Sunteți pe pagina 1din 2

Setor 3302 Aula 12 Concentração de soluções

Exercício Extra.

(UNESP) Há décadas são conhecidos os efeitos da fluoretação da água na prevenção da cárie dentária. Porém, o excesso de fluoreto pode causar fluorose, levando, em alguns casos, à perda dos dentes. Em regiões onde o subsolo é rico em fluorita (CaF 2 ), a água subterrânea, em contato com ela, pode dissolvê-la parcialmente. Considere que o VMP (valor máximo permitido) para obter o fluoreto (F - ) na água potável é de 1,0 mg.L -1 e que uma solução saturada em CaF 2 , nas condições normais, apresenta 0,0016% em massa (massa de soluto/massa de solução) desse composto, com densidade igual a 1,0 g.cm -3 . Dadas as massas molares, em g.mol -1 , Ca = 40 e F = 19, é correto afirmar que, nessas condições, a água subterrânea em contato com a fluorita:

  • a) nunca apresentará um teor de F - superior ao VMP.

  • b) pode apresentar um teor de F - até cerca de 8 vezes maior que o VMP.

  • c) pode apresentar um teor de F - até cerca de 80 vezes maior que o VMP.

  • d) pode apresentar um teor de F - até cerca de 800 vezes maior que o VMP.

  • e) pode apresentar valores próximos a 10 -1 mol.L -1 em F -

RESOLUÇÃO: ALTERNATIVA B

A concentração de CaF 2 na solução é de 0,0016% em massa (Título = 0,0016/100) e o VMP é de 1 mg/L. Para compararmos a concentração de fluoreto com o VMP, devemos calculá-la também em mg/L.

Em 1 litro de solução:

Massa de CaF 2 :

CaF 2 (aq) 1 mol 1x78 g 16.10 -3 g

CaF (aq) 1 mol 1x78 g 16.10 g

Quando o CaF 2 se dissolve na água, sofre dissociação, formando um cátion Ca 2+ e dois ânions F - Assim, a massa de F - em 1 litro da solução é:

Ca 2+

+

2 F -

1 mol

2 mol

2x19 g

 
 

X 0,2.10 -3

 
 

7,8.10 -3 g de F -

X 0,2.10 -3
X 0,2.10 -3

Temos então 7,8 mg de F - em um litro de solução. Ou seja, a concentração de F - é, aproximadamente, 8 vezes maior que o VMP.