Sunteți pe pagina 1din 64

í

Alexandre Rosado
Abril de 2016 | Curso de extensão DESU-INES
A máquina fotográfica
Qual equipamento eu tenho em mãos?
São diversos os tipos de câmeras que
temos a disposição hoje em dia.
A maioria é digital, pois nas duas
últimas décadas abandonamos
gradualmente os filmes analógicos.
Nesta oficina nosso foco será nas
câmeras DSLR, câmeras digitais de
de reflexo por lente única.
- Visualização direta no LCD
- Gravação de vídeo

Sapata do flash

Disco dos modos


de exposição

Visor óptico Interruptor


liga/desliga

Visor LCD Botão de


visualização do
visor

- Abertura e
compensação
de exposição
- Apagar Luz de acesso aos
dados

Acesso rápido
às funções Balanço de branco

Acesso ao menu de
configurações Reprodução de
imagens e vídeos
Flash embutido

Botão do flash

Botão disparador
Alto-falante

Microfone

Seleção de foco
automático/manual

USB para dados

Empunhadura

Objetiva

Botão de liberação da objetiva


Como portar uma DSLR
Punho e suporte para estabilizar a captura
Exposição de luz
Os 3 elementos básicos da captura de luz
A exposição é o processo de permitir
que a luz penetre na objetiva da câmera
para iluminar o sensor e produzir a
imagem. Depende de 3 elementos que
devem estar em equilíbrio:

1. Abertura da objetiva – Luz que passará pela


lente.
2. Velocidade do obturador da câmera – Tempo
que a luz passa na objetiva.
3. Sensibilidade do sensor à luz – ISO.
O controle da exposição evita que se entre muita ou pouca luz no sensor da câmera
Abertura da objetiva

Grande profundidade de campo Pouca profundidade de campo


Menos luz capturada Mais luz capturada
Exemplo de abertura f/1.8
Exemplo de abertura f/32
Velocidade do obturador

Exposição curta Exposição longa


Menos luz capturada Mais luz capturada
Ideal para dia claro Ideal para noite
e objetos em movimento e objetos parados

1 segundo/60 ou 0,016 segundo


Exemplo de velocidade 1/4000
Exemplo de velocidade 3 segundos (3”)
Sensibilidade do sensor

Baixa sensibilidade à luz Alta sensibilidade à luz


Menos luz capturada Mais luz capturada
Alta qualidade de imagem Baixa qualidade de imagem
Usar durante o dia Usar durante a noite
Exemplo de fragmento de foto com ruído do ISO
Exemplo de foto com ISO 100
Exemplo de foto com ISO 3200
Os ajustes de luz dependem da
fotometria, ou seja, da medição precisa
do nível de iluminação da
cena a ser fotografada.
As câmeras DSLR possuem vários
modos de fotometria e compensação
de luminosidade.
A fotometria alerta se está entrando muita ou pouca luz no sensor da câmera
A leitura da luz refletida pela cena, demonstrada na Régua EV, deve estar na
medida exata da fotometria, como mostrada no viewfinder, EV = 0.

Se a Régua EV se apresentar com valores negativos, a foto estará subexposta.


Se a Régua Ev apresentar valores positivos, a foto estará superexposta.
O WB (White balance) é o balanço de
branco e serve para que a tonalidade
dos objetos brancos de fato pareçam
brancos na imagem capturada.
A definição manual do WB permite que
a fotometria seja ajustada à luz
ambiente.
Alguns exemplos para análise
Repare nos 3 elementos ajustados para essas fotos
O botão de seleção de exposição
Facilitando a vida do fotógrafo
Os modos de cena agilizam a
velocidade de configuração da
câmera a partir de situações comuns
para os fotógrafos.
Eles já apresentam configurações de
exposição, balanço de branco, flash,
entre outros.
Área de seleção dos modos de cena
Fotografar retratos

Fotografar paisagens

Fotografar pequenos objetos Fotografar retratos


noturnos

Fotografar motivos em movimento


Os modos avançados permitem que o
fotógrafo assuma o controle da
máquina e ajuste alguns ou todos os
parâmetros de exposição.
Área de disparo avançado
Modo de exposição manual

Prioridade de ajuste
de abertura

Prioridade de ajuste
de velocidade
Noções de composição
Como eu penso a foto antes de faze-la?
Grosso modo, compor uma imagem é
escolher que elementos entrarão na
imagem, em que local e em que
ordem.
A composição depende do grau de
domínio estético e planejamento do
assunto e motivo da fotografia.
A regra mais básica da fotografia é a regra dos terços.
Consiste na divisão do visor da câmera em 3 colunas e 3 linhas.
A aplicação da regra dos terços nada mais é do que evitar simplesmente
centrar o elemento a fotografar, e posicioná-lo 1/3 acima do fundo e 1/3
à esquerda ou então 1/3 abaixo do topo e 1/3 à direita e assim
sucessivamente.

No caso de pessoas e objetos procure posicioná-los numa das quatro


intersecções do grid. No caso de paisagens, posicione-as no topo ou no fundo
do grid. O resultado é uma imagem mais natural, contrabalanceada e atrativa
ao olhar.
Outro fator que gera conforto ao olhar é a simetria e a criação de um
ponto de fuga, que conduza o olhar do observador.
Simetria e ponto de fuga conduzindo para a pessoa ao centro da imagem.
Como fotografar?
Passo a passo para os primeiros cliques
Fazer uma fotografia
Perguntas básicas
1. Escolha do tema/motivo/assunto da foto.
2. Está em movimento ou parado? Quero o motivo
nítido ou “borrado”? (ajuste de velocidade)
3. Está de dia ou de noite? (ajuste do ISO)
4. Tenho um tripé para estabilizar? (ajuste de
velocidade)
5. Preciso usar zoom ótico para enquadrar ou posso me
aproximar do motivo? (tipo de objetiva)
6. Quero dar prioridade à profundidade de campo ou
velocidade do obturador? (modos de câmera Tv e Av)
7. Qual a iluminação do ambiente que estou? (ajuste de
balanço de branco WB)