Sunteți pe pagina 1din 5

ESTUDANDO ECONOMIA

1- Estabeleça relações recíprocas entre os pilares da economia.


Os quatro pilares da economia estão relacionados, formando o que chamamos de sistema
econômico. Primeiramente temos a complementariedade que é o recurso humano de buscar
no outro aquilo que não produz, com isso é estabelecido os termos das trocas para gerar a
distribuição da riqueza, mas para conduzir é preciso do acesso aos recursos, sendo o terceiro
pilar a gestão de recursos. E a formatação dessa ordem é o ordenamento jurídico
institucional, ou seja, dentro do ordenamento institucional o ordenamento jurídico.
2- Exemplifique e explique as relações entre agentes econômicos e o fluxo circular da
economia.
O fluxo circular da renda representa um circuito econômico dos fluxos da economia. Onde
Produto=Renda=Despesa.
Identificando os dois setores institucionais na economia: o setor famílias, que consome bens e
serviços e oferta mão de obra no setor empresas, que produz todos os bens e serviços da
economia e emprega mão de obra no processo de produção.
O produto produzido pelas firmas é vendido no mercado de bens e serviços em troca de
moeda que as famílias possuem, pois recebem renda monetária. Essa renda é gerada pelo fato
de trabalharem na produção de bens e serviços (ofertam trabalho no mercado de mão de obra)
e receberem salários com pagamento.
Fluxo monetário- medem valores. Valor recebido pelos serviços e bens vendidos, salário,
aluguéis recebidos pelos trabalhadores.
Fluxo real- mede a quantidade. As unidades físicas ofertadas de bens e serviços e de mão de
obra (fator trabalho) são transacionadas nos mercados de bens e serviços e de mercado de
trabalho.
3- Como o ordenamento jurídico ajuda a economia enfrentar o problema da “escassez”?
A escassez é um problema insolúvel, sendo que para lidar com tal e preciso administrar os
recursos, ou seja, gerenciar. O ordenamento jurídico pode ajudar a enfrentar o problema da
escassez, pois pode gerar preceitos constitucionais para tal tarefa. Por exemplo, através da
legislação da pesca predatória.
4- Se um bem tem sua venda prejudicada em função da entrada no mercado do outro como é
possível classifica- lós?
Podemos classifica-lo como bem substituto, ou seja, quando há uma relação direta entre o
preço de um bem e quantidade de outro.
5- Quais as condições para que ocorra o equilíbrio no mercado?
Para que ocorra o equilíbrio de mercado temos que ter três condições: o mercado seja
concorrencial, o preço seja a única variável e a quantidade ofertada seja igual à quantidade
demandada.
6- Coeteris Paribus, na safra, qual a tendência do mercado?
Safra é o período que a natureza propicia maior produção de um produto agrícola, sendo
assim, a tendência de mercado é que aumente a oferta e o preço cai e a demanda aumenta.
7- Como a “pirataria” se constitui como falha de mercado?
A pirataria se constitui como falha de mercado, pois há o indivíduo que entra no mercado sem
o custo em relação ao outro produtor. Ou seja, não tem o mesmo custo de produção em
relação ao outro. Como ele tem um custo mais baixo seu preço e menor obrigando o outro
produtor que tem o custo regular a baixar seu preço e às vezes sair do mercado. Com isso
desorganiza o mercado.

8- Qual a referência da abordagem macroeconômica?


A referência é a população. Tudo o que ela produz de oferta agregada e tudo que ela consome
de demanda agregada.
9- Relacione o CADE há um dos papéis que o Estado pode cumprir na economia e explique a
pertinência de sua missão.
O CADE cumpri o papel de regulamentação, ou seja, faz valer a legislação e tem como
pertinência em sua missão garantir a concorrência.
10- O ajuste fiscal está diretamente relacionado com a política econômica. Sua adoção
implicará em que tendências?
O ajuste fiscal está relacionado diretamente com a política fiscal, então tem a função de
equilibrar gastos, investimentos, reduzir despesas. Isso implicará em contenção, e a tendência
é que reduza o investimento das empresas, reduza o consumo das famílias, assim reduzindo a
inflação.
11- O que são fenômenos econômicos?
Os fenômenos econômicos basicamente são variáveis que são explicados através dos dados.
12- Geralmente o que são essas variáveis?
Essas variáveis geralmente envolvem os interesses e as preferências da comunidade como:
preços, a taxa de poupança da comunidade, importações, exportações, etc.
13- O que são os dados?
Os dados são elementos concretizados geralmente pelo Estado.
14-Quais os meios e instrumentos que o Estado dispõe para a concessão de sua política
econômica?
Instrumentos de Finanças Públicas, Instrumentos Monetários e Creditícios, Instrumentos
Cambiais, Instrumento de Renda, Meios de controle Direto e Adaptação Institucional.
15- Cite exemplo dos Instrumentos de Finanças Públicas.
– Gastos de Governo. Um exemplo é o corte nos gastos públicos como redução de subsídios
ou do número de funcionários.
16- Cite exemplos dos instrumentos Monetários e Creditícios.
-Taxa de Juros. Redução do IPI, depósito compulsório, programa “Minha casa, minha vida”.
17- Cite exemplos dos Instrumentos Cambiais e Instrumentos de Renda.
Taxa Cambial. Oferta ou retirada de dólar no mercado. E do instrumento de renda Salário
Mínimo e Transferências.
18- O que são os meios de controle do direito? Cite exemplos.
São mecanismos que influenciam diretamente sobre a determinação de certas variáveis do
sistema econômico. Exemplo: fixação de preços e tabelamento cambial.
19- Cite basicamente quais as principais funções do CADE?
Basicamente o CADE tem caráter preventivo, repressivo e educativo.
20- Pelo que é composto o subsistema de intermediação?
Composto pelas instituições bancárias e não bancárias que atuam em operações de
intermediação financeira.
21-O subsistema normativo é responsável pelo quê?
É responsável pelo funcionamento do mercado financeiro e de suas instituições.
22- Como é dividido o Sistema Financeiro Nacional?
Podemos dividi-lo em subsistema normativo e subsistema de intermediação.
23- Quais são as modalidades de atuação?
Modalidades de atuação são: por direção, por absorção, por indução.
25- Como funciona a modalidade de atuação do Estado por direção?
Quando o estado cria normas regulamentares que impõe uma conduta aos agentes
econômicos. Ex: Fixação de preços, obrigatoriedade de utilizar antipoluentes.
26- Como funciona a modalidade de atuação do estado por absorção ou participação?
Dá-se quando uma determinada atividade econômica é realizada diretamente pelo Estado.
Absorção total: monopólio estatal; Absorção parcial (participação): empresa estatal mistura-se
com outras do setor.
27- Como funciona a modalidade de atuação do estado por indução?
Nesse caso o Estado não impõe regras de conduta, nem participa diretamente de nenhuma
atividade econômica. Ele incentiva ou desincentiva determinados setores da economia. Ex:
Zona Franca de Manaus.
28- Cite e explique algumas falhas de mercado.
As falhas de mercado são constituídas por alguns desvios economias. Nós temos as naturais:
mudanças climáticas, safras; as políticas: conflitos, migrações, políticas econômicas; e as
estratégias legais de mercado.
29- O que faz o plano Plurianual?
Consolida, qualifica e dimensionar a programação do governo para os 4 anos subsequentes.
30- Qual o papel da Lei dos Orçamentos Anuais? E a Lei de Diretrizes Orçamentárias?
A lei dos orçamentos anuais destina recursos à programação para o exercício, seguindo a
orientação do LDO. E a lei de diretrizes orçamentárias (LDO) estabelece metas e prioridades
na programação de governo para o ano subsequente.
31- O que são fatores de produção? Cite exemplos.
São elementos utilizados no processo de fabricação dos mais variados tipos de mercadorias,
as quais, por sua vez, são utilizadas para satisfazer necessidades. O trabalho, a terra, as
matérias primas, os combustíveis, a energia, e os equipamentos são, entre outros, exemplos de
recursos produtivos.
32- O que é a terra?
É o nome dado pelos economistas para designar os recursos naturais existentes, ou dádivas da
natureza, tais como florestas, recursos minerais, recursos hídricos, etc.
33- O que é o trabalho?
É o nome dado a todo o esforço humano, físico ou mental, despendido na produção de bens e
serviços.
34- O que são agentes econômicos?
São pessoas de natureza física ou jurídica que, por meio de suas ações, contribuem para o
funcionamento do sistema econômico. São eles: as famílias (ou unidades familiares); as
Firmas (ou unidades produtivas); e o Governo.
35- O que é macroeconomia?
Estuda a determinação é o comportamento dos grandes agregados como PIB, consumo
nacional, exportação, nível geral dos preços, etc., com o objetivo de delinear uma política
econômica.
36- O que é microeconomia?
Estuda o comportamento de consumidores e produtores no mercado e o mercado no qual
interagem. Preocupa-se com a determinação dos preços e quantidades em mercados
específicos.
37- O que é a lei de mercado?
Trata se da balança que mede oferta e a procura, cruzando com os dados de valores de
concorrência e qualidade do produto.
38- O que é fluxo econômico?
Fluxo econômico é todo o conjunto de estratégias econômicas que passam e se reavaliam por
certos momentos, num determinado momento e num determinado local. Conjunto de todas
essas atividades desenvolvidas baseia-se num processo chamado em prudência e da passagem
dos mesmos em simultâneo.
39- Qual a principal ferramenta de gestão da política fiscal?
Gastos de Governo (G)
40- Qual a principal ferramenta de gestão da política monetária?
Taxa de Juros (TxJ).
41-Qual a principal ferramenta de gestão da política cambial?
Taxa de Câmbio (TxC).
42- Qual a principal ferramenta de gestão da política de renda?
Salário Mínimo (SM); Transferências Diretas(TrD).
43-O que são os bens de produção?
São bens ou serviços necessários para a produção de outros bens ou serviços, ou seja, fatores
de produção.
44- O que são bens de consumo?
São os bens utilizados pelos indivíduos ou famílias.
45-O que são bens complementares?
São bens que só quando utilizados em conjunto satisfazem a necessidade inerente.
46- O que são bens substitutos?
É um bem que possa ter consumido em substituição a outro.
47- O que são bens superiores?
São bens cuja demanda é altamente elástica a renda (Elasticidade > +1). Aumentos de renda
do consumidor geram aumentos mais que proporcionais na demanda. Por exemplo, aumento
de 10% na renda gera aumento de 30% na demanda.
48-O que são bens inferiores?
São bens cujo aumento da renda do consumidor gera redução na quantidade demandada.
49- Qual a diferença entre valor, preço e custo?
O custo é que o preço gasto em um determinado bem, produto ou serviço que adquirimos. Em
outras palavras: o quanto você gasta para entregar ou usar o serviço. Já valor é algo subjetivo
é quanto a pessoa é quanto o comprador está disposto a pagar pelo imóvel é algo que depende
de cada pessoa e vai depender da mente da pessoa. O preço, por sua vez, se refere, ao quanto é
cobrado por determinado serviço ou produto.
50- Qual a composição do modo de produção?
Compõe-se de forças produtivas (agentes) + relações de produção (ordenamento).
51- Quais os elementos levados em consideração na medida do IDH?
PIB per capita, escolaridade, longevidade e saneamento.
52- O que é renda?
A renda é a parte que capto da produção de riqueza. Essa renda pode ser salário, moeda, mas
também o acesso à riqueza produzida.
53- É possível crescer sem melhorar?
Alguns acreditam que é possível crescer sem melhorar, pois se eu concentro renda quer dizer
que tem cada vez menos pessoas acumulando uma renda cada vez mais, sendo assim, possível
crescer se melhorar.
54- É possível melhorar sem crescer?
Na verdade até hoje isso é debatido. Alguns acreditam que sim, pois só com a
desconcentração de renda pode-se impactar grandemente na melhoria da qualidade de vida e
outros- principalmente ligados a indústria- dizem que não é possível melhorar sem crescer.
55- O que o PIB mede?
Tudo que nós produzimos em um determinado período de tempo, sendo assim, um índice de
produção.
56- Estabeleça a relação entre direito e economia.
Direito e economia estão altamente relacionados. A condição econômica afeta o exercício do
direito - sendo condição econômica não só financeiro, mas as relações, conhecimento,
informação, ou seja, tudo que se tem de projeção social- isso ocorre, pois quanto mais
acumulo de renda a pessoa tem, a mesma começa a comprar Direitos que antes não teria.
57- O que é evasão?
O cidadão pode colocar o dinheiro dele em outra economia.
58- O que é sonegação?
Consiste em utilizar procedimentos que violem diretamente a lei fiscal ou regulamento fiscal.
59- Quais os elementos levado em consideração no cálculo do FIB?
Os elementos levados em consideração do FIB são: convívio/confiança, conforto e
perspectiva.
60- Explique o que é a economia solidária.
A economia solidária é um movimento social que prega a superação de emprego- construção
de relações em que não se precise vender o trabalho- sendo à base do trabalho um trabalho
cooperado, associado. Ou seja, não ver o trabalho como mercadoria, e sim como um direito
fundamental.