Sunteți pe pagina 1din 4

Aprendizado e produtividade: Como

aproveitar e desenvolver melhor suas


competências
João Pedro Antunes Ferreira
Simbiose Technology Ventures
Belo Horizonte - MG
09 de outubro de 2017

Resumo
O artigo a seguir tratará de maneira sucinta a importância da produtividade e da
necessidade de se aprender e se desenvolver constantemente para que se compreenda
melhor como a mente e o cérebro humano funcionam e como é possı́vel levá-los ao limite
de eficiência para que se possa absorver o máximo de informações quando se existe foco,
determinação e interesse.

1. Introdução
Atualmente a sociedade e o mundo de maneira geral exigem cada vez mais que as
pessoas se adaptem constantemente e enfrentem novos desafios todos os dias, o tempo se
torna cada vez mais valioso. A tecnologia se faz presente trazendo informações diferentes
do mundo todo, apresentando dispositivos recém-criados a serem lançados ou novas
técnicas ou procedimentos desenvolvidos em algum área de conhecimento. Não existe
mais espaço para quem não se interessa em conhecer e aprender, sem isso as pessoas
se tornam obsoletas. Por esta razão é fundamental que sejam desenvolvidas técnicas de
aprendizado rápido, de concentração profunda e de foco, para que o cérebro tenha toda
sua fantástica capacidade aproveitada em sua máxima potência e para que tudo isso seja
feito no menor tempo possı́vel, pois cada minuto nos dias de hoje deve ser aproveitado
da melhor forma possı́vel, e é sobre este assunto que serão traçadas as discussões que
se seguirão.

2. Desenvolvimento
2.1. O aprendizado do novo
A partir do que foi introduzido fica claro a importância do aprendizado na vida de
qualquer ser humano. Atualmente quando tenta-se aprender algo novo nos deparamos

1
com os desafios e as futilidades que o mundo moderno nos oferece, nos distraı́mos com
mensagens de texto, com programas de TV, vı́deos ou com algum tipo de música, e é
neste ponto que as primeiras falhas e déficits de aprendizado ocorrem, acabamos nos
enganando em nosso processo de conhecer o novo por não ter o foco necessário ou não
saber guiar as ideias ou pensamentos da maneira correta.
Quando se deseja aprender algo novo, precisa-se primeiramente entender o funciona-
mento de sua mente e cérebro para que trabalhem de maneira correta seja utilizando seu
modo focado em que já utilizamos de conhecimentos dominados para resolver proble-
mas já experimentados em nossa vida funcionando ”no automático”, como por exemplo
quando estamos resolvendo equações matemáticas, ou seja com o uso do modo difuso
em que nos encontramos mais relaxados e abertos a receber e processar informações
diferentes, mantendo sempre a mente limpa e livre para pensar em tudo e fazer novas
associações. Este último modo é o que precisamos ativar para aprender efetivamente
o conteúdo desejado. Para isso é fundamental que o cérebro se mantenha saudável,
mantendo sempre uma boa noite de sono, pois além de contribuir na fixação de infor-
mações (chunks) na memória de longo prazo também permite que tudo se mantenha
”fresco.epronto para conectar ideias e criar, mantendo as nossas áreas de memória sem-
pre bem treinadas o que também pode ser feito utilizando técnicas como o Palácio
de Memória em que fazemos associações das informações que desejamos guardar com
locais e situações que consigam traçar alguma relação entre os envolvidos. Também é
importante que identifiquemos nossos limites de cansaço e nos permitamos fazer pausas
e descansos para que o cérebro organize os pensamentos e talvez possa voltar a abordar
o assunto mais tarde com novas visões que possam ser formadas. Levando isso em conta
conseguimos aos poucos desenvolver a qualidade dos nossos pensamentos e nos guiar
organizando as ideias e sabendo o momento correto de aplicá-las.
Caso apliquemos estas técnicas e ainda tenhamos dificuldade no aprendizado de algo
novo, pode ser necessário uma outra abordagem sobre o assunto, talvez fazendo isso
buscando a ajuda de alguém que tenha a formação necessária para te ajudar. O trabalho
e aprendizado em equipe é mais produtivo e traz vantagens a todos os envolvidos e por
isso é fundamental que se peça ajuda e também que se ofereça ajuda, pois em ambos
os casos haverá aprendizado e conhecimento novo envolvido.
Claro que muitas vezes durante estes processos citados acima temos o péssimo hábito
de tentar nos autosabotar, nos envolvendo com distrações ao nosso redor ou simplesmen-
te se perdendo na sequência de ideias planejadas. Esta armadilha tem impacto direto
em nossa produtividade e é conhecida como procrastinação sendo um dos desafios que
a maioria das pessoas podem enfrentar diariamente, deixando pra depois o que poderia
ser feito agora com tranquilidade e qualidade, tendo como consequência um futuro tra-
balho medı́ocre que precisou ser realizado com pressa e sem o cuidado necessário. E é
sobre este assunto que trataremos no próximo tópico, pois trabalhar com foco profun-
do impactará diretamente na produtividade e throughput em suas atividades diárias,
veremos que a organização tem papel fundamental nessa situação e que a sua mente
pode ser muito mais poderosa do que você imagina.

2
2.2. Focar, focar e focar
Para evitar distrações e fugir dos perigos que nos rodeiam quando precisamos desen-
volver algo precisamos ter em mente que algumas atitudes e mudanças de ideias e com-
portamento podem ser necessárias. Se você é do tipo de pessoa que precisa resolver
sempre uma notificação no celular ou que tem a mania de se perder por horas no feed
de redes sociais como Instagram ou Facebook, você então é um daqueles que precisa
compreender a importância do deep work.
O deep work representa um modo de concentração que pode ser aplicado em sua
vida pessoal ou profissional. Neste modo nos vemos completamente livres da procrasti-
nação, treinados e focados na atividade que estamos realizando naquele momento, seja
programando em seu computador ou se concentrando em uma conversa ou discussão
com um amigo. Com isto temos nossa produtividade ampliada exponencialmente e nos-
so cérebro se adapta a processar informações e organizar ideias de maneira muito mais
clara e rápida
Claro que atingir este nı́vel de qualidade demandará muito esforço e prática para
que aos poucos ocorra a completa imersão nesta nova maneira de agir e pensar, tirando
todo o foco do produto final da atividade e desviando toda esta atenção para o processo
de desenvolvimento das ideias. O primeiro passo para adquirir este novo hábito é se
livrar completamente de toda e qualquer distração nos momentos de desenvolvimento
da atividade que se deseja, se livrando de redes sociais, de aplicativos, evitando sites de
notı́cias. É muito importante ressaltar que isso não quer dizer que você deva extinguir o
uso de tudo aquilo que te traga entretenimento, significa apenas que você deve realmente
compreender e utilizar os momentos certos para o entretenimento. Isto pode ser muito
difı́cil para algumas pessoas no começo mas trará resultados fantásticos a médio prazo.
Organize tudo o que você deseja produzir em listas de atividades diárias, semanais
e mensais, definindo horários e prazos para que você se acostume a cumpri-los e a
trabalhar de maneira rápida mas sempre com qualidade.
Havendo dificuldade de se concentrar naquilo que está fazendo e que foi planejado
conte sempre com a ajuda da tecnologia. Existem diversos softwares e apps que te
ajudam e te estimulam a aplicar uma metodologia chamada Pomodoro. Este método
consiste em acostumar sua mente a ter perı́odos inicialmente curtos de muito foco,
em que você deve se concentrar extremamente naquilo que está fazendo deixando de
lado quaisquer possı́veis distrações, alguns aplicativos impedem que você acesse seu
celular durante este perı́odo e contribuem para que você foque naquilo que é importante.
Também é uma boa ideia que você sempre se recompense após finalizar estes perı́odos de
foco, pois assim sua cérebro vai interpretar que aquele perı́odo foi sim muito positivo pra
você e que aquilo pode e deve ser repetido outras vezes. Aos poucos você vai melhorando
a sua habilidade de se concentrar e vai então aumentando gradativamente estes perı́odos
de tempo, contribuindo diretamente para a vazão de informação que você é capaz de
absorver e de produzir.
É muito interessante que você adquira hábitos que possam relaxar seu corpo e
mente, seja realizando meditação ou praticando alguma atividade fı́sica. Realizando

3
uma atividade deste tipo durante uma pausa no expediente em que você não consegue
resolver algum problema complicado pode trazer benefı́cios, pois seu cérebro conseguirá
conectar melhor suas ideias e aproveitar melhor do modo difuso de pensamento. Após
isso volte para resolver aquele problema, e você provavelmente vai perceber que as ideias
fluirão muito mais claramente.
Trabalhando sabendo alternar entre modos focado e difuso e aplicando as técnicas
de aprendizado mostradas no tópico anterior constantemente será possı́vel então ver os
resultados deste desenvolvimento exponencial rapidamente. Você renderá mais no tra-
balho, as discussões com os amigos se tornarão mais diretas e proveitosas, os trabalhos
de faculdade renderão muito mais.

3. Conclusão

É muito importante entender que todos temos dificuldades e que precisamos nos
desenvolver e evoluir constantemente, como explicitado na introdução: não há mais
espaço para aqueles que tem preguiça de aprender e que não buscam melhorar suas
falhas. Ser uma pessoa com uma produtividade ruim ou com dificuldades para entender
algo não é problema nenhum se você entende e aceita que você possui esta falha, e
busca o tempo todo encontrar a solução para estes seus déficits. É isto que é valorizado
nos dias de hoje, seja na hora de encontrar um bom trabalho ou nos relacionamentos
com os amigos, as pessoas valorizam quem entende e não tem vergonha do erro mas
que se corrige e então acerta.
Com as técnicas e ideias discutidas acima vemos a importância de sempre se con-
centrar naquilo que está fazendo, isso te torna uma pessoa mais dinâmica, objetiva e
com uma capacidade de trocar ideias com muito mais facilidade, elevando sua produti-
vidade e aproveitando muito melhor as 24 horas que você tem disponı́vel no seu dia. E
o mais importante: seja alguém que tenha pensamentos positivos constantemente, pois
são estes pensamentos que serão seus principais motivadores quando estiver passando
por um momento difı́cil em que seja necessário resolver algum problema que possa te
desmotivar, isso não quer dizer que você deva enganar a si próprio com pensamentos
positivos falsos, apenas seja realista mas aborde tudo com o melhor olhar e analisando
toda a sittuação que está exposta pra você, começando pelo fim e compreendendo tudo
desde o inicio. Saia da sua zona de conforto artificial e realmente se esforce para ser
melhor.

4. Referências
- Deep Work: Rules for Focused Success in a Distracted World - Cal Newport
- Learning How To Learn - https://www.coursera.org/learn/learning-how-to-learn/home/