Sunteți pe pagina 1din 14

Planejamento IPI-ICMS-Outros

tributos federais
Prof. Eduardo Secchi Munhoz
Caso 1: IPI-ICMS-IRPJ
( 1) a Empresa C encomendará a industrialização da
bebida da Empresa A;

( 2) parte dos insumos necessários são adquiridos no


mercado interno pela própria encomendante – Empresa C
- e enviados diretamente à Empresa A;

( 3) a Empresa A, como industrializador, adquirirá os


demais insumos imprescindíveis para a industrialização
de bebida, sendo certo que um dos insumos será vendido
pela Empresa B (preparado especial).
Empresa A Empresa B
Insumos Preparado

Bebuida

Insumos Empresa C cliente


• O artigo 33 da Medida Provisória nº 2158/01, alterando a redação do
artigo 4º da Lei nº 7.798/89, estabeleceu que no caso de bebidas o IPI
será devido na saída do produto do estabelecimento que o industrializar
e em sua saída do estabelecimento encomendante da industrialização,
se industrial ou equiparado.

• Nas operações de industrialização sob encomenda normais, prescreve o Regulamento de


IPI que o imposto decorrente da saída do produto industrializado do estabelecimento que
o industrializou fica suspenso se o industrializador não utilizar produtos importados ou
de sua industrialização (artigo 42, VII).

• No presente caso, é de se assinalar que todas as pessoas jurídicas


envolvidas na operação serão industriais. A Empres A industrializará a
bebida, a Empresa B industrializará o preparado e a Empresa C será
equiparada a industrial pois encomendou a industrialização de bebida
(art. 9º, IV).
Empresa A Empresa B
Insumos (crédito IPI)

Alíquota zero Preparado (crédito de IPI)

Bebida (débito de IPI) Valor fixo

Insumos (IPI suspenso)

(crédito de IPI na entrada)

Insumos (crédito de IPI) (débito de IPI)


Empresa C
• Nessa estrutura, a Empresa C acumulará créditos de IPI, os
quais poderão ser objeto de compensação com outros tributos
federais, nos termos da Instrução Normativa nº 210/02. Por
exemplo, IR, COFINS, PIS etc..

• Na empresa C, nas operações de aquisição de insumos, são


lançados créditos os quais não serão compensados com débitos
do imposto, pois o valor devido na saída de bebida de seu
estabelecimento será compensado com o crédito decorrente da
remessa deste produto pela Empresa A; por outro lado, os
insumos encaminhados à Empresa A estarão com o imposto
suspenso na respectiva saída (art. 42, VI, do Regulamento de
IPI).
• Como o IPI, no caso de bebidas, é recolhido levando-se em conta valores
fixos, o mesmo valor creditado na entrada será compensado com o valor
debitado na saída de bebida da Empresa C, de sorte que os créditos
relacionados à aquisição de insumos constituirão saldo credor de
imposto.

• A Empresa A, por sua vez, terá saldo devedor de IPI no final de cada
período. Todavia, tendo em vista que lhe foi assegurado judicialmente o
direito de manter crédito referente à compra de produtos com alíquota
zero, sendo que esses produtos representam grande parte de suas
aquisições, seu saldo devedor não será elevado.
Caso 2: IPI-ICMS-Cofins-PIS
• Industrialização e comercialização de
determinado produto objeto de patente
– Situação 1: remessa para industrialização -
paga-se IPI;
– Situação 2: afasta-se o IPI, aumento de PIS e
Cofins eventualmente;
Lentes
NF Venda ICMS e IPI
PIS e Cofins Remessa Conta
e Ordem

Remessa Indust.. ICMS e IPI suspensos


Empresa
A Caixa
Venda ICMS e IPI - Pis e Cofins
NF retorno de indust.

Venda ICMS e IPI


Pis e Cofins

Cliente
L e n te s

v e n d a IC M S e IP I
P is e C o fin s

C a ix a

v e n d a IC M S e IP I
P is e C o fin s

R e m e s s a C o n ta e
E m p re sa
O rd e m A

V e n d a IC M S
P is e C o fin s

C lie n te
Caso 3: ICMS
• Empresa paranaense fornecedora de embalagens
para auto-peças. Produto beneficiado por
diferimento do ICMS na operação interna paulista
e sujeito ao imposto na operação interestadual.
• Problema: o diferimento leva a um aumento da
carga, pois o crédito anterior do ICMS transforma-
se em custo. Acumula-se o crédito em SP. Além
disso, problema diferença da alíquota interestadual
(12%) e interna (18%).
Empresa PR

Nota Fiscal
Remessa
para Indust.
Susp. ICMS NF de Venda
ICMS

NF de Retorno Simbólico
c/ dest. ICMS valor agregado

NF Remessa
conta e ordem de 3º
Empresa SP s/ destaque ICMS CLIENTE
NF c/ ICMS

VICARI VICARI
PR SP

NF s/ ICMS

Recolhimento do ICMS diferido

VICARI NF c/ ICMS CLIENTE


SP – SJC
Remessa para
Industrialização ICMS susp.

PJ 1 PJ 2

Retorno Simbólico
Indust. ICMS Valor agregado

Venda c/ ICMS

Retorno
Simbólico
Indust. ICMS
Valor
agregado Remessa 2ª Indust. s/ ICMS

PJ 2 CLIENTE

Remessa por conta e ordem


(produto acabado) s/ ICMS