Sunteți pe pagina 1din 4
Censo 2010 Características Gerais Emprego formal no Nordeste em 2010 e 2011 (jan/abr) SUDENE Boletim
Censo 2010 Características Gerais Emprego formal no Nordeste em 2010 e 2011 (jan/abr) SUDENE Boletim

Censo 2010

Censo 2010 Características Gerais Emprego formal no Nordeste em 2010 e 2011 (jan/abr) SUDENE Boletim Demográfico
Censo 2010 Características Gerais Emprego formal no Nordeste em 2010 e 2011 (jan/abr) SUDENE Boletim Demográfico
Censo 2010 Características Gerais Emprego formal no Nordeste em 2010 e 2011 (jan/abr) SUDENE Boletim Demográfico

Características Gerais

Emprego formal no Nordeste em 2010 e 2011 (jan/abr) SUDENE Boletim Demográfico Censo 2010 Características
Emprego formal no Nordeste
em 2010 e 2011 (jan/abr)
SUDENE
Boletim Demográfico
Censo 2010
Características Gerais

Com base nos resultados do Censo Demográfico de 2010, a Região Nordeste comporta uma população total de 53,0 milhões de habitantes, que corresponde a 27,8% da população nacional. A população do Nordeste cresceu nos últimos trinta anos em torno de 50%, apresentando um crescimento médio anual de 1,8% entre 1980 e 1991, decrescendo para 1,1% ao ano entre 2000 e 2010. Nessas três décadas, o Estado de Sergipe destacou-se com uma taxa de crescimento médio anual de 2%, resultando em um incremento populacional de 81%, enquanto que a Paraíba cresceu apenas 36%, com uma taxa média de crescimento anual de 1% no mesmo período.

População Residente naRegiãoNordeste no período1980/2010 60.000.000 50.000.000 40.000.000 30.000.000 20.000.000
População Residente naRegiãoNordeste
no
período1980/2010
60.000.000
50.000.000
40.000.000
30.000.000
20.000.000
10.000.000
0
1980
1991
2000
2010
População Total
34.815.440
42.470.225
47.741.711
53.081.950
População Urbana
17.568.002
25.753.355
32.975.425
38.821.246
População Rural
17.247.438
16.716.870
14.766.286
14.260.704

Fonte: IBGE –Sinopse do Censo Demográfico – 2010/ SIDRA; SUDENE/DPLAN.

Neste boletim merece também fazer uma referência especial às áreas de interesses específicos, como a área de atuação da SUDENE, com os nove Estados do Nordeste, 168 municípios de Minas Gerais e 28 do norte do Espírito Santo, totalizando 1.989 municípios; e a Região Semiárida, compreendendo 1.050 municípios nordestinos e 85 municípios de Minas Gerais que estão inseridos na área de atuação da SUDENE. A primeira, correspondendo a 21% da área do país, comporta uma população de 56,7 milhões que equivale a mais de ¼ da nacional; e a segunda, compreendendo 54,8% da área de atuação da SUDENE, contém quase 40% da população dessa área. A baixa densidade demográfica apresentada na área de Minas Gerais deve- se, em parte, ao fato dos municípios que a compõe estarem, em sua maioria, na Região Semiárida, caracterizada pelo baixo contingente populacional.

Indicadores Demográf icos d as Áreas de Interesse Específico , Nordeste e Brasil - 2010

Especificação

Área Km²

População

Den.Demog.

hab./Km²

Minas Gerais (1)

211.010,3

2.771.431

13,1

Espírito Santo (1)

24.369,6

836.071

34,3

Semiárido

980.078,7

22.598.318

23,1

Área da SUDENE

1.789.767,6

56.689.452

31,7

Nordeste

1.554.387,7

53.081.950

34,1

Brasil

8.515.692,3

190.755.799

22,4

Fonte : IBGE - Si nopse do Censo Demo gráfi co - 2010 ; SUDENE/DPLAN. (1) Pa rte do Estad o i nserida na área de atuação da SUDENE

VariaçãoPercentualdaPopulaçãodosEstadosda RegiãoNordeste noperíodo1980/2010 90,0 80,0 70,0 60,0 50,0 40,0
VariaçãoPercentualdaPopulaçãodosEstadosda
RegiãoNordeste noperíodo1980/2010
90,0
80,0
70,0
60,0
50,0
40,0
30,0
20,0
10,0
0,0
MA
PI
CE
RN
PB
PE
AL
SE
BA
Variação%1980/2010
64,5
45,8
59,8
66,8
36,0
43,2
57,4
81,3
48,2

Fonte: IBGE –Sinopse do Censo Demográfico – 2010/ SIDRA; SUDENE/DPLAN.

Atualmente a área mineira de atuação da SUDENE compreende três espaços específicos do Estado de Minas Gerais. O primeiro, o norte desse Estado, pertencente à área da SUDENE desde a sua fundação, tem Montes Claro como cidade polo; o segundo, que abrange a região do Vale do Jequitinhonha, tem como cidade polo Almenara e foi incorporado àquela área no ano de 1998 e o terceiro, que compreende o Vale do Mucuri, cuja

é Teófilo Otoni foi incluído em
é Teófilo Otoni
foi incluído em

cidade polo

2001.

Praça Ministro João Gonçalves de Souza, S/N – Edif. SUDENE Engenho do Meio 50670/900 – Recife – PE Site: www.sudene.gov.br Fone: 81 2102 2785

A população nordestina não se distribui de forma homogênea no espaço, notando-se uma grande concentração nas áreas litorâneas e em torno dos grandes centros.

DENSIDADE DEMOGRÁFICA < 100 100 - 500 500 - 2500 2500 - 5000 > 5000
DENSIDADE DEMOGRÁFICA
< 100
100
- 500
500
- 2500
2500 - 5000
> 5000
Fonte: IBGE - Sinopse do Censo Demográfico - 2010; SUDENE/DPLAN

Compreendendo aproximadamente 1/5 da área do país, a região Nordeste comporta 27,8% da população nacional. Enquanto o Brasil possui 22,4 hab./Km², o Nordeste apresenta uma densidade 50% maior, chegando a 34,1 hab./Km². Entre os Estados nordestinos essa diferença de povoamento chega a 800% entre a menor densidade com 12,4 hab./Km², no Piauí, e a maior com 112,3 hab./Km² em Alagoas. A Bahia destaca-se em tamanho de área e de população, registrando uma densidade demográfica entre as mais baixas da Região. Vale ressaltar, ainda, as maiores densidades registradas nas Capitais nordestinas, especialmente Fortaleza e Recife com 7.787,2 hab./Km² e 7.037,5 hab./Km², respectivamente.

Densidade Demográfica dos Estados do Nordeste em 2010 120,0 100,0 o x i 80,0 E
Densidade Demográfica dos
Estados do Nordeste em 2010
120,0
100,0
o x
i
80,0
E
o
d
60,0
l o
t u
40,0
í T
20,0
0,0
MA
PI
CE
RN
PB
PE
AL
SE
BA
Den.Demog.
19,8
12,4
56,8
60,0
66,7
89,6
112,
94,4
24,8

Fonte: IBGE - Sinopse do Censo Demográfico - 2010; SUDENE/DPLAN

IBGE - Sinopse do Censo Demográfico - 2010; SUDENE/DPLAN Apesar de estar entre as regiões com
IBGE - Sinopse do Censo Demográfico - 2010; SUDENE/DPLAN Apesar de estar entre as regiões com

Apesar de estar entre as regiões com menor grau de urbanização, o Nordeste vem apresentando, ao longo do tempo, um aumento na sua população urbana, indicando a continuidade do êxodo rural acentuado na região. A taxa de urbanização do Nordeste variou de 50,5%, na década de 80, para 73,1%, em 2010, embora ainda comporte a maior população rural entre as Grandes Regiões do país. Entre os Estados, o de Pernambuco é o que apresenta maior taxa de urbanização com 80,2%, enquanto que o Maranhão, com 63,1% de urbanização, possui a menor população urbana, tanto da região como do país.

TA XA DE URB AN IZAÇ ÃO < 3 0% 30 - 50% 50 -
TA XA DE URB AN IZAÇ ÃO
< 3 0%
30
- 50%
50
- 75%
> 7 5%
Fonte: IBGE - Sinopse do Censo Demográfico - 2010; SUDENE/DPLAN

Nas seis regiões metropolitanas do Nordeste, residem 14,4 milhões de habitantes (27,1% da população regional), em uma área de 15.740,5 Km² (1% do território nordestino). As Metrópoles de São Luís e Natal, apesar de estarem entre as menores, apresentaram maior incremento populacional no período de 2000 a 2010, com uma taxa de crescimento médio anual de 2,0% e 1,9% respectivamente.

A Metrópole de Fortaleza, que em 2000 ocupava o terceiro lugar entre as mais populosas, apresentou um incremento populacional de 18,3%, passando a ocupar o segundo lugar em 2010. Recife, apesar de registrar o menor crescimento da década (10,6%), continua liderando o ranking populacional.

TaxaMédiaAnualeVariaçãoPercentual dasRegiõesMetropolitanasdoNordeste noperíodo2000/2010 %Variação 2000/2010
TaxaMédiaAnualeVariaçãoPercentual dasRegiõesMetropolitanasdoNordeste noperíodo2000/2010 %Variação 2000/2010
TaxaMédiaAnualeVariaçãoPercentual
dasRegiõesMetropolitanasdoNordeste
noperíodo2000/2010
%Variação 2000/2010
TaxaMédia Anual
14,5
Salvador
1,4
16,9
Maceió
1,6
10,6
Recife
1,0
20,4
Natal
1,9
18,3
Fortaleza
1,7
22,3
GrandeSão Luís
2,0

Fonte: IBGE -Censo Demográfico 2000 (resultado do universo), Sinopse do Censo Demográfico 2010; SUDENE/DPLAN.

Os Centros Regionais também são áreas de grande concentração populacional. No caso da região Nordeste existem doze pólos com população acima de 100 mil habitantes, representando apenas 6,3% da população regional, com um total de 3.338.756 habitantes. Apesar da pequena representatividade desse número de habitante em relação a população regional, são cidades onde ocorre intensa movimentação populacional, tendo em vista o desenvolvimento de atividades econômicas atrativas. As cidades de Barreiras-BA e Petrolina-PE, foram os Centros Regionais que apresentaram maior crescimento de população nos últimos trinta anos.

PopulaçãoResidentedosDozeCentrosRegionaisda RegiãoNordestenoperíodo1980/2010 600.000 250,0 500.000 200,0 400.000
PopulaçãoResidentedosDozeCentrosRegionaisda
RegiãoNordestenoperíodo1980/2010
600.000
250,0
500.000
200,0
400.000
150,0
300.000
100,0
200.000
50,0
100.000
0
0,0
1980
2010
Variação%1980/2010
Fonte: IBGE -Censo Demográfico 2000 (resultado do universo), Sinopse do Censo Demográfico 2010;
SUDENE/DPLAN.

Os últimos indicadores sociais da Região Nordeste revelam um alinhamento com a evolução destas variáveis em âmbito nacional. No período de

1999 a 2009 as Taxas de Natalidade e de Fecundidade da região registraram uma notável queda, acompanhando a variação desses indicadores à registrada na dimensão nacional. Esse comportamento mostra um melhor planejamento familiar e um maior acesso a informação existente na região. A Esperança

de Vida ao Nascer revela um aumento na expectativa de vida do nordestino de 65 anos para 70 anos, no mesmo período. Já a Taxa de Mortalidade Infantil e a Taxa Bruta

de Mortalidade apresentaram respectivas quedas de

37,4% e 14,3%, superando aquelas registradas no país.

O resultado desses últimos indicadores mostram

ganhos nas condições de vida da população nordestina, principalmente no que se refere à mortalidade infantil.

T axa Bruta d e Natalidade, Taxa de Fecun didade To tal,

Esperan ça d e Vida ao Nascer e T axa d e Mo rtalid ade Infantil do

N ordeste e Brasil 1999-2009

     

Variação

Especif icação

1999

2009

(%)

 

1999/2009

NE

BR

NE

BR

NE

 

BR

Taxa Bruta de

24,3

21,2

18, 9

15,8

-22,2

 

-25,6

Natalidade

()

Taxa de Fecundidade

Total ( nº de filhos) Esperança de Vida ao Nascer (anos) Taxa de Mortalidade Infantil (‰) Taxa Bruta de

mortalidade (

)

2,6

2,3

2,0

1,9

-21,5

-15,7

65,5

68,4

70, 4

73,1

7,5

6,9

53

34,6

33, 2

22,5

-37,4

-35,0

7,7

6,9

6,6

6,3

-14,3

-8,7

Fonte: IBGE- síntese de indicadores sociais 2000 e 2010; SUDENE/ DPLAN.

IndicadoresSociaisdaRegiãoNordeste 1999 2009 %Variação1999/2009 TaxadeNatalidade 18,9 24,3 -22,2
IndicadoresSociaisdaRegiãoNordeste
1999
2009 %Variação1999/2009
TaxadeNatalidade
18,9 24,3
-22,2
TaxadeMortalidade
6,6 7,7
-14,3
TaxadeFecundidade
2,0 2,6
-21,5
53,0
MortalidadeInfantil -37,4
33,2
EsperançadeVida
65,5 70,4
7,5

Fonte: IBGE – IX Recenseamento Geral do Brasil- 1980; Sinopse do Censo Demográfico - 2010; SUDENE/DPLAN.

65,5 70,4 7,5 Fonte: IBGE – IX Recenseamento Geral do Brasil- 1980; Sinopse do Censo Demográfico
Na Região Nordeste, o comportamento da estrutura etária da população revela que, nas três últimas

Na Região Nordeste, o comportamento da estrutura etária da população revela que, nas três últimas décadas, houve uma significativa mudança na sua composição por grupo de idade, acompanhando a tendência nacional. Apesar do contínuo envelhecimento populacional observado, ainda apresenta uma estrutura bastante jovem, devido aos altos níveis de fecundidade no passado. Com o declínio contínuo desse indicador e,

População do Nordeste por Faixa Etária - 1980 > 80 70-74 60-64 50-54 40-44 30-34
População do Nordeste por Faixa Etária - 1980
> 80
70-74
60-64
50-54
40-44
30-34
20-24
10-14
0-4
4000
3000
2000
1000
0
1000
2000
3000
4000
Milhares

Fonte: IBGE - IX Recenseamento Geral do Brasil – 1980; SUDENE/DPLAN.

Outro ponto que merece destaque refere-se ao considerável aumento da população de setenta anos ou mais de idade. Em 1980 esse contingente populacional que equivalia a 2,7% atualmente representa 4,8%,

em menor parte da queda da mortalidade, as faixas etárias de até nove anos de idade, que em 1980 correspondiam a 30% da população, caíram para 16,7% em 2010. De acordo com o último censo, as faixas etárias entre 10 e 19 anos representam os dois maiores grupos etários com 19,6%, o que significa o predomínio da população adolescente.

População do Nordeste por Faixa Etária - 2010 > 80 70-74 60-64 50-54 40-44 30-34
População do Nordeste por Faixa Etária - 2010
> 80
70-74
60-64
50-54
40-44
30-34
20-24
10-14
0-4
3000
2000
1000
0
1000
2000
3000
Milhares

Fonte: IBGE - Sinopse do Censo Demográfico 2010; SUDENE/DPLAN.

conferindo um alargamento no topo da pirâmide, tendo em vista o aumento na expectativa de vida. No Nordeste, as pessoas acima de cem anos já somam 10.408 habitantes, segundo o Censo Demográfico 2010.

Publicação da Diretoria de Planejamento e Articulação de Políticas
Publicação da Diretoria de
Planejamento e Articulação
de Políticas

Coordenação de Gestão da Informação Para o Desenvolvimento

de Gestão da Informação Para o Desenvolvimento Equipe Técnica Frederico Augusto de A. Cavalcanti

Equipe Técnica Frederico Augusto de A. Cavalcanti (Coordenador)

Maria José de Albuquerque Lins (Responsável) Albertina de Souza Leão Pereira Antônio de Pádua Gelenske Braga Maria do Carmo Pedrosa Anita de Cássia Teles Siqueira (Estagiária) Hélia Cavalcanti C. Teixeira (Estagiária) Lutemberg Francisco de Andrade Santana (Estagiário)

Designer - Assessoria de comunicação Social Charlene Vitor de Farias (Estagiária)

Editoração - DPLAN Shirley Dantas Câmara

Dilma Vana Roussef Presidente da República

Fernando Bezerra de Souza Coelho Ministro da Integração Nacional

Paulo Sérgio de Noronha Fontana Superintendente da SUDENE

Guilherme Maia Rebouças Diretor de Planejamento e Articulação de Políticas

Guilherme Maia Rebouças Diretor de Planejamento e Articulação de Políticas Ministério da Integração Nacional
Guilherme Maia Rebouças Diretor de Planejamento e Articulação de Políticas Ministério da Integração Nacional

Ministério da Integração Nacional

Guilherme Maia Rebouças Diretor de Planejamento e Articulação de Políticas Ministério da Integração Nacional