Sunteți pe pagina 1din 4

TEXTO DE APOIO – TAXONOMIA DOS OBEJTIVOS EDUCACIONAIS

A Piramide de Bloom foi idealizada por Benjamin Bloom em 1956, um psicólogo da Educação. Essa
taxonomia define as operações intelectuais mobilizadas na aprendizagem; do mais simples (abaixo da
pirâmide) para a mais complexa (alto da pirâmide). A taxonomia é o resultado de uma classificação que

6-AVALIAÇÃO

5- SÍNTESE

4 - ANÁLISE

3 - APLICAÇÃO

2 - COMPREENSÃO

1- CONHECIMENTO

Benjamim Bloom (Classificação de saberes) para categorizar níveis de abstração de questões que
geralmente são feitas em educação. A taxonomia oferece uma estrutura útil para classificar questões de
provas dentro de determinados níveis assim como para determinar competências desejáveis em educação.
Se conseguirmos determinar os níveis das questões que queremos que os alunos sejam capazes de
responder, ficará mais fácil escolher as estratégias apropriadas de ensino-aprendizagem. Nos quadros
abaixo, apresentam-se as categorias criadas pelo grupo de estudos presidido por Bloom e especificam-se
maneiras de descrever os saberes que se deseja que os alunos desenvolvam.

Taxonomia dos objetivos educacionais, também popularizada como taxonomia de Bloom, é uma estrutura
de organização hierárquica de objetivos educacionais. Foi resultado do trabalho de uma comissão
multidisciplinar de especialista de várias universidades dos EUA, liderada por Benjamin S. Bloom na década
de 1950. A classificação proposta por Bloom dividiu as possibilidades de aprendizagem em três grandes
domínios:

- o cognitivo – abrangendo a aprendizagem intelectual

- o afetivo – abrangendo aspectos de sensibilização e gradação de valores

- o psicomotor – abrangendo as habilidades de execução de tarefas que envolvem o organismo muscular.

Cada um destes domínios tem diversos níveis de profundidade de aprendizado. Por isso a classificação de
Bloom é denominada hierarquicamente: cada nível é mais complexo e mais específico que o anterior. O
terceiro domínio não foi terminado e apenas o primeiro foi implementado em sua totalidade.

DOMINIO COGNITIVO
As habilidades no domínio cognitivo tratam de conhecimento, compreensão e o pensar sobre um problema
ou fato.

 Conhecimento: memorização de fatos específicos de padrões de procedimento e de conceitos;


 Compreensão: imprime significado, traduz, interpreta problemas, instruções e os extrapola;
 Aplicação: utiliza o aprendizado em novas situações;
 Análise: de elementos, de relações e de princípios de organização
 Síntese: estabelece padrões;
 Avaliação: julga com base em evidências internas ou critérios externos.

DOMINIO AFETIVO

Na hierarquia de Bloom, o domínio afetivo trata de reações de ordem afetiva e de empatia. É dividido em
cinco níveis:

 Recepção: percepção, disposição para receber a atenção seletiva;


 Resposta: participação ativa, disposição para responder e satisfação em responder;
 Valorização: Aceitação, preferencia e compromisso (com aquilo que valoriza)
 Organização: Conceituação de valor e Organização de um sistema de valores.
 Internalização de Valores: comportamento dirigido por grupo de valores, comportamento
consistente e previsível e característico.

DOMINIO PSICOMOTOR

O domínio psicomotor na hierarquia de Bloom, trata de habilidades relacionadas com manipular


ferramentas ou objetos. Bloom não criou itens para esse domínio: outros autores fizeram propostas.
Um exemplo é:

 Percepção
 Respostas conduzida
 Automotismos
 Respostas Complexas
 Adaptação
 Organização
NÍVEL –PROCESSO E TIPOS DE COMPORTAMENTOS

NÍVEL PROCESSO COMPORTAMENTOS


Ser capaz de dar um juízo
CONCRETO
crítico com base em critérios
internos e externos. Tomar
AVALIAÇAO
decisões e defender um ponto
de vista em relação a um
trabalho realizado.
Ser capaz de produzir um
trabalho pessoal depois de
SÍNTESE
ter um plano de ação e fazer
alguma coisa criativa.
Ser capaz de identificar os
elementos, as relações e os
ANÁLISE
princípios de organização de
uma situação.
Ser capaz de lembrar-se de
conhecimentos e princípios
APLICAÇÃO para resolver um problema,
transferir a teoria às situações
práticas.
Ser capaz de transpor, de
interpretar, resumir e
COMPREENSÃO extrapolar a partir de
determinados conhecimentos.

ABSTRATO Ser capaz de lembrar


palavras, fatos, datas,
CONHECIMENTO
classificações, princípios,
teorias, etc.

 Quadro sobre Níveis e Habilidades a serem demonstrados

Conhecimento Observação e recordação da informação


Conhecimento de datas, eventos, lugares
Conhecimento das ideias principais
Domínio da matéria
Dicas de questões: liste, diga, descreva, identifique, mostre,
rotule, examine, tabule, cite, nomeie, quem, quando, onde,
etc.

Compreensão Entendimento de informação


Apreensão de significado
Tradução de conhecimento para novo contexto
Interpretação de fatos, inferências de causas
Previsão de consequências
Dicas: resuma, descreva, interprete, contraste, preveja,
associe, distinga, faça uma estimativa, mostre diferenças,
discuta, amplie.

Aplicação Uso de informação


Uso de métodos, conceitos, teorias em novas situações
Solução de problemas usando conhecimentos ou
habilidades requeridos.
Dicas: aplique, demonstre, calcule, complete, ilustre,
mostre diferenças, discuta, amplie.

Análise Visão de padrões


Organização de partes
Descoberta de significados ocultos
Identificação de componentes
Dicas: analise, separe, ordene, explique, faça conexões,
classifique, organize, divida, compare, selecione, infira.

Síntese Uso de velhas ideias para criar novas ideias


Generalização a partir de fatos dados
Articulação de conhecimentos de diversas áreas
Previsão, elaboração de conclusões
Dicas: combine, integre, modifique, re-arrume, substitua,
planeje, planeje, invente, componha, prepare, generalize,
reescreva.

Avaliação Comparação e distinção entre ideias


Julgamento de valor de reorias, apresentações
Escolhas baseadas em argumentos racionalmente
fundamentado
Verificação de valor da evidência
Reconhecimento de subjetividade
Dicas: avalie, decida, organize de acordo com algum
critério, dê nota, teste, recomende, convença, selecione,
julgue, explique, opoie, conclua, compare, resuma.

*Adaptado de Bloom. B.S (Ed.) (1956) Taxonomy of educacional objectives. The classification of educacional
goals: Handbook L cognitive domain. New Yourk: Toronto: Longmans Green. Este material é uma tradução e
adaptação de resumo criado pela Universidade de Victória.