Sunteți pe pagina 1din 17

Pastor Martin Luther King e o Dia da Consciência Negra

A conquista da igualdade dos Direitos Civis

pelos negros americanos sob a mão de Deus e do Pastor Martin Luther King

Pastor Martin Luther King, Lyndon Johnson e o Presidente John F. Kennedy

Tradução: João Cruzué

"Durante a campanha de eleição presidencial, John Fritzgerald


Kennedy argüiu em favor da Lei dos Direitos Civis. Depois do pleito,
descobriu-se que 70% dos votos da população negra americana
foram para Kennedy. Entretanto, durante seus primeiros dois anos de
presidência, Kennedy falhou em levar adiante sua promessa de
mudar a lei.

Em 1963, o projeto dos Direitos Civis de Kennedy foi levado ao


Congresso Americano. Em seu discurso pela televisão em 11 de
junho, Kennedy pontuou que: “O bebê negro, nascido na América
hoje, dependendo do região de onde ele veio, tem cerca de 50% a
menos de chances de completar o colegial, comparado com o bebê
branco, nascido no mesmo lugar e no mesmo dia. Tem só 25%
chances de terminar a faculdade; apenas 25% de chances de se
profissionalizar; duas vezes a mais de chances de se tornar
desempregado; cerca de 14,2% de chances de ganhar apenas 10 mil
dólares por ano; tem uma expectativa de vida menor em sete anos; e
uma perspectiva de ganhar apenas a metade de $, em toda sua vida,
quando muito.

Na tentativa de persuadir o Congresso Americano a aprovar o


Projeto da Lei Kennedy, o Congresso para a Igualdade Racial (CORE)
e a Conferência Sulista de Liderança Cristã ( SCLC) organizaram a
famosa Marcha para Washington. Em 28 de agosto de 1963, mais de
250 mil pessoas marcharam pacificamente para o Lincoln Memorial
para exigir justiça igual debaixo da lei para todos os cidadãos. Ao
final da marcha, Martin Luther King fez seu famoso discurso “Eu
Tenho um Sonho.”

A Carta dos Direitos Civis ainda estava sendo debatida pelo


Congresso, quando John F Kennedy foi assassinado, em novembro de
1963. O Novo presidente, Lyndon Baines Johnson, que tinha um
pobre histórico em questões de direitos civis, assumiu a causa.
Usando sua considerável influencia no Congresso, Johnson conseguiu
que a Lei dos Direitos Civis fosse aprovada.

O Presidente Johnson assina a Lei dos Direitos Civis na presença do


Pastor Martin Luther King, em 02 de julho de 1964.
Em 1964 a Lei dos Direitos Civis fez da discriminação em lugares
públicos, tais como teatros, restaurantes e hotéis, um ato ilegal.
Também foi exigido dos empregadores que providenciassem
oportunidades iguais de emprego. Projetos que envolviam verbas
federais agora poderiam ser cortados se houvesse evidência de
discriminação baseada em cor, raça ou nacionalidade".

Excerto de
http://www.spartacus.schoolnet.co.uk/USAsitin.htm

Tradução de João Cruzué


cruzue@gmail.com

Postado por Joao Cruzue às 10:12 AM 0 comentários


Marcadores: Dia consciencia negra, Martin Luther King
Dia da Consciência Negra e a Defesa dos Direitos Civis

PASTOR MARTIN LUTHER KING, JR.


(15.01.1929 - 04.04.1968)

Tradução de João Cruzué

Eu tenho um sonho: Que um dia esta nação se porá de pé e viverá o verdadeiro


significado de sua crença: Nós conservamos esta verdade para ser auto-declarada,
que todos os homens foram criados iguais. Eu tenho um sonho, e nele, meus
quatro filhos pequenos viverão em uma nação em que não serão julgados pela cor
da sua pele, mas pelo conteúdo de seus caráteres."
"DEIXE A LIBERDADE RESSOAR"

"E quando isto acontecer, quando nós deixarmos a liberdade ressoar, vamos nos
apressar para aquele dia quando nós, todos os filhos de Deus, homens pretos e
homens brancos, judeus e pagãos, protestantes e católicos, seremos capazes de
nos dar as mãos e cantarmos as palavras do velho negro espiritual:

---------------------------------------------------------------------------
"Livre por fim, livre por fim,

Graças ao Poderoso Deus, por fim eu estou livre."


-----------------------------------------------------------------------------

SOBRE A PAZ

"Mais cedo ou mais tarde todos os povos do mundo terão de descobrir um modo de
viver juntos em paz, e por meio disso transformar esta elegia cósmica inacabada
em um salmo criativo de fraternidade. Eu recuso aceitar a visão de que a
humanidade é tão tragicamente atada à uma meia-noite sem estrelas de racismo e
de guerras que a aurora brilhante da paz e da fraternidade nunca possa tornar-se
uma realidade. É por isso que o direito, temporariamente derrotado, é mais forte
do que a maldade triunfante." (1964):
AS PALAVRAS DE MARTIN LUTHER KING

"As palavras de Martin Luther King têm notável poder e graça, quase 40 anos
depois da sua morte em Memphis, no dia 4 de Abril de 1968. Em homenagem ao
dia comemorativo do aniversário do Pr. King - 15 janeiro de 2008 - apresentamos
uma galeria de fotografias do famoso defensor do movimento dos direitos civis,
feitas pelo fotógrafo Flip Schulke da Time.com, acompanhadas pelo texto, traduzido
por nós, das próprias palavras de King sobre: não-violência, raça, paz, movimento
Black Power, sonhos, etc. Nosso propósito com a publicação é trazer à consciência
de que as palavras devem ser cimentadas com atitudes. No início ninguém presta
muita atenção, mas o tempo da realização vai chegar para quem persistir em pedir,
bater e buscar. Venham conosco aprender do Pastor Martin Luther King, Jr." João
Cruzué.
A ORAÇÃO DO PEREGRINO

Em 1957, aproximadamente 25 mil militantes ajuntaram-se no Memorial Lincoln de


Washington D.C, por três horas de cânticos e discursos, exigindo do governo
federal o cumprimento do Estatuto da Educação, contra a segregação racial nas
escolas americanas, declarada inconstitucional pela Corte Federal. O último discurso
do dia foi proferido por King.
Manifestação em Washington contra a segregação racial nas escolas

O SONHO DA LIBERDADE

"Então, mesmo que enfrentemos as dificuldades de hoje e de amanhã, ainda tenho


um sonho. Eu tenho um sonho que um dia esta nação se erguerá e viverá o
verdadeiro significado do seu credo... de que todos os homens são nascidos iguais.
Eu Tenho um sonho, que um dia até o Estado do Mississippi, um estado que sofre
com o calor, com o calor da opressão, será transformado em um oásis de liberdade
e justiça. Eu Tenho um sonho, que meus quatro filhos pequenos viverão um dia em
uma nação onde eles não mais serão julgados pela cor de sua pele, mas pelo
conteúdo de seu caráter. E se a América está para ser uma grande nação, isto deve
tornar-se verdadeiro(1963):
DETIDO

Em Três meses de greve, 156 manifestantes, inclusive King, foram detidos por
violar uma lei de 1921 por " impedimento" de um ônibus. King foi condenado a
pagar uma multa de 500 dólares ou passar 386 dias na cadeia. Ele passou duas
semanas na prisão, e o movimento explodiu porque ele chamou a atenção nacional
para seu protesto.
Ônibus "batendo lata" em Tallahassee

SIMPATIA PELA GREVE

Comunidades negras de outras cidades organizaram boicotes similhares.


negros e brancos assentados no mesmo ônibus

VITÓRIA!

Em Junho de 1956 a Corte do Distrito Federal determinou que a segregação racial


em ônibus era inconstitucional. Depois de sobreviver a desafios até a Suprema
Corte, a norma tornou-se regular; no dia 20 de Dezembro de 1956 King declarou o
fim do boicote. No dia seguinte, os membros da comunidade negra, inclusive Rosa
Parks, embarcaram nos ônibus pela primeira vez, em mais de um ano.

Na cadeia, com o filho

NÃO-VIOLÊNCIA

"Em seu comunicado, [falando ao jornalista] você afirmou que as nossas ações,
apesar de pacíficas, devem ser condenadas porque elas precipitam a violência. Isto
não seria como condenar Jesus porque a sua consciência de um único Deus e a
devoção incessante à vontade de Deus precipitou o mau ato da
Crucificação?"Cartas da prisão de Birmingham, 1963:
OS NEGROS DA AMÉRICA

"Antes que os peregrinos aportassem em Plymouth, estávamos aqui. Antes de que


a caneta de Jefferson grafasse, com tinta indelével através das páginas da história,
as palavras majestosas da Declaração da Independência, estávamos aqui. Se as
crueldades inexprimíveis da escravidão não nos puderam parar, a oposição que
agora enfrentamos seguramente falhará. Ganharemos nossa liberdade porque a
herança sagrada da nossa nação e a vontade eterna de Deus é personificada nos
ecos de nossas exigências."Cartas na prisão de Birmingham, 1963.
NÃO CONFORMISMO

"Nesta hora da história é preciso um círculo dedicado de não-conformistas


transformados. As paixões perigosas de orgulho, ódio e egoísmo estão entronizadas
em nossas vidas; a verdade está prostrada nas colinas ásperas de Calvários sem
nome. A salvação do nosso mundo do juízo virá, não pela complacente acomodação
da maioria dos conformados, mas pelo desajuste criativo de uma minoria não
conformada." (1963)
MOVIMENTO BLACK POWER

"O desespero de hoje é um pobre formão para fincar a justiça de amanhã. O


movimento "Black Power" é uma crença implícita e muitas vezes explícita no
separatismo dos negros. Todavia atrás da preocupação legítima e necessária do
Black Power de uma unidade de grupo e identidade negra, jaz numa crença que
pode ser para o negro uma estrada separada para o poder e realização. São idéias
curtas e irreais. Não há nenhuma salvação para o Negro através do
isolamento." (1967)
MARCHA PELOS DIREITOS CIVIS

"Como uma idéia cujo tempo chegou, nem mesmo a marcha de exércitos poderosos
pode parar-nos. Estamos nos mudando para a terra da liberdade. Vamos marchar
para a realização do Sonho Americano. Vamos marchar sobre o alojamento
segregado. Vamos marchar sobre escolas segregadas. Vamos marchar sobre a
pobreza. Vamos marchar sobre as urnas eleitorais, marchar sobre as urnas até que
os molestadores de raças desaparecerem da arena política, até que os Wallaces da
nossa nação estremeçam longe, em silêncio." (Selma a Montgomery, 1965):

LIBERDADE

"Deixe a liberdade ressoar. Nos cumes das colinas prodigiosas do Novo Hampshire,
deixe a liberdade repicar. Nas montanhas poderosas de Nova York, deixe a
liberdade ressoar. Nas elevações dos Alleghenies da Pensilvânia, deixe a liberdade
repicar. Mas não só isto; deixe a liberdader essoar no Monte Stone da Geórgia.
Deixe a liberdade repicar em cada colina e até nos montículos de terra das
toupeiras do Mississippi. E quando isto acontecer, quando nós a deixarmos ressoar,
vamos nos apressar para aquele dia quando nós, todos os filhos de Deus, homens
pretos e homens brancos, judeus e pagãos, Protestantes e Católicos, seremos
capazes de nos dar as mãos e cantar as palavras do velho Negro Espiritual:

"Livre por fim, livre por fim,

Graças ao Poderoso Deus,

Por fim, eu estou livre."


SOBRE SEU FUTURO

Dito na noite de 03 abril de 1968, anterior ao seu assassinato:

"Temos alguns dias difíceis pela frente. Mas isso realmente não importa para mim
agora. Porque eu tenho estado no cume* do monte. Não me importo. Como
qualquer um, eu gostaria de viver uma vida longa. A longevidade tem seu lugar.
Mas não estou preocupado com isto agora. Somente quero fazer a vontade de
Deus. Ele permitiu que eu subisse até o cume do monte. Eu dei uma olhada, e vi a
Terra Prometida. Posso não chegar lá com você, mas quero que, nesta noite, saiba
que nós como pessoa alcançaremos a Terra Prometida. Portanto estou feliz nesta
noite. Não temo nenhum homem. Os meus olhos já viram a glória da vinda do
Senhor Jesus."

Tradução: João Cruzué


http://www.time.com/time/photoessays/
Nossa homenagem aos defensores dos direitos civis no Brasil
cruzue@gmail.com