Sunteți pe pagina 1din 38
CENTRO UNIVESITARIO DE ARARAQUARA Departamento das Ciências Administrativas e Tecnológicas Av. Maria Antonia Camargo de

CENTRO UNIVESITARIO DE ARARAQUARA Departamento das Ciências Administrativas e Tecnológicas

Av. Maria Antonia Camargo de Oliveira, n.º 170 Vila Suconasa-Araraquara - SP CEP:14807-120 Fone (0xx16 3301 7100 /e-mail: uniara@uniara.com.br/ Home page: http://www.uniara.com.br

NORMALIZAÇÃO PARA TRABALHOS ACADÊMICOS 1 (atualizado em julho de 2012)

1.ESTRUTURA

A estrutura dos trabalhos acadêmicos divide-se em elementos pré-textuais, textuais e pós- textuais:

Parte externa: Capa (obrigatório) Lombada (opcional) Elementos Pré-textuais: Parte Interna: Folha de Rosto
Parte externa:
Capa (obrigatório)
Lombada (opcional)
Elementos
Pré-textuais:
Parte Interna:
Folha de Rosto (obrigatório)
Errata (opcional)
Declaração (obrigatório)
Folha de Aprovação (obrigatório)
Dedicatória (opcional)
Agradecimentos (opcional)
Epígrafe (opcional)
Resumo (obrigatório)
Abstract (obrigatório)
Lista de Ilustração (opcional)
Lista de Tabelas (opcional)
Lista de Abreviaturas e Siglas (opcional)
Lista de Símbolos (opcional)
Sumário (obrigatório)
Textuais:
Introdução
Desenvolvimento
Conclusão
Pós-Textuais:
Referências (obrigatório)
Glossário (opcional)
Apêndice (opcional)
Anexo (opcional)
Índice (opcional)

1 Material elaborado pela Profa. Ms.Fabiana Florian para a disciplina de Metodologia e Trabalho de Conclusão de Curso, do Centro Universitário de Araraquara-UNIARA com referência nas Normas ABNT para Trabalhos Acadêmicos. Doutoranda do Programa de Alimentos e Nutrição, do Curso de Ciências Farmacêuticas-UNESP/Araraquara-SP. E-mail: fflorian@uniara.com.br

do Curso de Ciências Farmacêuticas-UNESP/Araraquara-SP. E-mail: fflorian@uniara.com.br [Digite texto] Página 1
do Curso de Ciências Farmacêuticas-UNESP/Araraquara-SP. E-mail: fflorian@uniara.com.br [Digite texto] Página 1

1.1 Elementos Pré-textuais

CAPA Elemento obrigatório para proteção externa do trabalho e sobre o qual se imprimem as informações indispensáveis à sua identificação. Deve conter: nome da instituição; nome do autor; título; subtítulo, se houver; número de volumes (se houver mais de um, deve constar na capa a especificação do respectivo volume); local (cidade); e ano da entrega do trabalho.

3cm CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA - UNIARA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA NOME

3cm

CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ARARAQUARA - UNIARA DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO E TECNOLOGIA

NOME DO CURSO

NOME DO ALUNO

TÍTULO DO TRABALHO: subtítulo (se houver)

E TECNOLOGIA NOME DO CURSO NOME DO ALUNO TÍTULO DO TRABALHO: subtítulo (se houver) 3 cm

3 cm

ARARAQUARA

ANO 2cm
ANO
2cm

2cm

DO ALUNO TÍTULO DO TRABALHO: subtítulo (se houver) 3 cm ARARAQUARA ANO 2cm 2cm [Digite texto]
DO ALUNO TÍTULO DO TRABALHO: subtítulo (se houver) 3 cm ARARAQUARA ANO 2cm 2cm [Digite texto]

LOMBADA

Elemento opcional, onde as informações são impressas conforme a ABNT NBR 12225. A lombada é a parte da capa do trabalho que reúne as margens internas das folhas, sejam elas costuradas, grampeadas, coladas ou mantidas juntas de outra maneira. Deve conter: nome do autor, impresso longitudinalmente e legível do alto para o pé da lombada, de maneira que seja possível sua leitura quando o documento estiver no sentido horizontal e com a face voltada para cima; título do trabalho, impresso nos mesmos moldes do nome do autor; elementos alfanuméricos de identificação (quando for o caso), por exemplo: v. 1.

de identificação (quando for o caso), por exemplo: v. 1. FOLHA DE ROSTO A Folha de

FOLHA DE ROSTO A Folha de Rosto contém os elementos essenciais à identificação da obra, na seguinte ordem:

Nome do autor; título; subtítulo (se houver); número do volume (quando necessário); natureza (tipo de trabalho acadêmico) e objetivo (aprovação em disciplina, grau pretendido, etc.), nome da instituição a que é submetido e área de concentração; nome do orientador e, se houver, do co-orientador; local (cidade) da instituição, ano da entrega.

do orientador e, se houver, do co-orientador; local (cidade) da instituição, ano da entrega. [Digite texto]
do orientador e, se houver, do co-orientador; local (cidade) da instituição, ano da entrega. [Digite texto]

3cm

NOME DO ALUNO

TÍTULO DO TRABALHO: subtítulo (se houver)

3cm

DO ALUNO TÍTULO DO TRABALHO: subtítulo (se houver) 3cm Recuo margem esquerda.Citação textual: 8 cm Trabalho
Recuo margem esquerda.Citação textual: 8 cm
Recuo margem
esquerda.Citação
textual: 8 cm

Trabalho de Conclusão de 2cm Curso apresentado ao Departamento de Ciências da Administração e Tecnologia, do Centro

Universitário

Araraquara-UNIARA, como exigência para obtenção do título de Especialista em XXXXXXXXXX.

de

para obtenção do título de Especialista em XXXXXXXXXX. de Orientador: Prof (a). Dr(a).xxxxx FOLHA DE APROVAÇÃO

Orientador: Prof (a). Dr(a).xxxxx

FOLHA DE APROVAÇÃO

ARARAQUARA

ANO 2cm
ANO
2cm

ERRATA

Lista das folhas e linhas em que ocorrem erros, seguidas das devidas correções. Apresenta-se quase sempre em papel avulso, acrescido ao trabalho depois de impresso.

Ex:

ERRATA

Folha

Linha

Onde se lê

Leia-se

32

3

publiacao

publicação

Ex: ERRATA Folha Linha Onde se lê Leia-se 32 3 publiacao publicação [Digite texto] Página 4
Ex: ERRATA Folha Linha Onde se lê Leia-se 32 3 publiacao publicação [Digite texto] Página 4

DECLARAÇÃO DE AUTENTICIDADE

DECLARAÇÃO

Eu,

,

RG:

,

aluno

regularmente matriculado no Curso de

do

Centro

Universitário de Araraquara-UNIARA, declaro ser o autor do texto apresentado

como Trabalho de Conclusão de Curso-TCC com o título “ ”. Afirmo, também, ter seguido as normas da ABNT referentes às citações textuais que utilizei e das quais eu não sou autor, desse forma, creditando a autoria a seus verdadeiros autores (Lei n.9.610, 19/02/1998). Através dessa declaração dou ciência de minha responsabilidade sobre o texto apresentado e assumo qualquer responsabilidade por eventuais problemas legais, no tocante aos direitos autorais e originalidade do texto.

Araraquara,

de

Assinatura

de 2012.

aos direitos autorais e originalidade do texto. Araraquara, de Assinatura de 2012. [Digite texto] Página 5
aos direitos autorais e originalidade do texto. Araraquara, de Assinatura de 2012. [Digite texto] Página 5

A folha de aprovação, colocada logo após a folha de rosto, é constituída pelo: nome do autor do trabalho; título do trabalho e subtítulo (se houver); natureza/objetivo, nome da instituição a que é submetida, área de concentração, data da defesa e assinatura dos membros da banca examinadora e instituições a que pertencem.

 

3cm

FOLHA DE APROVAÇÃO

 

O presente Trabalho de Conclusão de Curso foi examinado nesta data pela Banca Examinadora composta pelos seguintes membros:

 

Orientador (a):

Prof. Dr. (colocar o nome do professor)

 

1º Examinador(a):

Prof. Dr. (colocar o nome do professor)

 

2º Examinador(a):

Prof. (colocar o nome do professor)

 

Nota:

Data:

/

/

 

[Digite texto]

2cm

Página 6

DEDICATÓRIA

Página opcional, tendo um texto, geralmente curto, no qual o autor presta alguma homenagem ou dedica o seu trabalho a alguém. O título “Dedicatória” não precisa anteceder o texto. Quando a pessoa a quem se dedica é falecida, coloca-se o termo in memorian em itálico. O

texto deve ser colocado na parte inferior da página, alinhado à direita, com tamanho de fonte

10.

Dedico,

Aos meus pais, que souberam acreditar que daquele menino pobre, poderia surgir um homem.

Dedico, Aos meus pais, que souberam acreditar que daquele menino pobre, poderia surgir um homem. [Digite
Dedico, Aos meus pais, que souberam acreditar que daquele menino pobre, poderia surgir um homem. [Digite

[Digite texto]

Página 7

AGRADECIMENTOS

Página opcional, contendo manifestações de reconhecimento a pessoa(s) e ou instituição(ões) que realmente contribuiu(íram) com o autor, devendo ser expresso(s) de maneira simples e sóbria. Coloca-se no espaço superior da folha a palavra Agradecimentos (centralizado).

Espaçamento simples e justificado, pular uma linha entre cada agradecimento. Fonte 12 no corpo do texto.

AGRADECIMENTOS

Ao Prof. Dr.xxxxx incentivador, guia e mestre sempre atento e aplicado a minha formação profissional e amigo sincero em todos os momentos.

Ao Prof. Msc.xxxxxxxxx orientador e incentivador deste

Universitário de Araraquara-UNIARA de Araraquara, pelo apoio, atenção e

amizade.

trabalho no Centro

Aos Profs. Dr.xxxxxxxx e Msc.xxxxxxx pelo estímulo e importantes sugestões.

Ao Prof. Dr.xxxxxx pelo apoio e colaboração nos aspectos metodológicos.

À Sra. Xxxxxxxx pela análise ajuda nas análises estatísticas.

Aos meus amigos xxxxxxx e colegas de trabalho xxx pelo estímulo e confiança.

Ao Chefe do Departamento de Ciências da Administração e Tecnológica XXXX pelo apoio institucional.

EPÍGRAFE

Elemento opcional colocado após os agradecimentos, onde o autor apresenta uma citação (deve ser indicada a autoria) relacionada com a matéria tratada no corpo do trabalho.NÃO coloca-se no espaço superior da folha o título Epígrafe. É transcrita sem aspas, com espaçamento simples, com a indicação da fonte, alinhada à direita, com tamanho 10.

Tudo o que sei é que nada sei, enquanto os outros acreditam saber o que não sabem.

Sócrates

o que sei é que nada sei, enquanto os outros acreditam saber o que não sabem.
o que sei é que nada sei, enquanto os outros acreditam saber o que não sabem.

RESUMO

ABNT NBR 6028: 2003.

Corpo do texto: Times New Roman/ Arial, Tamanho 12, espaçamento simples, justificado.

RESUMO

Deve ser um texto bastante sintético (no máximo 20 linhas)que inclui as idéias principais do trabalho, ou seja, os objetivos, a metodologia, os resultados e as conclusões, permitindo que tenha uma visão sucinta do todo, principalmente das questões de maior importância e das conclusões a que se tenha alcançado. É feito normalmente na língua de origem e numa outra de larga difusão, dependendo de seus objetivos e alcance. Deve ser redigido em parágrafo único, mas sem a entrada de parágrafo. Em teses e dissertações, apresentar o resumo com, no mínimo 150 palavras e, no máximo, 500 palavras. Dar preferência ao uso da terceira pessoa do singular e o verbo na voz ativa. Evitar o uso de citações bibliográficas, símbolos e contrações que não sejam correntes, fórmulas, equações e diagramas. O resumo é um elemento obrigatório, e seguido, logo abaixo, das palavras representativas do conteúdo do trabalho, isto é, palavras-chave ou descritores, separadas por ponto. O resumo deve vir acompanhado da referência do documento. Deve ser um texto bastante sintético que inclui as idéias principais do trabalho, ou seja, os objetivos, a metodologia, os resultados e as conclusões, permitindo que tenha uma visão sucinta do todo, principalmente das questões de maior importância e das conclusões a que se tenha alcançado.

Palavras-chave: Palavra-chave. Palavra-chave. Palavra-chave.

a que se tenha alcançado. Palavras-chave: Palavra-chave. Palavra-chave. Palavra-chave. [Digite texto] Página 10
a que se tenha alcançado. Palavras-chave: Palavra-chave. Palavra-chave. Palavra-chave. [Digite texto] Página 10

ABSTRACT Com as mesmas características do resumo em português, digitado em folha separada. Logo abaixo do resumo em língua estrangeira devem figurar as palavras-chave (Keywords).

ABSTRACT

The constant growth in the generation of solid residues in the world stimulates studies for most types of residual recycling. In this work Printed Circuit Boards,that are part of electronic scraps and are found in electro-electronic equipment, were studied. Printed Circuit Boards are composed of polymers, ceramics and metals, making their processing difficult. During the first stage of this work, mechanical processes, such as comminution, sizing, magnetic and electrostaticseparation were used to obtain two concentrated fractions”one with metals (mainly Cu) and the other with polymers and ceramics. During the second stage,the metal-concentrated fraction was dissolved with acids and treated in an electrochemical process to separate the metals. The results were that there was more than a 50% copper content in most of the conductive fractions and also, a significant content of Pb and Sn. This demonstrated the technical feasibility of copper recovery using echanical processing followed by an electrometallurgical technique. The copper content in solution decayed quickly in all the experiments and the copper obtained by electrowinning was above 97% in most of the tests.

Keywords: Recycling. Coppe. Printed circuit boards.

was above 97% in most of the tests. Keywords : Recycling. Coppe. Printed circuit boards. [Digite
was above 97% in most of the tests. Keywords : Recycling. Coppe. Printed circuit boards. [Digite

LISTAS: correspondem a um rol de elementos ilustrativos ou explicativos que devem ser separadas para cada tipo de ilustração: tabelas, quadros, gráficos, fórmulas, figuras (desenhos, gravuras, mapas,fotografias), na mesma ordem em que são citadas no texto. O título deverá ser centralizado. A norma NBR 6033/89 “Ordem Alfabética” fixa os critérios de aplicação da ordem alfabética em listas, índices, catálogos, etc. Fonte 12 no corpo do texto e espaçamento 1,5 entre linhas.

LISTA DE ILUSTRAÇÕES

Gráfico 1

Relação proporcional dos bens inventariados (1830-1869)

42

Gráfico 2

Preço médio do alqueire de terra ($)

42

Gráfico 3

Batismos de escravos

43

Gráfico 4

Preço médio do escravo ($)

45

Quadro 1

Valor Médio dos Animais (1830-1869) (em mil Réis)

45

Gráfico 5

Batismos registrados na Igreja Matriz de São Bento (1830-

46

1869)

Gráfico 7

Valor do alqueire de terra (em mil réis) (1870-1899)

49

46 1869) Gráfico 7 Valor do alqueire de terra (em mil réis) (1870-1899) 49 [Digite texto]
46 1869) Gráfico 7 Valor do alqueire de terra (em mil réis) (1870-1899) 49 [Digite texto]

LISTA DE TABELAS

Tabela 1

Predominância dos bens de origem agrária.

45

Tabela 2

Valor da propriedade agrária

48

Tabela 3

Registro de batismo de escravos.

53

Tabela 4

Valor de escravos inventariados.

54

Tabela 5

Preço médio de escravos inventariados.

56

Tabela 6

Relação proporcional dos bens relativos à pecuária.

62

Tabela 7

Preços Médios dos animais por cabeça

62

relativos à pecuária. 62 Tabela 7 Preços Médios dos animais por cabeça 62 [Digite texto] Página
relativos à pecuária. 62 Tabela 7 Preços Médios dos animais por cabeça 62 [Digite texto] Página

LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS

ABNT

Associação Brasileira de Normas Técnicas

IBGE

Instituto Brasileiro de Geografia Estatística

Brasileira de Normas Técnicas IBGE Instituto Brasileiro de Geografia Estatística [Digite texto] Página 14
Brasileira de Normas Técnicas IBGE Instituto Brasileiro de Geografia Estatística [Digite texto] Página 14

LISTA DE SIMBOLOS é elemento opcional, elaborada de acordo com a ordem

apresentada no texto, com o devido significado.

LISTA DE SIMBOLOS

d ab

O(n)

Distância euclidiana

Ordem de um algoritmo

SUMÁRIO (ABNT NBR 6027/2002) O Sumário abrange todas as partes do trabalho, relaciona os capítulos e suas subdivisões, exatamente como aparecem no corpo principal do manuscrito, indicando-se as respectivas páginas. Não deve constar do sumário a indicação dos elementos pré-textuais.Os apêndices e anexos, se existirem, devem ser relacionados. A palavra SUMÁRIO deve ser centralizada no alto da página, com letras maiúsculas, sem numeração. Fonte 12 no corpo do texto e espaçamento 1,5 entre linhas.

maiúsculas, sem numeração. Fonte 12 no corpo do texto e espaçamento 1,5 entre linhas. [Digite texto]
maiúsculas, sem numeração. Fonte 12 no corpo do texto e espaçamento 1,5 entre linhas. [Digite texto]
3cm SUMÁRIO
3cm
SUMÁRIO

1

INTRODUÇÃO

09

1.1Contextualização

1.2 Objetivo

2

TÍTULO DO CAPÍTULO (Revisão da Literatura)

2.1

2.2

2.2.1

 

2 cm

3 TÍTULO DO CAPÍTULO

4 TÍTULO DO CAPÍTULO (Estudo de Caso )

5 MATERIAL E MÉTODOS

6 DISCUSSÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS

7 CONCLUSÃO

REFERÊNCIAS

ANEXO A -

ANEXO B -

APÊNDICE A

MATERIAL E MÉTODOS 6 DISCUSSÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS 7 CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ANEXO A - ANEXO

2cm

MATERIAL E MÉTODOS 6 DISCUSSÃO E ANÁLISE DOS RESULTADOS 7 CONCLUSÃO REFERÊNCIAS ANEXO A - ANEXO

2. ELEMENTOS TEXTUAIS

O corpo do trabalho é constituído de 3 partes fundamentais: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão (NBR 14724: 2011).

INTRODUÇÃO

Elemento obrigatório, consiste na parte inicial do texto, deverá oferecer informações relevantes sobre o assunto abordado identificando as soluções e sugestões apresentadas, aspectos ainda não estudados ou resultados que necessitam de continuação ou confirmação. Essa seção deve ser preferentemente representar a essência do pensamento do autor em relação ao assunto que pretende estudar. É um discurso de abertura em que o pesquisador

em relação ao assunto que pretende estudar. É um discurso de abertura em que o pesquisador
em relação ao assunto que pretende estudar. É um discurso de abertura em que o pesquisador

oferece ao leitor uma síntese dos conceitos da literatura; expressa sua própria opinião, contrastando-a com a literatura demonstrando que os trabalhos foram examinados e criticados objetivamente; estabelece as razões de ser do seu trabalho sumariando em começo, meio e fim de sua proposta de estudo. Por ser o primeiro elemento textual, sugere-se que a partir da introdução o trabalho seja numerado de acordo com a ABNT NBR 6024:2003 Numeração progressiva das seções de um documento escrito.

O título (INTRODUÇÃO) deve figurar no alto da página, alinhado à esquerda e com o mesmo recurso tipográfico utilizado nas seções primárias;

É a partir da Introdução que deve aparecer a paginação do trabalho, sendo que a contagem começa na folha de rosto;

A numeração das páginas é colocada em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2 cm da borda superior (veja o destaque no exemplo a seguir).

superior direito da folha, a 2 cm da borda superior (veja o destaque no exemplo a
superior direito da folha, a 2 cm da borda superior (veja o destaque no exemplo a
DESENVOLVIMENTO Parte principal do texto, mais extensa, também chamada de corpo do assunto que contém

DESENVOLVIMENTO

Parte principal do texto, mais extensa, também chamada de corpo do assunto que contém a exposição ordenada do assunto. Visa comunicar os resultados da pesquisa. Divide-se seções (para desdobrar o tema principal do capítulo) e subseções (para desdobrar o tema principal da seção), que variam em função da abordagem do tema e do material e método. Portanto, a organização do texto será determinada pela natureza do trabalho monográfico e respeitará a tradição da área em que o mesmo se insere.

CONCLUSÃO (NBR 14724: 2001) Parte final do texto, em que são apresentadas as conclusões correspondentes aos objetivos ou hipóteses e sugestões relativas ao estudo. Tem por finalidade recapitular sinteticamente os resultados da pesquisa elaborada e expressar com lógica e simplicidade o que foi demonstrado ou deduzido com a pesquisa. O autor manifestará seu ponto de vista sobre os resultados obtidos, bem como o seu alcance, sugerindo novas abordagens a serem consideradas em

resultados obtidos, bem como o seu alcance, sugerindo novas abordagens a serem consideradas em [Digite texto]
resultados obtidos, bem como o seu alcance, sugerindo novas abordagens a serem consideradas em [Digite texto]

trabalhos semelhantes. Ao final da pesquisa, o aluno precisará fechar algumas questões, tais como:

-sua pesquisa resolve o problema originalmente escolhido, amplia a compreensão sobre ele, mostra novas relações ou mesmo descobre outros problemas?

- sua hipótese, ao final, foi confirmada ou refutada pela pesquisa?

- a metodologia do trabalho escolhida foi suficiente para a consecução de seus propósitos?

Houve necessidade, ao longo da pesquisa, de adotar outras técnicas ou procedimentos para lidar com situações não previstas? - a bibliografia previamente selecionada correspondeu as suas expectativas? - da leitura, análise, comparação e síntese de diferentes autores sobre o mesmo tema, qual é

sua postura diante dele, terminado o trabalho de pesquisa?

autores sobre o mesmo tema, qual é sua postura diante dele, terminado o trabalho de pesquisa?
autores sobre o mesmo tema, qual é sua postura diante dele, terminado o trabalho de pesquisa?
autores sobre o mesmo tema, qual é sua postura diante dele, terminado o trabalho de pesquisa?

3. PÓS-TEXTUAIS

São os elementos que complementam o trabalho. Após a Conclusão, as demais seções do trabalho não são mais numeradas, porém a paginação segue aparecendo até o final. Nesta parte, são colocados os elementos na seguinte ordem:

Referências Bibliográficas (obrigatório)

Bibliografia (opcional)

Glossário (opcional)

Apêndice(s) (opcional)

Anexo(s) (opcional)

Índice(s) (opcional) (NBR 6034/2004)

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Constituem-se de elementos descritivos que permitem a identificação e a localização do documento original. A lista de referências deve estar ordenada alfabeticamente. (NBR 6023:2002). O termo Referência bibliográfica pode ser utilizado quando os documentos citados se restringirem aos documentos convencionais, sem a inclusão dos eletrônicos.

Formato de apresentação:

• O título (REFERÊNCIAS) deve figurar no alto da página, centralizado e com o mesmo

recurso tipográfico utilizado nas seções primárias;

• Todos os documentos citados no trabalho devem, obrigatoriamente, aparecer na lista de

referências;

• Para facilitar a elaboração das referências, anote os dados dos documentos após consultá-los:

a) livros: autor(es), título, nº. de edição, local, editora, ano de publicação e número total de páginas;

b) artigos de periódicos: autor(es) e título do artigo, título da publicação, local, número do volume e/ou ano e do fascículo, paginação inicial e final do artigo, mês e ano da publicação; c) material disponível na Internet: além das informações pertinentes a cada tipo de documento, inclua também o endereço do site e a data de acesso. Por exemplo: Disponível em: <www.site.com.br>. Acesso em 20 abr.

• A lista de referências deve estar ordenada alfabeticamente;

• As referências devem ser digitadas em espaço simples entre linhas e alinhadas à esquerda (e

não no modo justificado como o restante do trabalho). Devem estar separadas entre si por dois

espaços simples.

Exemplo:

o restante do trabalho). Devem estar separadas entre si por dois espaços simples. Exemplo: [Digite texto]
o restante do trabalho). Devem estar separadas entre si por dois espaços simples. Exemplo: [Digite texto]
GLOSSÁRIO Termos essencialmente técnicos empregados no trabalho. Organizados alfabeticamente e traz a definição das

GLOSSÁRIO

Termos essencialmente técnicos empregados no trabalho. Organizados alfabeticamente e traz a definição das palavras de uso restrito, pouco conhecidas ou obscuras.

Formato de apresentação:

• O título (GLOSSÁRIO) deve figurar no alto da página, centralizado e com o mesmo recurso tipográfico utilizado nas seções primárias;

• O texto indicando a palavra ou expressão e seu significado, deve ser ordenado alfabeticamente e alinhado à esquerda

Exemplo:

e seu significado, deve ser ordenado alfabeticamente e alinhado à esquerda Exemplo: [Digite texto] Página 21
e seu significado, deve ser ordenado alfabeticamente e alinhado à esquerda Exemplo: [Digite texto] Página 21
APÊNDICE(S) Documento elaborado pelo próprio autor , a fim de complementar sua argumentação. O(s) apêndice(s)

APÊNDICE(S)

Documento elaborado pelo próprio autor, a fim de complementar sua argumentação. O(s) apêndice(s) é (são) identificado(s) por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. Quando houver mais de um apêndice, diferenciar com o uso de letras maiúsculas (NBR14724: 2005).

Exemplo:

APÊNDICE A Modelo de folha de aprovação

APÊNDICE B Modelo de lista de ilustrações

A – Modelo de folha de aprovação APÊNDICE B – Modelo de lista de ilustrações [Digite
A – Modelo de folha de aprovação APÊNDICE B – Modelo de lista de ilustrações [Digite

ANEXO(S)

Documento não elaborado pelo autor, que serve de fundamentação, comprovação e ilustração. O(s) anexo(s)- NBR 10719- é (são) identificado(s) por letras maiúsculas consecutivas, travessão e pelos respectivos títulos. No caso de existir mais de um anexo, fazer a distinção através do uso de algarismos arábicos ou letras maiúsculas. No Anexo não deve existir número de páginas.

Exemplo:

ANEXO A Representação gráfica de

ANEXO B Representação gráfica de

ÍNDICE(S)

Elemento opcional, o índice é uma lista de palavras ou frase, ordenadas segundo determinado critério (autor, assunto, etc.) que localiza e remete para as informações contidas no texto. Deve ser elaborado conforme a ABNT NBR 6034.Segundo a norma, o índice pode ser ordenado das seguintes formas:

a) ordem alfabética;

b) ordem sistemática;

c) ordem cronológica;

d) ordem numérica;

e) ordem alfanumérica.

Formato de apresentação:

• O título do índice deve definir sua função e/ou conteúdo. Exemplos: índice de assunto,

índice cronológico, índice onomástico, etc. No trabalho, deve figurar no alto da página, centralizado e com o mesmo recurso tipográfico utilizado nas seções primárias;

• Em índice alfabético, recomenda-se imprimir, no canto superior externo de cada página, as letras iniciais ou a primeira e última entradas da página;

• Recomenda-se a apresentação de entradas em linhas separadas, com recuo progressivo da esquerda para a direita para subcabeçalhos.

em linhas separadas, com recuo progressivo da esquerda para a direita para subcabeçalhos. [Digite texto] Página
em linhas separadas, com recuo progressivo da esquerda para a direita para subcabeçalhos. [Digite texto] Página
4 . REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO A elaboração dos trabalhos acadêmicos deve ser de acordo

4 . REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO

A elaboração dos trabalhos acadêmicos deve ser de acordo com as seções que seguem:

4.1 FORMATO

O papel a ser utilizado nos trabalhos acadêmicos é o de formato A4 (tamanho 21cm x 29,7

cm) de cor branca ou reciclado. A impressão é frente e verso das folhas. O texto deve ser

digitado com fonte na cor preta, podendo utilizar outras cores somente para as ilustrações.

O tamanho de fonte recomendado é 12 (Arial ou Times) para todo o texto, excetuando-se as

citações de mais de três linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e das

tabelas que devem ser digitados em tamanho menor e uniforme (tamanho 10, por exemplo). No caso de citações de mais de três linhas, deve-se observar também um recuo de 4 cm da margem esquerda.

de mais de três linhas, deve-se observar também um recuo de 4 cm da margem esquerda.
de mais de três linhas, deve-se observar também um recuo de 4 cm da margem esquerda.

4.2 MARGENS As folhas devem apresentar margens que permitam a encadernação e a reprodução. Sendo assim, os trabalhos acadêmicos deverão ter margem esquerda e superior de 3 cm, e margens direita e inferior de 2 cm.

e superior de 3 cm, e margens direita e inferior de 2 cm. 4.3 ESPAÇAMENTO Todo

4.3 ESPAÇAMENTO

Todo o texto deve ser digitado com espaço 1,5. Exceção para as citações longas (com mais de mais de três linhas), as notas de rodapé, as legendas das ilustrações e tabelas, a natureza do trabalho, o nome da instituição a que é submetida e a área de concentração, que devem ser digitados em espaço simples. As referências, ao final do trabalho, devem ser separadas entre si por um espaço simples.

As referências, ao final do trabalho, devem ser separadas entre si por um espaço simples. [Digite
As referências, ao final do trabalho, devem ser separadas entre si por um espaço simples. [Digite

Os títulos das seções devem começar na parte superior da folha e ser separados do texto que

os sucede por dois espaços 1,5, entrelinhas. Da mesma forma, os títulos das subseções devem

ser separados do texto que os precede e que os sucede por dois espaços 1,5. Na folha de rosto e na folha de aprovação, a natureza do trabalho, o nome da instituição a que é submetida e a área de concentração devem ser alinhados do meio da mancha para a margem

direita.

4.3.1 Notas de Rodapé

As notas de rodapé devem ser digitadas dentro das margens, ficando separadas do texto por

um espaço simples de entrelinhas e por filete de 3cm a partir da margem esquerda.

4.3.2 Indicativos de Seção

O indicativo numérico de uma seção precede seu título, alinhado à esquerda, separado por um

espaço de caractere.

4.3.3 Títulos sem Indicativo Numérico

Os títulos sem indicativo numérico devem ser centralizados, conforme a ABNT NBR 6024.

São eles:

a) errata;

b) agradecimentos;

c) lista de ilustrações;

d) lista de abreviaturas e siglas;

e) lista de símbolos;

f) resumos (em língua vernácula e estrangeira);

g) sumário;

h) referências;

i) glossário;

j) apêndice(s);

k) anexo(s);

l) índice.

4.3.4 Elementos sem Títulos e sem Indicativo Numérico

São as seções onde o título não deve aparecer:

a) folha de aprovação;

b) dedicatória;

c) epígrafe;

4.4 PAGINAÇÃO

A partir da folha de rosto, todas as folhas do trabalho devem ser contadas, mas numeradas

somente a partir da introdução (primeiro elemento textual). A numeração é colocada em algarismos arábicos, no canto superior direito da folha, a 2cm da borda superior, ficando o último algarismo a 2cm da borda direita da folha. Trabalhos constituídos de mais de um volume devem manter uma seqüência única de paginação, do primeiro ao último volume. A paginação de apêndices e anexos deve ser seqüencial à paginação do texto principal.

A paginação de apêndices e anexos deve ser seqüencial à paginação do texto principal. [Digite texto]
A paginação de apêndices e anexos deve ser seqüencial à paginação do texto principal. [Digite texto]

4.5 NUMERAÇÃO PROGRESSIVA

A numeração progressiva deve ser adotada no trabalho acadêmico para evidenciar a sistematização do conteúdo. Ela deve ser elaborada de acordo com a ABNT NBR 6024 Informação e Documentação Numeração progressiva das seções de um documento escrito Apresentação. Os títulos das seções primárias devem começar na parte superior da mancha (no topo da folha) e ser separados do texto que o sucede por dois espaços 1,5 entrelinhas. Por serem as principais divisões de um texto, devem iniciar em folha distinta. Da mesma forma, os títulos das subseções devem ser separados do texto que os precedem e que os sucedem por dois espaços 1,5. O indicativo de seção deve ser alinhado na margem esquerda, precedendo o título e dele separado por apenas um espaço de caractere. Todas as seções devem conter um texto relacionado com elas. Para destacar gradativamente os títulos das seções e subseções utilizam-se os recursos tipográficos de negrito, itálico ou grifo e redondo, caixa alta ou versal e outro.

1 SEÇÃO PRIMÁRIA 1.1 SEÇÃO SECUNDÁRIA 1.1.1 Seção Terciária 1.1.1.1 Seção Quaternária 1.1.1.1.1 Seção Quinária

Quando for necessário enumerar diversos assuntos de uma seção que não possua título, esta deve ser subdividida em alíneas As alienas, segundo a ABNT NBR 6024, devem ser apresentadas da seguinte forma:

a) o trecho final do texto anterior às alíneas termina em dois pontos (:);

b) as alíneas são ordenadas alfabeticamente;

c) as letras indicativas das alíneas são reentradas em relação à margem esquerda;

d) o texto da alínea começa por letra minúscula e termina em ponto-e-vírgula (;), exceto a última que termina em ponto (.); e, no caso em que seguem subalíneas, estas terminam em

vírgula (,);

e) a segunda e as seguintes linhas do texto da alínea começam sob a primeira letra do texto da

própria alínea.

Exemplo:

do texto da alínea começam sob a primeira letra do texto da própria alínea. Exemplo: [Digite
do texto da alínea começam sob a primeira letra do texto da própria alínea. Exemplo: [Digite
4.6 ENCADERNAÇÃO Deverá ser em capa dura, na cor adotada pela instituição. 4.7 CITAÇÃO Citação

4.6 ENCADERNAÇÃO

Deverá ser em capa dura, na cor adotada pela instituição.

4.7 CITAÇÃO

Citação é a menção, no texto, de uma informação extraída de outra fonte. A seguir são apresentadas informações básicas sobre a elaboração de citações, para uma consulta mais completa consulte a ABNT NBR 10520. Deve optar-se por um sistema de chamada: autor-data ou numérico. No sistema autor-data a menção à obra citada no texto deve aparecer de acordo com sua representação na lista de Referências (entrada por autor ou título e o ano da obra). No sistema numérico as fontes são indicadas de forma consecutiva ao longo do documento em algarismos arábicos. A lista de Referências, neste caso, deve ser apresentada conforme sua ordem de citação no documento, e não em ordem alfabética como no sistema autor-data.

sua ordem de citação no documento, e não em ordem alfabética como no sistema autor-data. [Digite
sua ordem de citação no documento, e não em ordem alfabética como no sistema autor-data. [Digite

As chamadas no sistema autor-data devem ser em letras maiúsculas e minúsculas quando a referência à fonte citada fizer parte da sentença. Quando citado entre parênteses, o nome do autor deve ser descrito em letras maiúsculas.

Exemplos:

Segundo Shiffman e Kanuk (2000) o comportamento do consumidor estuda de que

maneira as pessoas resolvem gastar seu tempo e dinheiro para fazer uma determinada compra,

assim como seu esforço para consumir.

O comportamento de compra do consumidor “é influenciado por fatores culturais,

sociais, pessoais e psicológicos”. (KOTLER; KELLER, 2006, p. 172).

Quando um documento possui autoria de até três autores, o sobrenome de todos eles deve aparecer na citação. Quando for escrito por uma entidade coletiva o nome deve aparecer completo, na forma direta. Se a entrada do documento for pelo título somente a primeira palavra (acompanhada de artigo ou monossílabo, se for o caso) seguida de reticências deve aparecer na citação. Os exemplos a seguir são fictícios e apresentam as diversas formas como estas citações podem se apresentar:

Exemplos:

Segundo Kotler (2006, p. 172), o comportamento de compra do consumidor “é

influenciado por fatores culturais, sociais, pessoais e psicológicos”.

O comportamento de compra do consumidor “é influenciado por fatores culturais,

sociais, pessoais e psicológicos”. (KOTLER; KELLER, 2006, p. 172).

Os autores dizem que o comportamento de compra do consumidor “é influenciado por

fatores culturais, sociais, pessoais e psicológicos” (COVEY; KOTLER; KELLER, 2006,

p.172).
p.172).

O comportamento de compra do consumidor, de acordo com o Conselho Regional de

Administração (2006, p. 172) “é influenciado por fatores culturais, sociais, pessoais e

psicológicos”.

p. 172) “é influenciado por fatores culturais, sociais, pes soais e psicológicos”. [Digite texto] Página 29
p. 172) “é influenciado por fatores culturais, sociais, pes soais e psicológicos”. [Digite texto] Página 29

O comportamento de compra do consumidor “é influenciado por fatores culturais,

sociais, pessoais e psicológicos” (O MARKETING

,

2006, p. 172).

4.7.1 Citação Direta

As citações diretas são transcrições exatas de trechos extraídos da fonte, onde são apresentadas as palavras do próprio autor. Nas citações diretas deve-se indicar também, além do ano, a página da obra consultada. As citações diretas podem ser curtas ou longas:

a) citações diretas curtas: para citações de até três linhas, devem apresentar aspas duplas indicando o trecho inicial e final da transcrição. As aspas simples são utilizadas para indicar citação no interior da citação; b) citações diretas longas: para citações com mais de três linhas, o trecho deve ser destacado num bloco único (sem entrada de parágrafo) com recuo de 4cm da margem esquerda, com letra menor que a utilizada no texto (recomenda-se fonte nº 10), com espaçamento entre linhas simples e não devem aparecer as aspas.

Exemplo de citação direta curta:

O comportamento de compra do consumidor “[

]

é influenciado por fatores culturais,

sociais, pessoais e psicológicos”. (KOTLER; KELLER, 2006, p. 172).

Exemplo de citação direta longa:

Churchill Jr. e Peter (2003, p. 116) definem a pesquisa de marketing como:

4 cm
4 cm

a

função que liga o consumidor, o cliente e o público ao profissional

de marketing por meio de informações estas usadas para identificar

e

definir oportunidades e problemas de marketing; gerar, refinar e

avaliar ações de marketing; monitorar o desempenho de marketing;e

melhorar o entendimento do marketing como um processo.

 

Após reunir alguns conceitos de pesquisa de marketing e compreender qual é a sua

finalidade foi feita uma pesquisa quantitativa que pode auxiliar nas decisões mercadológicas,

diminuindo o risco e aumentando os impactos positivos na organização.

4.7.2 Citação Indireta O mesmo que citação livre (ou paráfrase), é quando expressamos com nossas próprias palavras a idéia de um autor. Nesses casos, a indicação da página consultada é opcional.

Exemplo:

Rocha (2004) diz que a melhor estratégia para uma empresa aumentar seus ganhos

a melhor estratégia para uma empresa aumentar seus ganhos financeiros é conquistar a fidelização dos seus
a melhor estratégia para uma empresa aumentar seus ganhos financeiros é conquistar a fidelização dos seus
a melhor estratégia para uma empresa aumentar seus ganhos financeiros é conquistar a fidelização dos seus

porque quando as pessoas estão satisfeitas com o tratamento que recebem,não só preferem

não mudar de empresa como fazem a divulgação dele para a sua família e para seus

conhecidos. As melhores estratégias de fidelização são o conhecimento dos consumidores, a

segmentação por similaridades de comportamento e o relacionamento constante com os

consumidores.

4.7.3 Citação de Citação Se, no trabalho, for feita uma citação de um trecho já citado na obra consultada é preciso

indicar primeiramente o sobrenome do autor do trecho seguido da expressão latina apud (que significa citado por) e então o sobrenome do autor da obra consultada. Na lista de referências é o nome do autor da obra consultada que deve aparecer. Para as citações diretas, além do ano também deve aparecer a página do trecho citado.

É importante destacar que este recurso deve ser utilizado somente no caso de impossibilidade

de acesso à obra citada no trecho. Sempre que possível, faça a citação diretamente na obra.

Exemplo:

Atitude, segundo Thurstone (apud MOWEN; MINOR, 2003, p. 142)“[ ] é a
Atitude,
segundo
Thurstone
(apud
MOWEN;
MINOR,
2003,
p.
142)“[
]
é
a

quantidade de afeição ou sentimento a favor ou contra um estímulo”.

Ou:

Atitude “[

]

é a quantidade de afeição ou sentimento a favor ou contra um estímulo”

(THURSTONE apud MOWEN; MINOR, 2003, p. 142).

O nome que deve constar na lista de referências é o dos autores Mowen e Minor, que são os

autores da obra consultada.

4.8 ABREVIAÇÕES

Em geral, não se abreviam palavras no corpo do texto. Essa regra inclui palavras como páginas, volume, metro, quilo. Abreviam-se, entretanto, palavras como Sr. e Dr.Instituições

ou comissões podem ser abreviadas por siglas, por exemplo: USP, UNESP, etc.Tratando-se de organização pouco conhecida dos leitores, a primeira vez que for mencionada, deverá ser por extenso, seguindo-se da abreviatura entre parênteses. No restante do texto, o nome por extenso não precisa mais aparecer, podendo somente a sigla ser citada. As siglas não levam ponto!

4.9 EQUAÇÕES E FÓRMULAS

A fim de facilitar a leitura de fórmulas e equações, é permitido o uso de uma entrelinha maior

no texto de modo que possa comportar seus elementos (expoentes, índices e outros). Se

maior no texto de modo que possa comportar seus elementos (expoentes, índices e outros). Se [Digite
maior no texto de modo que possa comportar seus elementos (expoentes, índices e outros). Se [Digite

necessário, podem sem numeradas com algarismos arábicos entre parênteses, alinhados à direita.

Exemplo:

2x 2 + y 2 4(16 + 25) = z 2 (x2 y2) / 8 = x2

(1)

(2)

4.10. NÚMEROS Quando contiverem menos de três dígitos, como regra geral, os números constantes no texto devem ser escritos por extenso.Para datas, endereço e telefone é utilizado algarismos, da mesma forma, números contendo decimais não são escritos por extenso (assim, usa-se 29,5 e não vinte e nove vírgula cinco), mas usa-se um sétimo e não 1/7. Nunca se começa uma sentença com um número que não seja por extenso. Por exemplo, evitar: “1968 foi um ano crítico para a educação brasileira[

5. ILUSTRAÇÕES As ilustrações são imagens que acompanham o texto. Podem ser de diversos tipos: desenhos, gravuras, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos, etc. Seja qual for o seu tipo, sua identificação deve aparecer na parte inferior da imagem, precedida da palavra designativa seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, do respectivo título e da fonte de onde foi extraída. A ilustração deve ser inserida no texto o mais próximo possível do trecho a que se refere.

A Figura 1 mostra o laboratório sendo utilizado por alunos da escola.

Ou

Mostra-se o laboratório sendo utilizado por alunos da escola. (Figura 1).

Figura 1 - Alunos do fundamental desenvolvendo homepages

Times New Roman, Tamanho 10, Alinhado próximo à Figura. Espaçamento simples.

10, Alinhado próximo à Figura. Espaçamento simples. FONTE: Arquivo da Instituição (2004). [Digite texto]
10, Alinhado próximo à Figura. Espaçamento simples. FONTE: Arquivo da Instituição (2004). [Digite texto]

FONTE: Arquivo da Instituição (2004).

Alinhado próximo à Figura. Espaçamento simples. FONTE: Arquivo da Instituição (2004). [Digite texto] Página 32
Alinhado próximo à Figura. Espaçamento simples. FONTE: Arquivo da Instituição (2004). [Digite texto] Página 32

5.1 TABELAS, GRÁFICOS E QUADROS As tabelas são elementos demonstrativos de síntese que constituem unidade autônoma e apresentam informações tratadas estatisticamente. Devem ser elaboradas conforme a Norma de Apresentação Tabular do IBGE:

a) as tabelas devem ser inseridas o mais próximo possível do trecho a que se referem. Se a

tabela não couber em uma folha, continua-se na folha seguinte e, nesse caso, não é delimitada por traço horizontal na parte inferior e repete-se o título e o cabeçalho na próxima folha;

b) devem ter um título, inserido no topo, indicando a natureza geográfica e temporal das

informações numéricas apresentadas;

c) no rodapé da tabela deve aparecer a fonte de onde ela foi extraída. Notas eventuais também

aparecem no rodapé, após o fio de fechamento;

d) deve-se evitar o uso de fios verticais para separar as colunas e fios horizontais para separar

as linhas. Somente o cabeçalho pode apresentar fios horizontais e verticais para separar os

títulos das colunas. Ao final da tabela é utilizado um fio horizontal;

e) todas as tabelas do documento devem seguir o mesmo padrão gráfico, ou seja, devem

apresentar o mesmo tipo e tamanho de fonte e utilizar de forma padronizada letras maiúsculas e minúsculas.

Exemplo:

Tabela 1 Relação peso x estatura

Centralizado e

Espaçamento

Simples

Relação Peso x Estatura

e Espaçamento Simples Relação Peso x Estatura Peso (Kg) 35 38 45 52 50 38 30

Peso (Kg)

35

38

45

52

50

38

30

Estatura (m)

128

140

140

150

130

110

140

FONTE: DUARTE (1985).

Gráfico 2 Médias de Alunos

Médias de Alunos 12 10 8 6 4 2 0 Ana Carlos João José Marcos
Médias de Alunos
12
10
8
6
4
2
0
Ana
Carlos
João
José
Marcos

FONTE: Arquivo da Instituição (2004).

10 8 6 4 2 0 Ana Carlos João José Marcos FONTE : Arquivo da Instituição
10 8 6 4 2 0 Ana Carlos João José Marcos FONTE : Arquivo da Instituição
Quadro 4 – Comparação de Elementos   Elementos   Elementos   Descrição Conteúdo

Quadro 4 Comparação de Elementos

 

Elementos

 

Elementos

 

Descrição

Conteúdo

Objetividade

A linguagem objetiva pode ajudar os.

informacional

Navegabilidade

 

Responsável por fazer com que o usuário chegue mais.

Visibilidade das informações

 

Preocupa-se em organizar as informações.

Usabilidade do site

A usabilidade deve se preocupar principalmente com uma.

Tipos de

Textos

Os documentos podem possuir vários formatos.

documentos

Imagens

Estáticas

Imagens que não possuem movimentos.

Dinâmicas

Animação

Imagens que possuem animação.

Vídeos

Imagens que possuem animação em vídeo.

Sons

Arquivos de sons.

FONTE: PRESSMAN (2005).

que possuem animação em vídeo. Sons Arquivos de sons. FONTE: PRESSMAN (2005). [Digite texto] Página 34
que possuem animação em vídeo. Sons Arquivos de sons. FONTE: PRESSMAN (2005). [Digite texto] Página 34

6. INSTRUÇÕES GERAIS PARA PADRONIZAÇÃO DE REFERÊNCIAS de acordo com NBR 6023/2002. Segundo a norma NBR 6023 da ABNT, referência é o conjunto padronizado de elementos descritivos retirados de um documento, que permite sua identificação individual. Utiliza-se espaço simples nas referências e dois espaços de1,5 para separá-las. São alinhadas somente à esquerda.

Para uma melhor recuperação de um documento, as referências devem ter alguns elementos indispensáveis, como:

1. autor (quem?);

2. título (o que?);

3. edição;

4. local de publicação (onde?);

5. editora;

6. data de publicação da obra (quando?).

EXEMPLOS DE REFERÊNCIAS

Livro

1 autor:

SOBRENOME, Nome. Título.Edição. Local: Editora, data. Volume ou total de páginas. (Série ou Coleção).

CASCUDO, L.C. Mouros, franceses e judeus: três presenças no Brasil. 3. ed. São Paulo: Global, 2001. 111 p. (Coleção História, 16).

2 autores:

LEVILE, M.; MOURA, C.V. Análise Vetorial. São Paulo: Global, 2009. 151 p.

3 autores:

SILVA, M.; SOUZA, J.; NEVES, P.T. Pensar na Docência. Rio de Janeiro: Atlas, 2002. 98p.

Obs: Júnior, Filho, Neto são complementos do sobrenome.

Ex: NUNES FILHO, N.E.; BUENO, F.A.; NARDI, A.E. Psiquiatria e saúde mental:

conceitos clínicos e terapêuticos.São Paulo: Saraiva, 2005.85p.

clínicos e terapêuticos.São Paulo: Saraiva, 2005.85p. Obs: Mais de 3 autores entra-se pelo primeiro seguido de
clínicos e terapêuticos.São Paulo: Saraiva, 2005.85p. Obs: Mais de 3 autores entra-se pelo primeiro seguido de
clínicos e terapêuticos.São Paulo: Saraiva, 2005.85p. Obs: Mais de 3 autores entra-se pelo primeiro seguido de

Ex: LEE, E.F., et al.Hematologia clínica. São Paulo: Manole, 2008.2v.

Capítulo de livro O autor do livro e do capítulo são a mesma pessoa

Modelo:

SOBRENOME, Nome. Título do capítulo. In:

Local: Editora, data. páginas inicial-final do capítulo.

Título do livro: subtítulo.

Exemplo:

NASCIMENTO, Arlindo Moraes do. Formação e suspensão do vínculo de

emprego. In:

LTR, 2006. p. 151-162.

Iniciação ao direito do trabalho. 32. ed. São Paulo:

Capítulo de livro - autor do capítulo é diferente do autor do livro

Modelo:

SOBRENOME, Nome. Título do capítulo: subtítulo. In: SOBRENOME, Nome. Título do livro. Local: Editora, data. Páginas inicial-final do capítulo.

Exemplo:

SILVA, D. B. Eco-turismo. In: McKERCHER, B. Turismo de natureza:

planejamento e sustentabilidade. Tradução de Beth Honorato. São Paulo:

Contexto, 2002. p.71-84. (Turismo Contexto).

Norma Técnica

Modelo:

AUTORIA INSTITUCIONAL. Título. Local: Editora, data. Total de páginas.

Exemplo:

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 10520:

informação e documentação: citações em documentos: apresentação. Rio de Janeiro, 2002. 7 p.

Órgãos governamentais/publicações oficiais Quando a autoria do documento for de órgãos governamentais da administração (Ministérios, Secretarias e outros) entrar pelo nome geográfico (país, estado ou município), todo em letra maiúscula, considerando a subordinação hierárquica, quando houver.

Modelo:

PAÍS, ESTADO OU MUNICÍPIO. Entidade Governamental (seguida da subordinação hierárquica se houver). Título. Local, data. Total de páginas.

(seguida da subordinação hierárquica se houver). Título . Local, data. Total de páginas. [Digite texto] Página
(seguida da subordinação hierárquica se houver). Título . Local, data. Total de páginas. [Digite texto] Página

Exemplos:

BRASIL. Ministério da Justiça. Secretaria de Direito Econômico (SDE). Relatório de atividades. Brasília, 1993. 28 p.

SÃO PAULO (Estado). Secretaria do Meio Ambiente. Diretrizes para a política ambiental do Estado de São Paulo. São Paulo, 2008. 35 p.

Publicações anônimas Quando a publicação não apresenta indicação de autoria nem qualquer outro responsável pela organização da obra, a entrada é feita pelo Título, sendo a primeira palavra totalmente em letras maiúsculas.

Modelo:

TÍTULO. Local: Editora, data. Total de páginas.

Exemplo:

DIAGNÓSTICO do setor editorial brasileiro. São Paulo: Câmara Brasileira do Livro, 1993. 64 p.

Dissertações e Teses

Modelo:

SOBRENOME, Nome. Título da tese ou dissertação: subtítulo. Data de defesa. Total de páginas ou folhas. Dissertação ou Tese (Mestrado ou Doutorado em área de concentração) - Departamento ou Centro, Instituição, Local, data de publicação.

Exemplo:

SILVEIRA, D. B. Falas e imagens: a escola de educação infantil na perspectiva das crianças. 2005. 173 f. Tese (Doutorado em Educação) Centro de Educação e Ciências Humanas, Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, 2006.

Trabalho apresentado em congressos, simpósios, jornadas, etc

Modelo:

SOBRENOME, Nome; SOBRENOME, Nome. Título do trabalho. In: TÍTULO

DO EVENTO, nº., data, Local de realização. Anais

ou Resumos

ou

Proceedings

Local de publicação: Editora, data. páginas inicial-final do

trabalho.

Exemplo:

BRAYNER, A. R. A.; MEDEIROS, C. B. Incorporação do tempo em SGB

orientado à objetos. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9.,

1994, São Paulo. Anais

São Paulo: USP, 1994. p. 16-29.

BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9., 1994, São Paulo. Anais São Paulo: USP, 1994. p. 16-29.
BRASILEIRO DE BANCO DE DADOS, 9., 1994, São Paulo. Anais São Paulo: USP, 1994. p. 16-29.

Atenção: Para trabalhos consultados em meio eletrônico, seguir o modelo acima, acrescido das informações sobre a disponibilidade e o acesso:

Disponível em: <endereço eletrônico completo>. Acesso em: data. Trabalhos acadêmicos e apostilas

Modelo:

SOBRENOME, Nome. Título: subtítulo. Local: Departamento, data. Número de páginas. Trabalho de Conclusão de Curso ou Trabalho de Graduação ou Relatório de Estágio ou Apostila.

RIZZO, S. R. Qualidade em serviços: um estudo de caso. São Carlos:

UFSCar/DEP, 1999.111 p. Trabalho de Conclusão de Curso.

Publicações periódicas (revistas gerais, técnico-científicas e jornais)

Modelo:

SOBRENOME, Nome. Título do artigo. Título do periódico, Local, volume, número, páginas inicial-final do artigo, data.

Exemplo:

MASIERO, P.C. et al. A Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da

Universidade de São Paulo. Ci. Inf., Brasília, v. 30, n. 3, p. 23-27, set./dez.

2001.

Atenção: Para artigos consultados em meio eletrônico, seguir o modelo acima, acrescido das informações sobre a disponibilidade e o acesso:

Disponível em: <endereço eletrônico completo>. Acesso em: data.

Sites da Internet

Modelo:

SOBRENOME, Nome ou AUTORIA INSTITUCIONAL ou entrada pelo TÍTULO (se não houver autoria). Título. Disponível em: <endereço eletrônico>. Acesso em: data.

Exemplo:

BALTAZAR, A. P. E-futuros: projetando para um mundo digital. Disponível em:

<http://www.vitruvius.com.br/arquitetos/arq000/esp077.asp>. Acesso em: 09 abr. 2007.

<http://www.vitruvius.com.br/arquitetos/arq000/esp077.asp>. Acesso em: 09 abr. 2007. [Digite texto] Página 38
<http://www.vitruvius.com.br/arquitetos/arq000/esp077.asp>. Acesso em: 09 abr. 2007. [Digite texto] Página 38