Sunteți pe pagina 1din 31

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Questões de provas da CESGRANRIO - COMENTADAS

Correção: Prof.Ivan Zecchin ivanzecchin@hotmail.com

1- Um aplicador realizou um investimento que deverá ter valor de resgate de R$ 100.000,00 no seu vencimento, que ocorrerá dentro de 2 meses. Sabendo-se que a taxa de juros compostos utilizada pelo banco é de 2% ao mês, o valor do investimento original, em reais, foi de

(A)

98.123,45

(B)

96.116,88

(C)

95.875,33

(D)

94.781,29

(E)

93.764,32

Resolução: ( Juros Compostos)

M = 100000

t = 2 meses

i = 2% am ( efetiva )

C

= ?

M

= C . ( 1 + i ) t

100000

= C . ( 1 + 0,02 ) 2

100000 = C . 1,0404

C

= 100000/1,0404

C

= 96.116,88

Alternativa

”B”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

2- (Cesgranrio Transpetro)A taxa anual equivalente à taxa composta trimestral de 5% é

(A)

19,58%

(B)

19,65%

(C)

19,95%

(D)

20,00%

(E)

21,55%

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Resolução: ( Taxas equivalentes Juros Compostos )

1

1

+

ianual

+ ianual

=

=

( 1 + itrimestral ) 4

( 1 + 0,05 ) 4

1 + ianual = 1,2155

pois no ano há 4 trimestres

Ianual = 0,2155 = 21,55% aa

Alternativa

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

”E”

3- (Cesgranrio transpetro)Uma empresa obteve um desconto de uma duplicata no valor de R$ 12.000,00 no Banco Novidade S/A, com as seguintes condições:

• Prazo do título 2 meses

• Taxa de desconto simples cobrada pelo banco 2,5% ao mês Considerando-se exclusivamente as informações acima, o valor creditado na conta corrente da empresa, em reais, foi de

(A)

11.660,00

(B)

11.460,00

(C)

11.400,00

(D)

11.200,00

(E)

11.145,00

Resolução: ( Desconto Comercial Simples )

A modalidade do desconto não é citada explicitamente, Mas como é

Simples e feito em um banco

Simples”

”Desconto

Bancário ( ou Comercial)

D

= N .

i

. t

D

= 12000 . 0,025 . 2

D

= 600 ( Valor do Desconto)

É

pedido o valor Atual

A

= N D

A

= 12000 600

A

= 11400

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Alternativa

”C”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

4- ( Cesgranrio Transpetro)A taxa efetiva anual de juros correspondente à taxa nominal de 12% ao ano, capitalizada mensalmente, monta a

(A)

12,68%

(B)

12,75%

(C)

12,78%

(D)

12,96%

(E)

13,03%

Dados: (1,02) 6 = 1,126 (1,03)6 = 1,194 (1,04)6 = 1,265 (1,05)6 = 1,340 (1,06)6 = 1,419 (1,07)6 = 1,501 Dados: (1,01) 5 = 1,0510 (1,01)7 = 1,0721 (1,01)9 = 1,0937 (1,01)11 = 1,1157 (1,01)13 = 1,1381 (1,01)15 = 1,1610.

Resolução: ( Taxas equivalentes Juros Compostos )

A taxa dada é NOMINAL, portanto deve ser imediatamente transformada para EFETIVA, de forma proporcional. Como a capitalização é mensal, divide-se a taxa dada por 12, obtendo-

se

1%

am.

Agora, calcularemos a Equivalente anual

1 + ianual = ( 1 + imensal ) 12

1 + ianual = ( 1 + 0,01 ) 12

1 + ianual = 1,01 12

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Como não é dado o resultado de 1,01 12 , então faremos a decomposição da potência em 1,01 11 x 1,01 ( que é igual a 1,01 12 ) Pois 1,01 11 foi fornecido.

1,1157 x 1,01 = 1,12685

Voltando à questão

1 + ianual = 1,12685

ianual = 0,12685 = 12,685% aa

Alternativa

”A”

5- - (Cesgranrio 2011 transpetro ) Um aplicador realizou um investimento cujo valor de resgate é de R$ 80.000,00. Sabendo-se que a taxa de juros simples é de 3,5% am e que faltam 5 meses para o resgate, o valor da aplicação, em reais, foi de :

a) 68.085,10

b) 66.000,00

c) 65.000,00

d) 64.555,12

e) 63.656,98

Resolução: ( Juros Simples )

M = 80000

i

= 3,5% am

t

= 5 meses

C

= ?

M

= C . ( 1 + i.t )

80000

= C . ( 1 + 0,035 . 5 )

80000

= C . 1,175

C= 80000/1,175

C = 68.085,10

Alternativa…… ”A”

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

6-A tabela abaixo apresenta o fluxo de caixa de um certo Projeto

Valor (Milhares de reais) 50 35 22

Período (anos)

0

1

2

.

A taxa interna de retorno anual é igual a

(A)

10%

(B)

12%

(C)

15%

(D)

18%

(E)

20%

Resolução: ( Taxa Interna de Retorno )

A T.I.R. iguala a soma das Entradas à soma das Saídas, em uma mesma data.

Resolveremos testando as alternativas;

A) 10%

-50 levados para a data 1 à taxa de 10%

-

55

Abate-se a entrada de 35, finado

-

20

- 20 levados para a data 2, à taxa de 10%

-

22

Abate-se 22, ficando

0

Como “zerou” o fluxo, essa é a T.I.R.

Alternativa

”A”

7-Um empréstimo de R$ 200,00 será pago em 4 prestações mensais, sendo a primeira delas paga 30 dias após o empréstimo, com juros de 10% ao mês, pelo Sistema de Amortização Constante (SAC). O valor, em reais, da terceira prestação será

(A)

50,00

(B)

55,00

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

(C)

60,00

(D)

65,00

(E)

70,00

Resolução: ( SAC)

P = A + J

A cota de Amortização, no SAC, é constante e igual a 200/4 = 50

Quando vamos pagar a terceira prestação, jápagamos duas,logo já foram abatidas do

Saldo Devedor duas parcelas de 50, ou seja, 1oo, ficando o SD igual a

100.

Esse SD vai gerar 10% de Juros para a terceira prestação, ou seja

= 10

Daí

P3

= 50 + 10 = 60

Alternativa

”C”

J

8-Qual a taxa efetiva semestral, no sistema de juros compostos, equivalente a uma taxa nominal de 40% ao quadrimestre, capitalizada bimestralmente?

(A)

75,0%

(B)

72,8%

(C)

67,5%

(D)

64,4%

(E)

60,0%

Resolução: ( Taxas)

A expressão: “taxa nominal de 40% ao quadrimestre, capitalizada bimestralmente”

quer dizer que a taxa a ser usada é a taxa efetiva de 20% ab , pois taxas Nominais sofrem conversão proporcional ( 40% / 2 = 20%).

Para o cálculo da Efetiva semestral usamos a fórmula das taxas Equivalentes

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

( 1 + is )

=

( 1 + ib) 3

1 + is = ( 1 + 0,2 ) 3

1 + is = 1,728 ( conta feita “ na mão” )

is = 0,728 = 72,8% as

Alternativa

”B”

9-Montante a Juros Simples e do Montante a Juros Compostos,

ambos à mesma taxa de juros. M é dado em unidades monetárias

e t, na mesma unidade de tempo a que se refere a taxa

de juros utilizada.

ML MS ME 1 2
ML
MS
ME
1
2

Analisando-se o gráfico, conclui-se que para o credor é mais vantajoso emprestar a juros

(A)

compostos, sempre.

(B)

compostos, se o período do empréstimo for menor do que

a unidade de tempo.

(C)

simples, sempre.

(D)

simples, se o período do empréstimo for maior do que a

unidade de tempo.

(E) simples, se o período do empréstimo for menor do que a

unidade de tempo.

Resolução: ( Comparação JS x JC)

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Como mostra o gráfico, quando o prazo de investimento for inferior a

“1”,

O Montante Simples supera o Composto

Alternativa

”E”

10-Um título de valor nominal R$ 24.200,00 será descontado dois meses antes do vencimento, com taxa composta de desconto de 10% ao mês. Sejam D o valor do desconto comercial composto e d o valor do desconto racional composto. A diferença D d, em reais, vale

(A)

399,00

(B)

398,00

(C)

397,00

(D)

396,00

(E)

395,00

Resolução: ( Descontos Compostos)

O

Desconto Comercial Composto tem fórmula

 

A

= N . (

1

- i ) t

A

= 24200 . ( 1

- 0,1 ) 2

A

= 24200 . 0,81

 

A

= 19602

O

desconto foi de

24200

19602 = 4598

O

Desconto Racional Composto tem fórmula

N

= A . ( 1 +i ) t

24200 = A . ( 1 +0,1)²

A

= 24200 / 1,21

A

= 20000

O

Desconto terá sido de

24200

20000 = 4200

 

A

diferença entre os descontos será de

4598

4200 = 398

Alternativa

”B”

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

11- Uma pessoa fez, com o capital que dispunha, uma aplicação diversificada: na Financeira Alfa, aplicou R$ 3.000,00 a 24% ao ano, com capitalização bimestral; na Financeira Beta, aplicou, no mesmo dia, o restante desse capital a 42% ao semestre, com capitalização mensal. Ao final de 1 semestre, os montantes das duas aplicações somavam R$ 6.000,00. A taxa efetiva de juros da aplicação diversificada no período foi de:

A) 60%

B) 54%

C) 46%

D) 34%

E) 26%

Resolução: ( Juros Compostos )

Capital total = C

1º investimento

Usou como capital

3000

Taxa = 24%aa com cap.bimestral

4%

ab (efetiva bim)

Tempo = 1 semestre = 3 bimestres

M1 = C1 . ( i + i ) t

M1 = 3000 . ( 1 + 0,04 ) 3 ( consultando a tabela 4% 1,12486)

M1 = 3375

linha 3, coluna

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

2º investimento

Usou como capital, o restante, ou seja

C 3000

Taxa

42%as

com cap. Mensal

7%

am ( efetiva mensal)

Tempo

1

semestre= 6m

 

M2 = C2 . ( 1 + i ) t

M2 = ( C 3000 ) . ( 1 + 0,07 ) 6 (consultando a tabela 4% 1,5)

M2 = 1,5C 4500

A soma dos montantes deve ser igual a 6000

3375 + 1,5C 4500 = 6000

C

= 4750 ( Capital total investido)

O

ganho efrtivo ( total, de fato )

Aplicou

4750

Resgatou

6000

linha 6 col.

Ganhou 6000 4750 = 1250 ( a partir do investimento de 4750)

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Daí, o ganho percentual foi de 1250/4750 =0,263 = aproximadamente

= 26%

Alternativa “E”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

12- Uma empresa oferece aos seus clientes desconto de 10% para pagamento no ato da compra ou desconto de 5% para pagamento um mês após a compra. Para que as opções

sejam indiferentes, a taxa de juros mensal praticada deve ser, aproximadamente,

(A)

0,5%.

(B)

3,8%.

(C)

4,6%.

(D)

5,0%.

(E)

5,6%.

Resolução: ( Taxas)

Suponha um preço inicial de 100.

A vista haveria redução de 10%

cairia

para 90.

À prazo haveria redução de 5%

cairia

para 95

Então, a diferença seria de 5 em 90.

5 / 90 = 0,0555

Alternativa

= 5,55% aproximadamente

”E”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

13- Um título com valor de face de R$ 1.000,00, faltando 3

meses para seu vencimento, é descontado em um banco que utiliza taxa de desconto bancário, ou seja, taxa de desconto simples “por fora”, de 5% ao mês. O valor presente do título, em reais, é

(A)

860,00

(B)

850,00

(C)

840,00

(D)

830,00

(E)

820,00

Resolução: ( Desconto Comercial Simples)

N

= 1000

t

= 3 meses

i

= 5% am

D = N . i . t

D

= 1000 .0,05 . 3

D

= 150

Valor Presente = A = N D = 1000 150 = 850

Alternativa

”B”

<>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

14- Considere um financiamento de R$ 100.000,00, sem entrada, a ser pago em 100 prestações mensais, pelo Sistema de Amortização Constante (SAC). Sabendo-se que a taxa de juros, no regime de juros compostos, é de 1% ao

mês, a prestação inicial, se o prazo de pagamento for duplicado, será reduzida em

(A)

100%.

(B)

50%.

(C)

25%.

(D)

10%.

(E)

5%.

Resolução: ( Sistema DE Amortização Constante SAC)

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Prestação inicial

A prestação é, sempre, a soma da cota de Juros (J) com a cota de

Amortização(A)

P = J + A

A cota de Amortização,no SAC, é constante e iual ao valor financiado

dividido pelo número de prestações

A = F/n

A = 100000/100 = 1000

A cota de juros é o resultado da aplicação da taxa sobre o saldo

devedor.

No caso é pedida a primeira prestação, então o saldo devedor é o

100000

J = 1% de 100000 = 1000

Daí, a prestação (P) será

1000

+ 1000 = 2000 (prestação inicial)

Prestação depois de dobrar o número de prestações ( passa para 200)

A

= F / n = 100000/200

= 500

J

= 1% de 100000 = 1000 ( não muda)

P

= 500 + 1000 = 1500 ( nova primeira prestação)

Redução

de

500 em 2000

25%

Alternativa

”C”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

15- Um investimento obteve variação nominal de 15,5% ao ano.

Nesse mesmo período, a taxa de inflação foi 5%. A taxa de juros real anual para esse investimento foi

(A)

0,5%.

(B)

5,0%.

(C)

5,5%.

(D)

10,0%.

(E)

10,5%.

Resolução: ( Taxa Real ( iR ), Aparente ( iA ) e Inflação ( ii ))

O problema relaciona as três taxas acima, então usaremos a fórmula

de Fischer

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

1 + iA

=

( 1 + iR

) .

( 1

+

ii )

1 + 0,155 =

( 1 + iR ) . ( 1 + 0,05 )

1,155 = ( 1 + iR ) . 1,05

(

1 + iR ) = 1,155 / 1,05

(

1 + iR ) = 1,1

IR =

0,1 = 10%

Alternativa

”D”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

16-uma dívida em prestações periódicas iguais e sucessivas, dentro do conceito de termos vencidos, em que o valor de cada prestação, ou pagamento é composto por duas parcelas distintas: uma de juros e outra de capital (chamada amortização).

VIEIRA SOBRINHO J.P. Matemática Financeira. São Paulo: Atlas, 2007, p. 220. Essa definição se refere ao sistema de amortização conhecido como

(A)

misto

(B)

constante

(C)

radial

(D)

alemão

(E)

francês

Resolução: ( Planos de Amortização)

Obs.: “Termos vencidos” = Prestações postecipadas

“Prestações periódicas, IGUAIS, sucessivas e Postecipadas, nos remetem ao sistema Price, ou Francês.

Alternativa

”E”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

17-Um investidor aplicou, durante 3 anos, R$ 500,00 por mês em um Fundo de Renda Fixa que oferece juros compostos de 1,5% ao mês. Ao final da aplicação, obteve R$ 23.637,98.

Esse tipo de operação, em matemática financeira, caracteriza o modelo denominado

(A)

série de pagamentos iguais com termos antecipados

(B)

série de pagamentos iguais com termos vencidos

(C)

equivalência de capitais e de planos de pagamentos

(D)

aplicação equivalente de renda postecipada

(E)

aplicações financeiras com renda variável

Resolução: ( Planos de Amortização rendas )

Os valores depositados são iguais, então temos uma série de pagamentos iguais, que nos remetem ao Sistema Price, onde as parcelas são Postecipadas ou, “Termos vencidos”.

O texto se refere ao Montante de uma série de pagamentos iguais e postecipados [ S = P . sn,i ].

Alternativa

”B”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

18-A Empresa Comercial Parton Ltda., obteve um empréstimo no Banco Novidade S/A com as seguintes condições:

• Valor do empréstimo R$ 30.000,00

• Taxa de abertura de crédito R$ 500,00

Período do empréstimo 3 meses

• Inflação do período 3%

• Valor fixo para pagamento no final do contrato R$ 35.000,00 Considerando-se exclusivamente os dados acima, as taxas efetiva e real da operação para a Comercial Parton, foram, respectivamente, de

(A)

16,67% e 14,65%

(B)

16,33% e 13,65%

(C)

15,35% e 12,15%

(D)

14,75% e 11,41%

(E)

14,25% e 11,35%

Resolução: ( Cálculo Financeiro taxas)

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

A empresa deve pagar os 30500 ( empréstimo + TAC) em 3 meses,

com o valor de 35000. Logo, pagará juros de 4500 ( 35000 30500), ou seja pagará uma taxa de juros no período, de 4500/30500 = 14,75%.

A taxa Real, calcularemos com a fórmula de Fischer

1 + iA = ( 1 + iR) . ( 1 + ii)

1 + 0,1475 = ( 1 + iR) . ( 1 + 0,03 )

1 + iR = 1,1475/1,03

1 + iR = 1,1141

Daí,

iR

= 0,1141 = 11,41%

Alternativa

”D”

.>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

19-O instrumento que permite equalizar o valor presente de um ou mais pagamentos (saídas de caixa) com o valor presente de um ou mais recebimentos (entradas de caixa) é a(o)

(A)

taxa de retorno sobre o investimento

(B)

taxa interna de retorno

(C)

lucratividade embutida

(D)

valor médio presente

(E)

valor futuro esperado

Resolução: ( T.I.R. )

A Taxa Interna de retorno é que iguala a soma das entradas à Soma

das saídas de capitais em um fluxo de caixa.

Alternativa

”B”

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>

20- ) Considerando que uma dívida no valor de R$ 12.000,00 , contraída pelo Sistema de Amortização Constante (SAC), tenha sido paga em 6 prestações mensais e que o valor dos juros pagos na 5º prestação tenha sido igual a R$ 80,00, assinale a opção correta:

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

A) A taxa de juros cobrada nessa transação foi igual a 2% ao mês.

B) Todas as prestações foram de mesmo valor.

C) Após a 5º amortização, o valor da dívida era de R$ 4.000,00.

D) O valor dos juros pagos na 3ª prestação foi de R$ 200,00.

E) A soma da 3ª e 6ª prestações foi igual a R$ 4.000,00

Resolução: Sistema de Amortizações Constantes - SAC

F

= 12.000

n

= 6

J5 = 80

Considerações:

1- Os juros contidos na 5ª prestação são referentes ao Saldo Devedor após

O pagamento da 4ª prestação. Portanto, a taxa (i) multiplicada por

esse SD, deverá ser igual a 80.

2- O Saldo Devedor após o pagamento da 5º prestação será igual à cota de Amortização contida na última (6ª) prestação (sempre) e o SD após o pagamento da 4ª prestação será uma cota de Amortização a menos.

3- No SAC a cota de Amortização é constante e igual a:

A = F/n,

ou seja,

A = 12000/6 = 2000

Daí, o SD após o pagamento da 5ª prestação é igual a 2000 e o SD após o pagamento da 4ª prestação é de 4000 (Consideração “2”).

A taxa do financiamento, então será igual a (Consideração “1”):

4000 . i = 80

i = 80/4000

i = 0,02

i = 2% am

Alternativa “A”

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

PLANOS DE AMORTIZAÇÃO

São sistemas de pagamentos parcelados de uma dívida pré-estabelecida. Amortizar significa abater cotas do principal, periodicamente, até a extinção da dívida principal e dos juros gerados por ela. Em cada prestação paga no plano de amortização (qualquer que seja ele) estão contidas uma cota de amortização (A) e uma cota de juros (J). Logo: P = A + J Veremos aqui, os planos tradicionalmente cobrados em concursos públicos, ou seja, o Sistema Price (ou Frances) e o S.A.C (Sistema de Amortização Constante).

Sistema Price de Amortização (ou Sistema Francês) características:

1 - prestações iguais, mensais e postecipadas;

2 - taxa anual de juros, com capitalização mensal;

3 - juros compostos.

As fórmulas são as mesmas das Rendas estudadas anteriormente.

Então:

são as mesmas das Rendas estudadas anteriormente. Então: Acrescentaremos aqui a fórmula para o cálculo do

Acrescentaremos aqui a fórmula para o cálculo do montante pago (soma de todas as prestações na data da quitação). O total pago(s) é projeção do valor financiado F para a data n (pagamento da última parcela)

esquema:

financiado F para a data n (pagamento da última parcela) esquema: então: Se: Então: Caixa Econômica

então: Se:

financiado F para a data n (pagamento da última parcela) esquema: então: Se: Então: Caixa Econômica

Então:

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin
Professor Ivan Zecchin Representando o fator que multiplica P por teremos: Calcula o valor total paga
Professor Ivan Zecchin Representando o fator que multiplica P por teremos: Calcula o valor total paga

Representando o fator que multiplica P por

teremos:

Calcula o valor total paga na data de pagamento da última parcelaRepresentando o fator que multiplica P por teremos: onde = (que se encontra tabelado) Obs.: O

o valor total paga na data de pagamento da última parcela onde = (que se encontra
o valor total paga na data de pagamento da última parcela onde = (que se encontra

onde =

(que se encontra tabelado)

Obs.: O valor S pode ser calculado, determinando-se primeiramente F e “levando-o” para a data do último pagamento pela fórmula do montante dos juros compostos. Construção da planilha do Sistema Price exemplo: construir a planilha do financiamento de R$ 5.000,00 em 4 pagamentos, pelo Sistema Price, a uma taxa de 48% a.a.

resolução:

i = 48% a.a.

i = 4% a.m.

n

F

= 4

= 5.000

cálculo da prestação - P

i = 4% a.m. n F = 4 = 5.000 cálculo da prestação - P P

P

= 0,2755.5000

P

= 1377,50

PLANILHA

- P P = 0,2755.5000 P = 1377,50 PLANILHA * O valor da cota de amortização

* O valor da cota de amortização contida na última prestação deve coincidir com o saldo devedor do período anterior (desconsiderando erros gerados por aproximações). regras para a construção da planilha

1 - coloca-se o saldo devedor na data 0 e os valores das prestações nas

datas seguintes;

2 - calcula-se os juros do mês, multiplicando-se o saldo devedor pela taxa;

3 - calcula-se o valor da cota de amortização subtraindo-se da prestação os juros calculados anteriormente;

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

4 - calcula-se o novo saldo devedor, subtraindo-se do saldo devedor anterior, a cota de amortização;

5 - repete-se o procedimento até a anulação do saldo devedor.

Observe: (na planilha)

1 - os juros pagos em cada prestação são decrescentes;

2 - os valores da cota de amortização são crescentes ao longo das prestações.

Graficamente

são crescentes ao longo das prestações. Graficamente J J J A A A . . .

J

J

J
J

A

A

A

.

.

.

ao longo das prestações. Graficamente J J J A A A . . . P 1

P 1

P 2

P 3

Resumo: No Sistema Price, enquanto a prestação permanece constante, a cota de juros decresce. A cota de amortização cresce, e

P = J + A

, sempre.

Sistema de Amortização Constante - SAC As cotas de amortização são constantes consequentemente, as prestações serão decrescentes, pois os juros serão decrescentes.

Veja: construção da planilha para o exemplo anterior, agora para o S.A.C.

F = 5.000

i = 4% a.m.

n = 4

Cálculo da Cota de Amortização (A)

A

5.000

4

A 1250

Planilha

(constante)

(A) A  5.000 4  A  1250 Planilha (constante) Regras 1 - coloca-se o

Regras

1 - coloca-se o saldo devedor e as cotas de amortização;

2 - calcula-se os juros do saldo devedor e adicona-se o valor obtido à cota de amortização, obtendo-se a prestação;

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

3 - subtrai-se a cota de amortização do saldo devedor, obtendo-se novo

saldo;

4 - repete-se o procedimento até a anulação do saldo.

Observe: (na planilha)

1 - os juros são decrescentes;

2 - as prestações são decrescentes;

3 - as amortizações são constantes.

graficamente:

J J J J . . . A A A A P 1 P 2
J
J
J
J
.
.
.
A
A
A
A
P 1
P 2
P 3

comentários:

1 -os cálculos feitos aqui estão em um contexto não-inflacionário;

2 -o Sistema Francês é normalmente preferido pelo usuário devido ao fato

de possuir prestações constantes e, assim, permitir melhor planejamento das finanças;

3 -do ponto de vista da instituição que concede o financiamento, o Sistem

Price tem a característica de oferecer retorno lento do capital principal, uma vez que as cotas de amortização são crescentes.

EXERCÍCIOS

1) Para um financiamento de R$ 4.000,00 à 10% a.m. por 4 meses, pago em prestações postecipadas, a diferença positiva entre a última prestação pelo Sistema Price e a primeira prestação pelo S.A.C., é, em reais:

(despreze centavos na resposta)

a) 120

b) 138

c) 141

d) 150

e) 153

2) Qual o valor da 5ª prestação de um financiamento feito pelo S.A.C., se o valor financiado foi R$ 1.600,00, a taxa, 8% a.m. e o número de parcelas foi de 20?

a) R$ 200,00

b) R$ 194,60

c) R$ 182,40

d) R$ 120,00

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

e) R$ 100,00

3) Julgue os ítens abaixo:

I - no Sistema Price a cota de juros em cada prestação decresce enquanto que no S.A.C., cresce; II - No S.A.C. as prestações são decrescentes, sempre; III - no Sistema Price a cota de amortização contida na última prestação, quita o saldo devedor.

4) Os juros contidos na 1ª prestação de um empréstimo feito pelo Sistema Price a uma taxa de 72% a.a., são iguais a:

a) 7,2% do saldo devedor;

b) 6% do saldo devedor original;

c) 6% do saldo devedor, após o pagamento da 1ª prestação;

d) 4% do saldo devedor inicial;

e) 72% do saldo devedor original.

5) Para um financiamento de R$ 6.000,00 pago em 6 prestações pelo Sistema Francês, tem-se a seguinte planilha:

pelo Sistema Francês, tem-se a seguinte planilha: Os valores de x e y são respectivamente: (despreze

Os valores de x e y são respectivamente: (despreze centavos)

a) R$ 1200 e R$ 305

b) R$ 1182 e R$ 255

c) R$ 1182 e R$ 215

d) R$ 1182 e R$ 205

e) R$ 1200 e R$ 805

6) O gráfico que melhor representa a evolução das prestações em função do tempo, no Sistema de amortização constante, é:

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin
a) b) c) d) e)
a)
b)
c)
d)
e)

Gabarito (Exercícios)

1-b

2- c

3- ECC

4- b

5- b

6-e

OUTRAS QUESTÕES

1-(BB) Uma geladeira é vendida à vista por R$ 1.000,00 ou em duas parcelas, sendo a primeira com uma entrada de R$ 200,00 e a

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

segunda, dois meses após, no valor de R$ 880,00. Qual a taxa mensal de juros simples utilizada?

a) 6%

b) 5%

c) 4%

d) 3%

e) 2%

Resolução: ( Juros simples)

Observe que o comprador ficou devendo 800, pelos quais pagará a quantia de 880, ou seja, pagará 80 reais de juros ( 10% ), em dois meses. Como os juros Simples são proporcionais ao tempo e taxa, se houve ganho de 10% em dois meses, então houve ganho de 5% ao mês.

Alternativa

”B”

2- (BB) Um investidor dispunha de R$ 300.000,00 para aplicar. Dividiu esta aplicação em duas partes. Uma parte foi aplicada no banco Alfa, à taxa de 8% ao mês, ambas em juros compostos. O prazo de ambas as aplicações foi de 1 mês. Se, após este prazo , os valores resgatados forem iguais nos dois bancos, os valores de aplicação, em reais, em cada banco, foram, respectivamente:

a) 148.598,13 e 151.401,87

b) 149.598,13 e 150.401,87

c) 150.598,13 e 149.401,87

d) 151.598,13 e 148.401,87

e) 152.598,13 e 147.401,87

Resolução:

Vamos considerar que no banco Alfa ele investiu “X” reais, logo terá investido no outro banco, “ 300000 – X”.

A taxa é 8% am e o tempo, 1 mês, para os dois.

Como o valor resgatado em ambos é o mesmo, então seus

MONTANTES são iguais.

Para ambos, M = C . ( 1 + i ) t

Para o banco Alfa Para o outro banco

= 1,06 . ( 300000 X ) = 318000 1,06X

M = X . ( 1 + 0,08) 1

M

=

1,08X

= ( 300000 X ) . ( 1 + 0,06 ) 1 =

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Igualando os Montantes

1,08X = 318000 1,06X

2,14X = 318000

X

= 318000 / 2,14

X

= 148598,13 (parte aplicada no banco ALFA)

No Outro Banco, será o restante

Alternativa “A”.

300000

148598,13 = 151401,87

3- (CEF) Pretendendo guardar uma certa quantia para as festas de fim de ano, uma pessoa depositou R$ 2 000,00 em 05/06/97 e R$ 3 000,00 em 05/09/97. Se o banco pagou juros compostos à taxa de 10% ao trimestre, em 05/12/97 essa pessoa tinha um total de:

a) R$ 5 320,00

b) R$ 5 480,00

c) R$ 5 620,00

d) R$ 5 680,00

e) R$ 5 720,00

4-. A taxa efetiva trimestral referente a uma aplicação foi igual a 12%. A correspondente taxa de juros nominal (i) ao ano, com capitalização mensal, poderá ser encontrada calculando:

_

(A)

i = 4 . [(1,12 ) 1/3 − 1]

(B)

i = 12 . [(1,12) 1/4 − 1]

(C)) i = 12 . [(1,12) 1/3 − 1]

(D)

i = (1,04 ) 12 − 1

(E)

i = 12. [(0,04) ÷ 3]

Resolução: Taxas em juros compostos

A taxa dada ( 12% at) é efetiva e desejamos outra efetiva mensal, daí

faremos uma conversão EQUIVALENTE;

( 1 + im) 3 = 1 + 1s

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

(

(

1 + im ) 3

1 + im ) 3

=

1 + 0,12

= 1,12

1+ im

= V 3 1,12

Im

= V 3

1,12 -

1

Im = ( 1,12) 1/3 - 1

Como é pedida a taxa Nominal ANUAL, basta multiplicar por 12, pois a conversão de taxa efetiva para Nominal se faz de forma PROPORCIONAL.

Daí, ia = 12 . [ ( 1,12) 1/3 1]

Alternativa “C”

5- Um investidor realiza depósitos no início de cada mês, durante 8 meses, em um banco que remunera os depósitos de seus clientes a uma taxa de juros nominal de 24% ao ano, com capitalização mensal. Os valores dos 4 primeiros depósitos foram de R$ 1.000,00 cada um e dos 4 últimos R$ 1.250,00 cada um. No momento em que ele efetua o oitavo depósito, verifica que o montante que possui no banco é M, em reais. Fator de Acumulação de Capital (taxa de juros compostos de 2% ao período) Número de

Períodos

Pagamento único Série de pagamentos iguais

1

1,02

1,00

2

1,04

2,02

3

1,06

3,06

4

1,08

4,12

5

1,10

5,20

6

1,13

6,31

7

1,15

7,43

8

1,17

8,58

9

1,20

9,76

Utilizando os dados da tabela acima, tem-se, então, que (A) 10 300 < M

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

(B)

10 100 < M ≤ 10 300

(C)

9 900 < M ≤ 10 100

(D)

9 700 < M ≤ 9 900

(E)) 9 500 < M ≤ 9 700

Resolução: (Montante de uma série de pagamentos iguAIS )

Primeiramente devemos determinar a taxa Efetiva que resolverá

o problema ( a taxa dada é Nominal).

De Nominal para Efetiva a conversão é Proporcional;

24% aa corresponde à taxa mensal de 2%

O problema pede a soma de todos os depósitos na data do

último depósito e essa soma é obtida pela fórmula;

Sni

acumulação de capital (Tabela dada), de uma série de pagamentos.iguais, consecutivos e postecipados.

=

P . sni

onde P é o valor da parcela e sni o fator de

Foram 4 parcelas de 1000 e 4 de 1250, que podemos interpretar como 8 parcelas de 1000 e mais 4 de 250 ( as 4 últimas).

Para as 8 parcelas de 1000 teremos a soma:

S 8,2% = 1000 . 8,58 = 8580

Para as 4 parcelas de 250 teremos a soma:

S 4,2% = 250 . 4,12 = 1030

Somando

S

Gabarito: E

total = 9610

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

6-Uma pessoa assume, hoje, o compromisso de devolver um empréstimo no valor de R$ 15 000,00 em 10 prestações mensais iguais, vencendo a primeira daqui a um mês, à taxa de juros nominal de 24% ao ano, com capitalização mensal. Sabe-se que foi utilizado o Sistema

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

Francês de Amortização (Sistema Price) e que, para a

taxa de juros compostos de 2% ao período, o Fator de Recuperação de Capital (10 períodos) é igual a 0,111. O respectivo valor dos juros incluídos no pagamento da segunda prestação é

(A) R$ 273,30

(B)) R$ 272,70

(C)

R$ 270,00

(D)

R$ 266,70

(E)

R$ 256,60

Resolução: ( Sistema Price)

Calculando o valor da prestação constante:

P = F . 1/ani

recuperação de capital (dado).

onde F é o valor financiado e 1/ani é o fator de

P =15000 . 0,111 = 1665

Os juros pagos na primeira prestação foram de 2% de 15000, pois esse era o saldo devedor até então. 2% de 15000 é 300. Daí, a cota de amortização contida na primeira prestação foi de 1665 300, ou seja; 1365.

O saldo devedor fica, então, abatido de 1365 resultando

13635 ( 15000 1365).

Os juros pagos na segunda prestação (que é a pergunta) serão

de 2% de 13635, ou seja

272,70,

Gabarito: B

7-. Um financiamento foi contratado, em uma determinada data, consistindo de pagamentos a uma taxa de juros positiva e ainda corrigidos pela taxa de inflação desde a data da realização do compromisso. O custo efetivo desta operação foi de 44% e o custo real efetivo de 12,5%. Tem-se, então, que a taxa de inflação acumulada no período foi de

(A)

(B)

(C)

16%

20%

24%

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

(D)) 28%

(E) 30%

Resolução: ( taxas)

Basta aplicar a fórmula de

Fischer:

(1 + i A ) = ( 1 + i R ) . ( 1 + i i )

1 + 0,44 = ( 1 + 0,125 ) . ( 1 + i i )

1,44 = 1,125 . ( 1 + i i )

( 1 + i i ) = 1,28

i = 0,28

Gabarito: D

28%

8- Uma empresa deverá escolher um entre dois projetos X e Y, mutuamente excludentes, que apresentam os seguintes fluxos de caixa:

Ano

Projeto X(R$)

Projeto Y(R$)

0

D

- 40 000,00

1

10 800,00

16 200, 00

2

11 664,00

17 496 ,00

A taxa mínima de atratividade é de 8% ao ano (capitalização anual) e verifica-se que os valores atuais líquidos referentes aos dois projetos são iguais. Então, o desembolso D referente ao projeto X é igual a (A)) R$ 30 000,00

(B)

R$ 40 000,00

(C)

R$ 45 000,00

(D)

R$ 50 000,00

(E)

R$ 60 000,00

Resolução: ( Fluxos de caixa )

Para os cálculos, utilize a “taxa mínima de atratividade”,

que é a taxa oferecida pelo mercado financeiro.

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

“Valor Atual Líquido” de um fluxo de caixa é o SALDO do fluxo em

uma data qualquer, ou seja, é a diferença entre a soma das entradas e

a soma das saídas.

Daí, como os saldos são iguais ( o texto afirma isso ), então escolheremos uma data e levaremos todos os valores para lá e aplicaremos o princípio dos saldos ( saldo = E S ), para cada fluxo e igualaremos os resultados.

Data 2

Ano

Projeto X(R$)

Projeto Y(R$)

0

D

- 40 000,00

1

10 800,00

16 200, 00

2

11 664,00

17 496 ,00

Projeto X

Sx = 10800. 1,08 + 11664 D.1,08² = 23328 1,1664.D

Projeto Y

Sy = 16200.1,08 + 17496 40000.1,08² = 34992 46656 = - 11664

Igualando

23328 1,1664D = - 11664

1,1664D = 23328 + 11664

1,1664D = 34992

D

= 34992/1,1664

D

= 30000

Alternativa

”A”

9- Considere o seguinte fluxo de caixa cuja taxa interna de retorno é igual a 10% ao ano:

Ano

Fluxo de Caixa(R$)

0

25 000,00

1

0,00

2

x

3

17 303,00

Professor Ivan Zecchin

Professor Ivan Zecchin

O valor de X é igual a

(A)

R$ 11 000,00

(B)

R$ 11 550,00

(C)

R$ 13 310,00

(D)

R$ 13 915,00

(E)) R$ 14 520,00

Resolução: ( T.I.R.)

Se 10% aa é uma TIR, então a soma das entradas será igual à soma das saídas, em uma mesma data.

Escolheremos a data 3

X.1,1 + 17303 = 25000 . 1,1 3

1,1X + 17303 = 33275

1,1 X = 15972

X = 14520

Alternativa

”E”

GABARITO:

1-B 2-A

3-E 4-C 5-E

6-B 7-D

8-A 9-E

SUCESSO !!

Prof. Ivan zecchin