Sunteți pe pagina 1din 29

CENTRO UNIVERSITÁRIO ADVENTISTA DE SÃO PAULO

CAMPUS ENGENHEIRO COELHO


CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

ALBERTO KAPITANGO

FERNANDO PINA

TEODORO KAPITANGO

MEMORIAL DESCRITIVO E MEMORIAL DE CÁLCULO: PROJETO DE GALPÃO


METÁLICO

ENGENHEIRO COELHO
2018
ALBERTO KAPITANGO

FERNANDO PINA
TEODORO KAPITANGO

MEMORIAL DESCRITIVO E MEMORIAL DE CÁLCULO: PROJETO DE GALPÃO


METÁLICO

Memorial Descritivo e de Cálculo


referentes à projeto estrutural de um
galpão metálico, necessário para
obtenção de nota na disciplina de
Estruturas Metálicas II, pertencente ao
curso de Engenharia Civil do Centro
Universitário Adventista de São Paulo,
campus Engenheiro Coelho sob
orientação do prof. Artur Lenz Sartorti.

ENGENHEIRO COELHO
2018
SUMÁRIO

1 APRESENTAÇÃO ................................................................................................... 7
2 CONSIDERAÇÃOES GERAIS ..................................... Erro! Indicador não definido.
3 TELHAS ....................................................................... Erro! Indicador não definido.
4 CALHAS ....................................................................... Erro! Indicador não definido.
5 AÇÃO DOS VENTOS .................................................. Erro! Indicador não definido.
5.1 Vento 0º ................................................................ Erro! Indicador não definido.
5.2 Vento 90º ............................................................... Erro! Indicador não definido.
6 FORÇAS ATUANTES ............................................................................................. 7
7 COMBINAÇÕES DE AÇÕES .................................................................................. 7
8 AÇO ......................................................................................................................... 7
9 PRÉ-DIMENTSIONAMENTO .................................................................................. 7
10 PERFIS .................................................................................................................. 7
10.1 Diagonais e Montantes ........................................ Erro! Indicador não definido.
10.2 Banzos Superior e Inferior .................................. Erro! Indicador não definido.
10.3 Terças .................................................................. Erro! Indicador não definido.
10.4 Colunas................................................................ Erro! Indicador não definido.
10.5 Diagonais e Montantes da Coluna ....................... Erro! Indicador não definido.
11 LIGAÇÕES ................................................................. Erro! Indicador não definido.
12 SOLDAS ..................................................................... Erro! Indicador não definido.
13 LIGAÇÃO DE BASE .................................................. Erro! Indicador não definido.
13.1 Placas de base .................................................... Erro! Indicador não definido.
13.2 Chumbadores ...................................................... Erro! Indicador não definido.
13.3 Concreto da base................................................. Erro! Indicador não definido.
14 ALTURAS DA TESOURA .......................................... Erro! Indicador não definido.
15 CÁLCULO DA CALHA............................................... Erro! Indicador não definido.
16 AÇÃO DOS VENTOS ................................................. Erro! Indicador não definido.
17 AÇÕES PERMANENTES ........................................... Erro! Indicador não definido.
17.1 Tesoura................................................................ Erro! Indicador não definido.
17.2 Colunas................................................................ Erro! Indicador não definido.
18 AÇÕES VARIÁVEIS ................................................... Erro! Indicador não definido.
18.1 Sobrecarga nas telhas ......................................... Erro! Indicador não definido.
18.2 Monovia no nó central.......................................... Erro! Indicador não definido.
18.3 Ventos.................................................................. Erro! Indicador não definido.
19 CÁLCULO DOS PERFIS ............................................ Erro! Indicador não definido.
19.1 BANZO SUPERIOR ................................................ Erro! Indicador não definido.
19.1.1 Barra 67 ............................................................ Erro! Indicador não definido.
191.2 Solicitações ........................................................ Erro! Indicador não definido.
19.1.3 Compressão ..................................................... Erro! Indicador não definido.
19.1.4 Tração............................................................... Erro! Indicador não definido.
19.1.4.1 ESCOAMENTO BRUTO ................................ Erro! Indicador não definido.
19.1.4.2. Escoamento líquido.....................................................................................27
19.1.5. Demais barras................................................................................................27
19.2. BANZO INFERIOR............................................................................................28
19.2.1. Barra 59..........................................................................................................28
19.2.2. Solicitações....................................................................................................28
19.2.3. Compressão...................................................................................................28
19.2.4. Tração............................................................................................................30
19.2.4.1. Escoamento bruto.......................................................................................30
19.2.4.2. Escoamento liquido.....................................................................................30
19.2.5. Demais Barras................................................................................................30
19.3. MONTANTES....................................................................................................30
19.3.1. Barra 70..........................................................................................................30
19.3.2. Solicitações....................................................................................................31
19.3.3. Compressão...................................................................................................31
19.3.4. Tração............................................................................................................32
19.3.4.1 Escoamento bruto........................................................................................32
19.3.4.2. Escoamento liquido.....................................................................................32
19.3.5 Demais Barras.................................................................................................33
19.4 DIAGONAIS.......................................................................................................33
19.4.1 Barra 78...........................................................................................................33
19.4.2 Solicitações.....................................................................................................33
19.4.3. Compressão...................................................................................................33
19.4.4. Tração............................................................................................................35
19.4.4.1 Escoamento bruto........................................................................................35
19.4.4.2 Escoamento liquido......................................................................................35
19.4.5 Demais Barras.................................................................................................35
19.5 MONTANTES DAS COLUNAS.........................................................................35
19.5.1 Barra 5.............................................................................................................35
19.5.2 Solicitações.....................................................................................................36
19.5.3 Compressão....................................................................................................36
19.5.4 Tração.............................................................................................................37
19.5.4.1 Escoamento bruto........................................................................................37
19.5.4.2 Escoamento liquido......................................................................................37
19.5.5 Demais Barras.................................................................................................38
19.6 DIAGONAIS DAS COLUNAS............................................................................38
19.6.1 Barra 50...........................................................................................................38
19.6.2 Solicitações.....................................................................................................38
19.6.3 Compressão....................................................................................................39
19.6.4 Tração.............................................................................................................40
19.6.4.1 Escoamento bruto........................................................................................40
19.6.4.2 Escoamento líquido......................................................................................40
19.6.5 Demais Barras.................................................................................................40
19.7 VIGA COLUNA INTERNA.................................................................................40
19.7.1 Barra 30...........................................................................................................40
19.7.2 Solicitações.....................................................................................................41
19.7.3 Compressão....................................................................................................41
19.7.4 Tração.............................................................................................................42
19.7.4.1 Escoamento bruto........................................................................................42
19.7.4.2 Escoamento liquido......................................................................................42
19.7.5 Demais Barras.................................................................................................43
19.8 VIGA COLUNA EXTERNA................................................................................43
19.8.1 Barra 10...........................................................................................................43
19.8.2 Solicitações.....................................................................................................44
19.8.3 Compressão....................................................................................................44
19.8.4 Tração.............................................................................................................45
19.8.4.1 Escoamento bruto........................................................................................45
19.8.4.2 Escoamento liquido......................................................................................45
19.8.5 Demais Barras.................................................................................................45
20 CÁLCULO DA SOLDA.........................................................................................45
20.1 Barra 59..............................................................................................................45
20.2 Ruptura da solda................................................................................................46
20.3 Escoamento do metal da base...........................................................................47
20.4 Demais soldas....................................................................................................47
21 LIGAÇÃO DE BASE.............................................................................................47
21.1 Dimensionamento da placa de base..................................................................48
21.2 Cálculo dos Chumbadores.................................................................................49
21.3 Comprimento dos Chumbadores........................................................................50
22 DIMENSIONAMENTO DAS TERÇAS..................................................................51
22.1 Características Geométricas..............................................................................51
22.2 Dados.................................................................................................................51
22.3 Cargas................................................................................................................52
22.3.1 Peso próprio....................................................................................................52
22.3.2 Sobrecarga......................................................................................................52
22.3.3 Vento de sobrecarga.......................................................................................52
22.3.4 Vento de sucção..............................................................................................52
22.4 Msdx,pp..............................................................................................................52
22.5 Msdy,pp..............................................................................................................53
22.6 Msdx,s................................................................................................................53
22.7 Msdy,sb..............................................................................................................53
22.8 Msdx,vs..............................................................................................................53
22.9 Msdx,sob............................................................................................................53
22.10 Combinações....................................................................................................53
22.11 Cálculo de Zx e Zy............................................................................................54
22.12 Eixo x-x.............................................................................................................55
22.12.1 FLA................................................................................................................55
22.12.2 FLM...............................................................................................................56
22.13 Eixo x-x.............................................................................................................56
22.13.1 FLA................................................................................................................56
22.13.2 FLM...............................................................................................................56
22.13.3 FLT................................................................................................................57
22.14 Verificação........................................................................................................58
3 Conclusão ................................................................... Erro! Indicador não definido.
REFERÊNCIAS ........................................................................................................ 29
7

1 APRESENTAÇÃO

Este projeto tem como finalidade o dimensionamento de um galpão industrial


com alto fator de ocupação, localizado na cidade de Campinas – SP.

2 CONSIDERAÇÃOES GERAIS

 Comprimento: 6 módulos de 6 m = 36 m
 Pé direito livre: 8 m;
 Abertura da base das colunas: 0,8 m;
 Vão livre (entre as faces internas das colunas): 18 m
 Telhas de aço com inclinação de 15%; e com terças não mais que 2 m;
 Monovia no nó central = 50,00 kN (orientada para baixo);
 Calha Metálica;
 Sobrecarga acidental nas telhas de 0,25 kN/m²;
 Ação do vento para a cidade de Campinas-SP, terreno plano, indústria com alto
fator de ocupação;
 Chapa Gusset: 10 mm

A altura da treliça deve estar contida no seguinte intervalo: L  H  L


9 7

18 18
H 
9 7

Para o presente projeto a altura adotada foi: 𝐻=2,50 𝑚.


8

O espaçamento adotado para as terças foi: Lt = 2 m, que proporciona


um espaçamento entre as montantes = 1,98 m, sendo que as montantes das
extremidades possuem espaçamento = 1,54 m.

As barras entre as colunas possuem espaçamento L c = 2 m. Já a


altura total do galpão é igual a 10,5 m.

3 TELHAS

Figura 1-Telha trapezoidal de aço com peso próprio = 2,5 kg/m².

4 CALHAS

Calhas metálicas, com com peso de 2 kg/m 2 e com inclinação de 0,5%,


base de 30 cm, altura de 15 cm e espessura de 0,3 cm.

5 AÇÃO DOS VENTOS

Para o cálculo das solicitações causadas pelos ventos foram feitas


algumas considerações:
 Vk = 40 m/s
9

 Cidade: Campinas-SP;
 Galpão industrial com alto fator de ocupação;
 Terreno plano;
 Vão livre b = 18 m;
 Comprimento a = 36 m;
 Altura H = 10,5 m;

Os ventos atuantes na edificação podem ser vistos nas imagens abaixo:

5.1 Vento 0º

Figura 2: Vento 0º
10

5.2 Vento 90º


Figura 3: Vento 90º

6 FORÇAS ATUANTES

A tesoura é solicitada por uma força permanente de 2,91 kN/m,


referente ao peso das telhas, das terças, do contraventamento da cobertura,
da calha e do próprio peso da tesoura. Já a coluna é solicitada por uma força
permanente de 0,99535kN/m, referente ao fechamento lateral, as longarinas,
ao contraventamento e ao seu peso próprio.
Como cargas variáveis existe uma sobrecarga nas telhas igual a
2,25kN/m, uma força de 50,00 kN (Monovia) atuando no nó central e as
cargas relativas aos ventos.
11

7 COMBINAÇÕES DE AÇÕES

C1 (1,4 x Permanente)
C2 [1,4 x Permanente + (1,5 x Sobrecarga) + (1,5 x 0,7 x Monovia)]
C3 [1,4 x Permanente + (1,5 x Monovia) + (1,5 x 0,7 x Sobre Carga)]
C4 [1,4 x Permanente + (1,5 x Monovia) + (1,4 x 0,6 x Vento 1)]
C5 [1,4 x Permanente + (1,4 x Vento 1) + (1,5 x 0,7 x Monovia)]
C6 [1,4 x Permanente + (1,5 x Monovia) + (1,4 x 0,6 x Vento 2)]
C7 [1,0 x Permanente + (1,5 x Monovia) + (1,4 x 06 x V2)]
C8 [1,4 x Permanente + (1,4 x Vento 2) + (1,5 x 0,7 x Monovia)]
C9 [1,0 x Permanente + (1,4 x Vento 2) + (1,5 x 0,7 x Monovia)]
C10 [1,4 x Permanente + (1,5 x Monovia) + (1,4 x 06 x Vento 3)]
C11 [1,0 x Permanente + (1,5 x Monovia) + (1,4 x 0,6 x Vento 3)]
C12 [1,4 x Permanente + (1,4 x Vento 3) + (1,5 x 0,7 x Monovia)]
C13 [1,0 x Permanente + (1,4 x Vento 3) + (1,5 x 0,7 x Monovia)]
C14 [1,4 x Permanente + (1,4 x Vento 1)]
C15 [1,4 x Permanente + (1,4 x Vento 2)]
C16 [1,0 x Permanente + (1,4 x Vento 2)]
C17 [1,4 x Permanente + (1,4 x Vento 3)]
C18 [1,0 x Permanente + (1,4 x Vento 3)]

8. AÇO

O aço utilizado na execução do galpão deve ser o aço ASTM A-36,


cuja tensão de escoamento é fy = 250 MPa e a tenção de ruptura fu = 400
Mpa.

9. PRÉ-DIMENTSIONAMENTO

O pré-dimensionamento foi realizado em função do limite de esbeltes


das barras. Para as barras comprimidas utilizou-se:
- λ ≤ 120 para banzos inferiores e superiores;
- λ ≤ 150 para as diagonais e montantes.
Para as barras tracionadas:
12

- λ ≤ 240 para todas as barras.

10. PERFIS

10.1. DIAGONAIS E MONTANTES


Cantoneira de abas iguais – 2 x 76 x 76 x 9,1

10.2. BANZOS SUPERIOR


Cantoneira de abas iguais – 2 x 102 x 102 x 14,6

10.3 BANZOS INFERIOR


Cantoneira de abas iguais 2 x 76 x 76 x 9,1

10.4. TERÇAS
Perfil U – 152 x 12,2

10.5. COLUNAS
Perfil U – 2 x 381 x 81,92

10.6. DIAGONAIS E MONTANTES DA COLUNA


Cantoneira de abas iguais – 2 x 13/4’’ x 13/4’’

11. LIGAÇÕES

Os perfis serão soldados em chapa Gusset de 10 mm de espessura.


13

12. SOLDAS

Dimensão da perna Dimensão da solda


(cm) (cm)

Banzo Superior 0,7 17


Banzo Inferior 0,7 14
Montante 0,5 9
Diagonal 0,5 15
Montante da Coluna 0,5 8
Diagonal da Coluna 0,5 11

13. LIGAÇÃO DE BASE

13.1 PLACAS DE BASE

Como sistema de fixação entre as colunas e a fundação serão usadas placas


de base com as seguintes dimensões:60 cm x 30 cm e espessura de 2,5 cm.

13.2. CHUMBADORES

Serão utilizados chumbadores de aço SAE1020 (fy=24kN/cm²,


Fu=38,7kN/cm²), tipo CAL (chumbadores de ancoragem com parte inferior
formando um L). Em cada placa de base serão utilizados 5 chumbadores com
as seguintes dimensões: Lc = 30 cm, Lh = 18 cm, dc = 25 mm.
14

Figura 4: Chumbadores

13.3. CONCRETO DA BASE

Nas bases utilizaremos concreto C20.

14. ALTURAS DA TESOURA

Figura 5:
15

L L
 H 
9 7

18 18
H
9 7
2  H  5,57
Adotado 𝐻=2,50 𝑚.
18 18
H 
9 7
h=1,1m
x=1,4m

15. CÁLCULO DA CALHA

𝐼𝑡𝑒𝑙ℎ𝑎𝑑𝑜 =15%

∅𝑡𝑒𝑙ℎ𝑎𝑑𝑜=9°

𝐼𝑐𝑎𝑙ℎ𝑎 =0,5%

𝐼𝑚=150 𝑚𝑚

𝑏=30 𝑐𝑚

ℎ=15 𝑐𝑚
𝑛=0,012
𝐶=1
36  9
Á .contribuição   162 m 2
2
Á .contribuição
A 0
 164,02 m 2
cos 9
C  I m  A 1  150  164,02
p    6,834l / s
3600 3600

𝐴𝑚=0,30×0,15=0,045 𝑚²
16

𝑃𝑚=0,30+0,15+0,15=0,60 𝑚

Am 0,045
Rh    0,075 m / m
Pm 0,60
Am 0,045
  Rh 2 / 3  I calha   0,075 2 / 3  0,005
n 0,012
m3
  0,04715  47,15l / s
s
   p  ok

16. CÁLCULO DO VENTOS

Para o cálculo dos ventos foi utilizado o programa Ciclone disponibilizado pelo
Departamento de Engenharia de Estruturas da Escola de Engenharia de São Carlos,
Universidade de São Paulo. O programa encontra-se disponível para download no
seguinte endereço virtual: www.set.eesc.usp.br/softwares_depto/ciclone/ciclone.zip.
A velocidade básica do vento, para a região de Campinas, considerada nos cálculos
foi de 40 m/s de acordo com as Isopletas da Velocidade Básica apresentadas na
NBR 6123/1998.
A seguir serão apresentados os resultados de cálculo obtidos com o programa
Ciclone Conforme ilustra as Figuras abaixo.
17
18
19
20
21
22
23

17. AÇÕES PERMANENTES

17.1. Tesoura

- Telhas: 𝑔1= 0,025𝑘𝑁/𝑚2


- Terças: 𝑔2=0,0675 𝑘𝑁/𝑚2
24

- Contraventamento: 𝑔3=0,02 𝑘𝑁/𝑚2

- Tesoura: 𝑔4=4+(0,12*18) =0,0616 𝑘𝑁/𝑚2

- Calha: 𝑔5=0,02 𝑘𝑁/𝑚2

- Carga distribuída: (Σ𝑔) ×𝐿=0,1941×18=3,5 𝐾𝑔/𝑚

17.2. Colunas

- Peso próprio: 𝑔𝑐1=0,0035 𝑘𝑁/𝑚

- Fechamento lateral: telhas laterais: 𝑔𝑐2=0,025 𝑘𝑁/𝑚2

- Longarina: 𝑔𝑐3=0,045 𝑘𝑁/𝑚2

- Contraventamento lateral: 𝑔𝑐4=0,04 𝑘𝑁/𝑚2

- Carga distribuída: 𝑔𝑐1+(Σ𝑔) ×𝐿

0,0035+(0.11×6) =0,6635 𝐾N/𝑚

As forças aplicadas nos nós dependem da área de influência da estrutura,


cujos valores encontram-se na planilha de dimensionamento.

18. AÇÕES VARIÁVEIS

18.1. Sobrecarga nas telhas

P1 = 0,25 kN/m²
𝐶𝑎𝑟𝑔𝑎 𝑉𝑎𝑟𝑖á𝑣𝑒𝑙= 𝑃1×𝑙𝑡
𝐶𝑎𝑟𝑔𝑎 𝑉𝑎𝑟𝑖á𝑣𝑒𝑙= 0,25×9=2,25 𝑘𝑁/𝑚

As forças aplicadas nos nós dependem da área de influência da estrutura, cujos


valores encontram-se na planilha de dimensionamento.

18.2. Monovia no nó central

P2= -50 kN

18.3. Ventos
25

Vento 1: Item 5 – Ação dos ventos


Vento 2: Item 5 – Ação dos ventos

Vento 3: Item 5 – Ação dos ventos

Vento 4: Item 5 – Ação dos ventos

19. CÁLCULO DOS PERFIS

19.1. BANZO SUPERIOR

19.1.1. Barra 67

Características geométricas – Cantoneira de abas iguais 2 x 76 x 76 x 12,4

𝐴𝑔 =15,68 𝑐𝑚²
ℎ=76,2 𝑚𝑚
𝑡𝑜=11,11 𝑚𝑚
𝑋𝑐𝑔=𝑌𝑐𝑔=2,31
𝑐𝑚 𝑖𝑥=𝑖𝑦=2,30 𝑐𝑚
𝐼𝑥=𝐼𝑦=83,3 𝑐𝑚4
𝐴𝑔2 =2*15,68=31,36𝑐𝑚²
I x 2  ( I x  A * y 2 )  (83,3  15,68 * 0) * 2  166,6cm4

  1,11  
2

I y 2  ( I y  A * x 2 )  2   83,3  15,68   2,31     424,1cm


4
  2  

166,6
ix   2,3cm
31,36

424,1
iy   3,68cm
31,36

19.1.2. Solicitações

Ndc = - 365,85 kN

Ndt = 27,67 kN

19.1.3. Compressão
Verificação de Esbeltes Global
lex 200
x    87  120
ix 2,30
26

ley 200
y    54,35  120
iy 3,68
crit  87
λ𝑐𝑟í𝑡𝑖𝑐𝑜=𝑀𝑎𝑖𝑜𝑟 𝑣𝑎𝑙𝑜𝑟 𝑒𝑛𝑡𝑟𝑒 λ𝑥 𝑒 λ𝑦=87

λ𝑜=0,0113 × λ𝑐𝑟í𝑡𝑖𝑐𝑜=0,980

𝑓𝑐/𝑓𝑦=𝑉𝑎𝑙𝑜𝑟 𝑡𝑎𝑏𝑒𝑙𝑎𝑑𝑜=0,669
𝑓𝑐 = 16,725 𝑘𝑁/𝑐𝑚²
𝑓𝑐= 16,725 𝑘𝑁/𝑐𝑚²
h 76,2
aba    6,86
to 11,11
lim  12,7
Q  Q2  1
Q  Ag 2  fc 1 * (2 *15,68 *16,85)
N Re s    480,378 KN
 a1 1,1

N Re s  N soliok

19.2.4. Tração

19.2.4.1. Escoamento bruto


Ag 2  fy 2 *15,68 * 25
N Re s    712,72 KN
 a1 1,1

19.2.4.2. Escoamento líquido

Para ct = 0,75

An=Ag

𝐴𝑛,𝑒𝑓=𝐴𝑛 ×𝑐𝑡= 15,68 ×0,75= 11,76 𝑐𝑚²


An,ef  fu 2 *11,76 * 40
N Re s    686,88kN
 a2 1,35

𝑁𝑅𝑒𝑠>𝑁𝑠𝑜𝑙𝑖 ∴𝑜𝑘

19.2.5. Demais Barras

Consultar planilha de dimensionamento.


27

19.3. MONTANTES

19.3.1. Barra 70

Características geométricas – Cantoneira de abas iguais 50,8 x 50,8 x 4,76

𝐴𝑔 =6,06 𝑐𝑚²
ℎ=5,08 𝑐𝑚
𝑡𝑜=6,3 𝑚𝑚

𝑋𝑐𝑔=𝑌𝑐𝑔=1,49 𝑐𝑚

𝑖𝑥=𝑖𝑦=1,54 𝑐𝑚

𝐼𝑥=𝐼𝑦=14,56 𝑐𝑚4

19.3.2. Solicitações

Ndc = - 95,93 kN

Ndt = 25,94 kN

19.3.3. Compressão
𝐼𝑥2 =𝐼𝑥+𝐴𝑦2 = 2×14,56 = 29,12 𝑐𝑚4
  0,63  
2

I y 2  ( I y  A * x 2 )  2  14,56  6,06  1,49    68,61cm 4


  2  
 

29,12
ix   1,55
2  6,06

68,61
iy   2,38
2  6,06

l 0,875
x    0,5645  100  56,45cm
lx 1,55

l 0,875
y    0,3676 100  36,76cm
ly 2,38

λ𝑐𝑟í𝑡𝑖𝑐𝑜=𝑀𝑎𝑖𝑜𝑟 𝑣𝑎𝑙𝑜𝑟 𝑒𝑛𝑡𝑟𝑒 λ𝑥 𝑒 λ𝑦 = 56,45


fc
 𝑉𝑎𝑙𝑜𝑟 𝑡𝑎𝑏𝑒𝑙𝑎𝑑𝑜=0,842
fy
𝑓𝑐= 21,05 𝑘𝑁/𝑐𝑚²
h 50,8
aba    8,06cm
to 6,3

lim  12,7
28

Q  QS  1

1 (2  6,06  21,05)
N RES   291,93 KN
1,1

𝑁𝑅𝑒𝑠>𝑁𝑠𝑜𝑙𝑖 ∴𝑜𝑘

19.3.4. Tração

19.3.4.1. Escoamento bruto

𝑁𝑅𝑒𝑠=𝐴𝑔2×𝑓𝑦/𝛾𝑎1=2×6,06×25/1,1=275,45 𝑘𝑁

19.3.4.2. Escoamento líquido

Para ct = 0,75

An=Ag

𝐴𝑛,𝑒𝑓=𝐴𝑛 ×𝑐𝑡= 6,06 ×0,75=4,545 𝑐𝑚²