Sunteți pe pagina 1din 3

Flores comestiveis

As flores têm vindo a ser, ao longo de vários anos, utilizadas na decoração e


cultivadas apenas para esse fim. No entanto, mais recentemente, com a
preocupação da nouvelle cuisine (a nova cozinha) em apresentar pratos
visualmente apelativos, algumas flores têm vindo a ser incluídas na
gastronomia para cozinhar, para servir de moldes para doces, saladas,
decorações ou até para o prato principal. Em pastelaria utilizam-se bastante as
flores como elementos decorativos e aromáticos, simples ou cristalizadas.

Entre as flores mais utilizadas temos a violeta, usada como flor inteira, quer
como aromatizante quer como elemento decorativo.

Na decoração, utilizam-se as pétalas de rosa e como aromatizante, a flor de


laranjeira, que tal como o nome indica, é usada sob a forma de flor.

Sem dúvida, as flores são elementos interessantes para renovar antigas


receitas, mas é preciso ter muito cuidado, algumas flores podem ser tóxicas.
Antes de ingerilas temos de conhecê-las.

Em seguida estão apresentadas varias flores comestiveis para que possa


conhecê-las.

Nome popular- Cravo

Uso culinário. Separe as pétalas e remove o carpóforo, branco e amargo.


Pode-se utilizá-las frescas para aromatizar vinhos, vinagres, geleias, compotas,
saladas e cristalizadas podem ser utilizadas em tortas de frutas, sanduíches e
como ornamentação de bolos e decoração de pratos.

Nome popular Nastúrcio

Uso culinário: os frutos têm sabor picante e podem ser usados para picles. As
flores têm sabor picante e odor característico, semelhante ao da planta. Tem
sido difundido seu uso em saladas e enfeites de pratos doces e salgados,
omelete, refogados, no arroz, e purês. Recomenda-se, porém que suas partes
com pólen sejam retiradas para evitar alergias em pessoas sensíveis.
Nome Popular-Begônia

Uso culinário: Suas flores podem ser usadas nas saladas, em decoração e
sobre coberturas.

Nome popular-Amor-perfeito

Uso culinário: pode ser usada para decoração de bolos e sobremesas, pode
ser cristalizada, congeladas em cubos de gelos para ornamentar refrescos e
drinques. Recomenda-se, porém que suas partes com pólen sejam retiradas
para evitar alergias em pessoas sensíveis.

Nome popular-Violeta

Uso culinário: as flores podem ser utilizadas em saladas, no arroz ou


cristalizadas para decorar bolos, sobremesas e sorvetes.

Nome popular- Rosa

Uso culinário: as pétalas podem ser consumidas em salas, cristalizadas, as


flores inteiras podem adornar bolos de festas. Evitar o consumo dos estames
quepodem causar alergias em pessoas sensíveis ao pólen.

Lavanda

Uso Culinário: chás, bolos, biscoitos, xaropes, cheescakes, vinho, vinagretes


entre outros. A lavanda tem um sabor peculiar com alguma lembrança cítrica.

Girassol

O óleo de girassol e as sementes nós já conhecemos, no entanto também é


possível incluir pétalas de girassol na culinária, sobretudo nas saladas, às
quais irá conferir um aspeto bem primaveril. Já os botoes florais são cozidos e
consumidos como se fossem espargos.
Flor da abobrinha

A flor da aboborinha, também chamada flor da abóbora e flor de cambuquira,


tem variadas utilizações culinárias além da simples decoração: pode ser frita,
empanada em farinha e ovo, recheada, incluída em sopa, saladas e risotos.

Calêndula

Esta flor tambem é incluída na gastronomia. Na verdade, já na Idade Média era


cultivada para depois ser submetida a um processo de desidratação, que
tornava possível o seu uso como corante em caldos, queijos, bolos e manteiga.
A Calêndula apresenta uma cor laranja e amarela e um sabor picante, sendo
as suas pétalas utilizadas em saladas, arroz e crepes como substitutas do
açafrão.

Flor de Curgete

Inflorescência da curgete, muito decorativa. Serve para enfeitar pratos e come-


se crua, recheada e frita assada e refogada.