Sunteți pe pagina 1din 4

Administração Financeira Orçamentária I

Fundamentos sociais da empresa

São formados pela:

responsabilidade social,

transparência e

governança corporativa.

Responsabilidade social

Há duas grandes correntes de pensamento para se incorporar a responsabilidade social:

Stakeholders pessoas (ou grupo de pessoas) que possui algum interesse numa empresa.

Stockholders (ou shareholders) são pessoas (ou grupo de pessoas) que possuem participação acionária em uma empresa.

A responsabilidade social, pode ser entendida como um conjunto de ações, que trás benefícios

a todos os stakeholders.

Responsabilidade social

Retorno que essas responsabilidades trazem a empresa imagem, incentivos fiscais e etc.

A responsabilidade social defende o objetivo de maximização do lucro até o limite que isso não

destrua o meio ambiente, promova exploração do trabalho e etc.

Toda atividade empresarial possui, além de seus objetivos econômicos, uma abordagem ética.

Responsabilidade social

A globalização, e o processo de integração dos mercados mundiais, tem levado as empresas a

serem mais éticas, e a agirem de forma socialmente responsável, sob pena de sofrerem sanções legais e prejuízo de imagem que desfrutam no mercado.

O valor econômico da marca é formado pela reputação e qualidade do capital humano e a

procura honesta e integra como a empresa se relaciona com os agentes de mercado.

Qualquer irresponsabilidade que uma empresa venha a cometer em qualquer parte do mundo

é logo veiculada por toda a mídia, e repercute geralmente nas bolsas de valores provocando desvalorização.

Transparência

A abertura da economia mundial e o enorme desenvolvimento da comunicação impuseram

que as empresas atuassem de forma cada vez mais transparente.

Investidores tem atribuído mais prioridade a esse tipo de empresa.

Quanto maior as informações menores os risco, permitindo a valorização das ações.

Transparência

A grande contribuição da transparência está em evitar fraudes:

Evitar fraudes contábeis;

Praticas administrativas ocultas;

Atitudes que coloquem em risco a ética e o patrimônio econômico da empresa e de seus acionistas.

Transparência

O

conceito de transparência é o de disponibilizar todas as informações necessárias, tanto para

o

pessoal interno como para o externo.

Quanto mais informações a empresa oferece, mais se torna confiável.

Transparência

Essas informações são do tipo:

Desempenho da empresa;

Situação econômico-financeira atual;

Riscos;

Desafios;

Estratégias; e

Oportunidades futuras de crescimento.

Transparência

Se as práticas de transparência fossem abordadas com mais frequência, muitas empresas deixariam de lesar seus acionistas.

Exemplo: a empresa ENRON publicou resultados exagerados com o intuito de valorizar suas ações e, em consequência, promover ganhos nas opções de seus administradores.

Governança Corporativa

Conjunto de procedimentos que governam o relacionamento entre os administradores e os acionistas.

A governança visa minimizar os conflitos de agência.

Uma boa Governança Corporativa incorpora cinco valores (princípios) essenciais:

Fairness

Entendido como “senso de justiça” ou “equidade”, tratamento justo entre os stakeholders.

Disclosure

Identificado como “transparência”, revela o compromisso da empresa em informar e disponibilizar, todas as informações que sejam de interesse dos acionistas e demais stakeholders.

Accountability

Responsabilidade de “prestação de contas” por parte das unidades tomadora de decisões da sociedade (Conselho Administrativo), demonstrando todas as suas responsabilidades por atos falhos e omissões.

Compliance

Significa “estar em conformidade”. Caracteriza o cumprimento das leis, normas, regulamentos

e outras exigências.

Effectiveness (eficácia)

Modelos e instrumentos de gestão que permitem que a empresa demonstre continuidade preserve sua sustentabilidade, seja competente em gerar lucros e remunerar seu capital, e consiga atingir suas metas e objetivos.

Governança Corporativa

Um sistema de governança corporativa envolve basicamente diversos grupos de agentes:

Sócios/Acionistas, Conselho de Administração, Gestores/Executivos, Auditoria Independente e Conselho Fiscal.

Governança Corporativa

Conselho de Administração é o principal grupo que compõe o sistema de Governança Corporativa, atuando sempre de acordo com os interesses da organização.

Gestão desenvolvida pelo diretor-presidente, principal executor das diretrizes traçadas pelo conselho administrativo. O qual gerencia diversas diretorias.

Auditoria Independente estrutura externa da empresa, tem por objetivo principal a verificação das demonstrações financeiras elaboradas pela sociedade.

Governança corporativa e criação de valor

O objetivo é oferecer maior transparência e minimizar a assimetria de informações presente

entre as diversas partes interessadas.

BM&F Bovespa criou o Novo Mercado, onde somente pode ser negociadas ações de empresas que aderirem às melhores práticas de Governança Corporativa.

Governança corporativa e criação de valor

O novo mercado é um segmento de listagem de ações de empresas que se comprometem, de forma voluntária, a adotar melhores práticas de governança corporativa e Disclousere (Transparência) de suas informações em nível superior ao exigido pela legislação vigente.

Dúvidas?

Obrigado!

Lucas Cruz www.proflucas.com