Sunteți pe pagina 1din 2

MAT0141 - Cálculo - 2017

Lista de Exercı́cios 2

1. Determine a soma dos vetores indicados em cada uma das figuras abaixo, considerando que os hexágonos
apresentados são todos regulares.

2. Calcule a soma dos seis vetores que têm origem em cada um dos vértices, e extremidade no centro de
um mesmo hexágono regular.
−−→ −−→ −−→ −→ −−→ −−→
3. Sabendo que XY = BC + GH − F A − GC + F B, determine X e Y . Essa resposta é única?
−−→ −−→ −−→
4. Dados três pontos A, B e C, determine X, sabendo que (A + AB) + CX = C + CB.

5. Determine uma equação da reta contendo os pontos P e Q dados abaixo, na forma ax + by + c = 0,


e também uma equação vetorial (x; y) = (x0 ; y0 ) + t~v de cada uma dessas retas. Represente-as num
sistema de coordenadas.
a) P = (0; 0), Q = (1; 2) b) P = (1; 1), Q = (2; 1)
c) P = (0; 1), Q = (3; −2) d) P = (5; −1), Q = (5; 2)
e) P = (−3; −7), Q = (−9; 11) f) P = (0; 0), Q = (5; −8)
6. Dê uma equação vetorial para cada uma das retas abaixo. Represente-as num sistema de coordenadas.
a) x + y = 0 b) x − y + 2 = 0
c) 2x + 3y + 1 = 0 d) 6y − 2 = 0
e) 4x + 4y + 4 = 0 f) 6y − 2 = 0
7. Dê uma equação da forma ax + by + c = 0 para cada uma das retas abaixo. Represente-as num sistema
de coordenadas.
a) (x; y) = (0; 0) + t(1; 1) b) (x; y) = (3; 2) + t(0; 1)
c) (x; y) = (−1 − 2) + t(2; −1) d) (x; y) = (0; 0) + t(3; 0)
e) (x; y) = (2; −5) + t(3; 8) f) (x; y) = (1; 1) + t(−2; −3)

8. Determine uma equação vetorial da reta contendo os pontos P e Q do tipo (x; y; z) = (x0 ; y0 ; z0 ) + t~v
de cada uma dessas retas:
a) P = (0; 0; 0), Q = (1; 0; 2) b) P = (1; 1; 1), Q = (2; 1; 0)
c) P = (0; 0; 1), Q = (0; 3; −2) d) P = (5; −1; −1), Q = (5; 2; −1)
e) P = (−3; −7; 2), Q = (1; −9; 11) f) P = (0; 0; 1), Q = (0; 0; 4)

9. Determine se as retas r e s dadas abaixo são coincidentes (a mesma reta), concorrentes (têm apenas
um ponto em comum) e neste caso, determine as coordenadas do ponto comum, paralelas ou reversas
(quando retas no espaço):

(a) r : 2x + 4y + 6 = 0, s : x + 2y + 2 = 0
(b) r : 2x + y + 3 = 0, s : x + 2y + 3 = 0
(c) r : x − y + 3 = 0, s : −3x + 3y − 9 = 0
(d) r : (x; y) = (1; 1) + t(2; −1), s : (x; y) = (3; 2) + t(−4; 2)
(e) r : (x; y; z) = (0; 0; 0) + t(1; 2; 1), s : (x; y; z) = (0; 5; −2) + t(0; 1; 4)
(f) r : (x; y; z) = (3; 8; 0) + t(1; −3; 1), s : (x; y; z) = (8; −7; 1) + t(−2; 6; −1)
(g) r : x − y + 3 = 0, s : (x; y) = (0; −1) + t(2; 2)
(h) r : 2x + 4y + 8 = 0, s : (x; y) = (0; 2) + t(−3 − 2)
(i) r : 3x − 4y + 5 = 0, s : (x; y) = (5; 5) + t(4; 3)

10. Determine uma equação na forma ax + by + c = 0 da reta s que contenha o ponto P dado e seja
paralela a reta dada.

(a) P = (0; 0) r : 28x + 13y + 47 = 0


(b) P = (2; 5) r : (x; y) = (2; 3) + t(3; −4)
(c) P = (3; 3) r contém os pontos (−3; 5) e (3; −7)
(d) P = (2; 3) r : 3x − 2y = 0
(e) P = (1; −5) r : 5x − y + 6 = 0
(f) P = (−10; −27) r : (x; y) = (18; −12) + t(37; 44)

11. Determine uma equação na forma ax+by +c = 0 da reta s que contenha o ponto P e seja perpendicular
à reta r de cada item do exercı́cio anterior, e determine o ponto comum a ambas as retas.

12. Calcule o cosseno do ângulo entre os vetores ~u e ~v dados abaixo:


a) ~u = (0; 1), ~v = (0; 2) b) ~u = (0; 1), ~v = (1; 0)
c) ~u = (2; 1), ~v = (1; 2) d) ~u = (1; 1), ~v = (−1; 2)
e) ~u = (3; 4), ~v = (5; −12) f) ~u = (1; 1), ~v = (−2; −2)
g) ~u = (−2; 1), ~v = (−2; 2) h) ~u = (0; 1), ~v = (1; −2)

13. Determine as coordenadas do vetor w


~ que é a projeção ortogonal de ~u na direção do vetor ~v , em cada
item do exercı́cio anterior.