Sunteți pe pagina 1din 18
Teleconferência de Resultados 4º trimestre/2018 1

Teleconferência de Resultados

4º trimestre/2018

1
1

Destaques2018

Destaques2018 Consolidação de ajustes estruturais e iniciativas estratégicas 1. Ano de Grande Reestruturação no

Consolidação de ajustes estruturais e iniciativas estratégicas

1.

Ano de Grande Reestruturação no Negócio Madeira

Saída do negócio de Chapa Fina de Fibra de Madeira (transação com a Eucatex)

Alienação de ativos florestais excedentes no interior de São Paulo (transação com a Suzano)

Retorno das operações em Itapetininga

Destinação de ativos florestais em MG no Projeto de Celulose Solúvel (parceria com a Lenzing)

Paralisação temporária da linha de MDF em Botucatu

2.

Reestruturação do Negócio Deca / Hydra - Agenda Estratégica de Crescimento

Encerramento da operação da Hydra em Tubarão/SC e transferência das linhas para Aracaju/SE

Otimização de estrutura, portfólio e captura de sinergias Deca / Hydra

3. Consolidação do SGD (Sistema de Gestão Duratex), Jornada de Transformação Cultural da

empresa e processo de desalavancagem contribuindo para redução de despesas financeiras no ano

EventosExtraordinários 4T18 EBITDA Lucro Líquido 1. Alienação de terras e florestas - 2,1 2. Reestruturação

EventosExtraordinários

4T18

EBITDA

Lucro

Líquido

1. Alienação de terras e florestas

-

2,1

2. Reestruturação Painéis

(33,8)

(28,1)

3. Reestruturação Deca/Hydra

(55,8)

(38,0)

4. Impairments

(224,4)

(230,0)

5. Outros

(25,3)

4,8

TOTAL

(339,2)

(293,2)

2018

 

Lucro

EBITDA

Líquido

912,2

460,5

(46,9)

(36,7)

(55,8)

(38,0)

(224,4)

(230,0)

(25,3)

4,8

559,9

160,6

-

Benefício

Esperado/ano

Redução

Headcount

-

16,5

225

23,4

264

-

-

-

-

39,9

489

Reestruturação Painéis

Alienação Chapa de Fibra

Paralisação de MDF em Botucatu

Write off de estoques que passaram a ser

obsoletos

Desmobilização de ativos sem perspectiva de uso

Impacto EBITDA de R$ 47 milhões sendo

que R$ 10 milhões tem efeito caixa

gerando ganhos anuais recorrentes de R$ 17 milhões com redução de headcount em 225 funcionários

Reestruturação Deca/Hydra

Fechamento Hydra em Tubarão/SC

Revisão estruturas P&D e planejamento

Captura de sinergias Deca/Hydra

Desmobilização de ativos sem perspectiva de uso

Delisting de ~1/3 do portfólio

Impacto EBITDA de R$ 56 milhões, com R$ 18

milhões

recorrentes de R$ 23 milhões com redução de headcount em 264 funcionários

anuais

de

efeito

caixa

e

ganhos

Impairments e Outros

Impairment de intangíveis R$ 224 milhões (sem efeito caixa) após significativas

transformações dos negócios ocorridas em

2018.

Reclassificação de R$ 11 milhões de

Despesas incentivadas (efeito zero em Lucro Líquido).

Revisão cálculo atuarial de plano de saúde

de R$ 15 milhões (sem efeito caixa)

3

ResultadoConsolidado

R$ Milhões

ResultadoConsolidado R$ Milhões  Maior tração de vendas : crescimento na expedição de painéis de madeira

Maior tração de vendas: crescimento na expedição de painéis de madeira

Política comercial alavancando margens: êxito na implementação de aumentos de preço

Eficiência em custos via SGD : ligeira melhora em custos

Crescimento de lucro: melhor desempenho operacional e financeiro

Receita Líquida e Margem Bruta (Pro forma)

35, 0% 35, 0% 4.1 80 30,4% 7.6 80 3.6 80 27,8% 30, 0% 30,
35, 0%
35, 0%
4.1
80
30,4%
7.6
80
3.6
80
27,8%
30, 0%
30, 0%
28,8%
6.6
80
27,7%
3.1
80
25, 0%
5.6
80
25, 0%
4.657
2.6
80
3.991
4.6
80
20, 0%
20, 0%
2.1
80
3.6
80
1.6
80
1.263
15, 0%
15, 0%
1.103
2.6
80
1.1
80
10, 0%
10, 0%
1.6
80
680
5,0 %
680
5,0 %
180
-320
0,0 %
-320
0,0 %
4T17
4T18
2017
2018
Receita Líquida (R$ milhões)
Margem Bruta

EBITDA Recorrente e Margem EBITDA ( Pro Forma)

3.1

80

3.1

80

35, 0%

35, 0%

2.6

80

2.6

80

30, 0%

30, 0%

2.1

80

2.1

80

25, 0%

25, 0%

 

19,4%

 

18,7%

 

18,7%

 

18,2%

1.6

80

1.6

80

20, 0%

20, 0%

 
   
 
   

1.1

80

1.1

80

15, 0%

745

849

15, 0%

680

213

237

680

10, 0%

     

10, 0%

180

     

180

5,0 %

5,0 %

-320

4T17

4T18

-320

0,0 %

2017

2018

0,0 %

% 5,0 % -320 4T17 4T18 -320 0,0 % 2017 2018 0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões)

EBITDA Recorrente(R$ milhões)

% 5,0 % -320 4T17 4T18 -320 0,0 % 2017 2018 0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões)

Margem EBITDA

Lucro Líquido Recorrente (Pro Forma)

100 0 900 800 700 600 500 400 271 300 151 141 200 74 100
100 0
900
800
700
600
500
400
271
300
151
141
200
74
100
0
4T17
4T18
2017
2018
100 0 900 800 700 600 500 400 271 300 151 141 200 74 100 0

Lucro Líquido Recorrente

Ajustes Pro Forma: 4T17: Vlr Justo Ativo Bio R$44 , CPV R$10 | 2T18: Receita (R$57), Exautão R$43 | 3T18: Receita (R$235) , CPV R$1, Exaustão R$163 | 4T18 CPV R$77, Depreciação R$0,7

4

Fluxo de Caixa e Dívida R$ Milhões  Redução da alavancagem financeira  Melhor geração

Fluxo de Caixa e Dívida

R$ Milhões

Redução da alavancagem financeira

Melhor geração de caixa nas operações recorrentes

Recebimento parcial da alienação de ativos realizada no ano

Dividendos: provisão de R$ 546mi a ser distribuído em 2019 na forma de JCP e dividendos

Fluxo de Caixa

1.408 767 413 10 (17) (45) (35) (11) (193) (157) (200) 2017 (366) (330) (442)
1.408
767
413
10
(17)
(45)
(35)
(11)
(193)
(157)
(200)
2017
(366)
(330)
(442)
2018
EBITDA
Capital de
CAPEX
Impostos
Outros
Fluxo
Fluxo de
Giro
Financeiro
Caixa Livre

Alavancagem Recorrente

2,8x

10.0

00

0

9.00

2,0x

2,0x

3

2,5

0

8.00

0

7.00

 

2

0

6.00

0

5.00

1,5

0

4.00

 

1

0

3.00

0

2.00

   

0

1.00

2.100

 

1.700

0,5

-

4T17

4T18

0

0 1.00 2.100   1.700 0,5 - 4T17 4T18 0 Dívida Líquida Dívida Líquida/EBITDA Recorrente

Dívida Líquida

0 1.00 2.100   1.700 0,5 - 4T17 4T18 0 Dívida Líquida Dívida Líquida/EBITDA Recorrente

Dívida Líquida/EBITDA Recorrente

Capital de Giro e Investimentos

R$ Milhões

Capital de Giro e Investimentos R$ Milhões  Melhora no ciclo de conversão de caixa em

Melhora no ciclo de conversão de caixa em 23 dias

Captura de resultados na gestão eficiente de estoques e de prazo de pagamento

Foco dos investimentos em sustentação e no Projeto de Expansão Ceusa

Capital de Giro

105

92 85 82 69 69 66 56 PMR (dias) Cliente PME (dias) Estoque PMP (dias)
92
85
82
69
69
66
56
PMR (dias) Cliente
PME (dias) Estoque
PMP (dias)
Ciclo de Caixa (dias)
Fornecedores
2017
2018

Investimentos

442 366 254 179 188 187 OPEX Florestal Manutenção e Projetos Capex Total 2017 2018
442
366
254
179
188
187
OPEX Florestal
Manutenção e Projetos
Capex Total
2017
2018

Madeira

Madeira 7

Mercado Brasileiro de Painéis

Mercado Brasileiro de Painéis  Redução da ociosidade do mercado brasileiro de painéis  Mercado interno

Redução da ociosidade

do mercado brasileiro

de painéis

Mercado interno foi o

principal motor de demanda no ano

MDF 22% 19% 10,0 25% 18% 9,0 14% 8,0 20% 7,0 6,0 15% 0,4 0,6
MDF
22%
19%
10,0
25%
18%
9,0
14%
8,0
20%
7,0
6,0
15%
0,4
0,6
0,7
0,7
5,0
4,0
10%
3,0
2,0
3,6
3,5
3,7
3,9
5%
1,0
-
0%
2015
2016
2017
2018
Mercado Doméstico
Exportações
Ociosidade
MDP 30% 27% 27% 10,0 35% 9,0 22% 30% 8,0 25% 7,0 6,0 20% 5,0
MDP
30%
27%
27%
10,0
35%
9,0
22%
30%
8,0
25%
7,0
6,0
20%
5,0
0,1
0,3
0,4
0,5
15%
4,0
3,0
10%
2,0
2,5
2,5
2,6
2,8
5%
1,0
-
0%
2015
2016
2017
2018
Mercado Doméstico
Exportações
Ociosidade

Fonte: IBÁ em milhões de m³

8

DestaquesMadeira  Aumento de volumes : demanda crescente e ganho de market share  Mix

DestaquesMadeira

Aumento de volumes: demanda crescente e ganho de market share

Mix continua pressionado: cadeia de móveis populares como driver de demanda

Preços em destaque: recuperação real de preços

Pressão de custos atenuada: ligeira redução do custo unitário

R$ Milhões

Utilização de

Utilização de

Capacidade 4T18*

Capacidade 4T18*

MDF

MDP

Madeira

78%

76%

77%

Volumes (‘000 m³)

0

300

3.00

0

2.748

0

250

2.50

0

2.399

 

0

200

2.00

0

 

0

150

1.50

0

0

100

672

765

1.00

0

500

   

500

0

-

 

4T17

100 672 7 6 5 1.00 0 500     500 0 -   4T17 4T18

4T18

Volume

2017

100 672 7 6 5 1.00 0 500     500 0 -   4T17 4T18

2018

Volume

Receita Líquida e Margem Bruta (Pro Forma)

40, 0% 4.1 80 35, 0% 3.6 80 4.6 80 35, 0% 30,8% 26,9% 30,
40, 0%
4.1
80
35, 0%
3.6
80
4.6
80
35, 0%
30,8%
26,9%
30, 0%
28,1%
26,0%
3.1
80
30, 0%
3.6
80
25, 0%
2.981
2.6
80
25, 0%
2.516
2.1
80
20, 0%
2.6
80
20, 0%
1.6
80
15, 0%
15, 0%
847
1.6
80
1.1
80
692
10, 0%
10, 0%
680
680
5,0 %
5,0 %
180
-320
0,0 %
-320
0,0 %
4T17
4T18
2017
2018
Receita Líquida (R$ milhões)
Margem Bruta

EBITDA Recorrente e Margem EBITDA (Pro Forma)

3.1

80

3.1

80

35, 0%

35, 0%

2.6

80

2.6

80

30, 0%

30, 0%

2.1

80

22,7%

 

2.1

80

25, 0%

25, 0%

1.6

80

20,3%

20,3%

1.6

80

20, 0%

20,0%

20,1%

20,0% 2 0 , 1 %

20, 0%

1.1

80

1.1

80

15, 0%

15, 0%

   

502

598

680

680

10, 0%

 

10, 0%

180

157

172

180

5,0 %

     

5,0 %

-320

4T17

4T18

-320

0,0 %

2017

2018

0,0 %

5,0 % -320 4T17 4T18 -320 0,0 % 2017 2018 0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões) Margem

EBITDA Recorrente(R$ milhões)

5,0 % -320 4T17 4T18 -320 0,0 % 2017 2018 0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões) Margem

Margem EBITDA

*Considera a linha de MDF de Botucatu Ajustes Pro Forma: 4T17: Vlr Justo Ativo Bio R$44 | 2T18: Receita (R$57), Exautão R$43 | 3T18: Receita (R$235) , CPV R$1, Exaustão R$163 | 4T18 CPV R$33, Depreciação R$0,5

9

Deca

Deca 10

Indústria Brasileira de Materiais de Construção

Indústria Brasileira de Materiais de Construção  2018 com ligeira alta após quatro anos consecutivos de

2018 com ligeira alta após quatro anos consecutivos de queda

Materiais de base tiveram desempenho superior

Perspectiva mais positiva para 2019

2,0% 1,1% -4,0% -5,9% -11,5% -12,5% 2014 2015 2016 2017 2018 2019e Receita da indústria
2,0%
1,1%
-4,0%
-5,9%
-11,5%
-12,5%
2014
2015
2016
2017
2018
2019e
Receita da indústria de materiais da construção no mercado doméstico, vs ano anterior

Fonte: ABRAMAT

11

DestaquesDeca    Volumes (‘000 peças) 30.0 00 26.052 26.053 18.0 01 25.0 00

DestaquesDeca

   Volumes (‘000 peças) 30.0 00 26.052 26.053 18.0 01 25.0 00 16.0
Volumes (‘000 peças)
30.0
00
26.052
26.053
18.0
01
25.0
00
16.0
01
14.0
01
20.0
00
12.0
01
10.0
01
15.0
00
6.224
6.039
8.00
1
10.0
00
6.00
1
4.00
1
5.00
0
2.00
1
1
-
4T17
4T18
2017
2018
Volume
Volume

Ano desafiador para Deca: pressões em custos de insumos, depreciação cambial e produtividade

Iniciativas internas compensando parcialmente a queda no resultado:

aumentos de preços e de gestão de custo fixos e produtividade

Evolução de resultados no ano mostra que estamos no caminho correto:

Exit rate do 4º trimestre de 2018

Receita Líquida e Margem Bruta (Pro Forma)

35, 0% 35, 0% 4.1 80 30,5% 29,5% 6.6 80 28,3% 27,9% 3.6 80 30,
35, 0%
35, 0%
4.1
80
30,5%
29,5%
6.6
80
28,3%
27,9%
3.6
80
30, 0%
30, 0%
5.6
80
3.1
80
25, 0%
25, 0%
4.6
80
2.6
80
20, 0%
20, 0%
2.1
80
3.6
80
15, 0%
1.6
80
15, 0%
2.6
80
1.431
1.483
1.1
80
10, 0%
1.6
80
10, 0%
366
368
680
5,0 %
680
5,0 %
180
-320
0,0 %
-320
0,0 %
4T17
4T18
2017
2018
Receita Líquida (R$ milhões)
Margem Bruta

Ajustes Pro Forma: 4T17: CPV R$10 | 4T18: CPV R$44,

R$ Milhões

Utilização de

Utilização de

Capacidade 4T18

Capacidade 4T18

Metais

Louças

Deca

67%

66%

67%

EBITDA Recorrente e Margem EBITDA

(Pro Forma)

 

35, 0%

35, 0%

2.1

80

2.1

80

 
 

30, 0%

30, 0%

1.6

80

1.6

80

 
 

25, 0%

25, 0%

1.1

80

1.1

80

 
 

20, 0%

20, 0%

 

14,1%

 

16,2%

1 6 , 2 % 13,8%

13,8%

680

12,3%
12,3%

680

15, 0%

15, 0%

 

10, 0%

231

204

10, 0%

 

45

 

52

 

180

 

180

         

-320

4T17

4T18

-320

5,0 %

0,0 %

2017

2018

5,0 %

0,0 %

4T17 4T18 -320 5,0 % 0,0 % 2017 2018 5,0 % 0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões)

EBITDA Recorrente(R$ milhões)

4T17 4T18 -320 5,0 % 0,0 % 2017 2018 5,0 % 0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões)

Margem EBITDA

12

RevestimentosCerâmicos

RevestimentosCerâmicos 13

Mercado Brasileiro de Revestimentos Cerâmicos

Mercado Brasileiro de Revestimentos Cerâmicos  Ligeira retomada de vendas no mercado interno e externo 28%
 Ligeira retomada de vendas no mercado interno e externo 28% 28% 28% 2.00 0,00
 Ligeira retomada de vendas no mercado interno e externo
28%
28%
28%
2.00
0,00
30%
1.80
0,00
25%
1.60
0,00
18%
1.40
0,00
20%
1.20
0,00
77
1.00
0,00
15%
94
90
101
800
,00
10%
600
,00
816
400
,00
706
685
695
5%
200
,00
-
0%
2015
2016
2017
2018
Mercado Doméstico
Exportações
Ociosidade

Fonte: ANFACER em milhões de m²

14

DestaquesRevestimentosCerâmicos

DestaquesRevestimentosCerâmicos  Ano muito bom gerando resultados acima da expectativa  Volume de vendas em bons

Ano muito bom gerando resultados acima da expectativa

Volume de vendas em bons patamares

Desempenho consistente da operação

R$ Milhões

Utilização de Capacidade 4T18

Utilização de Capacidade 4T18

Ceusa

99%

Volumes (‘000 m²)

 

6.00

0

 

5.340

1

5.00

5.00

0

 

1

4.00

4.00

0

1

3.00

3.00

0

1

2.00

1.257

1.340

2.00

0

1

1.00

1

   

1.00

0

N/A

 

-

   
 

4T17

4T18

2017

2018

1     1.00 0 N/A   -       4T17 4T18 2017 2018 Volume

Volume

1     1.00 0 N/A   -       4T17 4T18 2017 2018 Volume

Volume

Receita Líquida e Margem Bruta (Pro Forma)

 

42,6%

 

45, 0%

 

45, 0%

1.0 80

37,6%

37,6%

1.0 80

40, 0%

 

39,3%

40, 0%

880

880

880 880
 

35, 0%

 

35, 0%

30, 0%

30, 0%

680

680

 
 

25, 0%

 

25, 0%

480

480

 
 

20, 0%

 

20, 0%

280

280

 

193

 

N/A

80

44

48

80

15, 0%

   

15, 0%

 

10, 0%

10, 0%

-120

4T17

4T18

-120

5,0 %

2017

2018

5,0 %

-320

-320

0,0 %

 

0,0 %

5,0 % 2017 2018 5,0 % -320 -320 0,0 %   0,0 % Receita Líquida (R$

Receita Líquida (R$ milhões)

5,0 % 2017 2018 5,0 % -320 -320 0,0 %   0,0 % Receita Líquida (R$

Margem Bruta

N/A: Resultados da CEUSA incorporados à Duratex a partir do 4º Trim / 2017

EBITDA Recorrente e Margem EBITDA (Pro Forma)

 

35, 0%

 

35, 0%

1.0 80

1.0 80

 
 

26,5%

30, 0%

 

30, 0%

880

25,1%
25,1%

880

 

24,1%

25, 0%

 

25, 0%

680

680

20, 0%

 
680 680 20, 0%   20, 0%

20, 0%

480

480

 
 

15, 0%

 

15, 0%

280

280

 

80

11

13

80

10, 0%

N/A

47

10, 0%

 

5,0 %

 

5,0 %

-120

4T17

4T18

-120

2017

2018

-320

-320

0,0 %

 

0,0 %

4T18 -120 2017 2018 -320 -320 0,0 %   0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões) Margem EBITDA

EBITDA Recorrente(R$ milhões)

4T18 -120 2017 2018 -320 -320 0,0 %   0,0 % EBITDA Recorrente(R$ milhões) Margem EBITDA

Margem EBITDA

Ajustes Pro Forma: 4T17: Outros Resultados Operacionais R$25

15

Perspectiva de Curto Prazo

2019

Perspectiva de Curto Prazo  2019  Companhia mais enxuta e produtiva  Expectativa de crescimento

Companhia mais enxuta e produtiva

Expectativa de crescimento moderado do mercado

Madeira:

Foco em política comercial e diferenciação

Deca / Hydra

Consolidar a agenda estratégica de crescimento e captura de ganhos

Foco em produtividade

Revestimentos Cerâmicos

Consolidar regularmente a expansão do parque fabril

Celulose Solúvel

a expansão do parque fabril  Celulose Solúvel  Obtenção de licenças e início da construção

Obtenção de licenças e início da construção da planta

DisclaimereGlossário

Disclaimer eGlossário As informações aqui contidas foram preparadas pela Duratex S.A. e não constituem material de

As informações aqui contidas foram preparadas pela Duratex S.A. e não

constituem material de oferta para a subscrição ou compra de valores mobiliários da Companhia. Este material contém informações gerais sobre a Duratex e mercados em que se encontra inserida. Nenhuma representação ou garantia, de forma expressa ou

inclusa, é feita acerca, e nenhuma confiança deve ser depositada, na exatidão, justificação ou totalidade das informações apresentadas.

A

Duratex

não

pode

dar

expectativas apresentadas.

qualquer

certeza

quanto

a

realização

das

Fevereiro de 2019

1)

EBITDA Recorrente: EBITDA ajustado por eventos não caixa advindos da variação do valor justo do ativo biológico,

2)

combinação de negócios e eventos extraordinários. EBITDA Recorrente UDM: Somatória do EBITDA Recorrente dos últimos 12 meses.

18