Sunteți pe pagina 1din 4

PERSEVERANÇA, PAZ E SANTIDADE – Hb 12.

12-14

Na vida cristã, acabar bem significa tudo. Enquanto Paulo enfrentava a execução, ele escreveu
a Timóteo: " Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé." (2 Tim. 4: 7).

Como Paulo escreve para Timóteo e contempla sua morte iminente, ele avalia sua vida e
ministério. Enquanto vivemos em uma cultura que exalta o vencedor e despreza o segundo lugar para
trás, Paulo avalia sua vida com base em três coisas: combateu o bom combate, ele completou a
carreira e guardou a fé. Quão interessante é que não há menção de ganhar - apenas a de lutar, terminar
e manter!

Nós somos tão propensos a pensar em nós mesmos como fracassos se não estabelecemos
registros ou ganharmos de forma que os monumentos sejam construídos para as nossas realizações.
Mas, para Paulo, a vida cristã era uma questão de resistência. Ele ganhou porque resistiu.

O autor de Hebreus estava preocupado que alguns de seus leitores estavam prestes a abandonar
a vida cristã porque estavam desmaiando sob a disciplina de Deus. "Portanto" (12:12) remete para o
que ele acabou de dizer sobre a necessidade de suportar a disciplina de Deus, porque ela decorre do
Seu amor e é projetada "para o nosso bem, para que possamos compartilhar Sua santidade"
(12:10). Ele também remete para nossa necessidade de olhar para o maior exemplo, Jesus, "quem
para a alegria estabelecida diante dele suportou a cruz" (12: 2). Assim, o autor está exortando-os (e
nós) a perseverar na maratona cristã, a permanecer na corrida até o fim, apesar do cansaço ou
quaisquer feridas que possamos ter sofrido.

1. Devemos perseverar para terminar a raça cristã: não desista – 12.12-13 (Is 35.3; Jó 4.3,4)
Quando um corredor está indo forte, suas mãos se movem vigorosamente com cada passo,
mas quando ele está exausto, elas caem para o lado dele. Um corredor severamente exausto se curva
de tal forma que seu treinador tem que tirá-lo da corrida. Essa é a imagem do nosso texto.
Existem três lições práticas aqui:

A. A PERSEVERANÇA É UMA MARCA DE TODO VERDADEIRO CRENTE. Fp 1.6; Jo


10.27-30; Rm 8.29-30

Às vezes, é redigido ", uma vez salvo, sempre salvo". No entanto, esta doutrina é muitas vezes
mal interpretada e mal aplicada. Essa é uma frase verdadeira, mas a questão-chave é: "Esta pessoa já
foi salva?" A parábola do semeador ensina que é possível fazer uma profissão de fé e até mesmo
exibem alguns sinais de nova vida (como a semente no solo rochoso e no chão espinhoso). Mas
somente a semente que "dá fruto com perseverança" (Lc 8:15) é genuinamente salva.

Outra maneira essa doutrina é mal interpretada é pensar que a perseverança é automática e
sem esforço para aqueles que são verdadeiramente salvos. Esta pessoa pensa erroneamente: "Desde
que Deus me salvou pela Sua graça e Ele prometeu me manter pela Sua graça, não tenho que fazer
nada para perseverar". Essa linha de pensamento ignora as muitas passagens bíblicas, inclusive o
nosso texto, que nos exorta a nos esforçar para perseverar. (2 Pd 1: 10-11)
Deus nos predestinou para ser conformado com a imagem de Cristo, mas Ele também
escolheu os meios para chegar a esse objetivo, a saber, que "corremos com perseverança a carreira
que nos está proposta" (Hb 12: 1). É não um processo automático!

B. PARA PERSEVERAR, DEVEMOS LIDAR COM CANSAÇO E LESÕES NA


CORRIDA.
O cansaço e as lesões são inevitáveis nessa corrida ao longo da vida. A implicação é que não
será fácil terminar o curso. A questão crucial é: "Você vai abandonar por causa das dificuldades ou
você lidará com os problemas e continuará correndo?" Se você abandonar, você precisa examinar se
você está realmente salvo.
Como aquele corredor olímpico, os verdadeiros cristãos terminam a corrida. Eles podem estar
mancando e ferindo a cada passo, mas eles cruzam a linha de chegada, olhando para Jesus. Eles não
desistem porque estão cansados ou machucados. Como o autor disse (Hb 3:14), "Porque temos nos
tornado participantes de Cristo, se, de fato, guardarmos firme, até ao fim, a confiança que, desde o
princípio, tivemos.".
Em uma corrida real, o corredor tem que lidar com os obstáculos mentais e físicos. Se o
corredor se torna mentalmente desencorajado, ele perde a motivação para continuar. Fisicamente, ele
pode virar o tornozelo ou desenvolver bolhas ou experimentar dor nas articulações. Ele pode ter que
parar em uma estação de descanso e lidar com esses problemas para terminar a corrida. Mas então ele
continua.
Espiritualmente, é o mesmo. Devemos lutar no domínio do Espírito para superar o desânimo
e manter a esperança e a alegria. Paulo nos ordena "continuar buscando as coisas acima, onde Cristo
está, sentado à direita de Deus". Defina sua mente sobre as coisas acima, e não sobre as coisas que
estão na terra "(Cl 3.1-2). Isso pode ser uma batalha constante, hora-a-hora, dependendo da
intensidade dos problemas que enfrentamos!
Além disso, precisamos reconhecer que algumas batalhas espirituais estão relacionadas a
problemas fisiológicos. Algumas doenças e feridas nos tornam propensos a depressão. Alguns são
mais propensos a desânimo, depressão ou raiva por causa de bioquímica ou problemas em seus
antecedentes. Você precisará lutar mais pela alegria que a Bíblia promete a todos os que caminham
pelo Espírito (Gálatas 5:22).
O apelo do nosso texto é: "Trate de cansaço e ferimentos espirituais para que eles não o façam
sair da corrida!" FF Bruce escreve: "Os entorses e lesões semelhantes devem ser cuidados, de modo
que toda a comunidade possa completar o curso sem perda". O versículo 13 provavelmente tem em
mente Provérbios 4: 25-27
A ideia é: "Não saia do curso ou deixe seus olhos se desviarem por causa de pequenos
problemas. Apenas fique obedientemente no curso que Deus estabeleceu para você, de modo que seu
membro que se sente esbofeteado não desanime, mas sim seja curado. "A cura espiritual é prometida
se perseverarmos na obediência. Isso exige constantemente lidar com a nossa atitude, colocando
nossos olhos no Senhor e na linha de chegada, quando estaremos para sempre com Ele.

A perseverança é uma marca de todo verdadeiro crente. Para perseverar, você deve lidar com
cansaço e lesões na corrida. Terceiro,

C. PARA PERSEVERAR, DEVEMOS AJUDAR UNS AOS OUTROS NA CORRIDA DA


CORRIDA.
A redação desta exortação permite que ela seja aplicada de forma individual e corporativa. Ele
não diz: "Fortalecei suas próprias mãos e joelhos fracos", embora devamos fazer isso. Em vez disso,
"restabelecei as mãos descaídas e os joelhos trôpegos", sejam deles próprios ou de alguém. Você
pode ter que ir ao seu irmão e ajudá-lo a fortalecer suas articulações doloridas. A palavra traduzida
" fazei caminhos retos para os pés" vem de uma palavra que significa, rastros de roda. A ideia é que
estamos deixando trilhas para que os outros sigam. Certifique-se de que sua vida permaneça no curso
para que alguém não o acompanhe e seja desqualificado da corrida. Nós não estamos executando esta
corrida sozinhos, ou competindo uns contra os outros. Estamos todos na mesma equipe, e precisamos
nos encorajar uns aos outros por nossas palavras e exemplos para terminar o curso.
"Mas," podemos nos perguntar ", qual é exatamente o curso que devemos executar? Como
podemos saber para onde estamos indo? "Em 12: 14-17, ele mostra o caminho que devemos
seguir. Por enquanto, só podemos lidar com o versículo 14.
2. Devemos perseguir a paz e a pureza para terminar a raça cristã: permaneça em curso
(12:14)!
O curso envolve os dois grandes mandamentos. Seguir a "paz com todos os homens" é o
segundo mandamento, "amar o próximo como a si mesmo" (Mt 22:39). Seguir "a santificação sem a
qual ninguém verá o Senhor" é o primeiro mandamento, "amar o Senhor seu Deus com todo o seu
coração, com toda a sua alma e com toda a sua mente" (Mateus 22:37).

O vínculo entre a busca da paz e a santificação mostra que não devemos buscar a paz a
qualquer custo. Como Paulo diz em Rm 12:18; suas palavras implicam a realidade de viver neste
mundo caído, que às vezes não é possível para estar em paz com todos. Às vezes, a outra pessoa
adere-se à amargura e ao ódio, e você não pode fazer nada mais do que você fez para se
reconciliar. Em outras ocasiões, fazer paz exigiria obediência comprometedora a Deus, seja
moralmente ou doutrinariamente. Você não pode sacrificar a santidade ou o compromisso pessoal
com Deus por causa da paz.

A. PERSEGUIR A PAZ COM TODOS OS HOMENS.


"Todos os homens" inclui todos os que estão dentro da igreja, mas também aqueles que estão
fora da igreja, mesmo que estejam perseguindo você. Como Jesus disse em Lc 6: 27-28. Essas
palavras não são fáceis de obedecer! Elas se aplicam a esposas que têm maridos que abusam
verbalmente delas. Elas se aplicam aos crentes que têm membros da família que ridicularizam sua fé
ou os provoca na tentativa de fazê-los negar seu testemunho. Eles se aplicam a adolescentes cristãos
cujos pais são ímpios e abusivos verbalmente. Eles se aplicam aos cristãos que trabalham com pessoas
que os odeiam por sua fé, que espalham falsidades sobre eles atrás de suas costas.
Talvez o lugar mais difícil para aplicar essas palavras, no entanto, é para os companheiros
cristãos erraram com você. Esperamos que o mundo atue como o mundo. Quando os incrédulos são
verbalmente abusivos ou caluniam, você tende a pensar: "Bem, é assim que os incrédulos agem!"
Mas, quando os cristãos fazem isso, ficamos chocados. Nós esperamos isso dos pagãos, mas não
esperamos isso dos companheiros cristãos! Mas acontece o tempo todo e é uma das ferramentas mais
eficazes de Satanás para afastar os crentes.
Mas, ao invés de desistir, o autor diz que devemos buscar a paz com todos os homens. A
palavra usada deve ser traduzida por “perseguir” que significa ir atrás da paz com o esforço que um
caçador rastreia suas presas. Isso implica um esforço concentrado. Isso não acontecerá
acidentalmente.
Quando alguém te machuca, sua tendência é se retirar e lamber suas feridas (remoer suas
dores, recontar sua história). Colocar uma parede de proteção em torno de você para que nunca mais
aconteça. Afastar daquele que te machucou e de todos os que creram nas mentiras cruéis dessa
pessoa. Evite falar com eles. Mas, o autor diz: " Persiga a paz com essa pessoa!" Rm 14.19; 1 Pd
3.10,11; 2 Tm 2.22;

Estamos praticando esta ordem? Em vez de retirar e cuidar dos nossos sentimentos feridos,
você faz um esforço para perseguir paz com aqueles que te machucaram? Comece com os membros
da sua família imediata. Maridos e esposas, você persegue a paz um com o outro quando seu
companheiro disse ou fez algo para magoar seus sentimentos? Pais e filhos, você faz um esforço para
esclarecer mal-entendidos e palavras irritadas? Estenda-o para aqueles nesta igreja: você vai para
aqueles que o prejudicaram e tentaram esclarecer os erros? Não vá com a suposição, "Eu estou certo
e você está errado!" Vá com humildade, dizendo: "Eu não quero que haja nada entre nós. Podemos
resolver isso? "Normalmente não é uma parte agradável da corrida, mas é o curso que Deus nos
propôs:" Perseguir a paz com todos os homens ".

B. PROCURE A PUREZA SEM A QUAL NINGUÉM VERÁ O SENHOR.


A ideia é, a pureza moral, tanto interior como exteriormente. Ele aponta para um coração que
está crescendo de acordo com os padrões de pureza ou santidade de Deus. Como Jesus apontou no
Sermão do Monte, a pureza moral deve começar no nível do coração. O adultério, aos olhos de Deus,
não é apenas o ato físico, mas também a concupiscência do coração (Mt 5: 27-30). Jesus indicou que,
se um homem não julgará sua luxúria no nível de pensamento, todo o seu corpo será jogado no
inferno! É o que o nosso texto significa quando diz, "sem o qual ninguém verá o Senhor". Significa
que, se você não estiver crescendo em santificação (pureza), você não irá para o céu!

Precisamos esclarecer isso com duas coisas. Primeiro, isso não significa que ganhamos o céu
pelo nosso comportamento justo. A Bíblia é bastante clara que o céu é o dom gratuito de Deus para
todos os que confiam em Cristo como Salvador e Senhor (Rm 6:23). Em segundo lugar, isso não
significa que alguém possa ser perfeitamente santo ou santificado nesta vida. Alguns cristãos
ensinam que os crentes podem alcançar um estado de perfeição sem pecado ou santificação total nesta
vida. Mas a Bíblia é clara que devemos lutar contra o pecado interior enquanto vivemos (Heb. 12:
4, Gálatas 5: 16-17, Romanos 8: 12-13).

Então, o que o nosso texto significa? Isso significa que aqueles cujos corações foram
regenerados pela graça de Deus perseguirão um curso de pureza ou santidade (1 Co 6: 9-11; Ef 5:
3-11; Col. 3: 5-8; 1 Jo 3: 7-10). Eles podem pecar com frequência, mas eles não permanecem no
pecado. Eles odeiam, confessam e se afastam, e lutam contra isso com as armas espirituais que Deus
oferece (Ef 6: 10-20). Eles constroem em suas vidas salvaguardas para evitar o pecado. Eles renovam
suas mentes através da Escritura, escondendo a Palavra de Deus em seus corações, para que não
pequem contra Ele (Salmo 119: 11). É uma perseguição ao longo da vida, mas sem ela, ninguém verá
o Senhor. Eles não irão para o céu!
O céu será um lugar de santidade absoluta. Deus é santo, cercado por seus santos anjos, que
cobrem seus rostos e proclamam: "Santo, santo, santo é o Senhor dos exércitos" (Is 6: 3). Os santos
no céu são todos perfeitamente santos, para nunca mais pecar. Se você não está perseguindo um curso
de santidade agora, você ficaria muito desconfortável em um lugar tão sagrado, para não mencionar
o fato de que você iria arruiná-lo! Assim, todos os que foram resgatados do pecado e do julgamento
pela cruz querem agradar ao Senhor que morreu por ele perseguindo a pureza.

Conclusão
Florence Chadwick foi a primeira mulher a nadar no Canal da Mancha em ambos os
sentidos. Em 4 de julho de 1952, ela tentou nadar da Ilha Catalina até a costa da Califórnia (35km). O
desafio não é apenas a distância, mas também a água que arrefece os ossos. Para complicar as coisas,
uma densa névoa se espalhava por toda a área, tornando impossível que ela visse a terra. Após cerca
de 15 horas na água, e a menos de 800m de seu objetivo, Chadwick desistiu. Mais tarde, ela disse a
um repórter: “Olha, não estou me desculpando. Mas se eu pudesse ter visto terra, eu poderia ter feito
isso”
Nossa recompensa é, um dia em breve, veremos o Senhor. Agora, devemos olhar para Ele
pela fé. Apesar das dificuldades da corrida, não desista. Persevere na busca da paz com todos e pureza
diante de Deus!