Sunteți pe pagina 1din 3

NOME:

PROFESSOR: MAIKON

ESCOLA CLÓVIS BORGES MIGUEL 1º ANO TURMA:

DISCIPLINA: FILOSOFIA

QUESTÃO 1 (UEL) “Tales foi o iniciador da filosofia da physis, pois foi o primeiro a afirmar a existência de um princípio originário único, causa de todas as coisas que existem, sustentando que esse princípio é a água. Essa proposta é importantíssima podendo com boa dose de razão ser qualificada como a primeira proposta filosófica daquilo que se costuma chamar civilização ocidental”. (REALE, Giovanni. História da filosofia: Antigüidade e Idade Média. São Paulo: Paulus, 1990. p. 29.)

A filosofia surgiu na Grécia, no século VI a.C. Seus

primeiros filósofos foram os chamados pré-socráticos. De acordo com o texto, assinale a alternativa que expressa o principal problema por eles investigado.

a) A ética, enquanto investigação racional do agir humano.

b) A estética, enquanto estudo sobre o belo na arte.

c) A epistemologia, como avaliação dos procedimentos

científicos.

d) A cosmologia, como investigação acerca da origem e da

ordem do mundo.

e) A filosofia política, enquanto análise do Estado e sua

legislação.

QUESTÃO 2 (MACKENZIE/SP) Verdadeiros fundadores da filosofia, os pensadores “pré-

socráticos” inauguraram, a partir do século VI a.C., uma nova atitude mental ante a realidade material, substituindo progressivamente as elaborações de cunho mitológico por especulações de caráter científico-filosófico. A propósito desse importante momento da história da filosofia, são feitas as seguintes afirmações:

I) Segundo a tradição, Tales de Mileto foi o primeiro

filósofo a tratar a questão da origem e transformação de

todas as coisas. Para ele, “a água era o princípio de tudo”.

II) Atribui-se a Pitágoras de Samos (e a seus seguidores) a

ideia de que “ todas as coisas são como os números”, ou seja, de que todo o mundo – inclusive a alma – se forma segundo uma estrutura harmônica. III) Os atomistas (Leucipo de Mileto e Demócrito de Abdera) afirmavam ser toda a matéria formada por átomos,

ou seja, pó “partículas minúsculas, eternas e indivisíveis”,

que, em movimento, se chocavam entre si, provocando assim o nascimento, a mudança e aniquilamento de todas as coisas.

Assinale:

A - se apenas I é correta.

B - se apenas II é correta.

C - se apenas III é correta.

D - se apenas I e II são corretas.

E - se I, II e III são corretas.

QUESTÃO 3 (UEL)

“A filosofia grega parece começar com uma idéia absurda,

com a proposição: a água é a origem e a matriz de todas as

coisas. Será mesmo necessário deter-nos nela e levá-la a sério? Sim, e por três razões: em primeiro lugar, porque

essa proposição enuncia algo sobre a origem das coisas; em segundo lugar, porque faz sem imagem e fabulação; e enfim, em terceiro lugar, porque nela, embora apenas em estado de crisálida, está contido o pensamento: ‘Tudo é um’. A razão citada em primeiro lugar deixa Tales ainda em comunidade com os religiosos e supersticiosos, a segunda o tira dessa sociedade e no-lo mostra como investigador da natureza, mas, em virtude da terceira, Tales se torna o primeiro filósofo grego”. (Fonte: NIETZSCHE, F. Crítica Moderna. In: Os Pré-Socráticos).

Com base no texto e nos conhecimentos sobre Tales e o surgimento da filosofia, considere as afirmativas a

seguir.

I. Com a proposição sobre a água, Tales reduz a

multiplicidade das coisas e fenômenos a um único

princípio do qual todas as coisas e fenômenos derivam.

II. A proposição de Tales sobre a água compreende a

proposição ‘Tudo é um’. III. A segunda razão pela qual a proposição sobre a água merece ser levada a sério mostra o aspecto filosófico do pensamento de Tales. IV. O Pensamento de Tales gira em torno do problema fundamental da origem da virtude.

A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é:

a) I e II

b) II e III

c) I e IV

d) I, II e IV

e) II, III e IV

QUESTÃO 4 (UEL) “Mais que saber identificar a natureza das contribuições substantivas dos primeiros filósofos é fundamental perceber a guinada de atitude que representam. A proliferação de óticas que deixam de ser endossadas acriticamente, por força da tradição ou da ‘imposição religiosa’, é o que mais merece ser destacado entre as propriedades que definem a filosoficidade.” (OLIVA, Alberto; GUERREIRO, Mario. Présocráticos: a invenção da filosofia. Campinas: Papirus, 2000. p. 24.)

Assinale a alternativa que apresenta a “guinada de atitude” que o texto afirma ter sido promovida pelos primeiros filósofos.

a) A aceitação acrítica das explicações tradicionais relativas

aos acontecimentos naturais.

b) A discussão crítica das idéias e posições, que podem ser

modificadas ou reformuladas.

c) A busca por uma verdade única e inquestionável, que

pudesse substituir a verdade imposta pela religião.

d) A confiança na tradição e na “imposição religiosa” como

fundamentos para o conhecimento.

e) A desconfiança na capacidade da razão em virtude da proliferação de “pontos de vista” conflitantes entre si.

QUESTÃO 5 (UEM)

“O que é um filósofo? É alguém que pratica a filosofia, em

outras palavras, que se serve da razão para tentar pensar o

mundo e sua própria vida, a fim de se aproximar da sabedoria ou da felicidade. E isso se aprende na escola?

Tem de ser apreendido, já que ninguém nasce filósofo e já que filosofia é, antes de mais nada, um trabalho. Tanto melhor, se ele começar na escola. O importante é começar,

e não parar mais. Nunca é cedo demais nem tarde demais

para filosofar, dizia Epicuro [

demais quando já não é possível pensar de modo algum. Pode acontecer. Mais um motivo para filosofar sem mais tardar” (COMPTESPONVILLE, André. Dicionário Filosófico. Apud ARANHA, Maria Lúcia de Arruda; MARTINS, Maria Helena Pires. Filosofando: introdução à filosofia. 4ª. ed. revista. São Paulo: Ed. Moderna, 2009.

Digamos que só é tarde

].

p.15).

A partir dessas considerações, assinale o que for correto e

some o resultado

01) A filosofia é uma atividade que segue a via pedagógica

QUESTÃO 7 (UEL) Quatro tipos de causas podem ser objeto da ciência para Aristóteles: causa eficiente, final, formal e material.

Assinale a alternativa correta em que as perguntas correspondem, respectivamente, às causas citadas.

a) Por que foi gerado? Do que é feito? O que é? Quem

gerou?

b) O que é? Do que é feito? Por que foi gerado? Quem

gerou?

c) Do que é feito? O que é? Quem gerou? Por que foi

gerado?

d) Por que foi gerado? Quem gerou? O que é? Do que é

feito?e) Quem gerou? Por que foi gerado? O que é? Do que

é feito?

QUESTÃO 8 (UEM) Os filósofos pré-socráticos tentaram explicar a diversidade

e a transitoriedade das coisas do universo, reduzindo tudo a um ou mais princípios elementares, os quais seriam a verdadeira natureza ou ser de todas as coisas. Assinale o que for correto e some o resultado.

01) Tales de Mileto, o primeiro filósofo segundo

de

uma prática escolar, já que não pode ser apreendida fora

Aristóteles, teria afirmado "tudo é água", indicando, assim,

da

escola.

um princípio material elementar, fundamento de toda a

02) O enunciado relaciona a filosofia com o ato de pensar.

realidade.

04) O enunciado contradiz a motivação filosófica contida

02) Heráclito de Éfeso interessou-se pelo dinamismo do

seguinte afirmativa de Aristóteles: “Todos os homens

têm, por natureza, desejo de conhecer”. 08) Para André Compte-Sponville, quanto antes e com mais

na

QUESTÃO 6 (UFSCAR/SP)

universo. Afirmou que nada permanece o mesmo, tudo muda; que a mudança é a passagem de um contrário ao outro e que a luta e a harmonia dos contrários são o que

intensidade nos dedicarmos à filosofia, mais cedo estaremos

gera

e

mantém

todas

as

coisas.

livres dela, pois todo assunto se esgota. 16) A citação do texto afirma que sempre é tarde para começar a filosofar, razão pela qual a filosofia é uma prática da maturidade científica e o coroamento das ciências.

04) Sócrates foi o primeiro filósofo a estudar as transformações da natureza. 08) As teorias dos filósofos pré-socráticos foram pouco significativas para o desenvolvimento da filosofia e da ciência, uma vez que os pré-socráticos sofreram influência do pensamento mítico, e de suas obras apenas restaram fragmentos e comentários de autores posteriores.

O

legado da Grécia à filosofia ocidental é a filosofia

16) Para Demócrito de Abdera, todo o cosmo se constitui de

ocidental. (Bernard Williams. In: Finley M. I. O legado da Grécia, 1998.)

átomos, isto é, partículas indivisíveis e invisíveis que, movendo-se e agregando-se no vácuo, formam todas as

A afirmação baseia-se no fato de que:

coisas; geração e corrupção consistiriam, respectivamente, na agregação e na desagregação dos átomos.

A - a filosofia moderna ocidental, apesar de ter deixado o

pensamento filosófico grego para trás, recupera como

princípio básico o legado mítico dos helenos;

B - os filósofos gregos foram lidos pelos romanos, depois

Resultado:

QUESTÃO 9 (UFF)

negados pela tradição romântica medieval e, posteriormente, recuperados por iluministas, como Voltaire

Como uma onda Nada do que foi será

e

Diderot;

De novo do jeito que já foi um dia

C

- os gregos foram os criadores de quase todos os campos

Tudo passa

importantes do conhecimento filosófico, como a metafísica,

Tudo sempre passará

a

lógica, a ética e a filosofia política;

A vida vem em ondas

D

- os sofistas, como Sócrates e Platão, responsáveis pela

Como um mar

produção de obras no campo da mitologia, consolidaram os princípios da filosofia ocidental moderna;

Num indo e vindo infinito Tudo que se vê não é

E

- a metafísica de Platão tem estruturado, até hoje, as bases

Igual ao que a gente

conceituais e filosóficas do pensamento científico e tecnológico contemporâneo ocidental.

Viu há um segundo Tudo muda o tempo todo No mundo Não adianta fugir

Nem mentir Pra si mesmo agora Há tanta vida lá fora Aqui dentro sempre Como uma onda no mar Como uma onda no mar Como uma onda no mar (Lulu Santos e Nelson Motta)

A letra dessa canção de Lulu Santos lembra ideias do

filósofo grego Heráclito, que viveu no século VI a.C. e que

usava uma linguagem poética para exprimir seu pensamento. Ele é o autor de uma frase famosa: “Não se

entra duas vezes no mesmo rio”. Dentre as sentenças de Heráclito abaixo citadas, marque aquela da qual o sentido

da canção de Lulu Santos mais se aproxima.

(A) Morte é tudo que vemos despertos, e tudo que vemos

dormindo é sono.

mitos sobre o nascimento do mundo.” Fonte: JAEGER, W. Paidéia. Tradução de Artur M. Parreira. 3.ed. São Paulo:

Martins Fontes, 1995, p. 197.

Com base no texto e nos conhecimentos sobre a relação entre mito e filosofia na Grécia, é correto afirmar:

a) Em que pese ser considerada como criação dos gregos, a

filosofia se origina no Oriente sob o influxo da religião e apenas posteriormente chega à Grécia.

b) A filosofia representa uma ruptura radical em relação aos

mitos, representando uma nova forma de pensamento plenamente racional desde as suas origens.

c) Apesar de ser pensamento racional, a filosofia se

desvincula dos mitos de forma gradual.

d) Filosofia e mito sempre mantiveram uma relação de

interdependência, uma vez que o pensamento filosófico necessita do mito para se expressar.

e) O mito já era filosofia, uma vez que buscava respostas

(B)

O homem tolo gosta de se empolgar a cada palavra.

para problemas que até hoje são objeto da pesquisa

(C)

Ao se entrar num mesmo rio, as águas que fluem são

filosófica.

outras.

(D)

Muita instrução não ensina a ter inteligência.

QUESTÃO 12 (UFU)

O texto de Aristóteles refere-se à distinção das causas em

(E)

O povo deve lutar pela lei como defende as muralhas da

"E se indagamos quais são os princípios ou elementos das

sua cidade.

QUESTÃO 10 (UFPE) Através da filosofia, os gregos instituíram para o Ocidente europeu as bases e os princípios fundamentais do que chamamos razão, racionalidade, ciência, ética, política, técnica, arte. (Marilena Chauí . Convite à Filosofia.) Com base nessa afirmação, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

substâncias, relações e quantidades – se são os mesmos ou diferentes - é claro que quando os nomes das causas são usados em vários sentidos as causas de cada um são as mesmas, mas quando distinguimos os sentidos elas são diferentes". (Aristóteles - Metafísica - Editora Globo - Porto Alegre.)

sua teoria da causalidade. Quais são as causas aristotélicas?

A

- através dos mitos, os gregos antigos procuravam

Descreva a especificidade de cada uma delas.

explicar a origem do mundo e dos fenômenos naturais. Aos

poucos, estas explicações foram sendo substituídas por categorias lógicas e racionais;

B - filósofos gregos procuravam respostas para as questões

sobre a origem do mundo. Estes fazem parte da primeira fase da filosofia grega, conhecida como pré-socrática ou

cosmológica;

C - no final do século V a.C., teve início a segunda fase da

filosofia grega, conhecida como socrática ou antropológica.

Neste período, os filósofos passaram a se preocupar também com os problemas relacionados ao indivíduo e à organização da humanidade;

D - Sócrates foi um dos filósofos mais procurados na

Grécia Antiga, por ajudar as pessoas a resolverem seus

problemas, levando-as a encontrarem suas próprias respostas. Por incentivar o raciocínio, foi perseguido pelas autoridades atenienses, julgado e condenado à morte;

E - a filosofia na Grécia teve ainda no século IV a.C. a sua

terceira fase: a sistemática. Aristóteles, discípulo de Platão, é o principal representante desse período.

QUESTÃO 11 (UEL) “Há, porém, algo de fundamentalmente novo na maneira

como os Gregos puseram a serviço do seu problema último

– da origem e essência das coisas – as observações

empíricas que receberam do Oriente e enriqueceram com as suas próprias, bem como no modo de submeter ao pensamento teórico e casual o reino dos mitos, fundado na observação das realidades aparentes do mundo sensível: os