Sunteți pe pagina 1din 21

Competência no Direito

Processual
Processo Civil Civil I

Prof. Leandro Gobbo 1


Conceito

 Princípio do juiz natural.

 A competência
quantifica a parcela de
exercício de jurisdição
atribuída a determinado
órgão.

Prof. Leandro Gobbo 2


Competência da justiça brasileira

 Competência concorrente  Competência exclusiva


(arts. 21 e 22, NCPC)
(art. 22, NCPC)
• Hipóteses: réu domiciliado no
Brasil, obrigação cumprida no • Hipóteses: imóveis
Brasil, ação se originar de fato situados no Brasil,
ocorrido ou ato praticado no
Brasil, alimentos, quando o inventário e partilha de
credor tiver domicílio no bens situados no Brasil.
Brasil ou o réu tiver bens no
Brasil, relações de consumo • Não se admite
se o consumidor morar no
Brasil, eleição das partes.
pronunciamento da
justiça estrangeira.
• Admite-se pronunciamento
da justiça estrangeira.

Prof. Leandro Gobbo 3


Incompetência da justiça brasileira e
litispendência

 São apurados por exclusão os casos que não


serão julgados no Brasil.
 Consequência: extinção sem julgamento de
mérito.
 Ação intentada no exterior não induz
litispendência (art. 24, NCPC).

Prof. Leandro Gobbo 4


Competência internacional: homologação de
sentença estrangeira

 Sem homologação, a sentença estrangeira é


absolutamente ineficaz.
 Competência: STJ (após EC 45/2004)
 Requisitos: autoridade competente,
contraditório respeitado, sentença definitiva
(Resolução n. 9/05, STJ).

Prof. Leandro Gobbo 5


Competência interna: introdução e momento
da determinação

 Constituição Federal indica quais são os


órgãos judiciários: arts. 92 a 126.
 Princípio da perpetuação da jurisdição (art.
43, NCPC)
 Exceções: supressão do órgão jurisdicional ou
alteração em razão da matéria ou hierarquia
(questões de competência absoluta).

Prof. Leandro Gobbo 6


Competência interna: grau de flexibilidade das
regras de competência

 Competência absoluta  Competência relativa –


– ordem pública interesse das partes
• Não admite modificação • Admite modificação
(prorrogação). (prorrogação).
• Deve ser reconhecida de • Ocorre preclusão.
ofício.
• Não pode ser
• Não ocorre preclusão. reconhecida de ofício
(Súmula 33, STJ).
• Exemplos: matéria e
hierárquica (funcional). • Exemplo: territorial e
valor da causa.
Prof. Leandro Gobbo 7
Competência interna: Como identificar
competência absoluta e relativa?

 Para determinar a competência, deve-se verificar


a CF, as leis federais e as leis de organização
judiciária.
 CF defina competência das justiças especiais,
comum federal ou estadual; ou originária dos
Tribunais Superiores.
 Regras constitucionais de competência são
sempre absolutas.
 CPC e outras leis definem foro competente.
Prof. Leandro Gobbo 8
Incompetência – procedimento

 Incompetência relativa: Alegada como


preliminar da contestação.
 Incompetência absoluta: Pode ser alegada por
simples petição ou como preliminar.

Prof. Leandro Gobbo 9


Regras gerais para a apuração de competência

 1. Justiça brasileira? (arts. 21 e seguintes, NCPC)


 2. Originária do STF ou STJ? (arts. 102, I, 105, I, CF)
 3. Justiças especiais? (arts. 114, 121, 124, CF)
 4. Justiça comum federal ou estadual? (art. 109, CF)
 5. Qual o foro competente? (NCPC)
 6. Qual o juízo competente? (normas estaduais de
organização)
» Nelson Nery Junior, Código de Processo Civil comentado

Prof. Leandro Gobbo 10


Competência na Justiça Federal

 Fundada na qualidade das pessoas: sempre


absoluta.
 Hipóteses (art. 109, CF):
• Causas que têm participação da União.
• Contrato da União com Estado estrangeiro.
• Fundações públicas federais (FUNAI).
• BC (autarquia), INPI (autarquia), CEF (empresa
pública).
Prof. Leandro Gobbo 11
Competência de foro

 Foro comum: ações pessoais e reais sobre bens móveis: domicílio


do réu (relativa) (art. 46, NCPC).
 Ação real, bens imóveis: Foro de situação da coisa (relativa).
Exceções são absolutas.
 Credor de alimentos: foro do alimentando (relativa) (art. 53, II,
NCPC).
 Cumprimento da obrigação: local da satisfação (relativa) (art. 53,
IV, d, NCPC).
 Reparação de danos: lugar do ato ou fato (relativa) (art. 53, V,
NCPC).
 Vínculo com outra demanda: competência funcional (absoluta)
(art. 61, NCPC)

Prof. Leandro Gobbo 12


Competência de juízo

 Diferença entre foro (região) e juízo (unidades


judiciárias).
 A competência de juízo é sempre absoluta.
 Leis estaduais de organização judiciária.

Prof. Leandro Gobbo 13


Competência dos Juizados Especiais Cíveis

 Determinada pelo
• Valor da causa (até 40 SM nos estaduais); e,
• Matéria (por exemplo, excluídos alimentos,
separação, divórcio, falência inventário); e,
• Qualidade dos litigantes (PJs não podem propor)
 Competência no juizado é absoluta, ainda que
territorial (art. 51, III, 9.099/95).

Prof. Leandro Gobbo 14


Modificação de competência

 Somente a competência relativa está sujeita a


modificação, nunca a absoluta.
 Haverá modificação de competência quando
as regras de competência relativa
determinarem um foro, mas outras
circunstâncias tornarem competente foro
diverso do previsto originalmente.

Prof. Leandro Gobbo 15


Modificação de competência

 Consequência natural
de a incompetência
relativa não poder ser
conhecida de ofício.
 Súmula 33, STJ.

Prof. Leandro Gobbo 16


Modificação de competência

 Não é permitida nos


casos de competência
absoluta.
 Não prevalece sobre a
conexão.
 Nulidade da eleição de
foro nos contratos de
adesão pode ser
declarada de ofício (Art.
63, 3o, CPC)
Prof. Leandro Gobbo 17
Modificação de competência

 Comum o objeto
(pedido) OU a causa de
pedir.
 Só se aplica em
hipóteses de
competência relativa.

Prof. Leandro Gobbo 18


Modificação de competência

 Devem ser comum a


identidade das partes E
a causa de pedir.
 Espécie de conexão.
 Todas as regras que
valem para a conexão
são aplicáveis à
continência.

Prof. Leandro Gobbo 19


Prevenção

 Prevenção original: dada pela propositura da


demanda, distribuição aleatória.
 Prevenção expansiva: relação com outra ação
anteriormente ajuizada.
 Conexão, continência, ações idênticas (ou
quase)

Prof. Leandro Gobbo 20


 Dúvidas? Questões? Sua lula Dilma comeu seu
trabalho? Manda o PowerPoint?
• Facebook: Professor Leandro Gobbo
• www.facebook.com/ProfessorLeandroGobbo
Prof. Leandro Gobbo 21