. 66-A. Será revisor o membro imediato ao relator na ordem decrescente de antiguidade, seguindo-se ao mais novo o mais antigo. Art. 67. Salvo motivo justificado ou se outro prazo for previsto em lei, o relator terá 8 (oito) dias para o estudo do feito e o revisor igual prazo.

ou se outro prazo for previsto em lei, o relator terá 8 (oito) dias para o
ou se outro prazo for previsto em lei, o relator terá 8 (oito) dias para o
ou se outro prazo for previsto em lei, o relator terá 8 (oito) dias para o
ou se outro prazo for previsto em lei, o relator terá 8 (oito) dias para o

21. Sobre a sessão de julgamento no TRE-RJ, considere:

21. Sobre a sessão de julgamento no TRE-RJ, considere: I - Depois do relatório, facultada às

I - Depois do relatório, facultada às partes por 20 (vinte) minutos a sustentação oral e concedida a palavra pelo Presidente ao Procurador Regional, seguir-se-á a votação. II - Os votos serão dados na ordem crescente de antiguidade, a p art ir d o re lato r. III - No julgamento dos processos em que haja revisor, o Procurador Regional e os representantes das partes poderão usar da palavra até 20 (vinte) minutos cada um.

poderão usar da palavra até 20 (vinte) minutos cada um. IV - Nos embargos de declaração
poderão usar da palavra até 20 (vinte) minutos cada um. IV - Nos embargos de declaração
poderão usar da palavra até 20 (vinte) minutos cada um. IV - Nos embargos de declaração
poderão usar da palavra até 20 (vinte) minutos cada um. IV - Nos embargos de declaração

IV - Nos embargos de declaração não é permitida a sustentação oral. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em:

a sustentação oral. Está correta apenas a(s) assertiva(s) em: a) b) c) I, IV II, V
a) b) c) I, IV II, V III, IV
a)
b)
c)
I, IV
II, V
III, IV

d) II, IV, V

e) I, III

Art. 68. Depois do relatório, facultada às partes por 10 (dez) minutos a sustentação oral

Art. 68. Depois do relatório, facultada às partes por 10 (dez) minutos a sustentação oral e concedida a palavra pelo Presidente ao Procurador Regional, seguir-se-á a votação.

Presidente ao Procurador Regional, seguir-se-á a votação. § 1º Os votos serão dados na ordem decrescente

§ 1º Os votos serão dados na ordem decrescente de antiguidade, a p art ir d o re lato r.

§ 2º No julgamento dos processos em que haja revisor, o Procurador Regional e os representantes das partes poderão usar da palavra até 20 (vinte) minutos cada um.

§ 3º Nos embargos de declaração não é permitida a sustentação oral.

22. Marque a assertiva incorreta levando em consideração o Regimento a) Interno do TRE-RJ: Se,

22. Marque a assertiva incorreta levando em consideração o Regimento

a assertiva incorreta levando em consideração o Regimento a) Interno do TRE-RJ: Se, durante o julgamento,

a)

Interno do TRE-RJ:

Se, durante o julgamento, for levantada uma questão preliminar, o uso da palavra aos representantes das partes ficará a critério do Presidente. Poderá o advogado constituído no processo em julgamento pedir a

o advogado constituído no processo em julgamento pedir a b) palavra, pela ordem, para esclarecer equívoco
b)
b)

palavra, pela ordem, para esclarecer equívoco ou dúvida surgidos em relação a fatos, documentos ou afirmações que influam ou possam influir no julgamento, cabendo ao Presidente decidir sobre o pedido. c) Se houver pedido de vista, o julgamento será suspenso, devendo o membro requerente colocá-lo em mesa no prazo máximo de duas sessões subsequentes. d) Rejeitada a preliminar ou prejudicial, entrar-se-á na discussão e no julgamento da questão principal, estando dispensados de se pronunciar sobre ela os julgadores vencidos na preliminar. e) Divergindo os julgadores no tocante às razões de decidir, sem que ocorra qualquer das hipóteses previstas no caput, mas convergindo na conclusão, os votos serão computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu voto.

computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu

Art. 69. Se, durante o julgamento, for levantada uma questão preliminar, o uso da palavra aos representantes das partes ficará a critério do Presidente. Art. 70. Poderá o advogado constituído no processo em julgamento pedir a palavra, pela ordem, para esclarecer equívoco ou dúvida surgidos em relação a fatos, documentos ou afirmações que influam ou possam influir no julgamento, cabendo ao Presidente decidir sobre o pedido. Art. 71. Se houver pedido de vista, o julgamento será suspenso, devendo o membro requerente colocá-lo em mesa no prazo máximo de duas sessões subsequentes. Esgotado o prazo sem restituição dos autos ou sem requerimento de prorrogação por uma única vez, caducará o pedido de vista, devendo o julgamento prosseguir na primeira sessão posterior, inclusive, se suspenso o prazo pela superveniência de férias. Art. 72. Rejeitada a preliminar ou prejudicial, entrar-se-á na discussão e no julgamento da questão principal, devendo se pronunciar sobre ela os julgadores vencidos na preliminar. Parágrafo único. Divergindo os julgadores no tocante às razões de decidir, sem que ocorra qualquer das hipóteses previstas no caput, mas convergindo na conclusão, os votos serão computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu voto.

computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu
computados conjuntamente, assegurado aos diversos votantes o direito de declarar em separado as razões do seu

23. Sobre os Embargos de Declaração no Regimento Interno do TRE-RJ, marque a assertiva incorreta:

a)
a)
Interno do TRE-RJ, marque a assertiva incorreta: a) São admissíveis embargos de declaração quando houver no

São admissíveis embargos de declaração quando houver no acórdão obscuridade ou contradição; Os embargos serão opostos no prazo de 5 (cinco) dias, em petição dirigida ao redator do acórdão. O redator apresentará os embargos em mesa para julgamento na primeira sessão subseqüente, proferindo o voto. Os embargos de declaração interrompem o prazo para interposição de outros recursos, por qualquer das partes, salvo se intempestivos ou manifestamente protelatórios e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de Declaração.

e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de
e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de
e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de
e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de
e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de
b) a)
b)
a)

b)

e assim declarado na decisão que os rejeitar. Independe de pauta o julgamento dos Embargos de
c)
c)

Art. 74. São admissíveis embargos de declaração:

I - quando houver no acórdão obscuridade ou contradição; II - quando for omitido ponto sobre o qual devia pronunciar-se o Tribunal.

§ 1º Os embargos serão opostos no prazo de 3 (três) dias, em petição dirigida ao redator do acórdão, com indicação do ponto obscuro, contraditório ou omisso.

§ 2º O redator apresentará os embargos em mesa para julgamento na primeira sessão subseqüente, proferindo o voto.

§ 3º Os embargos de declaração interrompem o prazo para interposição de outros recursos, por qualquer das partes, salvo se intempestivos ou manifestamente protelatórios e assim declarado na decisão que os rejeitar.

das partes, salvo se intempestivos ou manifestamente protelatórios e assim declarado na decisão que os rejeitar.

24. Considere:

I - Qualquer interessado poderá argüir o impedimento ou a suspeição dos membros do Tribunal.
I - Qualquer interessado poderá argüir o impedimento ou a suspeição dos
membros do Tribunal. Será legítima a suspeição quando o excipiente a
provocar ou depois de manifestada a sua causa, praticar qualquer ato que
importe na aceitação do recusado.
II - O membro que se considerar impedido ou suspeito deverá declará-lo por
despacho nos autos, ou oralmente, na sessão, remetendo o respectivo
processo imediatamente ao Presidente para nova distribuição, se for
relator, ou ao memb ro qu e lh e segu ir em antigu id ad e, se for revisor.
III - A exceção deverá ser oposta dentro de 48 (quarenta e oito) horas após a
distribuição quanto aos membros do Tribunal que, em conseqüência,
tiverem de intervir necessariamente na causa. Quando o impedido ou
suspeito for chamado como substituto, contar-se-á o prazo do momento
da intervenção. Invocando o motivo superveniente, o interessado poderá
opor a exceção depois do prazo acima fixado.
IV
-
Logo
que
receber
os
autos
da
suspeição,
o
relator
do
incidente
determinará que, em cinco dias, se pronuncie o exceto.
V
- Reconhecendo
o
exceto
na
resposta
a
sua
suspeição,
o
relator
determinará que os autos sejam conclusos ao Vice-Presidente.

É correto afirmar, apenas:

A)
A)

III, V

B) II, III, IV

C) I, II, V

D) I, III

E) II, IV

Art. 79. Qualquer interessado poderá argüir o impedimento ou a suspeição dos membros do Tribunal, do Procurador Regional, dos funcionários da secretaria, bem como dos juízes e escrivães eleitorais, nos casos previstos na lei processual civil e por motivo de parcialidade partidária. Será ilegítima a suspeição quando o excipiente a provocar ou depois de manifestada a sua causa, praticar qualquer ato que importe na aceitação do recusado. Art. 80. O membro que se considerar impedido ou suspeito deverá declará-lo por despacho nos autos, ou oralmente, na sessão, remetendo o respectivo processo imediatamente ao Vice-Presidente para nova distribuição, se for relator, ou ao memb ro qu e lh e segu ir em antigu id ad e, se for revisor.

Art. 81. A exceção deverá ser oposta dentro de 48 (quarenta e oito) horas após a distribuição quanto aos membros do Tribunal que, em conseqüência, tiverem de intervir necessariamente na causa. Quando o impedido ou suspeito for chamado como substituto, contar-se-á o prazo do momento da intervenção. Parágrafo único. Invocando o motivo superveniente, o interessado poderá opor a exceção depois dos prazos fixados neste artigo.

opor a exceção depois dos prazos fixados neste artigo. Art. 84. Logo que receber os autos
opor a exceção depois dos prazos fixados neste artigo. Art. 84. Logo que receber os autos
opor a exceção depois dos prazos fixados neste artigo. Art. 84. Logo que receber os autos
Art. 84.
Art.
84.

Logo

que

receber os
receber
os

autos

da

suspeição,

o

relator

do

incidente

determinará que, em três dias, se pronuncie o exceto.

Art.

85.

Reconhecendo

o

exceto

na

resposta

a

sua

suspeição,

o

relator

determinará que os autos sejam conclusos ao Vice-Presidente.

1.

Sobre os conflitos de atribuições entre autoridade judiciária e autoridade

administrativa e os conflitos de competencia, marque a incorreta:

e os conflitos de competencia, marque a incorreta: a) O Relator ouvirá, no prazo de 5

a) O Relator ouvirá, no prazo de 5 (cinco) dias as autoridades em conflito;

no prazo de 5 (cinco) dias as autoridades em conflito; a) prestadas as informações, ou esgotado
a)
a)

prestadas as informações, ou esgotado o prazo, o relator abrirá vista dos autos à Procuradoria regional eleitoral para se pronunciar no prazo de 5 (cinco) dias; O Relator apresentará o feito em mesa, para julgamento, na primeira sessão subseqüente. Os conflitos de competência entre juízos eleitorais serão suscitados ao Presidente do Tribunal, por qualquer interessado, pelo órgão do Ministério Público Eleitoral, mediante requerimento, ou pelas próprias autoridades judiciárias em conflito, mediante ofício, especificando os fatos e fundamentos que deram lugar ao conflito. É recorrível a decisão que solucionar os conflitos.

os fatos e fundamentos que deram lugar ao conflito. É recorrível a decisão que solucionar os
os fatos e fundamentos que deram lugar ao conflito. É recorrível a decisão que solucionar os
b) d)
b)
d)
e)
e)

Art. 96. Nos conflitos de atribuições entre autoridade judiciária e autoridade administrativa, o relator, determinando ou não a suspensão do ato da autoridade judiciária:

I - ouvirá, no prazo de 5 (cinco) dias as autoridades em conflito; II - prestadas as informações, ou esgotado o prazo abrirá vista dos autos à Procuradoria regional eleitoral para se pronunciar no prazo de 5 (cinco) dias; III - apresentará o feito em mesa, para julgamento, na primeira sessão subseqüente. § 1º Aplica-se o procedimento previsto neste artigo aos conflitos e atribuição, de jurisdição e de competência. Art. 97. Os conflitos de jurisdição e de competência serão processados e julgados de acordo com o disposto nas leis processuais. Art. 98. Os conflitos de competência entre juízos eleitorais serão suscitados ao Presidente do Tribunal, por qualquer interessado, pelo órgão do Ministério Público Eleitoral, mediante requerimento, ou pelas próprias autoridades judiciárias em conflito, mediante ofício, especificando os fatos e fundamentos que deram lugar ao conflito. Parágrafo único. Poderá o relator negar seguimento ao conflito suscitado por qualquer das partes quando manifestamente inadmissível. Art. 99. É irrecorrível a decisão que solucionar os conflitos.

qualquer das partes quando manifestamente inadmissível. Art. 99. É irrecorrível a decisão que solucionar os conflitos.

26. Sobre as disposições finais e transitórias do Regimento Interno do TRE-RJ, considere:

I - No ano em que se realizar eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá

eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá a licença-prêmio e férias dos juízes de direito
eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá a licença-prêmio e férias dos juízes de direito
eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá a licença-prêmio e férias dos juízes de direito
eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá a licença-prêmio e férias dos juízes de direito
eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá a licença-prêmio e férias dos juízes de direito
eleição, o Tribunal Regional Eleitoral do RJ suspenderá a licença-prêmio e férias dos juízes de direito

a licença-prêmio e férias dos juízes de direito que exerçam função eleitoral, a partir da data que julgar oportuna. - Será de 15 (quinze) dias o prazo para que os juízes eleitorais prestem as informações, cumpram requisições ou procedam às diligências determinadas pelo Tribunal ou seu Presidente, se outro prazo não for previsto em lei.

- Os membros do Tribunal e o Procurador Regional Eleitoral poderão solicitar ao diretor geral, secretários e coordenadores informações referentes a processos em tramitação, dando prazo para resposta não superior a 5 (cinco) dias.

dando prazo para resposta não superior a 5 (cinco) dias. II III IV - As dúvidas
dando prazo para resposta não superior a 5 (cinco) dias. II III IV - As dúvidas
II
II
III
III
prazo para resposta não superior a 5 (cinco) dias. II III IV - As dúvidas suscitadas
prazo para resposta não superior a 5 (cinco) dias. II III IV - As dúvidas suscitadas

IV - As dúvidas suscitadas na aplicação deste Regimento serão apreciadas e resolvidas pelo Tribunal. Nos casos omissos, serão fontes subsidiárias o Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral, o do Supremo Tribunal Federal e o do Superior Tribunal de Justiça, na ordem indicada. É correto afirmar:

a)
a)

c)

III, IV

I

b) II, III

d) IV

e) I, II

de Justiça, na ordem indicada. É correto afirmar: a) c) III, IV I b) II, III
de Justiça, na ordem indicada. É correto afirmar: a) c) III, IV I b) II, III
de Justiça, na ordem indicada. É correto afirmar: a) c) III, IV I b) II, III

Art. 132. No ano em que se realizar eleição, o Tribunal solicitará ao Tribunal de Justiça a suspensão de licença-prêmio e férias dos juízes de direito que exerçam função eleitoral, a partir da data que julgar oportuna. Art. 133. Será de 10 (dez) dias o prazo para que os juízes eleitorais prestem as informações, cumpram requisições ou procedam às diligências determinadas pelo Tribunal ou seu Presidente, se outro prazo não for previsto em lei. Art. 134. Os membros do Tribunal e o Procurador Regional Eleitoral poderão solicitar ao diretor geral, secretários e coordenadores informações referentes a processos em tramitação, dando prazo para resposta não superior a 5 (cinco) dias. Art. 137. As dúvidas suscitadas na aplicação deste Regimento serão apreciadas e resolvidas pelo Tribunal. Nos casos omissos, serão fontes subsidiárias o Regimento Interno do Tribunal Superior Eleitoral, o do Supremo Tribunal Federal e o do Superior Tribunal de Justiça, na ordem indicada.

do Tribunal Superior Eleitoral, o do Supremo Tribunal Federal e o do Superior Tribunal de Justiça,
do Tribunal Superior Eleitoral, o do Supremo Tribunal Federal e o do Superior Tribunal de Justiça,
do Tribunal Superior Eleitoral, o do Supremo Tribunal Federal e o do Superior Tribunal de Justiça,
do Tribunal Superior Eleitoral, o do Supremo Tribunal Federal e o do Superior Tribunal de Justiça,