Sunteți pe pagina 1din 11

UNICEPLAC/ DIREITO

DISCIPLINA: TCC II SEMESTRE: 2019.1


PROFESSOR: Profa. MSc. Isolda Bezerra

TEXTO 20:
LEGENDA PARA CORRREÇÃO DO PRODUTO 02 DO TCC II

PARTE I – SOBRE ESTA LEGENDA

1.1 Esta legenda deve servir ao aluno para retificar o Produto 02 a partir das indicações anotadas no material por esta Orientação Metodológica.
Nunca é demasiado lembrar: a elaboração e retificação constituem tarefas que cabem exclusivamente ao aluno.

PARTE II – EXTREMAMENTE IMPORTANTE

2.1 Toda a formatação para a redação do TCC II já foi clara e suficientemente concedida durante as orientações coletivas e sistematizadas nos textos
de apoio. Por essa razão e considerando o prazo exíguo para correção e devolução do produto em tempo suficiente para o depósito do trabalho,
otimiza-se a correção metodológica dos produtos conforme a legenda abaixo. Observe, no material devolvido, as sugestões de retificação
anotadas no produto. Depois, a partir da legenda abaixo, proceda à retificação.

− Uma marcação com “X” ou a letra “F” em cor vermelha aponta problemas com a formatação do trabalho e lembra, ao aluno, que é
importante seguir RIGOROSAMENTE o modelo e Normas da ABNT. Portanto, volte aos TEXTOS de Apoio e providencie a correção do
produto.

− Ponto de interrogação e Ponto de exclamação entre parênteses (?!) em cor vermelha: “Impossível compreender a lógica da formatação
utilizada. O leitor terá dificuldades na interpretação do texto. Sabe quem será, em breve, o leitor do seu trabalho? Uma banca
examinadora. Portanto, é hora de caprichar na edição do TCC!
2.2 Depois que você terminar toda a retificação nos Produtos do TCC, é necessário focar a preocupação na edição final do trabalho. Trata-se da versão
do trabalho que, muito em breve, você deverá depositar e apresentar à banca examinadora. Para orientá-los nessa etapa de edição, sugere-se a
leitura do TEXTO 21, disponível na Plataforma Moodle. Cumpra rigorosamente cada uma daquelas sugestões. Todas elas juntas, cumpridas, criam
a mínima qualidade necessária à aprovação do seu TCC.

2.3 O Produto 01, no prazo previsto em cronograma, constituiu objeto de correção por parte da Orientação Metodológica e, conforme diretriz da
disciplina divulgada no início deste semestre, não voltará a ser corrigido.

2.4 Em caso de reincidência de plágio na redação de produtos do TCC II, haverá retenção do produto e o aluno será orientado a procurar a
Coordenação de Curso.

2.5

PARTE III - ASPECTOS LINGUÍSTICOS DO TCC

3.1 Leia, atentamente, cada uma das orientações abaixo. É da absoluta responsabilidade do ALUNO cumprir cada uma delas.

3.2 A correção gramatical e adequação de linguagem (aspectos vinculados à boa redação em língua portuguesa, no nosso caso) recaem unicamente
sobre aquele que elabora o texto, ou seja, o aluno. A correção gramatical é de inteira responsabilidade do autor do texto, portanto
responsabilidade do aluno. Não constitui atribuição do orientador temático nem do orientador de metodologia.

3.3 Submeta o trabalho à revisão profissional de textos.

3.4 Revisão de texto, conforme a nova ortografia, inclusive.

3.5 A linguagem usada em trabalho científico rege-se pela formalidade. Portanto, trata-se de linguagem impessoal, informativa e técnica. Ainda por
conta da mesma exigência, deve-se evitar a construção textual com base na primeira pessoa do singular. Assim, por exemplo, serão sempre
acertadas expressões como: “observa-se que”, "conclui-se que", "percebe-se que".
3.6 Não use DIZER ou FALAR no tecido textual do TCC, salvo quando tratarem especificamente de manifestações de oralidade. Lamentavelmente, por
força de vício linguístico, a doutrina jurídica e peças processuais na área empregam aleatoriamente tais verbos. Construções como “o art. 5º
diz...”, o doutrinador Fulano falou...” (e variações possíveis) constituem, do ponto de vista linguístico, equívocos grosseiros em textos formais,
como uma monografia ou um artigo científico.

3.7 De acordo com a ata de avaliação do TCC, a Banca Examinadora poderá, caso entenda como necessário, reprovar trabalhos de conclusão de curso
que descuidarem do aspecto em tela.

3.8 Emprego, no texto do TCC, de expressões de outra língua: uso do itálico, sem aspas.

3.9 Não começar nem terminar seções com transcrição de texto

PARTE IV - FORMATAÇÃO BÁSICA (FUNDAMENTAL)

4.1 Toda a formatação para a redação do TCC II já foi suficientemente concedida nos textos de apoio. Neste sentido, com base na indicação da
correção metodológica anotada no produto devolvido, IDENTIFIQUE - entre as orientações abaixo - aquela que servirá a você para a retificação
do TCC.

4.2 Sobre margens: a superior e a esquerda (3 cm de distância da borda); a inferior e a direita (2 cm de distância da borda).

4.3 Sobre paginação: mesmo tipo de letra usado no texto (Arial OU Times New Roman). Tamanho 10. A contagem das páginas considera a capa como
zero. A numeração da página aparece somente a partir da Introdução/ Apresentação do TCC. A numeração deve aparecer sempre no canto
superior direito, a 2 cm da borda.

4.4 Tabulação de parágrafo: 1,5 cm.

4.5 “Recomenda-se, para digitação, a utilização de fonte tamanho 12 para todo o texto e tamanho menor para citações de mais de três linhas, notas
de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e tabelas.” (NBR_14724_2005).

Entrelinhas 1,5 no texto do aluno.


4.6 Formatação das seções do texto, de acordo com a NBR 6024 (com adaptações):

- Não se utiliza ponto, hífen, travessão ou qualquer sinal após o indicativo de seção ou de seu título.
- O título das seções (primárias, secundárias etc.) deve ser colocado após sua numeração, dele separado por um espaço.
- O texto deve iniciar-se em outra linha.
- Todas as seções devem conter um texto relacionado com elas.

4.7 Caso o aluno esteja elaborando uma monografia, destacam-se gradativamente os títulos das seções, da seguinte forma:

− título de seção primária: caixa alta, negrito, centralizado, digitado primeira linha da página.
− título de seção secundária: negrito, alinhado à esquerda.
− título de seção terciária, quaternária e/ ou quinária: sem caixa alta, sem negrito, sem itálico, alinhado à esquerda.

Obs.:
Caso o aluno esteja elaborando um artigo científico, a formatação dos títulos das subseções é basicamente a mesma. Atente apenas
para a necessidade de alinhar todos os títulos à esquerda, já que o artigo não prevê, em sua estrutura, seções primárias na forma de
capítulos. A nomenclatura dos títulos das seções do TCC fica a critério do aluno, sob anuência do Orientador Temático.

4.8 Recomenda-se que você verifique, para fins de retificação, a formatação dos títulos conforme orientações discriminadas no item anterior.

4.9 Os títulos das subseções devem ser separados do texto que os precede por uma linha em branco.

4.10 Citações diretas curtas (com menos de três linhas): transcrição dentro do parágrafo normal do aluno, entre aspas, sem alteração do tamanho
da fonte.

4.11 Citações diretas longas (com mais de três linhas): usar transcrição recuada: recuo de 4 cm da margem esquerda; sem itálico; sem tabulação;
texto justificado; fonte 11; entrelinhas simples; sem aspas; espaço em branco antes e depois da transcrição a fim de higienizar a leitura.

4.12 Para supressões, interpolações, comentários dentro de citações diretas, utilize reticências entre colchetes: [...].

4.13 Uso de aspas dentro de transcrições: substituir as aspas duplas por simples.
4.14 A formatação das notas de rodapé do trabalho: alinhamento do texto (a segunda e demais linhas da nota iniciam sob a primeira letra da
primeira linha); mesmo tipo de letra usada no TCC, tamanho da letra 10 e entrelinhas simples.

SE você estiver usando o Sistema Numérico de citação textual, verifique o uso adequado das expressões latinas (TEXTO 11, p. 18).

4.15 XXXXXXX

PARTE V - SISTEMA NUMÉRICO

5.1 Toda a formatação para a redação do TCC II já foi suficientemente concedida nos textos de apoio. Neste sentido, com base na indicação da
correção metodológica anotada no produto devolvido, IDENTIFIQUE - entre as orientações abaixo - aquela que servirá a você para a retificação
do TCC.

Emprego do Sistema Numérico: TEXTO 11, p. 15-19 e demais itens abaixo.

5.2 Alinhamento do texto na nota de rodapé: vide orientação na seção anterior desta Legenda.

5.3 Uso de expressões latinas no Sistema Numérico de citação: TEXTO 11, p. 18.

5.4 Quando houver grifos na transcrição usada pelo aluno, este deve anotar - imediatamente após o texto citado - tal ocorrência.

Exemplo:

“A norma brasileira para elaboração de citações é a NB10520 e tem como objetivo apresentar as características oficiais para a criação de
citações em todo o tipo documento, nos quais o emprego das Normas da ABNT seja necessário.” (Grifo no original)

5.5 Registro semelhante deverá ser feito, quando o aluno destacar algo na transcrição:

“A norma brasileira para elaboração de citações é a NB10520 e tem como objetivo apresentar as características oficiais para a criação de
citações em todo o tipo documento, nos quais o emprego das Normas da ABNT seja necessário.” (Grifo nosso) ou (Grifou-se)
5.6 Desnecessário colocar em nota de rodapé referências de norma ou de julgados, desde que o aluno tenha mencionado corretamente no corpo
do parágrafo tal informação:

Ex.: “De acordo com art. 5º da Constituição Federal de 1988...” ou “Conforme o HC 82.424...”.

Obs.: não se esqueça de colocar as fontes pesquisadas nas Referências do TCC.

5.7 Formatação das referências bibliográficas em nota de rodapé: autor, título da obra, edição, local, editora, ano, volume e página consultada.

(Não use caso tenha optado pelo Sistema Autor-data!)

Exemplo:

COSTA, Eduardo. Direito Civil brasileiro. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010. v. 7, p. 125.

5.8 XXXXXXX

PARTE VI - SISTEMA AUTOR-DATA

6.1 Toda a formatação para a redação do TCC II já foi suficientemente concedida nos textos de apoio. Neste sentido, com base na indicação da
correção metodológica anotada no produto devolvido, IDENTIFIQUE - entre as orientações abaixo - aquela que servirá a você para a retificação
do TCC.

Emprego do Sistema Autor-Data: TEXTO 11, p. 11-14 e demais itens abaixo.

6.2 Uso da expressão latina apud (no Sistema Autor-Data):

Exemplo: Conforme Paulo Serqueira (apud OLIVEIRA, 2006, p.131), [...].

Atenção! Uma sugestão sobre este tipo de citação: use em caso de extrema necessidade. Normalmente, o emprego de apud não é muito
bem visto por bancas examinadoras, quando não se justifica suficientemente o seu emprego no texto do TCC.
6.3 Emprego de grifo nosso ou grifo no original no Sistema Autor-Data:

Exemplos:

(FAZZIO JUNIOR, 2003, p. 166, grifo nosso).

(FAZZIO JUNIOR, 2003, p. 166, grifo no original).

6.4 Sobrenomes iguais para autores diferentes no Sistema Autor-Data: TEXTO 11, p. 23.

6.5 Mesmo autor e mesmo ano no Sistema Autor-Data: TEXTO 11, p. 23.

6.6 Emprego de referência com volume:

Exemplos:

Segundo Fazzio Junior (2003, v. 2, p. 166), texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto.

OU

Texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto texto (FAZZIO JUNIOR, 2003, v. 2, p. 166).

6.7 XXXXXX.

PARTE VII - COMPOSIÇÃO DAS REFERÊNCIAS (TEXTO 11)

7.1 Com base na indicação da correção metodológica anotada no Produto devolvido, identifique - entre as orientações abaixo - aquela que servirá a
você para a retificação do TCC.

Para a composição das referências: TEXTO 11 (p. 31-34) e demais tópicos abaixo elencados.
7.2 Orientações básicas para a composição das REFERÊNCIAS usadas para a elaboração do TCC:

- devem ser formatadas em entrelinhas simples e separadas entre si por espaço também simples;

- devem ser elencadas em ordem alfabética, a partir do sobrenome dos autores das obras citados ao longo do TCC.

7.3 Não se esqueça de colocar, nas Referências do TCC, a fonte utilizada de legislação e jurisprudência (TEXTO 11, p. 33).

7.4 Referências com autor de várias obras: um traço com seis espaços substituindo o nome completo do autor. Observe que, imediatamente após
esse traço, deverá haver um ponto final.

Exemplo:

1. MACHADO, Hugo de Brito. Comentários ao código tributário nacional. São Paulo: Atlas, 2005.

2. ______. Código tributário nacional: análise. 3. ed., São Paulo: Atlas, 2007.

7.5 Referências com autores com mesmo sobrenome: um traço com seis espaços substituindo o sobrenome dos autores, seguido por vírgula e,
depois, primeiro nome do autor.

Exemplo:

1. MACHADO, Hugo de Brito. Comentários ao código tributário nacional. São Paulo: Atlas, 2005.

2. ______, Ana Paula Silva. Código tributário nacional. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010.
7.6 Referências com título e subtítulo: grifa-se apenas o título.

7.7 Formatação de referência com edição, local, editora, ano e volume:

Exemplo:

SANTOS FILHO, Gustavo. Direito Civil. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010. v. 7.

7.8 Na impossibilidade de encontrar informações sobre o local e o editor da publicação, ainda que seja no final do livro, na contracapa ou no prefácio,
emprega-se a notação [s.l.] (ausência do local) e [s.n.] (sine nomine) (ausência do editor).

7.9 É de conhecimento geral que Filho, Sobrinho, Neto e afins constituem apenas graus de parentesco. Portanto, fique atento à composição
correta de referências que envolvam essa necessidade:

Exemplos:
SANTOS FILHO, Gustavo. Direito Civil. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010. v. 7
SANTOS NETO, Gustavo. Direito Civil. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010. v. 7
SANTOS SOBRINHO, Gustavo. Direito Civil. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2010. v. 7

7.10 Caso você não encontre o modelo de que está precisando, solicite por mensagem à Orientação Metodológica.

7.11 XXXXXX

PARTE VIII – SEVEROS PROBLEMAS QUE PODEM RESULTAR EM REPROVAÇÃO DO TCC

8.1 Problema gravíssimo de formatação! Você pretende redigir uma monografia ou um artigo científico? São produtos com estrutura e formatação
distintas. Como você usou simultaneamente os dois modelos de TCC, é praticamente impossível (e inútil) apontar sugestão de correção. Decida-
se e retifique todo o TCC em função dessa decisão.
8.2 Fonte (letra): EM TODO O TRABALHO, usar uma ÚNICA fonte: Times New Roman ou Arial.

8.3 Não mescle, no trabalho, os Sistemas de Chamada: problema de formatação extremamente grave! Opte por um dos dois sistemas (Parte V ou
Parte VI desta Legenda) e escreva todo o TCC em função dessa decisão.

8.4 Parafraseando ou transcrevendo, sempre que citar texto alheio no próprio texto, o aluno deverá registrar a autoria do texto citado, a fim,
inclusive, de evitar caracterização de plágio. Para tanto, optar por UM dos Sistemas de Chamada: Numérico OU Autor-data.

8.5 Cuidado com a higiene e qualidade da impressão do texto, quando precisar entregar produtos para correção metodológica. Prejudicados esses
critérios, afasta-se, por razões óbvias, a possibilidade de aquela correção acontecer.

8.6 Conforme reiteradas vezes divulgado entre os alunos, NÃO SERÃO corrigidos, por esta Orientação Metodológica, produtos de TCC II entregues
sem formatação ou com formatação mínima, pois tornam-se inviáveis as sugestões de correção pontuais no produto.

8.7 Apesar de toda orientação concedida ao longo de “TCC I (Projeto de Pesquisa)” e durante as orientações coletivas em “TCC II”, o(a) aluno(a)
insiste em tratar - como seu - texto alheio, assumindo claramente o risco de caracterização de plágio. Nesse sentido, e por força de suas
atribuições, esta Orientação Metodológica lembra ao(à) discente:

a) caso seja identificada incidência de plágio no produto de TCC entregue à Orientação Metodológica, por razões óbvias a correção
do produto será imediatamente suspensa;
b) para os devidos fins, o orientador de tema e a Coordenação de Curso serão informados;
c) o produto não voltará a ser submetido à correção metodológica;
d) caso a incidência de plágio seja identificada no tecido textual do Produto 02, o produto não será devolvido ao aluno e deverá ser
encaminhado - para os devidos fins - à Coordenação de Curso.

8.8 Texto truncado, com problemas de redação. Releia, URGENTEMENTE, o item 3.1 desta Legenda. O orientador de tema será avisado.
8.9 Qual é a orientação concedida para a composição de parágrafo introdutório imediatamente após os títulos de seções primárias e secundárias?
Verifique no material e retifique o produto.

8.10 Sérios problemas relativos à estética, à formatação e/ ou estrutura do TCC. O aluno tem, nos TEXTOS de apoio, orientação mais que suficiente
para compor esta etapa do TCC sem dificuldade. Portanto, em caso de sugestão de correção por parte da orientação metodológica, caberá ao
aluno conferir, com o arquivo digitado aberto no computador, cada uma das orientações apontadas no material de apoio, sobretudo aquelas
relativas à formatação do trabalho.