Sunteți pe pagina 1din 228

Acerca dos Escritores 5

Prefácio 6
Introdução ; 7
UNIDADE 1 Tomando-se Semelhante a Cristo 11
Dia l-Características de uma Mente Semelhante à de Cristo, Parte 1
Dia 2-Características de uma Mente Semelhante à de Cristo, Parte 2
Dia 3-Filipenses 2.5-11
Dia 4-Cultivando a Mente de Cristo
Dia 5-Fixe Seus Pensamentos em Jesus

UNIDADE 2 Experimentado a Liberdade em Cristo 29


Dia l-Uma Mente Desordenada
Dia 2-Uma Lista de Seus Desejos
Dia 3-Cristo Lhe Dá Liberdade
Dia 4-A Mente Ordenada de Cristo
Dia 5-Uma Grande Paixão

UNIDADE 3 Verdadeiramente Livre 45


Dia 1-0 Propósito de Deus: Sua Liberdade
Dia 2-Hábitos, Lealdades, Relacionamentos, Preconceitos
Dia 3-Ambições, Deveres, Dívidas, Bens
Dia 4-Temores, Fraquezas
Dia 5-Ressentimentos, Mágoas

UNIDADE 4 Virtudes da Sabedoria Divina 61


Dia l-Limpando Sua Mente com a Palavra de Deus
Dia 2-Pura
Dia 3-Pacífica
Dia 4-Amável, Benigna, Misericordiosa
Dia 5-Frutífera, Firme, Sincera

UNIDADE 5 O Fruto do Espírito 78


Dia l-Amor
Dia 2-Gozo e Paz
Dia 3-Longanimidade e Benignidade
Dia 4-Bondade e Fidelidade
Dia 5-Mansidão e Domínio Próprio

U.NIDADE 6 A Atitude de Servo 93


Dia l-Duas Razões para o Serviço
Dia 2-Servindo a Deus e aos Outros
Dia 3-Características da Mente de Servo, Parte 1
Dia 4-Características da Mente de Servo, Parte 2
Dia 5-Características da Mente de Servo, Parte 3
UNIDADE 7 As Bem-Aventuranças 110
Dia l-As Bem-Aventuranças, Parte 1
Dia 2-As Bem-Aventuranças, Parte 2
Dia 3-0s Pobres de Espírito, Os Que Choram, Os Mansos
Dia 4-0s Que Têm Fome, Os Misericordiosos, Os Limpos de Coraç o
Dia 5-0s Pacificadores, Os Perseguidos por Causa da Justiça

UNIDADE 10 Vivendo no Espírito .142


Dia 1-0 Material Subordinado ao Espiritual
Dia 2-Declarações do Propósito de Cristo
Dia 3-Cristo e o Pai
Dia 4-Cristo e o Espírito Santo
Dia 5-Cristo, as Escrituras e a Oração

UNIDADE 11 Santidade e Amor . 154


Dia l-Conciliando o Amor com a Santidade
Dia 2-A Natureza e o Comportamento da Santidade
Dia 3-Amar é uma Ação, Parte 1
Dia 4-Amar é uma Ação, Parte 2
Dia 5-0 Amor como Essência

UNIDADE 12 A Exaltação de Cristo . . 170


Dia l-Profeta, Sacerdote e Rei
Dia 2-0s Nomes de Cristo, Parte 1
Dia 3-0s Nomes de Cristo, Parte 2
Dia 4-Vitória em Cristo
Dia 5-Prosseguindo Para o Alvo

Ajudas Permanentes Para Cultivar a Mente de Cristo


Listas da Escravidão à Liberdade '" . ... 186
Virtudes Semelhantes às de Cristo . ... 189
Instrumento de Avaliação da Mente de Servo ... ... 201
As Bem-Aventuranças . ... 202
Seu Relacionamento com o Pai Celestial e o Espírito Santo . ... 213
Nomes, Títulos e Descrições de Cristo . ... 215
Leituras Sobre a Vida, o Ensino e as Parábolas de Cristo .. ... 217

Os Cartões Para a Mente de Cristo


T.W. Hunt T.W. Hunt era consultor de oração do Departamento de Discipulado e
Desenvolvimento Familiar da Junta de Escolas Dominicais quando escreveu
este livro. Antes de ocupar este cargo, foi professor de música eclesiástica no
Seminário Teológico Batista do Sudoeste, em Fort Worth, Texas, durante
vinte equatro anos. Éoautor de D~ciple's Prayer Life.· Walking in Fellowship
with God (com Caterine Walker), The Doctrine ofPrayer, Music in M~sions.·
Discipling through Music, e tem escrito numerosos artigos para diversas
publicações. Oriundo de Arkansas, oDr. Hunt se graduou no Ouachita Baptist
College. Recebeu oMestrado em Música eoDoutorado em Filosofia na
North Texas State University. Ele reside em Houston com sua esposa
Laverne. Ocasal tem uma filha, Melana, eseis netos.

Claude V. King Claude V. King é consultor eescritor do Mission Service Corps, Office of
Prayer in Spiritual Wall Awakenning, Convenção Batista do Sul dos Estados
Unidos. Foi diretor de desenho do Departamento de Discipulado e
Desenvolvimento Familiar da Junta de Escolas Dominicais. Escreveu as
atividades de aprendizagem para os livros Experiencing God (Conhecendo
Deus, em português) e Fresh Encounter. Oriundo do Tennessee, King é
graduado pelo Belmont College e pelo New Orleans Baptist Theological
Seminary. Ele vive em Murfreesboro, Tennessee, com sua esposa Reta e
suas filhas Julie eJenny.
Ser semelhante a Cristo! Para isso Deus nos criou.
"Porque os que dantes conheceu, também os
predestinou para serem conformes à imagem de seu
Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos
irmãos" (Romanos 8.29). Deus está em processo de Nenhum estudo pode tratar sob e o t
levar "muitos filhos à glória" (Hebreus 2.10). A glória mente de Cristo de forma exausti a. P
que teremos é a glória de sermos semelhantes ao Filho razão, este curso tem o propósito de er su
de Deus, Jesus Cristo. O propósito deste curso é e prático, porém não exaustivo. Po erá s
aprender a pensar e sentir como Cristo, ter o sentir de lhe outros temas nos quais não tenh pen
Cristo. Baseia-se na magníficaexortação de Filipenses que pense em outros temas poderá s r a p
2.5-11, que começa assim: "Tende em vós aquele que o Espírito Santo o está condu indo
sentimento* que houve também em Cristo Jesus" caminho de aprendizagem independ nte.
(Filipenses 2.5). que você continue estudando sses
Talvez você se pergunte: "Não é por acaso enquanto o Espírito Santo trabalha para
muita presunção falar sobre a mente* de Cristo?" em você a atitude de Cristo.
É exatamente isso que eu pensava! Tenho me
sentido esmagado por minha indignidade para Preferências dos escritores
tratar de um tema tão grandioso. A única resposta Em sua maior parte, tem-se evitad as n
que tenho para essa pergunta é que, por alguma rodapé. Vez por outra, empregam- e par
razão, em sua graça, Deus escolheu despertar a fim de evitar uma nota de rodapé. ptei p
meu interesse e responder às minhas perguntas. procedimento na esperança de que t me o
mais fácil. As notas de rodapé que f am i
o propósito deste curso têm o propósito de ajudá-lo a uma elhor
Este curso não é uma biografia de Cristo. Já de questões interessantes.
existem muitas biografias. A sua apresentação é No geral, as citações bíblicas são apres
mais temática que cronológica. No geral, sigo.a na ordem em que aparecem na Bíbl a. E
ordem dos conceitos em Filipenses 2.5-11. Este casos, coloquei-as na ordem cron lógic
curso é prático, e não teórico. Deve-se estudar ocorreram na vida de Cristo. Procu ei ap
com o propósito de sua aplicação imediata. tantas passagens quantas foram po sívei
Não se pode, porém, estudar sem a ajuda do de que as tenha à mão em seu estu o. N
Espírito Santo. Quando Claude e eu o escrevemos, em que o texto não foi incluído, cui ei de
não redigimos uma só linha sem a ajuda do Espírito referências para seu estudo. *
Santo. Antes de começar cada seção de trabalho, Optei pela terminologia tradicio al em
orávamos pedindo que o Espírito dirigisse a pôr uma seleção de palavras mais c mple
redação a fim de revelar o que Deus quer que sua exemplo, nos três casos em que Jesus r staur
igreja seja no que concerne à atitude de Cristo. de uma pessoa, emprego em relação isso
Guerreiros de oração e ministérios de oração de ressurreição. Alguns preferem limitar uso ermo
todo o país respaldaram nosso labor. Rogo a você ressurreição à vitória de Cristo sob e a rte, e
fazer uma oração cada vez que começar a estudar
empregar o termo ressuscitação à vol à vid filho
uma das unidades deste curso. já que
da viúva de Naim, da filha de Jairo, e d Láz
Minha compreensão destes conceitos se forjou morreram de morte natural. Os tr s, en tanto,
no forno da vida. Deus me indicou que jamais devia estiveram mortos, e prefiro empreg r ress eição,
ensinar um conceito que não houvesse aplicado à minha para aclarar a mensagem.
própria vida e que não o tivesse posto em prática. Por
isso, escrevi algumas partes deste curso de um modo
Prefácio

Algumas das virtudes, como, por exemplo, a Minha oração por você
pureza, tiveram de ser enfocadas, em diferentes Espero com toda a sinceridade que este curso lhe
unidades, de pontos de vista variados . Isto dá uma sugira novos estudos. Peça a Deus para ajudá-lo a
perspectiva multifacetária dessas virtudes, comose fazer este curso em seu Espírito, e seu Espírito
fora um diamante. A repetição deve ajudá-lo no abrirá novos mundos para você. Oro por você
processo de aplicação. enquanto trata de conhecer a fundo as idéias e os
conceitos deste curso.
Crucificação e Ressurreição
Durante os anos que tenho ensinado A Mente de Pai Santo, exalta o teu Filho misericordioso diante
Cristo, sempre tenho incluído uma narração da do que faz este curso. Que Cristo, e só Cristo, seja
crucificação e da ressurreição. A cruz, mais que glorificado enquanto meu amigo lê e estuda. Peço-
qualquer outra coisa na vida de Cristo, apresenta a te que faças isso, porque tu nos tens dado toda a
totalidade de suaatitude:suahumildade, seu domínio infinita riqueza do nome de Cristo, por meio do qual
próprio, suaatitudede servo,suafé. TudooqueCristo oramos. Por meio de seu Espírito, por seu amor, e
é.Nãopodemos compreenderDeusaté quetenhamos em seu nome, oro. Amém.
entendidooterrível preçodacruz.Devemos também T. W.Hunt
olharpara a cruz a fim de conhecer as profundidades Nashville, TN
insondáveis do amor de Deus. Tampouco a glória da Janeiro, 1994
cruz teria sentido sem a inseparável vitória da
ressurreição.

Minhas convicções pessoais sobre Cristo


Talvez você queira conhecer minhas convicções
pessoais sobre Cristo. Simplesmentedigo que ele é
Deus e plenamente homem. É o unigênito Filho de
Deus, o que significa que ele é damesmanatureza de
Deus Pai. Cristo é também a segunda Pessoa da
Trindade. Nasceu de uma virgem; levou uma vida
imaculada e perfeita;sua morte foi expiatória paraos
pecados dosqueoaceitam; e venceuamortemediante * * Em alguns casos, o tradutor utiliza-se de umaoutra versão
a ressurreição doseu corpofísico. Eleé meuSalvador em português, em detrimento da que se está utilizando
e o absoluto Senhor de minha vida: todo o meu oficialmente nesta tradução (a Versão Revisada da Imprensa
Bíblica Brasileira), que mais se ajuste à idéia expressa no
pensamento, minha conduta, minhas emoções e minha originaltomado por base nesta tradução. Quando isso ocorre,
vontade. Cristoé o cabeça da igreja. Todocristãodeve mencionamos in loco a versão.
submeter-seaoseu senhorio.
• • •
Tenhoclarasrecordações das críticas aoMovimento Apesar de esta tradução ter sido preparada com base na
deJesus em princípios da década de 70. Alguns quese tradução em espanhol, tivemos o cuidado de, tanto quanto
opunhamaomovimentodiziarnquesecentravaemdemasia possível, adequá-la ao original em inglês, motivo por que
mantivemos algumasvariantes e pequenas adaptações que se
nasegunda PessoadaTrindade,Jesus Cristo. Amesma tornaramnecessáriasparamelhorpreservar-seosentidoe idéias
críticapoderáserfeitaaestecurso. Minha únicaresposta dooriginal dolivronalínguainglesa.
é quedevemos serfiéis aométododeDeusderevelar-se
a si mesmo. Qualquer serviço a ele tem queser fiel aos
modelos e procedimentos que ele estabelece. Deus se
revelou e manifestou seu ser napessoa deJesus. Deus
escolheu este método. Ao conhecer o Senhor Jesus,
conhecemos Deuse oEspírito, e não podemos conhecer
JesusCristonemoPaisemoEspírito.AobradoEspíritoé
dar testemunhoacercadeCristoeglorificá-lo(joão 15.26;
16.14). Deustemmuitos meios derevelar-se, porém seu
meioprimordialnahistóriaé aencarnação.
Uma visão panorâmica Parte 6: O nome de Cristo
Paulo afirmou: "Tende em vós aquele sentimento que "Pelo que também Deus l o e
houve também em Cristojesus" (Filipenses 2.5). Este soberanamente, e lhe deu o nome
curso tem o propósito de ajudá-lo a cumprir este sobre todo nome; para que ao no
mandamento. Em Lucas 17.21, Jesus diz: "O reino de Jesus se dobre todo joelho d s que
Deus está dentro de vós."Jesus realçou que o reino de nos céus, e na terra, e debai o da t
Deus não vem com aparência exterior, mas se faz toda língua confesse que Je us C
presente por intermédio de um trabalho no interior que Senhor, para glória de Deus ai" (v.
não pode ser visto. Isso nos dirige à mente, à área onde
Deus deseja trabalhar. As mudanças que ele produz em À medida que considerarmos cad~parte
sua vida são secretas e internas, mas darão fruto que hino, você será ajudado a compreende com eus
~uer trabalhar er,n sua vida a fim de tra sfor lo à
será visível em seu estilo de vida e em sua maneira de
Imagem de seu FIlho Jesus Cristo. i
VIver.
Com esse propósito, analisaremos o poema de • A unidade 1 ajudará você a com1reend um
proc.esso de três estágios através d s quai eus
Filipenses 2.5-11. Este poema era na realidade um hino,
o guiará. Você verá como é aatitud sem nte
e é provável que fosse cantado durante os momentos de
àde Cristo.
adoração na igreja primitiva. Para estudá-lo, dividi o
livro em seis partes: • Deus começará sua obra libe and da
escravidão do pecado (unidades 2 3).
FILIPENSES 2.5-11 • Nas unidades 4 e 5, considerarem s 17 vi
presentes em Cristo. Deus tra alhar
cultivar essas virtudes em sua vida
Parte 1: A liberdade de Cristo
"Tende em vós aquele sentimento que • A unidade 6 o ajudará a co pree
houve também em Cristojesus" (v. 5). importância da atitude de servo seg
exemplo de Cristo. Deus tra alhar
cultivar em sua vida as caracterí ticas
Parte 2: O estilo de vida de Cristo
servo.
"O qual, subsistindo em forma de Deus, não
considerou o ser igual a Deus coisa a que se • As unidades 7 a 10 o ajudarão a co centr
natureza humana de Cristo. Sua vi a terr
devia aferrar" (v. 6).
perfeito exemplo do que Deus sejo
humanidade fosse. Nestas unidades estud
Parte 3: A atitude de Cristo como servo as Bem-Aventuranças, as emoçõe ,o reI
"Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a mento com as coisas e as pessoa, e o v
forma de servo" (v. 7). Espírito. Deus estará trabalhando p p
mente e sua vida a fim de que refli am a
Parte 4: A natureza humana de Cristo natureza humana de Cristo.
"...tomando-se semelhante aos homens... e,
• A unidade 11 examinará como o am reas
achado na forma de homem...." (v. 7-8).
trabalham juntos para compleme ar-se
mente. Deus estará trabalhan o e
Parte 5: A santidade e o amor de Cristo ajudando-o no processo de santifica -o, be
"Humilhou-se a si mesmo, tornando-se para ensiná-lo a amar com um amor emel
obediente até a morte, e morte de cruz" de Cristo.
(v. 8).
Introdução

• Aúltimaunidade(12) atingiráo pontoculminante Procurerealizartodasasatividadesdeaprendizagem. Elas


do hino enquanto examinamos como Deus tem foram preparadas paraajudá-lo aaprendere aplicarestas
exaltado a Cristomedianteseus nomes.Você será verdades àsuavida. Elasoajudarãoaestabelecerumandar
exortado a dobrar os joelhos afimde entregar-se diário comCristo. Muitas atividades oguiarão a ter uma
aoabsolutosenhorio de Cristo. relação com Deus mediante a oração, a meditação e o
estudobíblico. Se você esquecer-se dessas atividades,
Este estudode 12unidades lheservirácomo introdução poderá perder um encontro com Deus que poderia
a um processo que dura toda a vida enquanto Deus transformar radicalmente suavida. Você aprenderáque
renova de modocontínuo sua vida e atitude para que suarelação deamorcomDeusé apartemaisimportante
reflitam a imagemde seu FilhoJesus Cristo. desuavidaespiritual. SemumaíntimarelaçãocomDeus,
vocênãocompreenderáoqueelequerfazer emsuavida
Preparação de leigos epormeiodela.
A Mente de Cristo é um curso do Lay Institute for
Equiping(LIFE) [Instituto de Preparaçãode Leigos]. As atividades começarão (como este
LIFEé um sistemaeducativo destinado aproporcionar h"õJ parágrafo) com uma vinheta em forma de
instrução cristã de qualidadea todos os crentes, nas folha (símbolo de crescimento) junto ao
áreas de discípulado, liderançae ministério. Todos os texto. Siga as instruções. Depois que
terminar a atividade, volte ao conteúdo
cursos LIFE têm características comuns.A Mente de
principal.
Cristo tem estas características:
Asrespostas serão dadas depoisdaatividade, de modo
• Osparticipantesdedicam de30a 60minutoscadadia
quevocêpossacomprovar se suarespostafoi adequada
a um estudo, usandocomoguiaumlivrode trabalho, ou não. Escreva sua resposta antes de ler a nossa. Às
e realizam as atividades de aprendizagem vezes, suarespostaàatividaderef1etiráseupróprio modo
relacionadas com a vidacotidiana. deverousuaopinião, nãoexistindo, nocaso, umaresposta
• Olíderdocursolideraosmembrosdogrupoarefletir que seja certa ou errada.Se vocêtiver dificuldade com.
sobre o que têm estudado durante a semana e a uma atividade ou ficar em dúvida com relação a uma
analisá-lo. Em seguida, leva-os a fazer uma respostadada, escrevaumanotanamargem.Discutao
aplicação prática do estudo à vidadiária. Este grupo assuntocomseu orientadoroucomogrupo.
pequeno se converte em umabase de apoiopara os
participantesenquantose ajudam mutuamente para Memorização de textos bíblicos
chegar a entender e aplicaras Escrituras à vida. Umaspectodoprocessode alcançar a mente de Cristo
é arraigar a Palavra de Deus em sua mente. A
O estudo de A Mente de Cristo memorização de textos bíblicos é uma disciplina
Este livro é diferente da maioria dos livros. Não foi importante quelhe será solicitada em seu estudo. Use
concebido para que você se sente e o leia de capa a os cartões que estão no final deste livro para ajudá-lo
capa. O método que usamos é outro. Queremos que a memorizar os versículos-chave em A Mente de
você estude, compreenda e aplique os princípios Cristo. Considere as seguintes idéias que podem
bíblicos à sua vida. Estes objetivos desafiadores ajudá-lo no desenvolvimento da memorização dos
exigem tempo, e muitas pessoas desejam um guiaou textos bíblicos.
orientador que as ajudeno processo.
A fim de tirar o maior proveito deste curso, 1. Leiao versículo e reflita sobre seu significado.
recomendamos quefaça apenasumestudodecadavez. 2. Escreva os versículos em cartões para tê-los
Nãorealize vários estudosem umsódia. Você necessita sempre à mão.
detempoparapermitirqueestas idéiasse aprofundem 3. Dê uma olhada na primeirafrase e mencione-aem
emseu pensamento, demodo quepossaminfluiremsua vozalta.Façao mesmo comafrase seguinte, e diga
conduta.Vocêquer sentir a presença de uma pessoa: ambasem vozalta.Continueesse processoaté que
Jesus Crísto. Você deseja cultivar sua maneira de tenha ditotodooversículo.
pensar e seu modo de viver. Requer-se tempo e 4. Nomesmodia, maistarde,procuredizeroversículo
meditação parapermitir queo EspíritoSantotome em de memória. Se nãoconseguirse lembrarde todoo
realidadeeste processo de renovaçãoem sua vida. versículo, dê umaolhada noscartões pararefrescar
sua memória.
5. Repitaoversículováriasvezes aodia, durante uma
semana ou até que o versículo esteja firmemente
arraigadoem sua mente.
Introdução

Ajudas permanentes O propósito de Deus para os mem ros d


Este curso é apenas uma introdução a um de Cristo é que se ajudem
processo, que se estende por toda a vida, para estimulem-se ao amor e às boas
permitir que Deus molde sua vida à imagem de exortem mutuamente. Não tente cu
Cristo. Permita que Deus trabalhe com você cada a mente de Cristo. Permita que o co
dia. Este processo nunca terminará deste lado do o ajude neste processo.
céu. Você sempre necessitará do processo de
renovação de Deus em sua mente e sua vida.
Temos providenciado alguns instrumentos para
ajudá-lo durante este processo de toda a vida. As
páginas e os cartões no :final deste livro (p. 186-221)
o ajudarão a examinar com regularidade sua mente e
sua vida. Nesse processo, Deus estará trabalhando
para revelar as coisas que devem ser removidas, e
estará transformando sua maneira de pensar e seu
estilo de vida, a fim de que reflitam Cristo. Os
próximos três meses serão sua introdução a um
processo, que lhe tomará toda a vida, de ser
semelhante a Cristo.

Pequeno grupo
Uma vez por semana, você deve participar do encontro
de um pequeno grupo,no qualserádiscutidooconteúdo
estudado na semana anterior, compartilhadas idéias,
testemunhos e encorajamento mútuo, e onde orarão
uns pelos outros. Os grupos não devem ter mais de dez
participantes, para ter uma maior eficácia. Os grupos
maiores terão menos intimidade, menos testemunhos
pessoais, mais absenteísmo e mais pessoas que
abandonam o estudo. Se mais de dez pessoas quiserem
fazer o curso, providencie orientadores adicionaispara
formar grupos de seis a dez pessoas. Você não
entenderágrande parte dopropósito deste curso se não
participar do estudo em um pequeno grupo.
Se você começou a estudar A Mente de Cristo e
não está participando em um pequeno grupo, busque
alguns amigos para que façam este curso com você.
Você descobrirá que outros membros do corpo de
Cristo podem ajudá-loa conhecer e entender melhor a
obra de Deus em sua vida. O pequeno grupo se
transforma num lugar onde você pode pôr em prática
Hebreus 10.23-25:

Retenhamos inabalável a confissão da nossa


esperança, porque fiel é aquele que fez a promessa;
e consideremo-nos uns aos outros, para nos
estimularmos ao amor e às boas obras, não
abandonando a nossa congregação, como é costume
de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e
tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando
aquele dia.
UNIDADE UM

T()RNANI)()-SE Sf~M~EI-,HAN1'F: A CRIS'r()

Hino Parte 1: A Liberdade de Cristo


Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus (Filipenses 2.5).

Dial Por que você achará útil esta unidade


Características deuma Você compreenderá o que Deus estará fazendo em você e esperando de você
mente semelhante àde durante estecurso (epelo restodesuavida), afim decultivar emvocê amente de
Cristo, Parte 1 Cristo. Você começará acultivar uma amizade com Deus pormeio da oração e da
leitura desua Palavra.
Dia 2
Características deuma Objetivo Permanente
mente semelhante àde
Em Cristo, você fixará, renovará e cingirá suamente, de talmaneira que Deus
Cristo, Parte 2
cultivará emvocê uma mente espiritual caracterizada como viva, perseverante,
Dia 3 humilde, pura, sensível e pacífica.
Filipenses 2.5-11
Resumo da obra de Deus em você
Dia 4 Odesejo deDeus é que você seja semelhante aCristo. Suamente é oúnico aspecto
Ocultivo da mente de de suapersonalidade que ele irá medir constantemente para a semelhança com
Cristo Cristo. Deus oajuda emseudesenvolvimento ao lhe revelar, mediante sua Palavra,
expectativas que eletemcom relação àsua mente. Mediante sua Palavra, sua obra,
Dia 5 suagraça e seuEspírito, você poderá chegar a ter a mente deCristo.
Fixe seuspensamentos
em Cristo

Objetivos de aprendizagem da unidade


• Você compreenderá o significado das seis características de uma mente
semelhante àdeCristo.
• Compreenderáoque Deus fará para cultivar emsua mente virtudes semelhantes
àsdeCristo.
• Conscientizar-se-á dos trêsestágios ou fases no processo decultivaramente de
Cristo.
• Mostrará disposição defixar amente emCristo e submeter-seàrenovação que
eleefetuará emsuamente.
• Compreenderá suafunção no processo decultivar amente deCristo.
• Conhecerá opontocentral deseus pensamentos relacionados comasfunções de
Cristo como Apóstolo eSumo Sacerdote.
• Mostrará dedicação emcomeçar acultivar a mente deCristo.
12 Unidade Um

O que você fará para começar a cultivar a mente de Cris o


• Estudará as características de uma mente semelhante à de Crist
• Fixará a mente e a atenção em Cristo.
• Começará a permitir a Cristo renovar sua mente.
• Preparará sua mente para a ação.

Versículo para memorizar


"E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela tenov
vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e p
vontade de Deus" (Romanos 12.2).

Os cartões para a mente de Cristo relacionados com esta unid


lA. Versículos para Memorizar - Filipenses 2.5-8
1B. Versículos para Memorizar - Filipenses 2.9-11
2A. Três Estágios no Processo de Cultivar a Mente de Cristo
2B. Seis Características de uma Mente Semelhante à de Cristo
3A. Unidade 1: Versículo para Memorizar - Romanos 12.2

DIA 1
CARACTERÍSTICAS DE UMA MENTE SEMELHANTE À DE CRISTO, P ART* 1
Meditação bíblica
para hoje ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Crist
"E não vos conformeis a hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg ida a
este mundo, mas sugerida para iniciar seu estudo.
transformai-vos pela
renovação da vossa Bem-vindo ao estudo deA Mente de Cristo! Você está iniciando um roce de,
mente, para que ao longo de sua vida, cultivar a mente de Cristo. Neste momento, sse co eito
experimenteis qual seja a poderá ser demasiado amplo para você entendê-lo. Por intermédio d Paulo eus
boa, agradável, e perfeita ordena ao seu povo: "Haja, pois, em vós o mesmo sentimento que h uve ta ém
vontade de Deus" em CristoJesus" (Filipenses 2.5). A mente de Cristo! Não nos é dito ara fie os
(Romanos 12.2). de bom humor, nem para termos uma mente purificada pela discip ina, n um
intelecto aguçado, tampouco o mais elevado status humano em devo -o e v de,
Nome de Cristo para
mas, sim, a verdadeira mente de Cristo mesmo. Isso não signific mera nte
hoje
tornarmo-nos parecidos com Cristo. Significapensar os mesmos pens ent ele.
O Pão da Vida
Isso não é um desejo; é uma ordem. Devemos ter a mente do únic ser h ano
(João 6.35)
perfeito que esteve sobre a terra: a mente do Deus-homem, Jesus risto. ora
você entende por que isso será algo a ser processado ao longo e sua .da?
Oração para começar o
Iniciemos.
estudo
Senhor, tenho fome e
sede de tua justiça.
~ Se você não leu a introdução (p. 8-10), terá de fazê-lo
Quero verdadeiramente
ser semelhante a ti. Tu continuar. Por favor, marque com um "X" o quadrinho
és o Pão da Vida. depois de concluída essa tarefa. O
Enche-me de ti, para
poder experimentar a ~ Você leu na margem esquerda a meditação bíblica, o no
vida abundante que Cristo para hoje e fez a oração para começar o estudo?
vieste conceder-me. isso, faça-o agora. Comece cada dia lendo esses itens.
Amém. ajudarão a preparar-se para o nosso tempo juntos.
Unidade Um 13

~ Você aprenderá rmritos notnes de Cristo neste estudo. Que notne


aprendeu hoje?

Estas primeiras três atividades são muito simples. As futuras serão mais
significativas para você. Iniciamos com estas para termos um bom começo em
nosso estudo. Por favor, realize as tarefas ou atividades propostas o melhor possível,
de modo que seja dada a Deus a oportunidade de operar em sua vida.
Seis versículos do Novo Testamento descrevem ou dão a entender como
deve ser a mente do cristão. Em cada um deles é mencionada a palavra mente ou
são mencionadas as suas funções. Com base nesses versículos, podemos
considerar seis adjetivos que descrevem o ideal de Deus para sua mente.
Comecemos nosso estudo considerando estas seis características.

-------------JI'I'-e> c;1!l..,-------------
SEIS CARACTERÍSTICAS DE UMA MENTE SEMELHANTE À DE CRISTO

1. Viva - "Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida


e paz" (Romanos 8.6).
2. Perseverante - "Mas temo que...vossos entendimentos sejam desviados da
simplicidade e da pureza que há em Cristo" (2 Coríntios 11.3).
3. Hutnilde - " ...com humildade cada um considere os outros superiores a si
mesmos" (Filipenses 2.3).
4. Pura - "Tudo é puro para os que são puros, mas para os corrompidos e incrédulos
nada é puro; antes, tanto sua mente como sua consciência estão contaminadas"
(Tito 1.15).
5. Sensível - "Então lhes abriu o entendimento para compreenderem as
Escrituras" (Lucas 24.45).
6. Pacífica - "A mente colocada no Espírito é vida e paz" (Romanos. 8.6).

Ao longo deste curso, você considerará minuciosam.ente a vida de Jesus. Verá que
estas seis características de sua mente eram reais. Vejamos o que cada uma
significa para sua mente.

Viva
Paulo nos diz: "Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito
é vida e paz" (Romanos 8.6). Tanto a primeira como a última característica - viva
e pacifica - vêm deste versículo. Sem Cristo, estamos mortos (Efésios 2.1). Em
Cristo, temos vida eterna Ooão 3.36). Jesus disse algo mais do que simplesmente
viver. Disse que veio a fim de que tenhamos vida abundante (Ioão 10.10). Você
mostra essa vida (ou morte), constantemente, mediante as decisões que toma.
Quando você coloca a mente no Espírito, experimenta vida.

~ Cite Utna característica de um.a m.ente sem.elhante à de Cristo.


14 Unidade Um

Você pode escolher no que queira pensar. Por isso é tão mpo
vontade. "Porque a inclinação da carne é morte" (Romanos 86) A
colocada no Espírito é viva e ativa. A vida se distingue pela ativid
mente de Cristo não é preguiçosa. Desfruta do trabalho. Às ezes,
sobre a Pessoa de Deus. Às vezes, ora. Às vezes, traz os propó itos d
em nosso diálogo com outros cristãos ou com alguém que não é cr
mente que é viva escolhe o espiritual em vez do carnal. :

Perseverante
Uma segunda descrição da mente aparece em 2 Coríntios 11.3: i "Ma emo
que, assim como a serpente enganou a Eva com sua astúcia, a~'sim bém
sejam de alguma sorte corrompidos os vossos entendimentos se a em
da simplicidade e da pureza que há em Cristo." Em outras pala ras, a nte
de Cristo é perseverante na fidelidade a Cristo. I
Um de nossos problemas espirituais é a distração. Mui as ve
distração ocorre em conseqüência do assédio das coisas que nos t
concentração. Nossa mente caminha em centenas de direções no d
do dia. A perseverança é um ato da mente. O cristão persev rante
atenção a Cristo, a seus mandamentos, a sua Pessoa e aos seus dos
Sua mente deve ocupar-se da sincera e pura devoção .A
perseverança é a disciplina da atenção. Veremos com mais etalh em
estudos futuros, a grande importância de sua vontade. Você po e dir ou
controlar sua atenção para concentrá-la em Cristo e no seu re no.

~ Cite a segunda característica de de


Cristo.

Humildade
Pauloapresenta, em Filipenses 2.3, outra descriçãodamente semelhan e à de
"Nada façais por contenda ou por vanglória, mas com humildade cada co
os outros superiores a si mesmo". A mente deve ser humilde. No e tudo
atitude de servo (unidade6), estaremos tratando também deste tema. N o se
humilde se não se é despretensioso. A humildadesegue a despretensão A hurrm~la
se refere a uma relação com as demais pessoas e com Deus. A despr tensã um
estado da mente.
O contrário de humildade é altivez, orgulho, ou arrogância. A hu
traço do caráter que se deve cultivar. Os membros do corpo de Crist
submeter-se uns aos outros mediante a humildade. Podemos fomen
ao nos concentrarmos em uma genuína apreciação da Pessoa de D uso E
ponto de partida. A humildade deve estar em primeiro lugar par se t
perspectiva correta.
Na Bíblia, aqueles que se encontraram com Deus quase sem re se
primeiro verdadeiro terror ou temor diante dele. Um temor piedoso, e âo um
carnal. Os que se encontraram com Deus conheciam a necessidade d hum'
De imediato, reconheceram a enorme diferença que havia entre Deus
mesmos. Um melhor entendimento da grandeza de Deus levará v ê a t
melhor compreensão de si mesmo. O cristão humilde tem a seguranç de en
sua posição sob a grandeza de Deus.

~ Cite uma terceira característica de uma mente semelh


Cristo.

• ,I
Unidade Um 15

~ Você estudou a respeito de três características de uma mente


semelhante àde Cristo. Escreva a característica pertinente diante de
suadefinição.

- - - - - - Uma perspectiva correta de meu lugar sob a


grandeza de Deus.

- - - - - - A atenção disciplinada em Cristo e em seu reino.


- - - - - - A atividade da mente que escolhe o espiritual em
vez do carnal.

~ Encerre o estudo de hoje concentrando-se em Cristo e no seu reino.


Dedique um tempo à oração.
• Fale com o Senhora respeito do que ele está fazendo ou preparando-se para
fazer em sua vida e em sua igreja.
• Dê graças a Deus pelo privilégio de estar sendo transformado à
semelhança de seu Filhojesus Cristo.
• Assuma uma posição de humildade diante da grandeza de Deus.

DIA 2
CARACTERíSTICAS DE UMA MENTESEMELHANTE À DE CRISTO, PARTE 2

~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para


Meditação Bíblica hoje. Repasse o versículo paramemorizar. Faça em seguida a oração
para Hoje sugerida para iniciar seu estudo.
"Porque a inclinação da
carne é morte; mas a ~ Você é capaz de se lembrar das três características de uma mente
inclinação do Espírito é semelhante à de Cristo estudadas ontem? Escreva as três abaixo e
vida e paz" depois verifique a exatidão de sua resposta.
(Romanos 8.6).

Nome de Cristo
para hoje
Imagem do Deus
Pura
Paulo trata acerca da mente em Tito 1.15: "Tudo é puro para os que são puros, mas
Invisível
para os corrompidos e incrédulos nada é puro; antes, tanto a sua mente como a sua
(Colossenses 1.15)
consciência estão contaminadas". Aqui a pureza é descrita como o estado natural
Oração para começar do cristão. Chega-se à impureza pela corrupção da mente e da consciência.
o estudo
Senhor Jesus, Imagem Cite uma característica de uma mente semelhante à de Cristo.
do Deus Invisível, ~
mostra-me o Pai.
Ajuda-me a chegar a
conhecer o Pai enquanto o estado espiritual normal - de ser cheio do Espírito de Deus e crescer em
me revelas como ele é. Cristo - é difícil de ser mantido. Uma razão para isto é o constante ataque da
Como ele é invisível, informação sobre nossos sentidos. As tentações têm oportunidades de nos
ajuda-me a fixar os levar a esferas do pensamento nunca antes conhecidas. A televisão, por
olhos em ti e no exemplo exemplo, pode conduzir impurezas até mesmo à intimidade do lar. A
de tua vida. sensualidade é cativante. A inveja é mais traiçoeira. A avareza é
Amém. sensivelmente a via para uma posição importante. A ansiedade está em moda.
O pecado está em todas as partes.
16 Unidade Um

A fim de vencer as tentações para a impureza, você tem q e des ser


puro. Até que esse desejo se transforme em sua paixão, v cê se ntirá
bombardeado pelas impressões que invadem seus sentidos. e se esejo
de pureza é sincero, Deus lhe proporcionará a condição e ve r as
impurezas. O mais seguro é fugir por completo da tentação. O salmi usou
essa tática quando disse "Não porei coisa torpe diante de! meus lhos"
(Salmos 101.3). Você pode assegurar a vitória antes da tentação, não rante
ela. O vencer é um ato prévio. Implica tomar a decisão de permane puro
antes que chegue a tentação. I

~ Qual é a forma mais segura de se conservar a pureza di


tentação? I

Sensível (Receptiva) I

Quando, na noite de sua ressurreição.Jesus apareceu aos seus diS~'í pulos então
lhes abriu o entendimento para compreenderem as Escrituras" (Lu s 24. .Será
que hoje o Senhor não pode abrir algum entendimento? Quando Jes sesc eu os
seus discípulos, reconheceu neles uma virtude que fazia deles pesso s idôn spara
três anos e meio de instrução intensiva. Os discípulos nem sempfapre eram
rapidamente, mas eram pelo menos pessoas interessadas em aprend r. Pod amos
chamar ~ essa virtude sensibilidade ou receptividade. Eles estava abe s aos
seus ensmos.
Observamos o contrário de sensibilidade ou receptividade em 2 orínti 3.12-
16. Falando acerca dos israelitas no deserto, Paulo diz que "o ente dime lhes
ficou endurecido". Paulo afirma: "...sim, até o dia de hoje, sempre qu Mois , lido,
um véu está posto sobre o coração deles". Em Cristo, entretanto, o éu é t do. A
estreiteza espiritual dos fariseus e saduceus era intencional. Eles er pre idos
em sua própriajustiça e não compreenderam a vinda de seu Messias. Ser in sível
a Deus é ser espiritualmente fechado.
A sensibilidade deve ser exercida em relação a Deus. Não deve
sensíveis a qualquer coisa e a todas as coisas. Os discípulos foram se síveis
pediram: "Senhor, ensina-nos a orar" (Lucas 11.1). Nessa petiçã ,não
simplesmente cobiçando o grande poder de Jesus de realizarmilagre (ante
havia dado autoridade para curar os enfermos e expulsar os demônio ). Na
eles percebiam em] esus uma relação com seu Pai que desejavam i itar. J
profundamente espiritual, e eles queriam essa virtude da espiritu lidade
própria vida.
É indispensável a sensibilidade para com Deus a fim de que haj pro sona
vida espiritual. Você tem que ser sensível ao Espírito Santo de De s. Co pode
cultivar essa sensibilidade? Uma maneira é dedicando-se temp ao es o da
Palavra de Deus. Jesus abriu o entendimento de seus discípulos es ecific ente
para que compreendessem as Escrituras. Deus quer que você co pree a sua
Palavra, porém você não pode compreendê-la se não dedicar temp à sua itura.
A oração também sensibiliza seu espírito. Quando os discípulos qui eram itara
Jesus, pediram-lhe que os ensinasse a orar.

~ Quais são as duas disciplinas que podem indicar uma me te se ível?


Unidade Um 17

Os cartões para A Mente de Cristo deste livro são alguns dos instrumentos
colocados à sua disposição para ajudá-lo. Você pode ter consigo esses cartões.
Durante o dia, você poderá ter um tempo livre, um intervalo em qualquer atividade,
dentro de um ônibus, etc. Use os cartões para memorizar a Bíblia. Alguns
desses cartões o ajudarão a repassar o que está estudando. Sature sua mente
com as coisas de Deus.

~ Destaque, no final do livro, os seguintes cartões relacionados


COD1. esta unidade:
IA. Versículos para memorizar - Filipenses 2.5-8
1B. Versículos para memorizar - Filipenses 2.9-11
2A. Seis características de uma mente semelhante à de Cristo
2B. Três estágios para cultivar a mente de Cristo
3A. Unidade 1: Versículo para memorizar - Romanos 12.2

~ Enquanto a idéia está fresca eD1.sua rriemt.e, dedique alguns Dl.inutos


à rnernocização de Rorrrarios 12.2 (cartão 3A).

Jesus foi sensível e responsivo para com Deus no grau máximo. Ele disse:
" ...nada faço de mim mesmo; mas como o Pai me ensinou, assim falo" (Ioão
8.28). Jesus afirmou que via o que o Pai estava fazendo, que ouvia o que o Pai
estava dizendo, que não fazia nada independente do Pai, e que era ensinado pelo
Pai. Jesus se dedicou a refletir a mente do Pai, e nisso ele foi fiel. Assim, o que
o Pai é para o Filho, Cristo é para você.

• Jesus imitou o Pai. Você deve imitar Cristo.


• Jesus viu a atividade do Pai. Você deve prestar cuidadosa atenção à conhecida
atividade terrenal de Jesus Cristo (também à sua atividade presente).
• Jesus ouviu do Pai. Você deve ouvir de Jesus Cristo.
• Jesus foi ensinado pelo Pai. Você é ensinado por Jesus.
• Jesus não podia fazer nada independente do Pai. Você não pode fazer nada
independente de Jesus Cristo.
• Jesus tinha uma íntima comunhão com o Pai. Você deve ter uma Íntima comunhão
com] esus Cristo.

Pacífica
Romanos 8.6 nos dá a palavra vida para aplicá-la à mente espiritual. Também
nos dá outra palavra: " ...mas a inclinação do Espírito é vida e paz". A mente
espiritual é pacífica. A paz é um fruto do Espírito (veja Gálatas 5.22), não é
algo que possamos conquistar por nós mesmos. Sua responsabilidade é fixar
sua mente em Cristo. Cabe a Deus proporcionar a paz. Jesus teve paz. Sua
vida estava livre por completo do pecado e das assolações do sistema do
mundo. Ele prometeu alívio aos sobrecarregados (veja Mateus 11.28). Você
encontra alívio ao aceitar o jugo de Cristo.
18 Unidade Um

~ Mencione as três características restantes de ~a ente


semelhante à de Cristo. I

1. Viva 2. Perseverante 3. HumildJ


4.P 5.S 6. P --+----IHII-I

Reiterando o que aprendeu, você deve fazer três coisas a fim de cultivar ente
de Cristo. .

• Fixar sua mente;


• Renovar sua mente;
• Cingir sua mente.

Ao fazer estas coisas, você está imitando Cristo. À medida que você
neste curso, estará realizando uma destas atividades men is.
Testamento menciona seis características que terá sua ente
perseverante, humilde, pura, sensível e pacífica. Quando ealiz
atividades mentais, você está obedecendo à Bíblia e sendo emel
Cristo. Cada uma das unidades se relacionará com um destes ad
chave de uma mente semelhante à de Cristo. I

Ore ao terminar o estudo de hoje. Repasse as seis acte


de uma mente semelhante à de Cristo no cartão 2A e peça
Cj'
Meditação bíblica
para trabalhar em você a fim de produzir toda est
para hoje
características. I
"Pois o reino de Deus
está dentro de nós" I

(Lucas 17.21). DIA 3 I

I
FillPENsES2.S-11
Nome de Cristo I

para hoje ~ Inicie o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cri to p


O Cristo [Ungido] Repasse o versículo para memorizar. Faça em segu da a
(Mateus 16.16) sugerida para começar seu estudo.
Oração para
começar o estudo Você vem estudando sobre as seis características de uma
Jesus Cristo, tu és o semelhante à de Cristo. Elas descrevem o ideal de Deus par sua
Messias, o Ungido de Durante seu estudo de A Mente de Cristo, Deus estará agi do a
Deus. Estou desejoso de cultivar essas características em sua mente.
ver algum progresso no Ao estudar cuidadosamente o texto básico para este curso, Fili
cultivo de tua mente em percebe-se seis partes deste hino. Cada uma das partes descreve
mim, mas já me dou vida e da mente de Cristo. Ao estudar cada uma dessas partes Deu
conta de que isso será um operando para cultivar em você as seis características de uma men e senlillllJum
longo processo. Eu te à de Cristo. Durante o estudo de hoje, identificaremos como cada p e de
agradeço por não ter que (Filipenses 2.5-11) está relacionada com o que Deus está fazendo sua
fazer isso sozinho. Tu reino (governo) de Deus está-se fazendo realidade enquanto v CaInIIUla
habitas em mim para direção da semelhança com Cristo. A obra interior que Deus fizer
ajudar-me neste processo. será refletida, exteriormente, na forma como você viverá.
Eu te amo. Desejo
aprofundar nosso ~ Retire os cartões para A Mente de Cristo que corr
relacionamento e cultivar esta unidade e faça o seguinte:
tua mente em mim.
Amém. • Leia o hino em Filipenses 2.5-11 nos cartões IA e 1B.
Unidade Um 19

• Comece a memorizar o hino no ritm.o que você puder. É uma tarefa


adicional a seu versículo semanal para memorizar. Comece hoje
repassando o versículo 5. Que tal fixar como meta memorizar o hino
durante as próximas doze semanas?
• Repasse as seis características de uma mente semelhante à de
Cristo no cartão 2A.

Consideremos agora mais detalhadamente cada parte do hino em Filipenses


2.5-11 e o que Deus estará fazendo para cultivar em você urna mente
semelhante à de Cristo. O critério que usaremos inclui uma parte do hino e um
título relacionado com a mente de Cristo. Junte a cada título que estátão) entre
parêntesis a(s) unidade(s) relacionada(s) com essa parte do hino. Depois você
lerá essa parte do texto do hino. Por último, você verá a característica
semelhante à de Cristo que Deus estará cultivando em sua vida.

PARTE 1: A liberdade de Cristo (Unidades 2-3)


Hino: "Tende em vós aquele sentimento que houve também em CristoJesus"
(Filipenses 2.5).
Característica semelhante à de Cristo: Viva. Os cristãos podem
experimentar lutas mentais que ocorrem quando os desejos da carne estão
em conflito com os desejos do Espírito. Cristo tem o propósito de livrá-lo do
domínio do pecado em sua vida que causa tais batalhas. Somente pode haver
genuína liberdade onde há vida espiritual. A vida não é plenamente
espiritual enquanto não for completamente livre. Deus está agindo para lhe
conceder vida e liberdade em Cristo.

~ Escreva abaixo esta característica e ponha as palavras que


indiquent o que Deus estará fazendo eem sua vida.

Característica : Deus estará trabalhando

para rrte dar e


- - - - - - - - eIll Cristo.

PARTE 2: O estilo de vida de Cristo (Unidades 4-5)


Hino: "O qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual
a Deus coisa a que se devia aferrar" (Filipenses 2.6).
Característica semelhante à de Cristo: Perseverante. A mente humana
tende a balançar como um barco em um mar tempestuoso. Há muitas coisas que
a distraem. O mundo se esforça para moldar você à maneira dele. Perseverança
quer dizer que você deve fixar a rnerrte.e o coração em buscar primeiro o reino de
Deus. Quando você decidir colocar esse reino em primeiro lugar, Deus começará
a lhe conceder as virtudes da sabedoria divina e o fruto do Espírito.
~ Escreva abaixo esta característica e ponha as palavras que indiquent
o que Deus estará fazendo ent sua vida.

Característica _ _ _ _ _ _ _ : Deus estará trabalhando para IDe

dar as virtudes da _ divina e o do Espúito.


------
20 Unidade Um

PARTE 3: A atitude de Cristo como servo (Unidade 6) I

Hino: Jesus "esvaziou-se a si mesmo, tomando a form~ de rvo"


(Filipenses 2.7). I
,

Característica Semelhante à de Cristo: Humilde. O orgulho te


inimigo de um viver reto desde que Adão e Eva pecaram no jar1im do
Deus despreza os orgulhosos, porém habita com os humildes, Hu
não significa menosprezar-se a si mesmo. Quer dizer, sim, rrconh
valor das demais pessoas. Deus está trabalhando em você para ajudá-l
a grandeza dele. Com um espírito humilde, você assumirá as caracte
de um servo.

~ Escreva abaixo esta característica e ponha as pálavra que


indiquem o que Deus estará fazendo em sua vida. i

Característica: Deus estará trabalhando para ajudar-me ver


!

sua , e com um. espírito --+_ad reI

as características de- - - - -

PARTE 4: A natureza humana de Cristo (Unidades 7-10) i


Hino: " tornando-se Uesus] semelhante aos homens, e achado na rma
de homem " (Filipenses 2.7-8).
Característica Semelhante à de Cristo: Pura. Quando Deus sei fez h
mostrou seu propósito de que os seres humanos tenham grande] utori
nobreza. Para ter estas duas características, você deve ser puro. E sa pu
revela no modo como você manifesta sua natureza humana: em suas moçõ
suas relações com as coisas e as pessoas, e em seu caminhar diário c m o E
Deus estará trabalhando em você para limpar as impurezas d sua
estabelecer boas normas de conduta. i
I

Escreva abaixo esta característica e ponha as palavras qte in


~ o que Deus estará fazendo em sua vida.

Característica Deus estará trabalhando em rm

para limpar as de minha vida e estab11ecer as

de conduta. ;

PARTE 5: A santidade e o amor de Cristo (Unidade 11)


Hino: Jesus "humilhou-se a si mesmo, tornando-se obe é à
morte, e morte de cruz" (Filipenses 2.8).
Característica semelhante à de Cristo: Sensível. Jesus tornou-s
até à morte". Sua obediência conquistou nossa santidade. De que tipo d mort
morreu? "Morte de cruz". Esta foia suprema expressão doamor de D s. Gr
quejesus fez,obedecemosa ele comprazer.Sensibilidadenãoé "cumprir mo
Aosersensível,vocêoptapor participar danaturezade Cristode santidade eamo
estará trabalhandoparalhe dar santidade e ensiná-loa amar comum am sem
aodeCristo.
Unidade Um 21

Escreva abaixo esta característica e ponha as palavras que


indiquem o que Deus estará fazendo em sua vida.

Característica - - - - - - - - :Deus estará trabalhando em

mim para me dar e me ensinar a com

um amor semelhante ao de Cristo.

PARTE 6: O nome de Cristo (Unidade 12)


Hino: "Pelo que também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu o nome que
é sobre todo nome; para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão
nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda língua confesse quejesus Cristo é
Senhor, para glória de Deus Pai" (Filipenses 2.9-11).
Característica Semelhante à de Cristo: Pacífica. O amor de Jesus Cristo
comprou nossa paz. Paz não é ausência de conflito, mas a colheita do amor. O amor
de Cristo o levou ao Calvário. Porém, em sua morte, Cristo comprou nossa paz: a
paz com Deus. A ressurreição foia vitória de Cristo sobre o pecado e a morte. Sua
vitória fez com que a paz se tomasse uma realidade. Mediante a morte, ressurreição
e exaltação de Cristo, podemos sentir genuína paz. Não há paz enquanto sua carne
luta com Deus pelo controle. Haverá paz quando, finalmente, você dobrar os joelhos
diante de Cristo e permitir que ele seja o Senhorabsoluto de sua vida. Deus estará
trabalhando para exaltar a Cristo diante de você, de modo que você se renda por
completo ao seu senhorio.

Escreva abaixo esta característica e ponha as palavras que indiquem


o que Deus estará fazendo em sua vida.
~
Característica: Deus estarátrabalhando paraexaltara Cristo diante

de mim, de modo que eu me _

_____ por completo ao seu _

Conclua o estudo de hoje com uma oração. De todas as


características, qual a que mais você sente que Deus deseja
cultivar em sua vida? Pergunte a Deus. Abra sua vida para Deus
e permita a ele moldá-lo à imagem de seu Filho. Renda-lhe graças
pelo exemplo que ele lhe tem dado em Jesus Cristo.

DIA 4
CULTIVANDO A MENTE DE CRISTO

Meditação bíblica Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para
para hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Pensai nas coisas que oração sugerida para começar seu estudo.
são de cima, e não nas
que são da terra" O Novo Testamento utiliza três ações (verbos) concernentes à mente. Ser
(Colossenses 3.2). semelhante a Cristo é algo que se alcança mediante um processo. Se
considerássemos as atividades da mente como um processo, poderíamos classificar
Nome de Cristo as três ações como as partes - inicial, intermediária e final - do processo. Defino
para hoje esses três estágios da seguinte maneira:
Senhor, Justiça Nossa
(leremias 23.6)
22 Unidade Um

Oração para começar


o estudo
Senhor, minha justiça é
qual trapo de imundície
TRÊS ESTÁGIOS PARA CULTIVAR A MENTE DE CRIST
para ti. Eu quero que tua I

justiça passe a ser a Estágio Inicial o Princípio daVontade Fixe sua mente na;:isas d
minha justiça. Guia-me Estágiode Crescimento O PrincípiodoRio Permita que Deus sua
através do processo em Estágiode Estar O Princípio daDisposição Prepare sua mente aa
que tua vida passe a ser
minha vida e que tua
justiça passe a ser minha O princípio da vontade
justiça. Ajuda-me a pôr a Aprimeira ação,ou o início do processo, encontra-se em Colossens 3.2: '
mente e o coração em ti. nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra." Um conceito s milar
Amém. em Filipenses 4.8: "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeir .tudo
honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é a ável,
que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, isso p
Chamamos este estágio de O princípio da vontade. Você ~eve idir,
escolher ou determinar no que irá pensar. Assim é que começa ~ culti em
sua vida a mente de Cristo. O contrário de uontade são' os instin os e ções
involuntárias. Tomar uma decisão não é um problema para os nimai as,
para os seres humanos, a vontade é essa parte da mente sobre qual tem
controle. A vontade permite a você obedecer apesar de seus se time sou
intuições. Nem sempre você pode dominar suas emoções, p rém pre
tem domínio sobre sua vontade. O que você deve fazer é levar "cati todo
pensamento à obediência de Cristo" (2 Coríntios 10.5). Entre ar a tade
a Deus é o primeiro passo na direção de se apropriar da men e de isto.
I

O que faz você durante o primeiro estágio, o estágit inici


I
Eu (uma ação) minha mente. I

O que significa fixar a mente ? Defina isso comsuas próPf P as.

No estágio inicial, você fixa a mente em Cristo. Entrega sua vo tade eus
e busca fazer a vontade dele como se fora sua própria vo tade. risto
reiteradamente identificou sua vontade como a de seu Pai. Na ú tima ana
de sua vida terrena, prestes a enfrentar a cruz, Jesus disse: "A ora a inha
alma está perturbada; e que direi eu? Pai, salva-me desta hora; as p isso
vim a esta terra. Pai, glorifica o teu nome" (João 12.27-28). jes s co ssou
francamente que suas emoções estavam em um lugar, porém sua v tade
estava noutro. Essa decisão de permitir que sua vontade overn
emoções ou sentimentos pode também ser vista na petição e C
Getsêmane: "E disse: Aba, Pai, tudo te é possível; afasta de mi este
todavia não seja o que eu quero, mas o que tu queres" (Mar os 14
conduta de Jesus foi impecável, porque ele afirmou sua von de d e o
princípio. A mente de Jesus estava entregue a Deus. Por cau a dis sua
conduta produzia os efeitos de uma mente imaculada. A me te d esus
estava fixada nas coisas de cima.
Unidade Um 23

Uma vez fui convidado a aceitar um cargo que implicaria um grande


sacrifício pessoal, bem como uma enorme redução de salário. De outro lado,
me proporcionaria a oportunidade de estender o reino de Deus de uma forma
com que nunca havia me deparado. Meus sentimentos diziam que não, mas
minha vontade escolheu a vontade de Deus. Somente a vontade pode
escolher mais além dos sentimentos.

o princípio do rio
A segunda ação é renovar. Em Romanos 12.2, Paulo diz: ..... mas transformai-
vos pela renovação da vossa mente". O cristão vive em um estado constante
de renovação! Depois que você entrega sua vontade a Deus, tem que seguir
permitindo que sua mente seja transformada mediante um processo de
renovação. Essa parte do processo é um tempo de crescimento.
Chamamos este estágio intermediário ou de crescimento de O Princípio
do Rio. Jesus disse: "Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu interior
correrão rios de água viva" (Ioão 7.38). A água, viva, pura, corre e lava o
velho e o morto. Quase ninguém de nós trabalha segundo o Princípio do Rio.
O normal é trabalharmos segundo o Princípio do Charco. Os charcos têm
águas estagnadas, mas as águas dos rios correm. Os charcos se tornam em
pântanos, mas os rios se tornam em oceanos. Você deve crescer
espiritualmente, e seu crescimento em Cristo no final será algo
extraordinário.
Seu corpo cresce ao produzir novas células. Enquanto a vida durar, seu
corpo constantemente produzirá novas células. Essa renovação é um indício
de vida. O que não se renova, morre. A vida espiritual também deve
caracterizar-se por uma renovação constante. A falta de renovação ou
crescimento é um indício de morte. Tenho aprendido a esperar renovação
espiritual e a não me surpreender com a forma como ela ocorre. Às vezes,
a renovação vem na forma de novas idéias, desconhecidas antes. Outras
vezes, a renovação vem na forma de energia espiritual. Às vezes, é um
sentido novo e mais profundo aplicado a um velho e conhecido versículo.
Pode haver renovação quando você entra em uma nova e mais profunda
relação com o corpo de Cristo ou com outro crente. A renovação pode
implicar assumir um novo compromisso de algum tipo. Às vezes, a
renovação adota a forma de uma nova força ou uma nova maneira de resistir
à tentação. A renovação é uma forma de progresso enquanto você vai sendo
transformado de glória em glória (veja 2 Coríntios 3.18).

~ O que você faz durante o segundo estágio, o estágio de crescitn.ento?


Eu (UIna ação) tninha mente.

~ Que frases das seguintes significam renovação? Assinale as


afirInativas corretas.

LI a. Renovação é UIn desenvolvimento espiritual.


LI b. Deixar de tnostrar algtUn indício de desenvolvimento
espiritual.
LI c. Novas idéias quanto ao sentido ou aplicação da Bíblia à tninha
vida.
LI d. Não entender neIn. aplicar as Escrituras à tninha vida.
LI e. Sentir nova energia espiritual para trabalhar para o Mestre.
LI f. Debilidade, cansaço e falta de vigor espiritual para
trabalhar para o Mestre.
24 Unidade Um

Permita que Deus renove sua mente no Estágio de Crescim nto. você
o contraste entre o Princípio do Rio e o Princípio do Charco? A r nova traz
novas idéias e nova energia espiritual (a., c., e.). A vida de C isto trou
progresso e crescimento. "E crescia Jesus em sabedoria, em stat em
graça diante de Deus e dos homens" (Lucas 2.52). "Ainda q e er ilho,
aprendeu a obediência por meio daquilo que sofreu" (Hebreus 5.8). você
quer ter a mente de Cristo, deve esperar renovação. Esse é oi méto para
o crescimento. Isso é renovação.

o Princípio da Disposição
A terceira ação relacionada com a mente nos leva à culminaçãol do pr
Devemos cingir (ajustar) nossa mente para a ação (veja 1 PedroJ1.13).
refere às largas e folgadas vestes que se usavam no primeiro século. As
não podiam correr nem se moverem rapidamente com tais roupas}.·Para
alguma atividade desportiva, uma pessoa tinha que levantar a bor a da t
dobrá-la sob o cinto, a fim de deixar livre as pernas para a ação. Ais. o se c
cingir-se a roupa. Este mandamento é o Princípio da Disposição. S4a me
de estar cingida para a ação. i

~ O que você faz durante o terceiro estágio, o Estágio da Habilita

Eu (uma ação) minha mente.

~ O que significa isso? Defina-o com sua próprias palavras,

No Estágio da Habilitação, você prepara sua mente para a ação seu


entendimento. Jesus estava prevenido ou preparado quando div pos
intentaram levá-lo à contradição com perguntas embaraçosas, co em
Lucas 20.20-40. Os escribas e os principaissacerdotes lhe pergun deus
deviam pagar impostos ao governo romano. O ardil deles fracassou
respondeu que deveriam dar a Deus e a César o que competia a cad um.
os saduceus lhe perguntaram sobre a ressurreição,]esus corrigiu ha ilidos
os conceitos errôneos que tinham sobre o caráterda vida futura.]esu dem
prontidão mental em todo momento. Prontidão significa estar ha ilitad
serviço. Se você tem fixado sua vontade e desenvolvido sua men e me
renovação constante, está capacitado para enfrentar qualquer pr va qu
venha a permitir. Esteja atento e preparado.

Escreva cada ação (cingi~ renovar, fixar) junto à sua d


_ _ _ _ _ atenção concentrada
crescimento e renovação
_ _ _ _ _ preparado para a ação I

Relacione as ações à direitacomo princípioindicado àesqudroa. ue


~ a letra da ação nalinhajunto ao estágio. I
i

__ 1. Inicial: O Princípio da Vontade a.Cin 'r


__ 2. Crescimento: O Princípio do Rio b.Fixa
__ 3. Habilitação: O Princípio da Disposição c. Ren var
Unidade Um 25

~ Termine este estudo fixando, em oração, sua mente no Senhor.

• Peça a Deus para lhe dar uma atenção concentrada nas coisas de
cuna.
• Entregue sua vontade a Deus. Busque a vontade dele enquanto
começa este processo de três estágios para cultivar a mente de
Cristo.

DIAS
F1xE SEUS PENSAMENTOSEMJESUS
Meditação Bíblica ~ Inicie o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo para
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a oração
"Tu conservarás em sugerida para começar seu estudo.
paz aquele cuja mente
está firme em ti; porque o cultivo da mente de Cristo envolve um processo de três estágios. No mundo
ele confia em ti" natural, vemos como um processo o desenvolvimento da mente de uma criança. No
(Isaías 26.3). mundo espiritual, também é um processo o desenvolvimento da mente de Cristo. Já
no nascimento espiritual, temos a mente de Cristo (veja 1 Coríntios 2.16). Mas, no
"Pelo que, santos
irmãos, participantes desenvolvimento subseqüente, essa mente tem que lutar contra hábitos arraigados,
da vocação celestial, contra a cultura em que vivemos e contra a obra de Satanás para nos impedir de
considerai o Apóstolo e crescer (e outros fatores que serão mencionados mais adiante). A mente de Cristo
Sumo Sacerdote da se aprimora em nós mediante um processo de crescimento.
nossa confissão, Jesus"
(Hebreus 3.1). ~ Baseando-se no estudo de ontem, quais são as três ações que
descrevem os três estágios desse processo? Escreva-as nas linhas
Nome de Cristo abaixo:
para Hoje
Apóstolo e Sumo Inicial:P - - - - - - - -
Sacerdote da ~ossa
Confissão Crescimento: R - - - - - -
(Hebreus 3.1)
Habilitação: C _
Oração para
começar o Estudo o apóstolo João diz: "Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos
Senhor Jesus, confesso semelhantes a ele; porque assim como é, o veremos" (1João 3.2). Qualquer nível
que és o Apóstolo e de semelhança com Cristo que consigamos atingir na terra não corresponderá a essa
Sumo Sacerdote da perfeição última de sermos semelhantes a ele. Cristo voltará um dia para buscar os
minha confissão. Decidi seus. Em sua presença, seremos semelhantes a ele, sem mancha nem corrupção.
fazer este curso devido
Nosso destino é ser semelhante a Cristo. Esse é o propósito de Deus. Ele o tem
ao meu desejo de
ordenado, e as Escrituras nos chamam a participar no processo de chegar a ser
conhecer-te melhor.
semelhantes a ele.
Quero que cultives em
mim tua mente. Inicio
este estudo fixando em Como filho de Deus, qual é o seu destino final?
ti a minha mente e os ~
meus pensamentos.
Ajuda-me a fazer com
que meus pensamentos Sim, você será semelhante a Cristo na eternidade. Jesus disse: "Não é o
"perseverem" em ti discípulo mais do que o mestre, nem o servo mais do que o seu senhor. Basta
durante as próximas ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo, como seu senhor" (Mateus
semanas. 10.24-25). É evidente que Jesus esperava que você fosse semelhante a ele.
Amém.
26 Unidade Um

Pedro nos diz: "Porque para isso fostes chamados; porquanto ta bém
padeceu por vós, deixando-vos exemplo, para que sigais as s as pi
(1 Pedro 2. 21). Você não somente deve pensar como Cristo, co o ta
seguir seu estilo de vida. Pedro também ordena: "Ora pois, já que
padeceu na carne, armai-vos também vós deste mesmo pen amen
Pedro 4.1). No processo de chegar a ser semelhante a Cristo você
aceitar o sofrimento como um meio para mortificar a carne. culti
mente de Cristo exige um alto preço. Sem dúvida, seu valor é uito
que qualquer outro que lhe venha a ser exigido.

Seja sincero consigo mesmo: o que sente enquanto Cul~va a


de Cristo? Assinale com um "X" todas as frases que expr
seus sentimentos, ou escreva seus próprios sentime tos.
I

Ij Sinto-me sem forças. Isto é muito para mim. Não P1sS0 f


O Tenho medo. A idéia de sofrer me oprime.
Ij Estou entusiasmado. Entendo que há um preço, pofém s ue
os resultados valerão a pena. I

O Estou confuso. Não estou suficientemente es1!larec a


respeito do desafio que me está sendo proposto.
I j Outro sentimento i

Deus Está Trabalhando


Você poderá estar sentindo todas as emoções neste momento. Eu as enho
uma ou outra vez. Paulo nos diz que "Os que dantes conheceu tamb
predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho" (Roman s 8.29
é o propósito de Deus para nós: a imagem de seu Filho. Mais a iante,
escreveu: "Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como m es
glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma' ge
pelo Espírito do Senhor"(2 Coríntios 3.18). É algograndioso chegar as rsem
a Cristo!
Sem dúvida, temos boas-novas para você. As passagens do Nov Test
sugerem que o processo de sermoldados à imagem de Cristo é primor ialme
de Deus. Nós somos os sujeitos; Deus é o agente ativo. Você não está ozinh
processo. Não depende exclusivamente de você. Paulo assinala que eus f
coisas porvocê: "Porque Deus é o que opera em vós tanto o querer c mo o
segundo a sua boa vontade" (Filipenses 2.13). Deus cria em você o desej
a mente de Cristo e lhe dá capacidade para cultivá-la. Paulo também n s diz: '
por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra aperf
até o dia de CristoJesus" (Filipenses 1.6). Ele nos manda [fixar] "os o os e
autor e consumador da nossa fé" (Hebreus 12.2). Deus é o iniciado de no
ele concluirá sua obra perfeita. Cada um de nós enfrentará c rcuns
desalentadoras no processo de chegar a ser semelhante a Cristo, ma não d
nos desesperar. Nós não terminamos a obra. Quem faz isso Iesus. osso
é

estão fixos nele especificamente como o consumador ou aperfeiçoad r de n


Deus deseja que cultivemosamentede Cristo.Ele faz com quevocê deseje
dá condições para tanto. Então um diaCristo aperfeiçoaráa obraque Deus om
garantia! Essa deve seruma notícia estimuladora para você.
Unidade Um 27

Qual das declarações seguintes descreve a sua função em


cultivar a mente de Cristo? Assinale-a.
LI Estou completamente só nesta obra. Se algo acoritece, terei de
fazê-lo. Se não o fizer ~ ninguém o fará por mim.
LI Não estou sozinho; Deus me ajuda. Porém, cabe a mim a tarefa
principal. Deus me ajudará se eu me sentir em apuros. Toda a carga
está sobre mim.
LI Deus está trabalhando em mim para moldar-me à imagem de seu
Filho. À medida que eu submeter-me· à sua obra e cooperar
com ele, Deus levará a tarefa a cabo.

Apóstolo e Sumo Sacerdote


O escritor de Hebreus nos manda "[considerar] o Apóstolo e Sumo Sacerdote
da nossa confissão, Jesus" (Hebreus 3.1). O nome apóstolo significa alguém
que é enviado. Jesus foi enviado do céu à terra. Devemos considerar Jesus
Cristo. Considerar significa fixar a mente, os pensamentos e a atenção nele;
fixar a mente em Cristo. Devemos concentrar a atenção em sua vida terrenal
como é revelada nos Evangelhos. Portanto, devemos seguir as pisadas de
Cristo (veja 1 Pedro 2.21).
Devemos também considerá-lo como Sumo Sacerdote. Jesus Cristo
atuou como nosso Sumo Sacerdote quando ofertou sua vida como sacrifício
perfeito para nós. Porém, na realidade, Jesus Cristo é Sumo Sacerdote
quando intercede por nós (Hebreus 7.25). Grande parte dessa sua função
como Sumo Sacerdote é revelada nas Epístolas neotestamentárias.
Se temos de considerar Jesus como Apóstolo e Sumo Sacerdote,
devemos conhecer os Evangelhos (para a vida de Apóstolo) e as cartas do
Novo Testamento (para a vida de Sumo Sacerdote). Os Evangelhos nos
mostram Jesus em ação na terra. Quando fixamos nossos pensamentos em
sua maneira de viver, podemos conduzir nossa vida à luz de seu exemplo.
As Epístolas nos apresentam tanto o significado de Apóstolo quanto a atual
função intercessora do Sumo Sacerdote no céu. Devemos fixar nossos
pensamentos em sua obra divina por nós.

~ Relacione as funções de Cristo na coluna da esquerda com o


propósito de nossos pensamentos na coluna do meio. Depois, indique
onde aprendemos sobre esse propósito ao relacionar os nomes com
os assuntos das demais colunas (ponha duas letras diante de cada
notne).

Apóstolo a. Sua obra divina x. Evangelhos


no céu
Sumo Sacerdote b. Sua vida terrena! y. As Epístolas do
Novo Testamento

Resumo
Nosso alvo é ser semelhante a Cristo. Temos uma função nesse processo:
é-nos ordenado pensar como Cristo. A obra essencial do processo,
entretanto, cabe a Deus. Seu propósito é nossa semelhança com Cristo. Isso
Deus já predeterminou. Agora, nos está transformando de "glória em glória"
28 Unidade Um

(2 Coríntios 3.18) à imagem de Cristo. Ao trabalhar com Deus,1o pro


estudamos todos os aspectos revelados da vida humana e Cri
procuramos seguir suas pisadas. (Respostas: Apóstolo-b., X.,
Sacerdote-a., y.) !

~ Quando concluir esta primeira unidade, repasse seu ver


para memorizar. Guarde no coração a Palavra de Deq.s, pa
esteja melhor preparado a fim de enfrentar a tentação] quan
chegar. Peça a Deus para operar em sua vida, durant
curso, ao abrir sua mente e seu coração para as IEscri
Compartilhe com Deus seu propósito de responder ai tudo
ele lhe revelar durante seu estudo. Considere esta o/ração
,

Senhor, estou assustado e ao mesmo tempo emocionado


mandamento de ser semelhante a Cristo. Estou de acordo corztigo
Ele é um "Cordeiro sem mancha ", Estou disposto a ser sem 1anch
contaminação como ele? Neste momento, isso parece-me Ijllgo q
além de minha compreensão. Porém, verdadeiramente, quero ~er ob
Desejo ser semelhante a Cristo. !
Eu te agradeço por ter um ponto de partida. Por amor a i Crist
seu nome, entrego a ti minha mente. Tenho fixado minh~ men
coisas de cima, até onde posso saber como fazê-lo. Busco ia ren
constante e te dou graças por ela. Cingirei minha mente e I vivere
dar testemunho das glórias de Jesus Cristo. Sei que tenho v4:fa esp
porque quero ser igual a Ele. Sinto como se minha men~!se re
ou não quisesse ser semelhante a Ele. Eu te agradeço por, ue [e
perseverante, humilde, puro, sensível e pacifico. Aju -me
semelhante a ele nessas maneiras especificas. Amém.
Hino Parte 1: A Liberdade de Cristo
Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus (Filipenses 2.5).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


Uma Mente Você aprenderá que o domínio do pecado em sua vidacausa conflitos mentais
Desordenada enquanto suacarne lutacontra oEspírito. Àmedida quevocê permitirqueosdesejos
de Cristose tornemseus próprios desejos, sentirágenuína paz e liberdade. Cristo
Dia 2 lhe daráliberdade paraque desfrute de umavida abundante.
Uma Lista de Seus
Desejos
Objetivo Permanente
Dia 3 Em Cristo, vocêviveráem paz, livre dodomínio dopecado. À medida que você
Cristo Lhe Dá Liberda- buscarprimeiramente oreinodeDeus, osdesejos deCristo serãoosseuspróprios
de desejos.

Dia 4 Resumo da Obra de Deus em Você


A Mente Ordenada de Osdesejosde Cristoemvocêfacilitam a obradoPaiem suavida. Aprimazia dos
Cristo desejos espirituais se alcança apenasaose buscaro reino sobre todasas demais
coisas. Cristooajuda a cultivar esses desejoscomSeu exemplo. Cristoquer que
Dia 5 vocêtenhaosmesmosdesejosDele.
Uma Grande Paixão

Objetivos de Aprendizagem da Unidade


• Você compreenderá queseusdesejos podem estar emconflito com osdesejos de
Cristo.
• Compreenderá queumamente desordenada acarretaumavida ímpia.
• Entenderácomo Cristoo libertadoconflito mentale dodomínio dopecado.
• Conhecerá 17virtudes semelhantesàs de Cristoque fazem parte damente de
Cristo.
• Estimulará suadisposição debuscar oreinodeDeussobretodas asdemais coisas.

OQueVocêDeve FazerparaComeçaraExperimentaraLiberdadeemCristo
• Comece afazerumalistasigilosa de seus anelosoudesejospessoais.
• Avalie essa listaparaverificar se está em conflito comos desejosde Cristo.
• Comece a estudaras 17virtudesdamente de Cristo, paracompreender como é
a mente dele.
• Peçaa Deuspara renovarsua mente e lhe daros desejosde Cristoem lugarde
seuspróprios desejos.
30 Unidade Dois

Versículo para Memorizar


"Buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas cois s vo erão
acrescentadas" (Mateus 6.33).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Listas da Escravidão à Liberdade (p. 186-188)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta U*idad


3A. Unidade 2: Versículo para Memorizar-Mateus 6.33
7A. Oito Virtudes da Sabedoria Divina
7B. O Fruto do Espírito

DIA 1

Meditação Bíblica
para Hoje
UMA MENTE DESORDENADA
~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome d C rist
hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg .da a
sugerida para iniciar seu estudo.
·t ara
ção
"Donde vêm as
guerras e contendas i
entre vós? Porventura Quero contar-lhe uma das maneiras como Deus operou em minha vi
não vêm disto, dos começar a cultivar em mim a mente de Cristo. Leia o meu relato e d1P<>is fa
vossos deleites, que lista como a que é apresentada mais adiante. !

nos vossos membros !

guerreiam?" Um Momento de Meditação .


(Tiago 4.1). eiro,
Num sábado de agosto de 1972, eu estava só. Minha esposa tinha ido ai'cabel
e minha filhaestava num ensaio da orquestra. Já que estava sozinho, a rovei para
Nome de Cristo para
concentrar-me em meu caminhar com o Senhor. Havia memorizado o ivro d lago;
Hoje
então, passei aquela manhã de sábado meditando sobre Tiago 3.18- .3. Ti diz:
O Desejado de Todas !

as Nações
(Ageu 2.7) Ora, o fruto da justiça semeia-se em paz para aqueles que pro ove
a paz. Donde vêm as guerras e contendas entre vós? Porvent ra nã
Oração para Come- vêm disto, dos vossos deleites, que nos vossos membros gue eiam
çar o Estudo Cobiçais, e nada tendes; logo matais. Invejais, e não podeis al ançar
Senhor Jesus, o logo combateis e fazeis guerras. Nada tendes, porque não pedi . Pedi
Desejado de Todas as e não recebeis, porque pedis mal, para o gastardes e vosso
Nações, ajuda-me a deleites. I

entender como meus I

desejos puderam entrar ~ Alguma vez você pediu algo a Deus motivado simplermen
em conflito com teus egoísmo? Assinale sua resposta: O Sim O Não me recor
desejos. Dá-me o desejo
de ter a mente de Cristo. ~ Se respondeu afirmativamente, mencrone alguma, das
Amém. que pediu. I

Enquanto meditava sobre as palavras de Tiago, me dei conta d que nhas


paixões (meus anelos, desejos ou deleites) causavam uma luta d ntro tm,
A frase "combatem em vossos membros" é uma terminologia mil" qu dica
que minhas paixões atuam como soldados inimigos em uma b lha.
Unidade Dois 31

~ AlgUIna vez travou você utna luta mental interior quando dois
desejos diferentes disputavaID entre si? Assinale sua resposta:
O Sârn O Não rrre recordo

~ Se você respondeua.:firInativarnente, descreva brevemente essa luta.


Por eocernpfo, talvez você tenha sido levado a optar entre adquirir
UIna roupa muito cara que não podia pagar e pagar em dia o aluguel
de sua casa.

Testando a Passagem Bíblica etn Minha Vida


Decidi testar esse conceito fazendo uma lista de todas as minhas paixões (anelos,
desejos ou deleites), bons e maus. Então veria se verdadeiramente lutavam uns
contra os outros. Peguei um caderno e comecei a enumerar meus desejos à medida
que se me ocorriam. Decidi ser absolutamente sincero diante de Deus ao fazer esta
lista. Depois, me propus a queimar a lista antes que alguém chegasse em casa!
Minha lista começava assim:

Eu desejo:
1. Um terno novo
2. Uma lavadora e uma secadora
3. QueJesus seja honrado no seminário onde ensino
4. (Um desejo veemente)
5. Uma fé firme
6. (Outra coisa)

Os primeiros dois desejos conservavam-se em minha mente porque fazia quatro


anos que estávamos sem isso. Lavar roupa fora de casa nos causava incômodo.
Fiquei envergonhado ao escrever honrara Cristo em terceiro lugar na lista, e não
em primeiro. Não lhe direi qual era o quarto assunto, porém quero dizer-lhe que era
um desejo veemente. Toda vez que eu pensava nele, resistir-lhe era o mesmo que
resistir a um comichão (coceira). Tinha uma atração irresistível sobre mim. Eu não
queria legitimar o desejo veemente, porém regularmente voltava a insinuar-se em
minha mente. Alguma vez você teve uma experiência assim? Satanás sabe que, se
conseguir captar nossa atenção durante cinco segundos, poderá ter nossa mente
durante cinco minutos!
O quinto desejo que anotei era o desejo de uma fé firme como a que via na vida
de um amigo. Tenho um amigo que havia passado por uma série de provas diante
das quais mostrara uma fé firme. Permaneceu fiel ao Senhor, apesar das
circunstâncias. Eu desejava ter a virtude de uma fé firme como a de meu amigo.
Meu sexto desejo era de algo material. Estava eu seguro de que havia resolvido
meu problema de amor às coisas materiais. Entretanto, descobri que ainda desejava
muitas coisas. Eu era um materialista em áreas a respeito das quais não estava
consciente.
E assim segui escrevendo. Enchi a página de desejos. Ia listando-os à medida
que se me ocorriam. Compreendi que o bom e o mau se confundiam em minha mente
da mesma forma como se mesclavam em minha lista.
32 Unidade Dois

~ Se você fosse fazer uma lista como a minha, cite qu*tro d


----
ejos
que colocaria nela. Quero: !

1. , f--

2.

3.

4.

o Conflito Interior
Ato contínuo, perguntei a mim mesmo: "Combatem" meus deSl"os en ~ si?
Considerei como meus desejos se relacionavam entre si. Meu quarto esejo ~um
desejo mau, inoportuno mas regularmente presente. Meu terceiro de ejo, po utro
lado, era um desejo de honrar a Cristo. Havia uma luta entre oveemen e dese mau
e o desejo de honrar a Cristo! Verdadeiramente, eu queria honrar aq Senhc mas
às vezes violava esse desejo ao permitir que surgisse um desejo op to e
incompatível. Um desejo lutava contra outro!
Mais adiante, compreendi a razão por que minha fé não era firme meu
quinto desejo): eu não havia resolvido a questão do amor às coisas ma lalS.
Meu interesse pelas coisas materiais aumentava minha tendência me
sentir bem ou mal, conforme as circunstâncias ao meu redor. Nova I nte,
um desejo degladiava com outro. Eu era uma pessoa dividida, Algt s de
meus desejos opunham-se ativamente a outros. Minhas decisões a re leito
do que pensar eram em si irreflexivas. Pouco do que eu pei'sava tava
dominado por minha vontade. A Bíblia tinha razão! Minhas paixõ s cau vam
conflito em minha mente, ou seja, dentro de mim, em meu co ação.
I

~ Segundo Tiago, qual é a razão de um cristão ter conflitos ou ba lhas


mentais? I

!
!

~ Assinale com um "X" cada um dos seguintes assunto que


descrevem uma mente desordenada. I
!
I

O Somente bons desejos I

O Bons e maus desejos misturados I

O Claras decisões são tomadas a respeito do que pensar


O Pouca importância é dada ao que se pensa I
I
O A vontade domina o pensamento I

O A vontade não domina o pensamento I

Segundo Tiago, a luta na mente do cristão se deve ao fato de nossos de sejos h írem
entre si. A mente desordenada tem bons e maus desejos (superiores e infe ores)
que se misturam sem ordem. A vontade não domina o pensamento. Assirr se dá
pouca atenção ao que se pensa: (Respostas b., d., f.) Freqüer temer , os
pensamentos definem uma conduta - os pensamentos piedosos resu ltam e uma
conduta piedosa; os maus pensamentos resultam em uma má condu a.
Unidack Dois 33

A mente de Cristo não estava em desordem. Pelo contrário, era uma


mente ordenada. Jesus dominava de tal modo o seu pensamento, que só
realizava obras piedosas. Esta é uma razão por que você e eu necessitamos
ter a mente de Cristo.

~ Termine este estudo em oração, pedindo a Cristo para uuciar a


obra que ele necessita realizar em você para livrá-lodos efeitos
de uma mente desordenada.

DIA2
UMA LISTA DE SEUS DESEJOS
Meditação Bíblica ~ Inicie o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo para
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguidaa oração
"Quem me livrará do sugerida para começar seu estudo.
corpo desta morte?
Graças a Deus, por Ontem você aprendeu que seus desejos podem lutar entre si, causando um grande
Jesus Cristo, nosso conflitomental. Isso resulta numa mente desordenada. Uma mente com desejos
Senhor! De modo que conflitantespodeconduzira umacondutaímpiaou amás ações. Considere o conflito
eu mesmo com enten- que Paulo descreveu em Romanos 7.18-25.
dimento sirvo à lei de
Deus" (Romanos 7.24- Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem
25). algum; com efeito, o querer o bem está em mim, mas o efetuá-lo não
Nome de Cristo está. Pois não faço o bem que quero, mas o mal que não quero, esse
para Hoje pratico. Ora, se eu faço o que não quero, já não façoeu, mas o pecado
que habitaem mim. Achoentão esta leiem mim, que,mesmo querendo
Jesus Cristo, Nosso
eu fazero bem, omal está comigo. Porque, segundo ohomem interior,
Senhor
(Romanos 7.25) tenho prazer na lei de Deus, mas vejo nos meus membros outra lei
guerreando contra a lei do meu entendimento, e me levando cativo à
Oração para Come- leidopecado, queestá nos meus membros.Miserávelhomem que sou!
çar o Estudo Quem me livrará do corpo desta morte? Graças a Deus, por Jesus
Jesus Cristo, meu Cristo,nossoSenhor!De modoque eu mesmo comentendimento sirvo
Senhor, dou graças por à lei de Deus, mas, com a carne, à lei do pecado.
ti ao meu Pai celestial.
Tu és o Deus-homem Que tipo de mente você acha que Paulo estádescrevendo? Assinale sua
que tornou possível ~ resposta.
minha libertação da
escravidão do pecado e o Uma mente desordenada, dominada pela carne.
da morte. Orienta-me a O Uma mente ordenada, dominada pelo Espírito.
me livrar dos meus
desejos que estão em
~ Trace uma linha que una a mente, na coluna da esquerda, com o tipo
conflito com os teus
de vida que produz, na coluna da direita.
desejos. Tu és o meu
Senhor. Farei o que me Uma mente desordenada • Uma vida piedosa
pedires. Amém.
Uma mente ordenada • Uma vidaímpia

~ Quem ou o que pode livrá-lo de tal conflito mental, de modo que você
possa servir a Deus de uma maneira mais eficaz? (v. 25).
34 Unidade Dois

-
Enquanto você lia sobre a luta de Paulo em Romanos 7, é POSSív!que nha
se conscientizado de que uma mente desordenada pode result em ma
vida ímpia. Mas também se inteirou das boas-novas de que Jesus risto ode
livrá-lo desse conflito, a fim de que você possa servir a Deus de u a ma ira
mais eficaz. Jesus Cristo é quem pode libertã-Iol '
Uma mente ordenada, como a mente de Cristo, deve estar dominadr ela
vontade. Você deve tomar decisões sobre o que pensar. Deve chegar ao por I> de
optar por repelir seus desejos que conflitam com os desejos de Deua, Você eve
optar por querer o que Deus queira, de modo que os desejos de Cristo chegi ma
ser os seus próprios. Quando isso começar a acontecer em sua vida, você com tara
a sentir uma liberdade em Cristo que lhe permitirá viver a vida erh toda sua
plenitude. Permita-me mostrar-lhe para onde nos dirigimos. '

-
o PROCESSO PARA A LIBERDADE
1. Elabore sua própria lista de desejos. Isto será o princípio de um processo co nuo
em sua vida. '
2. Identifique os desejos que possam estar em conflito com outros desejos
3. Peçaa Cristo que o ajude a livrar-se dos desejos que estão em conflito com os ( Ie.
4. Peça a Cristo que lhe dê os desejos dele. I

5. Comece a tomar decisões que sejam compatíveis com os desejos de Cris em


vez de que venham a satisfazer seus próprios desejos.

Para ajudá-lo a começar, desejo que identifique seus desejos - os boi s e os aus.
Em seguida, você avaliará quais desses desejos poderão estar em conflito c nos
desejos espirituais.

Siga as seguintes instruções para começar a elaborar I ma li! li de


seus próprios desejos.

INSTRUÇÕES PARA ELABORAR UMA LISTA DOS DES r.,JOS

1. Providencie várias folhas de papel ou um caderno. Recomendo urr caden que


possa ficar em sua casa como referência enquanto trabalhamos' untos este
projeto. Escreva o título "Minha Lista de Desejos" e coloque a data TI<: arte
superior de uma folha.
2. Tomea determinação de sertotahnentesincerocom Deusquandofizer sualistr )re e
peça a Deus para ajudá-loa identificar seus desejos, deleites e paixões.
3. Comece a elaborar sualista. Inclua tudo que lhevierà mente. Sugiroque en nere
os assuntos. Comece com os quatro desejos que apresentei na lista de on rn.
4. Se quiser manter uma maior privacidade, você poderá redigir itens corno: sejo
veemente 1, desejo veemente 2, e assim sucessivamente. É importante otar
um mínimo de informação para não se esquecer a que se refere o it em. Pe unte
a si mesmo:
• O que de fato desejo em minha vida?
• Quais são meus desejos e paixões?
Unidade Dois 35

5. Anote tudo que lhe vier à mente. Não se preocupe em avaliar esses desejos
agora; isso virá depois.
6. Se tem dificuldade, consulte a página 186 e use a ajuda # 2 para que possa fazer
sua lista mais completa.
7. Use todo o tempo que você puder hoje. É provável que não termine sua lista, mas
que apenas a inicie. Talvez você queira andar com um caderno durante todo o
dia para anotar outros desejos que vierem à sua mente. Uma vez iniciada a sua
lista, assine e ponha a data ao lado.
Iniciei a fazer uma lista de meus desejos, sendo tão sincero com Deus quanto
posso.

Assinatura:
- - - - - - - Data: -----------
Você seguirá elaborando esta lista por um tempo. A qualquer momento, poderá
completá-la com novos desejos à medida que forem surgindo.

~ Termine seu estudo de hoje pedindo ao Senhor para lhe dar olhos
espirituais imparciais para ver os desejos seus que estão em contlito
com os desejos de Deus.

DIA 3
CRISTO LHE DÁ LIBERDADE

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Porque a lei do oração sugerida para iniciar seu estudo.
Espírito da vida, em
Cristo Jesus, te livrou
da lei do pecado e da ~ Repasse a lista de desejos que você fez ontem. Que desejos contlitam
morte" entre si? Anote em sua lista o número dos desejos conflitantes.
(Romanos 8.2). Identifique vários pares. Talvez você não tenha tempo de percorrer
toda a lista hoje. Tudo bem. Lembre-se de que está iniciando um
"Para a liberdade processo que nos toma toda a vida. Você seguirá anotando esses
Cristo nos libertou" conflitos durante os meses vindouros.
(Gálatas 5.1).
Nome de Cristo para Perrnita-meapresentar-lheumexemplo.Meuquartodesejoeraurndesejoveemente,mau,
Hoje inoportunomasfreqüentemente presente. Meu terceirodesejoera queonome de Cristo
O Libertador fossehonradoondeeu lecionava. Havia umcontlitoentre odesejoveemente eodehonrar
(Romanos 11.26) a Cristo. Portanto, anotei # 4x # 3.

Oração para Come- ~ Descreva um dos conflitos que você conseguiu identificar em sua
çar o Estudo lista de desejos.
Senhor Jesus, tu és meu
Libertador. Eu te rogo
que me livres do conflito
mental e do domínio
dos desejos
pecaminosos.
Amém.
Permita-me recordar-lhe a origem de muitos conflitos mentais. Tiago 4.1
diz: "Donde vêm as guerras e contendas entre vós? Porventura não vêm
disto, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?" Quando
36 Unidade Dois

seus desejos estão em conflito com os desejos espirituais, você experi nta
lutas mentais. Quando se acham mesclados desejos carnais Jom d JOS
espirituais, a mente se desordena e pode levar a uma vida ímpia.
A Mente de Cristo pode ajudá-lo a resolver estes conflitos. Porém e não
oferece um método ou programa que ordenará sua maneira de pen . É
Cristo mesmo que o libertará. Lembre-se que, no estudo de ontem, ulo
dizia que Jesus Cristo é quem dá liberdade.

Um Processo para a ....., Veja, na margem esquerda, "Um Processo para a Liberda "
Liberdade
Faça uma lista de seus • Este processo se relaciona com o que você faz. Cristo, porém, é quem tará
desejos. operando em você durante todo este processo.
Identifique os desejos • Cristo cria em você o desejo de ser semelhante a ele.
conflitantes.
Livre-se dos maus • Cristo começa a fazer com que você deseje o que ele quer.
desejos. • Os desejos de Cristo em você permitirão que o Pai opere em sua tida.
Receba os desejos de • O propósito de Deus é que você possa experimentar a plenitude eJin Cris
Cristo.
Decida-se a seguir os • Você cultiva desejos espirituais ao buscar oreino (ogoverno de Deus) sobr das
desejos dele. as demais coisas.
• Cristo o ajuda a cultivar esse desejo com Seu exemplo.
• Cristo quer que você tenha os mesmos desejos que ele.

~ Qual das afirmações seguintes descreve melhor o que ,'em d


ocorrer para que você possa livrar-se dos desejos confl tante
entre si? Assinale-a.

o a Reflito sobre uma lista de bons desejos, livro-me


que não estão na lista, e os substituo pelos bons
estão na lista.
O b. Acomodo-me e espero. Não faço nada até qu De me
transforme para ser o que ele quer que eu seja.
O c. Cristo me exorta a ser semelhante a ele. Desfaço- e de eus
desejos e permito que ele me dê os seus desejos.
Deus não transforma você automaticamente (b). Deus não violará ade.
Você deve participar nesse processo por sua própria iniciativa.Entre
pode fazer isso sozinho (a). Você não pode ser o que Deus deseja, se
em sua vida. A resposta correta é (c). Cristo toma a iniciativa para
o desejo de ser semelhante a ele. Quando você responde positivame te e su
seus desejos a ele, Cristo lhe dá uma nova série de desejos. Como
estudo de amanhã, seus desejos, dessa maneira, não estarão em co
Vivos em Cristo
Na primeira unidade, vimos que a palavra mente é mencionada em s is pas
do Novo Testamento. Com base nessas passagens, identi camo
características da mente espiritual. A primeira característica é viva. ver
vida é no Espírito. As pessoas que não têm o Espírito estão espiritual ente s.
Você necessita de uma mente que esteja viva no Espírito.
Unidade Dois 37

~ Leia Rom.anos 8.1-17 abaixo e faça um. círculo em. torno das
expressões relacionadas com. a vida e a m.orte: vida, vivem.,
vivificará, m.orte, m.ortos, m.orrer, haveis de m.orrer.

Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo


Jesus. Porque a lei do Espírito da vida, em CristoJesus, te livrou da lei
do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto que
se achava fraca pela carne, Deus enviando o seu próprio Filho em
semelhança da carne do pecado, e por causa do pecado, na carne
condenou o pecado, para que ajusta exigência se cumprisse em nós,
que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito. Pois os
que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os
que são segundo o Espírito, para as coisas do Espírito. Porque a
inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz.
Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é
sujeita à lei de Deus, nem em verdade o pode ser. E os que estão na
carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne,
mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se
alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é dele. Ora, se Cristo
está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas
o espírito vive por causa da justiça. E, se o Espírito daquele que dos
mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos
ressuscitou a Cristo Jesus há de vivificar também os vossos corpos
mortais, pelo Espírito que em vós habita. Portanto, irmãos, somos
devedores, não à carne para vivermos segundo a carne; porque, se
viverdes segundo a carne, haveis de morrer, mas, se pelo Espírito
mortificardes as obras do corpo, vivereis. Pois todos os que são
guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus. Porque não
recebestes o espírito de escravidão, para outra vez estardes com
temor, mas recebestes o espírito de adoção, pelo qual clamamos: Aba,
Pai! O Espírito mesmo testifica com o nosso espírito que somos filhos
de Deus; e, se filhos, também herdeiros, herdeiros de Deus e co-
herdeiros de Cristo; se é certo que com ele padecemos, para que
também com ele sejamos glorificados.
Esta passagem. descreve a vida e a morte espiritual. Cada tuIla das
seguintes palavras ou frases se relaciona com. a vida ou a m.orte. No
espaço diante de cada palavra ou frase, escreva Vpara vida e Mpara
~ morte.

- - a. Escravidão ao tem.or
- - b. Ocupar-se da carne
- - c. Ini:m.izade co:m. Deus
_ _ do No Espírito
_ _ e. Guiados pelo Espírito de Deus
_ _ f. Andar segundo a carne
_ _ g. Mortificar as obras da carne
_ _ h. Justiça
- - i.Pecado
_ _ j. Espírito de adoção
_ _ k. Ocupar-se do Espírito
_ _ 1. Andar segundo o Espírito
38 Unidade Dois

A Liberdade de Cristo
Esta primeira característica da mente cristã - viva - correspond
parte do hino em Filipenses 2. Estar espiritualmente vivo si ifica
relacionado com a liberdade de Cristo. Só pode haver genuína lib rdad
há vida espiritual. A vida não será plenamente espiritual a é qu
absolutamente livre. Por isso, iniciamos nosso estudo enfatizando a lib
em Cristo. Este é o primeiro passo no processo de ter a mente ~e Cri
Uma pessoa em Cristo é livre para viver em toda a extensã~ da p
A vida espiritual não é a ausência da morte, mas, sim, a presença de
em você! Quando permite que Cristo faça você semelhante a el~, Ele
liberdade para que viva a vida em toda a sua plenitude (Respos~as: V
g., h., k., l.; M-a., b., c., f., i.). I

~ Faça agora uma pausa e peça a Jesus Cristo para I com a


renovar a sua mente, de tal maneira que você passe a dar
segundo o Espírito .

DIA 4
A MENTE ORDENADA DE CRISTO
I

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome d1.Crist ara
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em segtfda a ção
"Mas a sabedoria que sugerida para começar seu estudo. !

vem do alto é, i
primeiramente, pura, Ao cultivar a mente de Cristo, Deus o guia a livrar-se dos desejostmpró ose
depois pacífica, substituí-los pelos desejos de Cristo. Conhecer a maneira como Je us pe oue
moderada, tratável, como se interessou pode ajudá-10 a compreender o que ele quer cult var e ocê,
cheia de misericórdia e Hoje, queremos apresentar-lhe 17 virtudes encontradiças na mente e Cri que
de bons frutos, sem Deus deseja que você desenvolva. I

parcialidade, e sem
hipocrisia" Enquanto meditava sobre Tiago 3.13-4.3, observei que a sabet0ria d
(Tiago 3.17). descrita mediante oito virtudes. Estas são palavras que descrevem ensa
divinos e, portanto, descrevem a mente de Cristo.
I
Mas o fruto do Espírito I

é: o amor, o gozo, a ~ Leia Tiago 3.13-17 e faça um círculo ao redor das oito virtu sda
paz, a longanimidade, a sabedoria divina que aparecem no versículo 17.
benignidade, a bonda-
de, a fidelidade, a Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo se bo
mansidão, o domínio procedimento as suas obras em mansidão de sabedoria. as, s
próprio; contra estas tendes amargo ciúme e sentimento faccioso em vosso coraç o, nã
coisas não há lei" vos glorieis, nem mintais contra a verdade. Essa não é a sabed ria qu
(Gálatas 5.22-23). vem do alto, mas é terrena, animal e diabólica. Porque onde h ciúm
e sentimento faccioso, aí há confusão e toda obra má. Mas a sa edori
Nome de Cristo que vem do alto é, primeiramente, pura, depois pacífica, mo erada
para Hoje tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parciali ade,
Esperança Nossa sem hipocrisia
(1 Timóteo 1.1)
~ O versículo 14 também descreve o conflito ou as luta que
surgir em sua mente e em seu coração. Quando você em c
sentimento faccioso, que deve fazer?
Unidade Dois 39

Oração para Come- ~ De onde vem esse tipo de sabedoria? (ver v. 15)
çar o Estudo
Senhor Jesus, tu és a
minha esperança. Se ~ O que está presente onde há ciúmes e sentimento faccioso? (ver v. 16)
hei de ser livre para
viver plenamente, tu és o
único que podes tornar-
me livre. Rogo-te que o tipo de conflito mental que temos descrito não deve fazer com que você se
continues tua obra de glorie. O tipo de sabedoria que gera ciúmes e sentimento faccioso é terrenal
produzir liberdade em e diabólico. Quando essa sabedoria se faz presente, há confusão. Percebe
mim. Amém. você por que necessitamos que Cristo nos livre de ter uma mente
desordenada? Temos que ser libertos desta maneira de pensar terrenal e
diabólica e substituí-la pela sabedoria de Deus.

Oito Virtudes Contidas em Tiago 3.17


O versículo 17 enumera oito virtudes da sabedoria divina. Enquanto
meditava sobre esta passagem, dei-me conta de que estas oito virtudes são
um quadro parcial da mente de Cristo. Como Cristo é Deus, ele teve esta
Oito virtudes sabedoria divina. Jesus Cristo foi puro, pacífico, moderado, tratável,
Tiago 3.17 misericordioso, frutífero, imparcial (firme)1 e sincero.
• pura
~ Leia a lista das virtudes na margem esquerda. Elas são tão
• pacífica importantes, que desejo que você comece a memorizá-las. Leia
• moderada toda a lista algumas vezes e então tente escrever as oito palavras
• tratável de cor.
• misericordiosa
l.P 5.M _
• frutífera ----------
• firme
2. P 6. F _
• sincera 3.M - - - - - - - - - - 7. F
4. T 8.S

Lembre-se de que o conflito que eu experimentei foi devido aos meus desejos.
Quandome dei conta disso, refleti sobre o Cristo que vi nas oitovirtudes de Tiago
3.17. Estas virtudes descrevem a mente de Cristo. Nãodescrevem toda a mente
de Cristo, porém descrevem partes importantes dela. Então me perguntei: Oque
aconteceria se eu tivesse as virtudes que aparecem em Tiago 3.17, sendo
perfeitamente puro como Cristo é, perfeitamente pacífico, etc.?

Existe a possibilidade de, em alguma ocasião, uma dessas virtudes


~ entrar em conflito com as demais? Seria possível a purezaentrar em
conflito com a paz? Ou a paz, com a amabilidade? Ou a fecundidade,
com a sinceridade? Assinale sua resposta.

o Sim, podem entrar em conflito.


O Não, não podem entrar emconflito.

Não, não podem entrar em conflito. Não podem entrar em choque umas com as
outras. Elas se relacionam e harmonizam-se umas com as outras. Na realidade,
cada uma atua em favor das demais. Realçam-se umas às outras!
40 Unidade Dois

o Fruto do Espírito em Gálatas 5.22-23 I


Em 1959, o Senhor me concedeu uma profunda renovação da vi1 espi aI.
Naquele tempo, eu queria mais do que tudo que Deus desenv lvess
minha vida as nove características mencionadas em Gálatas 5.2-23, o
do Espírito.

~ Leia Gálatas 5.22-23 e faça um círculo ao redor das note vi


ou fruto do Espírito.
!
O fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a longanimidade, a
paciência, a benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão,
o domínio próprio; contra estas coisas não há lei.

Jesus Cristo é Deus, mas o Espírito Santo também é Deus. T4do o e o


Espírito produz como seu fruto revela como Deus é. Eu sabia que estas ve
virtudes eram, portanto, também parte da natureza de Cristo.! Escr as
nove virtudes numa coluna vertical como a que aparece na m em
esquerda desta página. Em seguida, examinei estas virtudes para v se
atuavam unidas, tão harmoniosamente como as de Tiago 3.17. donfir ocê
mesmo!

~ Luta o amor O contra o gozo ou O produz gozo?

~ Estão a paz e a mansidão O incompatibilizadas ou O atuam ?


i
O amor produz gozo. A paz e a mansidão atuam unidas. A mesma Icomp
é válida para cada uma das outras virtudes. Cada virtude comPleEenta
aumenta a força das demais. Elas formam uma orquestra func onan
perfeita harmonia. Uma vida é gloriosa em sua harmonia e uni ade q
todas essas virtudes se fazem presentes. .
i
Nove Virtudes ~ Esta lista de nove virtudes também é muito import~!te.
Gálatas 5.22-23 que você comece a memorizar as virtudes. Leia vá as ve
• amor lista de virtudes (fruto) na margem esquerda (Gálat s 5.2
• gozo desta página. Depois, tente escrever de memória as
• paz virtudes.
• longanimidade
• benignidade 1. A 6.B
• bondade 2. G 7.F
• fidelidade
3.P 8. M _+_-
• mansidão
• domínio próprio 4.L 9.D
5. B

Uma Mente Integrada


Agora eu tinha duas listas de virtudes, a de Tiago 3.17 e a de qálatas .22-
23. Cada uma é completa em si mesma. Cada uma mostra perf ita u ade
em si mesma. Então perguntei: Podem as duas listas harmonizar m-se tre
si? Cheguei à conclusão de que todas as virtudes mencionadas e Tia são
adjetivos, e todas as mencionadas em Gálatas são substantivos. ecidi tão
aplicar cada um dos adjetivos (Tiago) a cada um dos substantiv s (G tas)
para determinar se as combinações faziam sentido.
Unidade Dois 41

.h-'õJ Faz sentido falar de amor puro, amor pacífico, ou amor tratável?
O Sim O Não

Certamente que faz! Você pode falar também de paz frutífera, amor pacífico,
longanimidade misericordiosa, bondade sincera, e fazer muitas outras
combinações.
Vi que a mente de Cristo é uma mente integrada; tem ordem, harmonia
e unidade. Cada virtude interage perfeitamente com todas as outras. Na
realidade, as virtudes se complementam umas às outras. A mente de Cristo
não tem conflitos internos.
Voltei a considerar os conflitos em minha lista de desejos, e me senti
inseguro ante os desejos veementes e o materialismo que Deus havia
revelado. Deus o sabia desde o princípio, e agora eu o sabia. Porém, como
poderia mudar isso? Falamos rapidamente sobre mudar nossa mente, mas
o que aconteceria se de fato você tivesse que mudar as características de sua
mente? Amanhã lhe contarei como respondi a Deus.

.h-'õJ Conclua hoje o seu estudo pedindo a Deus que lhe permita cultivar
essas 17 virtudes em sua vida, com a maior transparência, cada dia.

DIAS
UMA GRANDE PAIXÃO

Meditação Bíblica .h-'õJ Inicie o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Mas buscai primeiro o oração sugerida para começar seu estudo.
seu remo e a sua
justiça, e todas estas Jesus alguma vez expressou algum desejo? A seguir, três declarações nos
são apresentadas que mostram seus desejos, começando com as primeiras
coisas vos serão
palavras registradas que Jesus pronunciou quando tinha doze anos.
acrescentadas"
(Mateus 6.33). 12 anos: "... me convém tratar dos negócios de meu Pai?" (Lucas 2.49-
Versão Revista e Corrigida da lBB).
Nome de Cristo 30 anos: "Aminha comidaé fazer a vontade daquele que me enviou, e completar
para Hoje a sua obra" (joâo 4.34).
Rei dos Santos
(Apocalipse 15.3) 32 anos: "Porque eu desci docéu, não para fazer a minha vontade, mas avontade
daquele que me enviou" (joâo 6.38).
Oração para ~ Qual foi a grande paixão ou o mais forte desejo de Cristo? Assinale-
Começar o Estudo o.
Senhor Jesus, tu és meu
Rei. Quero que teu reino o Jesus queria ser popular e agradar aos seres humanos.
venha à terra e à minha O Jesus queria fazer a vontade de seu Pai e agradar a Ele.
vida. Suplico-te que me O Jesus queria fazer as coisas que agradavam a si mesmo.
dês um fortíssimo
desejo para buscar teu A Única Paixão de Jesus
reino antes que tudo. Apaixãodejesus era fazeravontadede seu Pai.ABíbliamostra que esse únicodesejo
dominousuavidapelomenos desde osdozeaté aproximadamenteos trintae doisanos.
Na véspera de sua morte, Jesus orou: "Eu te glorifiquei na terra, completando a obra
que me deste para fazer" (joão 17.4).Até o último momento, Jesus esteve ocupado
primordialmente com as coisas de seu Pai.Jesus nãotinha nenhum desejo mau. Não
permitiu que nenhum outro desejo surgisse em sua mente. Jesus tinha sua mente
concentrada em sua única grande paixão: fazer a vontade de seu Pai.
42 Unidade Dois

Porque Jesus estava dominado por essa única grande paixãO'IOdOS


atributos funcionavam perfeitamente, tal como a mão e a luva. ua p
pode resultar em paz. Sua paz toma sua benignidade mais atr ente.
nada contraditório em sua mente nem em sua personalidade. T do e
está interligado e unido. I.
,

Ajuste Meus Desejos ,


Quanto mais pensava em meus desejos conflitantes, tanto ~'ais e
me via por minhas próprias fraquezas. Então recordei-me de oman
"Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não est is de
lei, mas debaixo da graça." Não é possível dominar minha mente pel
de minha própria vontade, mas, sim, pelo poder do Espírito Santo,
mediante sua graça.
~ O que está você sentindo acerca dos desejos conflitant
porventura, tenha descoberto esta semana? Assinale sua re
,

O Sinto-me inseguro de alcançar a vitória. Vejo-me fn1aç


minhas fraquezas. •
O Sinto-me esperançoso de que Deus já está trabalhando e
para livrar-me mediante sua graça. 1

O Na realidade, não me importa ter esses desejos confli


Outra:
Ao sentir-me inseguro, em vez de esperançoso, de que Deus estav~ oper
mim, tomei a folha com a lista de meus desejos. Ajoelhei-me, levaI1teia li
o céu e clamei ao Senhor: "Senhor, o que eu necessito é ter os meus
ajustados. Sou um escravo de minhas paixões, porém eu estou sob graça
que a graça seja eficaz em minha vida. Peço-te que, em nome de ]e us, aj
meus desejos."
Eu conhecia,por experiência dopassado, os requisitos do Senhor ara pr
uma verdadeira mudança. Então apresentei este significativocomple ento
oração: "Em nome deJesus, eu permito que façasqualquer coisa que enhas
para ajustar os meus desejos. Não me queixarei de nenhum proc dime
consideres necessário, mas aceitarei o fato de que, na realidade, tu uere
seja semelhante a Cristo, custe o que custar."

Eu Precisava de Ajuda
Eu tinha planejadodestruir a lista; porém, consciente de que ela era das
maiores tarefas em prol de meu desenvolvimento espiritual, senti que ~ opo
10 sozinho. Quando Laveme, minha esposa, regressou naquela man ã, fal
lista, das idéias que tinha tido e da oração que havia feito. Pedi a la que
comigo, pedindo a Deus que me livrasse por completo do domínio e todo
em minha mente. Este foi um passo para o sucesso de uma me te in
(harmoniosa, unida e ordenada) como a mente de Cristo.

~ Existe alguém a quem você possa pedir para orar em se favo


processo? Pode ser seu cônjuge, um amigo, um professo ,um
um parente, uma pessoa que participa em seu pequ no g
estudo de A Mente de Cristo? ou outro crente. Se você
necessidade de um companheiro de oração neste sentid ,que
ser essa pessoa?

I .1 .r. I \ .!.o,.....ti ~ I.
Unidade Dois 43

Deus Conteçou Sua Obra


O Senhor começou imediatamente um processo de resposta à minha oração.
Para atingir seu propósito, começou usando um só versículo, Mateus 6.33:
"Buscai primeiro o seu reino e a sua justiça." O Espírito Santo insistiu de tal
modo nesse versículo, que este me seguia dia e noite. Ressoava
continuamente como um refrão em minha mente. Se eu entrava numa
discussão sobre algum assunto, o Espírito lembrava-me minha maior
aspiração. Se um desejo carnal aflorava em minha mente, voltava-me
profundamente para outro pensamento, em busca da justiça de Deus.
Romanos 12.2 nos exorta: "Transformai-vos pela renovação da vossa
mente." Era exatamente isso que me estava acontecendo agora. Por mim
mesmo não podia transformar minha mente, mas o Espírito Santo sabia como
conceder-me desejos sublimes. Agora meu egoísmo estava se transformando
na busca do reino de Deus e sua justiça. No final do outono, tinha a consciência
de uma total renovação de minha mente na esfera de meus desejos.
Um dos desejos de Deus para você é que busque o Seu reino e a Sua
justiça. Não é a mesma coisa, entretanto, ter o desejo e buscar o reino. Como
pode você viver de uma forma que indique que está buscando o reino? A
seguir, são apresentadas algumas maneiras de mostrar sua disposição em
buscar primeiramente o reino de Deus:
• Optar por negar-se a si mesmo e seguir a Cristo.
• Memorizar Mateus 6.33 e pedir a Deus que faça o que seja necessário para
ajudá-lo a viver dessa maneira.
• Orar buscando a direção de Deus e segui-la.
• Perguntar a Deus como usar o dinheiro que sobrou em vez de comprar coisas que
você, na realidade, não necessita, quando há tanta carência no reino de Deus.
• Optar por seguir os desejos de Deus em vez de seus próprios desejos.
• Fugir das tentações, pensamentos impuros e desejos carnais e concentrar-
se na vida piedosa, na justiça (retidão) e nos pensamentos puros.
~ Agora pergunte a Deus corrro ele fará para que você contece a
buscar prim.eiro o reino dele e:rn sua vida. Concorde em. fazer tudo
o que ele lhe disser para fazer.

O Resto da História
Este não é o fim da história que começou em agosto de 1972! Laverne e eu nos
demos conta, antes do final do outono, de que havíamos economizado o
suficiente para comprar, por exemplo, um terno novo, o primeiro produto de
minha lista original de desejos. Em seguida, fui convidado a servir como jurado
em algumas apresentações musicais, recebendo como pagamento por isso a
quantia exata que necessitava para comprar uma lavadora a preço de
liquidação! Então conseguimos a lavadora - parte do desejo de número dois.
Passado o outono, fui ensinar em um centro de orientação missionária, Certo dia,
ahnoçava com Nonnan Coad, que se sentia chamado para a Africa. Enquanto
conversávamos, disse-me que ele e sua família iam para Alto Volta (hoje Burkina Faso).
Revelando-lhe meu desconhecimento, perguntei-lhe: "Onde fica Alto Volta?"
Norrnan respondeu-me que ficava no interior da África e no sul do Saara, e
acrescentou: "Naverdade, disseram-nos que é um lugar tão quente e seco, que não vale
a pena levarmos nossa secadora, de maneira que agora precisamos nos desfazer dela.
Vocês não precisam de uma secadora, precisam?" Sem acreditar no que ouvia, disse-
lhe que, sem dúvida, necessitávamos dela! EntãoNorman me perguntou: "Que tipo de
conexões para secadora têm vocês?" Respondi-lhe que eram elétricas. EntãoNonnan
me deu a má notícia de que as conexões da sua eram para gás.
44 Unidade Dois

Na manhã seguinte, nos preparávamos para um culto de ado~ação ando


chegou um missionário que ia para o Brasil e nos suplicou: 'Agua um
minuto. Minha esposa e eu temos uma emergência. Estamos ac ndici ando
nossas coisas para embarcá-las e acabamos de pegar uma caJjta e ossa
caixa postal que nos diz que as conexões para nossa secadora no Br são
para gás, mas temos uma secadora elétrica! Há alguém aqui que que ocar
uma secadora a gás por uma secadora elétrica?"
Assim nos proveu Deus de uma secadora!
Tínhamos instaladas a lavadora e a secadora, e eu disse a Laverne
dúvida, isto foi uma virada surpreendente. Estávamos acostumados a o
coisas, e, normalmente, não as conseguíamos. Agora encontrava-me focaliz
assuntos do reino, e não em coisas. Entretanto, Deus supriu-me de tudo, emb
estivesse orando por nada disso. Por que não as obtivemos quando as ped
Ela me perguntou: "Qual é esse versículo que tem sido tão importante p
neste outono?"
Recordei-lheMateus 6.33: "Buscai primeiramente o seu reino e suajustiça.
Então me perguntou: "Mas o que diz o restante do versículo?" Néfural te.o
versículo nos assegura de que "todas estas coisas vos serão acrescentada
De repente, como que por um estalo na mente, cheguei ai uma nde
descoberta. Disse então à minha esposa. "Toda a minha vida, estive no n ócio
errado. Pensava que minhas coisas eram meu negócio, e procurava ocnpar- com
elas. Agora descubro que o reino de Deus e sua justiça são meu negócio, eus
se ocupa de minhas coisas. Quando entreguei minhas coisas a Deus e co ela
ocupar-me de meu negócio (o reino de Deus e sua justiça), permiti a Deus par-
se de seu negócio (minhas coisas). Enquanto eu insisti em procurar ate ràs
minhas necessidades, atei as mãos de Deus, de modo que ele não podia oc r-se
de seu negócio. Agora tenho deixado que a mão de Deus opere naquil9 que el osta
de fazer - em nossas coisas. Nossas coisas são seu negócio." !

h-d Ao terminar este estudo e esta unidade, faça esta oração: I

Senhor, necessito ter os meus desejos ajustados. Sou escravo dR ftinhas


paixões, porém estou debaixo da graça. Quero que tua grafll$em
mim. Peço-te que ajustes os meus desejos. Em nome de Jesus, ito que
faças qualquer coisa que tenhas de fazer para ajustar meus ejos.
Aceitarei o fato de que realmente tu queres que eu seja seme a
Cristo, não importando o preço. Faze-me semelhante a Cristo, f'uste o
que custar.

INata do editor: Embora na Bíblia que estamos utilizando conste imparcial, estat'os ado do, a
partir daqui, o termo firme, por ter sido escolhido pelo autor no original em inglê . A pre ncia
do autor se deve ao fato de que, segundo ele, a palavra firme expressa melhor signifi o do
termo no original grego. i

il ,:1
Hino Parte 1: A Liberdade de Cristo
Tende em vós aquele sentimento que houve também em Cristo Jesus (Filipenses 2.5).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


O Propósito de Deus: Você aprenderá a respeito de mais onze áreas nas quais poderá
Sua Liberdade experimentar escravidão. Em cada área, você começará a sentir a liberdade
de Cristo à medida que ele renovar seu pensamento, sua atitude mental e
Dia 2 sua perspectiva de vida.
Hábitos, Lealdades,
Relacionamentos, Objetivo Permanente
Preconceitos Em Cristo, você viverá em paz, liberto do domínio do pecado.

Dia 3 Resumo da Obra de Deus em Você


Ambições, Deveres, A liberdade de Cristo em você facilita a qualidade mental da atenção. O
Dívidas, Bens propósito de Deus é a sua plena libertação de toda escravidão ao sistema
mundano. Seu crescimento na liberdade do pecado só pode ser medido pela
Dia 4 impecabilidade de Cristo. Ele dá liberdade em seu ofício de Libertador.
Temores, Fraquezas Cristo lhe dá liberdade.

Dia 5 Objetivos de Aprendizagem da Unidade


Ressentimentos, • Você mostrará disposição em ser livre das áreas de escravidão.
Mágoas
• Compreenderá por que Deus quer que seja livre da escravidão ao pecado.
• Conhecerá maneiras por meio das quais Deus quer libertá-lo nas áreas de
hábitos, lealdades, relacionamentos, preconceitos, ambições, deveres,
dívidas e bens.
• Mostrará uma contínua disposição em buscar o reino de Deus sobre todas
as demais coisas.
• Compreenderá o caráter daninho dos temores, das fraquezas e
ressentimentos.
• Mostrará submissão à obra de Deus em sua vida que o libera do dano causado
pelos temores, pelas fraquezas e pelos ressentimentos.
• Começará a exercer o perdão em relação àqueles que o tenham ofendido.

o Que Você Fará para Continuar Crescendo na Liberdade


de Cristo
• Pedirá a Cristo para continuar sua obra de produzir liberdade
em você até que você seja verdadeiramente livre.
• Começará a fazer listas de seus hábitos, lealdades, relacionamentos,
preconceitos, ambições, deveres, dívidas, bens, temores, fraquezas e
ressentimentos.
• Começará a avaliar suas listas para identificar questões que conduzem
à escravidão.
• Buscará a ajuda de Cristo para ser livre nessas áreas de escravidão.
46 Unidade Três

Versículo Para Memorizar


"E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará... Se poi o Fil vos
libertar, verdadeiramente sereis livres" (leão 8.32,36).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Listas da Escravidão à Liberdade (p. 186-188)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com E~ta U ade


3B. Unidade 3: Versículo para Memorizar - João 8.32,36 '

DIA 1
O PROPÓSITO DE DEUS: SUA LIBERDADE

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome d~ Crist ara
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg aa
"Permanecei, pois, oração sugerida para iniciar seu estudo. '
firmes e não vos
dobreis novamente a O Propósito de Deus na Liberdade
um jugo de escravidão" A liberdade tem um propósito. Somos livres a fim de servir a qristo. mos
(Gálatas 5.1). escravos do mundo, ou servos de Cristo. A liberdade em uma ãrea si ifica
espírito de servo em outra. Se você quer servir a Cristo, de~e op por
Nome de Cristo para libertar-se do mundo. '
Hoje
A Verdade (joão 14.6) Deus inspirou a Pedro quando este disse: "[Vivei] como livres, e nã ndo
a liberdade como capa da malícia, mas como servos de Deus" (li Pedr .16).
Oração para Come- Isso quer dizer que você poderá interpretar erroneamente o pro ósito sua
çar o Estudo liberdade. Você poderá ver sua experiência da graça e libertaçã de D s do
Senhor Jesus, tu és a jugo da lei como um convite para viver como o mundo; para fazer mal.
Verdade. Tu és aquele esse o propósito de Deus ao torná-lo livre em Cristo. Deus co cedeu
que me torna livre - seus mandamentos como princípios norteadores para uma vida reta.
verdadeiramente livre. livre para viver dentro desses princípios e experimentar a ple tude
Eu te rogo que continues que Deus tem para você. Mas quando você ultrapassa essas fronteiras,
operando em mim para se escravo do pecado. Como escravo do pecado, não pode ser um servo e
produzir a liberdade de Cristo. Perderá o melhor de Deus para você. '
que tu desejas.
Amém. ~ Corrija as duas declarações seguintes, riscando! a p
incorreta entre parêntesis ( ). I
i
• Quando vivo como o mundo e pratico o (bem, mal), rou e
do pecado. I
I

• Quando vivo como servo de Deus e pratico o (bet, ma sou


verdadeiramente livre. ,
!I

Leia João 8.31-36 abaixo e sublinhe as decla~açõe que


descrevem o que faz um servo (discípulo) de Deus e que f um
escravo do pecado. i
I
Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele criam: Se vós pe~ane des
na minha palavra, verdadeiramente sois meus d scípul e
conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Resp ndera lhe:
Somos descendência de Abraão, e nunca fomos escravos re ni ém;
,
Unidade Três 47

como dizes tu: Sereis livres? Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em


verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do
pecado. Ora, o escravo não fica para sempre em casa; o filho fica para
sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres."
......., Os versículos 32 e 36 são os versículos para memorizar desta
semana. Como um método para memorizá-los, escreva-os abaixo.

Escravo do pecado é aquele que comete pecado (v. 34). Tal pessoa vive na
escravidão, não dos homens, mas, sim, do pecado. Torna-se escravo do pecado.
Um discípulo de Jesus Cristo, por outro lado, é o que permanece na palavra de
Cristo (v. 31). Conhece a verdade (v. 32). Esta é uma pessoa que vive segundo
os mandamentos de Cristo. Quando você é discípulo de Cristo, ele lhe dá
liberdade!

O Processo de Deus para a Liberdade


Na semana passada, expliquei um processo que Deus tem usado para
conduzir-me à liberdade em Cristo. Durante muito tempo, pensei que essas
coisas me estavam acontecendo somente para o meu próprio bem. Nunca
tive a intenção de compartilhá-las publicamente. Entretanto, a série de
eventos extraordinários que me levou a falar publicamente dessas idéias me
convenceu de que Deus quer que seus filhos se livrem de toda escravidão
ao pecado. Deus deseja que você seja livre.
Para iniciar esse processo, pedi-lhe que fizesse uma lista de seus
desejos ou paixões. Certamente você começou a avaliar seus desejos e
eliminar os que estão em conflito com os desejos de Cristo. Durante o estudo
desta unidade, quero que você considere algumas outras áreas em que há
escravidão. Algumas são áreas neutras de escravidão. Os assuntos nessas
áreas podem ser bons ou maus, dependendo de como se ajustam aos desejos
de Deus para você.
Áreas neutras Durante esta semana, sugiro que comece a fazer uma lista nestas últimas
• desejos oito áreas. Você já começou a fazer a primeira. Em primeiro lugar,
• hábitos começamos com as áreas neutras, porque são as mais fáceis de resolver. Em
seguida, guiá-lo-ei a enfrentar seus temores, fraquezas e ressentimentos.
• lealdades
Estas três últimas são as áreas daninhas da escravidão. São as mais difíceis
• relacionamentos de ser trabalhadas. Explicarei com mais detalhes cada uma dessas áreas
• preconceitos neutras e daninhas durante o estudo desta semana.
• ambições
• deveres .JI'I"-;" Leia toda a lista das 12 áreas de escravidão na margem esquerda.
Faça um círculo ao redor de uma ou duas que você considere
• dívidas
como as mais difíceis de solução.
• bens
Duas Advertências
Áreas daninhas Não apresse Deus! Demorei mais de quatorze meses desenvolvendo as
• temores listas pela primeira vez. Por isso, vejo este curso apenas como uma
• fraquezas introdução ao processo de cultivar a mente de Cristo, processo este a ser
• ressentimentos desenvolvido durante toda a sua vida. Para cada lista, eu tinha que pedir
48 Unidade Três

liberdade e conceder tempo a Deus para que me guiasse ém cu prir os


requisitos para a verdadeira liberdade. Ore enquanto labora
cada lista. Depois que fizer a lista, permita a I Deu fazer
qualquer coisa que tenha de fazer para dar a i você plena
liberdade. Não se surpreenda se o Espírito Santo pedir você
para refazer a lista de vez em quando. Ele poderá o enta-lo
acerca de áreas que eu não mencionei. Poderá' reali sua
transformação levando-o numa direção totalmente stinta
daquela para a qual me conduziu. Permita que Deus ( dirija,
através desse processo, a seu modo e em seu devido t npo.
Não abandone as responsabilidades. Deus nos confere responsa idades
que nos limitam. Por exemplo, nenhum cônjuge é totalmente [ivre, da um
é responsável pelo cumprimento de seus votos matrimoniais. Nen l1TI pai
cristão pode dizer que é livre das obrigações com seus filhos. As! limita es que
Deus estabelece são um campo de treinamento para a semelhança COI Cristo.

Você está disposto a dar a Deus todo o tempo que lele m essita
para efetuar a sua liberdade? O Sim O Não. Se marcou sb diga-
o a Deus agora mesmo. Do contrário, peça a ele! que loque
dentro de você essa disposição. :

A Atitude Mental de Cristo


Todo mundo pode ser livre nas 12 áreas de escravidão que enun ~ei. O
propósito de Deus é que você seja livre da atitude mental! deste hundo.
Quando isso acontece, você passa a estar atado à atitude njlental ele: à
mente de Cristo. Ao estar atado à maneira de pensar de Deus, vOCÉ ~ livre
das ataduras de Satanás e do pecado. .
Jesus Cristo foi o ser humano mais livre que viveu sobre a tr'rra. À redida
que seu ministério entrava em várias etapas, Jesus tinha que t mar ( cisões
-decisões do ministério-sobre o que dizer e quando dizê- o, ao e ir e
quando ir, sempre observando o tempo oportuno e se Pai.
Freqüentemente Jesus se referiu à sua hora. Suas decisões roram empre
perfeitas. Somente desfrutando dessa liberdade, podemps to W as
decisões espirituais corretas. i

Cristo deseja sua liberdade. Ele prometeu: "Se, pois, o Filh!o vos ertar,
verdadeiramente sereis livres" (Ioão 8.36). Nada fora de voe pode
perturbar a liberdade que Cristo dá. Sua liberdade pode ser para mpre.
Entretanto, Paulo adverte: "Para a liberdade Cristo nos I ertou;
permanecei, pois, firmes e não vos dobreis novamente a um go de
escravidão" (Gálatas 5.1). Paulo está se referindo à liberdade do le lismo
judaico, mas também ao pecado que escravizou você. !

Por que é tão importante a liberdade da escravidão do pecado pa ter o


mesmo sentimento de Cristo? A pessoa com a mente de Cristo Iconce a sua
atenção em Deus. Quando você está na escravidão, você ~oncen a sua
atenção nos desejos, lealdades, ambições, ressentimentos, ~ toda essas
coisas que o prendem ao mundo. A liberdade de Cristo em lvocê era e
desenvolve a qualidade mental da atenção a Deus, à sua Palavra, à ação,
e à sua voz. Deus deseja nossa liberdade.
~ Por que é importante a liberdade da escravidão do lpecacl p
I

~ Qual é o desejo de Deus para você? Minha +-__


-
I

I
Unidade Três 49

Esta liberdade que Cristo deseja para você não pode ser medida
por nada neste mundo. Sua única medida é o Senhor Jesus Cristo
mesmo. Seu desenvolvimento na liberdade do pecado só pode
medir-se pela impecabilidade de Cristo; não por você mesmo,
nem por outras pessoas, nem por nenhum outro modelo.
Qual é o padrão para medir seu desenvolvimento na liberdade?

~ Não estamos falando da justiça que Deus dá mediante a fé em Cristo.


Estamos falando da fé posta em prática. A fé frutífera é prática, e Deus
quer que você seja livre. Cristo quer que você seja livre, assim como
ele é.

~ Conclua este estudo com um momento de oração. Peça a Cristo


para tomá-lo verdadeiramente livre. Peça ao Pai para fazê-lo
frutífero e fiel como Jesus Cristo, seu Filho.

DIA 2
HÁBITOS, LEALDADES, RELACIONAMENTOS, PRECONCEITOS
~ Inicie o estudo lendo o versículo bíblico e o nome
de Cristo para hoje. Repasse o versículo para
memorizar. Faça em seguida a oração sugerida para
começar seu estudo.
Meditação Bíblica
para Hoje
Hábitos
"Entrega ao Senhor as
Uma tarde, eu deveria ter ido buscar minha esposa Laveme. Esqueci o
tuas obras, e teus
compromisso. Regularmente, isso me estava acontecendo. Geralmente,
desígnios serão estabe-
desculpava-me dizendo que era professor e que a minha mente estava
lecidos" (Provérbios
ocupada com pensamentos mais sérios. Quando me dei conta do encontro
16.3).
combinado, Laveme já estava me esperando durante uma hora. Apressei-
Nome de Cristo me a buscá-la com abundantes desculpas. Pedi a ela que me perdoasse.
para Hoje Naturalmente, ela me perdoou de imediato. Então me disse: "Se você leva
O Caminho com tanta seriedade o propósito de não deixar o pecado ser o seu senhor, não
(loão 14.6) crê que deve orar a respeito de suas distrações? Além disso, será que o
Espírito que habita em nós apreciaria um mau hábito como esse?"
Oração para Isso me chamou a atenção. Poucos dias depois, deparei-me com este
Começar o Estudo testemunho em Marcos 10:1 "...e tomou a ensiná-las, como tinha por costume".
Senhor Jesus, tu não és Jesus tinha hábitos ou costumes! Ele tinha o hábito de ir à sinagoga no dia de
apenas a verdade. Tu és sábado (veja Lucas 4.16). O Getsêmane devia ser um lugar de sua predileção,
o Caminho para a porque ele tinha o hábito de ir ao Monte das Oliveiras quando estava em
verdade sobre a vida. Jerusalém (vejaLucas 22.39). A oração era um dos hábitos de Jesus (vejaMarcos
Na realidade, não 1.35; Lucas 6.12). Entretanto, todos os seus hábitos eram bons; mas eu tinha
conheço o caminho sem consciência de que nem todos os meus hábitos eram bons. O Senhor estava me
ti. Rogo-te que me revelando com toda a clareza outra área de escravidão: meus hábitos.
conduzas na senda pela
qual devo andar. Temos de tomar medidas no momento em que o Senhor nos revela uma
Amém. providência necessária a sermos cumpridores da palavra e não apenas
ouvintes. A próxima vez que orei, pedi ao Senhor que me revelasse todos os
meus hábitos, bons ou maus. Anotei esses hábitos, e era óbvio quais deviam
desaparecer. Uma vez mais, em minha fraqueza, pedi ao Senhor que me
mostrasse as medidas que eliminariam tudo o que estava desagradando a
ele. Um mau hábito (como atitude distraída) revela uma área da vida que não
está sob o controle do Espírito Santo. Quase todos os meus maus hábitos
5o Unidade Três

eram resultado do descuido. Tive de tomar determinadas medid em


relação a alguns de meus maus hábitos, porém as mudanças nãq oco am,
essencialmente, mediante minha disciplina pessoal, mas através um
maior conhecimento do governo constante do Espírito Santo. Meus h itos
foram transformados, de descuidados, em controlados pelo Espírito.

o desejo de Deus é transformar seus hábitos,


de descuidados, em controlados pelo Espírito.

~ Em seu caderno ou em algumas folhas soltas de papel, co


preparar uma lista de seus hábitos. Escreva o título "Lista de
Hábitos" e a data de hoje na parte superior de uma folha. Se
alguma dificuldade, abra o livro na página 186 e consulte o gui
o ajudará a fazer sua lista mais completa. Você estará f
quatro listas hoje, assim que programar seu tempo. Enumer
menos cinco ou seis hábitos como ponto de partida.

~ Enquanto começa a avaliar seus hábitos, peça a Deus para


lo a identificar quais são os descuidados e quais os controlado
Espírito. Escreva a letra D ao lado dos hábitos descuidado
precisam ser controlados pelo Espírito.

Lealdades
Um dia estive discutindo certo assunto com um amigo. Tornei-me def
Naquele momento, o Espírito Santo sussurrou em meu espírito qpe a p
defensiva era um sinal de perigo quanto à atitude do mundo. Aqui havia
sinal de Deus, de modo que respondi. A persuasão foi tão forte, !'~ue ar
assunto. Geralmente, pensamos em lealdade como uma boa virtu e. O
parecia estar dizendo que eu estivera defendendo uma falsa le dade
Jesus teve lealdades. Indubitavelmente, ele foi leal ao seu P
momento da sua prisão, Jesus protegeu lealmente os seus diScít'ulos.
eu devo ser semelhante a Cristo, o Senhor estava me reveland a re
de que nem todas minhas lealdades eram semelhantes às de Cri to. N
havia dado conta de que uma lealdade podia ser falsa ou desn cess
Fiz uma lista de todas as minhas lealdades e, em seguida, or
de cada uma das que estavam na lista. Minha lista era demasia
lealdades, como os desejos, devem ser puras diante do Senhor.
minhas lealdades, ainda que legítimas, não eram medidas se ndo o
espiritual. Eliminei algumas delas, já que não tinham valor algu . At
outras um novo valor, segundo sua importância espiritual. Funda ental
percebi que podia ser leal a qualquer coisa por que pudesse orar. Ores
1

final foi uma reestruturação quase completa de meu sistema de v


Minhas lealdades foram transformadas, de dispersas, em dev~tas.
O desejo de Deus é transformar suas
lealdades, de dispersas, em devotas. I

Em seu caderno, comece a preparar uma pequenallita d


~ lealdades. Ponha título e date a lista. Se tiver dificuldad s, ab
livro nas páginas 186-187 e consulte o guia, que o ajudar a faz
lista mais completa. Enumere algumas lealdades para Icome

~ Enquanto começa a avaliar suas lealdades, peça a Deu~sue o


a identificar quais são dispersas e quais são devotas. sere
D junto às que parecem ser dispersas ou desnecessã . s.
Unidade Três 51

Relacionatnentos
Os relacionamentos foram a área seguinte em que o Espírito Santo começou
a operar para livrar-me da escravidão do pecado. Considerando que eu não sou
uma pessoa possessiva, cria sinceramente que era livre de toda escravidão
nos relacionamentos. Entretanto, o Espírito pode ver aspectos de domínio ou
possessão a respeito dos quais não estamos conscientes. Deliberadamente,
entreguei minha esposa ao Senhor, ao dizer-lhe: "Senhor, eu te peço que a
faças amar-te mais do que ama a mim." Pedi a Deus que fizesse com que as
prioridades dela fossem as que aparecem em Marcos 12.30-31. Nosso amor
a Deus deve estar em primeiro lugar, muito acima de qualquer amor terrenal.
Quando fiz essa mesma oração por minha filha, tive que acrescentar: "Isso
quer dizer que, se desejares levá-la para a África ou outro campo missionário
distante, seu amor e serviço a ti devem ser maiores que seu amor e serviço
a nós." Fiz essa mesma oração em favor de cada um de meus netos.
Descobri que o Espírito me orientava a fazer uma lista de todos os meus
relacionamentos: com meu chefe, meus amigos, meus colegas, e com outros.
Então apresentei cada uma dessas pessoas ao Senhor para que eu pudesse
atingir o propósito de Deus para a vida delas. Pouco a pouco, passei a
compreender que todo relacionamento em minha vida devia estar a serviço de
Deus. Verdadeiramente, eu estava sendo transformado. Meus relacionamentos
se haviam transformado, de servir a mim mesmo, em servir a Deus.

o desejo de Deus é transfortnar seus relacionatnentos,


de servir a si tneSOlO, etn servir a ele.

Etn seu caderno, cotnece a preparar Utna lista de seus


~ relacionatnentos. Se tiver dificuldade, abra o
livro na página 187 e consulte o guia, que o ajudará
a fazer sua lista tnais cotn.pleta. Enutnere três ou
quatro relacionatnentos para cotneçar.

~ Enquanto cotneça a avaliar seus relacionatnentos, peça a Deus


para ajudá-lo a identificar quais estão servindo a você tnestno e
quais estão servindo a Deus. Escreva Utn Vjunto aos que parecetn
estar servindo a você tnestno.

Preconceitos
Depois o Espírito Santo começou a trabalhar em meus preconceitos. Não
imaginava que tivesse algum! Sob a liderança do Espírito, encontrei
preconceitos profundos e desconhecidos.
Na Bíblia, Naamã se irou quando Elias lhe disse que se banhasse no
Jordão. Naamã perguntou: "Não são, porventura, Abana e Farpa, rios de
Damasco, melhores do que todas as águas de Israel?" (2 Reis 5.12). Os
fariseus mostraram seus preconceitos quando perguntaram aos discípulos
de Jesus: "Por que come o vosso Mestre com os publicanos e pecadores?"
(Mateus 9.11).
Muitos crentes têm-se livrado dos preconceitos mais conhecidos (no
que diz respeito à raça ou aos grupos étnicos) mediante a obra do Espírito
Santo na forma de pensar deles. Porém, sob a santa supervisão do Espírito
Santo, puderam descobrir preconceitos que nunca imaginariam que
tivessem. Por exemplo, alguns crentes, inconscientemente, pensam que,
se Deus opera de certa maneira na vida deles, está obrigado a operar da
52 Unidade Três

mesma forma na vida de outro crente. Quase todos temos preco


quanto aos dons naturais ou espirituais. Às vezes, pensamos que é
através de nosso dom ou nossos dons que Deus pode operar le~itima
na vida de qualquer pessoa. Alguns líderes cristãos pensam ~ue to
pessoas são chamadas por Deus da mesma maneira que eles foram.
Se temos preconceitos a respeito da maneira como Deus age na
alguém, estamos limitando a soberania de Deus. Se Deus é sobera
pode haver de nossa parte preconceito algum que limite sua obra em
vida. Uma vez mais, tive que fazer uma lista. Não havia suspeitado da
presença de preconceitos em minha vida, mas os preconceitos lim m o
domínio de Deus.

O desejo de Deus é transformar seus


preconceitos, de circunstanciais, em bíblicos.

~ Em seu caderno, comece a preparar uma lista de


preconceitos. Ponha título e date sua lista. Se tiver
dificuldade, abra o livro na página 187 e consulte o lguia,
ajudará a fazer sua lista mais completa. Para começar, en
três ou quatro preconceitos.

~ Enquanto avalia seus preconceitos, peça a Deus para aju


identificar quais são circunstanciais e quais são bfblicos.Escre
C junto aos que parecem ser circunstanciais ou contrários à

Em cada uma das áreas mencionadas até agora - desejos, hábitos, lea
relacionamentos e preconceitos - tive que fazer uma lista
fervorosamente por causa da escravidão inerente em cada uma
fervorosamente sobre cada lista, como um prelúdio à profunda obra do
Santo em me libertar dessas áreas de escravidão. i

Meditação Bíblica
para Hoje Encerre este estudo orando em relação às áreas que~eus ece
"Ora, além disso, o que colocar em relevo que necessitam de uma imediata tr sfo
se requer nos Permita a ele fazer tudo o que seja necessário par aju
despenserros é que cada renovar a mente nessas áreas.
um seja encontrado fiel"
(1 Coríntios 4.2). DIA 3
AMBIÇÕES, DEVERES, DíVIDAS, BENS
Nome de Cristo
para Hoje ~ Inicie o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de i Crist ara
A Vida hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg aa
(joâo 14.6) oração sugerida para começar seu estudo.
Oração para
Começar o Estudo Ambições ,
Senhor Jesus, tu és a O Senhor também me fez ver a escravidão resultante de minhas ambiç
minna Vida. Sem ti; ambições incluem projetos, propósitos, objetivos, esperanças e sonho
estaria morto em meu nos conduzem à realização. Um pecado profundo pode ocultar-se da
pecado. Rogo-te que me centrada em ambições. Nossas ambições revelam pecado ria esf
livres das coisas que me orgulho. É difícil ser sincero com o Senhor neste assunto, de modo que
impedem de viver a vida pedir ao Senhor que me ajudasse a ser franco com Ele enquani· fazia
na dimensão máxima que de minhas ambições. Eu não havia descrito cuidadosamente ete
tu planejaste para mim. ambições. Na realidade, eram esperanças ou sonhos instintiv s. En
Amém. orava, conscientizei-me de ambições que nunca havia admitido c m fr
sequer em meu próprio pensamento. I
Unidade Três 53

Depois que fiz a lista, tratei sinceralllente de entregar estas ambiçõea ao


Senhor. Urna vez mais, permiti a Deus que fizesse qualquer coisa que fosse
necessária para cumprir seu propósito. Muitas de minhas ambições havialll
trazido honra a mim rrresrno. Agora começava a transformação. O Espírito
queria que eu fizesse morrer minhas ambições pessoais e que cultivasse as
que vie.saern a honrar ao Senhor ou contribuir para a extensão do seu Reino.

o desejo de Deus é transfonnar suas aInbições,


de honrar a si IneSInO, e-rrr honrar a Deus.

~ EIn seu caderno, COInece a preparar tuna lista de suas atn.bições.


Ponha título e date. Se tiver alguIna dificuldade, abra o livro na
página 187 e consulte o guia, que o ajudará a fazer a lista rneds
cOInpleta. Você estará fazendo quatro listas hoje, assiIn que
progratn.ar seu f errrpo, Entunere, para cOIneçar, pelo rriemos duas
ou três, eIn cada categoria, durante este estudo.

~ Enquanto avalia suas atn.bições, peça a Deus para ajudá-lo a


identificar quais estão honrando a você IneSInO e quais estão
honrando a Deus. Escreva UIn V junto às que lhe dão honra ou
t êrri COInO causa principal o orgulho.

Deveres
Ato contínuo, o Espírito corrreçou a llle fazer ver que alguns de meus deveres
eram urn obstáculo para a plena liberdade. Urna das obras do Espírito é
produzir ern nós tirn sentimento de "dever" no que diz respeito às nossas
tarefas cristãs fundamentais. Ele rne fez oonacierrtizar-rne de que estava
realizando muitas atividades para as quais não tinha dons nem era chamado.
Sou urna pessoa cumpridora de rnetrs deveres, de modo que isso rne abalou.
Sob a supervisão estreita do Espírito, descobri que eu estava sendo
impulsionado por deveres que estava realizando que não me diziam respeito.
Isso não quer dizer que todos os deveres sejam maus. Devemos sentir
certas obrigações divinas. Não somos salvos pelas obras, rnas as obras são
fruto de nossa fé. Estudei as vezes e.rn que Jesus disse "É necessário". "Nos
negócios de mou Pai, é necessário estar... E necessário que tarnbérn anuncie
o evangelho do reino de Deus a outros povos; porque para isto fui enviado...
É necessário que hoje, amanhã e depois de amanhã siga meu caminho;
porque não é possível que um profeta morra fora de J crusalérn". Percebi um
chamado eterno a respeito de todos os seus deveres. Jesus sabia desde o
princípio o curso e o destino final de sua vida. Iriegavelrnerrte, em Cesaréia
de Filipe Jesus sabia da proximidade de sua morte e ressurreição (veja
Mateus 16.21). Ele nunca mudou de direção, mesmo que para isso tivesse
de repreender Pedro (veja Mateus 16.23). Jesus mostrou firmeza ern sua
última caminhada para Jerusalém e para a cruz (veja Marcos 10.32). Ele
tinha deveres e foi inflexível ern seu cumprimento.
Na realidade, Deus espera que façamos determinadas coisas. Devemos,
por exemplo, estar seguros de que amamos a Deus acírna de tudo. Devemos
honrar nossos pais e entregarmos nossos dízimos. Muitos dos mandamentos
de Deus realçam os deveres que Deus tern reservado para nós. Para que
seja válido, cada dever tem de ser parte da obra eterna para o Reino. "Porque
SOlllOS feitura sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus
antes preparou para que andásaernos nelas" (Efésios 2.10). Apenas Deus
sabe o que ele quer que façamos. A vontade de Deus é perceptível rnecliarrte
as normas que estabelece em nossas vidas, o ensino da Bíblia, as autoridades
que coloca sobre nós e o conselho de cristãos experientes.
54 Unidade Três

Para ter a mente de Cristo, temos de saber o que Deus quer hue fa os,
tal como Jesus sabia o que o Pai queria que ele fizesse. "Importa que f
as obras daquele que me enviou" (Ioão 9.4). Mas também ternos qu
o que nos é exigido fazer. Elaborei minha lista de deveres e, com dific
descobri, depois de muita oração, quantos deles não eram de If>eus.
me dos deveres supérfluos foi difícil e às vezes até doloroso. Esse ex
exigiu uma determinação inesperada; porém, no processo, .desco
pensando do ponto de vista da eternidade e de meu lugar nela.

o desejo de Deus é transformar seus deveres, de motivados la


obrigação, em motivados pelo espiritual.

~ Em seu caderno, comece a preparar uma lista de seus d


Ponha título e date a lista. Se tiver alguma dificuldade; abra
na página 187 e consulte o guia, que o ajudará a fazer siJ-a list
completa. Lembre-se de programar seu tempo.

~ Enquanto avalia seus deveres, peça a Deus para aju


identificar quais se baseiam na compulsão e quais [se b
na eternidade. Escreva um C junto aos que paredem b ear-
se na compulsão.

Dívidas
Então o Senhor começou a me falar sobre a escravidão da dívida, Ante
me livrado da dívida financeira, de modo que não sentia nenhuma esc
nessa área... até que o Espírito me apresentou uma nova forjma d
dívida. Descobri que "devia" favores a muitas pessoas. i Cert
devemos expressar gratidão quando alguém é benevolente ~ara c
Também devemos demonstrar benevolência (dar o que o be4efici'
merece) sem esperar recompensa. Somos benévolos grafas à
natureza, e não em função do que isso nos trará em troca. i

Fiz uma lista dessas dívidas e descobri que Deus fazia parte Ide ca ma.
Sinto-me profunda e eternamente endividado com Deus pelo que e ti tem
feito por mim. Devido a isso, tenho a obrigação de realizar sua bra."
devedor, tanto a gregos como a bárbaros, tanto a sábios como igno
(Romanos 1.14). Paulo empregou o conceito de dívida p a in
ministério ao qual havia sido chamado. Em outras palavras, minhas
se converteram, de seculares (temporais), no ministério que Deus m
dado (eternas).

o desejo de Deus é transformar suas


dívidas, de temporais, em eternas.

~ Em seu caderno, comece a preparar uma lista de as


tanto as financeiras como as de favores pessoais. P nha t
date a lista. Se tiver alguma dificuldade, abra o livro n
e consulte o guia, que o ajudará a fazer sua lista mai

~ Enquanto avalia suas dívidas, peça a Deus par


identificar quais são temporais e quais são eternas. um
T junto às que parecem ser temporais ou secular
Unidade Três 55

Bens
Agora era a oportunidade para o Senhor me livrar dos meus bens. Mais do
que possamos imaginar, quase todos estamos amarrados ao que possuímos.
Protegemos nossos bens e tomamos medidas para sua segurança. Poucos
cristãos do mundo ocidental conhecem o tipo de vida que Cristo viveu. Ele
não possuiu outra coisa a não ser a roupa do corpo.
Nossa casa foi a primeira coisa que o Senhor nos exigiu que lhe
déssemos. Laverne concordou que o Senhor deveria decidir sobre o nosso
uso da casa. Não éramos proprietários, mas, sim, administradores do que ele
havia provido. Assim, dedicamos nossa casa a Deus. Logo ele enviou uma
série de estudantes, amigos, desabrigados, e outros, para que os
hospedássemos. Era óbvio que se tratava de uma prova do compromisso que
havíamos feito. Além disso, eu tinha que discipular ou ensinar esses
hóspedes da melhor forma possível, devido às circunstâncias. Mais adiante,
se nos exigiu que vendêssemos a casa, como parte do chamado de Deus para
uma nova ocupação no Reino de Deus.
Naquele tempo, desfrutávamos de dois automóveis. Tínhamos um jovem
amigo que estava prestes a se casar e não tinha carro. O Senhor me orientou
que fosse ao escritório, pegasse o documento de propriedade de um dos
veículos e o desse (como presente de Deus, não nosso) ao jovem. Parecia que
o Senhor achava onde usar excepcionalmente nossos bens ou nos livrar deles.
Pouco a pouco, nosso pensamento foi se transformando, de uma atitude de
proprietários, em uma atitude de administradores.

o desejo de Deus é transfonnar você, da condição de dono de seus


bens, e m adtninistradores deles.

~ Usando seu caderno, cotnece a preparar UD1.a lista de seus bens.


Talvez queira pôr alguns etn grandes categorias COtnO "tnóveis".
Ponha título e date a lista. Se tiver algUD1.a dificuldade, abra o livro
na página 187 e consulte o guia, que o ajudará a fazer sua lista
rrmis cotnpleta.

~ Enquanto avalia seus bens, peça a Deus para ajudá-lo a


identificar COtn quais você se relaciona COIDO proprietário e COID
quais se relaciona COtnO adtninistrador.

Em todas essas transformações, minha família e eu estávamos sendo libertos:


• do mundo, como o havíamos conhecido;
• das inibições;
• da necessidade de ver nossos amigos e o mundo de uma forma estreita;
• das antigas mas falsas concepções de felicidade e bem-estar;
• das limitações das ataduras secretas que não estávamos cônscios de
que existiam;

e estávamos sendo libertos para:


• permitir que Deus tivesse o pr'rmerro lugar;
• ministrar a seu corpo; e
• passar a novas e mais profundas lições sobre a semelhança com Cristo.

O pecado não será o seu senhor em nenhuma área (veja Romanos 6.14). Seu
domínio em sua vida será nulo.
56 Unidade Três

~ Encerre este estudo orando acerca das áreas que Deus p


colocar em relevo que necessitam de uma mudança ime
Deixe que Deus faça tudo que seja necessário para i ajud a
renovar sua mente nessas áreas.

DIA 4
TEMORES, FRAQUEZAS

~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de sto


para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em se ida
a oração sugerida para iniciar seu estudo.
Meditação Bíblica
para Hoje Áreas Daninhas de Escravidão
"E ele me disse: A Todas as áreas de escravidão que temos examinado até agora são ne
minha graça te basta, Podem ser boas ou más. Até Jesus, com toda sua magnífica liberdade
porque o meu poder se desejos, hábitos, lealdades e relacionamentos, mas todos eram bon
aperfeiçoa na fraqueza. meus não eram. Pelo menos, nem todos eles. O Senhor me co
Por isso, de boa pacientemente e amavelmente, de área em área, e transformou
vontade antes me mente e pensamentos. Este processo exigiu mais de um ano c1ie con
gloriarei nas minhas obra do Espírito para transformar minha psique e minha perspec
fraquezas, a fim de que respeito dos assuntos que fizeram parte destas primeiras nove
repouse sobre mim o Aquele ano foi um tempo de contínua avaliação e de um reposicioname
poder de Cristo" minha perspectiva e até de minha filosofia de vida.
(2 Coríntios 12.9).
~ Quanto tempo você pensa que deve dar ao Espírito para q
"Porque Deus não nos
realize sua obra renovadora em sua mente? Assinai ua
deu o espírito de
resposta.
covardia, mas de
poder, de amor e de a Provavelmente, menos de um ano. Aprendo com rapid
moderação" a Talvez um ano.
(2 Timóteo 1. 7).
O Vários anos. Minha vida está terrivelmente confu~a.
Nome de Cristo O Enquanto Deus precisar; talvez toda a vida. '
para Hoje I

A renovação de minha mente durante esse ano foi apenas um come ela
Rocha Espiritual
prosseguiu até o dia de hoje. Periodicamente, volto a fazer listas. Ca
(1 Coríntios 10.4)
descubro que o Senhor está me conduzindo mais profundamente para sua
Oração para Come- liberdade. Até diria que está me conduzindo à sua santidade. A liberd do
çar o Estudo Senhor é, acima de tudo, liberdade do pecado. Espero que você não nha
Senhor Jesus, a pressionar Deus com um tempo-limite para a renovação de sua men Dê
normalmente tenho a ele todo o tempo de que necessite. A renovação de sua mente se um
medo. O mundo é um processo que durará toda a sua vida. '
lugar espantoso e Agora o Senhor me havia preparado para um passo que não rude
imprevisível para ano anterior. Havia me conduzido através das áreas neutras d~ escr
minha família. a fim de preparar-me para três áreas que não eram neutras, mas im,
Necessito conhecer a daninhas. O auto-exame iria se aprofundar mais e exigir mais ltemp
segurança que tens para
mim. Ajuda-me a Temores
conhecer-te como minha
A primeira dessas áreas daninhas eram meus temores. Ano i to os
Rocha Espiritual, o
temores em que podia pensar. De imediato, vi que quase todos s origi
firme fundamento que
jamais falhará. em meus desejos de proteger-me. Mesmo depois de ter entr gue
Amém. dívidas e bens ao Senhor, alguns de meus temores tinham a ver om di
ou com a falta dele. Tinha temores acerca de minha família e a egura
Unidade Três 57

emprego. Em todos eles, descobri o elemento de autoproteção. Isso revelava


falta de confiança em Deus, de modo que orei a respeito da profundidade da
minha fé. Ter a mente de Cristo é confiar na provisão do Pai. Só ele pode nos
proteger. Somente ele pode proteger nossas famílias.

~ Quando você teIn teInores e está na defensiva, o que lhe revela


isso, no que respeita à sua fé eIn Deus?

Sim, os temores indicam falta de confiança na provisão e proteção de Deus.


Também são indícios de uma má interpretação dos propósitos de Deus, que
estão muito além de nosso entendimento. Por exemplo, Jesus permitiu que
Lázaro morresse vitimado de UlTIa enfermidade, em vez de curá-lo. Porém,
Jesus tinha erri rnerrte UlTI propósito rnaior que daria glória a Deus quando
ressuscitasse Lázaro dentre os mortos (veja João 11.1-45).
Paulo pareceu mostrar a mente de Cristo em sua carta aos Filipenses.
Estava encarcerado, e alguns procuravam matá-lo,

Segundo a minha ardente expectativa e esperança, de que e m


nada serei confundido; antes, com toda a ousadia, Cristo será,
tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela
vida, seja pela morte. Porque para mim o viver é Cristo, e o
morrer é lucro (Filipenses 1.20-21).

Paulo estava preparado para a vida e para a morte. Aceitava qualquer coisa
que Deus permitisse. Paulo colocava-se diante da vida ou da morte sem
temor, porque tinha fé e confiança em Deus. Por isso pôde escrever a
Timóteo e dizer-lhe: "Porque Deus não nos deu o espírito de covardia, mas
de poder, de amor e de moderação" (2 Timóteo 1.7).
Depois de haver anotado todos os temores em que podia pensar,
entreguei-os ao Senhor e pedi a ele que transformasse minha rnerrte em
qualquer sentido que desejasse. Cristo corrroçou a desenvolver e.rn lTIilTI UlTI
extraordinário senso de segurança.
A única segurança que agora se rrre p errrrite ter está e rn Cristo. No
processo de Deus, conscientizei-me de que eu era manipulador em questões
que jamais poderia suspeitar. Parte de minha conduta era uma falsa
cor'age'rn, que ocultava um temor de ser percebido como medíocre ou
ingênuo. Às vezes, meus comerrtár-ios inocentes eralTI, na realidade, para
autoproteger-me. Pouco a pouco, o Senhor passou a ser a única esperança
com que podia contar. Apesar de meus temores, estava sendo transformado,
de adotar uma atitude de autoproteção, em sentir-me seguro em Cristo.

o desejo de Deus é transfortná-Io, de trrrra atitude de' autoproteção,


eIn encontrar sua única segurança eIn Cristo.

~ EIn seu caderno, oorrre-ce a preparar UIna lista de seus


teInores. Ponha título e date a lista. Se tiver alguIna
dificuldade, abra o livro na página 188 e consulte o guia, que o
ajudará a fazer sua lista Inais oorrrpbet a, EnuInere hoje, para
COIneçar, dois ou três t errror-ee.
58 Unidade Três

~ Enquanto começa a avaliar seus temores, peça ~.


Deu
revelar-lhe as maneiras através das quais você busc seg
ao adotar uma atitude de autoproteção. Peça a ele aa
a encontrar sua única segurança em Cristo.

Fraquezas
As fraquezas são a próxima área de escravidão daninha. Freqüente
procuramos justificar nossas fraquezas dizendo que nascemos assi
exemplo, uma de minhas fraquezas é que não podia falar eficazme em
público. A direção que Deus me estava dando naquele momento exi que
fizesse justamente isso.
Senti-me como Moisés quando apresentou essa desculpa. Tamb
uma pessoa essencialmente tímida, de modo que havia desenvolvido
artifícios para encobrir minha timidez. Descobrira também for
compensar outras fraquezas. Não queria que as pessoas as conhec
Três vezes Paulo pediu ao Senhor que removesse seu :"espi o na
carne". A resposta de Deus foi:

Por isso de boa vontade antes me gloriarei nas minha


fraquezas, a fim de que repouse sobre mim o poder d
Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas iI1júrias
nas necessidades, nas perseguições, nas angústias po
amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então é que so
forte (2 Coríntios 12.9-10).

Eu nunca havia falado com o Senhor a respeito de minhas ttaquez . Fiz


minha lista. Orei a respeito e pedi ao Senhor que me fortaleeesse que
fosse necessário. Pedi a ele que, de alguma maneira, usasse. meus ntos
fracos para a sua glória. Desse modo, minhas fraquezas se converte , de
instrumentos de Satanás, em instrumentos de Deus. ,

o desejo de Deus é converter suas fraquezasl


de instrumentos de Satanás, em instrumentos de feus.

~ Usando seu caderno, comece a preparar uma lista dei'


us te
Ponha título e date a lista. Se tiver alguma dificuldade abra
na página 188 e consulte o guia, que o ajudará a fazer s lis
Meditação Bíblica completa. Enumere hoje, para começar, várias de s s fra
para Hoje i
"...se teu irmão pecar, ~ Enquanto começa a avaliar suas fraquezas, peça ~ Deu
repreende-o; se ele se ajudá-lo a identificar as que estão sendo usadas contra voe
arrepender, perdoa- instrumentos de Satanás. Peça a Deus para transférma
lhe. Mesmo se pecar fraquezas em instrumentos que canalizem glória para el
contra ti sete vezes no
dia, e sete vezes vier DIAS
ter contigo, dizendo: RESSENTIMENTOS, MÁGOAS
Arrependo-me; tu lhe
~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de
perdoarás"
para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça! em s
(Lucas 17.3-4).
a oração sugerida para iniciar seu estudo. !

Nome de Cristo
para Hoje O Espírito Santo tinha ainda uma área de escravidão que relOlver
Médico ressentimentos e mágoas. Sinto-me agradecido de que o E pírito
(Lucas 4.23) deixado para o final esta área. Talvez sejam as coisas mai difí
I
Unidade Três 59

Oração para Come- solução. Igualmente como fiz em relação às demais áreas de escravidão,
çar o Estudo elaborei minha lista de ressentimentos e mágoas. A lista era extensa.
Senlior, tenho sido Em 1959, enquanto cursava o doutorado, tive uma experiência renovadora no
ofendido muitas vezes. Senhor que transformou minha vida. Antes da renovação, havia tido bastante
Algumas dessas ofensas
êxito no campo da musicologia. Havia alcançado notoriedade por meu
remontam ao passado.
conhecimento e aperfeiçoamento nessa área. Então deparei-me com um novo
Quero ser curado das
mágoas que delas
sistema de valores. Agora era vã a reputação que havia procurado com tanto
resultaram. Quero estar afã. Em vez de ser uma testemunha do mundo e seus valores, estava me
livre da escravidão tomando uma testemunha de Cristo. Isso era algo inaceitável para o campus
danosa do passado. da Universidade Estadual do Norte do Texas em 1959. Os companheiros de
Como o grande Médico estudo que antes me estimavam, agora me menosprezavam.
que és, rogo-te que efetues Um dos homens que reconheceram essa nova direção em minha vida era
tua obra sanadora em também crente. Depois que terminamos nossa tese de doutorado,
minha vida. ocasionalmente eu o via em reuniões profissionais. Numa conversa, ele
Amém. insinuou que eu era um religioso fanático. Contive a ira e me ressenti com
ele. Outro homem mentiu a fim de galgar um cargo que eu estava exercendo.
Outros se aproveitaram de mim. Fiquei surpreso ao descobrir a quantidade
de ressentimentos que estava reprimindo.
Por volta de 1973, o Senhor estivera me preparando por mais de um ano
para resolver esses ressentimentos. Terminei a lista e orei em relação a cada
um deles. Pedi ao Senhor que me perdoasse os ressentimentos que tinha e que
perdoasse os meus ofensores pelo mal que me haviam feito por egoísmo.

~ Em seu caderno, comece a preparar uma lista de seus


ressentimentos e mágoas. Ponha título e date a lista. Se tiver
alguma dificuldade, abra o livro na página 188 e consulte o guia, que
o ajudará a fazer sua lista mais completa.

O desejo de Deus é fazer com que as ofensas que outros


lhe tenham causado, em vez de ressentimentos, produzam amor.

Aquela manhã, eu ia orando enquanto caminhava para a escola onde


lecionava. Perguntei ao Senhor: "Até onde entendo realmente o perdão?"
Imediatamente recordei Mateus 5.43-44: "Ouvistes que foi dito: Amarás ao
teu próximo, e odiarás ao teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai aos vossos
inimigos, e orai pelos que vos perseguem."
O que eu podia legitimamente orar a respeito de um companheiro que
zombava de meu relacionamento com Cristo? Disse ao Senhor: "Devo pedir
algo que ele entenda, e da única coisa que ele parece entender é dinheiro!"
Busquei às apalpadelas uma revelação de algo que pudesse pedir por ele.
Reiteradamente, aflorava em minha mente a questão do dinheiro.
Então tive uma idéia: tenho vários títulos, certificados e condecorações
que poderia, se quisesse, colocar na parede (mas não quero). Entretanto, não
tinha certificado algum, nenhuma prova exterior ou visível das mudanças
em minha mente e perspectiva que haviam ocorrido no ano anterior. Não
tinha evidências concretas de que as mudanças eram genuínas e de que
eram de Deus. De todo o coração, queria orar espiritual e racionalmente
(veja 1 Coríntios 14.15), mas necessitava de um sinal de Deus de que eu
andava no caminho certo.
60 Unidade Três

Então orei: "Senhor, fale de ti a Bill através do dinheiro. Peço-te qu aças


algo milagroso em sua vida financeira, de maneira que ele saiba I que t stás
operando em sua vida, que te interessas por ele. Depois, Senhor, fa
que ele se reporte a mim, para dizer o que aconteceu. Se ele tne pr rar,
não necessitarei de um certificado! Saberei que estás dando um sinal que,
verdadeiramente, queres livrar-me destes ressentimentos e 'de to s as
demais áreas de escravidão!"
Quase imediatamente, recebi um telefonema de Bill! Ele me disse:' . W.,
você não crerá no que aconteceu." Então me contou algo tão extráordin
ponto de entender que era Deus quem o fizera. O momento foi de
regozijo para ele e para mim. No princípio, ele não creu. Entretanto, n
teve êxito minha sinceridade. Tomamo-nos bons amigos. En
conversávamos, conscientizei-me de que Deus havia operado, ntedian
ressentimento e a renovação de minha mente, para realizar um mila
vida de Bill. O que havia sido meu ressentimento transformou-se em

~ Enquanto avalia as ofensas que outros lhe tenham causado


a Deus que o ajude a identificar perante quais rreag
ressentimento e diante de quais reage com amor. Escreva
junto àquelas a respeito das quais você ainda reage com r cor,
ressentimento ou mágoa.

~ Ao terminar este estudo:

• Peça a Deus para perdoá-lo de qualquer ressentime ou


mágoa que haja em sua vida.
• Peça a Deus para capacitá-lo a perdoar aqueles o
ofenderam.
• Peça a Deus para perdoá-los.
• Peça a Deus para começar a converter seus ressenti
em amor.
UNIDADE QUATRO

VIRTUDES DA SABEDORIA DIVINA

Hino Parte 2: O Estilo de Vida de Cristo


O qual; subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual
a Deus coisa a que se devia aferrar (Filipenses 2.6).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


Limpando Sua Mente O propósito de Deus é que você chegue a ser semelhante a seu Filho Jesus
com a Palavra de Deus Cristo. Esse é um padrão supremo, e é inalcançável sem a ajuda de Deus.
Deus quer que você tenha as virtudes de Cristo. A boa notícia é que ele está
Dia 2 disposto a ajudá-lo! Nesta unidade, você estudará oito virtudes de Cristo.
Pura Ele é o seu Padrão. Deus estará operando em você e com você para dar-lhe
a qualidade mental do discernimento. Ao medir seu pensamento e sua
Dia 3 conduta conforme a perfeição de Cristo, Deus estará agindo para renovar
Pacífica sua mente a fim de que ela reflita as virtudes de Cristo.
Dia 4
Moderada, Tratável e Objetivo Permanente
Misericordiosa Em Cristo, você cultivará a qualidade mental do discernimento e a empregará
para ser puro, pacífico, moderado, tratável, misericordioso, frutífero, firme e
DiaS smcero.
Frutífera, Firme e
Sincera Resumo da Obra de Deus em Você
O estilo de vida de Cristo em você surge da qualidade do discernimento. O
propósito de Deus é sua virtude. Seu desenvolvimento no caráter de Cristo
pode ser medido unicamente pela perfeição de Cristo. Cristo torna possível
sua virtude quando Seu estilo de vida serve de exemplo.

Objetivos de Aprendizagem da Unidade


• Você compreenderá a importância da Palavra de Deus como instrumento
para limpar sua mente e guardá-lo do pecado.
• Mostrará submissão à obra purificadora de Cristo mediante sua Palavra.
• Entenderá a diferença entre as oito virtudes da sabedoria divina
mencionadas em Tiago 3.17 e seus opostos e distorções.
• Conhecerá oito virtudes da sabedoria divina.
• Demonstrará fome espiritual de que Cristo estabeleça essas virtudes em
sua vida.

O Que Você Fará para Começar a Desenvolver as Virtudes da


Sabedoria Divina
• Você estudará oito virtudes junto com seus opostos e distorções.
• Familiarizar-se-á com as "Ajudas Permanentes" nas páginas 186-221.
• Concentrará sua atenção em uma das virtudes e começará a usar as ajudas
que o levem à maturidade nessa virtude.
62 Unidade Quatro

Versículo para Memorizar


"Mas a sabedoria que vem do alto é, primeiramente, pura, de OlSp fica,
moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons tos, sem
parcialidade, e sem hipocrisia" (Tiago 3.17).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Virtudes Semelhantes às de Cristo (p. 186-188).

Os Cartões para a Mente de Cristo Relacionados com Esta Un de


3B. Unidade 4: Versículo para Memorizar - Tiago 3.17
7A. Oito Virtudes da Sabedoria Divina
8A. Pura IDA. Misericordiosa
8B. Pacífica 10B. Frutífera
9A. Moderada 11A. Firme
9B. Tratável 11B. Sincera

DIA 1
LIMPANDO SUA MENTE COM A PALAVRA DE DEUS

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nOIl1J.e de isto


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar] Fa em
"O qual, subsistindo em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
forma de Deus, não
considerou o ser igual a
Deus coisa a que se Hino Parte 2: O Estilo de Vida de Cristo
devia aferrar" Se Deus viesse à terra e andasse entre nós, como se comportarik? Qu
(Filipenses 2.6). a sua conduta? Temos a resposta a essa pergunta no poema de Filipens
11. Deus veio à terra na pessoa de Jesus Cristo. Ele veio demonstr
"Vós, maridos, amai a forma visível, o propósito de Deus para o gênero humano. "O qual, subs
vossas mulheres, como em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus coisa a que s
também Cristo amou a aferrar" (Filipenses 2.6). Como podemos ver a conduta de Deus no e
igreja, e a si mesmo se vida de Cristo, podemos aprender sobre sua maneira de pensar. "
entregou por ela, a fim como ele pensa consigo mesmo, assim é" (Provérbios 23.
de a santificar, tendo-a comportamento exterior é um reflexo dos pensamentos. Nas próxim
unidades, consideraremos as virtudes de Cristo que se refletiram
purificado com a lava-
maneira de viver. !
gem da água, pela
palavra, para
apresentá-la a si mes- ~ Leia o relato da tentação de Jesus no deserto. Enquan era
mo igreja gloriosa, sem tentado por Satanás, Jesus respondeu de uma formal que diz
mácula, nem ruga, nem algo acerca de sua maneira de pensar. Enquanto lê ob ver los
qualquer outra coisa seguintes, sublinhe as palavras de Jesus.
semelhante, mas santa Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, pa ser
e irrepreensível" tentado pelo diabo. E, tendo jejuado quarenta dias] e qu nta
(Efésios 5.25-27). noites, depois teve fome. Chegando-se a ele o tentador, dis : Se
tu és Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem e
Nome de Cristo Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de ~ão vi
para Hoje homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus, E
O Verbo (joâo 1.1) diabo o levou à cidade santa, colocou-o sobre o ~ináC
templo. E disse-lhe: Se tu és Filho de Deus, la ça-te
abaixo; porque está escrito: Aos seus anjos dará o dens
respeito; e: eles te susterão nas mãos, para que nu ca tr
i
Unidade Quatro 63

Oração para em alguma pedra. Replicou-lhe Jesus: Também está escrito: Não
Começar o Estudo tentarás o Senhor teu Deus. Novamente o diabo o levou a um monte
Senhor Jesus, tu és o muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles;
Verbo de Deus. Tu és e disse-lhe: Tudo isto te darei, se, prostrado, me adorares. Então
Deus. Quero que minha ordenou-lhe Jesus: Vai-te, Satanás; porque está escrito: Ao Senhor
vida esteja plenamente teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Então o diabo o deixou; e eis
preenchida de ti. Rogo- que vieram anjos e o serviram (Mateus 4.1-11).
te que me limpes e me
enchas de ti. Amém. ~ Nas três respostas, Jesus empregou uma frase no seu início.
Qual foi?

Jesus citou as Escrituras quando foi tentado. Disse ele: "Está escrito...".
Jesus havia memorizado as Escrituras. Por conhecer os mandamentos de
Deus, Jesus soube reagir diante de cada tentação, de modo que não pecou.
O salmista diz: "Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar
contra ti" (Salmos 119.11).
Por que devemos familiarizar-nos com o que Deus tem afirmado
~ em sua Palavra?

Algo que aprendemos sobre a mente de Cristo é que ele a preencheu com
as Escrituras. Jesus conhecia a vontade de seu Pai e estava preparado para
resistir à tentação quando ela chegasse. As Escrituras ajudaram Jesus a
manter sua mente limpa e despoluída.

A Palavra de Deus Limpa


A Palavra de Deus tem um efeito purificador na mente. Jesus disse aos seus
discípulos: "Vós já estais limpos pela palavra que vos tenho falado" (joão
15.3). Mais adiante, Jesus orou: "Santifica-os [os discípulos] na verdade; a
tua palavra é a verdade" (loão 17.17). O Senhor limpa a igreja mediante "a
lavagem de água pela palavra" (Efésios 5.26).
Normalmente nossa mente está tão confundida com a maneira de pensar
do mundo, que devemos nos reorientar em relação à maneira de pensar de
Deus. Começamos com urna limpeza completa com a Palavra de Deus. A
Palavra de Deus limpa enquanto tira o que é mau e impuro. A Palavra de
Deus limpa enquanto substitui a forma incorreta de pensar pela forma
correta. Um estágio no cultivo da mente de Cristo é permitir que Deus limpe
sua mente mediante sua Palavra.

o Humanismo Era para Mim um Obstáculo


Depois que eu estivera trabalhando em minha lista de áreas de escravidão, passei
a estudar o que a Bíblia dizia sobre cada uma das 17 virtudes mencionadas em
Tiago 3.17 e Gálatas 5.22-23. Estas virtudes representam parcialmente essa
mente ideal de Cristo por que eu estava me esforçando. Eu sabia que logo que
estivesse livre da escravidão do pecado, Deus me levaria a ter estas virtudes em
minha vida. Usando minha Concordância bíblica, compilei outras passagens
sobre as virtudes mencionadas nas duas que estamos estudando.
64 Unidade Quatro

No processo, comecei a descobrir fatores que me limpe


alcançar as virtudes. Em diferentes etapas de minha educação,
exposto à influência do humanismo de maneira sutil. O humanism
que somos capazes do desenvolvimento e da expressão d
personalidade por meio da razão. O humanismo glorifica o que o h em é
capaz de fazer, independente de Deus. Naquele tempo, eu ha tido
dificuldade em crer que as virtudes bíblicas eram simplesmente dom
que recebemos no nascimento espiritual (como se dá a entend em 1
Coríntios 2.14-16). Minha mente instruída no humanismo queria rçar-
se por alcançar as virtudes.

Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deu


porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque el
se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual disce
bem tudo, enquanto ele por ninguém é discernido. Pois, que
jamais conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-I
Mas nós temos a mente de Cristo (1 Coríntios 2.14-16).

~ Identifique corretamente as duas declarações a


qualificando-as como sendo da perspectiva do humanism
Deus. Coloque D (Deus) ou H (humanismo) no espaço

Posso cultivar estas virtudes divinas e


vida mediante o estudo e o esforço pess

_ _ _ _ _ _ As virtudes divinas são um dom ,ara


nascimento espiritual e se mostram
permito a Cristo que viva sua vida! em
O conhecimento ajuda, e meus estudos da Bíblia definiram 'as vi des o
suficiente para permitir-me reconhecê-las. Meu conhecimento e ritual
estava aumentando, mas se me havia ensinado a sentir-me [orgul so do
conhecimento. Quando alcançamos certas coisas no sistema do undo,
esse ato de realização se torna parte do nosso subconsciente. As udes
não podiam ser cultivadas mediante o esforço pessoal, tal corno
humanismo. Fazia-se necessário que Deus realizasse uma obra mim
que permitisse que a presença de Cristo e sua mente se rev ssem
através de minha vida.

Um Voto Especial
Por alguma razão, eu não podia simplesmente entregar-me lincon ional-
mente a Deus para que ele fizesse Sua vontade, ainda que o desejass uito.
A fim de vencer a presença profunda e inconsciente do humanismo zum
voto ao Senhor: daquele momento em diante, não leria nada mais que íblia,
até que Deus me indicasse que eu havia começado a pensar bibli ente.
Decidi saturar minha mente com a maneira de pensar de Deus, utros
crentes talvez não tenham que chegar a tal extremo. Certos asp s do
humanismo estavam mui arraigados em mim. Ainda hoje, creio ~ue o o que
fiz foi inspirado pelo Senhor e constituiu-se em algo necesjsário meu
desenvolvimento naquele tempo. i
Unidade Quatro 65

Esse período durou quatro anos. Durante esse tempo, somente lia a
Bíblia. Sequer lia comentários bíblicos. Memorizei vários livros e muitas
passagens e capítulos da Bíblia. Estudava exaustivamente, orava
continuamente, e descobri que estava tendo lugar uma genuína
transformação no mais íntimo de minha mente. Senti que, na realidade,
estava entendendo o sentido e as implicações mais profundas das virtudes
mencionadas em Tiago 3.17 e Gálatas 5.22-23. A Palavra de Deus chega ao
mais íntimo da mente. A Palavra de Deus afeta cada parte de nossa mente,
inclusive o subconsciente, sobretudo quando se guarda ali a Palavra.
~ Enquanto lê esta lista, marque o quadrinho ao lado do que você
já pratica. Circule aquilo que você considera que Deus deseja que
você dedique mais tempo e atenção.
O Ler diariamente uma parte da Palavra de Deus.
O Estudar minuciosamente passagens bíblicas, para ver o que
Deus deseja que você creia ou faça em resposta à sua Palavra.
O Estudar temas relacionados na Bíblia para entender, com
maior clareza, o que Deus está dizendo sobre um assunto
particular.
O Memorizar versículos, passagens, capítulos,' inclusive livros
da Bíblia.
O Meditar na Palavra de Deus. Pensar no que ele está dizendo
por meio dela.
O Examinar a Palavra de Deus com outros crentes. Deus
poderá lhe dar idéias por meio de outro crente.

~ Ore ao terminar o estudo de hoje. Peça a Deus para usar a


leitura, o estudo e a memorização dos textos bíblicos deste curso
como uma oportunidade de limpeza de sua mente. Se sentir que
Deus o chama a dedicar mais tempo à sua Palavra (em vez de
dedicá-lo ao esporte, à televisão, ao cinema ou a outra atividade),
compartilhe com Ele suas intenções.

DIA 2
PURA

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo e o nome de Cristo para hoje
para Hoje (p. 66). Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida
"Quanto ao mais, a oração sugerida para começar seu estudo.
irmãos, tudo o que é
verdadeiro, tudo o que Durante o resto desta semana, estudaremos as virtudes da sabedoria divina
é honesto, tudo o que é enumeradas em Tiago 3.17. Consideraremos três aspectos de cada virtude.
justo, tudo o que é 1. O que é (virtude semelhante à de Cristo).
puro, tudo o que é 2. O que não é (oposto satânico).
amável, tudo o que é 3. Como pode ser falsificada (distorção).
de boa fama, se há
alguma virtude, e se há Cada virtude é uma característica semelhante à de Cristo. Para cada
algum louvor, nisso virtude, Satanás tem um ou vários opostos. Por exemplo, a luxúria é o oposto
pensai" (Filipenses 4.8). da pureza. A mente carnal tende a adotar esta característica oposta. De
66 Unidade Quatro
,

I
igual forma, Satanás tem também uma distorção de cada virtude. N< que
Nome de Cristo procuramos chegar à maturidade em todas as virtudes, corremos o ri o de
para Hoje distorcê-las. Por exemplo, na tentativa de desenvolver a pureza, po mos
Refinador e Purificador nos desviar, tomando-nos puritanos. '
(Malaquias 3.3) A qualidade mental que Deus estará cultivando em você é o
discernimento. Este é o processo espiritual de discernir aç s e
Oração para pensamentos corretos de ações e pensamentos incorretos.] Deus quer
Começar o Estudo ajudá-lo a conhecer a diferença entre puro, luxurioso e puritano. O E írito
Puríssimo Senhor Jesus, Santo o ajudará a discernir entre as virtudes semelhantes às de Cri , os
adoro e glorifico a opostos satânicos e as distorções.
pureza que vejo em tua
vida. Quero ser puro ~ Observe o gráfico seguinte. Peça a Deus para guiá-lo à pri eira
como tu. És Refinador e virtude que ele queira cultivar em sua vida. Encerre e um
Purificador. Refina-me círculo aquela que você sente que Deus deseja que enfoq em
e purifica-me para que primeiro lugar.
eu possa ser como tu. _ _ _ _ _ _ _ _---e..~
Queima e tira de minha
OPOSTO SATÂNICO VIRTUDE SEMELHANTE DI$TORÇÃ
vida tudo o que seja
À DE CRISTO
impuro. Amém.
Luxurioso Puro Puritano
Briguento Pacífico Transige e
Áspero Moderado Neglige o

Intratável Tratável Adulado


Desapiedado Misericordioso Indulger
Infecundo Frutífero Obcecad
Indeciso Firme Inflexíve
Mentiroso Sincero Brutal
!

Preparei um instrumento especial para cada uma destas virtudes, a n de


ajudá-lo em seu estudo. Está no final deste livro, sob o título " udas
Permanentes para Cultivar a Atitude de Cristo". Embora !não e ejam
completas, servem de ponto de partida enquanto você permite qUE )eus
aprimore essas virtudes em sua vida. !

~ Abra o livro nas páginas 189-221 e busque a virtuie qtu você


encerrou em um círculo. Ponha um marcador de p" gina esse
lugar ou dobre o canto da folha para que possa con ultá-l esta
semana. Escreva aqui o número da página: ---+!_-1IIIH--
Puro: irrepreensível,
limpo, casto, sem ~ Agora recorra aos cartões picotados no final do livrt'. De! que
mancha, inocente, o cartão que se relaciona com a virtude que tenha eleci ado.
não adulterado, Mantenha-o consigo esta semana para concentrar ua a tlção
sem estigma, nesta virtude e em seus opostos e distorções. '
incontaminado,
Puro
inculpável
Na manhã de uma sexta-feira de outubro de 1973, eu esta~'a ref indo
sobre os conceitos que havia aprendido sobre a pureza. Me cora o se
Opostos de puro: sentiu agradecido ao observar que Deus me havia per itido azer
luxurioso, carnal, progressos na pureza de coração. !

lascivo, sensual, conta-


minado, corrompido, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender { ueé
pervertido, depravado, pureza e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua definição de I reza.
imoral, impuro
Pureza é
Unidade Quatro 67

Enquanto eu refletia sobre o progresso que havia feito, me dei conta de que
em meu ambiente havia abundância de impurezas. Imediatamente, pensei
em um amigo cuja conversação revelava uma mente impura. Ele me
ofendera com seus comentários lascivos. Pedi ao Senhor que purificasse a
mente de meu amigo. Em seguida, lembrei-me de uma amiga que tinha uma
impureza diferente. Senti que ela cultivava as amizades com um sentido
utilitarista. Ela possuía motivos impuros. Pedi ao Senhor que a purificasse.
Depois pensei em um companheiro que parecia estar desviando-se. Ele
mostrava aversão por assuntos espirituais. Comecei a orar por ele.
Quanto mais pensava a esse respeito, tanto mais impureza parecia
encontrar nas pessoas que conhecia. Eu estava pensando nos crentes! A lista
de pessoas impuras se tomara extensa, e os tipos de impureza tomavam-se
complexos. Quanto mais orava, tanto mais compreendia que estava sentindo-
me pesaroso. Sabia que esse sentimento, na verdade, indicava algum tipo de
pecado em minha mente. Assim que pedi ao Senhor que me mostrasse se
havia pecado em meu coração, ele falou com toda a clareza!
Um oposto satânico da pureza é a luxúria. Os cristãos espirituais tratam
de evitá-la. Deus proveu-nos um exemplo perfeito de pureza no Senhor
Jesus, de modo que devemos fugir da luxúria e procurar atingir o alvo da
semelhança com Cristo. Mas Satanás tem uma distorção ou falsificação da
pureza. Erramos o alvo por ir demasiado longe. Em vez de ser puros,
tomamo-nos puritanos, que era exatamente a origem de meu sentimento
de pesar. Deus me revelou que eu estava me tomando um puritano.
Encontramos muitos níveis desta distorção. Normalmente ela vem
acompanhada de orgulho e pode incluir o desprezo para com os demais. Em sua
fase inicial, entretanto, pode revelar-se como uma simples opinião. Creio que
eu estava na "fase da opinião" naquele tempo. Posso afirmar, com sinceridade,
que não sentia desprezo algum em meu coração pelas pessoas implicadas.
Sentia afeto genuíno. Deus, porém, me fez ver que eu as estava julgando.
Senti-me quebrantado em meu coração. Perguntei ao Senhor: "Como
pude equivocar-me assim, quando não tenho lido nada além da Bíblia
durante mais de um ano?" Então recordei que os fariseus conheciam muito
mais da Tora do que eu conhecia da Bíblia. Mesmo assim, eram puritanos.
Eu havia definido as virtudes em termos bíblicos, mas estava usando meu
progresso como um parâmetro para as definições delas. O puritanismo
consiste em usar-se a si mesmo como parâmetro de pureza, em vez de ter
Cristo como padrão.

Distorções de puro: ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a


puritano, legalista ou distorção da pureza. Pode você pensar em uma experiência em
farisaico, rígido, que tenha observado esse tipo de conduta? Se pode, quem estava
severo, austero, envolvido e quando?
santarrão

Jesus É o Padrão
Todas as virtudes devem ser definidas em termos da vida e personalidade
de Jesus. Jesus é a definição das virtudes. A Bíblia tem um propósito ao nos
recomendar "considerá-lo" (Hebreus 3.1) e a "fixarmos os olhos" nele
(Hebreus 12.2) Todas as passagens bíblicas sobre pureza são importantes,
mas interpretá-las independente de sua manifestação na vida de Cristo
pode levar à sua distorção.
68 Unidade Quatro

Jesus foi absolutamente puro. Às vezes me pergunto se i algu


Jesus foi tentado pela luxúria. Sem dúvida, ele foi confrontado por ela.
8.3 nos diz de um grupo de mulheres que seguia a Jesus e o servia co
próprios recursos econômicos e financeiros. Poucos homens têm po
mais adoradoras ao seu redor que Jesus. Entrementes,Pedro
pertencia ao círculo mais íntimo de Jesus e que o observou de perto d
três anos e meio, o descreveu como "um cordeiro sem defeito
mancha" (1 Pedro 1.19). João, outro pertencente ao círculo íntimo de sus,
disse que "nele não há pecado" (1 João 3.5). Aqueles que mel r o
conheceram, reconheciam que Jesus tinha perfeito domínio de si m mo.
Jesus não experimentou a luxúria. Tampouco, era puritan Os
puritanos se limitam em sua seleção de amigos. Jesus se f~z amo de
publicanos, prostitutas e pobres, e foi chamado amigo de pecadores, itou
sem preconceito o convite para comer com fariseus santarrões e publ nos
pecadores. Jesus nunca se rendeu à luxúria nem a nenhuma utra
impureza; porém nunca também distorceu a pureza.• Ies foi
verdadeiramente e absolutamente puro.

~ Cite uma virtude na vida de Cristo.

P Pacífica Moderada Tratáv


Misericordiosa Frutífera Firme Sincer

Corno pôde Jesus viver uma vida tão limpa? Constantemen ele
praticava a presença de Deus! Sempre esteve consciente da prese do
Pai. Seu Pai era seu constante ponto de referência (veja Lucas 2.4
4.34; 5.19-23; 6.38; 17.4). De igual maneira, você pode p
constantemente a presença de Cristo. Cristo está sempre com voe
Mateus 28.20). Ele é o seu ponto de referência.

~ Abra o livro nas páginas 189-190 e examine a list


características de puro nas Ajudas Permanentes. O
algumas das sugestões para praticar a presença de
Termine o estudo de hoje pedindo a Deus que lhe permit
mais consciente da presença dele em sua vida a cad~ mo
I

DIA 3
PACÍFICA

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o no~!e de .sto


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memoriza Fa em
"Não será assim entre seguida a oração sugerida para começar seu estud ..
vós; antes, qualquer
que entre vós quiser
tornar-se grande, será Pacífico
esse o que vos sirva; e A segunda virtude é pacífica. Pacífico descreve uma maneira de agir. O osto
qualquer
. que entre
. vós
. de Pacífico é briguento. A busca da paz pode ser distorcida com a! transi ncia,
quiser ser o primeiro, Jesus advertiu:
será vosso servo"
(Mateus 20.26-27).
Não penseis que vim tr~zer paz à terra; _não vim trazer p~.z, ma
Nome de Cristo espada. Porque eu vim POR EM DISSENSAO O HOMEM C NTR
para Hoje SEU PAI, A FILHA CONTRASUA MÃE, E A NORACONT SU
Príncipe da Paz SOGRA; E ASSIM OS INIMIGOS DO HOMEM SERÃO OS A SU
(Isaías 9.6) PRÓPRIA CASA (Mateus 10.34-36). I
Unidade Quatro 69

Oração para
Começar o Estudo Com toda a sua serenidade, Jesus colocou limites precisos. Jesus não
Príncipe da paz, vivo transigiu em suas expectativas para manter a paz. Não devemos empregar
em um mundo que mal nem distorcer suas características ou seus conceitos. Não devemos ir
conhece pouco da paz. além de ser pacíficos e chegar a ser transigentes.
Peço-te que moldes ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o que
minha vida para que eu significa pacífico e o que não significa (opostos). Escreva abaixo
seja pacifico como tu és. sua definição de pacífico.
Então, quando tu
perceberes que estou Pacífico é
----------------------
pronto, coloca-me no
meio de pessoas que
necessitam de um
pacificador, e opera ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a
através de mim para distorção de pacífico. Pode você pensar em uma experiência em
mostrar a paz ao meu que haja observado esse tipo de conduta? Em caso afirmativo,
mundo. Amém. quem estava envolvido e quando?

Pacifico: tranqüilo,
afável, harmonioso,
disciplinado, ordeiro,
quieto, reconciliador, Jesus Foi Pacífico
calmo, agradável, Surgiu uma disputa entre os discípulos, quando Tiago e João postulavam
compatível ocupar postos privilegiados no reino. O espírito de competição pode ser
visto ao longo da história do homem decaído. O orgulho alimenta a
Opostos de pacifico: necessidade de competir para alcançar posições, poder e fama. O orgulho
caracteriza a vida humana como a conhecemos e não contribui para a paz.
briguento, implicante,
Nesse aspecto, Jesus foi pacífico.
contencioso, belicoso,
disputador, combativo, Aproximou-se dele, então, a mãe dos filhos de Zebedeu, com seus
controverso, litigioso, filhos, ajoelhando-se e fazendo-lhe um pedido. Perguntou-lhe
contrário, querelante, Jesus: Que queres? Ela lhe respondeu: Concede que estes meus
queixoso, rabugento, dois filhos se assentem, um à tua direita e outro à tua esquerda,
pressionador, rebelde, no teu reino. Jesus, porém, replicou: Não sabeis o que pedis;
mal-humorado, podeis beber do cálice que eu estou para beber? Responderam-
lhe: Podemos. Então lhes disse: O meu cálice certamente haveis
descortês, genioso
de beber; mas o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda
não me pertence dá-lo, mas é para aqueles a quem meu Pai o tem
Distorções de pacifico: preparado. E ouvindo isso os dez, indignaram-se contra os dois
transigente, irmãos. Então Jesus, chamando-os para junto de si, disse: Bem
desinteressado, sabeis que pelos príncipes dos gentios são estes dominados, e os
acomodado, covarde, seus grandes exercem autoridade sobre eles. Não será assim
mana-vai-com-as- entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós tornar-se
outras, adulador grande, será esse o que vos sirva; e qualquer que entre vós quiser
ser o primeiro, será vosso servo; assim como o Filho do homem
não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida
em resgate de muitos (Mateus 20.20-28).

Jesus assinalou que "qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, será
vosso servo" (Mateus 20.27). Jesus anunciou que ele não veio "para ser
servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos"
(Mateus 20.28). Nosso mundo está cheio de contendas e guerras porque
estamos procurando posições. A paz começa quando nos servimos
mutuamente, tal como Jesus serviu às pessoas.
70 Unidade Quatro

~ Cite duas virtudes da vida de Cristo.

P P _ Moderada
Misericordiosa Frutífera Firme

A disputa ou competição no corpo de Cristo não reflete essa daract


de ser pacífico. Se fôssemos como Jesus, todos os nossos !atribu
harmonizariam com os atributos dos demais membros do carla de
e prevaleceria a paz. Nossos atributos, chamadas, dons ei funç
complementam mutuamente e funcionarão harmoniosos e unidos
formos como Cristo. As diferenças de personalidade se combinarã
produzir apreciação, em vez de crítica. .
i
~ Na declaração seguinte, encerre em um círculo a palavra as
palavras entre parêntesis que a tornam verdadeira]
i
~ Se no corpo de Cristo vivêssemos como Jesus, nossos at tos
(competiriam, se complementariam) mutuamente.'

Nossos atributos se complementariam mutuamente. Meu!'mor,


paz operariam com o seu amor, gozo e paz, no intuito de rea izar
coisas para o reino, mesmo quando trabalhássemos de forma iferen
um lado, devemos ser semelhantes a Cristo, e, nesse sent do, t
determinados atributos similares. Por outro lado, também temos d
uma contribuição individual. Ninguém pode fazer essa' cont
exclusiva senão aquele que Deus designar a fazê-lo (Efés.os 2.
competição no corpo de Cristo é desnecessária. Não faz parte do pr
I

divino para levar adiante o reino. i

~ Ontem, pedimos-lhe que identificasse uma virtud eus


quisesse cultivar em sua vida. Sugerimos-lhe que arc e as
Ajudas Permanentes para essa virtude no fin I do vro.
Enquanto termina o estudo de hoje, volte-se para e sa pé a e
leia a seção "Tornando-se ". Peça Deu ara
lhe mostrar qualquer atitude ou ações incompatív is co essa
virtude. Busque o perdão de Deus. Em seguida, peça a De ara
renovar-lhe a mente e a conduta, de modo que você ssa etir
melhor essa virtude em sua vida.

DIA 4
MODERADA, TRATÁVEL, MISERICORDIOSA

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o nome de Cristo para hoj~. Re se o


para Hoje versículo para memorizar. Faça em seguida a ora~ão s rida
(será escolhida no final para começar seu estudo. '
do estudo de hoje).
Moderado
A terceira qualidade mencionada em Tiago 3.17 é moderada. anas avras
gregas são traduzidas com freqüência por moderada. Mateus 16.1 -23 deve
a moderação em ação. Jesus foi moderado e demonstrou habilidad ao li com
Pedro. Pôde delicadamente dizer a Pedro que caminhasse so e a , e,
minutos depois, repreendê-lo por sua pequena fé (veja Mateus 4.18-
Unidade Quatro 71

Nome de Cristo Chamou-o de bem-aventurado, como também repreendeu-o quando se


para Hoje negou a aceitar o plano de Deus para Jesus:
Sumo Sacerdote Mise-
Mas vós, perguntou-lhes Jesus, quem dizeis que eu sou?
ricordioso e Fiel
Respondeu-lhe Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus
(Hebreus 2.17). vivo. Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas,
porque não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai,
Oração para que está nos céus. Pois também eu te digo que tu és Pe-dro, e
Começar o Estudo sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do hades
Senhor Jesus, tu és meu não prevalecerão contra ela; dar-te-ei as chaves do reino dos
Sumo Sacerdote. Tu és céus; o que ligares, pois, na terra será ligado nos céus, o que
misericordioso e fiel desligares na terra será desligado nos céus. Então ordenou aos
para comigo. Ajuda-me discípulos que a ninguém dissessem que ele era o Cristo.
a ser misericordioso e Desde então, começou Jesus Cristo a mostrar aos seus
fiel para com os outros. discípulos que era necessário que fosse a Jerusalém, que
Amém. padecesse muitas coisas dos anciãos, dos principais sacerdotes
e dos escribas, que fosse morto, e que ao terceiro dia
ressuscitasse. E Pedro, tomando-o à parte, começou a
repreendê-lo, dizendo: Tenha Deus compaixão de ti, Senhor;
isso de modo nenhum te acontecerá. Ele, porém, voltando-se,
disse a Pedro: Para trás de mim, Satanás, que me serves de
escândalo; porque não estás pensando nas coisas que são de
Deus, mas, sim, nas que são dos homens (Mateus 16.15-23).

~ Cite três virtudes da mente de Cristo.

p---- p---- M Tratável

Moderado: acessível, Misericordiosa Frutífera Firme Sincera


brando, gentil, justo,
gracioso, paciente, O oposto satânico de moderado é áspero; a distorção é negligente. Pense em um
compassivo, razoável, bom pai que trate com brandura seu filho. Porém, suponha que, no seu intento de
ser amável com ele, tenha sido negligente no que dizia respeito ao seu bem-estar.
simpático, afetuoso, A distorção poderia ser a negligência ou até uma exagerada permissiuidade.
delicado, discreto,
afável, amistoso, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o que
cordial, atencioso, significa moderado e o que não significa (opostos). Escreva
amável, humano, de abaixo sua definição de moderado.
bom coração
Moderado é
Opostos de moderado:
áspero, mordaz,
descortês, ofensivo,
rígido, inflexível, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a
amargo, cruel, feroz, distorção de moderado. Você se lembra de uma experiência em
violento, rude, que haja observado esse tipo de conduta? Em caso afirmativo,
indiscreto, impetuoso, quem estava envolvido e quando?
irritante

Distorções de
moderado: permissivo
ou liberal, descuidado,
desatento, indiferente, Tratável
distraído, imprudente, A qualidade seguinte mencionada em Tiago 3.17 é tratável. Uma pessoa
descomedido, assim serve com prazer. Não coloca obstáculo quando solicitada a prestar
delinqüente, omisso, um favor a alguém. O oposto dessa qualidade é ser intratável. Há pessoas
reticente, desenfreado que rejeitam toda oportunidade de servir. A distorção é ser servil.
72 Unidade Quatro

Tratável: acessível, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entendei que
cordial, afável, significa tratável e o que não significa (opostos). Escreva ~ aixo
ajudador, benigno, sua definição de tratável. .
serviçal, disponível,
Tratável é -
atento, dócil,
complacente, sensível,
responsivo, disposto, I -
,
cooperador
~ Leia a lista de palavras na margem esquerda parai ente er a
Opostos de tratável: distorção de tratável. Você se lembra de uma experiência e que
intratável, distante, tenha observado esse tipo de conduta? Em caso I afinr IVO,

frio, reservado, não quem estava envolvido e quando?


ajudador, inacessível,
-
indiferente, insensível,
altaneiro, egocêntrico
I--

Distorções de tratável: Jesus foi tratável. Quando estava caminhando para curar a f a de
servil, fácil de ser Jairo, interrompeu sua viagem para atender à mulher hemo gica
dominado, facilmente (veja Marcos 5.34). Jesus sabia que uma demora traria corno res tado
influenciável, incauto, a morte da menina, o que lhe ofereceria uma circunstância difer rte a
néscio, simplório enfrentar.

Ora, certa mulher, que havia doze anos padecia de um


hemorragia, e que tinha sofrido bastante às mãos de muito
médicos, e despendido tudo quanto possuía sem nad
aproveitar, antes indo a pior, tendo ouvido falar a respeit
de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou-lhe
manto; porque dizia: Se tão-somente tocar-lhe as vestes
ficaria curada. E imediatamente cessou a sua hemorragia
e sentiu no corpo estar já curada do seu mal. E logoljesus
percebendo em si mesmo que saíra dele poder, virou-se n
meio da multidão e perguntou: Quem me tocou as ~iestes
Responderam-lhe os seus discípulos: Vês que a mult dão t
aperta, e perguntas: Quem me tocou? Mas ele olh va er
redor para ver a que isto fizera. Então a ulher
atemorizada e trêmula, cônscia do que nela sei havi
operado, veio e prostrou-se diante dele, e dec1a~ou-Ih
toda a verdade. Disse-lhe ele: Filha, a tua fé te salvqu; vai
te em paz, e fica livre desse teu mal (Marcos 5.25,34).

Jesus nunca deixou de ouvir um pedido de cura, aindl'que esse


testado a fé da mulher siro-fenícia (Mateus 15.21-28) e esse
demorado a ir onde Lázaro estava, a fim de realizar um ilagre naior
(João 10.48-49). Jesus foi ao encontro do centurião quando e te Ih oediu
para curar o seu servo (Mateus 8.5,7). Toda a história de J~sus I stra-
o sempre disponível a ajudar. .

Misericordioso 1
A quinta qualidade é misericordiosa. A misericórdia é um atri uto de )eus,
e, portanto, de Jesus. O oposto de misericordioso é desapiedad . A di orção
é indulgente. Os cristãos raramente são dasapiedados, mas [Imito
freqüentemente praticamos sua distorção.
Unidade Quatro 73

Misericordioso: solícito, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o que
perdoador, gracioso, significa misericordioso e o que não significa (opostos). Escreva
benigno, magnânimo, abaixo sua definição de misericordioso.
atento, nobre,
tolerante, compassivo, Misericordioso é
caridoso, benevolente, -------------------
clemente, empático

Opostos de ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a


misericordioso: distorção de misericordioso. Você se lembra de uma experiência
desapiedado, em que tenha observado esse tipo de conduta? Em caso
inclemente, hostil, afirmativo, quem estava envolvido e quando?
. .
mcompassrvo,
endurecido,
indiferente, desumano,
intolerante
Queremos misericórdia como a demonstrada por Cristo. Freqüentemente,
Distorções de misericórdia e compaixão são tomadas como tendo o mesmo sentido. As
misericordioso: repetidas curas realizadas por Jesus demonstram com toda a clareza uma
indulgente, profunda compaixão pelos enfermos, desprezados e sofredores. Algumas
condescendente, vezes Jesus esteve determinado a curar, apesar da oposição das
transigente autoridades (Marcos 3.1-5). Freqüentemente, Mateus menciona a
compaixão que despertou em Jesus uma grande multidão (veja Mateus
9.36; 14.14; 15.32). As lágrimas diante do sepulcro de Lázaro foram, em
parte, resultado da compaixão que Jesus sentiu por Maria e Marta. Por meio
de Jesus, conhecemos o coração compassivo de Deus.
A misericórdia se mostra, acima de tudo, num ato de perdão. O ato de
perdoar exige uma grandeza e estatura pessoal que ultrapassam a
compaixão. No perdão, uma pessoa ofendida perdoa ao seu ofensor. O pecado
é uma ofensa terrível à santidade absoluta de Deus. Por esse motivo, muitas
vezes Deus exerce misericórdia de maneira supreendente. Nós exercemos
misericórdia de maneira sobrenatural quando somos capazes de convencer
uma pessoa errante da realidade da misericórdia de Deus. Jesus realizou um
milagre no coração da mulher pecadora que lhe lavou os pés, quando disse:
"Perdoados são os teus pecados" (Lucas 7.48). O poder supremo da
misericórdia está na oração de Jesus na cruz:

Quando chegaram ao lugar chamado Caveira, ali o


crucificaram... Jesus, porém, dizia: Pai, perdoa-lhes; porque
não sabem o que fazem. Então repartiram as vestes dele,
deitando sorte sobre elas (Lucas 23.33-34).

~ Cite cinco virtudes da mente de Cristo.


P P ---- M T ----
M _ Frutífera Firme Sincera

~ Consulte as Ajudas Permanentes sobre a virtude na qual está se


concentrando esta semana. Leia as Passagens Bíblicas para
Meditação e selecione uma que seja particularmente significativa.
Escreva na margem esquerda, sob "Meditação Bíblica para Hoje",
no princípio deste estudo (página 70). Passe um tempo em oração
para buscar a interpretação do versículo e da virtude. Peça a Deus
para ajudá-lo a fazer essa virtude evidente em sua vida.
74 Unidade Quatro
,

DIA 5
FRUTÍFERA, FIRME, SINCERA
!

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome dei Crist iara
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça ettt segt :la a
"Importa que façamos oração sugerida para começar seu estudo.
as obras daquele que
me enviou, enquanto é Frutífero
dia; vem a noite, A sexta qualidade em Tiago 3.17 é frutífera. O oposto de frutí o é
quando ninguém pode infecundo, e a distorção é estar obcecado por resultados. O Itermo pode
trabalhar" (loão 9.4). também ser aplicado em relação ao fruto do Espírito (Gálatas 5.~2-23) pmo
ao frutificar no sentido de conduzir almas a Deus. Nesse último sen o, o
Nome de Cristo próprio caráter frutífero de Jesus é a demonstração evidente tias vi ~des
para Hoje mencionadas em Tiago 3.17. Dois mil anos de história cristã têm pro ~ido
Firme Fundamento
milhões de "frutos" (pessoas salvas) do Senhor Jesus Cristo. tle rm ou o
(Isaías 28.16).
curso da história mundial. Jesus foi o homem mais frutífero dos qu têm
andado por este mundo. Aqui está o exemplo:
Oração para Come-
çar o Estudo
Senhor Jesus, tu és E trouxeram-lhe um surdo, que falava dificilmente; e rogaram-
firme; um Firme Fun- lhe que pusesse a mão sobre ele. Jesus, pois, tirou-o dei entre
damento, uma rocha a multidão, à parte, meteu-lhe os dedos nos ouvidos e, cusr.indo,
sólida. Freqüentemente, tocou-lhe a língua; e erguendo os olhos ao céu, suspirou e disse-
vacilo na prática de lhe: Efatá; isto é, Abre-te. E abriram-se-lhe os ouvidos, a prisão
, meu caminhar pela fé. da língua se desfez, e falava perfeitamente. Então lhes ordenou
Peço-te que firmes meus Jesus que a ninguém o dissessem; mas, quanto mais lho proibia,
pés sobre teu sólido tanto mais o divulgavam. E se maravilhavam sobrem~neira,
fundamento para que eu
dizendo: Tudo tem feito bem; faz até os surdos ouvir e os mudos
possa ser firme e seguro
falar (Marcos 7.32-37). I
em minha fé. Amém.

~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender ~ue


Frutífero: produtivo, é frutífero e o que não é (opostos). Escreva abaixo s~a defi ção
fértil, prolífico, de frutífero. !

fecundo, construtivo
Frutífero é
Opostos de frutífero: -
infecundo, improdutivo,
incapaz, inútil, -
infrutuoso,
imprestável,
~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para ~'n ten ~r a
desprovido de talento
distorção de frutífero. Você se lembra de uma expe iênci em
que tenha observado esse tipo de conduta? Em caso irrru vo,
Distorções de frutífero:
quem estava envolvido e quando?
obcecado por
resultados,
impulsionado para o
sucesso, obcecado por -
números, presumido,
ostentador, vaidoso

.,. , I
Unidade Quatro 75

~ Cite seis virtudes da mente de Cristo.

p M T
p---
M _ F Firme Sincera

Firme
A sétima virtude em Tiago 3.17 é firme. O oposto seria indeciso, e a
distorção seria inflexível. Jesus não foi nada disso. Uma vez que Jesus
decidiu encarar a cruz, nada - nem os rogos de um discípulo amado, nem o
terror do processo - impediu-o de cumprir o propósito divino. Ele não
mostrou indecisão. Observe a angústia de Jesus diante da expectativa de
enfrentar a cruz e sua reverente submissão à vontade do Pai:

E adiantando-se um pouco, prostrou-se com o rosto em terra


e orou, dizendo: Meu Pai, se possível, passa de mim este
cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres...
Retirando-se mais uma vez, orou, dizendo: Pai meu, se este
cálice não pode passar sem que eu o beba, faça-se a tua
vontade (Mateus 26.39,42).

Firme: imparcial, Jesus foi firme, porém não inflexível. As pessoas tratáveis não podem ser
inabalável, estável, inflexíveis. Elas podem ser interrompidas. Por exemplo, o tempo de oração de
constante, duradouro, Jesus foi interrompido por Pedro e seus companheiros (veja Marcos 1.35-37).
resoluto, invariável, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o
inquebrantável, que é firme e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua
dedicado, leal, definição de firme.
determinado, imutável
Firme é
Opostos de firme:
parcial, indeciso,
instável, vacilante,
débil, inconstante, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a
volúvel, frívolo, falsificação ou distorção de firme. Você se lembra de uma
inseguro, titubeante, experiência em que tenha observado esse tipo de conduta? Em
claudicante, renitente, caso afirmativo, quem estava envolvido e quando?
volátil, hesitante

Distorções de firme:
inflexível, rígido, de
mentalidade estreita,
obstinado, despótico, Sincero
autoritário, tirano, A última virtude em Tiago 3.17 é sem hipocrisia, ou sincera. O oposto é
severo, intransigente, mentirosa, hipócrita. Ninguém pode atribuir a Cristo alguma mentira ou
"cabeçudo" fingimento. Cristo é a Verdade (Ioão 14.6). A distorção de sincero é ser brutal.
A brutalidade é uma possibilidade real para os que acomodam-se a um
cristianismo apático ou falso. Devemos vigiar nossa exasperação com aqueles
que precisam ouvir nossa sinceridade. Isso não significa dizer que a sinceridade
nunca deva confrontar alguém. A verdadeira sinceridade pode ser corajosa e
audaz com genuína integridade. Jesus insistiu na perfeição interior e confrontou
a hipocrisia interior com a sinceridade (Lucas 11.37-54). Somente a sabedoria
sabe unificar a sinceridade, a integridade e a confrontação. Observe comoJesus
identificou a hipocrisia dos escribas e fariseus:
76 Unidade Quatro

Acabando Jesus de falar, um fariseu o convidou para almoça


com ele; e havendo Jesus entrado, reclinou-se à mesa. O ~arise
admirou-se, vendo que ele não se lavara antes de almoçar. A
que o Senhor lhe disse: Ora vós, os fariseus, limpais o exterio
do copo e do prato; mas o vosso interior está cheio de rapina
maldade. Loucos! quem fez o exterior, não fez também
interior? Dai, porém, de esmola o que está dentro do copo e d
prato, e eis que todas as coisas vos serão limpas. Mas, ai de vós
fariseus! porque dais o dízimo da hortelã, e da arruda, e de tod
hortaliça, e desprezais a justiça e o amor de Deus. Ora, esta
coisas importava fazer, sem deixar aquelas. Ai de vós, fariseus
porque gostais dos primeiros assentos nas sinagogas, e da
saudações nas praças. Ai de vós! porque sois sepulturas que nã
aparecem, sobre as quais andam os homens sem o saberem
Disse-lhe, então, um dos doutores da lei: Mestre, quando dize
isso, também afrontas a nós. Ele, porém, respondeu: Ai ~e vó
também, doutores da lei! porque carregais os homens co
fardos difíceis de suportar, e vós mesmos nem ainda com u
dos vossos dedos tocais nesses fardos. Ai de vós! porqu
edificais os túmulos dos profetas, e vossos pais os ma/taram
Assim sois testemunhas e aprovais as obras de VOSSO$ pais
porquanto eles os mataram, e vós lhes edificais túmulos, Po
isso, diz também a sabedoria de Deus: Profetas e Apóstolos lhe
mandarei; e eles matarão uns, e perseguirão outros; pad que
esta geração se peçam contas do sangue de todos os profetas
que, desde a fundação do mundo, foi derramado; desde o ~angue
de Abel, até o sangue de Zacarias, que foi morto entre o àltar e
o santuário; sim, eu vos digo, a esta geração se pedirão dontas.
Ai de vós, doutores da lei! porque tirastes a chave da ciência;
vós mesmos não entrastes, e impedistes aos que entravam. Ao
sair ele dali, começaram os escribas e os fariseus a apertá-lo
fortemente, e a interrogá-lo acerca de muitas coisas, armando-
lhe ciladas, a fim de o apanharem em alguma coisa que dissesse
(Lucas 11.37-54). !

Sincero: legítimo, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender ue


genuíno, ético, íntegro, é sincero e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua def ção
confiável, honrado, de sincero. !
reto, franco, objetivo,
autêntico, de boa-fé Sincero é
--------------------i---
Opostos de sincero:
mentiroso, desonesto,
hipócrita, falso, fingido,
fraudulento, engana-
dor, falsário,
inescrupuloso
Unidade Quatro 77

Distor~óes ~e sincero: ~ Leia alista de palavras na margem esquerda para entender a


orutal, cruel, distorção de sincero. Você se lembra de uma experiência em que
insensível, aesumano, tenha observado esse tipo de conduta~ Em caso afirmativo,
rude, frio, inclemente, quem estava envol~do equando~
indiferente,
desapieda~o,
implacável,
, I

mcompaSSlVO, sem
misericórdia, malicioso

~ Cite oito virtudes da mente de Cristo.

p p M- - T- -
-- --
M F F S

~ Encerre esta unidade de estudo pedindo aDeus para continuar


moldando sua ~da, afim de poder abrir máo de toda conduta ou
atitude que não seja igual ao exemplo dado por Cristo. Peça a
Deus para aprimorar estas ~rtudes em sua ~da.
UNIDADE CINCO

O FRUTO DO ESPÍRITO

Hino Parte 2: O Estilo de Vida de Cristo


O qual, subsistindo em forma de Deus, não considerou o ser igual a Deus
coisa a quese devia aferrar (Filipenses 2.6).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


Amor As nove virtudes mencionadas em Gálatas 5.22-23 são o fruto do
que habita em você. Enquanto cultiva a mente de Cristo, você mani
Dia 2 menos de sua velha natureza e permitirá ao Espírito que manifeste
Gozo e Paz natureza dele. Nesta unidade, você estudará outras nove qualida
Cristo. Deus estará operando em você e com você para corcede e a
Dia 3
Longanimidade e qualidade mental do discernimento. Ao medir seus pensamentos sua
Benignidade conduta pela perfeição de Cristo, Deus continuará renovando sua ente
para que reflita as virtudes de Cristo.
Dia 4
Bondade e Fidelidade Objetivo Permanente
Em Cristo, você cultivará a qualidade mental do discernimento ~ a usa para
Dia 5 demonstrar amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, b ade,
Mansidão e Domínio fidelidade, mansidão e domínio próprio.
Próprio
Resumo da Obra de Deus em Você
O estilo de vida de Cristo em você surge da qualidade men do
discernimento. O propósito de Deus é sua virtude. Seu desenvflvim o no
caráter de Cristo só pode ser medido pela perfeição de Cristo. Crist orna
possível sua virtude, ao se colocar como seu Padrão.

Objetivos de Aprendizagem da Unidade


• Você compreenderá a diferença entre as nove virtudes menciona em
Gálatas 5.22-23 e seus opostos e distorções. i
I

• Conhecerá as nove virtudes que formam o fruto do Espírítol


• Demonstrará fome espiritual de que Cristo estabeleça essas! virtu em
sua vida. .

O Que Você Fará para Começar a Cultivar o Fruto doi Espí o


• Você estudará as nove virtudes, seus opostos e distorções.
• Familiarizar-se-á com as Ajudas Permanentes das páginas t86-2
• Concentrará sua atenção em uma das virtudes e começará a u~ar as das
Permanentes que o levem a alcançar a maturidade nessa virtude.

Versículos para Memorizar i

"O fruto do Espírito é: o amor, o gozo, a paz, a long~nimid , a


benignidade, a bondade, a fidelidade, a mansidão, o domínio prpprio; ntra
estas coisas não há lei" (Gálatas 5.22-23). !
Unidade Cinco 79

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Virtudes Semelhantes às de Cristo (p. 189-200)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta Unidade


4A. Unidade 5: Versículos para Memorizar - Gálatas 5.22-23
7B. O Fruto do Espírito
12A-B. Amor 15B. Benignidade
l3A-B. O amor é - I Coríntios 13 16A. Bondade
14A. Gozo 16B. Fidelidade
14B. Paz 17A. Mansidão
15A. Longanimidade 17B. Domínio Próprio

DIA 1
AMOR

Meditação Bíblica de ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de


Hoje Cristo para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça
"Mas Deus dá prova em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
do seu amor para
conosco, em que, Na semana anterior, você estudou as oito virtudes da sabedoria divina em
quando éramos ainda Tiago 3.17. Esperamos que Deus tenha estado cultivando em você a
pecadores, Cristo qualidade mental do discernimento. Este é um processo espiritual que lhe
morreu por nós" permite distinguir a conduta e os pensamentos corretos da conduta e
(Romanos 5.8). pensamentos incorretos. De cada urna dessas virtudes, você estudou três
aspectos:
Nome de Cristo para
Hoje 1. O que é (virtude semelhante à de Cristo)
O Noivo 2. O que não é (oposto satânico)
(João 3.29) 3. Corno pode ser distorcida (falsificação)
Oração para Come- ~ Façamos um pequeno teste. Mesclamos uma lista de
çar o Estudo virtudes, seus opostos e distorções. Coloque-os na categoria
Senhor Jesus, tu és o correta (virtude, oposto ou distorção). Primeiramente, leia a
Noivo da igreja. Deste- lista e encerre em um círculo as virtudes. Depois assinale
nos um novo manda- com um "X" os opostos. Por último, sublinhe as distorções.
mento de que devemos
amar-nos uns aos brutal SIncero misericordioso intratável
outros como tu nos amável indulgente desapiedado reservado
amas. Ensina-me a benigna luxurioso puro servil
amar dessa maneira as áspero mentiroso puritano
outras pessoas. Amém.
Ao terminar, compare suas respostas com a lista que aparece
na página 66.
O Espírito Santo o ajudará a distinguir entre as virtudes, os opostos
satânicos e as distorções. Nesta semana, consideraremos as nove virtudes
mencionadas em Gálatas 5.22-23, o fruto do Espírito. Jesus estava "cheio do
Espírito Santo" (Lucas 4.1). Jesus descreveu sua missão do ponto de vista da
liderança do Espírito Santo (Lucas 4.18). Na unidade 10, será descrita a
estreita relação de Jesus com o Espírito Santo, porém tenha em conta que
Jesus Cristo é Deus. O Espírito Santo também é Deus. Não são dois deuses,
mas, sim, diferentes pessoas da Trindade. O único verdadeiro Deus que se
8O Unidade Cinco

tem manifestado em três pessoas: Pai, Filho e Espírito Santo. Assim, fruto
do Espírito é também um reflexo de Cristo.

~ Ore enquanto lê o gráfico das virtudes mencionad em


Gálatas 5.22-23. Peça a Deus que o guie à virtude q ele
queira que você cultive nesta semana. Encerre e um
círculo essa virtude.

OPOSTO VIRTIJDE SEl\1ElRANTE DISTORÇÃO


SATÂNICO ÀDECRISTO

ódio/medo amor amor {X)SSeSSiv<J>, o


aflição gozo frenesi
guerra paz neutralidade
impaciência longanimidade indulgência
severidade benignidade fraqueza
maldade bondade supervalorização p soaI
incredulidade fidelidade presunção
arrogância mansidão fragilidade
indisciplina domínio próprio esforço carnal

~ Agora, abra seu livro nas páginas 189-200 e dobre o canto d olha
ou ponha um marcador de livro na página correspond te à
virtude selecionada. Depois vá ao final do livro e dest e o
I

cartão que se relaciona com essa virtude. Leve-o 40nsig esta


semana para concentrar sua atenção nesta virtude.

Amor
O primeiro fruto do Espírito é o amor. Jesus amou. Isso foi sua vida. "H ndo
amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim" <João 1 ). A
manifestação mais evidente do amor na Bíblia é o entregar-se fem r rvas
aos outros. Jesus descreveu a conduta do amor perfeito:

Ninguém tem maior amor do que este, de dar


alguém a sua vida pelos seus amigos (Ioão 15.13).

Ato contínuo, Jesus procedeu à mais grandiosa expressão de amor dados


os tempos: a cruz sobre a qual morreu. Paulo nos diz que nada reste ndo
"nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo~·esus,
Senhor" (Romanos 8.39). Não há palavra que expresse a nature do
Cristo. Paulo diz que esse amor "excede todo o entendimento" ( fésio
Não é de se estranhar que o amor de Cristo nos constranja (2 Coríntio
O amor de Cristo é o fator motivador na vida cristã. '

~ Cite uma virtude da mente de Cristo.

A _ Gozo Paz

Longanimidade Benignidade Bonda4e


I

Fidelidade Mansidão Domínio pró o


Unidade Cinco 81

Um oposto de amor é ódio. São muitas as suas distorções, como a indulgência,


a proteção excessiva e o amor possessivo. Também são numerosos os
opostos. Por exemplo: o medo é também um oposto do amor: "No amor não
há medo; antes, o perfeito amor lança fora o medo" (1 João 4.18). O caminho
de Satanás é espaçoso. Ele tem muitos opostos e distorções. A senda da vida
cristã é estreita (veja Mateus 7.14).

~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o que é


Amor: afeto, caridade, o amor e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua definição de amor.
compaixão, benevolên-
cia, carinho, dedicação, Amor é
devoção, compromisso, -----------------------
respeito

Opostos de amor: ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a


desamor, ódio, animo- distorção de amor. Você se lembra de alguma experiência
sidade, antipatia, em que tenha observado este tipo de conduta? Em caso
aversão, inimizade, positivo, quem estava envolvido e quando?
hostilidade, má vonta-
de, caráter vingativo,
medo, temor

Distorções de amor:
amor egoísta, proteção É possível que o amor seja a maior de todas as virtudes. O amar a Deus
excessiva, indulgên- e o amar ao próximo são a essência de dois grandes mandamentos
(Marcos 12.30-31). Concentraremos nossa atenção no amor na unidade 11.
cia, amor sufocante,
amor manipulador,
amor possessivo Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de
toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas as tuas
forças. E o segundo é este: Amarás ao teu próximo como a ti
mesmo. Não há outro mandamento maior do que esses
(Marcos 12.30-31).

~ Se o tempo permitir, leia as Passagens para Meditação sobre


o amor nas Ajudas Permanentes (p. 196). Termine, em
seguida, o estudo de hoje pedindo a Deus para mostrar Seu
amor através de você a um mundo que observa. Peça a Deus
para lhe dar tarefas específicas ou oportunidades para
mostrar amor a outra pessoa.

DIA 2
~~ Gozo E PAZ
Meditação Bíblica
para Hoje ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de
"Se guardardes os Cristo para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça
meus mandamentos, em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
permanecereis no meu
amor... Estas coisas vos
tenho dito, para que o Gozo
meu gozo permaneça A segunda virtude mencionada em Gálatas 5.22 é gozo. Você poderá se
em vós, e o vosso gozo surpreender ao pensar em gozo como uma virtude. Entretanto, é uma
seja completo" virtude de Jesus; e somos virtuosos quando aspiramos ao gozo de Cristo. Às
(loão 15.10-11). vezes Jesus sabia que o gozo derivava das circunstâncias (Lucas 10.21). Ele
obviamente desfrutou da amizade e do companheirismo de Lázaro, Maria e
82 Unidade Cinco

Nome de Cristo Marta em seu lar de Betânia (Lucas 10.38-39; João 11.3,5). Não obst
para Hoje gozo de Jesus era uma experiência constante. Não dependi
Nossa Paz circunstâncias, mas, sim, de uma profunda realidade de seu serí jesu
(Efésios 2.14) de sua obediência ao seu Pai, e depois disse aos discípulos: "Es~s cois
tenho dito, para que o meu gozo permaneça em vós, e o vosso go
Oração para completo" (Ioão 15.11). Jesus Cristo deseja que seus discípulos tenha
Começar o Estudo gozo. Em seguida, prometeu-lhes que, depois de sua ressurreição,
Senhor Jesus, os anjos deles seria indestrutível, uma característica permanente em suas vida
proclamaram teu gozo 16.22). Depois desse tempo com os discípulos, dirigiu-se para la cru
quando vieste ao mun- Jesus experimentou gozo quando procurou glorificar a seu Pai e
do. Tu és o Príncipe da circunstância: "Pelo gozo que lhe estava proposto Uesus], supdrtou a z"
Paz. Tu és a minha paz. (Hebreus 12.2). Em sua oração sacerdotal, ele disse:
Orienta-me a viver de
tal maneira que conheça
Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o
teu gozo e tua paz.
Filho te glorifique; assim como lhe deste autoridade sobre toda
Amém.
a carne, para que dê a vida eterna a todos aqueles que lhe tens
dado. E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus
verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste. 'Eu te
glorifiquei na terra, completando a obra que me deste para faze
(loão 17.1-4).

Diante do terrível sofrimento da cruz, a expenencia de gozo de


permaneceu inalterada. Na realidade, seu gozo foi completo. Na p
dos talentos, o senhor mandou seus servos diligentes "entrari no g
[seu] senhor" (Mateus 25.21,23). Este é o gozo em que entraremos, ozo
de Jesus Cristo.

~ Cite duas virtudes da mente de Cristo.

A G paz

Longanimidade Benignidade Bondade

Fidelidade Mansidão Domínio pr no

o oposto de gozo seria tristeza ou, ainda, aflição. A distorção é nest


(emocionalismo). Como todas as emoções, o gozo está sob oi domí de
uma pessoa moderada. O gozo cristão é algo espiritual. Não pode de der
de circunstâncias exteriores, ainda que uma circunstância possa pr car
uma expressão especial de gozo. Mui!as pessoas se contentam cpm o
porém o gozo é superior ao prazer. E uma experiência constante que
em seu interior. É o gozo de Cristo em você. I

Gozo: deleite, I

regozijo, felicidade, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender


alegria, satisfação, é gozo e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua definição d
contentamento,
júbilo Gozo é

I
Unidade Cinco 83

~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a


distorção de gozo. Você se lembra de alguma experiência em que
tenha observado este tipo de conduta? Em caso positivo, quem
Opostos de gozo: estava envolvido e quando?
aflição, dor, pesar,
tristeza, angústia,
agonia, desdita,
tormento, adversidade

Distorções de gozo:
frenesi, entusiasmo Paz
enlouquecido, O terceiro fruto do Espírito é paz. Jesus Cristo é o Príncipe da Paz (veja
emocionalismo, Isaías 9.6). Geralmente pensamos nele como Rei, mas também é Príncipe.
histeria Jesus entende mais sobre a paz que qualquer outro. Ele domina sobre ela.
A Paz é sua para dá-la, e ele a dá a seus discípulos (Ioão 14.27).
Jesus advertiu contra a ansiedade (Mateus 6.25,34). Seu próprio
comportamento jamais foi alterado pela insegurança ou instabilidade. A
insegurança não pode ser decisiva, e Jesus sempre atuou decisivamente.
Suas palavras e suas obras foram convincentes. Cada cura foi completa. Os
que foram curados não voltaram a padecer de lepra, de cegueira, de surdez
ou coxeadura. Somente a paz pode ir para frente, e Jesus sempre avançou.
Nunca retrocedeu nas etapas de sua vida. Jesus tinha paz.

Cite três virtudes da mente de Cristo.


~
A G P

Longanimidade Benignidade Bondade

Fidelidade Mansidão Domínio próprio

Jesus pôde dar esse tipo de paz a seus discípulos. Esse dom foi transmitido
no final de sua vida, depois que os discípulos o haviam observado durante
quase três anos e meio. Jesus lhes deu todos os detalhes sobre do que eles
necessitariam depois da morte dele:

• o Espírito Santo • a permanência nele

• o tratamento que receberiam • sua partida e a importância


do mundo que teria para eles.

Depois terminou dizendo:

Eis que vem a hora, e já é chegada, em que vós sereis dispersos


cada um para o seu lado, e me deixareis só; mas não estou só,
porque meu Pai está comigo. Tenho-vos dito estas coisas, para que
em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações, mas tende bom
ânimo, eu venci o mundo (Ioão 16.32-33).
84 Unidade Cinco

Esta é uma das declarações mais grandiosas de todos os tempos. O lmdo


sempre nos causará aflição, porém estamos em Cristo. E Cristo venceu o I1 lndo!

A paz é descansar no caráter e na obra de Cristo.

O adjetivo pacífico de Tiago 3.17 descreve um modo exterior de r; a


virtude em Gálatas 5.22 é uma paz interior. Seu oposto é guerral. Na u ~ade
2, vimos que nossos próprios desejos e paixões provocam conflito der o de
nós. Entretanto, a mente de Cristo está em harmonia consigo mesma az é
ser completo, e não fragmentado por facções de lutas internas.

Paz: repouso, sossego, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para: enter ~ro
tranqüilidade, que é paz e o que não é (opostos). Escreva abaix. sua
harmonia, concórdia, definição de paz.
serenidade
Paz é -- I---
Opostos de paz: ira,
destruição, discórdia,
guerra, conflito, con-
tenda, rivalidade, A distorção é ser neutro. Jesus advertiu, em Apocalipse 3.15-ü6, cc ra a
inimizade, rixa, quere- mornidão e tibieza. Que há de mal em ser momo? Com essa atitude pma,
la, discussão, desaven- tíbia, nem estamos sendo frios (talvez para impressionar a certas pE oas)
ça, intranqüilidade nem estamos sendo quentes (talvez para impressionar a outras): As p soas
mornas ou tíbias adotam procedimentos opostos ao mesmo tem !A
Distorções de paz: neutralidade não é o que Jesus considerava como sendo a paz.
neutralidade,
mornidão, tibieza,
indiferença, falta de ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para i enter ~r a
compromisso distorção de paz. Você se lembra de alguma expériênc em
que tenha observado este tipo de conduta? Em caso po IVO,
quem estava envolvido e quando? .

I--

I--

~ Ontem, pedimos-lhe que identificasse uma virtud~ que ~eus


quisesse cultivar em sua vida. Sugerimos-lhe que mal f1sse
as Ajudas Permanentes sobre essa virtude no final do ~ro.
Enquanto termina o estudo de hoje, vá a essa Página e 13a
seção "Como Mostrar ". Peça a Deus para he m ~rar
qualquer atitude ou comportamento incompatíve com ~ssa
virtude. Busque o perdão de Deus. Peça a Deus para renov -lhe
a mente e a conduta, de modo que você possa expressar n _hor
essa virtude em sua vida. i
Unúú:uw Cinco 85

DIA 3
LONGANIMIDADE E BENIGNIDADE

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o nome de Cristo para hoje. Repasse o
para Hoje versículo para memorizar. Faça em seguida a oração sugerida
(Será escolhida no final para começar seu estudo.
do estudo de hoje.)
Longanimidade
Nome de Cristo A virtude seguinte mencionada em Gálatas é longanimidade ou paciência.
para Hoje Uma pessoa longânima ou paciente sofre durante muito tempo!
Espírito Vivificante Consideremos um exemplo de Jesus que apresenta sua longanimidade.
(1 Coríntios 15.45) Ainda que sob a forte tensão de enfrentar sua morte iminente, Jesus foi
longânimo com seus discípulos:
Oração para
Começar o Estudo Então foi Jesus com eles a um lugar chamadoGetsêmane, e disse aos
Senhor Jesus, tu estás discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar. E levando
vivo e vives em mim! Tu consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se
és espírito vivificante. A e a angustiar-se. Então lhes disse: A minha alma está triste até a
mim, tens dado uma morte; ficai aqui e vigiai comigo. E adiantando-se um pouco,
vida abundante. Obri- prostrou-se com o rosto em terra e orou, dizendo: Meu Pai, se é
gado pela vida que me possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero,
dás. Obrigado por tua mas como tu queres. Voltando para os discípulos, achou-os
paciência e benignidade dormindo; e disse a Pedro: Assim nem uma hora pudestes vigiar
para comigo quando comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito,
não vivo segundo o teu na verdade, está pronto, mas a carne é fraca. Retirando-se mais uma
exemplo. Continua vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar sem que
vivendo em mim, para eu o beba, faça-se a tua vontade. E, voltando outra vez, achou-os
que eu possa ser benigno
dormindo, porque seus olhos estavam carregados. Deixando-os
e longânimo com os
novamente, foi orar terceira vez, repetindo as mesmas palavras.
outros.
Amém.
Então voltoupara os discípulos e disse-lhes: Dormiagora e descansai.
Eis que é chegada a hora, e o Filho do homem está sendo entregue
nas mãos dos pecadores. Levantai-vos, vamo-nos; eis que é chegado
aquele que me trai (Mateus 26.36-46).
Longanimidade:
O oposto de longanimidade é impaciência. A impaciência revela ansiedade,
resistência, tenacidade,
intolerância, irritabilidade e um sem-número de outras características
constância, pertinácia,
perseverança, divergentes das de Cristo. A distorção é indulgência.
resolução, paciência,
atitude não-vingativa Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o
~ que é Ionganimidade e o que não é (opostos). Escreva abaixo
Opostos de sua definição de longanimidade,
longanimidade:
impaciência, inquietude,
Longanimidade é _
enfado, canseira, mau
gênio, mau humor,
irritabilidade,
impetuosidade,
desassossego, vingança ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a
distorção de longanimidade. Você se lembra de alguma
Distorções de
longanimidade:
experiência em que tenha observado este tipo de conduta?
indulgência, Em caso positivo, quem estava envolvido e quando?
condescendência,
transigência,
permissividade
86 Unidade Cinco

Jesus foi longânimo, porém jamais indulgente. Os discípulos eram


para aprender. Três vezes disputaram sobre a questão da grandeza
no reino (veja Marcos 9.34; 10.35-45; Lucas 22.24-27), ' apes
repetidos ensinos do Senhor sobre a humildade. Ironicamente, a p
dessas disputas ocorreu precisamente depois que Jesus. havi
ensinado sobre a proximidade de sua própria humilhação e morte. A
ocorreu na noite anterior à sua morte. Os discípulos não aprendiam
a humildade, apesar dos esforços de Jesus em ensiná-los. Definitiva
não foram escolhidos por causa do seu brilhantismo intelectual!
Jesus teve longanimidade com eles e, com freqüência, reiterou o
sobre assunto que já havia tratado. Por exemplo, o Senhor os repreen por
falta de fé (veja Mateus 8.26; 14.31; 16.8; Marcos 4.40). Desde 10 Se o do
Monte, Jesus anunciou que Deus supriria as necessidades dos seu veja
Mateus 6.25-34). Os discípulos o ouviram dizer repetidamerite qu a fé
daqueles que eram curados era a força eficaz em alguns de seus gres
(veja Mateus 9.29; Lucas 7.50). Ouviram Jesus elogiar a extraordinári é do
centurião (veja Mateus 8.10) e da mulher siro-fenícia (veja Mateus .28).
Entretanto, apesar da lentidão deles, Jesus não se deu por ivenci De
caminho para Jerusalém, continuou ensinando sobre a fé (veja Luca 7.6).
Ainda na última semana de sua vida, Jesus se esforçou no sentido!I de faz
que seus discípulos compreendessem a importância e o caráter da fi
Mateus 21.18-22). Talvez devamos agradecer que os discípulos
lentos para aprender e que Jesus tenha sido tão paciente! Seu re
ensino acerca da fé é uma valorosa ajuda para nós.

~ Cite quatro virtudes da mente de Cristo.

A G p

L Benignidade Bondade

Fidelidade Mansidão Domínio próprio

Benignidade
O quinto fruto do Espírito é benignidade. A palavra grega para beflígni em
Gálatas é diferente da palavra que aparece em Tiago 3.17 (traduz'
tratável). Em Gálatas, o termo descreve uma atitude ou disposição que
que ação. A benignidade bíblica é demonstrada num equilíbrio I sensí que
não se excede e, além disso, mostra o temo toque de Deus quando rea ente
necessita-se dele. Jesus mostrou benignidade. Ele tratou com te a as
crianças, os desamparados, os paralíticos e os marginalizados. ..j\. prof 'a do
Servo do Senhor em Isaías 42.3, citada em Mateus 12.20, afirmai que e "não
esmagará a cana quebrada, e não apagará o morrão que fumega". I Com eles
cujo proceder demandava firmeza da parte de Jesus, ele foi inflexível rme.
Foi compassivo com os indefesos. Vemos uma das obras benignas de s mão
quando, depois do Sermão do Monte, curou o leproso.

Quando Jesus desceu do monte, grandes multidões o sel·Uira


E eis que veio um leproso e o adorava, dizendo: Sen ar, s
quiseres, podes tomar-me limpo. Jesus, pois, estend ndo
mão, tocou-o, dizendo: Quero; sê limpo. No mesmo i stant
ficou purificado de sua lepra. Disse-lhe Jesus: Olha, não conte
Unidade Cinco 87

isto a ninguém; mas vai, mostra-te ao sacerdote, e apresenta a


oferta que Moisés determinou, para lhe servir de testemunho
(Mateus 8.1-4).

~ Cite cinco virtudes da mente de Cristo.

A G P _

L B Bondade

Fidelidade Mansidão Domínio próprio


Benignidade:
benevolência, bondade, O oposto de benignidade é severidade ou dureza. Jesus advertiu os fariseus
generosidade, de que Moisés só lhes permitiu o divórcio "pela dureza de [seus] corações"
liberalidade, (Mateus 19.8). A distorção é ser fraco ou débil de caráter. Jesus não foi fraco
magnanimidade de caráter quando pronunciou, no templo, repetidos ais sobre os fariseus e
os mestres da lei (veja Mateus 23.13-26).
Opostos de
benignidade:
~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o que
severidade, dureza, é benignidade e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua
aspereza, definição de benignidade.
mordacidade,
descortesia,
comportamento Benignidade é
injurioso, rigidez,
inflexibilidade,
amargura, crueldade,
ferocidade, violência, ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a
indiscrição, rudeza, distorção de benignidade. Você se lembra de alguma experiência
desdém, azedume, em que tenha observado este tipo de conduta? Em caso positivo,
egoísmo, pequenez quem estava envolvido e quando?

Distorções de benigni-
dade: fraqueza de
caráter,
sentimentalismo
exagerado, ~ Consulte as Ajudas Permanentes sobre a virtude na qual está se
negligência, descuido, concentrando esta semana. Leia as Passagens para Meditação e
abandono, desatenção, selecione uma que seja particularmente significativa. Escreva-
indiferença, falta de a na margem esquerda sob "Meditação Bíblica para Hoje", no
moderação princípio deste estudo. Passe um tempo em oração para buscar
a interpretação do versículo e da virtude. Peça a Deus para
ajudá-lo a tomar essa virtude evidente em sua vida.
~G1'..
Meditação Bíblica
para Hoje
"Ora, além disso, o DIA 4
que se requer nos BONDADE E FIDELIDADE
despenseiros é que
cada um seja encon- ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para
trado fiel" hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
(1 Coríntios 4.2). oração sugerida para começar seu estudo.
88 Unidade Cinco

Nome de Cristo Bondade


para Hoje A virtude seguinte é bondade. Jesus usava a palavra bom parai indic; que
O Bom Pastor alguém ou algo funcionava bem. Dos dois servos que investiram 1 mo
(joão 10.11) dinheiro, Jesus disse: "Muito bem, servo bom e fiel" (Mateus 25J21,23 rrifo
do autor). Esses servos trabalharam, produziram. Jesus disse que toe boa
Oração para árvore produz bons frutos (veja Mateus 7.17), ou seja, é árvore proc rva.
Começar o Estudo Algo é bom quando funciona ou produz.
Jesus, meu Bom Pastor, É óbvio que Jesus produzia. Nunca falhou. Seu ensino teve um eito
guia-me pelos caminhos profundo e duradouro na sociedade. Depois da cura do surdo-muc em
da justiça. Alimenta-me Decápolis, "se maravilhavam sobremaneira, dizendo: Tudo tem feito be ; faz
das riquezas de tua até os surdos ouvir e os mudos falar" (Marcos 7.37). Jesus teve êxito er cem
verdade. Sacia minha por cento dos casos! A evidência suprema, entretanto, vem do própri Pai:
sede de comunhão
contigo. Amém.
Mas o testemunho que eu tenho é maior do que o dej João;
porque as obras que o Pai me deu para realizar, as mesmas
obras que faço dão testemunho de mim que o Pai me enviou,
E o Pai que me enviou, ele mesmo tem dado testemunho de
mim (joâo 5.36-37).

O êxito de Jesus dá testemunho de que Deus, o Pai, estava ratif ndo


todas suas obras. Ele funcionava. Ele era bom. .

hõ> Cite seis virtudes da mente de Cristo.

A G P
L B B

Fé Mansidão Domínio prrprio

O oposto de bondade é maldade. Uma distorção é ser bonachão esus


foi muito mais que simplesmente agradável. Certamente ele não era" uém
difícil de ser agradado ou pedante. Jesus foi o homem mais ír tegro ue já
Bondade: retidão de viveu. Amou os seus amigos e cultivou a amizade. Até o ato e con "lhe
coração e vida, era aprazível! Por trás de cada acusação dos fariseus havia alg üm ele ento
integridade, de verdade. Chamaram-no de comilão (veja Mateus 11.19), o qt e deix claro
produtividade, que o haviam visto saborear a comida. Alguns até o convidararr a con ~em
moralidade, sua casa. Jesus não era comilão nem beberrão, mas é evidente que omia
funcionalidade, com prazer. Mas também Jesus sabia quando comer mais era pecadr Para
operosidade ele, a vida humana era boa e merecia sua bênção. Jesus abençoou as odas
de Cana, Ele foi um verdadeiro homem, e um homem íntegro. J~sus Ir strou
a bondade em todo o seu esplendor.
Opostos de bondade:
maldade, falta de
integridade, corrupção,
depravação,
hõ> Leia a lista de palavras na margem esquerda parai ente er o
que é bondade e o que não é (opostos). Escreva I abaii sua
imoralidade,
definição de bondade.
improdutividade
Bondade é
Unidade Cinco 89

Distorções de ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a


bondade: bonacheirice, distorção de bondade. Você se lembra de alguma
promoção pessoal, experiência em que tenha observado este tipo de conduta?
justiça própria Em caso positivo, quem estava envolvido e quando?
(farisaísmo)

Fidelidade ou Fé
Fé: fidelidade, O sétimo fruto do Espírito éfidelidade oufé. Jesus foi fiel em seu amor a seus
credulidade, confiança, discípulos (veja João 13.1). Jesus Cristo é fiel em suas promessas:
ardor, lealdade,
dependência, • "Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu a farei" (João 14.14).
obediência, • "Não vos deixarei órfãos; voltarei a vós" (João 14.18).
consistência • "Porque eu vivo, e vós vivereis" (joão 14.19).

Jesus mostrou sua fidelidade às Escrituras e na obra de seu Pai até a


morte:
Depois, sabendo Jesus que todas as coisas já estavam
consumadas, para que se cumprisse a Escritura, disse: Tenho
sede. Estava ali um vaso cheio de vinagre. Puseram, pois, numa
cana de hissopo uma esponja ensopada de vinagre, e lha
chegaram à boca. Então Jesus, depois de ter tomado o vinagre,
disse: Está consumado. E inclinando a cabeça, entregou o
espírito (João 19.28-30).

Ele é fiel como Sumo Sacerdote (veja Hebreus 3.1). João o chama de
"testemunha fiel" (veja Apocalipse 1.5). Ele é "o mesmo, ontem, e hoje, e
eternamente" (Hebreus 13.8). Ele é o exemplo de fidelidade por meio do
qual podemos nos avaliar.

~ Cite sete virtudes da mente de Cristo.

A G _ p

L B _ B

F ---- Mansidão Domínio próprio

O oposto de fidelidade ou fé é infidelidade ou incredulidade. Muitos crentes


Opostos de fé: incre- ficariam chocados se fossem acusados de inconstância; porém, não vivem
dulidade, infidelidade, de acordo com o supremo exemplo de fidelidade de Jesus. A distorção de fé
inconstância, falta de é legalismo: fazer as coisas certas movido por motivos equivocados.
confiança, incoerência,
incerteza, desobediên- ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o
cia, inconsistência que é fé e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua definição
de fé.

Féé
90 Unidade Cinco

Distorções de fé: ~ Leia a lista de palavras na margem esquerda parai ente er a


legalismo, ativismo, distorção de fé. Você se lembra de alguma expériênc em
fanatismo, extremismo, que tenha observado este tipo de conduta? Em caso po IVO,
zelo demasiado, excen- quem estava envolvido e quando?
tricidade, fervor irraci-
onal

~ Termine o estudo de hoje em oração. Peça a Deus par


de sua mente e vida o que não seja bom e O qu
infidelidade. Convide o Senhor para completar sua bo
em você e mostrar bondade e fé através de sua vida,

DIA 5
MANSIDÃO E DOMÍNIO PRÓPRIO

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e C) no


para Hoje Cristo para hoje. Repasse o versículo para memorizar,
"Tornai sobre vós o em seguida a oração sugerida para começar seu: estu
meu jugo, e aprendei
de mim, que sou manso Mansidão
e humilde de coração; Jesus afirmou que era manso e, de maneira significativa, conjugo
e achareis descanso atitude com a "[humildade] de coração" (Mateus 11.29). Sua man
para as vossas almas" digna de imitação.
(Mateus 11.29).
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vo
Nome de Cristo aliviarei. Tornai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, qu
para Hoje sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para a
A Videira Verdadeira vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo i é lev
(Ioão 15.1) (Mateus 11.28-30).

Oração para ~ Cite oito virtudes da mente de Cristo.


Começar o Estudo
Pai celestial, tu és o A G
P --
Viticultor, e Jesus Cristo
é a Videira Verdadeira. L B B _
Ajuda-me a permanecer
mais em Cristo. Limpa-
me de coisas e ativida- F M Domínio próprio
des em minha vida
para que possa ser mais Um oposto de mansidão é arrogância. A distorção é fraqueza.
frutífero. Espírito pensam na mansidão do ponto de vista dessa distorção. Jl ver
Santo, rogo-te que mansidão é uma humildade conjugada com força interior. Cpnsid
manifestes teu fruto mais minuciosamente a mansidão na unidade 6 sobre a atitude de s
através de mim. Amém. na unidade 7, sobre as Bem-Aventuranças.

, ,. .~. I J j .•. _~,l,at


Unidade Cinco 91

Mansidão: aceitar .J'I'"i> Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender o que
como boa e sem resis- é mansidão e o que não é (opostos). Escreva abaixo sua definição
tência a forma como de mansidão.
Deus nos trata, um
fruto do poder, humil- Mansidão é
dade diante de Deus e
dos homens

Opostos de mansidão:
arrogância, altivez, .J'I'"i> Leia a lista de palavras na margem esquerda para entender a
orgulho, presunção, distorção de mansidão. Você se lembra de alguma experiência
egoísmo, em que tenha observado este tipo de conduta? Em caso positivo,
quem estava envolvido e quando?
agressividade, vaida-
de

Distorções de mansi-
dão: fraqueza, frouxi-
dão, retraimento,
covardia, fraqueza de Domínio próprio
caráter, timidez A última virtude - domínio próprio - apresenta-se no grego como uma palavra
composta que se refere ao fortalecimento interno. A tradução domínio próprio
capta algo da idéia. Domínio próprio é também disciplina, porém ela não
procede de uma fonte exterior. Não pode ser conquistado mediante exercício
e treinamento. Pelo contrário, é um/ruto do Espírito. O cristão espiritual tem
essa virtude, não como resultado do poder da vontade ou esforço pessoal, mas
como resultado da obra do Espírito Santo em sua vida. Cultiva-se o domínio
próprio como se cultiva o fruto do Espírito em sua totalidade.
Observa-se o domínio próprio em disciplinas como a oração, o estudo
bíblico e o testemunho. Em Jesus, o vemos em sua noite de oração antes de
escolher os discípulos (veja Lucas 6.12) e em levantar-se cedo para orar
(veja Marcos 1.35). A disciplina de Jesus também é evidente em seu grande
conhecimento do Antigo Testamento e em sua constante proclamação do
reino de Deus. Sem dúvida, em Jesus o domínio próprio era um fruto, graças
à sua íntima relação com o Espírito Santo e sua dependência dele. übserve-
se o domínio próprio que Jesus mostrou durante o seu julgamento diante de
Pilatos:

Jesus, pois, ficou em pé diante do governador; e este lhe


perguntou: És tu o rei dos judeus? Respondeu-lhe Jesus: É
como dizes. Mas ao ser acusado pelos principais sacerdotes e
pelos anciãos, nada respondeu. Perguntou-lhe então Pilatos:
Não ouves quantas coisas testificam contra ti? E Jesus não lhe
respondeu a uma pergunta sequer; de modo que o governador
muito se admirava (Mateus 27.11-14).

.J'I'"i> Cite nove virtudes da mente de Cristo.


A G p
92 Unidade Cinco

O oposto de domínio próprio é indisciplina. Outro oposto I seria uto-


indulgência. Paulo advertiu contra as pessoas egoístas nal ígrej que
enganam o corpo de Cristo (veja Romanos 16.18). As distorções são orço
carnal ou esforço próprio. O cristão espiritual sempre se lembra que )eus
[não ele mesmo] é o que opera em [nós] tanto o querer corrio o e uar,
segundo a sua boa vontade" (Filipenses 2.13). O domínio próprio dE ende
da obra de Deus em nossa vida. Cooperamos ou trabalhamos dom D s na
realização de seus propósitos.'

Leia a lista de palavras na margem esquerda para ienter er o ,

Domínio próprio: que significa domínio próprio e o que nãe sig [fica
temperança, sobrieda- (opostos). Escreva abaixo sua definição de domínio pr srm.
de, poder da vontade
graças à obra do Espíri- Domínio próprio é
to de Deus, moderação ------------------..---iIIII+--
dos desejos e apetites
carnais

Opostos de domínio Leia a lista de palavras na margem esquerda para [enter er a


próprio: indisciplina, distorção de domínio próprio. Você se lembra Ide aIIltun,a
desenfreio, libertina- experiência em que tenha observado este tipo db con uta?
gem, auto-indulgência, Em caso positivo, quem estava envolvido e quando?
lassidão moral, acomo-
dação, indiferença

Distorções de domínio
próprio: esforço carnal, É possível que os cristãos do primeiro século achassem natural e erar
esforço pessoal semelhante obra do Espírito em suas vidas, porque o conceito de d rínio
próprio era ensinado em sua poesia e literatura sapiencial (veja Salmos 1.3;
Provérbios 16.32; 25.28). Ainda que não expressassem na Itermit ogia
neotestamentária o conceito do Espírito Santo trabalhando neles, e~ vam
bem conscientes de que os resultados estavam nas mãos dd Deus veja
Provérbios 3.5-6; Jeremias 10.23). .

~ Conclua esta unidade de estudo refletindo sobre as ove


virtudes que são o fruto do Espírito. Peça a Deus para azer I

tudo o que for necessário em você para que sua vida nssa I

manifestar o fruto do Espírito em toda ocasião.

'Isso não quer dizer que sejamos passivos no exercício das disciplinas
espirituais. O Espírito Santo, porém, é seu autor. Deve-se reconhecer
devidamente o Espírito como aquele que inicia e guia as disciplinas. As
disciplinas não são resultado do domínio próprio, mas, sim, do domínio de
Espírito. Nós desempenhamos um papel ativo. O Espírito é o guia e energizador
de toda oração genuína, estudo bíblico, testemunho, e de todas as disciplinas
espirituais. Para um estudo mais amplo sobre as disciplinas espirituais, leia o livre
Celebração da Disciplina, de Richard Foster (Editora Vida).

_", o,. I I l. ,H II lj, .. i I I o._.l<,.UIII


Hino Parte 3: A Atitude de Cristo Como Servo
...mas[Jesus} esvaziou-se a si mesmo, tomando alarma de servo... (Filipenses 2.7).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


Duas Razões para o Você aprenderá queter a atitudede Cristocomo servopermitea Deusfazer obras
Serviço poderosas em sua vida e por meiodela. Enquanto estuda as características e o
exemplo daatitudede Cristocomo servo,Deus estará operando paraconformá-
Dia 2 lo a essa mesmaimagem de servo.
Servindo a Deus e aos
Outros Objetivo Permanente
Dia 3 EmCristo, você tomará aforma deservoe serviráaDeuse aosoutroscom amente
Características da e o coração de servo.
Mente de Servo, Parte
1 Resumo da Obra de Deus em Você
Apresençaemsuavida daatitudedeCristocomo servofacilita aqualidade mental
Dia 4 da disposição para o serviço. O alvo de Deus são as coisas do reino. Seu
Características da crescimentocomo servo só podeser medido peloexemplo de Cristo.Ele toma
Mente de Servo, Parte possível, em seu papel de Senhor, seu espíritode servo.Cristoguiavocê.
2

Dia 5 Objetivos de Aprendizagem da Unidade


Características da • Você conheceráduas razões para ser um servo.
Mente de Servo, • Mostrarásuahumildade diantede Deus.
Parte 3
• Compreenderá a importância de servir a Deus e aosoutros.
• Conhecerá 14característicasde um servo.
• Mostrará sua disposição a que Deus cultive essas características em sua
vida.
• Mostrarásubmissão a Deus comoseu Senhor.

O Que Você Fará para Começar a Desenvolver a Mente de Servo


• Pediráa Deus paramoldá-lo à imagem de seu Servo]usto,]esus Cristo.
• Considerará comoJesus demonstrou14características deservo.
• Verácomoas característicasde um servo permitem a Deusfazer sua obraem
vocêe porintermédiode você.
• Daráa Deuspermissão paraqueele lhe dê qualquer tarefacomo servo dele.

Versículo para Memorizar


"Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor"
(Mateus 10.25).
94 Unidade Seis

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Instrumento de Avaliação do Espírito de Servo (p. 201)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta IUnid


4A. Unidade 6: Versículo para Memorizar - Mateus 10.25 I

18A. A Mente de Servo 1


18B. A Mente de Servo 2
19A. A Mente de Servo 3
19B. A Mente de Servo 4

DIA!
DUAS RAzÕES PARA o SERVIÇO

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em se
"...mas
,
[jesus]
,
esva- oração sugerida para começar seu estudo.
ziou-se a SI mesmo,
tomando a forma de No centro da mente de Cristo está a mente de servo. A terceira parte
servo, tornando-se focaliza a atitude de Cristo como servo. Ele "esvaziou-se a si mesmo, to
semelhante aos ho-
forma de servo" (Filipenses 2.7). Em toda a sua vida, Jesus foi servo. As
mens" passagens messiânicas profetizam dejesus Cristo como servo: "Eis aqu
(Filipenses 2.7). servo, a quem sustenho; o meu escolhido, em quem se compraz ~ minh
"Daquele a quem muito (Isaías 42.1). Isaías identificou Cristo como servo justo: "Ele verá o
é dado, muito se lhe trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento, o meu se
justificará a muitos, e as iniqüidades deles levará sobre si" (Isaías $3.11).
requererá; e a quem
muito é confiado, mais
ainda se lhe pedirá" Muitas pessoas na Bíblia foram chamadas de servos ou aSiumira uma
(Lucas 12.48). deliberada função de servos. A lista inclui Abraão, Isaque, Israel, M isés, uel,
Davi, Jó, Simeão, Paulo, Pedro, Tiago, Timóteo, Judas, e outros.. oram rvos
Nome de Cristo para porque optaram por adorar ao único Deus verdadeiro.
Hoje
Servo Justo Se hoje Deus estivesse preparando uma lista de seus s
(Isaías 53.11) ~ você gostaria de ser incluído nessa lista? Marque sua res
OSim ONão
Oração para Come-
çar o Estudo
Atitude de Servo: Um Conceito Esquecido
Senhor Jesus, tua vida Temos dificuldade em compreender o verdadeiro sentido da atitude idese . Nos
na terra revelou tua tempos antigos, quando era comum ter servos em casa, eram claros 9s asp os da
identidade como Servo atitude de um servo: humildade,sujeiçãoà autoridade e obediência.Nossanec idade
Justo. Foste justo e foste do serviço de outros seres humanos tem diminuído com os resultados dos ços
servo. Quero ser como tecnológicos, como os computadores, os fornos de microondas, as lavadoras cas
tu. Rogo-te que operes e os pisos fáceis de limpar. Ainda que qualquer empregado seja servo deseu feou
patrão, normalmente nas democracias perde-se o sentido da verdade~a se o.As
em mim para ajudar- seus
democracias proclamam a igualdade. Os empregados se interessam Imais
me a desenvolver a direitos que por suas responsabilidades e obediência. :
atitude de servo. Amém.

.11' I l . l I.L.&liUl&il.1 I.l" ,alj .l..ll I. IH. H.a ,Il,.i, ,I j " J o j ,. .a i 1i II1I1
Unidade Seis 95

Hoje os governantes não têm mais a autoridade que tiveram. Uma


ditadura horroriza a opinião pública. Poucos reis têm autoridade absoluta.
Do ponto de vista da democracia, esses avanços têm proporcionado mais
comodidade e felicidade. Mas têm feito com que percamos o sentido da
atitude bíblica de servo. O ambiente social censura a sujeição voluntária
a outra pessoa. A resistência a nos sujeitarmos a outros conduz-nos
sempre à resistência a nos submetermos a outros crentes, à igreja, ou,
ainda, até a Deus.

~ Qual das seguintes declarações é correta e'm sua opinião?


Assinale-a.

o Quase todos os cristãos têm. tirrra boa percepção da atitude


de servo e praticam. CODl. regularidade a subDl.issão rnüt.ua.
O A m.aioria dos cristãos têm. urria pobre cornpr-eemsão da
atitude de servo e se negam a se subDl.eter uns aos outros.

Muitos cristãos estão mais interessados em seus privilégios e direitos pessoais


que na alegria do serviço.

Duas Razões para o Serviço


A Bíblia oferece duas razões por que devemos ser servos. Em primeiro lugar, é
um mandamento. Filipenses 2.7 nos diz para pensarmos comoJesus, que "tomou
a forma de servo". Devemos pensar como servos. Muitas das parábolas de Jesus
descrevem as relações no reino de Deus como as de servos com um rei ou senhor.
Um ensino das parábolas é que aos servos se lhes pedirá que prestem contas de
seu serviço. De igual modo, Jesus Cristo chamará seus servos a fazerem o
mesmo. Ele espera que sejamos seus servos.

Expresse trma razão por que você deve ser um servo.

COInO Jesus Cristo avaliaria hoje sua atitude de servo? Assinale


~ um.adeclaração:

D Tens atuado bem. Tens sido um servo fiel e um bom administrador.


D Teu desempenho é ruim. Tens sido débil e preguiçoso em teu serviço
eum mau administrador.
DOutra:
----------------------------
Uma segunda razão por que devemos ser servos é porque Jesus é nosso exemplo.
Este é o ponto principal do hino que estamos estudando. Devemos ser semelhantes
a Cristo. Jesus lavou os pés de seus discípulos antes da última ceia. Depois lhes
disse: "Ora, se eu, o Senhor e Mestre, vos lavei os pés, também vós deveis lavar
os pés uns aos outros. Porque eu vos dei exemplo, para que, como eu fiz, façais vós
também" (Ioão 13.14-15).Jesus não estava tão interessado em lavar os pés de seus
discípulos, mas em que eles assumissem a função de servos.
96 Unidade Seis

~ Qual é a segunda razão por que você deve ser servo? :

Deus não necessita do nosso serviço. Ele não necessita de nada; nem d
talento, nem de nossa inteligência, nem de nosso dinheiro, nem de
serviço. Se Deus precisar de algo, ele pode consegui-lo. Deus exige o
não por necessidade de sua parte, mas por causa da nossa necessida
~ Encerre o estudo de hoje começando a aprender o versícu
memorizar, Mateus 10.25. Concorde com Deus em que basta-
como seu Senhor. Em seguida, peça ao Senhor que opere
maneira especial esta semana para cultivar em você uma ati
servo.

DIA2
SERVINDO A DEUS E AOS OUTROS

~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cris para


hoje. Repasse o versículo para memorizar. Façaem seguida a ação
Meditação Bíblica sugerida para começar seu estudo. '
para Hoje
"Nenhum servo pode Diferente do sistema do mundo, no reino de Cristo a atitude de servo é a ch
servir a dois senhores; a grandeza, e não a posição ou a influência. Salomé pediu que seus filhos Tia
se sentassem à direita e à esquerda de Jesus em seu reino. Os demais di
porque ou há de odiar a
ficaram furiosos, provavelmenteporque não foram eles os primeiros afazer
um e amar ao outro, ou
Jesus explanou sobre a grandeza no reino.
há de dedicar-se a um
e desprezar o outro. ~ Leia em seguida o que disse Jesus em Mateus 20.25-281. Enc
Não podeis servir a um círculo os métodos do mundo paraalcançar a grandeza, S
Deus e às riquezas" o método do reino para alcançar a grandeza. '
(Lucas 16.13). Jesus, pois, chamou-os para junto de si e lhes disse: Sabeis que
governadores dos gentios os dominam, e os seus grandes ~xerce
Nome de Cristo autoridades sobre eles. Não será assim entre vós; antes, qual1uer q
para Hoje entre vós quiser tornar-se grande, será esse o que vos sirva;
Nossa Páscoa qualquer entre vós que quiser ser o primeiro, será vosso servo: assi
(1 Coríntios 5.7) como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir,
para dar a sua vida em resgate de muitos (Mateus 20.25-28).
Oração para
Começar o Estudo A grandeza que há mediante o serviço humilde parece-nos incompreensí
Senhor Jesus, vieste dimensão do ensino de Jesus não tem chegado a fazer parte da atitude da
como servo de Deus a cristãos. Se homens tais como Abraão, Moisés, Elias, Davi, Paulo e, sobretu
fim de morrer na cruz foram servos, então Deus está falandosério. Os últimos estarão em primeiro
menores serão os maiores, e o servo será muito estimado.
em meu favor. Foste
minha Páscoa quando Em nosso mundo, a elite é muitas vezes determinada pela heredi
te entregaste na cruz No mundo dos negócios, a grandeza vem da ambição, tenacidade, es
como o Cordeiro de competição e destreza. Entretanto, Jesus disse que os verdade'
Deus. Na realidade, grandes no céu - os servos - serão os que forem humildes.
não posso entender ~ No reino de Deus, qual é a condição mais importante ara a
esse tipo de amor e grandeza? Assinale-a.
serviço. Ensina-me a
O Um alto posto de autoridade
amar de tal maneira
que esteja disposto a O Influência de uma personalidade magnética
entregar-me ao serviço O Poder respaldado pelas massas ou arsenais de destruição
a Deus e aos outros. O Atitude de servo
Amém.
Unidade Seis 97

De modo surpreendente, esta verdade inverte muitos dos valores que temos
aprendido na vida. Porém, dificilmente poderia ser de outra maneira, se o céu
é para ser céu. A unidade genuína de espírito só é possível se cada membro
da sociedade se submeter aos demais. É impossível imaginar um mundo sem
rivalidade. Em um mundo sem competição, a alegria virá do privilégio de
servir aos outros. Ninguém tirará vantagem de outrem ou de alguma situação.
Deus É Soberano
Uma sociedade baseada na atitude de servo só poderá ter uma autoridade
suprema. Jesus nos diz que "nenhum servo pode servir a dois senhores;
porque ou há de odiar a um e amar ao outro, ou há de dedicar-se a um e
desprezar o outro" (Lucas 16.13). Podemos agradar somente a um senhor.
Esse senhor tem de ser Deus. Paulo conhecia este assunto. Ele escreveu:
"Pois busco eu agora o favor dos homens, ou o favor de Deus? ou procuro
agradar aos homens? se estivesse ainda agradando aos hómens, não seria
servo de Cristo" (Gálatas 1.10). Devemos ser servos de Cristo. Nossa única
paixão deve ser agradar a Cristo e fazer sua vontade.
Servindo Uns aos Outros
Devemos servir em primeiro lugar a Deus, porém devemos servir também
uns aos outros. "Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Mas não
useis da liberdade para dar ocasião à carne; antes, pelo amor, servi-vos uns
aos outros" (Gálatas 5.13). Isso parece contraditório: devemos servir a um
só senhor; porém, também devemos servir uns aos outros. A solução é que
não devemos servir uns aos outros como senhor. Nosso serviço mútuo é um
ato de amor e obediência. Devemos obedecer a Cristo como Senhor.
~ Trace urna linha, de rraorío a ligar o serviço, na coluna à esquerda,
à motivação, na coluna à direita.
Serviço a Deus • • A fim de ser grande
Serviço mútuo· • Porque ele é soberano
• Por causa do amor
Servimos a Deus porque ele é soberano. Ele tem o direito e a autoridade para exigir
nosso serviço. Deus é o soberano governante do universo. Servimos, não por um
desejo egoísta de ser grandes, mas, sim, porque Deus nos ama e nos manda que nos
amemos uns aos outros. O amor serve aos outros, ao satisfazer suas necessidades.
........, Você está na metade do oarrrirrho nesta introdução de 12
semanas de estudo sobre a rrrerrce de Cristo. O estudo de hoje é
lTlais sucinto que os dentais. Dedique t.ernpo ao exercício de
nlenlorização dos versículos bíblicos.

• Repasse todos os versículos para memorizar.


• Dê uma olhada em suas listas da Escravidão à Liberdade para
verificar o progresso que você está fazendo.
• Repasse as Ajudas Permanentes referentes às virtudes semelliantes
às de Cristo. Qual delas está Deus cultivando em sua vida?

........., Encerre o seu tenlpo de estudo oorn oração. Pertnita que Deus
guie sua oração segundo o que ele deseja para você. O Espírito
Santo pode ajudá-lo a orar quando você não sabe o que pedir
(veja Rorrraraos 8.26-27). Peça a ele para guiá-lo.
98 Unidade Seis

DIA 3
CARACTERÍSTICAS DA MENTE DE SERVO, PARTE 1

~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome deiCrist ara


hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a ( ção
sugerida para começar seu estudo.

Meditação Bíblica O Novo Testamento descreve como deve ser o servo. Destas pass ens,
para Hoje podemos deduzir 14 características que descrevem a atitude de rvo.
"Assim também vós, Estas características também asseguram a obra de Deus em nosss vida.
quando fizerdes tudo o Permitem a Deus fazer sua obra. Chegamos a ser servos, em primeiro gar,
que vos for mandado, pelo que somos, e não pelo que fazemos. Cada uma destas 14 caracter icas
dizei: Somos servos é pertinente a cada servo de Deus.
inúteis; fizemos somente
o que devíamos fazer" -
(Lucas 17.10). CARACTERÍSTICAS DA MENTE DE SERVO

Norne de Cristo para 1. Humilde 5. Fiel 9. Brando 13.:Bom


Hoje 2. Obediente 6. Vigilante 10.Apto paraensinar 14~Pruder
Oferta e Sacrifício a 3. Disposto 7. Corajoso 11. Paciente
Deus 4. Leal 8. Não-contencioso 12.Manso
(Efésios 5.2)
I--

Oração para Começaro ~ Qual aspecto é primordialmente importante para um servo de eus?
Estudo Assinale-o.
Senhor Jesus, tu pagaste
O Sua obra: O que o servo faz.
tudo. Tua oferta e
O Seu caráter: O que o servo é.
sacrifício perfeitos
tornam possível minha
~ Destaque no final do livro os cartões 18 e 19. Reflita sobre ssas
vida espiritual.
características durante os próximos dias.
Obrigado. Eu te amo.
Exalto teu nome como o que primeiro Deus deseja em sua atitude de servo é seu caráter. Jesu isse:
Oferta e Sacrifício a "Não é o discípulomais do que o seu mestre, nem o servo mais do qué o seu Phor.
Deus. Amém. Basta ao discípulo ser como seu mestre, e ao servo como seu senhor" ( ateus
10.24-25). Seu caráter é muito mais importante do que o que você faz. fazer
origina-se em seu ser. Examinemos mais minuciosamente! uma s 14
características que devem marcar sua vida.
A Bíbliadiz que Jesus Cristo foio Servo Justo. Nossa suprema autorid eem
todos os assuntos é oSenhorJesus Cristo; nãosomente oque ele disse, mas t nbém
o exemplo que deu. Estas 14 características podem aplicar-se à vi~a dele Jque
você está procurando é a atitude de Cristo como ele a demonstrou em sua issão
como o Servo Justo. .

.JI1t"d Quem é sua norma e exemplo para ~ssas características de se o?

1. Humilde
A característica fundamental do servo é a humildade (Atos 20.19~ O ser deve
ser humilde diante de Deus a fim de obedecer a Deus, e deve ser umild iante
dos outros a fim de ajudá-los no seu serviço. As pessoas humildes não pr uram
Unidade Seis 99

o reconhecimento de seu trabalho. Preferem o crescimento do reino de


Deus à sua projeção pessoal e consideram seu trabalho como parte de um
quadro mais amplo. Esse quadro é mais importante para elas que seu
próprio papel nele. Cônscias de que normalmente o serviço depende do
trabalho complementar de outros, as pessoas humildes aprendem deles e
Htunilde procuram facilitar a obra deles.
Atitude apropriada
para a obra do Senhor ~ Escreva uma característica da atitude de servo.
nos outros.
1.- - - - 3. Disposto 5. Fiel
• Atitudecarnal: "Quem 2. Obediente 4. Leal
você pensaqueé?"
A humildade estabelece o fato de que, na realidade, somos membros do corpo
• Quando vocêé humilde
de Cristo. Poucas vezes o corpo funcionou como uma unidade no passado,
(Atos20.19), permite a
porque esteve dividido por muitos supostos líderes. Um dia, a igreja será
Deus manifestar-se a
o que teve o propósito de ser: uma associação dos humildes. A humildade
vocêe por seu intermédio
de espírito é possível em uma genuína associação dos humildes; é
(Isaías57.15).
impossível entre os orgulhosos.
A humildade permite a Deus manifestar-se. Deus disse: "Num alto e santo
lugar habito, e também com o contrito e humilde de espírito, para vivificar o
espírito dos humildes, e para vivificar o coração dos contritos" (Isaías 57.15).
Jesus demonstrou desprezo para comos orgulhosos, mas um afeto especial para
com os humildes e desprezados. Deus se manifesta aos humildes.

~ Quando você é humilde, o que permite a Deus fazer?

A humildade permite a Deus

Jesus era humilde. Os amigos de Jesus eram pessoas humildes, comuns.


Normalmente, Jesus não cultivava relações estreitas com pessoas influentes,
emboranãodeixasse de atendê-las. Umcostume doprimeiroséculo era ter um
servoquelavasse ospésdoshóspedesquechegassem.Jesus assumiuessa função
deservohumilde antes da última ceiae lavou ospés de seus discípulos. Jesus lhes
recomendoufazer este serviçohumilde (vejajoão 13.14-17).Jesusdemonstrou um
espírito de servohumilde.

Obediente 2. Obediente
Compreender a Asegundacaracterísticadoservo é ser obediente (veja Efésios6.5).Aobediência
autoridade do Senhor é uma atitude que não estabelece limites ao que possa ordenar o Senhor. A
sobre meu tempo e verdadeiraobediência é imediata, e nãotardia. Àsvezes, devemosquestionaras
minha vida. vozesqueparecemos ouvire asordensquerecebemos. Porém,umavezconhecida
a vontade de Deus, o servo de Deus nãocoloca em dúvida a vontadedoSenhor.
• Atitude carnal: "Oh, Obedecemos a Deus porque ele é Deus, sem medir as conseqüências. A
aguarde umtempinho." obediência é a únicavirtude quecompreendeosentidodaautoridade de Deus.A
"Farei issoamanhã." obediência significa quevocêé realmente umservo."Eis queobedecer é melhor
doqueo sacrificar, e oentender, doqueagorduradecarneiros"(1SamueI15.22).
• Quando você é um Obedecer é sempre o melhor que vocêpodefazer.
servoobediente(Efésios
6.5), permite a Deus
fazer obras poderosas
(juizes 7).
100 Unidade Seis

~ Escreva duas características da mente de servo.

1. 3. Disposto 5. Fiel

2. 4. Leal

A obediência permite a Deus atuar de forma poderosa. Gideão obed u de


imediato quando Deus lhe disse que reduzisse seu exército de 32 mm hom para
a
300 uízes 7.2-7). A derrota dos midianitas foi uma grande vitória para a rças
de Deus, mas Deus recebeu o reconhecimento pela vitória. Essa vitória n teria
sido memorável se Gideão tivesse lutado com o exército original eus
poderá exigir coisas estranhas, como exigiu de josué na batalha d ricó
(losué 6.1-20). Só é possível realizar os grandes propósitos de Deus ando
somos obedientes.
~ Quando você é obediente, o que permite a Deus fazer?

A obediência permite a Deus

Jesus foi obediente. A obediência de Jesus se faz patente durante to sua


vida. Depois da aparição de Jesus no Templo, com a idade de 12 anos ucas
nos diz que "descendo com eles [josé e Maria], foi para Nazaré, e -lhes
sujeito" (Lucas 2.51). Jesus disse tudo o que o Pai ordenou-lhe dize (veja
João 12.50). Ele obedeceu meticulosamente. No final de sua vida esus
declarou: "Assim como o Pai me ordenou, assim mesmo faço, par ue o
mundo saiba que eu amo o Pai" (joâo 14.31). Jesus foi cuidadoso no o de
suas palavras. Jesus obedeceu perfeitamente.

3. Disposto
Disposto A terceira característica do servo é estar disposto a servir (veja Efési 6.7).
Nosso serviço deve ser entusiasta. Geralmente, nosso compo ento
Identificação com as
atitudes do Mestre. depende de nossos sentimentos, e não de nossa vontade.
freqüentemente os sentimentos são confusos. Somente a vontad
• Atitude carnal: "Pense suplantar os sentimentos. A obediência constante não pode serlresul
em si mesmo." sentimentos, mas, sim, da vontade. Ainda que os sentimentos estejam
controle, você pode entregar a vontade a Deus. Você deve fazer a vo
• Quando você serve de Deus com sinceridade de coração (Efésios 6.5).
boa vontade (Efésios forte
A vontade pode existir de três modos: vontade fraca, vonta
6.7), permite a Deus (obstinação), ou vontade centrada em Deus. Para ter vontade cen a em
recompensar Deus, uma pessoa deve identificar sua vontade com a vontadq de D s. As
divinamente pessoas de vontade fraca facilmente submetem sua vontade aos tros.
(Colossenses 3.22-24). Raramente as pessoas de vontade forte se submetem a alguém, to as
pessoas de vontade fraca como as de vontade forte vivem independ es de
Deus. Se sua vontade insiste na independência, toda sua persona de é
independente. Somente a vontade pode identificar-se com Iesus Cris Essa
identificação é o que significa ter a atitude de Cristo. Você ~eve er de
coração a vontade de Deus. A vontade de Cristo passará a ser a sua tade.

~ Que tipo de vontade é sua maior característica neste m


de sua vida espiritual? Assinale-a. Habitualmente tenho
I
i

o Vontade fraca
O Vontade forte (obstinação)
O Vontade centrada em Deus

, I 1I11111J I ;, I . ,ai. .•. I I I~' II l~ li ·1, I


Unidade Seis 101

~ Escreva três características da mente de servo.

1. 3. 5. Fiel

2. 4. Leal

Estar disposto a servir permite a Deus recompensar divinamente. Você deve


obedecerde todo o coração, "sabendo que doSenhor [receberá] cornorecompensa
a herança" (Colossenses 3.24). A identificação de sua vontade com a de Deus
estabelece urna semelhança espiritual.

~ Quando você está disposto, o que permite a Deus fazer?

Sua disposição permite a Deus

Jesus tinha disposição. A identificação da vontade de Cristo com a do Pai é


um dos aspectos impressionantes de sua vida. Já ternos visto que o desejo
dominante da vida de Jesus foi fazer a vontade de seu Pai. Sua paixão era
a vontade de seu Pai. A vontade do Pai era a vontade de Jesus Cristo. Na
maior prova de sua vida, Jesus continuou sendo firme na busca da vontade
do Pai: "Pai meu, se este cálice não pode passar sem que eu o beba, faça-
se a tua vontade" (Mateus 26.42). A vontade do Senhor deve ser a vontade
do servo, ou o trabalho não será feito.

~ Ore e demonstre a sua disposição para obedecê-lo e segui-lo.


Peça a Deus para tirar todo o orgulho que se interponha no
caminho de seu serviço fiel a ele e às outras pessoas.
Meditação Bíblica
para Hoje DIA 4
"Tem, porventura, o CARACTERÍSTICAS DAMENTE DE SERVO, PARTE 2
Senhor tanto prazer em
holocaustos e sacrifícios,
~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para
corno em que se obedeça
à voz do Senhor? Eis que hoje. Repasse o versículo para memorizar. Façaem seguidaa oração
o obedecer é melhor do sugerida para começar seu estudo.
que o sacrificar, e o
atender, do que a ~ Como revisão, escreva três características da mente de servo.
gordura de carneiros"
(1 Samuel 15.22).
1.H - - - - - 3.D _ 5. Fiel
Nome de Cristo
para Hoje 2.0 4. Leal
Um Mestre Vindo de
Deus (loão 3.2)
Oração para 4. Leal
Começar o Estudo A característica seguinte é leal (veja Lucas 16.13). Lealdade quer dizer que você
Mestre, tu sabes o que me
permitirá experimentar a tem um coração não-dividido.Somente o servo leal é verdadeiramente confiável.
vida em toda a sua A lealdade é indispensável a um servo. A obediência pode exigir sacrifícios e até
plenitude. Tu vieste dar- a morte. Somente a lealdade permanece firme, não importando o preço. Alealdade
me vida abundante. é exclusiva.Ela diz:"Eu e a minha casa serviremos aoSenhor" (josué 24.15).Deus
Ensina-me teus exige lealdade. Deus é zeloso (Êxodo 20.5), porque ele é absoluto. Senhorio,
caminhos de servo, e eu por definição, não pode ser parcial. Você não pode dizer-lhe não e chamá-
os seguirei. Amém. 10 de Senhor ao mesmo tempo.
102 Unidade Seis

Leal A lealdade é um requisito indispensável para a cidadania lno rei dos


Devoção constante céus. Somos "concidadãos dos santos e membros da famflia de eus"
ao Senhor (Efésios 2.19). A lealdade diz: "Tenho sido muito zeloso pelo Sen dos
exércitos" (1 Reis 19.10,14). Somente a lealdade louva ao Pai 'por q quer
• Atitude carnal: "Favor coisa que seja agradável a ele (veja Mateus 11.26).
com favor se paga."
~ Cite uma quarta característica da mente de servo.
• Quando você é um
cidadão leal (Lucas 16.13),
1. Humilde 3. Disposto 5. Fiel
permite a Deus
promovê-lo 2. Obediente 4.
(Gênesis 39-41).
A lealdade permite que Deus promova você na obra do reino. Em eSIS
37.41, José foi traído por seus irmãos, pela esposa de Potifar e pelo c
entretanto, permaneceu fiel a seus irmãos, a Potifar e a Deus. ,Graça
lealdade a Deus, este pôde promover José. José chegou a ser o p erro
ministro do Egito.

~ Quando você é leal, deixa Deus livre para fazer o quê?

A lealdade permite a Deus

Jesus foi leal. Sua lealdade ao Pai pode ser vista na consagração de s vida
à vontade do Pai. Jesus foi leal a seus discípulos. Em sua Oração Sac otal,
ele disse ao Pai: "Enquanto eu estava com eles, eu os guardava teu
nome" (loão 17.12). Jesus foi leal até a morte na cruz.
Fiel
Expectiva confiante de 5. Fiel
que o Senhor continuará A quinta característica é fiel (1 Coríntios 4.1-2). Por meio de Moisé eus
seu plano. ordenou a seu povo que fosse fiel: "Ao Senhor teu Deus temerás ele
servirás, e a ele te apegarás, e pelo seu nome jurarás" (Qeuter
• Atitude carnal: "Estou 10.20). A fidelidade reflete a lealdade de um Deus que diz: "Nunca
cansado disso." o meu pacto convosco" (Iuízes 2.1). A fidelidade é refletida e~ decl
como: "Importa antes obedecer a Deus que aos homens" (Ato$ 5.29
• Quando você é fiel elogiou os servos fiéis de suas parábolas.
(1 Coríntios 4.2), permite
a Deus ampliar Jesus nos descreveu como "varas" que permanecem nele, a
o seu ministério Verdadeira (veja João 15.1-7). Na fidelidade, você prova sua condição de
(Mateus 25.21). Somente uma vara que permanece produz fruto. A obediência nãolpode
ação de uma só vez. A obediência deve ser um processo contínuo] A fid
também é inclusiva; aplica-se às pequenas e grandes coisas (Lucas 16.1

~ Escreva cinco características da atitude de servo.

1. 3. _ _ _ _ _ 5.
2. 4.

I
A fidelidade permite a Deus ampliar seu ministério. O lhome que
recebeu cinco talentos e o que recebeu dois foram "fiéis no Jouco" , por
isso, o Senhor os colocou "sobre muito" (Mateus 25.~1,23). eus
recompensa a fidelidade com maior confiança. I

I
Unidade Seis 103

........, Quando você é fiel, o que permite a Deus fazer?

A fidelidade permite a Deus

Jesus foi fiel. Ele foi fiel ao Pai até a morte. Também foi fiel a seus discípulos: "E
havendo amado os seus que .estavam no mundo, amou-os até o fim" (Ioão 13.1).
Jesus Cristo continua sendo fiel como nosso Sumo Sacerdote. Ele está conosco
"todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mateus 28.20). Ainda hoje o nome
de Jesus é "Fiel e Verdadeiro" (Apocalipse 19.11).
• Atitude carnal: 6. Vigilante
"Quisera não haver A sexta característica de servo é vigilante (veja Lucas 12.35-48). A ênfase
dito aquilo." é colocada em estar-se alerta e preparado para o retorno do Senhor. A
vigilância indica uma atitude para com o Senhor. Vigilante quer dizer que
• Quando você é um
você quer saber o que Deus diz ou o que ele quer que você faça. Nas
servo vigilante
(Lucas 12.35-48), parábolas de Jesus, os bons servos passaram muito tempo esperando.
permite a Deus falar Esperava-se que estivessem de prontidão a todo momento. Tal vigilância
(Habacuque 2.1). foi o que fez deles bons servos, em vez de servos maus.
O salmista escreveu "Eis que assim como os olhos dos servos atentam
para a mão do seu senhor, e os olhos da serva para a mão da sua senhora, assim
os nossos olhos atentam para o Senhor nosso Deus, até que ele se compadeça
de nós" (Salmos 123.2). Paulo escreveu a Tito: "Adverte-lhes que...
preparados para toda boa obra" (Tito 3.1). A qualidade de vigilante prova se
você é um vigilante de Deus. Paulo escreveu aos Tessalonicenses: "Porque
todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das
trevas; não durmamos, pois, como os demais, antes vigiemos e sejamos
sóbrios" (1 Tessalonicenses 5.5-6).

........, Escreva uma característica da mente de servo.

6. _ 8. Não-contencioso

7. Corajoso 9. Brando

A vigilância permite ao Senhor falar. Habacuque demonstrou o espírito


vigilante: "Sobre a minha torre de vigia me colocarei... e vigiarei, para ver
o que me dirá" (Habacuque 2.1). Não é possível que Deus fale a servos que
não sejam vigilantes. Só aqueles que estão preparados para a ação ouvirão
a voz do Senhor.
........, Quando você é vigilante, o que permite a Deus fazer?

A vigilância permite a Deus

Jesus foi vigilante. Ele sempre esteve com os seus olhos voltados para o Pai
a fim de conhecer sua direção: "Disse-lhes, pois, Jesus: Em verdade, em
verdade vos digo que o Filho de si mesmo nada pode fazer, senão o que vir
o Pai fazer; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente" (Ioão 5.19).
"Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma; como ouço, assim julgo;
e o meu juízo é justo, porque não procuro a minha vontade, mas a vontade
daquele que me enviou" (Ioão 5.30). Cristo sempre dependeu da direção do
Pai. Jesus passou a noite em oração antes de escolher seus discípulos (veja
Lucas 6.12). Um servo vigilante permanece atento ao Senhor.
104 Unidade Seis

7. Corajoso
Corajoso A característica seguinte é corajoso. A canção de Zacarias proclama que
Convicção acerca das um poderoso Salvador, o Messias, nos libertaria para que o servís mos
prioridades do Senhor. sem temor, em santidade e justiça perante ele, todos os dias da nos vida
(Lucas 1.74-75). Davi foi chamado de servo, e "disse a Saul: Não de leça
• Atitude carnal: "Não o coração de ninguém por causa dele; teu servo irá, e pelejará cont este
quero correr nenhum filisteu" (1 Samuel 17.32). Daniel foi um servo de Deus e desres tou,
risco." ao orar diante de Deus, o edito real (veja Daniel 6.10). Um pouco tes
de seu naufrágio, Paulo disse à tripulação: "Porque esta noite me ap ceu
• Quando você é um um anjo do Deus de quem eu sou e a quem sirvo, dizendo: Não t as ...
soldado corajoso (Lucas tende bom ânimo; pois creio em Deus que há de suceder assim co me
1.74-75), permite a foi dito" (Atos 27.23-25 ). Coragem é a qualidade de servo que ova
Deus protegê-lo
convicção.
(Daniel 6.23).
~ Escreva duas características da mente de servo.

6. 8. Não-contencioso

7. 9. Brando

A coragem prova que você é um soldado de Deus. A coragem pe te a


Deus protegê-lo. Enquanto enfrentava Golias, Davi exclamou: "Do hor
é a batalha" (1 SamueI17.47). Nenhuma lesão se achou em Daniel," que
ele havia confiado em seu Deus" (Daniel 6.23). A fé de Paulo em D s se
justificou quando toda a tripulação chegou a salvo à praia (Atos 28.
~ Quando você é corajoso, o que permite a Deus fazer?

A coragem permite a Deus

Jesus foi corajoso. Suportou a perseguição, o sofrimento e a morte, A


Não-contencioso profetizado sua própria morte, Jesus sabia o que ocasionaria aquela fatídica
Paz que espera a obra do viagem a Jerusalém. Jesus se dirigiu para sua morte com os discípulo
Senhor nos outros. pintainhos assustados detrás dele: "Estavam a caminho, subindo para ]e
e Jesus ia adiante deles, e eles se maravilhavam e o seguiam atemori
• Atitude carnal: "Por que (Marcos 10.32). Jesus foi corajoso.
estão sempre me criti-
cando?" 8. Não-contencioso
Em 2 Timóteo 2.24, aparecem cinco características do servo: "E ao servo do hor
• Quando você não é não convém contender, mas, sim, ser brando para com todos, apto para e
contencioso, mas paciente; corrigindo com mansidão os que resistem." A primeira delas e '
pacificador termos negativos: o servo do Senhor não deve ser contencioso. Freqüente
(2Timóteo 2.24), permite aos servos é ordenado trabalharem unidos, especialmente no reino de Deu
a Deus concentrar-se no genuíno chamamento de Deus complementará e realçará os ge ínos
principal chamamentos dos demais. Você pode imaginar o que seria a igreja se ni uém
(Lucas 10.41-42). fosse contencioso?
Unidade Seis 105

~ Escreva três características da atitude de servo.

6. 8.

7. 9. Brando

Se você possui esta qualidade de não ser contencioso, é um pacificador. Isso


permite ao Senhorconcentrar-se no principal. Martaera contenciosa; porém,
quando Maria se sentou aos pés de Jesus e ouviu sua palavra, Jesus disse:
"...entretanto, poucas sãonecessárias, oumesmo umasó;eMaria escolheu aboa
parte, a qual nãolhe será tirada" (Lucas 10.42).

~ Quando você não é contencioso, o que permite a Deus fazer?

o não ser contencioso permite a Deus


Jesus não era contencioso. Ele não iniciou discussões, embora estivesse
pronto para responder quando foi dasafiado pela hipocrisia secreta ou pela
confrontação aberta. Quando um homem da multidão lhe disse: "Mestre, dize
a meu irmão que reparta comigo a herança", Jesus lhe respondeu: "Homem,
quem me constituiu a mim juiz ou repartidor entre vós?" Jesus advertiu:
"Acautelai-vos e guardai-vos de toda espécie de cobiça; porque a vida do
homem não consiste na abundância das coisas que possui" (Lucas 12.13-15).

~ Assim como Maria se sentou aos pés de Jesus para aprender as


coisas mais necessárias, passe agora e durante todo o dia um tempo
de oração com Jesus. Vigie. Espere. Ouça. Prepare-se para
obedecer.

DIAS
CARACTERÍSTICAS DA MENTE DESERVO,PARTE 3

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para
para Hoje hoje. Repasse oversículo paramemorizar. Façaem seguida a oração
"Disse-lhes, pois, sugerida para começar seu estudo.
Jesus: Em verdade, em
verdade vos digo que o ~ Comorevisão, escreva três caraterísticas da mente de servo.
Filho de si mesmo nada
pode fazer, senão o que 6.V 8.N
vir o Pai fazer; porque
tudo quanto ele faz, o
Filho o faz igualmente" 7. C 9. Brando
( Iõao 5.19).

Nome de Cristo para 9. Brando


Hoje A característica seguinte, brando, sugere sociabilidade, cordialidade e doçura.
O Único e Sábio Deus Tem um efeito apaziguador. Para ser pacificadores, temos que ser brandos.
(1 Timóteo 1.17) Algumas denossastarefasde servosexigirão brandura.
106 Unidade Seis

Oração para ~ Escreva a nona característica da mente de servo.


, Começar o Estudo
Unico e sábio Deus, não
6. Vigilante 8. Não-contencioso
entendo plenamente por
que a atitude de seroo é o
método em teu reino para 7. Corajoso 9.
alcançar a grandeza.
Mas tu és soberano. Dá-
me a sabedoria que me Da mesma forma que a coragem permite que Deus o proteja, a b
falta. Ajuda-me a ser permite a Deus fortalecê-lo. Jesus foi brando com Pedro quando lhe p
prudente como a serpente sua queda. Jesus lhe disse: "Simão, Simão, eis que Satanás vos pe
e simples como a pomba. vos cirandar como trigo; mas eu roguei por ti, para que a tua fé não de
Amém. e tu, quando te converteres, fortalece teus irmãos" (Lucas 22.
Talvez tenha sido essa oração que deu coragem a Pedro diante do S
em Atos 4.8-12. A brandura torna-se uma distorção se não tem sua
força. Mas a força também é uma distorção se não estiver unida à br ura.

Brando ~ Quando você é brando, o que permite a Deus fazer?


Respeito que
complementa a obra de A brandura permite a Deus
outros para o Senhor.
Jesus foi brando. Foi brando e tolerante. Uma das mais ternas descriçõ que
• Atitude carnal: "Eujá temos de Jesus é sua declaração: "Eu sou a porta das ovelhas... se ém
estou saturado dele!" entrar por mim, será salvo; entrará e sairá, e achará pastagens" (João 7,9).
Este é um caso de brandura que tem origem numa grande força.
• Quando você é brando
(2 Timóteo 2.24), permite 10. Apto para Ensinar
a Deus fortalecê-lo A característica seguinte de servo, que Paulo apresenta em 2 'I'imóte .24,
(Lucas 22.32). é apto para ensinar. Este parece um requisito extraordinário, já que o
aparece como um dom espiritual em Romanos 12.6-7. A aptidã
Apto para Ensinar ensinar também é um requisito para um pastor ou bispo (veja 1 Timót
Compreensão da obra do Entretanto, a aptidão para comunicar a mensagem de Deus é esper i.

Senhor. todos os servos do Senhor. Talvez alguém não seja um grande I orado , no
entanto, possa ensinar. A chave para este mistério encontra-se !Ino ve culo
• Atitude carnal: "Não que segue: "...corrigindo com mansidão os que resistem" (2 Timóteo .25).
tenho tempo para o
estudo bíblico."
~ Escreva uma característica da mente de servo.
• Quando você é apto
paraensmar 10. 12. Manso 14. Prudente
(2 Timóteo 2.24), permite
a Deus estabelecer a 11. Paciente 13. Bom
autoridade divina
(Mateus 7.28-29). Os cristãos somos luz para este mundo porque a Luz do Mundo habita nós
(Mateus 5.14). Ser apto para ensinar permite a Deus estabeleceria auto ade
divina. Pedro nos diz: "Estai sempre preparados para responder com man
temor àquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós" (li, Pedr

~ Quando você é apto para ensinar, o que permite a Deu~ faze

Ser apto para ensinar permite a Deus


Unidade Seis 107

Jesus foi apto para ensinar sob a autoridade divina. Bem cedo em seu
ministério, "desceu a Cafarnaum, cidade da Galiléia, e os ensinava no sábado.
E maravilhavam-se da sua doutrina, porque a sua palavra era com autoridade"
(Lucas 4.31-32). Mais adiante, quando terminou o Sermão do Monte, "as
multidões se maravilhavam da sua doutrina; porque as ensinava como tendo
autoridade, e não como os escribas" (Mateus 7.28-29). De quando em quando,
o ensino experiente e sábio de Jesus silenciava os seus adversários.

11. Paciente
Paciente A característica seguinte do servo é paciente. No reino, esperar não é perda
Domínio próprio que de tempo. Devemos esperar no Senhor (veja Salmos 130.5-6) e também
valoriza os propósitos devemos aprender a ser pacientes com os outros. Ser paciente está
do Senhor para os diretamente ligado com ser vigilante. Você não seguirá sendo vigilante se
outros. não for também paciente.

• Atitude carnal: "Já hOJ Escreva duas características da mente de servo.


basta!"
• Quando você é um 10. _ 12. Manso 14. Prudente
servo paciente (2Ti-
móteo 2.24), permite a 11. _ 13. Bom
Deus responder à
oração (Ioão 14.8-14). Por meio da paciência, você demonstra sua nobreza. "Melhor é o longânimo
do que o valente; e o que domina o seu espírito do que o que toma uma cidade"
(Provérbios 16.32). A paciência permite ao Senhor responder à oração de
acordo com Sua vontade e dentro de Seu tempo. Deus nunca está apressado,
embora nós geralmente estejamos. Esperar em Deus, permite a ele dar a
melhor resposta. Devemos ser como Deus, que é paciente conosco.

~ Quando você é paciente, o que permite a Deus fazer?


A paciência permite a Deus _

Jesus foi paciente. É notável a paciência de Jesus com seus discípulos. Eles
foram reiteradamente lentos para entender. Uma e outra vez, Jesus
repreendeu os discípulos por sua falta de fé (Mateus 8.26; 14.31). Ainda que
Jesus repetidamente tenha ensinado sobre a humildade, na noite anterior à sua
morte, "levantou-se também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser
o maior" (Lucas 22.24). Jesus explicou pacientemente, pela última vez, a
importância da humildade e da atitude de servo (veja Lucas 22.24-27).

Manso 12. Manso


Sensibilidade disciplinada A última característica de servo mencionada em 2 Timóteo 2.23-25 é a
para com o Senhor. mansidão. Apenas dois personagens na Bíblia são chamados de mansos.
Números 12.3nos diz: "Ora, Moisés era homem muito manso, mais do que todos
• Atitude carnal:
"Vou-lhes mostrar os homens que havia sobre a terra." Em Mateus 11.29, Jesus empregou a
quem sou!" palavra para descrever-se a si mesmo. O contexto em cada caso indica
humildade. No entanto, os únicos homens descritos como mansos são os dois
• Quandovocê é manso personagens mais vigorosos ou firmes da Bíblia. Consideremos Moisés em sua
comouma ovelha
(2 Timóteo 2.24), repetida confrontação com Faraó, ou Jesus censurando os fariseus em Mateus
permite a Deus guiá-lo 23.13-36. Não há fraqueza alguma em nenhum desses dois grandes exemplos!
(Salmos 25.9). Podemos ser humildes, porém fortes. Somente a força se submete de maneira
voluntária. A submissão involuntária nada tem a ver com a mansidão.
108 Unidade Seis

~ Escreva três características da mente de servo.

10. 12. 14. Prudent

11. 13. Bom

A mansidão permite ao Senhor guiá-lo. "Guia os mansos no que é to e


lhes ensina o seu caminho" (Salmos 25.9).
~ Quando você é manso, o que permite a Deus fazer?

A mansidão permite a Deus _

Jesus foi manso. Já descrevemos sua mansidão. Jesus Cristo pena


ter vindo como rei, sumo sacerdote, ou em alguma outra p ição
exaltada. Jesus Cristo veio como um modesto carpinteiro, poré om
grande força espiritual.
Bom
Confiança aplicada na 13. Bom
excelência do Senhor. A parábola dos talentos nos dá outra característica: "Bem está,
bom e fiel" (Mateus 25.21). Observe como Jesus emprega la pala
• Atitude carnal: "Foi só parábola. Uma vez mais, dá a entender que o servo havia reali
um pequeno erro." trabalho do reino. Um bom servo tem valor prático.

• Quando você é um bom ~ Escreva quatro características da atitude de servo.


servo (Mateus25.21),
permite a Deus produzir 10. 12. 14. Prudente
fruto em você
(Mateus 7.17). 11. 13.

A funcionalidade (ser bom) permite ao Senhor produzir fruto em voe Ela


prova que você é verdadeiramente o servo para cujo propósi foi
redimido. "Pelos seus frutos os conhecereis" (Mateus 7.20). U om
servo dá frutos.

~ Quando você é bom (isto é, funciona), o que permite a Deus

Permite a Deus

Jesus era bom. Sua capacidade de serviço se reflete em dois mil a de


história cristã. Ele afirmou: "Eu sou o bom pastor" (loâo 1 11).
Poderíamos aplicar esta característica a todas as suas funções. EI é o
Bom Mestre, o Bom Salvador, o Bom Irmão, o Bom Noivo, o om
Sacerdote, etc. Em todas elas, Jesus é bom.

14. Prudente
A última característica de servo aparece na parábola do mordomo iel,
em Lucas 16.1-13: sagacidade. O servo deve ser sagaz. Parece ma
estranha qualidade que se requer de nós, especialmente quan 11 se
considera que o administrador da história não era pessoa confiável

. ,I
Unidade Seis 109

Jesus não está elogiando a conduta tortuosa. Ele enviou os setenta como
"cordeiros em meio de lobos" (Lucas 10.3). No entanto, fez a seguinte
Prudente advertência: "Os filhos deste mundo são mais sagazes para com a sua geração
Dependência do do que os filhos da luz" (Lucas 16.8). Na mente de Cristo não há conflito.
método do Senhor. Podemos ser como crianças e, ao mesmo tempo, engenhosos. O servo deve
valer-se de bom juízo, aguda perspicácia e, às vezes, discernimento
• Atitude carnal:"Nãosei inteligente. Sem dúvida, Jesus era inocente e agudamente perspicaz. A
o que fazer." mesma palavra sagaz é traduzida por prudente em Mateus 7.24, ao referir-se
ao homem prudente que edificou sua casa sobre a rocha.
• Quandovocê é um
discípulo prudente .J'I"-tJ Escreva cinco características da mente de servo.
(Mateus 7.24),permite a
10. 12. 14. - - - - - -
Deus conferir-lhe
autoridade
(Mateus 24.25). 11. 13.

A sagacidade ou prudência permite a Deus conferir-lhe autoridade. A


prudência prova que você é um discípulo, que aprende do Mestre e é
semelhante a ele. Jesus perguntou: "Quem é, pois, o servo fiel e prudente,
que o Senhor pôs sobre os seus serviçais, para a tempo dar-lhes o sustento?"
(Mateus 24.45). A autoridade dos prudentes aumentará muito.

h-o> Quando você é sagaz ou prudente, o que permite a Deus fazer?


A sagacidade ou prudência permite a Deus _

Jesus era prudente. Quando vemos sagacidade na vida de Jesus, nossa


expectativa é que atinja alvos desejáveis e eternos. A maioria das grandes
obras de Jesus foram realizadas na Galiléia. São mencionados poucos milagres
na Judéia em comparação com os ministérios na Galiléia e Peréia. Este é um
sinal de prudência. Jesus sofreu oposição desde o princípio. Jesus optou
prudentemente por realizar sua obra onde não viviam as autoridades
religiosas. A prudência levou-o a trabalhar entre os receptivos, os pobres e
os humildes. Ainda hoje seu nome é "sabedoria de Deus" (1 Coríntios 1.24).

.J'I"-tJ Encerre o estudo desta semana com esta oração:

Pai celestial, obrigado porque estas virtudes estão ao meu alcance.


Ser servo vai de encontro à natureza de tudo o que me tem sido
ensinado culturalmente. Se me tem ensinado a "olhar muito alto"
e a preparar-me para ser o primeiro em tudo que faço. Tu me
ensinas que alcanço minha grandeza quando me inclino a servir.
Devido à minha herança cultural, torna-se-me difícil aceitar isso.
Porém, creio em ti. Tu tens sempre razão, não importando quão
estranha possa parecer tua Palavra quando comparada com os
padrões mundanos. Senhor, estou consciente da grande
distância entre o que sou e o que o Senhor Jesus pôs em prática
na terra. Faze-me como ele, não importando o que tenha de
fazer. Em nome de Cristo. Amém.
Hino Parte 4: A Natureza Humana de Cristo
Tornando-se [Jesus} semelhante aos homens; e achado na forma de homem... (Filipenses 2.

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


As Bem-Aventuranças, Você chegará a entender que Deus utiliza as circunstâncias, me
Parte 1 difíceis e prejudiciais, para desenvolver em você as virtudes que ele
a fim de que, mais tarde, ele venha a abençoá-lo. Deus estará trabalha
Dia 2 você para desenvolver as virtudes descritas nas Bem-Aventu
As Bem-Aventuranças, Também Deus trabalhará por seu intermédio para manifestar-se aos
Parte 2 conforme você for dando de si mesmo.
Dia 3
Objetivo Permanente
Os Pobres de Espírito,
Em Cristo, você chegará a ser um reflexo da perfeita natureza hu
Os Que Choram, Os
Cristo à medida que cultivar e manifestar as virtudes descritas na em-
Mansos Aventuranças.
Dia 4
Os Que Têm Fome, Resumo da Obra de Deus em Você
Os Misericordiosos, A natureza humana de Cristo em você facilita a qualidade me I da
Os Limpos de Coração autoridade. O propósito de Deus para você é a alteza real. O seu cresc ento
na natureza humana só pode ser medido pela nobreza do espírito de isto.
Dia 5 Ele torna possível sua perfeita natureza humana em sua função de ão.
Os Pacificadores, Os Cristo transforma você.
Perseguidos por Causa
da Justiça Objetivos de Aprendizagem da Unidade
• Você conhecerá algumas das diferenças entre as primeiras quatr e as
outras quatro Bem-Aventuranças.
• Compreenderá modos como Deus utiliza as circunstlâncias para
desenvolver as Bem-Aventuranças em sua vida.
• Compreenderá o que são e o que não são as Bem-Aventuralj1ças.
• Compreenderá oito formas como pode adorar a Deus, graças ao que faz
em e por intermédio de você. .
• Mostrará sensibilidade para com a obra de Deus de desenvolver a
Aventuranças em sua vida.

O Que Você Fará para Começar a Desenvolver as Bem-Aventur


• Comparará as primeiras quatro Bem-Aventuranças com as outras quat
compreender o que significam e como Deus as usa.
• Começará a usar as Ajudas Permanentes e os cartões de A Mente ~e Cri
orientar o processo de desenvolver as Bem-Aventuranças em sua vida.
• Examinará sua vida para identificar circunstâncias passadas e presen que
Deus utiliza para moldá-lo à imagem de seu Filho. ;
• Render-se-á a Deus a fim de permitir a ele trabalhar em e por meio de vo para
refletir as características da natureza humana de Cristo. '

., I i 611
Unidade Sete 111

Versículo para Memorizar


"Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus"
(Mateus 5.3).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


As Bem-Aventuranças (p. 202-212)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta Unidade


4B. Unidade 7: Passagem para Memorizar - Mateus 5.3-6
6. Passagem para Memorizar - Mateus 5.3-10
20. A-I: Os Pobres de Espírito 24. B-1: Os Misericordiosos
21. A-2: Os Que Choram 25. B-2: Os Limpos de Coração
22. A-3: Os Mansos 26. B-3: Os Pacificadores
23. A-4: Os Que Têm Fome 27. B-4: Os Perseguidos

Meditação Bíblica
para Hoje
"Antes sede bondosos
uns para com os
DIA 1
outros, compassivos,
As BEM-AVENTURANÇAS,PARTE 1
perdoando-vos uns
aos outros, como .R"-OJ
também Deus vos Comece o estudo lendo os versículos e o nome de Cristo para hoje.
perdoou em Cristo" Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a oração
(Efésios 4.32). sugerida para começar seu estudo.
"...tomando-se Uesus]
semelhante aos ho-
mens; e achado na Hino Parte 4: A Natureza Humana de Cristo
forma de homem..." A quarta parte do hino de Filipenses 2.5-11 descreve a natureza humana de Cristo:
(Filipenses 4.32). "...tomando-se [jesus] semelhante aos homens; e achado na forma de homem..."
(Filipenses 2.7-8). Sim, Jesus Cristo era Deus; mas era também plenamente
Nome de Cristo humano. Uma das razões por que Jesus Cristo veio à terra foi para nos ensinar a
para Hoje viver. Jesus nos deu uma perspectiva do propósito original de Deus para o homem.
Advogado para com o Ele mostrou o que devia ser o gênero humano perfeito. Jesus descreveu-se a si
Pai mesmo como o bom Pastor (vejajoâo 10.14) que nos guia. Ele disse: "Eu vim para
(1 João 2.1) que tenham vida, e a tenham em abundância" (Ioão 10.10). Nas unidades 7-10,
consideraremos a natureza humana de Jesus Cristo e como ele viveu sua vida.
Oração para Devemos aprender os preceitos divinos para a humanidade.
Começar o Estudo
Senhor Jesus, o Pai me Bênçãos para a Vida Reta
tem perdoado, porque tu O programa de Deus para a conduta humana é apresentado no Sermão do Monte
és o meu Advogado. (veja Mateus 5-7). Essa é a Nova Lei dejesus Cristo, a lei para a natureza humana
Não mereço o que fazes perfeita, as leis do reino dos céus. O sermão começa com uma descrição dos
por mim, porém dou-te cidadãos do reino. ComoJesus começou seu grande sermão sobre a vida do reino
graças por tua miseri- com estas oito bênçãos para a vida reta, elas assumem uma importância especial.
córdia. Porque me tens
dado tanto, eu também
quero dar de mim.
Amém.
112 Unidade Sete

~ Várias Ajudas Permanentes auxiliarão você a seguir as


de Deus para uma vida abençoada. Permita-nos aprese
Assinale cada tarefa à medida que a for concluindo,

o Em primeiro lugar, destaque os cartões 4A e 6N de


Versículos para Memorizar. Observe que o versícul
memorizar desta unidade se constitui na primeira d
Bem-Aventuranças. As outras encontram-se no ca
Não se espera que todas sejam memorizadas esta s
Comece guardando na mente e no coração estas no
bênçãos prometidas, de modo que Deus possa cham sua
atenção para elas quando ele desejar.

o Depois destaque os cartões relacionados com as em-


Aventuranças (cartões 20-27). Observe que existe um rtão
para cada Bem-Aventurança. Isso lhe permitirá cnncen r-se
nelas, uma a uma, enquanto Deus trabalha para desen lver
essas virtudes em sua vida.

o Por último, verifique as páginas 202-212. Observe que mos


dado informações detalhadas sobre cada Bem-Aventu nça.
Ponha um marcador de livro na página 202 ou dobre a q a da
página, de maneira que possa localizá-la facilmente.

As oito Bem-Aventuranças descrevem uma pessoa integralmente abenço


Deus, que vive conforme o propósito de Deus. As primeiras quatro têm sime
as outras quatro. Todas elas são necessárias, e o conjunto representa um ser
completo no propósito de Deus para a humanidade.

~ Abra o livro na página 202 e dedique alguns minutos $0 est


Ajuda Permanente que compara e coloque em contraste ~ p .
quatro Bem-Aventuranças comas outras quatro. Identifiqu
dos itens em cada coluna combinam com as primeiras quatr
quais com as outras quatro (B). Escreva Ajunto a um item e
a outro.

Fundamento da Felicidade: _ SuaDoação


Sua Necessidade

Chavespara: _ Coração de Deus


Caráter de Cristo

Foco: Pense nos Outros


Pense em Deus

Mandamentu. Ame a Deus


Ame os Outros
Unidade Sete 113

Objetivos: Deus dá segundo a sua


necessidade para rnotdá-Io
confor-me à inl.agenl. de Cristo.
Deus trabalha através de você
para revelar-se a UD'1. rnundo que
observa.

Grandeza: __ A prática da grandeza


__ Aporta

Adoração: Níveis superiores de adoração,


- - quando você dá glória a Deus ao
revelar o caráter de Cristo aos
outros.
Níveis inferiores de adoração,
quando seu louvor a Deus resul-
ta da satisfação de suas necessi-
dades por ele.
F'undarrienro da Felicidade
As primeiras quatro Bem-Aventuranças mostrama necessidade. Ospobres de espírito
necessitam de Deus. Os que choram necessitarn do EspíritoSanto de Deus. Esta é uma
razão por que Deus os quebranta: para criar a necessidade ou fazer com que se
conscientizemda necessidade. Os mansos necessitam dos outros. Os que têm fome e
sede de justiça necessitam de alimento espiritual.
As outras quatro Bem-Aventuranças concentram-se no dar. Os
misericordiosos dão a graça de Deus ao mundo. Os limpos de coração dão
santidade ao mundo. Os pacificadores lhe dão integridade. Os perseguidos se dão
a si mesmos.
As duas partes das Bem-Aventuranças estão em equilíbrio. Deus dá de si
mesmo devido à nossa necessidade extrema. Quanto maior é a necessidade, tanto
mais abundantemente ele dá. Depois de receber a Cristo, entramos na esfera do
altruísmo (a segunda parte). Freqüentemente vamos de uma esfera a outra, de
modo que Deus pode continuar desenvolvendo nosso caráter para que sejamos
melhores servos.

~ Da for-rrra COnl.Ovocê vê a sua vida espiritual, você está rrraâs do lado


da necessidade ou da doação?

As Chaves
As primeiras quatro Bem-Aventuranças - os pobres de espírito, os que choram
(quebrantados), os mansos, e os que têm fome de justiça - são a chave para o
coração de Deus. Deus ama os necessitados. As pessoas que se enquadram nestas
categorias são mais sensíveis do que as que não se enquadram. Quando recebemos
as quatro Bem-Aventuranças, nosso caráter se prepara para algo maior.
As outras quatro Bem-Aventuranças - os misericordiosos, os limpos de coração,
os pacificadores, e os perseguidos - são a chave para se alcançar o caráter de
Cristo. Devido à nossa necessidade de Deus, ele se entregou a nós, e nós estamos
chegando a ser semelhantes a Cristo. Estas quatro virtudes são semelhantes às de
Cristo. Nelas, praticamos o altruísmo perfeito, porque temos muito de Deus.
114 Unidade Sete

~ Encerre o estudo de hoje dando graças a Deus por sua ob em


você. Peça a Deus para lhe mostrar quais virtudes ele
desenvolver em sua vida. Leia as oito Bem-Aventiuran
página 202. Se Deus dirigir sua atenção para uma em parti ar,
encerre-a num círculo.

DIA 2
As BEM-AVENTURANÇAS,PARTE 2

Meditação Bíblica ......., Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg
"Meus irmãos, tende oração sugerida para começar seu estudo.
por motivo de grande
gozo o passardes por ......., Enquanto lê os seguintes contrastes entre o primeiro (
várias provações, segundo grupo de quatro Bem-Aventuranças (B), encerre
sabendo que a aprova- círculo as palavras-chave para cada tema. Em seguida, escrev ou
ção da vossa fé produz Bjunto à palavra para indicar o grupo de Bem-Aventunança
a perseverança; e a pertence.
perseverança tenha a
sua obra perfeita, para Foco
que sejais perfeitos e
As primeiras quatro Bem-Aventuranças focalizam-se em Deus. Na pobr
. completos, não faltando
espírito, quebrantamento, mansidão e fome, instintivamente nos voltam
em coisa alguma"
Deus. As outras quatro Bem-Aventuranças fazem com que o pensamento s
(Tiago 1.2-4).
para os outros. Não dirigimos nossa misericórdia a Deus, mas, sim, ao
Norne de Cristo para próximo. Sob perseguição, demonstramos paz, pureza e graçapara com os q
Hoje cercam.
Homem de Dores Esta forma de agrupá-las (as primeiras quatro Bem-Avent
(Isaías 53.3) focalizam-se em Deus, e as outras quatro Bem-Aventuranças vol
pensamento para os outros) segue a ordem dos primeiros dois g
Oração para Come- mandamentos. O mandamento mais importante de todos é amar a De
çar o Estudo segundo é amar o próximo (veja Marcos 12.29-31).
Homem de Dores, meu
Senhor Jesus, sofreste Grandeza
muito para atingir As primeiras quatro Bem-Aventuranças são a porta para a grandeza. Elas dão
grandes propósitos. Meu àquelasvirtudes quejesus disse nos fazemmaiores no reino (veja Marcos 9.35;
lado humano preferiria Lucas 22.26-27). Agrandeza espiritual não deixalugarpara oorgulho.Chegam
um caminho mais fácil. as criancinhas que Cristo mandou que fôssemos (vejaMateus 18.1-4).Pode
Ajuda-me a estar exemplosdessas virtudes emgrandes homens da Bíbliasedentos de Deus, com
disposto a sofrer as Enoque, Noé ejeremias.
provas da vida enquan-
to o Pai desenvolve estas As outras quatro Bem-Aventuranças são a prática da grandeza, A
virtudes em mim. Quero dessas Bem-Aventuranças satisfaz a necessidade de graça e santidade no
ser "perfeito e completo, A Bíblia apresenta exemplos de grandes homens que as puseram em pIca:
não faltando em coisa Abraão.José, Moisés, Davi, Daniel e Paulo.
alguma". Amém.
Objetivos
Deus transforma nossa vida interior com as primeiras quatro
Aventuranças. Nossa necessidade de Deus e dos outrqs au
profundamente. Quando, desesperados, estendemos, em nossas nece
des, as mãos para Deus, ele nos prepara em nosso ser interior] Nas
quatro Bem-Aventuranças, Deus utiliza nossa vida exterior par, infIu
o mundo. .
Unidade Sete 115

Nas primeiras quatro Bem-Aventuranças, Deus utiliza as circunstâncias para


manifestar nossas necessidades dele e sua provisão. Quando nos sentimos
quebrantados ou pobres de espírito, Deus nos oferece uma bênção espiritual mais
profundadoquetodasque possamosconhecer nas sendas maisplanasdavida.Avida
pode nem sempre ser agradável. Muitos de nós tendem a culpar Deus por nossos
problemas,mas o propósitode Deus é usar nosso sofrimento em benefíciode nossa
própriamaturidade. Deus se manifestaaos outros mediante a realizaçãodas outras
quatro Bem-Aventurançasem nossa vida.Deus nos permite usar as circunstâncias
para sua glória.
......., Você se lembra de uma ocasião em que Deus usou um tempo de
dificuldadeousofrimento para ajudá-lo a amadurecerespirltualmente?
Em caso positivo, descreva brevemente esta experiência.

A partir do próximo estudo, você estará usando as Ajudas


......., Permanentes sobre as Bem-Aventuranças. A fim de se preparar
para amanhã, leia as instruções. Sublinhe os conceitos que você
deseja refletir sobre eles mais tarde. Com base nesta página de
instruções, responda à seguinte pergunta:

Deus utilizaascircunstâncias para desenvolverasBem-Aventurançasem


suavida. Deusestátreinandovocêparaqueobjetivo?

Encerre seu estudo em oração. Peça a Deus para abrir sua mente
......., para compreender esta atividade. Peça-lhe para revelar a você
quando e como tem trabalhado no passado e está trabalhando no
presente para desenvolver em você estas virtudes. Se Deus revelar
casos específicos no passado, anote-os num caderno para usá-los
mais tarde.

DIA3
Os POBRES DE ESPÍRITO, Os QUE CHORAM, Os MANSOS

Comece o estudo lendo os versículos e o nome de Cristo para hoje.


Meditação Bíblica ......., Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a oração
para Hoje sugerida para começar seu estudo.
"á Deus, sê propício
a mim, o pecador!" Queremos modificar nossa forma de aprendizagem. Gostaríamos que você
(Lucas 18.13). começasse a usaras AjudasPermanentes das páginas200-214.Talvez você queira
manter aquie no final dolivroum marcador, de modoque possalocalizarapáginacada
Nome de Cristo vez que precisar. Necessitará também dos cartões 20-27.
para Hoje
O Tudo Os Pobres de Espírito
(Colossenses 3.11) Leia Os Pobres de Espírito (p. 204) e responda às seguintes
~ perguntas:
Qual é o princípio desta Bem-Aventurança? _
Para que esta virtude da vida é uma chave? - - - - - - -
116 Unidade Sete

Oração para Come- Como definiria você a expressão os pobres de espírito?


çar o Estudo
Senhor Jesus, sou uma f--
pessoa necessitada. Sem
ti, estou arruinado e f--
perdido. Não sou nada
sem ti. Paulo te descreve Deus tem usado alguma circunstância para desenvolve esta
como "O Tudo". Assim virtude em sua vida? Descreva brevemente a situação.
como o Pai foi o "Eu
sou o que sou" para
Moisés, tu és tudo o que
necessito. Tu és minha I
Fonte. Eu te louvo -
porque és todo-suficiente Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?
para satisfazer cada
uma das minhas neces-
sidades. Trabalha hoje f--

em mim para satisfazer


minhas necessidades,
mesmo aquelas a Os Que Choram i
respeito das quais não I

estou consciente. Amém. ~ Leia Os Que Choram (p. 205) e responda às seguintes pergun iS:

Qual é o princípio desta Bem-Aventurança?


I

-
Para que esta virtude da vida é uma chave? I

f--

Como definiria você a expressão os que choram?

Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolver eu ocê


esta virtude? Descreva brevemente a situação.

-
I'"""--

Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?

Os Mansos

~ Leia Os Mansos (p, 206) e responda às seguintes perguntas:

Qual é o princípio desta Bem-Aventurança? -


Para que esta virtude da vida é uma chave? f--

Como definiria você o termo manso? f--

i
Unidade Sete 117

Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolver em


você esta virtude? Descreva brevemente a situação.

Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?

~ Encerre o estudo de hoje em oração. Fale com o Senhor a respeito do


que ele tem feito, está fazendo ou deseja fazer em sua vida no que se
refere a estas três Bem-Aventuranças.

DIA 4
Os QUE TÊM FOME, Os MISERICORDIOSOS, Os LIMPOS DE CORAÇÃO

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos e o nome de Cristo para hoje.
para Hoje Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a oração
"á Deus, tu és o meu sugerida para começar seu estudo.
Deus; ansiosamente te
busco. A minha alma tem
sede de ti; a minha carne Continue usando as Ajudas Permanentes sobre as Bem-Aventuranças e realize as
te deseja muito em uma seguintes tarefas.
terra seca e cansada,
onde não há água"
(Salmos 63.1). Fome de Justiça
~ Leia Os Que Têm Fome (p. 207) e responda às seguintes perguntas:
Nome de Cristo
para Hoje
Cabeça da Igreja Qual é o princípio desta Bem-Aventurança?
(Efésios 5.23)
Para que esta virtude da vida é uma chave?
Oração para
Começar o Estudo Como definiria você a expressão fome e sede dejustiça?
Senhor Jesus, tenho, de
fato, fome e sede de ti. Tu
estás satisfazendo
minhas necessidades, e te Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolver em você
dou graças. Sinto que
minha igreja necessita de esta virtude? Descreva brevemente a situação.
fome e sede profundas de
ti. Tu estás trabalhando
em mim neste sentido.
Como Cabeça da Igreja,
cria essa mesmafome e
sede nos outros. Se queres Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?
usar minha vida de
qualquer forma no
processo, eu te dou
permissão. Continua
enchendo-me hoje.
Amém!
118 Unidade Sete

-
Os Misericordiosos

~ Leia Os Misericordiosos (p. 208) e responda às seg ntes


perguntas:

Qual é o princípio desta Bem-Aventurança?

Para que esta virtude da vida é uma chave?

Como definiria você o termo misericordiosos?

Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolvem


você esta virtude? Descreva brevemente a situação.

-
-
Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?

Os Limpos de Coração

~ Leia Os Limpos de Coração (p, 209) e responda àIs seg ~tes


perguntas:

Qual é o princípio desta Bem-Aventurança? _

Limpos de coração é a chave para que virtude na vida?


,

-
Como definiria você a expressão limpos de coração?

Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolver eIl lJocê


esta virtude? Descreva brevemente a situação.

Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?

Encerre o estudo de hoje emoração. Fale como Senhor are~'peito que


ele tem feito, estáfazendo ou deseja fazer em suavida no ue se fere
a estas três Bem-Aventuranças. Dê graças a Deus pelo que e está
fazendo para desenvolver estas virtudes em suavida.
Unidade Sete 119

DIAS
Os PACIFICADORES, Os PERSEGUIDOS POR CAUSA DA JUSTIÇA

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos e o nome de Cristo para hoje.
para Hoje Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a oração
"Mas todas as coisas sugerida para começar seu estudo.
provêm de Deus, que
Continue usando asAjudas Permanentes sobreas Bem-Aventuranças e realize as
nos reconciliou consigo
seguintestarefas.
mesmo por Cristo, e
nos confiou o ministério
da reconciliação" Os Pacificadores
(2 Coríntios 5.18).
~ Leia Os Pacificadores (p. 210) e responda às seguintes perguntas:
Nome de Cristo
para Hoje Qual é o princípio desta Bem-Aventurança?
Justo Juiz (2 Timóteo 4.8)
Para que esta virtude da vida é uma chave?
Oração para
Começar o Estudo Como definiria você o termo pacificador?
Justo Juiz, com
freqüência meu mundo
condena os que te
Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolver em você
servem. Sei de alguns
esta virtude? Descreva brevemente a situação.
que têm sido
perseguidos por falar
em teu nome. Peço-te
que julgues tal conduta Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?
com tua justiça
imparcial. Há conflito
ao meu redor. Ajuda-me
a ser o pacificador que
queres que eu seja. Os Perseguidos por Causa da Justiça
Ajuda-me a levar
Leia Os Perseguidos{p. 211) e responda às seguintes perguntas:
fielmente a cabo o
~
ministério da
reconciliação que me Qual é o princípio desta Bem-Aventurança? Paraque estavirtude
tens confiado. Amém. da vida é uma chave?

Comodefiniria você a expressão perseguidosporcausa dajustiça?

Tem Deus usado alguma circunstância para desenvolver em você


esta virtude? Descreva brevemente a situação.

Que ato de adoração esta Bem-Aventurança inspira?


120 Unidade Sete

~ Repasse as oito Bem-Aventuranças usando os cartões


Selecione uma que Deus está desenvolvendo em sua vida. D
hoje algum tempo adicional à meditação das passagens nas
Permanentes sobre as Bem-Aventuranças.

~ Termine seu estudo desta unidade pedindo a Deus par usar


qualquer circunstância que ele escolha para desenvol r as
primeiras quatro virtudes em sua vida. Permita que Deus m este
em você essas outras quatro virtudes onde ele quiser e toda que
ele necessitar manifestar-se ao mundo. Ore pelos particip s do
seu grupo enquanto procuram desenvolver a mente de Cristo stas
áreas.
Hino Parte 4: A Natureza Humana de Cristo
...tornando-se [Jesus] semelhante aos homens; eachado naforma de homem: (Filipenses 2.7-8).
~~

Dia 1 Por QueVocê Achará ÚtilEsta Unidade


A Identificação de Você entenderá como e por que Jesus pôde expressar suas emoções sem
Jesus com a Natureza pecar. Achará modos de preparar-se para dominar os impulsos emocionais
Humana e mostrar sabedoria divina nas circunstâncias cotidianas. Deus estará
ajudando-lhe a fazer o que agrada a ele.
Dia 2
As Emoções "Negati- Objetivo Permanente
vas" de Jesus Em Cristo, você expressará suas emoções de uma forma que honre a Deus.

Dia 3 Resumo da Obra de Deus em Você


As Emoções Positivas A vida de Cristo em você surge da qualidade mental da sinceridade. O
de Jesus propósito de Deus para você encontra-se em seu plano original para uma
humanidade perfeita. Seu desenvolvimento só pode ser medido pela relação
Dia 4 de Cristo com seu Pai e com as outras pessoas. Cristo torna possível seu
Domínio dos Impulsos crescimento segundo o propósito de Deus em sua função de Filho do homem.
Emocionais
Dia 5
Jesus e a Sabedoria
Objetivos de Aprendizagem da Unidade
• Você compreenderá por que deve imitar a natureza humana de Jesus.
• Identificará algumas das emoções "negativas" e positivas que Jesus
manifestou.
• Mostrará desejo de dominar a expressão das emoções negativas de
maneira que honre a Cristo.
• Compreenderá uma maneira pela qual você pode deixar de incorporar em
sua vida a experiência da alegria.
• Compreenderá razões pelas quais possa revelar a mente de Cristo ao
demonstrar compaixão.
• Aprenderá a dominar os impulsos emocionais com a sabedoria e a vontade
de Deus.
• Compreenderá a importância da sabedoria bíblica para viver uma vida reta.
• Demonstrará uma dedicação renovada em ser um fiel estudante da
Palavra de Deus.
122 Unidade Oito

O Que Você Fará para Iniciar uma Expressão Divina da~ Em


"

a Estudará a maneira como Jesus manifestou tanto as emoções "neg


como as positivas. I

a Buscará a ajuda de Deus para desenvolver a sabedoria divi~a par ma


VIida reta. II

a Refletirá sobre suas Listas da Escravidão à Liberdade para verifica


em que Deus continua trabalhando para libertá-lo.
a Repassará as Ajudas Permanentes sobre as virtudes semelhantes de
Cristo e sobre as Bem-Aventuranças, com o propósito de permit que
Deus siga moldando-o para torná-lo semelhante à imagem de seu lho.

Versículo para Memorizar


"E o verbo se fez carne, e habitou entre nós, cheio de graça e de ve de;
e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai" (Ioão 1.14).

Ajudas Permanentes para Revisão Desta Unidade


Listas da Escravidão à Liberdade (p. 186-188)
Virtudes Semelhantes às de Cristo (p.189-200)
As Bem-Aventuranças (p. 202-212)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta Unida


4B. Unidade 8: Versículo para Memorizar -João 1.14

DIA!
A IDENTIFICAÇÃO DE JESUS COM A NATUREZA HUMANA
Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos e os nomes de Cristo
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a o
"Porque para isso sugerida para começar seu estudo.
fostes chamados,
porquanto também Nesta unidade, continuaremos examinando a quarta parte do hino: a.natur
Cristo padeceu por
Cristo. Esta unidadefocalizaráas emoções de Cristo.Jesus demonstrou uma
vós, deixando-vos
exemplo, para que gama de emoções humanas. Entretanto, Jesus jamais pecou na forma
sigais as suas pisadas. manifestou suas emoções. Esta é uma área em que se toma difícilevitar o p
Ele não cometeu Temos explosões emotivas. Manifestamos indevidamente as emoções, De'
pecado, nem na sua que nossas emoções guiem nossa conduta e nos conduzam a atos pecami
boca se achou engano" Nosso desejo é que você aprenda a dominar suas emoções seguindo o exem
(1 Pedro 2.21-22). Jesus.
Nome de Cristo
para Hoje A Ênfase de Deus na Pessoa Interior
Filho do Homem Amente tem sidosempre maisimportantepara Deusqueacondutaexterior, No
(Mateus 12.20) Testamento, a ênfase estava no coração. Às vezes, a Bíblia emprega a p
coração onde nós empregaríamos a palavra mente. Por exemplo: "Aplica
O Segundo Adão
coração à instrução" (Provérbios 23.12)e "Porque, comoele pensa consigo m
(1 Coríntios 15.45)
assim é" (Provérbios 23.7).Jesus empregou a palavracoração como mesmo se
O Segundo Homem "Mas]esus, conhecendo-lhesos pensamentos,disse:Por quepensaisornalemv s
(1 Coríntios 15.47) corações?" (Mateus 9.4). I
Unidade Oito 123

Oração para Come- ~ O que é mais importante para Deus? Assinale-o.


çar o Estudo
Filho do Homem, o Meu ser interior o Minha conduta exterior
obrigado por teres
Sentimo-nos geralmente satisfeitos se nossa ação exterior visível satisfaz
escolhido fazer-te
as expectativas da sociedade e os requisitos de Deus. Deus olha a pessoa
humano. Enquanto
interior. Ele disse a Samuel: "O homem olha para o que está diante dos
observo na Bíblia tua olhos, porém o Senhor olha para o coração" (1 SamueI16.7). No sentido mais
vida, vejo qual foi teu estrito do Novo Testamento, podemos dizer que o Senhor olha para a nossa
propósito para a vida mente. Deus está mais interessado na pessoa interior que na ação exterior.
humana. Tu sofreste as
mesmas tentações que Aação exterior reflete o que há no interior. Talvez não cometamos o ato
eu, porém não pecaste. manifesto do adultério, masJesus disse: "Todo aquele que olharpara uma mulher
Viveste vitoriosamente para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela" (Mateus 5.28).
sobre a tentação e o Cristãos que têmhorror de cometer assassinato continuam empecado quando
pecado. Mostraste como agasalham o ódio emseu coração (veja Mateus 5.21-22). Aavareza deAcabe-
é a natureza humana um pecado mental- precedeu oato manifesto deassassinato e roubo da vinha de
perfeita. Foste santo, Nabote (veja 1Reis 21.1-15). Caim foi oprimeiro culpado do pecado invisível da
inveja antes que cometesse opecado visível do assassinato deAbel (Gênesis 4.5).
sem mancha e
Deus conhece seucoraçãoepensamentos. Ointeresse primordialdele écomasua
irrepreensioel: Ensina-
mente.
me e ajuda-me a seguir
tuas pisadas. Desejo ser ht> O que se produz primeiro? Assinale-o.
como tu. Amém.
o Pensamentos/emoções o Ação exterior
opropósito primordialdavinda de Cristo à terra foi ode morrerpor nossos pecados.
Porém,Jesus náoveio somente para morrer. Veio tambémparaviver enos ensinar
aviver. Amaneira comoJesusviveu temgrandes implicações para nós.
Jesus se identificou deliberadamente com a vida simples e cotidiana das
pessoas comuns, paraque pudéssemos identificar-nos com ele.Jesus disse: "Veio
oFilho do homem, comendo ebebendo, e dizem: Eis aíum comilão ebebedor de
vinho, amigo de publicanos e pecadores" (Mateus 11.19). Jesus optou por
identificar-secom oshumanos mais humildes. Um problema que enfrentamos é
considerarJesus Cristo demasiado grande ou elevado paraimitá-lo, Porém.Jesus
esmerou-se especialmente para identificar-se com aspessoas mais humildes e
insignificantes, afim deconvidar-nos anos identificarmos com ele.
A fim de que essaidentificação fosse bastante forte, Jesus submeteu-se ao
batismo, um batismo normalmente para pecadores. Sem dúvida, Jesus estava
colocando-se no fluxo dos sereshumanos comuns. Satisfez aobjeção deJoão, ao
responder-lhe: "Consente agora; porqueassim nos convémcumprirtoda ajustiça"
(Mateus 3.15).
Jesus não foi batizado porcausa dos seus pecados, mas paraidentificar-secom
ospecadores. Em suavida imaculada, Jesus revelou a natureza perfeita do ser
humano como elenos criou. Um Deus perfeito sefez Homem perfeito poramor
denós. Podemos e devemos ser como ele.
~ Por que vocêdeve desejar sercomoCristoem Suanatureza humana?
124 Unidade Oito

~ Você não tem Ajudas Permanentes adicionais para esta s


Repasse as ajudas relacionadas com as virtudes de Cristo (
200) e as Bem-Aventuranças (p, 202-212). Peça ~ Deu
identificar a área de sua vida em que ele gostaria de tra
Dedique tempo nesta semana ao estudo e à oração I medi
Ajuda Permanente relacionada com a área que Deus iden

~ Enquanto termina o estudo de hoje, fale com Jesus Cristo,


do homem. Expresse sua gratidão e apreciação por seu ex
Diga-lhe de seu desejo de ser semelhante a ele. Peça-I
prepare seu coração e mente para o estudo das emoções

DIA 2
As EMOÇÕES "NEGATIVAS" DE JESUS
Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo e o nome de Cristo par
para Hoje Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Jesus chorou" sugerida para começar seu estudo.
(loão 11.35).
Jesus sentiu muitas emoções humanas, tanto negativas quanto positivas.
Nome de Cristo forma.jesus revelou uma vida afetiva normal e saudável. Deus tem emoçõe
para Hoje o demonstra com toda a clareza o Antigo Testamento. Deus pode irar-s
A Expressa Imagem do Números 25.3), sentir ciúmes (veja Êxodo 20.5), amar (vejaJeremias 31.3
Seu Ser compassivo (veja Lamentações 3.22). Jesus não reprimiu nenhuma e
(Hebreus 1.3) legítima. Sua vida nos mostra toda a gama de emoções humanas.
Três vezes o Novo Testamento menciona que Jesus irou-se. A prime
Oração para ocorreu na primeira ocasião em que expulsou os cambistas.jesus repetiu es
Começar o Estudo na última semana de sua vida terrenal (veja Mateus 21.12-13; Mantos 11.
Senhor, tenho emoções Lucas 19.45-46). Conforme for lendo o relato seguinte, observe que a atit
negativas que, às vezes, Jesus não foi um acesso de cólera. Ele manifestou zelo pela casa de seu Pai
acabam sendo planejou cuidadosamente suas ações e dedicou tempo em fazer um açoite
destrutivas em meus manifestar a ira que ele e seu Pai sentiram pela profanação do templo.
relacionamentos com os
outros. Desejo aprender
E achou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pombas, e também
de teu exemplo a mani-
os cambistas alisentados; e tendo feito um azorrague de cordas, lançou
festar as emoções de
todos fora do templo, bem como as ovelhas e os bois; e espalhou o
uma forma correta. Tu
dinheiro dos cambistas, e virou-lhes as mesas; e disse aos que vendiam
és a imagem perfeita de
as pombas: Tirai daqui estas coisas; não façais da casa de meu Pai
Deus. Ensina-me a
refletir tua imagem em casa de negócio. Lembraram-se então os seus discípulos do que está
minha vida, de manei- escrito: O zelo da tua casa me devorará (João 2.14-17).
ra que tu sejas honrado.
Amém. Volta-seamencionarairade]esusemMarcos3.1-5.0sfariseusestavamvi
Jesus para ver se ele realizaria a cura, no dia de sábado, de um homem qu
a mão atrofiada. "E olhando em redor para eles com indignação, condoendo
dureza de seus corações..." (v. 5). Pode-se manifestar a ira de forma ileg
Estas violações da santidade e da justiça, entretanto, foram oportunidades
devida expressão de ira santa. A ira santa procede de uma fonte que talvez f
bem em não procurar imitar.

I
Unidade Oito 125

~ Qual é uma emoção "negativa" que Jesus manifestou de uma


fonna apropriada?

Em uma ocasião, Jesus se indignou com seus discípulos. Eles haviam tentado
impedir que as pessoas levassem suas crianças para que ele as abençoasse.
Normalmente, quando não entendiam seus métodos, Jesus era moderado e
paciente com eles. Mas, nessa ocasião, "indignou-se" (Marcos 10.14).
Raramente Jesus manifestou esta emoção. É evidente que tal atitude foi
ofensiva a Jesus. Jesus desejava que as crianças chegassem até ele.
Certa vez, os fariseus foram ver Jesus e lhe pediram um sinal do céu.
Jesus já havia dado abundantes sinais mediante suas curas e milagres.
Ironicamente, esta petição ocorreu imediatamente depois de Jesus ter
alimentado quatro mil pessoas. Que maior sinal poderiam desejar? Marcos
nos diz que Jesus "[suspirou] profundamente em seu espírito" (Marcos 8.12)
- um exemplo extraordinário de desaprovação. Até a paciência de Deus está
limitada por sua própria santidade perfeita.
Quatro vezes o Novo Testamento descreve Jesus pesaroso e comovido.
A primeira vez, quando da morte de Lázaro. Nessa oportunidade, Jesus
"comoveu-se em espírito, e perturbou-se" ao ver Maria chorar (Ioão 11.33).
Jesus "turbou-se em espírito" quando anunciou a traição de Judas (Ioão
13.21). A expectativa do monumental fracasso humano e a traição de um
amigo íntimo era algo inexplicavelmente angustiante. No Getsêmane, na
noite anterior à sua morte, Jesus "começou a ter pavor e angustiar-se"
(Marcos 14.33). Jesus chegou a expressar sua grandiosa tristeza: "A minha
alma está triste até a morte" (Marcos 14.34). Mais tarde, no Getsêmane,
esteve "em agonia" e provavelmente suou sangue (Lucas 22.44). Jesus foi
indubitavelmente capaz de sentir uma profunda emoção humana, e a
expressou francamente.

~ Relacione abaixo algumas das outras emoções "negativas"


manifestadas por Jesus.

Temos uma idéia da aflição de Deus pelo império do pecado e da morte quandoJesus
chorou ante a tumba de Lázaro (veja joão 11.35).Jesus "suspirou" quando estava
curando o surdo-mudo (veja Marcos 7.34).
Jesus foi capaz de sentir uma aflição profunda. Os dois gritos de angústia por
Jerusalém indicam um intenso amor que foi profundamente ferido: "Jerusalém,
Jerusalém, que matas os profetas, e apedrejas os que a ti são enviados! Quantas vezes
quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha junta a sua ninhada debaixo das asas, e
não quiseste!" (Lucas 13.34).Jesus também chorou pela cidade deJerusalém durante
a sua entrada triunfal nela. Quase ouvimos o gemido em sua voz quando disse: "Ah!
Se tu conhecesses, ao menos neste dia, o que te poderia trazer a paz! Mas agora isso
está encoberto aos teus olhos" (Lucas 19.42). Não há clamores mais eloqüentes em
toda a literatura.

~ Cite algumas emoções negativas que você tem manifestado.


126 Unidade Oito

~ Como você avaliaria a maneira como regularmente expr


emoções negativas? Assinale uma ou escreva sua própria re
D Sempre ajo de maneira apropriada (correta).
D Às vezes bem, porém outras vezes explodo.
D Tenho medo de geralmente expressar emoções negatí s de
forma não apropriada.
DOutra:

Ore sobre a forma como você manifesta as emoções neg rvas,


Peça ao Senhor para ajudá-lo a reagir às emoções negati s de
um modo que ele seja honrado e jamais desagradado.

DIA 3
As EMOÇÕES POSITIVAS DE JESUS
~ Comece o estudo lendo os versículos e os nomes de Cristo p oJe.
Meditação Bíblica Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a ção
para Hoje sugerida para começar seu estudo.
"Vendo ele as multi-
dões, compadeceu-se ~ Enquanto faz o estudo de hoje, encerre em um círculo as e
delas, porque andavam descritas. Escreva abaixo as palavras, para tê-las à mão no fut
desgarradas e erran-
tes' como ovelhas que
não têm pastor"
(Mateus 9.36). o Novo Testamento apresenta mais emoções positivas de Jesus do que ne rvas.
QuandoJesus expulsou do templo os cambistas, seus discípulos viram em s itude
Nome de Cristo uma evidência de zelo (Ioão 2.17), que controlou e assumiu o lugar da sua . Tal
para Hoje fato era o cumprimento de uma profecia messiânica do Salmo 69.S). Zel uma
Homem Justo emoção profunda. O que Jesus sentia era sempre muito profundo.
(Lucas 23.47)
~ Leia o parágrafo seguinte e sublinhe a definição de esperanç
Oração para
Começar o Estudo Jesus manifestou desejo e esperança antes da última ceia. Disse ele a
Senhor Jesus, tu és um discípulos: "Tenho desejado ardentemente comer convosco esta páscoa,
Homem Justo. Foste minha paixão" (Lucas 22.15) .Jesus havia esperado esse momento I Espe
sempre justo em tua uma virtude rara. Às vezes, consideramos a esperança apenas corno um
maneira de agir. Não desesperado: "Espero que ao final as coisas saiam bem." No Novol'Testa
quero agir injustamente, entretanto, a esperança é o desfrute presente de uma bênção futura. Iesu
e também quero fazer o sabia como sairiam as coisas. Para Jesus, a ceia era uma ocasião feliz. EI avia
que é justo de uma anelado por ela.
forma positiva. Ensina-
me quando e como ~ Mencione duas emoções positivas de Jesus:
manifestar as emoções
positivas. Não permitas Uma vez Jesus disse que estava alegre. A alegria é o festejo do constan
interior. A alegria ocorre quando o gozo se expressa em uma ocasião espe
que eu deixe de experi-
sair para Betânia a fim de levantar Lázaro dentre os mortos, Iesus di
mentar tua mente nestas
discípulos: "Lázaro morreu; e, por vossa causa, folgode que eu lá não estives
áreas. Veste-me da tua
que creiais" (Ioão 11.14-15).Ao longo de seu ministério.]esus se decepcion
justiça. Amém.
a falta de fé dos discípulos. A ressurreição, sem dúvida, seria urna vi
mensagem para fortalecê-los na fé. Jesus sentia-se feliz!
Unidade Oito 127

A alegria foi uma característica de Jesus. Quando os setenta voltaram


de sua missão, "exultou Jesus no Espírito Santo" (Lucas 10.21). Jesus
também expressou alegria na noite da última ceia, próximo de enfrentar a
cruz. Depois de Jesus dizer a seus discípulos que a obediência era o fator
para que pudessem permanecer no seu amor, disse-lhes: "Estas coisas vos
tenho dito para que o meu gozo permaneça em vós e o vosso gozo seja
completo" (joão 15.11). De todas as raras circunstâncias nas quais ele pôde
expressar alegria, a noite de sua traição, prisão e julgamentos parece a mais
extraordinária. Talvez, seja aí onde muitos de nós perdemos a atitude de
Cristo mais que em qualquer outro aspecto. Preocupamo-nos com os
poblemas do amanhã. Todo o tempo dessa noite de Páscoa teria sido de
intenso terror para qualquer outro ser humano "se pudesse ser capaz de
saber o que aconteceria nas próximas horas". Deliberadamente, Jesus não
entrou nesse terror extremo até chegar ao Getsêmane. Mesmo durante a
última ceia, Jesus estava alegre. Jesus sentiu alegria!

~ Com.o podem.os não perceber que a experiência da alegria fazia


parte da rnerrte de Cristo?

~ Você se Iernbr-a de Unl t.errrpo e'm que "se preocupou pelos


pzobberrras do anlanhã"? Descreva-o br-evernerrte,

Cinco vezes os Evangelhos mencionam Jesus tendo compaixão. Em três delas,


sentiu compaixão de uma multidão (veja Mateus 14.14; 9.36; Marcos 8.2). As
grandes multidões despertavam. sua piedade. Jesus via a grande necessidade
do povo. Uma vez, quando começou a curar UIn leproso, "Jesus [compadeceu-se]
dele" (Marcos 1.41). Quando Jesus se .encontrou com o cortejo fúnebre de um
jovem de Naim, o deteve. A mãe do jovem era viúva, e Jesus "encheu-se de
compaixão por ela" (Lucas 7.13). Ele tinha um coração terno pelos necessitados
e sofredores. Em todas estas ocasiões, Jesus satisfez as necessidades e ajudou
os que sofriam.

~ Baseando-se no eooernp'lo de Jesus quais são algUnlas das razões


y

pelas quais você refletiria a rriemte de Cristo ao denlonstrar


cOnlpaixão?

A suprema emoção de Jesus Cristo é o amor. Menciona-se o amor de Jesus mais


que qualquer outra emoção. Quando o jovem rico foi ter corn ] eaus, este, "olhando
para ele, o amou" (Marcos 10.21). Quando Lázaro ficou enfermo, Maria e Marta
enviaram uma mensagem a Jesus: "Senhor, eis que está enfermo aquele que tu
amas" Ooão 13.1). Um pouco mais tarde, Jesus disse: "Como o Pai me amou, assim
também eu vos amei" (Ioão 15.9). Para evitar mencionar seu próprio nome, João
se referiu a si mesmo como o discípulo "a quem Jesus amava" (Ioão 13.23, outra
vez em João 19.26). O amor é a emoção dominante na mente de Cristo.
128 Unidade Oito

~ Abra o livro na página 195 e leia sobre o amor e medite s e as


formas em que você pode demonstrar amor. Esteja aten esta
semana às oportunidades de demonstrar o amor dei Crist

~ Termine o estudo pedindo a Deus para desenvolver em cê a


manifestação perfeita das emoções positivas. Peça a De para
lhe revelar as oportunidades em que ele gostaria qu você
Meditação Bíblica expressasse essas emoções.
para Hoje
"Porque Deus é o que
opera em vós tanto o DIA 4
querer quanto o efetuar, DOMÍNIO DOS IMPULSOS EMOCIONA!S
segundo a sua boa
vontade. Fazei todas as ~ Comece o estudo lendo os versículos e o nome de Cristo par
coisas sem murmura- Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
ções nem contendas; sugerida para começar seu estudo. I
para que vos torneis
irrepreensíveis e since- ~ Enquanto lê o parágrafo seguinte, encerre em um
ros, filhos de Deus algumas das emoções que Jesus NÃO mostrou.
imaculados no meio de
uma geração corrupta e
perversa, entre a qual Observe na vida de Cristo a ausência de emoções negativas tais
resplandeceis como pessimismo, o desalento, a dúvida, o cinismo, a desconfiança e a mel
luminares no mundo" Ele não tinha fobias. Jesus nunca se preocupou com relação aos pro
(Filipenses 2.13-15). de sua vida, tais como os freqüentes fracassos de seus discípul
relacionamento difícil com as autoridades, o repúdio que ele sofreu po
Nome de Cristo do povo de sua cidade natal, ou o terror da cruz.
para Hoje
Maravilhoso Conselheiro Segundo o exemplo de Jesus, as emoções são normais e típicas
(Isaías 9.6) humano criado por Deus. As emoções de Jesus, porém, eram próprias
Oração para natureza e não estavam sujeitas a impulsos. Expressavam-se qu
Começar o Estudo ocasião o requeria. Já vimos que Deus nunca "se enfurece". A ira d
Maravilhoso Conselheiro, é uma parte permanente, inalterada e santa de seu caráter. Deus r
envolvo-me em demasia- a si a expressão de suas emoções para os momentos em que necess
dos problemas por causa conhecer a importância de sua santidade. Nem sempre percebe
de meus impulsos emocio- diversas emoções de Deus, porém sempre elas estão presentes.
nais. Às vezes, parecem
incontroláveis. Serei ~ Qual das seguintes frases descreve melhor as emoções de
capaz alguma vez de
O As emoções de Jesus eram inconstantes e mani
dominar esses impulsos?
Acorro hoje ao teu conse- impulsivamente.
lho. Ensina-me com o O As emoções deJesus eram próprias de sua natureza e malte
exemplo de Jesus a Ele as expressava racionalmente e deliberadamente.
expressar corretamente
minhas emoções. Quero A expulsão dos cambistas do templo não foi um ato irracional, i;rrefle
dar-te honra e brilhar impulsivo. Serena e deliberadamente, Jesus manifestou ajusta irada sa
como uma luz em um inalterável. Até que a santidade absoluta consuma todo o nosso ser, farern
mundo de trevas. Eu te em não tratar de expressar a justa ira. As emoções de Jesus eram próprias
agradeço porque me natureza e inalteráveis.
ajudarás a desejar as
coisas boas e me capacita-
rás para fazê-las. Amém. O maior perigo para quem quer ter a
atitude de Cristo é agir de forma impulsiva.
Unidade Oito 129

Que emoções estão sujeitas aos impulsos? As emoções que nos dominam de
repente são quase sempre negativas - ira, lascívia, vingança. Além disso, são as
mais difíceis de ser dominadas. Agimos antes de pensar. A Bíblia dá forte ênfase
à vontade quando se refere à mente. A mente espiritual conscienciosamente coloca
a vingança nas mãos do Senhor (Hebreus 10.30). A mente de Cristo tem emoções
negativas e positivas, porém estão sujeitas à vontade. Sua expressão pública está
sujeita à sabedoria divina.

~ Qual é a melhor maneira de evitar a expressão impulsiva das


emoções negativas? Assinale-a.
O Quando sinto uma emoção em estado crescente, espero ter força
suficiente para contê-la e fazer a coisa certa.
O Fixo, renovo e cinjo a minha mente, a fim de poder usar a minha
vontade para escolher a emoção correta quando surgir uma
emoção negativa.

Nós descobrimos que nossas emoções encontram o seu lugar de estabilidade


depois de encontrarmos a liberdade (unidades 2-3) e depois que aprendemos a
interpretar as circunstâncias segundo as bênçãos do Sermão do Monte (unidade
6). As emoções mais maduras resultam desses primeiros estudos. Aplique-se a
esses estudos, e você poderá dominar os impulsos emocionais mediante a
sabedoria divina e o exercício de sua vontade em fazer o que é certo.

~ Dedique alguns minutos revendo as Listas da Escravidão à


Liberdade que você tenha feito. Deseja Deus conceder-lhe liberdade
em outras áreas? Continue repassando suas listas até sentir que
Cristo o tenha libertado.

~ Continue repassando as Ajudas Permanentes (Virtudes e Bem-


Aventuranças) para as quais Deus atraiu sua atenção. Permita que
Deus continue trabalhando nessas áreas. Prossiga pedindo a Deus
que o molde à imagem de seu Filho Jesus Cristo.

DIAS
JESUS E A SABEDORIA

~ Comece o estudo lendo os versículos e o nome de Cristo para hoje.


Meditação Bíblica Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a oração
para Hoje sugerida para começar seu estudo.
"Ora, se algum de vós
Jesus nunca deixou de usar seu intelecto para fazer avançar a obra de Deus. Já na idade
tem falta de sabedoria,
de doze anos, Jesus estava envolvido nos negócios de seu Pai. No templo, Jesus foi
peça-a a Deus, que a
receptivo aoouviros mestres. Eles o interrogavam e "seadmiravam da suainteligência
todos dá liberalmente e e das suas respostas" (Lucas 2.47).Jesus tinha um conhecimento extraordinário e fazia
não censura, e ser-lhe- um uso excepcionaldoAntigoTestamento.
á dada. Peça-a, porém,
com fé, não duvidando" ~ Enquanto lê o parágrafo seguinte, encerre num círculo a forma como
(Tiago 1.5-6). Jesus respondeu àqueles que o interrogavam. Para onde ele dirigia
a atenção deles?
Norne de Cristo
para Hoje Jesus demonstrou um bom intelecto e uma resposta rápida. Quando os
Sabedoria de Deus principais sacerdotes, escribas e anciãos exigiram dele que provasse sua
(l Coríntios 1.24) autoridade, Jesus remeteu a pergunta deles ao batismo de João e ao propósito
divino de Deus (veja Lucas 20.3-4). Jesus respondeu à pergunta sobre dar
130 Unidade Oito

Oração para o tributo a César dizendo que tanto a autoridade civil como a divina devem
Começar o Estudo seu devido reconhecimento (Lucas 20.22-25). Jesus deixou ios
Sabedoria de Deus, desconcertados ao mostrar-lhes seu fracasso em compreender as Es
confesso que necessito de (Lucas 20.27-38). Os propósitos de Deus eram a fonte de suas fáceis re
tua sabedoria. Minha
sabedoria humana não é Mais importante para Jesus era pôr em prática a sabedoria. A sa ona
suficiente para os proble- bíblica é tanto acessível à pessoa sem instrução como à de fo ação
mas com que me deparo. acadêmica. A sabedoria era importante para a mente judaica. Uma eção
Eu estou plenamente bíblica de seus escritos sagrados é denominada de "Livros de Sabedo ':Jó,
agradecido pelo fato de Salmos, Provérbios, Eclesiastes e Cântico dos Cânticos. Quando mo,
conheceres todas as Jesus "crescia em sabedoria" (Lucas 2.52). O aspecto diferencia e a
coisas e compreenderes profundidade do ensino de Jesus levavam seus ouvintes a se maravi rem
todas as coisas. Faze (Mateus 7.28-29; Lucas 4.32,36). Falando sobre seu ensino, Cristo ou:
com que eu cresça em "As palavras que eu vos tenho dito são espírito e são vida" (Ioão .63).
tua sabedoria para teus Freqüentemente Jesus mencionou as Escrituras como a razão sua
propósitos e para a tua conduta. Jesus citou as Escrituras como um meio de resistir a anás
glória. Continua desen- durante sua tentação no deserto. A Bíblia é uma inesgotável fo de
volvendo em mim as sabedoria para os que estejam dispostos a pagar o preço de dedicar mpo
virtudes da sabedoria ao aprendizado da Palavra de Deus.
divina. Faze-me puro, ~ Quão importantes foram as Escrituras para Jesus?
pacífico, moderado,
tratável, misericordioso, ~ Para você possuir a mente de Cristo, qual o valor as
frutífero, firme e sincero. Escrituras devem ter em sua vida?
Amém.
----------
~ Cite algumas maneiras práticas em que você pode permit que
as Escrituras tomem seu devido lugar de importância e sua
mente. Assinale todas as declarações pertinentes.
O a. Levo comigo minha Bíblia de estudo sempre, die mo que
posso buscar o que preciso cada vez que seja necessá
O b. Leio e estudo as Escrituras.
O c. Ouço os pastores e mestres enquanto explicam as Escrit
O d. Medito nas Escrituras.
O e. Memorizo as Escrituras.
O f. Não me preocupo em conhecer as Escrituras até que aa
necessidade; depois espero que Deus me dê uma pala
O g. Falo sobre a aplicação das Escrituras a outros crentes.
Destas possibilidades, b., c., d., e., ego são as mais práticas e refletem o e pIo
da vida de Cristo. A não é de todo má, porém poderá não ser prática. Poderã rgir
situações que não lhe permitirão muito tempo para tomar uma decisão corr .Fé
presunçosa. Deus pode dar uma palavra, porém não tem ele obrigação al
premiar nossa acomodação. A melhor opção é procurar com diligência apre
se diante de "Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se ~nver
que maneja bem a palavra da verdade" (2 Timóteo 2.15). :
Paulo diz que em Cristo "estão escondidos todos os tesouros da sab
da ciência" (Colossenses 2.3). Cristo estava tão fortemente identificad
sabedoria, que Paulo se refere a Ele como a "sabedoria de Deus" (1 Coríntio
Tiago 3.17 descreve com toda a clareza a sabedoria de Deus, que é Jesus
É sábio demonstrar a mente de Cristo.
Reflita sobre seu progresso em chegar à semelhança de ~rist
está crescendo? Diga a Deus o que está sentindo e pen ando
momento. Em oração, peça a Deus para ajudá-lo a ser
estudante de sua Palavra. .
Hino Parte 4: A Natureza Humana de Cristo
...tornando-se [Jesus] semelhante aos homens; eachado naforma de homem... (Filipenses 2.7-8).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


Jesus e o Amor às Jesustinha uma percepção das coisas materiais totalmente contrária aoponto de
Coisas Materiais vista do nosso mundo. A liberdade da escravidão de possessões materiais é
essencial para uma vida abundante. Você sentiráque pode confiar emqueDeus
Dia 2 proverá às necessidades de Seus filhos, de modo que você não tenha que se
Confiança na Provisão preocupar acerca das necessidades futuras. Ao examinar oexemplo deJesus, você
de Deus também cultivará relações adequadas com aagenda, as amizades e a maneira de
falar de Deus.
Dia 3
A Percepção de Jesus
Objetivo Permanente
Sobre o Tempo Oportu-
no Você chegará a ser semelhante a Cristo emsuarelação com as coisas materiais, a
agenda deDeus para suavida, suas amizades e odomínio do que diz.
Dia 4
A Amizade de Jesus Resumo da Obra de Deus em Você
Avida deCristo emvocê surgedeuma aptidão sincera para enfrentararealidade.
Dia 5 O propósito de Deus para você encontra-se em seu plano original para uma
O Modo de Falar de humanidade perfeita. Seudesenvolvimento espiritual sópoderá ser avaliado àluz
Jesus das relações deCristo com seuPai ecom asdemais pessoas. Emseupapel deFilho
do homen, Cristo tomapossível oseucrescimento conforme opropósito que Deus
estabeleceu para você.

Objetivos de Aprendizagem da Unidade


• Você compreenderá oensino deJesussobre oamor àscoisas materiais eaforma
comoJesus se relacionava com seusamigos.
• Mostrará determinação e dedicação emajuntar tesouros nocéu.
• Entenderá que Deus supreasnecessidades deseusservos e filhos.
• Demonstrará suaconfiança naprovisão deDeuspara seus filhos.
• Conscientizar-se-á dequeJesusbaseou suaconduta noprograma deatividades
planejado porseuPai.
• Demonstrará odesejo deconhecer e seguir oplano deDeus para a suavida.
• Demonstrará gratidão porseuamigoJesusCristo.
• Compreenderá a forma como Jesus dominou sua conversação paraatingir os
propósitos divinos.
• Demonstrarádedicação emcultivar odomínio próprio arespeito do que diz.
132 Unidade Nove

o Que Você Fará para Cultivar Relações Apropriadas com as Pesso e as


Coisas i
• Avaliará sua relação com as coisas segundo os ensinos de Jesus e procurar bter
a liberdade da escravidão das coisas materiais.
• Estudará a respeito da provisão de Deus para seus filhos e se esforçará no tido
de cultivar uma confiança mais profunda na provisão de Deus par uas
necessidades.
• Avaliará sua perseverança e decidirá seguir a agenda de Deus.
• Refletirá sobre avirtude de um domíniopróprio semelhante ao de Cristo e b cará
a ajuda de Deus para disciplinar sua língua.

Versículos para Memorizar


"Mas ajuntai para vós tesouros no céu, onde nem a traça nem a ferrug os
consomem, e onde os ladrões não minam nem roubam. Porque onde estive teu
tesouro, aí estará também o teu coração" (Mateus 6.20-21).

Ajudas Permanentes para Revisão Desta Unidade


Listas da Escravidão à Liberdade-Os Bens (p. 187-188)
Virtudes Semelhantes às de Cristo-Domínio Próprio (p. 200)

Os Cartões para a Mente de Cristo Relacionados com Esta Unida


5A. Unidade 9: Versículos Para Memorizar - Mateus 6.20-21

DIA!
JESUS E o AMOR ÀS COISAS MATERIAIS
Meditação Bíblica ~ Comece a lição lendo os versículos bíblicos e o nome de Crist ara
para Hoje hoje (p.132). Repasse o versículo para memorizar. Faça'em se .da
"E disse ao povo: a oração sugerida para começar seu estudo. .
Acautelai-vos e
guardai-vos de toda
espécie de cobiça; O Exemplo de Jesus
porque a vida do Tanto com seu exemplo como com seu ensino.jesus não deixoudúvida alguma
homem não consiste dava pouco valor aos bens deste mundo. O lugar escolhido para o seu nascime
na abundância das um estábulo. A maior parte de sua vida, Jesus foi um homem de trabal
coisas que possui" carpinteiro. Durante seu ministério, ele disse: "As raposas têm covis, e as av
(Lucas 12.15). céus têm ninhos; mas o Filho dohomem não tem onde reclinara cabeça" (Luca
No momento de sua morte, o único bem material de Jesus era a roupa sobre
os soldados lançaram sorte.
Unidade Nove 133

"Não ajunteis para vós ~ Qual das seguintes frases descreve melhor o exemplo de Jesus a
tesouros na terra, onde respeito das coisas materiais? Assinale-a.
a traça e a ferrugem os O Jesus estava profundamente apegado às coisas do mundo e
consomem, e onde os empregou seus poderes para acumular muitas coisas para sua
ladrões minam e comodidade e prazer.
roubam; mas ajuntai O Jesus era desprendido e estava livre do amor às coisas do mundo.
para vós tesouros no Optou por uma vida humilde e não considerou de valor algum
céu, onde nem a traça acumular coisas.
nem a ferrugem os
consomem, e onde os O Ensino de Jesus
ladrões não minam Em seu ensino,Jesus pôs em contraste as verdadeiras riquezas comas riquezas
nem roubam. Porque injustas (Lucas 16.11). Jesus advertiu contra acumular riquezas terrenais e
onde estiver o teu aconselhou a seus seguidoresqueajuntassem"tesouros nocéu,ondenem atraça
tesouro, aí estará nemaferrugem osconsomem, e ondeosladrões nãominam nemroubam" (Mateus
também o teu coração" 6.20). Comrespeitoaessa advertência, deuumimportante princípio: "Porqueonde
(Mateus 6.19-21). estiver o teu tesouro, aíestará também oteu coração" (Mateus6.21).
~ Se você fosse absolutamente sincero consigo mesmo, onde diria que
Nome de Cristo
está a maioria de seus tesouros? Assinale uma das alternativas
para Hoje
abaixo.
Herdeiro de Tudo
(Hebreus 1.2) O Nocéu O Naterra O Nãoachoquetenhatesouroalgum
O princípio de Jesus é evidente na parábola do rico insensato (Lucas 12.16-21). O
Oração para Come-
fazendeiro insensato manteve-se acumulando suascolheitas, cada vez em depósitos
çar o Estudo maiores. Logo exclamou: "Descansa, come, bebe, regala-te" (Lucas 12.19). Aquela
Senhor Jesus, tu és o mesmanoite, oSenhorpediuasuavida, esuariquezaacumuladanãolheserviuparanada.
Herdeiro de Tudo; e eu Quehomeminsensato!
sou co-herdeiro contigo.
Jesusdisse: "Assim, pois, todo aquele dentrevósquenãorenunciaratudoquanto
Admito que vivo como
possui,nãopodeser meu discípulo" (Lucas 14.33). QuandoJesus chamou Mateus
pobre, em vez de viver paraser seudiscípulo, "este, deixando tudo, levantou-se e oseguiu" (Lucas 5.28). No
como herdeiro do reino. versículo seguinte, entretanto, Mateus tinhaumacasanaqual hospedarajesus e seus
Não tenho aprendido a colegas publicanos (veja Lucas5.29). Seu "deixartudo"podedar a idéiade que ele
entender nem a valori- deixou apenas suaprofissão lucrativa, e nãoosseusbens.OsEvangelhos, porém, não
zar as riquezas e os mencionam que Mateus voltou alguma vez a essa casa. Ele é sempre descrito
tesouros que tu tens seguindo aJesus nas diversasviagens aoredor daGaliléia, Peréia eJudéia.
colocado à minha
Jesusexigiudojovemricoque, antesdesegui-lo, vendesse"tudoquanto [tinha] e
disposição. Admito
[desse] aospobres, e [assimteria] umtesouro nocéu"(Marcos 1O.21).Jesusprometeu
também que tenho um aojovemumtesouronocéuimediatamente depois queelese despojasse dotesouro
grande apego às coisas terrenal. Seguirajesus só é possível quando seutesouroestánocéu.Jesussedeuconta
do mundo. Ensina-me a de que esse jovem havia feito dariqueza umdeus.Ele a amava mais doquea Deus.
negar-me a mim mesmo Essencialmente,Jesus lheestavadizendo paralivrar-se dessefalso deus.
e a entregar-te a propri-
edade de minhas coisas. Ahistória dojovemricoé oúnico casoemquea Bíblia, demodo explícito, diz que
Desejo estar completa- Jesus amoua umpossívelseguidor(veja Marcos10.21). Arecusadesse jovemem
segui-lo foi certamente muito dolorosa para o Senhor.Jesus exclamou: "Quão
mente livre do apego às
dificilmente entrarãonoreinodeDeusosquetêmriquezas!" (Marcos 10.23). Quando
coisas, para que possa
perguntaramaJesus acercade quementãopoderiaser salvo, elerespondeu: "Para
seguir-te e viver de Deustudoé possível" (Marcos 10.27)
acordo com o teu exem-
plo. Amém. ~ Recorra às Ajudas Permanentes (p. 186-188) e repasse a lista da
Escravidão à Liberdade relacionada comosbens. Ore enquanto lê essa
lista. Há algo que Deus lhe está pedindo para abandonar que tem-se
constituídoem um falsodeus paravocê?Respondada forma comoDeus
134 Unidade Nove

o guiar. Descreva brevemente, em seguida, a libertação (J falta


dela) que sente no que se refere aos bens materiais.

Jesus pôs um limite firme e preciso com relação ao amor às coisas mate is, ao
dizer: "Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar a um € mar o
outro, ou há de dedicar-se a um e desprezar o outro. Não podeis servir a D seàs
riquezas" (Mateus 6.24). Um dos maiores adversários de Deus é o êxito ecor mico-
financeiro terrenal. Podemos ter bens e usá-los sabiamente, como aslrnulhe sque
apoiaram Jesus e seus discípulos no ministério. Porém, o grande perigo queo
possuidor da riqueza a adore.Jesus advertiu severamente: "O que entre os rnens
é elevado, perante Deus é abominação" (Lucas 16.15).

A mente de Cristo coloca Deus acima


de todas as coisas do mundo.

A Solução para o Amor às Coisas Materiais


A avareza nos fará aferrar-nos às coisas para usá-las egoisticamente. Em ésios
5.5, a avareza é descrita como idolatria: adoração de um deus falso. Jesus ( seao
jovem rico que repartisse seus bens com os pobres, porque eles hav rn se
transformado num deus falso. O melhor remédio para o amor às coisas m I>riais
é dar com alegria.
Repetidamente, Jesus exortou a dar com alegria. No Sermão do MOI ~, ele
ordenou: "Dá a quem te pedir, e não voltes as costas ao que quiser ( ~ lhe
emprestes" (Mateus 5.42). Jesus também advertiu que o ato de dar deve rem
secreto. Não devemos anunciá-lo publicamente (veja Mateus 6.2-4)~ Deus está
interessado nas motivações do nosso coração.

~ Cite uma maneira de evitar ou livrar-se de um espírito que ~ eas


coisas materiais.

O dinheiro pode chegar a converter-se em um deus poderoso que exige Ieak ~ede
uma maneira sutil, mas eficaz. A atitude de Cristo permite a participaç em
transações financeiras, mas nos adverte que podem ser perigosas. <l> dinhe oem
si não é bom nem mau, e pode ser usado para propósitos mundanos ou pan eus.
Devemos ser prudentes e ter uma atitude espiritual em seu uso. Devemo f>star
dispostos a dar, como fiéis mordomos que somos dos recursos de Deus.
~ Pergunte a Deus se há algo que ele quer que você entregue corr ~a
forma de colocar um fim no seu amor às coisas materiaisl Se De s Ihe
revelaralgo, pergunte onde oua quem deve dá-lo. Talvez você ten que
dispor a mente e o coração para dar e, em seguida, estar at to à
a
oportunidade que Deus lhe apresentar. Se Deus dirigi-lo dar d uma
maneira especial, descrevaabaixo o que e a quem.
Unidade Nove 135

DIA2
CONFIANÇA NA PROVISÃO DE DEUS

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Pois, se Deus assim
oração sugerida para começar seu estudo.
veste a erva do campo,
que hoje existe e ama-
Jesus ensinou que Deus se encarrega de prover às necessidades de seus filhos.Em
nhã é lançada no fomo,
quanto mais a vós, duas passagens paralelas (vejaMateus 6.25-34e Lucas 12.22-32),Jesus diz que Deus
homens de pouca fé? cuidadas aves e dos lírios.Já que Deus cuidadeles, sem dúvidacuidaráde seus filhos,
Portanto, não vos que são muito mais valiosos. Na passagem de Lucas, Jesus prometeu mais do que
inquieteis, dizendo: Que coisas como alimento e roupa: "Não temas, ó pequeno rebanho! Porque a vosso Pai
havemos de comer? ou: agradou dar-vos o reino" (Lucas 12.32).
Que havemos de beber?
ou: Com que nos ~ Por que não devem preocupar-se os filhos de Deus por comida,
havemos de vestir? bebida ou roupa?
(Pois a todas estas
coisas os gentios procu-
ram.) Porque vosso Pai
celestial sabe que ~ Leia outravez a Meditação Bíblica para Hoje e busque a condição da
precisais de tudo isso. provisão de Deus. O que você deve fazer em primeiro lugar para que
Mas buscai primeiro o depois Deus possa prover às suas necessidades?
reino de Deus e a sua
justiça, e todas estas
coisas vos serão acres-
centadas" (Mateus 6.30-
Desde seus últimos anos de adolescência, Jesus trabalhou como carpinteiro. Ele
33).
mostrou que otrabalho é bom e útil.Depois queJesus começou seu ministério, Deus
Nome de Cristo satisfezsuas necessidadesmateriaismedianteoministériode algumasmulheres "que
para Hoje [o]serviam comos seus bens" (Lucas8.3).Jesus não lhes permitiu que entregassem
Príncipe e Governador sua riqueza, comofezcom relação aojovem rico.Ariqueza nãoera o deus delas. Elas
dos Povos haviam devotado seu amor e sua devoção a Cristo. Graças ao que elas deram, Deus
(Isaías 55.4) permitiu que Jesus e seus discípulos dedicassem todo seu tempo ao ministério.
Portanto,Jesus nãoestava preocupadoem satisfazer suas necessidades diárias.Deus
Oração para as satisfez. Jesus Cristo disse que Deus o fará também por nós.
Começar o Estudo
Senhor Jesus, tu não és Aprendendo a Confiar
apenas cabeça de nossa Quando fui pela primeira vez convidado a fazer uma conferência sobre A
igreia, mas também o Mente de Cristo, preparei um folheto com gráficos para tornar os conceitos
Príncipe e o Governador bem claros. Sobressaltei-me quando tomei conhecimento do custo da
de teu povo. Nossa igreja impressão. O impressor calculou que a impressão inicial seria de uns mil
é um exército destinado a dólares. Verificamos nossa conta bancária, e lá havia trinta e sete dólares.
seguir na batalha contra O ministério público era novo para mim, e não podia ver a maneira de tomar
o inimigo. Peço-te que nos
realidade o que parecia ser um chamamento de Deus.
permitas seguir tua
direção, de modo que, de Meus estudos da vida de Jesus me haviam convencido de que Deus
forma alguma, as portas satisfará uma genuína necessidade no ministério. Esta é a forma como Jesus
do hades prevaleçam trabalhou. Minha esposa e eu sabíamos que a impressão do folheto demandaria
contra tua igreja. Eu te um milagre. Por alguma razão, tivemos a fé e a ousadia de pedir a Deus que
prometo minha lealdade, o folheto fosse impresso. Baseamos nossa petição no exemplo de Jesus.
como meu chefe supremo.
Dá-me uma confiança tal O tesoureiro de minha igreja me chamou com uma estranha mensagem.
em tua provisão, que não Disse-me: "T. W., há um empresário em nossa igreja que acaba de fazer uma
venha a me preocupar importante transação. Ele passou por aqui esta manhã para nos dizer que teve
com relação ao amanhã. um superávit inesperado. Ele disse que Deus lhe falou para dar a você o
Dá-me fé para confiar em superávit." O cheque que ele tinha para mim era no valor exato de mil dólares!
tuas provisões. Amém.
136 Unidade Nove

Alegremente, levei o folheto ao impressor. Embora nunca me hou sse


emocionado por receber uma conta de cobrança, dessa vez esperava ans oa
chegada da fatura. Deus me estava mostrando que ele satisfaz as necessidac ~ de
seus filhos. Três semanas depois, o envelope da conta era o primeiro de toda I nha
correspondência! Abri, feliz, o envelope; porém, a fatura era no valor de mil e no nta
e sete dólares. Meu coração desabou. Tínhamos os mil dólares, porém faltav h. os
noventa e sete. Com o coração pesado, abri o resto da correspondência. O te eiro
envelope era de um companheiro, que me disse que havia orado por meu minis rio.
Dizia-me que Deus lhe havia revelado que eu tinha uma necessidade e que ele evia
satisfazê-la. Incluía o cheque no valor de cem dólares. Esse dinheiro chegou junt om
a fatura da gráfica! Eu sabia que Deus o havia provido!
Através dos anos, Deus tem suprido reiteradas vezes o dinheiro que nho
necessitado para o ministério. A provisão geralmente tem sido exata e che no
momento da necessidade; raramente antes. Só podemos agradar a Deus q ndo
andamos com ele pela fé (veja Hebreus 11.6).Jesus viveu uma vida pela fé ele
quer que façamos o mesmo.

Você pode recordar-se de um momento específico em que Deu fe z-


..J".I"d lhe provisão de uma maneira que você soube que era D~us? S sso
ocorreu, descreva brevemente essa ocasião e prepare-se par idar
um resumo deste testemunho a seu grupo.

-
Não Se Preocupe Acerca das Coisas
A preocupação é inútil em vista do cuidado e da provisão de Deus para os seus hos.
Jesus proibiu expressamente a preocupação pelas necessidades diárias, até
afirmou que esse tipo de ansiedade é pagã (Mateus 6.25-32).Jesus descreve orno
o mundo pagão procura ansiosamente a satisfação de suas necessidades veja
Lucas 12.30), porém diz aos seus seguidores que façam "boltas qu não
envelheçam" (Lucas 12.33). O tesouro no céu não se corrompe e é impere: vel,

A preocupação não resolve nada; pelo contrário, desperdiça


esforço mental e não caracteriza a atitude de Cristo. :

Qual das seguintes declarações descreve melhor você? Ass hale


uma ou escreva sua própria declaração.
..J".I"d O Tenho aprendido a lição sobre a provisão de Deus e raramen me
preocupo em relação às coisas de que necessito. Confio er !Que
Deus satisfaz minhas necessidades. '
O Tenho tantas necessidades urgentes, que me preocupo elas
coisas todo o tempo. Afinal de contas, minha f~mílié: em
necessidades, e eu tenho a responsabilidade de satisfazê-I
O Sou como um barco sobre as ondas do mar. QuatjJ.do m has
necessidades estão satisfeitas, minha confiança estánn topo vias,
quando as coisas se tomam difíceis, fico extremar nte
preocupado.
O Outra: .

,i
Unidade Nove 137

~ Confesse a Deus exatamente o que você está pensando e sentindo


a respeito de Sua provisão. Confesse-lhe que você é filho dele. Peça
a Deus que lhe dê fé para confiar em Sua provisão mesmo quando as
coisas forem difíceis. Peça a Deus para aumentar sua confiança nele,
a fim de não se preocupar como os pagãos. Ore para que sua vida
honre e glorifique a Deus.

DIA 3
A PERCEPÇÃO DE JESUS SOBRE O TEMPO OPORTUNO

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Respondeu ele ...: O oração sugerida para começar seu estudo.
meu tempo está próxi-
mo; em tua casa cele- Jesus jamaispareceu apressado. Nuncamostrou sinais de preocupaçãopelotempo.
brarei a páscoa com Quando ia curar a filhade Jairo, Jesus interrompeu a viagem para curar a mulher
meus discípulos" com um fluxo de sangue (veja Lucas 8.43-48), mesmo sabendo que a menina
(Mateus 26.18). morreria se ele demorasse. Tampouco a iminente enfermidade ou a morte
atrapalharam o itinerário dejesus. Quando recebeu o aviso de que Lázaro estava
"Então voltou para os doente, "ficou mais dois dias no lugar onde se achava" (loão 11.6).Jesus sabia o
discípulos e disse-lhes: que faria,e estava mais interessado na obra suprema de Deus que na enfermidade
Dormi agora e momentânea de Lázaro. A ressurreição de Lázaro foio fator decisivo na decisão
descansai. Eis que é do sinédrio de matar aJesus (veja Lucas 11.53).
chegada a hora, e o
Filho do homem está ~ Assinale abaixo todas as palavras que normalmente descrevem seus
sendo entregue nas sentimentos e pensamentos sobre o tempo. Assinale os que
mãos dos pecadores" aparecem na maioria das vezes.
(Mateus 26.45).
o enraivecido O confiante O frustrado
Nome de Cristo O sossegado O preocupado Oca1mo
para Hoje O sereno O precipitado O apressado
Rei dos Séculos, Imor-
O inconstante O impaciente O entusiasmado
tal, Invisível
(l Timóteo 1.17)
O sobrecarregado O tenso O ocioso
O pronto a desistir
Oração para
No que se refere ao seu tempo, você pensa e sente comoJesus? PorqueJesus pôs
Começar o Estudo a mente no reino, concentrou a atenção em seu propósito para o ministério. Cada
Rei Jesus, eu te exalto. milagre, ensino e parábolaencaixavaem uma seqüência com um fimdeterminado.
És Eterno, Imortal e Jesus estava conduzindo sua vida de acordo com a agenda de seu Pai.
Invisível; mas também
és pessoal. Eu te adoro e A referência de Jesus a seu "tempo" implicava um grande sacrifício.
te dou graças porque Depois que os irmãos de Jesus o desafiaram a ir à Festa dos Tabernáculos
cuidas de mim. Peço-te e a atrair a atenção das multidões, Jesus afirmou: "Ainda não é chegado o meu
que me ajudes a enten- tempo; mas o vosso tempo sempre está presente" (Ioão 7.6). Jesus regulou
der e distinguir os cada fase de seu ministério com relação a esse acontecimento. Mais tarde,
sinais dos tempos e a durante essa mesma festa, Jesus fez frente a algumas das objeções dos
seguir-te sabiamente. líderes religiosos. Jesus declarou que conhecê-lo era conhecer o Pai.
Ajuda-me a estar Embora essa afirmação tivesse deixado os líderes enfurecidos, "ninguém o
atento, ativo e prepara- prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora" (Ioão 8.20). Depois de
do para tua iminente afirmar "antes que Abraão existisse, eu sou..., saiu" (Ioão 8.58-59). Mais
vinda. Amém. adiante, depois de dizer que era o Filho de Deus, Jesus lhes escapou das
138 Unidade Nove

mãos, evitando ser preso (João 10.34-39). Após ressuscitar Lázaro de os


mortos, "Jesus já não andava manifestadamente entre os judeus as
retirou-se dali" (loão 11.54).
Perto do fim, "quando se completavam os dias para sua asc
manifestou o firme propósito de ir a Jerusalém" (Lucas 9.51). Prdvavel
na segunda-feira da semana de sua crucificação, Jesus disse: "É che
hora de ser glorificado o Filho do homem" (João 12.23). Quando Jesus
os discípulos a preparar o lugar para celebrar a última páscoa, ordeno
que dissessem ao hospedeiro: "O meu tempo está próximo" (Mateus
Jesus começou assim a mais grandiosa de todas as suas o
registradas na Bíblia: "Pai, é chegada a hora" (João 17.1). No Getsê
Jesus despertou os discípulos que dormiam, dizendo-lhes: "R che
hora" (Marcos 14.41). Toda a vida de Jesus se concentrou no mo
preciso de ser sacrificado. .

~ Você descreveria Jesus como perseverante ou indeciso? As


sua resposta, fazendo um círculo em torno da palavra.
Este conhecimento e determinação parecem inimitáveis. Entrqtanto,
está presente e pode, sem dúvida, guiá-lo como guiou a Jesus. E nec
tempo com ele e concentração espiritual.
~ Volte à unidade 1 (p. 14) e leia outra vez a descriç de
perseverante. Você descreveria a si mesmo como perseve nte
ou indeciso? Assinale sua resposta, fazendo um círculo em mo
da palavra.

~ Termine o estudo de hoje dedicando tempo para falar Com s Pai


celestial. Compartilhe com Deus seu desejo de trabalhar ~c nte
em Sua agenda para a sua vida. Decida seguir a Deus dia la,
seguindo a agenda dele, e não a sua. .

DIA 4
A AMIZADE DE JESUS

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg
"Ninguém tem maior oração sugerida para começar seu estudo.
amor do que este, de
dar alguém a sua vida Jesus era uma pessoa que faziamuitos amigos, e os faziacomfacilidade. Foi con do
pelos, seus amigos.
,
Vós às bodas de amigos da família e as abençoou (veja João 2.1-11). Com freqi
SOIS meus amigos, se Jesus aceitava convites para cear. Ele exaltava a amizade. Suas amizade
fizerdes o que eu vos profundas. Freqüentemente visitava a famíliade Maria, Marta e Lázaro em B
mando. Já não vos João nos diz que Jesus os amava (João 11.5). Com toda a confiança, Maria e
chamo servos, porque o mandaram buscarJesus quando Lázaro ficoudoente (Ioão 11.3).Já ternos an
servo não sabe o que a virtude de ser tratáveis.]esus demonstrou essa virtude em relação aseus
faz o seu senhor; mas Jesus também foi fiel a seus amigos. Esteve junto deles nos momen
chamei-vos amigos, necessidades e supriu suas necessidades. Quando Jesus visitou a casa de ão
porque tudo quanto Pedro, curou a sogra dele. .
ouvi de meu Pai dei- ~ Mencione pelo menos duas virtudes que Jesus demonstrou e seu
vos a conhecer" relacionamento com seus amigos. I

(João 15.13-15).
Jesus era e
Unidade Nove 139

Nome de Cristo Jesus amava a seus amigos, e era fiel e tratável. Por sua vez, os amigos de
para Hoje Jesus eram fiéis a ele. As mulheres permaneceram junto à cruz em
Amigo de Publicanos e circunstâncias terríveis (Mateus 27.55) e depois foram ao sepulcro (Mateus
de Pecadores 28.1; Lucas 24.10). José de Arimatéia, enfrentando a possível zombaria de
(Mateus 11.19) seus colegas, pediu com ousadia permissão para sepultar Jesus (Mateus
27.57-58). Nicodemos também participou deste labor (joão 19.39). Jesus
Oração para inspirou firmeza em seus amigos.
Começar o Estudo Os amigos de Jesus eram seus discípulos. Ele os designou para que
Senhor Jesus, alegro-me "estivessem com ele" (Marcos 3.14). Jesus mostrou seu amor supremo ao dar
muito porque escolheste sua vida por seus amigos (vejaJoão 15.13). Jesus lhes disse: "Já não vos chamo
ser amigo dos pecado- servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas chamei-vos
res. De outro modo, amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai dei-vos a conhecer" (loão 15.15).
perderia tua amizade.
Desejo muito ser teu ~ Leia novamente João 15.13-15 e responda:
amigo; assim, prometo
fazer o que me manda- Baseando-se no versículo 13, qual a prova suprema do amor de
res. Enquanto estudo um amigo?
tua Palavra, ajuda-me
a identificar o que
desejas de mim, de
modo que te obedeça. O que Jesus espera de seus amigos? (v. 14)
Anelo a comunhão
contigo. Abro meu Qual é a diferença entre um servo e um amigo? (v. 15)
coração e te convido a
que entres e vivas em
mim. Amém.
Daravidapor um amigoé a suprema expressão doamor. Foiisso o queJesus fezpor
seus amigos e por nós!Jesus esperava obediênciade seus amigos. QuandoJesus
passou de uma relação de senhor-servo com seus discípulospara uma relação de
amigo-amigo,lhes revelou avontade e o sentir de seu Pai.
....., Baseando-se nesta passagem, como avaliaria sua relação de amigo-
amigo com Cristo? Assinale uma das alternativas abaixo ou escreva
sua própria resposta.
O Não creio que preencho os requisitos para ser amigo de Jesus.
O Às vezes sinto-me em intimidade com Cristo, e ele me revela a
vontade do Pai. Porém, em outras ocasiões, sinto-me distanciado
dessa relação.
O Agora mesmo sinto uma profunda comunhão com Cristo. Poderia
quase dizer que estaria disposto a morrer por ele.
O Outra:

No círculo íntimo dos doze discípulos, Jesus cultivou um vínculo ainda mais
estreito com Simão Pedro, Tiago e João. Às vezes, permitiu a esses homens
serem testemunhas de experiências mais pessoais (veja Marcos 5.37).
Jesus os levou ao monte da transfiguração (Marcos 9.2), e lhes permitiu
vislumbrar a glória divina. Também os levou consigo ao Getsêmane, ao lugar
onde iria orar (veja Marcos 14.33). Em vista do extraordinário sofrimento ao
orar ali, Jesus esperava que eles velassem, ou seja, orassem com ele (veja
Marcos 14.34). João se autodesignou de o discípulo a quem Jesus amava.
Jesus escolheu a Simão na oração em que anunciou que Satanás havia pedido
permissão para cirandar (peneirar) os discípulos como trigo (veja Lucas
22.31-32). Mais adiante, o anjo recebeu instruções especiais de informar
140 Unidade Nove

Pedro sobre a ressurreição (veja Marcos 16.7), provavelmente


Pedro havia negado ao Senhor. Jesus cuidou de prover às necessidades
amigos. As amizades de Jesus duravam; seus amigos tinham grande I
para com ele; e Jesus interessava-se pelas necessidades de seus ami
~ Termine o estudo de hoje passando algum tempo com seu
Amigo, Jesus Cristo. Siga o exemplo dos discípulos que esti am
com ele. Considere dar uma caminhada com seu Amigo. Ex sse
sua gratidão pela amizade dele. Caminhe e fale com ele. Con lhe
suas alegrias e fale a ele de suas preocupações. Responda
amor. Peça a Jesus para guiá-lo no cultivo da amizade daquel
estão ao seu redor.

DIAS
O MODO DE FALAR DE JESUS

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de .sto


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seg aa
"Ele [Cristo] não oração sugerida para começar seu estudo.
cometeu pecado, nem
na sua boca se achou ~ Leia novamente 1 Pedro 2.22-24. Destaque três coisas que ses
engano; sendo injuria- versículos lhe dizem sobre o modo de falar de Jesus.
do, não injuriava, e
quando padecia não Pedro nos diz que na boca de Jesus "[não] se achou engano" (v. 22). "Q ndo
ameaçava, mas entre- injuriado" (afrontado e ofendido verbalmente) .jesus não replicava no mesm om.
gava-se àquele que
"Quando padecia", não respondia com palavras ameaçadoras. Jesus mostrou peita
julga justamente;
temperança e domínio de si mesmo em seu modo de falar.
levando ele mesmo os
nossos pecados em seu Grande parte do que Jesus falou, ele o disse por meio de ensino e pregaç
corpo sobre o madeiro, era o Mestre dos mestres, e percorria "todas as cidades e aldeias, ensinan
para que, mortos para sinagogas deles" (Mateus 9.35). Uma parte de seu ensino foi conceitual, co
os pecados, pudésse- Sermão do Monte. Jesus também ensinou com freqüência por meio de par
mos VIver para a (veja Marcos 4.2). Os preceitos tinham a ver com o caráter espiritual do re
justiça; e pelas suas Deus, e eram tão radicalmente distintos do legalismo da época, que freqüente
feridas fostes sarados" as multidões se maravilhavam (veja Marcos 6.2).
(1 Pedro 2.22-24).
~ Cite uma das maneiras como Jesus empregou seu modo de fa
Nome de Cristo
para Hoje Ele
Testemunha Fiel e
Verdadeira Jesus foi comissionado a pregar (veja Lucas 4.18). Percorria as cidades "pre do
(Apocalipse 3.14) o evangelho do reino" (Mateus 9.35). O ensino instrui; a pregação tem o pro ito
de convencer. João Batista havia sido um proclamador. Jesus considetou a o de
João Batista como uma preparação específica para sua própria obra, e Ele con
essa obra de proclamação. Jesus deu grande importância à pregação. Mais a
Jesus disse que seu evangelho seria pregado no mundo inteiro (veja Mateus 2

~ Cite uma segunda maneira comoJesus empregouseumododef

Ele
---------------------------11111+-
Unidade Nove 141

Oração para Come- Apresentamos abaixo outras maneiras como Jesus empregou seu modo de falar.
çar o Estudo
• Jesus mostrou habilidade extraordinária no emprego de perguntas como
Testemunha Fiel e
Verdadeira, revelaste recurso didático.
perfeitamente o Pai por • Às vezes, advertiu sobre dificuldades e tentações vindouras.
meio de tua vida. Tudo • No geral, Jesus respondia às perguntas que lhe eram feitas. Entretanto,
relacionado a ti é não respondeu à exigência por parte dos fariseus de um sinal.
genuíno, fiel e verdadei-
ro. Confesso que tenho • Jesus respondeu com grande lógica à acusação de que ele expulsava
dificuldades em domi- demônios pelo poder de Belzebu (Mateus 12.24-29).
nar o que digo. Peço-te • Às vezes, repreendeu severamente pessoas e cidades insensíveis.
que continues tua obra • Repreendeu inclusive seus discípulos por sua falta de fé.
de cultivar minha
temperança e meu •Jesus denunciou a hipocrisia dos fariseus.
domínio próprio no que • Em ocasiões excepcionais, elogiou as pessoas por sua fé ou fidelidade.
concerne à língua. • Com freqüência, o Senhor disse às pessoas que não tivessem medo.
Ajuda-me a ouvir mais
o que falo e afalar Jesus economizava palavras, porém não o fazia por timidez. Suas palavras
unicamente o que é bom sempre foram apropriadas e oportunas. Se alguém necessitava de estímulo,
e verdadeiro. Capacita- Jesus falava quando a ocasião o exigia. As palavras de Jesus eram claras e
me a refletir o Senhor pertinentes. Ele disse: "Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os
na maneira como falo. homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo" (Mateus 12.36).
Amém.
~ Quão importante é para você ser cuidadoso na forma de falar?
Assinale umadasalternativas abaixo.

o Não muito importante. Já estou salvo. O que faço, agora não


importamuito.
r:J Muito importante. Deus guarda um registro de cada uma das
minhas palavras descuidadas, e terei deprestar-lhe contanodia
dojuízo.

Para ter a atitude de Cristo, devemos empregar nossas palavras cuidadosa e


devidamente.

~ Recorra àpágina 200 e repasse a Ajuda Permanente sobre odomínio


próprio.

hd Termine o estudo de hoje falando com o Senhor. Confesse toda


palavra descuidada ou inadequada que você tenha usado
recentemente. Peça a Deus para fortalecê-lo com uma língua
dominada porCristo quenuncavenhaa desonrá-Lo.
Hino Parte 4: A Natureza Humana de Cristo
"...tornando-se [Jesus} semelhante aos homens; e achado naforma dehomem..." (Filipenses -8).

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


O Material Subordinado VocêcompreenderácomoCristo viveuno Espírito enquanto viveuno mundo
ao Espiritual Enquanto estudao exemplo de Cristo, aprenderá formas de exercermaiordo
dimensões espirituais davida.Poderá identificar-se com Cristo e seguirseu
Dia 2 em sua relação com o Pai e o Espírito Santo.
Declarações do Propó-
sito de Cristo Objetivo Permanente
Dia 3 Em Cristo, você procurará manter uma relação adequada com o Pai e o
Cristo e o Pai Santo. Seguirá trabalhando para alcançar o domínio do espiritual sobre o

Dia 4 Resumo da Obra de Deus em Você


Cristo e o Espírito A espiritualidade de Cristo em você começa com uma atitude que põe em p
Santo lugar o espiritual e, em seguida, o material. O propósito de Deus é que você
a percepção espiritual a fim de que ele possa guiá-lo.Seu desenvolvimento e
DiaS só pode ser medido à luz da dependência de Cristo do Espírito Santo. Deu
Cristo, as Escrituras e sua vida exterior mediante o Espírito agindo em sua vida interior.
a Oração
Objetivos de Aprendizagem da Unidade
• Você compreenderá que o espiritual é mais importante que o material.
• Mostrará determinação para conseguir o domínio do espiritual sobre o rial.
• Compreenderá a fonte e a natureza dos propósitos de Jesus para su ida e
ministério.
• Mostrará o desejo de conhecer e fazer a vontade de seu Pai celestial,
• Compreenderá as formas como Jesus Cristo se relacionou com o Pai cel tial e
como você deve fazê-lo.
• Compreenderá as formas como Cristo e o Espírito Santo se relacion e as
formas como você deve relacionar-se com o Espírito Santo.
• Compreenderá as maneiras como Jesus empregou as Escrituras e os mo sem
que praticou a oração.

o Que Você Fará para Começar a Viver no Espírito


• Estudará para procurar imitar os exemplos de Jesus.
• Examinará as passagens que tratam com toda a clareza sobre a sua relaç com
o Pai e o Espírito Santo.
• Empregará tempo para meditar nas passagens e orar para que Deus,possa ldar
sua mente a fim de que ela reflita a imagem de seu Filho Jesus Cristo,
Unidade Dez 143

Versículo para Memorizar


"O espírito é o que vivifica; a carne para nada aproveita; as palavras que eu
vos tenho dito são espírito e são vida" (loão 6.63).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Sua Relação com o Pai celestial e o Espírito Santo (p. 213-214).

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta Unidade


5A. Unidade 10: Versículo para Memorizar - João 6.63

DIA!
O MATERIAL SUBORDINADO AO ESPIRITUAL

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Assim também está oração sugerida para começar seu estudo.
escrito: O primeiro
homem, Adão, tomou-se O Espiritual Sobre o Material
alma vivente; o último O mundo material dominava minha vida durante wn tempo. Diziam-me que poderia
Adão, espírito ser rico e ter êxito na carreira que havia escolhido. Em 1956, procurei o êxito
vivificante. Mas não é material. Esse era o meu propósito. Esse período foi de três anos. Durante esse
primeiro o espiritual, tempo, estive bastante ativo e exteriormente parecia estar servindo ao Senhor.
senão o animal; depois o Interiormente, meus propósitos não eram os propósitos de Deus. O espiritual estava
espiritual. O primeiro subordinado ao material.
homem, sendo da terra,
é terreno; o segundo
homem é do céu. Qual o
~ Tem você concentrado alguma vez sua atenção no mundo material
para alcançar o sucesso? Para ser rico? Para desfrutar do prazer?
terreno, tais também os
terrenos; e, qual o
o Sim o Não
celestial, tais também os
celestiais. E, assim ~ Se você respondeu sim, descreva brevemente sua experiência de
como trouxemos a concentrar-se no mundo material.
imagem do terreno,
traremos também a
imagem do celestial"
(1 Coríntios 15.45-49).

Nome de Cristo Em 1959,um de meus alunos me deu uma Bíbliaem alemão.Sempregostei de idiomas,
para Hoje e estava encantadoem tera oportunidadede praticarmeu alemão.Porém, nãoera dessa
Um Cordeiro sem maneira que eu desejava estudar alemão, ou seja, através da Bíblia.Muito cedo, certa
Defeito e sem Mancha manhã, comecei a ler aquela Bíblia no primeiro capítulo de João. Não esperava
(1 Pedro 1.19) experimentaroregozijoque me produziramos primeiros versículos. Poralgwna razão,
os antigos conceitos conhecidos tinham uma novidade eletrizante. No princípio era o
Verbo, e o Verbo era Deus!
Quase perdi o fôlego no verso 4: "Nele estava a vida." Ele tem a vida em
si mesmo. Existe por si mesmo! Enquanto lia entusiasmado, o versículo mais
estimulante foi João 1.14: "E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós." O
espiritual invadiu o material! Este milagre de Deus fazendo-se homem me
encheu de grande alegria. Deus estava usando meu amor pelos idiomas para
chamar minha atenção! Dia após dia, segui lendo com intensidade renovada a
história de Jesus. A atração por meu êxito material começou a desvanecer à
medida que a majestade da pessoa de Cristo se apoderava mais e mais de mim.
144 Unidade Dez

Oração para Come- Decidi ler toda a Bíblia em uma versão moderna. Quando li sobre o en
çar o Estudo de Deus com Moisés na sarça ardente (veja Êxodo 3), tive minha
Senhor Jesus, anelo experiência com a "sarça ardente". Mediante Sua Palavra, Deus
refletir tua imagem com revelou. Um Ser espiritual abriu passagem através do muro de a
maior transparência. O coisas materiais que eu havia levantado ao meu redor. O espiritual
terrenal e o material forte que o material! Senti um grande temor reverente na santida
têm tido muita influên- experimentei em minha "sarça ardente" aquela manhã. A glória es
cia em minha vida. é imponente. Nas primeiras horas daquele dia de novembro de 1959,
a glória espiritual do Senhor Jesus Cristo para minha vida. Rejeite
Ensina-me hoje a dar
sempre a glória material.
prioridade ao espiritual
como tu fazes. Limpa- Deus me revelou que eu havia feito de minha carreira um deus. Da
me da contaminação do maneira que o jovem rico, eu tinha que me livrar do falso deus. Tinha que ab
mundo e torna-me sem essa carreira. Desde aquele tempo, tenho optado por fazer dos propósitos de
defeito e sem mancha. meus propósitos. Nunca me arrependi dessa decisão! I
Amém.
.Jf'I"-tJ Se Deus fizesse uma avaliação de suavida neste momento, com cha
que ele a qualificaria conforme a escala seguinte? Encerre e um
círculo o número da escala entre os dois extremos.

Concentrada no 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Concentrada no
mundo material mundo espiritu

Concentrada em 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Concentrada no
meus propósitos propósitos de D s

Freqüentemente, muitos de nós estamos concentrados no mundo material


vivemos. O mundo exige que nos vistamos de certo modo, que causemos dete
impressão, que amemos certas coisas e nos associemos a determinadas p
Jesus disse dos escribas e fariseus: "Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós soi
mundo, eu não sou deste mundo" (loão 8.23).O sistema do mundo tem control
os quais Satanás manipula as pessoas do mundo para atingir seuspróprios fins.
você se concentra em seus propósitos, e não nos propósitos de Cristo, você
mundo.
Temos visto que um dos propósitos de Deus ao vir à terra era ensinar-nos
uma vida verdadeiramente humana, conforme o propósito de Deus. Por iss
se fez carne. Por essa razão, você está procurando imitar a natureza h
perfeita, vista na vida de Jesus. O mais importante de todos os aspectos do
humano é sua natureza espiritual conforme o propósito de Deus.jesus no
exemplo do que é esse tipo de vida.

Jesus Enfatizou o Espiritual Sobre o Material


Jesus não tinha nada a ver com o sistema deste mundo. Ele disse aos judeus: "
sou deste mundo" (Ioão 8.23). Os discípulos ouviramJesus dizer: "Vem o p
deste mundo, e ele nada tem em mim" (joâo 14.30). Jesus afirmou a Pilatos
reino não é deste mundo" (Ioão 18.36).Jesus treinou tão bem os seus discípul
no final de seu tempo na terra, disse em sua oração intercessória: "Eles nã
mundo, assim como eu não sou do mundo" (Ioão 17.16). O mundo écontrá
propósitos espirituais de Deus.
........, Como discípulo de Cristo, qual das seguintes deve ser a sua at
Assinale-a.

o Devo viver como o mundo, concentrado no material.


O Devo viver como Cristo, concentrado no espiritual.
Unidade Dez 145

Jesus viveu sua vida perfeitamente no reino espiritual. Ele fez sua obra
consciente de que o espiritual tem controle sobre o material. O material
obedece ao espiritual. O ser interior de Jesus irradiava um poder que afetava
todas as pessoas e coisas que o cercavam. Jesus podia invocar e usar forças
espirituais. Quando apaziguou a tempestade, o espiritual teve domínio sobre
o físico (veja Marcos 4.36-41). Ao alimentar cinco mil pessoas, as energias
espirituais atuaram sobre a matéria. A enfermidade e todo tipo de doença
física cediam ante a palavra de Jesus. Onde quer que Jesus ia, o mundo
material era profundamente tocado e transformado pelo espiritual.
Jesus nunca disse nem deu a entender que a matéria fosse má. Ele
desfrutou de alguns aspectos do mundo material. Ele abençoou a vida
humana material. Jesus, porém, subordinou o material ao espiritual.

O melhor do material está em todo o seu esplendor


quando serve para propósitos espirituais.

~ O que é tnais itnportante? o o espiritual o o Inaterial

Qual dos dois dorrrirra o outro? O ---- dotninao

Jesus enfatizou o espiritual sobre o material e demonstrou que o espiritual domina


o material. O mais importante de tudo é a influência do espiritual em nossa relação
com Deus e com os demais. Essa influência afeta todas as pessoas, para o bem ou
para o mal. Falamos de um espírito de ira ou de um espírito de amor. Jesus foi
sensível ao espírito das pessoas ao reagir mais a seus espíritos que às suas palavras
ou aos seu atos.

Expressando a Irrrpor-râracia do Espiritual


Os que desejamos a mente de Cristo, temos de estar dispostos a expressar de forma
perceptível nossa convicção de que o espiritual é mais importante que o material. O que
segue, ilustra as maneiras como uma pessoa pode fazê-lo.
• Deixar de dormir ou de realizar alguma outra atividade humana normal pode
proporcionar a você tempo adicional para atingir objetivos espirituais. Tenho
permanecido sem dormir, algumas vezes, a fim de atingir propósitos espirituais.
Normalmente, isso tem significado passar uma noite inteira em oração. Jesus fez
isso. Alguns dos milagres mais impressionantes que tenho visto ocorreram em
resposta a uma noite de oração.
• Jejuar (abster-se de alimentação por um período de tempo) é o mesmo que
dizer: "Meu corpo está submisso ao meu espírito." Jejuar é abster-se de comer a fim
de dedicar-se tempo aos assuntos espirituais, como a oração.
• O ato de dar pode revelar o valor que você dá ao espiritual sobre o material.
Provisionar fundos ou dar coisas materiais em benefício de causas espirituais pode
se constituir em algo muito útil para se ganhar a vitória sobre um espírito amante das
coisas materiais. Se seu amor pelas coisas é grande, abrir mão delas para propósitos
espirituais o ajudará. "Ajuntai para vós tesouros no céu" (Mateus 6.20).
Nossas obras, porém, devem ser realizadas da maneira como] esus realizou as
dele, com inteligência e equilíbrio. Nunca devemos distorcer o sentido do espiritual,
como, por exemplo, fazem alguns quando se autoflagelam ou se automutilam.
Somente a sabedoria divina pode ajudar-nos a saber fazê-lo.
146 Unidade Dez

hd Peça a Deus que o ajude a identificar aspectos nos quais o m rial


possa ter muita importância ou influência em sua vida, Alg dos
aspectos abaixo são demasiado importantes? Quais? Assin -os.
Se lhe ocorrer outros, escreva-os no espaço em branco.

LI carreira/trabalho LI automóveis LI roupas


LI coleções LI comida LI móveis
LI passatempos LI casa LI investimentos
LI dinheiro LI recreação LI esportes
LI televisão LI outros: - - - - - - - - -

......., Peça ao Senhor para guiá-lo à vitória sobre os aspectos qu ocê


assinalou acima. Faça o seguinte:

• Concentre sua mente nas coisas de cima, no espiritual.


• Permita que Deus renove sua mente com uma atitude semelhan à de
Cristo.
• Negue-se a si mesmo e negue a importância do material.
• Siga a Cristo, dando prioridade e ênfase ao espiritual.
• Peça a Deus que o ajude a dar ênfase ao espiritual de uma maneira tica.
• Escreva notas para si mesmo sobre as coisas que Deus o está gui do a
fazer.

......., Termine o estudo de hoje com esta oração:

Pai, desejo ver a vida como tu a vês, como a vê Jesus Cristo. -me
percepção espiritual. Dá-me depois, por meio de teu Espírito,
para seguir e para fazer tudo o que tu queres que eu siga e faça
me mostrou como, e me deu seu nome para oferecer-te. Assim, a
dom que Ele me deu - o nome de Jesus - como tua autorizaçã
responder a esta oração. Amém.

DIA 2
DECLARAÇÕES DO PROPÓSITO DE CRISTO

......., Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de isto


Meditação Bíblica para hoje (p. 147). Repasse o versículo para memorizar. Fa em
para Hoje seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
"Porque eu desci do
céu, não para fazer a Durante seu ministério, Jesus fez várias declarações que indicavam seu pro sito.
minha vontade, mas a
Nenhuma delas vem do mundo. Tampouco indica preocupaçã com
vontade daquele que
me enviou" reconhecimento pessoal, riqueza ou poder terrenal. A única motivação de je era
(João 6.38). fomentar princípios que não podem ser medidos física ou materialmente. ses
princípios só podem ser percebidos por pessoas espiritualmente sensíveis.
"Disse-lhes, então, Jesus
segunda vez: Paz seja Leia as seguintes declarações do propósito de Cristo e subli
convosco; assim como o palavras ou frases que indicam o queJesus considerou seu pro
Pai me enviou, também em sua vida e ministério. .
eu vos envio a vós"
(João 20.21).
Unidade Dez 147

Nome de Cristo
para Hoje Declarações do Propósito de Cristo
O Poder de Deus • Isaías 61.1-2 - "O Espírito do Senhor está sobre mim, porque o Senhor me ungiu
(l Coríntios 1.24). para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de
coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos
Oração para presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor."
Começar o Estudo
• "A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e completar a
Pai celestial, tu tens
sua obra" (loão 4.34).
posto teu Filho em mim.
Ele é o Poder de Deus. • "Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade
Tenho também recebido daquele que me enviou" (Ioão 6.38).
de ti a chamada para • "É necessário que também a outras cidades anuncie o evangelho do reino
seguir em minha vida de Deus; porque para isso é que fui enviado" (Lucas 4.43).
os passos de Jesus, de
• "Porque o Filho do homem veio buscar e salvar o que se havia perdido"
maneira que possa
(Lucas 19.10).
refletir teu propósito
para a minha vida e • "Eu para isso nasci, e para isso vim ao mundo, a fim de dar testemunho da
ministério. Concede-me verdade" (joão 18.37).
sabedoria para conhecer ~
teus propósitos para Jesus usou declarações como "O Espírito do Senhor está sobre
mim", "daquele que me enviou" e "eu desci do céu" para descrever
minha vida e ministé-
rio, e depois atue por a origem de seus propósitos. Assinale a origem dos propósitos de
meio de mim para Jesus.
alcançá-los com teu
poder. Amém.
o O mundo e os assuntos mundanos
O Deus e os assuntos espirituais

Jesus descreveu seus propósitos como originários dos céus e daquele que o enviou.
Os propósitos dejesus não tinham sua origem no sistema do mundo. Começaram
com Deus mesmo. Estas declarações de propósito nos ajudam a compreender o
seguinte:
1. A unção do Espírito começa com a pregação das boas-novas para os pobres.
Para Jesus, as boas-novas tinham a ver com sua vinda e sua obra. Jesus anunciou
que, com a sua vinda, era chegado o reino.
2. Os pobres receberam Jesus enquanto que as pessoas de alta classe e os
poderosos não o receberam. As autoridades não estavam conscientes de que
necessitavam de boas-novas, a menos que elas falassem da libertação do jugo
romano. Os pobres necessitavam de boas-novas imediatas, eJesus Cristo as trouxe.
Os miseráveis da terra foram os que responderam de imediato ajesus. O método
de Jesus é distinto do método do mundo. Nossa carne prefere agradar aos ricos e
influentes. Reconhecer o amor de Deus pelos pobres é profundamente espiritual.
Jesus se interessa pelos pobres, presos, cegos e oprimidos.
3. A ocupação de Jesus com a vontade de seu Pai indica a grande preocupação
de Jesus com o espiritual.
4.Jesus decidiu deixar as multidões em Cafarnaum. Seu propósito primordial
era cumprir o propósito do Pai ao enviá-lo.Jesus também quis abarcar as principais
regiões de Israel com uma mensagem espiritual, deixando faíscas que provocaram
a chama da igreja primitiva.
5. Deus vê as pessoas como elas se relacionam com ele. Estãoperdidas ou salvas.
Aorefletir a mente de Deus.jesus nos está mostrando os interesses de uma mente
espiritual. Jesus Cristo veio buscare salvar os perdidos.
6. Jesus disse: "Meu reino não é deste mundo." Ele mostrou profunda
preocupação pela natureza espiritual das coisas. No mundo intangíveldo espírito, a
verdade reina soberana.
148 Unidade Dez

~ João 20.21 diz: "Assim como o Pai me enviou, também e vos


envio a vós." Considerando que estes são os propôsitos de sus
e que você tem sido enviado como ele foi enviado, 'quais ocê
entende serem os propósitos de Deus para sua vida no qt diz
respeito ao que segue?

Os pobres, necessitados e oprimidos ---------~I--

A vontade do Pai

Levar as boas-novas a pessoas de outras regiões

Os perdidos ----------------------1lifll+--

A verdade

~ Termine o estudo de hoje dedicando um tempo para falar co seu


Pai celestial sobre os propósitos que ele tem para .a sua ida.
Pergunte-lhe como podem ser esses propósitos cumprid em
sua família, vizinhança, igreja e local de trabalho.

DIA 3
CRISTO E O PAI

Meditação Bíblica ~ Jesus não só estabeleceu uma identificação com os seres hun PIos
para Hoje como também identificou-se com seu Pai. Assim, como ~sus
"Vede que grande amor identificou-se com seu Pai, nós nos identificamos com esus.
nos tem concedido o Pai: Portanto, necessitamos conhecer os pontos específic de
que fôssemos chamados
filhos de Deus; e nós o identificação de Jesus Cristo com seu Pai.
somos. Por isso o mundo I
não nos conhece; porque A obra de Cristo o identificou com seu Pai. Jesus disse: "Em verda ,em
não o conheceu a ele"
(1 João 3.1). verdade vos digo que o Filho de si mesmo nada pode fazer, senão que
vir o Pai fazer; porque tudo quanto ele faz, o Filho o faz igualmente' Uoão
Nome de Cristo mo o
para Hoje 5.19). Jesus disse aos judeus: "...nada faço de mim mesmo; mas c
Filho do Deus Altíssimo Pai me ensinou, assim falo... porque faço somente o que é do; seu a ado'
(Marcos 5.7) (Ioão 8.28-29).

i
Unidade Dez 149

Oração para Come- Jesus apresentou sua obra em contraste com a dos judeus: "Eu falo do que
çar o Estudo vijunto de meu Pai; e vós sabeis o que também ouvistes de vosso pai" (loão 8.38).
Pai celestial, mostras- A obra do Pai era o obra de Jesus Cristo.
te-me um grande amor
~ Cite uma maneira como Jesus se identificou com seu Pai.
ao adotar-me em tua
família. Nunca havia
conhecido antes amor
como este. Obrigado ~ Qual das seguintes declarações descreve melhor a maneira como
por enviares teu Filho você deve relacionar-se com o Pai celestial? Assinale-a.
Jesus como o sacrifício
por meus pecados. Pai, o Devo estar atento para ver o que o Pai está fazendo. Quando ele
quero ter uma relação escolhe mostrar-me o que está fazendo, devo participar em sua
de amor mais profun- obra. A obra do Pai deve ser minha obra.
da e pessoal contigo.
O Devo decidir o que quero fazer por meu Pai e depois pedir a ele que
Ensina-me hoje a
me ajude a fazê-lo. Ele deve ajustar sua obra ao que eu quero fazer
manter contigo uma
apropriada relação. para ele.
Peço-te isto em nome
de Jesus. Amém. o Pai não nos dá permissão para estabelecer nossos próprios planos. Ele não se
ajusta a nós. Deus é quem está trabalhando, e ele nos convida a participar em sua
obra.
As palavras de Jesus também o identificam com seu Pai.Jesus afirmou: "Porque
eu nãofaleipor mim mesmo; mas o Pai, que me enviou, esse me deu mandamento
quantoao que dizer e comofalar...Aquilo, pois,que eu falo, falo-o exatamente como
o Pai me ordenou" (Ioão 12.49-50). Disse também: "As palavras que eu vos digo,
nãoas digopor mimmesmo; mas o Pai,que permanece em mim, é quem fazas suas
obras" Goão 14.10).
Jesus afirmouque tudo o que o Paitinha era também dele. Quandoregressaram
os setenta, disse-lhes Jesus: "Todas as coisas me foram entregues por meu Pai"
(Lucas 10.22).Jesus orou: "Todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são
minhas" (joão 17.10). O Pai não podiater nada que não fosse ao mesmo tempo de
Cristo.

~ Cite duas maneiras mais como Jesus identificou-se com seu Pai.
Jesus Cristo identificou-se com seu Pai em sua obra,
__________ e

Cristoé um como Paiem sua natureza divina.Jesus afirmou: "Eu e o Pai somos um"
(Ioão 10.30). Mais adiante, disse a Filipe:"Quem viu a mim, viu o Pai...Não crês tu
que eu estou no Pai, e que o Pai está mim?" (loão 14.9-10).
Jesus Cristoé um comoPai.]esus orou pelaunidadeperfeitaentre os discípulos,
assim comoele e o Pai eram um (vejaJoão 17.11,22).Não podemos identificar-nos
com Cristo em sua natureza divina, mas, aonos identificarmoscomJesus como ser
humano,somos um entre nós e um comele.Aidentificação deJesus como Pai,como
sua identificação com o homem, é absoluta.
~ Encerre em um círculo o conceito com o qual você pode identificar-
se com Cristo e o Pai.

Natureza Unidade
150 Unidade Dez

o único ponto com o qual você não pode identificar-se com Crist sua
natureza divina. Porém, você pode identificar-se com Cristo na unida
ele expressa com o Pai e seus seguidores. O exemplo de idéntific
Cristo com seu Pai nos dá o padrão para nos identificarmos com ele
• Podemos identificar-nos com ele em suas obras: sempre estende as
mãos aos pobres, sofredores e necessitados.
• Podemos identificar-nos com suas palavras: nossas palavras dev
simples e objetivas (veja Mateus 5.37), graciosas (veja Colossens
com propósito (veja Mateus 12.36) e exemplares (veja 1Timóteo
• Podemos identificar-nos com suas possessões, até porque os bens de risto
são nossos, porque somos co-herdeiros com ele (veja Romanos 8.1
• Somos um com ele (veja João 17.21-23).

~ Recorra às páginas 213 e 214, onde estão as Ajudas Perm tes,


e realize a atividade relacionada com "Sua Relação co Pai
Celestial". Termine o estudo de hoje com esta atividade um
momento de oração com o Pai celestial.

DIA4
CRISTO E o ESPÍRITO SANTO
Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de
para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em se
"E não vos embriagueis oração sugerida para começar seu estudo.
com vinho, no qual há
devassidão, mas Aolongo de sua vida e ministério.jesus teve uma estreitacomunhão <com o
enchei-vos do Espírito" Santo. Antes do nascimento de Jesus, Maria "achou ter concebido do
(Efésios 5.18). Santo" (Mateus 1.18).A obra do Espírito é revelada em]esus na forma m
como ele conversava com os doutores da lei no templo quando da idade
Nome de Cristo anos. Marcos descreve a cena de seu batismo: "E logo, quando saía da águ lU os
para Hoje céus se abrirem, e o Espírito, qual pomba, a descer sobre ele" (Marcos 1. ).
Mediador de um Novo
Pacto Jesus "foilevado pelo Espírito" (Mateus 4.1) e "cheio do Espírito Santo'
4.1) quando se aproximava da experiência da tentação. Sua reação ante as te
(Hebreus 9. 15).
nos dizque o Espírito era predominante em sua mente. O Espírito teve o do
Oração para sua mente enquantoJesus passou por essa experiência. Depois "voltou]es
Começar o Estudo Galiléiano poder do Espírito" (Lucas 4.14).
Senhor Jesus, eu te Jesus começou seuministério na Galiléia anunciando: "O Espírito doSe
agradeço por nos teres sobre mim" (Lucas 4.18). Isso conduziu à mais extraordinária obrá espir
deixado outro história do mundo. A obra de Jesus Cristo se fez por meio do Espírito Sant
Consolador, o Espírito disse explicitamente: "Mas, se é pelo Espírito de Deus que eu expulso os de mos,
Santo. Confesso, entre- logo é chegado a vós o reino de Deus" (Mateus 12.28). A vida de Jesus c pnu
tanto, nunca haver a profecia: "E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de! conse ede
experimentado a pleni- fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor" (Isaías l Lz)
tude de teu Espírito do Jesus teve um zelo extraordinário pelo Espírito, e proibiu categori
modo como tu tens blasfemar contra o Espírito Santo (veja Mateus 12.31-32). Ele estimou
desejado. Desejo ser Espírito, dependeu do Espírito e seguiu o Espírito abertamente ao longo de s
cheio do Espírito e Essa é a mente de Cristo.
andar no Espírito.
Amém.
Unidade Dez 151

~ Na lista abaixo, estão as formas como Jesus se relacionou com o


Espírito Santo durante sua vida e ministério terrenal. Assinale todas
as que considere pertinentes.

o Ungido pelo Espírito O Ignorou o Espírito


O Blasfemou contra o Espírito O Zelou pelo Espírito
O Dominado pelo Espírito O Guiado pelo Espírito
O Dependente do Espírito ' O Extinguiu o Espírito
O Cheio do Espírito O Experimentou o poder do Espírito
O Entristeceu o Espírito Ll Resistiu à liderança do Espírito
O Obedeceu ao Espírito

~ Recorra às Ajudas Permanentes (p. 213 e 214) e realize a


atividade relacionada com "Sua Relação com o Espírito Santo".
Termine o estudo de hoje com esta atividade e um momento de
oração, procurando relacionar-se apropriadamente com o
Espírito Santo. Se o tempo permitir, repasse as passagens que
leu ontem sobre sua relação com o Pai celestial.

DIA 5
CRISTO, AS ESCRITURAS E A ORAÇÃO
Meditação Bíblica
para Hoje ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo
"E disseram um para o para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
outro: Porventura não se oração sugerida para começar seu estudo.
nos abrasava o coração,
quando pelo caminho o Uso das Escrituras por Jesus
nos falava, e quando nos Jesus demonstrou um notável conhecimento doAntigo Testamento. Durante seu
abria as Escrituras?" ministério,Jesus fez citações de 16livros do Antigo Testamento e fez referência a
(Lucas 24.32). outros. As Escrituras foram parte fundamental de sua vida e ministério. Jesus
empregou as Escrituras da seguinte maneira:
Nome de Cristo
para Hoje • Freqüentemente, demonstrou conhecimento dos eventos doAntigoTestamento,
O Verbo de Deus como sua referência à ocasião em que Davi comeu os pães da proposição (veja
(Apocalipse 19.13) Mateus 12.3-4 e 1 SamueI21.3-6).
• As Escrituras brotaram espontaneamente dos lábios deJesus em momentos tais
como quando respondeu a cada uma das tentações com os mandamentos de
Deuteronômio (veja Mateus 4.4, de Deuteronômio 8.3; Mateus 4.7, de
Deuteronômio 6.16;e Mateus 4.10,de Deuteronômio 6.13).
• Jesus empregou as Escrituras para responder àqueles que o criticavam. Quando
os fariseus perguntaram aos discípulos de Jesus por que ele comia com os
pecadores, Jesus citou Oséias 6.6: "Misericórdia quero, e não sacrifícios"
(Mateus 9.13).
• As Escrituras foram o fundamento preciso para a conduta deJesus. Para justificar
o que fazia,Jesus citava as Escrituras. Quando Jesus purificou o templo (veja
Marcos 11.17), usou a expressão casa de oração de Isaías 56.7 e acusou o povo
de transformá-la num covilde salteadores, como o haviadeclaradoJeremias (veja
Jeremias 7.11).
152 Unidade Dez

Oração para • Em suas parábolas, Jesus citou amplamente o Antigo Testamento. A pa bola
Começar o Estudo dos lavradores maus que trabalhavam na vinha provém de Isaías 5.2.
Verbo de Deus, faze arder • Cristo usou as Escrituras como um testemunho de si mesmo. Quan ~ os
meu coração, ao abrirpara
discípulos de João Batista chegaram perguntando sobre a missão de. sus,
mim as Escrituras, como
Jesus os enviou de volta citando Isaías 35.5-6 (veja Lucas 7.22). No látio
fizeste arder o coração dos
de Caifás, ao lhe perguntarem se era "o Filho do Deus bendito", sus
disciputos 1W caminho de
respondeu com a passagem tomada do Salmo 110.1 e de Daniel 7.13 'Eu
Emaús. Desejo conhecer
mais de ti e do que queres o sou; e vereis o Filho do homem assentado à direita do Poder e vind om
dizer-me mediante tua as nuvens do céu" (Marcos 14.62). i
Palavra. Abre minha • Jesus empregou as Escrituras para sinalizar os tempos do fim. EI sua
mente e dá-me entendimen- explicação da parábola do trigo e do joio, Jesus, ao falar que os stos
to. Ensina-me a relacio- resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai, utilizou-se de Danie 2.3
nar-me com tua Palavra e (veja Mateus 13.43).
orar do modo que te
agrade.
~ Sem ler o que antecede, descreva, com suas próprias pala as,
Amém.
pelo menos três formas como Jesus usou as Escrituras.
1. ~

2. ~1II+_

3. ---1H1I+-

I
Jesus interessou-se especificamente em que seus discípulos compree ~es-
sem as Escrituras. Depois de sua ressurreição, Jesus repreendeu o dois
discípulos do caminho de Emaús porque eram "tardos de coração para [cr em]
tudo o que os profetas disseram" (Lucas 24.25). Então Jesus "explicou- es o
que dele se achava em todas as Escrituras" (v. 27).
Jesus mostrou que a mente espiritual encontra grande luz na Bíbli Ele
disse que "a Escritura não pode ser anulada" (Ioão 10.35). Sua afir ação
mais forte está no Sermão do Monte: "Porque em verdade vos digo ql até
que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i um
só til, até que tudo seja cumprido" (Mateus 5.18). Jesus reverenc II as
Escrituras, fundamentou sua conduta em precedentes bíblicas, jus ~cou
seus atos com as Escrituras, e até as empregou para sinalizar a! nde
consumação em sua segunda vinda.
Mencionei antes o fato de que, quando comecei estes estudos, o ~ hhor
me guiou a ler unicamente a Bíblia durante quatro anos. Durante esse t Inpo,
descobri uma técnica que me tem resultado útil para entender a Iblia.
Memorizava uma passagem e, em seguida, passava meses meditandc hela.
Quase tudo o que aprendi é fruto dessa meditação sobre txtos
memorizados. Se você quer ter a mente de Cristo, deve seguir Seu ex lnplo
em Sua relação com as Escrituras.

~ Medite durante alguns minutos sobre um ou dois vensículc que


venha memorizando durante as últimas semanas. Se preferir, Uize
os cartões de A Mente de Cristo para meditar nas passager que
você escolher. Peçaao Senhor que abra sua mente para compre hder
essas passagens bíblicas.
Unidade Dez 153

A Prática de Oração de Jesus


Como o mundo espiritual domina o mundo material, a oração é um fator
decisivo na vida de uma pessoa espiritual. Embora tenhamos mais orações
de Davi e Paulo, a Bíblia diz mais sobre as orações de Jesus que de qualquer
outro personagem bíblico. Jesus também ensinou mais sobre a oração que
qualquer outra pessoa na Bíblia. Se desejamos ter a mente de Cristo,
devemos imitar sua vida de oração.
• Jesus preferia estar só e em um lugar privado. Deve haver-se sentido
cansado depois de um dia ocupado em curar pessoas. Mas "de madrugada,
ainda bem escuro, levantou-se, saiu e foi a um lugar deserto, e ali orava"
(Marcos 1.35). A hipocrisia não tem acesso na oração privada. Quando você
decide orar a sós, Deus sabe que essa oração é genuína.
• Jesus orou em todo tipo de oportunidades e em grupos de diversos
tamanhos.
• Jesus orou antes de tomar decisões importantes. Passou toda uma noite em
oração antes de escolher os doze discípulos.
• Jesus orou em ocasiões importantes, como em seu batismo e em sua
transfiguração.
• Pelo menos quatro dos milagres por ele realizados foram acompanhados de
oração.
• Jesus fez toda sorte de oração, com exceção da de confissão de pecado. Vemo-lo
expressando louvor (Mateus 11.25), ação de graças (Mateus 14.19), Petições pessoais
(Ioão 17.1-5) e intercessão 0000 7.6-26).

~ Errr suas próprias palavras, descreva a Irnporrância da oração na vida


e no tninistério de Jesus.

As orações do Getsêmane são únicas em seu gênero (Mateus 26.36-46). Cristo enfrenta
a maiorbatalha que ser humano algum havia enfrentado. Em meio a essabatalha, nem
uma só vez Jesus se apartou de sua decisão de fazer a vontade de Deus (v. 39,42,44).
Sua agonia causou tal impressão nos primeiros cristãos, que o livro de Hebreus também
a registra: "Tendo oferecido, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que
o podia livrar da morte, e tendo sido ouvido por causa da suareverência" (Hebreus 5.7).
Mesmo tendo a mente de Cristo, a oração poderá ser uma luta.
~ Tertnine o estudo de hoje e desta unidade e:rn oração. Procure urri
lugar onde possa estar a sós COtn o Pai e falar corri ele. Utilize os
seguintes tipos de oração:
• Confissão. Peça aDeus para limpá-loantes de entrar precipitadamente em sua
presença.
• Louvor. Louve a Deus pelo que ele é. Louve o seu nome.
• Ação de graças. Dê graças a Deus por sua generosidade. Seja específico.
• Petição. Permita que Deus guie sua petição, de modo que seja de acordo
com a vontade dele.
• Intercessão. Junte-se a Deus em Sua obra ao orar por outros
conforme a Sua vontade.
Hino Parte 5: O Amor e a Santidade de Cristo
...tornando-se [Jesus} obediente atéa morte, e morte de cruz (Filipenses 2.8).

Dia 1 Por Que Você Achará Util Esta Unidade


Conciliando o Amor Você compreenderá que Cristo exemplifica a santidade e o amor. isto
com a Santidade deseja que seus discípulos sejam como ele nessas características sta
unidade o ajudará a saber como pode colaborar com o Espírito Santo p ser
Dia 2 santo e pôr em prática o amor que existe em seu interior.
A Natureza e o Com-
portamento da Santida- Objetivo Permanente
de
Em Cristo, você será separado do mundo, como santo. Você mostrar
Dia 3 como o de Cristo em sua relação com Deus, com Seu povo e com
Amar É uma Ação, humanidade.
Parte 1
Resumo da Obra de Deus em Você
Dia 4 A santidade de Cristo em você torna possível a característica espirit
Amar É uma Ação, separação do mundo. O propósito de Deus é sua maturidade
Parte 2 crescimento em santidade pode ser medido apenas pela justiça de
Cristo torna isso possível por meio de Seu ofício sacerdotal. Cr
DiaS escolheu.
O Amor Como Essên-
CIa O amor de Cristo em você facilita a qualidade espiritual da gr
propósito de Deus é sua santidade com ele e com o Seu pov
crescimento no amor só pode ser medido tomando-se por base osacrifí
Cristo. Ele, em Sua função de Noivo, o capacita para amar. Cristo o co
A santidade e o amor se complementam e fortalecem um ao ou . O
exemplo de Cristo é nosso objetivo em santidade e amor. Cristo reúne tas
virtudes em você, em Seu papel como Sabedoria de Deus. EI stá
aperfeiçoando você.

Objetivos de Aprendizagem da Unidade


• Você entenderá a forma como a santidade e o amor operam juntos.
• Compreenderá as características da santidade e o caminho a: segu
• Demonstrará sua consagração ao Senhor.
• Conhecerá e começará a pôr em prática 15 ações de um amor seme nte
ao de Cristo.
• Compreenderá duas maneiras como você pode ajudar no proces de
chegar a ser semelhante a Cristo e ter amor como parte de seu ser in 1Or.
Unidade Onze 155

o Que Você Fará para Desenvolver a Santidade e o Amor


• Você avaliará sua separação do mundo e dará os passos necessários
para mostrar santidade com relação ao mundo.
• Consagrará seu corpo ao Senhor a fim de ser usado apenas para Seu
propósito.
• Começará a realizar pelo menos 15 ações que demonstrem um amor
como o de Cristo, descrito em 1 Coríntios 13.
• Buscará modos de praticar os princípios de anelo por Cristo e
identificação com ele.

Versículos para Memorizar


"Mas, corno é santo aquele que nos chamou, sede vós também santos em
todo o vosso procedimento" (1 Pedro 1.15-16).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Virtudes Semelhantes às de Cristo - Amor (p, 195-196)
Bem-Aventuranças - Os Que Têm Fome e Os Perseguidos (p. 207-208,
211-212)

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta Unidade


5B. Unidade 11: Versículos para Memorizar - 1 Pedro 1.15-16
13. O Amor É-I Coríntios 13
23. A-4: Os Famintos
27. B-4: Os Perseguidos

DIA!
CONCILIANDO O AMOR COM A SANTIDADE

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de


para Hoje Cristo para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça
"...e, achado na forma de em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
homem, humilhou-se a si
mesmo, tornando-se obedi- Depois de uma conferência em Ohio, um homem me fez um pergunta
ente até a morte, e morte difícil: "No Antigo Testamento, Deus é tão espantosamente santo, que
de cruz" parece distante. Mas, no Novo Testamento, Deus é tão afetuoso e
(Filipenses 2.8). amoroso, que parece estar tentando aproximar-se de nós. Essas
parecem imagens opostas. Podem esses conceitos ser conciliados?"
"Ora, amados, visto que
temos tais promessas, Sim, podem. Deus é infinito e imutável. Como nossa mente humana
purifiquemo-nos de toda a não pode compreender a infinitude, Deus nos revela diversos aspectos
imundícia da carne e do de sua natureza. Às vezes, esses aspectos parecem ser contraditórios.
espírito, aperfeiçoando a Não podemos sequer começar a compreender a natureza de Deus sem
santidade no temor de aceitar que ele pode ter santidade e amor ao mesmo tempo.
Deus" A santidade de Deus é uma realidade maravilhosa e, por outro lado,
(2 Coríntios 7.1). tremenda. Em nossa condição humana pecaminosa, nós achamos que
sua santidade é um atributo alarmante. Entretanto, Deus é amor e
"amou o mundo" (Ioão 3.16). Deus sofreu grande angústia para nos
Nome de Cristo alcançar com seu amor. O amor de Deus também é uma realidade. A
para Hoje santidade de Deus nos leva a temê-lo enquanto que sua compaixão e
O Que Santifica amor nos fazem aproximar dele. Estes atributos existem na mesma
(Hebreus 2.11). magnificente Pessoa. O mais claro exemplo da santidade e do amor de
156 Unidade Onze

Oração para Come- Deus é o que ele fez no Calvário. Nada como o Calvário para nos mos r a
çar o Estudo santidade de Deus. Por causa do pecado, nada menos que o sangue de isto
Senhor santo, não sou derramado na cruz podia satisfazer os requisitos da maravilhosa san ade
digno de estar em tua de Deus. Ao mesmo tempo, nada como o sacrifício de Cristo para nos m trar
quão grande é o amor de Deus. A cruz nos mostra quão longe Deus eve
presença. Uma vez
disposto a ir para nos alcançar em seu infinito amor.
mais, necessito ser
purificado por ti. Como
és amor, eu te suplico .J'Z"d Que acontecimento nos apresenta a mais clara descriç da
maravilhosa santidade de Deus e de seu entranhável or?
misericórdia e perdão. Assinale-o.
Lava-me, para que eu
seja limpo e sem
mancha diante de ti. Tu o Destruição do mundo com o dilúvio na época de Noé
és o que me santificas. O O nascimento de Cristo em Belém
Faze-me santo como tu O A crucificação e a morte de Cristo
és santo. Ensina-me a O A dádiva do Espírito Santo no dia de Pentecostes
amar como tu amas.
Amém. Se não reconhecermos a santidade de Deus, correremos o risco d ser
irreverentes e perder a perspectiva de sua Pessoa. Perderemos tam o
próprio Deus se deixarmos de ver o imenso amor revelado por m da
Pessoa de Cristo. Tanto a santidade de Deus como o seu amor se most am
em todo o seu esplendor na crucificação e morte de Cristo.
I
Hino Parte 5: A Santidade e o Amor de Cristo i
A quinta parte do hino de Filipenses 2 encontra-se na santidade e no I
de Cristo como mostrados em sua morte expiatória na cruz. Jesus ~
"obediente até a morte, e morte de cruz" (Filipenses 2.8). I

Deus não é apenas santo e amoroso; ele também espera santidade e or


de nós. A mente de Cristo manifestará ambas as características.

"...como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para s os


santos e irrepreensíveis diante dele em amor" (Efésios 1.4).

"Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de co


compassrvo, de benignidade, humildade, mansidão, longanimi
(Colossenses 3.12).

"E o Senhor vos faça crescer e abundar em amor uns para com QS out
para com todos, como também nós abundamos para convosco; par
confirmar os corações, de sorte que sejam irrepreensíveis em sant
diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo com
os seus santos" (1 Tessalonicenses 3.12-13).

Aperfeiçoando a Santidade em Amor


Apenas na vida de Jesus vemos a unidade perfeita destes dois atri
aparentemente opostos. A vida interior de Cristo estava perfeita
separada do mundo: "Eu não sou deste mundo" (João 8.23)~ Nen
mundanidade se viu jamais em suas obras ou em suas palavras. Mas
veio ao mundo para mostrar o amor perfeito. Fez-se amigo dos pecad
Os membros externos do corpo de Jesus estavam a serviço de seu pro
interior: seus pés foram ao encontro das pessoas, sua língua ensinou,
mãos curaram. A vida interior de Jesus estava separada da mundan
para a vida exterior a fim de cumprir com amor os propósitos de Deu
dois pólos, em vez de ser contraditórios, são necessários para reve
plena natureza de Deus.
Unidade Onze 157

A santidade de Deus exige justiça, mas seu amor mostra


misericórdia e perdão. Em Cristo, se vê a combinação perfeita de justiça
e misericórdia. A santidade e o amor, que parecem opostos, na realidade
trabalham unidos para se fortalecerem mutuamente.
A santidade se manifestará em santificação e justiça. Nossos
princípios de santidade derivam da santidade. O amor cultiva a
santidade e a torna possível. O amor se manifesta em graça e
misericórdia. A santidade modifica o amor e é um preventivo contra sua
distorção. A mente de Cristo cultiva ambos os pólos, de modo que se
desenvolvam adequadamente. Se você se descuida de um ou de outro,
desenvolve somente as distorções. Apenas a sabedoria pode fazer com
que a santidade e o amor trabalhem em perfeito equilíbrio. Em Cristo,
SOITlOS santos. EITl Cristo, somos amor. Eatarnos em um processo de
aperfeiçoamento dessa santidade e desse arnor;

~ Preencha os espaços COID. santidade e amor. Corrip.ar-e suas


respostas co:rn. o parágrafo anterior.

N ossos princípios de santidade derivaDl. da


_____ . O cultiva -------- e a torna
possível. A Ol.odifica e é UDl.
preventivo contra sua distorção.

~ Quais das palavras abaixo se relacionaOl. COOl. a santidade e


quais delas se relaciona:rn. COOl. o anlor? Trace UOl.a linha que
una a palavra na coluna da esquerda COOl. as palavras
relacionadas na coluna da direita.

a. No rrrurrdo
b. Separado do rrrursdo
SANTIDADE c. Misericórdia
d. Justiça
AMOR e. Santificação
f. Graça
g. Juízo

~ TerDl.ine o estudo pedindo a Deus para continuar sua obra de


fazer você santo co:rn.o ele é santo. Peça-lhe para perDl.itir-Ihe
a:rn.ar COOl.O ele aOl.a.

(Respostas: Santidade - b. d. e. g. Amor - a. c. f.)


158 Unidade Onze

DIA 2
A NATUREZA E O COMPORTAMENTO DA SANTIDADE

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de risto


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em s« uida
"Ora, uma vez que a oração sugerida para começar seu estudo.
todas estas coisas hão II
de ser assim Os homens da Bíblia viram a santidade de Deus e reagiram com temor Deus
dissolvidas, que disse a Moisés que tirasse as sandálias por causa da Sua santidade, e ~ bisés
pessoas não deveis ser escondeu o rosto (veja Êxodo 3.5-6). Quando viu a santidade de Deus, saías
em santidade e exclamou: "Ai de mim! Pois estou perdido; porque sou homem de bios
piedade, aguardando, e impuros, e habito no meio de um povo de impuros lábios" (Isaías 6.5). , ando
desejando se deu conta do imponente poder de Jesus Cristo, Simão Pedro re cou:
ardentemente a vinda "Retira-te de mim, Senhor, porque sou homem pecador" (Lucas 5.8).
do dia de Deus... Quando você entra na presença do Deus santo, sua indignidade sua
procurai condição pecaminosa são evidenciadas.
diligentemente que por
ele sejais achados Características da Santidade I
imaculados e Pureza. Um dos mais impressionantes atributos da santidade é a t veza:
irrepreensíveis em "Retirai-vos, retirai-vos, saí daí, não toqueis coisa impura; saí do meir ~ela;
paz" purificai-vos, os que levais os vasos do Senhor" (Isaías 52.11). Até os in 19O5
(2 Pedro 3.11-12,14). de Jesus elogiaram um aspecto de sua pureza, quando disseram en anto
armavam-lhe ciladas por meio de perguntas maliciosas: "Mestre, sa mos
Nome de Cristo que... não consideras a aparência da pessoa" (Lucas 20.21). Como pôde risto
para Hoje ser tão puro ao ponto de seus próprios adversários reconhecê-lo? Por ausa
Santo de Deus de sua amorosa devoção à direção de seu Pai! A pureza é uma caracte stica
(Lucas 4.34) da santidade, mas a pureza de Jesus é o resultado do amor a seu Pai!

Oração para
Começar o Estudo ~ Cite uma característica da santidade.
Santo de Deus, tu virás
outra vez e julgarás o ~ Em suas próprias palavras, defina pureza:
mundo. Já nos disseste
que o mundo ímpio será
destruído pelo fogo.
Como isso é certo, Piedade. "...que pessoas não deveis ser em santidade. e pi ade,
desejo viver minha vida aguardando, e desejando ardentemente a vinda do dia de Deus•.." (2 p.dro
em santidade, piedade e 3.11-12). Pode-se ver a piedade de Jesus na reverência de sua cc duta
pureza. Desejo tua majestosa durante seu julgamento. Enquanto os sacerdotes "o acusav ~ de
vinda, Senhor Jesus. muitas coisas" (Marcos 15.3), ou seja, apresentavam contra ele r itas
Permite-me viver uma acusações, Pilatos cuidou de conseguir que Jesus respondesse a eus
vida exemplar até que tu acusadores. "Mas Jesus nada mais respondeu, de maneira que Pila ~ se

venhas. Amém. admirava" (Marcos 15.5). Este é apenas um dos quatro magníficos sik tios
no julgamento de Jesus. Os silêncios foram uma conseqüência d sua
dignidade e reverência.
Quando Jesus respondia, entretanto, o fazia com rapidez de racioc o; e
suas respostas eram apropriadas (veja Mateus 26.64; Lucas 22.67 oão
18.20,36; 19.11). Jesus permanecia calado quando a ocasião o req na.
Quando outras ocasiões exigiam, Jesus respondia imediatamer e
apropriadamente. Como pôde mostrar tal dignidade e serenidade ao nto
de fazer até um governador pagão se maravilhar? Ao longo de sua ida,
inclusive durante sua prisão e julgamento, Jesus demonstrou p-ma
reverência amorosa a seu Pai. Nos julgamentos de Jesus, vemos dign de,
reverência e piedade, tudo isso respaldado por um amor constante!
Unidade Onze 159

~ Cite a segunda característica da santidade.

~ EIrl suas próprias palavras, defina piedade:

GIória. A santidade também é gloriosa. Moisés perguntou: "Quem


entre os deuses é corno tu, ó Senhor? quem é corno tu poderoso em
santidade, admirável em louvores, operando maravilhas?" (Êxodo
15.11). Jesus Cristo glorificou ao seu Pai. No final de sua vida, Jesus
orou: "Eu te glorifiquei na terra, cornpbetarrdo a obra que me deste para
fazer" (Ioão 17.4). Já ternos visto várias vezes que Jesus sempre buscou
a glória de seu Pai. Em tudo o que fez, Jesus praticou urna exaltação
amorosa de seu Pai. Urna vez mais, na santidade de caráter vemos o
amor, por trás do cenário, trabalhando para produzir santidade.

~ Cite a terceira característica da santidade:

~ Leia o SalIrlo 111.1-9. EIrl seguida, encerre eIrl UII:l círculo as


palavras relacionadas COOl. a santidade e o aIDor.
Louvai ao Senhor. De todo o meu coração darei graças ao
Senhor, no concílio dos retos e na congregação. Grandes são
as obras do Senhor, e para serem estudadas por todos os que
nelas se comprazem. Glória e majestade há em sua obra; e
sua justiça permanece para sempre. Ele fez memoráveis as
suas maravilhas; compassivo e misericordioso é o Senhor.
Dá mantimento aos que o temem. Lembra-se sempre do seu
pacto. Mostrou ao seu povo o poder das suas obras, dando-
lhe a herança das nações. As obras das suas mãos são
verdade e justiça; fiéis são todos os seus preceitos;
firmados estão para todo o sempre; são feitos em verdade e
retidão. Enviou ao seu povo a redenção (Salmos 11.1-9).

O COIrlportaIDento da Santidade
Separação. A santidade não tem apenas determinada natureza, mas
também manifesta certo comportamento. Separa-se do mundo. A
palavra santo significa separado. "Se, pois, alguém se purificar destas
coisas [propósitos ignóbeis], será vaso para honra, santificado e útil ao
Senhor, preparado para toda boa obra" (2 Timóteo 2.21).

~ Cite UII:l COIrlportaIDento da santidade.

Consagração. Estreitamente relacionada com a santidade está a


consagração. A palavra consagrar significa pôr à parte algo para um uso
único. Salomão consagrou o templo: "Eis que vou edificar urna casa ao
nome do Senhor meu Deus e lha consagrar" (2 Crônicas 2.4). Neste
160 Unidade Onze

versículo, Salomão afirma que está consagrando o templo para q imar


incenso, para apresentar o pão da proposição e para oferecer holoc stos.
Posteriormente, Isaías resumiu o propósito do templo como "casa de ( ~ "
çao
(Isaías 56.7). O templo foi consagrado para um propósito: relacio r os
homens com Deus mediante a oração. Por isso Jesus teve que expu r os
cambistas do templo. O templo havia sido consagrado para ser c a de
oração; mas os sacerdotes o haviam transformado num covil de ladrõe veja
Marcos 11.17).

~ Cite um segundo comportamento da santidade. ------H11--

Santificação. Uma palavra estreitamente relacionada com consagn ~o é


santificação. Consagrar é colocar à parte, separar; santificar é tornar finto.
Na salvação, somos santificados; somos santos. A Bíblia, às vezes, se fere
à santificação como um ato (2 Tessalonicenses 2.13; na santificação, mos
santificados); porém, às vezes, também a descreve como um proce o (1
Tessalonicenses 4.3). Portanto, somos santificados na salvação e ta bém
crescemos em santidade (2 Coríntios 7.1).

~ Cite um terceiro comportamento da santidade. ~_

Jesus Cristo ora por nossa santificação. Na mais grandiosa de to s as


orações intercessórias, Jesus orou: "E por eles eu me santifico, pa que
também eles sejam santificados na verdade" (Ioão 17.19). Jesus cc mua
praticando (como em João 17.20) um cultivo amoroso de nossa san ade.
Como Jesus nos ama, ele quer que sejamos santos. Uma vez mais, sal dade
e amor não podem ser dissociados. Há vários anos, quando com el a
compreender a grandiosidade da obra de Cristo ao santificar-se a si me lno a
fim de que eu fosse santificado, senti-me guiado a consagrar meu corpc ele.
Dirigi-me então ao meu recinto privado de oração e dediquei os meml s de
meu corpo ao Senhor, um por um. Por exemplo, disse a Deus: "Eu te co agro
minha boca. Só falarei o que seja sadio e o que tu aprovas. Minha língua stará
a serviço de teus propósitos." Dessa maneira, dediquei ao Senhor inha
mente, minhas mãos, meus pés, e até meu estômago. Tenho tido do o
cuidado em relação àquilo que coloco em meu estômago desde aquele ia!

Exortamos você a fazer o mesmo. Consagre seu corpo e cada um d seus


membros ao Senhor Jesus Cristo. Assim como Jesus se consagrou i Pai,
devemos nos consagrar a Ele. Consagrar nosso corpo é uma mane a de
garantir que todo o nosso ser esteja entregue a Deus. Então você deve
recordar sempre, pelo resto da vida, que você é santo, separado.

~ Se você está disposto a consagrar cada parte de seu COl P ao


(Data) Senhor Jesus, comece a fazê-lo agora. Não assuma ~ste
compromisso apressadamente. Talvez você queira prepa r-se
Nesta data, dedico e planejar um momento específico para essa consagração. ~ não
meu corpo ao Senhor, estiver disposto, peça ao Senhor essa disposição. Peça a ek ~ara
apenas para seus ajudá-lo a identificar o que o impede de ter essa dispo Ição.
propósitos.
Dedique tempo à oração no que diz respeito à consagração I seu
corpo ao Senhor, para seus propósitos divinos. Uma vez qUI ocê
(Assinatura) tenha consagrado seu corpo ao Senhor, coloque a data e sine
o compromisso que está na margem esquerda.
Unidade Onze 161

DIA 3
AMAR É UMA AçÃo, PARTE 1
Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de
para Hoje Cristo para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça
"O amor é sofredor, é em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
benigno; o amor não é
invejoso; o amor não se ~ Enquanto estuda a respeito do amor semelhante ao de Cristo,
vangloria, não se várias Ajudas Permanentes estão à sua disposição.
ensoberbece, não se porta
inconvenientemente, não • Tenha em mãos os cartões 12 e 13 de A Mente de Cristo para
busca os seus próprios revisão durante os próximos dias.
interesses, não se irrita,
não suspeita mal; não se • Marque, para uso futuro, a Ajuda Permanente sobre o
regozija com a injustiça, amor, em Virtudes Semelhantes às de Cristo, na página 195.
mas se regozija com a
verdade; tudo sofre, tudo Freqüentemente, 1 Coríntios 13 é chamado de o capítulo do amor na
crê, tudo espera, tudo Bíblia. O Novo Testamento emprega várias palavras gregas para amor.
suporta" A ênfase de 1 Coríntios 13 é agápe. Agápe é amor como o de Deus, que
(1 Coríntios 13.4-7). é santo. O amor agápe é visto como um ato da vontade e não se baseia
nas emoções nem nas circunstâncias. Em 1 Coríntios 13.4-7, são
Nome de Cristo descritas 15 características do amor. No grego, as 15 características são
para Hoje verbos. Apresentados no gráfico seguinte, cada uma dessas
Aquele Que nos Ama e características do amor produz um grau de santidade.
Pelo Seu Sangue nos
Libertou dos Nossos
Pecados
CARACTERÍSTICAS DO AMOR SEMELHANTE AO DE CRISTO
(Apocalipse 1.5).
Oração para
o amor A santidade
É sofredor Relações santas
Começar o Estudo É benigno Propósitos santos
Amoroso Senhor Jesus, tu Não é invejoso Coração santo
me tens amado com amor Não se vangloria Palavras santas
perfeito. Tu me tens Não se ensoberbece Serviço santo
purificado e perdoado meus Não se porta inconvenientemente Comportamento santo
pecados mediante teu Não busca os seus próprios interesses Desejos santos
próprio sacrifício na cruz. Não se irrita Memória santa
Eu te amo porque amaste- Não guarda rancor Temperamento santo
Não se regozija com a injustiça Consciência santa
me primeiro. Ensina-me a
Regozija-se com a verdade Mente santa
amar como tu amas. Firmeza santa
Tudo sofre
Amém. Tudo crê Valores santos
Tudo espera Expectativa santa
Tudo suporta Sacrifíciosanto

~ Recorra à Ajuda Permanente sobre o amor (p. 195) e leia a


seção "Como Mostrar Amor". Praticar as ações de amor será
algo a longo prazo. Peça ao Senhor que lhe permita amar com
amor semelhante ao dele. Esteja atento às oportunidades e
mantenha um registro do que vier afazer. Peça ao Senhor
para mantê-lo longe de um espírito de orgulho ou de justiça
própria. Peça a Deus para, dessa maneira, desenvolver sua
capacidade de amar como ele ama.
162 Unidade Onze

Em muitas ocasiões, Jesus mostrou, mediante suas obras e ensinos,


de amor agápe referido em 1 Coríntios 13. Os exemplos que seguem il
cada uma das características do amor semelhante ao de Cristo que
mencionou.
~ Enquanto lê as sete seguintes ações de amor, pense numa
como você poderá realizá-las. Escreva na margem esquerd
exemplo, junto a "É sofredor" você poderá escrever: Q
perceber que algo está me levando a "perder as estribeiras" ssa
é uma oportunidade para mostrar esse tipo de amor,

o Amor é Sofredor (Relações Santas)


Posso mostrar que o Hoje em dia é provável que empreguemos a palavra paciente e não so dor.
amor é sofredor ao: Jesus foi muito paciente com os discípulos, que eram muito lento ara
compreender Sua mente. Observe como Jesus se relacionava com Tiago ão:

Vendo isto os discípulos Tiago e João, disseram: Senhor, queres


que mandemos descer fogo do céu para os consumir [comd Elias
também fez?]. Ele porém, voltando-se, repreendeu-os [e disse:
Vós não sabeis de que espírito sois]. [Pois o Filho do homem não
veio para destruir as vidas dos homens, mas para salvá-las]. E
foram para outra aldeia (Lucas 9.54-56).

É óbvio que Tiago e João estavam mostrando uma atitude mental cont °a à
de Cristo. Jesus os repreendeu. Seu relacionamento com os discípulos tra-
nos, constantemente, a dificuldade que eles tinham em compreende Sua
natureza e propósitos. O real fundamento da paciência de Jesus foi o fa que
o levou a manter relações santas.
o Amor é Benigno (Propósitos Santos)
Posso mostrar que o Depois que Jesus alimentou cinco mil pessoas (em si mesmo um de
amor é benigno ao: benignidade), enviou os discípulos à outra margem do lago, enquan ele
subia a um monte para orar. Enquanto estava no monte,

...vendo-os fatigados a remar, porque o vento lhes era contrário,


pela quarta vigília da noite, foi ter com eles andando sobre ~ mar;
e queria passar-lhes adiante; eles porém, ao vê-lo andando [sobre
o mar, pensaram que era um fantasma e gritaram; porque todos o
viram e se assustaram; mas ele imediatamente falou com eles e
disse-lhes: Tende ânimo; sou eu; não temais (Marcos 6.4$-50).

A benignidade de Jesus é uma mostra da santidade de seus prop os.


Todos os propósitos de Cristo foram santos e amorosos.

o Amor Não é Invejoso (Coração Santo)


Posso mostrar que o Jesus não possuía nada, e não procurou as coisas materiais. "Respo eu-
amor não é invejoso ao: lhes: As raposas têm covis, e as aves do céu têm ninhos; mas o Fil do
homem não tem onde reclinar a cabeça" (Lucas 9.58).

Não invejar é uma indicação de um coração santo. A inveja não 19o


santo; a autonegação com vistas a propósitos retos pode ser santa.
Unidade Onze 163

o Amor Não se Vangloria (Palavras Santas)


Posso mostrar que o amor O amor não é jactancioso, porque pensa mais nos outros que em si
não se vangloria ao: mesmo. O amor se concentra no interesse dos outros. Jesus disse:

Eu não posso de mim mesmo fazer coisa alguma; como ouço,


assim julgo; e o meu juízo é justo, porque não procuro a minha
vontade, mas a vontade daquele que me enviou (loão 5.30).

O amor não pode se vangloriar porque suas palavras são santas. Uma
vez mais, vemos a santidade colaborando com o amor.

o Amor Não se Ensoberbece (Serviço Santo)


Posso mostrar que o amor não Vemos muitas vezes na Bíblia que Jesus foi humilde.
se ensoberbece ao:
Então Jesus chamou-os para junto de si e lhes disse: Sabeis
que os que são reconhecidos como governadores dos gentios,
deles se assenhoreiam, e que sobre eles os seus grandes
exercem autoridade. Mas entre vós não será assim; antes,
qualquer que entre vós quiser tornar-se grande, será esse o
que vos sirva; e qualquer que entre vós quiser ser o primeiro,
será servo de todos. Poistambém o Filho do homem não veio
para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em
resgate de muitos (Marcos 10.42-45).

o amor procura ativamente o serviço santo. A vaidade não é santa.


o Amor Não se Porta Inconvenientemente (Comportamento Santo)
Posso mostrar que o amor Jesus era para ser o mestre mais famoso em Nazaré, no princípio de seu
não se porta inconveniente- grande ministério galileu. Jesus leu, na sinagoga, a profecia de Isaías
mente ao: 61.1-2 (uma profecia da atividade do Messias). Depois da leitura, Jesus
começou seu ensino ao anunciar que essa profecia estava se cumprindo
na pessoa dele. O povo da cidade se sentiu ofendido.

Todos os que estavam na sinagoga, ao ouvirem estas coisas,


ficaram cheios de ira, e, levantando-se, expulsaram-no da
cidade e o Ievaran. até o despenhadeiro do monte em que a sua
cidade estava edificada, para dali o precipitarem. Ele, porém,
passando pelo meio deles, seguiu seu caminho (Lucas 4.28-30).
Sem dúvida, Jesus tinha o poder de fazer o que achamos entre os deuses
mitológicos de outras religiões: matar seus inimigos, desaparecer ou
"voar" para algum lugar. Mas Lucas nos diz que Jesus simplesmente
passou através da multidão e seguiu seu caminho. Vê você a elegância
desse comportamento? Jesus sempre demonstra uma dignidade real
que distingue sua nobreza da de qualquer outro homem ou de supostos
deuses. Em todo o comportamento de Jesus, vemos graça e glória
incomuns. O amor sempre mantém um comportamento santo.
Posso mostrar que o amor
não busca seus próprios o Amor Não Busca Seus Próprios Interesses (Desejos Santos)
interesses ao: Depois de haver alimentado os cinco mil, a multidão quis fazer de Jesus rei.

João deu testemunho dele, dizendo: "Percebendo, pois, Jesus


que estavam prestes a vir e levá-lo à força para o fazerem rei,
tornou a retirar-se para o monte, ele sozinho" (loão 6.15).
164 Unidade Onze

Meditação Bíblica Muitas coisas estiveram ao alcance de sua mão, porém Jesus nu
para Hoje perseguiu. O amor não procura sua própria posição ou prazer. O amor
"Aquele que não ama não desejos santos.
conhece a Deus; porque
Deus é amor. Nisto se ~ Termine o estudo de hoje pedindo ao Senhor para encher s 'da
manifestou o amor de de seu amor e presença, para que você expresse esse amor
Deus para conosco: em relacionamento com as demais pessoas. Seja específico e
que Deus enviou seu a Deus que lhe permita mostrar essas características do
Filho unigênito ao mundo,
para que por meio dele
vivamos. Nisto está o
amor: não em que nós
tenhamos amado a Deus,
DIA 4
mas em que ele nos AMAR É UMA AçÃO, PARTE 2
amou a nós, e enviou seu
~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de isto
Filho como propiciação
pelos nossos pecados. para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em s ida
Amados, se Deus assim a oração sugerida para começar seu estudo.
mos amou, nós também
devemos amar-nos uns Hoje continuaremos analisando o amor como Paulo o descreve em 1 C tios
aos outros" 13. As oito seguintes ações de amor eram reais em Cristo e em seus e
(1 João 4.8-11).
~ Enquanto você lê as oito seguintes ações de amor, pen
Nome de Cristo maneiras como poderá realizá-las. Escreva-as na m
para Hoje esquerda. Por exemplo, junto a "O amor não se irrita'
O Cordeiro de Deus poderá escrever: Quando alguém me faz algo, e quero ving
(João 1.29).
essa é uma oportunidade para mostrar esse tipo de amor
Oração para
Começar o Estudo O Amor Não se Irrita (Temperamento Santo)
Cordeiro de Deus, nwstraste Jesus fez uma assombrosa advertência a Judas, um ano antes de sua t ição:
dammeme teu amor por
mim ao pagar a pena de
Respondeu-lhes Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? Contud
morte por meus pecados: Em
vista de teu amor tão grande um de vós é o diabo (João 6.70).
para romigo, quero amar os
outros com um amor Jesus continuou andando com Judas aquele ano, mas nunca lhe demo trou
semdhame ao teu. Vive em rancor. Mesmo as últimas palavras que dirigiu a Judas foram serenas:' que
mim e através de mim, para fazes, faze-o depressa" (João 13.27). Como pôde Jesus manter sem ante
que outros também possam serenidade ante traição tão monstruosa? O amor não se irrita facil nte,
conhecer teu amor redenu»: porque tem um temperamento santo.
Amém.
O Amor Não Guarda Rancor (Memória Santa)
Posso mostrar que o
amor não se irrita ao: A família de Jesus pensou que ele estivesse louco:

Quando os seus ouviram isso, saíram para o prender; porque


Ele está fora de si (Marcos 3.21).

Posso mostrar que o Os irmãos de Jesus não criam nele, e sua incredulidade continuou
amor não guarda todo o seu ministério (veja João 7.2-5). No entanto, se nos diz em 1 C
rancor ao: 15.7 que Jesus apareceu ressuscitado, de uma maneira especial e p
a seu incrédulo irmão Tiago, para conduzi-lo à fé. Pelo visto, essa a
foi suficiente para convencer outro irmão, Judas (o autor da Epístola)
não guardou rancor em razão da atitude de seus meio-irmãos.
memória precisa ser santa.
Unidade Onze 165

Posso mostrar que o amor o Amor Não se Regozija com a Injustiça (Consciência Santa)
não se regozija com a injus- Sob a liderança de Anás, sumo sacerdote judeu, instituiu-se um
tiça ao: procedimento corrupto, no pátio do templo, de venda de animais para o
sacrifício. Além disso, aos peregrinos de outros países não era permitido
que se ofertassem moedas estrangeiras no templo. Só podiam ofertar
ciclos judaicos. Anás instituiu um sistema de câmbio de moeda para esses
judeus estrangeiros, o qual, provavelmente, contribuiu para o
enriquecimento excessivo de sua família. Jesus teve que expulsar os
cambistas do templo, porque o amor não pode regozijar-se com a injustiça.

...e tendo feito um azorrague de cordas, lançou todos fora do


templo, bem como as ovelhas e os bois; e espalhou o dinheiro dos
cambistas, e virou-lhes as mesas (Ioão 2.15).

o amor não pode regozijar-se quando percebe a maldade dominando. O


amor santo lançará fora os cambistas. O tipo de amor divino que Deus
quer que tenhamos é santo. A consciência de Jesus era santa.

o Amor se Regozija com a Verdade (Mente Santa)


Posso mostrar que o amor se Depois de repreender as cidades que rejeitaram suas obras, Jesus
regozija com a verdade ao: referiu-se aos seus discípulos desta maneira:

Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque ocultaste


estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos
pequeninos (Mateus 11.25).

Agradou a Jesus o fato de seus discípulos reconhecerem a verdade a


respeito de sua Pessoa e de suas obras.

o Amor Tudo Sofre (Firmeza Santa)


Posso mostrar que o amor Um dos exemplos mais patentes de firmeza santa é a forma como Jesus
tudo sofre ao: tratou Simão Pedro. Nenhum outro discípulo fracassou e teve êxito com
tanta freqüência. Às vezes, Pedro mostrava extraordinária percepção
(veja Lucas 5.8; Mateus 16.16), mas seus fracassos, por outro lado,
foram monumentais (veja Mateus 16.21-22; 26.69-74). Sabedor de que
Pedro o negaria, disse-lhe Jesus:

Eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te
converteres, fortalece teus irmãos (Lucas 22.32).

Freqüentemente, Jesus repreendeu a insensatez de Pedro, bem como


também o elogiou toda vez que ele demonstrou agudeza mental. O amor
não vai e vem. O amor tem firmeza santa.

o Amor Tudo Crê (Valores Santos)


Posso mostrar que o amor Jesus sempre demonstrou acreditar nas pessoas que ele escolheu.
tudo crê ao: Talvez a mais discutível de todas essas estranhas escolhas foi a seleção
de Zaqueu, o desprezado cobrador de impostos:
Quando Jesus chegou àquele lugar, olhou para cima e disse-lhe:
Zaqueu, desce depressa; porque importa que eu fique hoje em tua
casa (Lucas 19.5).
166 Unidade Onze

Posso mostrar que o Porque Jesus creu no potencial de santidade de Zaqueu, este de strou
amor tudo espera ao: um total arrependimento. A maioria de nós não escolheria as ssoas
inconstantes que Jesus escolheu. Normalmente escolhemos ssoas
ilustres e de alta posição. Jesus, porém, não escolheu como o undo
escolhe. Jesus tinha valores santos.

o Amor Tudo Espera (Expectativas Santas)


Posso mostrar que o A expectativa de Jesus de que o instável Simão chegaria a ser o, a
amor tudo suporta ao: rocha, é um indício do tipo de expectativa que ele quer que tenha

Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra e


a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão co
(Mateus 16.18).

o amor não tem que pensar sempre o melhor da condição atual uma
pessoa. O amor vê o pleno desenvolvimento de seu próprio cultivo sabe
que a obra de Deus chegará à sua consumação na pessoa. O a tem
expectativas santas.

o Amor Tudo Suporta (Sacrifício Santo)


O exemplo mais notável de resistência em toda a Bíblia é o fato de que o
poder de Deus não obstacularizou a consumação da obra de Cristo na

Ou pensas tu que eu não poderia rogar a meu Pai, e que ele


mandaria agora mesmo mais de doze legiões de anjos? (Mateus

Jesus concluiu o que iniciou. Suportou a mais terrível agonia que ja


humano algum sofreu. O amor persevera, porque só o amor perfeito
sacrifício santo.
Todas estas características complementam-se umas às outr
amor que se comporta majestosamente, regozijar-se-á com a verdad
pessoa que tudo crê, também esperará tudo. As diversas ações d
perfeito realçam-se mutuamente. Quanto mais nos aprofundamos no
da mente de Cristo, tanto mais integridade e unidade observamos.

~ Termine o estudo em oração. Uma vez mais, peça ao Senh


enchê-lo de seu amor e de sua presença, para que voéê truallW
esse amor em suas relações com os demais. Seja específico e
a Deus que lhe permita mostrar essas características do
Unidade Onze 167

DIAS
O AMOR COMO ESSÊNCIA

Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de


para Hoje Cristo para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça
"Ninguém jamais viu a em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
Deus; se nos amamos uns
aos outros, Deus A afirmação mais importante da Bíblia sobre o amor não se refere ao
permanece em nós, e o seu comportamento observável do amor, mas, sim, à natureza do próprio
amor é em nós Deus. 1 João 4.8,16 diz que "Deus é amor". O amor é a característica
aperfeiçoado. Nisto fundamental da natureza de Deus. Em última análise, se quisermos ter
conhecemos que a mente de Cristo, Deus deverá poder dizer de nós: "Eles são amor."
permanecemos nele, e ele O amor será a característica fundamental de nosso ser interior.
em nós: por ele nos ter
Quando cuidei de aplicar a mim este teste, mediante a avaliação do
dado do seu Espírito. E nós
Espírito Santo, descobri que eu podia realizar as ações de amor com mais
temos visto, e testificamos
facilidade (1 Coríntios 13) que ser amor. Por exemplo, acho fácil
que o Pai enviou seu Filho
comportar-me segundo 1 Coríntios 13 com as pessoas desagradáveis.
como Salvador do mundo...
Quase todos podemos fazer mais facilmente que ser.
E nós conhecemos, e
cremos no amor que Deus O Amor é um Fruto do Espírito
nos tem. Deus é amor; e
Amar é um ato da vontade. O amor é um fruto do Espírito.
quem permanece em amor,
permanece em Deus, e ~ Escreva abaixo ação ou ser diante das declarações
Deus nele" relacionadas.
(1 João 4.12-14,16).
---- Amar é um ato da vontade.
____ O amor é um fruto do Espírito.
Nome de Cristo ____ O amor exige ser.
para Hoje ____ Amar exige fazer.
A Propiciação pelos Nossos
Pecados
Amar é um ato da vontade e exige fazer. O amor é um fruto do Espírito
(1 João 2.2).
no crente e exige ser. Qualquer cristão pode realizar a ação mediante
Oração para a vontade. Felizmente, no geral, os mandamentos bíblicos estão em
Começar o Estudo forma de verbos (João 13.34; 15.12,17; 1 João 3.11; 4.7,21). As
Senhor Jesus, tu és a descrições do amor, geralmente, são em termos de ação (1 Coríntios
propiciação pelos meus 13.4-7; 1 João 2.9-11; 3.16-18; 4.7-12,16-21). Talvez isto se deva a que,
pecados. Tu tens feito por mesmo sem cultivar o fruto do Espírito dentro de nós, podemos
mim tudo o que eu não pude obedecer às ordens como um ato da vontade simplesmente. A
fazer por mim mesmo. obediência não depende dos sentimentos. A vontade pode vencer os
Porém isso te custou grande sentimentos. Nós podemos sempre obedecer. Jesus disse: "Se me
sofrimento e a morte na amardes, guardareis os meus mandamentos" (João 14.15).
cruz. Não posso
compreender a profundidade
~ Qual das seguintes é a razão para podermos realizar as ações
de teu amor. Surpreende-me
saber quanto tu me amas. de amor? Assinale-a. DOs sentimentos DA obediência
Sinto-me amado. Eu te amo.
Trabalhe por meio de mim Devemos agir como Cristo no que conceme à obediência. Mais que
para revelar teu amor às simplesmente agir como Cristo, porém, devemos chegar a ser como ele.
outras pessoas, não Podemos contribuir nesse processo de chegar a ser como ele se
importando o que isso possa compreendermos melhor a natureza do amor. O amor é um fruto, que é .
me custar. O que mais eu produzido quando o Espírito Santo habita no coração. Dependemos
poderia te dar em troca de inteiramente do Espírito para produzir amor em nós. Mas esse processo
teu amor? Amém. de chegar a ser amor não irá adiante sem oração.
168 Unidade Onze

Podemos colaborar com o Espírito? Podemos colocar em prática


orações para ser amor de alguma maneira? Dois fatores espi
fomentam o crescimento no fruto e sobre os quais temos deter
controle. Muitos de nós pensamos que somos agentes passivos
somente o Espírito é ativo; que nós não fazemos nada e que o Espírito é
faz tudo. Isso nos faria robôs. Deus não criou robôs.

Princípio do Desejo Desejar e Dar


"Bem-aventurados os O primeiro ingrediente do amor no qual podemos introduzir nossa v
que têm fome e sede é o desejo. Isso aprendemos de Deus. Deus nos desejou muito. Esse
de justiça, porque eles é o estímulo primordial que faz com que o amor entre em ação. O amor
serão fartos" comunhão com seu objeto e sua perfeição espiritual. O amor deseja
(Mateus 5.6). supremo de seu objeto. O desejo é zeloso e conhece o segre
concentração. O amor agirá; Deus agiu. Desejamos a comunhão com
e ser semelhante a ele: temos "fome e sede de justiça" (Mateus 5.
Dar é a ação mais potente que um forte desejo pode realizar. De
exemplo no dar, e dele aprendemos a dar. Se agirmos como Deu
seremos pessoas que darão. Deus nos concede muitíssimas oportuni
para darmos: em favor de sua obra, em favor dos necessitados e de
irmãos em Cristo. Podemos dar bens materiais, prestar serviços e d
a nós mesmos. As pessoas que dão amor vêem este mundo e seus habi
como necessitados e empobrecidos, sem levar em conta a riqueza m
que aparentam ter. Quem dá amor se regozija com a oportunida
satisfazer as necessidades na forma generosa como Deus o faz.

~ O que primeiro você pode fazer para colaborar no cultivo do to


do amor?

~ Recorra à Ajuda Permanente A-4: Os Que Têm Fome (p. 07-


208) e ao cartão 23 de A Mente de Cristo e repasse as Ajuda ra
desenvolver esta Bem-Aventurança.

Princípio da Identificação
Identificação O segundo fator do amor sobre o qual temos controle é a identificação.
"Bem-aventurados os mais visível da identificação divina conosco teve lugar quando Jesus
que são perseguidos se fez homem. Deus sabe o que é ser humano! Deus sabe o que é
por causa da justiça, faminto, sedento e cansado. Jesus sentiu ainda as agonias da morte.
porque deles é o reino também conhece a força do amor humano. Jesus conhece a genuína a
dos céus" humana. Ele compreende os desejos espirituais e eternos que avivam
(Mateus 5.10). alma. Deus se identifica conosco.
Praticamos a identificação quando nos identificamos com Cristo; q
submetemo-nos ao seu jugo e aprendemos dele (veja Mateus 11.29-30).
expressou este conceito de identificação quando disse: "Para conhecê-I
poder da sua ressurreição e a participação dos seus sofrim
conformando-me a ele na sua morte" (Filipenses 3.10). Paulo
identificar-se com Cristo de toda maneira, mesmo que isso signi
participar de seus sofrimentos e, se necessário fosse, de sua morte.
~ Qual é a segunda coisa que você pode fazer para cdlabor no
cultivo do fruto do amor?
Unidade Onze 169

Desejar é a culminação da obra de Deus por meio de nós em


circunstâncias que produzem pobreza de espírito, quebrantamento e
mansidão - o primeiro grupo de Bem-Aventuranças. A identificação é a
culminação da obra do segundo grupo de Bem-Aventuranças: mostrar
misericórdia, ser puro e pacificador. Deus desenvolve em nós esses
fatores que nos ajudarão a ser amor. Se cooperarmos com Deus,
estaremos aprendendo a ser como também a fazer.

~ Recorra à Ajuda Permanente B-4: Os Perseguidos (p. 211-


212) e ao cartão 27 de A Mente de Cristo e repasse as Ajudas
para o cultivo desta Bem-Aventurança.

"Sim, o que vimos e Nosso primeiro desejo e identificação devem concentrar-se na Pessoa
. .
OUVImos, ISSO VOS de Deus. Em primeiro lugar, desejamos Deus. Essa é a obra original do
anunciamos, para que vós Espírito em nossa vida. Crescemos nesse desejo quando somos pobres
também tenhais comunhão de espírito, quebrantados e mansos. Não podemos identificar-nos com
conosco; e a nossa outros até que nos identifiquemos com Deus. Então nossa identificação
comunhão é com o Pai, e com Deus, por meio do Espírito, nos permite mostrar misericórdia, ser
com seu Filho Jesus puros e promover a paz.
Cristo... Mas, se andarmos
A obra do Espírito Santo faz com que amemos a Deus em primeiro
na luz, como ele na luz
lugar. Amando a Deus, aprendemos a amar os outros. Devemos amar
está, temos comunhão uns
sobretudo nossos irmãos em Cristo. A qualidade de nosso amor pelos
com os outros, e o sangue
outros é idêntica à de nosso amor para com Deus (1 João 1.3,7). Quanto
de Jesus seu Filho nos
mais amarmos a Deus, tanto mais amaremos aos outros. O amor facilita
purifica de todo pecado"
a comunhão dentro do corpo de Cristo. O desejo e a identificação são
(1 João 1.3,7).
obras santas. Ao amar como Deus ama, estamos aperfeiçoando nossa
própria pureza. O amor é santo, e as pessoas santas amam da mesma
maneira que Deus ama.

Resumo
O amor e a santidade podem ser conciliados. Cada qual realça o significado
do outro. Não é possível um sem o outro. O amor que não é santo (puro,
não adulterado) não tem sentido. E se a santidade não amasse, seria inútil.
Assim, no que diz respeito a todas as demais características da mente de
Cristo, cada qual realça e amplia o efeito da outra.

~ Termine dedicando algum tempo à oração. Faça esta oração:

Pai celestial, com esta nova compreensão da obra recíproca da


santidade e do amor, creio que quase compreendo como tua
obra produz sentido em grande escala. Entendo que não posso
simplesmente concentrar-me na santidade. Se o fizer,
distorcerei sua pureza e separação. Tampouco posso
concentrar-me apenas no amor. Se o fizer, os elementos
impuros irão diluí-lo. A santidade que busco é como a de
Cristo, perfeitamente sincronizada com o amor. O único amor
que devo ter é aquele que é baseado na santidade. Olho para
Cristo para compreender estas virtudes. Faze-me como ele.
Em o nome de Jesus. Amém.
Hino Parte 6: O Nome de Cristo
Pelo que também Deus oexaltou soberanamente, elhe deu onome que é sobre todo nome; para que
deJesus sedobre todo joelho dos que estão noscéus, ena terra, edebaixo daterra, e toda linguaconfes que
Jesus Cristo é Senhor, paraglória deDeus Pai (Filipenses 2.9-11).
~~

Dia 1 Por Que Você Achará Útil Esta Unidade


Profeta, Sacerdote e Você achará que os nomes e os ofícios de Cristo o inspirarão ~ ador
Rei exaltá-lo. À medida que seu amor a Cristo aumente, sentir-se-á a
render-se ao seu absoluto senhorio em sua vida. Durante! esta
Dia 2 unidade, analisará o que Deus vem fazendo em sua vida e concentr sua
Os Nomes de Cristo,
mente em prosseguir para o alvo "pelo prêmio da vocação celestial deus
Parte 1 em Cristo Jesus".
Dia 3
Os Nomes de Cristo, Objetivo Permanente
Parte 2 Em Cristo, você se renderá ao seu senhorio e o adorará em espírit em
verdade.
Dia 4
Vitória em Cristo Resumo da Obra de Deus em Você
O nome de Cristo diante de você o ajuda, a todo momento, a pe
Dia 5 pensamentos de Cristo e demonstrar o caráter de Cristo. Ao con
Prosseguindo para o posição, autoridade e obra dele, você desejará adorá-lo. Sua adoração
Alvo ser medida pela dignidade de Cristo. Ele, em sua função de Senhor, o
a adorar. O propósito de Deus é o senhorio de Cristo. Cristo reina
coração.

Objetivos de Aprendizagem da Unidade


• Você compreenderá três ofícios de Cristo e princípios pelos qua seus
nomes podem ser classificados.
• Mostrará sua rendição ao senhorio de Cristo sobre sua vida.
• Mostrará sua adoração, reverência, temor e gratidão a ele em or o.
• Compreenderá a natureza e a fonte de sua vitória em Cristo.
• Mostrará seu compromisso em passar algum tempo diário com o nhor
em oração, estudo bíblico e meditação pelo resto de sua vida.

O Que Você Fará para Exaltar a Cristo


• Estudará os nomes e os ofícios de Cristo. Você expressará adoração, uvor
e gratidão a ele.
• Passará tempo em oração exaltando a Cristo.
• Responderá ao convite de dobrar os joelhos e render-se ante o a luto
senhorio de Cristo.
Unidade Doze 171

• Compreenderá que Cristo já providenciou-lhe a vitória e aprenderá sobre


as armas e a armadura que ele proporciona para a batalha espiritual.
• Repassará seu estudo de A Mente de Cristo e identificará alguns dos
aspectos em que Deus tem estado trabalhando em sua vida.
• Começará a orar para que sua igreja seja uma Noiva de Cristo pura e
formosa.

Versículo para Memorizar


"Ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio, o primogênito dentre os
mortos, para que em tudo tenha a preeminência" (Colossenses 1.18).

Ajudas Permanentes Relacionadas com Esta Unidade


Nomes, Títulos e Descrições de Jesus Cristo (p, 215-216).

Os Cartões para A Mente de Cristo Relacionados com Esta Unidade


58. Unidade 12: Versículo para Memorizar - Colossenses 1.18

DIA 1
PROFETA, SACERDOTE E REI

Meditação Bíblica ....., Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de Cristo
para Hoje para hoje (p, 172). Repasse o versículo para memorizar. Faça em
"Pelo que também seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
Deus o exaltou sobera-
namente, e lhe deu o Hino Parte 6: O Nome de Cristo
nome que é sobre todo O hino de Filipenses 2 termina com os versículos 9-11, quando Deus exalta
nome; para que ao o seu Filho e dá a Cristo um nome que é sobre todo nome. O propósito de Deus
nome de Jesus se é que toda pessoa (joelho) se dobre, e toda pessoa (língua) confesse que
dobre todo joelho dos Jesus Cristo é Senhor, para glória de Deus Pai. Nesta última unidade,
que estão nos céus, e queremos concentrar a atenção nos nomes de Jesus Cristo e na Pessoa que
na terra, e debaixo da esses nomes representam. Nosso propósito é adorar a Jesus Cristo como
terra, e toda língua Senhor, e assim dar glória a Deus Pai.
confesse que Jesus
Cristo é Senhor, para
glória de Deus Pai" ....., Por que Deus exaltou o seu Filho Jesus Cristo?
(Filipenses 2.9-11).

A sexta característica de uma mente semelhante à de Cristo é pacifica. O


amor de Cristo o levou ao Calvário. Em sua morte, porém, Cristo comprou
nossa paz com Deus. Paz não é ausência de conflito, mas o fruto do amor. A
ressurreição foi a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte. Sua vitória fez
com que a paz se tomasse uma realidade. Mediante a morte, ressurreição
e exaltação de Cristo, podemos sentir uma paz genuína.
~ O que Jesus comprou para você mediante sua morte no Calvário?
172 Unidade Doze

"Mas a hora vem, e ~ Antes de continuarmos:


agora é, em que os
verdadeiros • Ore e agradeça a Deus por dar-lhe a paz mediante o sac
adoradores adorarão o de seu Filho.
Pai em espírito e em
verdade; porque o Pai • Louve a Deus pela vitória em Cristo sobre o pecado e a r t e
procura a tais que mediante sua ressurreição.
assim o adorem. Deus • Diga a Cristo o quanto você o ama pelo supremo sacrifíci que
é Espírito, e é neces- ele fez em seu favor.
sário que os que o
adoram o adorem em
espírito e em verdade"
(Ioâo 4.23-24). Ofícios de Cristo
Nome de Cristo O credo da igreja do Novo Testamento era: Jesus Cristo é Senhor. E
para Hoje confissão de "toda língua" em Filipenses 2.11. A profissão de fé em Ro
O Profeta (joão 7.40) 10.9 é de Jesus Cristo como Senhor. Paulo escreveu à igreja de C
"Ninguém pode dizer: Jesus é o Senhor! senão pelo Espírito San
Oração para Coríntios 12.3). Os três títulos - Jesus, Cristo e Senhor - aparecem
Começar o Estudo muitas vezes no Novo Testamento. Cada nome se refere a um ício
Senhor Jesus Cristo, tu és particular que Cristo exerce. O propósito de Deus é que o credo da reja
Profeta, Sacerdote e Rei neotestamentária de hoje seja Jesus Cristo é o Senhor.
Tu fazes por mim mais do Jesus é Profeta. Jesus era o nome do Deus encarnado. Em sua na eza
que eu posso entender. Dou- humana, Jesus desempenhou funções de profeta (veja Atos 3.22), o pri Ira
te graças peIn privilégio de de seus três grandes ofícios. Deus fala por meio de um profeta, e, um
estar relacionado contigo, e profeta fala, devemos ouvir.
ter sido escolhido por ti.
Conduze-me a ti em
adoração hoje. Ensina-me ~ Cite um dos ofícios de Jesus. ----lttllt-

o que queres dizer com


adorar em espírito e em
verdade. Que tu sejas ~ Leia Atos 3.22,26 na margem esquerda. Qual foi o propósi da
exaltado em minha vida, vinda de Jesus Cristo como profeta?
para glória de Deus Pai.
Amém.

"Pois Moisés disse: Cristo é Sacerdote. Como Profeta, Jesus veio nos abençoar e desviar-n
Suscitar-vos-á o Senhor nossas iniqüidades. O nome Cristo combina sua natureza humana co
vosso Deus, dentre natureza divina. Cristo é seu nome como Sacerdote. "Mas Cristo, tendo
vossos irmãos, um como sumo sacerdote dos bens já realizados.... por seu próprio sangue,
profeta semelhante a uma vez por todas no santo lugar, havendo obtido uma eterna rede
mim; a ele ouvireis em (Hebreus 9.11-12). Cristo, nosso grande Sumo Sacerdote, agora desem
tudo quanto vos dis- duas funções. Em primeiro lugar, é Intercessor (veja Hebreus 7.2$). Sa
ser... Deus suscitou a que Deus ouve a Cristo quando ele ora por nós. Em segundo lugar, C
seu Servo, e a vós nosso Mediador (lTimóteo 2.5). Foi mediador no estabelecimento de um
primeiramente vo-lo pacto entre Deus e nós. Nosso Sacerdote nos deixou uma orde
enviou para que vos importante, a Ceia do Senhor, como um memorial do preço que ele te
abençoasse, desviando- pagar por causa de nossa dívida de pecado. Esta ordenança também nos
vos, a cada um, das a lembrar que Cristo virá outra vez.
vossas maldades"
(Atos 3.22,26). ~ Cite dois dos ofícios exercidos por Cristo como nosso Sacer te.

I ________ eM _
Unidade Doze 173

o Senhor é Rei. O terceiro grande ofício de Jesus é o de Rei (veja


Apocalipse 19.16). Seu nome como Rei é Senhor (Filipenses 2.11). Este
nome apresenta a natureza divina. Deus governa por meio de Cristo como
Senhor, e nós dobramos os joelhos para reconhecer sua soberania.
Portanto, seus três grandes ofícios estão contidos na fórmula: Jesus
Cristo é Senhor (Filipenses 2.11). Como ser humano, Jesus foi profeta. Isto
envolve sua obra passada. O nome Cristo apresenta sua natureza humana e
divina e o mostra como Sacerdote. A obra sacerdotal é a obra atual de Cristo
por nós. Senhor nos mostra Jesus como Rei. Isto tem a ver com um dia futuro
em que todo joelho se dobrará. Dessa maneira, o credo continha todos os
conceitos importantes na obra e na natureza de Cristo: Jesus (Profeta) Cristo
(Sacerdote) é Senhor (Rei).

........, Junto aos nomes abaixo, escreva o ofício correspondente.

Jesus

Cristo

Senhor

........, Qual é o credo de uma igreja neotestamentária?

J C é S _

• Como Jesus Cristo é Profeta, ouço sua Palavra.


• Como Jesus Cristo é Sacerdote, creio nele.
• ComoJesus Cristo é Rei, obedeço a ele. Reconheço o senhorio absoluto de
Cristo em cada aspecto de minha vida.

........, Jesus amou tanto você, que deu a vida por sua redenção. Por
amor a ele, ajoelhe-se e confesse-lhe: "Jesus Cristo, tu és
Senhor." Dedique tempo, ao terminar este estudo, para adorar
em oração a Jesus como Profeta, Sacerdote e Rei.

DIA 2
Os NOMES DE CRISTO, PARTE 1
Meditação Bíblica ........, Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de
para Hoje
Cristo para hoje (p. 174). Repasse o versículo para memorizar.
"...graças à entranhável
misericórdia do nosso Faça em seguida a oração sugerida para começar seu estudo.
Deus, pela qual nos há
de visitar a aurora lá do Ao longo deste curso, tem-se apresentado nomes de Cristo que
alto, para alumiar aos aparecem na Bíblianos quais você tem focalizado sua atenção. Temos achado
que jazem nas trevas e
na sombra da morte, a nos nomes de Cristo formas de nos submetermos a ele. Temos também
fim de dirigir os nossos encontrado formas de nos relacionarmos com Cristo ou permanecermos
pés no caminho da paz" nele. Muitas dessas formas nos ajudam a amá-lo mais apropriadamente e
(Lucas 1.78-79). plenamente. Os nomes de Cristo nos ajudam a adorá-lo.
1 74 Unidade Doze

Nome de Cristo ~ Repasse os estudos anteriores. Qual dos nomes de Crist


para Hoje sido mais significativo para você e por quê?
Emanuel [Deus Conosco]
(Mateus 1.23)

Oração para
Começar o Estudo
Emanuel, como eu te Queremos agora expor a você os princípios que ordenam alguns dos
louvo por teres vindo de Cristo. Estes princípios não são mutuamente excludentes, porque
habitar entre os nomes poderiam ser incluídos em outras classificações.
homens, a fim de
outorgar-me salvação Nomes Divinos
na cruz! Não posso A divindade ou os nomes divinos referem-se a ele como Deus. Graças aos
compreender por que divinos, adoramos a Cristo, como também ao Pai e ao Espírito. Toda
escolheste habitar em adoração é imprópria e idólatra. Deus se tem revelado mediante a en
minha vida, mas me porque Jesus Cristo é Deus. Seguem alguns nomes de sua divindade.
alegro de que o tenhas
• Criador (Colossenses 1.16) <Santo de Deus (Lucas 4.34)
feito. Desfruto da tua
presença e da comunhão • Verdade (Ioão 14.6) <Senhor do Céu (1 Coríntios 15.47)
contigo. Brilha em • Deus Forte (Isaías 9.6) • Imagem do Deus Invisível (Colossenses .15)
mim. Brilha através de
• Filho de Deus (Ioão 1.49) • Emanuel [Deus Conosco] (Mateus 1.
mim para mostrar tua
luz aos que vivem nas Talvez o mais importante dos nomes divinos seja o da própria afirma de
trevas. Guia meus pés Jesus de ser "Eu Sou" (joão 8.58). Dessa maneira, Jesus identificou-se
pelos caminhos da paz. o Deus eterno que apareceu a Moisés (Êxodo 3.14).
Amém.
~ Dedique alguns minutos em oração para adorar a Cristo como

Nomes Funcionais
Estes nomes indicam os modos como Jesus Cristo trabalha por nós, as
funções que desempenha em nosso favor. Alguns desses nomes pod Iam
ser chamados nomes de redenção. Jesus Cristo é:
• Libertador (Romanos 11.26)
• O Que Santifica (Hebreus 2.11)
• Pastor e Bispo de Nossas Almas (1 Pedro 2.25)
• Salvador do Mundo (Ioão 4.42)
• Maravilhoso Conselheiro (Isaías 9.6)

~ Em oração, reconheça a Cristo pelo que ele é e dê-lhe graça


que ele faz por você.

Nomes de Luz
Jesus é a Luz Verdadeira. Você tem que olhar para o céu para ver todas
manifestações da luz. Seguem os nomes de luz celestial que desc
Jesus Cristo.
• A Aurora (Lucas 1.78)
• Luz da Vida (Ioão 8.12)
• Luz dos Homens (Ioão 1.4)
• Estrela da Alva (2 Pedro 1.19)
• Luz para Revelação aos Gentios (Lucas 2.32)
• Luz do Mundo (Ioão 8.12)
Unidade Doze 175

Em suas últimas palavras no Novo Testamento, Jesus denominou-se a si


mesmo de "a resplandecente estrela da manhã" (Apocalipse 22.16). Este
nome significa esperança. Na Nova Jerusalém, "a cidade não necessita nem
do sol, nem da lua, para que nela resplandeçam, porque a glória de Deus a
tem alumiado, e o Cordeiro é a sua lâmpada" (Apocalipse 21.23).

~ Termine louvando ao Senhor por Sua glória.

DIA 3
Os NOMES DE CRISTO, PARTE 2
Meditação Bíblica ~ Comece o estudo lendo o versículo bíblico e o nome de Cristo para
para Hoje hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida a
"Eu sou o Alfa e o oração sugerida para começar seu estudo.
Ômega, o primeiro e o
derradeiro, o princípio O Princípio do Complemento
e o fim" Um aspecto de nossa submissão a Cristo (ajoelhar) é cumprir a função
(Apocalipse 22.13). complementar que seus nomes sugerem. Em seguida, apresentamos alguns
dos nomes de Cristo e a função ou relação que temos com Ele.
Nome de Cristo
para Hoje
O Alfa e o Ômega, o
Princípio e o Fim o NOME DE CRISTO NOSSA FUNÇÃO
(Apocalipse 21.6) Pastor (João 10.11) Ovelha
Pai (Isaías 9.6) Filho
Oração para Irmão (Hebreus 2.11) Irmão
Começar o Estudo Mestre (João 3.2) Discípulo
Alfa e Õmega, iniciaste Senhor (2 Timóteo 2.21) Servo
em mim a boa obra e Videira (João 15.1) Vara
podes terminá-la. Tu és Noivo (Marcos 2.19) Noiva de Cristo (a igreja)
maior do que minha
mente pode
compreender. Espírito O Princípio da Identidade
Santo, ao estudar mais Quando aplicamos o Princípio da Identidade, identificamo-nos com Cristo em
sobre os nomes de alguns de seus nomes. Temos de crescer na semelhança com ele. Devemos
Cristo hoje, rogo-te que ser semelhantes a Cristo.
sigas aumentando meu
conhecimento e -Amado de Deus (Mateus 12.18). Devemos ser amados de Deus (Romanos 1.7).
compreensão dele. e Escolhido (Isaías 42.1). Somos escolhidos (2 Timóteo 2.10).
Glorifique-o em minha
vida. Depois, permite- e Herdeiro de Tudo (Hebreus 1.2). Somos co-herdeiros com Cristo
me exaltá-lo aos olhos (Romanos 8.17).
dos outros enquanto -O Último Adão (1 Coríntios 15.45). Chegamos a ser plenamente humanos
declaro Sua grandeza quando vivemos como Cristo viveu.
aos que me cercam. • Cordeiro (João 1.29). Cristo é puro. Nós temos que ser puros.
Amém.
e Rocha (1 Coríntios 10.4). Não devemos vacilar.
e Jesus Cristo, o Justo (1 João 2.1). Nele, somos justificados (Jeremias 23.6).

~ Repasse a lista e pergunte a Deus se há algum aspecto especial


no qual ele gostaria de trabalhar para torná-lo mais semelhante
a Cristo. Dê graças a Deus porque você é amado, escolhido e co-
herdeiro com Cristo.
176 Unidade Doze

o Princípio da Vida
Alguns dos nomes atribuídos ao Senhor indicam que ele é a Fonte Nossa
Vida. Cada vez que um nome se repete em diversas formas, D s está
realçando o conceito ilustrado no emprego desse nome. Cristo é:

• O Pão da Vida (João 6.35) • Vida Eterna (1 João 5.20)


• A Vida (Ioão 14.6) • Nossa Vida (Colossenses 3.
• Luz da Vida (Ioão 8.12) • Autor da Vida (Atos 3.15) !
• A Palavra da Vida (1 João 1.1) • A Ressurreição e a Vida (Ioã 11.25)

~ Cristo é a sua vida. Faça uma pausa para concordar que, fato,
Cristo é a sua vida e pedir-lhe que faça tudo o que seja ne sário
para que a vida dele se reflita com toda a clareza em su ida.

o Princípio da Soberania
Muitos nomes indicam a soberania e majestade de Cristo.

• Guia (Mateus 2.6)


• Rei dos Séculos (Apocalipse 15.3)
• Teu Rei (Mateus 21.5)
• Bom Mestre (Marcos 10.17)
• Autor da Vida (Atos 3.15)
• Príncipe dos Reis da Terra (Apocalipse 1.5)
• O Rei QueVem em Nome do Senhor (Lucas 19.38)
• Rei dos Reis (1 Timóteo 6.15)
• Rei dos Judeus (Mateus 27.11)
• Senhor dos Senhores (1 Timóteo 6.15)
• O Príncipe Ungido (Daniel 9.25)
• Príncipe da Paz (Isaías 9.6)
• Rei dos Séculos, Imortal, Invisível (1 Timóteo 1.17)
• Governador dos Povos (Isaías 55.4)
o Princípio da Preeminência
Cristo não só é soberano absoluto, como também deve ser pree ente
(o primeiro em tudo).
• Deus de Toda a Terra (Isaías 54.5)
• Primogênito de Toda a Criação (Colossenses 1.15)
• Cabeça de Todo Homem (1 Coríntios 11.3)
• Primogênito Entre Muitos Irmãos (Romanos 8.29)
• Cabeça do Corpo, da Igreja (Colossenses 1.18)
• Cabeça de Todo Principado e Potestade (Colossenses 2.10)
• Senhor de Tudo (Romanos 10.12)
Unidade Doze 1 77

Paulo esperava que Cristo fosse soberano na igreja neotestamentária e na


vida dos crentes. Se dobrarmos hoje nossos joelhos, poderemos submeter a
Cristo todas as relações terrenas, as instituições, os passatempos e os
negócios. Cristo deve ser Senhor de tudo.
~ Cristo é seu governador e a cabeça da igreja. Dedique alguns
rrrímrtos à oração, dobrando os joelhos e subnl.etendo-se a Seu
senhorio enl. sua vida pessoal, farnffiar-, profissional e eclesiástica.
~ Cristo é grande e digno de aupr-erno louvor. Louve-o por sua
preenl.inência.

o Princípio do Alfa e do Ônl.ega


Emprega-se esta designação para esta série de nomes porque é bíblica; é um
nome que Cristo empregou em referência a si mesmo. Alfa e Õmega
expressam bem o conceito contido neste princípio. Alfa é a primeira letra do
alfabeto grego; ômega, a última. Nós diríamos "A e Z". Alguns dos nomes Alfa
indicam Cristo como Iniciador, alguém que começa algo. Toda a iniciativa é
de Deus. Os nomes Õmega indicam Cristo como Consumador, alguém que
termina algo. Deus sempre termina o que começa. Depois que Jesus afirmou
"Eu sou o Alfa e o Ômega", ele acrescentou: "o pnmeiro e o derradeiro, o
princípio e o fim" (Apocalipse 22.13).
~ Ern suas próprias palavras, defina os nornes ANa e Ônlega:

Os .aornee Ana indicanl. Cristo COnlO

Os rsorriee Ôfl7ega rndâcarn Cristo COnl.O _

• Jesus Cristo é o Autor (iniciador) e Consumador da nossa fé (Hebreus 12.2).


• Jesus Cristo é nosso Advogado para com o Pai (1 João 2.1); nosso Advogado
de Defesa. Ele é um nome Alfa. Não devemos temer a constante acusação
de Satanás (veja Apocalipse 12.10), porque Jesus Cristo iniciou nossa
salvação e está pronto para nos defender. Cristo também tem um
correspondente nome Ômega: Justo Juiz (2 Timóteo 4.8). Que combinação
invencível! Nosso Advogado de Defesa é nosso Juiz! Jesus começa e
termina a obra em favor de nós!
• Como Alfa, Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus que tirou nossos pecados
(veja João 1.29). Ele é manso, puro e inocente. Como Ômega, Jesus Cristo
é o Leão da Tribo de Judá (Apocalipse 5.5). Como Leão, Jesus é valente,
poderoso e forte.
• Um dos nomes Alfa de Cristo é Servo. Ele submete-se a Deus e até esteve
entre seus discípulos como o que serve (veja Lucas 22.27). Mas Jesus,
como Ômega, é a Cabeça da Igreja (Efésios 5.23). Como Cabeça, Jesus
dirige a obra de seus servos.
• Outro nome Alfa é Apóstolo - o Enviado que veio à terra para iniciar uma
nova obra em nosso favor. Cristo, porém, tem também um
correspondente nome Ômega - Sumo Sacerdote (Hebreus 3.1) - que
agora intercede por nós.
• Jesus Cristo é o Filho do Homem (Mateus 11.19) e o Filho de Deus (1 João 4.15).
178 Unidade Doze

hd Tem você sentido temor reverente ante a grandeza de ( ~sto?


Dedique um tempo de oração para adorá-lo. Jesus Cristo t igno
de nossa adoração.

Jesus Cristo não é só o A e o Z. Ele é o B-C-D-E-F-G-H-I-]-L-M-N-O- Q-R-


S-T-U-V-X. O que começa a obra e a termina, também faz a obra por r io de
nós e durante toda a nossa vida (joào 15.1-5). Nas etapas da vida, jesus risto
é o Filho (Isaías 9.6), o Homem (1 Timóteo 2.5) e o Pai Eterno (Isaías 9.E Com
relação ao edifício, é o Fundamento (1 Coríntios 3.11), a Principal P~ a de
Esquina (1 Pedro 2.6) e até o Edificador (Hebreus 3.3). Se vemos ]esu orno
planta, ele é a Semente da qual todos brotamos (Gálatas 3.16), a Raiz (Rc anos
15.12), o Renovo (Zacarias 6.12) e a Videira (Ioão 15.1). Quanto aos seus ffcios
eclesiásticos, Jesus Cristo é o Apóstolo (Hebreus 3.1), o Profeta (Ato .22),
o Sumo Sacerdote (Hebreus 5.10) e o Pastor e Bispo (1 Pedro 2.25) esus
Cristo é o Alfa e o Ômega, o total de toda a obra de Deus.

hd Repasse todas as listas dos nomes de Cristo. Te ~ine


expressando sua adoração, louvor e ação de graças a Cristo ~eus
deseja que Cristo seja exaltado em sua mente e vida.

DIA 4
VITÓRIA EM CRISTO

Meditação Bíblica hd Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e o nome de risto


para Hoje para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em se uida
"Porque todo o que é a oração sugerida para começar seu estudo
nascido de Deus vence
o mundo; e esta é a As Batalhas Continuam
vitória que vence o
Todos os santos de Deus participam em batalhas que são parte de uma pnga
mundo: a nossa fé"
guerra. O resultado final dessa guerra está assegurado e é ex cado
(1 João 5.4.5).
detalhadamente no livro de Apocalipse. Deus e seus santos ve erão
"Rogo-vos pois, irmãos, Satanás. Está decidida a vitória na guerra, porém prosseguem as ba has.
pela compaixão de Estamos em plena guerra.
Deus, que apresenteis Estamos enganados se não levarmos em conta que "não é contra ame
os vossos corpos como e sangue que temos de lutar, mas sim contra os principados, con ~ as
um sacrifício vivo, santo potestades, contra os príncipes do mundo destas trevas, contra as stes
e agradável a Deus,
espiritais da iniqüidade nas regiões celestes" (Efésios 6.12). As bs lhas
que é o vosso culto
que travamos ocorrem na mente, onde Satanás e suas hostes trabalhar com
racional. E não vos
muita determinação. Jesus conhecia os pensamentos dos fariseus q ndo
conformeis a este
mundo, mas afirmou: "O homem bom, do seu bom tesouro tira coisas boas; e o h nem
transformai-vos pela mau, do mau tesouro tira coisas más" (Mateus 12.35). Ter a mente de isto
renovação da vossa envolverá luta.
mente, para que
experimenteis qual seja a hd Se você tem a mente de Cristo, ainda assim enfrentará lu s e
boa, agradável, e perfeita
batalhas espirituais? - - - - - - - - - - - - - - - - - ! H l I + - -
vontade de Deus"
(Romanos 12.1-2).
hd Onde primordialmente são travadas essas batalhas? ----.,l1li+--
Nome de Cristo
para Hoje -
Nosso Salvador
Jesus Cristo
(2 Pedro 1.1)
Unidade Doze 179

Oração para Armadura e Armas Espirituais


Começar o Estudo Paulo apresenta nos versículos seguintes que as batalhas espirituais que
Jesus Cristo, tu és meu travamos ocorrem na mente:
Salvador. Em ti, tenho a Pois as armas da nossa milícia não são carnais, mas poderosas em
vitória sobre o mundo. Deus, para demolição de fortalezas; derribando raciocínios e todo
Como jJosso dar-te baluarte que se ergue contra o conhecimento de Deus, e levando
graças? Nada que eu cativo todo pensamento à obediência a Cristo (2 Coríntios 10.4-5).
possa fazer será adequado.
Porém, jxmho minha vida Deus tem dado aos crentes armas espirituais que têm poder divino para
no altar, como um derrubar fortalezas. Reivindique essas armas e utilize-as para levar
sacrlficio vivo para ti, em cativo todo pensamento contrário e fazê-lo obediente a Cristo. Com a
um ato de adoração. armadura espiritual (veja Efésios 6.13-18), devemos pelejar "a boa
Continua renooando peleja da fé" (l Timóteo 6.12).
minha mente, para que eu
~ Leia Efésios 6.10-18 a seguir e encerre em um círculo as peças da
possa te agradar. Aceita
armadura espiritual que você deve usar.
minha humilde gratidikJ
pela vitória que tu me
concedes. Amém. Finalmente, fortalecei-vos no Senhor e na força do seu poder.
Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes
permanecer firmes contra as ciladas do Diabo; pois não é contra
carne e sangue que temos que lutar, mas sim contra os
principados, contra as potestades, contra os príncipes do mundo
destas trevas, contra as hostes espirituais da iniqüidade nas
regiões celestes. Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para
que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo,
permanecer firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os
vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça, e
calçados os pés com a preparação do evangelho da paz, tomando,
sobretudo, o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os
dardos inflamados do Maligno. Tornai também o capacete da
salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; com
toda a oração e súplica orando em todo tempo no Espírito e, para
o mesmo fim, vigiando com toda a perseverança e súplica, por
todos os santos (Efésios 6.10-18).

~ Que coisa você deve sempre fazer? _

Paulo usou a armadura e as armas espirituais nas lutas espirituais que


travou. No final de sua vida, ele afirmou: "Combati o bom combate, acabei a
carreira, guardei a fé" (2 Timóteo 4.7). Oramos a Deus para que você
também seja vitorioso.

A Batalha e a Vitória São do Senhor


Nossa responsabilidade hoje é batalhar no Espírito de Cristo. O que Iaaziel
disse a Jeosafá tem vigência em todo tempo: "A peleja não é vossa, mas de
Deus" (2 Crônicas 20.15). O Novo Testamento fala constantemente de vitória,
não como algo que conquistamos por nós mesmos, mas como a apropriação do
que Cristo já conquistou!
Paulo proclamou: "Graças, porém, a Deus que em Cristo sempre nos
conduz em triunfo, e por meio de nós difunde em todo lugar o cheiro do seu
conhecimento" (2 Coríntios 2.14). A vitória não é um resultado a ser alcançado,
mas, sim, passos a seguir. Quando andamos em Cristo, e ele se manifesta e
é exaltado em nossa vida, andamos em vitória. Para o cristão espiritual, a
vitória não é um acontecimento. Vitória é quando o Vitorioso habita em nós.
180 Unidade Doze

"Porque todo o que é nascido de Deus. vence o mundo; e esta é a ória


que vence o mundo: a nossa fé. Quem é o que vence o mundo, senão ele
que crê que Jesus é o Filho de Deus" (1 João 5.4-5). A prova da fé nã stá
no sucesso. Tampouco está na oração respondida. Está, sim, na resis
Não temos a opção de nos rendermos a Satanás. Como a guerra não é
mas de Deus, não nos compete tomar essa decisão. Paulo exortou a Ti
"Sofre comigo como bom soldado de Cristo Jesus" (2 Timóteo 2.3).
se manteve "como quem vê aquele que é invisível" (Hebreus 11.27
Todas as forças espirituais estão sujeitas a Cristo. Os demônios t am
que obedecer a Cristo porque ele tinha autoridade. O triunfo supre de
Cristo é a obra da cruz. Quando as forças do mal conseguiram cravar n
a segunda Pessoa encarnada da Trindade, pensaram que haviam de
Deus. Porém essa cruz veio a ser a ruína deles. "E tendo [jesus] des
os principados e potestades, os exibiu publicamente e deles triunf
mesma cruz" (Colossenses 2.15). O triunfo não é justiça que
executar-se, mas uma dívida que foi paga por completo.

~ Qual das seguintes declarações descreve melhor


espiritual em Cristo?

o A vitória espiritual em Cristo é uma esperança futura. E ero


que ele vença.
O A vitória espiritual em Cristo é uma realidade presente. já
a conquistou.

Cristo já triunfou. O último inimigo a ser vencido será a morte. A na


definitiva da morte - o verdadeiro significado da morte - tornar-se-á re
o incrédulo no que a Bíblia chama de "segunda morte" (Apocalipse
Mas para o crente...
...quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibillidade,
e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então se cumprirá
a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória .. Onde
está, ó morte, a tua vitória? Onde está, ó morte, o teu aguilhão?
O aguilhão da morte é o pecado, e a força do pecado é a lei. Mas
graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo.
(1 Coríntios 15.54-57).

Para os crentes, a morte é transitória: uma transição à presença de


A morte é a via para o pleno conhecimento e o fim da obstrução de S
ao nosso entendimento. Deus manifesta sua vitória final depois de
em nossa vida de lutas. Além da morte, está o galardão que es
buscando enquanto lutamos contra as forças do mundo. Ao passar
umbrais da morte, finalmente sentiremos segurança e refúgio eterno ara
o cristão, a verdadeira morte (eterna, não transitória, ocorreu há do mil
anos - e não tememos o passado!
Não se surpreenda se Satanás tentar desviá-lo de seu enforço em
segundo os princípios deste curso. Cristo jamais prometeu que viv
vida seria fácil. Num sentido, as batalhas já estão ganhas. Temos a me
Cristo. Nosso problema é saber viver segundo a mente de Cristo 'no co
deste mundo. Lembre-se que você obteve a mente de Cristo quando
espiritualmente. Entretanto, essa mente recém-nascida em você
desenvolver-se, e o processo de desenvolvimento está permead
Unidade Doze 181

hábitos de sua velha natureza pecaminosa, da obstrução de Satanás e dos


atrativos do mundo. A vitória, porém, é sua. Seu triunfo foi alcançado há dois
mil anos, quando Cristo satisfez plenamente, na cruz, os requisitos de Deus,
venceu a morte e subiu aos céus para interceder por nós, até que termine
a última batalha. Cristo tem estado intercedendo por você até mesmo
durante o estudo deste material.

Meditação Bíblica ~ Termine em oração. Reivindique a vitória em Cristo. Peça a Deus


para Hoje para ensiná-lo a usar as armas espirituais para tornar todo
"Também ouvi uma voz pensamento obediente a Cristo.
como a de grande
multidão, como a voz de
muitas águas, e como a
voz de fortes trovões,
que dizia: Aleluia!
porque já reina o
Senhor nosso Deus, o
Todo-Poderoso. DIAS
Regozijemo-nos, e PROSSEGUINDO PARA O ALVO
exultemos, e demos-lhe
a glória; porque são ~ Comece o estudo lendo os versículos bíblicos e os nomes de Cristo
chegadas as bodas do para hoje. Repasse o versículo para memorizar. Faça em seguida
Cordeiro, e já a sua a oração sugerida para começar seu estudo.
noiva se preparou. E
foi-lhe permitido vestir-
Conformando-se à Imagem de Cristo
se de linho fino,
resplandecente e puro; Creio que o Senhor tinha vários propósitos ao orientar-me a escrever este
pois o linho fino são as curso. Ele me guiou a escrevê-lo, e creio que o guiou também a fazê-lo. O
obras justas dos santos" primeiro grupo de propósitos relaciona-se com você como pessoa.
(Apocalipse 19.6-8).
o propósito primordial de Deus em você é confonná-Io à imagem de Seu Filho.
Nomes de Cristo
para Hoje Cristo é seu Criador (veja Colossenses 1.16), seu Redentor e seu
Autor e Consumador da Sustentador (veja Colossenses 1.14,17). Ele é a Cabeça de Todo Principado
Nossa Fé e Potestade (veja Col-ssenses 2.10). Não obstante, embora grandioso,
(Hebreus 12.2) Cristo é seu Irmão, se você está redimido (Hebreus 2.11). Você tem de ser
como seu Irmão mais velho. Você deve parecer com Cristo e ter uma vida
Oração para
semelhante à dele. Ainda que habitando em um mundo material, na
Começar o Estudo
realidade você é um ser espiritual, celestial. Deus está moldando-o a essa
Senhor Jesus, Autore imagem: "E assim como trouxemos a imagem do terreno, traremos também
Consumador de Minha
a imagem do celestial" (1 Coríntios 15.49).
Fé, confesso que
começaste uma boa obra Você pode participar ativamente nesse processo de ser conformado à
em minha vida quando imagem de Cristo. Na realidade, conformar-se ao modelo de Cristo é uma
me redimiste. Tu vens questão de realizar em pensamento e ação tudo o que em você e através de
realizando em mim uma você se produziu quando se tornou um cristão. Há questões específicas na
boa obra durante estes mente de Cristo às quais você pode conformar-se:
últimos meses. Agora te
peço para continuares • As virtudes da sabedoria divina em Tiago 3.17
cumprindo teus propósitos
• O fruto do Espírito em Gálatas 5.22-23
em minha vida para
moldá-la e ajustá-la à tua • As características da atitude de servo
imagem. Eu te exalto. • As virtudes descritas nas Bem-Aventuranças de Mateus 5.3-10
Ajoelho-me diante de ti e
proclamo que és o Senhor • O exemplo de Cristo ao expressar as emoções
Jesus Cristo. Amém • O exemplo de Cristo no seu relacionamento com as coisas e as pessoas
182 Unidade Doze

• O exemplo de Cristo na relação com o Pai e o Espírito Santo


• O exemplo de Cristo no uso das Escrituras e da oração
• A natureza e o comportamento da santidade
• As obras do amor semelhante ao de Cristo

~ Qual (quais) área (s) da lista acima Deus enfatizou em sua da?
Assinale-a (s).

~ Você se sente mais ou menos semelhante a Cristo desd que


iniciou este estudo?
O Mais semelhante a Cristo. O Menos semelhante a Cris

~ Por quê? - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - ! l l l H f - -

O conformar-se à imagem de Cristo é possível mediante um processr veja


Marcos 4.26-29). Você pode e deve cooperar neste processo. Por issc tão
importante a vontade. Você deve transformar-se "pela renovação de sua]
mente" (Romanos 12.2).

Conhecimento de Cristo
O que temos dado neste livro é informação básica sobre a mente e a Pes a de
Cristo. Se desejamos ser conformados à sua imagem, devemos ter infor ação
específica sobre a que havemos de ser conformados. Tenho 21 ca mos
pessoais (sem contar os muitos livros em minha biblioteca), che de
informações sobre a Pessoa de Cristo, que venho adquirindo através de nos.
Incluo neste curso apenas parte do material que tenho aprendido. Como risto
é inesgotável, tenho ainda muito que aprender, e você também. Ies nos
convida: "Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim" (Mateus .29).
~ De todas as coisas que tenho aprendido acerca de Cristo este
estudo, o que parece destacar-se como mais interes nte,
importante, inspirador ou desafiador?

Este curso é só um começo. O conhecimento que você deve obter e em


seu livro-texto fundamental - a Bíblia. O Antigo Testamento está I bleto
das obras de Deus, de profecias messiânicas, de poesia sobre os di rsos
aspectos de Sua obra e do Seu Ser, e de nomes de Cristo. O ~ovo
Testamento fala da obra terrenal de Cristo (obra apostólica) e sobre st obra
celestial (obra sacerdotal). Oramos para que você assuma o compromi o de
gastar tempo com Deus diariamente. Faça de Cristo e seus propô os o
fundamento de tudo o que você é e faz. Permita que ele participe E sua
rotina diária, em seus planos, orçamento, amizades, casamento, cria lo de
filhos, trabalho, e demais aspectos de sua vida.
Chegar a conhecer Jesus Cristo e ser semelhante a ele requer:

• Tempo para falar com Cristo em oração


• Tempo em oração para ouvir as instruções e direção de jesus Cri b
Unidade Doze 183

• Tempo de leitura bíblica para conhecer melhor a Cristo, seus propósitos e


seus modos de agir
• Tempo para meditar sobre a Pessoa e a obra de Cristo como exemplo para
sua vida

~ T'errios para você UUla tarefa a Dlais para realizar a longo prazo.
Para oorrre.çax, leia os versículos seguintes:

Quando a Deus fizeres algum voto, não tardes em cumpri-lo;


porque não se agrada de tolos. O que votares, paga-o. Melhor é
que não votes do que votares e não pagares (Eclesiastes 5.4-5).
~ Considere COUl rrurit.o cuidado a pergunta seguinte. Você se
cODlproUlete a dedicar UDI período de teDlpo, cada dia, ao Senhor,
eUl oração, estudo bíblico e Dleditação?

o Sim o Não estou ainda preparado para fazê-lo o Não


~ Se você está disposto, quanto t errrpo oferecerá a Cristo CODl o
propósito de curnpr-ir- sua prODlessa pelo resto da vida? Assinale
sua resposta.

o 15 Dlinutos diários
O 30 UlinUtOS diários
O 45 rrairnat.oe diários
O 60 Dlinutos diários
O Outro: diários

Há anos comprometi-me a passar pelo menos 30 minutos por dia com o


Senhor. Deus me tem permitido cumprir essa promessa, e Deus me tem
recompensado com sua presença e direção. Se você fez um voto ao Senhor,
o salmista apresenta uma oração modelo, e Deus lhe faz uma promessa:

Pois tu, ó Deus, ouviste os meus votos; deste-me a herança dos


que temem o teu nome... Assim, cantarei louvores ao teu nome
perpetuamente, para pagar os meus votos de dia em dia (Salmos
61.5,8).
Oferece a Deus por sacrifício ações de graças, e paga ao
Altíssimo os teus votos; e invoca-me no dia da angústia; eu te
livrarei, e tu me glorificarás (Salmos 50.14-15).
A Noiva de Cristo
Outro grupo de propósitos que ocupou minha mente enquanto eu escrevia
tem a ver com a Noiva de Cristo, a igreja. Uma das paixões de minha vida
é ver a igreja purificada e limpa. Você se unirá a mim e a outros para orar pela
Noiva de Cristo, a igreja?
• Ore pedindo que sua igreja seja purificada para ser uma Noiva idônea para
a perfeita pureza de Cristo. Parte de nosso trabalho na igreja hoje se baseia
em técnicas e métodos mundanos. Nosso uso do dinheiro de Deus nem
sempre se concentra em seus propósitos. O pecado persiste na vida dos
membros da igreja. Muitos membros não estão cumprindo os propósitos que
Deus estabeleceu para que eles cumprissem no corpo. Peça a Deus para
limpar a igreja de todo pecado, e prepare a igreja para seu Noivo glorioso.
184 Unidade Doze

• Ore para que sua igreja se submeta ao senhorio incondicional da C


Se Cristo é a Cabeça, os membros da igreja são partes de seu corpo.
parte deve ser obediente à Cabeça. As partes podem funcionar j
como uma unidade somente quando todas as diretrizes vêm de Crist
para que os líderes de sua igreja recorram, em primeiro lugar, a Cris
busca de direção. I
• Por último, peça que a Noiva ame verdadeiramente ao seu grande
Se os anjos do céu adoram a Cristo (Hebreus 1.6), quanto mais de
adorá-lo nós que somos redimidos por seu sangue! Ore em fav
adoração em sua igreja. Tudo o que segue nos afasta da adoração ao
e excelso Deus: Música mundana, motivos insinceros, orienta
representação ou ostentação exibida dos talentos, participação me
ou até indiferente dos agentes da adoração. Peça ao Senhor para pu
sua adoração, de modo que apenas Deus seja glorificado e Crist
exaltado.

hd Agora dedique a Deus alguns minutos, fazendo estas oraçõ


favor de si mesmo e em favor da igreja.

Queremos orar por você e por sua igreja.

Pai Celestial,
Peço-te que meus amigos que hoje terminam este curso nunca
esqueçam a glória e as realizações de Cristo. Rogo-te que eles
sempre glorifiquem a Cristo acima de tudo em sua vida.
Peço-te que recordes a meus amigos aquelas coisas pelas quais
devem orar em sua vida e em sua igreja. Purifica a igreja mediante
nossas orações.
Eu também te suplico que a igreja de Jesus Cristo deixe de
glorificar o homen e passe a glorificar apenas a Cristo. Permite que
só ele apareça; não nossos talentos ou méritos. Eu oro para que logo
chegue o dia em que somente se perceba em sua igreja a g16ria de
Cristo. Eu te peço que nenhum nome seja exaltado, exceto o nome de
Cristo. Ó grande Deus, exalta o nome de Cristo como nunca antes
tenha sido exaltado. Dá-nos essa experiência do céu agora mesmo.

Pai santo, cumpre o propósito que tiveste originalmente na


preparação deste curso. Em nome de Cristo. Amém.
Unidade Doze 185

ContUnuando O Processo
Você concluiu o estudo desta introdução ao processo de permitir, por toda
a sua vida, que a mente de Cristo seja desenvolvida em você. Este é apenas
um começo. Prossiga crescendo na graça e no conhecimento de seu Senhor
e Salvador Jesus Cristo.

~ Considere esta oração. Responda a Deus de qualquer maneira


que sinta que seja apropriada.

Deus Pai,
Agora vejo com mais clareza que Jesus Cristo foi teu método para
dar-te a conhecer. Ao conhecê-lo, te conheço e compreendo teus
modos de agir etua natureza. De todo ocoração, dou-te graças por
revelar-te com tanta clareza a nós. Compreendo que toda a
revelação está resumida na Pessoa de Jesus.
Quero viver a vida de Cristo hoje conforme os teus desejos. Por
meio dele, estás levando muitos filhos à glória. Tenho iniciado um
processo. Peço-te que leves acabo esse processo até aglória final que
tens para mim, eprometo trabalhar contigo no cumprimento deste
teu propósito.
Eu proclamo a Cristo com meu Senhor absoluto. Não
questionarei tuas diretivas, por intermédio dele, porque ele é
meu Senhor.
Eu te amo muito, e amo o teu Filho unigênito. Com toda a
adoração que me é possível nesta fase de meu crescimento, te amo
com todo o meu ser. Entrego-me a ti, para que aperfeiçoes
plenamente tudo aquilo que propuseste consumar em mim. Em
nome de Cristo, eu sou teu. Amém.
Cristo deseja que você seja liberto de toda 6. Repasse e atualize periodicamente esta
escravidão do pecado, do egoísmo e do modo de a fim de verificar seu progresso e ide
pensar do mundo. A liberdade de Cristo é a primeira novas áreas de escravidão que tenham s
fase no cultivo da mente de Cristo. Tenho sentido
que a feitura das listas seguintes tem-me ajudado a
avaliar minha maneira de pensar e minha LISTA 1 - Paixões/Anseios/Desejos
verdadeira atitude mental. Sob a supervisão do Se tem dificuldade em fazer sua lista ou q
Espírito Santo, Deus me tem ajudado a identificar mais minucioso, considere os desejos relaci
coisas que Cristo não pensaria. Depois Deus me com as categorias seguintes:
tem guiado ao pensamento semelhante ao da mente
de Cristo. • realização • atitudes/cond
Apresento minha experiência pessoal na • domínio • coisas materia
confecção destas listas e ofereço-lhe instruções • finanças • carreira profis
de como fazer o mesmo nas unidades 2 e 3. Este • moralidade • reconhecimen
tem sido um projeto a longo prazo em minha vida. • relacionamentos • caráter espirit
Para você, será um processo de toda a vida,
enquanto Deus continuamente estará renovando Avaliação de Seus Desejos - Enquanto avali
sua mente. desejos, peça a Deus para ajudá-lo a ide
Sugiro-lhe ter um caderno para estas listas. Seria quais são de natureza egoística e quais
melhor um fichário, de modo que possa centrados no reino de Deus. O propósito de
acrescentar ou tirar páginas. Seguem alguns mudar seus desejos, de egoísticos, em ce
conselhos que poderão ser úteis. no reino de Deus.
1. Ponha título e date suas listas e atualizações.
Esteja atento para ver como Deus está LISTA 2 - Hábitos
trabalhando para tirar e acrescentar assuntos Se você tem dificuldades em fazer sua lista o uer
em suas listas. ser mais minucioso, considere hábitos relaci dos
2. Seja sincero com Deus enquanto elabora suas com as categorias seguintes:
listas.
• estudo bíblico, oração • exercíci
3. Faça sua lista antes de usar as categorias
sugeridas. Enumere as listas para ajudá-lo a • cumprimento de promessas • pontuali de
identificar outros assuntos. • fala/linguagem • leitura
4. Use as listas seguintes para ajudá-lo a • uso do tempo livre • recreaç
identificar outros assuntos.
Avaliação de Seus Hábitos - Enquanto avali
5. Muitos dos exemplos para avaliar suas listas
hábitos, peça a Deus para ajudá-lo a iden
vêm das Escrituras. Talvez você necessite
estudar sua Bíblia para ver o que Deus tem dito quais são descuidados e quais são controlado
a respeito. Quando o Espírito Santo impeli-lo a Espírito. O propósito de Deus é mudar
examinar um tema, estude-o detalhadamente, hábitos, de serem descuidados, em contr
para ver o que Deus tem para sua instrução. pelo Espírito.
Escreva em seu caderno ou fichário o que
descobrir, para usá-lo futuramente.
LISTA 3 - Lealdades
A leitura bíblica diária é outra maneira de Se você tem dificuldades em fazer sua lista o er
permitir que Deus lhe fale acerca dos desejos que ser mais minucioso, considere asl leal es
ele tem para sua vida. relacionadas com as categorias seguintes:
Ajudas Permanentes 187

• chefe/administrador • amIgos Avaliação de Suas Ambições - Enquanto avalia


• companheiros de trabalho • Denominação suas ambições, peça a Deus para ajudá-lo a
• membros da igreja • parentes identificar quais estão honrando a Deus e quais a
• clubes esportivos • negócios você. Deus quer transformar suas ambições, de
• movimento paraeclesiástico • governo honrar a si mesmo, em honrar a Deus.
Avaliação de Suas Lealdades - Enquanto avalia
suas lealdades, peça a Deus para ajudá-lo a LISTA 7 - Deveres
identificar quais são dispersas e quais são devotas. Se você tem dificuldades em fazer sua lista ou quer
O propósito de Deus é mudar suas lealdades, de ser mais minucioso, tente pensar nas coisas que
dispersas, em devotas. você faz porque sente que deve fazê-las.
Considere os deveres relacionados com as
LISTA 4 - Relacionamentos categorias seguintes:
Se você tem dificuldades em fazer sua lista ou quer
ser mais minucioso, considere os relacionamentos • filhos • cidadania
referentes às categorias seguintes: • manutenção da casa • Deus
• organização cívica • escola
• supervisor/chefe • parentes
• emprego/trabalho • igreja
• membros da igreja • amigos
• líderes da igreja • vizinho • família • você mesmo
• sócio comercial • estudante Avaliação de Seus Deveres - Enquanto avalia seus
• companheiro de trabalho • professor deveres, peça a Deus para ajudá-lo a identificar
Avaliação de Seus Relacionamentos - Enquanto avalia quais estão baseados na obrigação e quais estão
seus relacionamentos, peça a Deus para ajudá-lo a baseados na eternidade. Deus quer transformar
identificar quais estão servindo a ele e quais a você. seus deveres, de motivados pela obrigação, em
Deus quer transformar seus relacionamentos, de motivados pelo espiritual.
servir a si mesmo, em servir a ele.
LISTA 8 - Dívidas
LISTA 5 - Preconceitos Se você tem dificuldades em fazer sua lista ou quer
Se você tem dificuldades em fazer sua lista ou quer ser mais minucioso, considere as dívidas (entre
ser mais minucioso, considere preconceitos elas, favores que deve) relacionadas com as
relacionados com as categorias seguintes: categorias seguintes:
• grupos étnicos • grupos regionais • transações comerciais • igreja
• grupos paraeclesiásticos • outras religiões
• compromissos financeiros • impostos
• instruídos/não-instruídos • ricos/pobres
• outras denominações • homem/mulher • chamadas telefônicas • presentes
• mendigos/menores de rua • outras profissões • convites sociais • hospitalidade

Avaliação de Seus Preconceitos - Enquanto avalia Avaliação de Suas Dívidas - Enquanto avalia suas
seus preconceitos, peça a Deus para ajudá-lo a dívidas, peça a Deus para ajudá-lo a identificar
identificar quais são circunstanciais e quais são quais são temporais e quais são eternas. Deus
bíblicos. O propósito de Deus é mudar seus quer transformar suas dívidas, de temporais, em
preconceitos, de circunstanciais, em bíblicos. eternas.

LISTA 6 - Ambições LISTA 9 - Bens


Se você tem dificuldades em fazer sua lista ou quer Se você tem dificuldades em fazer sua lista ou quer
ser mais minucioso, considere ambições (metas, ser mais minucioso, considere os bens relacionados
propósitos, objetivos, esperanças, sonhos) com as categorias seguintes:
relacionadas com as características seguintes:
• beleza/aparência/estética • fama • automóveis • roupas
• possessão de coisas • domínio • apólices de seguro • livros
• honra/louvor • dinheiro • aparelhos de lazer • móveis
• popularidade • posição • dinheiro/contas bancárias • jóias
• carreira profissional • título • açõeslbonificações • propriedades
188 Ajudas Permanentes

Avaliação de Seus Bens - Enquanto avalia seus LISTA 11 - Fraquezas


bens, peça a Deus para ajudá-lo a identificar com Se você tem alguma dificuldade em fazer lista
quais se relaciona você como proprietário e com ou quer ser mais minucioso, considere as fr
quais se relaciona como administrador. Deus quer relacionadas com as categorias seguintes:
transformar você, da condição de dono de seus
bens, em administrador deles. • problemas psicológicos • inexperiência
• falta de instrução • incapacidade
Este aspecto poderá ser um dos mais difíceis • incapacidade física • antecedente
para cristãos no mundo ocidental. Por causa da nossa
• falta de conhecimento • falta de saúde
prosperidade, freqüentemente não sentimos a
necessidade de Deus. Tem você transformado em • condição não privilegiada
ídolo algum de seus bens? Como o jovem rico que Avaliação de Suas Fraquezas - Enquanto valia
falou com Jesus, Deus poderá lhe pedir que se suas fraquezas, peça a Deus para aju lo a
desfaça de algumas dessas coisas, porque você se identificar quais são causadas por Satanás
tem apaixonado por elas. Doar e compartilhar são são causadas por Deus. O propósito de
formas por meio das quais Deus pode ajudá-lo a converter suas fraquezas, de instrumen
transformá-lo, de alguém que se entende dono Satanás, em instrumentos de Deus.
(proprietário), em administrador (mordomo). Essa é
uma das razões por que Deus exige uma parte LISTA 12 - Ressentimentos e mágoas
(dízimo) de seus proventos: para ajudá-lo a recordar- Se você tem alguma dificuldade em fazer s
se de que ele é o provedor de tudo que você tem. ou quer ser mais minucioso, considere as
Pergunte a Deus se você tem coisas que ele mágoas ou ressentimentos relacionados c
quer que doe a alguém ou a alguma causa. Há coisas categorias seguintes:
que você tem que Deus deseja que compartilhe com • experiências da infância com a família/pare
outros? Pode você vender algo que possui para doar
• experiências da infância com amigos/vizinh
com mais generosidade? Esteja atento às
oportunidades que Deus poderá lhe dar nesse • crime/fraude/injustiça • fracasso
sentido. Você poderá ter a oportunidade enquanto • rebaixamento de função • divórcio
fala com um amigo. Uma informação na igreja ou em • perda de emprego • mal-ente ido
um noticiário poderão alertá-lo sobre uma • abuso/maus-tratos
necessidade. Seja sensível às situações que Deus
Avaliação de Suas Mágoas - Enquanto av
coloca em seu caminho para renovar sua maneira
dissabores que tem sofrido, peça ai Deu
de pensar no tocante aos bens.
ajudá-lo a identificar aqueles aos quais res
com ressentimento e aqueles aos quais res
LISTA 10 - Temores com amor. O desejo de Deus é fazer que as o sas
Se você tem alguma dificuldade em fazer sua lista que outros lhe tenham causado, em v de
ou quer ser mais minucioso, considere os temores ressentimentos, produzam amor.
ou preocupações relacionados com as categorias
seguintes:
• catástrofe natural • violência
• casa/lar/proteção • saúde
• dinheiro ou falta de dinheiro • morte
• futuro • emprego
• segurança
Avaliação de Seus Temores - Enquanto avalia seus
temores, peça a Deus para ajudá-lo a transformar-
se, de alguém procupado com a autoproteção, em
alguém que deseja ter sua única segurança em
Cristo.

lJ,j, I ,I I ! . . .L ~ 11
Pnao
Puro: irrepreensível, Para ajuda adicional sobre serpuro, veja aspáginas 66-67.
limpo, casto, sem
mancha, inocente, não Possíveis PontosdeTentação
adulterado, sem estig-
Aimpureza contra aqual lutam os cristãos hoje afeta primordialmente duas áreas:
ma, incontaminado,
(1) desejopelo proibido. Este semanifesta como umatendência paraoilícito, imoral
inculpável
ou errado. Issopoderáincluircoisas comoterum comportamento sexual impróprio,
Opostos de puro: confiar em horóscopo, verfilmes inadequados, e outras atividades semelhantes.
luxurioso, carnal, Este é um "desejo veemente" de expressão fora da fronteira da atividade cristã
lascivo, sensual, conta- normal. (2) Desejo pelo poder. Estesemanifesta na ambição pela riqueza ou por
minado, corrompido, posição. Atentação poderá vir mediante atitudes imitadas da televisão, de filmes,
pervertido, depravado, dos jornais, de revistas, do rádio, da música, das "piadas" e da maledicência.
imoral, impuro
Tomando-se Puro
Distorções de puro:
puritano, legalista ou Podemos ser purosao praticar de contínuoa presença de Deus.
farisaico, rígido, seve- • Reconheça que Deus estápresente com você.
ro, austero, santarrão • Avalie seus pensamentos, oque vêe oque ouve.
• Avalie mentalmente, à luz do exemplo da pureza de Cristo, a pureza de seus
pensamentos arespeito do que pensa, vêe ouve.
• Quanto possível, evite a comunicação impura (desligue otelevisor ou orádio,
feche olivro ou a revista, saia da sala).
• Identifique asáreas de problemas regulares (atividades quevocê faz, lugares onde
vai, coisas que vêou lêque com freqüência fazem com que tenha pensamentos
impuros).
• Livre-se das tentações sempre presentes.
• Busque coisas puras sobre asquais pensar, lerou fazer.

Versículos para Meditação


Enquanto lêaspassagens seguintes, peça aDeus para lhe falar sobre apureza ou
aimpureza em sua vida.
"Quantoao mais, irmãos, tudo oque éverdadeiro, tudo oque éhonesto, tudo oque
é justo, tudo oque é puro, tudo oque é amável, tudo oque é deboafama, seháalguma
virtude, esehá algum louvor, nisso pensai" (Filipenses 4.8).
190 Ajudas Permanentes

"Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifesto o que haverno
Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a elt:1; porq
como é, o veremos. E todo o que nele tem essa esperança, purifica-Se a si
assim como ele é puro" (1 João 3.2-3).

PACÍFICO

Para ajuda adicional sobre ser pacífico, veja as páginas 68-70.

Pacifico: tranqüilo,
afável, harmonioso, Possíveis Pontos de Tentação
disciplinado, ordeiro, Momentos em que se sente com fome, cansado ou fatigadopodemtestar seu írito
quieto, reconciliador, pacífico. Outras vezes poderá ser quando seu orgulho é forte e humilhar os tros
calmo, agradável, ou desmascará-los; quando deseja impressionar os outros ou quando es com
compatível pessoas que gostam de discutir ou debater assuntos desprovidos de aIQr
significado.
Opostos de pacifico:
briguento, implicante,
contencioso, belicoso, Tornando-se Pacífico
disputador, combativo, Você pode tornar-se pacífico ao pôr a perfeição de Cristo em você
controverso, litigioso,
• Aprenda a reconhecer as oportunidades quando a paz se faz necessária
contrário, querelante,
queixoso, rabugento, • Quando você reconhecer oportunidades quando a paz se fizer necessária, aao
pressionador, rebelde, Príncipe da Paz sabedoria divina para reagir ante as circun-stâncias.
mal-humorado, descor- • Peça a Deus para ajudá-lo a mostrar um coração de servo.
tês, genioso • Um espírito humilde ou perdoador dissipará as tensões? Se isso é apropria faça
o que puder para revelar tal espírito.
Distorções de pacifico:
transigente, • Sugira um momento de calma ou peça às pessoas implicadas que orem.
desinteressado, • Procure manter um espírito de unidade no vínculo da paz.
acomodado, covarde, • Observe se as pessoas em conflito têm necessidades que podem ser sati itas.
mana-vai-com-as • Esteja atento às maneiras de originar consenso ou acordo, não abrind ão,
outras, porém, de princípios ou convicções da verdade.
adulador
Versículos para Meditação
Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar acerca um
comportamento pacífico. Esteja atento a maneiras específicas em que Deu ssa
guiá-lo a optar pela paz e a harmonia em lugar do conflito.
"Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o S or"
(Hebreus 12.14).
"E que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Ten paz
entre vós. Exortamo-vos também, irmãos, a que admoesteis os insubordi dos,
consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longânimos pa om
todos. Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o be uns
para com os outros, e para com todos" (1 Tessalonicenses 5.13-!l5).
Ajudas Permanentes 191

AMÁVEL

Para ajuda adicional sobre ser amável, veja as páginas 70-71.

Amável: acessível, Tomando-se Amável


brando, gentil, justo,
gracioso, paciente,
Você pode ser amável ao aplicar a perfeita habilidade de Cristo para
compassivo, razoável, remover as imperfeições no corpo de Cristo.
simpático, afetuoso, • Examine a si mesmo em primeiro lugar (Mateus 7.3-5).
delicado, discreto,
• Atue somente movido pelo amor, desejando o melhor para o corpo de Cristo.
afável, amistoso,
cordial, atencioso, • Siga os métodos prescritos por Deus para a disciplina na igreja (veja Mateus
amável, humano, de 18.15-20; 1 Coríntios 5.6-13; 2 Coríntios 7.8-11; Tito 3.10; 2 Timóteo 4.2; 2
bom coração Tessalonicences 3.14-15).
Opostos de amável: • Ore em relação a quando e como responder.
áspero, mordaz, des- • Trate os outros como irmãos e irmãs, de maneira delicada.
cortês, ofensivo, rígido,
inflexível, amargo,
cruel, feroz, violento, Versículos para Meditação
rude, indiscreto, Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre a amabilidade
impetuoso, irritante ou a aspereza em sua vida. Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá
guiá-lo a responder aos outros com um espírito de moderação.
Distorções de amável:
permissivo ou liberal, "...e ao servo doSenhor não convém contender, mas sim ser brando para com todos,
descuidado, desatento, apto para ensinar, paciente" (2 Timóteo 2.24).
indiferente, distraído, "Adverte-lhes que sejam sujeitos aos governadores e autoridades, que sejam
imprudente, obedientes, e estejam preparados paratoda obra,que a ninguém infamem,nem sejam
descomedido, delin- contenciosos, mas amáveis, mostrando toda a mansidão para com todos os homens.
qüente, omisso, reti- Porque também nós éramos outrora insensatos, desobedientes, extraviados,servindo
cente' desenfreado aváriaspaixõese deleites, vivendo em malíciae inveja,odiosose odiando-nosuns aos
outros" (Tito 3.1-3).

BENIGNO
Benigno: acessível,
cordial, afável, Para ajuda adicional sobre ser benigno, veja a página 72.
ajudador, benigno,
serviçal, disponível, Tomando-se Benigno
atento, dócil, compla-
cente, sensível,
Você pode ser benigno ao estar disposto a ajudar, sabendo que Deus
permite circunstâncias em sua vida para edificar o corpo de Cristo.
responsivo, lhano,
disposto, cooperador • Veja cada circunstância como um evento que Deus tem permitido.
Opostos de benigno: • Cultive a comunhão com Deus, de modo que possa estar sempre em espírito de
intratável, distante, oração: "Orai sem cessar".
frio, reservado, não
• Quando alguém lhe pedir algo, busque a perspectiva de Deus sobre como
ajudador, inacessível,
responder.
indiferente, insensível,
altaneiro, egocêntrico
Versículos para Meditação
Distorções de benigno: Leia as passagens seguintes a fimde preparar sua mente para responder às petições
servil, fácil de ser da maneira de Deus.
dominado, facilmente
influenciável, incauto,
néscio, simplório
192 Ajudas Permanentes

"...e, se qualquer te obrigar a caminhar mil passos, vai com ele dois mil. D quem
te pedir, e não voltes as costas ao que quiser que lhe emprestes" (Mateus 1-42).
"Se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe pão para comer, e se tiver sede, dá-lhe á apara
beber" (Provérbios 25.21).

MISERICORDIOSO
Misericordioso: solícito,
Para ajuda adicional sobre ser misericordioso, veja a página 73.
perdoador, gracioso,
benigno, magnânimo,
atento, nobre, toleran- Possíveis Pontos de Tentação
te, compassivo, O mundo nos estimula a nos vingarmos sempre, a exigir nossos direitos, a p arar-
caridoso, benevolente, nos para dar aos outros o "merecido troco". Os métodos do reino de D s são
clemente, empático diferentes. A base para ser misericordioso é lembrar quanta misericórdia D stem
tido conosco. Leia em Mateus 18.21-35 sobre o servo sem misericórdia.
Opostos de misericor-
dioso: desapiedado,
inclemente, hostil, Tornando-se Misericordioso
incompassivo, endure- Você pode ser misericordioso ao desejar expressar a grandeza de eus.
cido, indiferente,
desumano, intolerante Versículos para Meditação I
Distorções de miseri- Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre c
cordioso: indulgente, misericordioso. Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá
condescendente, perdoar alguém ou mostrar misericórdia.
transigente "Sede misericordiosos, como tambémvosso Pai é misericordioso" (Lucas 6.
"Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai cele vos
perdoará a vós; se, porém, não perdoardes aos homens, tampouco vo Pai
perdoará vossas ofensas" (Mateus 6.14-15).

Frutífero: produtivo, FRUTÍFERO


fértil, prolífico, fecun-
Para ajuda adicional sobre ser frutífero, veja as páginas 74-75.
do, construtivo
Opostos de frutífero: Possíveis Pontos de Tentação
infecundo, improdutivo,
Justificar sua infecundidade ao tomar por base suas circunstâncias indica s
incapaz, inútil,
de confiança em Deus. Nada é impossível para ele. Jesus disse: "Edificarei
infrutuoso,
igreja, e as portas do hades não prevalecerão contra ela" (Mateus 16.18). Ne
imprestável, desprovi-
oposição do inimigo poderá obstruir o que Deus se propôs a fazer por mei
do de talento povo.
Distorções de frutífero: Outro perigo é esforçar-se para ter sucesso aos olhos do mundo. Manipular
obcecado por resulta- a tomar decisões, sem se estar seguro de que são realmente convertidas, po
dos, impulsionado para com que os números pareçam bons, porém se está reproduzindo frutos? A co
o sucesso, obcecado de fazer discípulos inclui ensiná-los a obedecer e a praticar tudo o que
por números, presumi- ordenou. É possível que Deus lhe conceda o êxito que deseja sem a bênção
do, ostentador, vaidoso presença. Deus disse a Moisés que entrasse e possuísse a terra prometid
disse que enviaria um anjo para lançar fora dali os seus habitantes. Deus não i
o povo para não destruí-lo por causa de sua rebeldia. Moisés poderia ter s
independentemente da presença de Deus. Moisés era um líder espiritual p
e orou:
Ajudas Permanentes 193

Se tu mesmonão fores conosco, nãonos faças subir daqui. Como,


pois, se saberá agora que tenho achadograça aos teus olhos, eu
e o teu povo? acaso não é por andares tu conosco, de modo a
sermos separados, eu e o teu povo, de todosos povosquehá sobre
a face da terra? (Êxodo 33.15-16).

Tomando-se Frutífero
Você pode ser frutífero cultivando processos e métodos que produzem
resultados santos.
• EstudeasEscrituras comocoração disposto para conheceroscaminhos deDeus.
Estejaatento aoscontrastes existentes entreoscaminhos deDeuse oscaminhos
domundo.
• Quando Deuslheder umatarefa, sigaorando até queele lherevele o método a
ser utilizado.
• Peçaa outros crentes que o ajudem a avaliar o fruto de suavida.

Versículos para Meditação


Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre sua
fecundidade. Qual é a qualidade dosfrutos em sua vida? Esteja atento às coisas
específicas em suavida que Deus desejapodara fim de que seja mais frutífera.
"Permaneceiem mim, e eu permanecerei em vós;como a varade si mesmanão
pode dar fruto, se não permanecer na videira, assim também vós, se não
permanecerdes emmim. Eu souavideira, vóssoisas varas. Quem permanece em
mim e eunele, esse dámuito fruto; porque semmim nada podeis fazer" (Ioão 15.4-
5).
"Vós nãomeescolhestesamim, maseuvosescolhi avós, e vosdesignei paraque
vadese deisfruto, e ovossofrutopermaneça, afim de quetudoquanto pedirdes
aoPai,em meu nome, ele vo-lo conceda" (loão 15.16).

Paraajuda adicional sobre ser firme, vejaa página 75


Firme: inabalável,
estável, constante, Possíveis Pontos de Tentação
duradouro, resoluto,
invariável, inquebran- Paulo deuaTimóteo esteconselho: "Guardaodepósitoquetefoi confiado, evitando as
tável, dedicado, leal, conversas vãs e profanas e as oposições da falsamente chamada ciência, a qual,
professando-a alguns, se desviaram dafé" (1 Timóteo 6.20-21). Eviteser presade
determinado, imutável
debates sobreaverdade quepossam desviá-lo emvezdemantê-locaminho.
Opostos de firme:
indeciso, instável, Tomando-se Firme
vacilante, débil, incons- Você pode ser firme ao crer que Deus tem um propósito no que diz respeito à
tante, volúvel, frívolo,
suacondutaantetodas as circunstâncias que ele permitaem suavida.
inseguro, titubeante,
claudicante, renitente, • Concorde comDeusqueeletemodireito deditar-lhecomovocê viverá suavida.
volátil, hesitante
194 Ajudas Permanentes

Distorções de firme: • Cultive uma íntima comunhão com Deus mediante a oração.
inflexível, rígido, de • Quando enfrentar uma situação que poderá fazer com que você cile,
mentalidade estreita, volte-se para Cristo - seu firme fundamento.
obstinado, despótico,
autoritário, tirano, Versículos para Meditação
severo, intransigente,
"cabeçudo" Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre sua
ou sua indecisão. Esteja atento às maneiras específicas em que Deus pode
lo a evitar a indecisão ou a cultivar a firmeza.
"Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abunda
obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor" (1 C
15.58).
"Sede sóbrios, vigiai.O vosso adversário, o Diabo,anda em derredor, rugind
leão, e procurando a quem possa tragar; ao qual resisti firmes na fé, sabe
os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mu
Deus de toda a graça, que em Cristo vos chamou à sua eterna glória, de
haverdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, confi
fortalecer" (1 Pedro 5.8-10).

Sincero: legítimo, SINCERO


genuíno, ético, íntegro,
Para ajuda adicional sobre ser sincero, veja as páginas 75-77.
confiável, honrado,
reto, franco, objetivo,
autêntico, de boa-fé Possíveis Pontos de Tentação
Aprenda a dizer não ante o mais sutil indício de falta de honradez ou falsi e. A
Opostos de sincero: tentação poderá afastá-lo cada vez mais da verdade, até resultar-lhe di ser
mentiroso, desonesto, sincero. Não se afaste nem um "milímetro" da verdade.
hipócrita, falso, fingido,
fraudulento, engana-
Tornando-se Sincero
dor, falsário,
inescrupuloso Você pode ser sincero ao testemunhar de Cristo apropriadament
cada pessoa que Deus colocar em sua vida.
Distorções de sincero:
brutal, cruel, insensí- • Mantenha sua vida limpa, pura e santa, de modo que as pessoas que o
vel, desumano, rude, possam descortinar o Cristo que habita em você.
frio, inclemente, indife- • Permita que o amor de Deus flua através de você, em sua relação com os
rente, desapiedado, • Deixe que cada palavra que saia da sua boca seja verídica, de modo que as p soas
implacável, não ponham em dúvida sua sinceridade ou integridade.
. .
mcompassrvo, sem
• Permita que o amor guie sua conversação, se Deus desejar expressar pala s de
misericórdia, malicioso
repreensão por seu intermédio.

Versículos para Meditação


Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sob sua
sinceridade. Esteja atento às maneiras específicas em que Deus poderá g -lo a
evitar a falsidade ou a cultivar a sinceridade.
"E isto peço em oração: que o vosso amor aumente mais e mais no eno
conhecimento e em todo o discernimento, para que aproveis as coisas exce tes,
afim de que sejais sinceros, e sem ofensa até o dia de Cristo" (Filipenses 1 10).
Ajudas Permanentes 195

"...tendo o vosso procedimento correto entre os gentios, para que, naquilo


em que falam mal de VÓS, como de malfeitores, observando as vossas boas
obras, glorifiquem a Deus no dia da visitação" (1 Pedro 2.12).
Amor: afeto, caridade,
compaixão, benevolên- AMOR
cia, carinho, dedicação,
devoção, compromisso, Para ajuda adicional sobre como mostrar amor, veja as páginas 80-81.
respeito
Possíveis Pontos de Tentação
Opostos de amor:
desamor, ódio, animosi- A maior tentação é fundamentar seu amor nos sentimentos ou circunstâncias.
dade, antipatia, aver- O desafio é fundamentar seu amor na vontade. O amor não é simplesmente
são, inimizade, hostili- uma emoção. É algo que envolve ação.
dade, má vontade,
caráter vingativo,
medo, temor ~ostrando Amor
Você pode mostrar amor ao entregar-se ao serviço em prol dos outros.
Distorções de amor: Tratedepôremprática as seguintes 15ações doamor emseusrelacionamentos
amor egoísta, proteção
excessiva, indulgência, erespostas aos outros. Estejaatento àsoportunidades que Deus lheapresente para
amor sufocante, amor que aprenda a amar mais. Repasse periodicamente esta lista (cartão 13paraA
manipulador, an:or Mente de Cristo) e peça a Deus para ajudá-lo a avaliar a sua "vida de amor",
possessivo baseando-se noexemplo perfeito deCristo. Talvez você queira deixar umespaço
emseudiário oucaderno para descrever as experiências nasquais você realizou
cada ação.

o amor:
[J É sofredor (relacionamentos santos)
O É benigno (propósitos santos)
O Não é invejoso (coração santo)
[J Não se vangloria (palavras santas)
O Não se ensoberbece (serviço santo)
[J Não seporta inconvenientemente (conduta santa)
[J Não buscaosseuspróprios interesses (desejos santos)
[J Não seirrita (temperamento santo)
[J Não guarda rancor (memória santa)
[J Não se regozija com a injustiça (consciência santa)
[J Regozija-se com averdade (mente santa)
[J Tudo sofre (firmeza santa)
[J Tudo crê(valores santos)
[J Tudo espera (expectativa santa)
[J Tudo suporta (sacrifício santo)
196 Ajudas Permanentes

Versículos para Meditação


Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre oro
Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá gui o a
demonstrar amor pelos outros.
"Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tu lma,
de todo o teu entendimento e de todas as tuas forças. E o segundo ste:
Amarás ao teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandament aior
do que esses" (Marcos 12.30-31).
"Um novo mandamento vos dou: que vos ameis uns aos outros; assim co
amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros. Nisto conhecerã
que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros" (Ioão 13.3
Gozo: deleite, regozijo,
felicidade, alegria, dita, Gozo
satisfação,
Para ajuda adicional sobre como demonstrar gozo, veja a página 82.
contentamento,júbilo
Possíveis Pontos de Tentação
Opostos de gozo: aflição,
dor, pesar, tristeza, O gozo se fundamenta na verdade de Deus, não nas circuns
angústia, agonia, desdita, imediatas. Se você permite que as tempestades da vida o deixem at
tormento, adversidade poderá perder o gozo ou a alegria. O pecado também destrói o goz
pediu no Salmo 51 que Deus o perdoasse e lhe devolvesse a alegri
Distorções de gozo:
frenesi, entusiasmo Mostrando Gozo
enlouquecido,
Você pode mostrar gozo ao escolher a. glória de Deus e oda
emocionalismo,histeria
circunstância.
• Cite passagens que o ajudem a recordar-se da verdade de Deus.
• Peça a Deus para lhe dar entendimento da perspectiva dele quant
situação. Siga confiando na soberania e no amor de Deus, mesmo
você achar que não tem recebido uma resposta.
• Procure alcançar a perspectiva de Deus sobre o sofrimento e as pro
• Considere as circunstâncias à luz da eternidade, não só levando e
o tempo presente.
• Recorde que a graça de Deus é suficiente para você, mesmo nos mo
de fraqueza.
• Procure dar glória a Deus no modo como você reage
circunstância.
Versículos para Meditação
Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre
Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá guiá-lo a dem
seu gozo em circunstâncias penosas ou difíceis. Selecione, para roemo
os textos bíblicos que lhe possam ser úteis em tempos de provação.
"Restitui-me a alegria da tua salvação, e sustém-me com um
voluntário. Então ensinarei aos transgressores os teus camin
pecadores se converterão a ti" (Salmos 51.12-13).
"Ora, o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz na vossa D para
que abundeis na esperança pelo poder do Espírito Santo" (Romanos .13).
Ajudas Permanentes 197

Paz: repouso, sossego, PAZ


tranqüilidade, harmo-
nia, concórdia, Para ajuda adicional sobre como mostrar paz, veja as páginas 83-84.
serenidade
Possíveis Pontos de Tentação
Opostos de paz: ira, A paz origina-se no ser interior. A paz não é produto das circunstâncias
destruição, discórdia, exteriores. O pecado destrói a paz. A luta interior é produto das paixões e
guerra, conflito, con- dos desejos que lutam entre si.
tenda, rivalidade,
inimizade, rixa, quere- Mostrando paz
la, discussão, desaven-
Você pode mostrar paz ao apoiar-se na obra e caráter de Cristo. Quando
ça, intranqüilidade
não sentir paz, peça a Deus para ajudá-lo a identificar o pecado ou os desejos
Distorções de paz: que estão roubando-lhe a paz que ele quer manifestar em você.
neutralidade,
momidão, tibieza,
indiferença, falta de Versículos para Meditação
compromisso Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre a paz.
Esteja atento às oportunidades que Deus poderá lhe proporcionar para que
experimente onde ele pode manifestar sua paz perfeita em você. Esta é uma
paz que transcende todo o entendimento.
"Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele
confia em ti. Confiai sempre no Senhor; porque o Senhor Deus é uma rocha
eterna" (Isaías 26.3-4).
"Justificados, pois, pela fé, tenhamos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus
Cristo" (Romanos 5.1).

Longanimidade: LONGANIMIDADE
resistência, tenacidade,
constância, pertinácia, Para ajuda adicional sobre como mostrar longanimidade, veja as páginas 85-86.
perseverança, resolução,
paciência, atitude não Possíveis Pontos de Tentação
vingativa Para ser "sofredor" ou Iongânimo (longo + ânimo), você não deve pôr limites
Opostos de em sua disposição de suportar. Se você limita sua disposição, o inimigo o sabe
longanimidade: e testará até onde você é capaz de chegar.
impaciência, inquietude,
enfado, canseira, mau Mostrando Longanimidade
gênio, mau humor,
irritabilidade, Você pode mostrar Ionganimidade ao cooperar com Deus no processo
impetuosidade, de pôr em outros o caráter de Cristo.
desassossego, vingança
Versículos para Meditação
Distorções de
longanimidade: Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre a
indulgência, longanimidade. Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá
condescendência, guiá-lo a mostrar longanimidade para com os outros. Procure passagens
transigência, que lhe digam como Deus estará trabalhando para desenvolver sua
permissividade longanimidade. Submeta-se a essas circunstâncias; não lute contra elas.
Aprecie-as e dê graças a Deus por elas.
198 Ajudas Permanentes

"Exortamo-vos também, irmãos, a que admoesteis os insubor


consoleis os desanimados, ampareis os fracos e sejais longãnimos p
todos" (1 Tessalonicenses 5.14).
"Meus irmãos, tende por motivo de grande gozo o passardes po
provações, sabendo que a aprovação da vossa fé produz a perseve
a perseverança tenha a sua obra perfeita, para que sejais pe
completos, não faltando em coisa alguma" (Tiago 1.2-4).

Benignidade: benevo- BENIGNIDADE


lência, bondade, gene-
rosidade, liberalidade, Para ajuda adicional sobre como mostrar benignidade, veja as página
magnanimidade
Possíveis Pontos de Tentação
Opostos de benignida-
O que está em sua mente e coração será mostrado exteriormente
de: severidade, dureza,
aspereza, mordacidade, conduta. Se você tem um coração endurecido ou tem preconceitos P
descortesia, comporta- outras pessoas, não agirá com benignidade. Se sua conduta é infl
mento injurioso, rigi- reflete os opostos ou distorções da benignidade, algo-errado existe
dez, inflexibilidade, interior. Peça a Deus para sondar sua mente e coração e revel
amargura, crueldade, problema.
ferocidade, violência,
indiscrição, rudeza, Mostrando Benignidade
desdém, azedume, Você pode mostrar benignidade ao dispor sua mente para a ca ia do
egoísmo, pequenez toque de Deus sobre todos os seus filhos.
Distorções de benigni-
dade: fraqueza de Versículos para Meditação
caráter, sentimentalis- Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar
mo exagerado, negli- benignidade. Esteja atento às maneiras específicas como Deus pode
gência, descuido, lo a mostrar benignidade aos outros.
abandono, desatenção,
indiferença, falta de "Porque a sua benignidade é grande para conosco, e a verdade do
moderação dura para sempre" (Salmos 117.2).
"E por isso mesmo vós, empregando toda a diligência, acrescentai ossa
Bondade: retidão de fé a virtude, e à virtude a ciência, e à ciência o domínio próprio. e ao ínio
coração e vida, integri- próprio a perseverança, e à perseverança a piedade, e .à pie de a
dade, produtividade, fraternidade, e à fraternidade o amor" (2 Pedro 1.5-7).
moralidade, funcionali-
dade, operosidade BONDADE

Opostos de bondade: Para ajuda adicional sobre como mostrar bondade, veja a página 88
maldade, falta de
integridade, corrupção, Possíveis Pontos de Tentação
depravação, imoralida- A maior tentação é pensar que a bondade origina-se em nós mesmo não
de, improdutividade em Deus. Por causa do pecado, "não há quem faça o bem, não há só"
Distorções de bondade: (Romanos 3.12). É insensato proclamar a bondade própria (veja Pro
bonacheirice, promoção 20.6). A maldade, a malícia ou a infecundidade são indício de um pr
pessoal, justiça própria mais grave. Uma árvore boa dá fruto bom. Uma árvore má dá mau fr
(farisaísmo) caráter espiritual poderá ser determinado segundo a natureza do fr
você produzir.
Mostrando Bondade
Você pode mostrar bondade ao trabalhar com Deus à maneira le.
Ajudas Permanentes 199

Passagens para Meditação


Enquanto 1ê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre a
bondade. Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá guiá-lo a
demonstrar bondade em seu trabalho com Ele. Observe a bondade de Deus
enquanto lê estas passagens.
"Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da
minha vida, e habitarei na casa do Senhor por longos dias" (Salmos 23.6).
"Eu, da minha parte, irmãos meus, estou persuadido a vosso respeito, que
vós já estais cheios de bondade, cheios de todo o conhecimento e capazes,
vós mesmos, de admoestar-vos uns aos outros" (Romanos 15.14).

FIDELIDADE ou FÉ
Para ajuda adicional sobre como mostrar fidelidade ou fé, veja as páginas 89-90.
Fé: fidelidade,
credulidade, confiança, Possíveis Pontos de Tentação
ardor, lealdade,
dependência, Quando você tem sido fiel durante muito tempo e enfrenta a perseguição, a
obediência, frustração ou a fadiga, talvez se sinta tentado a desistiu em vez de perseverar. É
consistência também comum a distorção dafidelidade. Às vezes as pessoas, inconscientemente,
pensam que a quantidade e a dificuldade de seu "trabalho para Deus" de algum
Opostos de fé: modo cativam Seu amor ou agradam a Ele. Porém, o amor de Deus não se compra;
incredulidade, é incondicional.Equivocada em suas motivações, uma pessoa pode ir da fidelidade
infidelidade, para o legalismo. Alguns cristãos fazem tudo o que se lhes apresenta, procurando
inconstância, falta de
fazer o máximo, e se tornam em verdadeiros ativistas - muito ocupados, porém não
confiança, incoerência,
muito frutíferos. Deus preferiria sua fidelidade apenas no tocante às tarefas que Ele
incerteza,
lhes designasse. Evite ficar aturdido pelo trabalho em excesso projetado pela
desobediência,
iniciativahumana, em vez de realizar as tarefas que Deus lhe atribui. Confieem que
inconsistência
Deus o ajudará a distinguir entre ambas.
Distorções de fé:
legalismo, ativismo, Mostrando Fidelidade ou Fé
fanatismo, extremismo,
zelo demasiado, Você pode mostrar fidelidade ou fé ao obedecer os mandamentos de Deus
excentricidade, e terminar a obra que ele lhe der para fazer.
fervor irracional • Comece obedecendo ao que você sabe que Deus tem ordenado.
• Seja um fiel mordomo do tempo e dos recursos que Deus lhe dá.
• Quando Deus lhe der uma tarefa, siga realizando-a até terminá-la ou até Deus
dirigi-loa uma tarefa seguinte.

Versículos para Meditação


Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para falar-lhe sobre a fidelidade.
Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá guiá-lo a mostrar ou
expressarfidelidade.
"O homem fiel gozará de abundantes bênçãos; mas o que se apressa a enriquecer
não ficará impune" (Provérbios 28.20).
"Disse-lhe oseu senhor: Muito bem, servo bom e fiel; sobre o poucofoste fiel,sobre
muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor" (Mateus 25.21).
200 Ajudas Permanentes

Mansidão: aceitar ANSIDÃO


como boa e sem resis-
Para ajuda adicional sobre como mostrar mansidão, veja as páginas
tência a forma como
Deus nos trata, um Possíveis Pontos de Tentação
fruto do poder, humil-
dade diante de Deus e A maior tentação é permitir que o orgulho o leve a ser agressivo de
dos homens seu próprio interesse.

Opostos de mansidão: Mostrando Mansidão


arrogância, altivez, Você pode mostrar mansidão ao tirar de sua mente a ostentaç das
orgulho, presunção, coisas do mundo.
egoísmo,
agressividade, vaidade
Versículos para Meditação
Distorções de mansi- Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar s re a
dão: fraqueza, frouxi- mansidão. Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá iá-lo
dão, retraimento, a mostrar mansidão.
covardia, fraqueza de
caráter, timidez "Tornai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e h
de coração; e achareis descanso para as vossas almas" (Mateus 11.
"Irmãos, se um homem chegar a ser surpreendido em algum delito, v que
sois espirituais corrigi o tal com espírito de mansidão; e olha por ti mo,
para que também tu não sejas tentado" (Gálatas 6.1).

Domínio próprio: DOMÍNIO PRÓPRIO


temperança, sobriedade,
Para ajuda adicional sobre como mostrar domínio próprio, veja as páginas -92.
poder da vontade graças
à obra do Espírito de Possíveis Pontos de Tentação
Deus, moderação dos
desejos e apetites carnais Os apetites humanos poderão ser seus pontos fracos. Esteja atento à
em que é comum a intemperança ou o apelo ao vício: a comi , as
Opostos de domínio conversações malecicentes, as bebidas alcoólicas, as drogas, o jogo d zar,
próprio: indisciplina, a busca do prazer, o ver televisão e o excesso em qualquer atividad
desenfreio, libertinagem,
auto-indulgência, lassidão Mostrando Domínio Próprio
moral, acomodação,
indiferença Você pode mostrar domínio próprio ao aceitar e aplicar a dire do
Espírito Santo enquanto domina seus desejos e apetites carnais.
Distorções de domínio
próprio: esforço carnal, Versículos para Meditação
esforço pessoal Enquanto lê as passagens seguintes, peça a Deus para lhe falar sobre o d
próprio. Esteja atento às maneiras específicas como Deus poderá
desenvolver ou a mostrar domínio próprio. Depois confesse, arrependa-se e
a ajuda do Senhor.
"E todo aquele que luta, exerce domínio próprio sobre todas as coisas; ora
fazem para alcançar uma coroa corruptível. Pois eu assim corro, não como in
assim combato, não como batendo no ar. Antes subjugo o meu corpo, e o r
submissão, para que, depois de pregar a outros, eu mesmo não venha
reprovado" (1 Coríntias 9.25-27).
"Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para obedecerdes uas
concupiscências" (Romanos 6.12).
AJUDAS PERMANENTES PARA CULTIVAR
A MENTE DE CRISTO

INSTRUMENTO DE AVALIAÇÃO DA
MENTE DE SERVO

~ Este instrumento de avaliação o Corajoso-Convicção das prioridades do Mestre.


ajudará a medir seu desenvolvimento Tenho uma convicção tão firme, que
como servo de Cristo. Leia cada uma das não posso deixar de atender nenhum pedido
declarações. Avalie sua atitude. Use a que Cristo me faça.
escala seguinte e ponha o número
apropriado em cada espaço. Quanto Não-contenciosa-Paz que aprecia a obra do
mais alto for o total, mais perto você Mestre nos outros.
estará de alcançar a atitude de servo.
Não tenho queixa contra nenhum irmão ou
irmã da família de Deus.
l- Não sou assim
2-Às vezes sou assim Brando-Respeito pela obra que os outros fazem
3-Freqüentemente sou assim para o Mestre.
4-Sou assim Meu desejo é realçar a obra de meus irmãos,
não rebaixá-los para sobressair-me.
Humilde-Atitude apropriada para a obra do
Mestre nos outros. Apto para ensinar-Compreensão da obra do Mestre.
Vejo meu trabalho como parte do plano de Respeito à autoridade de Cristo. Desejo sua
Deus. - Palavra e vontade, não minha opinião.

Obediente-Compreendo a autoridade do Mestre Paciente-Valorizar os propósitos do Mestre para


sobre meu tempo e minha vida. os outros.
Estou obedecendo a todos os mandamen- Estou disposto a esperar o processo de
tos que conheço das Escrituras. desenvolvimento dos outros.

Disposto-Identifico-me com a atitude do Mestre. Manso-Sensibilidade disciplinada para com o


Mestre.
Meu desejo é estar envolvido com os
negócios do Pai. Sou sensível ao Senhor.

Leal-Uma devoção constante ao Mestre. Bom-Confiança aplicada à excelência do Mestre.


Prefiro estar na companhia do Senhor a Todo fruto que se pode ver em minha vida é
obter riquezas materiais. produzido pelo Espírito Santo.

Fiel-Confiança em que o Mestre continuará o Prudente-Dependência do método do Mestre.


seu plano. Ao fazer meu trabalho, uso o método de
Deus tem enriquecido seu reino mediante Deus, e não o meu.
meu trabalho.

Vigilante-Atento à voz do Senhor.


Tenho aprendido algo novo acerca de Deus. D Pontuação total (deve situar-se entre 14 e 56).
AJUDAS PERMANENTES PARA CULTIVAR
A MENTE DE CRISTO

As BEM-AvENTURANçAS
MATEUS 5.3-12

A - As BEM-AvENTURANÇAS, PARTE 1 A - As BEM-AvENTURANÇAS, PARTE 2


1. Bem-aventurados os pobres de espírito, porque 5. Bem-aventurados os misericordiosos, que
deles é o reino dos céus. eles alcançarão misericórdia.
2. Bem-aventurados os que choram, porque eles 6. Bem-aventurados os limpos de coração, que
serão consolados. eles verão a Deus.
3. Bem-aventurados os mansos, porque eles 7. Bem-aventurados os pacificadores, que
herdarão a terra. eles serão chamados filhos de Deus.
4. Bem-aventurados os que têm fome e sede de 8. Bem-aventurados os que são perseguid
justiça, porque eles serão fartos. causa da justiça, porque deles é o reino do
Bem-aventurados sois vós, quando vos inj
e perseguirem e, mentindo, disserem to
contra vós por minha causa. Alegrai-vos e tai,
porque é grande o vosso galardão nos éus;
porque assim perseguiram aos profeta que
foram antes de vós.

A-I: Os pobres de espírito Princípio da Necessidade B-I: Os misericordiosos Princípio da Recipr ade
A-2: Os que choram Princípio do Quebrantamento B-2: Os limpos de coração Princípio do Cloração eito
A·3: Os mansos Princípio da Submissão B-3: Os pacificadores Princípio da Reconc ção
A-4: Os que têm fome Princípio do Desejo B-4: Os perseguidos Princípio da Identifi ão

• Fundamento da felicidade-Sua necessidade • Fundamento da felicidade-Sua doação


• Chaves para o Coração de Deus • Chaves para o Caráter de Cristo
• Foco-- Pense em Deus. Você aprende sobre • Foco--Pense nos outros - Você serve 1\10 espí de
Deus. Aprende que Deus é Deus. Cristo. Você reflete Cristo a um mundo que o
• Mandamento--Ame a Deus - "Amarás, pois, ao • Mandamento- "Amarás ao teu próximo c
Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda ti mesmo" (Marcos 12.31).
a tua alma, de todo o teu entendimento e de todas • Objetivo-Deus trabalha através de voc ara
as tuas forças" (Marcos 12.30). revelar-se a um mundo que observa. V se
• Objetivo-- Deus dá segundo sua necessidade, identifica com Cristo enquanto revela o c 'ter
para moldá-lo à imagem de Cristo. dele aos outros.
• A Porta para a Grandeza • Prática da Grandeza
• Adoração--Níveis Inferiores de Adoração - O • Adoração-Níveis Superiores de Adoraçã O
louvor a Deus surge de sua necessidade e da louvor a Deus surge do exercício de seu 'ter
suficiência dele para satisfazer sua necessidade. enquanto você revela aos outros o caráter de sto.
Ajudas Permanentes 203

Treinamento de Deus para a Realeza e a Nobreza • "Como Expresso Esta Atitude" lhe dará
As circunstâncias da vida tornam-se numa algumas idéias de maneiras práticas como esta
oportunidade para que Deus trabalhe em e por atitude poderá ser mostrada em sua vida. Você
meio de sua vida. Deus se serve das poderá escolher algumas delas como um "plano
de ação" para ocupar-se no desenvolvimento da
circunstâncias da vida para cultivar em você estas
virtude em sua vida diária.
virtudes (Bem-Aventuranças). Cada circunstância
da vida pode chegar a ser uma aventura quando • "Orações" lhe dará uma idéia de formas que
você acorre a Deus para ver o que ele quer fazer podem manifestar esta atitude diante de Deus
para cultivar seu caráter ou trabalhar por seu (as primeiras quatro Bem-Aventuranças), ou de
intermédio a fim de revelar aos outros o caráter como você poderá buscar a ajuda de Deus
enquanto manifesta estas atitudes em relação
dele. Deus está trabalhando a fim de prepará-lo
aos outros (as outras quatro Bem-Aventuranças).
para um futuro magnífico. Você é filho do Rei. Deus
o conduzirá, através deste ciclo, muitas vezes, a • Resposta em Adoração - Descreve o modo como
fim de prepará-lo para seu reinado futuro com esta atitude se refletiria em sua adoração. Esta
Cristo. seção inclui uma definição, mandamentos
bíblicos, bênçãos prometidas, oração e aplicações
bíblicas.
~ Faça uma pausa e ore. Peça a Deus para
conduzi-lo através das circunstâncias, a Os Cartões para A Mente de Cristo
fim de prepará-lo plenamente para seu Os cartões para a mente de Cristo resumem as
reinado futuro com Cristo. ajudas seguintes. Leve-os consigo para a
meditação, o repasso ou a aplicação das atitudes
Uso Destas Ajudas Permanentes em sua vida. Os cartões relacionados com as
Bem-Aventuranças são:
As páginas seguintes descrevem detalhadamente
cada uma das oito Bem-Aventuranças. Seguindo o 6. Versículos para Memorizar-Mateus 5.3-10
mesmo padrão para cada Bem-Aventurança, você 20. Os pobres de espírito
pode estudar cada uma a fim de compreender 21. Os que choram
como isso, semelhantemente, se processaria em 22. Os mansos
sua vida. 23. Os que têm fome
24. Os misericordiosos
• Você verá o que é e o que não é Bem-Aventurança. 25. Os limpos de coração
26. Os pacificadores
• Verá um exemplo em que Jesus manifestou esta 27. Os perseguidos
virtude em sua vida.
• Verá outros exemplosde pessoas que manifestaram Para maiores informações sobre as Bem-Aventuranças,
esta virtude em suas vidas. veja a unidade 7 - As Bem-Aventuranças (p. 110-120).

• Deus o conduzirá através das circunstâncias


para formar esta virtude em sua vida. "O que
Deus Está Fazendo em Mim" o ajudará a ver o
propósito que Deus tem em mente para você.
• "Circunstâncias Mediante as Quais Deus Pode
Trabalhar" lhe dará uma idéia dos tipos de
circunstâncias que Deus pode usar para cultivar
esta virtude em sua vida. Caso essas circunstâncias
se lhe apresentem, considere-as como o convite de
Deus para o seu desenvolvimento espiritual. Nem
todas serão agradáveis. Porém, feliz é aquele que se
submete ao processo de Deus. Mesmo quando
ocorre algo "mau", "todas as coisas concorrem para
o bem daqueles que amama Deus" (Romanos 8.28).
204 Ajudas Permanentes

A-I
Os POBRES DE ESPÍRITO
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus (Mateus 5.3)

Exemplos Resposta em Adoração: Temor a Deus


Jesus: "Jesus, porém, disse: Deixai as crianças e Definição: Respeito a Deus, reverência a us,
não as impeçais de virem a mim, porque de tais é mostrar devoção a Deus; não é temor ao po de
o reino dos céus" (Mateus 19.14). Deus ou ao seu justo castigo, mas, sim, um nso
de obediência a Ele porque é Deus.
O fariseu e o publicano: "Dois homens subiram ao
"O temor do Senhor é odiar o mal; a soberb e a
templo para orar; um fariseu, e o outro publican~. arrogância, e o mau caminho, e a boca perver eu
O fariseu, de pé, assim orava consigo mesmo: O os odeio" (Provérbios 8.13).
Deus, graças te dou que não sou como os demais
homens, roubadores, injustos, adúlteros, nem Mandamento: "Após o Senhor vosso
andareis, e a ele temereis; os seus mandam
ainda como este publicano. Jejuo duas vezes na guardareis, e a sua voz ouvireis; a ~le servir
semana, e dou o dízimo de tudo quanto ganho. Mas a ele vos apegareis" (Deuteronômio 13.4).
o publicano, estando de pé de longe, nem ainda
queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, Bênção: "Tema ao Senhor a terra toda; tem
todos os moradores do mundo...Eis que os 01
dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, o pecador! Senhor estão sobre os que o temem, sobre o
Digo-vos que este desceu justificado para sua esperam na sua benignidade" (Salmos 33.
casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo
se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo "O temor do Senhor é o princípio da sabe
têm bom entendimento todos os que cumpr
se humilhar será exaltado" (Lucas 18.10-14). seus preceitos" (Salmos 111.10).
"O temor do Senhor encaminha para a vida; a ele
o Que Deus Está Fazendo por Meio de Mim
que o tem ficará satisfeito, e mal nenh o
Deus me prepara para ser misericordioso com os visitará" (Provérbios 20.23).
outros (veja B-l, p. 208-209).
"O temor do Senhor é uma fonte de a"
(Provérbios 14.27).
Orações
Oração: "Ensina-me, Senhor, o teu camin
• Estou necessitado, Senhor. andarei na tua verdade; dispõe o meu aoraçã
• Não sou nada nem posso fazer nada sem ti. temer o teu nome" (Salmos 86.11).
Aplicação: "Sujeitando-vos uns aos outro no
• Necessito de ti para que ... temor do Cristo" (Efésios 5.21).
• Necessito de ti porque... "Pelo que, recebendo nós um reino que nã? po ser
• O que eu preciso que tu faças por mim? abalado, retenhamos a graça, pela qual sirv a
Deus agradavelmente, com reverência e t r"
• O que tu tens que eu preciso? (Hebreus 12.28).
Ajudas Permanentes 205

A-2
Os QUE CHORAM
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados (Nateus 5.4).

Exemplos Resposta em Adoração: Dar Crédito a Deus


Jesus Cristo: "Era desprezado, e rejeitado dos Definição: Tributar crédito a Deus; conferir,
. .
anunciar, mencionar ou expressar.
homens; homem de dores, e experimentado nos
sofrimentos; e, como um de quem os homens Mandamento: "Tributai ao Senhor, ó filhos dos
escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos poderosos, tributai ao Senhor glória e força.
dele caso algum" (Isaías 53.3) Tributai ao Senhor a glória devida ao seu nome;
Maria, Marta eJesus: "Tendo, pois, Maria chegado adorai ao Senhor vestidos de trajes santos"
ao lugar onde Jesus estava, e vendo-o, lançou-se- (Salmos 29.1-2).
lhe aos pés e disse: Senhor, se tu estiveras aqui, "Atribuí a Deus força; sobre Israel está a sua
meu irmão não teria morrido. Jesus, pois, quando excelência, e a sua força no firmamento"
a viu chorar, e chorando também os judeus que (Salmos 68.34).
com ela vinham, comoveu-se em espírito,
perturbou-se, e perguntou: Onde o pusestes? Oração: "O Senhor é a minha rocha, a minha
Responderam-lhe: Senhor, vem e vê. Jesus fortaleza e o meu libertador; o meu Deus, o meu
chorou" (João 11.32-35). rochedo, em quem me refugio; o meu escudo, a
força da minha salvação, e o meu alto refúgio"
o Que Deus Está Fazendo em Mim? (Salmos 18.2).
Deus utiliza as circunstâncias difíceis para me Aplicação: "Porque proclamarei o nome do Senhor;
purificar. Como fogo purificador, Deus trabalha em engrandecerei o nosso Deus. Ele é a Rocha; suas
mim para cultivar um coração limpo (veja B-2, p. obras são perfeitas, porque todos os seu caminhos
209-210). são justos; Deus é fiel e sem iniqüidade; justo e reto
é ele" (Deuteronômio 32.3-4).
Orações
• Necessito de teu consolo, Senhor. Tu me
abraçarás durante um tempo?
• Como posso render-te glória mediante esta
experiência?
• Que impurezas queres queimar em mim
mediante esta experiência?
• Que desejas fazer em mim a fim de que esta
experiência contribua para o bem?
• O que necessitas quebrantar em mim ou o que
devo abandonar? .
206 AjUCÚlS Permanentes

A-3
Os MANSOS
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra (Mateus 5.5)

Exemplos Resposta em Adoração: Exaltação


Jesus: "Tornai sobre vós o meu jugo, e aprendei de Definição: Exaltar: engrandecer, exalçar, var,
mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis enaltecer. Exaltamos a Deus quando cone tra-
descanso para as vossas almas" (Mateus 11.29). mos nossa atenção em sua grandeza.
Maria: "Disse então Maria: A minha alma Mandamento: "Bendizei ao Senhor em t o o
engrandece ao Senhor, e o meu espírito exulta em tempo; o seu louvor estará continuamen na
Deus meu Salvador; porque atentou na condição minha boca. No Senhor se gloria a minha ma;
humilde de sua serva. Desde agora, pois, todas as ouçam-no os mansos e se alegrem. Engra
gerações me chamarão bem-aventurada, porque o ao Senhor comigo, e juntos exaltemos o seu e"
Poderoso me fez grandes coisas; e santo é o seu (Salmos 34.1-3).
nome. E a sua misericórdia vai de geração em
"Exaltai o Senhor nosso Deus, e prostr
geração sobre os que o temem. Com o seu braço
diante do escabelo de seus pés; porque
manifestou poder; dissipou os que eram soberbos
santo... Exaltai o Senhor nosso Deus e ador
nos pensamentos de seu corações; depôs dos
seu santo monte, porque o Senhor nosso
tronos os poderosos, e elevou os humildes. Aos
santo" (Salmos 99.5,9).
famintos encheu de bens, e vazios despediu os
ricos. Auxiliou a Israel, seu servo, lembrando-se Orações: "Tua é, ó Senhor, a grandeza, e o
de misericórdia (como falou a nossos pais) para e a glória, e a vitória, e a majestade, porque
com Abraão e sua descendência para sempre" tudo quanto há no céu e na terra; teu é , ó Se
(Lucas 1.46-55). reino, e tu te exaltaste como chefe sobre
Tanto riquezas como honra vêm de ti, tu do
João Batista: "É necessário que ele cresça, e eu
sobre tudo, e na tua mão há força e poder; na t
diminua" (Ioão 3.30).
está o engrandecer e o dar força a tudo. Agor
Davi: "Desde a extremidade da terra clamo a ti, ó nosso Deus, graças te damos, e louvamos
estando abatido o meu coração; leva-me para a glorioso nome" (1 Crônicas 29.11-13).
rocha que é mais alta do que eu" (Salmos 61.2) .
"Folguem e alegrem-se em ti todos os
buscam; e aqueles que amam a tua sa
o Que Deus Está Fazendo em Mim digam continuamente: engrandecido seja
Por meio de oportunidades de submissão a Deus, (Salmos 70.4).
aprendo o valor da submissão aos outros. Deus
"á Senhor, tu és o meu Deus; exaltar-te-ei
cultiva em mim o caráter de pacificador (veja B-3,
louvarei o teu nome; porque fizeste maravil
p. 210-211).
teus conselhos antigos, em fidelidade em
verdade" (Isaías 25.1).
Orações
• Não se faça a minha vontade, mas a tua. "Exalta-te, Senhor, na tua força; então canta os
e louvaremos o teu poder" (Salmos 2'1.13).
• De que maneira posso diminuir para que tu
cresças? Aplicação: "Louvarei o nome de Deus co um
cântico, e engrandecê-Io-ei com ações de g as"
• Em que aspectos de minha vida necessito (Salmos 69.30)
aprender maior submissão a ti?
• Como posso exaltar-te mais?
• Mostra-me ocasiões em que eu deva permanecer
firme por ti diante da oposição.
Ajudas Permanentes 207

A-4
Os QUE TÊM FOME
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos (Mateus 5.6).

Exemplos Definição: Dar graças a Deus pelo que ele tem


Jesus: "Disse-lhes Jesus: A minha comida é fazer feito, demonstrando gratidão por sua misericór-
a vontade daquele que me enviou, e completar a dia.
sua obra" (Ioão 4.34). Mandamento: "Dai graças ao Senhor, porque ele é
Os bereanos: "E logo, de noite, os irmãos enviaram bom; porque a sua benignidade dura para sempre"
Paulo e Silas para Beréia; tendo eles ali chegado, (Salmos 118.1).
foram à sinagoga dos judeus. Ora, estes eram mais "Dai graças ao Senhor dos senhores, porque a sua
nobres do que os de Tessalônica, porque rece- benignidade dura para sempre; ao único que faz
beram a palavra com toda avidez, examinando grandes maravilhas, porque a sua benignidade
diariamente as Escrituras para ver se estas coisas dura para sempre" (Salmos 136.3-4).
eram assim. De sorte que muitos deles creram,
bem como bom número de mulheres gregas de alta Orações: "6 Senhor, deveras sou teu servo; sou teu
posição e não poucos homens" (Atos 17.10-12). servo, filho da tua serva; soltaste as minhas cadeias.
Oferecer-te-ei sacrifícios de ação de graças, e
invocarei o nome do Senhor" (Salmos 116.16-17).
o Que Deus Está Fazendo em Mim
Deus está fazendo com que eu o busque a fim de "Tornaste o meu pranto em regozijo, tiraste o meu
que Ele possa moldar-me e igualar-me à imagem cilício, e me cingiste de alegria; paraque a minha alma
de seu Filho Jesus Cristo. te cantelouvores, e não se cale. Senhor, Deus meu, eu
te louvarei para sempre" (Salmos 30.11-12).
Orações Aplicação: "Mas eu te oferecerei sacrifício com a
voz de ação de graças; o que votei pagarei. Ao
• "Como o cervo anseia pelas correntes das águas,
Senhor pertence a salvação" (lonas 2.9).
assim a minha alma anseia por ti, ó Deus! A
minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo;
quando entrarei e verei a face de Deus?"
(Salmos 42.1-2).
•-o Deus, tu és o meu Deus; ansiosamente te
busco. A minha alma tem sede de ti; a minha
carne te deseja muito em uma terra seca e
cansada, onde não há água" (Salmos 63.1).
• "Lembro-me dos dias antigos; considero todos
os teus feitos; medito na obra das tuas mãos. A ti
estendo as minhas mãos; a minha alma, qual
terra sedenta, tem sede de ti. Atende-me
depressa, ó Senhor; o meu espírito desfalece;
não escondas de mim o teu rosto, para que não
me torne semelhante aos que descem à cova.
Faze-me ouvir a tua benignidade pela manhã,
pois em ti confio; faze-me saber o caminho que
devo seguir, porque a ti elevo a minha alma"
(Salmos 143.5-8).

Resposta em Adoração: Ação de Graças


208 Ajudas Permanentes

B-I
Os MISERICORDIOSOS
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia (Mateus 5.7).

Exemplos Resposta em Adoração: Reverência


Jesus: "E eis que lhe trouxeram o paralítico deitado Definição: Um senso de honra, recato, re
num leito. Jesus, pois, vendo-lhes a fé, disse ao consideração pelos outros.
paralítico: Tem ânimo, filho; perdoados estão os
teus pecados" (Mateus 9.2). Mandamento: "Guardareis os meus sábad
meu santuário reverenciareis. Eu sou o
A reação de Deus para com os outros: "Para com o (Levítico 19.30).
benigno te mostras benigno; para com o perfeito
te mostras perfeito, para com o puro te mostras "Irai-vos e não pequeis; consultai com
puro, mas para com o perverso te mostras coração em vosso leito, e calai-vos" (Salm
avesso" (2 Samuel 22.26-27). "...um Deus sobremodo tremendo na ass
O coração endurecido de Faraó durante as pragas dos santos, e temível mais do que todos
no Egito: "Mas o mesmo fizeram também os magos estão ao seu redor" (Salmos 89.7).
do Egito com os seus encantamentos; de maneira "Guarda o teu pé, quando fores à casa de eus;
que o coração de Faraó se endureceu, e não os porque chegar-se para ouvir é melhor que
ouviu, como o Senhor tinha dito. Virou-se Faraó e oferecer sacrifícios de tolos; pois não sab que
entrou em sua casa, e nem ainda a isto tomou a fazem mal" (Eclesiastes 5.1).
sério" (Êxodo 7.22-23).
"Ao Senhor dos exércitos, a ele santificai;
"Mas vendo Faraó que havia descanso, endureceu ele o vosso temor e seja ele o vosso ass
o seu coração, e não os ouviu, como o Senhor tinha (Isaías 8.13).
dito... Mas endureceu Faraó ainda esta vez o seu
"Mas o Senhor está no seu santo templo; e-se
coração, e não deixou ir o povo" (Êxodo 8.15,32).
diante dele toda a terra" (Habacuque 2.20
"Mas o Senhor endureceu o coração de Faraó, e
Aplicação: "Prosseguiu Deus: Não te c ues
este não os ouviu, como o Senhor tinha dito a
Moisés" (Êxodo 9.12). para cá; tira os sapatos dos pés; porque o lu em
que tu estás é terra santa" (Êxodo 3.5).
o Que Deus Está Fazendo por Meio de Mim "Pelo que recebendo nós um reino que nã ode
ser abalado, retenhamos a graça, pel qual
Deus mostra sua misericórdia, benevolência e
sirvamos a Deus agradavelmente, com re rên-
perdão mediante a maneira como trato os outros.
cia e temor" (Hebreus 12.28).
Por sua vez, Deus me trata com misericórdia,
benevolência e perdão da mesma maneira que
tenho tratado os outros.

Orações
• Quem são as pessoas ao meu redor a quem devo
mostrar misericórdia, perdão ou benevolência?
• Senhor, aumente minha fé para perdoar
"setenta vezes sete".
• Tu me tens perdoado tanto, que eu perdoarei da
mesma maneira.