Sunteți pe pagina 1din 8

Como Cultivar Tomate Cereja

Nome cientifico Solanum lycopersicum var. cerasiforme


O tomate cereja é uma espécie de tomate com frutos pequenos que
cresce rapidamente, amadurece cedo e faz bem para a saúde. Ele é uma das
plantas mais populares para o cultivo, pois é fácil de cuidar e produz uma safra
rápida. Se você gostaria de começar a plantar suas próprias frutas e legumes,
um ótimo primeiro passo é aprender a cultivar o tomate cereja. Para isso, é
preciso preparar o ambiente, plantar e cuidar do pé. Continue lendo para mais
informações!
Obtenha mudas ou sementes. É possível cultivar o tomate cereja a partir
de mudas ou sementes. O cultivo com mudas produz frutos com mais rapidez
em relação às sementes. Você pode comprar mudas ou uma plantinha em uma
feira livre ou viveiro, já as sementes podem ser obtidas em um viveiro ou na
internet e há várias espécies que podem ser escolhidas. Algumas variedades
são:
 Tomate cereja Sweet Grape (tomate uva). Originário do Japão, esse
tipo de tomatinho tem o formato mais alongado, semelhante ao de uma
uva (daí o nome) e é uma escolha deliciosa.
 Tomate cereja samambaia, que cresce de forma pendente e, por isso,
deve ser plantado em vasos suspensos.
 Tomate cereja Chadwick. Essa variedade cresce com muita rapidez e
tem um sabor ácido.
 Tomate Principe Borghese, variedade tradicional da Itália que tem um
gosto doce
Compre adubo ou plante em solo fértil. Caso plante em vasos, não se
deve utilizar a terra do jardim, pois ela oferece o risco de transmitir pragas e
doenças à planta. No lugar, compre um composto orgânico, começando com um
pacote de 20 litrosO solo fértil costuma ser mais escuro e se desfaz quando
manuseado. O solo que não é fértil fica grudado.
Compre uma marca conhecida e confiável de matéria orgânica.
É possível plantar o tomate cereja no jardim ou em recipientes. Nenhum
dos métodos é melhor do que o outro, mas a escolha mais popular costuma ser
em vasos. Se você também preferir essa opção, o ideal é obter um vaso ou balde
que tenha de 15 a 25 litros.
Um vaso de espuma de poliuretano, plástico ou fibra de vidro é uma boa
opção, mas qualquer coisa serve, desde um vaso de cerâmica até uma lata de
lixo.
Escolha um local ensolarado. O tomate cereja adora muito sol, portanto
escolha um local que receba pelo menos oito horas de luz solar direta todos os
dias. O pé não deve receber sombra de outras plantas. Se ele não receber uma
quantia suficiente de luz solar, o pé vai ficar murcho e não vai produzir frutos
bons.

Comece a plantar no clima quente. O tomate cereja precisa do clima


quente para crescer e morre quando é exposto à geada. Espere uma semana
após a última geada para dar início ao plantio. Se o cultivo for a partir de
sementes, é preciso ter de dois a três meses de clima morno ou quente para que
os tomates cresçam e frutifiquem. Para plantar mudas, a temperatura deve estar
na casa dos 20 °C.
Não se esqueça de que o vaso deve ter drenagem. Ao plantar em um
vaso, ele precisa ter furos no fundo para drenar a água. Caso ele não tenha, use
uma furadeira para criar buracos a cada 5 cm de distância em volta da borda no
fundo do vaso, assim como alguns buracos no centro. Não é preciso muita
preparação para cultivar o pé em um jardim ou canteiro, basta escolher um local
que receba sol com consistência.
Coloque a gaiola no vaso se preferir. Se for utilizar uma estaca ou plantar
no jardim, não é preciso fazer nada até que as sementes ou mudas tenham sido
plantadas. Já no caso do vaso, não coloque o substrato nele antes de inserir a
gaiola. No lugar disso, coloque primeiro a gaiola com a extremidade pontuda
virada para baixo e depois encha o vaso com substrato.
Coloque o substrato no vaso. Regue o substrato até que ele fique úmido
por igual. Em seguida, adicione mais substrato até deixar um espaço de cerca
de 1 cm até a borda do vaso. A superfície do solo deve ficar uniforme.
É possível usar um copo ou regador para molhar o substrato
Cave um buraco pequeno no solo ou substrato. É preciso cavar um buraco
pequeno no meio do solo se você estiver plantando em um vaso. No caso do
cultivo de várias plantas no jardim, é preciso cavar buracos separados a uma
distância de 60 cm. Coloque as sementes nesse buraco pequeno com uma
distância de alguns centímetros entre cada uma. Ao cultivar a partir de mudas, é
preciso inseri-las bem no buraco até que só restem quatro ou cinco folhas
aparentes para fora quando o buraco for coberto.
O buraco não precisa ser muito profundo.
Cubra o buraco. Use o solo que retirou para tampar o buraco novamente.
As sementes devem ficar completamente cobertas e a muda deve mostrar
apenas cerca de quatro folhas. Não deixe de nivelar a superfície do solo ao
terminar.
cuidando da planta, regue o pé com regularidade. É necessário regar as
sementes ou mudas a cada dois ou três dias. O solo precisa estar sempre úmido.
Se algum ponto estiver seco, regue o solo ou substrato até umedecê-lo
novamente, pois ele deve parecer saturado, mas não encharcado.
Aplique fertilizantes uma vez por semana. O fertilizante fornece os
nutrientes certos para a planta crescer e prosperar, agindo basicamente como
um alimento para ela. Use um fertilizante orgânico uma vez por semana. Para
começar, revolva os primeiros centímetros do solo com os dedos ou com um
garfo de plástico. Lembre-se de que o produto deve ficar a alguns centímetros
de distância do caule da planta.
Prefira comprar marcas confiáveis de fertilizantes orgânicos para tomates.
Pesquise antes de adquirir.
As instruções variam conforme o produto, portanto siga as orientações
que estiverem no rótulo da embalagem.
Os fertilizantes orgânicos liberam nutrientes mais lentamente do que os
químicos. Os fertilizantes químicos podem queimar as raízes, embora eles
costumem ser mais baratos.
Pode sempre que for necessário. Quando a planta estiver maior, é preciso
podá-la de vez em quando. Tome essa atitude quando os ramos e galhos
começarem a crescer para fora do caule central e quando as folhas parecerem
secas ou mortas, usando tesouras de poda pequenas.
Também é preciso arrumar os galhos que saírem para fora da gaiola,
colocando-os de volta no lugar original. A planta vai cair se você não fizer isso.
Evite pragas e doenças. Os pés de tomate cereja podem ser afetados por
pragas, mas o fungo costuma ser um problema maior. Sintomas de problemas
com fungos incluem folhas amarelas, manchas de bolor e pontos pretos. Os
caules podem ser afetados também. Retire as folhas e aplique um fungicida em
spray na planta imediatamente ao notar qualquer um desses sintomas. O
besouro e a maria-Fedida são pragas comuns. Retire-os ou use um inseticida
natural para repeli-los.
Pesquise e compre marcas confiáveis e seguras de fungicida.
Faça o mesmo para marcas de pesticidas orgânicos.
Quando o fungo se espalha pela planta inteira, é provável que não dê mais
tempo de salvá-la.
O fungo pode sobreviver no solo por anos. Remova o pé de tomate cereja
do solo se o fungo for um problema recorrente e plante algo diferente no local.
Colha os tomatinhos depois de seis a oito semanas. A muda deve
começar a florir em cerca de um mês. Se você plantou sementes, é preciso
adicionar mais duas semanas a esse prazo. As flores se transformam em
pequenos frutos verdes e, depois de algumas semanas, os tomates vão estar
maduros e prontos para serem colhidos. Eles devem sair facilmente do caule.
Não puxe nem gire o pé para tirar o fruto e colha os tomates de modo individual
todos os dias.
A planta deve continuar a produzir tomates até a primeira geada.
Os tomates recém-colhidos podem durar até uma semana na geladeira.
Eles também podem ser enlatados ou desidratados.
Sementes ou mudas de tomate cereja
Solo ou substrato
Vaso ou recipiente
Fertilizante
Gaiola para tomateiros e/ou estacas
Água
Fungicida
Pesticida orgânico
Plantio consorciado de espécies companheiras é uma alternativa para
a agricultura orgânica, mas método ainda encontra desafios

Um possível companheiro do tomate é o coentro que, de acordo com


o relatório publicado pela Embrapa, atua como repelente natural de pragas
devido ao forte odor que exala, reduzindo a colonização por insetos. O
resultado do estudo mostrou que o coentro colaborou para a diminuição da
densidade populacional de ovos, lagartas, e insetos adultos da traça-do-
tomateiro. Também produziu o incremento de inimigos naturais das pragas
em quantidade e variedade de espécie, como aranhas, formigas e joaninhas
- atraídos pelas flores do coentro, sem contar que se alimentam das traças-
do-tomateiro.

Outra planta companheira do tomate que atua de forma semelhante


ao coentro é o manjericão. Essa combinação vem sendo associada à
redução da mosca-branca, transmissora de um vírus prejudicial ao
crescimento da planta. De maneira parecida ao coentro, a flor do manjericão
atrai os predadores da mosca para a plantação.

Em outro relatório publicado pela Embrapa é apresentada a eficiência


da arruda no consórcio com o tomate por ela possuir uma substância
chamada cumarina, que não é apelativa ao paladar das pragas por ter um
gosto muito forte. Além disso, a cumarina é uma inibidora natural do
processo de germinação, inibindo espécies indesejáveis de crescerem no
entorno.
https://www.ecycle.com.br/component/content/article/62/2642-plantio-
consorciado-plantas-cultura-nutrientes-agua-radiacao-solar-agricultura-
organiza-manejo-ecologico-pesticida-praga-inseto-doencas-agrotoxicos-
tomate-morango-hortalicas-manjericao-coentro.html
https://pt.wikihow.com/Cultivar-Tomates-Cereja