Sunteți pe pagina 1din 4

Este artigo foi publicado no Engenho&Arte nº 13

O inominado Rito Inglês


Irm. Joaquim da Silva Pires, M.I.

York, Emulation ou o quê? Ritual inglês,


a St. John Lodge. Em 25 de abril de
O Irmão Pires esclarece o com título de 1856 foi regularizada a Southern
Rito americano Cross Lodge, cuja data de fundação
mistério e coloca as coisas não se conhece, todas igualmente su-
em seu devido lugar! 1976 bordinadas à citada potência maçô-
Ritual GOB nica da Inglaterra.
Cerimônias Exatas Em 16 de dezembro de 1863, houve
Ao examinar uma tradução, em por- do Rito de York(!) uma cisão no Grande Oriente do Bra-
tuguês, elaborada em julho de 2001, sil, dando origem a um outro Grande
Lojas inglesas
aqui, no Brasil, pela Gráfica e Edito- voltam à UGLE Oriente, primeiramente homônimo,
ra Movimento Ltda., do Emulation depois denominado Grande Oriente
Ritual, editado este na Inglaterra pe- Tratado
GOB-UGLE Unido do Brasil, que viria a ser co-
la Lewis Masonic Publishers Ltd., no nhecido por Grande Oriente dos Be-
Grau de Aprendiz, não consegui re- neditinos, pelo fato de sua adminis-
1935
frear meu inconformismo com o ter- tração funcionar na Rua dos Benedi-
mo Rito de York, das páginas 3 e 8, tinos, nº 22, Rio de Janeiro, e por
nem com o termo Rito de Emulação, 1920 Grande Oriente Saldanha Marinho,
da página 8, todos do referido texto Ritual Ceremônias
Exactas, tradução pelo fato de seu idealizador e seu
em português, pois esses dois ter- JTW Sadler Grão-Mestre ser o Irm\ Joaquim Sal-
mos configuram uma visível e de- danha Marinho.
plorável enxertia. Realmente, no ori- Edward VII Lodge (PA) Ritual inglês,
título correto
Impulsionado por interesses refe-
ginal inglês não existem as expres- St George Lodge (PE)
D. of Clarence Lodge (BA) rentes à aproximação com a Maço-
sões York Rite e Emulation Rite. Wanders Lodge (SP) naria norte-americana, o Grande Ori-
Em verdade, o termo Rito de York não Unity Lodge (SP)
ente dos Beneditinos fundou a Loja
Morro Velho Lodge (MG)
se coaduna com o inominado Rito in- Eureka Lodge (RJ) Vésper, do Rio de Janeiro, para traba-
glês. Ele é um sistema proveniente lhar no Rito de York, porém o verda-
Grande Capítulo Capítulo inglês,
da Maçonaria norte-americana, sis- do Rito de York (!) título americano deiro, o praticado pelos norte-ame-
tema esse já introduzido no Brasil, ricanos. Corolário dessa providên-
sem a mínima vinculação com a Ma- cia, o referido Grande Oriente rece-
çonaria da Inglaterra. Tratado beu uma favorável comunicação
Tive a ousadia de escrever o livro O Confusão GOB-UGLE epistolar da Grand Lodge of Wiscon-
Suposto Rito de York e outros estudos entre Ritos 1912 sin, dos Estados Unidos da América.
(Editora Maçônica A Trolha Ltda., Estas Lojas O incentivo fez com que aquela po-
trabalhavam no
Londrina, PR, 2000), onde ressaltei Fusão 1893 ritual americano tência maçônica brasileira fundasse
que Emulation não é nome de um Ri- mais duas Lojas no legítimo Rito de
to, mas sim o nome de um Ritual, em York, a Washington Lodge, de Santa
decorrência da Emulation Lodge of 1891 Bárbara d’Oeste, na então Província
Improvement, de Londres, cuja reu- de São Paulo, em 14 de novembro de
Eureka Loja Vésper
nião inicial ocorreu em 2 de outubro Lodge (RJ) (RJ) 1874, e a Lessing Lodge, de Santa
de 1823. Washington Cruz do Sul, na então Província do
Em nossa Pátria, a primeira Loja de Lodge (SP) Rio Grande do Sul, em 22 de março
orientação inglesa foi a Orphan Lod- Lessing de 1880.
Lodge (RS)
ge, fundada em 28 de junho de 1837 GOB Ritual Em 16 de outubro de 1879, o Grande
no velho Caminho de Mata-Cavalos Lavradio inglês Oriente do Brasil, cujo Grão Mestre
GOB
(depois Rua do Riachuelo), nº 167, Beneditinos era o Irm\ José Maria da Silva Pa-
Rio de Janeiro, após três anos e meio ranhos, o Visconde do Rio Branco,
do pedido concernente à expedição
da Carta Constitutiva (Warrant of the
Lodge), que lhe foi concedida pela
Cisão 1863 Orphan
1837 Lodge (RJ)
United Grand Lodge of England. Em Este quadro tenta resumir como o Rito
21 de setembro de 1839, também no Inglês acabou recebendo um sobrenome
Grande Oriente GL Unida americano aqui no Brasil.
Rio de Janeiro, os ingleses fundaram do Brasil da Inglaterra
Presidente do Conselho de Minis-
tros do Império, nomeou o Irm\
Almirante Arthur Silveira da Mot-
ta (que viria a receber, em 19 de agos-
to de 1884, do Imperador D. Pedro
II, o título nobiliárquico de Barão de
Jaceguay), para tratar do reconheci-
mento da citada potência maçônica
pela United Grand Lodge of England,
cujo Grão-Mestre era, desde 1875, o
Irm\ Príncipe de Gales (filho da céle-
bre Rainha Vitória, e que viria a ser,
em 1901, Rei da Inglaterra, com o tí-
tulo de Edward VII). Em 30 de jane-
iro de 1880 houve a resposta positi-
va, ou seja, o futuro monarca inglês
concedeu o almejado reconheci-
mento.
O êxito foi comunicado ao Grande
Oriente do Brasil, mediante porme-
norizado relatório, com a data de 21
de março de 1880, lavrado pelo pró-
prio Irm\ Arthur Silveira da Mot-
ta, que já saíra de Londres, e estava
na Ilha de Malta, rumo à China, em
missão especial do Império, na con-
dição de Ministro Plenipotenciário.
Posteriormente, em 18 de janeiro de
1883, o Grande Oriente dos Benediti-
Eis aqui alguns dos muitos rituais em
nos, enfraquecido, incorporou-se ao uso nas Lojas jurisdicionadas à Grande Grand Chapter nem York Rite, mas
Grande Oriente do Brasil, levando- Loja Unida da Inglaterra, todos sim (insista-se) Grand Concil of
lhe suas Lojas, entre as quais as já re- descendentes do trabalho aprovado Craft Masonry in Brazil. A esse cor-
feridas Washington e Lessing, que quando da União entre as Grandes po maçônico passaram a pertencer
eram as únicas do legítimo Rito de Lojas dos Modernos e Antigos. as então sete Lojas que, aqui, no Bra-
York, pois a Vésper, também já refe- sil, trabalhavam no sistema inglês :
rida, estabelecera fusão com a Loja Edward VII, do Pará, Saint George, de
Mystério (8 de junho de 1879), dan- Pernambuco, Duke of Clarence, da
do origem à Loja Mystério e Vésper, mas não possuía o mais remoto lia-
Bahia, Eureka, do Rio de Janeiro,
trabalhando no Rito Adonhiramita. me com o sistema norte-americano.
Wanderers, de São Paulo (Santos),
Essa fusão configurou um renasci- Porém, o grande equívoco generali-
Unity, de São Paulo, e Morro Velho,
mento, pois a citada Loja Vésper já zou-se!
de Minas Gerais.
havia abatido colunas (22 de junho Em 21 de dezembro de 1912, o Gran-
Consultando treze dicionários da
de 1874). de Oriente do Brasil, cujo Grão-
Língua Inglesa, pude confirmar que
Já vimos que, a partir de 28 de junho Mestre era o Irm\ Senador Lauro
o vocábulo Craft é equivalente aos
de 1837, existiam, aqui, no Brasil, Nina Sodré e Silva, e a United
vocábulos portugueses Arte e Ofício.
Lojas de orientação inglesa, direta- Grand Lodge of England, cujo Grão-
Por exemplo, craft brother é compa-
mente subordinadas à United Grand Mestre era o Irm\ Marechal Duque nheiro de serviço, e craft guild é asso-
Lodge of England. de Connaught, celebraram um Tra- ciação de pessoas do mesmo ofício.
Frise-se que só em 21 de outubro de tado, pelo qual ficou estabelecida a Saliento, respeitosamente, que sem-
1891, o Grande Oriente do Brasil pas- criação do Grand Concil of Craft Ma- pre tenho preferência pelo suporte
sou a ter sua primeira Loja com a sonry in Brazil, que, em português, didático do Longman Dictionary of
mencionada orientação, a Eureka recebeu a desacertada expressão Contemporary English, segundo o
Lodge, do Rio de Janeiro. O povo ma- Grande Capítulo do Rito de York, mes- qual a definição do vocábulo Craft re-
çônico brasileiro, do então Distrito mo sem ser Capítulo e sem ser do Ri- sume-se ao seguinte esclarecimen-
Federal, ao saber que a referida Loja to de York. Era Grande Conselho, e to: “all the members of a particular
trabalhava em inglês, confundiu-se não Grande Capítulo. Não era Rito trade or profession as a group.”
e imaginou, erroneamente, que ela de York (repita-se).
Todos nós sabemos que o Irm\ Má-
pertencesse ao Rito de York. Sim, a É necessário ficar bem claro que os
rio Marinho de Carvalho Behring
citada Loja trabalhava em inglês, ingleses não usaram a expressão
foi o idealizador das modernas Gran-
des Lojas Estaduais, fundadas a par-
tir de 22 de maio de 1927, com a da
Bahia. Sabemos, igualmente, que,
do Grande Oriente do Brasil, ele foi
Grão-Mestre Adjunto, em 1921, e É MAIS APROPRIADO
Grão-Mestre Geral, de 1922 a 1925. CHAMAR DE yORK O RITO
Mas, antes, quando ele era Primeiro QUE VENHA DAS LOJAS
Grande Vigilante, assumiu o Grão-
POR FAVOR, NOSSO RITO AMERICANAS.
Mestrado Geral, interinamente, des-
É INGLÊS, TEM MUITOS de 18 de agosto de 1920 até 19 de no-
RITUAIS E NÃO O vembro do mencionado ano, e, em
CHAMAMOS DE YORK. tal cargo, assinou o Decreto nº 655,
de 20 de agosto de 1920, autorizan-
do o pagamento do trabalho gráfico
feito pela empresa tipográfica de Ge-
orge Kenning & Son, de Londres,
Inglaterra, da tradução, em portu-
guês, do Ritual usado pelos ingleses,
isto é, The Perfect Ceremonies of
Craft Masonry, cuja primeira edição
(refiro-me, agora, ao original inglês,
obviamente) havia sido aprovada pe-
la United Grand Lodge of England,
no Século XIX, exatamente em 5 de
julho de 1818. A tarefa, de traduzir,
coube ao Irm\ Joseph Thomaz Wil-
son Sadler, então Mestre-de-Ceri-
mônias da Lodge of Unity, de São Pau-
lo, da qual ele havia sido Venerável
Mestre em 1908. Não o fez com base
naquela edição primeira. Fê-lo dian-
te da edição de 1918, traduzindo-a
sob o título Cerimônias Exactas da
Arte Maçônica (o “c”, intermediário,
no adjetivo Exactas foi suprimido na
reforma ortográfica elaborada pela
Academia Brasileira de Letras, con-
forme histórica Sessão de 12 de agos-
to de 1943).
Há pouco tempo, um Obreiro inglês,
residente na Capital de São Paulo, ce-
dendo às consistentes provas que
lhe apresentei, curvou-se, em um
primeiro momento, ao fato de ser er-
rônea a expressão Rito de York, do
modo que ela vem sendo usada no
Brasil. Não obstante, agora, mudou
de idéia, argumentando que conti-
nuaria, sim, a defender aquele uso,
conforme fez o prestigioso Irm\ Re-
ginald Arthur Brooking, em 1930,
quando Grand Chaplain (Grande Ca-
pelão) do Grand Concil of Craft Ma-
sonry in Brazil.
Torna-se necessário que eu respon-
(a rigor, John Bull, centenária caricatura da ao fragrante ilogismo daquele ina-
do povo inglês, deveria estar com a
bandeira inglesa, branca, com a cruz de ceitável argumento, e vou fazê-lo
S. Jorge em vermelho...)
neste instante, nos termos seguin- Concil of Craft Masonry in Brasil. to de York, adulterando o título usa-
tes: Ora, em inglês, é Brazil, com z, e não do pelo Irm\ Joseph Thomaz Wil-
Em primeiro lugar, o fato de alguém com s. son Sadler, ou seja Cerimônias Exac-
expender alguma asserção, ainda Em 6 de maio de 1935, o Grande Ori- tas da Arte Maçônica (já vimos que,
que possua respeitável autoridade, ente do Brasil, cujo Grão-Mestre era naquele ano de 1920, havia o c inter-
não nos obriga a que lhe sigamos as o Irm\ General José Maria Moreira mediário no adjetivo Exactas). A
diretrizes, quando as evidências Guimarães, e a United Grand Lodge aludida edição de 1976, apesar de re-
mostrem o contrário. Se assim não of England, representada pelo Irm\ digida em português, é pertinente à
fosse, o atual Papa João Paulo II se- Peter Swanson e pelo já citado United Grand Lodge of England, pois
guiria o entendimento de Paulo V, Irm\ Reginald Arthur Brooking, as- foi elaborada para a Campos Salles
Pontífice Católico, desde 1605 até sinaram um Convênio Solene de Ali- Lodge, de São Paulo-SP, que, desde o
1621, que considerava a teoria do ge- ança Fraternal, fazendo com que, en- Convênio de 6 de maio de 1935, já ci-
nial Nicolau Copérnico (atinente ao tre outros itens, o Grand Council of tado, é subordinada àquela potência
duplo movimento dos planetas so- Craft Masonry in Brazil deixasse de maçônica inglesa.
bre si mesmos e à volta do Sol) con- existir ,e, assim, as então dez Lojas, Se os absurdos fossem suscetíveis
trária aos textos bíblicos. que, aqui, no Brasil, trabalhavam no de mensurabilidade, o maior de to-
Em segundo lugar, o focalizado inominado Rito inglês (não nos es- dos estaria no fato de o Grande Ori-
Irm\ Reginald Arthur Brooking, ao queçamos de que estou focalizando, ente do Brasil, ao imprimir o seu pró-
publicar um trabalho, no menciona- agora, o ano de 1935) passaram a per- prio Ritual do inominado Rito inglês
do ano de 1930, intitulado Brasilian tencer à mencionada potência maçô- (ou seja, do fictício Rito de York), con-
Fremasonry, cometeu um grande nica britânica. Eram as já relaciona- soante o Decreto nº 41, de 12 de de-
equívoco, apesar de seus conheci- das no Tratado de 21 de dezembro zembro de 1983, assinado pelo en-
mentos maçônicos, ao relacionar as de 1912, menos a Saint George, de tão Soberano Grão-Mestre Irm\ Ja-
já referidas três Lojas que trabalha- Pernambuco, e a Edward VII, do Pa- ir Assis Ribeiro, haver cometido a
ram no autêntico Rito de York nor- rá, mais a Friendship, do Rio de Jane- suprema incúria de copiar, letra por
te-americano, isto é, a Vésper, a Was- iro, Centenary, de São Paulo, Cam- letra, o referido Ritual da Campos
hington e a Lessing, juntamente (!) pos Salles, de São Paulo, e Royal Salles Lodge, até mesmo o texto em
com doze Lojas do inominado Rito Edward, do Rio de Janeiro. É impor- que o Venerável Mestre mostra ao
inglês, vale dizer, Eureka, do Rio de tante aduzir que, mais tarde, em 4 de Neófito a Carta Patente e lhe entrega
Janeiro, Duque of Clarence, da Ba- fevereiro de 1953, viria a ser funda- cópias dos Livros da Constituição da
hia, Morro Velho, de Minas Gerais, da a Santo Amaro, cuja regulariza- United Grand Lodge of England! É
Eureka Central (não a confundamos ção ocorreu em 2 de maio daquele claro que, ao invés de tal leitura e de
com a primeira), do Rio de Janeiro, ano, data da expedição da Carta tal entrega, o portador do Primeiro
Unity, de São Paulo, Saint George, de Constitutiva (já vimos que, em in- Malhete nunca deixaria de fazer a
Pernambuco, Wanderers, de São Pau- glês, é Warrant of the Lodge). imperiosa adaptação concernente à
lo (Santos) Edward VII, do Pará, Bra- Em 1976, um Obreiro que viu a Luz citada potência maçônica brasileira,
sil, do Rio de Janeiro, Friendship, do Maçônica em 30 de junho de 1922, corrigindo a imperdoável desaten-
Rio de Janeiro (Niterói), Centenary, sempre muitíssimo dedicado, po- ção do editor.
de São Paulo, Campos Salles, de São rém sem conhecer alguns dos rele- Na esperança de ter apresentado
Paulo, e Brasil Craft Masters, do Rio vantes meandros históricos, ao pro- pontos elucidativos, encerro estas
de Janeiro. De fato, aquele hibridis- videnciar uma nova edição do men- considerações, remetendo o meu trí-
mo configurou um desmesurado ab- cionado Ritual de 1920, inseriu-lhe, plice e fraternal abraço aos Respeitá-
surdo, pois aquelas três primeiras por conta própria, a catastrófica de- veis Irmãos Leitores.
Lojas, do autêntico Rito de York nor- nominação Cerimônias Exatas do Ri-
te-americano (que me seja indulgen-
ciada a quase-perissologia) não deve-
riam ter sido relacionadas com as ou-
tras, porque elas, as três primeiras,
nunca pertenceram ao Grand Concil O Irm. Joaquim da Silva Pires é portador da
of Craft Masonry in Brazil. Cruz da Perfeição Maçônica, do Grande Oriente
Aproveito esta oportunidade para as- do Brasil, e ex-membro do Quatuor Coronati
sinalar, ainda mais, que o então reno- C. C., De Londres.
mado autor cometeu outro equívo-
co, na grafia do título de seu traba-
lho, pelo fato de ter escrito Brasilian Este artigo solucionou de vez
Masonry. Ora, em inglês, é Brazili- a confusão da nomenclatura
an, com z, e não com s. Equivocou-
se, novamente, ao escrever Grand do Rito de York e nos levou a
batizar de Rito Inglês Moderno
ao praticado com os rituais
ingleses como o Emulação.