Sunteți pe pagina 1din 7
P LANO DA D ISCIPLINA DISCIPLINA: ESTRUTURA METÁLICA 1 PROFESSOR-AUTOR: MÁRIO SÉRGIO SILVA MARQUES
P LANO DA D ISCIPLINA DISCIPLINA: ESTRUTURA METÁLICA 1 PROFESSOR-AUTOR: MÁRIO SÉRGIO SILVA MARQUES

PLANO DA DISCIPLINA

DISCIPLINA: ESTRUTURA METÁLICA 1

PROFESSOR-AUTOR: MÁRIO SÉRGIO SILVA MARQUES

EMENTA: Aço estrutural. Condições gerais de projeto. Critérios de segurança. Estabilidade e análise estrutural. Barras prismáticas submetidas à

força axial de tração. Barras prismáticas submetidas à força axial de compressão. Barras prismáticas submetidas a flexão. Condições específicas

para o dimensionamento de ligações metálicas. Soldas. Parafusos e barras redondas rosqueadas. Condições específicas para o dimensionamento

de elementos mistos de aço e concreto. Projeto de estruturas simples.

BIBLIOGRAFIA SUGERIDA ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS . NBR 8800 : Projetos de Estrutura de aço e de estrutura mista de aço e concreto de edifícios. Rio de janeiro, 2008. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS ABNT NBR 6120:1980 – Cargas para o cálculo de estruturas de edificações. Rio de Janeiro, 1980. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS ABNT NBR 6123:1988 – Forças devidas ao vento em edificações. Rio de Janeiro, 1988. PFEIL,Walter, FFEIL, Michèle. Estruturas de aço: Dimensionamento prático.8a ed. Rio de Janeiro, Livros Técnicos e Científicos,2014. BELLEI, I. H. Edifícios Industriais em Aço - Projeto e Cálculo. 5a Edição, Editora Pini Ltda., São Paulo, 2004. PINHEIRO, Antônio Carlos da Fonseca Bragança. Estruturas metálicas: cálculo, detalhes, exercícios e proetos.2a ed. São Paulo: Edgard

Blucher,2005.

CHAMBERLAIN, Zacarias Martin, Projeto e cálculo de estruturas de aço: Edifício industrial detalhado - Rio de Janeiro: Elsevier, 2013.

UNIDADE TEMÁTICA TEMAS OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM   Tema 1: Aços estruturais e Materiais de Ligação
UNIDADE TEMÁTICA TEMAS OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM   Tema 1: Aços estruturais e Materiais de Ligação

UNIDADE TEMÁTICA

TEMAS

OBJETIVOS DE APRENDIZAGEM

 

Tema 1: Aços estruturais e Materiais de Ligação

 

§ Aços estruturais

Identificar os aços estruturais mostrando os conceitos e características mecânicas.

§ Parafusos, pinos e barras rocadas

§ Metal de solda e fluxo para soldagem

 

§ Propriedades Mecânicas

Tema 2: Condições gerais de projeto

 

§ Especificações

§ Cálculos estruturais

Conhecer os principais itens das condições gerais de um projeto apresentando seus conceitos.

§ Desenhos de projetos

§ Desenhos de fabricação

 

§ Desenhos de montagem

Tema 3: Segurança e estados limites

Conhecer e identificar os critérios de segurança e estados limites apresentando as fórmulas e conceitos descritos na norma vigente.

§ Critérios de segurança

Unidade Temática 1: Conceitos iniciais e ações na estrutura de aço

§ Estados-limites

Tema 4: Ações e combinações de ações

 
 

§ Ações permanentes

§ Ações variáveis

Conhecer os tipos de ações, coeficientes e combinações das ações descrevendo seus conceitos.

§ Ações excepcionais

§ Valores das ações

§ Coeficientes de ponderação das ações

 

§ Combinações das ações

Tema 5: Forças devido ao vento

 

§ Pressão dinâmica

§ Coeficiente de pressão

Entender os conceitos e prever os carregamentos devido ao vento para edificações mostrando cada item e suas particularidades citadas na norma vigente.

§ Coeficiente de forma

§ Velocidade Característica do vento

§ Coeficientes aerodinâmicos para edificações correntes

§ Coberturas isoladas a águas planas

 
  Tema 6: Resistências   § Valores das resistências § Coeficientes de ponderação das
  Tema 6: Resistências   § Valores das resistências § Coeficientes de ponderação das
 

Tema 6: Resistências

 

§ Valores das resistências

§ Coeficientes de ponderação das resistências no estado-limite último – ELU

Conhecer valores de resistências mostrando as fórmulas e coeficientes a serem adotado.

§ Coeficientes de ponderação das resistências no estado-limite último – ELS

Tema 7: Estabilidade e análise estrutural

 

§ Tipos de análise estrutural

§ Exigências de projeto para a estabilidade das barras componentes da estrutura

§ Classificação das estruturas quanto à sensibilidade a deslocamentos laterais

Definir os efeitos das ações na estrutura, visando efetuar verificações de estados-limites últimos e de serviço.

§ Sistemas resistentes a ações horizontais

§ Considerações para dimensionamento

Unidade Temática 2: Resistências de elementos aço - Módulo 1

§ Determinação dos esforços solicitantes para estados-limites últimos

 

§ Determinação de respostas para estados- limites de serviço

 

Tema 8: Barras prismáticas submetidas à força axial de tração

 

§ Generalidades

§ Força axial resistente de cálculo

§ Área líquida efetiva

Calcular a barra submetida à força axial de tração mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Área líquida

§ Coeficiente de redução

§ Barras ligadas por pino

 

§ Barras redondas com extremidades rosqueadas

§ Limitação do índice de esbeltez

Tema 9: Barras prismáticas submetidas à força axial de compressão

Calcular a barra submetida à força axial de compressão mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§

Generalidades

  § Força axial resistente de cálculo   § Limitação do índice de esbeltez Tema
  § Força axial resistente de cálculo   § Limitação do índice de esbeltez Tema
 

§ Força axial resistente de cálculo

 

§ Limitação do índice de esbeltez

Tema 10: Barras prismáticas submetidas a momento fletor e força cortante

Calcular barra submetida a momento fletor e força cortante mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Generalidades

§ Momento fletor resistente de cálculo

§ Força cortante resistente de cálculo

 
 

Tema 11: Barras prismáticas submetidas à combinação de esforços solicitantes

 

§ Barras submetidas a momentos fletores, força axial e forças cortantes

Estimar a barra submetida à combinação de esforços solicitantes mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Barras submetidas a momento de torção, força axial, momentos fletores e forças cortantes

Tema 12: Mesas e almas de perfis I e H submetidas a forças transversais localizadas

 

§ Generalidades

§ Flexão local da mesa

Unidade Temática 3: Resistências de elementos aço - Módulo 2

§ Escoamento local da alma

§ Enrugamento da alma

Descrever a sistemática de cálculo para o dimensionamento de perfis I e H submetidos a esforços localizados mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

 

§ Flambagem lateral da alma

§ Flambagem da alma por compressão

§ Cisalhamento do painel de alma

§ Apoios ou extremidades de vigas sem restrição à torção e com alma livre

 

§ Exigências adicionais para enrijecedores para forças localizadas

Tema 13: Condições específicas para o dimensionamento de ligações metálicas

Identificar as condições específicas de ligações metálicas descrevendo os conceitos gerais para seu dimensionamento.

§ Bases de dimensionamento

§ Rigidez das ligações entre viga e pilar

§ Barras com ligações flexíveis nos apoios   § Barras com ligações rígidas ou semi-
§ Barras com ligações flexíveis nos apoios   § Barras com ligações rígidas ou semi-

§ Barras com ligações flexíveis nos apoios

 

§ Barras com ligações rígidas ou semi- rígidas nos apoios

§ Resistência mínima de ligações

§ Barras comprimidas transmitindo esforços por contato

§ Impedimento de rotação nos apoios

§ Disposição de soldas e parafusos

§ Combinação de parafusos e soldas

§ Fratura lamelar

§ Limitações de uso para ligações soldadas e parafusadas

§ Emendas de perfis pesados

§ Recortes de mesa de vigas para ligações e aberturas de acesso para soldagem

§ Considerações sobre ligações com perfis de seção tubular

Tema 14: Soldas

 

§ Generalidades

§ Áreas efetivas

§ Combinação de tipos diferentes de soldas

Descrever a sistemática e aspectos relevantes para o dimensionamento de solda, mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Exigências relativas ao metal da solda e aos procedimentos de soldagem

§ Força resistente de cálculo

 

§ Limitações

Tema 15: Parafusos e barras redondas rosqueadas

 

§ Parafusos de alta resistência

Descrever a sistemática e aspectos relevantes para o dimensionamento de parafusos e barras redondas rosqueadas, mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Áreas de cálculo

§ Força resistente de cálculo

§ Força resistente de parafusos de alta resistência em ligações por atrito

  § Efeito de alavanca   § Dimensões e uso de furos e arruelas §
  § Efeito de alavanca   § Dimensões e uso de furos e arruelas §
 

§ Efeito de alavanca

 

§ Dimensões e uso de furos e arruelas

§ Pega longa

§ Ligações de grande comprimento

§ Espaçamento mínimo entre furos

§ Espaçamento máximo entre parafusos

§ Distância mínima de um furo às bordas

§ Distância máxima de um parafuso ou barra rosqueada às bordas

 

Tema 16: Pinos

Descrever a sistemática e aspectos relevantes para o dimensionamento de pinos, mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Generalidades

§ Esforços e tensão resistente de cálculo

Tema 17: Elementos de ligação

 

§ Generalidades

§ Ligações excêntricas

Descrever a sistemática e aspectos relevantes para o dimensionamento de elementos de ligação, mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Elementos tracionados

§ Elementos comprimidos

Unidade Temática 4: Resistências de elementos aço (Módulo 3) e aplicação de projeto prático

§ Elementos submetidos a cisalhamento

§ Colapso por rasgamento

 

§ Chapas de enchimento

Tema 18: Pressão de contato

 
 

§ Força resistente de cálculo à pressão de contato

Descrever a sistemática e aspectos relevantes para o dimensionamento de elementos submetidos a pressão de contato, mostrando e conceituando as fórmulas, incógnitas e suas relações.

§ Superfícies usinadas

§ Superfícies não usinadas

§ Aparelhos de apoio cilíndricos maciços sobre superfícies planas usinadas

§ Apoios de concreto

 

Tema 19: Condições específicas para o dimensionamento de elementos mistos de aço e concreto

Estimar vigas, pilares e lajes mistas de aço e concreto mostrando e conceituando as fórmulas e suas incógnitas.

§ Dimensionamento das vigas mistas de aço e concreto   § Dimensionamento dos pilares mistos
§ Dimensionamento das vigas mistas de aço e concreto   § Dimensionamento dos pilares mistos

§ Dimensionamento das vigas mistas de aço e concreto

 

§ Dimensionamento dos pilares mistos de aço e concreto

§ Dimensionamento das lajes mistas de aço e concreto

Tema 20: Projeto e cálculo de um mezanino

 

§ Dados de entrada de projeto

§ Esquema geral

Projetar os componentes de um mezanino metálico avaliando os dados de entrada e aplicando os critérios de resistências estrutural estudados nos temas anteriores.

§ Ações

§ Dimensionamento de vigas

§ Dimensionamento de pilares

§ Dimensionamento de escada

§ Dimensionamento de chapa piso

 

§ Dimensionamento de escada

§ Dimensionamento de guarda-corpo