Sunteți pe pagina 1din 4

Sumário

Sumário C apítulo 1 a tividade F inanCeira do e stado e d ireito F inanCeiro
Sumário C apítulo 1 a tividade F inanCeira do e stado e d ireito F inanCeiro

Capítulo 1

atividade FinanCeira do estado e direito FinanCeiro

1

1.1. Campos de Atuação

3

1.1.1. Receita pública

3

1.1.2. Despesa pública

3

1.1.3. Orçamento

3

1.1.4. Crédito público

6

1.2. Finalidade

7

1.3. Conceito

9

Exercícios de fixação

11

Capítulo 2

reCeita públiCa

19

2.1. Conceito

19

2.2. Classificação

20

2.3. A Compensação de Dívidas Mediante a Utilização dos Créditos de Transferências Constitucionais Obrigatórias (Art. 160, Parágrafo Único, da Constituição)

39

2.3.1. A questão da constitucionalidade da norma

43

2.3.2. A questão da autoaplicabilidade

48

2.3.3. Formulando balizas de aplicação

50

2.3.4. Retenção ou compensação?

55

2.3.5. Conclusão

61

2.4. A Questão do Enquadramento do Empréstimo Compulsório como Receita

62

Direito_Financeiro_00.indd

17

20/04/2016

Questão do Enquadramento do Empréstimo Compulsório como Receita 62 Direito_Financeiro_00.indd 17 20/04/2016 16:30:50
Questão do Enquadramento do Empréstimo Compulsório como Receita 62 Direito_Financeiro_00.indd 17 20/04/2016 16:30:50
Questão do Enquadramento do Empréstimo Compulsório como Receita 62 Direito_Financeiro_00.indd 17 20/04/2016 16:30:50

16:30:50

2.5. Renúncias de Receita

 

66

 

2.5.1. Requisitos

constitucionais

70

2.5.2. Requisitos

legais

72

2.6. Apuração e Realização da Receita Pública

76

2.7. Lei de Responsabilidade Fiscal e Receita Pública

81

Exercícios de fixação

85

Capítulo 3

despesa públiCa

 

93

3.1. Conceito

 

93

3.2. Características Principais

93

3.3. Relações Entre Despesas e Receitas. Breve Histórico

94

3.4. Requisitos para a Despesa – Destinação

97

3.5. Classificação

 

97

3.6. Distinção Entre Créditos Orçamentários e Adicionais

98

3.7. A Dinâmica dos Créditos Adicionais

99

 

3.7.1. Créditos adicionais suplementares

99

3.7.2. Créditos adicionais especiais

100

3.7.3. Créditos adicionais extraordinários

100

3.8. Fases da Despesa Pública

105

3.9. Geração da Despesa Pública

108

3.10. Despesa Obrigatória de Caráter Continuado

109

3.11. Despesas com Pessoal e com a Seguridade – Mecanismos

 

de

Controle

 

110

3.12. As Gradações das Despesas com Pessoal

114

3.13. Restos a Pagar

 

119

3.14. Precatórios Judiciais

122

 

3.14.1. Conceito

122

3.14.2. jurídica

Natureza

125

3.14.3. Crédito de pequeno valor

126

3.14.4. Precatórios

alimentícios

133

3.14.5. Atualização monetária e juros

139

3.14.6. Insuficiência de dotação para atender às condenações judiciais

146

3.14.7. Sequestro de valores em virtude do desrespeito à ordem de precedência

147

3.14.8. Precatório e lei de responsabilidade fiscal

149

Direito_Financeiro_00.indd

18
18

20/04/2016

147 3.14.8. Precatório e lei de responsabilidade fiscal 149 Direito_Financeiro_00.indd 18 20/04/2016 16:30:50
147 3.14.8. Precatório e lei de responsabilidade fiscal 149 Direito_Financeiro_00.indd 18 20/04/2016 16:30:50
147 3.14.8. Precatório e lei de responsabilidade fiscal 149 Direito_Financeiro_00.indd 18 20/04/2016 16:30:50

16:30:50

 

3.14.9. Emenda Constitucional n o 62/2009

150

3.14.10. Precatório e vinculação de receita

158

3.14.11. Precatório e sociedades de economia mista

159

Exercícios de fixação

161

Capítulo 4

orçamento públiCo

175

4.1. Conceito

175

4.2. Uma Análise da Evolução da Concepção de Orçamento

176

4.3. Constituição Orçamentária de 1988

182

4.4. Orçamento e Planejamento

182

4.5. Funções do Orçamento

 

194

4.5.1. Função

política

194

4.5.2. Função

administrativa

195

4.5.3. Função

econômica

195

4.5.4. Função

reguladora

195

4.6. Elaboração do Orçamento

196

4.6.1. A participação do Poder Legislativo no processo de elaboração das leis orçamentárias

197

4.6.2. O orçamento impositivo no Brasil

199

4.6.3. O orçamento impositivo e as suas variadas versões

203

4.7. Natureza Jurídica

 

204

4.8. Princípios Constitucionais Orçamentários

208

4.8.1. Princípio da exclusividade

208

4.8.2. Princípio da programação

209

4.8.3. Princípio

da

anualidade

211

4.8.4. Princípio da universalidade

211

4.8.5. Princípio da unidade

212

4.8.6. Princípio da equilíbrio

212

4.8.7. Princípio da transparência

213

4.8.8. Princípio da legalidade

214

4.8.9. Princípio da não vinculação

215

4.8.10. Princípio da especialidade

218

4.8.11. Princípio da proibição do estorno

219

4.8.12. Princípio da economicidade

219

4.9. Inovações

219

Exercícios de fixação

220

Direito_Financeiro_00.indd

19
19

20/04/2016

219 4.9. Inovações 219 Exercícios de fixação 220 Direito_Financeiro_00.indd 19 20/04/2016 16:30:50
219 4.9. Inovações 219 Exercícios de fixação 220 Direito_Financeiro_00.indd 19 20/04/2016 16:30:50
219 4.9. Inovações 219 Exercícios de fixação 220 Direito_Financeiro_00.indd 19 20/04/2016 16:30:50

16:30:50

Capítulo 5

Crédito públiCo

237

5.1. Conceito

237

5.2. Dívida Pública

239

5.2.1. Conceito

239

5.2.2. Dívida pública quanto à origem do credor

239

5.2.3. Dívida pública externa de Estados e Municípios

241

5.2.4. Breves considerações acerca das “pedaladas fiscais”

243

Exercícios de fixação

246

Capítulo 6

FisCalização e Controle da exeCução orçamentária

253

6.1. Introdução

253

6.2. Modalidades de Fiscalização

255

6.3. Sistema de Controle

257

6.4. Extensão do Controle

257

6.5. Tipos de Controle

259

6.5.1. Controle

externo

260

6.5.2. Controle

interno

269

6.6. A Fiscalização da Execução Orçamentária e a Lei de Responsabilidade Fiscal

270

6.7. Controle da Comunidade

271

6.8. Simetria

271

Exercícios de fixação

272

reFerênCias bibliográFiCas

 

273

Direito_Financeiro_00.indd

20

20/04/2016

de fixação 272 r eFerênCias b ibliográFiCas   273 Direito_Financeiro_00.indd 20 20/04/2016 16:30:50
de fixação 272 r eFerênCias b ibliográFiCas   273 Direito_Financeiro_00.indd 20 20/04/2016 16:30:50
de fixação 272 r eFerênCias b ibliográFiCas   273 Direito_Financeiro_00.indd 20 20/04/2016 16:30:50

16:30:50