Sunteți pe pagina 1din 6

Lição 9: Chamados a renuncia e ao serviço.

Texto Base: Lucas 9:23-27

Versículo base: “Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu fiz, façais
vos também.”Jo 13:15

Introdução da revista: A mensagem da cruz envolve renuncia e serviço. Jesus


dizia aos seus ouvintes: “Se alguém quer vir após mim , a si mesmo se
negue...” Lc 9:23. Muitos pregadores têm, simplesmente omitido Esta verdade
em seus sermões.Proclamam um evangelho despido de compromisso,
estudaremos, hoje, o chamado que recebemos de Jesus à renúncia e ao
serviço pelo reino de Deus.

Transição para os temas: Se pudéssemos resumir a tarefa dever obrigação


de todo cristão falando em vias de novo testamento encontraremos neste texto
pré requisitos mais que necessários para isso. Indo mais além digo que nisso
se resume a vida cristã: Renuncia, Serviço e a tão pesarosa e gloriosa Jornada
da Cruz.

Um exemplo de inteira renuncia bíblica esta em Jeremias 35: 1 -19. Trata se da


família dos ou povo dos Recabitas. De forma bem rápida os recabitas eram o
povo nômade do deserto que guardou durante anos alguns preceitos bíblicos
dados por seu patriarca nunca tendo os abandonado Deus fez com que o povo
de Israel olhasse para os recabitas e fizessem um comparativo sobre um povo
que mau conhecia a Deus e guardava os seus preceitos em relação a eles quie
conheciam e tinham visto o poder de Deus agir no meio povo e não tinham
mantido em seus corações os preceitos bíblicos.

I- O Discípulo e a Vida de Renúncia

Renuncia: Ato de renunciar, desistência, abdicação, exoneração.


(Fonte: Minidicionário de Lingua portuguesa edição atualizada)

Introdução ao Tema: A vida de um Cristão e feita de uma inteira renuncia ao


que mundo oferece e a escolha de viver uma vida inteiramente entregue a
Cristo. Sem pensar no amanhã nas coisas que virão nos problemas sem
pensar em você mesmo pensando somente em Cristo..

a) Ser discípulo e negar o Eu. Perdem a verdadeira vida aqueles que


valorizam o poder e a riqueza do mundo. Por temerem a perda de
prestigio de reputação, negam a Cristo. Salvam a vida os que
desentronizam o Eu, negando se a si mesmo para que a vontade do
Senhor impere. Estes se empenham como discípulos de Jesus e
desfrutarão da vida eterna. Os valores dos Discípulos são diferenciados.
Explanação: O autor(a) foi muito feliz nessa palavra “Os valores dos
Discipulos são diferenciados”. Para nós a vida cristã se resume em uma
intensa e longa caminhada de contramão com o mundo; ou seja uma
vida que vai contrariar tudo que para o mundo e aceitavel. O que seria
para o mundo ganhar a vida? Resposta: Ter uma boa casa, ser dono do
próprio negocio, ter muitos bens, carros, mais de uma casa, uma família,
muito dinheiro guardado.
Para o Cristão? Resposta: “Cristo” 10,20,50,100 vezes Cristo. Enquanto
o mundo corre atrás do material do tangível nos cristãos verdadeiros
corremos atrás somente de Cristo e temos ele com prioridade em
nossos corações. Paulo tomado por esse mesmo sentimento faz uma
linda citação bíblica que e a seguinte: “ Sim na verdade, tenho também
como perda todas as coisas pela excelência do conhecimento de Cristo
Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as
considero como refugo, para que possa ganhar a Cristo”. Filipenses 3:8.
Talvez irmãos Paulo quando disse isso estava vivendo o versículo de
Mateus 6:33 “Mas buscai primeiro o reino de Deus e a sua justiça e as
demais coisas vos serão acrescentadas”.
O grande trabalho da cruz em nos se refere a morte gradual do nosso
ego carnal, para que possamos aprender a ser sensíveis a vontade de
Deus e dirigidos por ela. Para este propósito muito contribui a renuncia a
tudo aquilo que chamamos de nossos direitos naturais e legais, nas
ocasiões que fomos chamados a Deus para o fazê ló..

Paulo - teve que renunciar a preeminência que possuía na sociedade do seu


tempo .

b) Ser discípulo e ser posto a prova e deixar prevalecer a vontade de


Jesus. O Relato bíblico menciona três pessoas que mantiveram diálogos
com Jesus sobre segui ló.

O Primeiro Personagem: “Seguir te ei onde quer que fores”. V57


Explanação: Um Escriba que era tido como “interprete da Lei’’ “Mestre
da Lei Religiosa” e alguns eram Fariseus. E O mais interessantes e que
no original no hebraico a palavra “Seguir” tem uma tradução bem
expressiva que diz respeito a: “Estar no mesmo caminho acompanhar.”
Mal sabe ele que Jesus e O Caminho ao se voltar para Jesus não
acompanhamos ele pois a sua jornada na terra foi única sabendo
também que cada um tem a sua própria cruz mas tomamos ele como
caminho, ou seja no caminho para o céu não seguimos a Jesus mas o
tomamos como caminho verdade e vida. Achegando a Jesus ele nos
ajudará a chegar ate Deus no Céu.
O Segundo Personagem: “Segue me”. V59 Diferentemente do outro
esse recebeu o chamado, ele foi conclamado a ser um discípulo. Sua
resposta entretanto não foi muito igual a prioridade do chamado. Ele
disse a palavra “deixa” que no original do hebraico significa permissão
de repouso, alivio, sossego. A verdade e que esse chamado tem sido
mostrado a nós todo o dia e a resposta se repete seja voluntaria ou
involuntariamente, nossa carne quer sempre descanso quer sempre um
lugar de alivio, mas poucos sabem que o próprio Jesus disse certa feita:
“ Vinde a mim todos os que estais cansando e oprimidos e eu vos
aliviarei”. Pergunta para a sala: Quantos aqui viajaram por um longo
período de tempo e ficaram em um lugar de condições de conforto
inferiores a sua casa? Irmãos e como e chegar em casa? Alivio total,
dormir dormir e dormir. Se esse descanso carnal já e para nós muito
confortável imagina descansar nos braços de Jesus? Ser discípulo
envolve deixar o descanso carnal e tormar parte do descanso nos
braços de Jesus e gozar da sua paz. “Muitos são chamados mas poucos
são os escolhidos”
O Terceiro Personagem: “Deixa me primeiro despedir me dos que estão
em minha casa”. V61
Não existe chamado sem renuncia.. Não existe ministérios que não
passe por renuncia Mateus 10:37 exemplifica isso quando diz: “Quem
ama o pai ou a mãe mais do que a mim não e digno de mim, e quem o
ama o filho ou filha mais do que a mim não e digno”. Irmãos não sei se
repararão mas nas entrelinhas desse versículo existe o ponto chave
dessa lição. O encontramos através de uma oposição de ideias. Reflita
comigo: Se você e eu não deixarmos família ( que aqui representa o que
de mais importante se pode ter, por que mesmo que você se torne
milionário (a), famoso, importante e etc sua família e sempre o maior
bem que você vai poder ter) enfim se você não deixar o que mais de
importante você tem para seguir a Cristo você não e digno dele logo
concluímos que a auto-negação a mortificação do “EU” a crucificação do
nosso ego carnal e um dos meios que nos aproxima de sermos dignos
diante de Jesus. Lembre q eu eu disse “um dos” simplesmente
porque não e so esse existem vários outros pontos que nos tornam mais
dignos de Cristo. Exemplo: Abraão – Teve que deixar sua terra e seus
parentes, Gênesis 12. Foi posto a prova com Deus ao ter que ser
mandado a entregar seu único filho a Deus. Genêsis 22

c) Ser discípulo e ser movido pelo amor sacrificial. O cristão se entrega


pelo próximo. Deixa de lado os prosprios interesses como fez o Senhor.
Explanação: Mas será que você tem disposição para se sacrificar ao
Senhor? Você esta disposto a entregar a sua vida, sonhos, abrir Mao da
sua vontade, submeter se a um mandamento para cumprir um
mandamento que Deus lhe ordenou? Você esta disposto a colocar sua
vontade submissa ante a vontade do Senhor? Temos em Filipenses 2 “
7Mas aniquilou se a si mesmo, tomando a forma de servo fazendo se
semelhante aos homens;8 E achado na forma de homem, humilhou se a
si mesmo sendo obediente ate a morte e morte de Cruz.

Moisés – Teve que renunciar ao palácio de farão e as regalias do Egito.

II- O Discípulo e a vida de Serviço.

Serviço: Exercicio de funções obrigatórias [...]. (Fonte: Minidicionário de


Lingua portuguesa edição atualizada)

Introdução ao Tema: Jesus chama seus disipulos ao serviço. Em todos esses


textos a ênfasee uma só: Jesus vocaciona e dá responsabilidade aos
discípulos. Portanto, a mensagem da cruz não pode ser dissociada do serviço
no reino de Deus.

Fomos salvos não apenas para desfrutas de uma vida privilegiada como filhos
do rei, mas para engrossarmos fileiras juntamente com aqueles que colocam
seus dons e talentos a serviço do reino de Deus e do próximo. A Igreja de
Cristo e a agência do reino de Deus na terra.

Algumas condições estão implícitas no chamado a vida cristã. Quando olhamos


para Jesus, para os apóstolos e para a historia da Igreja vemos uma imensidão
de exemplos que nos desafiam e conclamam ao serviço.

a) O Discipulo tem a vida transformada. A Igreja e composta por pessoas


transformadas pelo poder do evangelho. Essa mudança ficara evidente
a todos. A falta de mudança no comportamento acaba gerando prejuízo
para o reino de Deus e atrai o juízo divino.
Quem serve a Jesus passou pela sua conversão. O termo hebraico shub
significa retornar , virar se e a palavra grega metanoia implica em
mudança de pensamento. Se todas as pessoas estivessem destinadas a
entrar no reino dos céus, não haveria necessidade de falarmos de
conversão. Porém nem todos entrarão: “Estreita e a porta, e apertado, o
caminho que conduz para a vida, e são poucos que acertam com ela”.
Mateus 7:14.

Explanação: Carater Cristão O cristão deve cultivar qualidades éticas


que o capacitem a viver de maneira digna do Senhor. A grande marca
da nova vida e a demonstração, no dia a dia , do fruto do Espírito: amor,
alegria, paz, paciência, amabiblidade, bondade, fidelidade, mansidão,
domínio próprio. Galatas 5:22

b) O Discipulo glorifica a Deus. Fomos criados por Deus “ á sua imagem,


conforme á sua semelhança” Gn 1:26-27, para difundirmos sua gloria no
mundo. Somos chamados para sermos espelhos que refletem a gloria
de Deus em nosso viver. Esse e chamado um privilégio imerecido, uma
manifestação da graça. Portanto vivamos para sua gloria.

Explanação 1: 1 Corintios 10:31 Portanto quer comais quer bebais ou façais


qualquer outra coisa fazei tudo para glória de Deus Quando eu leio eu percebe
que não se trata da questão de você não pecar durante o dia. Para o Cristão a
questão não e: “ Hoje eu não pequei! Olh, hoje eu não fiz nada de errado.”

A Questão não e voce não pecar. A questão é:Eu glorifiquei a Deus hoje como
eu deveria com a minha vida?

Voce pode não cometer nenhnum dos pecados capitais. Voce pode não
infringir nenhum dos 10 mandamentos. Voce pode ser uma boa pessoa e estar
completamente disntante de Deus, na sua religiosidade, no seu falso
conhecimendo de quem e Deus. Que essa frases fique marcada para você:
Não se trata de não pecar, mas eu glorifiquei a Deus com minha vida como eu
deveria nesse dia de hoje?

Voce acha que Jesus veio para instituir uma igreja para você ir no domingo?
VOoce acha que Jesus morreu naquela cruz, para que domingo você pudesse
estar lá e no resto da semana Ele estivesse fora dos seus planos?

Salmos 148:1-Louvai ao Senhor. Louvai ao Senhor desde os céus louvai o nas


alturas.

2-Louvai-o todos os seus anjos, louvai o, todos os seus exércitos.

3-Louvai o sol e lua, todas as estrelas luzentes.

4-Louvai o, céus dos céus, e as águias que estão sobre os céus

5-Louvem o nome do Senhor:

 Nenhuma atitude humana pode tornar Deus mais glorioso do que


ele já e. Portanto a nossa atitude deve ser a de reconhcer sua
gloria e fazê La conhecida. Somos conclamados a ter corações
agradecidos. Devemos demonstrar confiança nEle em nossas
ações.
Explanação 2 : Voce foi criado não para perceber algum propósito em
Deus,você foi criado para Deus, para ele e se seu socarão bate, bate por ele
ou bate uma musica de rebelião contra ele, qualquer pensamento que vier a
sua mente deve conduzir a adoração. Uma vez perguntaram a um grande
pastor norte americano: Qual o maior pecado do homem? E ele disse: Poxa
que pergunta difícil são tantos, mas diria que ter ido a Lua. O questionador
assustado disse: Mas ir a lua foi o maior feito humano desde os últimos
tempos. O Pregador disse: Por isso, ao conseguir esse feito o homem tomou
se de um brilhantismos ao invés que dar graça ao nosso Senhor por usar
criaturas tão vis como nós.