Sunteți pe pagina 1din 8

CENTRO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL

Montagem e Reparação de Computadores


III Grupo

Overclocking

Discente: Docente:
Celso Madalena Ernesto Paulo Julião Machel
Inocêncio Collor de Melo Horácio
Raimundo Osvaldo Uane

Maputo, Junho de 2018


ÍNDICE

1. INTRODUÇÃO ....................................................................................................................... 1
2. DESENVOLVIMENTO .......................................................................................................... 2
2.1. Definição e Aplicação ...................................................................................................... 2
2.2. Formas de Efectuar o Overclock ...................................................................................... 3
2.3. Desvantagens do Overclocking ........................................................................................ 3
3. CONCLUSÕES ....................................................................................................................... 5
4. BIBLIOGRAFIA ..................................................................................................................... 6
1. INTRODUÇÃO

O presente trabalho aborda assuntos relacionados a elevada velocidade de operação ou


processamento dos componentes de um computador, designada de overclock. Este trabalho visa a
dar a conhecer os fundamentos inerentes a configuração dos componentes do computador com
fraca capacidade de forma a operarem a altas velocidades que se aproximam de um
supercomputador. Os processadores com overclock tornaram-se comercialmente disponíveis em
1983, quando a AMD vendeu a versão com overclock do processador Intel 8088. Em 1984, alguns
consumidores estavam fazendo overclock da versão da IBM do processador Intel 80286,
substituindo o cristal do relógio.

O overclock tem a função de umentar a performace e diminuir os possíveis gargalos de um sistema


(poe exemplo, quando se tem uma placa de vídeo de alta tecnologia, enquanto o processador não
consegue acompanhá-la, vice-versa).

Com a aquisição do conhecimento sobre overclock, espera-se que venha contribuir bastante no
domínio dos conceitos fundamentais concernentes a matéria em estudo.

1
2. DESENVOLVIMENTO

2.1. Definição e Aplicação

Clock é a velocidade de operação de um componente de um computador.

Overclocking é o nome que se dá ao processo de forçar um componente de um computador a rodar


numa frequência mais alta do que a especificada pelo fabricante.

A velocidade do clock num processador é definida multiplicando a velocidade da BUS


(barramento) pelo multiplicador, os quais estão definidos de fábrica. Ás vezes a velocidade da
BUS pode ser designada por outros termos ou siglas, como HTT ou FSB (Front Side Bus).

Barramento frontal (FSB) é uma interface de comunicação de computador frequentemente usada


em computadores baseados em chips Intel

Apesar de haver diferentes razões pelas quais o overclock é realizado, a mais comum é para
aumentar o desempenho do hardware. Este aumento de performace tabém é usado para diminuir
os possiveis gargalos de um sistema (por exemplo, quando se tem uma placa de vídeo de alta
tecnologia, enquanto o processador não consegue acompanhá-la, vice-versa).

O overclock pode ser aplicado basicamente a quatro componentes de hardware:

 Processador;
 Placa-Mãe;
 Memória; e
 Placa de Vídeo.

O overclock é procurado pelo gamer, entusiasta ou utilizador de software que realmente requeira
grandes recursos computacionais. Caso o usuário utilize o PC apenas em tarefas rotineiras de baixo
desempenho como navegar na Internet, ouvir música, ver vídeos e fazer as coisas pessoais, não é
necessário nem recomendável o overclock.

Obs: Os processadores destravados é que permitem a execução do overclock. Os processadores


destravados são difíceis de se fazerem o overclock e os resultados obtidos não são satisfatórios.

2
2.2. Formas de Efectuar o Overclock

a) Fazer overclock através de software

Consiste em instalar um aplicativo e através desse aplicativo, aumenta-se por exemplo a frequência
de um processador. Forma mais segura, pois se fazer uma coisa errada, o sistema trava e o usuário
pode reiniciar o computador, e este volta ao estado inicial.

b) Fazer o overclock através do setup ou da BIOS do computador

Fazer o overclock do processador, das memórias através do setup da placa-mãe ou através da BIOS
da placa de vídeo fazer alterações na mesma, aumentando a os clocks. Pode danificar um
componente pela má execução. Quando ultrapassa o limite de frequência preestabelecido pelo
fabricante (velocidade da BUS) a máquina trava e o usuário pode voltar ao estado inicial. É uma
forma relativamente segura.

c) Fazer o overclock através das alterações de hardware

Fazer alterações adicionando mais componentes, adicionado a alimentação por exemplo, para dar
mais estabilidade ou tensão de alimentação de um componente.

2.3. Desvantagens do Overclocking

A velocidade padrão de um componente está assegurada pela tensão a que ele está definido para
trabalhar. Existe uma margem ascendente de frequência que o componente tolera com essa mesma
tensão até chegar a uma frequência onde é perdida a estabilidade, sendo necessário compensá-la
com o incremento de tensão, aumentando consequentemente a temperatura. Com o aumento da
temperatura, o overclocking pode resultar em superaquecimento do processador, instabilidade no
sistema e às vezes pode danificar o hardware, se realizar de maneira imprópria.

O overclock está directamente relacionado com o aumento de consumo de energia, sendo


necessário ter a certeza de que a fonte de alimentação consegue alimentar (de forma estável) a
potência necessária ao funcionamento do sistema em overclock. Ao consumir mais energia irá,
obviamente, ter que dissipá-la por forma de calor, portanto é necessária uma boa refrigeração.
Portanto, se quer iniciar no overclock, a fonte de alimentação e a refrigeração serão as primeiras
etapas.

3
O aumento de temperatura pode provocar a fusão dos componentes do computador, danificando-
os permanentemente. Para além disto, este causa a diminuição da vida útil do hardware.

4
3. CONCLUSÕES

Findo o trabalho, se pode concluir que há várias coisas a serem consideradas durante o
overclocking. A primeira é garantir que o componente seja alimentado com energia suficiente a
uma tensão suficiente para operar no novo clock (nova velocidade). Fornecer energia com
configurações inadequadas ou aplicar tensão excessiva pode danificar permanentemente um
componente.

Em um ambiente de produção profissional, o overclock só pode ser usado quando o aumento na


velocidade justifica o custo do suporte especializado necessário, a confiabilidade possivelmente
reduzida, o consequente efeito nos contractos de manutenção e garantias e o maior consumo de
energia. Se for necessária uma velocidade mais rápida, muitas vezes é mais barato quando todos
os custos são considerados para comprar hardware mais rápido

5
4. BIBLIOGRAFIA

https://www.tecmundo.com.br/video-game-e-jogos/1928-o-que-e-o-front-side-bus-.htm

https://en.wikipedia.org/wiki/Front-side_bus

https://www.youtube.com/watch?v=oHXI8nZ2Kug