Sunteți pe pagina 1din 19

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS

FACULDADE DE TECNOLOGIA
ENGENHARIA ELÉTRICA

LABORATÓRIO DE TELEFONIA

Manaus – AM
2018
Jones Castro Pinto – 21603638
Luiz Felipe Araújo Henriques - 21552152

Comunicação por VoIP

Relatório apresentado a UNIVERSIDADE


FEDERAL DO AMAZONAS como requisito
para obtenção de nota na disciplina de
Laboratório de Telefonia, sob orientação do
professor Walter Prado.

Manaus - AM
2018
Lista de Ilustrações
Figura 1 – Adaptador telefônico analógico. ........................................................................................... 7
Figura 2 - Funcionamento do VOIP. ...................................................................................................... 7
Figura 3 – Conversão de Sinal Analógico em Sinal Digital. .................................................................. 9
Figura 4 –Componentes para conexão VoIP. ....................................................................................... 12
Figura 5 – Protocolo SIP e RTP. .......................................................................................................... 13
Figura 6 – Rede VoIP para empresa. ................................................................................................... 16
Lista de Tabelas
Tabela 1 - CODEC's. ............................................................................................................................ 10
Tabela 2 - Protocolo H.323 para VoIP. ................................................................................................ 12
Tabela 3 -Métodos SIP. ......................................................................................................................... 14
Tabela 4 - Comparativo H.323 e SIP.....................................................................................................14
Sumário
1. Introdução ....................................................................................................................................... 5
2. Desenvolvimento ............................................................................................................................ 6
2.1 O que é VoIP? .......................................................................................................................... 6
2.2 Diferença entre comunicação por VoIP e telefonia convencional .......................................... 6
2.3 Alternativas para o uso da telefonia VoIP ............................................................................... 7
2.4 Funções do VoIP ...................................................................................................................... 8
2.5 Vantagens ................................................................................................................................ 8
2.6 Desvantagens .......................................................................................................................... 8
2.7 Como o VoIP atua .................................................................................................................... 9
2.8 Sistema de Conversão de Sinal Analógico ............................................................................... 9
2.9 Protocolos VoIP ..................................................................................................................... 11
2.9.1 Protocolo H.323............................................................................................................. 11
2.9.2 Protocolo SIP e RTP para VoIP ....................................................................................... 13
2.9.3 Comparativo SIP e H.323 ............................................................................................... 14
2.10 QoS – Qualidade de Serviço. ................................................................................................. 15
2.11 Aplicação: Estrutura VoIP para Empresa ............................................................................... 15
3. Conclusão ...................................................................................................................................... 17
4. Referências .................................................................................................................................... 18
5

1. Introdução

A tecnologia da voz sobre o IP, foi criada nos anos 90. Porém, apenas com o
desenvolvimento da internet e da tecnologia em geral foi possível implanta – lá. Essa tecnologia
tem um grande destaque na atualidade, até mesmo por aplicativos e softwares muito utilizados
em todo mundo apresentarem o serviço de ligação (chamada) através do VOIP, a exemplo disso
temos WhatsApp e Skype. Neste trabalho será apresentado as formas alternativas de VoIP,
desenvolvimento, vantagens, problemas encontrados, expectativas para o VoIP e sua utilização.
6

2. Desenvolvimento

2.1 O que é VoIP?

É uma tecnologia que permite a transmissão de voz via Internet por redes IP (Pública
ou Privada). Surge com diferença de uma chamada (ligação) tradicional, e essa diferença
encontra – se no meio que a informação é transportada, pois numa chamada convencional a voz
é enviada por meio de uma linha telefônica utilizando comutação por circuitos, no VoIP a troca
de informação é realizada por meio de conexão com a internet que utiliza a comutação por
pacotes, ou seja, o sinal de voz é transformado em dados e fragmentado para envio por
múltiplos canais onde são transportados sobre redes que utilizam IP até alcançarem os
terminais onde este fluxo é decodificado sinal de voz. Os terminais em questão podem ser
telefones ou computadores.

2.2 Diferença entre comunicação por VoIP e telefonia convencional


Como dito anteriormente, vimos que a principal diferença entre essas duas maneiras de
transmitir o sinal de voz está no tipo de comutação utilizada.
Na telefonia convencional utiliza-se a comutação por circuitos que consiste em escolher
apenas um dos muitos caminhos possíveis (mas finitos) para o envio da informação, ou seja,
possui um circuito dedicado apenas para envio da informação não podendo ser ocupado por
nenhum outro usuário durante a sua utilização e se mantém ativo mesmo que ninguém esteja
falando. Uma vez estabelecida essa conexão não há de tráfego em virtude da exclusividade do
circuito durante o estabelecimento da conexão, além disso suporta aplicações em tempo real
em razão da baixa taxa de atraso e erro, a tarifação do serviço é baseada pelo tempo e distância
da conexão. No entanto, nos momentos de picos pode ter a chamada negada em virtude da
quantidade finita de canais disponíveis ao usuário e não explora os intervalos de silêncio
gerando maior custo da comunicação.
Para o VoIP a comutação é realizada em cima dos pacotes de dados a ser transmitidos
entre dois pontos de conexão (usuários em uma chamada), pois através da fragmentação dos
pacotes é possível enviar por vários canais simultâneos a informação para um único endereço
de chegada, desta forma possibilita que mais usuários utilizem os mesmos canais visto que não
há dedicação exclusiva no canal de comunicação. Assim, não é estabelecido um circuito fixo
entre os pontos de conexão já que os pacotes de dados individuais são roteados de acordo com
o melhor caminho disponível para a comunicação, além disso a tarifação é baseada na
7

quantidade de dados transmitidos, possibilita a aplicação de mecanismos de segurança da


informação, explora os intervalos de silêncio diminuindo os custos. Contudo, como os pacotes
são enviados por múltiplos caminhos há um atraso na chegada de dados voz que causam delay
e erro na comunicação.

2.3 Alternativas para o uso da telefonia VoIP


 Aplicativo e Softphone: Esta plataforma pode ser instalada no Computador ou no
Celular, Onde a partir dos mesmos é possível realizar ligações ou receber chamadas por
meio de VoIP. Realizados tanto de celular para celular como de computador para
celular.

 Adaptador telefônico analógico: É um adaptador de telefone analógico. Com ele você


pode utilizar um telefone analógico como ramal de um PABX IP ou ainda uma linha IP
em um PABX, ou seja, permite realizar ligação por meio do telefone IP ou telefone sem
fio.

Figura 1 – Adaptador telefônico analógico.

Fonte: https://www.imagenesmy.com/imagenes/ata-phone-1b.html

 Telefone IP: Este telefone seria uma junção do adaptador telefônico analógico e o
aparelho de telefone convencional. Vale lembrar que há uma confusão com relação a
semelhança deste dois, mas o telefone IP, conecta com internet diretamente, sem precisar de
outros meios para comunicação VoIP.

Figura 2 - Funcionamento do VOIP.


Fonte: https://www.oficinadanet.com.br/post/11568-o-que-e-e-como-funciona-o-voip
8

2.4 Funções do VoIP


Esta tecnologia irá facilitar ligações feitas ou recebidas, independentemente da
localização na rede, podendo ser feita até mesmo de um país para o outro. O fato de a tecnologia
ser dá por meio da Internet também traz a vantagem de poder integrar telefones VoIP a outros
serviços como conversação de vídeo, mensageiros em tempo real, compartilhamento de
arquivos. Estar conectado à Internet também significa que o custo da chamada não irá ficar mais
caro como acontece na telefonia convencional, de acordo com a localização geográfica ou
horário da ligação.

2.5 Vantagens
Mobilidade: É possível fazer chamadas em qualquer lugar e a qualquer hora com tanto
que haja conexão com a internet. E este ponto positivo é fundamental para a maior comodidade
para os usuários, também há uma redução considerável nos custos, uma vez não é necessário
comprar pacotes interurbanos ou internacionais para realizar chamadas

Integração por meio de aplicativos: A voz por IP pode ser integrada com uma
infinidade de softwares ou aplicativos. Tais programas podem ter funções que gravam e
armazenam conversas ou mesmo programas para melhorar a visualização de arquivos, como
gráficos, tabelas, textos e qualquer outro tipo de documento. Um aplicativo muito utilizado e
que realiza todas essas funções é o WhatsApp.

Custo: O custo da ligação por meio dessa tecnologia é muito baixo quando comparado
com a telefonia convencional, isso é pelo do processo de ligação totalmente pela internet e
assim não tem taxas por localidade e nem horário.

2.6 Desvantagens
Má qualidade das ligações: A qualidade das ligações realizadas com tecnologia VoIP,
é dependente da estabilidade da rede e da velocidade de conexão da internet. Estas redes
oscilantes geram ligações oscilantes. Caso o pacote de dados contratado tenha boa velocidade
e pacote de franquia suficiente, a qualidade das ligações por VoIP pode ser excelente. Caso
contrário, não é possível garantir a qualidade. Nesse caso é essencial adquirir um bom pacote
de internet para garantir a funcionalidade da telefonia.
9

Depende da energia elétrica: A tecnologia é dependente da energia elétrica, assim


como da internet. E todo o sistema VoIP depende desta energia, desde a conexão do modem e
do roteador até a instalação do ramal.

2.7 Como o VoIP atua


A tecnologia VoIP tem como principal característica transformar os sinais de voz em
dados e transmiti-los via Internet. Esse tipo serviço ofertado ao usuário é a inovação para os
sistemas de comunicação atuais, visto a difusão de Internet Banda Larga no mundo o que
possibilitou maior avanço dessa tecnologia presente em software e aplicativos que viabilizam
a ligação via Internet por um custo muito baixo se comparado com serviço oferecido pelas
operadoras de telefonia convencionais.

2.8 Sistema de Conversão de Sinal Analógico


Como dito anteriormente, o VoIP usa a Internet para a transmissão da voz. No entanto,
o sinal de voz analógico necessita passar por um processo antes de ser transmitido por meio da
rede mundial de computadores.
A voz a ser transmitida necessita passar por um processo basicamente de conversão de
sinal analógico para digital e retornar para sinal analógico novamente para que destinatário ouça
o áudio enviado de maneira inteligível.

Figura 3 – Conversão de Sinal Analógico em Sinal Digital.

Fonte: https://www.citisystems.com.br/pwm/

O dispositivo que possui a função de transformar a voz humana (sinal analógico) em


sequência de bits (sinal digital) para uma transmissão na rede de dados é o CODEC
(Codificador - Decodificador). Para equipamentos IP do tipo gateway VoIP esses CODEC’s
10

são instalados por meio de um componente chamado DSP (Processador Digital de Sinal). Os
DSP são microprocessadores que aplicam as técnicas de processamento digital de sinais com
arquiteturas especializadas para esse fim. Ele é um dispositivo programável com instruções
nativas que associados com a compressão de sinal permitiram a implementação de várias
tecnologias por meios de CODEC’s. Alguns exemplos de DSP são os DSP542 e DSP549
produzidos pela Texas Instruments e usados pela CISCO Systems em seus gateways VoIP.
Esses CODEC’s de voz utilizam a modulação PCM para codificar o sinal de voz a ser
enviado no qual o padrão designado pela ITU-T.

Tabela 1 - CODEC's.

Fonte: http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialmondesvoip/pagina_3.asp

O sinal de voz ao passar pelo CODEC é codificado em forma de bits compondo um


pacote de dados para que possibilite seu envio via Internet até que o destinatário receba em seu
computador, tablet ou smartphone e nele seja feita a conversão para áudio recuperando a
mensagem enviada. Como linhas telefonias exigem maior investimento em equipamentos para
ofertar o serviço de ligação, o VoIP acompanha o crescimento dos pontos de Internet e por isso
alia maior transmissão de dados ao menor custo ao consumidor tonando o muito mais vantajoso.
Como descrito o VoIP se utiliza de um endereço IP para estabelecer uma conexão de
ponto a ponto para enviar os dados desejados pelo usuário. Essa sigla também é utilizada para
telefonia onde chamada telefônicas são redirecionadas para o endereço IP de determinado
telefone conectado à rede.
Além disso, há a necessidade de protocolos que sinalizem para a realização de
chamadas, áudio conferencias, redirecionamento, atendimento automático, etc. Também é
preciso hardwares que conduzam o sinal do aparelho telefônico para a IP e que interaja com a
11

Rede de Telefonia Pública (PSTN), requer uma Qualidade de Serviço (Quality Service - QoS)
que ofereça mecanismos que assegurem a operação de sistemas críticos por meio de uma largura
de banda segura que permita seu funcionamento seguro de maneira adequada.
Alguns CODECS exigem pagamento de royalties para uso em um produto ou programa.

2.9 Protocolos VoIP


Os protocolos têm como função efetuar a comunicação entre os equipamentos que
utilizam a tecnologia VoIP. Essa comunicação acontece no meio computacional com a
finalidade de se comunicar com o usuário nas chamadas telefônicas.
Dois processos nessa etapa são importantes na comunicação VoIP, são eles:
 Sinalização e controle de chamadas telefônicas: estabelecimento, acompanhamento e
finalização.
 Processamento da informação a ser enviada e recebida: controle e transporte da mídia
(voz e/ou vídeo).
Para que esse meio de comunicação seja realizado necessita-se que essas duas operações
sejam executadas que em pleno funcionamento permitem o envio de informações entre vários
terminais interligados via Internet.

2.9.1 Protocolo H.323


H.323 foi criado pela ITU como recomendação para gerenciar as chamadas, é uma
especificação de protocolos para sinalização e controle das ligações. Ela é mais antiga e
complexa, atualmente está em baixa nos sistemas VoIP. Possui características como:

 Suporte a conferência ponto a ponto e multiponto: estabelecimento da chamada entre


dois ou mais usuários.
 Heterogeneidade: o equipamento com H.323 obrigatoriamente deve dar suporte a
comunicação de áudio. Vídeo e dados são opcionais, porém, aplicáveis.
 Suporte a contabilidade e gerência: prevê a contabilidade para a tarifa dos serviços e
bloqueio de chamadas.
 Segurança: autenticação dos usuários.
 Serviços suplementares: transferência e redirecionamento de chamadas.
O protocolo H.323 é aplicado ao uso de áudio, dados e vídeos para a comunicação
multimídia, onde apenas o suporte para áudio é obrigatório. Apesar de somente o áudio ser
obrigatório, as mídias (áudio, vídeo e/ou dados), ao ser utilizadas, seguem as especificações do
12

padrão. Pode-se ter uma variedade de formas de comunicação, envolvendo áudio apenas
(telefonia IP), áudio e vídeo (videoconferência), áudio e dados e, por fim, áudio, vídeo e dados.
Pode operar tanto com transporte UDP como o TCP que resulta numa maior
complexidade do protocolo para sua utilização em virtude da sua flexibilidade.

Tabela 2 - Protocolo H.323 para VoIP.

Fonte: http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialvoipconv/pagina_4.asp

Os componentes envolvidos para conexão por VoIP no protocolo H.323 são:


Gateway (GW): Tem como função realizar a comunicação entre a rede IP e STFC
(Sistema de Telefonia Comutada), converter dados de mídia em tempo real (CODEC) e
sinalização de chamadas telefônicas.
Gateway Controller (GC): Executa o controle de chamadas em atividade feitas a partir
do GW, além de fornecer informações de sinalização, opera o GW para iniciar, análise e termina
uma chamada.
Gatekeeper (GK): Representa o endereçamento, gerencia o acesso dos hardwares à
rede de sua atuação, libera chamadas, localização de GW, gerencia banda e chamadas além de
fornecer agenda telefônica.
Multipoint Control Unit (MCU): Fornece o serviço de conferencia para terminais.
Logo, caso uma empresa de pequeno porte queria ter apenas um terminal, poderá
realizar vídeos conferência com outras empresas remotas por meio desse sistema.

Figura 4 –Componentes para conexão VoIP.

Fonte:
https://slideplayer.com.br/slide/345626/
13

2.9.2 Protocolo SIP e RTP para VoIP


O protocolo SIP (Protocolo de Iniciação de Sessão) tem basicamente a função de
controle de nível de aplicação (protocolo de serviço – HTTP, POP, FTP, etc) orientado na
aplicação de cliente-servidor para web com arquitetura similar ao HTTP, pois cria uma sessão
para realizar uma comunicação por multimídia por meio da Internet para transmissão de voz,
dados, vídeos e fotos.
Após o SIP estabelecer uma conexão via rede IP entre os usuários, o RTP (Protocolo de
Transporte em Tempo Real) determina um formato de pacote padrão para envio por meio da
via de comunicação estabelecida que permite a transferência de dados de voz e de outras fontes
de mídia transmitidas entre os usuários.

Figura 5 – Protocolo SIP e RTP.

Fonte: estudioaulas.com.br

O SIP criado a partir de outros protocolos de Internet com arquitetura baseada em texto
como o SMTP (email) e o HTTP (páginas da web). Além disso, pode iniciar ou finalizar
chamadas em um ou mais usuários em uma rede IP de uma maneira independente do conteúdo
de mídia da chamada. Como o HTTP, o SIP leva os controles da aplicação para o terminal,
eliminando a necessidade de uma central de comutação.
Já existe uma gama de produtos em comércio e de fonte aberta do SIP disponíveis
atualmente. O desenvolvimento comercial tem se mostrado com foco nos Agentes do Usuário
como o telefone SIP e os softwares de Agentes do Usuário. Exemplos notáveis incluem o
“Messenger” da Microsoft. Uma linha mais desenvolvida de produtos com a arquitetura SIP
está disponível pelo Cisco, PingTel, 3COM, e outros. Um produto muito interessante está
disponível pela Wave3 Software, inclui software tanto para plataforma Windows como para
Macintosh.
Características do protocolo SIP:
- Simplicidade: possui apenas seis métodos.
- Maior velocidade de transporte de dados por operar em UDP, mas não garante entrega.
- Baseado em texto.
14

Tabela 3 -Métodos SIP.


Fonte: http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialvoipconv/pagina_4.asp

Além disso, utiliza os CODEC’s mais eficientes no protocolo H.323, são eles: G.711 e
G.729.

2.9.3 Comparativo SIP e H.323


Como vimos, ambos os protocolos têm como função o controle de mídias, caminho,
início e término de chamadas, além de outros serviços. A força do H.323 tem sido a sua
interoperabilidade com a rede telefônica pública comutada (PSTN) e disponibilidade de
sistemas/aplicações desktop e salas de videoconferência de preço acessível e confiável. O SIP
é um protocolo desenvolvido especificamente para Internet e promete grande escalabilidade e
flexibilidade.
No quadro abaixo, temos a relação de fatores comparativos entre os dois protocolos:

Tabela 4 – Comparativo H.323 e SIP


15

2.10 QoS – Qualidade de Serviço.


Representa um conjunto de ações que visam o desempenho correto de aplicações críticas
que garantam largura de banda suficiente para o seu funcionamento.
O seu conceito baseia-se na ideia de que os acessos não devem ser tratados de forma
igualitária, possibilitando priorizar tráfegos específicos.
Por meio desses mecanismos pode-se alterar a maneira que os pacotes de dados são
encaminhados para a Internet, desta forma permite que as vias sejam utilizadas de maneira mais
eficiente para o tráfego de dados.
Através do QoS, os pacotes são demarcados para se diferenciarem dos demais serviços
e são configurados cada aplicação, de acordo com sua prioridade.
Alguns dos benefícios do QoS:
 Garante que as aplicações de missão crítica tenham sempre os recursos necessários para
o seu funcionamento;
 Possibilita o melhor gerenciamento do recurso de internet pelos analistas e
administradores;
 Reduz os custos através da utilização eficiente da internet, assim postergando
investimentos na expansão de links;
 Minimiza o impacto causado pelo tráfego concorrente não relacionado ao trabalho;
 Melhora a experiência do usuário e garante tempos de respostas mais adequados, de
acordo com a prioridade do acesso.

2.11 Aplicação: Estrutura VoIP para Empresa

Temos uma empresa que deseja realizar comunicação com sua Filial, mas que deseja
reduzir os custos com sistema de telefonia empresarial, neste caso o mais indicado é a realização
de túnel VPN (Rede Privada Virtual) com o sistema VoIP.
Na figura 5 temos que ambas as empresas estão conectadas por um canal VPN, no
entanto na Matriz possui um sistema de gerenciamento de comunicação que opera na própria
empresa, nela podemos observar a presença de um servidor PABX VoIP que possuiu uma linha
analógica (linha telefônica da operadora – VIVO, NET, TIM, OI, CLARO, etc). Assim, caso
uma ligação seja feita para o número fixo da empresa ele será redirecionado através da central
PABX VoIP para um dos ramais com telefone VoIP ou computador para ser atendido. Além
disso, é possível configurar essa central de modo que o cliente escolha o ramal para o qual
16

deseja ser atendido. Caso deseja-se realizar uma ligação externa à empresa pode se realização
uma configuração (tipicamente discar o 0 “zero” e em seguida o número desejado) que
possibilite que um dos telefones ou computadores possa efetuar a operação, no entanto se o
desejo é realizar uma chamada interna na empresa basta discar o ramal correspondente para
iniciar a comunicação, até o momento toda a operação se dá dentro da própria empresa.
Supondo que a empresa abriu uma Filial e que necessita de com comunicação com a
Matriz, realiza-se a um túnel VPN através da sincronização da Routerboard da Matriz com a da
Filial e configurando os ramais de telefones VoIP da Filial no PABX VoIP da Matriz, desta
forma os ramais ficam acessíveis uns aos outros por meio de um sistema VoIP de comunicação,
não necessitando grandiosamente da rede de telefonia fixa, visto que a única importância é de
possuir um número de telefone analógico de contato e atendimento da empresa já que as demais
partes da comunicação já ocorrem via Internet por VoIP.

Figura 6 – Rede VoIP para empresa.

Fonte: http://www.i7telecom.com.br
17

3. Conclusão
A comunicação por VoIP possui grande vantagem comparando com a telefonia
convencional, o seu custo de ligação é muito mais baixo e desta forma torna se bastante atrativo
para realizar economia em sistemas de comunicação, pois basta ter acesso à Internet para efetuar
uma chamada via VoIP por meio de software ou aplicativos. Esse método de comunicação já
mira novos horizontes para evoluir ainda mais as tecnologias de informação, pois a evolução
do VoIP seria o UCoIP (Unified Communication over IP ou em português, Comunicação
unificada por IP), que consiste em unir todas ferramentas de comunicação em um único
endereço de IP, o que aumentaria ainda mais a portabilidade do serviço para todos os usuários.
18

4. Referencias

[1] Disponível em: <https://canaltech.com.br/internet/O-que-e-VoIP/. > Acesso em: 10 de


outubro de 2018.

[2] Disponível em: <https://www.techtudo.com.br/noticias/noticia/2015/03/entenda-o-voip-


tecnologia-que-permite-apps-ligarem-pela-internet.html>. Acesso em: 10 de Outubro de 2018.

[3] Disponível em: <https://www.oficinadanet.com.br/post/11568-o-que-e-e-como-funciona-


o-voip>. Acesso em: 10 de Outubro de 2018.

[4] Disponível em: <https://www.falemaisvoip.com.br/o-que-e-voip/>. Acesso em: 10 de


Outubro de 2018.

[5] Disponível em: <http://www.i7telecom.com.br>. Acesso em: 11 de Outubro de 2018.

[6] Disponível em: <https://slideplayer.com.br/slide/345626/>. Acesso em: 11 de Outubro de


2018.

[7] Disponível em: <https://www.citisystems.com.br/pwm/>. Acesso em: 12 de Outubro de


2018.

[8] Disponível em: <http://www.teleco.com.br/tutoriais/tutorialvoipconv/pagina_4.asp>.


Acesso em: 30 de Outubro de 2018.

[9] Disponível em: < https://estudioaulas.com.br>. Acesso em: 02 de Novembro de 2018.