Sunteți pe pagina 1din 3

LISTA DE EXERCÍCIOS PROFº. BRUNO MENEZES

1)Analise o heredograma e some as corretas:

BRUNO MENEZES 1)Analise o heredograma e some as corretas: 01. A característica afetada é condicionada por

01. A característica afetada é condicionada por um gene autossômico recessivo, o que pode ser confirmado pelo casal I 1 e I 2 e

sua prole.

02.

A probabilidade de o indivíduo II 2 ser homozigoto é idêntica à probabilidade de I 1 ser heterozigoto.

04.

A probabilidade de II 4 ser heterozigoto é igual a 1/2 e de II 3 ser homozigoto é igual a 1/4.

08.

Caso IV 3 se case com um indivíduo de genótipo idêntico ao do seu avô paterno, a probabilidade de nascer uma menina

afetada é igual a 1/2.

16. Caso IV 1 se case com um indivíduo heterozigoto, a probabilidade de nascer um menino afetado é igual a 1/12.

2)Observe o heredograma a seguir que representa indivíduos albinos (afetados) e com pigmentação normal (normais).

( afetados ) e com pigmentação normal ( normais ). Hélio e Maria vão se casar.

Hélio e Maria vão se casar.

A chance de que o casal tenha uma filha albina, considerando que Maria é filha de pais heterozigotos, é

a) zero.

b) 1/12.

c) 1/8.

d)1/6.

e)

1/4.

3)

Considere que o caráter analisado – cor da pelagem em coelhos – obedece ao proposto pela 1a Lei de Mendel, tendo sido

realizados os cruzamentos

abaixo:

P - Preto x Branco

F1 - 100% Preto F2 - 75% Preto e 25% Branco

Todos os descendentes pretos de F2 foram cruzados com os F1, resultando em 192 descendentes.

Assinale no cartão-resposta o número esperado de descendentes com pelagem branca.

4) O heredograma abaixo mostra uma família onde encontramos indivíduos não afetados (quadrados e círculos brancos) e

afetados por uma anomalia (quadrados e círculos pretos).

I 1 2 II 1 2 3 4 III 1 2 3 4 5 6
I
1
2
II
1
2
3
4
III
1
2
3
4
5
6
7
8
IV
1

Segundo a 1 a e a 2 a lei de Mendel, a análise deste heredograma nos permite concluir CORRETAMENTE que:

01.

o padrão de herança da anomalia é autossômico dominante.

02.

o indivíduo III – 4 com certeza é heterozigoto.

04.

a chance do indivíduo II – 3 ser heterozigoto é de 50%.

08.

os indivíduos do casal II – 1 e II – 2 são heterozigotos.

16.

trata-se de uma herança, ligada ao sexo, de padrão recessivo.

32.

a possibilidade do casal II – 3 e II – 4 ter outra filha afetada pela anomalia é de 25%.

64.

a chance do casal III – 4 e III – 5 ter outro filho do mesmo sexo que IV – 1 no entanto afetado é de 16,6%.

5) Luís Jr. casou-se com Laura e teve um filho, Luis Neto. Assim, como na família de Luís Jr., a família de Laura também tem em seu histórico uma doença branda causada pela expressão do genótipo recessivo (dd). Na família de Luís Jr., é o seu Pai, Luís, quem manifesta essa doença, enquanto que na família de Laura somente sua mãe, Ana, possui genótipo homozigoto recessivo. Agora, Luís Neto, normal, casa-se com Paula, também normal. O histórico genético para essa doença na família de Paula é exatamente o mesmo que de Luís Neto. Com base no exposto, conclui-se que a probabilidade desse casal vir a ter uma criança manifestando tal doença é de:

a) 1/9

b) 1/2

c) 1/4

d) 3/4

e) 0

1 – 01, 02, 08, 16.

2 – B

3 – 32

4 – 08, 64.

5 – A

GABARITO