Sunteți pe pagina 1din 49

Disciplina: Gestão em manutenção

Curso: Engenharia Mecânica


Evolução da manutenção
Primeira geração (de 1940 até 1950)
•As empresas possuíam relativa estabilidade e previsibilidade
dos negócios.

(KROTON U1, 2019)


Primeira geração (de 1940 até 1950)

•Os ativos financeiros (capital,


edifícios, máquinas, equipamentos,
matérias-primas ) predominavam
como os mais importantes
patrimônios empresariais.

(KROTON U1, 2019)


Primeira geração (de 1940 até 1950)

•As indústrias eram pouco mecanizadas, os equipamentos


possuíam baixa tecnologia, eram lentos e
superdimensionados.

(KROTON U1, 2019)


Primeira geração (de 1940 até 1950)

•Consequentemente, não era necessária uma


manutenção sistematizada.

•Sendo realizados apenas serviços de limpeza,


lubrificação e reparo após a quebra.

(KROTON U1, 2019)


Primeira geração (de 1940 até 1950)

•A concorrência não exigia constante troca de


produtos e grandes estoques de produtos
acabados.

(KROTON U1, 2019)


Segunda geração (1950 a 1970)

Com uma elevada demanda por


qualquer tipo de mercadoria e um
pequeno contingente operacional,
o período foi marcado pela
mecanização e aumento da
complexidade das plantas
industriais.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Segunda geração (1950 a
1970)
•Começava a evidenciar-se a
necessidade de maior
disponibilidade, bem como
de maior confiabilidade,
tudo isso na busca de maior
produtividade.

(KROTON U1, 2019)


Segunda geração (1950 a 1970)

•O conceito de manutenção preventiva foi


desenvolvido, em virtude das indústrias serem
ainda mais dependentes do bom funcionamento
de seus equipamentos.

(KROTON U1, 2019)


Terceira geração (Início em 1970)

•Período de elevadas mudanças nas atividades


industriais.

(KROTON U1, 2019)


Terceira geração (Início em 1970)

•Paralisações constantes da produção diminuíam o


rendimento operacional, aumentavam os custos de
produção e afetavam a qualidade dos produtos.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Terceira geração (Início em 1970)
•Evitar parar a produção, portanto, tornou-se uma
preocupação generalizada na indústria.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção

Terceira geração (Início em 1970)


•Nesse novo contexto, houve uma
enorme necessidade de garantir a
confiabilidade, e foi então que
ferramentas de análise e combate
às falhas foram desenvolvidas.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Terceira geração (Início em 1970)
•O conceito e a utilização de manutenção preventiva
foram reforçados.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Terceira geração (Início em 1970)
•O avanço da informática levou a um
melhor controle sobre o
planejamento da manutenção,
levando-se ao conceito de
confiabilidade na engenharia de
manutenção.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Terceira geração (Início em 1970)
•A partir da terceira geração da manutenção, a
disponibilidade, a confiabilidade e a manutenibilidade
passaram a ser medidas de desempenho da manutenção.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Terceira geração (Início em 1970)
•A evolução das práticas atuais de manutenção teve
um enfoque empresarial, razão principal para a
obtenção da competitividade, necessária à
sobrevivência da empresa.

(KROTON U1, 2019)


Evolução da manutenção
Terceira geração (Início em 1970)
•Sendo o engenheiro de manutenção considerado
como um gestor dos equipamentos, garantindo o
programa de produção de acordo com as metas
propostas pelos investidores da empresa.

(KROTON U1, 2019)


Gestão da manutenção

•A manutenção tornou-se um meio essencial para o


alcance dos objetivos e das metas da organização.

(KROTON U1, 2019)


Gestão da manutenção

• Sendo responsável por buscar uma maior eficácia na


aplicação dos recursos e uma relação de custos e vida
útil, que represente o menor custo do ciclo de vida
dos equipamentos.

(KROTON U1, 2019)


Gestão da manutenção

• A Manutenção não atua apenas em máquinas e


equipamentos que estão em operação, ela atua
também na concepção de um projeto.

(ALMEIDA, P. S.; 2014)


Gestão da manutenção
A gestão da manutenção combinada projeto de um
equipamento permite:
•Melhor disposição de peças do equipamento;
•Acessibilidade dos conjuntos pelo mecânico;
• Dimensionamento de peças obedecendo a critérios para
facilitar as operações de manutenção futuras.

(ALMEIDA, P. S.; 2014)


Gestão da manutenção
Gestão da manutenção

•Assim como as máquinas, as ferramentas, os materiais


e a tecnologia evoluíram desde o surgimento de
mecanização, industrialização e automatização.

(ALMEIDA, P. S.; 2014)


Sistema de manutenção
• A complexidade das instalações industriais em termos de
máquinas/equipamentos e tecnologia embarcada
evidenciam a necessidade de um sistema de manutenção
capaz de gerar respostas rápidas às solicitações da produção.

(KROTON U1, 2019)


Sistema de manutenção

• O sistema de manutenção (SM) engloba todas as


atividades da organização e suas respectivas
interrelações, voltadas para a geração de resultados
em um ambiente de alta diversidade.

(KROTON U1, 2019)


Sistema de manutenção

• O sistema de manutenção (SM) possui como


foco, a melhoria contínua dos processos.

(KROTON U1, 2019)


Sistema de manutenção

• O SM é a parte da gestão da empresa que tem


como principal objetivo transformar o trabalho
da manutenção em uma função estratégica
diante da concorrência

(KROTON U1, 2019)


Sistema de manutenção

• Visando à redução permanente de custos, ao


aumento da confiabilidade dos equipamentos,
ao atendimento rápido e a serviços de alta
qualidade.

(KROTON U1, 2019)


Sistema de manutenção

• A junção dos métodos de manutenção


representa a manutenção produtiva, que se
integra às funções gerenciais da manutenção e
ordena o SM.

(KROTON U1, 2019)


Gerente da
planta

Gerente Gerente Gerente de Gerente de Gerente


administrativo Operação manutenção suprimentos administrativo

Equipe de
Planejamento e Equipe de Equipe de Serviço de
manutenção
controle da manutenção manutenção compras da
elétrica/
manutenção civil mecânica manutenção
eletrônica

(KROTON U1, 2019)


Sistema de manutenção
O sistema de manutenção tem a missão de:
•Definir os serviços a serem executados;
•Propor a melhor data para a execução dos serviços;
•Definir o tempo e custo gastos para a execução dos
trabalhos;
•Demarcar as áreas da produção que serão afetadas;
•Estabelecer os recursos necessários para a execução do
serviço.

(KROTON U1, 2019)


Gestão estratégica da manutenção
A estratégia de manutenção eficiente deverá responder as
seguintes perguntas:
• Quais são os equipamentos mais importantes da empresa?
• Quanto de produção se espera por dia?
• Quais são as previsões de produção para os próximos anos?

(KROTON U1, 2019)


Gestão estratégica da manutenção
Identificação das necessidades
Planejamento de serviços
Programação de serviços
Planejamento e Administração e gestão de
gestão estoque
Registro e controle dos serviços e
recursos

Gestão técnica e econômica do


equipamento

(KROTON U1, 2019)


Gestão estratégica da manutenção

Pode-se dizer que o sucesso da manutenção está na


definição correta da melhor estratégia para gerir as
falhas nos equipamentos, pois não existe uma tática
única.

(KROTON U1, 2019)


Benchmarking

Benchmarking é uma medida de referência, um nível


de performance reconhecido como um padrão de
excelência para um processo ou negócio específico.

(KROTON U1, 2019)


Benchmarking

Definido como o processo de identificação,


conhecimento e adaptação de práticas e processos
excelentes de organizações, para ajudar uma outra
organização a melhorar sua performance.

(KROTON U1, 2019)


Benchmarking

O processo de Benchmarking consiste em:


• Analisar e comparar a performance de organizações,
com o objetivo de identificar os melhores resultados e
otimizar o próprio desempenho.

(KROTON U1, 2019)


Benchmarking

O processo de Benchmarking consiste em:


• Identificar e conhecer as práticas de organizações
reconhecidas pela excelência em seu ramo de
atividade, em qualquer parte do mundo, e adaptação
dos processos da organização para a incorporação das
melhores práticas.

(KROTON U1, 2019)


Benchmarking

A manutenção deve utilizar o benchmarking, sempre


que possível, para a obtenção de um desempenho
superior.

(KROTON U1, 2019)


Benchmarking

O processo de benchmarking possibilita identificar


melhores práticas, o que se torna muito interessante
no caso da manutenção, principalmente pela
diversidade de trabalhos que são desenvolvidos.

(KROTON U1, 2019)


Gestão de estoque
Refere-se a todo o processo de solicitações de compra,
recebimento, armazenamento e uso dos itens cruciais
para o funcionamento de uma empresa, tais como:
• Matérias-primas;
• Insumos;
• Equipamentos;
• Componentes;
• Produtos acabados.

(KROTON U1, 2019)


Gestão de estoque
O processo de Gestão de Estoque deve responder as
seguintes perguntas:
• Quais itens devem ser mantidos em estoque?
• Quando o reabastecimento do estoque deve ser feito?
• O que se deve manter como estoque de segurança?
• O valor do estoque representa quantos por certo sobre o
valor da empresa?
• Qual a importância dos itens existentes no nosso estoque?
(KROTON U1, 2019)
Tipos de manutenção

Manutenção corretiva
Conjunto de procedimentos que são executados com a
finalidade de atender imediatamente a produção, a
máquina ou o equipamento não operante.

(ALMEIDA, 2014)
Tipos de manutenção

Manutenção preventiva
Manutenção planejada e controlada, realizada em
datas predeterminadas, de modo a manter a máquina
ou o equipamento em corretas condições de
funcionamento e conservação, evitando paradas
imprevistas.

(ALMEIDA, 2014)
Tipos de manutenção

Manutenção preventiva
O planejamento é possível utilizando-se a
documentação das operações de manutenção corretiva
realizadas (Ficha de Execução de Operações de
Manutenção Corretiva) e informações sobre a vida útil
das peças, fornecidas pelo fabricante.

(ALMEIDA, 2014)
Tipos de manutenção

Manutenção preditiva
Baseia-se em inspeções periódicas (por meio de
instrumentos específicos), permitindo observar as reais
condições do equipamento e o acompanhamento da
evolução de um defeito, possibilitando o planejamento
em curto prazo para uma intervenção de manutenção
para troca de peças e a eliminação do defeito.

(ALMEIDA, 2014)
Tipos de manutenção

Manutenção preditiva
Por meio dessa técnica, se faz possível indicar o tempo
de vida útil dos componentes das máquinas e dos
equipamentos e as condições para que esse tempo de
vida útil seja bem aproveitado.

(ALMEIDA, 2014)