Sunteți pe pagina 1din 3

Descrição de um quadro

Observa atentamente o quadro apresentado. Preencha a tabela da página seguinte e, em


seguida, descreve a imagem ou imagina-te no papel de uma das personagens e descreve o
ambiente à tua volta.

José Malhoa, À Beira-Mar (Praia das Maçãs), sem data

1 DIAL7 © Porto Editora


2. Planificação da descrição
Começa por decidir a ordem que pretendes seguir na descrição da paisagem (partindo do seu
aspeto geral para os pormenores ou o inverso) e a direção (da esquerda para a direita, de cima
para baixo, do mais próximo para o mais distante…).

Em seguida, lista os elementos que surgem em primeiro plano, indicando algumas das suas
características. Faz o mesmo para todos os planos existentes (segundo plano, plano de fundo).

Ao descrever uma paisagem, as sensações são extremamente importantes: a intensidade da


luz, as cores que se destacam, os sons que ouvirias naquele local, os aromas que sentirias…

Observando a imagem, reflete sobre os sentimentos que ela te transmite – serenidade,


agitação, entusiasmo, tristeza, cumplicidade, solidão, saudade…

Para poderes planificar o teu trabalho, preenche a tabela seguinte

Ordem da descrição Geral Pormenor Pormenor  Geral

Cima  Baixo Direita  Esquerda


Direção
Baixo  Cima Esquerda  Direita

Planos Elementos Características

Primeiro Plano
(Podemos expandir esta área,
dependendo da imagem.
Ex.: Segundo Plano)

Plano de Fundo

Visuais

Auditivas

Sensações Olfativas

Táteis

Gustativas

Sentimentos despertados

2 DIAL7 © Porto Editora


3. Revisão do texto – grelha de verificação
Após a redação da descrição, verifica se respeitaste os pontos constantes desta grelha,
colocando uma cruz na coluna adequada.

Caso respondas “Não” a alguma destas questões, indica na coluna “Como melhorar?” o que
podes fazer para aperfeiçoar o teu texto.

Descrição de uma paisagem Sim Não Como melhorar?


Descrevi a paisagem como observador externo
ou personagem do quadro.
Selecionei a ordem e a direção a seguir na
descrição.
Indiquei os elementos presentes nos diversos
planos.
Caracterizei vários elementos presentes na
imagem.
Fiz referência a diferentes sensações (visuais,
auditivas…)
Expus os sentimentos provocados pela imagem.
Utilizei recursos expressivos como a
adjetivação, a comparação, a metáfora e a
enumeração.
Selecionei adjetivos precisos que permitem ao
leitor “ver” o que descrevi.
Evitei repetir os verbos ser e ter, utilizando
verbos como parecer, lembrar, sugerir,
assemelhar-se, apresentar…

Utilizei conectores para estruturar o texto:


– preposições e locuções prepositivas como
entre, sob, sobre, junto a, em frente de;
– advérbios e locuções adverbiais como abaixo,
além, aquém, à direita, à esquerda, ao lado,
em volta, mais acima, mais abaixo;
– expressões como em primeiro plano, num
segundo plano, por cima de tudo…

Evitei palavras repetidas em linhas próximas.


Recorri ao presente ou ao imperfeito do
indicativo.
Prestei atenção à pontuação.
Procurei evitar erros ortográficos, consultando o
dicionário ou o corretor ortográfico do
computador.

3 DIAL7 © Porto Editora