Sunteți pe pagina 1din 46

Aula 00

História e Geografia p/ SEPOG-RO (Todos os Cargos) Professores: Leandro Signori, Sergio Henrique

00000000000 - DEMO

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori AULA 00 – Geografia

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

AULA 00 Geografia do Estado de RondÙnia: O Estado de RondÙnia, componentes do meio fÌsico e ambiental.

Caro aluno,

… com imenso prazer que nos encontramos no ESTRAT…GIA CONCURSOS para esta jornada em busca de um excelente resultado na disciplina de GEOGRAFIA E HIST”RIA DE ROND‘NIA no concurso da SECRETARIA DO PLANEJAMENTO, OR«AMENTO E GEST O DO ESTADO DE ROND‘NIA para TODOS OS CARGOS.

Sou o Professor Leandro Signori, ga˙cho de Lajeado. Ingressei no serviÁo p˙blico com 21 anos e j· trabalhei nas trÍs esferas da administraÁ„o p˙blica municipal, estadual e federal - o que tem sido de grande valia para a minha formaÁ„o profissional servidor e docente. Nas Prefeituras de Porto Alegre e S„o Leopoldo desenvolvi minhas atividades nas respectivas secretarias municipais de meio ambiente; na administraÁ„o estadual, fui servidor da Companhia Riograndense de Saneamento (CORSAN), estatal do governo do Rio Grande do Sul.

Durante muitos anos, fui tambÈm servidor p˙blico federal, atuando como geÛgrafo no MinistÈrio da IntegraÁ„o Nacional, onde trabalhei com planejamento e desenvolvimento territorial e regional.

Graduei-me em Geografia Licenciatura- pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Bacharel- pelo UNICEUB em BrasÌlia. A oportunidade de exercer a docÍncia e poder alcanÁar o conhecimento necess·rio para a aprovaÁ„o dos meus alunos me inspira diariamente e me traz grande satisfaÁ„o. Como professor em cursos preparatÛrios online e presencial ministro as disciplinas de Atualidades, Conhecimentos Gerais, Realidade Brasileira e Geografia.

AlÈm disso, gostaria de demonstrar aqui a minha grande satisfaÁ„o de ombrear este curso com um grande amigo e excepcional profissional, o professor SÈrgio Henrique. Ele vai lecionar as aulas 03 e 04 do curso. Na aula 03, o professor se apresentar· para vocÍs.

00000000000

Ok, professor, e como ser· o nosso curso?

Ser· um curso completo de teoria e exercÌcios, no qual vamos contemplar todos os conte˙dos listados no edital do concurso anterior. Ao todo ser„o quatro aulas, incluindo esta aula demonstrativa, cuja estrutura È a seguinte:

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

1 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Aula Conte˙do Program·tico Aula

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Aula

Conte˙do Program·tico

Aula Conte˙do Program·tico
Aula Conte˙do Program·tico

Aula 00

Leandro

Signori

Geografia do Estado de RondÙnia: 11. O Estado de RondÙnia, componentes do meio fÌsico e ambiental.

Aula 01

Leandro

Signori

Geografia do Estado de RondÙnia: 1. Povoamento e ocupaÁ„o dos Vales do Madeira, MamorÈ e GuaporÈ; 2. ColonizaÁ„o ibÈrica na regi„o; 3. A colonizaÁ„o portuguesa no Vale do GuaporÈ; 4. Os sÈculos XIX e XX e a exploraÁ„o da borracha, poia e castanha; 5. A construÁ„o da EFMM e da Linha Telegr·fica. 6. TerritÛrio Federal do GuaporÈ/RondÙnia. 9. O Estado de RondÙnia, da criaÁ„o

as questıes atuais; 12. PopulaÁıes e ocupaÁ„o do espaÁo.

13. As divisıes regionais; 14. ProduÁ„o econÙmica regional. 15. As questıes socioambientais. 16. PopulaÁıes tradicionais.

Aula 02

Leandro

Signori

Geografia do Estado de RondÙnia: 10. O ambiente amazÙnico, as estruturas fÌsicas e ambientais da regi„o; 7. A Rodovia BR-364 e os garimpos; 8. A ocupaÁ„o recente da AmazÙnia e RondÙnia, a ColonizaÁ„o Agropastoril.

Aula 03

SÈrgio

Henrique

HistÛria de RondÙnia: 1. As bases da ocupaÁ„o colonial

da AmazÙnia; 2. As polÌticas do Estado portuguÍs para as

regiıes dos vales do GuaporÈ e Madeira; 3. A quest„o das fronteiras entre AmÈrica Portuguesa e o impÈrio hisp‚nico

e a criaÁ„o da Capitania de Mato Grosso; 4. A economia colonial nos vales do GuaporÈ e Madeira: mineraÁ„o,

drogas do sert„o, o escravismo, o contrabando e as rotas fluviais; 5. ColonizaÁ„o e povoamento no vale do Madeira

e do GuaporÈ nos sÈculos XIX e XX.

Aula 04

SÈrgio

Henrique

HistÛria de RondÙnia: 6. O advento da exploraÁ„o seringueira e a quest„o das fronteiras; 7. As diversas etapas da construÁ„o da Ferrovia Madeira-MamorÈ; 8. A Comiss„o Rondon e a instalaÁ„o das linhas telegr·ficas; 9.

A criaÁ„o dos TerritÛrios Federais do GuaporÈ e de

RondÙnia; 10. Os novos surtos de povoamento e a ampliaÁ„o do extrativismo mineral; 11. A implantaÁ„o do Estado de RondÙnia; 12. Os projetos de colonizaÁ„o estatais e privados; 13. A instalaÁ„o da rodovia federal

00000000000

BR-364.

Fique bem tranquilo se vocÍ n„o conhece ou conhece pouco os conte˙dos relacionados nos tÛpicos. A sistem·tica do curso, a estrutura de distribuiÁ„o

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

2 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori dos conte˙dos e as

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

dos conte˙dos e as questıes comentadas far„o com que, ao final das aulas, vocÍ esteja preparado para um Ûtimo desempenho na disciplina ao fazer a prova.

Na parte teÛrica seremos objetivos, todavia, sem deixar de fora nenhum conte˙do e sem esquecer dos detalhes cobrados pela banca. Vamos ver as pegadinhas e as cascas de banana que s„o colocadas para escorregarmos na quest„o.

Quem quiser tambÈm pode me seguir no Facebook, curtindo a minha fanpage. Nela divulgo gabaritos extraoficiais de provas, publico artigos, compartilho notÌcias e informaÁıes importantes do mundo atual. Segue o link:

https://www.facebook.com/leandrosignoriatualidades.

Sem mais delongas, vamos aos estudos, porque o nosso objetivo È que vocÍ tenha um excelente desempenho em Geografia e HistÛria de RondÙnia.

Para isso, alÈm de estudar, vocÍ n„o pode ficar com nenhuma d˙vida. Portanto, n„o as deixe para depois. Surgindo a d˙vida, n„o hesite em contatar-me no nosso FÛrum.

Estou aqui neste curso, muito motivado, caminhando junto com vocÍ, procurando passar o melhor conhecimento para a sua aprendizagem e sempre ‡ disposiÁ„o no FÛrum de D˙vidas.

”timos estudos e fiquem com Deus!

Forte AbraÁo,

Professor Leandro Signori

leandro.signori@pontodosconcursos.com.br

“Tudo posso naquele que me fortalece.”

(Filipenses 4:13)

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

3 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Sum·rio P·gina 1.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Sum·rio

P·gina

1. LocalizaÁ„o, limites e ·rea

04

2. Clima e regime pluviomÈtrico

07

5.

7.

Questıes Comentadas

8.

Lista de Questıes

9.

Gabarito

15

22

40

51

3. Relevo e solos

09

4. Hidrografia

13

VegetaÁ„o

1. LocalizaÁ„o, limites e ·rea

O estado de RondÙnia est· situado ao sul da linha do Equador, na Regi„o

Norte do Brasil, a maior das cinco regiıes brasileiras, com ·rea de 3.869.637

km ou 45,27% do territÛrio nacional. Possui 52 municÌpios e ocupa uma ·rea

de 237.590km . Sua capital È Porto Velho, situada nas margens do Rio

Madeira. … o terceiro Estado mais populoso da Regi„o, com seus 1.748.531

habitantes em 2014 (estimativa IBGE), sendo superado apenas pelo Par· e

Amazonas. No entanto, apenas trÍs de seus municÌpios possuem populaÁ„o

acima de 100 mil habitantes (estimativa de 2014, IBGE).

RondÙnia faz limites com os estados do Mato Grosso a leste, Amazonas

ao norte, Acre a oeste e com a Rep˙blica Plurinacional da BolÌvia a oeste e sul.

RondÙnia est· entre os estados mais novos da federaÁ„o, tendo a sua origem,

quando, a partir da dÈcada de 1950 o Governo Federal criou oficialmente

v·rios territÛrios, e dentre eles o TerritÛrio Federal do GuaporÈ. Em 1956 sua

denominaÁ„o foi alterada para TerritÛrio Federal de RondÙnia, transformado

finalmente, em 1981, em Estado com o mesmo nome.

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

4 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Mapa de localizaÁ„o do

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Mapa de localizaÁ„o do Estado de RondÙnia

Signori Mapa de localizaÁ„o do Estado de RondÙnia 00000000000 O Estado de RondÙnia localiza-se em ·rea

00000000000

O Estado de RondÙnia localiza-se em ·rea estratÈgica na AmÈrica do Sul.

A sua principal bacia hidrogr·fica, a bacia do Rio Madeira, recebe ·guas do

Norte do Mato Grosso, dos rios Grande, GuaporÈ e MamorÈ que vertem da

parte oriental da BolÌvia, bem como dos rios Madre de Dios e Beni que vÍm do

nordeste boliviano e do oriente peruano (UNIR, 2014). AlÈm disso, a bacia do

Madeira integra-se ‡s demais hidrovias da Regi„o AmazÙnica, interligando

centros urbanos regionais, franqueando o acesso dos produtos da AmazÙnia

aos mercados mundiais.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

5 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Mapa da Faixa de

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Mapa da Faixa de Fronteira em RondÙnia

Leandro Signori Mapa da Faixa de Fronteira em RondÙnia RondÙnia È uma das onze Unidades Federativas

RondÙnia È uma das onze Unidades Federativas que integram a Faixa de

Fronteira Nacional (veja o mapa acima), porÁ„o de 150 km de largura ao longo

da fronteira terrestre, incluÌda no Arco Central de Fronteira, segundo o Plano

de Desenvolvimento e IntegraÁ„o da Faixa de Fronteira do Governo Federal. As

zonas de fronteiras foram estabelecidas pela Lei n 6.634, de 1979,

regulamentada pelo Decreto n 85.064, de 1980. No Estado, a faixa de

00000000000

fronteira tem 1.342 km, onde est„o incluÌdos 27 municÌpios, dentre eles alguns

dos mais populosos de RondÙnia, como Porto Velho e Guajar·-Mirim. A

populaÁ„o estimada nesta faixa È de 850.182 habitantes.

Nem todos os municÌpios que est„o na Faixa de Fronteira, fazem divisa

com a BolÌvia, neste caso, s„o apenas oito municÌpios: Porto Velho, Guajar·-

Mirim, Nova MamorÈ, Costa Marques, Alta Floresta do Oeste, Alto Alegre dos

Parecis, Pimenteiras do Oeste e Cabixi.

A rodovia BR-364 que liga RondÙnia, Acre e o Peru ser· o primeiro eixo

multimodal Atl‚ntico-PacÌfico, tornando RondÙnia um entreposto para

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

6 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori prestaÁ„o de serviÁos de

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

prestaÁ„o de serviÁos de logÌstica, o que facilitar· a exportaÁ„o da produÁ„o,

principalmente, das regiıes Norte e Centro-Oeste, via Oceano PacÌfico.

2. Clima e regime pluviomÈtrico

O clima de RondÙnia È equatorial, como em toda regi„o ˙mida da

AmazÙnia, garantindo chuvas e umidade em qualquer estaÁ„o no ano. Mas, a

posiÁ„o meridional do Estado, sob a Ûtica regional, confere-lhe algumas

caracterÌsticas diferenciais no clima, com car·ter de transiÁ„o para o clima

tropical. Entretanto, em toda a AmazÙnia o clima È super˙mido, podendo

haver um mÍs seco por ano, enquanto que em RondÙnia ocorrem anualmente

3 meses secos, em mÈdia. Decorre daÌ o car·ter de transiÁ„o em direÁ„o ao

clima semi˙mido do Brasil Central.

Dentre os sistemas gerais de circulaÁ„o atmosfÈrica de destaque para

RondÙnia, assim como para a AmazÙnia como um todo, respons·veis pelos

padrıes hidrolÛgicos e clim·ticos, vale ressaltar primeiramente a Zona de

ConvergÍncia Intertropical (ZCIT), regi„o onde se encontram os ventos

nordeste e leste, conhecidos como o anticiclone dos AÁores e anticiclone do

Atl‚ntico Sul, respectivamente. (Governo do Estado de RondÙnia, 2007).

No outono, as correntes da ZCIT de origem do hemisfÈrio Norte descem

para o hemisfÈrio Sul, gerando regiıes de instabilidade, provocando aguaceiros

na regi„o meridional da AmazÙnia, que com pouca frequÍncia atingem

RondÙnia.

00000000000

No ver„o, o ar em convergÍncia dentro da massa de ar sobre a

AmazÙnia gera cÈu encoberto por nuvens do tipo c˙mulos nimbos, com chuvas

e trovoadas, ‡s vezes granito, ventos moderados a fortes, com rajadas de atÈ

90 km/h. As chuvas s„o r·pidas e ocorrem ‡ tarde ou inÌcio da noite, quando

pelo calor do dia, a radiaÁ„o terrestre e as correntes convectivas de

intensificam.

No inverno, correntes de origem polar podem atingir a AmazÙnia. Na

Na

regi„o gelada onde se origina, a

massa de

ar

È

fria, seca e est·vel.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

7 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori trajetÛria atÈ atingir o

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

trajetÛria atÈ atingir o Equador e a AmazÙnia, a massa de ar absorve calor e

umidade do mar, tornando-se inst·vel, atingindo RondÙnia e provocando

chuvas e queda de temperatura, fenÙmeno conhecido como friagem. … este

sistema de circulaÁ„o de massas de que ar evita as secas durante o inverno

em RondÙnia, quando as chuvas provocadas pela ZCIT diminuem.

A

distribuiÁ„o da precipitaÁ„o È irregular, com 70% do total concentrada no

perÌodo de novembro a marÁo. O perÌodo entre junho e agosto È considerado

seco. O perÌodo chuvoso È sempre o ver„o e o inÌcio do outono, ocorrendo alta

frequÍncia de chuvas, com mÈdia de 95 dias chuvosos em Porto Velho, 60%

do total, e a ocorrÍncia de chuvas pesadas, com precipitaÁıes superiores a 70

mm/dia. O inverno È sempre a estaÁ„o seca, com 10 dias de chuva em mÈdia,

nos meses entre junho e agosto, 6% do total. Em certos anos, no perÌodo das

chuvas pode ocorrer o dobro da precipitaÁ„o normal (mÈdia), enquanto em

outros anos, a precipitaÁ„o se reduz pela metade. O mesmo acontece no

perÌodo seco, onde pode ocorrer aumento da precipitaÁ„o, reduzindo a seca

normal a um mÍs ou intensificaÁ„o da seca normal.

A pluviosidade

varia de

1.900mm no sul a 2.500mmno norte.

RondÙnia se caracteriza pelas altas temperaturas, devido ‡s baixas

latitudes e ‡s baixas altitudes predominantes. A temperatura mÈdia anual gira

em torno de 24 C e 26 C. N„o raramente, em qualquer mÍs, a m·xima atinge

35 C na planÌcie e 32 C na chapada, podendo atingir 40 C e 36 C,

respectivamente. No inverno, o decrÈscimo de temperatura È not·vel, com

mÌnimas registradas inferiores a 18 C nas planÌcies e 9 C sobre as chapadas.

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

8 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 3. Relevo e solos

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 3. Relevo e solos O relevo de RondÙnia

3. Relevo e solos

O relevo de RondÙnia È pouco acidentado, n„o apresentando grandes

elevaÁıes ou depressıes. A curva hipsomÈtrica do relevo assinala que 94%

dos terrenos que constituem o Estado est„o acima dos 100 e abaixo dos 600

metros e apenas 6% acima de 600 metros.

As altitudes mais elevadas s„o encontradas nas chapadas do Parecis e

Paca·s Novos, localizando-se nesta ˙ltima o ponto culminante do Estado, o

Pico de Tracu· com 1.120 metros de altitude, no municÌpio de Campo Novo de

RondÙnia.

00000000000

No entanto, o relevo apresentado È constituÌdo por quatro unidades

geomorfolÛgicas: PlanÌcie AmazÙnica, Encosta Setentrional do Planalto

Brasileiro, Chapada dos Parecis e Paca·s Novos e Vale do GuaporÈ-MamorÈ.

A PlanÌcie AmazÙnica apresenta a altitude de 90 a 200 metros em sua

porÁ„o limitada pelo Estado de RondÙnia. Constitui-se em uma superfÌcie

aplainada tÌpica de floresta, resultante das oscilaÁıes clim·ticas recentes, do

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

9 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori perÌodo quatern·rio com climas

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

perÌodo quatern·rio com climas mais secos sucedidos por climas mais ˙midos,

atuando para o seu aplainamento e compartimentaÁ„o da superfÌcie revestida

por seixos, laterito, sedimentos areno-argilosos (da idade pliocÍnica) nas ·reas

de terra firme, de acumulaÁ„o areno-argilosos recentes (holocÍnica) nas ·reas

de v·rzea e de constituiÁ„o argilo-ferruginosa nos barrancos (formaÁ„o

barreira).

Os mÈdios e baixos cursos do rio Madeira e de seus afluentes se

encaixam na planÌcie, acomodando-se nas falhas e fraturas do terreno. Nos

baixos cursos nas ·reas de v·rzeas formam extensas planÌcies de inundaÁıes e

nas ·reas de barrancos, de 5 a 10 metros de altura em relaÁ„o ao nÌvel normal

das ·guas de seus cursos, exercem uma aÁ„o erosiva por infiltraÁ„o de ·gua

no solo desses barrancos, provocando os seus desabamentos, conhecidos

como fenÙmeno das terras caÌdas. Enquanto nas ·reas de formaÁ„o tubulares,

descrevem longos e caprichosos meandros contornando os tabuleiros de terra

firme.

Os seus mÈdios cursos ao atravessarem as ·reas de terras firmes

constituÌdas por terrenos prÈ-cambrianos os desgastam atingindo o substrato

rochoso, originando corredeiras, lajeados e cachoeiras.

Os rios, dessa forma, s„o os principais agentes de modificaÁ„o e

remodelaÁ„o da planÌcie, aliados a outros fatores

A Encosta Setentrional do Planalto Brasileiro È uma ·rea de terreno

arqueano (perÌodo prÈ-cambriano), constituÌda por restos de uma superfÌcie de

aplainamento rebaixada pelas sucessivas fases erosivas, subdivindo-se em

patamares de altitudes que variam de 100 a mais de 500 metros acima do

nÌvel do mar, formando cristas residuais esparsas, colinas de topos plainados,

colinas com inselbergs, pontıes, morros isolados e esporıes de cristas agudas.

Afloramentos de granitos, lateritos e matacıes de tamanhos variados.

00000000000

As suas superfÌcies aplainadas s„o revestidas por rochas sedimentares

(pleistocenas) e depÛsitos de sedimentos resultantes da eros„o ocasionada por

violentas enxurradas ocorridas em perÌodos remotos, em decorrÍncia do clima

mais seco e pela falta de cobertura florestal.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

10 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Esta porÁ„o do relevo

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Esta porÁ„o do relevo È respons·vel pela origem das v·rias corredeiras,

lajeados e cachoeiras dos rios Madeira, Abun„, Jaci-Paran· e de outros rios. Do

baixo rio Madeira, a partir da cachoeira de Santo AntÙnio na direÁ„o norte

submergem sob os terrenos sedimentares da planÌcie AmazÙnica, aflorando no

mÈdio curso do rio Ji-Paran·, originando corredeiras e cachoeiras como as de

Dois de Novembro, S„o Vicente, Quatro de MarÁo, S„o Francisco, Tabajara e

do Quat·. Estende-se na direÁ„o sul atÈ atingir as encostas das chapadas dos

Parecis e Paca·s Novos. Na linha de limites entre o Estado de RondÙnia e o

Estado de Mato Grosso forma as serras S„o Jo„o, Machado e das OnÁas (ou

Grande), divisoras de ·guas entre as bacias dos rios Ji-Paran· e Roosevelt.

Afloramentos seus surgem na margem esquerda do rio Madeira e Noroeste e

Oeste, formando a serra TrÍs Irm„os na faixa de fronteira RondÙnia com o

Estado do Amazonas. Essa serra È divisora de ·guas entre as bacias dos rios

Ituxi e Abun„ e Madeira.

Chapada dos Parecis e Paca·s Novos - Estas chapadas s„o

pertencentes ao sistema de planaltos Mato-grossense do MaciÁo Central

Brasileiro com altitudes entre 300 a 1000 metros acima do nÌvel do mar. H·

pontos culminantes com mais de 1.000 metros; como a maior elevaÁ„o do

Estado, o Pico do Tracu· com 1.126 metros de altura na Chapada dos Paca·s

Novos, no MunicÌpio de Campo Novo de RondÙnia. As chapadas s„o origin·rias

de uma antiga ·rea de deposiÁ„o soerguida e entulhada pela eros„o por

intenso processo de movimentos diastrÛficos de car·ter epirogenÈtico,

originando falhamento e diaclasamento do relevo tais como: superfÌcies

00000000000

cimeira entalhada de rochas correspondentes ‡s partes mais clivadas; restos

de antigas superfÌcies deformadas por desdobramentos de grandes rios de

curvatura bastante dissecadas e delimitadas por falhas; e patamares

escalonados de eros„o originados de antigas glaciais (galerias).

A constituiÁ„o geolÛgica dessa ·rea È correspondente a terrenos

sedimentares de arenito vermelho e amarelo contendo cimento feldsp·tico com

concentraÁ„o siliciosa predominando as pederneiras. Este material sedimentar

encobre derrame de rochas eruptivas bas·lticas sobre a qual se encontra

assentado.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

11 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori As chapadas recebem os

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

As chapadas recebem os nomes locais de: serras de S„o Francisco

(divisora de ·guas entre os rios Candeias e Jamari); serras Novas, das

Queimadas, do Repouso, da Pedra Branca e Uacamp‚nico (divisoras de ·guas

entre os rios Jaru e Machadinho e entre o Jamari e Machadinho); serras da

VitÛria, Sete de Setembro, Mirante e Trincheira (divisoras de ·guas entre os

rios Ricardo Franco e Pimenta Bueno), estas citadas serras, situam-se na

regi„o central do Estado. Serras Gabriel Antunes e Jo„o Antunes (divisoras de

·guas entre os rios Corumbiara e Cabixi), localizam-se na regi„o sul do

Estado; serras da Divisa e Pag„ (divisoras de ·guas entre os rios Ji-Paran· e o

Preto); serras Aurora, ProvidÍncia e Sargento Paix„o (divisoras de ·guas entre

os rios Roosevelt e Ji-Paran·), localizam-se na regi„o central atÈ a Oeste no

vale do rio MamorÈ, prÛxima ‡ cidade de Guajar·-Mirim, (divisora de ·guas

entre os rios Paca·s Novos e Mutum Paran·).

O Vale do GuaporÈ-MamorÈ È constituÌdo por uma vasta planÌcie

dissimÈtrica de forma tabular formada de sedimentos recentes, com altitudes

entre 100 a 200 metros acima do nÌvel do mar, apresentando terrenos

alagadiÁos associados a platÙs mais elevados.

Estende-se desde o sopÈ das chapadas dos Parecis e Paca·s Novos a

leste, atÈ atingir os primeiros contrafortes da cordilheira dos Andes ao oeste,

na Rep˙blica da BolÌvia. O Vale do GuaporÈ-MamorÈ, na direÁ„o

sul/sudeste, prolonga-se pelo Estado de Mato Grosso, sendo uma constituiÁ„o

natural do Planalto Mato-grossense; e na direÁ„o norte, prolonga-se atÈ

alcançar a Encosta Setentrional do Planalto Brasileiro.”

00000000000

A sua porÁ„o pertencente a RondÙnia È situada entre as chapadas dos

Parecis e Paca·s Novos a leste e ‡s margens direitas dos rios GuaporÈ e

MamorÈ e pelos baixos cursos de seus afluentes, em cujos perÌodos de

enchente inundam dezenas de quilÙmetros das ·reas mais baixas formando

lagos tempor·rios e amplos divagantes de escoamento complexo.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

12 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Unidades GeomorfolÛgicas de RondÙnia

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Unidades GeomorfolÛgicas de RondÙnia

Leandro Signori Unidades GeomorfolÛgicas de RondÙnia 4. Hidrografia A rede hidrogr·fica de RondÙnia È

4. Hidrografia

Unidades GeomorfolÛgicas de RondÙnia 4. Hidrografia A rede hidrogr·fica de RondÙnia È representada pelo rio

A rede hidrogr·fica de RondÙnia È representada pelo rio Madeira e seus

afluentes, que formam sete bacias hidrogr·ficas: Bacia do GuaporÈ, Bacia

do MamorÈ, Bacia do Abun„, Bacia do Madeira, Bacia do Jamari, Bacia

do Machado e Bacia do Roosevelt.

00000000000

O rio Madeira, principal afluente do rio Amazonas, tem 1.700 km de

extens„o em territÛrio brasileiro. … formado pelos rios MamorÈ e Beni,

origin·rios dos planaltos andinos, e apresenta dois trechos distintos em seu

curso, denominados Alto e Baixo Madeira. O primeiro trecho, de 360 km, atÈ

as proximidades da cidade de Porto Velho, n„o apresenta condiÁıes de

navegabilidade devido ‡ grande quantidade de cachoeiras existentes. S„o 18

cachoeiras ao todo, com desnÌvel de cerca de 72 metros e Ìndice de declividade

da ordem de 20 cm a cada quilÙmetro. O Baixo Madeira, trecho em que o rio È

francamente naveg·vel, corre numa extens„o de 1.340 km, a partir da

Cachoeira de Santo AntÙnio atÈ sua foz, no rio Amazonas.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

13 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori O rio Madeira recebe

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

O rio Madeira recebe este nome, pois no perÌodo de chuvas seu nÌvel

sobe e inunda grandes porÁıes da planÌcie florestal, trazendo troncos e restos

de madeira da floresta, Època em que s„o negociadas pelos madeireiros e

transportadas as custas do rio. O Madeira faz a fronteira entre Brasil e BolÌvia

atÈ o encontro deste rio com o rio Abun„. A partir daÌ o rio segue em direÁ„o

ao nordeste atravessando dezenas de corredeiras (provisÛrias) atÈ chegar a

Porto Velho, onde se iniciar· a Hidrovia do Madeira. O tr‚nsito fluvial entre

Porto Velho e BelÈm, È possÌvel durante todo o ano nesta hidrovia de cerca de

3.750 km, formada pelos rios Madeira e Amazonas. AtravÈs do rio Madeira

circula quase toda a carga entre Porto Velho e Manaus, principalmente os

produtos fabricados nas ind˙strias da Zona Franca de Manaus e destinados aos

mercados consumidores de outras regiıes. Duas grandes usinas hidrelÈtricas

est„o em construÁ„o no rio Madeira: Jirau e Santo AntÙnio.

O rio GuaporÈ nasce na Chapada dos Parecis, em Mato Grosso, no

encontro dos Rios Moleque, Sepultura e Lagoazinha. A partir do Rio Verde, na

divisa com Mato Grosso, forma a linha divisÛria entre o Brasil e a BolÌvia,

apresentando condiÁıes de navegabilidade para embarcaÁıes de pequeno e

mÈdio calados na Època da vazante atÈ a foz do MamorÈ e neste atÈ Guajar·

Mirim. Tem como principais afluentes brasileiros o rio Corumbiara, o rio

Branco, o rio S„o Miguel e o rio Caut·rio.

O rio MamorÈ nasce na Cordilheira dos Andes (na BolÌvia), onde È

conhecido pelo nome de Grande de La Plata. Ao receber as ·guas dos rios

GuaporÈ e Beni, passa a ser designado de MamorÈ, formando a nascente do

rio Madeira. Tem como principal afluente o rio Paca·s Novos. … naveg·vel

somente acima de Guajar· Mirim a embarcaÁıes de mÈdio calado em qualquer

Època do ano.

00000000000

A bacia do rio Madeira tem como principais afluentes em RondÙnia o rio

Abun„, o rio Mutum, o rio Jaci-Paran·, o rio Jamari e o rio Machado. O rio

Abun„ È importante por ser respons·vel pela demarcaÁ„o da linha divisÛria dos

limites internacionais entre Brasil e BolÌvia no extremo oeste do Estado. O

grande n˙mero de cachoeiras e corredeiras dificulta a sua navegaÁ„o.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

14 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori O rio Jamari tem

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

O rio Jamari tem grande import‚ncia econÙmica para RondÙnia, por ter

sido represado para a formaÁ„o da primeira usina hidrelÈtrica do Estado. O rio

Machado È o mais importante afluente do rio Madeira em RondÙnia, dada a

longa extens„o de seu curso, que corta todo o Estado no sentido

sudeste/nordeste. Embora tenha 50 cachoeiras e corredeiras ao longo de seu

percurso, em alguns trechos o rio apresenta-se naveg·vel, atendendo ao

escoamento dos produtos oriundos do extrativismo vegetal na regi„o.

Bacias Hidrogr·ficas de RondÙnia

vegetal na regi„o. Bacias Hidrogr·ficas de RondÙnia Fonte: Sedam – Governo do Estado de RondÙnia

Fonte: Sedam Governo do Estado de RondÙnia

00000000000

5. VegetaÁ„o

As formaÁıes vegetais de RondÙnia distribuem-se de acordo com os

tipos de solo e as condiÁıes clim·ticas. Nas ·reas com maiores temperaturas e

maior pluviosidade, surgem as florestas, enquanto nas regiıes mais secas,

predomina o cerrado e os campos sujos. Sendo assim, classificou-se a

vegetaÁ„o do estado da seguinte forma:

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

15 de 44

Floresta ombrÛfila aberta HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori …

Floresta ombrÛfila aberta

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

… o tipo de floresta dominante no estado, abrangendo cerca de 55% da

·rea total da vegetaÁ„o. O clima È muito quente e h· muita umidade, por isso

o nome ombrÛfila, termo derivado do grego que significa amigo da chuva

(ombrÛs, "chuva" + phÌlos, e, on, "amigo")

Esta tipologia caracteriza-se pela descontinuidade do dossel, com

ausÍncia de ·rea foliar entre 30 e 40%, permitindo que a luz solar alcance o

sub-bosque favorecendo a sua regeneraÁ„o. Os troncos apresentam-se mais

espaÁados no estrato mais alto, que atinge cerca de 30 m de altura enquanto o

sub-bosque encontra-se estratificado.

Floresta estacional semidecidual ou subcaducifÛlia

Este tipo de vegetaÁ„o se desenvolve em solos hidromÛrficos com baixa

capacidade de retenÁ„o de ·gua. Ocupam cerca de 2% do total da cobertura

vegetal do estado. Ocorrem em ·reas onde a precipitaÁ„o È um pouco menor,

mas n„o t„o baixo quanto no cerrado, que veremos a seguir. Devido ‡ isso, no

perÌodo com menos chuvas algumas ·rvores perdem suas folhas, daÌ a

denominaÁ„o de semidecidual ou subcaducifÛlia.

Floresta de transiÁ„o ou contato

Ocupam cerca de 8% do estado. Trata-se de ·rea de transiÁ„o entre o

00000000000

cerrado e a floresta, apresentando caracterÌsticas destas duas formaÁıes, com

o estrato mais alto com cerca de 20 metros de altura.

Cerrado

Ocupam cerca de 5% da cobertura florestal do estado. S„o formaÁıes

vegetais com feiÁıes xeromÛrficas (arbustivas), submetidas ‡ um regime de

chuvas menor que o resto do estado. … uma vegetaÁ„o caracterÌstica de solos

relativamente ·ridos.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

16 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Em RondÙnia estende-se pelo

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Em RondÙnia estende-se pelo planalto das Chapadas dos Parecis e dos

Paca·s Novos. No estado, o cerrado È uma extens„o do cerrado mato-

grossense. As ·rvores s„o relativamente baixas, atingindo no m·ximo 10

metros de altura, tortuosas e esparsas. Entremeio encontram-se arbustos e

plantas herb·ceas, formando campos sujos, aproveitados na criaÁ„o extensiva

de gado.

… praticamente, a ·rea do cerrado que serve ‡ grande exploraÁ„o

agrÌcola e pecuarista de RondÙnia, propiciando o desenvolvimento da

agroind˙stria rondoniense.

Campinarama

O termo campinarana significa “falso campo”. São formações não

florestais que ocorrem em manchas pequenas e bem dispersas por toda a

AmazÙnia. … a vegetaÁ„o menos representativa do estado. Cresce em solos

muito pobres de areia branca (Podzol, hidromÛrfico e Areia Quartizosas). A

maioria das espÈcies s„o endÍmicas, mas È possÌvel encontrar algumas que

ocorrem tambÈm em cerrado ou outras ·reas n„o florestais.

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

17 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori QUEST’ES COMENTADAS 01) (FGV/DPE

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

QUEST’ES COMENTADAS

01) (FGV/DPE RO/2015 ANALISTA DA DEFENSORIA P⁄BLICA) A

respeito da geodiversidade do relevo do Estado de RondÙnia, considere

as seguintes afirmativas:

I - No Estado de RondÙnia, destacam-se os principais padrıes

geomorfolÛgicos: planÌcies de inundaÁ„o, baixadas fluviolacustres e

terraÁos fluviais das v·rzeas dos rios Madeira-MamorÈ-GuaporÈ;

superfÌcies aplainadas sobre o embasamento prÈ-cambriano; planaltos

e

serras decorrentes de dobramentos modernos.

II

- As maiores elevaÁıes encontram-se nas Serras dos Paca·s Novos

e

Parecis, atingindo altitudes superiores a 1000 metros acima do nÌvel

do mar.

III - Na faixa sudoeste do estado, na fronteira com a BolÌvia, ocorre

uma vasta bacia sedimentar quatern·ria que se espraia pelo territÛrio

boliviano, denominada Depress„o do GuaporÈ.

Est· correto o que se afirma em:

(A)

somente I;

(B)

somente II;

(C)

somente III;

 

00000000000

(D)

somente II e III;

(E)

I, II e III.

COMENT£RIOS:

As maiores elevaÁıes de RondÙnia encontram-se nas Serras dos Paca·s

Novos e Parecis, chegando a atingir altitudes superiores a 1000 metros acima

do nÌvel do mar. Na Chapada dos Paca·s Novos encontra-se o ponto

culminante do Estado, o Pico do Tracu· com 1.126 metros de altura.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

18 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori O Vale do GuaporÈ-MamorÈ

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

O Vale do GuaporÈ-MamorÈ È tambÈm denominado de Depress„o do

GuaporÈ. Localiza-se na faixa sudoeste do Estado, na fronteira com a BolÌvia.

Trata-se de uma vasta bacia sedimentar, formada no mais recente perÌodo da

histÛria geolÛgica da Terra, o Quatern·rio.

Gabarito:(D) somente II e III

02) (FGV/DPE RO/2015 T…CNICO DA DEFENSORIA P⁄BLICA) Bacias

Hidrogr·ficas de RondÙnia

DA DEFENSORIA P⁄BLICA) Bacias Hidrogr·ficas de RondÙnia Fonte: http://www.sedam.ro.gov.br “A Agência Nacional de

Fonte: http://www.sedam.ro.gov.br

“A Agência Nacional de Águas (ANA) acusou o consórcio Energia

Sustent·vel do Brasil (ESBR), dono da hidrelÈtrica de Jirau, de n„o ter

executado todas as obras exigidas da empresa para evitar novas

inundaÁıes (

de 120 km de Porto Velho (RO).”

Em fase de conclus„o, Jirau est· localizada a cerca

00000000000

).

Fonte: www.estadao.com.br

A bacia hidrogr·fica da qual trata a notÌcia anterior est· identificada

no mapa com o n˙mero:

(A)

1

(B)

2

(C)

4

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

19 de 44

(D) 5 (E) 6 HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

(D) 5

(E)

6

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

As usinas hidrelÈtricas de Jirau e Santo AntÙnio est„o sendo construÌdas

no rio Madeira, cuja bacia hidrogr·fica no mapa È a de n˙mero 4.

Gabarito: C

03) (FGV/TJ RO/2015 T…CNICO JUDICI£RIO) Do sÈculo XIX atÈ

meados do sÈculo XX, os rios do Estado de RondÙnia foram as

principais vias de circulaÁ„o. Durante o perÌodo ·ureo da atividade

extrativista nos seringais, por exemplo, esses rios foram a principal

forma de acesso aos diversos seringais existentes.

00000000000
00000000000

No mapa acima, est„o numerados os principais rios do estado. Os rios

Madeira, MamorÈ, GuaporÈ e Ji-Paran· s„o, respectivamente:

a) 1, 2, 3 e 4;

b) 1, 3, 2 e 4;

c) 2, 4, 3 e 1;

d) 3, 2, 1 e 4;

e) 4, 1, 3 e 2.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

20 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori COMENT£RIOS: Quest„o que exige

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

Quest„o que exige memorizaÁ„o das bacias hidrogr·ficas e rios de

RondÙnia. Os rios s„o os seguintes:

1 - Rio Madeira

2 - Rio MamorÈ

3 - Rio GuaporÈ

4 - Rio Ji-Paran·

Gabarito: A

04) (FGV/TJ RO/2015 – ANALISTA JUDICIÁRIO) A ideia de que “a

AmazÙnia È uma grande planÌcie, ocupada por uma floresta tropical

˙mida, impenetr·vel” é um dos muitos mitos relacionados à região.

” é um dos muitos mitos relacionados à região. (DisponÌvel em

(DisponÌvel em http://historiacacoal.blogspot.com.br/2011/03/relevo-ro.html)

Em RondÙnia, o exemplo que contradiz a afirmativa È a existÍncia das

00000000000

unidades geomorfolÛgicas numeradas no mapa a seguir, que

correspondem, respectivamente:

a) ‡ Chapada dos Parecis e ‡ Serra do Cachimbo;

b) ‡ Serra dos Paca·s Novos e ao Planalto Rebaixado da AmazÙnia;

c) ao Planalto Residual do GuaporÈ e ‡ Chapada dos Parecis;

d) ‡ Serra dos Paca·s Novos e ‡ Chapada dos Parecis;

e) ‡ Serra do Cachimbo e ‡ Serra dos Paca·s Novos.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

21 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori COMENT£RIOS: Quest„o que exige

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

Quest„o que exige memorizaÁ„o dos quatro principais compartimentos

do relevo de RondÙnia.

- PlanÌcie AmazÙnica

- Encosta Setentrional do Planalto Brasileiro

- Serra dos Paca·s Novos e Chapada do Parecis

- Vale do GuaporÈ-MamorÈ

As unidades geomorfolÛgicas numeradas no mapa correspondem ‡ Serra

dos Paca·s Novos e Chapada dos Parecis.

Gabarito: D

05) (IDECAN/DETRAN/2014 ANALISTA EM TR¬NSITO) A rede

hidrogr·fica do estado de RondÙnia È representada pelo rio Madeira e

seus afluentes, que formam bacias significativas para a economia e

sociedade do estado da regi„o Norte brasileira. Sobre a hidrografia de

RondÙnia,

N O È correto afirmar que

A) o rio MamorÈ nasce na BolÌvia e recebe o rio Beni, ocasi„o em que

forma tambÈm a linha fronteiriÁa do Brasil com a BolÌvia, sendo

naveg·vel a embarcaÁıes de mÈdio calado em qualquer Època do ano.

00000000000

GuaporÈ, em todo o seu percurso, determina a linha

fronteiriÁa entre o Brasil e a BolÌvia, apresentando condiÁıes de

B) o

rio

navegabilidade para embarcaÁıes de pequeno e mÈdio calados na

Època da vazante.

C) a bacia do MamorÈ ocupa extensa ·rea dentro de RondÙnia e,

juntamente com a bacia do GuaporÈ, forma uma rede hidrovi·ria de

grande import‚ncia para o Estado, que utiliza a hidrovia como seu

principal meio de transporte e comunicaÁ„o.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

22 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori D) o rio Madeira

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

D) o rio Madeira È considerado o principal afluente do rio Amazonas,

sendo formado pelos rios GuaporÈ, MamorÈ e Beni, que s„o origin·rios

dos planaltos andinos, possuindo dois trechos distintos em seu curso,

denominados Alto e Baixo Madeira.

E) a bacia do Jamari tem significaÁ„o estratÈgica por ser respons·vel

pela demarcaÁ„o da linha divisÛria dos limites internacionais entre

Brasil e BolÌvia no extremo Oeste do estado, alÈm de possuir grande

n˙mero de cachoeiras e corredeiras que dificultam a navegaÁ„o, mas

ofertam grande potencial hidroelÈtrico.

COMENT£RIOS:

A quest„o foi anulada, pois tem duas alternativas incorretas. A primeira È

a “D”. O rio Madeira È formado pelos rios MamorÈ e Beni. O rio GuaporÈ n„o È

formador do Madeira e n„o nasce nos planaltos andinos. A segunda alternativa

errada é a “E’. A bacia do Jamari n„o È respons·vel pela demarcaÁ„o da linha

divisÛria dos limites internacionais entre Brasil e BolÌvia. A linha de fronteira È

demarcada pelas bacias do GuaporÈ, MamorÈ e Madeira.

Gabarito: ANULADA

06) (IDECAN/DETRAN/2014 ANALISTA EM TR¬NSITO) “A cheia dos

rios Madeira e Purus, que deixaram sete municÌpios em estado de

emergÍncia, preocupam os donos de embarcaÁıes que transportam

cargas para Porto Velho, em RondÙnia. Segundo o presidente do

Sindicato das Empresas de NavegaÁ„o, Claudomir Carvalho, a enchente

atÌpica do rio Madeira est· fazendo com que a viagem para Porto Velho

que era feita em 8 dias, esteja demorando 11 dias para ser concluída.”

00000000000

(Vasconcelos, JÈssica. Enchente anormal do rio Madeira afeta

economia do Amazonas. A CrÌtica.com. em 27/02/2014).

Sobre

INCORRETA.

a

navegabilidade

do

rio

Madeira,

assinale

a

alternativa

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

23 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori A) A navegabilidade acontece

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

A) A navegabilidade acontece na regi„o denominada de Baixo Madeira,

que segue da Cachoeira de Santo AntÙnio atÈ a sua foz, no rio

Amazonas.

B) De Porto Velho atÈ sua foz no rio Amazonas, o Madeira È naveg·vel,

seguindo, desta forma, atÈ BelÈm, capital do estado do Par·, durante

todo o ano.

C) O trecho do rio atÈ as proximidades de Porto Velho n„o apresenta

condiÁıes de navegabilidade devido ‡ grande quantidade de

cachoeiras existentes.

D) Pelo rio circula grande parte da carga existente entre Porto Velho e

Manaus, capital do Estado do Amazonas, incluindo produtos fabricados

nas ind˙strias da Zona Franca de Manaus.

E) Percurso denominado Alto Madeira segue da nascente do rio, na

Cordilheira dos Andes, no Equador, entrando no Brasil pelo Sul do

estado com diversas cachoeiras e altÌssimos desnÌveis atÈ Porto Velho.

COMENT£RIOS:

O rio Madeira, nasce com o nome de Beni na BolÌvia, n„o no Equador,

que entra no Brasil pelo sudoeste do estado.

Gabarito: E

00000000000

07) (IDECAN/DETRAN/2014 CARGOS DE NÕVEL M…DIO)

O estado de RondÙnia, localizado na regi„o Norte, faz limite a

A) oeste com a BolÌvia.

B) leste com o estado de Mato Grosso.

C) norte com os estados do Par· e Amazonas.

D) noroeste com os estados do Amazonas e Acre.

E) sudeste com o estado de Mato Grosso e a BolÌvia.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

24 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori COMENT£RIOS: A quest„o foi

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

A quest„o foi anulada por ter duas alternativas corretas. Que feio Idecan!

Vejamos:

A) oeste com a BolÌvia.

Correta

B) leste com o estado de Mato Grosso.

Correta

C) norte com os estados do Par· e Amazonas.

divisa com o Par·.

Incorreta.

RondÙnia n„o faz

D) noroeste com os estados do Amazonas e Acre.

divisa ao Norte com o Amazonas e a Oeste com o Acre.

Incorreta.

RondÙnia

faz

E) sudeste com o estado de Mato Grosso e a BolÌvia.

limites com o Mato Grosso a leste e com a BolÌvia a oeste e sul.

Incorreta.

RondÙnia faz

Gabarito: ANULADA

08) (IDECAN/DETRAN/2014 CARGOS DE NÕVEL M…DIO) Sobre as

caracterÌsticas geogr·ficas de RondÙnia, marque V para as afirmativas

verdadeiras e F para as falsas.

( ) Localizado ao leste da Regi„o Norte, em ·rea abrangida pela

AmazÙnia Oriental, no Planalto Central Brasileiro.

( ) Clima tropical com variaÁ„o da temperatura em funÁ„o das chuvas,

sendo de maio a setembro o perÌodo mais ˙mido.

00000000000

( ) O relevo do estado È pouco acidentado, n„o apresentando grandes

elevaÁıes ou depressıes, com variaÁıes de altitude.

( ) Os solos s„o aptos para lavouras, pastagem e, ainda, com ·reas

para silvicultura e pastagem natural.

A sequÍncia est· correta em

A) F, F, V, V.

B) F, V, V, F.

C) F, V, F, V.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

25 de 44

D) V, F, V, F. E) V, V, F, F. HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO

D) V, F, V, F.

E) V, V, F, F.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

Primeira afirmativa: Falsa. RondÙnia est· localizado ao sul da Regi„o Norte,

em ·rea abrangida pela AmazÙnia Oriental. Parte do territÛrio do Estado est·

na PlanÌcie AmazÙnica e parte no Planalto Central Brasileiro.

Segunda afirmativa: Falsa. O clima È equatorial, sendo o perÌodo mais seco

os meses de junho a agosto. RondÙnia se caracteriza pelas altas temperaturas.

A temperatura mÈdia anual quase n„o varia, gira em torno de 24 C e 26 C.

Terceira afirmativa: Verdadeira. O relevo do estado È pouco acidentado,

n„o apresentando grandes elevaÁıes ou depressıes, com variaÁıes de

altitude.

Quarta afirmativa: Verdadeira. Os solos s„o aptos para lavouras, pastagem

e, ainda, com ·reas para silvicultura e pastagem natural.

Gabarito: A

(CESPE/TJ RO/2012 CARGOS DE NÕVEL SUPERIOR) RondÙnia

apresenta um relevo suavemente ondulado, em que mais de 90% do

territÛrio tem altitude entre 100 m e 600 m, sendo constituÌda de uma

rica hidrografia, cujos principais rios s„o Madeira, Ji-Paran·, GuaporÈ

e MamorÈ. O Ìndice de urbanizaÁ„o do Estado, por sua vez, È bem

prÛximo da mÈdia nacional.

00000000000

Considerando as informaÁıes acima e o atual cen·rio geogr·fico de

RondÙnia, julgue os itens.

09) O clima caracteriza-se majoritariamente como temperado, sendo a

estaÁ„o seca marcada e de longa duraÁ„o.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

26 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori COMENT£RIOS: O clima de

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

O clima de RondÙnia È equatorial, como em toda regi„o ˙mida da

AmazÙnia. A estaÁ„o seca È de curta duraÁ„o, em mÈdia de trÍs meses por

ano, de junho a agosto.

Gabarito: Errado

10) Todos os rios do estado compıem a bacia do MamorÈ-GuaporÈ.

COMENT£RIOS:

Claro que n„o pessoal. O MamorÈ-GuaporÈ s„o apenas dois dos rios para

onde drenam as ·guas do Estado. A rede hidrogr·fica È representada pelo rio

Madeira e seus afluentes, que formam sete bacias hidrogr·ficas: Bacia do

GuaporÈ, Bacia do MamorÈ, Bacia do Abun„, Bacia do Madeira, Bacia do

Jamari, Bacia do Machado e Bacia do Roosevelt.

Gabarito: Errado

11) AlÈm da BolÌvia, todos os limites fronteiriÁos de RondÙnia

localizam-se na Regi„o Norte.

COMENT£RIOS:

00000000000

RondÙnia faz limites com o Estados do Mato Grosso, localizado na Regi„o

Centro-Oeste; Amazonas e Acre na Regi„o Norte e com a Rep˙blica

Plurinacional da BolÌvia.

Gabarito: Errado

12) (FUNCAB/SEFIN-SUPEL RO/2014 ADMINISTRADOR) Quanto ao

relevo do Estado de RondÙnia, È correto afirmar que o norte e o

noroeste pertencem:

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

27 de 44

A) ‡ regi„o serrana. HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

A) ‡ regi„o serrana.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

B) aos vales e depressıes do rio MamorÈ.

C) ‡ Chapada dos Parecis.

D) ao Planalto Sul-AmazÙnico.

E) ‡ grande PlanÌcie AmazÙnica.

COMENT£RIOS:

Quest„o de localizaÁ„o galera! Por isso, È importante vocÍs visualizarem

e memorizarem os mapas que est„o na parte teÛrica da apostila. Ao norte e

noroeste de RondÙnia temos a PlanÌcie AmazÙnica. Os vales e depressıes dos

rios GuaporÈ e MamorÈ est„o ao sul. A Chapada dos Parecis est· na regi„o

central-sudoeste do Estado. As chapadas s„o tambÈm chamadasde serras,

assim a regi„o serrana se encontra na porÁ„o central de RondÙnia.

Gabarito: E

13) (FUNCAB/SEFIN-SUPEL RO/2014 ADMINISTRADOR) A rede

hidrogr·fica do Estado de RondÙnia È representada pelo rio

e seus afluentes, que formam sub-bacias

significativas. O conjunto, por sua vez, integra a bacia do

As lacunas no texto acima s„o corretamente preenchidas por:

A) MamorÈ/Amazonas.

B) GuaporÈ/MamorÈ.

C) Ji-Paran·/Madeira.

D) Madeira/Amazonas

E) Beni/Madeira

00000000000

COMENT£RIOS:

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

28 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori O Madeira È o

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

O Madeira È o mais importante rio de RondÙnia e um dos mais

importantes afluentes do rio Amazonas. A rede hidrogr·fica do Estado de

RondÙnia È representada pelo rio Madeira e seus afluentes, que formam sub-

bacias significativas. O conjunto, por sua vez, integra a bacia do rio Amazonas.

14)

Gabarito: D

(FUNRIO/SESAU-RO/2017

-

T…CNICO

EM

RADIOTERAPIA)

O

estado de RondÙnia faz divisa com, EXCETO:

a) o estado do Amazonas.

b) o estado de Mato Grosso.

c) o estado do Acre.

d) o estado do Par·

e) a BolÌvia.

COMENT£RIOS:

RondÙnia faz limites com os estados do Mato Grosso a leste, Amazonas

ao norte, Acre a oeste e com a Rep˙blica Plurinacional da BolÌvia a oeste e sul.

Portanto, n„o faz divisa com o estado do Par·.

Gabarito: D

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

29 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 15) (FUNRIO/SESAU-RO/2017 - AGENTE

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

15)

(FUNRIO/SESAU-RO/2017

-

AGENTE

EM

ATIVIDADES

ADMINISTRATIVA) Observe o mapa do Brasil a seguir representado:

Observe o mapa do Brasil a seguir representado: O estado de RondÙnia est· apontado pelo n˙mero:

O estado de RondÙnia est· apontado pelo n˙mero:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

e) V.

COMENT£RIOS:

00000000000

RondÙnia est· apontado pelo n˙mero V. Os outros estados apontados

s„o: I- Acre. II- Amazonas. III- Roraima e IV- Par·.

Gabarito: E

16) (SESAU-RO/FUNRIO/2017 - T…CNICO EM INFORM£TICA) As

principais bacias hidrogr·ficas do estado de RondÙnia incluem as dos

seguintes rios, EXCETO:

a) Ji-Paran·.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

30 de 44

b) Negro. c) GuaporÈ. d) MamorÈ. e) Madeira. HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os

b) Negro.

c) GuaporÈ.

d) MamorÈ.

e) Madeira.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

As sete bacias hidrogr·ficas do estado s„o: Bacia do GuaporÈ, Bacia do

MamorÈ, Bacia do Abun„, Bacia do Madeira, Bacia do Jamari, Bacia do

Machado e Bacia do Roosevelt. A banca tambÈm considerou Ji-Paran· como

uma bacia, quando n„o È. Entretanto, o rio Ji-Paran· est· no estado de

RondÙnia, e o rio Negro n„o, o que torna a alternativa “a” mais correta do que

a “b”. Entretanto, é uma questão passível de recurso.

Gabarito: B

17) (IBADE/SEDUC-RO/2016 - ANALISTA EDUCACIONAL) O estado de

RondÙnia È composto por diferentes unidades de relevo, sendo uma

delas a seguinte:

a) Serras da Canastra.

b) Planalto dos Guimar„es.

c) Depress„o dos Rios Paraguai \ GuaporÈ

00000000000

d) Planalto da Bacia do Paran·.

e) Serra do EspinhaÁo.

COMENT£RIOS:

Dentre as opÁıes apresentadas, a ˙nica que est· presente em RondÙnia

È a Depress„o dos Rios Paraguai-GuaporÈ. A Serra da Canastra fica em Minas

Gerais, o Planalto (ou Chapada) dos Guimar„es em Mato Grosso, o Planalto da

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

31 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Bacia do Paran· fica

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Bacia do Paran· fica no litoral da regi„o Sul e a Serra do EspinhaÁo estende-se

de Minas Gerais atÈ a Bahia.

Gabarito: C

18) (IBADE/SEDUC-RO/2016 - T…CNICO EDUCACIONAL) Entre os

relevos a seguir assinale o que È marcante no estado de RondÙnia.

a) FalÈsias

b) Fossas abissais

c) Dorsais

d) Cordilheiras

e) Chapadas

COMENT£RIOS:

Entre os relevos mencionados, as Chapadas que mais se destacam no

estado. As falÈsias s„o formaÁıes que ocorrem somente nos litorais, as fossas

abissais s„o fossas com mais de 1.000 metros de profundidade no oceano, as

dorsais s„o cadeias de montanhas oce‚nicas e as cordilheiras n„o ocorrem em

RondÙnia e nem no Brasil. A ˙nica cordilheira da AmÈrica do Sul È a Cordilheira

dos Andes.

Gabarito: E

00000000000

19) (FUNCAB/SUPEL-RO/2014 - ENGENHARIA CIVIL) Em RondÙnia, È

onde se localiza a maior altitude do estado e constitui-se no principal

divisor de ·guas entre as sub-bacias hidrogr·ficas que o banham:

a) Espig„o d'Oeste.

b) Chapada dos Parecis.

c) Serra dos Paca·s-Novos.

d) Vale do Madeira.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

32 de 44

e) Morro S„o Domingos. HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

e) Morro S„o Domingos.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

COMENT£RIOS:

A maior altitude do estado, ou seja, o ponto culminante est· na Serra ou

Chapada dos Paca·s-Novos, no Pico de Tracu· com 1.120 metros de altitude,

que se localiza no municÌpio de Campo Novo de RondÙnia.

Gabarito: C

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

33 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori LISTA DE QUEST’ES 01)

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

LISTA DE QUEST’ES

01) (FGV/DPE RO/2015 ANALISTA DA DEFENSORIA P⁄BLICA) A

respeito da geodiversidade do relevo do Estado de RondÙnia, considere

as seguintes afirmativas:

I - No Estado de RondÙnia, destacam-se os principais padrıes

geomorfolÛgicos: planÌcies de inundaÁ„o, baixadas fluviolacustres e

terraÁos fluviais das v·rzeas dos rios Madeira-MamorÈ-GuaporÈ;

superfÌcies aplainadas sobre o embasamento prÈ-cambriano; planaltos

e

serras decorrentes de dobramentos modernos.

II

- As maiores elevaÁıes encontram-se nas Serras dos Paca·s Novos

e

Parecis, atingindo altitudes superiores a 1000 metros acima do nÌvel

do mar.

III - Na faixa sudoeste do estado, na fronteira com a BolÌvia, ocorre

uma vasta bacia sedimentar quatern·ria que se espraia pelo territÛrio

boliviano, denominada Depress„o do GuaporÈ.

Est· correto o que se afirma em:

(A)

somente I;

(B)

somente II;

(C)

somente III;

(D)

somente II e III;

00000000000

(E)

I, II e III.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

34 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 02) (FGV/DPE RO/2015 –

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

02) (FGV/DPE RO/2015 T…CNICO DA DEFENSORIA P⁄BLICA) Bacias

Hidrogr·ficas de RondÙnia

DA DEFENSORIA P⁄BLICA) Bacias Hidrogr·ficas de RondÙnia Fonte: http://www.sedam.ro.gov.br “A Agência Nacional de

Fonte: http://www.sedam.ro.gov.br

“A Agência Nacional de Águas (ANA) acusou o consórcio Energia

Sustent·vel do Brasil (ESBR), dono da hidrelÈtrica de Jirau, de n„o ter

executado todas as obras exigidas da empresa para evitar novas

inundaÁıes (

de 120 km de Porto Velho (RO).”

Em fase de conclus„o, Jirau est· localizada a cerca

).

Fonte: www.estadao.com.br

A bacia hidrogr·fica da qual trata a notÌcia anterior est· identificada

no mapa com o n˙mero:

(A)

(B)

(C)

1

2

4

(D) 5

(E) 6

00000000000

03) (FGV/TJ RO/2015 T…CNICO JUDICI£RIO) Do sÈculo XIX atÈ

meados do sÈculo XX, os rios do Estado de RondÙnia foram as

principais vias de circulaÁ„o. Durante o perÌodo ·ureo da atividade

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

35 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori extrativista nos seringais, por

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

extrativista nos seringais, por exemplo, esses rios foram a principal

forma de acesso aos diversos seringais existentes.

principal forma de acesso aos diversos seringais existentes. No mapa acima, est„o numerados os principais rios

No mapa acima, est„o numerados os principais rios do estado. Os rios

Madeira, MamorÈ, GuaporÈ e Ji-Paran· s„o, respectivamente:

a) 1, 2, 3 e 4;

b) 1, 3, 2 e 4;

c) 2, 4, 3 e 1;

d) 3, 2, 1 e 4;

e) 4, 1, 3 e 2.

04) (FGV/TJ RO/2015 – ANALISTA JUDICIÁRIO) A ideia de que “a

AmazÙnia È uma grande planÌcie, ocupada por uma floresta tropical

˙mida, impenetrável” é um dos muitos mitos relacionados à região.

00000000000

é um dos muitos mitos relacionados à região. 00000000000 (DisponÌvel em

(DisponÌvel em http://historiacacoal.blogspot.com.br/2011/03/relevo-ro.html)

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

36 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori Em RondÙnia, o exemplo

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

Em RondÙnia, o exemplo que contradiz a afirmativa È a existÍncia das

unidades geomorfolÛgicas numeradas no mapa a seguir, que

correspondem, respectivamente:

a) ‡ Chapada dos Parecis e ‡ Serra do Cachimbo;

b) ‡ Serra dos Paca·s Novos e ao Planalto Rebaixado da AmazÙnia;

c) ao Planalto Residual do GuaporÈ e ‡ Chapada dos Parecis;

d) ‡ Serra dos Paca·s Novos e ‡ Chapada dos Parecis;

e) ‡ Serra do Cachimbo e ‡ Serra dos Paca·s Novos.

05) (IDECAN/DETRAN/2014 ANALISTA EM TR¬NSITO) A rede

hidrogr·fica do estado de RondÙnia È representada pelo rio Madeira e

seus afluentes, que formam bacias significativas para a economia e

sociedade do estado da regi„o Norte brasileira. Sobre a hidrografia de

RondÙnia,

N O È correto afirmar que

A) o rio MamorÈ nasce na BolÌvia e recebe o rio Beni, ocasi„o em que

forma tambÈm a linha fronteiriÁa do Brasil com a BolÌvia, sendo

naveg·vel a embarcaÁıes de mÈdio calado em qualquer Època do ano.

GuaporÈ, em todo o seu percurso, determina a linha

fronteiriÁa entre o Brasil e a BolÌvia, apresentando condiÁıes de

navegabilidade para embarcaÁıes de pequeno e mÈdio calados na

Època da vazante.

B) o

rio

00000000000

C) a bacia do MamorÈ ocupa extensa ·rea dentro de RondÙnia e,

juntamente com a bacia do GuaporÈ, forma uma rede hidrovi·ria de

grande import‚ncia para o Estado, que utiliza a hidrovia como seu

principal meio de transporte e comunicaÁ„o.

D) o rio Madeira È considerado o principal afluente do rio Amazonas,

sendo formado pelos rios GuaporÈ, MamorÈ e Beni, que s„o origin·rios

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

37 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori dos planaltos andinos, possuindo

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

dos planaltos andinos, possuindo dois trechos distintos em seu curso,

denominados Alto e Baixo Madeira.

E) a bacia do Jamari tem significaÁ„o estratÈgica por ser respons·vel

pela demarcaÁ„o da linha divisÛria dos limites internacionais entre

Brasil e BolÌvia no extremo Oeste do estado, alÈm de possuir grande

n˙mero de cachoeiras e corredeiras que dificultam a navegaÁ„o, mas

ofertam grande potencial hidroelÈtrico.

06) (IDECAN/DETRAN/2014 ANALISTA EM TR¬NSITO) “A cheia dos

rios Madeira e Purus, que deixaram sete municÌpios em estado de

emergÍncia, preocupam os donos de embarcaÁıes que transportam

cargas para Porto Velho, em RondÙnia. Segundo o presidente do

Sindicato das Empresas de NavegaÁ„o, Claudomir Carvalho, a enchente

atÌpica do rio Madeira est· fazendo com que a viagem para Porto Velho

que era feita em 8 dias, esteja demorando 11 dias para ser concluída.”

(Vasconcelos, JÈssica. Enchente anormal do rio Madeira afeta

economia do Amazonas. A CrÌtica.com. em 27/02/2014).

Sobre

INCORRETA.

a

navegabilidade

do

rio

Madeira,

assinale

a

alternativa

A) A navegabilidade acontece na regi„o denominada de Baixo Madeira,

que segue da Cachoeira de Santo AntÙnio atÈ a sua foz, no rio

Amazonas.

00000000000

B) De Porto Velho atÈ sua foz no rio Amazonas, o Madeira È naveg·vel,

seguindo, desta forma, atÈ BelÈm, capital do estado do Par·, durante

todo o ano.

C) O trecho do rio atÈ as proximidades de Porto Velho n„o apresenta

condiÁıes de navegabilidade devido ‡ grande quantidade de

cachoeiras existentes.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

38 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori D) Pelo rio circula

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

D) Pelo rio circula grande parte da carga existente entre Porto Velho e

Manaus, capital do Estado do Amazonas, incluindo produtos fabricados

nas ind˙strias da Zona Franca de Manaus.

E) Percurso denominado Alto Madeira segue da nascente do rio, na

Cordilheira dos Andes, no Equador, entrando no Brasil pelo Sul do

estado com diversas cachoeiras e altÌssimos desnÌveis atÈ Porto Velho.

07)

O estado de RondÙnia, localizado na regi„o Norte, faz limite a

(IDECAN/DETRAN/2014

CARGOS

DE

NÕVEL

A) oeste com a BolÌvia.

B) leste com o estado de Mato Grosso.

M…DIO)

C) norte com os estados do Par· e Amazonas.

D) noroeste com os estados do Amazonas e Acre.

E) sudeste com o estado de Mato Grosso e a BolÌvia.

08) (IDECAN/DETRAN/2014 CARGOS DE NÕVEL M…DIO)

Sobre as caracterÌsticas geogr·ficas de RondÙnia, marque V para as

afirmativas verdadeiras e F para as falsas.

( ) Localizado ao leste da Regi„o Norte, em ·rea abrangida pela

AmazÙnia Oriental, no Planalto Central Brasileiro.

00000000000

( ) Clima tropical com variaÁ„o da temperatura em funÁ„o das chuvas,

sendo de maio a setembro o perÌodo mais ˙mido.

( ) O relevo do estado È pouco acidentado, n„o apresentando grandes

elevaÁıes ou depressıes, com variaÁıes de altitude.

( ) Os solos s„o aptos para lavouras, pastagem e, ainda, com ·reas

para silvicultura e pastagem natural.

A sequÍncia est· correta em

A) F, F, V, V.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

39 de 44

B) F, V, V, F. C) F, V, F, V. D) V, F, V, F.

B) F, V, V, F.

C) F, V, F, V.

D) V, F, V, F.

E) V, V, F, F.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

(CESPE/TJ RO/2012 CARGOS DE NÕVEL SUPERIOR) RondÙnia

apresenta um relevo suavemente ondulado, em que mais de 90% do

territÛrio tem altitude entre 100 m e 600 m, sendo constituÌda de uma

rica hidrografia, cujos principais rios s„o Madeira, Ji-Paran·, GuaporÈ

e MamorÈ. O Ìndice de urbanizaÁ„o do Estado, por sua vez, È bem

prÛximo da mÈdia nacional.

Considerando as informaÁıes acima e o atual cen·rio geogr·fico de

RondÙnia, julgue os itens.

09) O clima caracteriza-se majoritariamente como temperado, sendo a

estaÁ„o seca marcada e de longa duraÁ„o.

10) Todos os rios do estado compıem a bacia do MamorÈ-GuaporÈ.

11) AlÈm da BolÌvia, todos os limites fronteiriÁos de RondÙnia

localizam-se na Regi„o Norte.

00000000000

12) (FUNCAB/SEFIN-SUPEL RO/2014 ADMINISTRADOR) Quanto ao

relevo do Estado de RondÙnia, È correto afirmar que o norte e o

noroeste pertencem:

A) ‡ regi„o serrana.

B) aos vales e depressıes do rio MamorÈ.

C) ‡ Chapada dos Parecis.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

40 de 44

D) ao Planalto Sul-AmazÙnico. HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

D) ao Planalto Sul-AmazÙnico.

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

E) ‡ grande PlanÌcie AmazÙnica.

13) (FUNCAB/SEFIN-SUPEL RO/2014 ADMINISTRADOR) A rede

hidrogr·fica do Estado de RondÙnia È representada pelo rio

e seus afluentes, que formam sub-bacias

significativas. O conjunto, por sua vez, integra a bacia do

As lacunas no texto acima s„o corretamente preenchidas por:

A) MamorÈ/Amazonas.

B) GuaporÈ/MamorÈ.

C) Ji-Paran·/Madeira.

D) Madeira/Amazonas

E) Beni/Madeira

14)

(FUNRIO/SESAU-RO/2017

-

T…CNICO

EM

RADIOTERAPIA)

O

estado de RondÙnia faz divisa com, EXCETO:

a) o estado do Amazonas.

b) o estado de Mato Grosso.

c) o estado do Acre.

00000000000

d) o estado do Par·

e) a BolÌvia.

15)

(FUNRIO/SESAU-RO/2017

-

AGENTE

EM

ATIVIDADES

ADMINISTRATIVA) Observe o mapa do Brasil a seguir representado:

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

41 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori O estado de RondÙnia

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori O estado de RondÙnia est· apontado pelo n˙mero:

O estado de RondÙnia est· apontado pelo n˙mero:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

e) V.

16) (SESAU-RO/FUNRIO/2017 - T…CNICO EM INFORM£TICA) As

principais bacias hidrogr·ficas do estado de RondÙnia incluem as dos

seguintes rios, EXCETO:

A

) Ji-Paran·.

b)

Negro.

c)

GuaporÈ.

d)

MamorÈ.

e)

Madeira.

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

42 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 17) (IBADE/SEDUC-RO/2016 - ANALISTA

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

17) (IBADE/SEDUC-RO/2016 - ANALISTA EDUCACIONAL) O estado de

RondÙnia È composto por diferentes unidades de relevo, sendo uma

delas a seguinte:

a) Serras da Canastra.

b) Planalto dos Guimar„es.

c) Depress„o dos Rios Paraguai \ GuaporÈ

d) Planalto da Bacia do Paran·.

e) Serra do EspinhaÁo.

18) (IBADE/SEDUC-RO/2016 - T…CNICO EDUCACIONAL) Entre os

relevos a seguir assinale o que È marcante no estado de RondÙnia.

a) FalÈsias

b) Fossas abissais

c) Dorsais

d) Cordilheiras

e) Chapadas

19) (FUNCAB/SUPEL-RO/2014 - ENGENHARIA CIVIL) Em RondÙnia, È

onde se localiza a maior altitude do estado e constitui-se no principal

divisor de ·guas entre as sub-bacias hidrogr·ficas que o banham:

00000000000

a) Espig„o d'Oeste.

b) Chapada dos Parecis.

c) Serra dos Paca·s-Novos.

d) Vale do Madeira.

e) Morro S„o Domingos.

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

43 de 44

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 01 – D 02

HistÛria e Geografia p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori

p/ SEPOG-RO (todos os cargos) Professor: Leandro Signori 01 – D 02 – C 03 -
01 – D 02 – C 03 - A 04 – D 05 – ANULADA
01 – D
02 – C
03 - A
04 – D
05 – ANULADA

06

- E

07 - ANULADA

08

- A

09

- E

10

E

11

- E

12

- E

13

- D

14

D

15

E

16

B

17

- C

18

- E

19

- C

XXXX

00000000000

Prof. Leandro Signori

www.estrategiaconcursos.com.br

00000000000 - DEMO

44 de 44