Sunteți pe pagina 1din 23
Departamento de Ciências Exatas – Engenharia Fenômenos de Transporte I – Aula 01 Mecânica dos

Departamento de Ciências Exatas Engenharia

Fenômenos de Transporte I Aula 01

Mecânica dos Fluidos

Teoria: Prof. Ms. Dr. Alberto Lozéa Feijó Soares

Aula Introdutória Mecânica dos Fluidos

Sumário:

Aula 01 Tensão de cisalhamento

1.1

O que é Física? O que é Mecânica dos fluidos? ---------------------------------------- 7

1.2

Conceitos fundamentais e definição elementar de fluido, --------------------------- 8

1.2.1 Gases podem se comportar como líquidos? -------------------------------------- 9

1.2.2 Definição técnica de fluido, ---------------------------------------------------------- 11

1.3

Tensão de cisalhamento (), ---------------------------------------------------------------- 12

1.4

Lei de Newton da viscosidade, ------------------------------------------------------------ 15

1.5

Unidade de viscosidade absoluta (μ), ---------------------------------------------------- 16

1.6

Informações importantes dobre unidades, --------------------------------------------- 17

1.7

Simplificação prática para a Lei de Newton, ------------------------------------------- 18

1.8

Massa específica ou densidade () ------------------------------------------------------- 19

1.9

Viscosidade cinemática (), ---------------------------------------------------------------- 20

1.10 Fluido ideal, ----------------------------------------------------------------------------------- 21

1.11 Fluido ou escoamento incompressível, ------------------------------------------------ 21

1.12 Massa específica relativa (r ), ------------------------------------------------------------ 21

1.13 Peso específico (), -------------------------------------------------------------------------- 22

1.14 Peso específico relativo (r ), -------------------------------------------------------------- 22

1.15 Bibliografia, ----------------------------------------------------------------------------------- 23

Aula Introdutória Mecânica dos Fluidos

Bibliografia:

[1] BRUNETTI, F., Mecânica dos Fluidos, 2ª Ed., Pearson, São Paulo, 2008.

[2] FOX, R. W et. al. Introdução a Mecânica dos Fluidos, 5ª Ed., LTC, São Paulo, 2004.

[3] MUNSON, B. R.; YOUNG, D.F.; OKIISHI, T.H.; Fundamentos da Mecânica dos Fluidos. 2ª

Ed., Vol. 1, São Paulo, Edgard Blücher, 2005.

da Mecânica dos Fluidos. 2ª Ed., Vol. 1, São Paulo, Edgard Blücher, 2005. 15/08/2014 Fenômenos de
da Mecânica dos Fluidos. 2ª Ed., Vol. 1, São Paulo, Edgard Blücher, 2005. 15/08/2014 Fenômenos de
da Mecânica dos Fluidos. 2ª Ed., Vol. 1, São Paulo, Edgard Blücher, 2005. 15/08/2014 Fenômenos de

Plano de Ensino de FT I 2º semestre/2014

Ementa: A disciplina aborda o escoamento de fluidos, suas características e propriedades. Apresenta as equações de conservação (conservação de massa, conservação de energia e conservação da quantidade de movimento) e as

aplicações práticas de engenharia das mesmas. Desenvolve modelos matemáticos básicos para os escoamentos dos

fluidos e os soluciona, interpretando os resultados através de uma análise crítica das grandezas. Discute as limitações

e o cuidado necessário na aplicação das teorias apresentadas aos modelos e problemas de engenharia.

Objetivo: Conhecer os fundamentos básicos da disciplina Fenômenos de Transporte, identificando as três grandezas físicas que se conservam (massa, energia e quantidade de movimento).

AULA

CONTEÚDO

Exercícios Munson

Exercícios Brunetti

 

Apresentação da disciplina. O que são fluidos. Propriedades:

1.25, 1.28, 1.29

1.1, 1.2, 1.3

1

massa específica, peso específico, densidade relativa.

 

Lei dos gases perfeitos. Viscosidade. Tensão de cisalhamento. A

1.32, 1.34, 1.36, 1.37, 1.44, 1.45,

1.18, 1.19, 1.20, 1.21, 1.4, 1.5

2

experiência de Newton.

1.53

 

3

Compressibilidade. Pressão de vapor. Tensão superficial.

1.54, 1.56, 1.57

1.6, 1.7, 1.8

 

Estática dos fluidos. Pressão num ponto. Manometria.

2.1, 2.5, 2.6, 2.24,

2.3, 2.5, 2.6,2.8

4

2.25, 2.26, 2.27, 2.42, 2.43

 

Estática dos fluidos. Pressão num ponto. Manometria.

2.1, 2.5, 2.6, 2.24,

2.3, 2.5, 2.6,2.8

5

2.25, 2.26, 2.27, 2.42, 2.43

 

Manometria. Prensas e elevadores hidráulicos.

2.12, 2.13, 2.29,

2.2, 2.9, 2.10,

6

2.31, 2.32, 2.34,

2.112.12, 2.14

2.41,

Plano de Ensino de FT I 2º semestre/2014

AULA

CONTEÚDO

Exercícios Munson

Exercícios Brunetti

 

Empuxo.

2.87, 2.89, 2.90

2.37, 2.38, 2.39,

7

2.42

8

Avaliação A1

   

9

Empuxo

 

2.43, 2.45, 2.46

 

Cinemática dos fluidos. Velocidade média. Vazão (aula pratica

5.5, 5.6, 5.7, 5.22,

3.3, 3.4, 3.5, 3.6,

10

de Laboratório)

5.27

3.7, 3.8, 3.9

11

A equação da continuidade.

5.8, 5.10, 5.11, 5.14

3.13, 3.17

 

Aplicação da equação da continuidade em situações de regime

5.15, 5.23, 5.24,

 

12

transitório.

5.25

13

A equação de Bernoulli. Interpretação da equação de Bernoulli.

3.18, 3.19, 3.22, 3.25, 3.29

4.1, 4.2, 4.4, 4.5,

 

Aplicações da equação de Bernoulli.

3.33, 3.38, 3.42,

4.6, 4.7, 4.8, 4.9,

14

3.57, 3.58

4.10

15

Avaliação A2

   
 

Regimes de escoamento, laminar e turbulento. Número de

8.4, 8.5, 8.6

 

16

Reynolds. (aula pratica de Laboratório)

17

Noções de perdas de carga. Perdas distribuídas e singulares. (aulas praticas de Laboratório).

   

18

Avaliação A3

   

19

Entrega das notas e aplicação de avaliações substitutivas

   

20

Análise dos resultados da disciplinas junto aos alunos

   

Aula Introdutória Mecânica dos Fluidos

Critérios de avaliação:

AV1 Professor

AV2 Integrada

AV3 Projeto Integrador

 AV2 – Integrada  AV3 – Projeto Integrador Projeto – 6 pontos Provas – 4

Projeto 6 pontos

Provas 4 pontos

A menor nota é

eliminada (acho)!

Somente terá direito à prova substitutiva o aluno que apresentar algum problema de saúde documentado via atestado médico protocolado na

secretaria nas datas que incluam as avaliações regulares.

Listas de exercícios serão disponibilizadas na Central do Aluno.

O

Lembrando que uma aula equivale a 4 faltas!

curso

é

presencial,

o

aluno

que

exceder

20

faltas

será

reprovado.

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.1 O que é Física? O que é Mecânica dos Fluidos?

A FÍSICA, que se origina no Grego physise que significa “natureza”, é a ciência que estuda as leis naturais. É o ramo do conhecimento humano responsável pelo estudo dos fenômenos da natureza e suas possíveis aplicações práticas

[1]. A Física tem seu lado empírico que estuda as leis da

natureza através de experimentos e seu lado teórico que descreve essas leis através de descrições matemáticas.

A MECÂNICA DOS FLUIDOS é a ciência que estuda o

comportamento físico dos fluidos, assim como as leis que

regem esse comportamento. Exemplos de aplicações a da

Mecãnica de Fluidos são: escoamento em canais e tubulações, lubificação, flutuação, máquinas hidráulicas,

ventilação, aerodinâmica (voo), rolamentos e etc.

máquinas hidráulicas, ventilação, aerodinâmica (voo), rolamentos e etc. 15/08/2014 Fenômenos de Transporte I 7
máquinas hidráulicas, ventilação, aerodinâmica (voo), rolamentos e etc. 15/08/2014 Fenômenos de Transporte I 7

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.2 Conceitos fundamentais e definição elementar de fluido

Qual a definição de fluido?

elementar de fluido  Qual a definição de fluido? A definição mais elementar diz que: um
elementar de fluido  Qual a definição de fluido? A definição mais elementar diz que: um

A definição mais elementar diz que: um FLUIDO é uma substância que não tem forma

própria e que assume o formato do recipiente que está contido [2]. Os fluidos são,

portanto, os líquidos e os gases, sendo que os gases ocupam todo o recipiente e os

líquidos apresentam uma superfície livre e plana.

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.2.1 Gases podem se comportar como líquidos?

O Hexafluoreto de Enxofre se

comportar como um líquido graças a

sua DENSIDADE altíssima para um gás - quase cinco vezes mais densa que o ar.

É por isso que neste vídeo o

Hexafluoreto de Enxofre fica no fundo

do tanque já que ele afunda no ar

que é menos denso. Quanto ao pequeno barco de papel alumínio que

pode flutuar em sua superfície, você

tem que entender isso como um objeto

similar que flutuam por EMPUXO

(deslocamento de volume) na água [3].

flutuam por EMPUXO (deslocamento de volume) na água [ 3 ]. Fonte do vídeo: Invisible Water

Fonte do vídeo: Invisible Water Floating Foil Boat - Actually a Dense Gas Called SULFUR

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.2.2 Definição técnica de fluido

Sumário
Sumário

Na comparação com um sólido, podemos extrair uma definição técnica de fluido. Imagine

o seguinte sistema físico: seja um sólido ou um fluido entre duas placas paralelas uma

fixa e outra móvel sujeito a uma força tangencial F T constante.

Linha do tempo

a uma força tangencial F T constante. Linha do tempo a) Sólido ou fluido b) Sólido
a uma força tangencial F T constante. Linha do tempo a) Sólido ou fluido b) Sólido

a) Sólido ou fluido

F T constante. Linha do tempo a) Sólido ou fluido b) Sólido ou fluido c) Apenas

b) Sólido ou fluido

c) Apenas fluido

d) Apenas fluido

No caso dos sólidos, as forças de tensões internas se igualam a F T mantendo o equilíbrio estático. Para um fluido esse equilíbrio nunca é atingido.

Os sólidos se deformam pois possuem propriedades elásticas que os líquidos geralmente

não têm e desde que a força tangencial (força de cisalhamento) são seja grande o

suficiente para levá-lo além de seu limite elástico, ele manterá o equilíbrio estático.

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.2.2 Definição técnica de fluido

Sumário
Sumário

Essa experiêcia simples permite distinguir sólidos de fluidos. Enquanto sólidos se

deformam limitadamente soba ação de esforços tangenciais pequenos, os líquidos se

deformam sem alcançar uma nova posição de equilíbrio estático.

sem alcançar uma nova posição de equilíbrio estático. Pode-se dizer que tecnicamente: FLUIDO é uma substância

Pode-se dizer que tecnicamente: FLUIDO é uma substância que se deforma

continuamente, quando submetido a uma TENSÃO DE CISALHAMENTO (tangencial), não

importa o quão pequeno seja o seu valor [4].

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.3 Tensão de cisalhamento ()

Sumário
Sumário

Seja uma força F aplicada sobre uma superfície de área A:

F N F F T
F
N
F
F T

Defini-se TENSÃO DE CISALHAMENTO como sendo:

área A : F N F F T Defini-se TENSÃO DE CISALHAMENTO como sendo: (1) 15/08/2014

(1)

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.3 Tensão de cisalhamento ()

tem unidade de pressão, ou seja:

cisalhamento (  )  tem unidade de pressão, ou seja: (S.I.) (CGS) (MK*S - Técnico)
cisalhamento (  )  tem unidade de pressão, ou seja: (S.I.) (CGS) (MK*S - Técnico)
cisalhamento (  )  tem unidade de pressão, ou seja: (S.I.) (CGS) (MK*S - Técnico)
cisalhamento (  )  tem unidade de pressão, ou seja: (S.I.) (CGS) (MK*S - Técnico)

(S.I.)

(CGS)

(MK*S - Técnico)

Sumário
Sumário

Um fato observável na experiência de duas placas é que a velocidade de deslocamento é constante, o que é incompatível com a 2ª Lei de Newton [5]. Isso significa que FORÇAS INTERNAS surgem para cancelar a força externa F T resultando F R = 0.

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.3 Tensão de cisalhamento ()

Sumário
Sumário

Como surgem essas FORÇAS INTERNAS e por que a velocidade é CONSTANTE?

Para responder estas perguntas, precisamos entender o PRINCÍPIO DA ADERÊNCIA para

fluidos. Segundo este pricípio, o fluido junto a placa superior “gruda”, separando-o em

camadas o que gera atrito (tensões) entre cada camada. Essas tensões internas somadas equilíbram a força F T fazendo com que a placa tenha velocidade constante.

y
y
F T V 0 V 0 V 1 V 2 V 3
F T
V 0
V 0
V 1
V 2
V 3
tenha velocidade constante. y F T V 0 V 0 V 1 V 2 V 3
tenha velocidade constante. y F T V 0 V 0 V 1 V 2 V 3

V(y)

 3  2  1 V
 3
 2
 1
V

x

2

V 1

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.4 Lei de Newton da viscosidade

Sumário
Sumário

Newton descobriu que em muitos fluidos a tensão de cisalhamento é proporcional ao gradiente do campo (distribuição) de velocidades V(y).

do campo (distribuição) de velocidades V ( y ) . (2) Onde μ (a constante de
do campo (distribuição) de velocidades V ( y ) . (2) Onde μ (a constante de
do campo (distribuição) de velocidades V ( y ) . (2) Onde μ (a constante de

(2)

Onde μ (a constante de proporcionalidade) é a

VISCOSIDADE ABSOLUTA OU DINÂMICA do fluido. A Eq. 2 é chamada LEI DE NEWTON e os fluidos que

obedecem a essa lei, são chamados FLUIDOS NEWTONIANOS.

A viscosidade μ é uma propriedade do fluido que depende de suas condições como pressão, densidade

e principalmente a temperatura e ela indida a maior

ou menor dificuldade de um fluido escoar (escorrer).

e ela indida a maior ou menor dificuldade de um fluido escoar (escorrer). 15/08/2014 Fenômenos de

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.5 Unidade de viscosidade absoluta (μ)

A análise dimensional da Lei de Newton nos permite encontrar a unidade de μ no S.I.

de Newton nos permite encontrar a unidade de μ no S.I . (S.I.) (MK*S) (CGS) 15/08/2014

(S.I.)

(MK*S)

(CGS)

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.6 Informações importantes dobre unidades

Mais algumas informações são relevantes sobre as unidades de viscosidade:

1 centipoise = 1 cpoise = 10 -2 poise

 1 centipoise = 1 cpoise = 10 - 2 poise   F = ma

F = ma 1 kgf = 1 kg 9,81 m/s 2 = 9,81 N.

Jean Louis Marie Poiseuille foi um médico e físico francês que publicou

diversos artigos sobre o coração e

a circulação sanguínea (a hemodinâmica)

que lhe permiram estabelecer em 1844 - na sua obra "Le mouvement des liquides

dans les tubes de petits diamètres" - as leis de fluxo laminar de fluidos viscosos em tubos cilíndricos pequenos. A unidade de

viscosidade dinâmica no sistema CGS de

unidades recebeu o nome de Poise em sua homenagem [6].

de unidades recebeu o nome de Poise em sua homenagem [ 6 ].  Sistema Inglês

Sistema Inglês de unidades

, 1 slug 14,59 kg.

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.7 Simplificação prática para a Lei de Newton

Para um fluido newtoniano, a distribuição de velocidades V(y) das camadas pode ser

considerada linear quando a espessura é pequena

y F T V 0 V(y) V 0 V 1 V 2 V 3 x
y
F T
V 0
V(y)
V
0
V
1
V
2
V
3
x
(3)
Lei de Newton 

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.8 Massa específica ou densidade ()

A MASSA ESPECÍFICA ou DENSIDADE é a massa por unidade de volume:

ou DENSIDADE é a massa por unidade de volume: (4) Por análise dimensional, a unidade de

(4)

Por análise dimensional, a unidade de massa específica é:

Por análise dimensional, a unidade de massa específica é: (S.I.) (CGS) (MK*S) 15/08/2014 Fenômenos de Transporte

(S.I.)

(CGS)

(MK*S)

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.9 Viscosidade cinemática ()

Sumário
Sumário

Em Mecânica dos Fluidos, a razão entre a viscosidade absoluta (ou dinâmica) μ, e a massa específica (ou densidade) suge com tanta frequência que recebe o nome VISCOSIDADE CINEMÁTICA .

que recebe o nome VISCOSIDADE CINEMÁTICA  . (5) Por análise dimensional, a unidade de massa

(5)

Por análise dimensional, a unidade de massa específica é:

*1 centiStoke = 1 cSt = 10 -2 St

específica é: * 1 centiStoke = 1 cSt = 10 - 2 St (S.I.) (CGS) (MK*S)

(S.I.)

(CGS)

(MK*S)

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.10 Fluido ideal

Um FLUIDO IDEAL é aquele cuja viscosidade é nula. É uma idealização física, portanto ele

não existe, este seria um fluido que escoa sem perdas de energia por atrito.

1.11 Fluido ou escoamento incompressível

Um FLUIDO INCOMPRESSÍVEL é o fluido cujo volume (ou massa específica) não varia ao

modificar a pressão . Apesar de não existir na prática, os líquidos (e até alguns gases)

podem ser considerados, em boa aproximação, fluidos incompressíveis. Ex.: Ventilação.

1.12 Massa específica relativa (r )

Uma forma alternativa de expressar a massa específica de uma substância (sólido ou fluido) é compará-la com a massa específica da água.

(sólido ou fluido) é compará-la com a massa específica da água. (6) 15/08/2014 Fenômenos de Transporte
(sólido ou fluido) é compará-la com a massa específica da água. (6) 15/08/2014 Fenômenos de Transporte

(6)

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

1.13 Peso específico ()

Sumário
Sumário

O PESO ESPECÍFICO é o peso do fluido ou sólido por unidade de volume.

é o peso do fluido ou sólido por unidade de volume. (7) Por análise dimensional, a

(7)

Por análise dimensional, a unidade de de peso específico é:

análise dimensional, a unidade de de peso específico é: 1.14 Peso específico relativo (  r

1.14 Peso específico relativo (r )

O PESO ESPECÍFICO RELATIVO é a relação entre o peso específico da substância e o peso

específico da água.

entre o peso específico da substância e o peso específico da água. (8) 15/08/2014 Fenômenos de
entre o peso específico da substância e o peso específico da água. (8) 15/08/2014 Fenômenos de

(8)

Aula 01 Mecânica dos Fluidos

Sumário
Sumário

1.15 Bibliografia

[1] “O que é Física”, Mundo Educação, último acesso em 12/07/2014 às 12:15,

[2] BRUNETTI, F., Mecânica dos Fluidos, 2ª Ed., Pearson, São Paulo, 2008, Cap. 1, Pg. 1.

[3] How can you make water invisible?, HOWSTUFFWORKS, último acesso em 12/07/2014

às 14:00,

[4] FOX, R. W et. al. Introdução a Mecânica dos Fluidos, 5ª Ed., LTC, São Paulo, 2004, Cap.

1, Pg. 3.

[5] BRUNETTI, F., Mecânica dos Fluidos, 2ª Ed., Pearson, São Paulo, 2008, Cap. 1, Pg. 3. [6] “Jean-Louis-Marie Poiseuille”, Wikipedia, último acesso em 12/07/2014 às 23:20,