Sunteți pe pagina 1din 42

Regras de Goalball

Propostas para o ciclo 2018 – 2021 e Cenários de Jogo

Carla da Mata
Coordenadora Nacional de Arbitragem – CBDV
Membro do Subcomitê de Goalball (Representante Américas) – IBSA
Course conductor e Árbitra Nível 3 – IBSA
Mestranda em Desenvolvimento Humano e Tecnologias – UNESP Rio Claro/SP
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Exclusão da Regra 1.5 – “line out”

Cronômetro geral parado em “out” e “block out”

Imagem: www.ibsasport.org/sports/goalball/rules
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
2.2 – Banco das equipes estará alinhado com o fundo da
quadra (linha do gol) – 4m x 3m

Imagem: www.ibsasport.org/sports/goalball/rules
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Uniformes

5.8 – Equipes deverão ter


um jogo de camisa
adicional, para o caso de
sangramento no
uniforme. Não é
obrigatório que seja a
Foto: Arquivo pessoal mesma numeração,
5.3 – Atletas podem apenas lembrar de avisar
ter a nacionalidade e a arbitragem.
nome acima ou
abaixo do número.
As letras não
poderão exceder
7cm
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Óculos

6.6 – Qualquer
torneio IBSA que o
Comitê Organizador
fornecer óculos aos
atletas (aprovado
pelo TD), o uso
durante a competição
passa a ser
Foto: Google Imagens
obrigatório por todos
os atletas.
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Aparelho auditivo

6.7 – Não é permitido o


uso de aparelhos
auditivos. Uma vez
identificado o uso, uma
penalidade por conduta
antidesportiva será
aplicada e o atleta
retirado do jogo. Nesse
caso, o atleta poderá ser
substituído.

Fotos: Google Imagens


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Composição da equipe

8.2 – Cada equipe


poderá ter mais
que 3 staffs no
banco durante a
partida, desde que
o número total de
integrantes não
exceda a 9
(contanto os 3
atletas em quadra)

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Coin toss (Sorteio)

10.1 – Qualquer representante


da equipe listado na line up
poderá realizar o sorteio
antes da partida (não apenas
o técnico). Caso a equipe não
envie um representante,
perderá a chance de escolha.

Se nenhuma equipe
enviar um
representante, a bola
iniciará com a equipe Foto: Google Imagens
A (lado esquerdo) e
serão mantidos os
lados de acordo com a Qualquer oficial designado pelo TD
tabela. poderá conduzir o sorteio.
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Aquecimento e Avisos

12.3 – Haverá um
aviso audível de 5
minutos para o início
da partida. Outro
aviso de 90 segundos

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Avisos e novo procedimento

12.4 – Ao aviso de 90 segundos,


os 3 atletas que iniciarão a
partida deverão estar virados
para o próprio gol, prontos
(bandados) para a checagem de
vendas da arbitragem. Caso não
seja cumprido, uma penalidade
por atraso de jogo poderá ser
aplicada.

Foto: Arquivo pessoal


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Cronômetros

13.2 – O cronômetro geral e


de 10 segundos iniciarão
no comando “play” e não
no apito como afirmava a
regra anterior.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Cronômetros – situação de “OUT” (Bola fora)

13.6 – Quando a bola é


arremessada para fora
(OUT), o cronômetro geral
será pausado.

Comando da arbitragem:

Apito - OUT (técnicos podem falar)

Sequência: Foto: Tadeu Casqueira/CBDV

Quiet please (cessa a


comunicação) - apito - PLAY
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Cronômetros – situação de “ BLOCKED OUT”

13.7 – Quando a bola é


bloqueada para fora, os
cronômetros geral e de 10
segundos são pausados.

Comando da arbitragem:

Apito – BLOCKED OUT (técnicos


podem falar)
Foto: Tadeu Casqueira/CBDV
Sequência:

Quiet please - apito - PLAY


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Deixando a área de jogo durante a partida

13.12 – Um membro da
equipe será apenas
autorizado a deixar a área
de jogo por motivos
médicos ou de ajuste de
equipamento.

Isso acontecerá durante


uma parada oficial do jogo
e após a permissão da
arbitragem.

Esse staff só poderá


retornar na outra metade do
jogo. Foto: Google Imagens
Uma vez não cumprido o
procedimento, TEAM DELAY
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Time Out – antes do início do jogo

15.12 – Qualquer equipe


poderá solicitar um Time
Out antes do início de
qualquer período da
partida. Foto: Tadeu Casqueira/CBDV

Contará como um Time Out


regulamentar.
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Medical Time Out

17.5 – Durante o MTO,


apenas é permitida a
entrada em quadra de 1
representante da equipe.
Caso mais de 1 entre em
quadra, TEAM DELAY
aplicado imediatamente e
MTO é interrompido nesse
momento.

Se o atleta machucado não estiver Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


em condições de continuar a
partida, será substituído antes da
cobrança da penalidade.
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Substituição no intervalo de jogo

19.14 – Substituições no
intervalo deverão ser
comunicadas ao oficial de
súmula.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Infrações – Pass Out

Exclusão do Pass Out


como infração.

Passes para fora serão


considerados “Out”.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Penalidade Individual

Se devido a lesão o atleta


penalizado não tiver
condições de defender, o
técnico adversário indicará Foto: Google Imagens
um dos dois atletas
restantes para a defesa.
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Eyeshades

26.4 – A penalidade por


eyeshades pode ser
indicada por um dos
árbitros em quadra ou
pelos cronometristas de 10
segundos.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Unsportmanlike conduct – Conduta
antidesportiva

29.3 – Um atleta ejetado da


partida poderá ser
substituído.

Essa substituição contará


como uma regulamentar.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Unsportmanlike conduct – Conduta
antidesportiva

29.7 – Qualquer atleta que


molhar a bola
intencionalmente receberá
uma penalidade por UC.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Unsportmanlike conduct – Conduta


antidesportiva

29.8 – Após o primeiro


contato defensivo, qualquer
chute intencional na bola
será UC.
Foto: Tadeu Casqueira/CBDV
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Noise – barulho

Qualquer barulho
desnecessário durante o
arremesso até que a bola
toque a defesa adversária.

30.2 Definições de barulho


desnecessário: imitação de
animais, pisadas
excessivas (sapateio),
batidas com a mão no solo,
palmas excessivas,
assobios, músicas (atleta
cantando), gritos,
conversas.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Illegal coaching – instrução ilegal

34.1 – A penalidade por IC


poderá ser aplicada pelos
árbitros que estão
conduzindo a partida ou
apontadas pelo
cronometrista de 10
segundos.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

E-coaching – Instrução por mídia eletrônica

34.5 – A comunicação por


aparelhos eletrônicos entre
uma pessoa na área de
espectadores e um membro
da equipe no banco passa a
ser permitida.

Atletas não podem utilizar


pontos eletrônicos (Regra
6.7)
Se o dispositivo fizer qualquer
barulho durante a partida, uma
penalidade por ILEGAL COACHING
será aplicada e o dispositivo
recolhido pela arbitragem.
Fotos: Google Imagens
REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)
Extra Throws – Lances livres

37.7 – Caso um atleta esteja


impossibilitado de
participar das cobranças, a
sequência será movida
para cima.

Técnicos e staffs
permanecerão junto aos
seus atletas.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


REGRAS GOALBALL (2018 – 2021)

Arbitragem

40.2 – Esclarecimentos
sobre um lance podem ser
solicitados ao árbitro (lado
da mesa). Apenas o técnico
poderá fazer essa
comunicação e em uma
parada oficial do jogo.

Foto: Tadeu Casqueira/CBDV


CENÁRIOS
www.ibsasport.org/sports/goalball/documents-for-referees/

46

Fotos: Google Imagens


CENÁRIOS

# 3 – Situação de penalidade. Dois atletas saem da quadra e o defensor


parece estar desorientado.

Pode o árbitro orientar o atleta?

O árbitro não pode posicionar / orientar o atleta.


Apenas aguardará que o mesmo esteja pronto para
defender.

* Nesse momento o jogo está parado, portanto a


comunicação Técnico x Atletas em quadra é permitida.
CENÁRIOS

# 6 – Jogo vai para prorrogação (overtime). O técnico de uma das equipes


anuncia ao árbitro 2 substituições.

Essa substituição conta como


regular?

Não! Mesmo procedimento para o fim do 1º tempo!


CENÁRIOS

# 8 – Um atleta se machuca no lance que comete uma penalidade


individual e está impossibilitado de defender.

Quem determina o defensor?

O técnico da equipe adversária.


CENÁRIOS

# 9 – Penalidade de equipe antes do início da partida.

O técnico favorecido deve escolher


entre os 3 em quadra? Pode
escolher um atleta reserva?

O técnico da equipe favorecida poderá escolher


qualquer atleta listado na line up, independente de
estar em quadra ou não.

Em campeonatos internacionais essa indicação deverá


acontecer 5 minutos antes do início da partida.
CENÁRIOS

# 10 – Um técnico pede substituição verbalmente, mas faz o sinal gestual


para time out.

Penalidade por atraso de jogo?

O árbitro confirmará com o técnico a solicitação. É


possível a concessão simultânea da substituição e time
out.

Porém, se o técnico afirma a intenção apenas para


substituição, por exemplo, a equipe será penalizada por
atraso de jogo.
CENÁRIOS

# 13 – Uma equipe é favorecida com uma penalidade antes do início da


partida. Defensor posicionado. O árbitro autoriza a cobrança “quiet please
– apito – play”. Nesse momento, o técnico da equipe favorecida pede um
time out.

Essa solicitação é permitida? E


Se positivo, conta como uma
das 4 regulamentares?

Sim, isso é permitido! E o time out contará como 1 dos


pedidos regulamentares, portanto, restam apenas 3
para o restante da partida.
CENÁRIOS

# 14 – Início de jogo. Após o anúncio inicial da arbitragem “quiet please –


center – 3 apitos – play”. Dentro dos 10 segundos, um atleta toca no
óculos – penalidade por eyeshades. Ao se aproximar do atleta, o árbitro
percebe que o olftam foi removido, sendo possível ver o olho do atleta.

Qual o procedimento nesse caso? O árbitro fará a


bandagem novamente desse atleta? Esse atleta
defenderá o pênalti? Será ejetado?

O atleta será ejetado (expulso) imediatamente e o


técnico da equipe adversária indicará o defensor. Esse
caso é interpretado como uma conduta antidesportiva.
O atleta ejetado poderá ser substituído, de acordo com
a nova regra.
CENÁRIOS

# 15 – Um atleta machuca no momento defensivo e o técnico pede um


time out. O árbitro vai verificar se o atleta está bem e percebe que o atleta
está sangranda.

O árbitro chama o medical time out


imediatamente ou espera o time
out finalizar?

O árbitro aguardará pelo término do time out. Porém, se


for muito forte o sangramento, anunciará medical time
out e apenas 1 representante da equipe poderá
permanecer em quadra (sobrepõe ao Time out).
CENÁRIOS

# 17 – High ball equipe A. Após “quiet please”, técnico da equipe B


continua falando.

O que prevalesce? High ball ou


illegal coaching?

Os dois! Primeiro cobrança do high ball e na sequência


a cobrança pelo illegal coaching.
CENÁRIOS

# 21 – Um atleta usa uma toalha presa na sua calça para enxugar o suor
durante o jogo.

Isso é permitido?

Sim, desde que não interfira o andamento da partida.


Se cai na quadra e por algum motivo a arbitragem tem
que parar o jogo, pode configurar como atraso de jogo
(pessoal).
CENÁRIOS

# 32 – Atleta da equipe A bloqueia a bola no ato defensivo e a bola vai


rolando lentamente em direção à lateral da quadra, antes da área neutra.
Para evitar os 10 segundos, técnico pede time out.

O time out será concedido?

Não, uma vez que não havia o controle de bola. Illegal


coaching (se for verbal)
CENÁRIOS

# 34 – Um atleta após controlar a bola na defesa, realiza um passe para o


seu colega de equipe. Mas o passe não é bem feito e a bola vai rolando
claramente em direção ao próprio gol. Nesse momento, o técnico pede um
time out.

O time out é permitido com a


bola rolando?

Sim, o time out será concedido porque o controle de


bola aconteceu em um primeiro momento.
Obrigada!

Gracias!

carladamata@cbdv.org.br

(19) 99153-0431

Carla da Mata