Sunteți pe pagina 1din 4

Curso de Formação em História e Cultura Afro Brasileira e Africana

2ª etapa
Maio – Julho/2007

Realização: Ágere Cooperação em Advocacy


Apoio: Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade/MEC

Autoria: Álvaro Sebastião Teixeira Ribeiro


Bárbara Oliveira Souza
Edileuza Penha de Souza
Iglê Moura Paz Ribeiro

MÓDULO II
Aula 2: Marcos fundamentais do PPP

a) Marco situacional
b) Marco conceitual
c) Marco operacional

Problematização do tema:

- Como compreendemos a sociedade atual?


- Como se caracteriza o contexto social em que a escola deverá atuar?
- Qual o papel da escola?
- Que experiências ela propicia ao estudante?

Reflexões sobre o tema:

Vamos retomar nossa última aula onde concluímos a abordagem dos


Marcos que devem estar assentados o Projeto Político-Pedagógico. São três os
Marcos: Situacional, Conceitual e Operacional.

Marco Situacional

O Marco Situacional busca responder as perguntas: Como compreendemos


a sociedade atual? Como se caracteriza o contexto social em que a escola deverá
atuar? Qual o papel da escola? A quem ela serve? Que experiências ela propicia
ao estudante e à comunidade?

1
O ponto de partida deste marco é a prática social. Devemos procurar
descrever e situar a escola no atual contexto da realidade brasileira, do Estado e
do município. Explicitar os problemas e as necessidades da comunidade
educativa, bem como apresentar uma análise crítica dos problemas existentes na
escola, como os de: aprendizagem, formação dos trabalhadores(as)
(professores(as), direção), organização do tempo e do espaço, equipamentos
existentes e necessários, critérios de distribuição de turmas e organização das
atividades pelo tempo.

É preciso levantar o máximo de dados possíveis para que seja construído


diagnóstico preciso. Os dados estatísticos devem ser analisados com atenção,
eles ajudarão na definição das necessidades, tanto no que diz respeito ao
pedagógico, quanto ao político/administrativo. O levantamento da necessidade de
formação dos trabalhadores(as) deve basear-se nas especificidades de cada
grupo, para otimizar energia. Uma má escolha pode gerar desmotivação no grupo.
Os equipamentos necessários à consecução do PPP devem ser pensados com
cuidado para não provocar compras desnecessárias ou falta de equipamentos.

Além de dados administrativos e estatísticos, devemos levar em


consideração no Marco Situacional a p
 articipação dos pais na escola, tanto no que
concerne ao acompanhamento pedagógico, como na participação da gestão
democrática da escola. Os conflitos e contradições presentes na prática docente,
também, devem ser objeto de observação. Um bom diagnóstico neste quesito
pode ajudar a superar dificuldades na condução democrática da escola, bem
como no desenvolvimento curricular.

Marco Conceitual

O Marco Conceitual busca, em face da realidade descrita e analisada, quais


concepções de educação, escola, gestão, currículo, ensino, aprendizagem e
avaliação se fazem necessárias para atingir o que pretendemos.

Ao contrário do Marco Situacional, no Marco Conceitual não temos um


ponto de partida, mas um ponto de chegada que é a prática social transformada. A
busca de respostas para concretizar o ideal de uma escola eqüânime, justa e
plural é parte do compromisso coletivo. É preciso explicitar os fundamentos
epistemológicos; didático-pedagógico; éticos e estéticos que darão suporte a
prática do PPP. Por trás das escolhas destes fundamentos estarão colocadas
questões como: idéia de sociedade, ser humano, educação, escola,
conhecimento, ensino-aprendizagem, avaliação, cidadania, cultura, temos em
nossa concepção.

A coletividade deverá pensar nas relações estabelecidas entre as pessoas


em suas especificidades étnicas, sociais, de gênero, de orientação sexual; entre

2
as diferentes sociedades; bem como nas relações entre conteúdo, método,
contexto sociocultural e objetivos da educação. Estas relações são definidoras
para conceber a Gestão Democrática e o Currículo. Com a Gestão Democrática,
desenvolve-se a discussão continuada e coletiva da própria prática pedagógica.
Esta discussão coletiva fortalece a participação efetiva de todos os segmentos da
escola na defesa dos princípios da gestão democrática: participação, autonomia,
liberdade. Fortalece, também, a própria execução e avaliação do PPP.

Marco Operacional

No Marco Operacional, busca-se respostas para os seguintes


questionamentos: quais as decisões de operacionalização? Como redimensionar a
organização do trabalho pedagógico? Que tipo de gestão queremos na escola?

Este Marco define as mudanças a serem alcançadas, institui-se no campo


da luta por uma sociedade mais justa e eqüânime. Define o que é necessário para
diminuir a distância entre a realidade atual e o que se almeja. Podemos pensar
nesse marco, por exemplo, em ações de combate ao racismo e à discriminação na
escola. Neste marco, é que definimos nossas grandes linhas de ação e a
reorganização do trabalho pedagógico escolar na perspectiva administrativa,
pedagógica, financeira e político-educacional. Apresenta as grandes linhas de
ações em termos de: redimensionamento da gestão democrática, conselho
escolar, conselho de classe, grêmio estudantil, representante de turma,
representação de pais, entre outros.

Deve fazer parte das expectativas a serem explicitadas no âmbito do Marco


Operacional, questões como: definição das ações relativas à formação
continuada, equipamentos pedagógicos, ações relativas à recuperação de estudo
dos estudantes, diretrizes para avaliação geral de desempenho dos trabalhadores
da educação e organização do trabalho pedagógico.

A construção destes marcos precede a elaboração do Projeto Político-


Pedagógico e o subsidia. A definição dos marcos proporciona visão global e
coletiva do pensamento da coletividade, portanto se estabelece no campo do
conceito de um planejamento participativo e dialógico, a ser construído
coletivamente na escola. Na quinta aula deste módulo II estaremos apresentando
algumas idéias para que o coletivo da escola se organize para o planejamento.

Praticando

- Como você caracterizaria a situação social brasileira e a situação do contexto em


que sua escola está localizada?

3
- Escolha um dos fundamentos que darão suporte à prática do PPP, apresentados
no Marco Conceitual (epistemológicos; didático-pedagógico; éticos e estéticos) e
escreva um pequeno texto sobre ele.

- A partir de sua realidade, que propostas poderiam ser elencadas para a


construção: da gestão democrática e de um plano de capacitação permanente
para os trabalhadores de educação, que atuam em sua escola?

REFERÊNCIAS

GANDIM, Danilo. A prática do planejamento participativo. 13ª. ed. Petrópolis:


Vozes, 1994.

PADILHA, Paulo R. Planejamento dialógico. Como construir o projeto


político-pedagógico da escola. 6ª. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2006.

VEIGA, Ilma P.A. (org) “O projeto político-pedagógico da escola: uma construção


possível. 11ª. ed. Campinas: Papirus, 2000.

Filme

Filhos do Paraíso
Direção: Majid Majidi - Irã. O filme “Filhos do Paraíso” foi feito em 1997. É
produzido pelo Instituto para o Desenvolvimento Intelectual de Crianças e Jovens
Adultos, do Governo iraniano. Trata-se de uma produção de cunho social.

Sítios

Texto da professora Ilma Passos Alencastro Veiga, Pesquisadora Associada da


FE/UnB. http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v23n61/a02v2361.pdf.

Sítio Oficina de Projetos:


http://vicenteoficina.blogspot.com/2005/10/o-projeto-poltico-pedaggico.html : no
texto inicial desta página você encontrará um link que o(a) levará para um
proposta, em Powerpoint, de construção do PPP apresentada pelo Professor
Moacir Gadotti. Basta clicar, no corpo do texto, na expressão: construindo o
Projeto Político-Pedagógico.