Sunteți pe pagina 1din 2

25/12/2018 SEI/DPU - 2754083 - Ofício Nº Informado

2754083v6 08016.009851/2018-98

DEFENSORIA PÚBLICA-GERAL DA UNIÃO


Setor de Autarquias Norte - SAUN, Quadra 05, Lote C, Bloco C, Centro Empresarial CNC - Bairro Asa Norte - CEP 70040-250 - Brasília - DF -
http://www.dpu.gov.br/

OFÍCIO - Nº 445/2018 - DPU/GABDPGF DPGU

Brasília, 25 de dezembro de 2018.

A Sua Excelência o Senhor

MICHEL MIGUEL ELIAS TEMER LULIA

Presidente da República

Presidência da República

Palácio do Planalto- Anexo III, Ala B, sala 210

70.150-900 – Brasília/DF

Assunto: Solicitação para a edição de Decreto de Indulto no ano de 2018


Referência: Caso responda este Ofício, indicar expressamente o Processo nº 08016.009851/2018-98

Excelentíssimo Senhor Presidente da República,

A Defensoria Pública da União (DPU), instituição permanente e essencial à função


jurisdicional do Estado, expressão e instrumento do regime democrático, nos termos do artigo 134 da
Constituição Federal, vem respeitosamente solicitar a Vossa Excelência o exercício da prerrogativa
constitucional de edição de Decreto de Indulto natalino no ano de 2018, considerando notícias
divulgadas pela imprensa de que a Presidência da República não editará decreto de indulto neste ano.

A Constituição Federal prevê no artigo 84, inciso XII, o amplo exercício do presidente
da República editar decreto para a concessão de indulto, limitando-se apenas à vedação prevista artigo 5º,
inciso XLIII, que proíbe o indulto nos crimes hediondos e nos crimes de tortura, tráfico de drogas,
terrorismo.

Caso não seja editado decreto de indulto em 2018 este será o primeiro ano, desde a
promulgação da Constituição Federal de 1988, em que não se concede indulto como política criminal que
visa combater o encarceramento em massa.

Vale lembrar que o Brasil possui atualmente a terceira maior população carcerária do
mundo, sendo reconhecido pelo próprio Supremo Tribunal Federal que o sistema carcerário brasileiro vive

https://sei.dpu.def.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir_web&acao_origem=arvore_visualizar&id_documento=10000002885995&inf… 1/2
25/12/2018 SEI/DPU - 2754083 - Ofício Nº Informado

um “estado de coisas inconstitucionais”, o que leva à violação de boa parte os direitos humanos.

Neste contexto, a Defensoria Pública da União entende que a não edição do decreto de
indulto no presente ano agravará sobremaneira o estado de coisas inconstitucionais vivenciado no sistema
carcerário, razão pela qual se faz necessária a edição de novo decreto de indulto antes de encerrado o ano
de 2018, nos termos do Decreto nº 9.246, de 21 de dezembro de 2017.

Caso se entenda não haver conveniência e oportunidade de se manter o mesmo texto do


decreto editado no ano de 2017, por se tratar de ato discricionário do presidente da República, a
Defensoria Pública da União entende que deve ser editado novo decreto contemplando os sentenciados
que atendam aos requisitos, excluindo-se apenas aqueles condenados por crimes contra a administração
pública, tendo em vista a ação ajuizada pela Procuradoria-Geral da República no Supremo Tribunal
Federal.

Com efeito, os condenados por crimes contra a administração pública que se


beneficiariam pelo texto do Decreto nº 9.246, de 21 de dezembro de 2017 se tratam de absoluta minoria se
comparados com a grande massa de condenados e encarcerados que podem ser contemplados pelo indulto,
como forma de política criminal.

Apresentamos, em anexo, por oportuno manifestação e sugestões apresentadas pelo


Grupo de Trabalho “pessoas em situação de prisão e enfretamento à tortura” da Defensoria Pública da
União referente ao indulto natalino.

Respeitosamente,

Jair Soares Júnior


Defensor Público-Geral Federal em exercício
Subdefensor Público-Geral Federal

Documento assinado eletronicamente por Jair Soares Júnior, Defensor Público-Geral Federal, em
Exercício, em 25/12/2018, às 18:05, conforme o §2º do art. 10 da Medida Provisória nº 2.200-2, de 24
de agosto de 2001.

A autenticidade do documento pode ser conferida no site


http://www.dpu.def.br/sei/conferir_documento_dpu.html informando o código verificador 2754083 e o
código CRC D22C22A2.

https://sei.dpu.def.br/sei/controlador.php?acao=documento_imprimir_web&acao_origem=arvore_visualizar&id_documento=10000002885995&inf… 2/2