Sunteți pe pagina 1din 1

I Sm 16.

 O homem vê as falhas com muita facilidade e dificilmente vê as virtudes


 A visão do homem é condicionada a sua concepção da vida
 Somos tentados a formar nossa opinião acerca de alguém baseado em uma
primeira impressão
 A visão humana limita-se ao externo, a aparência ao físico
 Os homens têm aprendido a valorizar coisas e não pessoas.
 O homem ver o presente, freqüentemente esquece o passado (se for um passado
bom) e não conhece nada acerca do futuro.
 Freqüentemente baseamos nossa visão de alguém no comentário de outras
pessoas.

 Deus olha e ver o que ninguém consegue ver


 Deus ver o interior conhece a alma e o espírito do homem, sabe todos os
pensamentos, emoções, sentimentos e projetos.
 Deus conhece o passado, conhece o presente e conhece o futuro.
 Deus nos avalia mediante o seu grande amor e seu conhecimento perfeito de
todas as coisas.
 O Senhor conhece todos os nossos defeitos, mas também conhece todas as
nossas virtudes
 Deus conhece nossas motivações e intenções muito melhor do que nós mesmos

Como podemos “julgar” alguém corretamente?


“Não julgueis, para que não sejais julgados.” (Mt 7. 1)
 Segundo a reta justiça, Jo 7. 24.
 De acordo com os frutos produzidos, Mt 7. 16-20.
 Comparando com o padrão estabelecido por Deus. “Sede, pois, imitadores de
Deus, como filhos amados;" (Efésios 5. 1)
 Deus não se interessa apenas pelo “coração”, mas por tudo que há em nós.
“E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma,
e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso
SENHOR Jesus Cristo” (I Ts 5. 23).