Sunteți pe pagina 1din 1

Geral

Folha da Fumaça

14 de maio de 2010

03

IPTU: Contribuintes que se sentirem lesadospodemprocurar aPrefeitura

Os carnês de IPTU de Morro da Fumaça co-

caram de tamanho nes- ses últimos anos, mas

meçaram a ser en- tregues há mais de 10 dias em dois lo- cais, no prédio cen-

não teriam sido cadas- tradas na Prefeitura e as pessoas entendem que deveriam continu-

tral da Prefeitura, no

ar

pagando os mesmos

centro da cidade, e na Secretaria Distri- tal de Estação Cocal. Em função de haver mais de 16 anos ocor- ridos do último cadas- tramento imobiliário,

valores”, disse ela. Outra situação, segun- do ela, alguns contri- buintes não entendem que, mesmo estando num mesmo ende- reços, podem existir

algumas alterações nos valores aconteceram. Em algumas situações

várias residências. Ou quando numa mes- ma construção onde

os

valores aumentaram

é

residência, também

e

outras diminuíram.

existe alguma ativi-

etc. Nessas situações é

Em função desses va- lores distorcidos (ou supostamente erra- dos), a Prefeitura pede

dade comercial, como uma loja, uma facção,

necessário o pagamen-

que os contribuintes

to

de IPTUs diferentes.

que se sentirem lesa- dos, procurem na Pre- feitura, o departamen- to de tributos, para que sejam tiradas as dúvidas ou para que sejam providenciadas as devidas correções, caso elas existam. Segundo a diretora de Tributos da Prefeitura,

Outro exemplo, quan- do numa mesma cons- trução existem várias residências. Mesmo que essas constru- ções muitas vezes se- jam prédios familiares, onde moram pais, - lhos, parentes, etc., é necessário pagamento de impostos diferen-

Maristela Zanatta, é

tes”, disse Maristela.

preciso fazer um com-

O

secretário de Finan-

parativo entre o carnê de 2009 e 2010, prin- cipalmente na questão área construída. “Algu- mas construções tripli-

ças da Prefeitura, Bal- tazar de Roche, res- salta que o pagamento em parcela única vence no dia 10 de junho, en-

o pagamento em parcela única vence no dia 10 de junho, en- quanto que a primeira

quanto que a primeira parcela para quem op- tar pelo parcelamento do pagamento será no

de ruas e demais in-

gar o imposto: Cohab, Mina Fluorita e Flores- ta. Os carnês da Cohab podem ser retirados no

dia 17 de Maio pró-

prédio central, enquan-

ximo. Com relação à

to

que para Mina Fluori-

aplicação dos recur-

ta

e Floresta os carnês

sos arrecadados pelo IPTU, o os mesmos serão aplicados de vá-

devem ser retirados na Secretaria Distri- tal de Estação Cocal.

rias formas, como por

O

secretário de Finan-

exemplo 15% para a Saúde, principalmente para a compra de re- médios; pavimentação

vestimentos em infra- estrutura na cidade. Outra novidade para o IPTU 2010 é que mais três bairros irão pa-

ças ressaltou ainda que a exigência do re- cadastramento é lei fe- deral, cabendo ao mu- nicípio apenas cumprir a determinação, sob pena da administra- ção municipal res- ponder judicialmente, caso não obedeça a lei.

Fumacenses vãoser homenageados emmonumentohistórico

Morro da Fumaça terá um monumento em homenagem aos 100 anos de coloni- zação. A obra eviden- cia vários itens que remetem à história do município como tropeiros, ferrovia, agricultores e cerâ- mica. O projeto do arquiteto fumacense, Lucas Pavei Lucia- no, segue o modelo da logomarca o cial da festa, onde tam- bém foram utilizados elementos do brasão do município, como o morro e a fumaça. Das duas pirâmides construídas para re- presentar o morro,

uma foi desenvolvida

de tijolos para desta-

car as cerâmicas, por ser o ícone do desen- volvimento da cida-

de. A outra terá a cor vermelha lembrando

a emancipação po-

lítica do município. Haverá também três hastes com cores

e signi cados dife-

rentes. Uma na cor verde que lembra a agricultura, outra em dourado destacan-

do as riquezas e a principal em na cor metálica simboliza o futuro. Entre as pi- râmides e as hastes sairão 100 cabos de aço representando

râmides e as hastes sairão 100 cabos de aço representando cada ano da histó- ria fumacense,

cada ano da histó- ria fumacense, e um vidro especial prote- gendo as ferramen- tas dos desbrava- dores da época. A

inauguração do mo- numento se dará na próxima quarta feira, 19, quando também iniciam as comemo- rações dos 100 anos.

Trabalho & Trabalhador

Flávia Antunes Especialista em Recursos Humanos fl avia.antuness @hotmail.com

Flávia

Antunes

Especialista em Recursos Humanos

avia.antuness@hotmail.com

APOSENTADORIA POR IDADE

A

aposentadoria do Juiz John Paul Stevens, da Suprema Corte dos EUA,

pede reexão entre nós. Ele está na corte desde 1975. Continua contri- buindo, pela experiência, conhecimento e dedicação ao trabalho para o decantado equilíbrio das decisões do órgão supremo de controle judicial

norte-americano. Está com 89 anos. Sairá voluntariamente. Se fosse mi- nistro do Supremo Tribunal Federal brasileiro, já estaria em casa há 19 anos.

A

emenda Constitucional que permite aos Juízes brasileiros trabalharem

até os 75 anos (apenas cinco a mais do permitido atualmente) está pronta para ser votada. Só depende dos líderes partidários. Quatro razões reco- mendam a sua aprovação. Uma de ordem constitucional e jurídica: o di- reito de o cidadão hígido e capaz continuar trabalhando. Outra, de nature-

za econômica, pois teremos uma razoável economia para o tesouro e, em especial, para os cofres da Previdência Social. Em terceiro lugar, um pais não pode abrir mão, precocemente, da experiência e do conhecimento acumulados e úteis para um bom desempenho dos tribunais superiores.

A

elevação da média de vida dos brasileiros, xada pelo IBGE em mais de

75 anos, recomenda a revisão de critérios xados há meio século. No caso

norte-americano, a regra é simples: o juiz é vitalício enquanto estiver tra- balhando corretamente. A totalidade dos magistrados que conheço deixa

serviço em plena saúde física e mental. Assim, a revisão da idade-limite para a permanência no serviço publico é um imperativo do século 21.

o

Por Salomão Ribas JR, conselheiro-presidente da Associação Necional dos Tribunais de Contas ** Artigo publicado no Diário Catarinense

FUNCIONÁRIO MOTIVADO

PRODUZ ATÉ 50% A MAIS

Consultoria aponta que recompensa salarial não é único fator decisivo para satisfazer um empregado, e sim, benefícios social e simbólicos.

Trabalhadores motivados são 50% mais produtivos. A constatação é da consultoria Right Management, que ouviu 30 mil pessoas de 15 países. A pesquisa constatou ainda que a recompensa salarial não é o único fator decisivo para satisfazer um funcionário, e sim, benefícios sociais, simbó- licos e não materiais.

De acordo com o levantamento, muitas companhia ainda não perceberam que investir na qualidade de vida do empregado é muito mais que um gasto, é um investimento, no qual o retorno é visível e rápido.

EXEMPLOS

Um dos cases mais conhecidos é da empresa Google, que está no merca- do desde 1998, e por vários anos, foi considerada a melhor empresa para

se trabalhar, segundo analise realizada pelo GPTW (Great Place to Work), instituto americano responsável pela realização de pesquisas focadas na motivação dos colaboradores.

O

grande diferencial do Google está na valorização dos funcionários. A or-

ganização investe em benefícios adicionais como academias de ginástica,

salas de massagem, área

para entretenimento e lanches no meio da tarde

para garantir a satisfação e qualidade de vida dos colaboradores, e assim, aumentar a produtividade. Existem empresas especializadas em atividades motivacionais. O chamado Endomarketing tem o objetivo promover a motivação dos colaboradores

e

garantir o compromisso com a empresa, focar nos objetivos e valores.

Para isso existem programas que propõe o bem estar tanto físico quanto psicológico do funcionário, com ginástica laboral, massagens terapêuticas, ginásticas funcional, pilates, ioga, programa de nutrição e eventos sobre qualidade de vida. Outro conceito utilizado é o marketing interativo,que contribui para o rela- cionamento inter-pessoal, reforço de liderança, desenvolvimento de novas competências e melhora do clima organizacional.

Para os consultores da Right Management, o mercado caminha para uma sociedade em que grande parte dos prossionais são trabalhadores do conhecimento, que não requerem controles de horários e tarefas, mas sim estimulo à criatividade.

(Fonte: Artigo do FinaciaWeb)

AUDICONT Contabilidade REG. CRC/SC 3664/0-6 Registros de fi rmas - Imposto de Renda Baixas -

AUDICONT

Contabilidade

REG. CRC/SC 3664/0-6

Registros de rmas - Imposto de Renda Baixas - Serviços Contábeis em Geral Fones (48)3442-9229 / 3442-7402 E-mail: audicontcontabil@brturbo.com.br

(