Sunteți pe pagina 1din 11
UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DO SERTÃO CENTRAL - PROGRAMA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO CEARÁ - FACULDADE DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIAS E LETRAS DO SERTÃO CENTRAL - PROGRAMA DE PÓS - GRADUAÇÃO EM ENSINO DE FÍSICA.

PROFESSOR ERANDI DE LIMA CRUZ

MEMORIAL ACADÊMICO Quixadá 2018

ERANDI DE LIMA CRUZ

MEMORIAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL EM ENSINO DE FÍSICA POLO UECE

Memorial descritivo destinado ao ingresso ao ingresso no curso de Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física polo UECE, ofertado pela Universidade Estadual do Ceará; Área de concentração:

Física no Ensino Médio.

Quixadá 2018

ERANDI DE LIMA CRUZ MEMORIAL DO PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO NO CURSO DE MESTRADO NACIONAL PROFISSIONAL

Sumário

  • 1. Informações pessoais

 

4

Dados Pessoais:

4

  • 2. Formação acadêmica

5

Graduação:

5

 

5

 

Técnico:

5

  • 3. Atividades Profissionais

 

5

3.1

Bolsa Aluno Melhor do Fundo de Combate à Pobreza

5

3.2

Educação de Jovens e Adultos EJA

5

3.3

Vestibular 2010.1 da UECE

.................................................................................................

6

3.4

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À DOCENCIA (PIBID)

6

3.5

Produção Científica

.............................................................................................................

6

3.5.1

Capítulos de Livro

7

3.5.2

Participações e apresentações de trabalhos em eventos

7

Inserção no Magistério

 

8

  • 4. PLANO DE TRABALHO PARA O MESTRADO: Elaboração de uma apostilha explicando a

montagem e a funcionalidade de uma câmara de

 

9

4.1 Introdução

9

4.2

Justificativa

9

4.3

Objetivo Geral

10

4.4

Objetivo

Específico

10

4.5

Metodologia

10

4.6

Resultados Esperados

10

  • 5. Cronograma de Atividades

11

  • 6. REFERÊNCIAS

11

Sumário 1. Informações pessoais 4 Dados Pessoais: 4 2. Formação acadêmica 5 Graduação: 5 5 Técnico:

1. Informações pessoais

Este memorial descritivo tem como objetivo fazer um breve resumo de cada etapa da minha trajetória acadêmico e profissional desde o ensino médio em 2008 até a presente data. Apresento os fatos em ordem cronológica. Inicialmente serão informados os dados pessoais e a seguir as atividades profissionais desenvolvidas no ensino médio e na graduação e como elas se refletiram na minha vida acadêmica e produção cientifica. Possuo graduação de Licenciatura em Física pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central FECLESC UECE (2017), concluindo a pós- graduação em Ensino de matemática e física pela Faculdade Única, concluindo o curso técnico em edificações pelo Instituto Federal do Ceará (IFCE). Nos dias atuais trabalho como professor de Física na Secretaria de educação básica do Ceará SEDUC-CE na Escola de ensino Médio Emanuel Choró.

Dados Pessoais:

Nome:

Erandi de Lima Cruz

2006014007215

Nome em citações bibliográficas Filiação Nascimento Carteira de identidade

CRUZ, E. L. Francisco Sales e Juraci Paulino 01/01/1990 Choró/Ce Brasil

CPF

03565674350

Endereço residencial

Rua Clarindo José de Brito Alto do Cruzeiro,

223

Endereço profissional

Endereço eletrônico

Tel.: (88) 996335356 Escola Ensino Médio Emanuel

Rua Universitária, 323 Cidade Nova Telefone‎:‎‎(088) 3438-1031 // 3438-1136 eemanuelcr@escola.ce.gov.br

2.

Formação acadêmica

Graduação:

Curso: Licenciatura em Física Instituição: Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central Período: 2010 2017

Pós-graduação

Curso: Ensino de matemática e física Instituição: Faculdade Única Período: em andamento

Técnico:

Curso: Técnico subsequente em edificações Período: em andamento

  • 3. Atividades Profissionais

Nesta seção pretendo estabelecer uma relação entre as decisões tomadas na escolha da graduação mencionada no capitulo 2. Estabelecerei uma linha temporal descrevendo como ocorreu o meu percurso profissional no exercício do magistério básico em função do curso realizado.

3.1 Bolsa Aluno Melhor do Fundo de Combate à Pobreza FECOP

Em 2007, ainda no ensino médio, fui selecionado para o programa Bolsa Aluno Melhor do Fundo de Combate à Pobreza FECOP, destinado a alunos que com excelentes notas e que tivessem aptidão para o exercício da profissão de professor, na qual eu ministrava aulas de reforço escolar para alunos do ensino fundamental nas disciplinas mais críticas dos alunos selecionados. Foi nesse período que comecei a gostar da sala de aula como ambiente de trabalho, ganhando R$ 75 mensais fui capaz de ajudar na renda familiar, renda esta composta de trabalhos na agricultura.

3.2 Educação de Jovens e Adultos EJA

No ano seguinte comecei a trabalhar também à noite no programa Educação de Jovens e Adultos EJA, contribuindo para uma formação básica para aqueles da comunidade que, quando jovens, não tiveram a chance de estudar, fortalecendo meu aprendizado como professor. Nesse mesmo período comecei a ministrar aulas de reforço escolar aos domingos, aulas particulares de matemática e inglês. Todas essas atividades

foram determinantes para a construção de uma identidade profissional e pessoal, tornando uma pessoa com pensamento crítico e valorizador do profissional da sala de aula.

  • 3.3 Vestibular 2010.1 da UECE

Em 2010 participei da seleção do vestibular 2010.1 da UECE, sendo selecionado em terceiro lugar, começando assim uma nova etapa da minha vida acadêmica e profissional. Vindo do interior e tendo que levantar por volta de 4 horas da manhã, para conseguir alcançar o ônibus que ficava a sete quilômetros de minha residência e, então, chegar à universidade, foi uma luta diária nos primeiros meses até conseguir uma vaga na Residência Universitária, facilitando o cumprimento dos deveres acadêmicos. Comecei, então, a ministrar aulas de reforço escolar para alunos da rede particular de ensino de Quixadá para subsidiar meus gastos com alimentação e higiene pessoal, bem como para não depender de minha família financeiramente.

  • 3.4 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO À

DOCENCIA (PIBID)

Fui bolsista PIBID no período de 2011-2014, financiado pela CAPES, do Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central, teve como o objetivo de articular o ensino de Ciências com a questão da diversidade para dinamizar as práticas pedagógicas cotidianas, enriquecendo ainda mais minha formação. Comecei, então, a ganhar novas práticas de ensino em turmas de ensino médio das Escolas César Calls e Martins Rodrigues de Quixadá, participando de aulas, elaborando mecanismos didáticos e organizando feiras de ciências. Foi assim todo o período da graduação. Surgiu então a oportunidade‎de‎trabalhar‎na‎rede‎municipal‎de‎Quixadá‎no‎programa‎“mais‎educação”, destinados a alunos de baixo rendimento escolar.

  • 3.5 Produção Científica

Foi durante esse período que comecei a desbravar e trilhar novos caminhos, participando de eventos locais, regionais, nacionais e internacionais custeados pela CAPES. Dentre esses eventos citarei 3 anos seguidos de semanas universitárias da UECE, 3 norte e nordeste de física (congressos anuais) um workshop em nanotecnologia aplicada na indústria Fortaleza, uma escola de verão sobre física nuclear Rio de Janeiro e um Simpósio nacional de ensino de física São Paulo evento esse mais importante da mi9nha carreira acadêmica, pois possibilitoume

conhecer vários autores renomados de física dentre eles Beatriz Alvarenga, a qual foi uma das pessoas que avaliaram meu trabalho intitulado como: Resolução literal dos problemas de física. Participei de diversas apresentações nesses eventos (oficinas, palestras, apresentação de trabalhos).

  • 3.5.1 Capítulos de Livro

Em 2016 foi lançado o primeiro livro

em

conjunto dos alunos de física da

FECLESC, com experimentos de baixo custo confeccionados na própria faculdade, intitulado EXPERIMENTOS DE FÍSICA UTILIZANDO MATERIAIS DE BAIXO

CUSTO E FÁCIL ACESSO. Dentre essas atividades, tenho a participação em dois capítulos deste livro que são:

  • 1. CRUZ, E. L.; PINHEIRO A. G. A moeda que cai no copo; cap. 1 ; seção 2.

  • 2. CRUZ, E. L.; PINHEIRO A. G. Caminhão de Borrachinha; cap. 1; seção 3

  • 3.5.2 Participações e apresentações de trabalhos em eventos

Participei de muitos eventos nacionais na forma de congressos, simpósios e encontros, onde tive a oportunidade de apresentar trabalhos na forma de pôster e oral. A maioria dos eventos destinados ao ensino de Ciências da Natureza.

XXX ENCONTRO DE FÍSICOS DO NORTE E NORDESTE

1. Tática De Resolução De Problemas No Ensino De FÍSICA In: XXX Encontro De Físicos Do Norte E Nordeste. 2012, Salavador, BA. Encontro. Salavador, BA: SBF. XXX ENCONTRO DE FÍSICOS DO NORTE E NORDESTE

1. Equações Diferenciais Aplicadas no Estudo de Crescimento Populacional

In: XXXI Encontro De Físicos Do Norte E Nordeste. 2013, Campina Grande, PB. Encontro. Campina Grande, PB: SBF. XX Simpósio Nacional de Ensino de Física RESOLUÇÃO LITERAL DOS PROBLEMAS DE FÍSICA; Sessão 6 no

XX Simpósio Nacional de Ensino de Física, 2013; Instituto de Física da USP, São Paulo, SP, Brasil.

Trabalhei em conjunto com alguns colegas da turma para desenvolver uma

“câmara‎de‎nuvens”,‎a‎qual‎possibilitava‎visualizar‎as‎trajetórias‎deixadas‎por‎partículas‎

subatômicas. Tal experimento foi um dos três que, em conjunto, decidimos realizar durante o período acadêmico, não sendo possível realizar os outros dois. Elaboramos o projeto e utilizamos o laboratório de física da Universidade Federal do Ceará (UFC) que

possuía os equipamentos necessários, tais como hidrogênio liquido e material radioativo. Depois de quase 8 horas de tentativas conseguimos realizar o experimento, nos dando a oportunidade de estudar os resultados esperados. A realização desse projeto foi de suma importância para o meu currículo acadêmico, uma vez que foi possível estuda-lo com mais precisão e sendo aprovado como apresentação de trabalhos em vários eventos, inclusive em duas escolas de verão (eventos anuais que possibilitam adquirir um vasto conhecimento científico). Pretendo continuar o estudo da câmara de nuvens no mestrado e apresentar como objeto educacional para alunos do ensino médio, algo inédito. Possibilitando, assim, que esses estudantes tenham contato com partículas subatômicas mostradas nas paginas dos livros didáticos.

Inserção no Magistério

Em 2014 comecei a trabalhar na Escola Estadual de Ensino Médio Emanuel na disciplina de física nas três séries. Onde adquiri mais conhecimentos e a identificação de uma metodologia de ensino. Contribuindo para o desenvolvimento dos alunos e melhorias nos números dos diversos sensos escolares da escala. Nesse mesmo ano escolhi uma equipe de alunos para estudar questões e conteúdos das principais olimpíadas da área de física, bem como a participação em férias de ciências regionais. Como resultados, conseguimos montar um pequeno gerador de corrente elétrica contínua à base de limão e apresentado pelos alunos na feira regional de ciências. Fizemos também, desde 2015 lançamentos de foguetes à base para apresentar e competir com outras escolas do Brasil, obtendo assim um interesse maior dos alunos pela ciência. Em 2016 cinco aluno conseguiram passar para a segunda fase da olimpíada de física, maior quantidade de alunos de uma única escola da crede 12, sendo certificados pela Sociedade Brasileira de Física (SBF). Procuro sempre atualizar meus métodos de ensino, estabelecendo um ambiente propicio para o aprendizado científico, nesse sentido em 2015 participei da segunda etapa do Pacto Nacional Pelo Fortalecimento do Ensino Médio, com aulas e oficinas de melhoramento das metodologias de ensino. Ainda‎em‎2015‎participei‎da‎oficina‎“Guia‎ de elaboração de itens do ENEM”.‎Em‎2018‎participei‎da‎oficina‎“jogos‎matemáticos‎ em‎ sala‎ de‎ aula”,‎ bem‎ como‎ do‎ curso‎ à‎ distância‎ “Formação dos diálogos socioemocionais”.

Com a finalidade de adicionar métodos que melhorem a qualidade das aulas procurei cursos no modelo à distância, relacionados aos conteúdos de física: Formação em Astronomia para professores das escolas públicas do Ceará; Preparatório para a Olimpíada Brasileira de Astronomia. Atualmente leciono a disciplina de Física na Escola de Ensino Médio Emanuel, cursando uma especialização com ênfase no ensino de física e matemática e com a perspectiva de cursar o mestrado, agregando assim mais conhecimento profissional e qualidade nas aulas.

4. PLANO DE TRABALHO PARA O MESTRADO: Elaboração de uma apostilha explicando a montagem e a funcionalidade de uma câmara de nuvens.

  • 4.1 Introdução

Este trabalho é uma proposta de ferramenta pedagógica para o ensino de física no ensino médio. Abordaremos aqui a confecção de um material pedagógico que poderá auxiliar o professor em suas aulas, quando o assunto for partículas cósmicas, que enriquecerá os laboratórios das escolas, facilitando o entendimento do movimento dessas partículas e, de nodo mais abrangente, sua própria constituição e interação no ambiente. Em 1897, o pesquisador da Universidade de Cambridge, Charles Thomson Rees Wilson desenvolveu um método eficiente para a identificação do caminho deixado por partículas subatômicas, a câmara de nuvens. O experimento consiste em bombardear, no interior da câmara saturado‎de‎vapor‎d’água, partículas constituídas de raios X ou algum material radioativo de baixas energias que emita raios gama. Após ionizar o gás presente na câmara verifica-se a existência dessas partículas, uma vez que esses íons

gasosos‎funcionam‎como‎núcleos‎de‎condensação‎do‎vapor,‎deixando‎o‎“rastro”‎dessas‎

partículas. Após comprovar suas teorias Wilson ganhou o prêmio Nobel em 1927, devido suas contribuições para a física de partículas, bem como a utilização, Joseph John Thomson, para determinar a carga elétrica do elétron.

  • 4.2 Justificativa

A carência de material lúdico nas aulas de física, e nas ciências da natureza em geral é um problema de larga escala das escolas públicas de ensino básico, boa parte dos

laboratórios dessas escolas não possuem os equipamentos básicos para uma aula prática, dificultando o trabalho dos professores. Para o ensino é muito importante, não somente em sala de aula, mas também na eficiência de um laboratório que funcione efetivamente, colaborando para a construção de um pensamento crítico, bem como no processo de ensino aprendizagem dos alunos. Com isso, se faz necessário um experimento dessa magnitude para iniciar o estudo de partículas cósmicas, conteúdo programático do terceiro ano de ensino médio. (Biscuola, Gualter José - Física, 3 :

eletricidade , 2016, p. 246)

  • 4.3 Objetivo Geral

Dessa forma, o objetivo geral deste trabalho consiste na confecção de uma apostilha que irá mostrar o passo a passo da construção de uma câmara de nuvens, bem como a própria confecção dessa câmara, onde podemos abordar os principais conceitos

de‎física‎envolvida‎no‎processo,‎desde‎a‎condensação‎do‎vapor‎d’água‎até‎o‎estudo‎de‎

partículas cósmicas. Podendo até despertar nos alunos o interesse pelo conhecimento e desenvolvimento do saber cientifico.

  • 4.4 Objetivo Específico

Nos objetivos específicos trataremos de forma mais concreta a física das partículas cósmicas, uma vez que estando de posse da câmara, os alunos poderão associar os conteúdos teóricos com a prática laboratorial. Dessa forma a compreensão dos conteúdos relacionados será mais expressiva, levando em consideração o nível de interpretação do aluno.

  • 4.5 Metodologia

A metodologia a ser aplicada nesse trabalho de pesquisa é a elaboração de uma apostilha que terá como objetivo a construção de uma câmara de nuvens como ferramenta para o ensino de física nos laboratórios de ciências da natureza da educação básica. Todo o processo metodológico assim como a própria confecção da câmara em conjunto com os alunos, está programado e é mostrado na tabela 1.

  • 4.6 Resultados Esperados

Esperamos que este trabalho seja, realmente, uma ferramenta útil para o ensino de física e facilitadora no processo de ensino aprendizagem dos estudantes. Que os trabalhos em sala de aula sejam mais produtivos quando visualizarem com mais

facilidade os conceitos físicos relacionados. Esperamos também que seja motivador para o pensamento científico tornando-os em futuros grandes pesquisadores.

5.

Cronograma de Atividades

 

A sequência de acontecimentos será mostrada na tabela abaixo, com atividades, eventos, estudos e pesquisas a serem desenvolvidas no decorrer do período de aulas do mestrado.

Atividades

I Semestre

II Semestre

III Semestre

IV Semestre

Disciplinas

X

X

X

X

Catalogar informações bibliográficas

X

X

X

 

Aplicação da pesquisa bibliográfica para elaboração da apostilha.

 

X

X

X

Coleta de materiais para a construção da Câmara de Wilson.

X

X

X

 

Construção da Câmara

 

X

X

X

Elaboração da

       

Dissertação

X

X

Artigos e trabalhos em eventos

   

X

X

Defesa da Dissertação

     

X

6.

REFERÊNCIAS

Biscuola, G. J; Newton; V. B; Helou, R. D; 3. Ed.; São Paulo : Saraiva, 2016. LOIOLA DIAS, Nildo, Roteiro de Práticas em Física Fundamental I, II e III para Licenciatura em Física, 2017. Universidade Federal do Ceará. KLEIN, J. Ensino interdisciplinar: didática e teoria. In: FAZENDA, Ivani (Org.). Didática e interdisciplinaridade. Campinas: Papirus, 1998 SEARA DA CIÊNCIA: PROJETOS ESPECIAIS A câmara de nuvens - ou câmara de Wilson; disponível em: http://www.seara.ufc.br/sugestoes/fisica/espec3.htm.