Sunteți pe pagina 1din 48

ELETROTÉCNICA

Professor: Jeferson D. Breitenbach

Conceitos Gerais de Eletricidade


A NATUREZA DA ELETRICIDADE

A Eletricidade é o ramo da Física responsável pelo


estudo de quaisquer fenômenos que ocorram por
causa de cargas elétricas em repouso ou em
movimento. O nome eletricidade deriva da palavra
grega Eléktron, utilizada pelos gregos em referência
a uma resina fossilizada proveniente de algumas
árvores: o âmbar.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Os gregos antigos perceberam que, ao atritar o


âmbar na pele de animais, esse material adquiria a
propriedade de atração de pequenos corpos, como
penas, tecidos etc. A partir daí os fenômenos de
origem elétrica começaram a ser estudados.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

•Teoria Atômica
•Átomo
•Moléculas
•Prótons
•Nêutrons
•Elétrons
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

“Cargas de mesmo sinal se repelem, e cargas de sinal


diferente se atraem.”
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

O módulo da carga elétrica de um próton,


ou de um elétron, é a menor quantidade de
carga possível de se encontrar na natureza,
por isso, essa carga é denominado de
carga elétrica elementar, que é dada por:
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

ATUALIDADE
Hoje em dia temos total dependência dos
fenômenos e equipamentos elétricos. Lâmpadas,
chuveiro, geladeiras, computadores e motores
elétricos são alguns poucos exemplos do uso
cotidiano da eletricidade.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Como seria nosso dia a dia sem a energia elétrica?

Existe alguma diferença entre os termos energia


elétrica e eletricidade?
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

A eletricidade é um fenômeno físico originado por


cargas elétricas estáticas ou em movimento e por
sua interação.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Energia elétrica é uma forma de energia baseada


na geração de diferenças de potencial elétrico
entre dois pontos, que permitem estabelecer uma
corrente elétrica entre ambos.
Pode-se dizer que é o “uso” do conceito da
eletricidade.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Mediante a transformação adequada é possível


obter que tal energia mostre-se em outras formas
finais de uso direto, em forma de luz, movimento
ou calor, segundo os elementos da conservação da
energia.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Tensão elétrica é a diferença de potencial elétrico entre


dois pontos. Sua unidade de medida é o volt, o nome é
homenagem ao físico italiano Alessandro Volta. Em
outras palavras, a tensão elétrica é a "força"
responsável pela movimentação de elétrons.
No Brasil a palavra "voltagem" é usada coloquialmente,
o modo correto de se referir a quantidade de Volts, é
"tensão".
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Sempre devemos consultar


a tensão elétrica de um
equipamento antes de
utilizá-lo.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Assuntos relevantes:
•Processos de eletrização: Eletrizar significa gerar
um desequilíbrio no número de prótons e
elétrons de um corpo. Existem três processos de
eletrização: Atrito, contato e indução;
•Lei de Coulomb: determina a força de interação
elétrica existente entre duas partículas;
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

•Resistores: Equipamentos que são reguladores de


corrente elétrica em circuitos e realizam o efeito
joule (transformação de eletricidade em calor);
•Geradores e receptores: Estudo dos
equipamentos que recebem e geram energia
elétrica.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

As instalações elétricas de baixa tensão são


regulamentadas pela norma NBR 5410: 2004, da
Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT),
que estabelece a tensão de 1 000 volts como o
limite para a baixa tensão em corrente alternada
e de 1 500 volts para a corrente contínua. A
frequência máxima de aplicação dessa norma é
de 400 Hz.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

A fim de visualizarmos melhor como se comporta


um sistema elétrico, conheceremos os
componentes do mesmo, desde a geração até os
consumidores de baixa tensão.
Desse modo, compreenderemos facilmente as
diferentes transformações de tensões, desde o
gerador até a nossa residência.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

GERAÇÃO:
A geração industrial de energia elétrica no Brasil é
realizada, principalmente, por meio do uso da
energia potencial da água (geração hidrelétrica)
ou utilizando a energia potencial dos
combustíveis (geração termelétrica).
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

De acordo com dados de abril de 2011 da Agência


Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), no Brasil,
cerca de 70,8% (81 007 MW) da energia é gerada
por hidrelétricas, pois o nosso país apresenta um
rico potencial hidráulico, que, além do já
aproveitado, contém um potencial a ser explorado,
o qual é estimado em mais de 150 000 MW.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Das termelétricas existentes no Brasil, 26,4% são


convencionais – 30 072 MW – e 1,8% são nucleares
– 2 007 MW, as quais utilizam combustíveis fósseis
(petróleo, gás natural, carvão mineral etc.),
biomassa (madeira, bagaço de cana etc.) e
combustível nuclear (urânio enriquecido).
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

TRANSMISSÃO:

Transmissão significa o transporte de energia


elétrica gerada até os centros consumidores.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Para que seja economicamente viável, a tensão


gerada nos geradores trifásicos de corrente
alternada normalmente de 13,8 kV deve ser
elevada a valores padronizados em função da
potência a ser transmitida e das distâncias aos
centros consumidores.
Desse modo, temos uma subestação elevadora
junto à geração.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

DISTRIBUIÇÃO:
A distribuição é a parte do sistema elétrico incluída
nos centros de utilização (cidades, bairros,
indústrias). A distribuição começa na subestação
abaixadora, onde a tensão da linha de transmissão é
baixada para valores padronizados nas redes de
distribuição primária, por exemplo, 13,8 kV e 34,5 kV.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Das subestações de distribuição primária partem as


redes de distribuição secundária ou de baixa
tensão.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

A parte final de um sistema elétrico é a


subestação abaixadora para a baixa tensão,
ou seja, a tensão de utilização (380/220 V,
220/127 V.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

•Alta tensão – 3 fios – 3 fases


•Transformador – reduz a tensão – introduz uma 4ª
conexão – Neutro
•Neutro não tem corrente
•Fase – Neutro = 220V
•Fase – Fase = 380V
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Algo que cria confusão na população é a


questão sobre tensão 110V, 127V, 220V.

E este assunto é de extrema importância.

Qual é a tensão em SC e no Brasil?


A NATUREZA DA ELETRICIDADE

No Brasil, há estados onde a tensão fase neutro é


de 220 V (Santa Catarina, etc.); em outros, essa
tensão é de 127 V (Rio de Janeiro).
Também existem situações em que no mesmo
estado podem ser encontradas as duas tensões
citadas acima (Rio Grande do Sul).
E a tensão 110V?
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Alguns países possuem esta tensão de 110V e


inclusive no Brasil ela já existiu no passado, mas
com o passar do tempo as concessionárias
entraram em um consenso e a padronizaram em
127V.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Para chegar no valor da tensão existe um


cálculo que é baseado na raiz quadrada da média
das tensões instantâneas ao longo de um ciclo total
de tensão, para facilitar podemos considerar o
127V como sendo uma média sem levar em conta
as variações de sinal na tensão.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Esse valor de 127V é o valor eficaz de tensão, existe


uma variação natural quando tentamos medir uma
tensão da rede alternada, as concessionárias
estipulam uma variação máxima entre 116V
e 133V, todos equipamentos fabricados no Brasil
testado e aprovados pelo Inmetro suportam essa
variação de tensão.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Se a tensão é 127V e não 110V de onde sai esse


220V, que aparentemente é o dobro da tensão de
110V?
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

O 220V é uma associação entre duas fases de 127V,


como o sistema de distribuição é trifásico, ou seja
composto por 3 fases de 127V o 220V é um
resultado de 127V vezes 1,73 (este número é a raiz
quadrada de 3, este 3 por ser de um sistema
trifásico).
A NATUREZA DA ELETRICIDADE
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

•Com base nestas informações, caso eu ligue um


equipamento discriminado para funcionar em
110V em minhas tomadas com tensão 220V
ocorrerá algum problema? E o contrário?
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Ao ligar-se um aparelho elétrico de 127 V em uma


tomada de 220 V é grande a possibilidade de haver
queima. Do contrário, ao conectar-se um aparelho
de 220 V numa tomada de 127 V, pode não ocorrer
dano algum a ele, posto que a tensão não seria
suficiente pra alimentá-lo.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

O melhor mesmo é verificar o nível de alimentação


da rede antes de plugar seu equipamento a ela.
Equipamentos bivolt (127 V – 220 V) ajustam-se a
qualquer tensão elétrica presente na tomada.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

Caso eu ligue um equipamento discriminado para


funcionar em 110V em minhas tomadas com
tensão 127V ocorrerá algum problema? E o
contrário?
A NATUREZA DA ELETRICIDADE

É bem provável que ele funcione. Entretanto,


como ele foi projetado para funcionar com uma
tensão menor, ele irá aquecer e consumir mais
energia, além de ter a vida útil reduzida.
A NATUREZA DA ELETRICIDADE