Sunteți pe pagina 1din 7
MATRIZ DE REFERÊNCIA COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA Conteúdo   Competências/Habilidades I. MECÂNICA 1.
MATRIZ DE REFERÊNCIA COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA Conteúdo   Competências/Habilidades I. MECÂNICA 1.

MATRIZ DE REFERÊNCIA

COMPONENTE CURRICULAR: FÍSICA

Conteúdo

 

Competências/Habilidades

I. MECÂNICA

1.

Diferenciar os principais sistemas métricos e aplicar as regras de

conversão de unidades de medida.

1. Introdução à Física - Sistemas métricos. Conversão de unidades de medida. Notação científica. Ordem de grandeza. Operações com algarismos significativos. Regras de arredondamento. Relações de proporcionalidade entre grandezas físicas. Funções, gráficos e escalas.

2.

Expressar medidas de grandezas físicas em notação científica e

estimar corretamente a ordem de grandeza associada.

3.

Efetuar operações com algarismos significativos, com base nas

regras de arredondamento.

 

4.

Utilizar relações de proporcionalidade entre grandezas físicas.

2. Cinemáticas Escalar e Vetorial Ponto material. Repouso e movimento em diferentes referenciais inerciais. Trajetória. Posição. Espaço percorrido e deslocamento escalar. Velocidades média e instantânea. Movimento retilíneo uniforme: gráficos e funções horárias. Acelerações média e instantânea. Movimento retilíneo uniformemente variado: gráficos e funções horárias. Classificação dos movimentos. Lançamentos verticais. Operações com vetores. Vetores deslocamento, velocidade e aceleração. Composição de movimentos. Lançamentos horizontal e oblíquo. Movimento circular uniforme. Acoplamento de polias.

Interpretar e relacionar funções, gráficos e escalas.

5.

Aplicar as definições de ponto material, referencial, repouso,

movimento, trajetória, posição, espaço percorrido e deslocamento

 

escalar.

6. Definir e utilizar velocidades e acelerações médias e instantâneas.

7. Descrever o movimento retilíneo uniforme e o movimento retilíneo

uniformemente variado.

8. Analisar e interpretar gráficos e funções horárias referentes ao MRU e ao MRUV.

9.

Efetuar operações com vetores.

3.

Dinâmica - Vetor força. Princípio da Inércia. Equilíbrio de uma

10.

Utilizar a cinemática vetorial para descrever movimentos retilíneos

partícula. Conceitos de inércia e massa inercial. Referenciais inerciais e

e curvilíneos.

não inerciais. Princípio da Ação e Reação. Princípio Fundamental da Dinâmica e suas aplicações. Força peso. Força normal de reação. Força elástica e lei de Hooke. Força de atrito. Tensão em cordas. Plano inclinado. Força centrípeta.

11.

Descrever o movimento circular uniforme quanto a: período,

frequência, velocidades escalar e angular, aceleração e centrípeta.

12.

Interpretar situações-problema envolvendo acoplamentos de

polias.

 

13.

Compor movimentos e determinar o vetor velocidade resultante

4.

Trabalho e Energia Definição de trabalho, energia e potência.

de uma partícula em dois referenciais inerciais.

Trabalho realizado por forças constantes e variáveis. Energia cinética.

14.

Aplicar os princípios da Dinâmica na interpretação de fenômenos

Teorema da energia cinética. Energia potencial gravitacional. Energia potencial elástica. Conservação da energia mecânica. Sistemas conservativos e dissipativos.

envolvendo equilíbrio e movimento de partículas.

15. Diferenciar referenciais inerciais e não inerciais.

16. Compor e decompor forças coplanares.

 

17. Definir o peso de uma partícula e a aceleração da gravidade e

5.

Impulso e Quantidade de Movimento - Definição de impulso e de

descrever qualitativamente as variações da gravidade com a altitude e com a latitude.

quantidade de movimento. Teorema do impulso e conservação da

quantidade de movimento. Colisões em uma dimensão.

18.

Definir analiticamente o trabalho de uma força constante e

graficamente o trabalho de uma força variável.

6.

Gravitação Universal Sistemas geocêntrico e heliocêntrico. Leis de

19.

Utilizar trabalho e potência na interpretação de fenômenos

Kepler. Lei da Gravitação Universal.

mecânicos.

20.

Definir a energia cinética e relacioná-la com o trabalho da força

7.

Estática - Torque. Condições de equilíbrio de translação e de

resultante.

rotação. Centro de massa de um objeto. Momento angular e momento de inércia Máquinas mecânicas simples: alavancas e roldanas ou

20.

Caracterizar forças conservativas e dissipativas e definir energias

potencial, gravitacional e elástica.

 

polias.

22.

Definir energia potencial em termos do trabalho das forças

 

conservativas.

8.

Hidrostática - Definição de densidade e pressão. Princípio de Stevin.

23.

Utilizar a lei da conservação da energia para descrever fenômenos

Pressão atmosférica e experiência de Torricelli. Princípio de Pascal.

mecânicos.

 

Empuxo.

24.

Definir quantidade de movimento e impulso e relacioná-los.

 

25.

Distinguir forças internas e forças externas atuantes sobre um

sistema.

26.

Utilizar a lei da conservação da quantidade de movimento para

descrever fenômenos mecânicos unidimensionais.

27. Descrever colisões em uma dimensão.

28. Utilizar as Leis de Kepler para descrever qualitativamente os

movimentos de planetas e satélites.

29. Analisar qualitativamente a lei da gravitação universal.

30. Definir torque e utilizá-lo na interpretação de fenômenos

mecânicos simples.

31. Descrever o equilíbrio do corpo rígido.

32. Definir o momento angular e o momento de inércia de uma

partícula e de um corpo rígido e descrever qualitativamente os seus

efeitos na dinâmica das rotações em torno de um eixo fixo.

33.

Aplicar a lei de conservação do momento angular para interpretar

fenômenos relacionados às rotações em torno de um eixo fixo.

34.

Definir e utilizar a densidade e a pressão, bem como a pressão

atmosférica, suas medidas e suas unidades.

35. Descrever a variação da pressão num líquido em equilíbrio.

36. Aplicar o Princípio de Pascal para interpretar fenômenos em

Hidrostática.

37.

Definir empuxo e aplicar o Princípio de Arquimedes para

determiná-lo e interpretar fenômenos em Hidrostática.

II. TERMOLOGIA

38.

Definir a temperatura de um corpo e sua medida, utilizando

1.

Termometria e Dilatometria Temperatura. Escalas termométricas.

diferentes escalas termométricas.

Dilatação térmica de sólidos e líquidos. Dilatação anômala da água.

39.

Descrever a dilatação de sólidos e líquidos, bem como a dilatação

2.

Calorimetria - Calor. Capacidade térmica e calor específico. Calor

anômala da água.

sensível. Princípio da igualdade das trocas de calor. Calorímetros.

Processos de transmissão de calor: condução, convecção e radiação.

40.

Definir gases ideais e utilizar a equação de estado de um gás ideal

3.

Mudanças de Fase Estados físicos da matéria e suas

para descrever as variações da pressão, do volume e da temperatura

transformações. Calor latente. Diagramas de fase.

em processos isotérmicos, isobáricos, isocóricos e adiabáticos.

4.

Gases Ideais Variáveis de estado: pressão, volume e temperatura.

41.

Descrever qualitativamente as diferentes formas de propagação do

Equação de Clapeyron. Equação de estado de um gás ideal e transformações gasosas particulares: isotérmica, isovolumétrica e

calor.

42.

Descrever as trocas de calor entre corpos, definir capacidade

isobárica. Teoria cinética do gás ideal.

térmica, calor específico, calor sensível e calor latente e aplicá-los para

5.

Primeira Lei da Termodinâmica - Trabalho em transformações

resolver problemas e interpretar fenômenos relacionados com as trocas de calor.

termodinâmicas. Energia interna. Relação entre calor, trabalho e

energia interna. Trabalho em um diagrama pressão x volume.

43.

Definir trabalho numa transformação gasosa e determiná-lo

6.

Segunda Lei da Termodinâmica - Transformações de energia em

analiticamente em transformações isobáricas e graficamente em

máquinas térmicas. Rendimento de máquinas térmicas e sua relação com a segunda Lei da Termodinâmica. O ciclo de Carnot.

outras transformações.

44.

Interpretar e analisar tópicos relacionados à teoria cinética do gás

 

ideal. Utilizar a primeira lei da termodinâmica para interpretar fenômenos

termodinâmicos.

45.

Descrever qualitativamente a segunda lei da termodinâmica e suas

aplicações.

46.

Caracterizar as fases da matéria, descrever as mudanças de fase e

as variações das temperaturas de mudança de fase

47. Interpretar diagramas de fase.

III. ÓPTICA GEOMÉTRICA

48. Analisar e relacionar os conceitos e princípios fundamentais da

1.

Introdução à Óptica Geométrica - Conceitos e princípios

óptica geométrica em diferentes situações-problema.

fundamentais: feixes de luz, fontes de luz, meios de propagação da luz,

49.

Aplicar as leis da reflexão e da refração ao estudo de interfaces

cor de um corpo. Princípio da propagação retilínea da luz. Princípio da independência dos raios de luz. Princípio da reversibilidade dos raios de luz.

planas e esféricas entre dois meios e à interpretação de fenômenos ópticos.

30.

Descrever a formação de imagens em espelhos e lentes esféricas

2.

Reflexão da Luz Leis da reflexão. Espelhos planos e esféricos.

delgadas convergentes e divergentes.

Formação de imagens.

31.

Aplicar a ótica geométrica para descrever o funcionamento do olho

3.

Refração da Luz Leis da refração. Dioptros planos. Prismas. Lentes

humano e de instrumentos ópticos simples, tais como: microscópios,

esféricas delgadas convergentes e divergentes. Formação de imagens.

câmeras fotográficas, projetores e telescópios.

4.

Instrumentos Ópticos Simples - Máquina fotográfica. Lupa. Projetor.

32.

Identificar os elementos do globo ocular humano, bem como os

Microscópio. Telescópio.

principais defeitos associados à visão, tais como miopia, hipermetropia, presbiopia e astigmatismo

5.

Óptica da Visão Humana - Formação de imagens no olho humano.

Principais defeitos de visão: miopia, hipermetropia, presbiopia e

33. Associar os defeitos visuais aos respectivos métodos de correção.

astigmatismo.

IV. ONDULATÓRIA

34. Descrever o movimento harmônico simples e o pêndulo simples.

35. Analisar a propagação de ondas e de pulsos e determinar a

1.

Movimento Harmônico Simples Características do MHS. O pêndulo

velocidade de propagação, a amplitude, a frequência e o comprimento de onda.

simples.

 

36.

Descrever a reflexão e a refração de ondas e aplicar as suas leis para

2.

Ondas - Definição e classificação das ondas. Elementos da onda:

interpretar fenômenos.

amplitude, período, frequência e comprimento de onda. Equação fundamental da Ondulatória. Reflexão, refração, interferência, difração, ressonância e polarização de ondas. Ondas estacionárias em uma corda. Velocidade de propagação da onda em diferentes meios materiais.

37.

Descrever qualitativamente a interferência, a difração e a

ressonância.

38.

Definir ondas longitudinais e transversais e a polarização de ondas

transversais.

39.

Descrever a produção e a propagação de ondas mecânicas e

 

descrever ondas numa corda.

3.

Acústica - Ondas sonoras e seus elementos. Qualidades fisiológicas

40. Descrever o som e sua natureza ondulatória.

do som. Fenômenos sonoros: eco, reverberação e Efeito Doppler. Cordas e tubos sonoros. Batimentos.

41. Descrever ondas sonoras num tubo.

42. Descrever qualitativamente o eco, a reverberação e o efeito

 

Doppler e aplicá-los na interpretação de fenômenos.

43. Descrever qualitativamente o fenômeno de batimentos.

44. Definir nível sonoro e as qualidades fisiológicas do som e utilizá-los

para interpretar fenômenos.

 

45.

Descrever ondas eletromagnéticas e sua propagação, o espectro

eletromagnético, a dispersão de ondas e a polarização de uma onda

eletromagnética.

46.

Descrever a natureza ondulatória da luz, e, qualitativamente, os

fenômenos de interferência e difração.

V. ELETROMAGNETISMO

47.

Descrever cargas elétricas, eletrização, conservação e quantização

da carga elétrica.

1. Carga Elétrica Definição de carga elétrica. Processos de eletrização:

48. Definir isolantes e condutores elétricos.

atrito, contato e indução. Condutores e isolantes elétricos. Lei de Coulomb.

49. Aplicar qualitativa e quantitativamente a lei de Coulomb na

interpretação de fenômenos envolvendo interação entre cargas elétricas.

2.

Campo Elétrico - O vetor campo elétrico. Linhas de força. Campo

elétrico em condutores. Movimento de cargas pontuais em um campo

50.

Definir campo elétrico e utilizá-lo para interpretar fenômenos

elétrico uniforme.

eletrostáticos simples.

3.

Potencial Elétrico Definição de potencial elétrico e trabalho

51.

Definir potencial elétrico, diferença de potencial e energia

elétrico. Energia potencial eletrostática. Diferença de potencial.

potencial eletrostática e utilizá-los para interpretar fenômenos

Superfícies equipotenciais. Blindagem eletrostática. Poder das pontas.

 

elétricos.

4.

Capacitores - Capacitância e associação de capacitores: série,

52. Definir capacitância, descrever o comportamento de capacitores.

paralelo e mista. Capacitor de placas paralelas. Dielétricos. Energia armazenada em um capacitor.

53. Descrever quantitativamente associações simples de capacitores e,

qualitativamente, o efeito de um dielétrico sobre a capacitância de um

5.

Corrente Elétrica e Circuitos Elétricos Intensidade e sentido da

 

capacitor.

corrente elétrica. Corrente contínua e corrente alternada. Efeitos da

54.

Definir corrente elétrica, potência elétrica, resistência elétrica e

corrente elétrica. Potência elétrica. Energia elétrica. Resistência elétrica. Resistividade elétrica. Leis de Ohm. Resistores e associações:

resistividade e utilizá-las para interpretar fenômenos elétricos.

55.

Descrever resistores e associações simples de resistores e aplicar

série, paralelo e mista. Circuitos elétricos simples. Força eletromotriz. Medidores elétricos: amperímetros e voltímetros. Geradores e receptores elétricos.

as leis de Ohm para interpretar fenômenos físicos associados.

56.

Descrever circuitos elétricos de corrente contínua, analisando

quantitativamente seus elementos.

6.

Campo Magnético - O vetor campo magnético: definição e

57.

Descrever qualitativamente a corrente alternada.

propriedades. O campo magnético terrestre. Bússolas e eletroímãs.

 

Fontes do campo magnético. Força magnética sobre cargas elétricas em movimento. Movimento de uma carga pontual em um campo magnético uniforme. Força magnética sobre fios percorridos por corrente elétrica. Definição do ampère. 7. Indução Eletromagnética - Fluxo magnético. Força eletromotriz induzida. Corrente induzida. Lei de Faraday. Lei de Lenz. Transformadores e motores elétricos.

58.

Descrever qualitativamente os campos magnéticos produzidos por

ímãs, por cargas em movimento, e o campo magnético terrestre.

59.

Descrever quantitativamente o campo magnético produzido por

condutores retilíneos e circulares percorridos por correntes elétricas contínuas.

60.

Descrever a interação entre cargas e campos magnéticos uniformes

e utilizá-la para interpretar fenômenos.

 

61.

Descrever qualitativamente a força entre condutores retilíneos e

paralelos percorridos por correntes contínuas.

62.

Definir fluxo magnético, força eletromotriz e corrente induzida e

aplicar as leis de Faraday e de Lenz para resolver problemas e interpretar fenômenos. 63. Descrever qualitativamente os transformadores e os motores elétricos.